Escândalo BNB: Três funcionários demitidos e 14 afastados

O Banco do Nordeste (BNB) demitiu três funcionários - dois dos quais terceirizados -, e afastou outros 14 colaboradores por envolvimento em irregularidades que estavam sendo investigadas pela auditoria do banco desde julho de 2011. As informações foram repassadas pela assessoria de imprensa do BNB, por telefone.

Foram atingidos gerentes e técnicos. As punições iniciais não afetaram nenhuma função de diretoria. Por recomendação da assessoria jurídica trabalhista do banco, os nomes das pessoas não estão sendo divulgados.

“Todos os que supostamente estavam envolvidos foram afastados, mas nem todos que foram afastados foi por causa de irregularidades”, informou a assessoria, citando o caso do ex-chefe de gabinete, Robério Gress. Segundo o BNB, não há acusação contra Gress.

“Robério foi afastado para possibilitar a apuração dos fatos com a máxima isenção. Não foi constatada nenhuma irregularidade contra ele. O que estão sendo investigadas são as operações. Ele não está sendo investigado por nada. Não foi afastado pelo mesmo motivo dos outros”, enfatizou.

Instabilidade
O BNB passa por um momento de instabilidade institucional, em função das denúncias do funcionário Fred Elias de Souza ao Ministério Público. A acusação é de um esquema de desvio de mais de R$ 100 milhões da instituição em empréstimos a empresas que usavam notas falsas, assinaturas fraudadas e laranjas.

Para o economista e ex-diretor do BNB, Firmo de Castro, os descaminhos não acontecem por acaso.

“Posso falar com autoridade, porque fui um dos autores do dispositivo constitucional que permitiu a criação do FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste). Na verdade, esses últimos 10 anos, 15 anos, o banco sofre com desvalorização institucional, porque a política de desenvolvimento regional foi extinta”, comenta o economista.

Para ele, desde a última grande crise do BNB, na administração Byron Queiroz, o banco perdeu força. “No fundo, o que se via era a ideia de quase se adotar a prática da extinção por inanição. Depois do Byron, iniciou-se a administração com esperança de que o banco se reerguesse. Infelizmente, o banco foi submetido a um processo de submissão político-partidário. O nível de competência do banco está muito aquém do que deveria ser”, critica Firmo, que também foi deputado federal.

Renovação
Para o ex-diretor, compor uma nova diretoria é uma obrigação, mas pode não ser o suficiente para fortalecer o BNB. “O mínimo é refazer a diretoria. Se não houver um reposicionamento do banco dentro da estrutura da instância federal, do papel que deve ter, papel que vai cumprir, também não adianta mudar só a diretoria”, sugere.

Firmo defende como fundamental haver um redesenho estruturante, na tentativa de surgir um banco regional moderno. “No BNB, a questão é muito mais ampla, simboliza muito mais do que a vida e a extinção dele”.

Fonte: O Povo

Acopiara (CE): Polícia apreende armas e munição com casal

A Polícia apreendeu três metralhadoras importadas, uma pistola, um silenciador, além de munição, durante uma operação em Acopiara, na Região Centro-Sul, a 345 quilômetros de Fortaleza. As armas estavam em um hotel e, segundo a Polícia, pertencem a um grupo acusado de tentativa de assassinato contra um casal.

Três pessoas, entre elas duas mulheres, foram detidas no local. Os acusados foram identificados como Felipe Dênis Carmo da Silva, 19; Deisiane Duarte Lima, 18; e Sâmia Maria da Silva Araújo, 19, todos residentes em Fortaleza. Pouco tempo depois, já na cidade vizinha de Mombaça, a PM prendeu mais cinco pessoas, também acusadas de envolvimento com o mesmo caso: Hilton Aragão Gadelha de Castro, 21; Antônio Evangelista de Souza, 39; Paulo Edson Silva Gonçalves, 22; Rafael Martins de Andrade, 29; e Vicente Glaidson Sobreira, 23.

Investigações
Além das armas, foram apreendidos dois veículos (Celta e Corsa) e uma balaclava (capuz). As metralhadoras apreendidas são de fabricação italiana e uma delas estava com a numeração raspada. Já a pistola de marca Glock, calibre 9 milímetros, é de fabricação austríaca.

O tenente Arquênio Braga, que comandou a operação, disse ao O POVO que o caso envolvendo os oito acusados pode ter relação com assalto a banco ou tráfico de drogas. As investigações, segundo o militar, continuam. A balaclava encontrada no hotel poderia ter sido usada em assalto. A Polícia não deu mais informações sobre a tentativa de assassinato do casal.

Fonte: O Povo

Metrofor é inaugurado com festa e faz primeira viagem superlotado

Fogos de artifícios, faixas, discursos e até uma banda de forró deram, ontem, o tom de comício à inauguração do trecho Pacatuba-Parangaba, ainda em fase de "operação assistida", da linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor).

Já na viagem inaugural, os trens rodaram com superlotação: vagões abarrotados de autoridades e políticos, todos bem ansiosos para presenciar a concretização de uma das obras mais longas e polêmicas, que durou mais de 13 anos para findar.

Apesar da festa, a Linha Sul, com 24 quilômetros de extensão, ainda deixa muitas brechas: irá rodar apenas em dias comerciais, somente por quatro horas diárias, entre 9h e 13h, com prazos de espera de 20 minutos entre um carro e outro e com possibilidades de apresentar falhas.

Por isso, a não cobrança ainda de tarifa. "Vamos ficar mais alguns meses em testes, fazendo os últimos ajustes para tentar, em março de 2013, funcionar normalmente", afirma o governador Cid Gomes, na companhia de aliados, possíveis futuros candidatos a prefeito de Fortaleza.

Incompleta
Em meio a toda essa agitação política, o presidente do Metrofor, Rômulo Fortes, conteve sua animação, afirmando que aquele ainda não era o metrô que realmente gostaria de inaugurar para a população, faltava uma outra parte da linha que ligava a Parangaba ao Centro da cidade.

"Eu ainda não estou sentindo a obra entregue como um todo. Só vou me sentir assim, totalmente realizado, quando inaugurar o restante que falta e deixar carros funcionando integralmente", lamenta o presidente.

Ainda na viagem inaugural, janelas de vidro apedrejadas e pedaços de fios de pipas enroscados na fiação demonstravam a dificuldade em manter a integridade dos vagões, todos produzidos na Itália e com características luxuosas.

"O maior desafio agora é evitar os atos de vandalismos que já estão ocorrendo. Se, já na primeira semana, esses trens foram quebrados, tiro todos de linha", avisa Fortes.

No palanque montado na Estação da Parangaba, durante horário de pico, com as pessoas dançando ao som do forró da Banda Real, Cid Gomes fez questão de prometer: "no dia 15 de outubro, estaremos fazendo essa mesma festa, nesse mesmo horário, para inaugurar, também, o restante da linha, no trecho que vai até o Centro da Capital".

Segundo o Metrofor, dos oito quilômetros restantes, apenas um espaço de 1.500 metros estaria com obra pendente.

Se a tal Linha Sul parece estar bem adiantada e com prazos fixos para ficar totalmente concluída, a Leste - que deve impactar mais o trânsito de Fortaleza, segundo o governador - ainda está cheia de incertezas.

"Não vamos conseguir entregar a obra para a Copa do Mundo, talvez só o trecho entre o Centro e a Aldeota esteja pronto no fim de 2014. Um sonho", comenta Gomes.

Ansiedade
E não faltou expectativa por parte dos moradores, principalmente, de Maracanaú e Pacatuba para a primeira viagem a bordo do Metrofor.

Na próxima segunda-feira, a dona de casa Francisca Alves dos Santos, 55, residente na Vila das Flores, poderá usufruir da luxuosa máquina e realizar, segundo ela, um sonho.

"Moro há muito tempo aqui e achava que nem fosse mais estar viva para ver esse trem rodando. Estou louca para andar, sentir se o negócio é bom mesmo como tanto dizem por aí", conta.

O investimento da linha chegou a mais de R$ 1,7 bilhão. Ao longo do trecho sul, 12 estações em três municípios serão atendidas.

O Metrofor já recebeu oito trens de um total de 20 carros, que o Governo adquiriu para atender 350 mil pessoas por dia.

´O metrô tem que ser da sociedade´
Não é porque um trecho foi inaugurado ontem, que o então metrô de Fortaleza (Metrofor) - alvo de intensas críticas e investigações durante os mais de 13 anos de execução da obra - terá os seus erros e falhas sanados e tudo vire só festa, afirmou o atual presidente da Associação Nacional de Transporte Público (ANTP), Ailton Brasiliense Pires.

"Que sejam feitas consultas e estudos de viabilidade com a presença das universidades, da sociedade civil e que haja, principalmente, um maior comprometimento da área política com estes. O metrô tem que ser da sociedade e não apenas de promessas de campanhas, nem sempre muito bem intencionadas", critica.

Para Ailton Brasiliense, o Metrofor tem que ser entendido como um vetor ordenador do espaço público, podendo ser indutor de construções de moradias, comércio e serviços (públicos e privados), ao longo do seu corredor. "Assim, ele modificará o espaço urbano qualificando-o, permitindo uma melhor distribuição das atividades, aumentando o fator de renovação, aumentando a demanda e, consequentemente, permitindo viagens mais curtas e mais baratas", finaliza.

Para o presidente licenciado do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-CE), Odílio Almeida, o metrô é uma necessidade que já chega tardiamente, mas, não por isso, deixa de ser motivo de imensa satisfação e alegria.

"Embora essa linha, do trecho de Pacatuba até Parangaba, não vá resolver todo o problema de mobilidade desse eixo e de Fortaleza como um todo, qualquer ação como essa é bem-vinda. Só lamentamos, por exemplo, o fato de já considerarmos esse trecho um pouco defasado e com potencialidades já bem diminuídas. Essa Linha Sul, na prática, não vai impactar tanto a mobilidade na Capital, acho que as outras linhas, sim", relata Almeida.

Irregularidades
Apesar da movimentação, o Tribunal de Contas da União (TCU) informou, em nota, que a obra, embora inaugurada, continua sendo monitorada. O metrô estaria inserido na tabela de obras com irregularidades que foram paralisadas ou tiveram retenção de recurso federal, por exemplo.

"O Metrofor está caracterizado como obra com irregularidade grave com retenção de recurso. Ela não está paralisada, mas não está recebendo dinheiro para evitar maior dano ao erário", diz a nota da Corte.

IVNA GIRÃO
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste

Tommy Reeve - Come into my life


Cuidado! Você está sendo vigiado

“Nordestino não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado!”

Esta frase, de conotação preconceituosa flagrante, postada no Twitter logo depois das eleições presidenciais de 2010 pela estudante de direito Mayara Petruso, custou-lhe, além do emprego, uma condenação a 1 ano e 5 meses de reclusão, convertida em prestação de serviço comunitário e pagamento de multa.

Semana passada, Soninha Francine, jornalista, apresentadora de TV e ex-vereadora, virou motivo de piada no Twitter depois de usar o microblog para fazer comentários irônicos acerca de uma colisão entre dois veículos do Metrô paulista, o que resultou em dezenas de feridos. A bonita mas pouco inteligente parlamentar escreveu: "Metrô caótico? Não fosse pela TV e Twitter, nem saberia. Peguei Linha Verde e Amarela "sussa".

Na rapidez que só a grande rede pode explicar, as hashtags utilizadas - #sussa e #mtoloco - passaram a figurar entre os trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter, o que deixou a moça numa tremenda saia-justa, até porque ela tem pretensões na eleição que se avizinha para a Prefeitura de São Paulo. Se o eleitor fosse um pouquinho mais consciente...

Outros políticos, aqui e no exterior, também têm provado do veneno da internet.

Nos Estados Unidos, o deputado Anthony Weiner teve que se afastar do Congresso depois de compartilhar publicamente uma foto onde ele aparecia de cueca. Na verdade, ele queria enviar a foto para uma jovem com quem flertava, mas errou os botões e a mandou para seu Twitter público.

Na semana passada, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) foi surpreendido enviado uma mensagem que prometia blindagem ao governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), o que é estranho, se considerarmos que ele, Vaccarezza, é membro da CPI que investiga Carlinhos Cachoeira, com quem o governador pode ter relações escusas.

Os casos de Mayara, Soninha, Vaccarezza e Weiner não são isolados. Nos últimos tempos, mais e mais pessoas vêm perdendo seus empregos ou sendo penalizadas de qualquer outra forma em razão de manifestações infelizes no Twitter ou outras redes sociais. E não pense que a burrada é privilégio de estudantes inexperientes. Gente madura e ocupante de altos cargos em órgãos importantes também já caiu nesta cilada. No início do ano, por exemplo, um funcionário do setor de imprensa da Presidência da República foi exonerado depois de publicar no Twitter uma piada sobre José Serra, mesmo destino de um torcedor do Corinthians que usou o microblog para tecer comentários criticando o São Paulo, clube patrocinado pela empresa da qual ele era diretor.

A coisa é tão séria que pode gerar até uma demissão por justa causa, como explica Eugênio Hainzenreder Junior, especialista do Instituto Millenium e professor de Direito da Pontifícia Universidade Católica - PUC do Rio Grande do Sul - RS.

- A internet é hoje uma forma de comunicação fantástica, pois é rápida, eficaz e barata. No entanto, se deve ter muito cuidado com essa ferramenta, pois a informação nela divulgada, rapidamente se propaga de maneira que não mais se pode controlar os destinatários de determinada mensagem e a sua publicidade - diz o especialista, que acrescenta:

- É inegável que o trabalhador possui, como qualquer outro cidadão, direito à liberdade de expressão, bem como tem a faculdade de fazer parte de redes sociais, ou de emitir opinião pessoal sobre determinados assuntos. No entanto, este direito, seja na internet ou fora dela, não é absoluto. Enquanto empregados, ainda que fora do horário de serviço e distante fisicamente do local de trabalho, permanecemos vinculados a deveres básicos do contrato de trabalho, tais como o dever de zelo, de urbanidade, de diligência, de confiança, entre outros. Dessa maneira, um comentário desabonador ou difamatório postado de forma pública na internet pelo empregado, que venha a romper, ou que, de alguma forma, possa abalar a imagem do empregador, pode sim gerar uma dispensa por justa causa”.

As críticas ao chefe ou aos critérios de atuação desta ou daquela empresa, que antes ficavam restritas ao bate-pago de bar ou cochichos dos corredores, hoje vão direto para as redes sociais, o que já fez com que profissionais de diversas áreas fossem punidos. A legislação trabalhista não tem uma lei específica sobre a justa causa em situações como essa, mas segundo Hainzenreder Junior, as situações existentes na Consolidação das Leis do Trabalho - CLT são suficientes para regular o tema.

- O artigo 482 da CLT prevê hipóteses gerais de falta grave cometida pelo empregado que podem englobar a dispensa por justa causa em razão do uso indevido da internet - observa o professor, emendando:

- Por exemplo, comentários desabonadores à imagem da empresa ou do chefe, veiculados na internet pelo trabalhador, poderiam ser enquadrados como “ato lesivo da honra ou da boa fama praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos.

Se você não sabe, anote aí: a relação entre chefes e funcionários vem ganhando novas proporções, algumas inusitadas. Alguns superiores, com o objetivo único de espionar seus subordinados nas redes sociais, chegam a usar nomes falsos para ter acesso a informações que normalmente ficariam na esfera privada. Por mais absurdo que isso possa parecer, alguns deles já chegaram a exigir as senhas de Facebook de candidatos a cargos de trabalho em suas empresas, isto já na entrevista inicial.

Mas os problemas não se restringem à área trabalhista. Na Holanda, depois de um passeio de bicicleta pelos Alpes franceses, Johan Minkjan resolveu se gabar nas redes sociais que frequenta. Até aí, tudo bem! O grande problema é que ele recebia uma pensão do governo por invalidez, um seguro social, cuja devolução foi exigida quando a seguradora descobriu sua performance na internet.

Por isso, seja você uma pessoa pública de grande influência ou um simples desconhecido, não importa. Na hora de digitar seus desabafos ou frustrações, tome cuidado: além de ouvir tudo, as paredes da internet gravam e propagam o que você diz com enorme velocidade e frieza. E um conselho a mais: se beber, não tweete!

Fonte: Dando Pitacos

Ipu (CE): TJ manda prender o prefeito

O Tribunal de Justiça do Estado decretou, ontem, a prisão do ex-deputado estadual e atual prefeito do Município de Ipu (294Km de Fortaleza), Henrique Sávio Pontes. Até a noite passada ele permanecia foragido. Também foi determinado o afastamento de Pontes da chefia do Executivo, além de terem sido quebrados os sigilos bancário e fiscal do político. A Polícia Civil faz buscas na Região de Tianguá em busca de localizar o gestor.

Além de Sávio Pontes, também tiveram a prisão preventiva decretada as seguintes pessoas, Sérgio Barbosa de Souza (coordenador de Habitação da Secretaria das Cidades do Estado), Roberto Eufrásio de Alencar (servidor da Prefeitura de Ipu), Tácito Guimarães de Carvalho (engenheiro), Francisco Eduardo Farias de Sousa (servidor), Fábio Castelo Branco Pontes de Araújo (coordenador administrativo financeiro da Prefeitura e integrante do Núcleo da Secretaria de Cidades), Marcelino Cordeiro Maia (empresário), e Eucélio Guimarães Fernandes Mesquita (presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura do Ipu).

Até o começo da noite de ontem, das oito pessoas que tiveram a prisão decretada, apenas três já estavam recolhidas na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap). São elas, Sérgio Barbosa de Sousa, Tácito Guimarães de Carvalho e Fábio Castelo Branco Pontes de Araújo. As demais continuavam sendo procuradas na Capital e no Interior.

Rombo
Segundo o Tribunal de Justiça do Estado, as prisões foram decretadas pelo desembargador Francisco Darival Beserra Primo. O prefeito, agora afastado, e os demais implicados, seriam responsáveis pelo desvio de aproximadamente R$ 3 milhões de verbas públicas, através de um esquema de corrupção, que inclui crimes de formação de quadrilha, peculato, fraude em licitações, ´lavagem´ de dinheiro, desvio ou aplicação indevida de recursos públicos, fraude documental, estelionato e outros delitos contra a administração pública. O caso vem sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE), através da sua procuradoria de Combate aos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), com o apoio da Polícia Civil do Ceará.

O prefeito do Ipu foi denunciado pelo MPE após uma investigação que teria comprovado o desvio do dinheiro público a partir de 2009, quando Sávio Pontes teria assinado dois convênios com o então secretário adjunto da Secretaria de Cidades do Governo do Estado, Jurandir Vieira Santiago, atual presidente do Banco do Nordeste (BNB), para a construção de 2.108 ´módulos sanitários´ (banheiros), ao custo exato de R$ 3.159.976,32.

Ainda conforme a denúncia do MP, entre Prefeitura e a Secretaria de Cidades ficou acertado que a liberação do dinheiro público seria feita paulatinamente, à medida que os banheiros fossem sendo construídos. Foi, então, elaborado, na época, um cronograma de obras. Contudo, o prefeito obteve o dinheiro sem ter construído um só banheiro.

Sofrimento
Nos autos do processo, consta que, "as obras pretendidas não foram realizadas nos termos pactuados, de forma que os cidadãos locais (de Ipu) continuam a padecer das mesmas severas e sofridas contingências que o Município e seus contratados particulares prometeram em expiação a um dos mais elementares direitos do ser humano, qual sejam, de possuir meras unidades sanitárias em seus lares", diz o desembargador em sua decisão ao julgar o caso na última terça-feira (12)

Afastamento
O desembargador também determinou que os servidores Roberto Eufrásio de Alencar, Eucélio Fernandes Mesquita, Francisco Eduardo Farias de Sousa e Fábio Castelo Branco Ponte de Araújo fossem, além de presos, afastados das funções públicas.

Processar
No mesmo despacho, Darival Beserra Primo intimou o procurador geral de Justiça, Alfredo Ricardo de Holanda Machado, que se pronuncie acerca da possibilidade de inclusão no processo do ex-secretário adjunto de Cidades do Estado, e atual presidente do BNB, Jurandir Vieira Santiago. A reportagem tentou , durante todo o dia, contato com as pessoas citadas nas investigações e que tiveram prisão decretada, mas não houve retorno.

FERNANDO RIBEIRO
EDITOR DE POLÍCIA 

Fonte: Diário do Nordeste

Rede Record indo pra vala

Após muitos milhões em investimentos (com dinheiro dos fiéis da Igreja Universal) e até ter conseguido incomodar a Rede Globo em alguns poucos momentos, a Rede Record enfrenta uma grande crise que vem tirando o sono dos pastores e bispos mandachuvas da emissora.

Se antes, o mais delirante sonho do bispo Edir Macedo era ficar em primeiro lugar de audiência, desbancando a Rede Globo - e até havia conseguido tirar a vice-liderança do SBT sem maiores contratempos - agora a realidade é que há grandes dificuldades para conseguir permanecer na segunda colocação.

O retumbante fracasso da novela "Máscaras" foi apenas o estopim de uma crise que já estava anunciada. A trama de Lauro César Muniz estreou de uma forma confusa e pouco atrativa, o que apenas piorou ainda mais uma situação que não andava muito satisfatória. A história anterior (Vidas em Jogo), embora não tenha fracassado, passou longe de ser um sucesso e apenas teve uma audiência razoável. Ou seja, a missão era ao menos manter isso. Não teve como. Somando os problemas da obra com as constantes mudanças de horário (nem os próprios atores sabem que horas começa a novela) e a reprise de "Vidas Opostas" --- que ao concorrer com o sucesso de "Avenida Brasil" foi um grande fiasco, 'obrigando' os responsáveis a condensar os capítulos e terminar a novela com meses de antecipação ---, o naufrágio desse barco foi inevitável. Para piorar, Luiza Tomé reclamou no Twitter do pouco destaque de sua personagem e não fez questão de esconder que pretende abandonar o projeto. Segundo colunistas, como Flavio Ricco e Patrícia Kogut, a própria emissora jogou a tolha e encurtará a novela. Apesar de Lauro César Muniz ter dito que está tendo apoio e desmentir qualquer antecipação do encerramento de sua obra, a autora Gisele Joras já foi procurada pela empresa e está escrevendo o décimo-quinto capítulo da trama substituta.

Nem a quinta temporada de "A Fazenda" conseguiu melhorar os índices da Record. Se nos primeiros programas houve um significativo aumento de audiência, agora os índices do reality (que só começa após o término da novela das nove da Globo, não tendo assim um horário fixo) são bem decepcionantes para a emissora da Barra Funda. A atração não costuma mais de um dígito e vem perdendo constantemente para o "Programa do Ratinho" e outros produtos do SBT como "Astros" e "Cante se Puder", ficando em terceiro lugar. Falando na emissora de Silvio Santos, é notório o crescimento do SBT e nota-se que após muito tempo sem tomar nenhuma atitude, finalmente a empresa está querendo a sua vice-liderança de volta. Resolveram estabilizar a grade (que foi um acerto) e verdade seja dita, a estreia do remake de "Carrossel" é o principal responsável por essa retomada. A novelinha infantil costuma marcar 15 pontos, deixando o "Jornal da Record" com 4 ou 5 pontos.

A grade matutina é um dos poucos motivos de alegria para a Record. O "Fala Brasil" ainda ganha do "Mais Você", apresentado por Ana Maria Braga, e do "Bem Estar", apresentado por Mariana Ferrão e Fernando Rocha. Porém, não tem vencido com a mesma facilidade que antes e tem perdido com mais frequência. E ao que tudo indica, com a estreia do novo programa comandado por Fátima Bernardes, todo o público da "Tv Globinho" (que será cancelado) irá migrar para o "Bom Dia e Cia" e com isso a Globo deverá manter sua liderança, tendo o SBT logo atrás - e consequentemente a Record em terceiro. Mas claro, por enquanto, são só previsões lógicas.

A grave crise que a Rede Record tem enfrentado é fruto de sua própria incompetência. Alterar constantemente os horários de sua grade apenas demonstra uma total falta de respeito com o seu público e querer copiar descaradamente várias atrações da Rede Globo (inclusive tendo até títulos semelhantes) mostra uma imensa falta de criatividade. Ao planejar ser uma Globo e se esquecer das concorrentes, a emissora do Bispo Edir Macedo viu SBT e Band reforçarem suas respectivas programações e disputarem a segunda e a terceira colocação com igualdade de forças. Se haverá uma luz no fim do túnel é impossível saber, mas está cada vez mais nítido que esta crise está longe de terminar.

Fonte: De Olho nos Detalhes

Crato (CE): Banda Cabaçal festeja 176 anos de existência

Dos antepassados indígenas à modernidade, a tradição de repete por quatro gerações. A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto comemora 176 anos, no passo trançado da cultura e da alegria de poder continuar o legado da família. Dos seis integrantes da banda, dois deles ainda fazem parte da terceira geração, que é o Mestre Raimundo Aniceto e Antônio Aniceto. Mas o mestre é o responsável pela condução do grupo e constrói os instrumentos. A banda é uma das mais representativas da cultura popular no Estado e já realizou apresentações pelo Brasil e Europa. Dividiu palco até com grandes nomes da música, a exemplo de Hermeto Pascoal e do grupo Quinteto Violado. Os Aniceto Mirim estão no rumo, também aprendendo, para dar continuidade ao legado.

Uma renovação do Sagrado Coração de Jesus, na casa de Mestre Raimundo, na noite de ontem, no bairro Seminário, em Crato, foi o grande momento dos festejos para marcar o aniversário, que rememora o mês de maio. A data mais precisa poderia ser em 10 de maio, mas Adriano Aniceto afirma que é no dia 1º de julho o marco de nascimento da banda. Descendentes dos índios Cariri, atualmente, é composta por José Vicente, Raimundo, Antônio, Cícero, Joval e Adriano Aniceto, todos agricultores. Da roça para a alegria de criar, Adriano, que há 20 anos participa da banda, diz que são muitos os números musicais e a dança que caracterizam o grupo de artistas. Antes eram quatro integrantes, mas foram acrescentados instrumentos além dos pífanos, que têm mestre Raimundo e Antônio Aniceto; o zabumba, com Adriano; a caixa com Cícero. José Vicente toca o tarol e os pratos ficam com Joval. A sonoridade diferenciada e o ritmo desses dois instrumentos encantaram os integrantes da bandinha. Foram adotados ao longo dos anos.

A principal inspiração para criar as danças e os sons vem da natureza. O canto dos pássaros, o rastejar de uma cobra, um camaleão ou o simples arrastar de uma enxada. "Mesmo com o trabalho pesado da roça, procuramos transformar isso em alegria e cultura", diz o zabumbeiro, ao ressaltar o carinho que a população tem de receber o grupo, que fez fama e se tornou um dos mais requisitados em apresentações de eventos. Mas, a tradição religiosa do grupo é o mais forte.

E não seria diferente a comemoração. Dentro da programação, além da reza, também foi apresentado um filme, em telão, no quintal da casa de Mestre Raimundo, sobre os mestres da cultura. A organização aconteceu com apoio da Organização não Governamental Carrapato Cultural. Um dos seus integrantes, Paulo Fuísca, da Secretaria de Cultura do Crato, afirma que a iniciativa tem como forma prestigiar uma das bandas cabaçais mais tradicionais da região. Mestre Cirilo, do reisado, e outros integrantes de bandas também estiveram presentes. É, segundo Paulo, um momento de encontro e congraçamento para a cultura popular.

A performance do grupo chama a atenção por onde ele passa. A dança diferenciada, o trançado, e um repertório para mais de dois dias, segundo Adriano, empolgam. Os números mais antigos e tradicionais, normalmente são feitos em pequenas apresentações. Mesmo com um repertório grande e que não para de aumentar, a dança da Cachorra, da Cobra e da Onça; Briga de Galo; Tirador de Abelhas; Severino Brabo; e a da Coruja e do Caboré estão entre as mais comuns nas apresentações.

O índio José Lourenço da Silva, avô lá atrás de Adriano, foi o criador do grupo. As danças tribais dos Cariri vem seguindo no prumo de todas essas décadas sem se abalar. Para Paulo Fuísca, essa velha tradição mostra uma forma de vida dos próprios integrantes da banda. "Conviver com o Mestre Raimundo é uma grande honra", diz ele. E essa marca tem um reconhecimento nacional. Ele cria e desenvolve os instrumentos do grupo, orienta no passo da tradição, ensina como seguir em frente. É o chefe, como traduz Adriano. Além disso, é reconhecido como Mestre da Cultura Nacional e Mestre da Cultura do Estado. "É do trabalho que tiramos a diversão", afirma Adriano. Talvez esse seja um dos grandes segredos para a marca da alegria deixada por mais de um século e meio por onde os Aniceto passam.

Mais informações
Mestre Raimundo Aniceto
Rua Manuel Macedo, 301
Bairro Seminário
Crato - CE
Telefone: (88) 3523.7275

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Dire Straits - So Far Away


Expocrato 2012 - Crato se prepara para uma das maiores humilhações públicas da sua história*

Em 2012 se comemora por todo o país o centenário de Luiz Gonzaga, o nosso Rei do Baião e principal artista nordestino de todos os tempos. Em Campina Grande e Caruaru, onde acontecem as maiores festas juninas do país, o mestre será homenageado durante todo mês.

A cidade de Crato no Ceará, tema inclusive de uma bela música feita por Luiz em tributo à cidade e que é sempre usada para campanhas turísticas e apelos publicitários, resolveu colocar o Rei do Baião em evidência dentro do maior evento realizado anualmente na cidade, a Expocrato. Assim como fora divulgado desde o início do ano, a exposição seria voltada para diversas homenagens ao Rei colocando a cidade dentro do roteiro das grandes comemorações do centenário.

Eis que foi divulgada a programação oficial do evento, e de imediato pasmou a todos pela notável ausência de representantes do autêntico forró! Parangolé, Ivete Sangalo, Bruno e Marrone, Aviões, Cpm 22 e Thiaguinho?

É com isso que a organização do evento pretende homenagear Luís Gonzaga? Isso não é só uma falta de respeito ao mestre como ao público que possui algum discernimento, pois além de empurrar essa programação medíocre goela a baixo do público ainda mata de vergonha os cidadãos do Crato, pois a cidade vai ser lembrada pela pior homenagem e mais ingrata de todos os tempos.

Cadê Dominguinhos, Elba Ramalho, Chico Pessoa, Luiz Fidelis, Flávio Leandro?

O mais triste de tudo é que essa palhaçada é justificada todos os anos por uma quantidade absurda de pessoas que pagam por ingressos caríssimos para sustentar esse “curral cultural”.

A CULPA NEM É MINHA, MAS A VERGONHA ALHEIA SIM.
PARABÉNS LUÍZ GONZAGA, E MINHAS SINCERAS DESCULPAS!

* Texto que circula no Facebook

Crato (CE): Supermercado é condenado a indenizar cliente que passou mal após consumir sushi

A justiça condenou na última quarta-feira (13) o Mercadinho São Luiz a pagar uma indenização de R$ 20 mil reais a uma cliente que passou mal após consumir sushi no supermercado.

O caso aconteceu no dia 21 de abril deste ano, quando a servidora pública E.S.L. consumiu sushi no estabelecimento, no município do Crato, e contraiu uma infecção.

Após o ocorrido, a Vigilância Sanitária do município solicitou análise do produto e constatou a presença de microrganismos mesófilos aeróbios em todas as amostras de sushi.

A funcionária entrou com uma ação na Justiça requerendo o pagamento de 39 salários mínimos por danos morais e um salário mínimo para o ressarcimento de despesas com remédios e transporte.

Ao analisar o caso, o juiz considerou que a comprovação pela Vigilância Sanitária e as evidências da infecção da cliente, nos mesmos dias em que vários consumidores do produto foram internados com sintomas semelhantes, “são suficientes para aferir a responsabilidade do promovido pelos danos decorrentes”.

Em contestação, o supermercado apresentou um laudo que não constatou a presença de nenhuma bactéria.

O juiz determinou o pagamento de R$ 20 mil, por danos morais, e negou a reparação material, por entender que a consumidora não comprovou as despesas.

O Diário do Nordeste Online tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação do Mercadinho São Luiz, mas até o momento não obteve retorno.

Fonte: Diário do Nordeste

Sarney, Maluf e outros homenageiam a justiça brasileira como a mais confiável do mundo

A credibilidade da Justiça brasileira nunca esteve tão em alta. Apontada como a mais confiável do mundo, pelos políticos brasileiros, a justiça será homenageada na Câmara pelos deputados e no Senado, pelos senadores.

O Senador José Sarney disse que a Justiça brasileira é a mais justa, mais correta, mais confiável, mais precisa e rápida quando ele precisou. "Não tenho o que falar de uma justiça tão seria como a nossa, meus sinceros agradecimentos", disse Sarney.

O Deputado Paulo Maluf também parabenizou: "O Brasil precisa se orgulhar da nossa justiça, que trabalha com seriedade na aplicação da Lei. A Justiça brasileira merece a minha total confiança", disse.

Até o ex-presidente Lula tirou um tempinho para prestar homenagem a Justiça. "Queridos companheiros, nunca na história deste país, tivemos uma justiça tão seria e correta, que absolve os injustiçados e pune os culpados", disse.

Iguatu (CE): Juiz interdita delegacia

O juiz de Direito, Ricardo Alexandre da Silva Costa, que responde pela 2ª Vara da Comarca de Iguatu, decidiu interditar a Delegacia Regional de Polícia Civil do Município por apresentar precariedade em suas instalações, falta de segurança, higiene e salubridade. A decisão do magistrado acolhe em parte solicitação apresentada por meio de Ação Civil Pública de iniciativa do Ministério Público Estadual.

A Ação Civil Pública que solicitou do judiciário local a interdição da Delegacia Regional de Polícia Civil e a imediata transferência de presos para um imóvel alugado foi apresentada por cinco promotores de Justiça que integram o Ministério Público Estadual na comarca de Iguatu: Fernando Miranda, Leydomar Nunes Pereira, Aureliano Rebouças Júnior, Francisco das Chagas da Silva e Alexandre Konstantinou.

Os promotores demonstraram a precariedade da delegacia, falta de segurança, higiene e ingressaram com ação judicial pedindo antecipação de tutela para que fosse determinada a imediata transferência dos presos e interdição da unidade.

Ao analisar a Ação Civil Pública, o juiz Ricardo Alexandre Costa observou que a delegacia "é equipamento essencial ao serviço de segurança pública, de responsabilidade do Estado, não podendo haver nenhuma interrupção nos serviços e que a unidade não pode ser um estabelecimento destinado à prisão".

O juiz afirma ter conhecimento próprio da situação de precariedade do imóvel, pois "os presos são submetidos a condições degradantes e humilhantes, detidos em locais sem a mínima condição de higiene ou de salubridade, inclusive privados do direito de visita de seus familiares", conforme relatou na decisão judicial. Para o magistrado, a situação de inércia total do Estado mediante a precariedade da delegacia "não pode continuar, pois o quadro só tende a piorar".

O juiz Ricardo Alexandre Costa determinou a imediata transferência dos presos para estabelecimento prisional adequado e concedeu prazo de 60 dias para que o Estado providencie o aluguel de outro imóvel para que funcione provisoriamente a delegacia até que o imóvel seja reformado ou que seja construída uma nova unidade.

Na prática, a decisão do magistrado só terá efeito após citação do Estado por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE) através de carta precatória que já foi despachada pela secretaria da 2ª Vara da Comarca de Iguatu para a comarca de Fortaleza.

Depois de citado, o Estado terá que providenciar a imediata transferência dos presos que estão recolhidos na Delegacia Regional de Polícia Civil e dentro de um prazo de 60 dias providenciar a mudança provisória para outro imóvel.

O promotor de Justiça, Fernando Miranda, observou que a Delegacia Regional de Iguatu apresenta um quadro de ´total falta de condição de funcionamento´. As instalações sanitárias a rede de esgoto e de energia não funcionam adequadamente.

Para o promotor de Justiça, Leydomar Nunes Pereira, a delegacia apresenta "mínimas condições de funcionamento adequadas a uma unidade regional". O odor desagradável vindo das celas toma de conta do prédio e é sentido na calçada.

Nas salas há infiltrações, vazamentos e o reboco está estragado. Por ocasião da inauguração da Delegacia Municipal de Polícia Civil de Jucás, o secretário de Segurança Pública do Estado do Ceará, coronel Bezerra, informou que havia projeto para reforma geral ou mesmo construção de uma nova unidade na cidade de Iguatu.

HONÓRIO BARBOSA
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Juiz manda soltar Cachoeira, mas ele continuará preso

O juiz federal Tourinho Neto, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) deferiu pedido de habeas corpus feito pela defesa do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso desde o final de fevereiro, durante a Operação Monte Carlo, acusado de comandar esquema criminoso que envolve políticos e empresários.

Ele, no entanto, não será solto, pois ainda vigora mandado de prisão contra o empresário, expedido em decorrência da Operação Saint Michel, que investiga desdobramento do esquema criminoso no Distrito Federal.

Tourinho Neto analisou o caso sozinho. Os advogados de Cachoeira entraram com um pedido de extensão em outro habeas corpus deferido pelo magistrado na última quarta-feira, no qual mandou soltar José Olimpio de Queiroga Neto, acusado de atuar na exploração de casas de jogos no entorno do DF, seguindo esquema chefiado por Cachoeira.

Segundo Tourinho Neto, o esquema criminoso foi desfeito quando eles foram presos e as casas de jogo de azar já estão fechadas. Na decisão de Queiroga, o magistrado afirmou: "Não há mais a potencialidade, dita no decreto de prisão preventiva, que traga perturbação à ordem pública".

O advogado Augusto Botelho, que faz parte da equipe de Márcio Thomaz Bastos, afirmou que a magistrada da 5ª Vara da Justiça do Distrito Federal, responsável pela Operação Saint Michel, chegou a analisar pedido de habeas corpus na tarde desta sexta-feira, que foi negado.

Ele afirma, no entanto, que haverá durante o plantão deste fim de semana um pedido de reconsideração, levando em conta a decisão de Tourinho Neto. "A Operação Saint Michel é um desdobramento da Monte Carlo e estão relacionadas. Se o magistrado do TRF entende que a prisão não é necessária, também não seria no caso do Distrito Federal", disse Botelho por telefone.

Fonte: Folha.com

Juazeiro do Norte (CE): Jovem alvejado com dois tiros morre no HTJ e foi o 53º homicídio do ano

Mais um homicídio foi registrado por volta das 10h30min desta sexta-feira, sendo o oitavo do mês de junho e o 53º do ano em Juazeiro do Norte. José Luciano Laurentino de Souza, de 29 anos, residia na Rua Domingos Sávio, 542 (Bairro Pio XII) e foi alvejado com dois tiros de revólver no abdômen e nas costas. Ele se encontrava no cruzamento da Avenida José Bezerra com a Rua Domingos Sávio ou exatamente o mesmo local onde tentaram matá-lo na tarde do dia 25 de maio último.

Naquela oportunidade, a esposa dele Daniele Soares Barbosa foi atingida com um tiro nas nádegas transfixando o abdômen e ainda hoje se recupera da cirurgia a que foi submetida no Hospital Regional do Cariri. Um rapaz de 20 anos, Linderlânio de Souza Santana, que estava com o casal, mora na Avenida José Bezerra e foi atingido com um projétil na região genital. No atentado, Luciano saiu ferido com tiros no pescoço e nas costas efetuados por dois homens que chegaram em uma moto Honda de cor preta.

O rapaz ainda fazia tratamento por conta das lesões e, na manhã de hoje, novamente dois homens em uma moto de cor escura apareceram no trecho e atiraram. A vítima foi socorrida às pressas para o Hospital Tasso Jereissati onde já chegou sem vida e corpo terminou levado para a devida necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Segundo a polícia, Luciano respondia por dois crimes de roubos. Foram feitas diligências na área, mas os PMs não conseguiram localizar os acusados.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

PF prende organização criminosa do tráfico

Um forte golpe foi dado no esquema do tráfico interestadual de drogas, principalmente no Ceará, com a deflagração da ´Operação Minotauro´, desencadeada, ontem, por 90 homens da Polícia Federal (PF). Somente no Ceará foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva e 17 de busca e apreensão.

Além do Ceará, os agentes da PF efetuaram uma prisão no Rio Grande do Norte, duas em Rondônia, uma no Amazonas, outra no Mato Grosso e quatro no Mato Grosso do Sul.

O superintendente regional da PF no Ceará, delegado Sandro Caron, informou que as pessoas presas em Rondônia, no Amazonas, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul eram responsáveis pelo fornecimento da droga. O acusado preso no Rio Grande do Norte adquiria a droga na Capital cearense e se encarregava de fazer a revenda em território potiguar.

O ´cabeça´ da quadrilha, segundo o delegado Sandro Caron, esteve preso entre 2006 e 2008. Mesmo na cadeia, ele continuava a comandar a atividade criminosa. No ano em que saiu da prisão, permaneceu traficando drogas. Em janeiro de 2009, na prática, a ´Operação Minotauro´ teve início com as investigações sobre as atividades do homem apontado como líder da quadrilha. Os agentes da PF verificaram que ele montou um esquema para não atrair suspeitas e abriu uma transportadora e um frigorífico.

´Fachada´
Com as empresas de ´fachada´, o chefe do grupo passou a ter menos contato direto com as drogas que eram enviadas para ele. "Cada um tinha uma função específica na organização criminosa", disse o delegado Eliomar Lima Júnior, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF. "Para evitar suspeitas, ele não transportava drogas no caminhões que estavam em nome da empresa, mas o dinheiro do tráfico era ´lavado´ através de pessoas jurídicas criadas para esse fim", completou.

Foco
Caron salientou que o ´cabeça do grupo criminoso não´ ostentava riqueza, exatamente para não levantar suspeita. O superintendente acrescentou que as investigações foram focadas no patrimônio dos suspeitos. "Somente descapitalizando os chefes, podemos combater o tráfico".

Durante o período de investigação do grupo criminoso, foram apreendidos 403 quilos de drogas, precisamente maconha e cocaína nas mais diversas formas. Os membros da organização criminosa foram presos por tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. "Alguns já estavam presos por outros crimes cometidos, inclusive o policial militar", lembrou Sandro Caron.

Outro caso
Durante a operação, outro grupo acabou preso pela PF. Três homens foram detidos na Avenida Frei Cirilo, em Messejana, quando transferiram de um carro para outro 35,9 quilos de cocaína. Um paulista e dois cearenses foram detidos.

Um deles é PM e o outro, servidor da Assembleia Legislativa do Ceará há cerca de 30 anos.

FERNANDO BARBOSA
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste

Cariri recebe edição do Ceará faz Ciência

A primeira edição do projeto de incentivo ao conhecimento científico e tecnológico Ceará Faz Ciência passou pelo Cariri na tarde da última quarta-feira, quando mais de 50 alunos de escolas públicas do ensino fundamental, médio e técnico apresentaram experimentos e projetos científicos em diversas áreas do conhecimento. A feira representa o primeiro passo para a participação dos estudantes na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que deverá acontecer no próximo mês de outubro, entre os dias 15 e 21. Os expositores e visitantes que passaram pelos estandes tiveram uma surpresa com o lançamento do tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que este ano será "Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza".

A próxima edição do Ceará Faz Ciência acontecerá na região dos Inhamuns, na cidade de Tauá, no dia 20 de junho. A feira no Cariri reuniu mais de dois mil estudantes. Ao todo, foram selecionados 25 trabalhos dos 66 inscritos. Entre os mais relevantes estavam o de criação de aplicativos para smartphones e tablets, desenvolvido para facilitar a procura por informações sobre paleontologia na Chapada do Araripe; o metrô com vida, que visa fortalecer o turismo na região do Cariri; e o de desinfecção da água por energia solar, que tem a meta de obter uma total desinfecção microbiológica da água através da exposição ao sol. 

Os vencedores regionais na categoria fundamental foram os projetos Paleontologia e o Metrô do Cariri, que conquistou o primeiro lugar, Replicas de Fósseis e Reciclagem Sustentável. Já na categoria do ensino médio, o a primeira colocação foi para o trabalho Araripe´s Code Way, que é um software para evitar o desperdício do potencial turístico; em segundo lugar ficou o de Energia Solar para de Semáforos Urbanos; e em terceiro o de Desinfecção da Água por Energia Solar.

Todos os melhores projetos foram premiados. Como forma de incentivo à ciência, os professores e estudantes receberam tablets, Mp4 e jogos educativos. Os primeiros colocados das duas categorias ganharam uma bolsa de iniciação científica júnior do CNPq. Já a escola mais participativa recebeu um mini laboratório de ciências.

De acordo com o coordenador de Ciência e Tecnologia da Secitece, Francisco Carvalho, o objetivo da feira é popularizar a ciência, fazendo com que os experimentos sejam mostrados à população. Para ele, além de despertar a curiosidade e o interesse pelos estudos científicos, o Ceará Faz Ciência é um evento que desmistifica a ideia de que ciência é algo inacessível. "A qualidade dos projetos está vinculada ao empenho dos professores, onde eles conquistam prêmios independente das condições adversas da estrutura de algumas escolas. Entre os trabalhos apresentados, a gente vê que os estudantes estão preocupados com o bem estar de suas comunidades".

Francisco Carvalho disse ainda que, mais importante do que receber uma bolsa de incentivo, é criar vínculos com a mais importante instituição de fomento a pesquisa no Brasil, o CNPq.

Preocupação
O evento teve atividades paralelas, como apresentações do Ciência Itinerante, que é um projeto da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O nível dos trabalhos produzidos foi tão elaborado cientificamente e a maioria deles demonstrou um grau de preocupação, que estão sendo aplicados em beneficio das comunidades onde os estudantes residem.

Participantes
2 mil estudantes participaram da edição do Ceará Faz Ciência, em Crato. A próxima edição do evento acontecerá na cidade de Tauá, no dia 20 de junho

Mais informações
Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior
Av. Doutor José Martins Rodrigues, 150
Bairro: Edson Queiroz
Fortaleza
Telefone: (85) 3101.6400

YAÇANA NEPONUCENA
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Crato (CE): Expo São João abre festejos juninos

Uma festa junina com todos os ingredientes da culinária e da cultura populares. Essa é a característica principal da Expo São João, que será aberta hoje em Crato. O evento chega à sua quarta edição organizado pela Comissão Gestora do Expocrato e acontece no interior do Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti. A abertura da Expo São João marcará o início dos festejos juninos na Região do Cariri.

Na ocasião será feito o lançamento da Expocrato, que acontecerá em julho e prestará uma homenagem a Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. A festa que movimenta o mês de junho em Crato vai arrecadar alimentos para entidades carentes. Cada pessoa ao entrar para ver um dos shows, em vez de pagar ingresso, deixará um quilo de alimento não perecível. Os alimentos serão distribuídos para entidades filantrópicas que necessitam de ajuda para seus serviços sociais.

Tarso Araújo

Fonte: O Povo

Barbalha (CE): Caminhão carregado de freezers tomba sobre motocicleta

Por questão de segundos um jovem de 22 anos escapou da morte no meio da tarde desta quinta-feira na Avenida Leão Sampaio no município de Barbalha. Um caminhão carregado de freezers tombou sobre a motocicleta na qual o mesmo trafegava no caso uma Honda Pop 100 de cor azul. É que Lucas Maurício tinha acabado de estacionar a moto e adentrado o canavial em busca de pasto para um animal.

De repente ouviu um enorme barulho quando um caminhão Mercedes Benz de cor amarela e placas KGW-5330, inscrição de Jaboatão dos Guararapes (PE), se desgovernou na pista e tombou por sobre a moto que pilotava arrastando-a por cinco metros aproximadamente. O caminhão procedia do Parque da Cidade onde aconteceram os festejos em louvor a Santo Antonio com uma pesada carga de freezers.

Muitos deles foram atirados no asfalto com o impacto da batida, enquanto a moto ficou destroçada. O acidente aconteceu a uma distância de 100 metros em relação à ponte sobre o Rio Salamanca. O motorista Ailton José da Silva, de 45 anos, disse que a barra de direção do veículo quebrou e o acidente foi inevitável. A moto pertence a uma empresa distribuidora de gás de cozinha e o piloto já tinha apanhado um pouco de pasto e acabara de descer novamente para pegar mais.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

Jato de Ar na Cara


Receita deposita hoje o maior lote de restituição do IR da história

A Receita Federal deposita nesta sexta-feira (15) o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de 2012 --o maior da história. O dinheiro será depositado no banco indicado pelo contribuinte na declaração.

Ao todo, a Receita desembolsará R$ 2,5 bilhões, sendo R$ 2,4 bilhões referentes ao Imposto de Renda deste ano e R$ 98 milhões referentes aos outros anos.

Serão beneficiados 1.885.624 contribuintes --1.844.621 que declararam o Imposto de Renda em 2012, além de 40.643 que declararam de 2008 a 2011 e haviam caído na malha fina.

Os idosos têm prioridade no recebimento das restituições e foram incluídos neste lote. Do total de beneficiados, 1.467.209 contribuintes têm mais de 60 anos e receberão R$ 1,828 bilhão.

Correção monetária
Para o exercício de 2012, as restituições terão correção de 1,74%, referente à variação da taxa Selic (juros básicos da economia) de maio a junho do ano passado.

Para os lotes residuais, a correção corresponderá a 12,49% (2011), 22,64% (2010), 31,10% (2009) e 43,17% (2008), também equivalentes à variação acumulada dos juros básicos calculados de maio de cada respectivo exercício até junho de 2012.

Dinheiro fica disponível no banco por um ano
A restituição ficará disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não concorde com o valor da restituição, poderá receber a importância disponível no banco e reclamar a diferença na unidade local da Receita.

Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone, no número 146.

Fonte: UOL

Crato (CE): Apeoc reúne educadores

Professores da rede estadual de ensino, estudantes e gestores estarão reunidos hoje no I Ciclo de Debates que será promovido pelo Sindicato Apeoc, na Região do Cariri. De acordo com o representante da entidade na região, professor Roberto Oliveira, o evento vai discutir, entre outros temas, a questão da federalização da carreira docente.

A proposta, segundo Oliveira, surgiu no Ceará e será tema de debate nos fóruns nacionais do setor docente. “O debate tem ligação com nossa região, pois aqui temos muitos professores do Estado e dos municípios ganhando um piso e outros que sequer recebem o piso”,afirmou.

Ele disse ainda que será discutida a questão do controle da gestão da educação nos municípios via o Fundeb. “É preciso discutir o Fundeb e a educação como uma prioridade nas cidades caririenses, o que não vem sendo feito por muitos gestores ultimamente”, afirmou.

No encontro, que deve reunir cerca de 80 professores, serão dados informes sobre a luta dos professores da rede estadual e os passos do sindicato Apeoc na luta pelos direitos da categoria. O ciclo de debates acontecerá no Campus do Pimenta, da Urca.

Foto meramente ilustrativa

Fonte: O Povo

Executivo da Yoki foi decapitado ainda vivo, suspeita polícia

O DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), da Polícia Civil, investiga se o executivo Marcos Matsunaga, 42, foi decapitado pela mulher, Elize Matsunaga, 30, quando ainda agonizava após ter sido baleado por ela com um tiro de pistola 380 na cabeça.

No laudo necroscópico sobre a morte do executivo consta como causa da morte o seguinte: "choque traumático (traumatismo craniano) associado a asfixia respiratória por sangue aspirado devido a decapitação".

Justamente por essa suspeita, os policiais do DHPP ainda aguardam os laudos da reprodução simulada do crime para entender como Matsunaga foi morto.

No mesmo laudo também consta que o disparo de pistola 380 de Elize contra o marido "foi de característica do tipo encostado", ou seja, à queima roupa, "da esquerda para a direita, de cima para baixo e de frente para trás".

O inquérito policial em que Elize é indiciada por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e meio cruel) e ocultação de cadáver foi entregue pelo DHPP na manhã de hoje à Justiça em Cotia (Grande São Paulo), onde as partes do corpo de Matsunaga foram jogadas.

Há, ainda, a chance de que o caso seja transferido de Cotia para o 5º Tribunal do Júri da Capital porque Matsunaga foi morto no apartamento onde vivia com a mulher e a filha de um ano, na Vila Leopoldina (zona oeste de São Paulo).

Fonte: Folha.com

Mauriti (CE): Demissão de operários causa crise na cidade

A demissão de trabalhadores pela empresa Delta Engenharia no município de Mauriti, desde o começo do ano, deixa esta cidade em clima de apreensão. Uma crise econômica se estabeleceu na cidade, atingindo principalmente o comércio. Atualmente a obra conta com cerca de 500 funcionários. Segundo a Secretaria de Infraestrutura, os operários estão sem trabalhar desde a última segunda-feira num dos lotes das obras da Transposição do Rio São Francisco, entre os distritos de Umburanas e Palestina. Segundo informações de moradores, poucas pessoas estão atuando na obra, o que não chega a 50 trabalhadores.

A assessoria de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias em Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral do Estado do Ceará (Sintepav-CE) confirma a paralisação e um dos representantes do órgão já está em Fortaleza para negociar os direitos trabalhista de operários que estão sendo demitidos. A assessoria admite que existem problemas trabalhistas com os funcionários e também jurídicos, relacionados à empresa. Mas o escritório da Delta, em Fortaleza, não tem fornecido informações sobre a situação na cidade.

Segundo o secretário de Infraestrutura da cidade, José Almir Tavares, desde o mês de janeiro que foi desencadeada uma crise na obra, que tem o seu canteiro de serviços no Distrito de Palestina, a 4Km da sede do município. A presidente Dilma Rousseff chegou a visitar um dos trechos da obra no município em março deste ano.

Recursos
227 milhões de reais é o valor total dos contratos entre 2007 e 2012 no Ceará. Deste montante, a empresa já recebeu cerca de R$ 67 milhões

Mais informações
Superintendência do Dnit no Ceará
Fone: (85) 3295. 7377
Em Brasília: (61) 3315.4665
Delta Construção
Fone: (11) 3074.1700

HONÓRIO BARBOSA
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Red Hot Chili Peppers - Californication


Crato (CE): Acusado de roubar moto troca tiros com a polícia e morre no hospital

Um homem acusado do roubo de uma motocicleta fugiu na direção da zona rural de Crato e trocou tiros com Soldados do Ronda do Quarteirão ao notar que estava sendo perseguido. Jesus Carlos de Souza Sobrinho, de 33 anos, foi atingido por disparos e socorrido às pressas em uma viatura para o Hospital Regional do Cariri, onde morreu momentos após dar entrada. O mesmo respondia a três procedimentos por roubos, porte ilegal e tráfico de drogas

Junto a este os PMs recolheram um revólver calibre 38 com dois cartuchos deflagrados e outros três picotados. A partir do momento em que se sentiu cercado na região do Sítio Baixio do Muquém, ele teria sacado um revólver e atirado na tentativa de afugentar os PMs atingindo ainda o retorvisor de uma das viaturas. Existiam fortes suspeitas que fosse o indivíduo apelidado por “Macaco Gledson”, mas o Capitão Adailton, Comandante do Ronda do Quarteirão, tratou de esclarecer que o mesmo encontra-se viajando conforme soube por meio de familiares.

Jesus Carlos residia na casa de sua namorada na Rua Diógenes Frazão no bairro Seminário em Crato e o roubo da moto aconteceu por volta das 15 horas na Avenida Padre Cícero imediações do Mercadinho São Luiz em Crato. Trata-se de uma Honda CB300 de cor vermelha e placa OCT-3739, inscrição de Crato, licenciada em nome de Juscelino de Lima e colocada em uma rifa conforme a inscrição no tanque de combustível. Participaram ainda da operação uma equipe da FTA e o helicóptero da CIOPAER.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

CPI excluirá provas anuladas pela Justiça, diz presidente da comissão

O presidente da CPI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), afirmou nesta quinta-feira (14) que não poderá usar no relatório final da investigação provas eventualmente anuladas pela Justiça. Segundo o senador, essa situação fragilizaria muito a comissão.

"Vamos continuar usando-as, mas elas não vão ser elementos fundamentais no relatório que será votado. No relatório nós teremos os indiciamentos que serão pedidos pelo relator. Nós não podemos, nos indiciamentos, elencar provas que são ilegais", disse.

Vital do Rêgo falou sobre o assunto no “Poder e Política – Entrevista”, programa do UOL e da Folha conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília.

A declaração do senador é relevante porque a Justiça Federal pode anular na semana que vem provas contra o empresário Carlinhos Cachoeira, preso e suspeito de chefiar uma máfia de jogos.

A defesa de Cachoeira afirma que a investigação começou com denúncia anônima, o que não justificaria a realização de grampos telefônicos. Se essa tese for acatada, áudios de centenas de conversas serão anulados como prova.

Na entrevista, Vital do Rêgo disse também que, no ritmo atual, a CPI não conseguirá encerrar seus trabalhos no prazo original, 4 de novembro, e poderá ser prorrogada.

Sobre a não convocação até agora de Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta, e de Luiz Antonio Pagot, ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o presidente da CPI repetiu o que quase todos os integrantes da comissão dizem: esses depoimentos vão acabar acontecendo.

Fonte: UOL

Iguatu (CE): Delta paralisa obras no interior

Obras da empresa Delta Construção sofrem paralisação no Ceará. A iniciativa é da própria empreiteira já que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) informou que de imediato as contrações não serão suspensas e cada caso será analisado individualmente. Pelo menos dois serviços estão paralisados: a recuperação do trecho da BR-230, entre as cidades de Várzea Alegre e Farias Brito, e um dos lotes do projeto de Transposição das águas do Rio São Francisco, entre os distritos de Umburanas e Palestina, no município de Mauriti, no Cariri cearense.

Outras obras também podem sofrer paralisação. Em decorrência da declaração de inidoneidade feita pela Controladoria Geral da União (CGU) sobre a empresa Delta Construções, o Dnit está impedido de efetuar novas contrações com a empresa. No Ceará, há dez contratos ativos entre o Dnit e a empreiteira para serviços de restauração, construção e conservação de rodovias federais.

A CGU anunciou que a Delta está proibida de firmar novos contratos com a administração pública. O Dnit por meio de nota da Assessoria de Imprensa disse que vai analisar cada um dos contratos ativos individualmente "sempre na ótica do benefício para o interesse público, já que se trata de contratos em andamento". Disse que "nenhuma decisão será efetivada sem a competente orientação da CGU".

A CGU investiga denúncia de pagamento de propina a cinco funcionários do Dnit no Ceará. Foi a partir de investigações da Polícia Federal e da CGU por meio da Operação Mão Dupla a partir de 2010 que motivou a declaração de inidoneidade da empreiteira. O relatório final da operação aponta participação de pelo menos cinco servidores do Dnit no Ceará em esquema de recebimento de propina para atestar obras não realizadas ou feitas em desacordo com o projeto de construção.

O relatório aponta a Delta como uma construtora que "possuía uma grande estrutura criminosa", que por meio de esquema de propina era beneficiada de forma reiterada por prática de atos ilegais. Os acusados respondem procedimentos administrativos abertos tanto no Dnit quanto na CGU por prática de crimes de corrupção ativa e passiva, que teriam sido praticados no período de 2008 a 2010.

De acordo com cálculo da CGU, o desvio de recursos públicos por pagamento de serviços não comprovados no Ceará chegou a cerca de R$ 27 milhões. Segundo listagem de contratos entre a Delta e o Dnit, no Ceará, no site do departamento, o valor total dos contratos entre 2007 e 2012 é de cerca de R$ 227 mi. Desse montante, a empresa já recebeu cerca de R$ 67 milhões. Há suspeita de participação de mais oito empresas, que estão sob investigação.

Anúncio
Em fevereiro passado, o superintendente regional do Dnit, José Abner de Oliveira Filho, anunciou o início das obras de recuperação do trecho de 40km da rodovia BR-230 entre Várzea Alegre e Farias Brito, mas até hoje os serviços não foram iniciados.

A Delta começou o serviço e recuperou trecho entre o entroncamento da BR-116 com a BR-230, passando por Lavras da Mangabeira e indo até Várzea Alegre. Estavam previstas três equipes de trabalho. Os usuários da via que comemoraram o anúncio do início da recuperação asfáltica, agora lamentam a suspensão do serviço por iniciativa da construtora.

Os dez contratos do Dnit com a empresa Delta ativos foram firmados desde 2007. Há contratos referentes a serviços de construção, recuperação e manutenção, sendo quatro na BR-222, três na BR-116 e um na BR-226.

A Assessoria de Imprensa da empresa Delta Construção enviou nota esclarecendo que "A Delta só se manifestará apenas após a resposta da Justiça do Rio de Janeiro ao pedido de recuperação judicial. A empresa também analisará a decisão da Controladoria Geral da União (CGU) e avaliará se ingressará com recurso". A empresa não informou quando será retomado o serviço de recuperação da BR-230 no trecho de 40 quilômetros entre as cidades de Várzea Alegre e Farias Brito.

Fonte: Diário do Nordeste

ShareThis