Como FHC enganou o país - Por: Palmério Dória*

Muito antes das expressões "bullying" ou "assédio moral" se tornarem corriqueiras, pude comprová-las na pele. Inicialmente na forma de sutis consultas, telefonemas despretensiosos, convites para almoços ou cafés.

Eu, o saudoso Sérgio de Souza, o grande editor de Caros Amigos, e todos os colegas envolvidos na apuração da histórica matéria que revelaria ao Brasil a proteção da imprensa a Fernando Henrique Cardoso no caso de seu filho de 8 anos com Miriam Dutra, jornalista da Rede Globo.

Era o verão de 2000. Entre a definição da pauta, em fevereiro, e a publicação da reportagem que entrou para a história do jornalismo independente em nosso país, em abril, meu caráter foi submetido a leilão. Reportagem, aliás, classificada pelo jornalista Ricardo Setti ainda outro dia no Roda Viva como "irresponsável", sem qualquer contestação dos colegas ali reunidos.

Instalado, durante todo o mês de março, num hotel de luxo dos Jardins, o lobista Fernando Lemos ofereceu dinheiro, empregos, sinecuras e distribuiu ameaças. Tudo para que a tal reportagem não fosse publicada. Eu (ou meus companheiros de Caros Amigos) poderia ter ficado rico, me tornado alto funcionário da Petrobras (como propuseram, e hoje "defendem" a Petrobras), resolvido os crônicos problemas de caixa de Caros Amigos ou o que pedisse. Tudo me foi oferecido, sem rodeios.

Contei tudo isso em detalhes no livro "O Príncipe da Privataria" com Mylton Severiano, outro mestre soberano (Geração Editorial, várias edições), responsabilizei o lobista Fernando Lemos, cunhado de Miriam Dutra e "operador" de FHC, em inúmeras matérias aqui e acolá. Uma delas, em 27 de junho de 2011, no Brasil 247, sob o título A Última Exilada, com o qual Miriam Dutra hoje se apresenta. De nada.

Nem Lemos (morto em 2012), nem FHC, nem Miriam me processaram. Fernando Lemos morreu biliardário e não se deu ao trabalho de gastar um mísero centavo para tentar provar que seu comportamento, por mim relatado, não havia sido nefasto e corruptor. Enfim, faz 16 anos e estou sentado, na cadeira de balanço, debaixo da jaqueira, na curva do rio e sequer uma interpelação judicial.

Com um atraso de exatos 15 anos e 10 meses, Miriam Dutra resolve contar o que revelamos no outono de 2000. Antes tarde do que nunca.

Hoje, nas páginas da Folha – que à época, em discreta nota na coluna Painel justificou seu tumular silêncio, apelando para a surrada tese de que seria uma questão relativa à vida pessoal de FHC e de sua ex-amante - explode a entrevista bombástica de Miriam. Está tudo lá. Um repeteco ampliado e pormenorizado do que há 16 verões publicamos diante do silêncio indecente da grande imprensa.

E há acréscimos importantes: aparece uma das tais empresas nas Ilhas Cayman que arrepiam as penas do tucanato; o nome da Brasif, empresa detentora do negócio bilionário dos Free-shop nos aeroportos fazendo favor financeiro ao presidente da República (imaginem se fosse o Lula); as contas recheadas de FHC em bancos no exterior; a bolsa família paga com dinheiro arrecadado pelo lobista entre empresários que tinham relação promíscua com o governo de FHC; a relação lodosa com o filho que ele teria reconhecido e não teria reconhecido; um apartamento de milhares de euros na cara Barcelona presenteado ao filho que é filho e não é filho; a grave declaração de Miriam de que houve fraude no exame de DNA (quem comprou um Congresso Nacional para se reeleger não compraria um funcionário de laboratório?) Entra na dança Mario Sergio Conti, aquele que entrevistou o sósia do Felipão como se fosse o próprio treinador em plena Copa do Mundo, que em 2000 me brindou com impropérios pelo telefone. Agora como o jornalista que usou sua condição de diretor de redação de Veja para lançar um cortina de fumaça sobre a gravidez da jornalista, em conluio com Fernando Henrique, além engavetador-geral de matérias.

Resta uma pergunta à própria imprensa, aos justiceiros do Ministério Público, aos irrequietos delegados da Polícia Federal, aos plutocratas de São Paulo que viajam em seus jatinhos até Nova York e vestem seus smokings cheirando naftalina em regabofes cafonas organizados pelo João Dória (pausa para sonora e gostosa gargalhada) para louvar o presidente que quebrou o Brasil três vezes; às "senhoras" de Higienópolis; aos Marinho, aos Frias, aos Saad e aos falidos Civita e Mesquita, além dos patéticos paneleiros de todo o Brasil:

Vocês não se envergonham de dizer que não sabiam de tudo isso?

Lembra aquela foto do FHC pedante, imperioso, deslumbrado. "Umbigo delirante" (licença, Millôr). Retrato em branco e preto de alguém que não amadureceu. Apodreceu. Muito longe do cicerone de Sartre no Brasil dos anos 50, ou do exilado no Chile, ou do aplicado professor auxiliar do mestre Florestan Fernandes.

Não se pode negar que FHC enfim caiu na boca do povo. Não enganou só Dona Ruth. Nem só a amante, por ele abandonada. Ele enganou todo um país.

*Jornalista e escritor, autor do livro “O Príncipe da Privataria”

Fonte: Brasil 247

Curta nossa página no Facebook



Assaré (CE): Polícia prende comerciante acusado de “surrupiar” dinheiro de beneficiários do INSS

O comerciante Francisco Felipe da Silva, de 40 anos, conhecido como “Chico Granja”, foi preso por policiais civis de Assaré com alguns cartões de beneficiários do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Ele mora no Sítio Lagoa São José na zona rural daquele município e é dono de um bar conjugado a uma pequena casa de eventos. O mesmo é suspeito de fazer os saques mensais de benefícios de aposentados e pensionistas e não repassar o dinheiro na sua totalidade.

Denúncias anônimas chegaram à Delegacia de Polícia de Assaré dando conta que “Chico Granja” detinha cartões e senhas de alguns beneficiários idosos e deficientes e acrescentando que um destes vivia em condições inóspitas e estava passando fome. Policiais civis foram até o Sítio Lagoa São José para fazer averiguações a partir de um casebre onde mora o aposentado identificado como “Seu Vicente”. De acordo com um dos inspetores, a situação era crítica.

O beneficiário se encontrava adoentado numa cama, demonstrando sinais de fraqueza e este informou que estava há alguns dias sem se alimentar. Os policiais perguntaram sobre o benefício do INSS e o aposentado falou que o cartão “vivia com Chico que tirava o dinheiro do seu aposento há anos”. Segundo as averiguações, o que retornava era uma pequena quantidade de alimentos insuficiente para o mês inteiro.

A peregrinação dos policiais continuou e, perto dali, a deficiente visual identificada como “Dona Maria” vivia uma situação semelhante. Além dela, o seu filho que é doente mental e os inspetores disseram que ficaram “chocados com o quadro de total abandono”. Após as constatações, foram ao encontro de Chico o qual tinha cartões e documentos de beneficiários, mas garantiu que tinha a procuração deles para retirar os benefícios o que não ficou comprovado quando recebeu voz de prisão.

Ele e as vítimas foram levados para a Delegacia de Polícia de Assaré, onde Chico terminou autuado para responder por crimes previstos no Estatuto do Idoso e no Estatuto da Pessoa com Deficiência, sendo recolhido à cadeia pública local e estando à disposição da Justiça. São muitas as denúncias de situações parecidas e a polícia disponibilizou o e-mail policiacivilassare@hotmail.com a fim de que tais crimes possam ser delatados ou ainda pelo telefone: 3535.1957.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

Curta nossa página no Facebook



STF manda soltar senador Delcídio do Amaral

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou nesta sexta-feira (19) a prisão preventiva do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso desde novembro após ser gravado oferecendo fuga para que ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró não fizesse delação.

O ministro, relator dos processos da Operação Lava Jato no STF, determinou recolhimento domiciliar no período noturno e dias de folga, enquanto no pleno exercício do mandato de senador. Assim, Delcídio poderá comparecer normalmente às sessões do Senado.

Caso afastado ou cassado do cargo, Delcídio deverá ficar em recolhimento domiciliar integral até nova demonstração de ocupação lícita.

O petista também deverá comparecer a cada 15 dias perante a Justiça, bem como a todos os atos do processo, caso requisitado.

Ele também está proibido de deixar o país -- o passaporte do petista deverá ser entregue em até 48 horas. Delcidio está preso em Brasília há 87 dias.

Em sua decisão, Zavascki considerou ser “inquestionável” que o “quadro fático é bem distinto” daquele que possibilitou a prisão.

“Os atos de investigação em relação aos quais o senador poderia interferir, especialmente a delação premiada de Nestor Cerveró, já foram efetivados. E o Ministério Público já ofereceu denúncia contra o agravante. Assim, conforme reconhece expressamente a manifestação do Ministério Público, a medida extrema já não se faz indispensável, podendo ser eficazmente substituída por outras medidas alternativas”, escreveu o ministro em seu despacho.

O ministro também converteu a prisão preventiva do ex-chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira, em recolhimento integral até que ele comprove um trabalho lícito.

Defesa
Na última terça, advogados do senador entregaram a defesa do parlamentar ao STF, que pede a anulação da gravação feita por Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró.

Os advogados alegam que a prova é fruto de uma "armadilha". Os advogados pedem que o tribunal rejeite a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República contra o senador.

A PGR também afirmou, no pedido da prisão de Delcídio, que o parlamentar chegou a oferecer R$ 50 mil mensais para Cerveró em troca de o ex-diretor não citá-lo na delação premiada.

Na defesa entregue ao STF, os advogados de Delcídio afirmam que o senador "jamais pretendeu perturbar" as investigações e que Bernardo Cerveró marcou uma reunião para levar o parlamentar a uma "armadilha".

A defesa alega ainda que Bernardo Cerveró agiu como um "agente infiltrado" ao gravar a conversa com Delcídio, o que deveria ter sido autorizado judicialmente, segundo os advogados.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



Conheça os sintomas da infecção pelo zika vírus

O zika vírus é um agente transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e cuja infecção em gestantes pode resultar em malformações fetais como a microcefalia e a artrogripose. Hoje considerada uma epidemia no Brasil, o Zika vírus costuma causar sintomas muito leves durante sua infecção. "Se não fosse o perigo que ele representa para os bebês, certamente ele passaria como uma doença pouco sintomática, com um quadro curto e simples", considera o infectologista Gabriel Cuba, especialista do Hospital 9 de Julho (SP).

Principais sintomas do zika vírus

No entanto, é sempre importante estar atento aos sintomas do Zika vírus, para buscar os cuidados adequados. O tratamento é focado em amenizar os sinais da doença, já que não há medicamentos que eliminem o vírus em si, esse trabalho é deixado para as células imunes do corpo. Veja os sintomas mais característicos da infecção pelo Zika vírus.

Febre baixa
O primeiro sintoma de toda doença causada por vírus é a febre, e o Zika vírus sempre se caracteriza por uma febre mais baixa, normalmente menor do que 38°C, isso inclusive ajuda a diferenciá-la de outras doenças virais, como a dengue e a febre chikungunya. "Isso ocorre porque o Zika vírus costuma ser menos agressivo ao organismo, como a febre é uma reação natural do corpo para matar os antígenos, a febre que ele causa é menos exuberante", afirma o infectologista Dalcy Albuquerque, membro da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Vermelhão na pele 
Outro sintoma característico do zika vírus é o vermelhão na pele, chamado tecnicamente de exantema ou rash cutâneo. Ele normalmente aparece quatro dias após a febre. "São pequenas bolinhas vermelhas com leves elevações e que quando muito próximas se unem, formando uma vermelhidão que preenche várias partes do corpo, predominantemente nos braços, pernas e tronco", descreve o infectologista Max Igor Lopes, do Hospital Santa Catarina (SP). Normalmente os exantemas costumam coçar e são tratados com medicamentos como anti-histamínicos, mas nem sempre eles fazem efeito. Por sorte, é um dos sintomas finais do Zika vírus, e só dura cerca de três ou quatro dias.

Olhos vermelhos e inchados 
Além dos vermelhões na pele, o Zika vírus costuma causar uma vermelhidão nos olhos, chamada por muitos especialistas de uma conjuntivite. Para o infectologista Albuquerque, no entanto, esse sintoma é um pouco diferente da inflamação tradicional da conjuntiva. "Na infecção por Zika vírus os olhos não ardem e nem há um aumento da secreção, tornando o quadro um pouco diferente", diferencia o especialista.

Dor e inchaço nas articulações
O Zika vírus não costuma atacar muito as articulações. "Quando isso ocorre, as dores são menos intensas e atacam várias articulações, desde as pequenas (como as dos pés e mãos) até as maiores (tais quais o joelho, cotovelo e quadril), sem um padrão", considera o infectologista Cuba.

Dor de cabeça 
As dores de cabeça causadas pelo zika também costumam ser menos intensas do que na dengue ou na febre chikungunya, mas podem sim parecer em alguns pacientes. No caso, ela costuma ser atrás dos olhos. "O mal-estar causado pelo Zika vírus é bem menor do que na dengue, por exemplo", considera Albuquerque.

Ordem dos sintomas 

Normalmente a pessoa começa apresentar os sintomas do Zika vírus após cerca de sete dias, que é o período em que o vírus fica incubado. "Começa com a febre e algumas dores no corpo, e só depois de dois a três dias é que as manchas avermelhadas e o olho vermelho aparecerá", descreve Albuquerque.

Quadros assintomáticos de zika vírus

O maior problema é que podem haver casos de Zika vírus assintomáticos. Não se sabe ao certo por que isso ocorre, mas provavelmente é uma característica individual de cada organismo. "Isso varia conforme a capacidade do corpo de responder contra uma infecção e contra determinados agentes, alguns sistemas imunológicos conseguem matar alguns vírus mais rapidamente do que outros", ressalta Lopes.

Mas não se sabe ainda qual porcentagem da população pode estar infectada com o Zika vírus sem apresentar sintomas. "A doença ainda é muito nova por aqui, e você só consegue ter esse dado fazendo exames que pesquisam anticorpos específicos contra o vírus em diversas pessoas e perguntando a elas se lembram de ter tido sintomas do Zika vírus nos últimos seis meses, o que não consiste em um sistema confiável", descreve o especialista.

O problema dos casos assintomáticos é quando isso acontece com gestantes. Ao apresentarem a infecção sem os sintomas, não há sinalização de que o feto corre o risco de apresentar malformações, portanto ele pode não receber o acompanhamento adequado no pré-natal.

Diferencie os sintomas do Zika vírus, dengue e chikungunya

Os sintomas da do Zika vírus, dengue e chikungunya são basicamente os mesmos, o que muda é a intensidade de cada um. Enquanto no zika vírus o exantema e os olhos vermelhos são mais característicos, as outras doenças apresentam outras características. "A chikungunya apresenta dores nas articulações mais fortes, que chegam a ser incapacitantes e também pode apresentar manchas pelo corpo, mas de menor intensidade. Já a dengue tem febre mais alta, além de trazer mais cansaço e abater mais o paciente", diferencia Gabriel Cuba.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Vigilância Sanitária intensifica orientações no combate à "virose da mosca"

Em virtude da chamada "virose da mosca", a Coordenação da Vigilância Sanitária do município do Crato vem intensificando o trabalho de fiscalização aos estabelecimentos que comercializam alimentos.

Na quinta-feira, 18, a equipe da VISA visitou os boxes localizados na Praça da Sé, onde orientou os vendedores na questão da manipulação dos alimentos.

De acordo com Arlene Sampaio, coordenadora da VISA, todas as fiscalizações possuem caráter educativo e nela são repassadas as orientações da RDC 216, que dispõe sobre as boas práticas de manipulação de alimentos.

"Nos preocupamos em repassar essas orientações para que eles apliquem e cumpram a legislação. Caso eles não cumpram, e a vigilância encontre irregularidades, serão notificados de acordo com o que for encontrado e poderá ser dado prazos para se adequarem. Caso não sejam sanadas as irregularidades, eles responderão por infringir a legislação sanitária", explicou Arlene.

A coordenadora ressaltou também que esse trabalho é feito constantemente, e não somente por causa da "virose da mosca".

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



UFCA abre concurso para 13 professores efetivos

A Universidade Federal do Cariri, por meio da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, lança nesta quinta-feira, 18, cinco editais que visam à seleção de professores do magistério superior. São 13 vagas para candidatos que atuarão no Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB), Centro de Ciências e Tecnologia (CCT), Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), Instituto de Formação de Educadores (IFE) e Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Arte (IISCA).

As inscrições podem ser feitas por meio da Plataforma Forms, com taxas que variam entre R$ 160,00 (candidatos mestres) e R$ 227,43 (doutores). Todos atuarão sob regime de dedicação exclusiva. As remunerações chegam a R$ 6.403,98 e R$ 9.097,50.

Inscrições de 18/02 a 05/03
De 18 de fevereiro a cinco de março, estão abertas inscrições para selecionar uma vaga, com titulação de mestre, destinada ao setor de estudo “Construção Civil: Instalações prediais e técnicas de construção”, sob edital nº 08/2016. No mesmo período, também poderão ser efetuadas inscrições para concorrer à vaga de um professor mestre, conforme edital nº 06/2016, que atuará na área “Gestão Pública e Políticas Públicas”.

De acordo com o edital nº 05/2016, cinco vagas atenderão o Instituto de Formação de Educadores, distribuídas entre os setores de estudo “Estudos Educacionais Básicos”, “Matemática”, “Biologia Vegetal e Animal”, “Física Geral e Ensino da Física” e “Química”. Os participantes do certame devem apresentar titulação de doutor.

Inscrições de 24/02 a 07/03
Já no período de 24 de fevereiro a 07 de março, os interessados podem inscrever-se para os concursos regidos pelos editais nº03/2016 e 04/2016, que ofertam seis vagas. Uma delas atenderá a área de “Agrometeorologia e Hidrologia”, na qual o docente aprovado deverá comprovar a titulação de doutor.

As outras cinco vagas serão para mestres que lecionarão sobre “Canto coral e Técnica Vocal”, “Acordeom, Percepção e Solfejo”, “Percussão e Educação Musical”, “Flauta doce e Educação Musical”, “Composição, Regência e Semiótica”, com uma vaga para cada setor mencionado.

Editais, cronogramas e outras informações referentes aos processos seletivos estão disponíveis na página Concursos e Seleções.

Curta nossa página no Facebook



Lana Del Rey - Summertime Sadness





Fósseis da Chapada do Araripe revestem muros de residências em Recife

Fósseis de peixes, folhas e insetos são encontrados em muros de prédios e casas na zona norte de Recife, em Pernambuco. Em apenas um quarteirão, o veterinário e diretor do Instituto Baobá, Alberto Campos, conseguiu achar os materiais em nove residências da avenida Malaquias. Os registros pré-históricos são extraídos do sertão do Ceará, Pernambuco e Piauí.

As rochas, chamadas de pedra Cariri, datam de aproximadamente 120 milhões, segundo o mestrando de Paleontologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Rudah Duque. “Essas pedras são comuns em cidades de interior, o pessoal usa muito nas calçadas. Os peixes, por exemplo, são da espécie Dastilbe e vêm da Chapada do Araripe. Em construções é mais fácil encontrar esses animais menores, com esqueletos conservados".

A procura de Alberto pelos fósseis começou com uma brincadeira com os três filhos e, após encontrar 15 peixes e uma asa de inseto em apenas um prédio, ele resolveu publicar o relato no Facebook. A postagem viralizou na rede social e deu visibilidade à extração desenfreada de fósseis. "Não existe comoção social para acabar com esse comércio. Em Recife, todas as casas que vendem materiais de construção comercializam abertamente essas pedras", disse.

O veterinário, que é neto do contista cearense Moreira Campos, lembra a primeira vez que viu um dos fósseis. "Há uns 25 anos vi os fósseis do Ceará e não fazia ideia da proporção daquilo. São materiais que a gente pode encontrar facilmente não só em Fortaleza e Recife, mas no Brasil todo. A fiscalização faz vista grossa. É a nossa história decorando muros”, lamenta.

A venda de fósseis é proibida no Brasil e, segundo Decreto-Lei 4.146 de 1942, a extração de espécimes fósseis depende de autorização prévia e fiscalização do Departamento Nacional da Produção Mineral, do Ministério da Agricultura (DNPM). O POVO Online procurou o departamento na última terça-feira, 16, mas ainda não obteve resposta.

A Polícia Federal do Ceará foi procurada na terça, mas até o momento também não respondeu as informações sobre a saída irregular de fósseis do Estado.

Patrimônio da humanidade
O paleontólogo e professor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Álamo Feitosa Saraiva, calcula 92 frentes de exploração do calcário laminado somente entre Nova Olinda e Crato. "A grande maioria tem licença do DNPM, mas não há obrigatoriedade de um paleontólogo para acompanhar essa exploração, o que é um problema gravíssimo. E o órgão não tem capacidade para fazer a fiscalização de 12 km² entre os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí".

Segundo ele, há uma preocupação do órgão quanto à fiscalização de ouro, diamante, estanho, ferro e esmeralda, que geram retorno financeiro. "Essa visão faz com que o patrimônio científico e cultural vá parar no estrangeiro, porque lá tem valor, os fósseis podem ser comprados, as pessoas pagam para entrar nos museus, que são muito visitados", afirma.

As rochas calcárias são retiradas em grande escala da Chapada da Araripe, que possui uma série de fatores especiais para a perfeita preservação dos fósseis. "É um tesouro nacional, aqui foi criado o primeiro Geopark das Américas. Desde o século passado é conhecido como um patrimônio da humanidade de excelência".

Além da baixa energia da água, que evitava a destruição dos cadáveres, as rochas da área não sofreram transformações . "Pela quantidade e diversidade de preservação, é como se a Medusa [personagem mitológico] tivesse vindo para cá", diz o pesquisador.

Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook



13 famosos que você não vai acreditar que ficaram pobres

1. Mike Tyson
O boxeador acumulou mais de US$ 400 milhões ao longo de sua carreira, sendo que US$ 60 milhões foram dos grandes combates contra Evander Holyfield e Lennox Lewis – ambos perdidos por ele, diga-se de passagem. Porém, em 2003, Tyson estava com uma dívida de US$ 23 milhões por causa de um divórcio e de impostos em atraso. Ele precisou declarar falência.

2. Pamela Anderson
Diva da “Playboy” e da série “SOS Malibu”, nos anos 90, Pamela Anderson teve diversos problemas com os impostos norte-americanos e precisou vender inúmeros bens adquiridos no auge do sucesso.

3. Wesley Snipes
Em 2008, o ator de “Blade” foi acusado de sonegação de impostos e acumulou uma dívida de US$ 12 milhões. Ele foi condenado a três anos de prisão por conta disso.

4. Chris Tucker
No final dos anos 90, Tucker era uma grande estrela por conta da trilogia “A Hora do Rush”, ao lado de Jackie Chan. Ele se tornou um dos atores mais bem pagos em Hollywood, mas não soube administrar a grana e ficou devendo US$ 14 milhões em impostos e US$ 4 milhões ao banco Sun Trust.

5. Nicolas Cage
Entre 1996 e 2011, Cage acumulou uma fortuna de US$ 150 milhões. Porém, ele torrou a bufunfa em casas, carros e barcos, acumulando uma dívida incalculável.

6. Lindsay Lohan
Mesmo com uma carreira que começou na infância, Lindsay não soube administrar o dinheiro ao longo de vida e ostentou muito mais do que realmente podia. Ela deve US$ 600 mil no cartão de crédito e US$ 300 mil em impostos.

7. Kim Basinger
Ao desistir de um filme, Kim foi obrigada a pagar uma multa contratual de US$ 8 milhões – muito mais do que ela havia acumulado ao longo da carreira. Ela conseguiu reduzir essa dívida para US$ 3 milhões, mas mesmo assim passou por problemas depois desse caso.

8. Brendan Fraser
Mesmo com vários sucessos no currículo, Fraser passou por maus bocados após o divórcio, em 2007. Ele chegou a atrasar a pensão dos filhos alegando que não tinha dinheiro para fazer os pagamentos.

9. Toni Braxton
A cantora de “Unbreak My Heart” pediu falência duas vezes! A primeira em 1998, depois de acumular uma dívida de quase US$ 4 milhões. Na época, vendeu até alguns dos prêmios que conquistados durante a carreira. Em 2010, a coisa piorou de vez, devido ao divórcio, à descoberta da doença lúpus e ao tratamento de um filho com autismo.

10. Roy Rossello
Apesar de ter explodido nos anos 80 com a boyband Menudo, Rossello passou por várias necessidades depois do sucesso. Ele chegou a vender bijuterias em um shopping em Campinas (SP) e tentou a sorte no reality show “A Fazenda 7”, da Record.

11. Ricardo Costa
Costa fez muito sucesso com o grupo Polegar, aqui no Brasil, e chegou a fazer inúmeros shows por mês no auge da fama. Porém, com o sucesso cada vez mais distante, Costa passou por inúmeros problemas pessoais e chegou a pedir dinheiro em seu Facebook.

12. Rubén Aguirre
O eterno professor Girafales passou por maus bocados nos últimos anos. Em 2011, ele declarou falência e precisou pedir ajuda aos amigos, como Roberto Bolaños, o intérprete do Chaves. A dívida se acumulou depois que ele precisou pagar diversas cirurgias de sua esposa, que sofreu um grave acidente automobilístico.

13. Marcos Winter
Ele já foi galã da Rede Globo, mas passou cinco anos sem nenhum papel de destaque e acumulando dívidas. Para sair do vermelho, Winter precisou vender tudo que tinha conquistado.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook


Crato (CE): Sábado é dia do programa “Falando com o Prefeito”

Neste sábado, 20 de fevereiro, pela Rádio Educadora AM do Cariri teremos mais uma edição do programa Falando com o prefeito. O prefeito Ronaldo Gomes de Mattos irá falar sobe vários temas como saúde, educação, obras em andamento na cidade e parcerias com os governos estadual e federal.

O programa terá ainda um espaço para falar sobre a Rede de Atenção Psicossocial que vem sendo montada pela Secretaria Municipal de Saúde. A população pode enviar perguntas ao programa pelo e-mail: ascomcrato1@gmail.com. O programa começa às 10 horas.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Força-tarefa busca eliminar o Aedes aegypti no Interior do CE

Para combater o Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika vírus e chikungunya, os governos federal, estadual e municipal se uniram e declararam guerra ao mosquito. As ações estão sendo desenvolvidas em todos os municípios cearenses. Essas ações, conforme explicou Moacir Tavares, coordenador do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Aedes aegypti, competem a cada município que repassa informações ao Comitê. "Estamos monitorando diariamente todos os municípios", explica. Até o momento, cerca de 60% dos imóveis do Ceará foram inspecionados, o que corresponde a mais de 1,3 milhões visitas em 45 dias de campanha. Segundo Moacir, até o fim do mês, deve atingir os 80%.

"Temos números bastante expressivos. O Ceará é o quarto Estado que mais visitou imóveis proporcionalmente e o que teve a maior participação do Brasil no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero. Mobilizamos 82% dos municípios. O Estado que ficou em segundo lugar mobilizou a metade disso", relata o coordenador. Estão envolvidos nas ações do Estado 22 mil agentes comunitários e de endemias. Somados aos soldados do Exército e voluntários, este número ultrapassa os 30 mil.

Forças Armadas
Em Aracati, na região Jaguaribara, o combate ao mosquito ganhou reforço das Forças Armadas, assim como tem acontecido em vários municípios cearenses. Soldados da Marinha e do Exército estão acompanhando os agentes da vigilância sanitária nas visitas às residências. Segundo o titular da Secretaria de Saúde do Município, Silvano Sena, "100% da área urbana já foi vistoriada". O município conta com 56 agentes de endemias e espera reforçar o quadro de agentes de saúde com aporte financeiro que será enviado pelo governo.

O reforço das Forças Armadas se justifica pelo histórico do Município. No ano passado, Aracati registrou dois casos de febre chikungunya, no entanto, o secretário ressaltou que ambos foram pessoas que contraíram a doença em outros Estados". Segundo Moacir, os homens das Forças Armadas estão sendo direcionados às localidades com maior incidência do mosquito e aos grandes centros. "Nas grandes cidades há uma maior resistência de a população abrir a porta para a entrada dos agentes, por isso a importância do Exército".

Zona Norte
O trabalho de apoio do Exército nas ações de combate ao mosquito nos municípios da região norte, se concentrou em três pontos: Sobral, Camocim e São Gonçalo do Amarante. No primeiro município, 30 militares se juntaram ao grupo de agentes de endemias e iniciaram as visitas ao bairro Expectativa, no sábado (13), logo após a abertura da campanha que mobilizou todo o Estado. O bairro é um dos mais populosos de Sobral, e segundo estatísticas da Secretaria de Saúde local, lá foram registrados 14 imóveis positivos para dengue, do total de 2.219 visitados durante monitoramento do índice de infestação em 2015. O trabalho de campo dos militares segue até a próxima sexta-feira (19), com reforço de mais 15 homens.

Em Camocim, a ajuda veio da Marinha, com cerca de 20 homens engajados às visitas domiciliares, na sede e distritos, que seguem até o fim desta semana. A ação realizada em São Gonçalo do Amarante, também na Zona Norte, teve a presença do ministro das Comunicações André Figueiredo que, ao lado de representantes do Exército, abriu os trabalhos naquele município, no sábado da campanha, quando sede e distritos foram visitados.

De acordo com o coronel do Exército Luiz Benício, o trabalho foi dividido em quatro etapas, com a primeira fase de conscientização da brigada, uma semana antes das atividades, seguida da ação do dia D, mais visitas (terceira fase) e, por último, uma grande mobilização nas escolas.

Problemas no combate
Moacir Tavares lembra, no entanto, que algumas localidades tem enfrentado problemas no combate ao mosquito. Iguatu, na região Centro-Sul do Estado, era um dos 356 municípios para ter recebido reforço do Exército para o combate e ações preventivas acerca do mosquito Aedes, desde sábado passado, Dia Nacional de Mobilização. No entanto, foi somente um representante que alegou falta de base para receber a equipe de militares.

O trabalho preventivo e de combate aos focos do mosquito permanece sendo realizado por 37 agentes de endemias, que fazem visitas domiciliares a cada 60 dias. Além da colocação de inseticida, eles orientam os moradores sobre cuidados básicos e instalam telas em caixas d'água. A Prefeitura está também realizando mutirões em bairros para limpeza de ruas, casas, distribuição de panfletos e colocação de larvicidas.

Segundo o Centro de Controle de Endemias de Iguatu, o índice médio de infestação é de 0,93%, mas há bairros e localidades rurais com taxas mais elevadas. "A nossa preocupação é nas áreas mais críticas", explicou a coordenadora local, Naiane Freire. Foi instalado o Comitê Municipal de Combate ao Mosquito Aedes aegypti que, inicialmente, faz o trabalho em instituições públicas para dar exemplo.

Paralisação
Na cidade do Crato, na região do Cariri os agentes de endemias já deixaram de realizar mais de 160 mil visitas a imóveis por falta de transporte e Equipamento de Proteção Individual (EPI). "A greve obviamente prejudica o combate. Cabe aos prefeitos sentarem com os grevistas e encontrarem uma solução o mais rápido possível", pontua Tavares.

A categoria entrou em greve em outubro de 2015, reivindicando ajuste salarial, que não ocorre há três anos; reposição dos EPIs e transporte para atender a zona rural. Após 117 dias de paralisação, "o governo municipal se comprometeu em fornecer transporte e os EPIs, aumentar a insalubridade de 25 para 40% e aumentar o salário em R$ 150", explicou o presidente da Associação, Israel Alencar. A classe aceitou a proposta.

"Optamos por voltar ao trabalho na quinta-feira (11), há quatro dias todos os agentes vêm à Secretária, mas não há transporte nem os EPIs prometidos na semana passada. É impossível trabalhar dessa forma", pondera Israel. Ele ressalta, ainda, que o pagamento de janeiro, prometido para ser quitado no início da semana, ainda não foi pago.

No sábado, Dia Nacional de Esclarecimento sobre o combate ao Aedes Aegypti, o Município realizou uma blitz educativa, alertando os cuidados a serem adotados no combate ao mosquito. Apesar de considerar a iniciativa "importante" o presidente da Associação ressalta que "para vencer o mosquito, só mesmo com o combate direto. É importante conscientizar e educar a população, mas o fundamental é ir a campo, visitar as casas, aplicar o fumacê e eliminar todos os focos. Infelizmente, 57 agentes estão impossibilitados de realizarem este trabalho", concluiu. Desde outubro, somente 30 agentes de endemias fazem os trabalhos em campo.

O secretário de Saúde, Alexandre Almino, afirmou que os EPIs já foram comprados e a Prefeitura negocia um transporte para atender às áreas rurais. Ainda segundo ele, tudo estará normalizado até a próxima segunda. Almino reconheceu os prejuízos causados pela paralisação, mas garantiu empenho para reverter o quadro. "A partir de agora, realizaremos um mutirão em todos os bairros e na zona rural para alcançarmos, até o fim de fevereiro, algo próximo a 100% das visitas", disse.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR/SUCURSAIS

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Defesa alega não haver prova contra Dilma e Temer para cassação no TSE

A defesa da presidente Dilma Rousseff alegou não haver provas contra ela e o vice-presidente Michel Temer que justifique a cassação do mandato dos dois pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para contestar uma ação do PSDB de impugnação de seus mandatos, os advogados da petista dizem que eventuais irregularidades cometidas na campanha presidencial de 2014 não indicam que ela seja responsável ou tenha se beneficiado delas.

Os argumentos estão na peça de defesa, protocolada no fim da tarde desta quinta-feira (18) junto ao TSE. A ação do PSDB acusa Dilma e Temer de abuso de poder político e econômico na disputa e, além da cassação, tem por objetivo diplomar o senador Aécio Neves (PSDB-MG), segundo colocado na eleição de 2014.

O documento foi apresentado dentro de uma das quatro ações do PSDB para cassar Dilma e Temer. Na semana passada, o vice também apresentou defesa, alegando que o pedido do PSDB revela um "sem-número de ilações" decorrentes da "derrota eleitoral", o que demostra, segundo ele, “mero inconformismo”.

Caberá agora à relatora do caso, ministra Maria Thereza de Assis Moura, iniciar a fase de “instrução do processo”, com coleta de provas, depoimento de testemunhas e manifestações do Ministério Público. Por fim, a defesa poderá novamente se manifestar antes do julgamento final pelo TSE, composto por sete ministros.

Após protocolar a defesa de Dilma, o advogado do PT Marthius Sávio Lobato disse não haver novos elementos contra presidente no no processo e afirmou que não foi encontrada nenhuma irregularidade na campanha.

“Nós demonstramos claramente que, na verdade, se trata de uma aventura jurídica. Tentativa de obter um terceiro turno, e usar o Tribunal Superior Eleitoral como palco de um ilusionismo, porque não existe a mínima prova e o mínimo elemento jurídico para proceder essa ação. Inclusive, pedimos até a extinção imediata da ação. [...] As questões todas utilizadas na ação de impugnação já foram julgadas pelo Tribunal, o que veio de elemento novo foi, eventualmente, contribuições ocorridas de 2010 até agora. Não apontou nada na campanha de 2014, então não há irregularidade. Pedimos então pela extição do processo”, declarou.

Na peça, a defesa de Dilma rebate 11 acusações do PSDB, entre elas a de que recebeu recursos oriundos de propina da Petrobras para bancar os gastos de campanha.

"Não basta a mera condição de candidatos à reeleição aos cargos de Presidente e Vice-Presidente da República para torná-los, objetivamente, responsáveis ou beneficiários de qualquer conduta praticada por quem que seja", diz a peça.

Em outro trecho da defesa, os advogados dizem que, ao protocolar a ação, o PSDB busca fazer “uso político da Justiça Eleitoral” e que tal conduta “não é inédita”.

“Inconformados com a derrota eleitoral imposta pelo voto popular e com a reeleição de Dilma e Temer, os autores buscam, em vão, a terceira tentativa de obter perante a Justiça Eleitoral aqueles inúmeros votos que não conseguiram nas urnas”, afirma.

A defesa lembra que o PSDB também tentou, sem sucesso, a rejeição das contas de Dilma e Temer; apontaram fraudes nas urnas; além de terem apresentado ações “idênticas”, com “fatos repetidos” contra a petista no TSE.

Após a divulgação da defesa de Dilma, o PSDB divulgou nota em que diz que a presidente "ataca" o partido.

"Na ausência de argumentos consistentes para sua defesa, a presidente Dilma Rousseff ataca o PSDB e agride o TSE, que existe para garantir o equilíbrio e a lisura dos pleitos eleitorais. [...] Ao invés de dispender energia mais uma vez atacando o PSDB, deveria a presidente da República dedicar-se a se defender das inúmeras e graves acusações que pairam sobre sua campanha", diz a nota.

Os advogados de Dilma também alegam que quase todas as acusações já foram analisadas em outras ações e que nenhuma delas possui “isolada ou conjuntamente, relevância ou gravidade suficiente para caracterizar abuso do poder econômico ou fraude”.

Entre as acusações, o PSDB aponta manipulação de indicadores socioeconômicos; pronunciamento na TV e rádio para propaganda; uso indevido de prédios públicos para campanha; gastos maiores que o informado; promoção da candidatura com dinheiro de sindicatos; transporte de eleitores com verba pública; mentiras no horário eleitoral; e disseminação de boatos de que Aécio acabaria com o Bolsa Família caso eleito.

Em relação à suspeita de que a campanha de Dilma teria recebido recursos desviados da Petrobras, por intermédio de doação oficial por empreiteiras envolvidas em corrupção, a defesa diz que foram apontados somente recursos recebidos pelo PT entre 2012 e 2013.

“Por que os autores não apontaram os valores recebidos daquelas empreiteiras para o financiamento da campanha de 2014? A razão é simples e conhecida por todos: as empreiteiras doaram recursos para todas as campanhas eleitorais ou pelo menos para as mais importantes, seja para as campanhas presidenciais, seja para os cargos estaduais. E doaram de forma muito significativa e substancial para as campanhas de Aécio Neves e do PSDB”, diz a peça.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



Blitze da Semace flagram dez carros poluindo acima do permitido no Cariri

A primeira operação de 2016 do Programa de Combate à Fumaça Negra na região do Cariri resultou na autuação de dez veículos e um total de 363 vistoriados. A equipe de fiscalização da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) esteve nos municípios de Barbalha, Juazeiro do Norte e Crato, entre os dias 16 e 18, respectivamente, inspecionando a intensidade de fumaça emitida pelos automóveis movidos a diesel.

O Cariri é uma região que recebe uma atenção especial da Semace com relação à realização de blitze para combater a poluição atmosférica ocasionada pelos carros, em virtude da grande frota e do intenso fluxo de caminhões, ônibus e transportes alternativos entre as cidades. Os municípios do trecho Crajubar, como é conhecido o triângulo que envolve Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, lideraram de 2012 a 2014 a média de veículos irregulares no Ceará.

Medição
Para medir a intensidade de fumaça emitida pelo veículo, a Semace utiliza a escala de Ringelmann Reduzido, composta por cinco índices colorimétricos, que representam o grau de poluição. Na oportunidade, é feita uma comparação da cor do material lançado pelo carro na atmosfera com a cartela da escala. Quando constatado que a fumaça está semelhante aos dois primeiros níveis, o automóvel é liberado. Porém, se a cor apresentada se igualar aos três últimos é aplicada uma multa, que pode variar de R$ 1,614 a R$ 6,457.

A emissão de fumaça negra proveniente dos veículos automotores do ciclo diesel é o resultado de uma combustão incompleta e está associada a problemas operacionais e de manutenção, podendo acarretar doenças ligadas ao aparelho respiratório e cardiovascular, bem como alterações no clima da terra.

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Mulher é bloqueada no Facebook por dizer que detesta ser mãe

“Fui desafiada por uma amiga a postar três fotos que mostram como me sinto feliz e orgulhosa em ser mãe.” Se você tem filhos é bem provável que tenha recebido uma mensagem como essa nos últimos dias.

A carioca Juliana Reis, 25, não só ousou rejeitar o desafio como admitiu que estava detestando ser mãe. Com fotos que mostravam seu cansaço ao amamentar o filho, ela lançou o desafio da maternidade real e pediu que outras mulheres publicassem imagens de seu desconforto e falassem sobre seus maiores medos.

“Primeiramente eu quero deixar bem claro que eu amo meu filho, mas estou detestando ser mãe. E acho que isso não vai passar nem quando ele tiver a minha idade”, escreveu ela.

Ela diz que o que detesta são as “coisas que maternidade lhe trouxe”. “Essa responsabilidade descabida de resolver tudo para ontem”, disse ao blog.

Ao Maternar, Juliana disse que rejeitou o desafio das fotos felizes por não se identificar com ele. “Não é desafiador mostrar três fotos felizes no Face com teu filho. Eu estava detestando tirar foto. Tenho poucas fotos com meu filho porque não me senti bonita o suficiente para registrar aquele momento”, afirmou ela.

Entre os problemas apontados por ela estavam desde as várias cobranças sofridas na gravidez até a decepção por não conseguir ter um parto normal e as dores da amamentação.  “Hoje eu consigo amamentar com um pouco menos de dor, mas não torna as coisas mais fáceis. Meu filho mama a toda hora, E às vezes, por uma hora inteira. ‘Mas seu leite não deve estar sustentando’. Nas horas em que ouço isso sinto um anjo me segurando para não voar na pessoa”, escreveu.

Logo, o post de Juliana teve milhares de curtidas e recebeu críticas, mas também mensagens de apoio.  Em seguida, foi denunciado e bloqueado.

A mensagem de Juliana mostra que ser mãe não é um mar de rosas. Existem momentos difíceis e que temos de enfrentar ao lado de um bebê que ainda estamos conhecendo. Uma rede de apoio, formada por amigos e parentes, é fundamental para não se deixar abater.

Juliana contou com essa rede de solidariedade. Uma de suas amigas criou a campanha #tamujuntajuliana logo após o bloqueio do perfil da colega. E fez um post para contar que teve depressão pós-parto.

“Você passou pelo puerpério sorrindo? Que ótimo! Eu tentei me matar duas vezes e morria de chorar no primeiro mês toda vez que olhava a Mia. Me sentia incapaz como mãe e esposa. Achei que não fosse dar conta. Pedi socorro incontáveis vezes e só recebi julgamentos”, escreveu a amiga.

Muitas mulheres enfrentam caladas a depressão pos-parto. Cabe aos parentes observar eventuais mudanças de comportamento ou humor e buscar ajuda, quando necessário. Um médico vai poder identificar se a mulher está com depressão pós-parto ou com o chamado baby blues, que é uma alteração de humor que costuma aparecer nos primeiros dias, mas desaparece em menos de um mês.

Juliana diz que pode até parecer que ela reclama de barriga cheia, pois recebe muito ajuda para cuidar do filho, pois não precisa cuidar da casa, fazer comida e que sua única responsabilidade é ser  mãe.

Para Juliana, as mães recebem muitas cobranças. “Percebi que as pessoas olham para julgar e não para admirar. Tem gente que questiona a mãe que sai com o filho debaixo do sol quente. Alguém sabe se ela tinha com quem deixar o filho?”

Ela diz que pensa nas meninas que se tornam mães aos 15 anos, muitas vezes sem a ajuda de um marido. “As pessoas dizem que ela teve filho porque quis e que na hora de fazer foi bom. Alguém sabe se foi bom? Tenho vontade de responder, mas estou com medo de ser mal interpretada.”

A carioca afirma que enfrenta o luto de não ser mais a mesma mulher de antes de virar mãe. “A Juliana de antes morreu. Ela fumava, bebia, saía sem hora pra voltar, era mimada, dondoca. Ainda pensava no que eu faria pra me realizar. […] Agora tenho o Vicente. Cada sorriso que ele dá é uma janela de luz que se abre.”


Reação
Como tudo que se publica nas redes sociais está sujeito ao julgamento da internet, vários internautas criticaram as mulheres que admitiram na as dificuldades da maternidade.

Outras reagiram dizendo que uma foto feliz ou uma imagem cansada não expressam o verdadeiro amor de uma mãe e que o desafio da maternidade era só uma brincadeira.

E você, também participou do desafio da maternidade? O que acha dessa polêmica toda?

Fonte: Blog Maternar/Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): SEMAC realiza reunião do COMDEMA

Stephenson Ramalho, presidente do COMDEMA
A Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano – SEMAC do Crato, realizou nessa quarta-feira (17), a 2a Reunião Ordinária do COMDEMA do ano de 2016, que aconteceu na Câmara de Dirigentes Lojistas de Crato - CDL.

A reunião foi comandada pelo Presidente do COMDEMA, Stephenson Ramalho de Lacerda. Ele abordou a Elaboração do Programa de Educação Ambiental do Crato 2016 e a Proposta da Semana da Água e da Árvore 2016, juntamente com a Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano - SEMAC, Secretaria Municipal de Educação – SME e Secretaria Estadual do Meio Ambiente - SEMA.

Na última reunião realizada no mês de janeiro, foi discutida a atuação da Vigilância Sanitária do Município de Crato/CE, no abate de animais, riscos para a saúde, apresentada por Arlene Sampaio, da Coordenadoria Municipal de Vigilância Sanitária – VISA.

Segundo Arlene, a gestão tem priorizado a atualização do conceito de vigilância sanitária saindo do serviço meramente cartorial de expedição de alvarás sanitários, para uma ação mais proativa, visitando e orientando todos os empreendimentos passíveis do alvará sanitário, como os serviços de saúde (públicos e privados), alimentação, academias de atividade física, salão de estética, entre outros. “Em relação ao abate de animais, devemos inicialmente realizar campanhas educativas com o público consumidor colocando-os a par dos riscos de consumir produtos sem procedência determinada. Quanto à atuação no combate ao abate clandestino de animais existe a necessidade de denúncia pela comunidade para a ouvidoria da VISA, que aciona outros órgãos como SEMAC e Polícia Civil, e sendo constatado o abate clandestino ou ao menos encontrado instrumentos no local que indiquem que no local é realizada esta atividade ilegal, é aberto o procedimento administrativo”, justifica.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Brasil tem 5 casos de síndrome paralisante por dia; doença tem relação com vírus zika

A ocorrência da síndrome de Guillain-Barré (SGB) no Brasil cresceu 19% entre janeiro e novembro de 2015, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em relação à média dos anos anteriores. O número total de pacientes registrados com a doença autoimune no período foi de 1.708, o que corresponde a mais de 5 casos por dia. O País é o mais afetado pela zika no mundo e a OMS afirma que há uma "relação provável, embora ainda não comprovada" entre o vírus e a síndrome, que pode causar paralisia.

De acordo com a OMS, o aumento da incidência foi maior em Alagoas (aumento de 516,7%), Bahia (196,1%), Rio Grande do Norte (108,7%), Piauí (108,3%), Espírito Santo (78,6%) e Rio (60,9%).

O vendedor Ideraldo Luiz Costa Duarte, de 43 anos, foi uma das vítimas. Ele chegou cedo ao estádio onde seu time disputaria uma partida de futebol por uma liga amadora de Maceió. Era um domingo de junho e ele se apressava para vestir o material esportivo. Mal calçou as chuteiras, no entanto, sentiu uma dormência nas pernas, que logo foi se espalhando pelos braços e lábios. Foi para casa.

Acabou internado no Hospital Geral do Estado (HGE), onde fez uma série de exames sem chegar a nenhum resultado conclusivo, e sofreu uma parada cardíaca. "Pensei que fosse morrer", relembra. "Acordei na Santa Casa (de Misericórdia de Maceió, referência na doença), onde finalmente descobriram que era Guillain-Barré", lembra. Ele foi um dos 50 pacientes diagnosticados com a síndrome no Estado em 2015 e tratados pela equipe liderada pelo hematologista Wellington Galvão. "Em um Estado em que a média anual de pacientes com a síndrome é de 12 casos, o volume registrado no ano passado assusta", diz Galvão. "Para se ter uma ideia, de março a dezembro, 43 casos estão diretamente ligados ao zika", afirma o profissional, que preside o Sindicato dos Médicos de Alagoas.

"O número de casos aumentou exatamente no mesmo período de avanço das viroses (zika, dengue e chikungunya, ligadas ao 'Aedes aegypti')", observou o médico neurologista Marcelo Adriano Vieira, responsável pela investigação dos casos de Guillain-Barré no Piauí. Foi o que aconteceu com o artista plástico Fabiano Campos, de 72 anos. "Fiquei com 49 quilos e tenho 1,78 metro", diz ele.

Campos acabou paralisado: perdeu o movimento dos membros superiores e inferiores. Se alimentava por uma sonda e não falava. O tratamento foi difícil e, segundo o médico Roberval Leite, só não houve mais problemas por causa do diagnóstico rápido da síndrome.

No Piauí, 42 pacientes foram diagnosticados com Guillain-Barré, ante 23 no ano anterior. Em Pernambuco, foco dos casos atuais de microcefalia, 50 casos foram registrados, ante14 no ano anterior. Na Bahia, só até julho de 2015 houve 42 casos confirmados, dos quais 26 têm histórico de zika, dengue ou chikungunya, segundo a OMS. No Rio Grande do Norte, em 2014, 33 pacientes tiveram a síndrome confirmada, ante uma média de 20 casos por ano.

Incerteza
O Ministério da Saúde confirmou a associação entre a Guillain-Barré e o vírus da zika em dezembro. Na quarta-feira, 17, o Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap-UFF), do Rio, e a Fiocruz firmaram acordo para a realização de pesquisas conjuntas sobre a relação do zika não só com a Guillain-Barré, mas também com casos de encefalites e encefalomielites.

Por enquanto, qualquer associação é prematura, segundo o neurologista Fernando Cendes, da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp. "Pode ser efeito do aumento do conjunto de viroses no País."

Fonte: Estadão Conteúdo

Curta nossa página no Facebook



Obama anuncia viagem histórica a Cuba em março

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quinta-feira (18) que vai viajar a Cuba e encontrar com o presidente Raul Castro em março.

"No próximo mês, viajarei a Cuba para avançar no nosso progresso e nos nossos esforços para melhorar a vida da população cubana", escreveu Obama em sua conta oficial de Twitter.

Segundo a Casa Branca, a visita será nos dias 21 e 22 de março.

Ele será o primeiro presidente americano em atividade a pisar na ilha caribenha em 88 anos. O último foi Calvin Coolidge, que visitou a ilha em 1928.

“Há 14 meses, anunciei que iríamos começar a normalizar as relações com Cuba – e já fizemos progressos significativos. Nossa bandeira já está hasteada na Embaixada de Havana novamente. Mais americanos estão viajando a Cuba do que em qualquer momento nos últimos 50 anos”, escreveu o presidente.

“Ainda temos diferenças com o governo cubano, sobre as quais falarei diretamente. A América sempre vai apoiar os direitos humanos ao redor do mundo", completou.

A visita de Obama a Cuba será o ponto mais alto do processo de normalização de relações anunciado pelas administrações cubana e americana em 2014.

Em agosto de 2015, o secretário de estado americano John Kerry foi até Havana para reabrir a embaixada do país na ilha.

Retomada de laços
Obama e o presidente cubano, Raúl Castro, surpreenderam o mundo em dezembro de 2014 ao anunciarem que os ex-adversários iriam começar a normalizar as relações.

A maioria republicana do Congresso norte-americano desafiou o pedido de Obama para anular o embargo de cinco décadas, por isso o mandatário recorreu a decretos executivos para relaxar as restrições de comércio e viagem, segundo a Reuters.

Os pré-candidatos presidenciais republicanos Marco Rubio e Ted Cruz, ambos filhos de imigrantes cubanos, vêm criticando duramente a abertura de Obama para Cuba sem a contrapartida de uma mudança política na ilha comunista.

Uma visita de Obama a Havana no final de março coincidiria com a finalização do acordo de paz entre a Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que foi encorajado e patrocinado por Raúl Castro.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Projeto AABB Comunidade informa sobre a abertura das matrículas para alunos veteranos

A Secretaria de Educação do Crato informa aos gestores das escolas que fazem parte do projeto AABB Comunidade, que as matrículas para os veteranos serão do dia 22/02 a 25/02, das 7h30 às 10h30, e das 13h30 às 16h30. As unidades educacionais que fazem parte do projeto são as seguintes: São Francisco; José do Vale; Círculo Operário; Gonzaga Mota; Colégio Municipal; Padre Frederico; Antônio Antuérpio; 18 de Maio e Dom Vicente.

De acordo com a coordenadora da AABB Comunidade, Ismália Cortez, quando a matrícula dos veteranos for encerrada, o projeto comunica quantas vagas irão ser abertas para os novatos.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Lilly Wood & The Prick and Robin Schulz - Prayer In C (Robin Schulz Remix)




Condenado em segunda instância pode ir para a prisão, decide STF

Acabou a farra de entrar com recursos para evitar ir para a cadeia, determinou na quarta-feira (17) o Supremo Tribunal Federal. A decisão é importante em dois sentidos: põe na cadeia logo quem foi condenado e muda como o próprio Supremo encarava a questão.

O STF viveu mais um dia histórico no Direito, principalmente no Direito Penal, e houve uma curiosidade: a mais alta Corte do país acabou revendo um entendimento adotado por ela mesma em um julgamento do ano de 2009 em uma ação parecida, um habeas corpus que garante o direito de ir e vir de uma pessoa.

O Supremo passou a entender que a presunção de inocência do réu vai até o momento que ele tem o direito de recorrer da pena, antes do chamado trânsito em julgado.

Agora, o Supremo retirou esse impecilho e os tribunais de justiça dos estados ou regionais federais ficam livres para executar uma condenação por eles julgada, independentemente dos recursos aos tribunais superiores. É uma guinada e tanto em matéria processual penal que vai levar muito condenado para a cadeia.

A decisão teve repercussão imediata. Para a Associação Nacional dos Procuradores da República, é um avanço histórico no combate ao crime que possibilita a "execução definitiva das causas já apreciadas pelo juiz singular e revistas pelo tribunal competente".

Também em nota, a Associação dos Juízes Federais afirmou que a decisão é de extrema relevância para a sociedade e marca um avanço no processo penal brasileiro.

Por sete votos a quatro, os ministros do Supremo decidiram que quando um réu for condenado por um crime e essa decisão for confirmada em segunda instância ele deve ser preso, mesmo que ainda possa recorrer aos tribunais superiores.

A segunda instância são tribunais de justiça e tribunais regionais federais. Os julgamentos são feitos por um colegiado de juízes.

Os ministros que votaram pela mudança argumentaram que a possibilidade de recorrer em liberdade estimula a defesa dos réus a fazer uma série de recursos que podem levar, inclusive, à extinção da pena pela demora para se chegar ao fim do processo.

O ministro Teori Zavascki foi o relator do processo, citou decisões que já tinham sido dadas pelas turmas do Supremo e defendeu que o entendimento fosse, agora, referendado pelo plenário.

"As turmas do STF afirmaram e reafirmaram que o princípio da presunção de inocência não inibia a execução provisória da pena imposta", diz Teori Zavascki, ministro do STF.

O ministro Luiz Fux reforçou que, para o réu condenado em segunda instância, não cabe mais a presunção da inocência. "Se há algo inequívoco hoje e a sociedade não aceita a presunção de inocência e a pessoa condenada que não para de recorrer", diz Fux.

Já o ministro Marco Aurelio, que votou contra o relator, defendeu mudanças na lei que regulamenta os recursos. "Modifiquemos o sistema recursal, mas isso não conduz a fechar-se a Constituição Federal. A Constituição precisa ser um pouco mais amada", afirma Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal.

O que se espera, a partir de agora, é que esse novo entendimento do Supremo sirva, sim,  de orientação para os casos de condenação em segunda instância na esfera criminal. Em tese, poderá valer, por exemplo, para os réus da Operação Lava Jato.

Até agora nenhum deles foi julgado por um colegiado de juízes. O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, disse que a decisão do Supremo fecha a janela para a impunidade.

Fonte: Jornal da Globo/G1

Curta nossa página no Facebook



Crato participa do IX Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, prefeito do Crato
Do Sertão Central ao Cariri e da Região Metropolitana aos Inhamuns, prefeituras de todas as regiões se inscreveram para participar da IX Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Criado em 2001, o Prêmio é um instrumento destinado a incentivar o desenvolvimento econômico dos pequenos negócios, identificando, avaliando, valorizando e disseminando as ações realizadas pelos municípios e que geraram impacto positivo para o empreendedorismo local.

As prefeituras que participam desta edição são Quixeramobim, Milhã, Quixelô, Piquet Carneiro, Irapuan Pinheiro, Jucás, Cedro, Crato, Farias Brito, Aracoiaba, Redenção, Icapuí, Pindoretama, Aquiraz, Maranguape, Cratéus, Camocim, Meruoca, Itapajé, Jaguaribe, Tianguá, Viçosa do Ceará, Tauá e Fortaleza.

Encerrado o período de inscrição e o envio dos projetos, o cronograma está, agora, na fase de Pré-seleção estadual, que acontece até amanhã, 19/02, que depois será sucedida pelo Julgamento estadual, previsto para o dia 21/03 e, por fim, a Visita técnica, que vai acontecer de 16 a 18/03, em que os projetos e os dados apresentados serão aferidos in loco.

Ao todo, os gestores puderam se inscrever em oito categorias: Melhor Projeto, Implementação e Institucionalização da Lei Geral, Compras Governamentais, Desburocratização e Formalização, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Municípios Integrantes do G100 e Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária.

Esta última categoria criada nesta edição e que vai premiar projetos com foco na melhoria das boas práticas de vigilância sanitária executados pelo município em prol do desenvolvimento dos pequenos negócios locais, em consonância com a Resolução da Diretoria Colegiada–RDC da Agência Nacional de Vigilância Sanitária 49/2013.

Já na fase Nacional, serão concedidos 12 prêmios: Melhor Projeto Nacional, cinco prêmios, sendo um por região do país, escolhidos a partir dos projetos vencedores na Categoria Melhor Projeto Estadual, que passam a concorrer como melhor projeto da região e sete Prêmios, sendo 1 para cada Categoria Temática, escolhidos a partir dos projetos vencedores na respectiva categoria Estadual.

Os prefeitos municipais vencedores estaduais e nacionais serão integrados à Rede de Prefeitos Empreendedores, e os respectivos projetos serão disponibilizados ao público para consulta no site do Prêmio e no Portal do Desenvolvimento Local.

Saiba mais
Desde que começou, o Prêmio destaca-se como um programa estratégico para a articulação de políticas públicas, em prol da melhoria do ambiente empreendedor nos municípios brasileiros


Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Salário mínimo está quase R$ 3.000 abaixo do ideal

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o salário mínimo ideal para janeiro desse ano seria quase R$ 3.000 mais alto do que o salário mínimo nominal atual, de R$ 880 – mais especificamente, o salário necessário é de 4,3 vezes o nominal.

Os cálculos do órgão mostraram o maior valor para salário mínimo necessário desde o início da série histórica, em 1994. O número ficou em R$ 3.795,24 em janeiro deste ano, ante R$ 3.518,51 em dezembro de 2015, um aumento de 7,4%.

Entretanto, o reajuste do salário mínimo em janeiro de 2016 foi de 11,6% - ou seja, a diferença entre valor nominal e valor necessário diminuiu proporcionalmente – em dezembro, o necessário correspondia a 4,3 vezes o nominal.

Calculado mensalmente, o valor leva em consideração o preço da cesta básica, que aumentou em todas as cidades, de acordo com uma publicação desta quarta-feira.

Fonte: UOL (Via Infomoney)

Curta nossa página no Facebook



Addthis