Planos de saúde devem cobrir testes de dengue e chikungunya

A partir deste sábado, 2 de janeiro, os planos de saúde passam a ser obrigados a oferecer para seus beneficiários vinte e um novos procedimentos, entre eles o teste rápido para dengue e o exame de diagnóstico de chikungunya. As novidades constam do novo rol de cobertura obrigatória aos convênios médicos, atualizado a cada dois anos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Além dos novos procedimentos, que incluem exames, cirurgias e próteses, as operadoras ficam obrigadas ainda a fornecer um novo medicamento para câncer de próstata e a aumentar sessões de fonoaudiologia, fisioterapia e psicoterapia para pacientes com alguns tipos de doença.

No caso do exame da dengue, os planos só eram obrigados a cobrir testes laboratoriais cujos resultados demoravam uma semana para sair. Agora, entrou para a lista de cobertura mínima os testes rápidos de sorologia para busca de anticorpos IgM e IgG - que servem para detectar o estágio de diversas doenças, entre elas, a dengue.

Também passa a ser coberto o exame do antígeno NS1 da dengue, que detecta a doença logo no estágio inicial dos sintomas - os exames de anticorpos só podem ser feitos a partir do sexto dia das manifestações da doença.

Zika
Motivo de apreensão principalmente entre as grávidas, o diagnóstico do zika vírus não entrou no novo rol da ANS, até porque quase nenhum laboratório privado brasileiro oferecia o procedimento quando as coberturas do novo rol foram definidas, em outubro. O desenvolvimento da técnica para a realização do exame começou há poucas semanas, após o zika ser associado ao aumento de casos de microcefalia no País - que já chegaram a 2.975, segundo o Ministério da Saúde.

Como os sintomas das três doenças são parecidos, enquanto o teste não é incorporado, o diagnóstico provável do zika pode ser feito por exclusão, quando os testes para dengue e chikungunya derem negativo.

Mais sessões
A ANS decidiu ainda ampliar de doze para dezoito o número de sessões anuais de psicoterapia que as operadoras são obrigadas a pagar para seus usuários. No caso da fonoaudiologia, os pacientes com gagueira e outros transtornos de fala e linguagem terão direito ao dobro de sessões anuais: 48, ante as atuais 24.

Benefício ainda maior tiveram os pacientes com transtornos globais do desenvolvimento, como autismo, que deverão ter 96 consultas com um fonoaudiólogo cobertas todos os anos, também o dobro do que era previsto no antigo rol. As gestantes e mulheres que estão amamentando passam a ter direito a 12 consultas com um nutricionista por ano.

Outras inclusões
Pelo novo rol, os pacientes de planos passam a ter acesso a um quimioterápico oral para câncer de próstata, o enzalutamida. O medicamento é indicado principalmente para pacientes que já apresentam metástase.

Entre os novos procedimentos do novo rol estão ainda um implante de cardiodesfibrilador, espécie de marca-passo que emite fibrilação em arritmia cardíaca, evitando, assim, mortes súbitas; e uma prótese auditiva ancorada em osso para pessoas com esse tipo de deficiência.

A ANS alerta que, por enquanto, as operadoras não podem reajustar as mensalidades sob o argumento de que terão aumento de despesas com a oferta dos procedimentos previstos no novo rol. De acordo com a agência, a inclusão das novas tecnologias é avaliada por um ano e, caso seja identificado impacto financeiro, ele será avaliado somente para o reajuste de 2017.

As operadoras que não cumprirem a cobertura obrigatória estão sujeitas a multa de 80.000 reais por infração cometida. Para fazer uma reclamação contra uma empresa que não esteja respeitando a determinação, o consumidor pode acessar o site da ANS (www.ans.gov.br) ou ligar para a central da agência, no telefone 0800-701-9656.

Fonte: Veja (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook



Audiência na TV: Em 13 anos, TV Globo perde 41% e SBT, 22%; Record cresce 357%

Um gráfico produzido pela Record para uso interno traça um panorama da audiência das redes de TV na Grande São Paulo entre 1993 e 2015 (até domingo, 27/12). No quadro, montado com base nos números do Ibope (agora chamado Kantar Ibope), as emissoras aparecem da seguinte forma no período, considerando a programação diária, das 7h à 0h:
  • TV Globo – 23,5 pontos (1993) e 13,8 pontos (2015, até 27/12): 41% de queda;
  • SBT  – 8,0 pontos (1993) e 6,2 pontos (2015, até 27/12): queda de 22%;
  • TV Record – 1,5 ponto (1993) e 6,8 pontos (2015, até 27/12): 357% de crescimento;
  • TV Bandeirantes – 2,8 pontos (1993) e 2,3 pontos (2015, até 27/12);
  • TV Manchete – 1,5 ponto em 1993 e, já como RedeTV! 0,8 ponto em 2015.
A Record fecha o ano com metade da audiência da Globo, mas ostenta o porcentual de crescimento. Usa o calendário de 1993 como referência porque é o primeiro ano fechado da medição de audiência por people meter, aparelho que capta dados em tempo real – ainda que a mostra do painel fosse bem menor. Convém resgatar, no entanto, que em 1993, a Record ainda estava no fundo do poço que motivou sua troca de mãos três anos antes, das famílias Machado de Carvalho e Abravanel, para Edir Macedo. Da mesma forma, não se pode negar que 2015 foi um ano e tanto para a emissora, graças a Os Dez Mandamentos e à estratégia que favoreceu também o Jornal da Record, além da injeção de ânimo trazida por Xuxa.

Em tempo: 1 ponto de audiência na região valia 40 mil domicílios em 1993. Em 2015, 1 ponto valeu 67 mil lares.

Só falta falar
Luiz Henrique Rios dirige Juliana Paiva na 3ª etapa do concurso Garota Totalmente Demais, na novela das 7 da Globo. A prova é um comercial de perfume, mas Cassandra, a personagem, não decora o texto e, na edição, acabam apelando para um locutor.

Como tem feito ano a ano, a Kantar Ibope Media atualiza, a partir do 1º dia do ano, a representatividade do ponto de audiência nas 15 regiões em que mensura o público de TV, com base nas novas estimativas populacionais. A coluna antecipa aqui que, a partir de  amanhã, 1 ponto na Grande São Paulo salta dos atuais 67 mil domicílios para 69.417; na Grande Rio, o ponto, hoje válido para 42.293 endereços, será ampliado para 43.346. E no Painel Nacional de TV (PNT), 1 ponto representará 240.886 lares (ante 233.400 em 2015).

O Ibope também anuncia a inclusão de seis municípios que passam a ser mensurados nas regiões metropolitanas de Fortaleza e Porto Alegre. E promete antecipar a entrega diária de alguns bancos de dados aos clientes.

O que a  concorrência não faz? A Gfk, que chegou ao País para medir audiência, ainda não mostrou seus números, mas já mostrou como pode motivar uma empresa que até então gozava de monopólio absoluto no seu ramo.

Fonte: Estadão

Curta nossa página no Facebook



Ocupação hoteleira no Réveillon de Fortaleza supera a festa passada

No Ceará, a ocupação hoteleira durante o Réveillon de 2015 para 2016 deve ser 5% maior que de 2014 para 2015. A expectativa da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Ceará é que 95% dos hotéis e pousadas em todo o Estado estejam ocupados neste feriadão.

O Réveillon de Fortaleza é um dos maiores do País e reúne turistas de todo lugar. O presidente da associação, Regis Medeiros, avalia de forma positiva o ano, mesmo que a crise tenha apertado o bolso do consumidor.

“São números muito positivos. Agora, em termos de faturamento, a hotelaria teve que manter a diária de 2014, e em alguns momentos até diárias de 2013, já que nós estamos em um período de crise, e quando o consumidor vê uma boa promoção, mesmo em um período de alta temporada, ele se esforça um pouco mais e não quer perder a oportunidade”, explica o presidente em entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM.

Já para as férias de janeiro em 2016, a taxa de ocupação deve ser um pouco abaixo da registrada neste ano, que foi de 86%, segundo a associação. Regis Almeida conta que para atrair mais clientes, a saída tem sido investir nos descontos e promoções.

Em 2015 foram ofertadas 11.500 unidades para ocupação em hotéis e pousadas só na capital cearense. Quase 10% a mais que em 2014.

Fonte: Tribuna do Ceará

Curta nossa página no Facebook



Aécio recebeu 300 mil em propina, diz delator


O entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, Carlos Alexandre de Souza Rocha, afirmou em delação premiada que levou R$ 300 mil no segundo semestre de 2013 a um diretor da UTC Engenharia no Rio de Janeiro, que lhe disse que a soma iria ao senador Aécio Neves, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Em depoimento, o delator revelou ter conhecido Youssef em 2000, e que, a partir de 2008, passou a fazer entregas de R$ 150 mil ou R$ 300 mil a vários políticos.

De acordo com a publicação, Rocha afirmou que em 2013 realizou “umas quatro entregas de dinheiro” a um diretor da UTC chamado Miranda, no Rio de Janeiro.

O diretor financeiro da UTC, Walmir Pinheiro Santana, também disse em depoimento que o diretor comercial da empreiteira Antonio Carlos D'Agosto Miranda "guardava e entregava valores em dinheiro a pedido" dele ou de Ricardo Pessoa, dono da UTC. O nome de Aécio não foi citado por Pessoa, nem Santana, durante esclarecimentos sobre envolvimento no esquema de corrupção.

O delator destacou a ansiedade de Miranda para receber uma das remessas de R$ 300 mil entre setembro e outubro de 2013. Ao indagar o destinatário final, Rocha afirmou que recebeu como resposta o nome de Aécio Neves.  Na ocasião, o delator teria questionado o motivo de haver propina para um integrante da oposição. "Aqui a gente dá dinheiro pra todo mundo: situação, oposição, [...] todo mundo", teria respondido o diretor da UTC.

Aécio nega acusações
A assessoria de Aécio explicou que considera "absurda e irresponsável" a citação a seu nome, "sem nenhum tipo de comprovação". "Trata-se de mais uma falsa denúncia com o claro objetivo de tentar constranger o PSDB, confundir a opinião pública e desviar o foco das investigações", disse, em nota.

Fonte: Terra

Curta nossa página no Facebook



Filho do criador da sandália de Lampião vira ícone do mundo fashion


"O cabra chegou para meu pai e disse que queria uma sandália diferente, de solado quadrado, sem marca da curva da sola do pé. Mostrou um modelo desenhado. Meu pai disse que fazia. Dias depois o cabra veio buscar a encomenda e perguntou a meu pai se ele sabia para quem era a sandália. 'Não é para você?', meu pai perguntou. 'Não, é para o Capitão Virgulino'. 'Pois leve a sandália e nem precisa pagar'".

É assim que Espedito Velozo de Carvalho, o Mestre Espedito Seleiro, 77 anos, resume como surgiu a sandália mais famosa de tantas de seu ateliê em Nova Olinda, cidade do interior do Ceará, a 500 km de Fortaleza.

A sandália de solado quadrado era mesmo para o Capitão Virgulino Ferreira, o Lampião, chefe do bando de cangaceiros que impunha medo, respeito e fascínio no interior do Nordeste nos anos 1930.

O solado quadrado, sem indicar qual era a frente da sandália, tinha um propósito: despistar as volantes, como eram chamadas as equipes policiais que caçavam os cangaceiros pelo sertão. "O solado quadrado deixava uma pegada quadrada, de modo que a volante não conseguia saber para que lado Lampião tinha ido, se estava indo ou voltando", explica Espedito Seleiro.

O filho do criador da sandália de Lampião se transformou, nos últimos anos, em uma assinatura valorizada no mundo da moda, do cinema e do design. Espedito (assim mesmo com S) Seleiro fez peças para marcas como Farm, Cavallera e Cantão.

Em 2006, participou da São Paulo Fashion Week. Sua obra foi tema da exposição "Da Sela à Passarela", que passou por São Paulo e Rio de Janeiro. É criação de Espedito Seleiro o gibão colorido de couro usado pelo personagem do ator Marcos Palmeira no filme O Homem que Desafiou o Diabo (2007).

Seleiro apareceu no programa da global Regina Casé, cliente de suas sandálias. Recebeu em 2011 a Ordem do Mérito, concedida pelo Ministério da Cultura a personalidades do setor. Seu trabalho cheio de referências do sertão, com couro colorido e enfeitado, atraiu os designers Humberto e Fernando Campana, que fizeram em 2015 uma parceria com Seleiro para uma linha de móveis intitulada Coleção Cangaço, juntando madeira, palhinha e couro, e os móveis são a novidade em seu trabalho.

"É bom variar, fazer coisas novas", filosofa o artesão.

Talento e aprendizado
Ainda menino, Espedito aprendeu com o pai, Raimundo Seleiro, que aprendeu com o pai dele, Gonçalves Seleiro, filho de Antônio Seleiro, a arte de tratar e transformar o couro de boi e de cabra em peças usadas pelos vaqueiros, como selas, cintos e chicotes.

Para vaqueiro, mesmo, ele nunca teve talento: no primeiro dia em que montou no cavalo para laçar um boi levou uma queda tão feia que desistiu da profissão.

Quando ele ainda era criança, sua família fugiu da seca e trocou o sertão dos Inhamuns, área mais árida do Ceará, pelo quase sempre verde Cariri, na região sul do Estado, divisa com Pernambuco. Aos 16 anos, em busca de uma vida melhor, Espedito foi embora para o Paraná. Ficou três anos, sempre trabalhando com couro, e voltou para o Cariri.

Um dia, cansado de tantas peças parecidas - sandálias de couro são uma tradição no interior do Ceará, vendidas em cada esquina e cada mercado popular-, viu que precisava inovar. Usando produtos naturais, como a tintura da casca do angico, árvore comum na região, tingiu o couro.

Fez sandálias vermelhas, azuis, amarelas e roxas, cheias de desenhos. Levou para um conhecido no mercado vender. No outro dia vieram pedir mais, e as sandálias coloridas abriram caminho para que ele se diferenciasse dos demais artesãos.

O criador das sandálias coloridas ganhou a admiração da então secretária de Cultura do Ceará Violeta Arraes - de uma família tradicional do Cariri e irmã de Miguel Arraes, cearense que fez carreira política em Pernambuco, Estado que governou três vezes.

O diretor de TV e cinema Guel Arraes, filho de Miguel Arraes, também se tornou cliente das sandálias de couro de Seleiro, e a fama do artesão foi se espalhando.

Um dia, o educador Alemberg Quindins, criador da Fundação Casa Grande, premiada organização de Nova Olinda que capacita crianças e jovens para as artes, pediu a Seleiro que fizesse uma sandália igual à de Lampião para uma exposição sobre o Cariri.

Seleiro tinha guardado os desenhos do pai e reproduziu a sandália "cobertão", de solado quadrado. "Mudei o nome para sandália Lampião. E quando me pediram um modelo para mulher, fiz a sandália Maria Bonita", explica o artesão.

Tradição e inovação
Do Cariri para o Brasil, aos poucos o E.S. de Espedito Seleiro, numa letra bem desenhada, foi marcando sandálias, bolsas e mochilas em couro que se espalharam no circuito fashion.

O trabalho atraiu também a atenção da pesquisadora Heloisa Bueno Rodrigues, que fez de Seleiro personagem principal de sua dissertação de mestrado defendida em outubro de 2015 no Programa de Cultura e Territorialidades da UFF (Universidade Federal Fluminense) e intitulada Espedito Seleiro: filho dos Inhamuns, mestre do Cariri e artista do Brasil.

Num estudo sobre economia criativa e cultura, apresentado num seminário na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, a pesquisadora analisa como Seleiro se diferenciou dos demais artesãos ao inovar dentro da tradição popular, mantendo sua identidade. Ao mesmo tempo, explica que o trabalho de Seleiro não é só produto de sua sensibilidade individual de artista, mas resultado de um conjunto de conhecimentos, histórias e tradições.

"O Ceará é muito marcado pelo que historiadores como Capistrano de Abreu chamam de civilização do couro, um ciclo econômico baseado na criação de gado. A obra de Espedito Seleiro traduz essas tradições dos vaqueiros, dos cangaceiros, dos ciganos, desses homens que se espalharam pelo interior do Nordeste. E ele conseguiu manter sua originalidade dentro dessa tradição, conseguiu se diferenciar", afirma a pesquisadora.

Assim como aprendeu o ofício em família, Seleiro ensina o que sabe aos filhos, netos e sobrinhos, e juntos eles mantêm a cooperativa Associação Familiar Espedito Seleiro, que reúne 22 profissionais.

Mestre Seleiro é um professor exigente, que acorda de madrugada, cobra qualidade em cada passo do trabalho e manda recomeçar tudo se achar algo errado. "Eu ensino, eles fazem, eu vejo se ficou bom. Se estiver boa, assino a sandália. Se estiver ruim, desmancho e mando fazer de novo".

Em sua oficina, entre aprendizes e cortes de couro, Seleiro recebe quem chega e tem sempre tempo para um dedo de prosa. Ao lado da oficina criou o Museu do Couro, que conta a história de sua obra e também a saga dos vaqueiros no sertão.

Seleiro sabe que é imitado por muitos, mas não liga. Às vezes pensa em registrar sua marca, às vezes não. De olho nas novidades, investe em capas para celulares e tablets e selas de moto. Comprada na lojinha de Seleiro em Nova Olinda, a sandália Maria Bonita custa R$ 80.

Entre bolsas, mochilas, carteiras e sandálias, as peças trazem tons e desenhos inusitados. Lembram vestidos coloridos numa quadrilha, disputas de vaquejadas, cangaceiros em luta, leques ciganos, flores brotando - e todas as cores do sertão em dias de chuva depois dos meses de seca.

Fonte: BBC Brasil

Curta nossa página no Facebook



Motociclistas com carteira popular receberão capacetes grátis do Detran

Os novos motociclistas aprovados no exame prático de direção do Detran – Departamento Estadual de Trânsito deverão receber doações de capacetes a partir de 2016.

Na última terça-feira (29), o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, sancionou a lei que autoriza “Programa Popular de Formação, Educação, Qualificação e Habilitação Profissional de Condutores de Veículos Automotores“, que autoriza a distribuição do instrumento obrigatório por parte dos condutores de moto.

No entanto,  para obter o recurso obrigatório será necessário formular uma solicitação com antecedência. De acordo com a assessoria do Governo do Estado, com a determinação, os novos aprovados terão direito a receber o capacete sem custeio algum.  “O benefício será concedido apenas àqueles novos candidatos selecionados, a partir da publicação da Lei no Diário Oficial do Estado e as despesas ficarão por conta do Detran-CE”, explica em nota a assessoria.

Para participar do programa, é necessário que o condutor seja maior de 18 anos, alfabetizado e possua Cadastro de Pessoa Física (CPF). As inscrições só poderão ser feitas pela internet, no site do Detran-CE.

Durante o evento de lançamento da campanha “Seja você a mudança no trânsito. Respeite a vida” o governador também aproveitou para anunciar um pacote de investimentos para redução de acidentes de trânsito. A medida deve incentivar  o uso de capacetes, além de realizar a implantação e restauração de 1,2 km de rodovias estaduais. A nova campanha deve orçar um investimento superior a R$ 1,1 bilhão.

Fonte: Tribuna do Ceará

Curta nossa página no Facebook



Erro fez consumidor pagar R$ 100 mi a mais por energia nos últimos 8 meses

Um erro no software da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) permitiu que comercializadores de energia obtivessem um ganho indevido de R$ 100 milhões nos últimos oito meses. Este valor foi pago na conta de luz de clientes residenciais e empresariais.

A CCEE é um órgão privado responsável por registrar e fiscalizar os contratos do setor elétrico. A maior parte deles contempla a energia regulada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Neste caso, a compra e venda é intermediada por distribuidoras de energia.

Outra parte menor dos contratos não segue as regras do mercado regulado e as operações são intermediadas por comercializadoras. É o chamado mercado livre.

Hoje é possível negociar energia com descontos nos encargos cobrados pela transmissão e distribuição da energia desde que a geração seja "limpa". Ou seja, a energia produzida por pequenas centrais hidrelétricas ou por usinas que utilizam biogás podem usufruir de descontos que variam entre 50% e 100% dos encargos cobrados.

Por causa de um erro no software da CCEE, os comercializadores —no mercado livre— puderam registrar dois lotes de energia com 50% de desconto como se fossem um único lote com 100% de desconto, sem que os descontos tenham sido repassados para os compradores. Isso gerou um ganho indevido de R$ 100 milhões desde fevereiro, quando esse tipo de operação foi permitido.

A CCEE só descobriu o erro em novembro ao somar o volume de energia com incentivo total (100%) e perceber que ele era maior do que o registrado na Aneel.
O Brasil que dá Certo - Energia

Em um primeiro momento, a CCEE quis abrir uma investigação para apurar se houve má-fé das comercializadoras. Mas desistiu diante da dificuldade em comprovar que houve fraude.

Mesmo assim, as empresas envolvidas BTG Pactual, Comerc, Nova Energia, Prime, Diferencial, Clime e FC One têm até segunda-feira (4) para se explicarem à Câmara.

Conta
Os descontos à geração de energia limpa são pagos pelos consumidores do mercado regulado –residências, pequenos comércios e indústrias ligados às redes das distribuidoras.

A CCEE vai agora calcular os valores devidos pelas comercializadoras. Quando a conta estiver pronta, os consumidores serão ressarcidos com desconto na tarifa.

Informalmente, a CCEE vai orientar outras empresas que não estão envolvidas no caso a também buscarem ressarcimentos.

Questionada, a Câmara afirma que só irá se manifestar após receber as explicações das empresas.

A Aneel, que desaconselha esse tipo de operação desde a reformulação do setor, em 2004. Procurada, a agência ão quis comentar o caso.

Outro lado
As empresas envolvidas afirmam que não há ilegalidade na operação. "Não há prejuízo para ninguém. Com a recontabilização, iremos pagar a diferença e recuperá-la com os contratos futuros", afirma Cristopher Vlavianos, presidente da Comerc.

Segundo Gustavo Machado, sócio-diretor da Nova Energia, se há algum erro na operação ele foi proporcionado pela Câmara. "Se, depois de oito meses homologando as operações, a CCEE quer revê-las, que a nova regra valha daqui para a frente."

Leonardo Midea, da Prime, espera que o caso seja usado para o aperfeiçoamento da regulamentação do setor.

Eduardo Prado, da Diferencial, reitera que os contratos foram feitos de acordo com a lei. BTG Pactual, FC One e Clime não comentaram.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Manifestação em apoio a Chico Buarque lota bar no Leblon, no Rio


O happy hour em um bar do Leblon, na Zona Sul do Rio, foi embalado pelo tom político e por músicas de Chico Buarque na noite desta terça-feira (29). Muitas pessoas se reuniram no local para manifestar apoio ao cantor e compositor que foi hostilizado por um grupo de jovens na semana passada por causa de suas posições políticas.

O bar estava lotado e a calçada tomada por pessoas de várias idades. Garçons afirmaram que o movimento era típico para uma noite de verão carioca. Mas o evento, organizado pelas redes sociais, pode ter impactado no público do bar. Mais de 24 mil pessoas haviam confirmado presença no "Rolezinho com Chico Buarque no Leblon", como foi apelidado o evento.

Um grupo pintava camisas, com a técnica de silk, com o rosto do cantor e com frases como "Golpe nunca mais" e "#TodxsdeChico". Muitos aguardavam a presença do ídolo, que até as 21h não havia comparecido. O público cantou músicas consagradas, como "A banda" e "Apesar de você" - canção considerada um hino de repúdio à ditadura militar (assista ao vídeo).



Entre os manifestantes estava a jornalista Graça Lago, de 64 anos, que usava uma camiseta estampada com o rosto de Chico Buarque. Ela disse que, mais do que prestar apoio ao músico, estava lá motivada por uma questão ideológica.

"A gente vive momento de intolerância, em que todo mundo tem que se posicionar. É hora de cada cidadão lutar contra o ódio. As pessoas têm que aprender a respeitar a democracia, o voto, a opinião do outro", afirmou Graça.

Ela criticou ainda as ofensas sofridas pelo músico. "Chamar o Chico de 'm...' é absoluto desconhecimento do que é a arte neste país. Chico Buarque é um patrimônio da nossa cultura", defendeu.

Ofensas na saída de bar
Na noite da segunda-feira (21), o músico saía de um restaurante no bairro quando foi questionado por jovens sobre o fato de ser petista. Na ocasião, ele ouviu ironias sobre um apartamento que teria em Paris. 'Você é um m****, quero ouvir da sua boca: quem apoia o PT o que é?', perguntou um dos jovens. 'É petista', respondeu Chico Buarque. O vídeo da discussão viralizou pelas redes sociais.

Nas imagens, Chico aparece em meio ao bate-boca em que frases como “Petista, vá morar em Paris. O PT é bandido” podem ser ouvidas. Chico ouve, sorri e diz que o grupo é influenciado por veículos de comunicação: “Eu acho que o PSDB é bandido”, afirma.

O cineasta Cacá Diegues, que estava com o cantor, apenas acompanhava a discussão de longe, sorrindo. Apesar do tom exaltado dos interlocutores, tudo terminou na mais perfeita paz.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



Ateus que seguem própria consciência serão bem vindos no céu, diz Papa Francisco

Mais um comentário de Papa Francisco elevou a popularidade do líder religioso, que tem sido considerado um dos sacerdotes mais adorados que comandou a Igreja Católica. Desta vez, em uma carta aberta ao fundador do jornal italiano ‘La Reppublica’, Eugenio Scalgari, ele escreveu que Deus perdoaria aqueles que não creem, caso eles tenham seguido suas consciências durante a vida.

Em resposta a uma série de perguntas feitas por Scalgari, Francisco escreveu: “Você me perguntou se o Deus dos cristãos perdoa aqueles que não acreditam nele e que não buscam o perdão. Eu começo - e isto é uma coisa fundamental - dizendo que o perdão de Deus não tem limites se você vai a ele com um coração sincero e penitente. O problema para esses que não creem em Deus é obedecer a consciência”.

Robert Mickens, o correspondente no Vaticano para o jornal católico 'The Table’, contou que os comentários do pontífice são mais uma evidência de que a Igreja Católica está trabalhando para retirar a imagem manchada que foi reforçada após o período de conservadorismo extremo liderado por Bento XVI. “Francisco ainda é parte dos conservadores, mas isto tudo é uma forma que ele tem buscado de dialogar de uma forma mais significativa com o mundo”, escreveu Mickens.

Esta não foi nem de perto a declaração com teor de liberdade e convalescência que o Papa fez este ano. Em julho, ele levantou uma polêmica ao questionar a si mesmo: “Se alguém se declara gay e está olhando para o Senhor, quem sou eu para julgá-lo”.

Realmente, parece que Francisco, assim como o jornalista Saclfari comentou na resposta à carta, está fazendo comentários que provam “sua habilidade e desejo de ultrapassar barreiras e estabelecer um diálogo com todos”.

Fonte: Yahoo! Brasil

Curta nossa página no Facebook



Temperaturas de 2015 já quebram recorde histórico

A temperatura média da Terra entre janeiro e novembro de 2015 bateu todos os recordes históricos, segundo relatório publicado ontem por três organismos de referência no tema – a Agência Oceânica e Atmosférica Americana (NOAA), a Agência Espacial Americana (NASA) e o Escritório Meteorológico Britânico (Met Office). O novo balanço da temperatura ainda é parcial, porque não inclui os dados de dezembro, mas já confirma o fenômeno. Nos 11 primeiros meses do ano, a temperatura média foi 0,87ºC maior do que os 14ºC da média do século 20.  Os dados confirmam uma estimativa já divulgada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Trata-se do ano mais quente desde 1880, ultrapassando o de 2014 em 0,14ºC, e, claro, superando também os anos de 2010, 2013, 2005 e 2009, que figuravam entre os mais quentes da história. Nada menos de 14 dos 15 anos mais quentes registrados desde que as observações tiveram início foram verificados no século 21. O único que não pertence aos anos 2000 foi o de 1998, quando o fenômeno El Niño elevou as temperaturas globais, assim como acontece em 2015.

Dos 10 meses mais quentes verificados desde o século 19, oito correspondem ao ano que chega agora ao fim. E dezembro se anuncia semelhante. A título de ilustração, em Paris a noite de Natal registrou 10,9ºC, a maior temperatura desde 1997, enquanto em Nova York os termômetros chegaram a 22ºC em 24 de dezembro.

A elevação média não significa que o calor tenha sido uniforme no planeta. Em diferentes regiões da Terra a temperatura foi mais baixa do que o normal, como aconteceu na Antártida ou ainda no mês de outubro na Argentina, um dos mais frios já verificados no país. Já em outras partes do globo, como o oeste da América do Norte, a América do Sul – a exceção da Argentina –, a África e as regiões sul e leste da Europa e da Ásia foram marcados por temperaturas mais elevadas do que as médias. Esses foram os casos da China e da Rússia, dois países em que a média entre janeiro e outubro foram as mais elevadas em 2015. O fenômeno é ainda mais pronunciado nas calotas do Polo Norte, onde a temperatura em 2015 foi de 3ºC mais alta do que em 1900, quando as medições começaram.

Segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM), os recordes do ano têm relação direta com das ondas de calor verificadas na Índia e no Paquistão, no Norte da África, na Europa e no Oriente Médio, assim como chuvas recordes e secas verificadas em países como o Brasil.

Em 2015, a explicação mais evidente para a elevação média da temperatura foi a ocorrência do El Niño, fenômeno que causa o aquecimento das águas do Oceano Pacifico, na costa do Equador e do Peru. Segundo Météo-France, o serviço meteorológico nacional da França, o El Niño chegou ao seu auge em novembro. "O evento em curso no Pacífico Equatorial está agora em sua plena maturidade", diz a nota do instituto, afirmando que o fenômeno em curso é nível comparável ao de 1997-1998, até aqui o mais intenso observado pelo menos desde os anos 1950. "Nessa zona, a anomalia da temperatura da superfície do mar ultrapassou temporariamente os 3ºC no final do mês de novembro e ficou em média 2,9ºC mais elevada durante o mês."

Mas, para o instituto, o El Niño não explica a sequência de anos quentes verificada até aqui. Para os engenheiros do serviço francês, trata-se de um pico de calor no conjunto de um processo de aquecimento global mais longo, devido à ação do homem. Para enfrentar as mudanças climáticas, delegados governamentais de 195 países aprovaram em 12 de dezembro o Acordo de Paris, que visa limitar o aquecimento médio da temperatura da Terra em até 2ºC – 1,5ºC se possível – até o final do século.

Fonte: Estadão

Curta nossa página no Facebook



Dilma inclui Leonel Brizola no Livro dos Heróis da Pátria

A presidenta Dilma Rousseff sancionou lei aprovada pelo Senado que inclui o político gaúcho Leonel Brizola no Livro dos Heróis da Pátria, que homenageia brasileiros que se destacaram na defesa e construção da história nacional.

O livro, com páginas de aço, fica exposto no Panteão da Pátria, na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Fundador do PDT, Leonel de Moura Brizola nasceu em 1922, em Carazinho, no Rio Grande do Sul, e morreu no Rio de Janeiro, em 2004. Foi o único político brasileiro a governar dois estados diferentes: o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. Também foi prefeito de Porto Alegre, deputado estadual e deputado federal.

Brizola, teve participação expressiva na luta contra a ditadura militar e, após o golpe de 1964, viveu no exílio no Uruguai, Estados Unidos e Portugal até voltar ao Brasil com a Lei da Anistia. Foi candidato à Presidência da República por duas vezes e candidato à vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva na eleição de 1998, quando foram derrotados por Fernando Henrique Cardoso.

O nome do político gaúcho vai aparecer no livro ao lado de nomes como Tiradentes, Zumbi dos Palmares, Dom Pedro I, Duque de Caxias, Alberto Santos Dumont, Chico Mendes, Getúlio Vargas, Heitor Villa Lobos e Anita Garibaldi, entre outros.

Prazo
A lei sancionada por Dilma também altera o tempo necessário para que uma personalidade possa ser homenageada no Livro dos Heróis da Pátria após sua morte, de 50 para dez anos. “A distinção será prestada mediante a edição de lei, decorridos 10 (dez) anos da morte ou da presunção de morte do homenageado”, diz a nova redação.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook



UFCA realiza concurso público para produtor cultural e técnicos de laboratório

A Universidade Federal do Cariri, por meio da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP), abre inscrições de 11 a 29 de janeiro de 2016 para selecionar cinco técnico-administrativos em educação, sendo um produtor cultural, nível superior, e quatro técnicos de laboratório de nível médio, distribuídos nas áreas de cerâmica (1 vaga), caracterização de materiais (1), geotecnia de pavimentação (1), estruturas e materiais de construção (1).

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, através da plataforma Forms. As taxas custam R$ 63,00 para os candidatos às vagas de técnicos e R$ 100,00 no caso dos inscritos ao cargo de produtor cultural. Os vencimentos básicos são, respectivamente, R$ 2.175,00 e R$ 3.666,54, acrescidos de auxílio-alimentação, no valor de R$ 373,00, para um regime de 40 horas semanais.

Em ambos os cargos, o processo seletivo constará de duas etapas: aplicação de prova objetiva de múltipla escolha e de prova prática (para os técnicos) ou apresentação de projeto (produtor cultural), todas realizadas, conforme cronograma especificado em edital, no campus de Juazeiro do Norte.

Os interessados podem obter mais informações sobre pedido de isenção, conteúdo programático, dentre outros, na página “Concursos e Seleções“, como também pelo edital nº 44/2015 que rege o processo seletivo.



Dilma define e salário mínimo em 2016 será maior que o valor divulgado


Dilma Rousseff definiu o valor de R$ 880 para o salário mínimo a partir de janeiro, em decreto que será publicado amanhã no Diário Oficial da União.

O valor é R$ 92 maior do que o piso pago desde janeiro deste ano, que é de R$ 788.

Em setembro, o Congresso aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em que constava um reajuste menor para o salário mínimo. De acordo com a LDO, o piso nacional passaria para R$ 871.

Este era o valor com que o Planalto trabalhava até o início desde mês.

Cerca de 40 milhões de brasileiros recebem o salário mínimo.

Há dois meses, Joaquim Levy cogitou adiar o aumento de janeiro para maio, para ajuda na economia de despesas.

Fonte: Blog do Lauro Jardim/O Globo

Curta nossa página no Facebook



IPVA vai ficar 4% mais barato para o motorista cearense

Em 2016, o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Ceará terá uma redução média de 4,01%, em relação a 2015. A depender do modelo do veículo, a redução varia entre 1% e 9%. Diferente dos anos anteriores, os boletos de pagamento não serão mais enviados pelo Correio. A Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) informou ontem que os boletos estarão disponíveis aos contribuintes a partir de 4 de janeiro, no site da Secretaria (www.sefaz.ce.gov.br). O pagamento poderá ser feito em parcela única, com desconto de 5%, ou parcelados em até quatro vezes.

Segundo a Sefaz, 2.118.445 veículos serão tributados no próximo ano, com uma previsão de arrecadação de R$ 719,065 milhões, dos quais 50% pertencem ao Tesouro estadual e os outros 50% são destinados aos municípios cearenses. A expectativa da secretaria é aumentar a arrecadação do IPVA em 8,30%, em relação ao valor recolhido em 2015 (R$ 663,9 milhões).

Diante da retração econômica por que passa o País, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, considera positiva a redução média de 4,01% para 2016, já que neste ano a redução foi de 10,78%, em relação a 2014. "Enquanto outros Estados estão aumentando imposto, o Ceará está reduzindo", ele diz. Segundo Mauro Filho, a menor redução neste ano se deu, sobretudo, pelo menor número de carros emplacados no ano.

"Nos últimos oito anos, este foi o de menor acréscimo de carros novos aqui no Ceará. Nós, que já chegamos a ter mais de 200 mil carros novos em anos anteriores, tivemos, neste ano, 132 mil novos carros emplacados", disse o secretário. A Sefaz prevê que em 2016 a frota de veículos tributados passe para 2,2 milhões de unidades.

Os veículos que terão a maior redução são os modelos Gol, Siena e Clio, com retração média de 9%. Enquanto as menores recuos, entre 1% e 2%, serão para os modelos importados das marcas Jeep e Audi.

O prazo para quem optar pelo pagamento em cota única, para obter o desconto de 5% no tributo, será até o dia 29 de janeiro. E o contribuinte que decidir parcelar (sem nenhum abatimento) deverá pagar as parcelas, que não podem ser inferiores a R$ 50, nos dias 23 de fevereiro, 23 de março, 25 de abril e 23 de maio de 2016. Como em 2015, o IPVA 2016 poderá ser pago nos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e Farmácias Pague Menos. De acordo com a Sefaz, a opção de não enviar os boletos de IPVA pelo Correio representará uma economia de R$ 300 mil.

O maior IPVA a ser pago no Estado será de R$ 33.426,87, referente a uma Ferrari 2010. Já o dono de um buggy 2005 pagará o menor valor, R$ 54,42.

Elevação
Para 2017, no entanto, as alíquotas do IPVA no Ceará serão alteradas. As mudanças valerão apenas para carros com potência superior a 100 cavalo-vapor (CV) e para motocicletas e similares acima de 125 cilindradas (cc), o que corresponde a cerca de 40% (ou 862,27 mil) dos 2,155 milhões de veículos automotores do Estado. As alíquotas para ônibus, micro-ônibus, caminhão e caminhão trator não serão alteradas, permanecendo em 1%. A expectativa da Sefaz é que as mudanças devem representar alta de R$ 30 milhões na arrecadação estadual.

Potência
Com as mudanças, o IPVA de automóveis, caminhonetes e utilitários leves com potência superior a 100 CV, que até 2016 terão alíquota linear de 2,5%, será elevado progressivamente, de acordo com a potência do veículo.

Aqueles veículos com potência acima de 100 CV até 180 CV, a nova alíquota passará para 3%, e para aqueles com mais de 180 CV, passará para 3,5%.

Para os veículos com potência inferior a 100 CV, a alíquota permanece em 2,5%. Atualmente, as alíquotas do IPVA são cobradas com base nas cilindradas.

BRUNO CABRAL
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



PT quer alíquota de IR de 40% para mais ricos e IPVA para jatos e helicópteros

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o PT já definiu uma série de medidas com o qual pressionará o governo a promover uma inflexão na política econômica.

O PT cobrará do governo uma mudança na tabela do Imposto de Renda, taxando os mais ricos. A tabela teria uma faixa nova, com alíquota de 40%, para os que ganham mais de R$ 100 mil por mês e isenção para salários até R$ 3.800. O PT calcula que o ganho seria de R$ 80 bilhões.

Além disso, a cúpula do partido defende ainda um imposto semelhante ao IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) para jatinhos e helicópteros.

Entre outras medidas apontadas pelo PT segundo a coluna, está o crédito para micro e pequenas empresas e um plano nacional de defesa do emprego.

Vale destacar que, ontem o presidente do PT, Rui Falcão, se indispôs com o governo após divulgar uma mensagem de final de ano em que cobra ousadia na condução da política econômica e ataca a perspectiva de alta da taxa de juros em janeiro, informa o jornal O Estado de S. Paulo de hoje.

O jornal ressalta que Dilma não está disposta a dar uma guinada na política econômica, como quer a cúpula do PT, ainda que avalie que é preciso ações de estímulo à economia. A presidente considera que não se pode baixar os juros “na marra” nem aumentar a meta de inflação.

Fonte: Infomoney

Curta nossa página no Facebook



Um orgasmo por dia reduz risco de câncer de próstata em 22%, dizem cientistas

Homens que têm orgasmo uma vez por dia podem reduzir significativamente seu risco de desenvolver câncer de próstata, sugere nova pesquisa. Cientistas afirmam que, junto com o prazer sexual proporcionado, há benefícios de saúde adicionais, incluindo um sono melhor, um impulso na imunidade e até proteção contra doenças do coração.

De acordo com o “Mirror”, os médicos explicam que o orgasmo diário não necessariamente precisa ser atingindo durante um intercurso sexual e, mesmo assim, continua sendo benéfico.

O estudo foi realizado por cientistas do Brigham and Women’s Hospital, afiliado à Escola de Medicina de Harvard.

A pesquisa revelou que, se um homem ejacula, pelo menos, uma vez por dia, reduz o risco de desenvolver câncer de próstata diminui por quase 25%. Os dados do estudo mostraram que os participantes que ejacularam mais de 21 vezes por mês tinham um risco 22% menor de contrair a doença. Quanto à forma com que os homens alcançaram a ejaculação, não é requisito ter uma parceira sexual. São benéficos a relação sexual, a ejaculação noturna, ou a masturbação.

De acordo com Jennifer Rider, do Brigham and Women’s Hospital, apesar das novas informações sobre o benefício potencial do orgasmo e da redução do risco de desenvolver câncer de próstata serem as mais convincentes divulgadas até hoje, os dados ainda são apenas observacionais e devem ser tomados com cautela.

Ela disse: “Ao mesmo tempo, dada a falta de fatores de risco modificáveis para câncer de próstata, os resultados deste estudo são particularmente encorajadores”.

O câncer de próstata é o câncer mais comum entre os homens, depois do câncer de pele. Isso o torna responsável por 8% de todos os novos casos de câncer, e por 15% dos cânceres nos homens. Cerca de um em sete homens serão diagnosticados com câncer de próstata durante sua vida e um em 38 morrerão da doença. Cerca de seis em cada dez casos são diagnosticados em homens com idades de 65 anos ou mais, enquanto que a média de idade no momento do diagnóstico é de cerca de 66.

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook



Profetas da chuva fazem previsão de 2016 para o sertão cearense

O Encontro dos Profetas da Chuva, realizado anualmente no Quixadá – a 164 km de Fortaleza (CE) – chega à sua 20ª edição. Nos dias 8 e 9 de janeiro, no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), mais que 30 profetas se reúnem mais uma vez para dar seus pareceres sobre a quadra chuvosa.

Há quatro anos, a estiagem predomina no sertão cearense. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos do Ceará (Funceme), se essa situação persistir em 2016, o estado entrará em um dos ciclos de seca mais duradouros desde 1911, completando cinco anos de estiagem severa.

Os profetas são homens e mulheres detentores de conhecimentos tradicionais, que resultam basicamente da observação da natureza, do uso de instrumentos por vezes rústicos e de experiências diversas, que os tornam capazes de prever o período das chuvas na região.

Os profetas, a partir de suas observações empíricas diárias, estudam a fauna, a flora e suas relações com a água. Entre as “experiências” observadas pelos profetas estão: o juazeiro, a flor do mandacaru, os formigueiros e cupinzeiros, a pedra de sal, o vento, a barra da lua, os ramos de árvores, os comportamentos dos animais, a casa do João-de-Barro dentre outras.

A abertura do evento será na sexta-feira (08/01), na Praça da Gladson Martins, praça da cultura ou praça do chalé da pedra, na Fundação Cultural de Quixadá, com uma mostra de cantadores, a partir das 19h. Já no sábado (09/01), das 8h às 11h30, no auditório Nilo Peçanha, será realizado o XX Encontro dos Profetas da Chuva, contando com a presença dos secretários de Estado da Cultura e do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Guilherme Sampaio e Dedé Teixeira, além do diretor geral do IFCE Quixadá, Hélder Caldas e demais autoridades locais.

À tarde será realizado o I Seminário Tempos de Partilha. As inscrições já estão abertas. Os interessados devem enviar por e-mail profetasdachuva2016@gmail.com os seguintes dados: nome completo, e-mail e telefone de contato, atuação cultural/profissional. No total, são 200 vagas. Vale ressaltar que os participantes receberão certificado.

A abertura do seminário, às 14h, será com o professor do IFCE Quixadá, Aterlane Martins, falando sobre os profetas da chuva e a patrimonialização dos saberes populares. Em seguida, serão proferidas duas palestras.

“Profetas da Chuva: a circulação de discursos na invenção de uma tradição” será o tema abordado pela professora da Faculdade Maurício de Nassau e doutoranda em Psicologia pela Universidade de Fortaleza, Carla Renata Braga de Souza.

Já Carolina Ruoso, doutoranda em História da Arte na Universidade Paris I – Sorbonne (França) e Coordenadora de Patrimônio Histórico e Cultural da Secult CE, falará sobre “Políticas Públicas de Cultura para o Patrimônio Cultural no Ceará”. Após as palestras, haverá um debate e, então, se anunciará a avaliação dos profetas da chuva, encerrando a programação.

Fonte: Tribuna do Ceará

Curta nossa página no Facebook



Vacina contra dengue é aprovada pela Anvisa e deve ser vendida em 3 meses

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a primeira vacina contra a dengue no país. A decisão, publicada no "Diário Oficial" da União nesta segunda-feira (28), é o passo inicial para a comercialização do produto no Brasil.

A vacina da multinacional francesa Sanofi Pasteur já recebeu o aval de agências reguladoras no México e nas Filipinas. Aqui, a expectativa é que ela esteja disponível para o mercado privado no prazo de três meses. Com três doses, a vacina é destinada ao público entre 9 e 45 anos de idade e tem taxa de proteção de 60% para pessoas dessa faixa etária.

A eficácia foi considerada "baixa" pelo presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa –especialistas ainda têm ressalvas quanto ao prazo das doses, aplicadas a cada seis meses. Sheila Homsani, diretora médica da Sanofi Pasteur, destaca que a vacina tem eficácia de 93% em casos graves e diminui em até 80% os casos de internação.

A diretora da Sanofi Pasteur ainda pondera que 70% dos casos de dengue no país ocorrem entre a população contemplada na vacina. O que ocorre é que crianças e adultos acima de 60 anos são grupos mais vulneráveis, com maior número de casos graves.

"Quando uma pessoa é picada, nem sempre ela tem sintomas, mas está com o vírus circulando no sangue. Quando um mosquito pica de novo, pega o vírus e transmite pra outra pessoa. Quando a gente vacina 20% da população, a proteção se estende para 50% da população. São modelos matemáticos de transmissão, já comprovados. E essa é uma faixa [etária] que viaja muito. Se a gente vacinar esse grupo, vamos proteger os pequenos e maiores de 60 anos."

Preço
A definição do preço da vacina é feita pela CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos) e, segundo ponderou Homsani, vai depender da estratégia adotada pelo governo federal para oferta do produto à população. Neste mês, o ministro Marcelo Castro (Saúde) argumentou que o custo é visto como um "problema".

"O custo é bastante elevado. Uma dose custa em torno de 20 euros [R$ 84]. Com uma população de 200 milhões de habitantes, isso fica inviável", disse, na ocasião. Uma ideia inicial, disse o ministro, seria oferecer a vacina para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, "porque é um público que se movimenta muito".

"O preço vai depender da estratégia de implantação que o governo vai adotar. Se vai colocar no calendário público e para quem", diz a diretora da Sanofi Pasteur. Ela destaca que a multinacional tem uma capacidade de produção anual de 100 milhões de doses. "Não há vacina para todos."

A médica, no entanto, pondera que independentemente da comercialização do produto, a população deve se manter alerta ao combate do mosquito. "A vacina não protege contra zika e chikungunya, só contra dengue. Se as pessoas continuarem a manter água no vasinho, e o mosquito se proliferar, vamos continuar tendo casos de zika e chikungunya. Nossa preocupação é que as pessoas relaxem [no combate], e isso não pode".

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



JoJo - Too Little Too Late




Sem quais partes do corpo é possível sobreviver?

O corpo humano é formado por inúmeros órgãos responsáveis por garantir nossa sobrevivência. Mas alguns deles não são exatamente essenciais – e são até dispensáveis para a vida.

O número de órgãos considerados "prescindíveis", que não são estritamente necessárias à vida, é até surpreendente.

As amígdalas, por exemplo, ainda que protejam as vias respiratórias de uma invasão bacteriana, perdem sua importância após os três anos de idade.

Além disso, por causa de sua função, elas podem ser infectadas facilmente – e é exatamente por isso que, quando as dores e infecções na garganta se tornam recorrentes, a medida aconselhada pelos médicos é a extração das amígdalas. A ausência delas não afeta a resposta imunológica do organismo.

Outro órgão desnecessário – e que muitas vezes nos causa problemas, como apendicite – é o apêndice. Ele não tem função específica no corpo humano e tudo indica que foi útil a nossos ancestrais para digerir alimentos duros, como cascas de árvores. Mas, atualmente, ele não serve para nada.

Alguns cientistas acreditam que, com a evolução da espécie, o apêndice tende a desaparecer. No entanto, esse órgão é rico em células linfoides que combatem infecções e poderia ter algum papel no sistema imunológico.

Ainda assim, tendo ou não uma função, ele pode ser retirado sem causar dano algum ao corpo humano.

Diferente do apêndice, a vesícula, esse pequeno saco verde em forma de pera que se esconde atrás do fígado, é, sim, útil. Ela se encarrega de armazenar a bile e ajuda a digerir os alimentos.

No entanto, quando começa a causar muitos problemas – principalmente nos casos de pedras na vesícula -, ela pode ser eliminada. Quando isso ocorre, é apenas necessário ter alguns cuidados a mais na alimentação – o consumo de comida picante ou gasosa, por exemplo, pode causar diarreia e inchaço.

Outros órgãos que não são estritamente necessários para a nossa sobrevivência são os reprodutores, tanto das mulheres, quanto dos homens: útero, ovários, testículos e próstata. Eles são essenciais para criar novas vidas, mas é possível viver sem eles.

Outro "mistério" que persiste por muito tempo é a existência dos mamilos nos homens. A exemplo do apêndice, os mamilos são partes ou órgãos chamados de "vestigiais", que ao longo da evolução da espécie foram perdendo sua função. Mas no caso dos mamilos, podem causar sérios problemas , pois seus tecido podem formar tumores tão fatais quanto aqueles que acometem mulheres nas mamas.

Danos menores
Com algumas consequências adversas, ainda é possível viver sem mais órgãos. Como as glândulas da tireóide (é possível viver sem elas com a ajuda de tratamentos hormonais), o baço (mas ficamos mais propensos a infecções) e várias veias (temos muito mais do que precisamos).

O próprio cérebro, apesar de ser essencial à vida, pode ter algumas partes retiradas sem grandes danos. Cirurgiões retiraram até metade do cérebro de centenas de pacientes por problemas que não poderiam ser corrigidos de outra forma e, ainda assim, essas pessoas sobreviveram, apesar de carregarem algumas sequelas.

A operação se chama hemisferectomia e não tem efeito na personalidade ou na memória. O que se perde é o uso de um dos olhos e uma das mãos – do lado oposto ao do hemisfério cerebral que foi tirado. Caso o lado ausente seja o esquerdo, também é possível que se tenha mais dificuldade para falar, até que o próprio cérebro se autocorrija.

Há também os casos de órgãos que existem em pares - os pulmões, por exemplo. É possível viver só com um deles, ainda que seja necessário uma preocupação com a respiração, que será mais restrita. Mas é possível ter qualidade de vida com um pulmão só, tudo depende do estado de saúde prévio à cirurgia para a retirada do órgão.

Os rins também existem em pares, mas é possível viver com um só. Sua função principal é "filtrar" os fluidos do corpo e um rim já dá conta de fazer isso, enviando as sobras para a bexiga.

O intestino grosso é outro que pode ter sua função desempenhada pelo intestino delgado após uma adaptação neste órgão. É possível também viver sem o estômago, conectando o esôfago diretamente ao intestino delgado.

Há também um osso da perna, a fíbula ou perônio, que não tem função de sustentação de peso do corpo, então também é de certa forma dispensável. Ela até pode ser utilizada como peça para reparar outros ossos.

Por fim, a última parte das vértebras: o cóccix. Ele é o único vestígio que nos resta de uma cauda. E pode nos causar muitas dores quando caímos e batemos essa parte ao final da coluna. Mas ele pode ser retirado sem maiores sequelas.

Fonte: iG

Curta nossa página no Facebook



Concurso do INSS oferta 950 vagas com salário de até R$ 7,4 mil

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou o tão esperado edital nº 1/2015 de concurso público para preencher 950 vagas nos cargos de analista do seguro social e técnico do seguro social. o salário é de r$ 4.886,87 para técnico, que requer o nível médio e de r$ 7.496,09 para analista, com exigência de nível superior em serviço social.

Do total de vagas, 800 são para técnicos e 150 para analistas, ambos com jornada semanal de 40 horas. estão previstas as reservas de vagas para negros (20%) e para candidatos com deficiência (5%). a execução da seleção está sob a responsabilidade do centro brasileiro de pesquisa em avaliação e seleção e de promoção de eventos (Cebraspe), mais conhecido como Cespe/UNB.

Cargos

– Analista do seguro social com formação em serviço social

Requisito:
diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em serviço social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo ministério da educação (MEC), e registro no órgão de classe específico de serviço social.

Descrição sumária das atividades: prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas agências da previdência social – aps e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de serviço social e reabilitação profissional; supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas; realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais; promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS, além das atividades comuns mencionadas no subitem 2.3 do edital.

Remuneração: até R$ 7.496,09, correspondente à remuneração bruta, já incluídos vencimento básico, GAE (gratificação de atividade executiva) e GDASS (gratificação de desempenho de atividade do seguro social).

Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

– Técnico do seguro social

Requisito: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo mec.

Descrição sumária das atividades: realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do inss que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do inss, além das atividades comuns mencionadas no subitem 2.3 do edital.

Remuneração: até R$ 4.886,87, correspondente à remuneração bruta, já incluídos vencimento básico, GAE (gratificação de atividade executiva) e GDASS (gratificação de desempenho de atividade do seguro social).

Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

Atividades comuns aos cargos de analista e de técnico do seguro social: atender ao público; assessorar os superiores hierárquicos em processos administrativos; realizar atividades inerentes ao reconhecimento de direitos previdenciários, direitos vinculados à lei nº 8.742/1993 e outros sob a responsabilidade do inss; realizar atividades inerentes à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de informações; elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos; avaliar processos administrativos, oferecendo subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão; participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação; atuar na gestão de contratos, quando formalmente designado; controlar dados e informações, bem como executar a atualização em sistemas; executar atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária; realizar atividades de gestão do patrimônio do inss; subsidiar os superiores hierárquicos com dados e informações relacionadas à sua área de atuação, atuar no acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos; e atuar em atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa.

Inscrições
As inscrições podem ser feitas pelo site do Cespe, entre as 10h do dia 04 de janeiro e as 23h59min do dia 22 de fevereiro de 2016, observado o horário oficial de brasília/df. No ato da inscrição, o candidato deverá optar pelo cargo/gerência-executiva a que deseja concorrer e por uma cidade de realização de provas, não sendo permitida a sua alteração posteriormente.

A taxa de inscrição será de r$ 80,00 para cargos de nível superior e de r$ 65,00 para nível médio. os candidatos que tiverem direito a isenção de pagamento dessa taxa deverão preencher requerimento durante o período de inscrição regular. confira os critérios no edital.

Provas
O concurso terá apenas provas escritas objetivas, que ocorrerão na data prevista de 15 de maio de 2016, com duração de três horas e meia, no turno da manhã para analista e no turno da tarde para técnico. os gabaritos oficiais preliminares das provas sairão após as 19 horas do dia 17 de maio de 2016.

Além das cidades do Ceará, Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral, as provas serão aplicadas nas cidades de Rio Branco (AC); Maceió (AL); Manaus e Tefé (AM); Macapá (AP); Barreiras, Feira de Santana, Itabuna, Juazeiro, Salvador, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista (BA); Brasília (DF); Vitória (ES); Anápolis e Goiânia (GO); Imperatriz e São Luís (MA); Barbacena, Belo Horizonte, Contagem, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Ouro Preto, Poços de Caldas, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Varginha (MG); Campo Grande e Dourados (MS); Cuiabá e Sinop (MT); Belém, Marabá e Santarém (PA); Campina Grande e João Pessoa (PB); Caruaru, Garanhuns, Petrolina e Recife (PE); Teresina (PI); Cascavel, Curitiba, Londrina, Maringá e Ponta Grossa (PR); Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Niterói, Petrópolis, Rio de Janeiro e Volta Redonda (RJ); Mossoró e Natal (RN); Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR); Canoas, Caxias do Sul, Ijuí, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria e Uruguaiana (RS); Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis e Joinville (SC); Aracaju (SE); Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Marília, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba e  Taubaté (SP); e Palmas (TO).

O prazo de validade do concurso inss será de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Os aprovados e classificados no concurso devem manter seus contatos atualizados, durante o prazo de validade, enviando dados para o e-mail ou endereço de correspondência informados no edital.

O edital do concurso INSS foi publicado no diário oficial da união, em 23/12/2015, e está disponível também na página do cespe/unb (http://www.cespe.unb.br/concursos/inss_2015/), juntamente com atualizações.

Fonte: Tribuna do Ceará

Curta nossa página no Facebook



Secult abre inscrições para o Edital Carnaval do Ceará 2016

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará abriu as inscrições para os interessados em concorrer ao Edital Carnaval do Ceará 2016. A iniciativa disponibilizará um total de R$ 1.127.600,00, para apoio a projetos de todo o Estado, recursos a serem destinados aos proponentes das modalidades Programação Carnavalesca, Maracatu, Escola de Samba, Bloco, Cordão e Afoxé. As inscrições seguem até 8 de janeiro de 2016, conforme especificações detalhadas no texto do edital, disponível no site da Secult.

O valor do edital é o mesmo de 2015, quando a Secult realizou reajuste de 6% em relação ao investimento na edição anterior do edital. O secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, destaca que a Secult trabalhou para lançar o edital com antecedência, abrindo inscrições ainda em 2015, para beneficiar os proponentes e facilitar o trabalho de preparação e execução dos projetos, destinados a fomentar as manifestações carnavalescas em sua vertente mais popular e tradicional, contemplando iniciativas de todo o Estado.

Com o feriado de Carnaval acontecendo de 6 a 9 de fevereiro de 2016, o objetivo é garantir a continuidade da iniciativa e o correto cumprimento dos prazos para pagamento e execução das ações em tempo hábil para a folia.

Cadastro de parceiros
A Secult ressalta que todos os interessados em participar do Edital Carnaval do Ceará 2016 devem realizar sua inscrição no Cadastro de Parceiros do Governo do Estado. A inscrição é necessária para todas as entidades que realizam convênios com a administração estadual, em todas as áreas, incluindo todas as secretarias.

A inscrição no Cadastro de Parceiros está disponível no site da Controladoria Geral do Estado - CGE, que também traz o modelo padrão de plano de trabalho, a ser disponibilizado pelos interessados em participar do Edital.

Edital Carnaval do Ceará
O Edital Carnaval do Ceará regulamenta o processo de inscrição e seleção de projetos relacionados às tradições regionais cearenses e voltados às manifestações carnavalescas, visando à democratização do acesso aos recursos do Fundo Estadual da Cultura (FEC) para o fomento de bens, produtos e serviços culturais nas várias regiões do Ceará. O edital segue as previsões e exigências legais, como as estabelecidas pela Lei Estadual nº 13.811/06, que institui o Sistema de Incentivo Estadual de Cultura (Siec).

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook



ShareThis