Dia D de vacinação contra sarampo acontece neste sábado (19)

Os postos de vacinação de todo o país estarão abertos neste sábado (19) para o dia “D” de mobilização nacional contra o sarampo. Até o dia 25 de outubro, quando encerra a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo, devem ser vacinadas, 2,6 milhões de crianças de 6 meses a menores de 5 anos. O dia de mobilização é uma parceria do Ministério da Saúde com as secretarias estaduais e municipais de saúde e tem como objetivo reforçar a importância da vacinação desse grupo prioritário, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença, que podem evoluir para óbito. Nos últimos 90 dias, foram confirmados 13 óbitos pela doença no Brasil, sendo sete óbitos (53,8%) em menores de cinco anos de idade, dois (15,4%) na faixa etária de 20 a 39 anos e quatro (30,8%) em adultos maiores de 40 anos. As crianças menores de um ano apresentam incidência de 106,1/100.000 habitantes, número 12 vezes superior ao registrado na população geral (8,5/100.000), seguido pelas crianças de 1 a 4 anos (23,8/100.00), o que confirma essas faixas etárias como as mais suscetíveis a complicações e óbitos por sarampo.

Ainda de acordo com o último boletim epidemiológico de sarampo, do Ministério da Saúde, o Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 6.192 casos confirmados de sarampo, o que corresponde a aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior. Vinte estados estão na lista de transmissão ativa da doença e 96% dos casos confirmados estão concentrados no estado de São Paulo, em 192 municípios

Para viabilizar o ‘Dia D’, além de manter a vacina de rotina nos postos de saúde e fazer bloqueio vacinal, o Ministério da Saúde adquiriu este ano 60,2 milhões de doses da vacina tríplice viral, que previne contra sarampo, rubéola e caxumba, representando a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos.

Campanha nacional de vacinação
Lançada no início deste mês, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo prioriza dois grupos. O primeiro vai de 7 a 25 de outubro e imuniza crianças de 6 meses a menores de 5 anos, com o dia D de vacinação em 19 de outubro. Já o segundo grupo, previsto para iniciar em 18 de novembro, será direcionada para adultos entre 20 e 29 anos que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação.

A meta é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões de adultos. Para viabilizar a ação, o Ministério da Saúde garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios.

Com informações do Ministério da Saúde

Curta nossa página no Facebook

Governo Bolsonaro extinguiu comitês do plano de ação de incidentes com óleo

O governo Bolsonaro extinguiu dezenas de conselhos da administração federal em abril deste ano. Desses, dois eram integrantes do Plano Nacional de Contingência Para Incidentes de Poluição por Óleo em Água (PNC), criado no ano de 2013.

Por conta dessa extinção associada ao desastre ambiental envolvendo o litoral nordestino, o Ministério Público Federal deu entrada em uma ação contra o governo federal na quarta (17), alegando omissão diante do cenário. O Ministério pediu que a Justiça Federal obrigue o governo Bolsonaro a colocar em vigor o PNC. O prazo do pedido era de 24h. 

A Procuradoria alega que o governo federal não está adotando medidas adequadas para conter a emergência ambiental. 

Já foram contabilizados mais de 180 pontos de contaminação por petróleo no litoral nordestino de acordo com informações apuradas pela Folha de São Paulo junto ao Ibama. Isso representa uma faixa de 2.100 km contaminados em nove estados. As primeiras manchas foram vistas em agosto, em praias da Paraíba.

A extinção dos conselhos poderia ser parte da explicação para a demora de ações de contenção do desastre por parte do governo federal. 

O PNC foi instituído no governo Dilma e tinha como intuito preparar o país para enfrentar situações como essa. 

Fonte: Último Segundo

Curta nossa página no Facebook

OAB-CE subseção Crato promove ação alusiva ao Outubro Rosa em parceria com a UFCA

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE), subseção Crato, vai promover, neste sábado (19), uma ação alusiva ao Outubro Rosa: movimento internacional de conscientização para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A iniciativa da OAB-CE, organizada pela Comissão da Mulher Advogada no Crato, conta com a parceria do Programa de Extensão de Atenção à Gestante (ProGest), ligado à Pró-Reitoria de Extensão e à Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

A ação começa às 9h, na Praça Siqueira Campos, no Crato. Até às 12h, o público presente terá acesso a serviços como instruções para autoexame das mamas e para prevenção do câncer de colo uterino, orientação sobre direitos trabalhistas das mulheres com câncer de mama, aferição de pressão, massoterapia com ventosas e liberação miofascial (técnica de massagem para relaxamento dos músculos).

Câncer de Mama no Brasil
Em 2018, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer do Ministério da Saúde (Inca/MS), o Brasil teve taxa de incidência de câncer de mama de 62,9 casos por 100 mil mulheres (taxa padrão utilizada mundialmente), o que colocou o país na segunda faixa internacional mais alta de incidência da doença (de um total de cinco faixas). Quanto à taxa de mortalidade, o Brasil está na segunda faixa mais baixa, com uma taxa de 13 óbitos por 100 mil casos, ao lado de países como EUA, Canadá e Austrália.

Outubro Rosa
O Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure: organização norte-americana de combate ao câncer de mama e a maior fonte de fundos sem fins lucrativos dedicada à luta contra a doença, em todo o mundo. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Apesar de normalmente atrelado às mulheres, o Outubro Rosa também deve abranger a saúde dos homens, que representam 1% dos casos confirmados da enfermidade.

*Com informações do Inca

Serviço:

Ação Outubro Rosa
Quando: dia 19 de outubro de 2019, a partir das 9h
Onde: Praça Siqueira Campos – Crato-CE

Curta nossa página no Facebook

19 de outubro

202 a.C. - Ocorre a Batalha de Zama, decisiva na Segunda guerra púnica, quando o exército romano derrota os cartagineses.
1967 - A sonda Mariner 5 sobrevoa Marte.
2003 - Madre Teresa de Calcutá (foto), é beatificada por João Paulo II.

Nasceram neste dia…
1862 - Auguste Marie Louis Nicholas Lumière, engenheiro francês e um dos pais do cinema (m. 1954).
1913 - Vinícius de Moraes, poeta e compositor brasileiro (m. 1980)
1946 - Philip Pullman, escritor britânico.

Morreram neste dia…
1889 - Rei D. Luís I de Portugal (n. 1838).
1921 - António Joaquim Granjo, presidente do conselho de ministros da I República portuguesa (n. 1881).
1986 - Samora Machel, antigo presidente de Moçambique (n. 1933).

Fonte: Wikipédia

Centros Cearenses de Idiomas ampliam oportunidades para estudantes e professores da rede pública estadual

Aprender um idioma diferente do nativo pode abrir um amplo horizonte, com mais perspectivas de vida e compreensões variadas de mundo. Além disso, pode significar a abertura de oportunidades profissionais, tendo em vista às necessidades de mercado atuais. O Governo do Ceará está atento a esta demanda e aposta no potencial de seus cidadãos. Assim, visando torná-los mais competitivos no mercado de trabalho, além de proporcionar o desenvolvimento econômico do estado, lançou em 2018 os Centros Cearenses de Idiomas (CCI), que estão ligados à Secretaria da Educação (Seduc). Os equipamentos são voltados ao atendimento de alunos e professores da rede pública estadual de ensino.

Ao todo, a rede pública estadual de ensino conta com 13 Centros de Idiomas, distribuídos nos municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Itapipoca, Crateús, Iguatu e Juazeiro do Norte, que juntos dispõem de 9.488 vagas. Para 2020 há a previsão de serem inauguradas mais três unidades, nos municípios de Quixadá, Camocim e Aracati. Todas as unidades ofertam os cursos de inglês e espanhol, sendo que a do bairro Papicu, em Fortaleza, disponibiliza também o francês. Existe, ainda, a previsão de que o idioma mandarim seja ofertado.

Hugo Daniel Rodrigues, de 16 anos, é aluno da 1ª série do ensino médio na Escola Deputado Manoel Rodrigues, em Fortaleza. Nos dias de terça e quinta à tarde, tem aulas de inglês no CCI – Unidade Papicu, onde cursa o 1º semestre. O estudante, que está iniciando a vida profissional por meio do Programa Primeiro Passo, do Governo do Ceará, já identifica os benefícios que o conhecimento da língua estrangeira vem lhe proporcionando no trabalho.

Hugo atua como aprendiz no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), no posto do bairro Papicu. Na área de atendimento ao público, o jovem conta que já teve diversas experiências de recepcionar estrangeiros, comunicando-se na língua inglesa.

“Por eles não serem fluentes no português, e eu já ter mais familiaridade com o inglês, consigo atendê-los no próprio idioma. Esse é um dos pontos em que o CCI está me ajudando”, revela.

Além deste aspecto, Hugo Daniel considera que vem ultrapassando barreiras pessoais desde que começou a estudar no CCI, há pouco mais de um mês. Este tempo relativamente curto já foi suficiente, por exemplo, para vencer a inibição social.

“Tinha muita dificuldade em me socializar, ficava nervoso. Acho que as dinâmicas das professoras, com aulas bem interativas, auxiliam nesse processo. Como sou da função de atendimento ao público, essa parte é muito importante no meu trabalho”, avalia. “No começo a gente fica um pouco tenso, porque vai lidar com uma pessoa de outra cultura, em outro idioma, mas então lembramos do que estamos aprendendo, e dá tudo certo”, analisa.

Hugo Daniel diz pretender aprofundar-se no estudo do inglês, mas tem também a intenção de aprender outras línguas, entre elas, a francesa – que é ofertada na Unidade Papicu do CCI.

Projeção
Judah Américo Brito, de 18 anos, cursa a 3ª série do ensino médio na Escola Governador Adauto Bezerra, em Juazeiro do Norte, e faz curso de Inglês no CCI daquele município há um ano. Por causa dos conhecimentos adquiridos na unidade, ele conta, já teve a oportunidade de apresentar um projeto científico na língua inglesa, com segurança, em atividade promovida pela Universidade de São Paulo (USP), em setembro passado.

“Graças ao CCI, fui para o evento com algum conhecimento, o que foi um diferencial. Por mais que ainda não seja fluente, essa orientação foi muito importante. Pude fazer a tradução do meu próprio projeto e expor”, conta.

Antes, em março, Judah havia participado da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), organizada pela Escola Politécnica da USP, ocasião em que expôs o trabalho “Abelhas, polinização e agricultura: um estudo sobre a importância da polinização numa perspectiva de manutenção da biodiversidade e da sustentabilidade alimentar”. Por ter tido destaque, recebeu convite da USP para participar, em setembro, de uma imersão em inglês, que contou com apoio da Embaixada e do Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

“Pretendo trabalhar e estudar fora, caso se apresente alguma oportunidade. É um dos objetivos que tenho na vida, e sei que o inglês me auxiliará na jornada. A metodologia do CCI é diversificada, de modo que a gente aprende de forma divertida, dinâmica e sem ser monótona”, considera. “Também me ajudará bastante em seleção de mestrado, vaga de emprego e intercâmbio”, complementa o jovem, que também sonha em ser médico.

Metodologia
A orientação pedagógica dos CCIs tem base na abordagem comunicativa, com a integração das quatro habilidades da língua: acuidade auditiva, oral, leitura e escrita. As unidades dispõem de notebooks, TV nas salas, internet e material didático para todos os alunos.

Os cursos têm duração de até 3 anos, organizados em seis módulos semestrais, com 60 horas-aula cada, totalizando 360h. A certificação pode ser feita após a conclusão de cada módulo ou do conjunto de módulos.

Desenvolvimento
A professora de química Nara Dêjylla Santos, que está tendo aulas de inglês no CCI – unidade Itapipoca, afirma que a oportunidade de aprender o idioma tem lhe auxiliado na preparação profissional. “Aqui podemos pensar em coisas antes inatingíveis, como viajar para estudar, trabalhar ou morar em outro país. Estudar no CCI me permitiu sonhar mais alto e ter novos planos para o futuro, querendo ‘algo mais’ em todos os sentidos da vida”, considera.

“Fazer um curso de língua não é fácil, ainda mais para nós, que já somos adultos e temos uma rotina de trabalho, família e estudo. Está sendo realmente desafiador, porém, acredito que tudo que é feito com esforço e vontade se encaminha para o sucesso”, conclui.

Como lembra o secretário executivo do Ensino Médio e da Educação Profissional da Seduc, Rogers Mendes, a atuação dos CCIs pode ser considerada sob duas perspectivas principais. A primeira diz respeito ao fortalecimento do currículo das escolas, proporcionando o aprofundamento de uma língua estrangeira em um ambiente de imersão. A segunda tem o sentido de ampliar as oportunidades de inserção no mundo do trabalho.

“Ao aprender uma nova língua, o estudante se sente mais encorajado a ir em busca de algo que, a princípio, não estava no seu campo de visão. A expectativa de explorar outras possibilidades é muito maior. A experiência internacional é o que mais instiga os jovens, e o conhecimento de uma língua estrangeira é muito importante para que possam se ver complementando sua formação acadêmica em nível internacional, para trazer de volta ao Ceará um conhecimento diferenciado. O futuro das relações econômicas está na perspectiva do cérebro, do pensar criativo, e expandir os próprios horizontes pode ter um resultado muito impactante para a vida”, pondera.

Intercâmbio
No início deste mês, o governador Camilo Santana sancionou a lei que trata do Programa Estudar Fora. A iniciativa tem como objetivo garantir aos estudantes da rede pública estadual de ensino a possibilidade de aprofundar os conhecimentos em uma língua estrangeira por meio de intercâmbio internacional, de forma gratuita.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Governo Bolsonaro tem um ministro condenado, três denunciados e dois investigados

Esplanada dos Ministérios (Foto: Marcello Casal Jr/
Agência Brasil )
Dos 22 ministros do governo de Jair Bolsonaro (PSL), seis enfrentam acusações e suspeitas na Justiça, de acordo com levantamento feito pelo UOL. Os casos resultaram em processos e investigações por caixa dois, improbidade administrativa, desvio de recursos públicos e irregularidades em negócios com fundos de pensão.

Eleito com um discurso que prometeu linha dura contra irregularidades dos políticos, Bolsonaro tem mantido nos cargos os ministros implicados em investigações.

Sobre o mais barulhento dos casos, a suspeita de candidaturas laranjas envolvendo o titular do Turismo, Bolsonaro disse que a "intenção não é atingir o ministro". "Sou eu, Bolsonaro, que querem rotular como corrupto", afirmou, ao rebater as denúncias.

Até o momento, Bolsonaro não expressou intenção de afastar nenhum dos ministros que são objeto de investigações. Entenda o que recai sobre cada um deles — que se declaram inocentes nestes casos envolvendo a atual gestão ou fatos anteriores:

Ministro do Turismo denunciado
O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), foi denunciado pelo MP-MG (Ministério Público do Estado de Minas Gerais) sob acusação de envolvimento no esquema de laranjas do PSL.

A investigação concluiu que o ministro comandou um esquema de desvio de recursos públicos por meio de candidaturas femininas de fachada nas últimas eleições.

Formalmente, o ministro foi acusado pelo Ministério Público mineiro dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa, que têm penas máximas de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente.

Marcelo Álvaro Antônio rebateu as acusações e afirmou que vai provar sua inocência.

"O ministro reitera que não cometeu qualquer irregularidade na campanha eleitoral de 2018. Vale lembrar que esta é apenas mais uma etapa de investigação e o ministro segue confiante de que ficará comprovada sua inocência", diz nota divulgada pelo Ministério do Turismo após a denúncia do MP-MG.

Ministro da Cidadania denunciado
O MPF (Ministério Público Federal) ajuizou uma ação civil pública contra o ministro da Cidadania, Osmar Terra, por improbidade administrativa, em virtude da suspensão de um edital da Ancine para produções de audiovisual para emissoras de televisão públicas.

A medida foi considerada no meio cultural como o primeiro ato formal de censura praticado pelo governo Jair Bolsonaro.

Segundo o MPF, a suspensão causou prejuízo aos cofres públicos uma vez que o governo federal já havia gastado quase R$ 1,8 milhão na análise das 613 propostas que disputavam o edital, aberto em março de 2018 e que já se encontrava na fase final.

A portaria editada por Terra suspendeu o edital da Ancine por 180 dias, prorrogáveis pelo mesmo período.

A suspensão ocorreu seis dias depois de o presidente Jair Bolsonaro revelar os nomes de quatro produções com temática LGBTQ+ que estavam disputando o edital nas categorias "diversidade de gênero" e "sexualidade", durante uma transmissão ao vivo em seu perfil nas redes sociais.

O Ministério da Cidadania afirma que o governo resolveu suspender o edital "com a intenção de analisar os critérios de sua formulação". Segundo a pasta, o concurso previa a possibilidade de suspensão ou anulação. O ministério afirma ainda que "o edital suspenso não havia sido discutido por este governo".

Para o MPF, contudo, o motivo real da suspensão é "a discriminação contra projetos com temática relacionada a lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis".

O MPF afirma na ação que o objetivo da suspensão era impedir que os projetos mencionados pelo presidente tivessem a chance de vencer o concurso. Como não havia meio legal de tirar os quatro projetos do concurso em sua fase final, a "solução" encontrada pelo governo federal foi a de sacrificar todo o processo, alega o MPF na ação.

Ministro da Saúde denunciado
O ministro da Saúde, Luiz Mandetta, é alvo de pelo menos quatro processos que tramitam na Justiça. Três deles tratam do mesmo caso: a implantação de um sistema de integração de informações em saúde, quando Mandetta era secretário municipal da pasta, em Campo Grande.

O Ministério Público acusa Mandetta de improbidade administrativa por fraudes na implantação do sistema chamado Gisa, que facilitaria o agendamento de consultas e exames e a troca de informações entre as Unidades Básicas de Saúde.

O projeto custou R$ 8,1 milhões (valor de 2008) do Ministério da Saúde, mas segundo o MP, foi marcado por favorecimentos, fraudes e falhas contratuais. O serviço nunca teria sido prestado.

Duas ações deste caso foram ajuizadas pelo MPF e tramitam em segredo de Justiça na Quarta Vara Federal de Campo Grande, desde 2015. Outra ação foi ajuizada pela Procuradoria Municipal de Campo Grande e foi anexada no mesmo processo.

A quarta ação trata de supostas fraudes em convênios com o Sindicato dos Policiais Civis, também no período em que Mandetta era secretário de saúde de Campo Grande. De acordo com a denúncia, feita pelo Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul, houve um repasse irregular e sem licitação da pasta de R$ 128 mil ao sindicato. O argumento foi a ausência de funcionário efetivo para o cargo de técnico de necropsia no serviço de verificação de óbitos.

Em nota, o Ministério da Saúde respondeu que "de todas as denúncias que Luiz Henrique Mandetta recebeu até o momento, nenhuma foi aceita pela Justiça". "Portanto, ele não é réu em julgamento", afirmou o ministério.

Ministro da Casa Civil investigado
O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, é alvo de investigação do Ministério Púbico sobre repasses de caixa dois. A investigação teve origem nos acordos de delação da JBS.

Os delatores apontaram dois repasses a Onyx, um de R$ 100 mil em 2014 e outro de R$ 100 mil em 2012.

O caixa dois é como ficou conhecida a prática de receber recursos para campanha sem fazer a obrigatória declaração dos valores na prestação de contas entregue à Justiça Eleitoral.

Onyx já admitiu em uma entrevista ter recebido R$ 100 mil da JBS em 2014 e pediu desculpas, afirmando que deveria "pagar pelo erro".

Mas, sobre a segunda suspeita de caixa dois, o ministro nega irregularidades, rebate a afirmação dos delatores.

"Nada temo, não é a primeira vez que o sistema tenta me envolver com a corrupção. Alto lá, sou um combatente contra a corrupção e essa é a história da minha vida", disse, logo após o caso ser revelado pela imprensa.

Ministro da Economia investigado
O ministro Paulo Guedes (Economia) é investigado pela força-tarefa da operação Greenfield do MPF. Os procuradores apuram se houve irregularidades em negócios feitos por uma empresa de Guedes com fundos de pensão patrocinados por estatais.

O caso é investigado também pelo TCU (Tribunal de Contas da União).

A defesa de Guedes tem afirma a "legalidade e a correção de todas as operações dos fundos" e diz que já enviou "vasta documentação" ao MPF comprovando que os investimentos foram feitos de forma legal e deram lucro aos investidores.

Ministro do Meio Ambiente condenado
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo. Ele foi acusado pelo Ministério Público paulista de cometer fraude na elaboração do plano de manejo da APA (Área de Proteção Ambiental) da Várzea do rio Tietê, com propósito de beneficiar empresas de mineração e filiadas à Fiesp (Federação da Indústria do estado de São Paulo).

A decisão é de primeira instância e a defesa do ministro recorreu da condenação.

Salles foi acusado de ter alterado mapas e a minuta do decreto do plano de manejo da APA da Várzea do Tietê, quando ocupava o cargo de secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB).

Na sentença que o condenou, o juiz Fausto José Martins Seabra, da 3ª Vara da Fazenda Pública do TJ-SP (Tribunal de Justiça do estado de São Paulo), considerou que Salles incorreu na proibição prevista na Lei de Improbidade Administrativa que veda "praticar ato visando fim proibido em lei ou regulamento ou diverso daquele previsto, na regra de competência".

O ministro afirmou que sua decisão no processo da APA do Tietê foi a correta e que "no mérito" a faria de novo. Segundo Salles, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse concordar com sua atuação nesse caso.

À época da condenação, o ministro afirmou que a sentença "deixa claro que não houve crime ambiental", que ele "não teve nenhuma vantagem pessoal nesse caso", e acrescentou que a "condenação é ilegal".

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Dez hábitos que turbinam a sua imunidade

Estamos o tempo inteiro expostos a todos os tipos de doenças. Um simples descuido já pode ser suficiente para o sistema imunológico não dar conta de fechar todas as "portas" de nosso corpo, que são suscetíveis a alguma infecção ou vírus. Por isso, é muito importante ter consciência dos hábitos que podem blindar nossa imunidade contra qualquer complicação. 

Pensando nisso, fomos atrás de especialistas que deram uma série de práticas para adotar no dia a dia e ter uma imunidade poderosa!

Hidrate-se 
É importante ingerir líquidos constantemente, mesmo antes de sentir sede. A ingestão de água melhora a resistência física e retira as impurezas do organismo, prevenindo doenças. 

De acordo com o clínico geral Filippo Pedrinola, o ideal é ingerir diariamente por volta de 35ml de água por quilo de peso. Uma pessoa de 70kg, por exemplo, deveria ingerir 2450ml de água. "Mas é importante salientar que boa parte dessa água já está presente nos alimentos que comemos", completa. 

Ao fazer exercícios físicos, reidrate-se ainda mais, se possível com água de coco ou isotônicos, mas sem exagerar e nunca deixar a água de lado.

Tenha uma alimentação saudável
Manter uma dieta que inclui todos os grupos alimentares é fundamental para fortalecer a imunidade. "Proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e sais minerais não podem faltar na dieta diária de ninguém", conta o infectologista Alexandre Naine. 

De acordo com pesquisas, os micronutrientes essenciais para o fortalecimento da imunidade são as vitaminas A, B6, B12, C, D, E, ácido fólico, zinco, ferro, selênio e cobre. Eles restauram a proteção contra infecções, fortalecem as células do sistema imunológico e aumentam a produção de anticorpos.

Passe longe dos vícios
Evitar vícios, como álcool e tabaco, aumenta - e muito - a imunidade. "Esses vícios são extremamente danosos, não só para o nosso sistema imunológico, como para vários outros sistemas de nosso corpo", afirma Alexandre. 

Já existem estudos que comprovam que algumas bebidas podem, inclusive, fazer bem à saúde, mas desde que ingeridas com moderação. O vinho é o principal exemplo. De acordo com Alexandre, todo excesso é prejudicial e a bebida alcoólica não foge dessa regra.

De bem com você
De acordo com os especialistas, a saúde mental está muito relacionada à imunidade. A baixa autoestima faz com que seu sistema imunológico trabalhe menos, além de atrapalhar nosso corpo no combate aos radicais livres, facilitando o aparecimento de doenças.

Faça exercícios!
Você sabia que um estilo de vida sedentário está associado a 28% das mortes por doenças crônicas, perdendo apenas para o tabagismo? Por isso, mexa-se e passe longe de doenças. 

A recomendação dos especialistas é a prática de uma atividade física rotineira e que dê prazer, sempre tomando cuidado com os excessos: "A atividade física intensa pode causar o efeito contrário, baixando a imunidade por fadiga muscular e até mental", lembra o fisiologista Raul Santo. Se o tempo é curto, inclua o exercício físico na sua rotina, como utilizar escada em vez de elevador ou caminhar depois do almoço.

Fuja do estresse
Viver com tensões relacionadas ao trabalho e outras obrigações do dia é um dos fatores decisivos para a baixa da imunidade. Assim como a baixa autoestima, o estresse impede o sistema imunológico de funcionar a todo vapor, abrindo portas para doenças. 

Quando você está estressado, o ideal é praticar alguma atividade que goste e que te faça bem. "Se forem exercícios físicos, melhor, pois são duas vantagens em uma", conta Alexandre.

Cuide da sua higiene
Estamos expostos a vírus e bactérias 24 horas por dia, em todos os lugares que frequentamos. O infectologista Fábio Fernandes Morato Castro, supervisor do Serviço de Imunologia Clínica e Alergia do Hospital das Clínicas, afirma que hábitos - como lavar as mãos antes de manusear alimentos, de levá-las a boca e aos olhos e sempre depois de dirigir ou usar o transporte público - devem ser levados em conta. Ao chegar em casa, vale tomar um banho para mandar todas as impurezas embora.

Previna-se
Usar preservativo protege contra uma série de DST's - doenças sexualmente transmissíveis - que não podem ser prevenidas apenas com bons hábitos alimentares ou exercícios. O vírus HIV é um dos principais inimigos da imunidade e o jeito mais fácil de contraí-lo é não usando camisinha. Por isso, previna-se sempre!

Atualize sua carteirinha de vacinação
Muitas pessoas deixam de lado esse hábito tão importante. Tomar todas as vacinas deixa você protegido de doenças graves como hepatite B, varicela, hepatite A, BCG, sarampo, rubéola e caxumba.

Durma bem
De acordo com a médica do Instituto do Sono Lia Rita Bittencourt, pessoas que não tem um sono adequado, com cerca de 6 a 7 horas por noite, pode ter seu sistema imunológico afetado. "A privação do sono diminui a quantidade e a função das células responsáveis pela imunidade", conta a especialista. 

As consequências disso são maiores chances de contrair doenças infecciosas e a diminuição do efeito de vacinas. "Diabetes e câncer também podem aparecer com mais facilidade em indivíduos que dormem pouco", completa.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Lideranças políticas de Barbalha se reúnem com o governador Camilo Santana

O governador Camilo Santana e a primeira-dama Onélia Santana receberam em sua residência no distrito do Caldas na tarde deste domingo (13), o comunicador João Hilário e sua esposa Betilde Correia, os vereadores Dorivan Amaro (PT), João Ilânio (PT), Vevé Siqueira (PP), e os ex vereadores Flávio Cruz e Antônio Everardo.

Além de política no âmbito local e regional, foi discutido melhorias para a terra dos verdes canaviais como uma nova delegacia de Polícia Civil e uma rodoviária que possa atender a população e os turistas que chegam a todo momento na cidade. 

O Governo do Estado tem trazido inúmeras obras para Barbalha tais como: teleférico do Caldas (em fase de conclusão), estátua de Santo Antônio (em fase de implantação), asfaltamento em vias de acesso da cidade, areninha no bairro Malvinas (concluída e em funcionamento) e outra no bairro do Rosário (em fase de implantação), reforma do estádio “O Inaldão”, dentre outras.

Por Samuel Pinheiro

Curta nossa página no Facebook

Bivar é alvo de buscas da PF no caso dos laranjas do PSL, partido de Bolsonaro

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (15) mandados de busca e apreensão em endereços em Pernambuco ligados ao deputado federal Luciano Bivar, presidente do PSL, em investigação sobre o esquema das candidaturas de laranjas revelado pela Folha.

O PSL é o partido do presidente da República, Jair Bolsonaro. Os mandados foram autorizados pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado, atendendo pedidos da polícia e do Ministério Público. 

A casa de Bivar no Recife e a sede do partido estão entre os alvos. O parlamentar ainda não se manifestou sobre a operação. Endereços de três candidatas, Maria de Lourdes Paixão, Érika Santos e Mariana Nunes, e de duas gráficas, Itapissu e Vidal, bem como seus representantes, também tiveram busca e apreensão.

O laranjal do PSL, como ficou conhecido, foi revelado pela Folha em uma série de publicações desde o início do ano. A PF abriu investigações após as reportagens. O esquema deu início a uma crise na legenda e tem sido um dos elementos de desgaste entre o grupo de Bivar e o de Jair Bolsonaro, que ameaça deixar o partido. 

Em fevereiro, o jornal mostrou que o grupo de Bivar criou uma candidata de fachada em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018.

Maria de Lourdes Paixão, 68, que oficialmente concorreu a deputada federal e teve apenas 274 votos, foi a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o país, mais do que o próprio presidente Jair Bolsonaro e a deputada Joice Hasselmann (SP), essa com 1,079 milhão de votos. 

À época, a Folha visitou os endereços informados pela gráfica na nota fiscal e na Receita Federal e não encontrou sinais de que ela tenha funcionado nesses locais durante a eleição.

Em outra reportagem, o jornal também revelou que o partido liberou R$ 250 mil de verba pública para a campanha de Érika Santos, uma assessora da legenda, que repassou parte do dinheiro para a mesma gráfica.

Ela declarou ter utilizado o restante dos recursos em uma outra empresa, uma gráfica de pequeno porte, a Vidal, de um membro do diretório estadual do PSL. Durante a eleição, Érika assessorava Gustavo Bebianno, presidente interino da legenda, que virou ministro de Bolsonaro. Ele foi demitido em meio à repercussão do caso.

A Vidal foi a empresa que mais recebeu verba pública do partido em Pernambuco nas eleições. Sete candidatos declararam ter gasto R$ 1,23 milhão dos fundos eleitoral e partidário na gráfica Vidal, que nunca havia participado de uma eleição e funciona em uma pequena sala na cidade de Amaraji, interior de Pernambuco.

Na semana passada, Bolsonaro detonou a crise ao falar que Bivar está "queimado pra caramba". Instalado o conflito, o líder da legenda devolveu um tom abaixo: "Não estamos em grêmio estudantil. Ele pode levar tudo do partido, só não pode levar a dignidade".

Segundo reportagem da Folha publicada no início deste mês, um depoimento e uma planilha obtidos pela Polícia Federal sugerem que recursos de esquema de candidaturas laranjas do PSL foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, a campanha do presidente e do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio —indiciado pela PF e denunciado pelo Ministério Público por três crimes no esquema dos laranjas. 

Marionetes
A operação desta terça-feira ganhou o nome de Guinhol, fazendo referência a um marionete, personagem do teatro de fantoches criado no século 19. A polícia apura se as candidatas foram criadas apenas para a movimentação de recursos de forma ilegal.

Segundo nota da Polícia Federal, as medidas buscam esclarecer se houve "burla ao emprego de recursos" de recursos às candidatas mulheres, "havendo indícios de que tais valores foram aplicados de forma fictícia objetivando seu desvio para livre aplicação do partido e seus gestores". 

Ainda de acordo com o texto, o inquérito apura as práticas de três crimes, "pois representantes locais de determinado partido político teriam ocultado/disfarçado/omitido movimentações de recursos financeiros oriundos do fundo partidários, especialmente os destinados às candidaturas de mulheres, após verificação preliminar de informações que foram fortemente difundidas pelos órgãos de imprensa nacional".

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook

Receita paga o 5º lote de restituição do Imposto de Renda a 49 mil cearenses nesta terça-feira (15)

A Receita Federal creditará R$ 74,5 milhões em contas bancárias de 49.531 cearenses referentes ao 5° lote de restituição do Imposto de Renda 2019. O montante estará disponível a partir desta terça-feira (15), no site do órgão.

Do número total de contas bancárias contempladas, 47.948 são de declarações de pessoas físicas entregues em 2019, totalizando R$ 70,935 milhões. A correção é feita pela taxa Selic de 3,54%.

Para 1.583 declarações referentes a declarações entregues entre 2018 e 2009, que totalizam R$ 3,61 milhões, o índice de atualização monetária pela taxa Selic varia entre 9,70% (2018) e 99,75% (2009).

Serviço
Para consultar a restituição, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet. Usuários de tablet ou smarthphone também podem baixar o aplicativo “Pessoa Física”, que permite a consulta da restituição ou, ainda, telefonar para o Receitafone 146.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

15 de outubro

Dia do Professor (foto).

1582 - Primeiro dia do calendário gregoriano, introduzido pelo Papa Gregório XIII.
1815 - Napoleão Bonaparte é exilado para a ilha de Santa Helena (território).
1940 - Lançamento do filme O Grande Ditador, de Charles Chaplin.

Nasceram neste dia…
1844 - Friedrich Nietzsche, filósofo alemão (m. 1900).
1908 - John Kenneth Galbraith, economista estado-unidense (m. 2006).
1915 - Antônio Houaiss, escritor, filólogo, lexicógrafo e ensaísta brasileiro (m. 1999).

Morreram neste dia…
1389 - Papa Urbano VI (n. 1318).
1917 - Mata Hari, dançarina neerlandesa executada por espionagem (n. 1876).
2000 - Konrad Bloch, bioquímico alemão (n. 1912).

Fonte: Wikipédia

Major Olimpio sugere que Bolsonaro interne Carlos em clínica psiquiátrica

A troca de provocações entre o senador Major Olimpio (PSL-SP) e o vereador carioca Carlos Bolsonaro teve continuidade hoje. Em declaração publicada pelo site da revista "Época", o senador sugeriu ao presidente Jair Bolsonaro internar o filho em uma clínica psiquiátrica.

"O presidente precisava providenciar a internação psiquiátrica para ele. Não tem outra medida. Mas isso é questão de família", disse.

Na mesma entrevista publicada pela Época, Major Olímpio ainda ameaçou processar Carlos Bolsonaro caso as ofensas continuem.

"Quando as ofensas chegarem ao ponto de eu judicializar, eu o farei. São molecagens irresponsáveis que já derrubaram ministro, arrebentaram com fiéis aliados de Bolsonaro. Um péssimo exemplo para o país. Mas comigo o papo vai ser outro. Eu não vou me intimidar por se tratar de filho do presidente. Que se dane", disse.

Olimpio x filhos de Bolsonaro
Em entrevista ao UOL na última semana, Olimpio acusou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Bolsonaro, de participar de uma "conspiração" para minar o PSL e assumir o controle da legenda. Os dois travam uma disputa particular pelo comando do partido em São Paulo.

Na noite de sexta, Eduardo respondeu dizendo que "roupa suja se lava em casa" e que Bolsonaro o advertiria se estivesse causando problemas.

"No momento em que eu estiver atrapalhando, acho que é o próprio presidente que vai puxar minha orelha", afirmou.

Líder do PSL no Senado, Major Olimpio também defendeu que seu colega de bancada e outro filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), deixe o partido. Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, teve movimentações atípicas milionárias em sua conta quando trabalhava no gabinete de Flávio quando este era deputado estadual no Rio.

Já no domingo, o bate-boca foi com Carlos Bolsonaro, que chamou Major Olimpio (PSL-SP) de "bobo da corte" pelo Twitter. Na sequência, Olimpio respondeu e voltou a chamar os filhos do presidente de "príncipes".

Carlos Bolsonaro já havia feito uma crítica pública a Major Olimpio na terça-feira (8), quando o senador declarou que uma eventual saída de Bolsonaro do PSL seria como "morar sozinho e fugir de casa".

"Com todo respeito ao Major Olímpio. Lembro exatamente como foi sua campanha para senador e dos detalhes no hospital, mas que fazem parte da vida pública. Fico estarrecido da maneira como este senhor trata o presidente hoje! Ninguém é imune a críticas, mas meu Deus! É surreal", escreveu o vereador no Twitter.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Secretaria de saúde do estado realizará planejamento no Cariri

Na terça e quarta-feira, 15 e 16 de outubro, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) realizará o Planejamento Regional em Saúde do Cariri. O encontro será em Juazeiro do Norte. Em pauta, o cenário situacional e os processos de organização das ações e serviços nas Regiões de Saúde.

Estarão presentes o secretário da Saúde, Carlos Roberto Rodrigues Martins Sobrinho (Dr. Cabeto) e o secretário executivo de Vigilância em Saúde, Marcos Gadelha. Além dos gestores, o encontro terá a participação de técnicos da Sesa e dos municípios, coordenadores regionais de saúde, prefeitos e secretários de saúde dos 45 municípios que integram a Macro Cariri e representantes do Ministério da Saúde e do Conselho Estadual de Saúde.

O Planejamento tem como objetivo organizar as ações e serviços de saúde no âmbito regional, com apoio à Governança Regional, impulsionando o desenvolvimento dos territórios na perspectiva de equidade em serviços de saúde no Estado do Ceará.

“Minha principal tarefa hoje é trabalhar a regionalização de saúde, tentar organizar as redes de atenção e regiões do Estado. As macrorregiões de saúde vão ficar organizadas no sentido de a gente fortalecer, pois o Estado vai entrar para estabelecer essa equidade entre as regiões”, ressalta Marcos Gadelha.

Serviço:

Planejamento Regional em Saúde do Cariri

Data: terça-feira, 15 de outubro
Horário: 8h30 às 17 horas
Local: Imperial Palace Hotel – Av. Leão Sampaio, km 04 (Rodovia Juazeiro do Norte/Barbalha), Juazeiro do Norte – CE

Data: quarta-feira, 16 de outubro
Horário: 8h30min, às 17 horas
Local: Cerest – Rua Tabelião João Machado, 195, Santa Tereza, Juazeiro do Norte

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Queda no número de abelhas vem afetando produção de mel no CE

Mais de 80 milhões de abelhas são mortas por ano no Ceará. O número representa quase nove vezes a população do Estado, 9,1 milhões segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse “inseticídio”, como definem os apicultores, está ocorrendo, majoritariamente, na capital cearense, no período entre outubro e dezembro, quando a estiagem começa a se estender pelo Interior e elas migram à procura de alimento e água. O alerta é feito pelo presidente da Câmara Temática do Mel do Ceará, Vinícius Carvalho. A redução de população de abelhas acaba diminuindo a produção de mel cearense.

Nos últimos cinco anos, Carvalho tem coletado esses dados junto à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS).

A migração ocorre de várias regiões, principalmente do Sertão Central e de localidades serranas próximas à capital, segundo Vinícius. 

“O principal problema é o desconhecimento da população. Quando algum enxame pousa ao lado de uma residência, prédio ou condomínio, a maioria das pessoas aciona o Corpo de Bombeiros, que, sem treinamento específico, elimina as abelhas. Apenas 1% das pessoas liga para a nossa Câmara, informando sobre a necessidade de capturar os enxames”, ressalta Carvalho.

As opções apontadas por ele para solucionar o problema são a consolidação de uma parceria entre o Corpo de Bombeiros e o órgão estadual responsável pela assistência aos apicultores – a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) –, e a formação de uma equipe de bombeiros para executar corretamente o trabalho de remoção quando a corporação for acionada. Treinados os profissionais de segurança não correrão riscos, assim como, também, os moradores e as abelhas.

Cuidados especiais
Especialista em apicultura, o criador Vicente Camelo corrobora a perspectiva. “Sem a habilidade correta, os bombeiros simplesmente eliminam as abelhas utilizando espuma, inseticidas ou fogo mesmo, quando for o caso, essa é a rotina”, explica Camelo.

Ele reconhece, entretanto, que o processo de manejo é complexo. É preciso haver um local de destino para os enxames. Como nenhum órgão público oferece essa opção, Camelo realiza o serviço com uma equipe própria, mas há um custo financeiro para o deslocamento e os equipamentos. Varia de R$ 300,00 a R$ 400,00. As abelhas são direcionadas a um apiário em Aquiraz, com 40 colmeias.

Para solucionar o problema, o presidente da Câmara de Mel do Ceará propõe a colaboração entre a Adece, os produtores e o Corpo de Bombeiros. “Vamos sugerir ao Governo a criação de um grupo de trabalho com profissionais especializados para capacitar bombeiros militares e auxiliá-los na transferência dos enxames”, ressalta Carvalho.

Reunião
Ainda em outubro, a Adece deverá promover reunião entre os produtores </MC> cearenses de mel e os bombeiros. “A Adece já está encampando essa ideia de colaboração no Ceará. A reunião virá para viabilizarmos o processo de remoção dos enxames. Se houver a necessidade de recursos financeiros, vamos buscar junto ao Estado”, destacou o presidente da Adece, Eduardo Neves. Ele ainda acrescentou que as eliminações de abelha só ocorrem em “situações extremas”.

Por Alex Pimentel

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

14 de outubro

1905 - É fundado o Sevilla Fútbol Club.
1947 - Chuck Yeager atinge a velocidade do som no avião experimental Bell X-1.
1964 - Martin Luther King Jr. torna-se a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz.

Nasceram neste dia…
1663 - Jaime II de Inglaterra (m. 1701).
1894 - E. E. Cummings, poeta estadunidense (m. 1962).
1927 - Roger Moore (foto), ator britânico.

Morreram neste dia…
1916 - Manuel de Melo Cardoso Barata, político brasileiro (n. 1841).
1959 - Errol Flynn, ator estadunidense (n. 1909).
1997 - Harold Robbins, escritor estadunidense (n. 1916).

Fonte: Wikipédia

Addthis