F-1: Em 9º, Massa volta a largar atrás de Bottas; Hamilton é pole na Espanha

Felipe Massa planejava ficar entre os cinco primeiros colocados no grid de largada para o Gp da Espanha, mas teve que se contentar com o nono lugar. No treino classificatório realizado neste sábado no circuito de Montmelò, o piloto da Williams teve problemas em sua última tentativa de volta rápida e vai largar atrás de Valteri Bottas, seu companheiro de equipe, quarto no grid. Já a Mercedes voltou a dominar e tem Lewis Hamilton na pole position, seguido por Nico Rosberg.

Esta é a segunda vez na qual Massa perde o duelo interno para Bottas no treino de classificação. Antes, o brasileiro só havia perdido a disputa no GP do Bahrein, quando largou em sétimo e viu o finlandês ocupar o terceiro posto no grid de largada.

O sábado parecia ser todo de Rosberg – afinal, ele foi o mais rápido no terceiro treino livre e liderou o Q1 e o Q2. Hamilton deu o troco no Q3. Com o tempo de 1min25s232, o britânico superou seu companheiro de equipe e larga na primeira posição pela quarta vez nesta temporada. Vale lembrar que Hamilton nunca venceu em Montmelò.

O sábado parecia ser todo de Rosberg – afinal, ele foi o mais rápido no terceiro treino livre e liderou o Q1 e o Q2. Hamilton deu o troco no Q3. Com o tempo de 1min25s232, o britânico superou seu companheiro de equipe e larga na primeira posição pela quarta vez nesta temporada. Vale lembrar que Hamilton nunca venceu em Montmelò.

O Q1 foi marcado pela batida de Pastor Maldonado. O piloto da Lotus perdeu o controle do carro e bateu de leve no muro, quebrando a suspensão dianteira direita. O venezuelano aumenta sua lista de problemas nesta temporada: ele já havia se envolvido em incidentes nos treinos livres para o GP da China e foi punido por bater na Sauber de Esteban Gutiérrez no GP do Bahrein.

Após alguns minutos de interrupção, o Q1 foi retomado sem grandes surpresas. Os carros da Mercedes dominaram, com Rosberg como único a andar abaixo de 1min27 (seu tempo foi de 1min26s764). Atrás de Hamilton, vieram os pilotos da Red Bull (Vettel e Ricciardo, respectivamente). Massa foi o quinto nesta parte do treino.

Alonso passou por apuros no Q2. Com o tempo de 1min27s602, o espanhol ficou na décima posição nesta parte do treino e por pouco não avançou para o Q3. Nico Hulkenberg, que ficou em 11º, foi apenas 83 milésimos mais lento do que o piloto da Ferrari e acabou eliminado.

O 'inferno' de Vettel deu as caras no Q3. Logo nos primeiros minutos da sessão, o piloto parou sua Red Bull do lado de fora da pista, com problemas, provocando uma bandeira vermelha. Após breve interrupção, os pilotos voltaram à pista e Hamilton 'deu o bote' em seu companheiro de equipe para fazer o melhor tempo e largar na pole.

Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, perdeu dez posições no grid da largada. O piloto francês foi punido após uma roda de seu carro se soltar durante os treinos livres realizados nesta sexta-feira.

A largada do GP da Espanha será às 9h (horário de Brasília) deste domingo, com transmissão ao vivo da TV Globo e acompanhamento do Placar UOL Esporte.

Veja o grid completo de largada do GP da Espanha:

 1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min25s232
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min25s400
3. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min26s285
4. Valteri Bottas (FIN/Williams) – 1min26s632
5. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min26s960
6. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) – 1min27s104
7. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1min27s140
8. Jenson Button (ING/McLaren) – 1min27s335
9. Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min27s402
10. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – sem tempo no Q3

Eliminados no Q2:
11. Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – 1min27s685
12. Sergio Pérez (MEX/Force India) – 1min28s002
13. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – 1min28s039
14. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) – 1min28s780
15. Kevin Magnussen (DIN/McLaren) – sem tempo no Q2
16. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – sem tempo no Q2*
* punido com a perda de dez posições no grid, vai largar em 22º

Eliminados no Q1:
17. Adrian Sutil (ALE/Sauber) - 1min28s715
18. Max Chilton (ING/Marussia) – 1min29s586
19. Jules Bianchi (FRA/Marussia) – 1min30s177
20. Marcus Ericsson (SUE/Caterham) – 1min30s312
21. Kamui Kobayashi (JAP/Caterham) – 1min30s275
22. Pastor Maldonado (VEN/Lotus) – sem tempo

Fonte: UOL



Para especialista, presidente do STF foi 'duro demais' com José Dirceu

Não há consenso entre especialistas sobre a decisão do presidente do Supremo, o ministro Joaquim Barbosa, de vetar o trabalho externo ao ex-ministro José Dirceu sob a alegação de que ele ainda não cumpriu um sexto da pena.

Alexandre Wunderlich, professor da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica) e conselheiro federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), defende que o ministro fez uma interpretação muito restritiva da lei. "Joaquim Barbosa foi duro demais. Muitos Estados da Federação já admitem o trabalho externo no regime semiaberto antes do cumprimento de um sexto da pena."

A interpretação mais liberal da legislação decorre da falta de opções de trabalho dentro dos presídios, ainda segundo Wunderlich.

A lei diz que, antes do cumprimento de um sexto da pena, o trabalho deve ocorrer em "colônias agrícolas ou industriais", mas "o trabalho externo é admissível".

"Como os presídios não têm essas colônias, os juízes permitem o trabalho externo. Se estivesse no Rio Grande do Sul, Dirceu estaria no regime aberto ou com tornozeleira eletrônica porque não há vagas no regime semiaberto. Eu respeito a decisão do ministro, mas não concordo", afirma Wunderlich.

Segundo ele, a interpretação do presidente do Supremo viola dois dos princípios que regem o regime semiaberto: o senso de responsabilidade do detento e o direito à autodisciplina.

Christiano Fragoso, professor de direito penal da Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), também critica a decisão de Barbosa.

"Se é para cumprir a lei, o Dirceu não deveria estar preso onde ele está", afirma, referindo-se ao fato de o presídio da Papuda não contar com colônia de trabalho.

Para Fragoso, "é lamentável" é que a lei só é aplicada para negar benefícios para os presos: "A maior parte dos presos têm seus direitos básicos desrespeitados de um modo estarrecedor. Não são considerados nem cidadãos".

Já Janaína Paschoal, professora de direito penal da USP, considera que a exigência de cumprimento de um sexto da pena até pode ser flexibilizada, mas não para os condenados pelo mensalão, por causa do desvio de recursos públicos, segundo ela.

"Uma interpretação mais benevolente do texto legal não pode ocorrer no caso da ação penal 470, na qual foram apurados crimes com sérios danos à sociedade. Seria um desrespeito."

Fonte: Folha.com



Sua saúde: Mais da metade dos brasileiros está acima do peso, diz estudo

A população brasileira tem engordado nas últimas décadas. Em 1974, a primeira pesquisa sobre o tema feita pelo Ministério da Saúde mostrou que 28% dos brasileiros estavam acima do peso, e, destes, 3% eram obesos. Quase 40 anos depois, mais da metade da população no país está com excesso de peso, e a obesidade atinge 17,5% desse grupo.

Em 2013, a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde nas capitais do país desde 2006, apontou que 50,8% da população está acima do peso.

Em média, desde 2006 – quando o número de brasileiros com excesso de peso era de 42,6% – houve um crescimento de 1,3 ponto percentual por ano. Mas, em 2013 o índice se manteve estável em relação ao ano anterior, quando havia ficado em 51% de excesso de peso e 17,4% de obesidade.

"Estamos fazendo uma transição nutricional, assim como grande parte da população global. Porém, a diferença é que ela ocorre muito mais rápida no Brasil. A boa notícia é que esse crescimento, que vinha de forma contínua e sustentável, diminuiu nesse último ano. Logicamente precisamos de um período mais longo para saber como vai ser o comportamento", conta a diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério, Deborah Malta.

Esse aumento no peso está diretamente relacionado a mudanças no estilo de vida do brasileiro. Com a urbanização e a modernização da sociedade, as pessoas passaram a ter menos tempo para cuidar de sua alimentação e, consequentemente, da saúde. O consumo de calorias aumenta, e a prática de atividades físicas diminui.

"A alimentação não funciona mais só para atender as demandas biológicas, mas também as sociais, simbólicas e culturais. E a indústria, ao oferecer uma série de práticas, não só do ponto de vista de ter alimentos de fácil preparo, atende uma demanda real que é da própria vida. Ficamos quase 10 ou 12 horas fora de casa, chegamos cansados e não temos tempo para cuidar da alimentação", afirma Denise Oliveira e Silva, coordenadora do Programa de Alimentação Nutrição e Cultura da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Brasília.

"Bye bye" feijão com arroz
No cenário atual até o tradicional arroz com feijão está perdendo espaço na mesa dos brasileiros. Segundo Malta, várias pesquisas do Ministério da Saúde detectaram uma queda no consumo desses dois alimentos no decorrer dos anos.

"Os brasileiros, como várias populações do mundo, vêm americanizando seus hábitos e deixando de comer seu prato tradicional: arroz, feijão com alguma proteína, frango ou carne, e salada ou verdura cozida", reforça Marcio Mancini, chefe do ambulatório de obesidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Assim, houve um aumento no consumo de alimentos altamente calóricos, como frituras, industrializados e fast-foods.

"Tínhamos e temos um patrimônio alimentar do ponto de vista da nossa herança indígena, africana e europeia e que nos daria uma alimentação de excelente qualidade. Isso está sendo massificado por alimentos pré-preparados que, provavelmente, contribuem para o que estamos vivendo hoje", opina Silva.

Além das mudanças nos hábitos alimentares, o brasileiro tem praticado menos esporte. A Vigitel indicou que apenas 33,8% da população fazem alguma atividade física regularmente.

Segundo Mancini, uma série de fatores leva a essa diminuição, como o aumento do uso de veículos particulares, devido ao transporte público deficitário nas grandes cidades, a falta de áreas de lazer, como parques, principalmente nas periferias, além do crescimento da violência, que levou as pessoas a ficarem mais em casa.

"Além disso, dentro de casa as crianças estão brincando com smartphones, videogame e computador, que são atividades ligadas ao sedentarismo, diferentemente das brincadeiras de antigamente, que levavam ao gasto de caloria", completa o especialista.

Risco maior entre a população de baixa renda
Essa mudança no estilo de vida causa um impacto maior nas camadas de baixa renda. O percentual de pessoas acima do peso com até oito anos de estudo é de 58,1%, enquanto entre os que têm uma escolaridade mínima de 12 anos fica em 45,5%. O percentual de obesidade também segue esse padrão: é de 22,3% entre os que possuem uma escolaridade de até oito anos e de 14,3% entre aqueles com 12 anos ou mais de estudo.

"Há um mercado perverso de alimentos mais baratos e calóricos para as populações de baixa renda. Nós, como sanitaristas, observamos que o risco é maior entre as populações de baixa renda do que entre as de renda média e alta, porque há também um aspecto relacionado ao acesso à informação e ao preço dos alimentos. Hoje, lamentavelmente, é mais caro consumir legumes, verduras e frutas do que comprar um litro de qualquer refrigerante", observa Silva.

O excesso de peso e a obesidade podem causar várias doenças, como problemas cardiovasculares, cerebrovasculares, respiratórios e digestivos, além de hipertensão, diabetes, câncer e doenças psicológicas, como depressão.

Fonte: Terra



A lentidão de alguns secretários – Justifica-se?*

O primeiro ano de uma administração que se inicia é meio complicado. Mesmo que se tenha constituído uma comissão de transição, leva-se um bom tempo para que os atos e fatos administrativos sejam compreendidos – há substituições dos cargos de confiança e os recém-ocupantes, evidente, são neófitos, devem, ainda, tomar ciência da realidade da pasta que vão enfrentar.

Como a administração é continuada, há projetos que devem ser conclusos, outros que ainda vão ser iniciados e aqueles que serão a marca da administração que chega. Todas essas demandas necessitam de uma assessoria competente, ágil, que se anteceda, o que não está sendo a marca da administração do prefeito Ronaldo.

Ainda acredito nessa administração, mas a morosidade e a ineficiência de alguns secretários, principalmente da saúde, educação e de obras é gritante. Políticos que defendem a incompetência de assessores não merecem ser defendidos, mesmo que tenham as melhores intenções (será que têm?).

Ainda bem que a democracia conta com a inconstância de eleitores.

*Augusto M. Rodrigues é professor



Será que Karl Marx odiava mesmo o capitalismo?

Um dos estereótipos mais forte do marxismo caracteriza-se em sua oposição e seu repúdio ao capitalismo. No entanto, a explicação de Marx sobre o comunismo não é uma simples rejeição ao capitalismo. Marx viu a história como uma progressão das sociedades tentando produzir o máximo de capital possível através da exploração de diferentes classes.

O comunismo era a sociedade idealizada de Marx, a compreensão definitiva do progresso humano: pessoas produzindo uma grande quantidade de capital, sem distinção de classes. Por essa razão, Marx viu o capitalismo como um aperfeiçoamento nos modos anteriores de produção, especialmente porque isso conduziria ao comunismo.

Karl Marx, o infame pai do comunismo moderno, não pode ser mencionado sem ser relacionado a certos estigmas em alguns países ocidentais. Junto a Friedrich Engels, Marx desenvolveu e popularizou o comunismo para um público moderno, dando início, no fim das contas, a numerosas revoluções e mudanças sociais, que podem ou não ter se desviado de seus preceitos.

Capitalismo e simplificação da divisão das classes
Para muitos, Marx é visto como um grande inimigo do capitalismo — um dos princípios fundamentais de nações industrializadas como os Estados Unidos, por exemplo. No entanto, Marx odiava o feudalismo e tribalismo muito mais do que o capitalismo. Isso porque o capitalismo e o comunismo tinham um grande ponto em comum: a capacidade de produzir material em abundância.

Para Marx, toda História é o resultado de brigas entre classes e exploração a fim de produzir mais bens para uma classe dominante. Sociedades pré-históricas eram igualitárias, sem classes, mas eram sujeitas à escassez de material. Após evoluir, a humanidade passou a produzir mais material, mas foi divida em classes. O tribalismo levou a modos arcaicos de produção, que levaram ao feudalismo, que, por sua vez, levou ao capitalismo.

O capitalismo acabou com as complicadas fronteiras de classe do feudalismo e criou um modo econômico de produção extremamente bem sucedido baseado em apenas duas classes: a burguesia e o proletariado. A burguesia controla os meios de produção e, portanto, o lucro. O proletariado controla o trabalho.

Materialismo e consumismo
Aparentemente, Marx adorava o materialismo e o consumismo, assim como a industrialização, em contraponto ao seu ódio à vida rural. Ele queria que toda a humanidade tivesse acesso à abundância material da burguesia. Por essa razão, há indícios de que ele gostava do capitalismo, que eliminou a inutilidade das classes medievais, criando um governo apenas para gerenciar os negócios da burguesia e produzir vastos montantes de capital para mais pessoas.

Somente com a existência do capitalismo é que o comunismo torna-se possível, pois apenas o capitalismo tem a capacidade de produzir material em abundância o suficiente para satisfazer as necessidades e vontades de todos.

O comunismo é o capitalismo controlado pelas massas, colocando um fim na exploração das classes. Uma vez que proletariado controla todos os aspectos do capitalismo, Marx acreditava que a humanidade poderia ser livre. Vendo assim, ambos os modelos sociais não são inteiramente opostos no fim das contas: o objetivo dos dois era produzir grandes quantidades de capital, em nome do materialismo e consumismo, através da industrialização.

Fonte: Mega Curioso (via KnowledgeNuts)



Dilma é recebida com protesto em estádio da Copa em Curitiba

Cumprindo agenda em Curitiba, a presidente Dilma Rousseff foi recebida com um protesto nesta sexta-feira (9) ao visitar o estádio da Copa na cidade.

Cerca de 30 pessoas tocavam cornetas e apitavam em frente à entrada da Arena da Baixada. O grupo não foi recebido nem visto pela presidente, mas o barulho do protesto foi ouvido dentro do estádio, enquanto Dilma posava para fotos com operários da obra.

"Menos Copa e mais saúde", pediam, em faixas e gritos, os manifestantes.

Todos eram servidores das universidades federais do Paraná, ligados ao Sinditest (sindicato dos servidores da educação no Estado), que estão em greve desde março. Eles pedem piso salarial de três salários mínimos e protestam contra a privatização dos hospitais universitários.

"O governo fala que há limitações de orçamento, como sempre. Mas enquanto isso, para construir um estádio faraônico desses, arrumam dinheiro da noite para o dia", afirma a presidente do Sinditest, Carla Cobalchini.

A Arena da Baixada é do Atlético-PR, mas foi financiada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e pelo governo do Paraná. Cerca de 88% do custo de R$ 330 milhões foi bancado por empréstimos.

Um funcionário da Presidência conversou com o grupo antes da chegada de Dilma, e tentou dissuadi-los do protesto. "Ele disse que ia conversar no Ministério do Planejamento, que o governo tem investido em educação, no Pronatec", conta Cobalchini. O grupo decidiu manter a manifestação.

"Rousselfie"
Dentro do estádio, que ainda não está totalmente concluído, Dilma tirou fotos com operários da obra, convidados e funcionários do Atlético-PR.

Uma das presentes carregava uma cartolina pedindo: "Rainha da Nação, queremos Rousselfie". A presidente gostou da brincadeira e tirou várias fotos ao lado dela.

Dilma ganhou uma camisa do Atlético-PR com o seu nome e o número 13, além de um cachecol do time. Vestida de verde, foi alvo de chacota de fotógrafos e presentes: "Veio com a cor do Coxa, presidente?".

Verde é a cor do rival do Atlético-PR, o Coritiba. A presidente riu, e colocou a camisa rubro-negra do Atlético-PR à sua frente.

Fonte: Folha.com



Crato (CE): Polícia prende cinco pessoas em uma “boca de fumo”

Após averiguar denúncia apontando um “entra e sai estranho” na casa número 74 da Rua Nelson Alencar em Crato, a polícia prendeu cinco pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico ou apenas usuários de drogas. Foi por volta das 14 horas desta sexta-feira e um dos jovens que ali se encontrava comprado substâncias entorpecentes era Emiliano Lopes de Almeida, de 27 anos de idade, apelidado por “Nego Binha”.

Segundo a polícia, este já responde 11 procedimentos criminais, sendo um por homicídio, três por roubos, outro por lesão corporal, dois por ameaças, mais um por desacato, outros dois por furtos e um por posse de arma branca que passará a ser dois já que “Nego Binha” estava armado com uma faca de mesa. Já Francisco Nilson Sousa, de 28 anos, se encontrava com um papelote de maconha no bolso.

O Sargento Wilton e os Soldados Terceiro, Otávio, Ricardo, Lucas Lima, Romerito, Lima e Isaac do Ronda do Quarteirão levaram ainda para a Delegacia de Crato Ana Natália da Silva, de 23, Valmisa Camila da Silva, de 31, e Rosângela Paula do Nascimento, de 32 anos. Além disso, cinco gramas de crack e duas gramas de maconha. As garotas foram autuadas por tráfico de drogas.

Demontier Tenório

Foto meramente ilustrativa

Fonte: Miséria



Orelhão, sanduíche e diamantes: Pelé aproveita Copa para vender de tudo

Pelé está no meio de nós. Às vésperas da Copa do Mundo, o Rei do Futebol desceu do trono aos 73 anos para estrelar inúmeras campanhas publicitárias e fazer dinheiro a partir de seu prestígio.

Você já deve ter notado que ele está em todo lugar. Há duas semanas, anunciou em Santos uma parceria com a Unicef evocando outra vez seu famoso discurso de 1969 em favor das criancinhas do Brasil.

Três dias depois estava em Miami posando com relógio de luxo Hublot ao lado do artista colorido Romero Britto. De volta a São Paulo, lançou seu livro de memórias sobre as cinco Copas que disputou, lançado oportunamente... um mês antes da Copa.

Na quinta-feira, estava na avenida Paulista assinando um orelhão da Vivo decorado com o desenho de seu rosto.

Nesse ano, Pelé também já associou sua imagem aos sanduíches da Subway, aos carros da Volkswagen, aos serviços bancários do Santander, aos aviões da Emirates, às bebidas da Coca Cola e aos supermercados Carrefour. Também cedeu fios do próprio cabelo para a produção de diamantes vendidos a até R$ 100 mil.

Ele se prepara agora para fechar contrato com a fabricante de material esportivo Puma e com uma produtora de cinema que deve lançar um filme sobre a infância de Edson Arantes do Nascimento.

"Eu tenho estado bastante ocupado ultimamente", disse Pelé em Miami no meio de sua maratona publicitária.

"Ele sempre fez dinheiro", disse Paul Kimsley, sócio na empresa que agencia os contratos do astro, em recente entrevista ao Wall Street Journal. "Mas ele nunca recebeu o que merecia dado que é uma das pessoas mais famosas do mundo."

Em março, o site Máquina do Esporte, parceiro do UOL, informou que a empresa de Pelé pretende faturar até R$ 58 milhões só em 2014 com seus contratos publicitários. A Copa do Mundo no país turbinou os ganhos do ex-jogador.

Mas se a figura de Pelé tem sido muito atraente para as marcas, sua imagem pública parece ter sofrido arranhões por causa de suas declarações críticas aos protestos que tomaram o país antes da Copa das Confederações no ano passado.

Nas entrevistas que concede, mesmo quando não é questionado sobre o assunto, o ex-jogador tem botado panos quentes na expectativa de mais manifestações durante a Copa. Para ele, os brasileiros devem protestar, sim, mas só após o Mundial, para "não estragar a festa".

Na quinta, enquanto ele inaugurava o orelhão em sua homenagem e fingia estar falando pelo telefone com Neymar e Felipão, cerca de 200 pessoas protestavam a dez metros dali contra ações de despejo da periferia de São Paulo.

Fonte: UOL



Salvadores da pátria – Que não voltem mais!*

Havia uma esperança em uma avalanche de votos. Até foi compreensível o recado vindo das urnas. Não quero polemizar, aqui, nome ou nomes dos que estiveram capitaneando a nossa cidade. Isso não mais interessa, é discussão sem fim que não leva a nada. Do cadáver, quer-se, apenas, sepultá-lo, são infrutíferas as discussões sobre a causa da morte dele – não é mais possível ressuscitá-lo. E a nossa cidade, a nossa querida Crato caminha para se transformar num cadáver.

O mais grave é que já começam a emergir alguns salvadores para impedir que ela vá, de vez, ao “campo santo”. Já há sorrisos largos e prévios sendo distribuídos, tapinha nas costas, um discurso pronto, falando sobre a péssima administração e a apresentação do mais novo salvador da pátria e com ele tudo voltará – honestidade, competência, progresso e haja blá-blá-blá.

Ainda bem que começam a surgir pessoas, grupos e associações discutindo SOBRE A CIDADE e distribuindo “vacinas”, o que é bom, excelente, participarei. Espera-se que não apareçam, por lá, OPOSICIONISTAS, SITUACIONISTAS, PARTIDOS e velhas raposas “sensibilizadas com a realidade” com as encenações de sempre. O partido a ser defendido é o Crato – governar, agora, será ouvindo o povo. Mãos em punho, bandeirinhas ao vento e siglas começando com “P”, propaganda enganosa de si, nunca mais. Guarde o seu sorriso, as suas tapinhas e aquele linguajar batido para outras ocasiões.

Agora é o Crato, esperamos que seja assim porque devemos querer que seja assim. Não existe oposição nem situação. Não existem mais os waltins, os samueles, os ronaldos, os roques, os elis e tantos outros “heróis”. Esperamos muito de alguns deles e hoje estamos na UTI. Dá para confiar em mais alguém vindo de partidos? Sim, desde que sejam tutelados pelo povo, materializados em todo tipo de associação com intensa fiscalização. Não dá mais para confiar. Chega!!!

*Augusto M. Rodrigues é professor



Juazeiro do Norte (CE): Bactéria diz que sua vida só tem dois caminhos: “cadeia ou cemitério”

O jovem José Ermerson Rodrigues da Silva, de 18 anos, apelidado por “Bactéria”, foi preso por volta das 9 horas desta sexta-feira na Vila Três Marias em Juazeiro do Norte. Apesar da pouca idade, possui uma longa história de assaltos a mão armada desde a adolescência o que já lhe rendeu um mandado de prisão preventiva cumprido hoje cedo pelo Serviço de Inteligência do 2º BPM com o apoio de militares do Ronda do Quarteirão.

Nem precisou o Cabo Rodrigues atestar sobre a frieza do mesmo, pois, em entrevista à Imprensa, o rapaz considerou que “não vale a pena ser honesto” e que só existem dois caminhos para sua vida: “cadeia ou cemitério e o destino é quem decide”. No momento está na cadeia, mas, no final da tarde da última segunda-feira quase seria levado ao cemitério se não fosse a ação benfazeja do Hospital Regional do Cariri.

Ele passava no cruzamento das ruas Delmiro Gouveia e São Damião (Santa Tereza) quando foi alvejado com três tiros nas nádegas por dois homens em uma moto Honda Bros e socorrido às pressas por populares ao hospital, onde se recuperou. De posse do mandado de prisão, a polícia prendeu o jovem na casa de sua avó. Além dos assaltos, ele já responde por crimes de porte ilegal de arma de fogo e ganhou esse apelido porque, um dia, trabalhou no transporte de lavagem para um criatório de porcos.

Demontier Tenório

Foto: Cícero Valério / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Obras de Olimpíada no Rio são as mais atrasadas em 20 anos e dirigentes pedem um 'Plano B'

Federações esportivas alertam que o Comitê Olímpico Internacional deve começar a pensar em um "Plano B" se os atrasos no Rio de Janeiro para sediar os Jogos de 2016 continuarem a se acumular até o final de 2014. Reunidos nesta quarta-feira na Turquia, as entidades que representam os esportes olímpicos indicaram que o evento no Brasil é o mais atrasado em 20 anos.

Nesta terça-feira, o presidente da entidade que reúne os esportes de verão, Francesco Ricci Bitti, já havia soado o alerta sobre o Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, depois da reunião com os demais dirigentes, a decisão foi a de elevar o tom contra o Brasil. "Trata-se da situação mais crítica de uma preparação nos últimos 20 anos, pelo menos", disse Bitti.

O grupo ainda optou por pedir ao COI para pensar em um plano B, caso os atrasos continuem, algo que poderia representar um importante prejuízo para o Rio de Janeiro e para a imagem do Brasil.

As entidades ainda solicitaram o presidente do COI, Thomas Bach, para que volte ao Brasil para vistoriar as obras. Bach concordou que a situação é alarmante. "Já disse em janeiro que nenhum dia poderia ser perdido. Há poucas semanas, nossa comissão visitou o Rio e disse que nenhuma hora poderia ser perdida. Compartilhamos das preocupações. Chegou o momento de agir", declarou.

Intervenção
Para tentar ajudar o Rio, o COI decidiu criar grupos de trabalho para acompanhar as obras no Brasil, uma espécie de intervenção na esperança de ainda salvar o evento. "Teremos vários grupos trabalhando ao mesmo tempo", disse Christophe Dubi, diretor do COI. "O primeiro será um grupo de trabalho sobre a construção das instalações esportivas", disse, apontando que o grupo começará a operar imediatamente.

Fonte: Estadão



UFC divulga edital para concurso com 26 vagas de níveis médio e superior

A Universidade Federal do Ceará (UFC) divulgou, na manhã desta sexta-feira (9), o novo edital para o preenchimento de vagas - para os níveis superior e médio - de cargos técnico-administrativos em educação nos campi de Fortaleza (20 vagas), Quixadá (3) e Sobral (3). As inscrições estarão abertas das 8h do próximo dia 12 às 23h59min do dia 20 de maio, exclusivamente pela Internet.  As remunerações vão de R$ 2.412,89 (nível médio) a R$ 3.765,42 (nível superior).

Para Fortaleza, as 20 vagas ofertadas são para os cargos de Contador, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Farmacêutico Bioquímico, Pedagogo – Orientação Educacional, Publicitário, Tecnólogo – Física; Tecnólogo – Química (2), Técnico de Laboratório – Microscopia Eletrônica, Técnico de Laboratório – Geomática, Técnico de Laboratório – Cinema de Animação e Audiovisual,  Técnico de Laboratório – Informática (4), Técnico de Laboratório – Conservação e Restauro de Documentos Gráficos, Técnico de Laboratório – Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis, Técnico em Arquivo (2) e Técnico em Radiologia.

Interior
Para o Campus de Sobral, são destinadas três vagas: Enfermeiro – Esterilização, Técnico de Laboratório – Eletrotécnica e Técnico de Laboratório – Histopatologia. Para o Campus de Quixadá as vagas são para Diagramador, Técnico em Telecomunicações e Técnico em Eletroeletrônica.

Trabalho
Os aprovados para todos os cargos cumprirão jornada de trabalho de 40 horas semanais, com exceção do de Técnico em Radiologia, que terá jornada de 25 horas semanais. As taxas de inscrição variam de R$ 60,00 (nível médio) a R$ 120,00 (nível superior). Quem integra o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e for membro de família de baixa renda pode pedir a isenção da taxa de inscrição nos dias 12 e 13 de maio, no site da CCV. A lista de isentos sairá no dia 15.

Provas
Os candidatos farão as provas, de múltipla escolha, no dia 8 de junho de 2014, em Fortaleza, nos locais a serem informados pela CCV em seu site no dia 4 de junho. Nos casos em que houver prova prática, os candidatos farão o exame no dia 29 de junho, também em Fortaleza. Os locais serão divulgados pela CCV no dia 25 de junho. O concurso será realizado pela Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC), fundação de apoio à UFC, que recorrerá aos serviços da CCV.

Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Mistério no assassinato de um homem com oito tiros na noite desta quinta-feira

Um homicídio foi registrado por volta das 21h30min desta quinta-feira em Crato se constituindo no segundo do mês de maio e o 15º do ano no município. Damião Ferreira dos Santos, de 38 anos, chegava em sua casa na Rua 1, número 248 do Conjunto Novo Horizonte (Bairro Vila Lobo) quando foi surpreendido pelos disparos que partiram do interior de um carro de características não anotadas.

Ele tombou morto em frente à sua residência, enquanto os algozes fugiram em alta velocidade no veículo após efetuarem oito tiros que culminaram com a morte de Damião. Segundo a polícia, não há registros de crimes praticados pela vítima e o caso encontra-se envolto em mistério. O corpo foi trazido para ser necropsiado no IML de Juazeiro e um inquérito será instaurado hoje na Delegacia de Crato para apurar o caso.

O último homicídio ali registrado foi na madrugada de domingo, dia 4 de maio, contra o jovem Wellington Feliciano dos Santos, de 29 anos. Ele morreu no Hospital São Francisco de Crato após ser alvejado com um golpe de punhal por Jean Carlos Freire Lima, de 18 anos, que foi preso. O crime aconteceu no início da madrugada daquele dia no cruzamento das ruas Lavras da Mangabeira e Contorno Norte (Bairro Seminário).

Demontier Tenório

Foto meramente ilustrativa

Fonte: Miséria



Inscrições para o Enem começam na segunda-feira (12)

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam na próxima segunda-feira (12) e vão até o dia 23 de maio, conforme anunciou, ontem, o ministro da Educação, Henrique Paim, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares.

Na edição deste ano, o exame terá novidades na acessibilidade e segurança. O edital com as regras do Enem 2014 será publicado hoje, no Diário Oficial da União. Uma das novidades é a revista eletrônica, por meio de detector de metais, nos dias e locais de prova. O ministro da Educação ressaltou o caráter inclusivo do Enem e o fato de o bom resultado no exame gerar "um caminho de oportunidades" para os participantes.

"Sabemos o quanto o Enem é importante para o País. Ele abre portas", destaca. A nota do Enem é utilizada como critério para acesso ao ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em 115 instituições públicas de educação superior, entre elas a Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Além disso, a participação na prova é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar nas vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). A partir desta edição, o hotsite do Enem vai oferecer o edital do exame em formato de leitura compatível com o Dosvox, um sistema para deficientes visuais, e um vídeo na língua brasileira de sinais (libras) para os deficientes auditivos.

Fonte: Diário do Nordeste



Filha de Dirceu fura a fila para visitar o pai na prisão

Furando a fila dos parentes de detentos, um dos chefes de inteligência do sistema penitenciário do Distrito Federal, governado pelo petista Agnelo Queiroz, levou em um carro com placas frias a filha do ex-ministro José Dirceu para visitar o pai na penitenciária da Papuda.

A Folha acompanhou e fotografou a carona da filha de Dirceu, Joana Saragoça, anteontem, em um carro utilizado em operações sigilosas de Estado e conduzido pelo servidor da Sesipe (subsecretaria do sistema prisional) Wilton Borges.

Com a carona, Joana não enfrentou a longa fila de familiares de presos, de carro ou a pé, que começa a ser formada no final da tarde do dia anterior na entrada do presídio. Ela chegou às 8h55 e passou direto pela entrada de funcionários.

O objetivo dos familiares, ao chegar com antecedência, é passar o mais rapidamente possível pela série de procedimentos de segurança da Papuda, que pode durar até duas horas. São cerca de 2.000 pessoas em dia de visita, que dura de 9h às 16h.

A Folha recebeu a informação de que visitas do gênero estavam ocorrendo há pouco mais de um mês. A reportagem apurou que ao menos uma visita ocorreu também numa quarta-feira e gerou mal-estar entre servidores da Papuda, que a apelidaram de "atendimento a domicílio" para familiares de Dirceu.

Em um primeiro momento, o governo do DF afirmou que não sabia da carona que facilitou o acesso da filha de Dirceu ao presídio.

Greve de fome
Depois, divulgou nota segundo a qual a carona aconteceu porque Joana ajudava em uma investigação interna sobre a possibilidade de Dirceu fazer uma greve de fome em protesto por ainda não ter sido autorizado a trabalhar fora do presídio.

Na quinta-feira passada, reportagem da Folha já afirmava que, apesar de ter cogitado a medida, Dirceu já a havia descartado.

Segundo o governo, como notícias da greve de fome estavam "tendo repercussão no presídio", Joana foi "convidada a colaborar" com a apuração, mas estava "se sentindo insegura" de ir sozinha ao presídio da Papuda, o que motivou a carona.

Por fim, a Sesipe concluiu que Dirceu não está fazendo greve de fome. O governo do DF não explicou qual seria o exato risco para o sistema penitenciário que uma hipotética abstinência alimentar de Dirceu provocaria. A Vara de Execuções Penais do DF, que usualmente seria comunicada de uma investigação do gênero, disse não ter "informação sobre esse fato".

Tratamento
O governo não respondeu se Borges já transportou parentes de outros presos da mesma forma à Papuda. Joana afirmou à Folha que "não conversa com jornalistas".

A assessoria de Dirceu informou que "cabe à Secretaria de Segurança do DF se posicionar sobre as visitas". Seu advogado, José Luis de Oliveira Lima, afirmou que só cuida de questões jurídicas.

Desde que foi preso após ser condenado a 7 anos e 11 meses ao regime semiaberto no processo do mensalão por corrupção ativa, Dirceu foi acusado, com outros presos do caso, de obter privilégios na Papuda, como comida diferenciada e até o uso de celular. Esta última acusação contra Dirceu teve investigação arquivada pelo presídio.

Em parecer encaminhado ao STF, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que "há indicativos bastante claros" de que os presos do mensalão recebem tratamento diferenciado.

Fonte: Folha.com



Crato (CE): Câmara Municipal promove audiência pública para analisar situação do Hospital Manuel de Abreu

Na próxima segunda-feira, dia 12 de maio, a Câmara Municipal do Crato realizará Audiência Pública para analisar as consequências do eventual fechamento do Hospital Regional Manuel de Abreu e as alternativas para que aquela unidade hospitalar continue atendendo a população cratense e caririense.

O Hospital Manuel de Abreu é particular e vem passando por dificuldades para manter seu funcionamento. Atualmente ele mantem convênio com o SUS e seus leitos e os serviços médicos são contabilizados na oferta do serviço público de saúde do Município do Crato. O temor da população é a de uma crise de atendimento na rede hospitalar com superlotação nos outros dois hospitais conveniados pelo SUS.

O objetivo da Audiência Pública requerida pelo Vereador Amadeu de Freitas (PT) é discutir com os gestores municipais do SUS, representantes do Hospital, profissionais de saúde e a população as alternativas para manutenção e ampliação da prestação de serviços públicos de saúde pelo Hospital Manuel de Abreu.

Data: 12 de maio de 2014
Hora: 10 horas
Local: Câmara Municipal do Crato



Datafolha: Dilma tem 37% de intenções de voto; Aécio tem 20%, e Campos, 11%


Diminuiu a chance de a presidente Dilma Rousseff vencer no primeiro turno a eleição de 5 de outubro. Uma das principais razões foi o crescimento das intenções de voto do pré-candidato do PSDB, o senador Aécio Neves (MG).

Segundo o Datafolha, no cenário mais provável a petista teria hoje 37% das intenções de voto e os outros candidatos estariam com 38%, somados. É uma situação de empate técnico, pois a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O levantamento do Datafolha foi feito ontem e anteontem com 2.844 entrevistas, em 174 municípios do país.

Apesar de ter variado na margem de erro, a curva de Dilma não é estável. Ela tem recuado gradualmente nos levantamentos do Datafolha –enquanto seus dois principais rivais estão em ascensão.

No cenário hoje mais provável para a disputa de outubro, liderado por Dilma com 37%, o segundo colocado é Aécio, com 20%. Ele tinha 16% no início de abril. O tucano ganhou quatro pontos e apresentou a maior variação entre todos os candidatos.

O terceiro colocado é Eduardo Campos (PSB), que registrou 11% agora e também apresenta curva ascendente, sempre dentro da margem de erro –tinha 10% em abril e 9% em fevereiro. O pessebista é conhecido muito bem ou um pouco por 25% dos eleitores. Essa taxa é de 86% para Dilma e de 42% para Aécio.

Segundo o Datafolha, 16% dos entrevistados dizem que votariam hoje em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos. Outros 8% declaram que ainda estão indecisos.

Dilma e o PT fizeram um esforço nos últimos dias para estancar sua perda de popularidade e frear o movimento pela volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato a presidente.

Segundo o Datafolha, 58% dos eleitores acham que Lula deveria ser o candidato do PT. Entre os que declaram preferência pelo partido, 75% dizem preferir Lula como candidato nas eleições deste ano.

Embora a variação de suas intenções de voto tenha sido negativa, Dilma ficou dentro da margem de erro da pesquisa. A aprovação ao governo (soma de quem acha o governo "ótimo" ou "bom") hoje é de 35%. Há um mês, era 36%.

Um aspecto positivo para a presidente é que as expectativas econômicas dos eleitores pararam de deteriorar.

Mas continuou a crescer o anseio do eleitorado por mudanças. Hoje, 74% dos eleitores dizem querer mudanças na forma como o país é governado. Para 38%, Lula é o mais preparado para fazer essas mudanças. Dilma foi citada por 15%. Ela tinha 16% há um mês e 19% em fevereiro.

Aécio e Campos melhoraram seu desempenho de fevereiro para cá. Há cerca de dois meses, o tucano era apontado como o mais preparado para fazer mudanças por 10% dos eleitores. Agora, 19% pensam assim. Campos era apontado por 5% e agora tem a simpatia de 10%.

O bloco dos nanicos é liderado por um ex-apoiador do PT e de Dilma, o candidato Pastor Everaldo (PSC), que tem 3% das intenções de voto e está empatado tecnicamente com os outros nanicos.

Eduardo Jorge (PV), José Maria (PSTU), Denise Abreu (PEN) e Randolfe Rodrigues (PSOL) registraram 1% cada um. Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) tiveram menos de 1%.

Fonte: Folha.com



Fóssil inédito de camarão é achado na Bacia do Araripe

Mais um exemplar inédito de fóssil foi encontrado na Bacia Sedimentar do Araripe. Trata-se da menor espécime de camarão já vista no Brasil, o Araripenaeus timidus. Nesta sexta-feira, às 9 horas, o achado estará sendo apresentado para a imprensa. A foto do camarão minúsculo será capa da próxima edição dos Anais da Academia Brasileira de Ciências, no Rio de Janeiro, para todo o mundo científico. O fóssil raro, do período Cretáceo e com mais de 110 milhões de anos, foi encontrado no Museu de História Natural Barra de Jardim, na cidade de Jardim.

O achado foi feito pela equipe do professor Álamo Feitosa, que coordena pesquisa na área, além de estar à frente do Laboratório de Paleontologia da Universidade Regional do Cariri (Urca). O material foi visto no local no início de 2013 e passou a ser descrito durante o ano passado pelos pesquisadores Álamo, da Urca, e William Santana, da Universidade do Sagrado Coração, em Bauru, no Estado de São Paulo. Juntos, os dois pesquisadores escreveram o artigo que será publicado na próxima edição da revista, até junho deste ano.

O camarão fóssil Araripenaeus timidus é o primeiro da espécime descrito para o Brasil. O material do Cretáceo inferior (Albiano) foi coletado na localidade de Sobradinho, em Jardim, Sul do Estado do Ceará, e é pertence à Formação Romualdo. Outro fóssil inédito de espécime de camarão foi encontrado no ano passado, o Kellnerius jamacaruensis, na mesma localidade na Bacia do Araripe.

O Araripenaeus timidus foi encontrado por acaso, durante uma visita dos pesquisadores ao museu. Segundo Álamo, um dos funcionários disse que havia alguns exemplares de camarões guardados e, para sua surpresa, observou com a lupa um deles, minúsculo, que chamou a atenção. "O mais interessante era que esse material estava há muitos anos no museu, e ninguém sabia de sua existência", diz ele. Com isso, passa a ser o primeiro holótipo do Museu. E são essas espécimes encontradas que, segundo Álamo, dão uma ordem de importância a esses espaços, no que diz respeito à pesquisa científica.

A peça irá permanecer no Museu em Jardim, após os estudos realizados. A espécie é ligada aos camarões de água salgada. Há um forte indicativo, segundo o pesquisador, de que a área da bacia Sedimentar teve na sua formação a presença de água doce e também salgada, dando evidências do paleoambiente existente na área. Também pode ser constatada uma mudança muito rápida do paleolago do Araripe.

Ainda segundo Álamo, esse achado é de grande importância porque comprova o nível de excelência em que se encontra o estudo da Paleontologia na região, com fósseis inéditos sendo encontrados, servindo de referência para o mundo científico. Ele destaca, com isso, a publicação que será feita do trabalho, e foram os próprios editores que chegaram a solicitar o material para inserir na capa da publicação.

"Para nós, pesquisadores, é uma grande satisfação poder dar destaque a esse material, porque mostra o nível de relevância da Bacia Sedimentar, no que diz respeito aos achados e o desenvolvimento da pesquisa na área", diz ele. O professor Álamo coordenou a maior escavação controlada já realizada na área da paleontologia, na região, iniciada em 2011. Nesses estudos, já chegaram a ser encontrados fósseis de espécies de pterossauros, insetos, plantas e os camarões, com novas espécimes que têm chamado a atenção do mundo científico.

As escavações envolveram pesquisadores de três universidades, tendo à frente a Universidade Regional do Cariri. Esse trabalho representa um marco para a pesquisa paleontológica e formação de novos profissionais na área, além de revelar grande descobertas, a exemplo de um dos maiores pterossauros já descritos, achado em 2011. O trabalho faz parte do projeto de pesquisa "Estudos Sistemáticos e Paleoecológicos da Fauna de Vertebrados das Formações Crato e Romualdo (grupo Santana) da Bacia do Araripe". Segundo o coordenador da pesquisa, o trabalho veio mais uma vez dar uma importante contribuição para o fortalecimento das pesquisas no âmbito da Paleontologia.

Grande parte do material encontrado foi repassado ao Museu de Santana do Cariri e também de museus de Pernambuco e Nacional, no Rio de Janeiro, além do Laboratório de Paleontologia da Urca, já que são fósseis considerados comuns e que já existem em abundância na área do Araripe.

Parceria
A escavação realizada na área da Bacia do Araripe foi finalizada no Parque dos Pterossauros, em Santana do Cariri, responsável por importantes achados fósseis. As escavações foram feitas a 2km da cidade, envolvendo 20 pesquisadores da Urca, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio do Museu Nacional.

O trabalho de três anos já é considerado, para o paleontólogo, um grande sucesso e destaca a região como importante área de pesquisa da paleontologia no Brasil.

Além de formar novos pesquisadores, já que no projeto atuam desde graduados a doutores, há treinamento de campo de novas levas de estudiosos e essa realidade, segundo Álamo, representa um grande salto do Cariri no que diz respeito à pesquisa.

Mais informações
Geopark Araripe
Universidade Regional do Cariri (URCA)
Rua Carolino Sucupira, S/N - Pimenta
Telefone: (88) 3102.1237

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Homem é preso sob acusação de aliciar crianças para vender drogas

Na tarde desta quarta-feira a polícia de Crato prendeu Francisco José Soares da Silva, de 37 anos, conhecido como Frank, acusado do tráfico de drogas e aliciamento de crianças para a venda de substâncias entorpecentes. Ele mora na Rua Alice Ribeiro, 97 (Bairro Vila Alta) e militares do Ronda do Quarteirão tinham recebido denúncias anônimas que ali funciona um ponto de venda de drogas.

Os PMs foram averiguar e prenderam o acusado em frente à sua residência com uma trouxa de maconha, um papelote de cocaína, dinheiro e dois celulares junto com uma criança de iniciais K. R. A. B., de 12 anos, a qual estaria recebendo orientações no sentido de entregar e até vender drogas. Os dois foram levados para a Delegacia, sendo o menor conduzido no veiculo do Conselho Tutelar. Frank já responde por quatro crimes por tráfico de drogas, dois portes ilegais de arma, furto e contravenção penal.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Transposição do rio S. Francisco tem 60% das obras concluídas

O Projeto de Integração do Rio São Francisco já conta com todas as etapas de execução 100% contratadas e em andamento, com previsão de entrega para o próximo ano. Essa perspectiva de prazo está sendo repassada pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional. No final de março, o ministro Francisco Teixeira esteve visitando as obras no Cariri, na cidade de Jati, e disse que o objetivo é concluir o canal até 2015.

Ele foi acompanhado por uma comissão de empresários da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), do Ceará e Rio Grande do Norte. Nem mesmo com a paralisação na segunda quinzena de março, quando operários que trabalham no trecho da Meta 3N, antigo lote 06, em Mauriti, decidiram interromper as atividades alegando atrasos nos salários, houve registro de prejuízos mais sérios ao andamento das obras no Ceará.

Atualmente, cerca de 60% das obras do Projeto já foram concluídas e os dois Canais de Aproximação do Eixo Norte e Leste já estão prontos. Diversos trechos de obras do Eixo Norte estão em funcionamento 24 horas por dia, incluindo os municípios Brejo Santo, Jati e Mauriti, no Estado cearense, e São José das Piranhas, na Paraíba, dando segmento ao canal, na construção dos 15 quilômetros do túnel Cuncas I, o maior da América Latina, localizado também em Mauriti, e também nos municípios pernambucanos de Salgueiro e Cabrobó.

Dentro da Política Nacional de Recursos Hídricos, o Projeto de Integração do Rio São Francisco é a mais importante iniciativa do Governo Federal, que tem como objetivo garantir a segurança hídrica para mais de 390 municípios, dos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, região onde a estiagem acontece frequentemente. Orçado em R$ 8,2 bilhões, o Projeto prevê recursos de quase R$ 1 bilhão (cerca de 12% do total) para programas básicos ambientais, em conformidade com condicionantes do Ibama.

O empreendimento garantirá o abastecimento de água desde grandes centros urbanos da região, como Fortaleza, Juazeiro do Norte, Crato, Mossoró, Campina Grande e Caruaru, até centenas de pequenas e médias cidades inseridas no semiárido e de áreas do Interior do Nordeste, priorizando a política de desenvolvimento regional sustentável. A obra beneficiará uma população estimada de 12 milhões de habitantes, em 390 municípios nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, além de gerar emprego e promover a inclusão social.

Cinturão das Águas
No Ceará, a redistribuição das águas do São Francisco será feita por meio do investimento do governo do Estado, no projeto Cinturão das Águas, beneficiando a produção agrícola em dezenas de municípios, inclusive no Cariri. As ações no projeto da Transposição vão garantir o acesso à água para a região Nordeste, que possui 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água, o que provoca grande irregularidade na distribuição dos recursos hídricos, pois o Rio São Francisco apresenta 70% de toda a oferta regional.

Com a conclusão do canal, será estabelecida a interligação da bacia hidrográfica do Rio São Francisco com bacias inseridas no Nordeste Setentrional. Essa interligação vai levar água para consumo humano, animal da região, beneficiando mais de 12 milhões de pessoas, além de gerar emprego e promover a inclusão social.

Os trechos em obra do Projeto empregam, atualmente, 10.151 trabalhadores. As bacias beneficiadas pela água do Rio São Francisco serão: Brígida, Terra Nova, Pajeú, Moxotó e bacias do Agreste, em Pernambuco; Jaguaribe e Metropolitanas, no Ceará; Apodi e Piranhas-Açu, no Rio Grande do Norte; Paraíba e Piranhas, na Paraíba.

O projeto estabelece a interligação da bacia hidrográfica do Rio São Francisco - que apresenta relativa abundância de água (1.850 m³/segundo de vazão garantida pelo reservatório de Sobradinho) - com bacias inseridas no Nordeste Setentrional. Essa interligação vai levar água para consumo humano e animal. A previsão é que sejam recuperados 23 açudes e mais 27 reservatórios sejam construídos, que funcionarão como pulmões de água para os sistemas de abastecimento do agreste, fornecendo 6 m³ por segundo.

Trata-se da maior obra de infraestrutura hídrica do País e figura entre as 50 maiores construções de infraestrutura em execução no mundo. A construção se destaca por executar mais de 470 km de obra linear. A informação consta na 14ª edição do boletim "Economia Brasileira em Perspectiva", publicado pelo Ministério da Fazenda. Entre outras 12 obras brasileiras presentes na lista, estão incluídas até as obras dos estádios para a Copa do Mundo de 2014.

Os trechos em construção do projeto, conta com cerca de 3.140 máquinas em operação. Trata-se do mais significativo volume de investimentos nas questões socioambientais e arqueológicas do semiárido setentrional. As ações desenvolvidas pelos 38 programas ambientais do projeto possibilitam o conhecimento aprofundado do bioma Caatinga e em diversos aspectos econômico-sociais e arqueológicos.

Mais informações
Ministério da Integração Nacional 
Esplanada dos Ministérios, Bloco E Brasília (DF)
Telefone: (61) 3414.0138 / 0195

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste



Morre o cantor Jair Rodrigues aos 75 anos

Morreu o cantor Jair Rodrigues, aos 75 anos. De acordo com a JRC Produções, o músico estava em casa, em Cotia (SP), e a família aguarda a chegada da perícia. Não foi divulgada a causa da morte.

Jair Rodrigues de Oliveira nasceu em Igarapava (SP), no dia 6 de fevereiro de 1939, informa seu site oficial. Pai dos também cantores Jair de Oliveira e Luciana Mello, ele começou sua carreira nos anos 1960, em programas de calouros.

Em 1962, gravou seu disco de estreia. Segundo o perfil, duas das músicas, "Brasil sensacional" e "Marechal da vitória", tinham como tema a Copa do Mundo daquele ano, no Chile, que foi vencida pela seleção brasileira.

Fonte: G1



‘Não pude me despedir da minha mulher’, diz marido de Fabiane

Ela passou a tarde de sexta-feira fora de casa. Quando chegou, dei o remédio dela, a coloquei na cama e dei um beijo de boa noite. Saí pra trabalhar. Estava voltando de férias naquele dia e não queria chegar atrasado. Achei que ia encontrar minha mulher quando voltasse pra casa, na hora do almoço. Mas não deu. Só fui vê-la de novo naquela tarde, numa foto que minha prima mostrou na internet. Ela estava toda arrebentada, desfigurada. Mas deu pra reconhecer. Vivemos juntos 18 anos, não tem como não reconhecer. O resto é a história que você já conhece”.

O relato do porteiro Jaílson Alves das Neves, de 40 anos, lembra como foi seu último contato com a mulher, a dona de casa Fabiane Maria de Jesus, de 33 , linchada no último sábado ao ser confundida com uma criminosa — que, segundo a polícia, nem existe — em Guarujá, no litoral sul de São Paulo.

Quando estava passando por um surto, como na semana passada, o que Fabiane mais queria era sair de casa. Vinha sendo assim nos últimos 15 anos, desde que foi diagnosticada com transtorno bipolar, após sofrer um aborto natural do que seria seu primeiro filho. A dona de casa dava voltas de bicicleta por Guarujá, ia à igreja e visitava amigos e parentes. No meio do caminho, poderia abraçar algum dos muitos conhecidos do bairro Morrinhos ou soltar uma ou outra frase desconexa. O fim das crises era basicamente o mesmo: mais calma, a mulher voltava para casa, onde Jaílson pacientemente a acolhia.

Uma semana sem remédios
As peregrinações vinham sendo constantes nos últimos meses, segundo familiares de Fabiane. No fim do ano, ela passou uma semana sem os remédios que costuma tomar três vezes ao dia. Jaílson não conseguiu achar a receita, necessária para obter a medicação no posto de saúde. Para sua surpresa, a dona de casa estava se sentindo melhor do que o de costume. Um bem-estar que durou poucos dias. Embora tivesse voltado a ser medicada, como pedira o médico, Fabiane continuava tendo surtos. Na tentativa de sair de casa, em abril, escorregou do segundo andar e machucou o joelho direito. Dias depois, tropeçou na rua e queimou, no asfalto quente, a parte inferior do pulso esquerdo.

Foram essas duas marcas que Jaílton procurou no corpo de Fabiane, no domingo de manhã, para reconhecê-la na UTI do Hospital Santo Amaro, para onde a mulher foi levada após ser espancada no meio da rua.

— Não pude me despedir da minha mulher. Minhas filhas não vão poder passar o Dia das Mães com a mãe dela. Mas eu espero que a morte da Fabiane não seja em vão. Espero que as pessoas percebam que fazer justiça com as próprias mãos é uma coisa errada. Não vou deixar a morte dela cair no esquecimento. Isso não pode acontecer com mais ninguém — disse Jaílson na última terça-feira, à frente de um protesto organizado por seus parentes, na frente do Cemitério Jardim da Paz, onde a mulher havia sido enterrada no dia anterior.

Uma série de desencontros e coincidências levou Fabiane a estar diante de uma multidão enfurecida pelo boato de que crianças da cidade corriam perigo de serem sequestradas por uma mulher que as usaria em rituais de magia negra.

Sábado, por volta de 8h, Fabiane decidiu dar uma volta, como costumava fazer quando não estava se sentindo bem. Foi até a Praia de Astúrias. Lá fica a colônia de férias onde seu marido trabalha como porteiro. Por volta de 12h, procurou Jaílson, mas ele já havia saído. Chegou a entrar no prédio e dançar com idosos que frequentam a colônia de férias.

Depois, Fabiane se lembrou de que precisava recuperar uma Bíblia que havia deixado na Igreja São João Batista na semana anterior. A Bíblia, presente de um primo, sempre a acompanhava. Ela também pretendia deixar roupas na casa de uma prima que mora em Morrinhos 3 e visitar uma antiga amiga da família.

— Ela deixou a Bíblia na igreja por minha causa — lembra-se a dona de casa Cristina Lucena de Andrade, de 43 anos, amiga de Fabiane há 20. — No sábado anterior, foi meu aniversário. Ela me chamou na igreja, abriu a Bíblia numa passagem do Eclesiastes e pediu para eu ler. Depois, fez o último pedido: “Reza por mim”.

Com a Bíblia recuperada, Fabiane fez uma visita para uma mulher que considerava sua segunda mãe: a aposentada Aparecida Ferreira Lemos Osaki, de 67 anos. Aparecida notou que ela estava um pouco mais pessimista:

— Fabiane só falava em morte e me dizia: “A Vânia quer me levar, mãe”. Ela me chamava de mãe, às vezes, porque vi essa menina crescer — disse Aparecida, lembrando que Vânia era uma vizinha que morreu há mais de dez anos.

Após a visita, por volta de 14h15m, Fabiane deixou as roupas na casa da prima e passou no Mercado e Padaria Central, na Rua 34. Ao sair, com uma sacola de compras, ofereceu uma fruta a uma criança sentada na calçada. Foi o suficiente para despertar a ira de uma multidão.

Embora a rua fique em uma parte bem movimentada de Morrinhos 4, e o crime tenha acontecido na tarde de sábado, com o comércio aberto, é difícil encontrar alguém disposto a contar o que viu no dia do linchamento. Boa parte dos moradores teme sofrer represálias de quem participou do ato e dos traficantes de drogas, presentes na parte mais afastada do bairro.

— Alguém gritou que ela era a sequestradora. Um cara perguntou para ela: “Você gosta de criança?” Ela disse que sim. Depois disse: “E quantas crianças você têm agora?” Ela falou: “Duas”. Mas estava falando das filhas, não de crianças sequestradas. Quem perguntou achou que isso era como se ela estivesse confessando e começou a pancadaria — contou uma mulher, sem se identificar.

Comerciantes e moradores que tentaram parar o espancamento foram ameaçados. Fabiane recebeu chutes, pedradas, socos, pauladas, foi amarrada, arrastada por quase 300 metros e jogada de uma ponte. Quem não participou de maneira direta filmou ou tirou fotos para divulgar nas redes sociais. Foi assim que a família soube o que ocorrera.

— Vi uma pessoa compartilhando a foto no Facebook e pensei: “Não pode ser”. Reconheci minha cunhada pelos lábios e pelo desenho do rosto. Depois escrevi lá: “Parabéns, sociedade. Vocês mataram a sequestradora de crianças. Só que mataram uma mulher inocente, mãe de família e que nunca fez mal a ninguém” — disse o eletricista Nildo das Neves, de 42 anos.

O resgate demorou pelo menos meia hora para chegar, segundo moradores de Morrinhos. Também o carro do Corpo de Bombeiros foi apedrejado. Por volta de 19h, a mulher deu entrada no Hospital Santo Amaro. Precisou esperar um tempo por uma vaga na UTI. Com lesões por todo o corpo, que afetaram o cérebro e o coração, foi declarada morta na manhã de domingo.

Na última segunda-feira, a Polícia Civil prendeu Valmir Dias Barbosa, de 47 anos, que confessou ter participado do linchamento por acreditar que Fabiane era sequestradora de crianças. O boato ganhara força nos últimos 45 dias. Mães não deixavam as crianças brincando na rua até tarde e pediam para tomar cuidado, na volta da escola.

— Também tenho filhos. E o boato que rolava é que estavam matando crianças. Pra mim, aquela mulher era uma sequestradora. Não fui só eu quem agredi. Tinha mais de cem pessoas — disse Barbosa.

Moradores de Morrinhos 4 dizem que Barbosa andava pelo bairro se gabando do feito. Na comunidade, é conhecido por fazer ligações elétricas ilegais para os vizinhos.

Cerca de 20 mil pessoas vivem em Morrinhos, dividido em quatro; a último parte é mais afastada do centro e pobre. Embora tenha uma população carente, Guarujá é um famoso destino de endinheirados paulistanos. Com condomínios de alto padrão, a Praia de Pitangueiras é a mais procurada. Já Morrinhos 4 tem ruas sem asfalto A última parte do bairro, chamada de Palafitas, pela forma como os barracos foram construídos, é reduto do tráfico de drogas, diz a polícia.

Traficantes estariam agindo
Alguns moradores dizem que os traficantes locais estão fazendo sua própria investigação sobre o crime. Incomodados com a presença constante da polícia nas redondezas, já teriam levado seis pessoas para o “debate”, como é chamado o tribunal clandestino chefiado pelos criminosos. Três dos “réus” receberam uma surra como sentença, segundo moradores. A polícia não confirma.

Na última segunda-feira, mais de 300 pessoas acompanharam o enterro de Fabiane. Após o sepultamento, o coveiro Robson da Silva Machado, de 46 anos, procurou a administração do cemitério Jardim da Paz e disse que estava pensando em largar o trabalho. Disse que a história de Fabiane o tocou de um jeito diferente do que as centenas de casos tristes que costuma ouvir no trabalho.

— A mulher tem Jesus no nome. Foi espancada, apedrejada e injustiçada que nem ele. Morreu com 33 anos (idade com que Jesus foi crucificado). Quando me toquei disso, tive um arrepio. Olha como ficou meu braço — afirma o coveiro, mostrando os pelos do braço eriçados. — Dois mil anos depois, não mudou nada.

Terça-feira, Jaílson levou as filhas Ester Nicole, de 1 ano, e Yasmin, de 12, para mais um protesto que pedia paz. Cerca de 30 pessoas os acompanharam. A família prepara um grande ato para a tarde de domingo. Talvez entoem o cântico preferido da dona de casa, “Advogado Fiel”, da cantora gospel Bruna Karla. A letra fala sobre a Justiça divina, algo em que a família tem se sustentado para suportar a dor da perda.

Fonte: O Globo



Barbalha (CE): Licitação para Ceasa Cariri inicia dia 27

Por determinação do Ministério Público Estadual, será realizada neste mês a licitação para áreas desocupadas na Central de Abastecimento do Cariri (Ceasa - Cariri). O comércio atacadista de frutas, legumes e verduras do Cariri só deverá acontecer, segundo o MP, dentro das Centrais de Abastecimento do Ceará. Na região, a comercialização vinha acontecendo em grande parte no mercado do Pirajá, em Juazeiro do Norte, e foi determinada a retirada dos comerciantes para a Ceasa.

A licitação dos espaços acontecerá próximo dia 27. No Cariri, a Ceasa conta com 360 módulos, 50 boxes, 15 lojas, três lanchonetes e um estacionamento com vagas para mais de 200 veículos. Atualmente, dos 50 boxes, sete não foram ocupados e, das 15 lojas, cinco estão desocupadas. Ainda há uma área de 52m² destinada para uma lanchonete. Todo esse espaço desocupado estará incluso na licitação do próximo dia 27. O edital já está disponível no site da Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag): www.seplag.gov.br

Inaugurada em fevereiro de 2012, a Ceasa movimenta cerca de 4 mil toneladas por mês, o que resulta em aproximadamente 50 mil toneladas por ano. O entreposto abastece dezenas de municípios cearenses, além de estados como Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba. Contudo, ainda existem áreas abertas à ocupação e outras que estão ocupadas, mas não ofertam mercadorias.

A expectativa, segundo César Nogueira, diretor técnico da Ceasa Ceará, é de que, neste ano, o Cariri chegue ao pleno funcionamento. "A licitação será aberta para comerciantes de todo o Brasil. Esperamos, com esse novo processo, acelerar a comercialização. Acreditamos que, com o crescimento da região e a chegada de diversas redes de supermercados, shoppings, hotéis, entre outros investimentos, e a Ceasa consiga se desenvolver ainda mais", ressalta.

Além da nova licitação, outra ação, realizada desde janeiro deste ano, vem beneficiando o comércio no Cariri por meio de uma decisão do Ministério Público do Ceará, através da Procuradoria Geral de Justiça, que firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual determina que os comerciantes que vendem hortigranjeiros no atacado e abastecem os permissionários do Mercado do Pirajá e outros só podem realizar as vendas na própria Centrais.

O TAC ainda estabelece que, os produtos que forem comercializados em bancas estabelecidas fora do Mercado do Pirajá, acomodados sobre o solo, lonas ou em outras formas de suporte, serão apreendidos.

Viabilidade
Segundo a determinação, a SR Empreendimentos, na condição de concessionária de todos os mercados municipais de Juazeiro do Norte, viabilizará a devida regularização dos vendedores varejistas de hortigranjeiros que comercializam informalmente fora das dependências do Mercado Pirajá, nas ruas do seu entorno, a fim de que possam ser alojados dentro do mesmo mercado ou em outro a ser construído ou reformado.

Já a Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, em parceria com o Departamento Municipal de Trânsito, a Secretaria Municipal de Saúde e Polícia Militar, atua nas ruas viabilizando os serviços de fiscalização, campanhas educativas, além da manutenção da ordem e da segurança, prevenindo e reprimindo condutas que são consideradas crimes.

Caso o TAC não seja cumprido fica estipulada a multa diária de R$ 2.000,00 para a administração pública municipal, o mesmo valar para a Ceasa Cariri e para a empresa SR Empreendimentos, R$ 1.000,00 para os comerciantes que vendem o grosso hortigranjeiro e R$ 500,00 para os permissionários e comerciantes informais.

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste



Addthis