Se o cérebro é um órgão que não dói, por que temos dor de cabeça?

Ela chega de mansinho, começa a incomodar e só passa depois de uma boa dose de analgésico. Quem nunca sofreu com aquela dor de cabeça que teima em não passar? De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia, sete em cada 10 mulheres e metade dos homens têm pelo menos um episódio de dor de cabeça ao mês no Brasil.

O curioso é que, diferentemente de outros órgãos, a dor na cabeça não é um indicativo —pelo menos na grande maioria dos casos— de que o cérebro não vai bem. E por um motivo bem simples: nosso cérebro "não sente dor".

O que dói, na verdade, são as lesões em estruturas que ficam bem próximas ao cérebro e que tem sensibilidade a dor, como as membranas que envolvem o órgão (meninges) e os ossos (periósteos), os vasos sanguíneos, o couro cabeludo e a musculatura da cabeça e o pescoço. O cérebro mesmo é tão insensível aos estímulos dolorosos que nem é preciso aplicar anestesia no tecido cerebral durante uma operação, permitindo que muitos pacientes fiquem acordados durante todo o procedimento.

E por que ele não dói?
Em nosso corpo, existem milhares de neurônios sensoriais, chamados de nociceptores, cujo trabalho é informar ao cérebro que algo não está bem. Alguns, detectam substâncias químicas nocivas, outros percebem temperaturas altas ou baixas demais e outros detectam danos a nossa estrutura física, como torções, fraturas e queimaduras.

Os nociceptores também variam pela maneira como entregam essas mensagens ao cérebro. Alguns são responsáveis por avisar sobre a primeira "explosão de dor" que temos quando algo acontece (como bater o dedo na porta). Outros estão relacionados à dor difusa, ou seja, aquela que fica incomodando lentamente.

Quando batemos uma parte de nosso corpo ou acontece alguma lesão nas estruturas internas (no caso da dor de cabeça), esses sensores enviam uma mensagem de dor a medula espinhal que a repassa para o cérebro.

Quando o sinal de dor atinge o cérebro, ele vai para o tálamo que o direciona para diferentes áreas de interpretação e o corpo entende que algo errado aconteceu. É aí que o órgão consulta sua "biblioteca" de emoções e indica a intensidade da dor. O problema é que, embora nosso cérebro seja um supercomputador que traduz a dor, ele não possui nociceptores em sua estrutura, por isso não consegue sentir dor.

O problema pode estar em outro lugar
Além de incidentes nas membranas e vasos sanguíneos, a dor de cabeça pode acontecer por outros fatores. De acordo com um artigo publicado pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, o cérebro também pode se equivocar na localização da dor, uma vez que existem diferentes tipos de tecidos e nervos em nossa cabeça (alguns muito pequenos).

É o que acontece, por exemplo, com a sinusite. Embora a doença esteja relacionada a um processo inflamatório dos seios da face, sentimos que a dor está no centro da cabeça. Esse tipo de dor é conhecido como "dor referida". É quando alguém diz sentir dor no braço ao ter um infarto ou dor no peito ao ter um problema no pulmão.

Um outro exemplo dessa "confusão" acontece no processo conhecido como "brain freeze". Quando ingerimos algo muito gelado, como um sorvete, sentimos uma espécie de "pontada" na cabeça. No entanto, o "problema" está em nossa boca.

Ao tomar algo muito gelado, os vasos sanguíneos da boca se ampliam muito repentinamente, ativando os nociceptores da boca. Segundo o artigo, infelizmente, esses nociceptores não são muito precisos em sua descrição de onde a dor está vindo, então eles criam uma sensação de dor no meio da cabeça.

Especialistas consultados: Marcelo Amato, neurocirurgião e cirurgião de coluna, e Mario Fernando Peres, neurologista do Hospital Albert Einstein

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Sorriso em Ação recebe Menção Honrosa, no XXXII Conasems

Sáskia Barreto,Coordenadora de Saúde
Bucal do Crato 
Representantes da Secretaria de Saúde do Crato tiveram projetos selecionados para o XXXII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, realizado na primeira semana de junho em Fortaleza.

Dentre os projetos apresentados nas Mostras Nacional e Regional o trabalho da Coordenadora de Saúde Bucal do Município, Sáskia Barreto, intitulado “Experiência exitosa em saúde bucal na cidade de Crato - Projeto Sorriso em Ação”, foi agraciado com Menção Honrosa.

“Um orgulho ver meu trabalho entre os que mereceram a menção honrosa, não só para mim, mas para toda a saúde municipal do Crato. Trata-se de um projeto feito para a preservação da saúde, pensando no futuro de nossa cidade, representado por nossas crianças e jovens”, relata a odontóloga Sáskia.

O Projeto Sorriso em Ação tem como finalidade a prevenção e promoção em saúde bucal de crianças e adolescentes do município, instituindo hábitos e atitudes saudáveis, assim reduzindo ao longo dos anos o número de desdentados no município. O trabalho é desenvolvido através da utilização da escola e espaços públicos, usando As técnicas de odontologia por meio da ludicidade.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Fato ou ficção? Veja o que em Invocação do Mal 2 foi baseado em fatos reais

Ed e Lorraine Warren são um casal de filme da Sessão da Tarde - com exceção, é claro, do fato de investigarem histórias paranormais. Na sequência de Invocação do Mal, o casal vai até um subúrbio de Londres, na década de 70, para dar uma olhada na casa dos Hodgson, que estão sendo perseguidos por um Poltergeist.

ALERTA DE SPOILER: Se você não quer estragar algumas surpresas do filme, só leia depois de assistir!

Bom, a família existiu de verdade e foi uma sensação nos jornais britânicos por quase um ano, em 1977. Margareth Hodgson, divorciada, morava com seus quatro filhos em Enfield quando as crianças começaram a ouvir barulhos estranhos no quarto. No dia 30 de agosto, eles chamaram a polícia, alegando que os móveis estavam se mexendo. Junto com os tiras, chegaram os repórteres e os pesquisadores paranormais, incluindo o casal Warren. Com isso, vamos ao primeiro item de...

FICÇÃO - Arquivos dos Warren
Assim como o primeiro filme, o roteiro de Invocação do Mal 2 seria baseado nas anotações do casal durante a investigação. O problema é que não tem como esses arquivos serem tão extensos para dar base a um filme inteiro - os Warren fizeram apenas uma "visita de médico" até Enfield. A história estava concorrida e, depois de uma breve observação, eles partiram para a próxima, deixando o acompanhamento do caso para outros investigadores - entre eles,  Guy Lyon Playfair, que escreveu um livro sobre o caso, e Maurice Grosse, da Sociedade de Pesquisa Psíquica, que é retratado no filme pelo ator Simon McBurney.

FATO - Ouija
No filme, a ação toda começa quando as irmãs Janet, de 11 anos, e Peggy, de 13, brincam com um tabuleiro de Ouija - que traz números, o abecedário e as palavras Sim ou Não, usado para "comunicação com espíritos". Em uma entrevista à BBC, quatro anos depois dos acontecimentos, a Janet real confirmou que os barulhos estranhos começaram depois de uma brincadeira com a tábua.

FICÇÃO - Cruzes
Em uma das imagens mais marcantes do trailer, todas as cruzes na parede de um cômodo começam a girar. A cena é impactante, mas não tem base em relatos da época. De acordo com o site History vs Hollywood, nenhum dos muitos demonólogos que estudaram o caso mencionou um acontecimento parecido e os jornais britânicos Daily Mirror e Daily Mail, que acompanharam extensivamente a história, não reportaram nada do tipo.

XI... - Levitação
Logo antes das cruzes começarem a girar, a Janet do filme aparece presa ao teto. Nada do tipo foi relatado, mas a Janet da vida real diz que chegou a levitar. Uma série de fotos do suposto acontecimento foi publicada no Daily Mirror.

O problema é que as pessoas rapidamente se deram conta de que as fotos não mostram nada mais do que uma criança pulando na cama. O fotógrafo Graham Morris teria simplesmente cortado as cenas entre os pulos para o "vôo" parecer mais longo. Ainda assim, em 2011, ele deu uma entrevista sobre o caso para o apresentador Stephen Nolan, da BBC dizendo que foi tudo verdade. Nolan provoca: "Eu acho tudo isso difícil de acreditar". Morris responde: "É claro. Você não estava lá. Eu ainda me recuso a acreditar que foi um fantasma. Acho que é algo que não entendemos ainda - como foi um dia a gravidade ou o magnetismo".

XI... - Possessão
Sem se contentar em jogar objetos pela casa, fazer barulhos estranhos e balançar as camas das crianças, a força sobrenatural passa a possuir Janet e falar através dela.

Na vida real, Janet realmente disse que era possuída pela força que assombrava sua casa. Várias pessoas ouviram a menina falar com uma voz grave e estranha. Segundo ela, era o espírito de Bill Wilkins, homem que vivera na casa antes de sua família. Wilkins teria contado a Janet que morreu de hemorragia cerebral, na sala de estar da residência. Nesse quesito, então, o filme não inventou nada que a própria Janet não tenha dito.

Por outro lado, vários especialistas analisaram o que Janet dizia enquanto possuída e concluíram que, apesar da voz grossa, seu vocabulário ainda era o de uma criança, e que ela não dizia nada que não pudesse ter imaginado. A própria Janet disse, no documentário da BBC, que a voz começou a "se manifestar" quando Maurice Grosse disse às meninas que o que faltava para comprovar a existência do Poltergeist é que ele começasse a falar. A explicação para o vozeirão seriam as falsas cordas vocais, a primeira parte da laringe, que é responsável pelos sons guturais que cantores de Metal conseguem produzir.

Seja como for, ouvir a menina com a voz do Poltergeist é bem perturbador. Dá uma olhada:


Billy Wilkins - Fato
Janet era no mínimo muito bem informada. Ela não inventou a história de Billy Wilkins - segundo o filho do finado senhor, entrevistado pelo Daily Mail, ele realmente morreu na sala de estar da casa em Enfield e a causa da morte foi de fato uma hemorragia cerebral.

Bônus: Era tudo pegadinha?
O caso da família Hodgson virou motivo de debate na Sociedade de Pesquisa Psíquica. Vários dos membros consideraram que a história era um hoax, criada e alimentada por pegadinhas das irmãs Peggy e Janet. Maurice Grosse chegou a pegar as meninas escondidas entortando colheres com as mãos - para depois por a culpa no Poltergeist. Em 2012, Janet, já adulta, admitiu que ela e a irmã falsificaram "cerca de 2%" dos acontecimento paranomais, segundo ela para perceber se os especialistas notariam a diferença.

Mesmo que tudo não tenha passado de imaginação e esperteza de duas meninas, tragédias bem reais passaram a acompanhar a família. O irmão mais novo de Janet morreu aos 14 anos de câncer. Ela saiu de casa aos 16 e se casou muito jovem. Seu filho morreu dormindo, aos 18 anos. Com isso, dá para imaginar como, aos 52 anos, ela não ficou muito feliz de a história toda ter sido ressuscitada quando começaram as filmagens.

No final das contas, aceitar a história de Janet ou não fica a cargo de cada um. Milbourne Christopher, uns dos especialistas que duvida do caso, cita outra garotinha, que falsificou um Poltergeist no Kentucky: "Eu não joguei todas aquelas coisas. Algumas delas, foram as pessoas que imaginaram". A diferença entre fato e ficção pode depender daquilo em que você escolhe acreditar.

Fonte: Superinteressante

Curta nossa página no Facebook



Entrevista especial com Dilma Rousseff para TV Brasil (íntegra)


A TV Brasil, em parceria com a Rede Minas, apresentou nesta quinta-feira (9), entrevista gravada com a presidenta afastada, Dilma Rousseff, feita pelo jornalista Luis Nassif.


Partidos rivais se unem para afastar Eduardo Cunha definitivamente

Partidos da antiga oposição à presidente afastada, Dilma Rousseff, PSDB, DEM e PPS começaram a negociar uma união com os antigos adversários PT, PCdoB e Rede por um objetivo comum: afastar, por definitivo, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara e realizar novas eleições na Casa. A articulação prevê ainda a discussão de um nome para disputar a sucessão do peemedebista contra o candidato apoiado por Cunha e que sairá do Centrão, grupo de 13 partidos comandado por PP, PR, PSD e PTB.

O diálogo entre os dois grupos foi aberto nesta quarta-feira (8). Como revelou a "Coluna do Estadão", foram discutidas alternativas para provocar a realização de novas eleições internas. No encontro, a antiga oposição cobrou apoio dos petistas ao projeto que declara vago o cargo de presidente da Câmara.

De autoria do deputado Roberto Freire (PPS-SP), se aprovado, forçaria a realização de nova eleição, acabando com a presidência interina do deputado Waldir Maranhão (PP-MA). O maranhense assumiu o comando da Casa no início de maio, após o Supremo Tribunal Federal afastar Cunha.

Para aprovar o projeto, precisam de assinaturas de líderes que representem 257 deputados. Até agora, contudo, apenas PSDB, DEM, PPS e PSB apoiam a proposta. Juntos, os quatro partidos têm 119 parlamentares. A nova oposição - PT, PCdoB, PDT e o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) - soma 90 parlamentares.

'Dúvida'
O PT, por ora, se recusa a assinar o pedido. "Tenho muita dúvida da real intenção deles", afirmou o líder do partido, Afonso Florence (BA). Ele disse desconfiar de que a antiga oposição quer aprovar o projeto em um acordo para tirar Cunha da presidência da Câmara, mas o preservando do processo de cassação que tramita no Conselho de Ética da Casa.

A avaliação no PT e nos outros partidos adversários de Temer é que, por enquanto, pode ser mais favorável lidar com o presidente interino da Câmara. Embora seja aliado de Cunha e do Centrão, Maranhão votou contra o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff, e é próximo de deputados do PT, PCdoB e PDT, além de ser aliado do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

A antiga oposição não aceita Maranhão. "O que está em questão é a normalidade da Casa. Não dá para Waldir Maranhão presidir", afirmou o líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA). O tucano nega acordo para salvar Cunha. "A cassação de Cunha é consequência e, caso venha para o plenário, será inevitável", disse.

Embora tenham tido divergências na primeira conversa, os dois grupos vão continuar as articulações. Nova reunião está marcada para a próxima semana.

Fonte: UOL (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Casas do MCMV já tem data para serem entregues

Os beneficiados no Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, da cidade do Crato, já estão com a data definida para receberem as chaves do primeiro conjunto habitacional concluído, o Monsenhor Montenegro, com 596 unidades. Será dia 30 de junho. Segundo o secretário da Cidade, José Muniz, todo um esquema para entrega das unidades habitacionais está sendo minuciosamente planejado, para que haja repasse simbólico das primeiras chaves pelas autoridades e representantes institucionais, durante solenidade.

Segundo ele, os moradores irão receber as chaves e ter todos as instalações da moradia testadas e avaliadas para que possam ocupar o seu imóvel. Ônibus serão fretados para levar os moradores até o local, mas esse procedimento será realizado para melhor organizar a entrega, que ainda está sendo debatida junto aos responsáveis pela obra, e o órgão financiador, que é a Caixa Econômica Federal (CEF). Ontem mesmo houve reunião, com a presença do secretário José Muniz, para debater os procedimentos.

O secretário destaca o momento de grande relevância para o Município e as centenas de pessoas que serão beneficiadas com esse programa. É o maior em habitação, já executado na cidade do Crato, e que reduz o déficit habitacional na cidade, em mais de 30%.

Até no máximo o mês de setembro, estarão sendo repassadas as casas do conjunto habitacional Filemon Limaverde, com mais 982 casas, cujo sorteio dos contemplados ocorreu no dia 25 de maio. Segundo os construtores, a obra está com mais de 92% dos serviços concluídos e se encontra na fase de acabamento, com aplicação de piso e pinturas.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Caso Rayane: Garota pode ter sido morta a facadas e o corpo atirado no Rio São Francisco

“Meu sonho era olhar para trás e ver Rayane chegando e bem sorridente. Agora, o desejo é que a justiça seja feita, pois isso não pode ficar impune. É uma dor que jamais vou superar e sempre lembrarei dela”. O depoimento da doméstica Maria Antonina Alves Machado, de 44 anos, a “Nina”, mãe da jovem Rayane Alves Machado, de 24 anos, desaparecida de Crato desde o dia 19 de março, evidencia que a esperança de encontrá-la viva já se esgotou. A garota trabalhava em um restaurante e residia na Vila São Bento naquele município.

De acordo com as investigações, ela teria sido morta a golpes de faca e o corpo atirado no leito do Rio São Francisco no município de Belém do São Francisco a uma distância de 225 Km em relação ao Crato. Pelo menos essa é a conclusão das investigações conforme revelaram os Delegados de Polícia Civil, Diogo Galindo e Kamila Brito, numa entrevista coletiva concedida esta tarde à Imprensa do Cariri. Hoje pela manhã uma pessoa foi presa e está recolhida à Cadeia Pública de Crato por força de um mandado judicial.

Saulo Custódio, acusado da
morte de Rayanne
Trata-se de Saulo Custódio que é caminhoneiro e tinha um relacionamento amoroso com Rayane a qual desapareceu momentos após deixar o trabalho, sendo vista pela última vez por volta de meia noite do dia 19 de março na entrada da Vila São Bento. No depoimento que prestou à polícia esta manhã, ele nega envolvimento no crime, mas os delegados confessaram o convencimento, inclusive da própria autoria material apontando fortes indícios.

O principal deles seria uma testemunha ocular, mas a polícia de Crato não se dá por satisfeita e, nesta sexta-feira, uma equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) retorna à Belém de São Francisco em busca de outras testemunhas para robustecer ainda mais o Inquérito Policial presidido pela Delegada Kamila Brito. As investigações começaram desde o desaparecimento da garota e tiveram toda a colaboração dos familiares de Rayane e do Conselho da Mulher de Crato.

De acordo com o Delegado Diogo Galindo, houve quebra de sigilos solicitada pela polícia e prontamente deferida pelo poder judiciário. Além disso, mais de dez depoimentos e algumas pessoas até três vezes. Mas, para a polícia, existe uma testemunha chave que presenciou tudo e estava no momento de execução da jovem cratense. Ela teria sido raptada por Saulo e colocada à força dentro do seu carro quando este partiu na direção do Pernambuco, onde trabalha carregando carvão.

A garota tencionava por fim ao relacionamento e existem depoimentos citando que a mesma se queixava em relação ao modo agressivo de Saulo. No dia do crime, este discutiu com ela e teria tentado fazer sexo à força com a garota na beira do Rio São Francisco ante a discordância de Rayane. Momentos depois, o acusado teria desfechado golpes de faca no peito e abdômen da mesma e a levou nos braços durante a madrugada para jogar no leito do rio segundo o que apurou a polícia. O corpo está sendo procurado no manancial e arredores.

Para a polícia, Saulo costumava adotar um comportamento com requintes de crueldade e suspeito de envolvimento em um homicídio no Crato o que está sendo igualmente investigado. Na DDM, a Delegada Kamila Brito diz que o histórico do caminhoneiro não é bom e ali responde cinco procedimentos por lesão corporal e até chegou a fraturar o nariz de uma de suas vítimas.

Sobre o caso Rayane, uma equipe da Delegacia da Mulher de Crato já tinha ido ao município pernambucano quando ainda existiam rumores em torno de um suposto cárcere privado e a vontade era encontrar Rayane com vida. Kamila citou, também, o trabalho desenvolvido pela titular da DDM de Juazeiro, Deborah Gurgel. A polícia pretende ainda fazer acareações e novas diligências apesar da consideração, no momento, de que os indícios da autoria já são suficientes.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

Curta nossa página no Facebook



Sete atitudes para tornar a sua dieta mais empolgante

Fazer uma reeducação alimentar costuma gerar uma sensação de privação para aqueles que seguem a dieta e as orientações do nutricionista à risca. Porém, a mudança de hábitos deve ser gradual, o que implica escolher melhor as refeições e não abdicar dos pequenos prazeres à mesa, só que tudo na quantidade certa. Mas a motivação também é essencial para atingir os resultados da dieta.

Segundo uma pesquisa da Carnegie Mellon University publicada na revista Science, pessoas que se imaginam comendo algum alimento, como o chocolate, acabam ingerindo uma menor quantidade dele na hora de consumi-lo. Esses resultados comprovam que utilizar a imaginação ou a criatividade na hora de comer faz com que a dieta fique mais divertida, e as metas, por sua vez, mais fáceis de serem atingidas.

Além disso, ao tornar o regime mais agradável, o comprometimento com a perda de peso aumenta e o objetivo é alcançado com maior facilidade. Saiba sete maneiras criativas para tornar a sua dieta ainda mais eficaz.

1. Programar um timer
Se você "engole" toda a sua refeição em cinco minutos uma boa solução é contar com a ajuda de um timer (um contador de tempo). Marque 25 minutos no aparelho e se esforce para comer mais devagar, mastigando várias vezes e aproveitando o momento do café da manhã, almoço e jantar para saborear a comida, lembrar o quanto cada alimento é gostoso e, de quebra, favorecer a digestão.

Além do timer, a nutricionista Daniela Cyrulin dá as seguintes dicas: conte as mastigadas, mastigue 20 vezes cada garfada. Procure comer acompanhando as outras pessoas da sua mesa. "Normalmente, quando comemos sozinho, comemos mais rápido para acabar logo", diz ela. Apoie os talheres na mesa após cada garfada. Só prepare a próxima garfada depois que já engoliu a anterior. Na hora da refeição, desligue a televisão e o computador ou qualquer aparelho que possa tirar a sua concentração.

2. Explorar novos sabores
Temperos, frutas exóticas, pratos novos. Experimente de tudo! Isso faz com que a dieta saia da rotina e continue fácil de segui-la. De acordo com a nutricionista chefe do Dieta e Saúde, Roberta Stella, em vez de pensar no que você não poderá comer, você deve pensar no que poderá! Novos sabores, texturas e muitos novos alimentos que não fazem parte da sua rotina alimentar poderão ser provados. A especialista afirma que dessa forma o seu paladar será estimulado, testado e você poderá contar sempre com novos alimentos para variar as suas refeições.

3. Criar recompensas
O sistema de recompensas é como um jogo no qual, quando você atinge o seu objetivo, o seu esforço é valorizado. Com o regime, deve funcionar igual: você estipula várias metas, desde as mais simples e fáceis de alcançar até aquelas mais complicadas que requerem mais esforço e tempo, e ao atingir cada meta você estipula um tipo de recompensa para si mesmo. Um exemplo: quando você perde três quilos, você tem direito a fazer uma massagem corporal ou se dar de presente um jeans novo de tamanho menor. Só lembre-se de escolher presentinhos possíveis e que não vão estourar seu orçamento. "O sistema de recompensas é saudável, mas não recompensas ligadas à comida, senão você corre o risco de colocar tudo a perder", explica a nutricionista Daniela Cyrulin. O ideal é encaixar na dieta um pouco de tudo. Se você é chocólatra, por exemplo, permita-se um pedaço de chocolate ou de uma sobremesa para matar a vontade.

4. Escolher pratos e copos bonitos e reduzir o tamanho deles
Na hora de escolher pratos e copos muita gente acredita que tanto faz o modelo e que o importante é a durabilidade das louças. Entretanto, ao comprar um modelo mais bonito com alguma cor ou estampa da sua preferência, você torna a refeição mais agradável. Além disso, ao utilizar um prato de sobremesa em vez do de tamanho normal ou um copo menor para almoçar ou jantar, você diminui a ingestão de calorias e acaba comendo menos. Ao mesmo tempo, o prato vai aparentar estar cheio e o copo também, isso trará uma grande satisfação e até saciedade, mesmo com uma menor ingestão de alimentos e líquidos.

5. Tirar fotos do antes e depois
Sabia que as fotos podem ser grandes aliadas na perda de peso? Muitas pessoas costumam se motivar a iniciar uma reeducação alimentar ao se verem fora de forma em fotografias. E, a cada 15 dias, tirar uma foto e ver como anda a transformação do seu corpo pode te motivar ainda mais a continuar com a dieta e com os exercícios físicos. Mas, lembre-se: se você ficar tirando foto todos os dias o efeito pode ser negativo, e você vai sentir que não está perdendo peso. O espaço de 15 dias entre cada foto é fundamental para que você possa observar as mudanças no seu corpo a cada período. Uma boa tática que a especialista Daniela Cyrulin recomenda é: se você já pesou menos algum dia, espalhe pela casa, na porta da geladeira, dos armários da despensa, aquela sua foto com o corpo, que você adora.

6. Criar um diário alimentar ou blog
Escrever o que você anda fazendo e comendo no dia a dia diminui a ansiedade e traz resultados muito positivos para a dieta. No programa alimentar do Dieta e Saúde, comandado pela nutricionista Roberta Stella, os assinantes são estimulados a criarem blogs para compartilhar os desafios e sucessos da sua perda de peso. "Isso cria uma rede de relacionamentos de pessoas que estão focadas em um mesmo objetivo: perde peso, mudar os hábitos e tornar-se uma pessoa mais saudável", explica Roberta.

Um comenta no blog do outro, estimulando, alertando e ajudando os seus companheiros de dieta na sua meta, fazendo do emagrecimento um processo mais estimulante. "Além disso, ao escrever sobre o que você consome ou quanto você malha, dá para verificar onde é que você está errando ou exagerando, contribuindo para uma perda de peso mais rápida", diz a nutricionista.

7. Organizar a cozinha de maneira criativa e prática
Arrumar a cozinha pode ser divertido e beneficiar (e muito!) a dieta, pois você pode escolher o que deixar à mão - os alimentos saudáveis - e esconder as tentações. Segundo a nutricionista Daniela Cyrulin, o primeiro passo é não ter em casa aquilo que você sabe que é difícil de resistir. E se tiver filhos ou morar com outras pessoas, peça para que guardem esses alimentos num local mais escondido, longe de seu campo de visão. Organize sua despensa e geladeira e deixe em seu campo de visão, os alimentos mais favoráveis a sua dieta. E o mais importante: tenha sempre ingredientes básicos à mão: nozes, frutas secas, frutas, queijos magros, iogurtes, barrinhas, adoçante, leite desnatado, carnes magras, atum em lata (light), arroz integral, grãos e cereais integrais.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook



6 coisas que todo introvertido detesta ouvir

Pesssoas são diferentes umas das outras e, por mais óbvio que isso seja, é algo que frequentemente precisa ser lembrado, já percebeu? Tem gente que gosta de fazer mochilão pelo mundo, tem quem encontre ânimo para ir para a balada quatro vezes por semana, tem quem prefira cinema, tem quem curta mesmo é ficar estudando em uma biblioteca. Tem quem prefira sempre sorvete de morango, como eu, e tem quem não vê sentido em um sabor de sorvete que não seja o de chocolate.

Não nos diferenciamos apenas em termos de preferências, cor de cabelo, tamanho do manequim e estilo musical. Somos diferentes também em aspectos comportamentais e, dentro desses padrões psicológicos, existe um grupo de pessoas a quem chamamos de introvertidas. Essa galera não curte multidão nem papinho de elevador, gosta de atividades que exijam criatividade, não é muito de se empolgar com eventos sociais e quase nunca diz alguma coisa sem pensar muito bem antes.

É bem possível que você conheça alguém assim, da mesma maneira que é possível que você mesmo se identifique como uma pessoa introvertida. Infelizmente, os introvertidos são muitas vezes vistos como pessoas metidas, antissociais, antipáticas e esnobes, quando, na verdade, não é nada disso. O Huffington Post reuniu uma série de frases que introvertidos ouvem com frequência e que, na verdade, não gostariam de ouvir. Confira:

1 – Você está bem?
Não é porque uma pessoa está quieta ou concentrada que ela está mal, triste ou querendo chorar. Ouvir essa pergunta várias vezes ao dia é extremamente irritante, até mesmo porque o introvertido, como qualquer outra pessoa, procura ajuda (de amigos, parceiros, familiares, médicos) se não está bem por algum motivo. Nem toda pessoa expansiva e sorridente o tempo todo está bem também – sempre bom lembrar.

2 – Se anime!
Apenas palhaços ficam sorrindo o dia inteiro, e possivelmente só porque isso faz parte do trabalho deles, que os remunera financeiramente. Falar para alguém sorrir ou se animar é algo extremamente bizarro, se pensarmos bem. Que tal cada um cuidar do próprio sorriso e não se preocupar tanto com as expressões faciais das outras pessoas?

3 – Me fale sobre você
Essa frase, especialmente quando vinda de alguém do trabalho, com quem a pessoa nem tem muito contato, pode ser extremamente constrangedora. Falar o que sobre si mesmo? Começar pelo dia do nascimento e seguir um cronograma ou explorar a linha dos filmes favoritos e trilhas sonoras ideais para meditação? Falar da família, dos amigos, dos gatos? Contar o sabor favorito de pizza?

4 – Venha para a nossa festinha!
Não que introvertidos não aceitem qualquer tipo de convite para eventos sociais, mas receber um deles acaba criando um dilema interno: o introvertido calcula mentalmente quantas pessoas haverá na festa, analisa se vale a pena ir e ficar só uma hora no máximo, sofre com a ideia de não poder ficar em casa e continuar a ler aquele livro do Neil Gaiman... Aceitar convites para eventos sociais é um verdadeiro dilema na vida de um introvertido.

5 – Relaxe!
O que passa na cabeça de uma pessoa que fala para a outra relaxar? Como ela sabe que a criatura não está relaxada? O fato é que introvertidos costumam ouvir isso com frequência, já que muita gente interpreta o comportamento mais quieto como uma espécie de tensão. Deixa a gente contar uma coisa: não tem nada disso, não! A pessoa só está ali, lendo o blog favorito dela, tomando uma xícara de chá. Só porque ela não está pulando em um pogobol, você não precisa pedir para que ela relaxe.

6 – Você não gosta muito de pessoas, né?
Entendam, caríssimos: introvertidos têm amigos, amam pessoas, namoram, se casam, têm colegas de trabalho e são capazes de conhecer novas pessoas normalmente. A questão é que eles são apenas mais reservados e, definitivamente, não gostam daquelas conversinhas que não levam a lugar algum.

Já reparou em como as pessoas falam sobre o tempo a todo o momento? O introvertido é apenas uma pessoa que olha para fora e pensa “ok, está frio hoje” e acha desnecessário criar diálogos com pessoas aleatórias sobre uma constatação óbvia. Só isso. Agora experimente ter uma conversa sobre algum assunto profundo com um introvertido... Aí a coisa vai longe e todo mundo sai ganhando.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook



Jovens usam combustível com refrigerante para se embriagar

Jovens americanos estão bebendo uma mistura de combustível com refrigerante em busca do efeito da embriaguez.  O hábito pode ser fatal. Em janeiro, dois estudantes morreram após ingerir a combinação e outros dois foram hospitalizados com intoxicação.

O caso mais emblemático aconteceu em janeiro, no estado americano do Tennessee. Dois adolescentes, ambos com 16 anos, morreram após ingerir a combinação de refrigerante e metanol (combustível utilizado em corridas de arrancada) durante uma festa. Outros dois jovens foram hospitalizados com sintomas de intoxicação, mas sobreviveram.

Segundo as autoridades locais, a mistura fatal, que recebeu o nome de “Dewshine” (uma alusão ao refrigerante Mountain Dew, utilizado no composto), é comumente consumida pelos jovens da cidade. Os adolescentes em questão teriam comprado um galão (1,9 litros) de combustível de corrida e misturado a dois litros do refrigerante. Os jovens que tiveram intoxicação relataram terem bebido cerca de 60 ml da mistura. Não se sabe a quantidade ingerida pelos adolescentes que faleceram.

Agora, autoridades de saúde do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) estão alertando sobre os perigos dessa mistura. De acordo com o CDC, o combustível de corrida é composto 100% por metanol – um solvente orgânico comumente encontrado em laboratórios, produtos residenciais e em indústrias e a ingestão de uma colher de sopa (15 ml) da substância já seria fatal. Ainda segundo o órgão, a mistura pode causar náusea, vômito, diarreia, visão embaçada, danos na retina, cegueira, convulsão, coma e até morte – dependendo da quantidade ingerida.

“Ao ser ingerido, o metanol é metabolizado em um ácido muito forte. O mecanismo faz com que o PH do sangue fique muito baixo, o que leva a morte. Um dos efeitos imediatos é a cegueira”, explicou Donna Seger, diretora do Centro de Envenenamento do Tennessee, em entrevista a um noticiário local.

A prática parece não ter chegado ao Brasil ainda, embora existam relatos de jovens que foram obrigados a beber álcool combustível (etanol) durante trote de faculdades.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook



Reitor da UFCA sugere que Hospital Regional do Cariri funcione como Hospital-Escola

Objetivando firmar um convênio entre os governos Federal e Estadual para que Hospital Regional do Cariri (HRC), neste município, funcione como Hospital-Escola da Universidade Federal do Cariri (UFCA), o reitor em exercício da UFCA, Ricardo Lange Ness, se reuniu no início da semana no Ministério da Educação (MEC), em Brasília. Segundo Ness, a sugestão foi aceita pelo secretário de Educação Superior (SESU), Paulo Barone.

De acordo com a reitoria, a proposta surgiu diante a situação dos alunos de medicina da UFCA que não contam com um Hospital Universitário para complementar a formação acadêmica. “Destaquei durante a reunião a questão das universidades com curso de medicina, mas sem hospital universitário, como é o caso da UFCA. Ressaltei a oportunidade de o HRC vir a servir ao curso de medicina da FAMED da UFCA, principalmente atendendo aos alunos do internato”, acrescentou o reitor.

Além de contemplar a demanda da universidade, considera que o Hospital Regional do Cariri, “que vem funcionando em situação precária por falta de pessoal”, será beneficiado com o convênio “que já existe, mas pode ser aprimorado”, conforme ponderou Ricardo Ness. Para o deputado Danilo Forte (PSB-CE), “a ideia pode solucionar o problema dos estudantes, além de melhorar o atendimento ao público”.

O reitor destacou, ainda, que levará a proposta para as instâncias competentes, para definir os encaminhamentos e formalizar a parceria de modo que o HCR possa efetivamente atender as demandas da UFCA na formação dos seus alunos de Medicina. “Isso proporcionaria a melhoria na qualidade do ensino médico na UFCA com a ampliação de oportunidades para o internato e para a residência médica e também de possibilidade de condução de pesquisas com a implantação de cursos de pós-graduação”, concluiu Ness.

Em contato com a assessoria de imprensa da unidade hospitalar, a reportagem do Diário do Nordeste foi informada que “a Diretoria do Hospital Regional do Cariri, não foi comunicada oficialmente, a cerca do possível convênio”. Questionada se o HRC estaria atuando com quadro de funcionário reduzido, a assessoria não se manifestou a respeito.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Vereador Luis Carlos esclarece polêmica sobre a Expocrato




Moro aceita denúncia, e mulher de Cunha vira ré na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro aceitou denúncia nesta quinta-feira contra Cláudia Cordeiro Cruz, esposa do presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha, de Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira, o lobista João Augusto Rezende Henriques, e o ex-diretor da area Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada em um processo oriundo da Operação Lava Jato. Com isso, eles se tornam réus no processo.

A decisão de Moro foi publicada no sistema da Justiça Federal na manhã desta quinta-feira (9). Os crimes citados na decisão são corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Ao G1, a assessoria de Eduardo Cunha afirmou que, por enquanto, ele não se manifestará sobre o fato de sua mulher ter virado ré na Lava Jato porque ainda não teve acesso à decisão de Sérgio Moro.

Na terça-feira (7), o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para retirar do juiz federal Sérgio Moro, do Paraná, as investigações referentes à mulher dele, Cláudia Cruz, e à filha, Danielle da Cunha.

Na mesma decisão, Sérgio Moro também expediu um novo mandado de prisão preventiva contra João Henriques, que já está detido no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

O juiz federal também determinou que o Ministério Público Federal (MPF) se manifeste sobre sua posição quanto à filha de Cunha Danielle Dyitz Cunha, já que não houve promoção de arquivamento.

Fonte: G1 PR

Curta nossa página no Facebook



Apenas 11% aprovam governo Temer, aponta pesquisa CNT

Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta quarta-feira (8) indica que 11,3% dos brasileiros avaliam positivamente e 28% negativamente o governo interino do presidente Michel Temer. Para 30,2% dos entrevistados, o atual governo é regular, enquanto 30,5% dizem não saber opinar.

No que se refere ao desempenho pessoal do presidente, 40,4% desaprovam, e 33,8% aprovam. Na comparação entre os governos Temer e Dilma Rousseff, 54,8% dos entrevistados disseram que os governos estão iguais e que não percebem nenhuma mudança no país desde que Temer assumiu interinamente o governo. Para 20,1%, o atual governo está melhor do que o anterior, enquanto 14,9% o consideram pior.

A pesquisa revela que 46,6% dos brasileiros acreditam que a corrupção no governo Temer será igual à ocorrida no governo Dilma. Ainda segundo a CNT, 28,3% acreditam que ela será menor; enquanto 18,6% avaliam que será ainda maior.

A CNT perguntou o que o brasileiro pensa em relação ao impeachment da presidente Dilma Rousseff: 62,4% dos entrevistados consideram correta a decisão pelo afastamento e 33% avaliam como um erro. Enquanto 61,5% dizem que o processo foi legítimo, 33,3% avaliam que foi ilegítimo. Para 68,2%, Dilma será cassada e Temer permanecerá no cargo, 25,3% acreditam que Dilma reassumirá o cargo.

Apesar de o impeachment ter sido motivado pelos atrasos nos repasses a bancos públicos para pagamento de benefício sociais feitos pelo governo Dilma, por meio das chamadas pedaladas fiscais, 44,1% dos entrevistados dizem que o motivo do afastamento é a corrupção no governo federal; e 37,3% dizem que o motivo é a tentativa de obstrução da Lava Jato. Apenas 33,2% citam as pedaladas fiscais como o motivo.

A pesquisa revela que 89,3% das pessoas dizem ter acompanhado ou ter ouvido falar da Lava Jato. Deste total, 66,9% consideram Dilma culpada pela corrupção que está sendo investigada (o que corresponde a 59,7% da população). Também dentro do percentual de pessoas que se disseram informadas sobre a Lava Jato, 71,4% acreditam que o ex-presidente Lula é culpado (o que corresponde a 63,7% do total de pessoas pesquisadas).

A democracia brasileira sairá fortalecida do processo de impeachment, segundo 45,6% dos entrevistados. Já 34,3% avaliam que a democracia sairá enfraquecida. A antecipação das eleições de 2018 para este ano é bem vista por 50,3% dos brasileiros, 46,1% discordam.

No que se refere às ações consideradas prioritárias pela população brasileira, 57% acreditam que o mais importante é gerar empregos. Em segundo lugar está a melhoria da saúde, que deve ser prioridade em termos de ações governamentais para 41,4% dos entrevistados. O combate à corrupção é o que deve ser priorizado, segundo 30,6% das pessoas consultadas pela pesquisa. A melhoria dos resultados da economia é prioridade para 24,7%; e a redução de gastos do governo, para 15,5%. Em seguida vem a melhoria da segurança (14,8%) e as reformas necessárias ao Estado (prioridade para 6,8%).

A CNT avaliou também os governos estaduais e municipais. Segundo a pesquisa, 3,6% dos brasileiros avaliam como ótimo o seu governador; 22,9% consideram-no bom e 34,7% avaliam o governador de seu estado como regular. Para 17,2%, o governador é ruim e para 17,7% ele é péssimo. No âmbito municipal, 4,2% avaliam o prefeito de sua cidade como ótimo; 22,4% como bom; 25,8% como regular; 15,4% como ruim; e 29,8% como péssimo.

O levantamento buscou identificar também as expectativas da população para os próximos seis meses, relativas a emprego, renda, saúde, educação e segurança pública. Para 27,2% da população, os empregos vão melhorar nos próximos seis meses; 33,4% acreditam que a situação vai piorar; e 37,5% acreditam que a situação permanecerá igual. Em relação à renda mensal, 19,8% acreditam que a renda vai aumentar no próximo semestre, enquanto 26,4% acha que a renda vai diminuir; e 51,1% acredita que ficará igual.

Para 20,4% da população, a saúde registrará melhora nos próximos seis meses. O número é menor do que os que acreditam que vai piorar (36,6%) e dos que creem que ficará igual (41,3%). A educação deverá melhorar ao longo do mesmo período, de acordo com a expectativa de 20,7% dos entrevistados, mas piorará, segundo 32,5%; e ficará igual, segundo 45% dos consultados para a pesquisa. Perguntados sobre como acreditam que a segurança pública estará daqui a seis meses, 19,3% disseram que ela estará melhor, 38,8% acreditam que vai piorar e 40,2% que ficará igual.

A pesquisa CNT/MDA ouviu 2002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades federativas entre os dias 2 e 5 de junho. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança.

Fonte: Terra (Com Agência Brasil)

Curta nossa página no Facebook



Blitze no Cariri para combater a poluição ocasionada por veículos resultam em 21 autuados

No retorno à região do Cariri, o Programa de Combate à Fumaça Negra, da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), vistoriou em três dias 370 automóveis movidos a diesel. Desse total, 21 foram autuados pelo excesso de poluição proveniente do sistema de escapamento. As blitze aconteceram entre terça-feira (7) e hoje (9), nas cidades de Barbalha, Juazeiro do Norte e Crato, respectivamente.

As blitze do programa têm como finalidade minimizar a poluição atmosférica gerada pela queima desregulada do combustível. Além disso, a Semace busca conscientizar os responsáveis pelos carros de que a manutenção periódica do motor é fundamental para que este fique adequado às normas estabelecidas e, consequentemente, não polua o meio ambiente.

Para medir a intensidade de fumaça expelida pelo veículo, a equipe da Semace utiliza a escala de Ringelmann Reduzido, formada por cinco índices colorimétricos, que representam o grau de poluição. É feita uma comparação da cor do material lançado pelo carro com a cartela da escala. Constatado que a fumaça está semelhante aos dois primeiros níveis, o automóvel é liberado. Porém, se a cor apresentada possuir a mesma tonalidade dos três últimos, é aplicada uma multa, que varia entre R$ 1.614 e R$ 6.457, dependendo da poluição.

Desconto
O proprietário do veículo pode ser agraciado com uma redução de 50% do valor de sua multa. Para que ela receba esse benefício, é necessário que o carro passe por uma nova vistoria na sede da Semace dentro de 15 dias a contar da fiscalização. Durante o procedimento se ficar constatado que o automóvel passou por adequações e a emissão de fumaça está dentro do padrão estabelecido pela legislação é dado o desconto.

Apoio
A Semace contou durante os três dias de operação com o apoio do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) e dos respectivos departamentos municipais de Trânsito.

Assessoria de Comunicação/Semace

Curta nossa página no Facebook



Le Monde: Brasil vê a implosão de seu sistema político

O Brasil está passando por um terremoto. Depois de afastar temporariamente do poder a presidente Dilma Rousseff, após a abertura de um processo de impeachment no dia 12 de maio, por pedaladas fiscais, uma parte da sociedade esperava um saudável respiro para um país que se encontrava mergulhado em uma recessão histórica. Mas não foi nada disso que aconteceu.

O governo do presidente interino, Michel Temer, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB, centro), está enfrentando uma sociedade ainda revoltada. A governabilidade continua frágil. E, acima de tudo, o descrédito continua a atingir uma elite política envolvida na operação Lava Jato, a investigação sobre o escândalo de corrupção ligado à estatal Petrobras.

Em menos de três semanas, o ex-vice de Rousseff, que pretendia formar um governo de "salvação nacional", teve de dispensar dois ministros. Romero Jucá, um de seus aliados encarregados do Planejamento, caiu no dia 23 de maio após a divulgação de escutas comprometedoras onde ele aparece fazendo manobras para destituir Rousseff, esperando escapar da investigação da Lava Jato.

Depois foi a vez de Fabiano Silveira, ministro da Transparência, que renunciou no dia 31 de maio depois de ter sido pego tentando atrapalhar a investigação.

Na segunda-feira (6), o jornal "Folha de S. Paulo" revelou que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, também seria alvo da Lava Jato.

"O sistema está apodrecendo", comenta Laurent Vidal, historiador especializado em Brasil e Américas, professor na Universidade de La Rochelle.

Façanha acrobática
A corrupção não é inerente ao Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda);  o sistema inteiro está corrompido. As acusações se acumulam contra o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), assim como as suspeitas contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e as dúvidas em relação ao candidato da oposição nas eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves, do PSDB.

Mais de um terço dos parlamentares são alvo de processos ou de investigações judiciais, segundo o site Congresso em Foco. A probidade do próprio Supremo Tribunal é questionada.

O cenário é desastroso. Temer, apóstolo da presunção da inocência, nomeou uma dezena de ministros citados na investigação da Lava Jato.

"Ele criou um governo com práticas antigas. Mas a sociedade brasileira mudou. Certos comportamentos não são mais aceitos", observa Bruno Brandão, da Transparência Internacional do Brasil.

Em Brasília, o novo presidente sonha com uma melhora na economia que inflaria sua popularidade.

"Ele não está confortável, mas está tranquilo", garantem seus aliados.

Tranquilo? Os diretores da Odebrecht (Marcelo Odebrecht, condenado a mais de 19 anos de prisão) e da OAS (Leo Pinheiro, condenado a 16 anos), duas construtoras envolvidas no escândalo da Petrobras, aceitaram colaborar com a Justiça para obter reduções de pena. Suas confissões são motivo de preocupação.

"A Odebrecht pode implodir o país", diz uma fonte em Brasília.

Até hoje, essa operação contra a corrupção infligiu penas que somam 1.133 anos de prisão, abalando a sensação de impunidade que reinava entre os colarinhos brancos. A paranoia tem assombrado os bastidores do governo. E foi com suor na testa que Sérgio Machado, ex-diretor da Transpetro, filial da Petrobras, ao se saber ameaçado pela investigação, gravou suas conversas com Jucá e Silveira.

As transcrições de suas conversas deram um ar teatral ao processo do impeachment. Rousseff, antes considerada como morta politicamente, está vendo aumentarem suas chances de recuperar seu mandato após o julgamento feito pelos senadores. Mas sua volta não parece ser uma saída.

"É preciso fazer uma limpeza", acredita o analista político Carlos Melo, professor do Instituto de Estudos Superiores Insper, em São Paulo. "É preciso mudar as pessoas, mas também as práticas."

A crise no Brasil não é mais somente política e moral, ela é também institucional. Exercer o poder requer façanhas acrobáticas: "Dos 35 partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral, 27 são representados na Câmara dos Deputados e 17 no Senado", enumera Roberto Dias, professor de direito constitucional na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo.

Como construir uma maioria com um quebra-cabeça desses? As afinidades ideológicas ou os acordos programáticos nunca foram o critério privilegiado. Nos últimos vinte anos, os chefes de Estado preferiram fazer acordos com o Congresso, e mais explicitamente em troca de dinheiro, para terem suas leis aprovadas. Exemplos disso são os casos do Mensalão, da compra de votos durante o governo de Lula (PT) e a presidência de seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

O financiamento de campanhas, bem como o modo de eleição que tem um excesso de representação de Estados pouco povoados, precisa ser revisado, na opinião de Vidal.

Norman Gall, diretor do Instituto Fernand-Braudel, em São Paulo, se espanta com a continuidade do status de "foro privilegiado", uma medida que permite que os ministros e parlamentares só precisem responder ao Supremo Tribunal, que já é sobrecarregado. "Uma enorme proteção" que incentiva as baronias, ressalta Gall.

Uma reforma política vai se tornando cada vez mais urgente. Mas poderia ser realizada? Por quem? Em 2006, o Supremo Tribunal revogou uma lei que visava limitar a entrada de pequenos partidos no Congresso, temendo o "despotismo da maioria", conta Dias.

E o Congresso atual, sem crédito, não pode endossar a tarefa. "O sistema deve ser implodido. Mas ele só poderá ser reconstruído com os sobreviventes da Lava Jato", acredita Fernando Gabeira, escritor e ex-deputado do Partido Verde.

Resta saber quem sobreviverá a esse tsunami.

Fonte: Le Monde (Via UOL)

Curta nossa página no Facebook



Lula lidera intenções de voto; Temer e Bolsonaro estão empatados em último lugar

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera as intenções de voto para Presidência da República em 2018, segundo pesquisa da Confederação Nacional de Transportes (CNT)/MDA divulgada nesta quarta-feira (8). O presidente em exercício, Michel Temer, e o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) ficaram empatados em quinto lugar no questionário espontâneo.

Esta é a primeira pesquisa divulgada por um grande instituto desde o início do governo interino de Temer - há quase um mês. Durante as negociações ao assumir o Planalto, ele se comprometeu com o PSDB a não ser candidato em 2018.

Na intenção de voto espontânea, Lula aparece com 8,6%, seguido pelo presidente do PSDB, Aécio Neves (5,7%), pela presidente da Rede, Marina Silva (3,8%) e pela presidente afastada, Dilma Rousseff (2,3%). Empatados com 2,1% estão Temer e Bolsonaro. Em seguida, aparece Ciro Gomes, pré-candidato do PDT com 1,2%.

Neste cenário, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem 0,6%, assim como o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. O ministro de Relações Exteriores, José Serra, aparece com 0,3%. Outros citados acumulam 1,7%, brancos e nulos somaram 16,7% e 54,1% se declaram indecisos.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões entre os dias 2 e 5 de junho. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Intenção de voto estimulada
Quando foram apresentados candidatos prévios, Lula também lidera em dois cenários no primeiro turno. No primeiro, tem 22,0%, seguido por Aécio (15,9%), Marina (14,8%), Ciro Gomes (6,0%), Bolsonaro (5,8%) e Temer (5,4%). Branco e nulo acumulam 21,2% e indecisos são 8,9%.

No segundo, o petista lidera com 22,3%. Em seguida aparece Marina (16,6%), Alckmin (9,6%), Ciro Gomes (6,3%) e Temer e Bolsonaro com 6,2%. Branco e nulo somam 24,0% e indecisos 8,8%.

Segundo turno
Em hipóteses de segundo turno, Aécio ganha de Lula por 34,3% a 29,9%, com 28,8% brancos e nulos e 7,0% indecisos).Também vence Temer por 32,3% a 15,8%,com 42,2% brancos e nulo e 9,7% indecisos. Na disputa com Marina, o tucano tem vantagem de 29,7% contra 28,0%, com 34,6% brancos e nulos e 7,7% indecisos.

Marina ganha de Temer por 33,7% a 20,9%,com 37,0% brancos e nulos e 8,4% indecisos. Também vence Lula, por 35,0% a 28,9%, com 30,0% brancos e nulos e 6,1% indecisos.

Lula ganha de Temer por 31,7% a 27,3%, com 33,4% brancos e nulos e 7,6% indecisos.

Governo Temer
Entre os entrevistados, 28,0% avaliaram o governo Temer como negativo, 11,3% como positivo, 30,2% como regular e 30,5% não souberam opinar.

O peemedebista tem 40,4% de desaprovação e 33,8% de aprovação. Não souberam opinar 25,8%.

Na comparação com a gestão de Dilma, 54,8% disseram que os governos estão iguais e não se percebe nenhuma mudança no país. Para 20,1%, está melhor e 14,9% acreditam que está pior.

Corrupção
Entre os entrevistados, 46,6% disseram que a corrupção no governo Temer será igual ao do governo Dilma. Outros 28,3% acreditam que será menor e 18,6% consideram que será maior.

Questionados sobre a operação Lava Jato, 89,3% disseram estar acompanhando ou ouviram falar do esquema de corrupção. Nesse grupo, 66,9% consideram Dilma culpada pela corrupção que está sendo investigada e 71,4% apontam Lula como culpado.

Sobre o futuro da Lava Jato, 36,2% acreditam que ela permanecerá igual no governo Temer. Para 29,3%, as investigações serão fortalecidas e 26,0% consideram que serão enfraquecidas.

Impeachment
Sobre o impeachment, 62,4% defendem que foi correta a decisão pelo afastamento, contra 33,0% que a consideram equivocada. Para 61,5%, o processo de impeachment foi legítimo, contra 33,3% que avaliam que não foi.

Ao final do julgamento de Dilma, 68,2% acreditam que ela será cassada e 25,3% pensam que Dilma reassumirá o cargo. Entre os entrevistados, 45,6% consideram que o impeachment fortalece a democracia brasileira, contra 34,3% que avaliam que enfraquece.

Como causas para o afastamento, 44,1% citam a corrupção no governo federal, 37,3% atribuem à tentativa de obstrução da operação Lava Jato e 33,2% opinam que foram as pedaladas fiscais, motivo jurídico aprovado pelo Congresso.

Questionados sobre novas eleições, 50,3% dos entrevistas acreditam que a corrida para o Planalto deveria ser antecipada para este ano e 46,1% discordam.

Previdência
Sobre uma possível reforma da previdência, 64,7% são contrários a qualquer alteração, mas 61,3% acham que é necessário estabelecer uma idade mínima para a aposentadoria, proposta defendida pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. E 56,9% acreditam que essa idade deve ser a mesma para homens e mulheres.

Entre os entrevistados, dos 85,0% que afirmaram não estar aposentados, 48,8% têm pouco ou nenhum conhecimento sobre as regras de aposentadoria ou sobre quando irão se aposentar. Têm conhecimento parcial 30,1% e 15,9% sabem as regras e quando terão concedida a aposentadoria.

Reforma trabalhista
Outro tema em discussão pelo governo Temer, 64,5% acredita que a legislação trabalhista brasileira deve ser atualizada. E 33,6% pensam que a atual legislação dificulta a realização de acordos que atendam aos interesses de empregadores e empregados.

Para 36,7%, uma reforma trabalhista precisa garantir todos os direitos atuais aos trabalhadores e 21,8% concordam com a flexibilização de alguns direitos, para melhorar as chances de contratação. Entre os entrevistados, 46,6% são favoráveis à terceirização de qualquer atividade nas empresas.

Fonte: Brasil Post

Curta nossa página no Facebook



Testemunhas da acusação, funcionários do Tesouro favorecem defesa de Dilma

Os senadores da base aliada de Temer indicaram funcionários de carreira do Tesouro Nacional como testemunhas de acusação na comissão do impeachment. Os depoimentos, entretanto, foram vistos de forma positiva pelos aliados de Dilma, que elogiaram os servidores.

Já era madrugada desta quinta-feira quando o coordenador-geral de operações de crédito (Copec) do Tesouro Nacional, Adriano Pereira de Paula, pôde responder às questões dos senadores.

Adriano afirmou que toda a quitação do passivo de 2015 foi feita até 28 de dezembro, ou seja, dentro do exercício e em conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal. O funcionário do Tesouro disse que houve restos a pagar em 2016, mas que eram tecnicamente possíveis.

Adriano também afirmou ser plausível dizer que o valor do Plano Safra não seja definido por um único integrante do governo federal, ou seja, retirando a autoria da presidente afastada Dilma Rousseff da operação de crédito chamada de pedalada fiscal.

As declarações do servidor do Tesouro foram tão satisfatórias para a defesa que o ex-advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, parabenizou a testemunha da acusação e não quis fazer a ele nenhuma outra pergunta.

O secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira, foi a última testemunha do dia. Ele confirmou que, em 2013, a equipe do órgão identificou problemas fiscais, mas não fez nenhum encaminhamento especial para a presidente Dilma.

Ladeira afirmou ainda que, em 2015, ano que é analisado no processo de impeachment, houve "inflexão" em relação aos anos anteriores, no sentido de que o governo se esforçou em fazer pagamentos atrasados e quitar débitos. Dessa forma, "todos os pagamentos foram realizados até dezembro", inclusive as pedaladas.

"É importante comentar que em abril foi criado um comitê de subsecretários para evitar atrasos nos pagamentos - ou, se houvesse, que fosse uma decisão colegiada", afirma Ladeira.

Mais uma vez, Cardozo abriu mão de fazer perguntas à testemunha, satisfeito com as declarações que caracterizou como "técnicas". Ladeira se despediu da comissão sob elogios de senadores petistas, que disseram que a testemunha trouxe declarações "verdadeiras", independentes de posicionamentos políticos.

Adiamento
Por causa da longa duração da sessão que ouviu as primeiras testemunhas e que durou mais de 14 horas, os senadores optaram por cancelar a reunião desta quinta-feira. A comissão do impeachment voltará a se reunir na segunda-feira, às 16h, e na terça-feira, às 11h, também para ouvir testemunhas.

Fonte: UOL (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Prefeitura consegue autorização ambiental para pavimentação da CE-561

Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, prefeito do Crato
e Mary Carla Marcon, coordenadora do ICMbio
O prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, obteve ontem a autorização ambiental definitiva para a obra de construção da estrada que liga o Crato ao Distrito de Santa Fé, na CE – 561, tão sonhada pelos moradores da localidade. O chefe do executivo esteve na Regional 6 do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), em Cabedelo, na Paraíba, órgão que ficou responsável pela expedição do licenciamento. Ele recebeu o documento das mãos da coordenadora do órgão, Mary Carla Marcon. O prefeito esteve acompanhado da equipe técnica do Município do Crato, responsável pelos levantamentos necessários para atender as exigências do Instituto ambiental.

O prefeito destacou o empenho que o Carto vem tendo nos últimos anos, para que a estrada seja definitivamente construída. Ele lembrou que no ano de 2014, a administração cratense realizou parceria com o Departamento Estadual de Rodovias (DER), se comprometendo com a responsabilidade da avaliação do impacto ambiental causado pela construção, com documentos necessários para a liberação dos serviços no local.

Ano passo, o Município definitivamente concluiu os estudos, com investimentos de cerca de R$ 150 mil, repassando a documentação exigida para o ICMbio. O prefeito ainda destacou que tal cuidado é por o trecho da estrada estar inserido na Área de Proteção Ambiental (APA), da Chapada do Araripe.

“A autorização ambiental sempre foi o entrave desta obra, e, somente com essa autorização o DER, poderia seguir com o licenciamento ambiental junto à Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE).

São anos de reivindicações da comunidade de Santa Fé, estrada de grande movimentação, tendo em vista o crescimento da comunidade nos últimos anos, além de ser área de escoamento de produção agrícola. O projeto, cujo processo de licitação já se encontra em andamento, inclusive com publicação de edital, agora é uma realidade. O financiamento da obra será do Governo do Estado, mas contando com essa importante parceria com a Prefeitura do Crato, por meio do compromisso firmado pelo prefeito. Nos últimos anos, já que a estrada é estadual, a administração do Crato vinha dando assistência constante para minimizar as dificuldades de tráfego na área.

O prefeito Ronaldo agradece a parceria da Regional 6 do ICMbio, na empreitada de uma tão esperada conquista para o Município do Crato. “Esse era um sonho da nossa gestão, que não medimos esforços para conseguir”, afirma.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Mulher pede demissão do emprego para amamentar namorado em casa

A norte-americana Jennifer Mulford, de 36 anos, afirma que abandonou seu emprego para ficar em casa e começar a práticar amamentação com o namorado, o fisiculturista Brad Leeson, também de 36.

"Quando li sobre o laço que a amamentação poderia criar entre duas pessoas, eu senti inveja", explica ela em entrevista ao The Sun. "Eu sempre gostei muito que meus seios fossem tocados durante o sexo, então sabia que iria gostar disso", acrescenta ela.

Como a mulher deu à luz pela última vez há 20 anos, é necessário induzir a lactação. Assim, a cada duas horas, ela estimula a produção de leite com o auxílio de uma bomba e, para completar, o homem suga os seios da namorada. O ritual acontece também durante a noite.

"As noites têm sido uma luta, porque Brad dorme tão tranquilamente, mas conseguimos lidar - ele adormece como um bebê, 'grudado' em mim, o que é bonito", ela admitiu, acrescentando que ainda ingere uma bebida à base de plantas, criada para gestantes, que imita hormônios femininos e aumenta a produção de leite.

A ideia partiu de Jennifer, que fez a sugestão ao namorado após descobrir que ele "sente atração por mulheres com seios grandes da maternidade". "No momento em que eu sabia que era o meu companheiro para a vida, eu e ele queríamos a mesma coisa para o relacionamento: um laço mágico que apenas a amamentação poderia alcançar", conclui ela.

Segundo Jennifer, Brad acredita que o leite materno da namorada irá ajudá-lo a melhorar seu condicionamento físico.

Agora, o casal de Atlanta, nos Estados Unidos, quer ajudar a popularizar o movimento chamado "Adult Breastfeeding Relationship" - um tipo de relacionamento amoroso entre adultos baseado na amamentação.

Atualização: Em nova entrevista, o casal esclareceu que, por enquanto, o corpo de Jennifer não está produzindo leite. Segundo ela, na maioria das vezes que tenta induzir a lactação com a ajuda do namorado, os dois acabam fazendo sexo.

Fonte: Rede TV!

Curta nossa página no Facebook



Addthis