Morre Agnaldo Timóteo, aos 84 anos, vítima da Covid-19

O cantor e político Agnaldo Timóteo morreu hoje, por complicações da Covid-19, aos 84 anos. A informação foi confirmada pelo Instituto Funjor, através do qual a família vinha se comunicando com a imprensa desde a internação do artista, em 17 de março.

O cantor havia tomado a segunda dose da vacina contra a doença dois dias antes de ser internado. O Instituto Butantan explica em seu site que é possível se contaminar mesmo após a vacinação e que, após receber a segunda dose, são necessárias algumas semanas para atingir maior imunidade.

A assessoria do artista confirmou que ele tomou a primeira dose no dia 15 de fevereiro e a segunda dose em 15 de março. Timóteo deu entrada no Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, no dia 17 de março.

O intervalo entre a segunda dose e a internação do artista é curto e indica uma infecção antes da vacinação. Não é o primeiro registro de uma pessoa que contraiu a doença após receber as duas doses.

Preocupado com a pandemia, o ex-deputado fez declarações públicas em defesa do cumprimento de protocolos contra a Covid-19. Em abril de 2020, durante entrevista à TV Globo, ele declarou estar preocupado com a doença que "parou todo o mundo".

"Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha. A família informa que a Corrente de Fé, com pensamentos positivos e orações, permanecerá, em prol da cura final dessa doença e pelos que ainda estão lutando."
Instituto Funjor comunica morte de Agnaldo Timóteo

"O Cauby Mineiro"
Agnaldo Timóteo Pereira nasceu em Caratinga, Minas Gerais, no dia 16 de outubro de 1936. Iniciou sua carreira artística em programas de calouro na rádio local. Passou a adolescência em Governador Valadares e Belo Horizonte, período este onde ficou conhecido como "Cauby Mineiro".

Já no Rio de Janeiro, continuou se aventurando na carreira artística e chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria. Seu primeiro grande estouro aconteceu no programa Rio Hit Parade, em 1965, que fez despertar o interesse da gravadora EMI-Odeon e consequentemente registrar seus primeiros LPs, como "Surge Um Astro", disco com versões de sucessos internacionais.

Em 1967, lançou "Obrigado Querida", que emplacou o hit "Meu Grito", de Roberto Carlos, onde mostrou a potência de sua voz. Dali em diante sua carreira musical deslanchou, gravando mais de 50 álbuns nas décadas seguintes.

Polêmico, Agnaldo Timóteo deu várias declarações controversas na mídia envolvendo política e sexualidade. Em 2011, no programa "SuperPop", da Rede TV!, se irritou ao ouvir rumores de que era gay: "Completamente equivocado. Quem conhece, sabe que não. Nem assumido, nem desassumido, sou Agnaldo Timóteo".

Deste então, o cantor seguiu fazendo shows por todo o país. Sua última apresentação estava agendada para Santa Rita de Cássia (Bahia), mas ele teve que cancelar o show quando sentiu os primeiros sintomas do coronavírus.

O cantor também compôs uma música no ano passado, chamada "Epidemia".

"Deus, a epidemia é uma maldição. Bilhões de inocentes na prisão, à espera de um milagre seu. (...) Deus, espalhe suas bençãos, limpa o ar. De novo a humanidade irá ganhar a paz e a liberdade de ir e vir", diz um trecho da música.

Do malufismo ao lulismo
Na política, Agnaldo foi deputado federal em dois mandatos, vereador pelo Rio de Janeiro por quatro anos e em São Paulo por mais oito — marcadamente em partidos diferentes.

Grande admirador do ex-governador Paulo Maluf (PP) e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Timóteo criou vínculos políticos à esquerda e à direita. Cresceu na Câmara dos Deputados nos anos 1980 com discurso trabalhista, mas também fazia acenos conservadores, com ponderações sobre o período da ditadura militar (1964-1985).

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Universidades do Ceará lançam nota em defesa da ciência e ofertam estrutura para vacinação

Cinco instituições do ensino superior público do Ceará lançaram, neste sábado (3), nota conjunta de apoio à ciência e à vacinação contra Covid-19, e de repúdio ao negacionismo e a ameaças contra o governador Camilo Santana. 

A declaração é assinada pelos reitores da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), da Universidade Regional do Cariri (URCA), da Universidade Estadual do Ceará (Uece), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A Universidade Federal do Ceará (UFC), gerida pelo reitor Cândido Albuquerque, não consta na lista.

Ao definir o momento atual como “mais grave crise dos últimos tempos”, as instituições reafirmaram o “apoio às medidas de enfrentamento ao coronavírus baseadas na ciência, no diálogo amplo e aberto com os diversos setores, e às ações de assistência social e de apoio financeiro às populações mais vulneráveis”.

“Solidarizamo-nos, também, com as famílias que enfrentam perdas e que se encontram em dificuldade nesse momento tão delicado.”
Reitores de Universidades do Ceará, em nota pública

A nota também reforça a disponibilização de profissionais, estrutura física e de equipamentos das universidades para ações de combate à doença pandêmica, como armazenamento de vacinas.

Leia nota na íntegra:

Nota em defesa da vida

Os reitores da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), da Universidade Regional do Cariri (URCA), da Universidade Estadual do Ceará (UECE), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e da Universidade Federal do Cariri (UFCA) vêm a público manifestar seu apoio incondicional à vida e à ciência. No esteio desse posicionamento, repudiamos as recentes ameaças de morte direcionadas ao Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, em virtude da manutenção de medidas sanitárias, para salvar vidas, no combate à Covid-19.

Em um momento marcado pela mais grave crise sanitária dos últimos tempos, solidarizamo-nos com o governador e reafirmamos nosso apoio às medidas de enfrentamento ao coronavírus baseadas na ciência, ao diálogo amplo e aberto com os diversos setores da sociedade e às ações de assistência social e de apoio financeiro direcionadas, principalmente, às populações mais vulneráveis. Solidarizamo-nos, também, com as famílias que enfrentam perdas e que se encontram em dificuldade nesse momento tão delicado.

Na oportunidade, colocamo-nos, novamente, à inteira disposição do estado no combate à pandemia. Disponibilizamos nossa estrutura física e de equipamentos para quaisquer ações necessárias, como a vacinação da população e o armazenamento de insumos.

Temos, também, grande expertise científica e intelectual, que se reflete em pessoal altamente qualificado para atuar na atenção de saúde às pessoas e na educação para a saúde e o autocuidado. 

Seguimos firmes, ao lado da sociedade cearense, na luta incessante contra o negacionismo e o obscurantismo, pela preservação da vida.

Assinaram os reitores: Prof. Dr. Fabianno Cavalcante de Carvalho, da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA); Prof. Dr. Francisco do O’ de Lima Júnior, da Universidade Regional do Cariri (URCA); prof. Me. Hidelbrando dos Santos Soares, da Universidade Estadual do Ceará (Uece); prof. Dr. José Wally Mendonça Menezes, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE); prof. Dr. Ricardo Luiz Lange Ness, da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Lula toma 2ª dose da vacina contra o coronavírus

O ex-presidente Lula, 75 anos, tomou a segunda dose da vacina contra o coronavírus na manhã deste sábado (3), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Lula foi vacinado por volta de 10h. A vacinação do ex-presidente foi transmitida pelas redes sociais dele. Após tomar a vacina, Lula fez uma live lado do deputado federal e ex-ministro Alexandre Padilha (PT) e disse que tinha tomado a vacina do Butantan.

"Eu quero mostrar ao querido povo brasileiro que eu acabo de tomar a minah segunda dose da vacina Coronavac. É importante frisar que é a vacina do Butantan. Estou seguro que em poucos dias estarei mais prevenido contra a Covid-19. Agora o que eu queria dizer que não é porque eu tomei a vacina que eu posso relaxar. Quem tomou a segunda dose tem que continuar utilizando mascara, continuar lavando as mãos, usando álcool em gele evitando aglomeração. A vacina é muito importante, mas tão importante quanto a vacina é a responsabilidade de cada homem e cada mulher desse país tem que ter ao se cuidar. Ao se cuidar você estará cuidando da sua família, do seu pai, da sua mãe, do seu filho, neto e amigos. nada de brincar e nada de duvidar desse vírus que a natureza impôs à humanidade. Eu digo que sempre que o Covid é uma guerra da natureza contra a comunidade talvez por conta da responsabilidade que os humanos tiveram durante tanto tempo com a questão ambiental."

Lula tinha tomado a primeira dose da vacina no dia 13 de março, também em São Bernardo do Campo.

Primeira dose
O ex-presidente Lula tomou a primeira dose da vacina contra o coronavírus na manhã de sábado (13), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Lula foi vacinado por volta das 10h no posto de atendimento drive-thru instalado ao lado da Prefeitura, no Paço Municipal. Ele foi ao local acompanhado do deputado federal e ex-ministro Alexandre Padilha (PT). A vacinação do ex-presidente foi transmitida pelas redes sociais de Lula.

"Tudo que o povo quer é tomar uma vacina para se ver livre desse monstro chamado coronavírus", disse ele logo após ser imunizado.

"Lula está on e vacinado", disse Padilha durante a transmissão.

No mês passado, durante pronunciamento no Sindicato dos Metalúrgicos, Lula disse que tomaria a vacina.

Na ocasião, ele concedeu uma coletiva de imprensa para falar sobre a anulação de todas as condenações relacionadas com a Lava Jato, após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin.

"Semana que vem, se Deus quiser, eu vou tomar a minha vacina. Vou tomar a minha vacina. Não me importa de que país, não me importa se é duas ou uma só, sabe? Eu vou tomar minha vacina e quero fazer propaganda pro povo brasileiro: não siga nenhuma decisão imbecil do presidente da república ou do ministro da saúde. Tome vacina. Tome vacina porque a vacina é uma das coisas que pode livrar você do Covid. Mas mesmo tomando vacina, não ache que você possa tomar a vacina e já tirar a camisa, ir pro boteco, pedir uma cerveja gelada e ficar conversando, não! Você precisa continuar fazendo o isolamento, e você precisa continuar usando máscara e utilizando álcool em gel. Pelo amor de Deus, esse vírus, essa noite, matou quase 2 mil pessoas."

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Morre Adauto Bezerra, ex-governador do Ceará, vítima de Covid-19

Adauto Bezerra, ex-governador do Ceará, morreu na madrugada deste sábado (3) por Covid-19. Aos 94 anos, ele estava internado em um hospital particular de Fortaleza. Adauto Bezerra foi governador do Ceará ente os anos de 1975 e 1978.

O governador Camilo Santana (PT) lamentou a morte através de suas redes sociais, e decretou luto oficial no estado. “Recebi com muito pesar a notícia da morte do ex-governador do Ceará, Adauto Bezerra, aos 94 anos. Nascido em Juazeiro do Norte, Adauto ocupou o cargo entre 1975 e 1978. Foi também deputado estadual, chegando a ser presidente da Assembleia Legislativa, deputado federal e presidente da Sudene. Meus sentimentos a todos os familiares, amigos e admiradores do ex-governador. Fica decretado luto oficial de três dias no Estado”.

Adauto Bezerra nasceu no dia 3 de julho de 1926, em Juazeiro do Norte. Ele estreou na política filiando-se à União Democrática Nacional (UDN). Foi deputado estadual do Ceará entre 1959 e 1975. Em 1974, foi nomeado governador do Ceará pelo então presidente Ernesto Geisel, renunciando ao cargo para disputar as eleições de 1978, nas quais foi eleito deputado federal. Também chegou a ser nomeado, em maio de 1990, para o comando da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) pelo então presidente Fernando Collor.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

03 de abril

1948 - O presidente Harry Truman assina o Programa de Recuperação Europeia (Plano Marshall) de ajuda econômica e reconstrução de dezesseis países, nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial.
1985 - Desmond Tutu (foto), comanda uma marcha pacífica pedindo a libertação de presos políticos na África do Sul.
2004 - Os terroristas islâmicos envolvidos nos atentados de 11 de março de 2004 em Madrid são cercados pela polícia num apartamento e suicidam-se com explosivos.

Nasceram neste dia…
1367 - Henrique IV de Inglaterra (m. 1413).
1924 - Marlon Brando, ator norte-americano (m. 2004).
1948 - Carlos Salinas, político mexicano.

Morreram neste dia…
1882 - Jesse James, criminoso norte-americano (n. 1847).
1954 - Aristides de Sousa Mendes, diplomata português (n. 1885).
2004 - Bibi Vogel, atriz brasileira (n. 1942).

Fonte: Wikipédia

Com lockdown, estradas têm movimentação tranquila no Ceará na Semana Santa

O movimento de saída para o feriado de Semana Santa no Ceará é considerado tranquilo pelos órgãos de fiscalização. O fluxo de saída Fortaleza pela BR-222, por exemplo, é calmo em comparação com dias normais, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Com o decreto de lockdown no Ceará, motoristas só podem cruzar barreiras de fiscalização se justificarem o motivo da viagem. As justificativas podem ser por motivo de saúde ou moradia em outra cidade.

A saída da capital cearense pela BR-116 também tem movimento reduzido. Segundo a polícia que fiscaliza trecho da via, já era esperada a queda no fluxo; ainda assim é realizada operação especial de Semana Santa. O mesmo ocorre em outros pontos da PRF-CE nos municípios de Canindé, Russas, Chorozinho, Sobral e Tianguá.

Estradas estaduais
Já as estradas estaduais, a Polícia Militar do Ceará (PMCE), por meio do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), deu início nesta quinta-feira (1º) à “Operação Semana Santa 2021”.

Segundo o órgão, o movimento nas rodovias CE-060 e CE-065 que ligam Fortaleza para o Maciço de Baturité e Sertão Central também tem o fluxo de motoristas calmo.

Já na CE-40, principal acesso para as praias do Litoral-Leste do Estado, de acordo com a BPRE a fiscalização é considerada normal e o fluxo menos intenso em dias de feriado sem pandemia. No entanto, a barreira sanitária próximo a Aquiraz é intensificada. Há também um posto de fiscalização no município do Eusébio com agentes da BPRE e Guardas Municipais do Eusébio.

A cidade de Beberibe, um dos principais polos turísticos do Ceará, intensificou a fiscalização com barreira sanitária na entrada do município e abordagens de agentes da Vigilância Sanitária para evitar a aglomeração de turistas nas praias da região durante o período da Semana Santa, que teve início nesta quinta-feira.

De acordo com a prefeitura, a ação tem o objetivo de conter a propagação da Covid-19 na cidade, que abriga as praias de Morro Branco e Praia das Fontes, locais que costumam receber muitos turistas durante feriados.

Deslocamento justificado
Segundo a BPRE, são realizadas ações ostensivas e preventivas de trânsito, nos principais trechos estaduais do Ceará, por meio de fiscalizações em blitzen, barreiras, postos fixos e patrulha em motocicletas e viaturas.

O BPRE reforça que, conforme o decreto estadual vigente, com as ações de combate à propagação do coronavírus, até o dia 4 de abril, a população cearense deve permanecer em isolamento social rígido, devendo sair somente em casos justificados. Dessa forma, o BPRE também atuará no sentido de conscientizar motoristas e passageiros sobre as ações preventivas e a importância de ficar em casa, impedindo a proliferação da Covid-19.

“Além da fiscalização com busca pessoal e vistoria em veículo, serão cobradas as ações de combate à propagação do coronavírus, como o uso obrigatório da máscara de proteção individual e comprovante de deslocamento justificado, dentre outras ações”, explica o comandante do BPRE, tenente-coronel Alexandre Holanda.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Em entrevista, Lula defende auxílio de 600 reais e detona Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta quinta-feira, 1º, o presidente Jair Bolsonaro pela condução da política durante a pandemia do novo coronavírus. Em entrevista ao jornalista Reinaldo Azevedo, na BandNews, ele defendeu a manutenção de um auxílio emergencial de 600 reais para pessoas em situação de vulnerabilidade.

"Deixa de ser ignorante, presidente. Pare de brigar com a ciência, pare de tentar falar com seus milicianos", cobrou Lula. Segundo ele, o auxílio abaixo de 600 reais não é suficiente para que as pessoas consigam arcar com os prejuízos da crise gerada pelo coronavírus. "Temos que garantir a ajuda emergencial para que o povo possa ficar em casa, possa comer, e para o micro empreendedor continuar aberto e funcionando", afirmou.

Lula também pediu a Bolsonaro que "feche a boca" e pare de comentar assuntos que ele não domina. "Fecha a boca, Bolsonaro. Não adianta ficar falando bobagem. Deixa o médico falar por você. Da mesma forma que você não sabe falar de economia, não fale de saúde. Deixa o ministro da saúde falar, deixa o pessoal do SUS falar, deixa os governadores falarem."

O ex-presidente defendeu a vacinação em massa como "única solução" para a saída da crise do coronavírus. "Essa crise é uma guerra da natureza contra a humanidade. É uma guerra que se espalhou pelo planeta inteiro. Não tem país rico ou país pobre. E a única solução para ela é a vacina", disse. "E a gente não sabe se a vacina serve para todas as cepas. Os governantes têm que se reunir", defendeu.

Ele lembrou ter mandado recados para os presidentes Joe Biden, nos Estados Unidos, Angela Merkel, na Alemanha, e Emmanuel Macron, na França, na tentativa de uma convocação do G20 para discutir a crise da Covid-19. Estou convencido que, do jeito que essa gente está pensando, não tem resposta para o Brasil. Não tem solução de curto prazo", disse.

"Lamentavelmente, a gente tem um presidente que não consegue falar com nenhum presidente. Jogou todas as fichas em cima do Trump. Esse cara, ninguém quer conversar com ele. Se estiver em uma calçada e passar outro presidente, o presidente muda de calçada. Ele se fez assim", disse Lula.

Lula também criticou as escolhas de ministros, tanto de Carlos Alberto Franco França, recentemente nomeado ao Itamaraty, quanto do antecessor, Ernesto Araújo, a quem chamou de "bruto, ignorante e menos diplomático". "Tira o cara e coloca um que nunca nem foi embaixador. Pode ser um ser humano fantástico, mas o motivo é por ser íntimo da família do Bolsonaro", disse. "Não tem cacife para ser ministro das Relações Exteriores", afirmou.

Eleições 2022
Lula afirmou que não necessariamente será o candidato à Presidência da República em 2022, mas discutiu possíveis cenários. "O PT é um partido grande e trabalha com aliança. Tenho certeza que a gente vai construir aliança com setor de esquerda, e tenho certeza que, se for preciso chegar no centro para ganhar as eleições, a gente vai procurar", disse Lula.

"Fui presidente da República, convivi com essa gente", continuou. Perguntado sobre a possibilidade de Luiza Trajano ser vice em uma eventual chapa, Lula disse achar que ela não teria interesse em entrar para a política. "Ela é uma mulher excepcional. Eu não acredito que a Luiza se meta na política, sinceramente", considerou.

Para ele, há espaço para muitos candidatos. "Num país deste tamanho, com essa cultura, você não inventa candidato. Se você inventa, o resultado é nefasto", disse. "Acho normal que cada um procure seu rearranjo político. O Brasil é muito grande", afirmou. "Quem quiser ser candidato, que se lance, defenda seu programa, vá para a televisão. No final, o povo vai escolher dois para o segundo turno."

Lava Jato
Na entrevista, Lula também afirmou que o objetivo da Operação Lava Jato não era combater a corrupção, mas impedi-lo de concorrer às eleições. "O objetivo da Lava Jato era menos combater a corrupção e era mais um objetivo político. Imaginava que poderia destruir partidos, desmoralizar o Congresso, desmoralizar a Suprema Corte. E tinha projeto político. O Moro foi tratado como se fosse Deus", afirmou.

Segundo o ex-presidente, não havia motivos para levá-lo a Curitiba. "Mas era preciso me levar, porque, se eu não entrasse na Lava Jato, não tinha objetivo a Lava Jato. O objetivo era tirar Lula das eleições", afirmou. "Estou muito tranquilo que a Lava Jato saiu da minha vida. Era o que eu queria desde 2016", continuou.

O ex-presidente afirmou que foi preso "de cabeça erguida" porque tinha certeza das mentiras contadas durante a operação. "Essa gente acredita que a Terra é plana. Eu acredito que a Terra é redonda, e o mundo gira. Essa verdade viria à tona", disse.

"Hoje posso dizer que não tenho mais nada com a Lava Jato. Continuo dormindo tranquilo. Tenho certeza que o Moro não dorme tranquilo, o Dallagnol não dorme tranquilo. E essa gente vai ser julgada ainda", sentenciou Lula. "Tenho desafiado o mundo a mostrar uma prova de acusação contra mim", acrescentou.

O ex-presidente também disse ser contra um "governo empresarial". "Acontece que eu sou contra o governo empresarial, mas eu sou favorável a um governo que seja indutor do processo de desenvolvimento. Alguns setores estratégicos não serão privatizados, importante dizer isso", pontuou.


Fonte: Exame

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

179 cidades do Ceará têm risco de contaminação por Covid 'altíssimo'

O Ceará tem 179 das 184 cidades com risco "alto" ou "altíssimo" para a contaminação da Covid-19, segundo informou nesta quinta-feira a Secretaria da Saúde do estado. Diante do risco, a pasta enviou recomendações aos municípios para que adotem medidas mais rígidas para conter o avanço da doença no estado.

As cidades de Solonópole, Lavras da Mangabeira e Barro têm nível considerado alto; em Pereiro e Ererê, o risco de contaminação pela doença é considerado moderado.

As orientações são:
  • Adaptar protocolos de rastreamento de contatos e monitoramento de casos suspeitos;
  • Dimensionar equipamentos de saúde e estoque de medicamentos e insumos, adaptando a capacidade de resposta à possível demanda por cuidados hospitalares (kit de intubação, anestésicos, estoque O2);
  • Adaptar ações para diminuir contatos na sociedade, como fechamento de espaços públicos, serviços não essenciais e comunicar a necessidade de evitar aglomerações;
  • Editar decretos e orientar a população a adotar comportamentos que diminuam o contágio, como o uso de máscaras e outras medidas profiláticas;
  • Editar decretos e orientar a população a adotar comportamentos que diminuam o contágio, como o uso de máscaras e outras medidas profiláticas;
  • Instalar barreiras sanitárias;
  • Cancelar eventos sociais;
  • Promover fiscalização do cumprimento de decreto municipal.

Lockdown e redução de casos
Um decreto em vigor no Ceará determina medidas de isolamento em todo o estado. Duas semanas após o início do isolamento social rígido em todo o Ceará, os números referentes à pandemia no estado ainda continuam altos.

Epidemiologistas afirmam que os primeiros indícios de melhora no quadro de um local que implementa ações mais duras desta forma começam a aparecer neste período, com redução inicial na média móvel de casos para, em seguida, caírem as internações e os óbitos pelo coronavírus.

A média móvel de casos confirmados da doença no Ceará é maior quando comparados os números desse sábado (27) e do primeiro dia de isolamento social rígido (13). Contudo, os números vêm reduzindo desde o dia 22 de março, quando houve a maior média móvel de casos já registrada no Ceará: 5.149.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

11 recursos que você (possivelmente) não sabia que poderia usar no Firefox

No ano que vem, o navegador Mozilla Firefox completa seu 20º aniversário e, ao longo tempo, muitos recursos surgiram e outros desapareceram. Se você estiver usando o Firefox como seu navegador diário, saiba como usá-lo em todo o seu potencial, conferindo algumas dessas ferramentas, opções e recursos menos conhecidos que separamos para você. Vale apenas lembrar que estas aplicações funcionam na versão atualizada.

1. Use o recurso picture-in-picture várias vezes
Assistir a um vídeo em uma janela menor enquanto você realiza várias tarefas pode ser de grande ajuda para sua produtividade. E o Firefox oferece suporte a vários vídeos ao mesmo tempo. Abra um vídeo hospedado em um site, como o YouTube, e clique no botão Assistir em Picture-in-Picture. Outra opção é clicar com o botão direito do mouse sobre o vídeo e escolher a opção Picture-in-Picture. É bem fácil. Caso queira realizar a mesma ação novamente, é importante saber que os vídeos devem ser reproduzidos em uma aba separada. Cada janela PIP pode ser movida e redimensionada conforme necessário.

2. Pesquise nas suas abas abertas
Se você abriu dezenas de guias ao mesmo tempo dentro do Firefox, encontrar rapidamente o que você precisa pode ser complicado, especialmente porque cada cabeçalho de aba diminui quando um novo é adicionado. Mas, para facilitar sua vida e economizar tempo, você pode pesquisar por meio de uma nova guia os títulos das guias abertas digitando um símbolo de porcentagem (%), antes dos termos de pesquisa na barra de endereço. Se houver alguma correspondência, você pode clicar no link Alternar para a aba para ir direto para aquela pesquisada.

3. Bloqueie solicitações de notificação de sites
Está sendo muito comum os sites perguntarem se podem enviar notificações imediatamente após você entrar neles, e muita gente não gosta disso. Você pode gerenciar suas escolhas em Opções no menu do Firefox. Em seguida, vá para a área de Privacidade e Segurança e clique em Configurações ao lado de Notificações. Se você preferir não ter que lidar com essas solicitações de permissão, marque a caixa Bloquear novas solicitações de permissão para exibir notificações.

4. Veja como os sites estão rastreando você
Se você olhar para a extremidade esquerda da barra de endereço, verá um ícone em formato de escudo. Por trás dele, estão todos os dados sobre como o Firefox está limitando o rastreamento do site atual (e seus anúncios). Clique neste escudo para ver os detalhes e, em seguida, escolha qualquer categoria para um resumo completo. Você também pode selecionar Painel de proteções para ver quantos cookies e outros rastreadores o Firefox está bloqueando ao longo do tempo (acredite, pode ser muito mais do que você espera).

5. Use o modo somente HTTPS 
Uma conexão HTTPS com a web é mais segura do que o HTTP padrão por vários motivos (saiba mais aqui), e o Firefox pode garantir que ela seja sempre a escolhida quando estiver disponível. Escolha Opções no menu principal do navegador, logo depois Privacidade e segurança e marque o botão Ativar o modo somente HTTPS em todas as janelas. Se o Firefox não conseguir estabelecer uma conexão criptografada segura com um site que você deseja visitar, você verá uma mensagem na tela.

6. Assuma o controle de sua barra de ferramentas
Você pode não se preocupar muito com a barra de ferramentas do Firefox, mas seu layout e opções podem fazer uma grande diferença na rapidez com que você navega na web. O Firefox sempre ofereceu muitas maneiras de ajustar a barra de ferramentas e, se você abrir o menu principal do Firefox e escolher a opção Personalizar barra de ferramentas, poderá escolher quais atalhos aparecem nela e onde são colocados. Arraste e solte os ícones e lembre-se de que você também tem um menu flutuante à direita.

7. Adicione tags aos seus favoritos
Você pode organizar seus favoritos do Firefox em pastas, como de costume, mas também pode aplicar tags a eles. No menu do Firefox, escolha Biblioteca, Favoritos e Gerenciar favoritos e, se você selecionar um favorito, poderá adicionar tags a ele (elas também podem ser adicionadas ao criar novos favoritos). Você pode escolher como usar as tags, mas elas podem ajudar a agrupar links em torno de sua vida pessoal, trabalho, ou outros tópicos de pesquisa que sejam importantes.

8. Mude a aparência do Firefox
Você não precisa se contentar com a aparência padrão do Firefox se não quiser (e tudo bem com isso). Para customizar, clique em Extensões e Temas no menu principal do navegador e você poderá mergulhar em um mundo de visuais alternativos feitos pela Mozilla e por terceiros. Você verá algumas sugestões recomendadas imediatamente e também pode selecionar Encontrar mais complementos para ver mais temas na web. É possível criar seus próprios temas também, via Firefox Color.

9. Tenha proteção extra
A Mozilla desenvolve várias extensões para o Firefox que são extras opcionais para o navegador, e uma das mais úteis é o Facebook Container. Sua finalidade é tornar mais difícil para o Facebook rastreá-lo em outros sites que não sejam o Facebook (por meio de caixas de mensagens, plug-ins sociais, etc). Em resumo, garante que os sites que você visita não possam ver sua identidade do Facebook ou salvar cookies relacionados a rede social.

10. Use várias contas com mais facilidade
Outra extensão feita pela Mozilla que merece sua atenção é o Firefox Multi-Account Containers. Ela permite que você trabalhe com vários perfis no navegador com maior facilidade, para que você possa ter um perfil de casa conectado em seu próprio Gmail e Facebook, e um perfil de trabalho conectado ao Gmail e Facebook da sua empresa, por exemplo. Instale-o e você pode economizar uma quantidade substancial de tempo fazendo login e logout de sites.

11. Agrupar e mover abas
Manter o controle de suas abas é importante para qualquer usuário avançado do Firefox, e se você mantiver a tecla Shift pressionada enquanto clica, poderá selecionar várias guias de uma vez, o que é perfeito para mover, fechar, silenciar ou fixar todas de uma vez só. Independentemente de você selecionar uma ou várias guias, observe que você pode clicar com o botão direito do mouse no(s) cabeçalho(s) da guia e selecionar Mover abas para movê-las para o início ou o fim da lista (ou ao criar uma nova janela).

Fonte: Gizmodo

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Fazer uma hora de exercício por semana previne a depressão, segundo estudo

Fazer apenas uma hora de exercício físico por semana, independentemente da intensidade, pode ajudar a prevenir a depressão. É o que revela uma pesquisa publicada na última edição do periódico científico American Journal of Psychiatry

Os pesquisadores examinaram os dados de quase 34 000 adultos noruegueses sem sintomas de ansiedade e depressão. Eles foram acompanhados durante um período de 11 anos. O estudo foi liderado por Samuel Harvey, do Black Dog Institute,  um grupo sem fins lucrativos com sede na Austrália, que oferece apoio a pessoas com transtornos do humor.

De acordo com os resultados, as pessoas sedentárias eram 44% mais propensas a ter depressão, em comparação com aquelas que faziam pelo menos uma hora de atividade por semana.

O estudo não conseguiu provar uma relação de causa e efeito entre o exercício e o risco de depressão, mas os autores dizem que os resultados indicam para esse cenário — especialmente porque foram controlados outros fatores potenciais, incluindo idade, gênero, apoio social, tabagismo, consumo de bebida alcoólica e índice de massa corporal.

Prevenção
Pesquisas anteriores já apontavam que a atividade física regular pode ajudar a prevenir e a tratar a depressão. “Sabemos há algum tempo que o exercício desempenha um papel no tratamento de sintomas de depressão, mas esta é a primeira vez que podemos quantificar o potencial preventivo da atividade física em termos de redução de futuros casos de depressão”, disse Harvey.

“Essas descobertas são excitantes porque mostram que mesmo uma quantidade relativamente pequena de exercícios – a partir de uma hora por semana – pode oferecer proteção significativa contra a depressão”.

A depressão é um transtorno muito comum, afetando cerca de 6% dos brasileiros. No mundo, calcula-se que mais de 300 milhões de pessoas vivem com o transtorno.

Os tratamentos para a depressão geralmente envolvem medicação, psicoterapia e terapia cognitivo comportamental — ou uma combinação dessas abordagens. Em relação ao exercício físico, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda pelo menos 150 minutos de atividade física por semana de intensidade moderada a alta para manter a saúde geral.

Fonte: Veja

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Ceará e mais 8 estados pedem à Anvisa autorização excepcional para importar vacina Sputnik V

O Ceará está entre os nove estados que solicitaram autorização excepcional de importação e distribuição da vacina russa Sputnik V à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os pedidos foram feitos durante a semana por cada unidade federativa. Eles foram encaminhados pelos governadores do Acre, Bahia, Ceará,  Mato Grosso, Maranhão, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e Pernambuco.

Para que a Anvisa possa tratar os pedidos de importação e esclarecer aspectos técnicos relevantes, foi proposta reunião de trabalho entre os cinco diretores da agência e os governadores. O encontro deve ocorrer na próxima semana.

"A Anvisa permanece comprometida com a disponibilização de vacinas à população em tempo oportuno e com a devida segurança, qualidade e eficácia. Assim, segue atuando conforme os procedimentos científicos e regulatórios necessários à autorização desses produtos.", disse em nota.

A assessoria de comunicação do governo do Piauí disse, em nota, que esses pedidos de importação são referentes ao contrato realizado pelos governadores do Nordeste com o Fundo Russo de Investimento Direto para a aquisição de 37 milhões de doses.

Consórcio Nordeste
Os governadores nordestinos tomaram a iniciativa de negociar por conta própria, como fez o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com a Coronavac, no ano passado.

"Os estados do Acre e de Mato Grosso fizeram contrato com o consórcio do Nordeste para entender como participar da compra", disse a assessoria em nota.

O Ministério da Saúde prometeu custear o contrato fechado pelos governadores do Nordeste e que as vacinas serão incorporadas no PNI (Programa Nacional de Imunizações).

A Sputnik V ainda não teve o uso emergencial e o registro definitivo aprovados pela Anvisa. A agência suspendeu o prazo de análise do pedido de uso emergencial devido à falta de parte dos dados exigidos para a avaliação.

O pedido havia sido solicitado na sexta (26) pela União Química, que tem uma parceria com o Fundo de Investimento Direto da Rússia. A empresa busca o aval para o uso de 10 milhões de doses adquiridas pelo Ministério da Saúde no início deste mês.

Fonte: Folhapress

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Auxílio emergencial 2021: saiba se você terá direito a receber

O governo federal começará a pagar o auxílio emergencial 2021 na próxima terça-feira (6), com depósitos em contas digitais na Caixa Econômica Federal. Serão quatro parcelas de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, conforme cada caso. O calendário de pagamento vai variar segundo a data de nascimento da pessoa (veja o calendário aqui).

Mas como saber se você terá direito a receber o benefício? Para isso, acesse o portal da Dataprev na internet, no link https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/. O governo informou que a resposta estará lá a partir desta sexta-feira (2). A página pode ficar lenta por excesso de procura. Então, tente em horários diferentes, se não conseguir na primeira vez.

Também será possível consultar a informação no site da Caixa auxilio.caixa.gov.br ou pelo telefone 111.

Qual será o valor do auxílio?
O valor do auxílio dependerá da condição de cada benefício:

• Para quem mora sozinho: R$ 150
• Famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres: R$ 250
• Famílias chefiadas por mulheres: R$ 375

Quem poderá receber?
É preciso atender uma série de critérios para receber o novo auxílio:

• ser trabalhador informal ou beneficiário do Bolsa Família
• ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300)
• ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 550)
• ter recebido o auxílio emergencial em 2020

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

37 cidades do Ceará não receberão novas doses de vacina contra Covid até atingirem meta

Por determinação judicial, 37 municípios cearenses não receberão novas doses de vacinas contra a Covid-19 até atingirem meta de 85% de vacinação das primeiras doses já recebidas. A medida foi anunciada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) na noite desta quinta-feira (1º).

Ação foi determinada pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5). Decisão já impacta o 12º lote de imunizantes que chegou ao Estado nesta quinta, com 371 mil doses. Carregamento contém 344 mil doses de CoronaVac e 27.750 de AstraZeneca.

À medida que os municípios foram alcançando o índice, as doses poderão ser enviadas, segundo estabeleceu o TRF-5.

Veja a lista de municípios que não atingiram a meta:
  • Acarape
  • Altaneira
  • Amontada 
  • Antonina do Norte
  • Apuiarés 
  • Aquiraz 
  • Araripe
  • Barro
  • Cascavel 
  • Catunda
  • Caucaia 
  • Coreaú
  • Cruz
  • Guaiúba 
  • Horizonte 
  • Iracema
  • Itaitinga
  • Itapipoca
  • Jijoca de Jericoacoara
  • Juazeiro do Norte 
  • Maracanaú 
  • Massapê
  • Morrinhos
  • Novo Oriente
  • Pacajus 
  • Parambu
  • Pedra Branca 
  • Potengi
  • Quiterianópolis
  • Salitre
  • Santana do Acaraú 
  • Senador Sá
  • Solonópole 
  • Tarrafas
  • Trairi
  • Tururu
  • Umirim

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

02 de abril

Dia Mundial da Conscientização do Autismo, Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil

1453 – O sultão otomano Mehmed II inicia o Cerco de Constantinopla.
1976 – É concluída a elaboração da Constituição da República Portuguesa após o 25 de Abril.
1982 – As forças especiais argentinas invadem as Ilhas Malvinas, dando início à Guerra das Malvinas.

Nasceram neste dia…
 747 – Carlos Magno, primeiro imperador do Sacro Império Germânico (m. 814).
1840 – Émile Zola, escritor francês (m. 1902).
1910 – Chico Xavier (foto), médium brasileiro (m. 2002).

Morreram neste dia…
1791 – Mirabeau, estadista francês (n. 1749).
1872 – Samuel Morse, inventor e pintor norte-americano (n. 1791).
2005 – São João Paulo II, papa da Igreja Católica (n. 1920).

Fonte: Wikipédia

Decisão sobre lockdown e novo decreto do Ceará é adiada para o próximo domingo, anuncia Camilo

A decisão sobre o novo decreto do Governo do Ceará sobre o lockdown e as medidas de enfrentamento à Covid-19 foi adiada para no próximo domingo (4). Conforme o governador Camilo Santana, os números de saúde precisam ser avaliados por mais dias.

Novidade foi anunciada após dia de reuniões com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no Estado. Definição sobre os próximos passos estava prevista para esta quinta-feira (1º), no entanto, o fim da reunião foi adiado para o domingo de Páscoa.

A expectativa era, para o setor econômico, de anúncio da retomada gradual das atividades a partir da próxima segunda-feira (5). O lockdown segue em vigor no Estado até domingo (4).

O possível Plano de Retomada havia sido anunciado na ocasião de divulgação do atual decreto e já estava sendo discutido pelo governo. A liberação estava condicionada, no entanto, a estabilização dos números da doença no Ceará.

Situação em hospitais ainda é crítica
De acordo com o chefe do Executivo Estadual, os números da Covid-19 seguem em tendência de estabilização. No entanto, a situação no sistema de saúde ainda é crítica. O governador ponderou que o adiamento da decisão foi avaliar melhor o cenário, com o objetivo de não gerar "retrocessos"  no Estado.

"Ainda é um momento muito delicado pois há uma pressão enorme no sistema de saúde, das demandas de Covid. É um momento de muita responsabilidade"
Camilo Santana, governador do Ceará

Camilo reforçou o apelo à população para o cumprimento do lockdown, especialmente nestes próximos dias, no feriadão da Semana Santa.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Revisão cadastral do Bolsa Família é suspensa por mais seis meses

O Ministério da Cidadania prorrogou por mais 180 dias a suspensão de revisões cadastrais e de procedimentos operacionais do Programa Bolsa Família e do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). A portaria foi publicada ontem (31) em edição extra do Diário Oficial da União.

A suspensão vale para procedimentos como os de averiguação e revisão cadastral, bem como as ações de bloqueio de benefícios de famílias sem informação de acompanhamento das regras do programa, como a frequência escolar e ações de saúde.

De acordo com o texto, a medida visa “evitar aglomerações e evitar que os integrantes de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, assim como os cidadãos que trabalham em unidades de cadastramento dessas famílias, exponham-se à infecção pelo [novo] coronavírus”.

Além disso, a operação dos programas continua prejudicada, sobretudo nos municípios, por situações como suspensão de aulas, direcionamento de atividades das unidades de saúde para atender aos infectados pela covid-19 e alteração no funcionamento de alguns centros e postos de cadastramento.

Também está suspenso o cálculo do novo índice para apuração dos valores que são transferidos pela União aos municípios, estados e ao Distrito Federal, no âmbito dos programas sociais federais. Nesse caso, será utilizado o fator referente a fevereiro de 2020.

A suspensão da revisão cadastral do Bolsa Família e CadÚnico começou em março do ano passado e tem sido prorrogada desde então por causa da persistência da pandemia de covid-19 no país.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Ceará recebe o 12º lote de vacinas contra Covid-19 com quase 372 mil doses

O Ceará recebeu no final da tarde desta quinta-feira (1) mais 371.750 doses de imunizantes contra a Covid-19 para dar continuidade ao Plano Nacional de Imunização (PNI). O 12º lote de vacinas chegou ao Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins com 344.000 doses da CoronaVac e 27.750 da Oxford/AstraZeneca.

O governador Camilo Santana destacou que este é o maior lote de vacinas que o Ceará recebeu até aqui, o que deve acelerar a vacinação. A expectativa é iniciar já este mês de abril a terceira fase de vacinação. “As equipes de logística do Governo do Estado farão a distribuição à capital e para as 22 Áreas Descentralizadas de Saúde, que repassarão as vacinas a todos os municípios para dar celeridade ao processo de imunização”, disse.

Logística de distribuição
Assim como nos outros 11 lotes, as doses são distribuídas à Capital e aos municípios do Interior de forma proporcional, seguindo o plano de logística elaborado pelo Governo do Estado, operacionalizado pela Secretaria de Saúde (Sesa), para a continuidade do processo de vacinação em todo o Estado. Com seis rotas de distribuição aérea e duas terrestres, a estratégia tem o objetivo de garantir a conservação e agilidade no envio dos imunizantes para as 22 Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS), responsáveis por articular a entrega do material junto à secretaria de saúde de cada município cearense em até 24 horas depois de sua chegada à Fortaleza.

“O lote de vacinas que desembarcou nesta quinta feira, 1º de abril, com mais de 371 mil doses, maior quantidade a chegar ao Ceará até então, representa uma segurança de que poderemos seguir com ritmo acelerado na vacinação e, assim, manter a posição de destaque nacional, pois somos um dos Estados que mais vacinam proporcionalmente às doses que recebe. O Governo do Ceará está em constante articulação com o Ministério da Saúde e os fabricantes de vacina para assegurar que os imunizantes cheguem sempre com maior frequência e quantidade, para darmos ainda mais celeridade à imunização da nossa população e consolidarmos esse importante passo no enfrentamento à Covid-19”, destaca o titular da Sesa, Dr. Cabeto.

Profissionais de segurança pública
Após solicitação do governador Camilo Santana junto ao Ministério da Saúde, o Ceará já está autorizado a iniciar a vacinação dos profissionais de segurança pública do Estado que estão mais expostos ao coronavírus. Segue ainda em análise do Governo Federal, a reivindicação do governador para incluir também os professores nos grupos prioritários de vacinação.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Quem já tomou a 2ª dose da vacina pode passar a Páscoa com outra pessoa?

Com a chegada do feriado da Páscoa, cientistas, médicos e outros profissionais de Saúde têm pedido às pessoas que fiquem em casa e mantenham o isolamento para diminuir a disseminação do coronavírus.

Mas e quem já tomou a segunda dose da vacina? Essas pessoas – cerca de 5 milhões – podem passar o feriado junto com outras?

Especialistas ouvidos avaliam que não.

"Não pode. A transmissão está descontrolada. Não sabemos se vacinados transmitem, então existe esse risco. Infelizmente mesmo quem tomou o regime completo não pode [se] aglomerar nesse momento", avalia a biomédica Mellanie Fontes-Dutra, pesquisadora de pós-doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

"Se o cenário de transmissão fosse outro, as ações poderiam ser outras. Mas está tudo explodido, com um potencial imenso de agravar ainda mais, com justamente esses contatos que podem ocorrer na Páscoa", afirma Fontes-Dutra.

Para o infectologista Renato Kfouri, a conduta deve ser a mesma e os cuidados devem ser mantidos, sendo Páscoa ou não. Ou seja, as pessoas não devem aglomerar, devem usar máscaras e precisam higienizar as mãos. “Independente da proteção individual da vacina, a pessoa pode se infectar, pode entrar em contato com o vírus, ser uma transmissora do vírus. É importante não aglomerar nesse momento”.

Para a infectologista e diretora da vigilância em Saúde do município de Rio Claro, interior de São Paulo, Suzi Berbert, optar por se reunir com familiares é uma aposta arriscada.

“Não é o momento de fazer uma aposta com a saúde. A possibilidade de pegar o vírus e ter uma evolução ruim pode ser uma exceção, mas não pode ser descartada e, infelizmente, estamos em um momento que não há leitos nos hospitais do estado. Não é prudente se colocar ou colocar as pessoas em risco”, explica Berbert.

Ethel Maciel, epidemiologista e professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) o Brasil ainda está longe de uma situação de segurança epidemiológica que permita encontros e aglomerações.

“ É muito importante que as pessoas não se aglomerem. A gente ainda não tem segurança epidemiológica e estamos muito longe desse cenário ainda”.

Segundo a especialista, é necessário que o país alcance, no mínimo, o percentual de 70% da população vacinada para que não haja riscos graves para a saúde.

“ Aqui a gente não tem nem o grupo prioritário acima de 60 anos vacinado e ainda nem conseguimos vacinar todos os profissionais de saúde, só temos pouco mais de 8% da população vacinada. Definitivamente, não é o momento para encontros", afirma Maciel.

Fiocruz desaconselha encontros na Páscoa
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) atualizou uma cartilha de recomendações criada para as celebrações do fim do ano passado informando às famílias sobre os riscos de aglomerarem na Páscoa e ressalta: "nenhuma medida é capaz de impedir totalmente a transmissão da Covid-19".

A principal recomendação é preservar a vida. A cartilha lançada pela instituição na quarta-feira (31) tem uma série de dicas para as famílias aproveitarem o momento com segurança sanitária.

Dicas gerais da cartilha da Fiocruz
O manual vale para quem vai celebrar a data em casa ou em outro local, e que eventualmente estejam expostas a diferentes níveis de contágio.

Traz, ainda, orientações sobre o número de convidados, preparação e serviço dos alimentos, e até quem deve evitar o encontro.

• Usar máscara sempre que não estiver bebendo ou comendo
• Ter uma máscara reserva, limpa e seca para o caso de sujar e precisar trocar
• Evitar aglomerações e manter a distância de, pelo menos, dois metros
• Dar preferência a locais abertos ou bem ventilados
• Evitar o uso de ar-condicionado
• Lavar as mãos com frequência
• Não compartilhar objetos, como talheres ou copos

Recorde de mortes
O Brasil encerrou março como o mês mais mortal da pandemia, com recorde de mortes desde o ano passado em dois terços do país. Foram 66.868 óbitos só em março.

No último dia 24, o Brasil superou a marca de 300 mil vidas perdidas por Covid-19. Só na quarta-feira (31), foram 3.950 mortes em 24 horas, o pior número até então.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Governador Camilo Santana anuncia liberação de R$ 100 milhões para Programa de Microcrédito

Mais uma medida de estímulo à economia cearense será implantada pelo Governo do Ceará. Na última quarta-feira (31), o governador Camilo Santana anunciou a liberação de R$ 100 milhões para o Programa de Microcrédito Produtivo Orientado (Ceará Credi). A medida possibilitará empréstimos de R$ 500 a R$ 5 mil para a população mais vulnerável.

“Estamos muito preocupados com a população mais vulnerável, mais pobre do Ceará e que mais precisa do apoio do Estado. Nós vamos autorizar a liberação R$ 100 milhões para microcrédito, uma medida importante para aquecer a economia cearense, para dar oportunidade aos pequenos. É mais uma forma de auxiliar a população do Estado do Ceará”, comentou o chefe do Executivo

Fazem parte do público-alvo do programa microempreendedores e trabalhadores autônomos informais e Microempreendedores Individuais (MEIs), dos diversos segmentos de produção, artesanato, comércio e serviços, inclusive empreendedorismo social e cultural. A medida beneficia também agricultores familiares que desenvolvam negócios não agrícolas no meio rural. Os beneficiários não poderão ter renda superior a três salários mínimos.

Serão priorizadas pessoas em situação de vulnerabilidade e beneficiários de políticas sociais, a exemplo de mulheres vítimas de violência, mulheres chefes de família, mulheres do Programa Mais Infância Ceará, jovens do Programa Virando o Jogo, pessoas com deficiência, egressos do sistema prisional, jovens egressos da escola profissionalizante e outros empreendedores cujas atividades foram atingidas pela pandemia.

Conforme Francisco Rabelo, presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), responsável pela implantação do programa, serão instalados 34 postos de atendimento, sendo um em cada região de planejamento do Estado e o restante na Região Metropolitana de Fortaleza. “A medida também contará ainda com orientação empreendedora e educação financeira para todos os beneficiados, sendo obrigatório para aqueles interessados em iniciar um novo negócio, seja individual ou em grupo”, completa.

Lei do Microcrédito
A lei que institui o programa Microcrédito Produtivo do Ceará e cria o Fundo de Investimentos de Microcrédito Produtivo do Estado, foi sancionada em janeiro de 2021 pelo governador Camilo Santana. O Fundo será operado pela Adece, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e gerido por um Conselho Diretor, que vai estabelecer critérios para a concessão de recursos e acompanhar a execução das ações.

Em fevereiro do mesmo ano, a Adece criou a Diretoria de Economia Popular e Solidária. De acordo com a diretora, Silvana Parente, a equipe terá a missão de desenvolver e executar políticas de inclusão produtiva e financeira para empreendedores da base da pirâmide empresarial, sendo a principal atribuição operacionalizar o Programa de Microcrédito Produtivo.

“O Programa  vai adotar a metodologia do microcrédito produtivo orientado com empréstimos graduais de acordo com o tamanho e capacidade de pagamento do empreendedor, a ser avaliada por agentes comunitários de crédito. Durante a pandemia, a entrevista será virtual. A partir de maio será disponibilizada uma plataforma virtual para recebimento de cadastros, que entrarão na esteira de análise das operações”, explica Silvana.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Ceará ultrapassa 1 milhão de doses aplicadas na campanha de vacinação contra a Covid-19

O Ceará bateu nesta quarta-feira (31) a marca de 1 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 aplicadas na população. O acumulado de 1.041.224 aplicações contabiliza como 817.598 primeira dose e outras 223.626 de segunda dose. De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), os imunizantes foram aplicados dentro das Fases 1 e 2 do Programa Nacional de Imunização (PNI), contemplando idosos a partir de 75 anos, profissionais de saúde da linha de frente no combate à pandemia e idosos com idade inferior a 75 anos, em ordem decrescente.

O governador Camilo Santana destacou que alcançar essa marca representa o compromisso de proteger os cearenses da doença causada pelo coronavírus. “Não temos medido esforços para dar ainda mais rapidez ao processo de imunização em todo o estado. Montamos uma logística de distribuição imediata das vacinas, assim que os lotes chegam ao Ceará, com o uso de aviões, helicópteros e apoio terrestre. Esse esforço, somado ao trabalho incansável dos profissionais de saúde em todos os municípios, tem colocado o nosso estado entre os que mais aplicaram as vacinas recebidas, segundo levantamento nacional. Tenho lutado para a aquisição de mais vacinas para o Ceará, tanto vindas do Governo Federal, quanto pela compra direta, como a que fizemos de 5,87 milhões de doses da Sputinik V. Não vou descansar até que todos os cearenses estejam vacinados”, citou.

As primeiras doses de vacinas chegaram ao Ceará em 18 de janeiro de 2021 e, até o momento, o Estado contabiliza 1.333.350 doses recebidas por meio do PNI, coordenado pelo Ministério da Saúde, que é responsável pela compra e envio de imunizantes contra a Covid-19 aos estados brasileiros. A expectativa é que uma nova remessa de vacinas seja recebida esta semana. Os dados de transparência sobre a aplicação do imunizante são atualizados diariamente e disponibilizados à população pelo Vacinômetro.

Cadastro Estadual de Vacinação
Para dar continuidade à criação de mais estratégias eficazes de imunização, o Governo do Ceará também desenvolve, por meio da Sesa, o Cadastro Estadual de Vacinação, iniciativa que tem o objetivo de consolidar o censo de cearenses para imunização contra a Covid-19. O cadastro foi prorrogado até 11 de abril e pode ser realizado na plataforma Saúde Digital e no Ceará App por pessoas a partir de 18 anos. Porém, o plano de vacinação segue as recomendações de imunizar inicialmente os quatro primeiros grupos prioritários especificados no PNI.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Ganhador da Mega da Virada não retira prêmio de R$ 162,6 mi ; saiba o que acontece com o dinheiro

O ganhador de metade do prêmio da Mega da Virada do dia 31 de dezembro de 2020 não apareceu para resgatar o dinheiro até esta quarta-feira (31), prazo limite para o recebimento. Agora, segundo a Caixa, os R$ 162,6 milhões serão repassados ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies), do Ministério da Educação, como geralmente ocorre com os prêmios esquecidos.

O prazo total de resgate do prêmio é de 90 dias, contados desde a data do sorteio até este dia 31 de março. O prêmio da Mega da Virada de 2020 teve apenas dois vencedores, dividindo o valor de R$ 325,2 milhões em partes iguais. No entanto, apenas um deles, o vencedor de Aracaju, retirou o dinheiro.

Dinheiro para o Fies
Não são raros os apostadores que deixam prêmios de loterias para trás. Segundo a Caixa, somente em 2020, R$ 311,9 milhões em prêmios não foram resgatados. Os valores consideram todas as modalidades e faixas de premiação como Dupla-Sena, Quina, Lotofácil, Lotomania e Loteca, que não foram retiradas no prazo.

Caixa foi notificada
Após o posicionamento da Caixa de que o vencedor deveria comparecer a uma das agências no prazo estipulado, o Procon de São Paulo chegou a notificar a instituição afirmando que o ganhador da Mega da Virada deveria ser identificado. 

"A aposta efetuada através de meio eletrônico demanda a realização de cadastro e a indicação de cartão de crédito como meio de pagamento", informou o Procon em nota à imprensa. De acordo com o órgão, dessa forma é possível saber qual o ganhador que não fez o resgate da quantia.

"A Caixa não pode comodamente aguardar o decurso do prazo e se apropriar do dinheiro. Caso o apostador esteja morto, o prêmio pertence aos seus herdeiros", também relatou Fernando Capez, diretor do Procon. Além disso, segundo ele, caso a aposta tenha sido por meio eletrônico, seria dever da instituição financeira "informar se não é possível identificar o seu autor".

Enquanto isso, em resposta, a Caixa informou ao requerimento que o cadastro do site para jogos de loteria serve apenas para verificar se os requisitos básicos são cumpridos. Neste, são analisados itens como CPF válido, maioridade civil e residência em território brasileiro, mas os dados não identificam ganhadores.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Covid-19: Profissionais da segurança pública que atuam na linha de frente tem vacinação antecipada

Parcela importante e fundamental no grupo que atua na linha de frente contra a Covid-19, os profissionais da segurança pública do Ceará que estão mais expostos ao coronavírus serão vacinados antecipadamente. A informação foi confirmada pelo governador Camilo Santana, na manhã dessa quarta-feira (31), com base na nota técnica do Ministério da Saúde, que reconsiderou a prioridade da categoria no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO). A iniciativa do Ministério da Saúde atende a um pedido feito pelos Estados para priorizar a vacinação do grupo de Forças de Segurança e Salvamento.

“Agradeço ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, com quem conversei, juntamente com nosso secretário Dr Cabeto. Reafirmamos ao ministro a importância que a categoria fosse incluída na faixa prioritária de imunização. Nossa luta é também para incluir os profissionais da educação nesse grupo, para que haja o retorno seguro das aulas presenciais”, disse Camilo Santana, em postagem no perfil oficial dele no Twitter.

A confirmação da vacinação é uma conquista para os profissionais da segurança pública que atuam no Ceará. Uma carta com o pedido de inclusão do grupo prioritário foi assinada pelos 27 gestores estaduais que integram o Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp) no início deste mês. O documento foi enviado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e ao Ministério da Saúde. “Já estávamos tratando essa demanda há bastante tempo. Agora que se tornou oficial, é uma conquista para a categoria. Esses profissionais estão na linha de frente e fazem parte de uma atividade essencial e de risco. Eles continuam nas ruas, delegacias e sendo fundamentais na fiscalização de medidas sanitárias”, declarou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron.

Entre as ações desempenhadas diariamente por esses agentes durante o cumprimento de medidas sanitárias para conter o avanço da doença está a fiscalização de distanciamento social e de medidas restritivas e preventivas definidas pelos órgãos de saúde municipais e estaduais. Há de se ressaltar também a participação desses profissionais em diversas ações diretas de apoio à operacionalização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, como o transporte e a escolta dos imunizantes.

Prioridade
Com o objetivo de contemplar o grupo de Forças de Segurança e Salvamento, o Ministério da Saúde definiu em nota técnica o envio antecipado de um quantitativo de doses de vacinas contra a Covid-19, de maneira escalonada e proporcional, direcionado exclusivamente para a imunização, nesta ordem, de trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar, trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19 e trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público, independente da categoria.

Os demais trabalhadores da segurança pública e forças armadas deverão ser vacinados de acordo com o andamento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no PNO, elaborado pelo Ministério da Saúde.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

7 doenças que podem ser transmitidas por alimentos contaminados

Mal-estar, náuseas com ou sem vômitos, diarreia, dor e inchaço abdominal: esses são os sintomas clássicos provocados pela ingestão de alimentos contaminados.

Esse tipo de problema tem até nome: são as DTAs (doenças transmitidas por alimentos), que têm se tornado cada vez mais um problema de saúde pública, influenciadas por mudanças globais como aumento populacional e pobreza, de acordo com o Ministério da Saúde.

Existem mais de 250 tipos de doenças transmitidas por alimentos no mundo, a maioria causada por bactérias (e suas toxinas), vírus e parasitas —que ingerimos em comidas mal higienizadas, mal cozidas ou que são contaminadas após estarem prontas, devido à falta de refrigeração adequada ou cuidados básicos de higiene.

A maior parte dessas doenças provoca apenas problemas leves (mas qualquer diarreia é sempre um incômodo). Já outras, no entanto, como o botulismo e cólera, podem ser consideradas mais graves. Confira abaixo sete doenças provocadas por alimentos contaminados.

Infecção por Salmonella
Uma das doenças mais conhecidas quando falamos em alimentos contaminados, a infecção se dá pela ingestão da bactéria Salmonella, presente em alimentos mal cozidos geralmente provenientes de animais criados em fazendas. Isso inclui carnes de vaca, porco, frango, ovos e até leite. Comidas sensíveis ao calor (como maionese) também favorecem a proliferação desse tipo de bactéria quando ficam muito tempo fora do refrigerador.

Náuseas, dores abdominais, diarreia, febre alta, dores no corpo e na cabeça são sintomas comuns a esse tipo de infecção.

Infecção por Escherichia coli
Considerada uma das mais comuns no Brasil, a infecção provocada pela bactéria E. coli costuma causar quadros leves a moderados, com possibilidade de diarreia aquosa e febre baixa. Em alguns pacientes, pode ocorrer a presença de sangue nas fezes.

A principal via de contaminação são as carnes mal passadas ou as saladas mal higienizadas (veja como é o jeito certo de higienizar os vegetais).

Infecção por Staphylococcus aureus
Também considerada comum no Brasil, a infecção pelo Staphylococcus aureus ocorre principalmente via embutidos como salsichas e linguiças —alimentos com muito sódio, que favorecem a proliferação desse microrganismo.

Mas a bactéria não é uma estranha ao corpo: ela geralmente está presente na nossa pele e na mucosa, sem provocar danos. O problema é quando ela entra em contato com o sistema gastrointestinal: sua toxina provoca uma inflamação na mucosa, causando náusea, vômito e diarreia.

Botulismo
Considerada rara, a infecção acontece pela toxina das bactérias Clostridium botulinum e Clostridium pa-rabotulinum, que comumente podem serem encontradas em alimentos em conserva (como palmito e picles); no mel, em queijos e em carnes curadas de forma artesanal (como salsichas, linguiças e presunto).

O grande perigo da doença é que a toxina produzida pela bactéria ataca o sistema nervoso, impedindo a comunicação nas terminações nervosas. Por isso, os sintomas mais comuns da infecção também incluem paralisia muscular, que começa na região craniana e vai descendo para o corpo. Se não tratado rapidamente, há risco de morte.

Cólera
É provocada pela ação da toxina da bactéria Vibrio cholerae, geralmente encontrada em ambiente aquático. Por isso, é comum que a doença esteja associada ao consumo de mariscos, peixes e algas mal cozidos, além da ingestão de água não tratada —por isso, a doença é um problema preocupante em áreas em que falta saneamento básico.

O principal sintoma é a grande quantidade de diarreia aquosa que, se não for tratada logo, pode levar a um quadro de desidratação e colocar em risco a vida do paciente.

Para evitar o problema, além de cozinhar bem os alimentos e higienizar corretamente os vegetais, é muito importante ferver a água antes de consumi-la, se ela não for tratada ou mineral.

Amebíase
É provocada por meio da ingestão dos cistos do protozoário Entamoeba histolytica. Geralmente, isso acontece por meio de água ou alimentos contaminados com as fezes de pessoas doentes —por isso, a doença é mais frequente em locais onde o saneamento básico e as condições de higiene são precários.

Os principais sintomas são diarreia, dor abdominal e mal-estar, e podem incluir também fezes com presença de sangue.

Toxoplasmose
A doença que todas as grávidas temem, já que pode causar problemas de saúde ao bebê. A infecção é provocada pela ingestão dos cistos do parasita Toxoplasma gondii, geralmente por meio de carne de vaca ou boi crua ou mal cozida.

Além dos sintomas clássicos, a infecção também pode provocar febre, dor muscular, cansaço e dor de cabeça.

Como é o tratamento?
A maioria das DTAs costuma evoluir de forma leve a moderada. Portanto, os cuidados mais recomendados são manter o corpo bem hidratado com a ingestão de líquidos; fazer refeições leves, sem alimentos gordurosos ou de difícil digestão; e ainda fazer uso de medicamentos para reduzir náuseas e vômitos.

Em casos mais graves, pode ser necessário o uso de antibióticos e até internação. O que determina o tratamento são as manifestações clínicas e o agente causador, fatores que devem ser avaliados por um especialista.

Como evitar a contaminação
Higienizar e cozinhar alimentos estão entre as medidas para reduzir o risco de ter o problema. Confira:

• Lave bem as mãos antes de iniciar o preparo dos alimentos;
• Cozinhe, asse e frite bem as carnes e ovos;
• Procure manter os alimentos já limpos longe dos que ainda precisam ser higienizados;
• Lave bem frutas e verduras; as folhas podem ser limpas com uma escovinha e sabão para retirar a sujeira visível;
• Deixe frutas que são consumidas com casca e folhas consumidas cruas imersas em uma solução clorada ou com bicarbonato de sódio;
• Não compre ou consuma alimentos de origem duvidosa ou com aspecto de estragado;
• Evite deixar os alimentos mais de duas horas fora da geladeira;
• Mantenha os alimentos sempre tampados e evita falar sobre eles quando estiver se servindo, pois gotículas de saliva podem contaminá-los.

Fontes consultadas: Beatriz Thie Iamanaka, pesquisadora e diretora técnica de serviço da Unidade Laboratorial de Referência em Microbiologia do Centro de Ciência e Qualidade dos Alimentos (CCQA) do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; Camila Carvalho, nutricionista Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Sizele Rodrigues, nutricionista do Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CESANS) da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (CODEAGRO), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Fonte: VivaBem/UOL

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter