Siga o Blog Cariri nas redes sociais e fique por dentro de tudo em primeira mão


Já curtiu a página do Blog Cariri no Facebook?

Então clique aqui: www.fb.com/BlogCariri

Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/BlogCariri

Sugestões, elogios e críticas: blogcariri@gmail.com

Sua participação é muito importante para nós. Ajude-nos a fazer um site cada vez melhor para você.

Anuncie no Blog Cariri. O site que mais cresce. A vitrine do Ceará


Anuncie no Blog Cariri e veja sua empresa crescer a olhos vistos. Temos planos ideais para o seu negócio.

O Blog Cariri conta hoje com mais de 150.000 acessos/mês. Completamos 7 anos no ar com credibilidade, imparcialidade e independência.

Confira as vantagens de anunciar conosco:

- Anúncio no ar 24 horas por dia, 7 dias por semana.

- Maior facilidade de ser encontrado por possíveis clientes.

- Alto alcance e baixo custo.

- Público altamente qualificado.

- Descrição de Produtos e Serviços realizados (grande quantidade de textos).

- Fotos de seus produtos e serviços para facilitar suas vendas.

- Seus dados: Endereço, Telefone, E-mail, Site, Rede Social (Orkut, Twitter, Facebook), etc.

- Divulgação gratuita semanal de sua propaganda através de nosso Twitter e Facebook.

- Várias Tags (Palavras que lhe ajudam a ser encontrado pelo Google).

Entre em contato conosco pelo e-mail: blogcariri@gmail.com ou pelo nosso Whatsapp: (88) 99632-5959 e agende uma visita. Nós iremos até você!

Anuncie onde sua empresa seja vista. Anuncie no Blog Cariri.

Em parceria com o Governo do Ceará, 115 municípios cearenses são contemplados com o Selo Unicef

A promoção de ações direcionadas a crianças e adolescentes nos últimos quatro anos no Ceará renderam a 115 municípios cearenses o Selo Unicef, certificação feita pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Na oitava edição, o estado teve 32 municípios agraciados a mais que na seleção anterior, referente ao período entre os anos 2013-2016. Para 16 cidades essa foi a primeira vez em que foram agraciadas pela iniciativa. Os municípios cearenses representam 26,7% do total de reconhecidos neste ano.

“O Ceará foi recordista de municípios contemplados com o Selo Unicef 2020, com 115 das 400 cidades premiadas, de 18 estados brasileiros. Isso mostra que nossos municípios têm realizado ações de proteção social e desenvolvimento pleno das crianças e adolescentes, muitas delas em parceria com o Estado por meio do programa Mais Infância Ceará”, comemorou o governador Camilo Santana em suas redes sociais, onde aproveitou para ressaltar a parceria entre o Estado e o Unicef “na educação e integração de políticas públicas voltadas para crianças e adolescentes”.

Criado no Ceará em 1999 e ampliado para o Semiárido, o Selo Unicef passou a contemplar também municípios da Amazônia Legal brasileira a partir de 2009. Com avaliações que englobam o período de quatro anos – o mesmo das gestões municipais, o prêmio busca reconhecer o trabalho feito nas áreas da educação, proteção, saúde e assistência social voltadas às crianças e adolescentes.

Para Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil, o resultado é fruto do trabalho constante. “Nestes quatro anos, cada um desses municípios melhorou muito em relação a ele mesmo, superando dificuldades e alcançando resultados concretos. Eles comprovaram melhoras nas políticas públicas e, com isso, garantiram mais direitos a meninas e meninos”, destacou.

Parceria com os municípios
O Governo do Ceará atingiu a marca de 268 equipamentos entregues direcionados ao desenvolvimento infantil, por meio do Programa Mais Infância Ceará, em parceria com os municípios. “Já entregamos diversos equipamentos voltados para o desenvolvimento das crianças. São 56 CEIs, 19 Núcleos de Estimulação Precoce, 1 Mais Nutrição, 2 estações do Praia Acessível, além de diversos espaços públicos com foco no lazer como 132 Brinquedopraças, 22 Praças Mais Infância, 35 Brinquedocreches e o 1 Espaço Mais Infância. Compreendemos que a criança brincando, trazendo sua família para a praça, está aprendendo e se socializando com a comunidade. É sempre uma alegria proporcionar momentos como esses para os cearenses”, comentou a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, idealizadora do programa.

Através do Programa Mais Nutrição, uma das ações do Mais Infância, o Ceará já levou mais 630 toneladas de alimentos doados para cerca de 27 mil cearenses, fortalecendo a segurança alimentar e nutricional de crianças e adolescentes. A iniciativa beneficia 91 entidades de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú com alimentos “in natura”, polpas e mix de preparo de alimentos. O programa será ampliado para a região do Cariri, onde distribuirá alimentos para 37 entidades selecionadas em Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato.

*Com informações do Unicef

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Bolsonaro é eleito Pessoa do Ano do Crime Organizado e da Corrupção

Jair Bolsonaro foi eleito como “Pessoa do ano” na promoção do crime organização e da corrupção pelo Organized Crime and Corruption Reporting Project (Projeto de Reportagem de Crime Organizado e Corrupção, na sigla em inglês), por ter se “cercado de figuras corruptas, usado propaganda para promover sua agenda populista, minado o sistema de Justiça e travado uma guerra destrutiva contra a região da Amazônia, o que enriqueceu alguns dos piores proprietários de terras do país”.
O Organized Crime and Corruption Reporting Project é um dos maiores consórcios de jornalistas investigativos do mundo, criado na Europa e que publica dezenas de reportagens investigativas por ano.

Em outros anos, foram escolhidos o russo Vladimir Putin, o venezuelano Nicolás Maduro e o filipino Rodrigo Duterte.

O presidente brasileiro concorria com nomes como Donald Trump e o presidente turco Recep Erdogan.

Por Guilherme Amado e Naomi Matsui

Fonte: Época

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Camilo Santana propõe que professores estejam no primeiro grupo de vacinação contra a Covid-19

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou por meio de transmissão ao vivo em rede social nesta terça-feira (29) que tem defendido, junto ao Ministério da Educação, que professores sejam incluídos no primeiro grupo de vacinação contra a Covid-19 em 2021.

Camilo lembrou que a etapa inicial da imunização contemplará primeiramente profissionais da saúde e pessoas que compões o grupo de risco.

"Tenho defendido, junto ao Ministério da Educação, que os professores também entrem na primeira fase da vacinação. Porque a vacinação vai ser em fases e a primeira está prevista para profissionais de saúde e pessoas com mais de 65 anos. E é importante incluir nessa primeira fase os professores, porque têm muito contato com crianças, jovens, muitas vezes assintomáticas", justificou Camilo.

Plano de vacinação nacional
O plano nacional de vacinação do governo federal divulgado em 17 de dezembro prevê uma vacinação em fases.

Segundo o plano, na fase um, serão vacinadas 14,8 milhões de pessoas. Nesse grupo estão trabalhadores de saúde: médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, dentistas e pessoal de apoio desse setor, como auxiliares de limpeza e motoristas de ambulância; pessoas com mais de 75 anos ou as com mais de 60 que estejam em asilos ou instituições psiquiátricas; indígenas em terras demarcadas; e comunidades tradicionais ribeirinhas.

Na fase dois ocorrerá no segundo e terceiro meses após o início da vacinação. Por exemplo, se a vacinação começar em fevereiro, essa fase começaria em março. Serão vacinadas mais de 22,1 milhões de pessoas que têm de 60 a 74 anos e não vivem em asilos e instituições psiquiátricas.

A fase três tem previsão de começar no quarto mês após o início da vacinação. Nesse grupo, estão 12,7 milhões de pessoas. São pessoas com comorbidades como diabetes, hipertensão arterial grave, doenças pulmonares crônicas, doenças renais e do coração, pessoas que receberam transplante de órgão ou que sofrem de anemia falciforme, câncer e obesidade grave.

O plano do governo também descreve como prioritários trabalhadores da educação, o que inclui todos os professores e funcionários de escolas públicas e privadas, as forças de segurança, policiais federais, policiais civis ou militares, Forças Armadas, presos, funcionários do sistema prisional, quilombolas, moradores de rua, portadores de deficiência.

As pessoas desse grupo prioritário ainda não têm data certa para serem vacinadas. Também não há data marcada para a vacinação de quem não faz parte de nenhum grupo prioritário. Ou seja, pessoas menores de 60 anos que não têm comorbidades, não atuam nas áreas essenciais listadas pelo governo ou não estão em condição de vulnerabilidade. Elas só serão vacinadas depois que o governo vacinar os grupos prioritários.

O governo anunciou que planeja concluir a vacinação da população em geral em até um ano e quatro meses após o início da vacinação.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Prefeito do Crato anuncia secretariado para a próxima gestão

O Chefe do Executivo do Crato, Zé Ailton Brasil, ao lado do vice-prefeito, André Barreto, anunciou nesta quarta-feira, 30 de dezembro, através de live nas redes sociais, o novo secretariado que irá compor a gestão municipal nos próximos quatro anos.

De acordo com o prefeito, a premissa será seguir com planejamentos e concepções no tocante ao desenvolvimento crescente da cidade. Zé Ailton apresentou uma equipe de profissionais capacitada, onde cada um com sua expertise, poderá contribuir de forma significativa na viabilização de importantes projetos.

A composição da equipe ficará dessa forma:

• Chefe de Gabinete – Fabiano Brasil
• Secretaria de Finanças e Planejamento – Otoni Lima Bezerra
• Secretaria de Saúde – Marina Feitosa
• Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – Ticiana Ferreira Cândido
• Procuradoria Geral – Rennan Lobo Xenofonte
• Secretaria de Educação – Germana Brito
• Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico Sustentável – Rafael Branco
• Secretaria de Infraestrutura – Ítalo Samuel
• Controladoria Geral – Ernani Brigido Silva Neto
• Secretaria de Segurança Pública – Coronel Jarbas Freire
• Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos – Carlos Freires De Lima
• Secretaria de Cultura – Amadeu de Freitas
• Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial – Stephenson Ramalho de Lacerda
• Serviços Públicos – Tota Lobo
• Secretaria de Esporte – Henrily Renner
• Secretaria de Administração – Robério Alves Nogueira
• Comunicação – Elizangela Santos
• Sociedade Anônima de Água e Esgoto – Yarley Brito
• Previcrato – Antônio de Pádua

Por Hermínia Rachel

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Confira o valor do IPVA do seu veículo; imposto terá redução média de 4,95% em 2021

O IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) no Ceará terá uma redução média de 4,95% em 2021 em relação a este ano, segundo informou nesta terça-feira (29) a titular da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE), Fernanda Pacobahyba.


Os motoristas que pagarem a cota única até o dia 29 de janeiro terão desconto de 5%. Quem optar pelo parcelamento, sem desconto, poderá parcelar em até cinco vezes, sendo a primeira em 10 de fevereiro e a última em 10 de junho.

Os boletos para pagamento estarão disponíveis para os proprietários de automóveis no site da Secretaria ou no aplicativo Meu IPVA. Os boletos podem ser emitidos a partir de 1º de janeiro.

Data de pagamento do IPVA 2021 no Ceará

Forma de pagamento Data

Parcela única, com 5% de desconto / até 29 de janeiro

1ª parcela 10 de fevereiro
2ª parcela 10 de março
3ª parcela 12 de abril
4ª parcela 10 de maio
5ª parcela 10 de junho

Fonte: Sefaz-CE

Em 2021, mais de 2.25 milhões de veículos serão tributados no Ceará, o que gerará uma arrecadação de R$ 1,12 bilhão. Do montante recolhido, metade vai para os cofres estaduais e a outra metade fica com os municípios nos quais os veículos têm sede

Os contribuintes também poderão fazer consultas no aplicativo "Meu IPVA", além de emitir o Certificado de Arrecadação do Estado (DAE), através da plataforma, que está disponível no Play Store e App Store.

Alíquotas

Alíquota do IPVA 2021 no Ceará

Tipo de veículo                 Alíquota
Carros de passeio padrão 3,5%
Motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos, de até 125 cilindradas 1%
Ônibus, micro-ônibus, caminhões e veículos de locadoura 1%

Fonte: Sefaz-CE

As alíquotas do imposto terão variação de 0,5% a 3,5% a depender do valor total dos veículos. Conforme a Sefaz-CE, a maior parte da frota de veículos do estado tem percentual de alíquota de 3,5%.

Além disso, o órgão também informou que motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos, de até 125 cilindradas pagarão a alíquota de 1%, no caso de não possuir infração de trânsito;.

Já os veículos de grande porte, como ônibus, micro-ônibus, caminhões e veículos de locadoras pagarão 1%.

As instituições que farão parte da rede arrecadadora incluem Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco do Nordeste, Bradesco, Santander, Itaú, casas lotéricas e a rede Pague Menos.

Terão direito à isenção do IPVA pessoas com deficiência (PcD), assim como proprietários de máquinas agrícolas, táxi, ônibus de transporte urbano e metropolitano, além de veículos com mais de 15 anos de fabricação.

Mais caro e mais barato
A Ferrari F12 Berlineta é o automóvel com o IPVA mais alto. O total pago de imposto será no valor de R$ 67 mil reais. O valor venal do veículo é de R$ 1,9 milhão, fabricado em 2013, com alíquota de 3,5%, de acordo com a Sefaz-CE. O automóvel tem potência para rodar com velocidade máxima de 340 km/h.

Em relação a motocicletas, o modelo com imposto mais caro será a linha Harley-Davidson, fabricada em 2020, com imposto de R$ 5,2 mil, com capacidade para rodar 300 km/h.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Compra de seringas fracassa e Ministério da Saúde garante menos de 3% do que precisa

Enquanto diversos países já iniciaram a imunização contra a Covid-19, o Ministério da Saúde fracassou na primeira tentativa de comprar seringas e agulhas para a vacinação no Brasil. Das 331 milhões de unidades que a pasta tem a intenção de comprar, só conseguiu oferta para adquirir 7,9 milhões no pregão eletrônico realizado nesta terça-feira, 29. O número corresponde a cerca de 2,4% do total de unidades que a pasta desejava adquirir.

Agora, o Ministério da Saúde terá que realizar novo certame, ainda sem data definida. A compra de seringas e agulhas costuma ser feita por Estados e municípios. Durante a pandemia, porém, o ministério decidiu centralizar estes insumos. A previsão do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, é iniciar a vacinação contra Covid-19 no País em fevereiro.

A imunização da população brasileira, porém, ainda depende de alguma vacina obter o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A estimativa é que 108 milhões de doses sejam aplicadas ainda no primeiro semestre. Além da vacinação contra a Covid-19, as seringas e agulhas adquiridas pelo Ministério da Saúde serviriam para a campanha de imunização contra o sarampo.

A Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo) afirma que desde julho alerta o ministério sobre a necessidade de planejar a compra das vacinas. No pregão desta terça-feira, o ministério buscava ofertas para conjuntos de seringas e agulhas de diferentes tipos. Dos 4 itens procurados pela pasta, 3 não tiveram propostas válidas.

Nestes casos, os preços oferecidos podem ter superado valores fixados pelo ministério ou as empresas não apresentaram a documentação necessária. O quarto item teve lance válido apenas para parte do que era ofertado. Procurado, o Ministério da Saúde ainda não se manifestou sobre o pregão para compra de vacinas.

Fonte: Estadão Conteúdo

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

WhatsApp vai parar de funcionar em alguns aparelhos; veja lista

A partir do dia 1 de janeiro, o WhatsApp vai parar de funcionar em alguns modelos mais antigos de smartphones. Por isso, se você é daqueles que costuma passar alguns anos sem trocar de aparelho, é bom se prevenir para não ser pego de surpresa na virada de ano e ficar sem poder mandar aquela mensagem de “Feliz 2021”.

O encerramento anual do suporte do aplicativo para algumas versões mobile não é novidade para o público, mas agora há um diferencial: esta será a primeira vez em que o primeiro iPhone, lançado em 2007, não poderá rodar o app de mensagens.

Confira a lista dos “cancelados”:
  • iPhone
  • iPhone 3G e 3GS
  • iPhone 4
  • LG Optimus Black (e modelos anteriores)
  • Motorola Droid Razr
  • Samsung Galaxy S2
  • HTC Desire
Já os seguintes aparelhos continuarão rodando o WhatsApp normalmente, desde que estejam com o sistema operacional atualizado. Será necessário iOS 9 ou Android 4.0.3 para os modelos:
  • iPhone 4S
  • iPhone 5 e 5S
  • iPhone 6 e 6S
  • LG Lucid
  • Motorola Droid 4
  • Sony Xperia Pro
  • HTC Sensation
  • HTC Thunderbolt 4G
  • Samsung Galaxy Note
  • Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)
Usuários de smartphones com KaiOS, inclusive donos de JioPhone e JioPhone 2, também devem ficar de olho. O sistema, baseado em Linux, precisará estar rodando a versão 2.5.1 ou uma mais recente para poder ter acesso ao aplicativo de mensagens.

Vale lembrar que aparelhos com Windows Phone não suportam o app desde o fim de 2019.

Ressalvas aos iPhones com jailbreak
A situação também vale para usuários Apple que possuem um iPhone com jailbreak já que o WhatsApp não vai parar de funcionar em aparelhos deste tipo desde que eles estejam com o sistema operacional atualizado conforme o explicado acima.

Porém, a empresa afirma que a existência de modificações pode afetar a funcionalidade do aparelho e por este motivo não oferece suporte. Logo, qualquer eventual problema precisará ser resolvido sem a ajuda da companhia.

Fonte: Olhar Digital (Via Slashgear)

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Professores aprovados em concurso de 2018 serão convocados em 2021, afirma Camilo Santana

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou a convocação de todos os 2.500 professores aprovados no último concurso da Secretaria da Educação (Seduc) no início da noite desta terça-feira (29), já para o primeiro semestre de 2021. O anúncio foi feito através das redes sociais do governador. O certame foi realizado em 2018.

"Conforme o combinado, nós assumimos o compromisso e queremos anunciar que convocaremos todos os concursados, 2.500 professores concursados da rede estadual do Ceará, no primeiro semestre do ano que vem, sendo da seguinte forma: 1.250 já em janeiro e 1.250 em junho, ainda no primeiro semestre", disse Camilo.

"Todos convocados para assumir os seus cargos ainda no primeiro semestre de 2021. É um esforço que o estado está fazendo por compreender a importância da educação", pontuou o governador.

Ainda durante a transmissão, Camilo voltou a falar sobre a aquisição de tablets para alunos do ensino médio da rede estadual do Ceará. O governador já havia anunciado que a partir de 2021, os estudantes do 1° ano do Ensino Médio da rede pública receberão um tablet para usar nos próximos três anos.

"Estamos agora licitando a compra de tablets também para os alunos. Nós estamos trabalhando também para ver qual a possibilidade, dependendo do preço desses tablets", afirmou.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Previsão aponta chuva dentro da média no 1º trimestre de 2021

A primeira previsão climática para o trimestre janeiro, fevereiro e março de 2021 aponta maior probabilidade de chuvas dentro da faixa normal ou um pouco acima do esperado para o período no noroeste do Ceará. Para o sul do Estado, o prognóstico indica que a categoria mais provável é de precipitações variando de normal a abaixo da faixa normal climatológica. Nas demais áreas, a tendência é de chuva dentro da normalidade.

Os dados fazem parte da previsão climática sazonal para o Nordeste, feita por meteorologistas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe), Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e outros centros estaduais de meteorologia, que se reuniram de forma virtual.

Temperatura 
A preocupação dos meteorologistas é com a temperatura das águas superficiais do Oceano Atlântico Equatorial, que ainda em dezembro está mais elevada na porção norte em relação ao sul e “cuja persistência pode vir a comprometer a qualidade do próximo período chuvoso no norte do Nordeste”, pontua a previsão. 

Na quadra chuvosa (fevereiro a maio) o principal sistema que traz chuva para o semiárido é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é uma larga banda de nuvens. Sua aproximação depende do aquecimento das águas superficiais do Oceano Atlântico Tropical Sul e do esfriamento da porção norte, tendo como base a linha do Equador.

O meteorologista do Inmet, Flaviano Fernandes, explica que quando as águas do Atlântico Tropical Sul estão mais aquecidas em relação à porção norte “ocorre a formação de nuvens e aumentam os índices pluviométricos no semiárido. O fenômeno é chamado dipolo negativo do Atlântico”.

Na segunda quinzena de janeiro, a Funceme divulga o primeiro prognóstico para a quadra chuvosa. Para os próximos três dias, a previsão é de “tempo com nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas em todas as regiões cearenses”.

Pré-estação
Os meses de dezembro e janeiro formam o bimestre denominado de pré-estação chuvosa. Para o primeiro, que termina amanhã, a média pluviométrica é reduzida, apenas 31.6 mm. Neste ano, até ontem, a média foi de 10 mm no Estado, ou seja, desvio negativo de 68.5 mm para o período.

Para o mês de janeiro, são esperados 98.7 mm. O meteorologista da Universidade Federal de Alagoas, Humberto Barbosa, frisou que “há tendência maior de ocorrer chuva dentro da média, mas ressaltamos a má distribuição característica do Semiárido e a ocorrência de veranicos”. 

Para o trimestre janeiro, fevereiro e março, a Funceme indica média de 420.8 mm no Ceará. Março é o mês com maior quantidade esperada: 203.4 mm.

Humberto Barbosa também mostrou preocupação com a temperatura do Oceano Atlântico Equatorial e Tropical Sul. “Teremos de esperar um pouco mais para o posicionamento do Atlântico”.

No campo, alheios às análises complexas dos indicadores meteorológicos, os agricultores estão confiantes que 2021 será um ano de muita chuva, mas ponderam que em janeiro deve chover pouco. “Quando chove bem em novembro e dezembro é fraco, como neste ano, o inverno começa mais tarde e janeiro não vai ser bom”, observou o agricultor Assis Souza, da localidade de Quixoá, em Iguatu.

Por Honório Barbosa

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

30 de dezembro

1922 – O Conselho dos Sovietes cria a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.
1972 – Guerra do Vietnã: os Estados Unidos suspendem os pesados bombardeios ao Vietnã do Norte.
1973 – O Vaticano e Israel estabelecem relações diplomáticas.

Nasceram neste dia…
    39 – Tito Flávio, imperador romano (m. 81).
1864 – Max von Stephanitz, cientista alemão (m. 1936).
1865 – Rudyard Kipling, escritor britânico, Nobel de Literatura (m. 1936).

Morreram neste dia…
1591 – Papa Inocêncio IX (n. 1519).
1852 – Francisco Gomes da Silva, o Chalaça, amigo próximo de Dom Pedro I do Brasil (n. 1791).
2006 – Saddam Hussein (foto), político e ditador do Iraque (n. 1937).

Fonte: Wikipédia

Saúde prevê que vacinação comece entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro

O Ministério da Saúde afirmou hoje que pretende dar início ao processo de vacinação contra a Covid-19 no Brasil entre o final de janeiro e início de fevereiro. A pasta salientou, porém, que é necessário que os fabricantes dos imunizantes obtenham o registro das vacinas junto à Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] para uso emergencial ou regular.

O secretário-executivo, Élcio Franco, reforçou em coletiva que o Ministério planeja, "na melhor das hipóteses", começar a vacinação em 20 de janeiro de 2021. Segundo ele, o prazo mais longo seria a partir de 10 de fevereiro.

A data depende de uma série de fatores, como autorizações pela Anvisa, logística e fornecimento das doses por parte dos fabricantes, completou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

"O Ministério da Saúde enquanto Ministério da Saúde tem feito a sua parte, fizemos o plano [nacional de imunização], estamos com a operacionalização pronta, nos preparando para esse grande dia, mas precisamos que os laboratórios solicitem o registro e que a vacina seja entregue para que possamos distribuir".

Franco ainda apontou que a pasta não seleciona uma vacina "A ou B" segundo o país de origem. "Todas elas com a garantia de segurança e eficácia nos interessam", disse.

Ele ressaltou que só por meio da imunização será possível um retorno às atividades com segurança e pregou a necessidade de esclarecimentos corretos sobre as vacinas e a vacinação para não amedrontar a população nem desmotivar os que trabalham nesse sentido.

O governo de São Paulo já marcou o início da vacinação para o dia 25 de janeiro, data que foi mantida apesar do atraso da divulgação dos dados oficias da Fase 3 da CoronaVac na semana passada.

Até o momento, nenhum laboratório solicitou à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a autorização para o uso emergencial de vacinas no Brasil.

O governo federal prevê serem necessárias 108 milhões de doses de vacina para os grupos prioritários. O Ministério da Saúde considera que o Brasil já "garantiu" o acesso a 300 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 por meio de acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz)/AstraZeneca (100,4 milhões de doses até julho/2021 mais 30 milhões de doses por mês no segundo semestre); o consórcio Covax Facility (42,5 milhões de doses); e a empresa farmacêutica Pfizer (70 milhões de doses).

5,8 milhões de doses de cloroquina distribuídas
Ontem, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou dados imprecisos ou sem comprovação científica para defender que "não errou [em] nenhuma" medida tomada contra a pandemia. Ele também voltou a dizer que "não precisa ficar com pavor" do coronavírus e que não vai se vacinar quando um imunizante estiver disponível no Brasil.

Franco afirmou que o ministério teve dotação de R$ 198,1 bilhões em 2020 — R$ 133,9 bilhões previstos na Lei Orçamentária Anual mais R$ 64,2 bilhões de créditos extraordinários para o combate à Covid-19. Ele citou ações da pasta para a disponibilidade de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e equipamentos, além da compra de medicamentos para intubação.

O secretário-executivo disse que foram distribuídos, até o momento, 5,8 milhões de unidades de cloroquina e 302 mil unidades de hidroxicloroquina de acordo com demandas dos estados. Nenhum dos dois remédios tem efeito comprovado contra a Covid-19.

Também foram distribuídos 21 milhões de unidades de Oseltamivir, voltado ao combate da gripe H1N1.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

AddThis