Inscrições abertas para bolsas em universidades de Portugal com valor de R$ 10,5 mil

Podem participar alunos regularmente matriculados nos cursos de Ciências Atuariais, Música, Cinema e Audiovisual, Teatro, Finanças, Letras-Libras, Publicidade e Propaganda e Ciências Econômicas.

As instituições portuguesas participantes do Programa, resultado de acordo firmado entre a UFC e o Banco Santander, são: Universidade do Porto, Universidade de Coimbra, Instituto Politécnico de Setúbal e Universidade Nova de Lisboa.

Valor da bolsa
Cada uma das cinco bolsas de estudo disponibilizadas tem o valor correspondente a R$ 10.587,06, a ser pago em única parcela válida por um semestre. Após realizar a inscrição até o dia 10 de maio no Portal Santander Universidades, o candidato deverá imprimir o formulário eletrônico preenchido e entregá-lo de 1º a 17 de junho, sempre até as 17h, na Coordenadoria de Assuntos Internacionais (CAI) da UFC, no 1º andar do prédio da Reitoria, no Campus do Benfica.

Acesse o edital na íntegra. Outros documentos necessários à inscrição estão disponíveis no site da CAI.

Fonte: Tribuna do Ceará

Curta nossa página no Facebook



CEs 040 e 085 terão cobrança de pedágio ainda este ano

Vem aí cobrança de pedágio nas CEs 040 (Litoral Leste) e 085 (Litoral Oeste). Os estudos sobre a medida, a ser implementada ainda em 2015, estão começando. Foi o que revelou durante almoço com representantes da área do turismo, o titular da Setur-CE, Arialdo Pinho.

Sem muitos detalhes, deixou claro que a medida, implantada em vários Estados, não só renderá financeiramente como também garantirá boa manutenção de vias e equipamentos de segurança contra acidentes como helicóptero para socorro, cabines de telefone e mais viaturas rodoviárias. Um dos participantes do encontro, ocorrido na nova sede da pasta, no Centro de Eventos, disse para esta Vertical que os pedágios virão mesmo e que, com certeza, haverá reação da população. A questão é saber como entrarão, nesse pacote, os fotossensores.

Os equipamentos são espalhados principalmente pela CE-040 (18, no total, na rodovia). Para não se falar só em medida polêmica, Arialdo anunciou também que o Estado fará um maciço investimento em publicidade. Hora de divulgar o potencial turístico cearense no Exterior, de olho nos dólares, e também dentro do Brasil.

Fonte: Coluna Vertical/O Povo

Curta nossa página no Facebook



19 curiosidades incríveis sobre a vida de João Paulo II

Neste dia 2 de abril, a morte do papa João Paulo II completou 10 anos, e ainda que ele tenha sido um dos religiosos mais populares, carismáticos e conhecidos em todo o mundo, há muitos fatos desconhecidos a respeito da vida de Karol Józef Wojtyla. Confira alguns deles a seguir:

1 – Quando adolescente, João Paulo II era apaixonado por teatro e, mesmo quando não participava de algumas peças, fazia questão de acompanhar os ensaios. Em uma ocasião, quando um dos atores desistiu de uma apresentação em cima da hora, o jovem Karol se ofereceu para substituí-lo, afinal já sabia todas as falas. Assim, salvou um grupo inteiro do fiasco que a apresentação poderia ter sido.

2 – Quando era pároco na Polônia e, inclusive, quando já era cardeal, João Paulo II fazia questão de passar tempo ao lado dos jovens de sua comunidade, participando de viagens e retiros ao lado dos mais novos.

Quando esses encontros foram proibidos por líderes políticos, João Paulo II encontrou maneiras mais discretas de realizar suas reuniões, e muitas missas e discussões aconteciam em meio a caminhadas, acampamentos e até ao redor da fogueira, à noite.

Além das leituras religiosas, João Paulo II também lia literatura para seus seguidores, especialmente o livro The Screwtape Letters, traduzido como “Cartas de um diabo ao seu Aprendiz”, de C. S. Lewis, autor também de “As Crônicas de Nárnia”.

3 – Ainda que o governo comunista tivesse sérias restrições com a Igreja Católica na Polônia, João Paulo II foi considerado pelos comunistas a pessoa ideal para ser o arcebispo de Cracóvia.

4 – Quando os comunistas tiraram os nazistas do poder na Polônia, João Paulo II e outros líderes religiosos voltaram ao seminário onde viviam anteriormente. O local estava abandonado e as tubulações de esgoto estavam congeladas. Sem pensar duas vezes, João Paulo II e seus amigos resolveram o problema com as próprias mãos e desentupiram as tubulações de esgoto que estavam cheias de cocô congelado.

5 – João Paulo II sempre gostou de esquiar, e continuou praticando o esporte até quando já tinha 73 anos de idade.

6 – Conhecido em todo o planeta, é normal que João Paulo II tenha viajado muito durante sua vida. Só para você ter ideia, estima-se que ele tenha percorrido mais de 1,2 milhão de km ao longo dos anos. É basicamente o mesmo que ir e voltar da Lua três vezes!

7 – Uma vez, durante uma entrevista, João Paulo II falou sobre o dia mais feliz da sua vida: foi quando canonizou a irmã Faustina como a primeira santa do novo milênio.

8 – Quando a Polônia estava ocupada por nazistas, Karol trabalhava em uma pedreira, em condições péssimas, com temperaturas negativas que não facilitavam seu trabalho noturno. Em uma das madrugadas nas quais trabalhava, presenciou a morte de um colega, vítima de uma explosão de dinamites. Sobre o ocorrido, João Paulo II escreveu um poema.

Nos versos, falava sobre a perda da família do amigo e terminou dizendo: “quanto maior a raiva, maior a explosão de amor”.

9 – Durante o governo comunista, a vida de Karol era monitorada pelo governo, e ele sabia disso. Esperto, conseguia escapar da fiscalização e tinha até meios de interromper as escutas telefônicas que haviam sido instaladas em sua residência. Ele tinha até mesmo uma forma de enganar os espiões quando precisava participar de alguma reunião secreta.

10 – Conhecido pela bondade e pela doação não apenas de seu tempo como de seus bens materiais, João Paulo II usou boa parte do dinheiro arrecadado com a venda do seu livro “Cruzando o Limiar da Esperança” para reconstruir igrejas que haviam sido destruídas na Iugoslávia.

11 – Dedicado, chegava a trabalhar por até 16 horas por dia, e já foi descrito como um “vulcão de energia”. Quem conhecia João Paulo II de perto, dizia que ele tinha uma capacidade incrível de realizar múltiplas tarefas ao mesmo tempo. Era o tipo de pessoa capaz de conversar enquanto lia um livro.

12 – Ainda sobre o hábito de leitura do antigo papa, sabe-se que ele leu toda a obra de Marx e, inclusive, falava sobre ela com os outros religiosos.

13 – Quando voltou à Polônia, já como papa, em 1979, João Paulo II levou até a Praça da Vitória 300 mil fiéis que o saudaram com uma sessão de aplausos ininterrupta que durou 14 minutos.

14 – Se tudo o que foi escrito por Karol fosse reunido em volumes, teríamos o equivalente a 20 bíblias. Durante seu pontificado, escreveu em média 3 mil páginas por ano.

15 – Seu amor pela humanidade ia além das barreiras religiosas de cada povo e, por isso, foi o primeiro Papa a pisar em uma mesquita.

16 – Como sentia falta de sua privacidade e liberdade, João Paulo II costumava enganar os próprios seguranças do Vaticano e, coberto por uma capa preta, fugia para esquiar ou fazer caminhadas.

17 – Divertido, costumava fazer piadas a respeito de si mesmo, especialmente sobre sua voz quando precisava cantar.

18 – Dono de uma memória impecável, Karol tinha um mapa com todas as dioceses do mundo devidamente anotadas. Ele era conhecido também por se lembrar dos nomes de guardas, seminaristas e conhecidos aleatórios.

19 – Foi a pessoa mais vista da história da humanidade – estima-se que pelo menos 500 milhões de pessoas já tenham visto João Paulo II de pertinho.

Fonte: Mega Curioso (Via Impact Culture)

Curta nossa página no Facebook



Juazeiro do Norte (CE): Buraqueira gera discussão na Câmara

A quantidade de buracos na malha viária deste Município foi tema de amplo debate durante sessão ordinária realizada na Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte, nesta semana. A maioria dos parlamentares presentes à reunião cobrou o reparo imediato das vias públicas.

Alguns, inclusive, chegaram a afirmar que o problema, que já dura vários meses, tem ocasionado inúmeros transtornos à população, que se queixa do aumento do número de acidentes provocados pelas depressões, bem como dos prejuízos ocasionados aos veículos que circulam diariamente pelas áreas onde estão os buracões.

Em todos os bairros é possível localizar, com extrema facilidade, os buracos. Na periferia, onde não foram construídos sistemas de drenagem e há acúmulo de água nas pistas de rolamento em ocasiões de chuvas, o perigo de acidentes é ainda maior. Os buracos, verdadeiras crateras, ficam cobertos pelo espelho d´água impedindo, desta forma, a visibilidade de motoristas e pedestres. Em vários locais já foram registrados acidentes envolvendo veículos de passeio, de cargas, motocicletas e, até mesmo, atropelamentos.

Redes sociais
Em redes sociais, o problema já virou motivo de piada. Publicações em torno da quantidade de buracos nas vias públicas de Juazeiro do Norte são constantes. Em muitas das postagens feitas no Facebook, por exemplo, fotos do prefeito Raimundo Mâcedo ao lado de buracos gigantescos trazem os seguintes dizeres: "Visite Juazeiro do Norte, antes que ele se acabe!". Em outras publicações o gestor do Município tem a face modificada, que o torna parecido como ciborgue do filme Exterminador do Futuro, onde um raio laser, apontado por um dos seus olhos, cria buracos nas vias públicas da Cidade.

Para a maioria dos parlamentares, no entanto, o alvo das sátiras publicadas na Internet não deveria ser o gestor do Município, mas, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). "Não tem prefeito no mundo que aguente o que a Cagece vem fazendo aqui no município de Juazeiro do Norte", afirma o vereador Darlan Lobo (PMDB).

Vazamentos
Segundo ele, em diversos bairros da cidade, há vazamento nas tubulações da rede de distribuição da Cagece, ocasionando, desta forma, a criação de buracos ou, ainda, resultantes de ações de recuperação de danos pela companhia que não foram devidamente reparadas nas vias públicas de Juazeiro do Norte. "Nas proximidades do conjunto "Minha Casa, Minha Vida", onde uma avenida foi recentemente construída, já existe problema criado pela Cagece. Lá cortaram a avenida ao meio e o buraco tomou de conta. Em toda a cidade a situação está desse jeito. A Cagece precisa ser responsabilizada pela quantidade de buracos que tem aberto no nosso município", avaliou o vereador.

Outro parlamentar que também cobra explicações da Companhia em relação aos problemas citados durante a sessão da Câmara é o vereador Normando Sóracles (PSL). O parlamentar chegou a cobrar a convocação dos representantes da Cagece no Município para que explicações pudessem ser prestadas à Casa. "Tem que ser convocado o representante aqui em Juazeiro para que explique o porquê de a Companhia abrir tantos buracos e não se responsabilizar pela recuperação da malha viária. É um absurdo o que acontece aqui na nossa Cidade", afirmou.

Por meio da assessoria de comunicação do Município, a Prefeitura informou que está realizando diversas ações do tipo tapa-buraco em pontos estratégicos da Cidade e que criou uma força-tarefa específica para tentar minimizar o problema. As áreas onde as ações já estão sendo efetivadas compreendem os bairros Antônio Vieira, São José e imediações do Horto. Informou, ainda, que, após o termino das ações nestas localidades, outras regiões da Cidade também serão atendidas.

A Administração Municipal explicou, também, que, por contrato, a Cagece possui a obrigação de recuperar as vias públicas danificadas por seus serviços. Comunicou, ainda, que o prefeito Raimundo Macedo pretende discutir a situação com a Presidência da Companhia, nos próximos dias, ocasião na qual cobrará uma ação imediata em benefício do Município.

A reportagem procurou ouvir o prefeito Raimundo Macedo sobre as postagens realizadas com imagens dele em redes sociais. O celular do gestor, no entanto, estava desligado ou fora da área de cobertura.

Por meio de Nota, a Cagece informou que um processo licitatório já está tramitando com a finalidade de celebrar contrato exclusivo de recuperação asfáltica, beneficiando Juazeiro do Norte e todos os municípios atendidos pela Companhia na Unidade de Negócios da Bacia do Salgado, que tenham malha asfáltica. O contrato terá duração de três anos e irá garantir total recuperação de todos os trechos danificados.

A Companhia também esclareceu que já possui um contrato de manutenção e expansão dos sistemas que contempla a recuperação da pavimentação nas intervenções que realiza. Apesar disso, orienta que o cliente que identificar alguma falha na recuperação do pavimento devido a um serviço da Cagece procure-a para que sejam tomadas as devidas providências.

Esclarece, ainda, que, de setembro de 2014 a fevereiro de 2015, foram investidos de cerca de R$ 400 mil em recuperação asfáltica em Juazeiro do Norte. A Companhia revelou que, a partir da próxima semana, estão previstos recapeamentos, em vários pontos da cidade. Entre eles, no bairro Frei Damião (antigo Mutirão), na Rua Luciano Torres de Melo, Rua Manuel Tavares Lopes, Rua Rosa Rita, Rua Jocelino Garcia, Rua Pedro Juvenal e na Rua Cirilo Salustriano. Também serão beneficiadas a Rua José de Alencar (Romeirão) e a Rua Padre Cícero (Salesianos).

Conforme a Nota, a Companhia responde por 81.926 ligações de água em Juazeiro do Norte. Com relação ao sistema de esgotamento sanitário, são 19.499 ligações de esgoto, no Município. A Companhia esclareceu que as interferências na malha viária são necessárias quando há pedidos de novas ligações e quando da manutenção, por exemplo, no conserto de vazamentos ou melhorias.

Sobre a informação que relaciona acidentes com supostas intervenções da Companhia, orientou que cada pessoa que se sentir prejudicada, deve procurá-la para dar entrada em processo que será avaliado para a tomada das providências cabíveis.

Mais informações
Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece)
Rua Delmiro Gouvêia, 2003 - Salesianos - Juazeiro do Norte
(88) 3102-1173

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Gasto público em ensino no Brasil supera o de países ricos

Após oito anos de expansão contínua, os gastos públicos brasileiros em educação atingiram uma proporção da renda nacional elevada para padrões mundiais.

Ainda estão, porém, bem longe das metas oficiais, e a continuidade do crescimento está ameaçada pela crise econômica e pelo programa de ajuste das contas públicas.

São 6,6% do PIB (Produto Interno Bruto, medida da produção e da renda gerada no país), segundo dados recém-apurados pelo governo e relativos ao ano de 2013. Em valores de hoje, algo como R$ 360 bilhões anuais.

O percentual já supera a média de 5,6% apurada em 2011, dado mais recente, entre os países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), na maior parte ricos.

Trata-se de um indicador da prioridade atribuída à educação pelos países, não necessariamente do volume de dinheiro disponível. 


O Brasil destina ao setor uma parcela de sua renda superior, por exemplo, à reservada pelos EUA -mas os alunos americanos recebem muito mais dinheiro, por viverem em um país mais rico.

Ao longo da última década, segundo dados obtidos pela Folha, o gasto anual de União, Estados e municípios por estudante da rede pública quase triplicou: de R$ 2.213 em 2003, em valores corrigidos, para R$ 6.203 em 2013.

A meta brasileira, fixada em lei, é atingir 10% do PIB até 2024, algo inexistente nas principais economias globais.

Para isso, no entanto, será preciso acelerar as despesas, o que será difícil no atual cenário de arrecadação tributária em queda, devido à prostração da economia, e de cortes de gastos públicos.

"Saímos de um patamar baixo, estamos num intermediário e o crescimento [de verbas] terá que vir com o melhor uso de recursos", avalia Chico Soares, presidente do Inep (órgão do MEC responsável por coletar estatísticas da educação no país).

A gestão dos gastos é justamente uma das críticas recorrentes de especialistas.

"Ter recursos não significa que eles estão sendo bem geridos", pondera Rebeca Otero, coordenadora de Educação da Unesco (braço das Nações Unidas para educação, ciência e cultura) no Brasil.

Um investimento mais efetivo em educação de qualidade traz retornos práticos, alega. De acordo com relatório de monitoramento global divulgado pela agência no ano passado, o investimento em educação de qualidade pode elevar o PIB per capita de um país em até 23% num período de 40 anos.

A mudança no direcionamento dos recursos, no entanto, é elogiado por educadores. Em 2000, o aluno de graduação custava 11 vezes o aluno do ensino básico; hoje, essa diferença é de pouco menos que quatro vezes. 

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Seis pessoas são assassinadas no Interior na Sexta-feira Santa

A última sexta-feira (3), registrou seis pessoas assassinadas no Interior do Estado do Ceará. Em cinco dos casos, as vítimas foram feridas a tiros. Uma das pessoas havia sido baleada na quarta-feira (1º).

O primeiro homicídio foi registrado em Iguatu, a 380 km da Capital. Francisco Adil da Silva, 19, foi abordado por três homens em uma moto. Eles utilizaram uma faca para desferir vários golpes na vítima. Francisco, quando adolescente, foi flagrado tentando arremessar drogas para dentro do presídio daquela cidade, e também respondeu por roubo.

Em Acopiara, a 345 km de Fortaleza, Wagner Ricarte da Silva, 33, estava em um aniversário, por volta das 16h, quando dois homens chegaram ao local, ocupando uma motocicleta. Houve discussão e a vítima foi atingida por vários disparos. Os suspeitos fugiram sem ser identificados.

Já em Campo Belo, por volta das 17h, Francisco Vilamar Lima de Oliveira, 42, que respondia por tráfico de drogas, foi atingido por três tiros, disparados por dois homens. Eles foram identificados pela população, mas até a publicação desta matéria, não haviam sido presos.

Fábio Luis Freitas da Silva, o 'Fabinho', de 29 anos, foi atingido por um tiro na testa por volta das 21h em Baturité. Segundo populares, dois homens em uma motocicleta cometeram o crime. Fabinho era envolvido com o tráfico de drogas, de acordo com a Polícia.

Em Itaiçaba, a 164 km de Fortaleza, Mateus da Cunha Gomes, de 15 anos, foi executado com cinco tiros de pistola, por volta das 23h30.

Na madrugada, Sandra Soares de Lima, de 32 anos, morreu no hospital. Ela foi ferida a bala na última quarta-feira (1º), e não resistiu.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Mais da metade dos brasileiros não recebe velocidade de banda larga contratada

Mais da metade dos brasileiros que assinam algum plano de internet banda larga afirmam não receber a velocidade contratada.

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela Proteste indica que 56% dos consumidores que usaram o medidor de velocidade de conexão da entidade obtiveram resultados mais baixos do que deveriam. Além disso, 65,2% se disseram insatisfeitos com a qualidade do serviço prestado pelas operadoras.

A pesquisa, realizada com 5 mil internautas no Brasil, mostra que o pior resultado foi o da operadora Sky. Em quase 20% dos casos, a velocidade da banda larga era 60% mais baixa do que a contratada.

Segundo regras da Anatel, é obrigatório que as companhias ofereçam, no mímino, 40% da velocidade do plano assinado em 95% das situações de uso. Fora isso, a média mensal de velocidade deve ser de pelo menos 80% do contratado.

Segundo o levantamento da Proteste, clientes das empresas Algar Telecom, Claro, Oi, Sercomtel, Sky e Vivo se mostraram mais insatisfeitos em relação à velocidade de banda larga recebida.

Entre esses consumidores, 44,2% disseram contratar planos de menos de 10 mega por segundo.

A pesquisa teve participação de internautas de vários pontos do país, sendo a Sudeste a região com mais participantes: o Estado de São Paulo obteve parcela de 31,4% entre os entrevistados.

O relatório não mostra qual é a média da velocidade da internet banda larga no Brasil. Segundo dados da Netflix, em 2014, os brasileiros navegaram a 2,33 Mbps.

Fonte: Info

Curta nossa página no Facebook



Casos graves de dengue têm aumento de 102,6%

O Ceará registrou, de janeiro a março deste ano, 2.679 casos de dengue, número 23,7% menor que em igual período do ano passado, quando 3.514 confirmações foram feitas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Apesar da diminuição, chama a atenção o aumento dos casos graves da doença. Foram 77 de janeiro a março de 2015, 102,6% a mais que em igual período do ano passado - 38. O crescimento preocupa, principalmente porque as ocorrências com complicações são as com maiores chances de resultarem em óbito.

Três pessoas morreram, só neste ano, vítimas de dengue no Ceará. Todas elas por registros graves ou por complicação da doença. Porém, para o infectologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), Anastácio Queiroz, a quantidade pode ser ainda maior, já que podem ter ocorrido óbitos nos quais a doença não foi detectada.

"É possível que esse número seja superior ao apresentado. Às vezes, a pessoa está com quadro de dengue e, na necropsia, consta outra causa. Na maioria das ocorrências é uma doença simples, mas pode levar à morte", alerta o médico.

Ele explica que o Ceará convive com a dengue desde 1986. Neste período, já circularam os quatro tipos de vírus. E, como muitas pessoas já tiveram pelo menos um dos tipos, as chances de terem por outro tipo é maior. Para piorar a situação, quando a pessoa é acometida pela segunda ou terceira vez, a chance de vir mais agressiva é maior.

Abordagem
Queiroz comenta que os casos graves às vezes passam despercebidos, pois os sintomas facilmente podem ser confundidos com outras patologias. Por isso, enfatiza a importância dos pacientes serem bem avaliados clinicamente e no laboratório. "É preciso que os médicos se perguntem: será essa uma apresentação grave da doença? Até falta de ar pode ser sintoma de dengue grave. Essa abordagem criteriosa permitirá um tratamento adequado evitando que caminhe para complicação. Os doentes, principalmente os que retornam à emergência, devem ser avaliados detalhadamente".

Márcio Garcia, coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, confirma que o aumento das ocorrências graves é motivo de preocupação. Para ele é um alerta não só à população, que não deve banalizar a doença, já que ela pode levar a óbito, como também para todas as unidades e profissionais de saúde, que deverão estar atentos aos sinais graves evitando que o paciente evolua para complicação.

Prevenção
O gestor afirma que a forma de prevenir a dengue não mudou. "É uma ação de competência dos municípios, com o trabalho diário de combate à dengue, com visita dos agentes de endemias de casa em casa e nas escolas. Esse, sem sombra de dúvidas, é o serviço que traz melhores resultados. Nos casos nos quais as ações de rotina, estão sendo feitas, mas não surtem efeito, a Secretaria da Saúde aciona o fumacê, que entra como complemento para reforçar o controle da doença.

A dengue está presente em 79 dos 184 municípios cearenses (53%), com destaque para Hidrolândia, Ipu, Jacás, Pires Ferreira, Porteiras e Arneiroz, com incidência acima de 300 por 100 mil habitantes. Já a Capital concentra 547, dos 2.679 registros confirmados no Estado. Chama a atenção a discrepância na distribuição dos registros. Enquanto a Regional VI centraliza 229 casos, a Regional II apenas 32.

Carlos Alberto, coordenador de Ações e Controles Vetoriais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), informa que a diferença se deve à densidade populacional e ao fato de a Regional II já ter concentrado um grande número de casos. "Se, nesse período, as pessoas já tiverem desenvolvido a doença, elas estão imunizadas", justifica. Ainda assim, informa que, por causa do alto índice, as ações na Regional VI estão sendo intensificadas. O gestor diz que a SMS trabalha em quatro frentes: controle fiscal, materializado pela visita domiciliar do agente; controle químico, com aplicação de inseticida; controle legal, com notificação dos imóveis; e ações de educação em saúde e mobilização social, com palestras em escolas, creches e empresas.

Mais informações:
Para solicitar serviços relacionados à dengue é só ligar 0800.275.1520

LUANA LIMA 
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



De diabetes a câncer, veja as 10 causas de morte mais comuns

A Organização Mundial de Saúde fez um levantamento dos males que mais levam pessoas a óbito. De acordo com esse trabalho, que foi feito em 2012, cerca de 56 milhões de pessoas morrem anualmente no planeta e as doenças cardiovasculares são a causa número um, acabando com a vida de 17,5 milhões de pessoas, o que corresponde a três em cada 10 casos.

Saber quantas pessoas falecem a cada ano e o que leva elas a isso é importantíssimo para gerar ações do sistema de saúde de cada país a tomar medidas preventivas para evitar que esses números cresçam. Saiba quais são os males que mais costumam fazer vítimas de acordo com a OMS e converse com o seu médico sobre as suas chances de sofrer com elas e como é possível evitá-las:

Isquemia cardíaca 
Trata-se da diminuição ou falta de suprimento de sangue para o coração e provocou 7,4 milhões de mortes, o que representa 13,2% do total.

Acidente vascular cerebral 
Conhecido popularmente como AVC ou derrame cerebral, levou 6,7 milhões de pessoas a óbito ou 11,9% do total.

Doença obstrutiva coronária crônica 
Nesse grupo se encaixam males como a bronquite crônica e o enfisema e ele foi responsável pelo falecimento de 3,1 milhões de pessoas ou 5,6% do total.

Infecções respiratórias agudas inferiores 
Reúne males como a pneumonia e a bronquiolite e está por trás de 3,1 milhões de mortes, o que corresponde a 5,5% do total.

Câncer de traquéia, brônquios e pulmões 
O desenvolvimento desordenado de células nessas partes do corpo provou a morte de 1,6 milhões de pessoas ou 2,9% do total.

AIDS 
Os óbitos provocados pelo HIV (2,7% do total) ocupam a sexta posição no ranking.

Doenças diarréicas 
São males provocados por micro-organismos que aumentam muito o número de evacuações e levaram 1,5 milhões de pessoas à morte ou 2,7% do total.

Diabetes 
As complicações dessa doença provocaram 1,5 milhões de falecimentos, o que corresponde a 2,7% do total.

Acidentes automobilísticos 
As lesões provocadas por batidas de carro e atropelamentos foram responsáveis por 1,3 milhões de mortes, o correspondente a 2,2% do total

Hipertensão 
Essa doença, que também é conhecida como pressão alta, ficou em décimo lugar com 1,1 milhões de mortes (2% do total).

Fonte: Terra

Curta nossa página no Facebook



Aulas tradicionais são ineficientes, mostra estudo

Quantas vezes durante uma aula entediante tudo o que você mais quis era estar na sua cama dormindo? Talvez o problema estivesse na metodologia de ensino. Pelo menos é o que defende um novo estudo de pesquisadores norte-americanos.

A análise revela que universitários submetidos a aulas tradicionais, em formato de palestras, são mais propensos à reprovação do que alunos em contato com métodos de aprendizado mais ativos e estimulantes.

"As universidades foram fundadas na Europa Ocidental em 1050 e aulas tradicionais tem sido a forma predominante de ensino desde então",  diz o biólogo Scott Freeman, da Universidade de Washington. Ele e um grupo de colegas analisaram 225 estudos sobre métodos de ensino.

Os resultados foram publicados nesta quarta-feira, 12, na Proceedings of the National Academy of Sciences, e mostram que abordagens de ensino que transformam os alunos em participantes ativos, em vez de apenas ouvintes, reduzem taxas de reprovação e impulsionam notas em cerca de 6%.

"A mudança nas taxas de insucesso é enorme", diz Freeman. Para Eric Mazur, físico da Universidade de Harvard, que fez campanha contra aulas tradicionais por 27 anos, esse é "realmente um artigo importante". "A impressão que tenho é que é quase antiético dar palestras, se você tem esses dados", avalia.

Freeman diz que ele começou a usar as novas técnicas, mesmo com turmas grandes. Segundo a Science, embora ainda utilize slides do Power Point, apresenta apenas perguntas e interage com os alunos, inclusive chamando de forma aleatória. "Meu curso de biologia introdutório ganhou 700 alunos", afirma.

Fonte: Galileu

Curta nossa página no Facebook



Enquanto Brasil fica estagnado, Nordeste cresce 3,7%

Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 0,1% em 2014, o Nordeste destoa com elevação da economia de 3,7% segundo prévia do PIB. O resultado, calculado pelo Índice de Atividade Econômica Regional do Banco Central (IBCR), foi influenciado principalmente pelos setor de serviços e pelo varejo.

Apesar do crescimento, a indústria da região sofreu recuo de 0,3% no ano passado. Porém, o índice está longe da queda de 4,6% no Sudeste, que ainda teve recuo de 0,8% em seu IBCR.

“A indústria de transformação do Nordeste foi uma das que mais teve impacto e apesar da região ter crescido, a indústria acompanha mais o comportamento do País. Mas como o setor de serviços, por exemplo, aqui é mais forte, representa mais de 70% do PIB do Nordeste, há crescimento”, avalia Adriano Sarquis, economista e diretor do Instituto de pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Para este ano, a expectativa dos especialistas é de manutenção da economia do Nordeste em patamar positivo, mas com recuo, ficando próximo de 1%. Isso porque 2015 está marcado por aumento nos impostos, corte de gastos governamentais e retração do nível de emprego.

Sarquis avalia que o Sudeste arrefeceu no ano passado porque a economia da região é baseada no mercado privado. “A do Nordeste depende mais do setor público, os trabalhadores dependem de transferências governamentais e esse povo está consumindo e movimentando o mercado. Por isso, o impacto na economia brasileira é menos traumático aqui”.

Ele acrescenta que o resultado do Ipece do primeiro trimestre do PIB do Ceará, com crescimento econômico em 2014, segundo o IBCR, de 1,4%, deve sair na próxima semana. “A previsão, o sentimento da gente, é que o comportamento do Estado é melhor do que o do Brasil, assim como o Nordeste também”, analisa.

Previsão
O presidente do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE), Alisson Martins, também acredita que as economias do Estado e da região se manterão em patamar positivo. “Muito embora as regiões acompanhem a economia nacional, elas ficaram com PIB no campo positivo, mas com índices não tão consideráveis comparados ao ano passado. Afinal, infelizmente há retração da economia no nível nacional”. 

Para Martins, mesmo que o Nordeste mantenha resultado superior, a região não tem porte para impactar tanto na economia do País para evitar uma retração. “A região representa cerca de 13% do PIB nacional, deveria ser mais pelo nosso porte, mas o Nordeste não tem esse poder todo. Já São Paulo concentra 2/3 da economia do País”. (colaborou Átila Varela)

Saiba mais
  • As vendas do varejo ampliado no Nordeste elevaram 2,1%, enquanto caíram 3,5% no Sudeste, no ano passado ante 2013
  • A queda do varejo no Sudeste influenciou na retração da média nacional de 1,7%
  • Já a produção industrial do Nordeste caiu 0,3%, enquanto a do Sudeste chegou a 4,6% e a do Brasil e 3,2%
  • Ano passado, a indústria de alimentos cresceu 6% no Nordeste, enquanto o refino de petróleo e derivados subiu 8% e o setor de vestuário 1,1%
  • Porém, na média nacional, a produção de alimentos recuou 1,4%, a de combustíveis aumentou 2,4% e de vestuário recuou 3,2%
  • Segundo dados do Banco Central, o ritmo de atividade parou no Nordeste, no quarto trimestre do ano passado,ante período anterior, na série com ajuste sazonal
Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook



Gestores do CE se preparam para Selo Unicef

Cerca de 160 municípios cearenses que pleiteiam o Selo Unicef Município Aprovado participaram, nesta semana, do quinto ciclo de capacitação destinado a adolescentes, articuladores e presidentes de Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente. Realizado no Auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes, da Universidade do Parlamento (Unipace), o evento propiciou aos participantes ampla avaliação do andamento das ações estratégicas que devem ser desenvolvidas pelos municípios na área da infância e da adolescência até 2016, quando serão anunciados os vencedores desta edição do Selo Unicef Município Aprovado.

O evento também serviu para divulgar a Plataforma Virtual de Acompanhamento (PVA) das ações do Selo, que consiste em um sistema digital cuja principal função é o acompanhamento da implementação das 27 ações estratégicas propostas na atual edição. A nova ferramenta também pretende garantir apoio aos municípios no que diz respeito à interação mútua dos participantes, objetivando, o alcance de melhores resultados, a partir de ferramentas de troca de experiências, de planejamento e implementação e de apresentação dos resultados.

Durante o quinto ciclo, os adolescentes também participaram de um momento específico de formação, como forma de continuidade aos temas que estão sendo trabalhados pelos Núcleos de Participação e Desenvolvimento dos Adolescentes (Nucas) - espaço de discussão e formação de adolescentes que os município estão sendo estimulados a criar nesta edição do Selo.

Dentre as discussões levantadas durante o encontro, a situação relativa à qualidade da água, bem como a falta de higienização de banheiros e cozinhas nas escolas públicas dos municípios participantes chamou a atenção dos coordenadores do evento. Em muitas unidades escolares, principalmente as que funcionam em regiões interioranas, há deficiência hídrica, não existe cozinha para o preparo das refeições que deveriam ser servidas aos alunos e as condições de limpeza dos banheiros são precárias, o que gera inúmeras possibilidades de propagação de doenças. Essas situações, conforme os representantes do Unicef no Ceará, precisam ser revistas e sanadas pelos municípios que pleiteiam a edição do Selo.

Melhorias
Desde que passou a ser desenvolvido no Ceará, em 2000, mais de 100 municípios já conseguiram conquistar o Selo Unicef Município Aprovado. Todos apresentaram melhorias significativas nos índices de educação, saúde, assistência social, cultura e desporto. "O que é percebido, dentro deste período, é justamente um investimento muito grande na área da infância e juventude. Nas áreas de educação, saúde e assistência social, na área da infância, principalmente, os índices de crescimento de ações são extremamente significativos", avaliou o coordenador do escritório do Unicef no Ceará, Rui Aguiar.

Segundo ele, o Estado é o que mais tem se empenhado na solução de demandas ainda presentes no cotidiano de crianças, jovens e adolescentes. "O Ceará é um dos Estados com maior percentual de cobertura de educação infantil registrado e um estado que tem avançado muito na construção de creches e demais equipamentos públicos voltados às crianças. Também é um dos Estados com maior número de Conselhos Municipais de Direitos da Criança e do Adolescente instalados, além de possuir número significativo de Conselhos Tutelares funcionando de maneira adequada. Esse modelo, de uma certa maneira, tem ajudado muito na criação e efetivação de programas específicos para crianças e adolescentes".

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nikon investe novamente nas câmeras mirrorless com a 1 J5

A Nikon continua com uma abordagem peculiar no design de câmeras sem espelho, optando por um sensor menor que a concorrência e focando na velocidade. A nova 1 J5 oferece um pouco mais de resolução (de 18,4 MP para 20,8 MP), amplia o grip lateral para melhorar a empunhadura e ganha uma tela traseira que pode ser inclinada em 180° (para, é claro, possibilitar as inevitáveis selfies).

Além da resolução extra, o sensor de 1″ inclui 105 pontos de detecção de fase (concentrados no centro do quadro) que, ao lado de outro 171 pontos de detecção de contraste, ajudam o sistema de autofoco da máquina a acompanhar objetos em movimento. Outra novidade um pouco menos previsível foi a perda do filtro anti-aliasing. Essencialmente, isso torna as imagens da máquina mais nítidas em troca da aparição do efeito moiré em cenas que contenham pequenos detalhes repetidos (as linhas de um tecido, por exemplo).

O processador de imagem também ganhou um upgrade, passando a ser denominado de Expeed 5A. Ele abre caminho para a gravação de vídeo em 4K, mas apenas a 15 FPS e em clipes limitados a 10 minutos. Esses dois últimos pontos são um tanto irônicos considerando a reputação de rapidez das câmeras anteriores da série 1. Desde a 1 V1, fotógrafos criativos têm usado essas máquinas para criar vídeos 4K a partir de fotos (a 1 V1 era capaz de tirar fotos em RAW a 30 FPS).

Considerando que até smartphones e filmadoras de ação já capturam vídeo 4K a 30 FPS, parece incongruente que a 1 J5 se limite a uma taxa de quadros baixa. É provável que a Nikon tenha optado por manter um bitrate alto para essas vídeos, o que reduziu a taxa de quadros. De qualquer maneira, a 1 J5 continua capaz de capturar fotos a 20 FPS com autofoco contínuo, o que é muito impressionante para uma máquina compacta.

Por fora, as maiores mudanças são o grip e a adição de mais uma roda de controle. Os modos de exposição PASM também se tornaram masi acessíveis, o que deve agradar consumidores mais experientes. O preço inicial da 1 J5 será 499 dólares em um kit com uma lente 10-30 mm (equivalente a 27-81 mm em formato Full Frame).

Fonte: Nikon

Curta nossa página no Facebook



Operação Zelotes envolve bancos, grandes empresas e afiliada da Globo

A operação realizada na quinta-feira 26 por diversos órgãos federais contra um esquema que causava o sumiço de débitos tributários, uma forma de desfalcar os cofres públicos, identificou várias grandes empresas e bancos entre os suspeitos de pagar propina para se livrarem de dívidas. Entre estas empresas está a RBS, maior afiliada da Rede Globo. Os investigadores, segundo o jornal o Estado de S. Paulo, desconfiam que a RBS pagou 15 milhões de reais para que desaparecesse um débito de 150 milhões de reais. Estariam envolvidas também Ford, Mitsubishi, BR Foods, Camargo Corrêa, Light, Petrobras e os bancos Bradesco, Santander, Safra, BankBoston e Pactual.

O esquema desbaratado pela Operação Zelotes subtraiu do Erário pelos menos 5,7 bilhões de reais, de acordo com as investigações de uma força-tarefa formada por Receita Federal, Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Corregedoria do Ministério da Fazenda.

O esquema atuava no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão da Fazenda onde contribuintes podem contestar administrativamente – ou seja, sem passar pela Justiça – certas tributações aplicadas pela Receita.

A força-tarefa descobriu a existência de empresas de consultoria a vender serviços de redução ou desaparecimento de débitos fiscais no Carf. Tais consultorias tinham como sócios conselheiros ou ex-conselheiros do Carf. Elas conseguiam controlar o resultado dos julgamentos via pagamento de propinas. Entre seus clientes, estão as grandes empresas citadas pelo Estadão.

As investigações começaram no fim de 2013. Já foram examinados 70 processos em andamento ou já encerrados no Carf. No total, eles somam 19 bilhões de reais em tributos. Deste montante, os investigadores estão convencidos de que 5,7 bilhões foram ilegalmente “desaparecidos” nos processos já encerrados. Entre os crimes apurados na Zelotes, estão advocacia administrativa, tráfico de influência, corrupção, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Na operação, houve busca e apreensão em Brasília, Ceará e São Paulo. Na capital federal, foram apreendidos 16 carros – entre veículos de luxo, nacionais e importados –, três motos, joias, cerca de 1,8 milhão de reais, 9 mil dólares e 1,5 mil euros. Em São Paulo, foram apreendidos dez veículos e 240 mil, em reais e moeda estrangeira. No Ceará, dois veículos também foram apreendidos.

O Ministério da Fazenda informou que já abriu processos administrativos contras as empresas envolvidas, tendo como base a Lei Anticorrupção, a mesma que dá suporte a processos da Controladoria Geral da União contra empreiteiras metidas na Lava Jato.

Todas as empresas citadas pelo Estadão disseram ao jornal desconhecer as denúncias ou se negaram a comentar o caso.

Abaixo, a lista de débitos investigados de algumas das empresas, segundo o Estadão:

Santander - R$ 3,3 bilhões
Bradesco - R$ 2,7 bilhões
Gerdau - R$ 1,2 bilhão
Safra - R$ 767 milhões
RBS - R$ 672 milhões
Camargo Corrêa - R$ 668 milhões
Bank Boston - R$ 106 milhões
Petrobras - R$ 53 milhões

Fonte: Carta Capital

Curta nossa página no Facebook



Governo propõe cursos de medicina em 22 municípios do interior do país

O governo anunciou nesta quinta-feira (2) um edital para a abertura de novos cursos de medicina em instituições particulares de 22 municípios do país.

A medida faz parte de um novo modelo de expansão destes cursos, que passa a considerar locais pré-selecionados para a oferta de vagas.

Antes, a abertura de novos cursos ocorria por iniciativa das instituições de ensino. Agora, é o governo quem indica as cidades que podem receber a graduação privada em medicina, com base em critérios como estrutura de serviços de saúde e carência de médicos.

Nesta etapa, foram pré-selecionados municípios no interior das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, onde o índice de médicos fica abaixo de 2,7 profissionais para cada mil habitantes.

O prazo para as prefeituras confirmarem a participação é até o dia 24 de abril. Em seguida, será aberto um novo edital para as instituições privadas interessadas.

Ao todo, a previsão é que sejam oferecidas até 1.887 vagas nesses locais. O número final, no entanto, depende dos municípios e instituições confirmarem o interesse nas vagas.

Mais Médicos
A abertura de novas vagas de medicina é uma das ações previstas no programa Mais Médicos, criado para tentar fixar médicos no interior do país.

A medida, porém, é criticada por entidades médicas, que afirmam que não há necessidade de expansão de vagas e defendem a melhoria das condições de trabalho como forma de atrair os profissionais para regiões carentes.

Para o ministro da Saúde, Arthur Chioro, a abertura de novas vagas na graduação e de residência é essencial para a fixação dos médicos. "O Estado precisava minimamente intervir, senão íamos ter que ficar eternamente trazendo profissionais de fora", diz.

No ano passado, 39 municípios foram selecionados para receber novos cursos. A lista de instituições selecionadas deve ser divulgada em 24 de junho, segundo o governo.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Governador Camilo Santana faz a entrega de 11 viaturas ao Corpo de Bombeiros do Estado

A partir desta quarta-feira (1), mais 11 viaturas do Corpo de Bombeiros estão integradas ao sistema de segurança pública do Estado do Ceará. A entrega foi realizada em cerimônia no Palácio da Abolição, onde o governador Camilo Santana fez a distribuição dos veículos de resgate, salvamento e combate a incêndios para reforçar as ações da corporação tanto na Capital como no Interior. “Hoje, estão sendo entregues 11 equipamentos de ponta e de alta tecnologia que serão distribuídos em seis municípios do Ceará, garantindo a estrutura para que o Corpo de Bombeiros possa cumprir o seu papel de forma mais efetiva”, destacou o governador.

Das 11 viaturas, foram entregues seis do tipo Auto Bomba Tanque (ABT), capacitadas principalmente para combate a incêndios; duas são Auto Tanque (AT), também com atuação em incêndios, mas de maior suporte às ABTs; e três de Auto Salvamento (AS), específicas para resgates. Quatro delas foram destinados para Fortaleza e os outros sete para cidades interioranas – Juazeiro do Norte (2), Iguatu (2), Sobral, Limoeiro do Norte e Crato.

Com um investimento de R$ 4,6 milhões, os equipamentos foram elogiados pela corporação, além de contribuírem no processo de redução dos crimes violentos. “O Corpo de Bombeiros é uma instituição muito importante nesta integração da segurança para apresentação dos resultados. Uma das coisas mais importantes que nos levou a esses resultados positivos – e que a liderança maior deste executivo já está fazendo – é ir até a tropa. Fazer com que a corporação se sinta parte integrante deste processo”, ressaltou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira.

O governador citou ainda os principais compromissos e ações planejadas, juntamente com a vice-governadora Izolda Cela, para o desenvolvimento do Estado. Entre as iniciativas citadas foi destacado o Programa “Ceará Pacífico”, que tem o objetivo de atuar no combate à violência, integrando ações de saúde, segurança, esporte e cultura. O projeto engloba ainda a atuação das entidades de classe, Poder Judiciário e sociedade.

Estiveram presentes ainda no evento, a vice-governadora, Izolda Cela, o chefe de gabinete, Élcio Batista, os secretários Alexandre Landim (Casa Civil), Cel Túlio Studart (chefe da Casa Militar), Hélio Leitão (Justiça e Cidadania), Danilo Serpa (Relações Institucionais), os comandantes Cel BM João Carlos de Araújo Prado (Corpo de Bombeiros), Cel PM Geovani Pinheiro (Polícia Militar), Del. Andrade Jr. (Polícia Civil), diretor geral Cel PM José Herlínio Dutra (Academia Estadual de Segurança Pública - AESP), além dos deputados federais José Guimarães, José Arnon Bezerra, Leônidas Cristino, presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque e deputados estaduais Elmano de Freitas, Rachel Marques, Naumi Amorim e Manuel Duca da Silveira.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook



Congresso aprova projetos com custo extra de R$ 3,6 bi

Em meio ao esforço do Planalto e da equipe econômica para garantir a aprovação do ajuste fiscal, deputados e senadores estão aprovando propostas com impacto econômico nos cofres da União. Só em reajustes para servidores, o custo pode chegar a pelo menos R$ 3,6 bilhões.

Para se ter uma ideia do peso das propostas que avançam, as mudanças nas legislações trabalhista e previdenciária apresentadas pelo governo ao Congresso –as principais do ajuste fiscal– devem provocar uma economia de R$ 18 bilhões neste ano.

Os gastos extras que podem ser aprovados pelo Congresso representam 20% do que o governo espera economizar com essas medidas.

O último aumento de gasto público aprovado antes dos congressistas entrarem no feriado de Páscoa foi uma modificação em uma medida provisória enviada pelo governo que trata da transposição para o quadro de pessoal da União dos servidores dos ex-territórios (hoje Estados) de Rondônia, Amapá e Roraima.

Foi ampliado o número de aposentados que podem ser alcançados pela medida. O texto ainda assegura paridade remuneratória entre policiais e bombeiros dos ex-territórios com aPolícia Militar e os bombeiros do Distrito Federal.
Os congressistas também colocaram no texto o compartilhamento de atribuições de auditores com fiscais, que hoje são próprias das categorias. O dispositivo, segundo parlamentares, abre brecha para a isonomia entre as carreiras e permite um reajuste que pode custar R$ 2 bilhões. O texto segue para votações na Câmara e no Senado.

Os senadores também vão discutir texto aprovado nesta semana pela Câmara que eleva o salário dos mais de 500 defensores públicos da União a partir de 2016 e que tem impacto estimado de R$ 100 milhões ao ano.

Na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, foi aprovado um projeto que reajusta os salários dos servidores do Poder Judiciário da União. Apresentado em 2014 pelo STF (Supremo Tribunal Federal), a proposta previa um impacto de R$ 1,4 bilhão nos cofres públicos para o orçamento de 2015.

Os deputados da Comissão de Finanças e Tributação aprovaram ainda o projeto que reestrutura as carreiras dos servidores do Ministério Público da União (MPU), com a fixação de novos salários e instituição de novos cargos. A despesa é calculada em R$ 165 milhões. O texto ainda será votado pelo plenário.

Assessores da presidente Dilma tentam frear a aprovação definitiva das propostas.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Semana Santa deverá movimentar R$ 3,68 bilhões em viagens internas

As viagens dentro do país deverão movimentar R$ 3,68 bilhões durante a Semana Santa, com  as festas religiosas e as reuniões familiares que deverão impulsionar os gastos nesses dias, informou o Ministério do Turismo. A pasta estima a realização de 2,15 milhões de viagens internas, cada uma com custo médio de R$ 1.712,87, incluindo deslocamento, alimentação e turismo.

"A Semana Santa é um feriado mais intenso que outros. As pessoas aproveitam para usufruir de estruturas de lazer ou para visitar parentes e amigos, além da estrutura religiosa", explicou o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, José Francisco de Salles Lopes.

Pelas estimativas da pasta, São Paulo concentrará o maior número de viagens, com 407.346. Também será o estado com o maior gasto, R$ 570,1 milhões. O Rio Grande do Sul aparece em segundo lugar em relação ao valor movimentado, calculado em R$ 489,4 milhões para 136.482 viagens.

Em relação ao número de viagens, o Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 174.277 e gasto estimado de R$ 292 milhões. Estados do Nordeste também têm peso significativo: juntos serão os responsáveis pela movimentação de aproximadamente R$ 1 bilhão. Somente a Bahia movimentará R$ 310,2 milhões em 163.778 viagens.

O consultor Diogo Duarte D'Alessandro, de 34 anos, é um dos que estão com viagem marcada no período. Ele mora em São Paulo com a esposa. Juntos, vão a Brasília para a Páscoa. "Além de a própria Páscoa ser um data familiar, vamos comemorar o aniversário da minha esposa e o do meu pai", conta disse D'Alessandro. O principal gasto que se prepara para ter é com alimentação. "Vou sair, encontrar os amigos."

A projeção do Ministério do Turismo é com base no gasto médio e na frequência de viagens em feriados nacionais. Foram usados os últimos dados anuais, de 2011, somados à inflação no período, que foi de cerca de 27%. Lopes explica serem dados inerciais, ou seja, sem influência de nenhum fator específico, e que podem variar.

De acordo com a pasta, os feriados impulsionam a economia turística e geram impacto em diversos setores, como a indústria de automóveis, o setor aéreo, bares e restaurantes, hotelaria e serviços.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook



Saiba aproveitar as promoções de passagens aéreas

A porto-alegrense Svendla Chaves, 38, mora em São Paulo há cinco anos e viaja a cada dois meses para o Rio Grande do Sul. No último sábado (28), foi e voltou de sua cidade natal de avião por R$ 140. "Era uma superpromoção", diz. De fato, ela economizou. Fora da promoção, teria gastado mais de R$ 400.

Não foi a primeira vez que a gaúcha aproveitou um desconto. Svendla acompanha sites especializados e recebe por e-mail avisos de promoção, dicas que quem deseja aproveitar ofertas deve seguir.

Mas o consumidor deve tomar alguns cuidados. Com as milhas, por exemplo. Na maioria dos casos, a passagem em promoção dá direito a menos pontos que a tarifa normal, quando não dá direito à milha nenhuma. Na Avianca, o bilhete promocional rende 500 pontos; no preço normal, o cliente ganha 1.500.

Já os direitos legais do passageiro não mudam em caso de ofertas. Há limitações, como taxa de remarcação mais cara e exigência de período mínimo de estadia no destino, mas o cliente que se sentir lesado em relação a algo que não esteja no contrato, aceito no momento da compra, deve procurar a empresa.

"As informações sobre taxas devem estar nos bilhetes", afirma Leila Cordeiro, assessora técnica do Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor).

Conectado
Há também algumas ações que podem garantir as cobiçadas viagens a baixo custo.

"É importante entrar sempre nos sites de buscas e das companhias", sugere Leonardo Marques, fundador do site Melhores Destinos. "Muitas vezes, as promoções de empresas internacionais não são anunciadas", diz. "Às vezes, são voos com baixa ocupação que entram numa tarifa mais barata à noite. Outras vezes, as promoções são só em sites de agências e não no da companhia. Ou seja, quem quer viajar tem que ficar conectado."

Compras feitas na madrugada e aos fins de semana também costumam sair mais em conta.

Em busca dos melhores preços
  • Compre ida e volta para terças ou quartas, quando os voos costumam ser mais baratos
  • Faça buscas aos fins de semana e entre 20h e 6h
  • Pesquise em diferentes sites para comparar os preços
  • Nos mesmos sites, é possível criar alertas de trechos e receber avisos quando os preços caírem
  • Voos com escala normalmente são mais baratos
  • Consulte sempre sites e aplicativos de promoções aéreas
  • Cadastre-se nos sites das companhias aéreas para receber as promoções por e-mail
  • Faça uma lista de destinos aos quais gostaria de ir; assim, a possibilidade de promoções interessantes aumenta
  • Consulte os preços em sites de agências e nas páginas das próprias companhias, pois pode haver diferenças e vantagens
  • Taxas e informações sobre cobranças precisam estar detalhadas no bilhete emitido
  • Ter flexibilidade de datas ajuda a encontrar valores de passagens mais baixos
Riscos e desvantagens
  • Cuidado com as taxas; bilhetes promocionais costumam ter custos mais altos para remarcações; na TAM, ao remarcar, além da diferença tarifária, paga-se R$ 120 de taxa (inexistente na tarifa top)
  • Fique atento ao aeroporto de saída e chegada; eles podem ser diferentes e encarecer a viagem
  • Consulte a taxa de reembolso; no caso de desistência, ela pode ser de 50% do valor do bilhete
  • Se a promoção é para voo nos próximos dias, veja se você tem as vacinas obrigatórias do destino
  • O bilhete pode requerer estadia mínima; veja se as datas são de seu gosto
  • No caso de compras virtuais, o cliente tem, por lei, direito a um período de 7 dias de arrependimento em que a empresa deve devolver o valor integral
  • Fique atento aos documentos necessários no país de escala; podem ser diferentes do destino e precisam ser apresentados
Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): SMTDS em ação na defesa da mulher cratense

A Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social do Crato SMTDS, através da Proteção Social Especial, trabalha com diversas ações de combate a violência, além da garantia de direitos as mulheres vítimas de violência doméstica. O Centro de Referência da Mulher (CRM) conta com uma equipe de psicólogas, assistentes sociais, advogada, educadores sociais para atender e acompanhar a mulher vítima de violência. A implantação desse serviço no município foi uma grande conquista, vindo a contribuir de forma efetiva nesse trabalho.

De acordo com a diretora da Rede de Proteção Social Especial de Alta e Média Complexidade, Adriana Lacerda, o CRM faz todo um acompanhamento psicossocial a mulher no sentido de encorajá-las, para que  elas possam denunciar o agressor, além de entender a real situação da violência. “Muitas acham que só existe a violência física, não entendem que a violência psicológica também é uma forma de agressão e que acaba afetando ainda mais do que a física”.

Ainda segundo Adriana, a partir dessa conscientização é feito um trabalho de articulação com a Rede, onde são realizados diversos encaminhamentos. “Caso seja identificada alguma doença sexualmente transmissível, por exemplo, nós nos articulamos com a Secretaria de Saúde. São várias violências que contemplam essa mulher, por isso precisamos trabalhar em conjunto com a rede de enfrentamento e fazer esses encaminhamentos”, disse.

O CRM oferece também acompanhamento jurídico por uma advogada, pois a equipe de profissionais que atua no centro é formada apenas por mulheres, com o objetivo de tonar o ambiente mais acolhedor para que ela se sinta mais segura e confiante.

Outra ação importante está relacionada a profissionalização das mulheres vítimas de violência. Esse trabalho é feito através do Pronatec, onde são oferecidos cursos com o objetivo de inseri-las no mercado de trabalho.

Durante todo o ano a SMTDS realiza uma série de atividades voltadas para as mulheres, através de parcerias com o  Conselho da Mulher, e com outros órgãos que trabalhem nesse contexto. Os profissionais da rede de proteção especial sempre estão realizando palestras nas escolas, participando de capacitações e divulgando as ações no rádio, na televisão e nas redes sociais.

Até o Centro Referência da Mulher (CRM) ser inaugurado no dia 17 de março, as ações eram desenvolvidas pelo Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS).

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Você se acha mais inteligente do que é de fato - e a culpa é da internet

Desde que começamos a acessar a internet em busca de informação, temos uma tendência a achar que somos mais inteligentes - quando, na verdade, a única coisa que aumentou foram os meios de acesso ao conhecimento. Pelo menos é isso o que diz um novo estudo, publicado no Journal of Experimental Psychology.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores fizeram nove experimentos. Nos dois primeiros, metade dos participantes deviam usar a internet para responder perguntas básicas (como um zíper funciona, por exemplo). A outra metade não tinha acesso à internet e devia indicar apenas o quanto se sentia capaz de responder às perguntas.

Depois os participantes deveriam responder perguntas de seis campos completamente não relacionados com as questões da primeira fase (do tipo 'como tornados se formam') e indicar se saberiam ou não responder a pergunta de forma completa. Aqueles que tiveram acesso à internet na primeira fase superestimavam sua capacidade de responder às perguntas se comparados com o pessoal que não acessou a web.

Em outro experimento, os pesquisadores disseram à metade dos participantes para pesquisar a resposta a uma pergunta (por que uma bola de golfe tem pequenas cavidades?) em uma URL específica. O segundo grupo teve uma aula sobre as cavidades da bola de golfe e depois respondeu à pergunta. Enquanto as respostas não variavam entre os dois grupos, o nível de confiança indicado pelo pessoal que usou a internet era bem maior.

Ainda em outra parte da experiência, participantes que tinham acesso a internet acharam que a atividade em seus cérebros era maior. Os pesquisadores mostraram a eles uma série de imagens de ressonância magnética e eles deveriam indicar qual representava seu cérebro. Entre os dois grupos, os 'internautas' indicaram as imagens com mais áreas ativas.

Outro experimento da série teve um resultado diferente, no entanto. Quando os dois grupos foram instruídos a responder uma série de perguntas autobiográficas (como 'por que você se sente próximo ao seu melhor amigo) os níveis de confiança se mantiveram equilibrados. Como não havia muita informação disponível sobre suas próprias relações pessoais, o grupo 'online' não era tão confiante.

A explicação pra isso é que a internet nos dá um senso falso de sabedoria - afinal, temos informações na ponta dos dedos. Mas o conhecimento não deve ser confundido com inteligência - essa inclui suas experiências pessoais, que, até certo ponto, não estão disponíveis online.

Fonte: Galileu (Via Fusion)

Curta nossa página no Facebook



Centec abre vagas para 42 cursos

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) está com inscrições abertas para 42 cursos de Formação Inicial e Continuada em 33 municípios cearenses. Os cursos possuem carga horária entre 40 e 100 horas e totalizam 1.811 vagas. As qualificações abrangem diversas áreas, como meio ambiente, saúde e segurança, gestão e negócio, hospitalidade e lazer, informação e comunicação.

As capacitações acontecerão nos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) das seguintes cidades: Acaraú, Amontada, Aracoiaba, Barreira, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Crateús, Fortaleza, Fortim, Granja, Horizonte, Icó, Iguatu, Ipaumirim, Ipu, Itaiçaba, Jucás, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Massapê, Mauriti, Missão Velha, Orós, Pentecoste, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeré, Santa Quitéria, São Benedito, Tabuleiro do Norte e Viçosa do Ceará.

O Instituto Centec é uma organização social que está presente em 43 municípios cearenses oferecendo cursos básicos, técnicos de nível médio e superiores tecnológicos, por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). O Centec foi pioneiro na difusão da ciência e tecnologia no interior do Estado. Em 2013, a instituição atingiu a marca histórica de mais de meio milhão de pessoas qualificadas.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Addthis