17 pessoas são presas em Crato e Juazeiro do Norte por envolvimento com tráfico de drogas

A Polícia Civil realizou, na manhã desta quarta-feira (1), o cumprimento do 17 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão em residências e pontos comerciais. Os suspeitos são de Crato e Juazeiro do Norte. Todos eles envolvidos com tráfico de drogas e falsificação de produtos. A ação faz parte Operação Medellín, que chega a sua quarta fase e desde janeiro do ano passado já realizou 77 prisões na região do Cariri.

De acordo com o delegado Manuel Inácio Torres Neto, a ação contou com a participação de 120 policiais civis e 25 viaturas e conseguiu a apreender duas armas, munições, balança de precisão, computadores e discos rígidos. As máquinas eram utilizadas para falsificação de mídias e produção de CD’s e DVD’s piratas. Os suspeitos estão detidos na Delegacia Regional de Crato.

Operação Medellín do Cariri
A operação foi iniciada pelo delegado Giuliano Vieira Sena, quando estava a frente da Delegacia Regional de Crato. Na primeira ação, realizada no dia 7 de janeiro de 2016, foram capturadas 43 pessoas e 112 mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos. Na segunda fase, deflagrada em julho do mesmo ano, a polícia apreendeu 20 armas de fogo e mais de 2,5 mil munições de calibres e nove pessoas foram presas por envolvimento no comércio e porte ilegal de armas. A terceira fase, realizada em setembro do ano passado, teve o cumprimento de 8 mandados de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão.

O nome da operação “Medellín” é uma alusão ao Cartel de Medellín,  que operou na década de 1980 e 1990 no tráfico internacional de drogas, principalmente com cocaína levada da Colômbia até os Estados Unidos. A rede de era chefiada pelo famoso narcotraficante Pablo Escobar.

Mandados de prisão cumpridos:

1- FRANCISCA SOARES DA SILVA (Tica)

2- FRANKLIN ERICK LIMA ALENCAR

3- JOÃO RIBEIRO LOBO (Dão Lobo)

4- ANTÔNIO GILMAR TENÓRIO DA SILVA

5- ERIBERTO FERREIRA DE SOUZA

6- MARIA DAS GRAÇAS AMORIM DIAS (Graça)

7- CÍCERO DE SOUSA SILVA (Galego Tin)

8- RENATO ALVES SILVA PEREIRA (Renato Mototáxi)

9- FRANCILDA FERREIRA LEÃO (Cida)

10- CÍCERA ROMILDA ARAÚJO SILVA

11- ANA PAULA DOS SANTOS PEREIRA (Paula)

12- FRANCISCO ALEXANDRE DA SILVA SALES (Sancha)

Mandados de prisão cumpridos com presos recolhidos:

13- MARCOS ANTÔNIO MARTINS SILVA (Paulista)

14- ANTÔNIO FERNANDES DE OLIVEIRA (Côco Seco)

15- MARINETE ALVES DA SILVA (Dona Neta/Véia Neta)

Mandado de prisão + Flagrante:

16- PAULO RIBEIRO LOBO
Art. 12 da Lei 10.826

17- WANDEMBERG OLEGÁRIO SOUSA (Berg)
Art. 12 da Lei 10.826
Art. 33 da Lei 11.343

18- ROGÉRIO BENÍCIO ESMERALDO (Rogério dos Tijolos)
Art. 16 da Lei 10.826

Prisão em Flagrante:

19- MARIA GLÁUCIA ALVES FERREIRA
Art. 184 do CPB

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Com valor do iPhone X no Brasil, é possível viajar para Miami e comprar o aparelho lá

Você provavelmente deve ter se assustado com os valores do novo iPhone X no Brasil, não? Apesar da expectativa ser alta quanto ao preço, o fato do modelo comemorativo da Apple custar entre R$ 6.999 (64 GB) e R$ 7.799 (256 GB) surpreendeu muita gente.

Diante desses valores bem salgados, o UOL Tecnologia pensou: será que não vale a pena pegar todo esse dinheiro e comprar o iPhone X nos Estados Unidos?

Bom, a resposta é: depende. Fizemos uma rápida pesquisa e a decisão deve levar em conta, principalmente, o tamanho do esforço que você deseja investir nessa missão.

Além disso, é preciso pensar o quão rápido você quer ter o seu novo iPhone em mãos, pois as passagens de avião mais baratas costumam aparecer nos períodos de baixa temporada.

De qualquer forma, o levantamento levou em conta a compra de uma passagem ida e volta para Miami (em que a taxa local não é a das mais caras), durante o mês de janeiro de 2018, período em que muitas pessoas tiram férias.

Outro ponto de atenção é que, para a compra no exterior compensar, o gasto com estadia deve ser mínimo. Se tiver algum conhecido que more lá, que tal pedir para ficar na casa dele(a)? Ou então se arriscar em um bate-volta?

Vamos aos números!
Levando em consideração a compra de uma passagem ida e volta para Miami no período de sete dias por algo em torno de R$ 3.215*, com o valor do iPhone X "mais barato" você teria uma sobra de R$ 3.784.

Esse valor na conversão do dólar turismo de hoje (R$ 3,44 e sem o IOF) ficaria em algo como US$ 1.100.

Nos Estados Unidos, o valor do iPhone X é de US$ 999. Mas, como existe uma taxa local em cada região, em Miami o preço final do celular fica praticamente US$ 1.069, já que existe um acréscimo de 7% de imposto no valor total.

Ou seja, daria para pagar o novo iPhone da Apple e ainda sobraria US$ 31. Neste caso, obrigatoriamente você teria que levar um dinheiro extra para gastar com comida e para poder aproveitar um pouco do lugar. E isso contando que aquele seu amigo legal concordou em oferecer "casa, comida e roupa lavada" durante o período em Miami.

Com o valor do modelo de 256 GB no Brasil (R$ 7.799), ainda seria possível você comprar as mesmas passagens de ida e volta e sobraria R$ 4.584. Convertendo o valor para dólar, você teria algo como US$ 1.332 para comprar seu novo celular.

Logo, conseguiria trazer o iPhone X com maior espaço por um preço final de US$ 1.229,43 (valor com a taxa de 7% adicionada). Fazendo as contas ainda sobraria US$ 102,57. Quem sabe para fazer algum passeio baratinho pela região?

Entenda as regras para entrar no Brasil
A estratégia parece interessante para quem pode e tem (R$) como viajar para o exterior. No entanto, é preciso ressaltar também que existem algumas regras fiscais para produtos comprados fora do Brasil.

A primeira coisa é que existe um limite de US$ 500 por pessoa relacionado a produtos comprados lá fora. Caso as autoridades constatem que você passou do limite, você terá de pagar uma taxa de 50% sobre o valor excedido.

Apesar disso, você pode sim comprar o seu iPhone X e entrar no Brasil. Só que a regra permite apenas um aparelho por pessoa. Segundo a Receita Federal, se o celular é de uso próprio, ele não tem como ser taxado, mesmo que comprado no exterior. O importante é que ele tenha sido usado. 

iPhone 8 é "menos caro" e pode ser uma boa compra nos EUA
No início da semana, o UOL Tecnologia também fez um comparativo com os preços dos novos iPhone 8 e iPhone 8 Plus, recém-divulgados, e uma possível vantagem de comprar um dos modelos nos Estados Unidos. A relação custo-benefício foi parecida com a observada na pesquisa sobre o iPhone X.

O iPhone 8 pode ser comprado no Brasil por R$ 3.999 (64 GB) e por R$ 4.799 (256 GB). Já a versão 8 Plus pode ser adquirida por R$ R$ 4.599 (64 GB) e R$ 5.399 (256 GB). Veja aqui o resultado do levantamento.

Além de uma possível visita ao exterior para a compra dos novos modelos da Apple, o UOL Tecnologia comparou os preços com outras coisas que daria para comprar. O resultado foi que é possível comprar 242 Big Macs; 51 ingressos de cinema; 383 Cervejas artesanais; ou 1.052 passagens de ônibus comuns em São Paulo e muito mais.

Ficha técnica: iPhone X
  • Tela: 5,8 polegadas OLED
  • Sistema Operacional: iOS 11
  • Processador: Apple A11 Bionic
  • Memória: 64 / 256 GB de armazenamento
  • Câmeras: 12 MP dupla (principal) e 7 MP (frontal)
  • Dimensões e peso: 143,6 x 70,9 x 7,7 mm e 174 gramas
  • Preço: R$ 6.999 (64 GB) e R$ 7.799 (256 GB)

*Valores consultados para uma passagem entre os dias 20 e 24 de janeiro de 2018

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Você toma Omeprazol? Muito cuidado com esse medicamento

Um medicamento muito usado em todo o mundo para tratar refluxo ácido, gastrite e úlceras estomacais está associado a uma doença ainda mais grave. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Hong Kong e da University College London, as drogas do grupo de inibidores de bomba de próton (IBP), como o Omeprazol, Pantoprazol e lansoprazol, podem aumentar em até 2,4 vezes o risco de desenvolver câncer de estômago.

Apenas no Reino Unido, são mais de 50 milhões de prescrições desse tipo de remédio todos os anos. A descoberta já tinha sido identificada pelos acadêmicos, mas nunca em um estudo que em que se eliminou uma bactéria então suspeita pelo desenvolvimento da doença.

De acordo com os pesquisadores, depois que a bactéria Helicobacter pylori foi removida, o risco de câncer estomacal aumentou na mesma dosagem e duração do tratamento com medicamentos anti-refluxo.

Eles recrutaram 63 mil adultos e compararam o uso do IBP a um outro medicamento, conhecido como H2, que também limita a produção de ácido estomacal. Os participantes selecionados foram tratados entre 2003 e 2012 e depois acompanhados por cientistas até desenvolverem câncer de estômago, morrerem ou chegarem ao final do estudo, em 2015.

Durante esse período, 3.271 pessoas receberam IBP por quase três anos, enquanto 21.729 participantes tomaram bloqueadores de H2. Um total de 153 pessoas desenvolveram câncer de estômago.

Enquanto os bloqueadores de H2 não aumentaram o risco de câncer no estômago, os IBPs mais do que dobraram as chances. Para quem fez uso diário, o risco foi 4,55 vezes maior do que para aqueles que precisaram do remédio semanalmente. Quando ministrado por mais de um ano, o risco de câncer de estômago aumentou cinco vezes, enquanto as chances foram oito vezes maiores após três anos ou mais.

O estudo recomenda aos médicos que tenham "cautela quando prescrevem IBP para uso de longo prazo, mesmo após a erradicação bem-sucedida de H plyori".

Ao jornal "The Guardian" o professor de farmacoepidemiologia da London School of Hygiene and Tropical Medicine, Stephen Evans, disse que "muitos estudos observacionais encontraram efeitos adversos associados aos IBPs".

"A explicação mais plausível para a totalidade da evidência sobre isso é que aqueles que recebem IBPs, e especialmente os que continuam a longo prazo, tendem a estar mais doentes de várias maneiras do que aqueles para quem esses remédios não foram prescritos."

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

6 hábitos tão prejudiciais à saúde quanto fumar

Um em cada quatro homens e uma a cada 20 mulheres sofrem com o vício em cigarro – segundo dados de 2015, o total de pessoas que fumam diariamente está na casa de 1 bilhão.

Essa alta adesão ajuda a escancarar a letalidade do cigarro: estima-se que o hábito seja responsável por uma em cada dez mortes no mundo, tirando 7 milhões de vidas anualmente. No Brasil, país que tem 18 milhões de fumantes, o fumo faz 156 mil vítimas todos os anos.

Dizer que fumar faz mal à saúde é chover no molhado. Além dos números falarem por si, todo mundo tem um familiar ou conhecido que já sofreu com os problemas decorrentes do vício.

Na literatura científica, porém, outros hábitos nada saudáveis já foram apontados como tão nocivos quanto o cigarro. O site Business Insider reuniu alguns bons exemplos. Vamos a eles.

Vida eremita
Tom Jobim já havia cantado a bola de que é impossível ser feliz sozinho. Não é só licença poética: pesquisadores norte-americanos avaliaram dados sobre estilo de vida e saúde de mais de 3 milhões de pessoas, e os resultados mostraram que viver isolado do mundo aumenta em até 32% o risco de morrer prematuramente. 

Sedentarismo
Trabalhar sentado dá mais barriga que você imagina. Mas os problemas não param por aí. Além de comprar calças mais largas, quem passa o dia todo na cadeira, sem nem se levantar regularmente para pegar um copo d’água, pode ter saúde digna de fumante.

Cada duas horas a mais sentado aumentam os risco de desenvolver tipos variados de câncer, como o do endométrio e do pulmão – esse último, triste conhecido de quem acumula anos com o maço no bolso.

Comer mal
Para mulheres grávidas, comer junk food no período de gestação pode fazer tão mal ao bebê quanto o uso do cigarro.

E não precisa nem ser mãe para ser impactado por dietas gordurosas ou açucaradas demais: uma pesquisa de 2016 mostrou que abusar do combo hambúrguer + batatinha frita oferece mais riscos a saúde que fatores de risco como álcool, drogas, sexo sem proteção e tabaco combinados (!).

Dormir pouco (ou muito)
A relação foi apontada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) em 2015: dormir mal aumenta o risco de doenças cardiovasculares em um ritmo que só o vício em cigarro é capaz de fazer. Mas um estudo da Universidade de Sydney, na Austrália, foi ainda além.

Seus resultados mostraram que ficar na cama tempo demais também pode pesar na saúde: os fãs de edredom dobram suas chances de desenvolver problemas diabetes tipo 2, doenças cardíacas e obesidade – problemas que vira e mexe, costumam figurar ao lado do cigarro.

Da cor do verão
Sabe aquele bronzeado bonito, estilo Donald Trump? Persegui-lo a todo custo pode ter um preço letal. Sessões de bronzeamento também são verdadeiros vilões da saúde, e, segundo um estudo de 2014, são responsáveis por mais casos de câncer de pele do que o número de cânceres de pulmão causados pelo cigarro.

Só um cigarrinho?
Uma campanha de 2013 produzida pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) se baseou em dados da OMS para cravar: uma sessão de narguilé equivaleria a uma exposição a materiais tóxicos de 100 cigarros.

O problemático uso recreativo do cigarro apareceu também em outro estudo, feito neste ano na Universidade do Estado de Ohio, nos EUA.

Fumar aos fins de semana, por exemplo, se mostrou tão nocivo à saúde quanto a dependência diária. Ou seja: aquela história de fumar “apenas socialmente”, pelo menos para seu corpo, não cola.

Fonte: Superinteressante

Curta nossa página no Facebook

5 dicas para você não torrar grana à toa ou ser enganado na Black Friday

Está chegando o final de semana do ano mais aguardado pelos entusiastas da tecnologia e por quem simplesmente quer economizar aquela grana na compra de itens novos: a Black Friday, que cai no dia 24 de novembro. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) a expectativa é de que a movimentação deste ano seja de R$ 2,506 bilhões via e-commerce, um aumento de 18% em relação à temporada passada.

O levantamento da ABComm prevê que as lojas virtuais recebam mais de 10 milhões de pedidos, com valor médio de R$ 246 por item — os smartphones continuam sendo os mais procurados. E você, já está preparado para gastar o 13º salário ou aquelas economias? Então fique de olho nestas dicas preciosas para não torrar grana a mais ou ser passado para trás.

1. Fique de olho na oscilação dos preços
Você já deve ter ouvido falar de alguém que viu um aparelho por um preço, que de repente aumenta bruscamente nas proximidades da Black Friday e, quando a data chega, o desconto aproxima o valor do que era inicialmente. Essa maquiagem tem sido comum nas últimas temporadas, portanto é sempre recomendável monitorar essa flutuação antes da semana do dia 24. 

2. Lista de sites a serem evitados
Para facilitar sua vida, a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) montou uma lista com estabelecimentos que devem ser evitados, seja devido a reclamações de consumidores, notificações ou falta de respostas quando questionados sobre suas práticas comerciais. Clique neste link para abrir e fuja dessas lojas!

3. Reputação vale muito
Uma das melhores formas de saber se vale a pena comprar tal produto e em determinada loja ainda é o boca a boca; afinal, se outras pessoas já tiveram algum problema, você também pode vir a ter. Para isso é recomendável avaliar a reputação dos estabelecimentos, serviços e produtos no Reclame Aqui, no Ebit ou até mesmo nos comentários das páginas oficiais no Facebook.

Além disso, os sites confiáveis possuem o endereço com as iniciais “https”, com um cadeado verde e fechado: isso indica que a página foi verificada como segura pelos órgãos reguladores.

4. Cuidado com os golpes via email
Muita gente acaba caindo em golpes de cibercriminosos nessa época, com destaque para o phishing, que é a prática de obter dados sensíveis e de contas bancárias a partir de páginas muito semelhantes às originais.

Desconfie de promoções mirabolantes, observe bem antes de inserir formas de pagamento e passe o mouse para conferir para onde vão os links de descontos. 

5. Atenção com os detalhes sobre o produto
Daí você foi lá e, seduzido pela possibilidade de levar para casa aquele telefone top de linha pela metade do preço, esqueceu de conferir a disponibilidade — e é aí que percebe que só terá em mãos o produto atualmente fora de estoque daqui a uns 2 ou 3 meses.

Acontece com frequência, então fique esperto com relação a isso. Vale também ler bem a respeito das políticas de troca e detalhes técnicos, para não sofrer com surpresas desagradáveis.

Black Friday
A Black Friday surgiu como forma de aumentar as vendas no comércio norte-americano dos anos 60 e, com o tempo, migrou para as compras online como uma megaliquidação para reposição de itens para as vendas de Natal. O Brasil e outros países vêm adotando essa estratégia desde 2008, e durante o período o público já espera grandes descontos e oportunidades que costumam estar disponíveis somente nessa data.

Fonte: Tecmundo

Curta nossa página no Facebook

Focos de incêndio aumentam e estão mais perigosos no Ceará

Os últimos números registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que monitora os focos de incêndios florestais no País, demonstram aumento no mês de outubro no território cearense. Foram 726 de primeiro a 30 de outubro. No mês anterior, setembro, foram registrados 505. No ano já somam 1.520 queimadas em todo o Estado. Entretanto, além de outubro, os meses com maiores índices são novembro e dezembro.

A situação é de preocupação nos municípios do Interior. A maioria não tem uma guarnição do Corpo de Bombeiros por perto. Quando o socorro chega, o fogo já consumiu tudo. Para agravar mais o problema, os ventos estão mais fortes, espalhando mais rápido as chamas. "Com as chuvas deste ano beirando junho, a vegetação cresceu, mas pouco mais de dois meses foram suficientes para secar tudo. A mata está mais alta e mais cheia", comenta o diretor da Federação dos Trabalhadores Rurais no Sertão Central, José Militão.

Para o coordenador estadual do Prevfogo/Ibama, Kurtis Bastos, o quadro mais crítico ocorre de novembro para dezembro, quando a mata está ainda mais seca e a umidade do ar mais baixa no Nordeste.

Por esses motivos ele não recomenda nesse período a brocagem das terras com o uso de fogo para o cultivo na quadra chuvosa seguinte. Mesmo assim, ressalta que o mapeamento do Inpe aponta para focos de calor, não especificamente para a quantidade elevada de queimadas ou incêndios.

Essa também é a avaliação do coordenador de Biodiversidade da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) do Ceará, Leonardo Borralho. "Esses focos de calor nem sempre são queimadas ou incêndios. O satélite detecta qualquer radiação nesse sentido, até mesmo os metais de um ferro velho. Eles se aquecem rapidamente com a radiação solar. As grandes formações rochosas são outro exemplo. Sem cobertura vegetal, podem expor calor e erroneamente serem classificadas como focos de incêndio", aponta.

Cariri
Na área da Floresta Nacional do Araripe (Flona), neste ano, foram registrados pequenos focos, mas nenhum incêndio. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acredita que a diminuição se deu por conta da Portaria da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), que proibiu a utilização de fogo controlado até dezembro. No entanto, só no fim do mês novembro poderá saber do impacto dessa medida na diminuição das queimadas.

O agrônomo Paulo Meier, diretor da APA Chapada do Araripe, aponta que, entre 2007 e 2015, 72,5% dos focos de calor são detectados entre os meses de outubro e novembro, na Unidade de Conservação, de bioma Caatinga, que está presente em 33 municípios do Ceará, Pernambuco e Piauí. Este aumento também indica maior área queimada no território. Segundo Paulo, quatro fatores potencializam o surgimento de incêndios florestais nesse período: baixa umidade relativa do ar, quantidade de ventos, altas temperaturas e ausência de chuvas.

Isso afeta diretamente a reprodução do Soldadinho-do-Araripe, ave em extinção nativa da Chapada do Araripe. Estudos revelam que, nos meses de outubro e novembro, o pássaro entra em seu período reprodutivo, começando a proteger o território e fazer seus ninhos. "Em outubro e novembro aumenta o risco de o fogo chegar aos ninhos. Apesar de as aves adultas conseguirem fugir, os filhotes e os ninhos se perdem", explica Paulo Maier.

Além disso, é nesse período que começa a floração do pequi, fruto local que movimenta a economia e está presente em boa parts das mesas, na Região do Cariri. "Há a possibilidade de o fogo prejudicar a floração do pequizeiro. Uma parcela importante de extrativistas depende do fruto para sua renda", completa o agrônomo.

Zona Norte
Há pouco mais de uma semana, os motoristas passaram a ter mais atenção cruzando a CE-362, em Sobral, principalmente durante as viagens à noite. A crescente quantidade de focos de incêndio, ao longo da estrada, tem dificultado o tráfego de veículos e prejudicado a vegetação local que, muitas vezes, arde consumida pelas chamas dia e noite.

Próximo à sede de Sobral, o sopé da Serra da Meruoca também tem boa parte da vegetação devastada pelo fogo, vez ou outra, que avança com rapidez sobre os arbustos secos, com ajuda do vento forte. Em muitos casos, a queimada, localizada numa área de Zona Rural, é iniciada para limpeza de terrenos a serem utilizados para o cultivo da agricultura familiar. A constatação é do Corpo de Bombeiros Militar, que tem atendido cerca de 15 ocorrências por dia: os agricultores iniciam a limpeza dos terrenos e acabam por perder o controle do fogo.

De acordo com o monitoramento das atividades feito pelo Corpo de Bombeiros Militar de Sobral, os incêndios são mais frequentes no segundo semestre, devido à estiagem que se manifesta, à medida que o período das chuvas no Estado se finaliza. A zona urbana também contabiliza grande incidência de fogo, em terrenos baldios e relacionados à eliminação do lixo doméstico. Os números apontam que, ao longo do ano passado, foram contabilizados, na região Norte, 763 incêndios em vegetação e 137 em lixo doméstico.

Centro Sul
No Centro-Sul do Estado, nessa época do ano, aumenta o número de queimadas. Colunas de fumaça que sobem no horizonte são indícios de que há incêndios criminosos na mata nativa ou que alguns agricultores ainda mantém o hábito de fazer coivaras para limpar o terreno e preparar o solo para o plantio na próxima quadra chuvosa. O capitão Marcos Acácio, da Seção de Combate a Incêndios do Corpo de Bombeiros em Iguatu, explica que esses incêndios são fruto da ação humana, de forma criminosa ou involuntária. Alguns começam por um lixo, em uma pequena área e o fogo se espalha.

A prática de atear fogo na mata é criminosa, mas raramente são localizados os autores. Na maioria das vezes, a mata incendiada não estava pronta com roço e coivara para a tradicional broca (queima de restos culturais). Nos três últimos anos, a Chapada do Moura, na zona rural de Iguatu, registrou incêndios florestais.

ALEX PIMENTEL
COLABORADOR E SUCURSAIS

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Lula rouba corações, lidera pesquisas e segue em campanha

Ainda falta um ano para as eleições no Brasil, mas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em plena campanha, com direito a recepção digna de estrela do rock de multidões de adoradores em uma caravana recente pelo estado de Minas Gerais.

“Lula, ladrão, roubou meu coração!”, dizia um dos cartazes em um comício na cidade de Diamantina. O sonho do retorno, no entanto, pode acabar a qualquer momento se o tribunal de 2ª instância decidir que o ex-presidente roubou mais do que isso e mantiver a condenação do líder de esquerda, acusado de corrupção.

Talvez a maior dúvida das eleições de 2018 seja se Lula, que atualmente detém uma diferença de 20 pontos nas pesquisas de opinião em relação ao rival mais próximo, poderá participar. A ameaça iminente à liberdade e à carreira política de Lula está em um tribunal de 2ª instância formado por três juízes que atualmente analisa a sentença de nove anos e meio de prisão.

Não há prazo para a decisão. Mesmo que o tribunal anule o veredicto, Lula enfrenta mais cinco ações judiciais e três investigações policiais. Segundo a lei da “ficha limpa” em vigor no Brasil, quem tem condenação confirmada fica impedido por oito anos de se candidatar a cargos públicos.

Contudo, os investidores estão levando a candidatura de Lula a sério. E estão preocupados. “Há um medo com Lula, isso é inegável”, disse Newton Rosa, economista-chefe da Sul América.

Em discurso, em 26 de outubro, o ex-presidente prometeu revogar um dos pilares do governo do presidente Michel Temer: o limite aos gastos públicos previsto na Constituição. Lula também levantou a possibilidade de realizar um referendo sobre algumas das outras reformas pró-mercado do governo atual.

Mesmo que o tribunal de 2ª instância confirme a condenação de Lula, se a opinião dos juízes não for unânime ele poderá pedir uma liminar, suspendendo a decisão e mantendo a candidatura.

Por enquanto, o mercado aguarda a decisão em 2ª instância antes de avaliar as chances de Lula concorrer em 2018, segundo Camila Abdelmalack, economista da CM Capital Markets.

Lula e o PT
Oficialmente, o Partido dos Trabalhadores (PT) diz não ter outro candidato. Segundo Lula e outros líderes do partido, os processos contra ele são “perseguição política”. Alguns membros disseram inclusive que o partido considera a possibilidade de boicotar as eleições se Lula for impedido de concorrer.

“O Partido dos Trabalhadores não tem outro candidato”, disse Juliano Griebeler, analista político da consultoria Barral M Jorge, que acrescenta que manter Lula no quadro ajuda a manter o partido unido. “Após o impeachment houve praticamente uma debandada”, disse ele, em referência ao impedimento de Dilma Rousseff, sucessora escolhida a dedo por Lula. “Em todo lugar teve gente deixando o PT”, acrescentou.

O partido está profundamente preocupado com o que fazer se Lula não puder concorrer. Pesquisas internas sugerem que o apoio atual de 35 por cento nas pesquisas de opinião é quase exclusivamente dele, não do partido.

Mas com o acúmulo de acusações contra o ex-presidente, algumas pessoas dentro do PT reconhecem que a legenda pode precisar estudar alternativas.

“Não há discussões internas sobre um plano B”, disse Humberto Costa, senador do PT próximo de Lula. “Mas há alguns nomes para este cenário, obviamente”, acrescentou, incluindo o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o ex-governador da Bahia Jacques Wagner.

Mesmo que ele participe — e ganhe –, alguns analistas argumentam que a natureza pragmática de Lula limitaria as chances de inclinação radical à esquerda. O Congresso provavelmente será ainda mais conservador em 2019, segundo Griebeler, de forma que o custo político de desfazer as reformas de Temer seria alto.

“Lula não queima pontes, ele tenta negociar”, disse ele. “Mas ele não será tão pró-mercado quanto Temer.”

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

Camilo Santana anuncia gama de investimentos e aquisições na cidade do Crato

O governador do Ceará Camilo Santana anunciou ontem (31) numa live pelo Facebook uma série de investimentos para a região do Cariri. Um deles é a construção de mais um campus da Universidade Regional do Cariri (Urca). “Acabamos de negociar a compra do antigo Serviço Social do Comércio (Sesc), na entrada do (município de) Crato, para que a Urca possa fazer um projeto de recuperação (do espaço), para que seja mais um Campus da universidade”, afirmou.

Além disso, o governador abordou a criação de um centro cultural na região. “Estamos negociando a compra do antigo Hospital Manuel de Abreu, na saída do Crato, para fazer a reforma”. O teatro Rachel de Queiroz, também localizado no município, confirma Camilo, está sendo avaliado para ser integrado aos equipamentos culturais do Estado.

Curta nossa página no Facebook

Mulher que perdeu filho em assalto em Juazeiro do Norte...

Edivânia Maria dos Santos, 30, mulher que estava grávida e foi baleada na barriga em um assalto, neste sábado (28), em Juazeiro do Norte, está respondendo bem ao tratamento e deve receber alta até este fim de semana. As informações são do Hospital Regional do Cariri, onde ela está internada. Edivânia estava grávida de quatro meses e três semanas, e perdeu o filho após a ação.

Conforme relatos de testemunhas, dois garotos armados abordaram a vítima e tomaram a motocicleta dela. Durante a fuga, atiraram contra a mulher. O tiro atingiu o feto, que não sobreviveu. A polícia afirmou também que Edivânia Martins não reagiu.

Os policiais analisam imagens da câmera de segurança de uma academia próxima ao local do crime, no cruzamento das ruas Leão Treze e Manoel Vitorino, no Bairro Salesiano.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Dormir pouco afeta o cérebro da mesma forma que o álcool, revela estudo

Quando não temos uma boa noite de sono, sentimos os efeitos negativos ao longo do dia, como dificuldade de concentração, cansaço e stress. No entanto, as consequências da privação do sono podem ser ainda mais graves.

Segundo um novo estudo, publicado na renomada revista científica Nature, quem não dorme o suficiente pode apresentar lapsos de memória e uma percepção visual distorcida devido a uma falha de comunicação temporária entre os neurônios, de forma semelhante (e tão perigosa quanto) à embriaguez.

“Descobrimos que a falta de sono reduz a capacidade de funcionamento dos neurônios, causando lapsos cognitivos. Isso prejudica a forma como percebemos e reagimos ao que acontece ao nosso redor”, disse Itzhak Fried, um dos pesquisadores, ao site especializado Medical News Today.

O estudo
Pesquisadores da Universidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, e da Universidade Tel Aviv, em Israel, acompanharam 12 pessoas com epilepsia, que possuíam eletrodos implantados no cérebro como forma de registrar com que frequência as convulsões ocorrem e onde elas têm origem no cérebro.

Como parte da avaliação do estudo, as convulsões foram induzidas pela privação do sono. Para monitorarem a atividade elétrica no cérebro e identificarem padrões, os participantes permaneceram acordados durante a noite até chegarem a um episódio convulsivo. Já no experimento, os participantes receberam uma tarefa de categorização, na qual eles tiveram que ordenar diferentes imagens em determinadas categorias o mais rápido possível.

Enquanto os voluntários realizavam a tarefa, os cientistas procuraram avaliar a atividade cerebral do lobo temporal, que está associado à memória e ao reconhecimento visual. Com isso, eles perceberam que quanto mais cansados e sonolentos os participantes ficavam, mais difícil a tarefa se tornava e pior eram suas performances.

Funções comprometidas
Yuval Nir, principal autor do estudo, explicou que, com a falta de sono, as células do cérebro tornam-se mais lentas, comprometendo a comunicação neural. “Normalmente, a reação dos neurônios é rápida, mas nesses indivíduos as transmissões neurais demoraram mais.”

A insônia, segundo os pesquisadores, afeta a forma como os neurônios codificam as informações e como os estímulos visuais são lidos, algo muito semelhante às consequências da embriaguez. Estudos anteriores já mostraram que quando um motorista está cansado, por exemplo, a atenção vagueia, pois os neurônios não estão respondendo com a eficiência que deveriam.

“A falta de sono exerce uma influência similar ao álcool no cérebro”, disse Fried. “No entanto, não existem padrões legais ou médicos que identifiquem o cansaço dos motoristas do mesmo modo que conseguimos identificar a influência do álcool na direção.”

Dormindo acordado
Além disso, no recente estudo, as células cerebrais que levaram mais tempo para responder foram associadas a ondas cerebrais mais lentas, como as que normalmente são registradas durante as fases do sono, e essas atividades reduzidas foram localizadas nas mesmas regiões do cérebro.

“Essas ondas lentas do sono interromperam a atividade cerebral dos participantes e seus desempenhos nas tarefas”, explicou Fried. “Esse fenômeno sugere que determinadas regiões do cérebros se desligam, causando lapsos mentais, enquanto o resto do cérebro permanece acordado e funcionando como de costume.”

De acordo com os pesquisadores, a próxima etapa do estudo irá buscar os mecanismos cerebrais responsáveis ​​pelos lapsos de memória e de percepção, bem como os dos benefícios de uma boa noite de sono.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Gestor do Crato, Zé Ailton Brasil recebe prêmio como um dos melhores prefeitos do Ceará

O prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil,  recebeu das mãos do governador Camilo Santana a premiação por ter sido eleito um dos melhores prefeitos do Ceará. A solenidade dos 35 melhores prefeitos do Estado 2014/2015, aconteceu na noite dessa quinta-feira, 6, no Buffet La Maison, em Fortaleza, contou com a presença de grande parte da classe política cearense e outros segmentos. 

A promoção, em sua 28ª edição, é da PPE – Publicidade Promoções e Eventos, que através de uma comissão julgadora e baseada em informações oficiais sobre os indicadores dos municípios, elege os melhores.

Esse ano, dois prefeitos empataram em primeiro lugar, Guilherme Landim (Brejo Santo) e Patrícia Aguiar (Tauá). 

O governador Camilo Santana, o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, além de vários deputados federais, estaduais, secretários, ministros de tribunais de contas, empresários, vereadores e políticos, prestigiaram a solenidade. Essa foi a 11ª vez que a Prefeita de Tauá Patrícia Aguiar recebeu a premiação.

Troféu Wellington Landim
A PPE criou esse ano, o Troféu Wellington Landim, que homenageou os dois prefeitos que ficaram em primeiro lugar, em reconhecimento ao trabalho realizado pelo ex-deputado, que faleceu no último dia 09 de junho.

Falaram em nome dos homenageados, os prefeitos de Brejo Santo e Tauá, além do governador Camilo Santana, que parabenizaram os gestores pelo desempenho nas administrações.

Melhores Prefeitos
Foram premiados os prefeitos dos municípios de Brejo Santo, Tauá, Camocim, Fortaleza, Granja, Palhano, Aracoiaba, Horizonte Maranguape, Milagres, Morada Nova, Sobral, Caririaçu, Novo Oriente, Quixeramobim, Reriutaba, Orós, Mombaça, Parambu, Boa Viagem, Chaval, Solonópole, Cedro, Maracanaú, São Gonçalo do Amarante, Várzea Alegre, Viçosa do Ceará, Jaguaribe, Russas, Acopiara, Massapê, Iguatu, Piquet Carneiro, Uruburetama e Caucaia.

Com informações do Brasil 247

Curta nossa página no Facebook

Polícia do Ceará é a 2ª que mais morre e a 13ª que mais mata no país

A polícia do Ceará é a segunda que mais morre e a 13ª do país que mais mata em intervenções das forças de segurança, de acordo com a 11ª Edição do Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança, divulgado nesta segunda-feira (30). Em 2016, 26 policiais, entre civis e militares, foram assassinados no estado; 109 pessoas morreram em consequência de intervenção policial.

Comparando o número de mortes de policiais pela população, o Ceará tem uma taxa de 1,4 mortes de agentes de segurança para cada 100 mil habitantes, o segundo maior índice do país. O Ceará fica atrás apenas do Rio de Janeiro, com 2,3.

Já o índice de população morta em ações policiais é de 1,2 para 100 mil habitantes, de acordo com os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em todo o país, foram 4.224 mortos por policiais em 2016 e 437 policiais foram assassinados.

A ação policial aparece como segunda maior causa de óbitos violentos no Ceará, atrás apenas de homicídios. Em 2016 foram mortas por policiais 109 pessoas. O número é 26% superior às 86 mortes causadas pelas forças de segurança em 2015, no Ceará.

Média de 10 mortes por dia
O Ceará registrou 3.566 mortes violentas intencionais em 2016. Se comparados com os registros de 2015, os números são considerados positivos, uma vez que registram queda de 14,2%. Em 2015, o número de mortes violentas intencionais chegou a 4.130. Mesmo com a queda, os números seguem preocupantes, uma vez que representam 9,8 mortes por dia no estado.

A maior parte dessas mortes foi enquadrada como homicídio doloso. Foram 3.334 casos no ano passado, com queda de 15,6% em relação aos 3.334 crimes do mesmo tipo praticados em 2015.

Os roubos seguidos de morte vitimaram 88 pessoas em 2016. Em 2015, foram registrados 65 latrocínios no estado, um crescimento de 35,3%. Considerando as lesões corporais seguidas de morte, também houve aumento de 12,9% no número de ocorrências: de 31 mortes, em 2015, para 35, no ano seguinte. As mortes de policiais fora de serviço também cresceram, de 10 casos, em 2015, para 17, em 2016, crescimento de 70%.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Prefeitura volta a assumir a gestão do Hospital de Missão Velha

O juiz Matheus Pereira Júnior concedeu, no último sábado (20/10), liminar determinando que a Prefeitura Municipal assuma a gestão do Hospital Geral de Missão Velha e assuma todas as obrigações financeiras já contraídas pela instituição junto a fornecedores e profissionais de saúde.

O pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Missão Velha, foi motivado pela presença de diversas irregularidades na gestão do hospital, sob a responsabilidade da Associação Comunitária de Promoção e Assistência à Família (Soprafa). O magistrado determinou, ainda, o imediato afastamento da presidente Maria da Salete Januário Pereira da gestão da Associação.

Algumas das ilegalidades encontradas foram: problemas na infraestrutura do prédio, setor obstétrico com equipamentos defeituosos, central de esterilização funcionando de forma precária, sala de vacinação inadequada, ausência de desfibrilador na sala de urgência, ausência de enfermeiro em todos os horários de funcionamento do hospital, inexistência de registro no Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e de licença ambiental, dentre outras. Além disso, a Promotoria de Justiça detectou a ausência de prestação de contas dos recursos públicos recebidos.

Assessoria de Comunicação/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Governo Temer diminui ainda mais previsão para o salário mínimo de 2018

O Ministério do Planejamento informou nesta segunda-feira (30) que o governo baixou novamente a previsão para o salário mínimo de 2018, passando de R$ 969 para R$ 965.

A estimativa consta da mensagem modificativa da proposta de orçamento de 2018, que ainda será enviada ao Congresso Nacional. Nesta mensagem, o governo informará ter elevado a previsão de gastos em R$ 44,5 bilhões.

A estimativa para o salário mínimo do proximo ano já havia sido reduzida em agosto, de R$ 979 para R$ 969. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 937.

Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.

Com o salário mínimo menor, portanto, o governo economizará nas despesas com o pagamento desses benefícios.

A expectativa do Ministério do Planejamento é de economizar R$ 1,2 bilhão com a revisão do salário mínimo para baixo.

Como o salário mínimo é definido?
O reajuste do salário mínimo é feito a partir de uma fórmula que soma:
  • A variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano ano anterior, calculado pelo IBGE;
  • E o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

No caso de 2018, portanto, será somado o resultado do PIB de 2016, com queda de 3,6%, com o INPC de 2017, que só será conhecido no começo do ano que vem.

Como o PIB teve forte retração em 2016, a correção do mínimo no ano que vem levará em conta somente a variação do INPC de 2017.

Entretanto, o governo está prevendo agora que a variação do INPC será menor que a estimada antes. Por isso a correção do do salário mínimo em 2018 também deve ser menor.

Até então, o governo estimava que o INPC teria uma alta de 3,5% neste ano. Entretanto, na mensagem modificativa do orçamento, passou a prever um aumento menor, de 3,1% para o INPC neste ano. O valor ainda pode mudar até o fim do ano, de acordo com a variação justamente do INPC.

O que diz o governo
Segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o valor definitivo do salário mínimo só será publicado em janeiro do ano que vem.

"Esse não é o valor do salário mínimo que está sendo definido pelo governo. É uma previsão para fins orçamentários. O valor do salário mínimo será publicada em janeiro. O governo não tem liberdade [para definir um valor diferente da fórmula]", declarou.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Ceará cria 2,1 mil vagas de trabalho com carteira assinada em setembro, sendo a maioria no Interior

O Ceará gerou, pelo quarto mês consecutivo, postos de trabalho com carteira assinada, finalizando, em setembro de 2017, com criação de 2.161 vagas, sendo que a maioria (1.641) ocorreu no interior do Estado. A Região Metropolitana de Fortaleza respondeu pelos demais 520 postos de trabalho. Com o desempenho, é possível verificar que o interior do Ceará tem sido o grande responsável pela geração de empregos com carteira assinada nos últimos dois meses.

Os dados estão no Enfoque Econômico Desempenho do Emprego Celetista Cearense (nº 131 – Setembro de 2017), que acaba de ser disponibilizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado. O trabalho é de autoria de Alexsandre Lira Cavalcante, analista de Políticas Públicas, que contou com a colaboração de Matheus dos Santos Carvalho.

De acordo com Alexsandre Lira, na análise do desempenho do emprego celetista para os Estados da Federação, Pernambuco foi o que mais se destacou ao gerar 13.992 postos de trabalho com carteira assinada, seguido por Santa Catarina (+8.011vagas), Alagoas (+7.411 vagas) e Pará (+3.283 vagas). O Ceará ficou na sétima colocação (+2.161 vagas), logo abaixo do Paraná e Bahia.

Destaque
Ao analisar o desempenho dos municípios cearenses, o documento revela que Juazeiro do Norte foi destaque na geração de empregos, com 338 vagas, seguido por Granja (+331 vagas), Maracanaú (+233 vagas), São Gonçalo do Amarante (+189 vagas) e Sobral (+172 vagas). Por outro lado, os maiores saldos negativos foram observados em Fortaleza (-291 vagas), seguido de Iguatu (-178 vagas), Missão Velha (-120 vagas) e Russas (-103 vagas).

Alexsandre Lira observa que o saldo de empregos cearense no acumulado do ano de 2014 foi positivo, passando a registrar saldos negativos em 2015 (-34.336 vagas) e 2016 (-37.191 vagas). No entanto, ele chamada atenção que o acumulado até setembro dos últimos três anos, o saldo negativo de empregos foi nitidamente decrescente, revelando o início de uma inversão do quadro de crise iniciado em 2015.

Regiões
Já os dados obtidos para as cinco grandes regiões do país mostram que em três delas foram observados avanços na geração de empregos com carteira assinada em setembro de 2017. A região Nordeste foi o destaque com criação de 29.644 vagas, seguida pela região Sul, (+10.534 vagas) e Norte (+5.349 vagas). As regiões Sudeste (-8.987 vagas) e Centro-Oeste (-2.148 vagas).

Curta nossa página no Facebook

30 de outubro

1340 - No processo de Reconquista cristã, os reis de Castela e Portugal unem-se na Batalha do Salado contra os mouros.
1925 - São exibidas as primeiras imagens em movimento na televisão.
1938 - É transmitida a adaptação para o rádio do livro A Guerra dos Mundos, sob direção de Orson Welles, causando pânico na população dos Estados Unidos.

Nasceram neste dia…
1871 - Paul Valéry, filósofo, escritor e poeta simbolista francês (m. 1945).
1906 - Giuseppe Farina, automobilista italiano (m. 1966).
1960 - Diego Maradona, ex-jogador e treinador de futebol argentino.

Morreram neste dia…
1899 - Hermann Blumenau, filósofo, administrador e químico alemão (n. 1819).
1975 - Gustav Ludwig Hertz, físico alemão (n. 1887).
2009 - Claude Lévi-Strauss (foto), antropólogo francês (n. 1908).

Fonte: Wikipédia

Lula vai a 35% e vence todos adversários, diz Ibope

A primeira pesquisa do instituto sobre as eleições de 2018 trouxe Lula com mínimo de 35% e máximo de 36% nas intenções de voto em todos os cenários, enquanto Bolsonaro teria 15% se disputasse contra Lula. Segundo pesquisa do Ibope publicada na coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo deste domingo.

Marina Silva é a terceira colocada em qualquer cenário com Lula, com entre 8% e 11%. Sem Lula, o primeiro lugar na intenção de votos apresenta um empate entre Marina e Bolsonaro – cada um teria 15%.

Na pesquisa espontânea, que não apresenta nomes ao entrevistado, Lula apareceu com 26% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro com 9% e Marina Silva com 2%.

Segundo o jornal, a pesquisa do Ibope foi feita entre 18 e 22 de outubro, com cerca de 2 mil pessoas em todos os estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O apresentador de televisão Luciano Huck também teve o nome testado na pesquisa do Ibope, e variou de 5%, em eventual disputa com Lula, a 8%, em caso de Haddad ser o candidato petista.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre 0 e 1%, dependendo dos adversários.

Fonte: Veja.com (Com Reuters)

Curta nossa página no Facebook

Juazeiro do Norte (CE): Mulher que perdeu o bebê baleada em assalto tem quadro de saúde estável

Edivânia Maria dos Santos, 30 , foi assaltada e,
durante a fuga, atiraram contra ela, grávida
de quatro meses e três semanas.
A mulher que perdeu o filho ao ser baleada após um assalto em Juazeiro do Norte, neste sábado (28), está consciente e apresenta quadro de saúde estável, segundo boletim médico deste domingo (29). Edivânia Maria dos Santos recebe atendimento no Hospital Regional do Cariri.

A polícia segue em busca dos suspeitos, dois adolescentes, de acordo com a Polícia Civil de Juazeiro do Norte. Conforme testemunhas relataram dois garotos armados abordaram a Edivânia, de 30 anos, tomaram a motocicleta dela e, durante a fuga, atiraram contra ela, grávida de quatro meses e três semanas.

O tiro atingiu o feto, que não sobreviveu. A polícia afirmou também que Edivânia Martins não reagiu, mas, mesmo assim, foi atingida na barriga próximo as costelas. Neste sábado, ela passou por uma operação que retirou do feto.

Investigação
"Tivemos aqui uma grande fatalidade. Um crime perverso. Agora a Polícia Militar vai fornecer suporte para identificar e prender os suspeitos", afirmou o tenente-coronel da PM, Cícero Brito.

Os policiais analisam imagens da câmera de segurança de uma academia próxima o local do crime, no cruzamento das ruas Leão Treze e Manoel Vitorino, no Bairro Salesiano.

O professor de educação física, Cielton Vieira, disse que ajudou a socorrer a mulher. “Estava ministrando uma aula aqui perto e uma das minhas alunas gritou dizendo que havia um assalto. Ouvi os tiros e a mulher grávida caiu na calçada. Aí todo mundo ajudou ela e levamos para o hospital”, disse.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Juazeiro do Norte se organiza para a maior romaria do ano

A menos de uma semana da Romaria de Finados, a maior em número de visitantes deste Município do Cariri cearense, a cidade se prepara para acolher os romeiros. A celebração começa, oficialmente, neste domingo (29) e vai até o feriado, dia 2 de novembro. São esperadas cerca de 400 mil pessoas nos cinco dias de festa e devoção. A peregrinação é marcada pela visita ao túmulo do Padre Cícero, localizado na Capela do Socorro.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo e Romaria (Setur), preparou diversas ações para receber melhor os fiéis que vêm a Juazeiro do Norte. Em parceria com outras Pastas, a Setur tem realizado reuniões de avaliação desde a Romaria de Nossa Senhora das Dores, ocorrida no mês passado. A ideia é integrar todos os profissionais que atuarão na Romaria de Finados e encaminhar as tarefas que cada setor desempenhará. Ao todo, foram três encontros, o último realizado nessa quinta-feira (26), no Círculo do Operário.

Segundo a coordenadora de romarias da Setur, Leda Barros, a metodologia de integração tem tido bons resultados. "Alinha melhor as ações. É importante para que todos saibam o papel de cada um e tem sido muito positivo", explica. Além das secretarias, a Prefeitura convidou as universidades, as polícias Militar e Civil, os órgãos de distribuição de água e energia e a Basílica de Nossa Senhora das Dores.

A partir das sugestões, criaram os agentes de romaria, que atuarão no atendimento aos romeiros perdidos e passando informações em geral. No total, 60 pessoas trabalharão neste serviço. Também foi elogiada a atuação dos agentes de trânsito, que desobstruiriam as ruas e agora contam com o Estacionamento do Romeiro como importante equipamento. Por outro lado, foi sugerida uma melhor atuação no recolhimento de lixo, incluindo a adoção de sacolas em vários pontos da cidade.

City Tour
Sucesso entre os fiéis que visitaram Juazeiro do Norte na Romaria de Nossa Senhora das Dores, em setembro, o passeio guiado pela cidade continuará na Romaria de Finados. A partir do dia 30 de outubro, até dia 1º de novembro, o roteiro estará disponível para os romeiros. O ônibus sairá às 9h e às 14h.

O passeio começa na Praça Beata Maria de Araújo e passa pela Lira Nordestina, para conhecerem as xilogravuras e cordéis produzidos em Juazeiro do Norte. Em seguida, visita o Santuário dos Franciscanos, Mosteiro de Nossa Senhora da Vitória, a Igreja Salesianos e, por último, o Mercado Central. Lá, o romeiro pode descer, entrar, fazer suas compras e levar alguma lembrança de Juazeiro do Norte.

"Fizemos uma mudança de itinerário pensando em fomentar o comércio local e que o romeiro, além de conhecer os atrativos, possa conhecer as lojas, fazer a compra de algum presente para os parentes e amigos que ficaram em sua terra. Como no Mercado a maioria dos comerciantes é daqui, o Município arrecada", conta Samir de Oliveira, coordenador intersetorial da Secretaria de Turismo e Romaria.

Saúde
O calor forte nesta época do ano é uma preocupação para a saúde dos romeiros que visitam Juazeiro do Norte a partir da próxima semana. Problemas de pressão alta, acidente vascular cerebral (AVC) e diarreia se acentuam com o aumento da temperatura. Com isso, quatro pontos de atendimento trabalharão para atender essas ocorrências. No Horto, funcionará das 4h às 13h, enquanto na Igreja dos Salesianos, Santuário dos Franciscanos e Capela do Socorro, as pessoas poderão ser atendidas das 7h às 19h.

Em cada ponto, uma equipe de enfermeiros, técnicos em enfermagem e alunos fará verificação arterial, teste de glicemia ou qualquer outro atendimento. Segundo Késia de Andrade, enfermeira que coordena o setor de Saúde durante as romarias, caso precise de encaminhamento médico, estes profissionais solicitarão uma ambulância para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Já o Posto da Matriz, funcionará com consulta médica e enfermeiros. Como a demanda é maior, lá funcionará das 7h à meia-noite, nos cinco dias de romaria. Ao todo, 30 profissionais trabalharão, além dos alunos estagiários do curso técnico em Enfermagem. "A maior parte dos atendimentos é de pacientes desidratados. Outra coisa é a questão da medicação, pois muitas vezes viajam e não trazem o medicamento e precisam de atendimento. Aí são encaminhados para a UPA para receber essa medicação", explica Késia.

Religiosidade
A Romaria de Finados conta com a maior visitação, pois, além dos romeiros, muitos moradores vão ao encontro do túmulo do Padre Cícero, na Capela do Socorro, prestar suas homenagens ao Patriarca de Juazeiro do Norte. A programação religiosa começa neste domingo (29), com a abertura oficial, mas, durante a semana, serão realizadas missas todos os dias, na Basílica de Nossa Senhora das Dores e na Capela do Socorro, além do atendimento de confissões.

A noite, a concentração é na Praça dos Romeiros que, após celebração, tem o momento de convivência na cidade cenográfica da Vila Tabuleiro. Haverá também quermesse e o show dos chapéus. No dia 2 de novembro, feriado de Finados, serão realizadas missas a cada duas horas. De acordo com o Padre Cícero José, pároco da Basílica de Nossa Senhora das Dores, a Igreja participará com padres, irmãs, funcionários e voluntários para atender os fiéis.

"A gratidão é uma virtude que vem do céu. E esse gesto de visitar o túmulo do Padre Cícero, que nasceu com os romeiros, é essa gratidão dos protagonistas. A romaria se torna celebrativa, mas tem um caráter de espacialidade. Vários pontos são visitados, os romeiros se distribuem por toda a cidade", completa o pároco.

Racionamento
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) operará em regime especial, durante a Romaria de Finados, para garantir a distribuição de água na cidade. Entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro, 17 bairros terão redução no tempo de abastecimento. Serão afetados os bairros Triângulo, João Cabral, Romeirão, Pirajá, Jardim Gonzaga, Lagoa Seca, Timbaúbas, Pio XII, Limoeiro, Vila Fátima, Antônio Vieira, Santa Teresa, Leandro Bezerra, Parque São Geraldo, Almino Loiola, parte do Novo Juazeiro e parte do Salesianos. A Cagece orienta a população que a água seja consumida com moderação, sempre priorizando as atividades essenciais e o consumo humano.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Cuidado! Novo golpe no WhatsApp pode afetar 3 milhões de brasileiros

O tempo passa, mas uma coisa não muda: os brasileiros seguem caindo em golpes disseminados via WhatsApp. O alvo da vez de hackers são pessoas que recebem menos de dois salários mínimos ou que estão desempregadas há mais de um ano. Segundo o DFNDR Lab, laboratório de segurança digital, o golpe envolve a CNH social, instituída pelos governos estaduais para pessoas nestas condições.

A ação, no caso, faz a promessa de que há uma nova seleção de candidatos para a CNH Social, que isenta o usuário de taxas para tirar a habilitação. Já foram identificadas na última semana 270 mil vítimas que usam o sistema da DFNDR. Com base no total de usuários de smartphones no país, o laboratório estima que mais três milhões de pessoas tenham sido afetadas.

O golpe pede que o usuário preencha dados pessoais como nome completo, data de aniversário e Estado no qual reside. Depois, como normalmente ocorre com ataques do tipo, o usuário deve compartilhar a informação com dez amigos ou cinco grupos no mensageiro.

Depois de três cliques no botão de compartilhar, a vítima é levada para uma página do Facebook que contém posts sobre outros programas governamentais, como Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida. Isso é uma tentativa de dar ainda mais credibilidade ao golpe. Até a tarde desta quarta (1º), a página tinha 4,5 mil seguidores e o post contava com mais de 10 mil compartilhamentos.

"Neste caso específico, o cibercriminoso está aplicando métodos de engenharia social ao ampliar sua base de contatos para a veiculação de novos golpes e até mesmo ganhar dinheiro expondo/vendendo dados dos usuários. Queremos alertar a população para que evite clicar ou compartilhar links sem antes conferir se são verdadeiros ou falsos", explica Emilio Simoni, diretor do DFNDR Lab.

Para não cair em golpes do tipo, a dica é sempre desconfiar de informações suspeitas que circulem pelo WhatsApp e evitar compartilhar algo que gere dúvidas entre os contatos. O usuário pode ainda instalar aplicativos de empresas de segurança que reconheçam e evitem tais ameaças.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Crato (CE): Cidade ganha a sua própria Cartografia Cultural

Conhecido como o "Caldeirão da Cultura", este Município do Cariri cearense ganhou importante instrumento para as políticas públicas culturais: a Cartografia Cultural do Crato. Lançado no dia 17 deste mês, em forma de livro, o trabalho foi organizado entre 2014 e 2016, pela então secretária de cultura Dane de Jade. Foram registrados 382 verbetes, divididos em três eixos: Patrimônio Natural e Práticas Culturais Sustentáveis; Patrimônio Cultural; e Equipamentos e Artes. Estes três eixos foram divididos em 14 categorias e 11 seguimentos sistematizados.

O mapeamento foi realizado entre a Secretaria de Cultura do Município, o Laboratório de Geoprocessamento da Universidade Regional do Cariri (Urca) e muitos colaboradores. Foi feito um levantamento bibliográfico e, também, disponibilizado um cadastramento online para os agentes da cultura. Em seguida, as equipes coletaram os dados em pesquisa de campo para o reconhecimento de atores, saberes, grupos, entidades e instituições envolvidas com as dinâmicas socioculturais do território.

Segundo Dane de Jade, gestora cultural e organizadora do livro, a ideia surgiu para que a Secretaria de Cultura criasse uma ferramenta de pesquisa e gestão. "Como vai gerir um município sem saber das questões? Para estabelecer uma política pública de cultura, é necessário conhecer os meandros, os seus diversos aspectos", garante Dane.

O trabalho, em si, começou a partir de 2013, com a criação de uma pasta específica no Município. Até então, a Prefeitura de Crato trabalhava com a Cultura anexa aos setores de Esporte e Juventude. No ano seguinte, começou o cadastramento da cartografia. "A complexidade da cultura é muito ampla, tem um espectro cultural muito grande disso. O Crato é o epicentro disso. A gente começou a pensar a cartografia a partir dessas questões", lembra Dane de Jade.

No livro, há uma breve descrição do material catalogado, com sua localização e contato. Além disso, há fotos descrevendo as categorias, referências bibliográficas de ampla pesquisa da cultura cratense, projetos de leis deste setor e um mapa do Município mostrando todos os equipamentos que fomentam a cultura no Crato. "É uma ferramenta que vai subsidiar a pesquisa, gestão e informação", completa a gestora cultural.

A publicação reúne grupos de tradição popular, músicos, culinária, prédios históricos, turismo natural, lendas, festas, patrimônios naturais, práticas produtivas sustentáveis e as diversas linguagens artísticas. O projeto, inclusive, continuará com o autocadastramento online dos atores dos mais diversos campos culturais. A cada dois anos, uma nova cartografia está prevista para ser lançada com a atualização desses dados.

Patrimônio Cultural
A Cartografia Cultural do Crato contempla as mais diversas linguagens artísticas, inclusive os reconhecidos Mestres da Cultura do Ceará. O engajamento na cultura destes atores vem desde criança e o trabalho dos mestres é repassar seus saberes para os mais jovens. "Faço isso para não morrer a cultura popular", explica José Demétrio Araújo, o Mestre Cirilo, que atua no maneiro-pau, coco e reisado.

Reconhecido como Mestre da Cultura em 2005 pelo Governo do Estado, Cirilo começou aos 9 anos e há 23 montou seu próprio grupo, mas nunca esqueceu o aprendizado que teve com seus antigos mestres, como Aldenir, Tico e Dedé de Luna. Hoje, no maneiro-pau, tem um grupo adulto e um infantil, no distrito Bela Vista. A partir dos 6 anos, a criança já entra na brincadeira. "Quando estão doentes ou não querem vir, coloca um do pequeno. O que vai ficar mantendo o grupo são eles. Por isso, formei outros, um grupo na Ponta da Serra e outro na Catingueira", conta mestre Cirilo.

Zulene Galdino, ou Mestre Zulene, reconhecida pelo governo do Estado em 2006, iniciou seu trabalho em 1975, quando começou com a quadrilha junina "Maçã do Amor", no pé da Serra do Granjeiro. Depois, ganhou notoriedade por organizar o grupo "Moranguinho da Criança", campeão do festival de quadrilhas de Crato 25 vezes. Hoje, aos 68 anos, Zulene também se dedica ao maneiro-pau e à lapinha, herança de seus pais: Luiz e Maria Galdino.

"Pai ensinou a marcar quadrilha e mãe ensinou a lapinha. Ele também me ensinou a jogar maneiro-pau. Dizia: 'você vai fazer a rima e toca pra frente'. Assim, eu fazia pareia menino e menina, quando os meninos não queriam, eu formava só com as meninas. Mas a cultura pode desenvolver homens e mulheres. Todos precisam saber o que é a cultura popular. Não vamos deixar é ela se acabar", defende Mestre Zulene.

Nos versos que começou com o pai, Mestre Zulene, além de poetisa, é contadora de histórias. No improviso, consegue criar as rimas que denunciam, por exemplo, a desigualdade social. "Só porque tem muita terra e tem gado com fartura / E tem o carro bonito passado na escritura / Cuidado com seu mistério que, um dia, no cemitério, nossas carnes se mistura", canta.

Equipamentos
Inaugurada em março de 2017, a Vila da Música Solibel, no distrito de Belmonte, atende 580 alunos de qualquer faixa etária para as aulas de música: canto e instrumento. Tudo gratuito. Os cursos são de violino, violoncelo, contrabaixo, clarinete, trompete, trombone, tuba, saxofone, flauta doce, transversa, piano e teclado. Apesar de não estar na atual catalogação, o espaço é uma herança de um trabalho realizado há 50 anos, pela Sociedade Lírica do Belmonte, presente na Cartografia Cultural do Crato, que transferiu suas atividades para o novo prédio.

O espaço é gerido pela Secretaria de Cultura do Estado junto com o Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura, de Fortaleza. As aulas são ofertadas por profissionais do Município, muitos deles do distrito de Belmonte e que aprenderam a tocar por meio da Solibel, criada pelo Padre Ágio Moreira. Com a criação da Vila da Música, o atendimento foi ampliado, pois foram entregues, além de uma nova estrutura, mais instrumentos musicais.

"A nossa proposta é formar e fomentar a carreira no campo da música. Além das aulas, tem apresentações artísticas, concertos didáticos, intercâmbios com músicos de fora. De certa forma, a gente está buscando uma convergência de ações que possa resultar na formação de novos talentos para sair do Cariri e se apresentar mundo afora. A expectativa é que seja uma referência de formação artística", conta Mano Grangeiro, assessor técnico da Vila da Música.

O estudante Otávio Nunes, 17, começou a tocar violino a partir da influência do pai, que era músico. A partir dos 11 anos, ele frequentava as aulas no antigo prédio da Solibel. "Na nova estrutura, a aprendizagem está melhorando", conta. Enquanto o instrutor, Nielson Medeiros, morador de Belmonte, reforça a melhora do espaço. "As aulas agora acontecem semanalmente, de segunda a sexta. São teóricas, práticas e em conjunto", explica.

Outro local presente na cartografia e que recebe muitas atividades culturais é a Organização Não Governamental (ONG) Base Educultural de Ação e Organização Social (Beatos), localizada no bairro Lameiro. Criada em 2008, lá funciona a Casa Museu, rica em materiais da cultura popular: música, reisado, artesanato, religiosidade, entre outros. No local, também há uma biblioteca e o Memorial do Boi.

A ONG Beatos é um sítio acolhedor, que recebe expressiva visita de crianças de escolas, além de encontro de artistas locais para fomentar a música, dança, poesia e outras linguagens. No galpão acontecem as vivências, encontros e cursos destinados à comunidade. Um espaço, também, de preservação da memória da tradição, pois, ali já foram realizadas apresentações de reisados, bandas cabaçais, maneiro pau, coco e repentistas.

Práticas Sustentáveis
O Assentamento 10 de Abril é uma comunidade da zona rural de Crato marcada pela luta pela terra, resistência e atividades culturais. A história dela começou em 1991, quando agricultores ocuparam o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, exigindo chão para trabalhar. "A gente trabalhava para patrão, tirava pouca alimentação e ainda ficava metade para ele. Lucrava mais que a gente e nós não saia da miséria", lembra Maria Agostinho, 61.

Com articulação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), e após ocuparem o Caldeirão por 23 dias, no dia 10 de abril de 1991, o governo do Estado cedeu as terras na Carnaúbas dos Gerais, onde hoje está a comunidade batizada com a data da conquista. Nas primeiras barracas de lona e casas de barro, começaram as experiências destes agricultores.

Após vários anos de luta, a comunidade conseguiu construir seu açude, receber energia elétrica e melhorar seu modo de vida. Atualmente, possui um Centro Cultural, Unidade Digital com acesso à internet, campo de futebol, capela e rádio comunitária. Inclusive, o grupo de jovens criou o espetáculo de teatro "Raízes e Frutos do Caldeirão", que conta toda a história do assentamento.

O sucesso comunitário do 10 de Abril está registrado na categoria Práticas Culturais Sustentáveis, na Cartografia Cultural do Crato. Isso porque, além das manifestações artísticas, as mulheres de lá trabalham com Agroecologia. Por meio dos projetos sociais, conseguiram o acesso às cisternas, ampliar a criação de pequenos animais, produzir frutas, legumes e verduras sem aditivos químicos. Duas agricultoras, entre elas Maria Agostinho, fazem parte, há 12 anos, da Feira Agroecológica da Associação Cristã de Base (ACB), realizada semanalmente.

O que eles pensam

A Cultura está fortalecida?

"Agora temos a universidade, escolas profissionalizantes e a Vila da Música. Estamos criando mais espaços para músicos. Antes, tinha que ter formação em Fortaleza. Hoje há mais espaços para exibir"

Maestro Felipe Silva, Músico

"O Cariri, por si, é uma região muito fértil. O que a gente percebe é que a chegada dos equipamentos vem para fortalecer essa vocação natural que a Região tem para a música e para as artes"

Mano Grangeiro, Administrador e gestor cultural

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

ShareThis