Palito limpa? Grávidas não podem ir ao dentista? 8 mitos sobre cuidados com os dentes

Cuidar dos dentes é questão de saúde e de estética. No entanto, muitas informações erradas circulam por aí e pode ser que você esteja fazendo algo errado na sua rotina de higiene bucal. A cirurgiã dentista Teresa Barbosa esclareceu 10 mitos mais populares sobre o tema. Será que você está fazendo certo?

1. Quanto mais escovar os dentes, melhor
Na verdade, o que vale é a qualidade e não a quantidade. "Não adianta nada escovar muito, se escovar mal", diz a dentista. O número ideal de escovadas é de três vezes ao dia, após as refeições.

2. É preciso tirar o dente de siso
Nem sempre. Cada caso é um caso e é preciso avaliar. Por isso o dentista vai fazer uma radiografia, para ver se o siso vai prejudicar os outros dentes ou não, antes de decidir extrair.

3. Chiclete sem açúcar vale por uma escovada
De jeito nenhum! Pode até dar uma engana e melhorar o hálito, mas não limpa. "Claro que é melhor chiclete sem açúcar, pois faz menos mal. Mas goma de mascar não substitui a escova de dentes nunca", explica Teresa.

4. Não precisa tratar dente de leite
Muita gente acha que, já que o dente da criança vai cair, não precisa cuidar. Mas além de causar dor, uma cárie do dente de leite pode infeccionar e até causar dano no permanente que vai vir em seu lugar.

5. É preciso escovar os dentes com força
Colocar muita força na escova pode machucar a gengiva e também remover o esmalte do dente, que é sua proteção natural. Além de não fazer força, é bom sempre optar por escovas macias ao invés das mais durinhas.

6. Grávidas não podem ir ao dentista
Não só podem, como devem. Fazer o acompanhamento no dentista evita complicações de cáries que seriam tranquilas de se tratar no começo. Se for preciso fazer algum tratamento, o segundo trimestre é o ideal pois os três primeiros são importantes para o desenvolvimento da criança e no final da gestação o estresse associado com a visita ao dentista pode fazer mal.

7. Clareamento enfraquece seus dentes
Não. Clareamentos feitos em consultório, com a orientação do dentista não faz mal aos dentes. O que pode fazer mal são clareamentos alternativos, feitos em casa e com substâncias inadequadas para isso, como o limão.

8. Depois da refeição, palito de dente
Só se for para tirar restos de comida. Mas para limpar e prevenir cáries, o palito não tem nenhuma eficácia. "E ainda há risco de machucar a gengiva. O certo é escovar e passar o fio dental", explica a dentista.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Você vai ficar chocado! 8 produtos naturais que não são tão bons quanto parecem

Adoramos dicas de beleza. Mais ainda quando produtos que podem ser encontrados em nossa geladeira são úteis para este fim. Mas é preciso lembrar que o fato de serem naturais não quer dizer necessariamente que sejam inofensivos.

Confira abaixo uma lista com 8 produtos naturais que podem não ser tão benéficos quanto acreditávamos.

1. Gelo
Como você já deve saber, os extremos quase sempre são prejudiciais. Especialistas asseguram que não devemos abusar nem do calor nem do frio, e que não há comprovação de que o gelo deixe a pele mais saudável e sedosa. Aplicar gelo na pele por muito tempo irrita o tecido e minimiza o efeito de outros produtos. Para obter uma pele perfeita, comece lavando o rosto com água morna e termina com água à temperatura ambiente.

2. Azeite
O azeite é um aliado no prolongamento da juventude e da saúde. No entanto, seu uso na pele e nos cabelos pode ter consequências indesejadas. Dermatologistas advertem sobre os riscos de sua aplicação no cabelo, já que os fios podem ficar oleosos em excesso, devido à dificuldade de eliminar o produto no banho. Na pele, também pode trazer complicações, aumentando a oleosidade e a tendência à acne.

3. Aloe Vera
Em que pesem suas propriedades benéficas, o uso equivocado do aloe vera pode gerar efeitos contrários. De acordo com especialistas, se não utilizarmos o vegetal de forma controlada, acabamos desencadeando ou piorando a acne na pele. Segundo esses profissionais, se a planta não estiver limpa o suficiente, pode ser prejudicial. Assim, eles recomendam que a polpa não seja aplicada diretamente sobre a pele, e sim diluída previamente em água.

4. Cítricos
Aplicar limão diretamente na pele não apenas pode uniformizar a tonalidade e eliminar manchas, mas pode trazer efeitos que queremos evitar. Seu uso sem diluição prévia pode irritar a pele e gerar novas manchas, caso a pessoa se exponha ao sol logo após a aplicação. Por isso, é melhor usá-lo diluído em água, à noite e usando um algodão para aplicá-lo.

5. Sal
O sal pode ser um excelente esfoliante natural, mas, embora pareça inofensivo, é um produto muito abrasivo para nossa pele. Ficou comprovado que, ao esfoliar a pele com sal, surgem lesões minúsculas que podem levar a irritações e infecções. Especialistas recomendam que, em vez do sal, você faça esfoliação com pó de café.

6. Óleo de rosa mosqueta
O óleo de rosa mosqueta possui propriedades cicatrizantes e regenerativas. Por isso, há quem o utilize equivocadamente para tentar eliminar marcas de acne. Só que o uso do produto em peles oleosas, que costumam sofrer com as espinhas, pode levar a um efeito contrário, piorando o problema. Por isso, profissionais recomendam tratar marcas residuais de acne com óleo de jojoba e produtos com vitamina C.

7. Tomate
Segundo dermatologistas, os tratamentos que sugerem esfregar um tomate no rosto podem trazer resultados indesejados. O tomate tem alto nível de acidez e pode causar uma reação agressiva na pele. Para aproveitar suas propriedades, devemos sempre misturá-lo a produtos que reduzem sua acidez, como iogurte, por exemplo.

8. Óleo de amêndoas
Este óleo é reconhecido por ser bom "para tudo": eliminar estrias, hidratar a pele, reparar o cabelo, etc. Apesar disso, especialistas afirmam que nem todos os óleos são igualmente benéficos para todo tipo de pele e de problemas. O óleo de amêndoas, por exemplo, deve ser evitado por quem tem pele oleosa ou delicada. Do contrário, em vez de resolver o problema, pode piorá-lo ou fazer com que outros apareçam.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

Três das DSTs mais comuns estão ficando intratáveis, diz OMS

Você usa camisinha? Porque a coisa está ficando séria: segundo a Organização Mundial da Saúde, sífilis, clamídia e gonorreia – doenças bacterianas – estão ficando resistentes aos antibióticos mais usados contra elas. E infectam cada vez mais pessoas.

As infecções são três das doenças sexualmente transmissíveis (DST) mais frequentes: juntas, elas contagiam 200 milhões de pessoas por ano – todo ano, são 131 milhões infectadas pela clamídia, 78 milhões pela gonorreia e 5,6 milhões pela sífilis.

Com tanta gente ficando doente, os antibióticos estavam sendo administrados sem cuidado nenhum – e muitas vezes, por tempo demais ou em doses desnecessariamente altas.

Esse uso exagerado de antibióticos é justamente o que tem feito as bactérias se tornarem mais resistentes. O caso da gonorreia é o pior: a OMS afirma que já existem cepas da bacteria N. gonorrhoeae, causadora da doença, que não respondem a nenhum dos medicamentos que existem.

O cenário para sífilis e clamídia não é tão extremo, mas seus agentes causadores já se mostram bem mais resistentes à medicamentos também, o que preocupa a organização.

Por isso, na terça (30), a OMS aconselhou uma mudança nos tratamentos padrão para essas doenças. Para começar, a organização recomenda o uso do antibiótico certo para cada caso, em doses mais controladas do que se tem usado até agora – cada serviço de saúde em cada país deve ficar responsável por definir o medicamento.

Outra recomendação, mais específica, é não usar a quinolona, um tipo de antibiótico comum nos casos de infecções bacterianas como a sífilis, a gonorreia e a clamídia. Para fechar, a OMS pediu que os governos prestem atenção no aumento da resistência dessas bactérias, ano a ano.

Tudo isso deve aumentar os custos de tratamento, já que os antibióticos específicos são, geralmente, os mais novos – e mais caros. Fora que estudar os tipos de cepa que cada pessoa infectada tem antes de receitar um medicamento também vai dar um baita trabalho.

Transmissão e sintomas
A sífilis é transmitida por meio do contato com feridas de pessoas infectadas – elas podem aparecer nos genitais, no ânus, na boca ou em outras partes do corpo.

A doença também pode ser transmitida de mãe para filho turante a gestação ou no parto (por ano, a transmissão desse tipo provoca cerca de 143 mil mortes fetais e nascimento de natimortos, além de 62 mil mortes neonatais, segundo a OMS).

Quem tem sífilis pode desenvolver essas feridas em um estágio inicial, mas elas saram logo e se tornam erupções com pus.

Aí, esses sintomas desaparecem, até que um tempo depois (às vezes até anos), a doença volta à atividade e causa danos ao cérebro, aos olhos e ao coração.

Já a clamídia, a mais comum das DSTs causadas por bactérias, causa um ardor forte ao urinar ou corrimentos genitais – embora a maioria das pessoas não apresente sintomas. A gonorreia pode provocar, além de dores nos genitais, infecções e muita dor no reto e na garganta.

As três doenças, caso não sejam diagnosticadas e tratadas a tempo, podem causar problemas graves a longo prazo – mesmo que não apresentem sintomas por um tempo. As mulheres, por exemplo, podem desenvolver gravidez ectópica (fora do útero), inflamações na região pélvica e abortos espontâneos. Nos dois sexos, a sífilis, a gonorreia e a clamídia podem causar infertilidade, além de aumentarem o risco da pessoa ser infectada pelo HIV.

Então, peguem as camisinhas!

Fonte: Superinteressante

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): SMTDS participa de audiência pública com o tema “Adoção”

Promotor de Justiça Dr. Hugo Mendonça, coordenador
do Centro de Apoio Operacional da Infância
e Juventude (CAOPIJ)
A Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social do Crato participou na manhã dessa quinta-feira, 25, de audiência pública com o tema “Adoção”. A sessão foi realizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), e aconteceu no auditório da Escola Profissionalizante Violeta Arraes.  

O encontro contou com a palestra do coordenador do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ), promotor de Justiça Hugo Mendonça, e da técnica ministerial da Secretaria-Executiva das Promotorias da Infância e Juventude do MPCE, Anna Gabriella Pinto. Na ocasião foram abordados, diversos assuntos relacionados ao tema como: o cadastro municipal de adotantes, o procedimento para entrega de criança recém-nascida pelos pais que não querem se responsabilizar pela sua criação, além de vários esclarecimentos acerca do processo de adoção.

Na ocasião, a secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social do Crato, Águeda Duarte, informou que a secretaria estará realizando em breve, o curso para pretendentes a adoção, bem como administrando o Programa de Apadrinhamento de Crianças e Adolescentes Acolhidos.  De acordo com a secretária, esse é um programa que permite construir uma relação especial com a criança e adolescente, além de auxiliar no crescimento saudável do afilhado (a), permitindo visitas, trocas de afetos e presentes. “O apadrinhamento, além de gerar benefícios para o apadrinhado, com acesso a programas de saúde, educação, lazer e esportes, gera frutos positivos para a comunidade, que é impactada positivamente pelas atividades desenvolvidas”. Ressalta.

Participaram da audiência, magistrados, defensores públicos e advogados que atuam em Juizados da Infância e Juventude, representantes das redes pública e privada de saúde, das redes municipal e estadual de assistência social e de ensino, conselheiros tutelares, além de representantes da sociedade civil organizada.

O promotor Dr. Hugo Mendonça ressalta que essa ação pretende fortalecer a utilização do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) em todas as Comarcas cearenses. “Essas audiências públicas são um momento para sensibilizarmos a comunidade sobre a importância das adoções serem realizadas através do Cadastro Nacional específico”, justifica. 

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook



Interior terá dez novos cinemas. Crato será um dos municípios contemplados

A história do surgimento da sétima arte no Ceará se confunde no município do Crato, na região do Cariri. Em 1911, o italiano Vittorio di Maio inaugurava o primeiro cinema do interior cearense. Antes dessa data histórica, alguns exibidores ambulantes, utilizando um aparelho conhecido como Bioscópio, que funcionava a partir de discos e placas de vidro com gravações de imagens, já circulavam na cidade. Um desses exibidores foi o famoso Luiz Gonzaga de Oliveira, o Gonzaguinha, bisavô do cineasta cratense contemporâneo e professor universitário, Jackson de Oliveira Bantim.

"Antes do Vittorio implantar o cinema, meu bisavô, que era fotógrafo, já exibia os chamados retratos de paredes. Na época, isso em 1885, era uma grande atração. As pessoas se reuniam nas praças, traziam as cadeiras de casa e 'assistiam' àqueles retratos. Vinte e seis anos depois, o italiano implantou o primeiro cinema no Interior, aqui em Crato", explica Jackson.

Cinema mudo
Após inaugurar dois cinemas no Brasil, um em Petrópolis e outro em Fortaleza, Vittorio di Maio instalou em Crato o Cinema Paraíso, cujo primeiro filme exibido foi "Borboletas Douradas". Bantim lembra que, no início, eram projetadas imagens coloridas que chegavam a assombrar a plateia. Com o tempo, vieram os filmes mudos, com atores de gestos exagerados muito maquiados. Ele recorda que a trilha sonora era feita ao vivo, por um pianista ou bandinha de músicos.

O anúncio do cartaz desse e outros sucessos de bilheteria era feito da mesma forma com que se anunciavam os espetáculos circenses da época: palhaço e criançada pelas ruas da cidade carregando o cartaz do dia. Já o auditório era dividido com uma grade, para diferenciar o tipo de ingresso. Quanto mais distante, o ingresso era mais caro, pois, neste tipo de cinema, quanto mais distante da tela, melhor era a visão para os espectadores. Nos intervalos, enquanto as máquinas esfriavam e eram trocados os rolos de fitas, uma banda de música tocava.

O encantamento, porém, ficou apenas na lembrança. A cidade, que já contou com cinco salas de cinema, das quais as mais importantes e duradouras foram o cinema da Rádio Educadora, o Cine Cassino e o Cine Moderno, viu a última exibição na década de 80. "O último filme foi o 'Fuscão Preto'", pontua o cineasta. De lá para cá, a cidade ficou órfão da sétima arte.

No entanto, o projeto "Cinema da Cidade", gerenciado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com a Caixa Econômica Federal, promete resgatar essa tradição. O projeto que contemplou o Estado do Ceará, visa estimular, por meio de convênios com as prefeituras, a implantação de complexos de cinema em cidades com mais de 20 mil e menos de 100 mil habitantes que não disponham desse serviço.

No Estado do Ceará, atualmente apenas oito municípios possuem salas de cinema: Aracati, Fortaleza, Maranguape, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Quixadá e Sobral. São cerca de 90 salas, segundo a Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

Implantação
Em dez cidades, serão implantadas salas de propriedade pública, com gestão preferencialmente privada. O projeto permite a instalação de salas de cinema, bonbonnière e espaços comerciais e de prestação de serviços. O governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, pelo Ceará Filmes, um Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital, trabalha na implantação de 20 salas de cinema, duas em cada um dos dez municípios, localizados em dez diferentes regiões do Semiárido.

Para a construção das salas não há parceria com a iniciativa privada, pontua o secretário de cultura, Fabiano dos Santos. Segundo conta, planeja-se a implantação de salas de propriedade pública com gestão preferencialmente privada. O cronograma será definido em breve, explica, no ato do contrato com essas empresas. "Das dez cidades, sete já foram licitadas. Em junho ou julho, o governador Camilo Santana deve assinar a ordem de serviço. Após iniciadas, as obras devem durar cerca de um ano", explica o titular da pasta. Os municípios já licitados são Amontada, Aquiraz, Canindé, Cedro, Crato, Iguatu e Itaitinga.

Fabiano avalia que a iniciativa, em sintonia com as diretrizes da política cultural do Estado, proporcionará aos cidadãos desses e de outros municípios em cada região acesso democrático e a preços populares ao melhor do audiovisual do Ceará, do Brasil e do mundo. "O cinema está na memória afetiva das pequenas cidades brasileiras, muitas tinham salas na década de 70, 80, onde as pessoas iam assistir muitos filmes e isso se perdeu a partir da década de 80. Então esse programa vem com esse objetivo, que é fomentar o cinema. É um programa de grande relevância", destaca o secretário.

Pensando nesse fomento, foi que se deu a escolha das cidades a receberem as salas. "A intenção era justamente contemplar os municípios que não dispunham de cinemas. Após escolhida, a prefeitura tinha que cumprir algumas exigências do edital, como por exemplo, ceder o terreno", acrescenta.

Saudade e esperança
Dois cinemas, Alvorada e Coliseu, funcionaram na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul, até a década de 1980. Muitos jovens desconhecem a emoção e o prazer de uma projeção em sala cinematográfica. Agora, os moradores vivem a expectativa de ganhar duas salas que serão construídas em breve. A iniciativa faz parte do programa Cinema na Cidade do Ministério da Cultura, por meio da Ancine, com apoio da Secretaria de Cultura do Ceará (Secult).

Os livros de história registram a chegada do cinema mudo nesta cidade antes da década de 1950, no Cine Teatro Iguatu. Mais tarde, na década de 1960, funcionou também o Cine São José. Por último, há um pouco mais de dez anos, no extinto Shoping Asa Branca, funcionou uma sala de exibição. Entre o passado e o presente, os moradores alimentam novamente o sonho de desfrutar de salas de exibições.

"Há toda uma geração que desconhece a emoção de assistir filme na telona, no escurinho do cinema", observa o professor Francisco de Paula. "Muitas pessoas não têm oportunidade de viajar". Os moradores de mais idade recordam da alegria em assistir aos domingos os filmes em cartaz. "Era a opção para o fim de semana", recorda a aposentada, Marlene Gomes.

César Teixeira, produtor cultural, acredita na viabilidade de cinema nas maiores cidades do Interior e anualmente o Instituto Água Boa promove Mostra de Cinema de Iguatu, em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc). O objetivo é formar plateia e oferecer diversão e arte. Recentemente, houve uma programação de Cinema na Praça, por iniciativa de empresas privadas, que lotou todo o espaço para alegria de jovens e dos pipoqueiros.

Cegos protagonizaram
A cidade de Quixadá, considerada por muitos a "Hollywood sertaneja", por ser cenários de muitas produções, possui duas modernas salas de cinema. Elas funcionam no complexo do Pinheiro Supermercado, inaugurado em 2014. Todos os dias há exibições cinematográficas, mas foram necessárias três décadas para a diversão voltar à Terra dos Monólitos, sem muito entusiasmo para as gerações mais jovens. Com a tecnologia digital, a concorrência das TVs por assinatura e até a pirataria, o brilho dos cinemas não é mais o mesmo. Além de Quixadá, o Pinheiro tem cinema em Sobral, Limoeiro do Norte e Aracati

O pesquisador João Eudes Costa, um dos poucos a lembrar dos tempos áureos da sétima arte, recorda ter sido Quixadá a majestade da região. Teve três cinemas funcionando ao mesmo tempo. Eram os Cine São José, 13 de Maio e Cine Yara. Uma época onde as exibições cinematográficas eram a principal diversão. Chegava inclusive aos menos favorecidos economicamente. Quem não possuía muito dinheiro tinha o "Cine Poeirinha" como opção.

O fascínio e a familiaridade de Quixadá com esse tipo de diversão eram tão grandes que um cego fez o primeiro projetor "falar". Era Adolfo Lopes da Costa, o Mestre Adolfo. Explica melhor João Eudes Costa: o padre Luiz Braga Rocha, um dos pioneiros do cinema no interior do Ceará, havia adquirido um novo projetor para o Cine Paroquial.

Outro cego, mais famoso, Aderaldo Ferreira de Araújo, o Cego Aderaldo, também fazia proezas no mundo do cinema. Pela sua influência nas cantorias, conseguiu de Ademar de Barros, ex-governador de São Paulo, um projetor. Como a máquina não tinha som, ele mesmo narrava as cenas do filme que exibia nas andanças pelas comunidades, a "Paixão de Cristo". Quem assistia ficava impressionado. No início ele tinha um de seus muitos filhos como guia.

Cada complexo terá duas salas de projeção
O projeto Cinema da Cidade, anunciado pelo governador Camilo Santana para o Ceará, prevê um aporte total de R$ 32 milhões somente no Estado. Além do Ceará, que está em processo mais avançado, o Estado do Rio de Janeiro também foi contemplado com o mesmo programa. Estima-se investimento de R$ 3,2 milhões para cada município cearense. Cada Complexo Exibidor é composto por duas salas de cinema, com capacidade cada de uma de 210 lugares e de 105 lugares.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR/SUCURSAIS

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Com retomada de acordo, 1,2 mil médicos cubanos chegam ao Brasil até o fim de junho para trabalhar no 'Mais Médicos'

Cerca de 950 profissionais cubanos desembarcam no Brasil até o fim de junho para trabalhar no Mais Médicos. O grupo deve vir acompanhado de outros 300 médicos que já atuavam no programa e que haviam retornado temporariamente a Cuba - para passar férias ou para renovar documentos. O desembarque sela o entendimento entre governo brasileiro e cubano depois de um impasse que durou cerca de um mês.

Em abril, Cuba havia suspendido o envio de profissionais ao programa, numa reação ao aumento expressivo de médicos que, chamados de volta pelo país, entraram na Justiça e obtiveram o direito de continuar no Mais Médicos. Foram ao menos 100 profissionais que conseguiram liminares.

Numa reunião realizada há duas semanas, Cuba e Brasil entraram em um acordo. O Brasil informou que passaria a punir prefeituras que incentivassem cubanos a ingressar com ações na Justiça para permanecer no País. Além disso, abriu a possibilidade de Cuba negociar diretamente com prefeituras para enviar novos profissionais desde que elas arcassem com o pagamento dos salários, numa espécie de programa paralelo do Mais Médicos. Algo atrativo para o governo cubano, pois significa possibilidade de expansão dos convênios e, consequentemente, de receitas.

A estimativa é de que 4 mil cubanos deixem o Brasil até julho. Nesta primeira etapa, virão 950 profissionais para fazer a reposição. O objetivo, porém, é de que todas as vagas sejam repostas. Por causa do impasse dos meses anteriores, há o risco de o cronograma ser mais lento do que o inicialmente previsto. Isso fará com que a assistência à saúde em algumas cidades atendidas pelo programa seja prejudicada com a falta temporária de médicos.

Desde que assumiu a pasta, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, mostrou a intenção de reduzir a participação de cubanos no Mais Médicos. O ministro deixou claro que a atuação de estrangeiros ficaria restrita a áreas consideradas pouco atrativas para brasileiros, como distritos de saúde indígena.

Dentro da pasta, no entanto, é certo que a velocidade para substituição de cubanos por médicos brasileiros tem de ser controlada para evitar vazios assistenciais. Embora a resistência de profissionais brasileiros ao Mais Médicos tenha caído de forma expressiva, quando comparada com os primeiros meses do programa, há ainda um problema considerado grave: os altos índices de desistência. Um problema que não ocorre com cubanos que geralmente permanecem os 3 anos na cidade para a qual foram escalados.

Fonte: UOL (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Prorrogada Campanha de Vacinação contra Influenza no município

A Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde, comunica que a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) será prorrogada no município até o dia 9 de junho.

Conforme consta no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, somente 60,5% da população foi imunizada.

Segundo  a coordenadora da Imunização, Daniele Norões as vacinas contra a gripe continuarão sendo recomendadas, sobretudo para os indivíduos com 60 anos ou mais; os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; em crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como jovens sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade,  funcionários do sistema prisional, e professores de escolas públicas e particulares.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook



26 de maio

1538 - Genebra expulsa o teólogo João Calvino, que viria a viver em Estrasburgo nos três anos seguintes.
1896 - Nicolau II da Rússia é coroado Czar do Império Russo.
2002 - A sonda Mars Odyssey encontra sinais de grande depósito de água no planeta Marte.

Nasceram neste dia…
1799 - Alexandre Pushkin, poeta russo (m. 1837).
1926 - Miles Davis, músico norte-americano (m. 1991).
1964 - Lenny Kravitz (foto), cantor norte-americano.

Morreram neste dia…
1904 - Georges Gilles de la Tourette, neurologista francês (n. 1857).
1955 - Alberto Ascari, piloto italiano (n. 1918).
1976 - Martin Heidegger, filósofo alemão (n. 1889).

Fonte: Wikipédia



MPCE recomenda que Município de Barbalha suspenda queima de resíduos sólidos no lixão

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da 2ª Promotoria de Justiça de Barbalha, editou, na última sexta-feira (19/05), uma Recomendação direcionada ao prefeito de Barbalha e ao secretário Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos orientando a suspensão da queima de materiais no lixão do Município. O objetivo é eliminar a fumaça tóxica que se espalha pela cidade trazida pelo vento e que vem causando sérios danos à saúde da população.

O procedimento, assinado pelos promotores de Justiça Saul Cardoso Onofre de Alencar e Francisco das Chagas da Silva, informa que o MPCE vem recebendo reclamações constantes de cidadãos barbalhenses sobre a nuvem de fumaça contínua provocada pela queima de papéis, plásticos e demais resíduos sólidos no lixão da cidade, o que provoca doenças respiratórias, principalmente em crianças e idosos.

De acordo com os membros do MPCE, em inquérito civil público instaurado na Promotoria de Justiça, o Município informou ter realizado uma licitação e contratado, em 16 de setembro de 2016, empresa para prestar serviços de engenharia e execução das obras do aterro sanitário municipal, com prazo de 150 dias para conclusão do serviço. Entretanto, a obra sequer foi iniciada.

Na Recomendação, além da suspensão da queima de materiais, o MPCE requer, entre outras coisas, a adoção das providências necessárias para o isolamento do local; o recolhimento de todo o lixo existente atualmente sobre a superfície do lixão e o aterramento em valas apropriadas; a compactação e o aterramento nas valas próprias de todo e qualquer espécie de resíduos sólidos que sejam depositados no local de agora em diante; a adoção de providencias para que não haja queima de lixo e atividade de catadores. É fixado prazo de 15 dias para que o Município informe ao MPCE as medidas adotadas para o cumprimento do que é recomendado. O não cumprimento do que foi estabelecido deverá motivar o ajuizamento de ação civil pública requerendo a interdição do lixão.

Assessoria de Comunicação/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Passar tempo com os amigos ajuda a aliviar sintomas da depressão, revela estudo

Embora a depressão possa minar a vontade de socializar, vale a pena se forçar a passar um tempo com seus amigos. Foi isso o que concluiu um estudo recente da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

“São as atividades sociais – ou seja, experiências positivas e cotidianas que envolvem outras pessoas – que podem estar mais propensas a iluminar o humor daqueles que lutam contra a depressão“, diz Lisa Starr, uma das autoras.

Pode parecer algo meio óbvio para quem não tem esse problema, mas vale notar que muitos estudos anteriores feitos em laboratório sugeriam que o humor das pessoas com depressão poderia ser insensível a estímulos positivos do ambiente. Este, por outro lado, leva em conta experiências reais e personalizadas do dia a dia de cada voluntário – algo que, segundo as autoras, ainda é pouco explorado.

O estudo
As pesquisadoras trabalharam com 157 voluntários, todos estudantes com 18 anos ou mais do departamento de psicologia da universidade. A maioria era mulher (81%), com idade média de 20 anos. Do total, 36% relatou sintomas depressivos de grau moderado a grave no início do estudo e 33% relatou em um grau leve. O restante não apresentou sintomas, servindo como grupo de controle. Todos os participantes tiveram que completar um diário on-line por duas semanas, registrando seu humor relacionado a eventos positivos recentes em suas vidas – como o tempo gasto com amigos ou exercícios.

As pessoas que relataram níveis mais altos de sintomas depressivos mostraram associações mais fortes entre a ocorrência de eventos diários positivos e sintomas depressivos mais baixos, especialmente quando os eventos eram de natureza interpessoal (ou seja, quando envolviam passar tempo com outras pessoas).

“A capacidade de se beneficiar de aspectos positivos do ambiente é central para o funcionamento emocional saudável e é cada vez mais entendida como fundamental para melhorar a angústia emocional na depressão”, diz o estudo, publicado no Journal of Clinical Psychology. Isso pode estar relacionado à capacidade de ter expectativas de momentos felizes para o dia seguinte – algo com o qual os deprimidos geralmente têm dificuldade. Aparentemente, passar bons momentos com os amigos facilita a criação dessa expectativa de que o futuro também vai ser bom.

Segundo as autoras, as melhoras de humor registradas em diários pelos participantes “podem ter sido mais imersivas e pessoalmente relevantes” do que as obtidas por meio de estímulos em laboratório de outros estudos (que podem envolver, por exemplo, recompensas financeiras ou situações artificiais e/ou temporárias). “É fundamental complementar estudos laboratoriais com projetos de pesquisa ecologicamente válidos para que possamos entender melhor como os fenômenos se traduzem em comportamento e experiências reais”, dizem elas.

Implicações 
“Os achados têm implicações realmente importantes para o tratamento e são especialmente compatíveis com um modelo de tratamento chamado Ativação Comportamental, que sugere que se pessoas deprimidas forem ajudadas a se envolver em experiências positivas – apesar de sua baixa motivação para fazê-lo – seu humor pode melhorar“, diz Starr.

Embora seja necessário continuar as pesquisas, já temos aqui uma boa dica para quem tem depressão (ou convive com alguém que tenha): vale a pena se esforçar para socializar com pessoas bacanas, mesmo (ou talvez especialmente) para aqueles com sintomas depressivos elevados.

O estudo está disponível na íntegra aqui

Fonte: Superinteressante

Curta nossa página no Facebook

Senado aprova MP que libera saque do FGTS inativo

O Senado aprovou, nesta quinta-feira (25), a Medida Provisória 763/2016, que libera o saque das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). A MP também aumenta a remuneração das contas do fundo. Agora, a Medida Provisória segue para promulgação do presidente Michel Temer.

A sessão no plenário começou às 11h16 e por volta das 12h50 a medida já havia sido aprovada, em votação simbólica, após acordo entre senadores da base aliada e da oposição. A proposta chegou ontem (24) ao Senado Federal e foi lida pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). 

A medida precisava ser aprovada pelo Congresso até 1º de junho ou deixaria de valer. Se isso acontecesse, os trabalhadores nascidos entre setembro e dezembro teriam o saque das contas inativas ameaçado, segundo especialistas consultados pelo UOL. O saque para quem nasceu de setembro a novembro só começa em 16 de junho; para os nascidos em dezembro, só a partir de 14 de julho.

Até o momento, estão liberados os saques para quem nasceu entre janeiro e agosto. Tem direito o trabalhador com carteira assinada que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Por que a regra já está valendo?
A medida provisória tem força de lei e vale por 60 dias, mesmo antes de ser aprovada pelo Congresso, podendo ser prorrogada por igual período só uma vez.

Ela foi publicada em 23 de dezembro, durante o recesso parlamentar, por isso o prazo de vigência só começou a contar em 2 de fevereiro, na volta das atividades do Congresso. O prazo de 60 dias foi prorrogado uma vez, como permitido. Portanto, o prazo final passou a ser 1º de junho. 

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Prefeitura convoca beneficiários para atualização cadastral do Bolsa Família

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Crato, por meio do Cadastro Único/Bolsa Família convoca todas as famílias que tiverem com seu benefício bloqueado para fazerem a atualização cadastral.

No mês de Maio de 2017 o município recebeu a atualização da relação de auditorias (atualização e revisão cadastral) e todas as famílias que estiverem nessa auditoria deverão apresentar no Cadastro Único, o CPF de todos que residam na casa e um comprovante de residência mais atual (Por exemplo: conta de luz).

De acordo com a supervisora do Cadastro Único Bolsa Família, do Crato, Vladiana Menezes, a família poderá identificar se está na auditoria por meio do extrato bancário, pois irá aparecer uma mensagem solicitando que compareçam à sede do Cadastro Único/ Bolsa Família e aparecerá algumas letras e números como: G1, G2, G3, G4, G5, G6, G7 ou G8. “Nosso foco maior nesse momento são as famílias que fizerem parte do G1, e as famílias que tiverem com o nome G2 devem aguardar a visita domiciliar, pois sua atualização só poderá ser feita na residência” acrescenta a supervisora.

Durante todo o mês a equipe do Bolsa Família estará divulgando as necessidades da atualização, para que todos os beneficiários regularizem seus cadastros e o município cumpra as normas estabelecidas.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Ao explicar R$ 200 mil da JBS, Bolsonaro admite que PP recebeu propina

O deputado Jair Bolsonaro (PSC) recebeu R$ 200 mil do grupo JBS durante sua campanha de 2014, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral. Os dados apontam que o político teria encaminhado o dinheiro como doação ao seu partido, que na época era o Partido Progressista (PP). As informações são do portal Jovem Pan.

Na manhã desta terça-feira, 23, Bolsonaro participou do "Jornal da Manhã", da rádio Jovem Pan, e explicou o ocorrido. Segundo o deputado, quando começaram as eleições de 2014, o presidente do PP, Ciro Nogueira, ligou para ele e disse que ia colocar R$ 300 mil em sua conta. "Disse que tudo bem, mas que colocasse R$ 200 mil na minha conta e R$ 100 mil na do meu filho. Quando vi o nome da Friboi, perguntei se queriam extornar", disse. Jair afirma ainda que ia para a Câmara dos Deputados jogar R$ 200 mil e dizer que é dinheiro do povo, "porque foi dinheiro que pegaram do PT para se coligar com o meu partido”.

Na entrevista, o deputado alegou que o dinheiro que entrou em sua conta foi do fundo partidário e que devolveu o dinheiro da Friboi. Questionado por um dos âncoras do programa se o partido cometeu uma ilegalidade ao repassar dinheiro da empresa JBS para sua campanha, o deputado concordou e perguntou: “você queria que fizesse o que naquela época?”.

Jair Bolsonaro admitiu que o PP recebeu propina da JBS. “Partido recebeu propina sim, mas qual partido não recebe propina?”, ponderou. No decorrer da conversa, o político se justificou dizendo que sabia do dinheiro da Friboi, mas que não queria o dinheiro. Apesar de admitir a ilegalidade cometida pelo PP, Jair Bolsonaro pediu que não fosse “rotulado de corrupto”.

Confira o vídeo:


Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook



MPF consegue aumento de repasse financeiro para Hospital do Coração do Cariri

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) conseguiu a revisão do teto da média e alta complexidade pelo Ministério da Saúde, garantindo um aumento de repasse financeiro de R$ 1,6 milhão anual para este município.

Além disso, três novos leitos de unidades coronarianas do Hospital do Coração do Cariri (HCC) foram cadastrados para atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, o hospital deve retomar os atendimentos, que estavam suspensos.

Para os procuradores da República Celso Leal, Livia Sousa e Rafael Rayol, a meta é acabar com filas para realização de cirurgias do coração na região do Cariri. Atualmente, 121 pessoas aguardam a realização de cirurgia cardíaca e 13 pessoas esperam por implante ou troca de marcapasso.

Em reunião realizada na última quinta-feira, o MPF determinou a imediata regularização dos atendimentos, fixando 10 dias para que a Secretaria de Saúde de Barbalha realizasse estudos financeiros, a partir do aumento de repasse, para garantir atendimento a pacientes do SUS pelo Hospital do Coração do Cariri, além da revisão de condutas e procedimentos cardiológicos na unidade de saúde. De acordo com os procuradores da República, a medida é necessária para regularizar a situação de atendimento a pacientes do SUS no HCC.

O hospital havia suspendido a realização de procedimentos cirúrgicos porque houve uma crescente procura de serviços de saúde na região. Porém, a Secretaria de Saúde de Barbalha estaria aprovando apenas a produção realizada dentro do limite pactuado anteriormente, gerando uma dívida do SUS com o Hospital do Coração.

Em abril, a aprovação de aumento no teto financeiro no montante mensal de R$ 1,6 mil pelo Ministério da Saúde resultou no imediato retorno dos atendimentos, contudo ainda não é possível afirmar se os recursos seriam suficientes para atender à produção do HCC.

Diante do quadro, o MPF também determinou que a Coordenadoria de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria (Corac), órgão vinculado à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), informe, no prazo de 30 dias, sobre a repactuação e continuidade de incentivos repassados ao município de Barbalha.

Além disso, a Sesa se comprometeu a adotar medidas administrativas para atualizar o valor das verbas repassadas aos atendimentos no HCC.

A audiência que resultou nos encaminhamentos foi realizada com a presença de representantes do Ministério da Saúde, da Sesa, da Secretaria de Saúde de Barbalha e do Hospital do Coração do Cariri. Para os Procuradores da República que atuam no caso, resta agora ser reanalisado o ajuste firmado com o hospital, para garantir a continuidade do atendimento naquela unidade. A questão segue sendo discutida com as partes envolvidas no caso nos autos do Inquérito Civil Público nº 1.15.002.000098/2015-91.

Fique por dentro
Em fevereiro, O HCC ameaçou suspender o atendimento de pacientes pelo SUS. De acordo com a administração do hospital, a interrupção ocorreria porque o sistema único de saúde não estaria efetuando o pagamento dos atendimentos já realizados. Para garantir a continuidade de serviços, o HCC demandou aos órgãos de saúde o acréscimo dos leitos de unidades coronarianas (UCO), a habilitação do hospital para recebimento de recursos relacionados a terapias enterais e o aumento do teto financeiro.

Sobre os leitos de UCO, a Corac/Sesa aprovou por meio de portaria a habilitação de três novos leitos para o HCC. Já em relação à habilitação do hospital para o recebimento de recursos para terapias enterais, a Secretaria de Saúde de Baralha já obteve o credenciamento do HCC junto ao Ministério da Saúde.

Curta nossa página no Facebook

Crato (CE): Beneficiários do Bolsa Família terão acesso gratuito ao Kit TV Digital

As famílias inscritas no Cadastro Único com renda per capita de até meio salário mínimo, ou três salários mínimos de renda familiar total, receberão gratuitamente o Kit com conversor digital, um controle remoto e uma antena externa. A instalação deverá ser feita por conta do beneficiário.

O Ministério das Comunicações e a Agencia Nacional de Telecomunicações (ANATEL) são os responsáveis na esfera federal por esta ação. A previsão de entrega dos kits para o Ceara é dia 26 de maio.

As famílias do Programa Bolsa Família (PBF) e famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único deverão entrar em contato através da central telefônica 147 ou pelo site: sejadigital.com.br/kit para pedir informações e agendar o recebimento. Após o agendamento é gerado um protocolo informando a data e horário que a família deve se dirigir aos correios para o recebimento. Para gerar o protocolo se faz necessário o número do Número de Identificação Social, NIS ou CPF.

O sinal analógico de TV será desligado gradualmente em todo o Brasil.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook



Volta a chover em mais de 15 cidades do Cariri após duas semanas

Voltou a chover de forma mais significativa na região do Cariri entre as 7h desta quarta-feira (24)  e as 7h desta quinta (25). De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), das 20 cidades cearenses que tiveram registros pluviométricos do intervalo de 24 horas, 16 estão localizadas no Cariri. A última vez que o órgão verificou pluviosidade na região em mais de 15 cidades, foi há duas semanas, em 10 de maio.

O município do Porteiras liderou o ranking pluviométrico com 31 milímetros, seguido por Crato (28mm), por Missão Velha (25 mm) e Barro (21 mm). Ao longo do dia, há possibilidade de chuvas isoladas no sul e na região Jaguaribana. Nas demais regiões cearenses, céu entre parcialmente nublado e claro.


Para amanhã, a previsão é de nebulosidade variável, no decorrer do dia, com possibilidade de chuvas isoladas no centro-norte do estado. Nas demais regiões, céu entre parcialmente nublado e claro. Já o sábado deve começar com chuvas isoladas em todas as regiões cearenses.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

'Em respeito ao Brasil', churrascaria deixa de comprar da JBS

A churrascaria curitibana Devons, uma das mais tradicionais da cidade, deixou de comprar carnes da JBS, após as revelações da delação de executivos da companhia.

Em uma faixa estendida no local nesta quarta (24), o estabelecimento informa que tomou a decisão "em respeito ao Brasil, à sociedade e aos trabalhadores".

"Eles saquearam o país e estão rindo da nossa cara", diz o proprietário Augusto Santos, 63, que abriu a churrascaria há 30 anos.

Para ele, a delação dos empresários Joesley e Wesley Batista foi "um engodo" e eles deveriam estar presos pelos crimes que confessaram. "Me revoltou o cinismo com que o cara [Joesley] falou."

Ele defende o boicote à empresa e a outras que pratiquem atos de corrupção. "Até a Odebrecht. Tinha que boicotar, mesmo. Deixar de ir a estádio, tudo."

Para Santos, manifestações não vão mais mudar a situação.

A JBS representa cerca de 35% do fornecimento da churrascaria, que serve quase 4.000 pessoas todo mês.

O restaurante parou de comprar carnes do frigorífico na segunda-feira (22).

Os clientes, segundo ele, aprovaram –boa parte deles são políticos que frequentam o Centro Cívico, bairro em que a churrascaria está localizada e que reúne as sedes dos três poderes no Paraná.

"Eu não posso deixar de receber [políticos] porque são clientes; é um estabelecimento comercial, seria discriminação. Mas parar de comprar eu posso", comenta o empresário. "Eu tomei uma atitude. E me senti bem fazendo isso." 

Fonte: Folha

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Prefeitura se pronuncia acerca do aumento do valor da taxa de iluminação pública

Foto meramente ilustrativa
Ontem, quarta-feira, 24, o Secretário de Finanças do Crato, Carlos Eduardo Marino enviou oficio ao diretor da Enel Distribuição Ceará (Coelce) pedindo explicações a respeito do vultoso aumento ocorrido nas contas de energia no município, considerando que não houve nenhuma alteração na legislação municipal que justifique uma cobrança maior.  O secretário esclarece que a administração do Prefeito Zé Ailton Brasil não propôs nenhum aumento e nem a Câmara aprovou nenhuma modificação na estrutura de cobrança da contribuição de iluminação pública. “Esperamos as respostas aos nossos questionamentos, revisão e possível restituição” ressalta Marino.

Nesse contexto, o Secretário de Administração Luis Carlos Saraiva, O Procurador do Município, Ernani Brígido, o Chefe de Gabinete Fabiano Sales e o vereador Amadeu de Freitas formaram uma comissão e se dirigiram até a sede da Enel Distribuição Ceará (Coelce) núcleo Gestor de Juazeiro do Norte. A comissão foi buscar informações precisas acerca desse referido aumento. De acordo com o Secretário de Administração Luis Carlos a empresa se prontificou a verificar o que houve; “Acreditamos que foi realmente um erro na elaboração na conta de energia de alguns usuários da cidade do Crato e continuaremos investigando até uma concreta conclusão dessa tema” ressalta.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook



Governo Temer reduz equipe da Lava Jato e corta verba da PF

Sob o governo do presidente Michel Temer (PMDB) e suspeitas de interferência política, a Polícia Federal reduziu a equipe destacada para a força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, e contingenciou 44% do orçamento de custeio previsto para 2017.

É o primeiro corte expressivo no efetivo de investigadores, nos três anos do escândalo Petrobrás, que revelou um megaesquema de cartel e corrupção que abasteceu nos últimos 13 anos os cofres dos partidos da base e da oposição dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Deflagrada em março de 2014, a Lava Jato é a maior e mais longeva operação de combate à corrupção da PF, realizada em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Suas descobertas levaram para a cadeia empresários como Marcelo Odebrecht, Eike Batista, o banqueiro André Esteves, ex-ministros como José Dirceu e Antonio Palocci, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e colocou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pela primeira vez, no banco dos réus. O escândalo ainda criou as condições para o impeachment da presidente Dilma Rousseff – cassada em agosto de 2016 –  e, agora, ameaça o mandato de Temer.

Origem das apurações de desvios na Petrobrás, a equipe da Lava Jato, em Curitiba, era composta por nove delegados federais até o início de 2017, que atuavam exclusivamente no caso. Hoje, quatro delegados cuidam dos cerca de 180 inquéritos em andamento e há a intenção de se acabar com a atuação exclusiva deles para a força-tarefa.

“Será o fim da Lava Jato”, afirmou um membro da força-tarefa, em Curitiba, sob a condição de não ter o nome revelado.

No início do ano, o efetivo total chegou a ser de quase 60 policiais – entre delegados, agentes e peritos. Hoje, não passa de 40 e sem atuação exclusiva.

Contingenciamento
A redução de verbas da PF – geral para toda corporação – atinge diretamente as equipes das força-tarefas da Lava Jato, em Curitiba, Brasília e Rio. Ela decorre do corte geral dos gastos da União e vale para todos os ministérios, que podem aplicar internamente o contingenciamento, segundo seu planejamento

A previsão do Orçamento da União de 2017 para o Ministério da Justiça – área em que a PF está subordinada – é de R$ 13 bilhões.

A Polícia Federal tem previsão de R$ 6 bilhões, sendo R$ 4,7 bilhões com pessoal e R$ 1 bilhão para custeio, que engloba “operações de prevenção e repressão ao tráfico de drogas e a crimes praticados contra a União e a manutenção do Sistema de Emissão de Passaportes”.

Com cortes no custeio, o efetivo diminui e há um reflexo direto nas apurações, pois há menos estrutura para as mega operações. Corta-se diárias de equipes deslocadas, passagens aéreas, combustível para as viaturas, manutenção das aeronaves, entre outras.

Na prática, a direção-geral da PF também deixou de obrigar as superintendências regionais a liberarem policiais para atuarem na Lava Jato.

Um reflexo desse esvaziamento na equipe da PF é a redução de deflagração de operações ostensivas. Com 40 fases de buscas e prisões desencadeadas nesses três anos de escândalo, as últimas operações foram realizadas por iniciativa do Ministério Público Federal – antes, elas eram intercaladas.

“O investimento já é quase zero. O custeio é para movimentar a máquina. Vai paralisar as atividades. Em um orçamento que já é pequeno, cortar 44%, vai parar”, afirma o presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), o delegado Carlos Eduardo Sobral.

“O contingenciamento é sempre uma espada no nosso pescoço, que o governo pode usar a qualquer tempo, e com isso, paralisar as nossas atividades, em razão da nossa falta de autonomia orçamentária financeira.”

Interferência
A notícia de cortes no orçamento da PF colocou em alerta procuradores da Lava Jato, em Curitiba, Brasília e Rio. Em reservado, eles avaliam que as medidas caracterizam interferência direta do governo Temer para tentar frear os avanços das investigações.

As descobertas da Operação Patmos, deflagrada na quinta-feira, 18, que encurralou o presidente e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), confirmariam a movimentação. Os dois são investigados por tentativas de obstrução à Lava Jato, comprando o silêncio de investigados, como o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – preso desde outubro de 2016 -, e buscando formas de minar as investigações.

Temer e Aécio foram delatados pelos donos do Grupo JBS, Joesley e Wesley Batista, que gravaram conversas dos investigados, com acompanhamento da PF e MPF.

Em uma delas, o senador afastado Aécio Neves revela seu empenho em interferir na Polícia Federal. Ele diz em diálogo com Joesley que Temer “errou” ao nomear Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o Ministério da Justiça”.

“O ministro é um bosta de um caralho, que não dá um alô, peba, está passando mal de saúde pede pra sair”, protesta Aécio, em referência a Serraglio. Em seguida, o senador diz que viajou de São Paulo para Brasília acompanhado do presidente. E revela sua preocupação com os rumos e o alcance da Lava Jato.

“Michel tá doido. Veio só eu e ele ontem de São Paulo, mandou um cara lá no Osmar Serraglio, porque ele errou de novo de nomear essa porra desse (…). Porque aí mexia na PF. O que que vai acontecer agora? Vai vim um inquérito de uma porrada de gente, caralho, eles são tão bunda mole que eles não (têm) o cara que vai distribuir os inquéritos para o delegado. Você tem lá cem, sei lá, 2.000 delegados da Polícia Federal. Você tem que escolher dez caras, né?, do Moreira, que interessa a ele vai pro João.”

Para o representante da ADPF, as tentativas de interferência são explícitas. “No ano passado foi a vez do PT manifestar que tinha interesses de fazer pressão para interferir na Polícia Federal. Nós temos agora o presidente do PSDB, ou seja a cúpula do mundo político partidário, manifestando que tem interesse em nomear ministro da Justiça para interferir na Polícia Federal… Para mim, está mais claro e cristalino que há uma ameaça real de interferência”, avaliou Sobral, da ADPF.

“Nós vamos lutando, mas a vontade de interferir está latente, não é isolada e vem do alto escalão da política.”

Para procuradores da Lava Jato, não se deve esquecer outras operações contra a corrupção, como a Castelo de Areia e a Faktor, que foram encerradas “sob alegações frágeis de ocorrência de nulidade” no Supremo Tribunal Federal (STF).

As suspeitas de interferência política na Lava Jato não são novidade. Em fevereiro, quando pediu a abertura de inquérito contra o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-diretor da Transpetro Sérgio Machado por obstrução à Lava Jato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, citou a “solução Michel” – suposto ‘acordão’ entre os peemedebistas para alçar Temer à Presidência da República, a partir do impeachment de Dilma, com o objetivo de estancar as investigações.

De acordo com o procurador, o “plano” elaborado pelo que chamou de “quadrilha” foi colocado em prática logo após Temer assumir interinamente a presidência, em maio de 2016.

No mês seguinte, Temer garantiu publicamente que “ninguém” iria “interferir na chamada Lava Jato”. “Eu tomo a liberdade, sem nenhum deboche, de dizer pela enésima vez, não haverá a menor possibilidade de interferir na Lava Jato”, disse, em cerimônia de posse de presidentes de bancos públicos, da Petrobrás e do IPEA, no Palácio do Planalto.

Origem
Trabalhando em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, a polícia é a espinha dorsal da Lava Jato.

Os trabalhos da força-tarefa revelaram que, à partir de um esquema de loteamento político das principais diretorias da Petrobrás, no governo Lula, PT, PMDB e PP passaram a arrecadar de 1% a 3% de propina em grandes contratos da estatal, em conluio com um cartel formado pelas maiores empreiteiras do País.

O esquema, que teria durado de 2004 a 2014, abasteceu a base e partidos de oposição, como o PSDB. Um rombo de mais de R$ 40 bilhões.

As investigações da Lava Jato, que nesta semana chegaram à cúpula do PMDB e do PSDB, começaram com o trabalho do delegado Márcio Adriano Anselmo, que iniciou o inquérito de lavagem de dinheiro de familiares do ex-deputado José Janene (PP-PR), morto em 2010.

Em março, Anselmo foi transferido para Vitória, onde assumiu a Corregedoria da Polícia Federal, no Espírito Santo. Memória viva das investigações do escândalo Petrobrás, ele alegou esgotamento e disse que “de nada adiantará a Lava Jato se os políticos envolvidos não forem punidos”. O delegado Luciano Menin, que seria transferido para substitui-lo, não foi enviado para Curitiba.

A direção-geral da PF foi procurada, mas até o fechando desta edição não respondeu aos questionamentos.

Com a palavra, o Ministério da Justiça
O Ministério da Justiça informou, por meio de nota, que não haverá prejuízos para a Lava Jato. “Houve um contingenciamento linear para todas as áreas”, infirmou o órgão, via assessoria de imprensa.

“Essa situação não vai afetar o andamento da Lava Jato.”

Fonte: Blog do Fausto Macedo/Estadão

Curta nossa página no Facebook

Papéis mostram caminho de propina de Aécio

Documentos obtidos pelo jornal "O Estado de S. Paulo" comprovam a venda de prédio em Belo Horizonte que, conforme delação do empresário Joesley Batista, da JBS, teria como objetivo o repasse de recursos ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). Na transação, a J&F Investimentos, controladora da JBS, comprou da Ediminas S/A - Editora Gráfica Industrial de Minas Gerais, o imóvel e um terreno ao lado da construção por R$ 17,35 milhões.

Ainda segundo Joesley, meses antes dessa operação, R$ 2,5 milhões dos cerca de R$ 60 milhões entregues a Aécio para a campanha presidencial de 2014 foram pagos por meio da compra antecipada de publicidade no jornal "Hoje em Dia".

Documento assinado por um diretor do Grupo Bel - que controlava o jornal por meio da Ediminas S/A - atesta a compra de 365 páginas de publicidade pela JBS. Ele foi entregue por Joesley aos procuradores.

O criminalista Alberto Zacharias Toron, que cuida da defesa de Aécio, afirmou neste domingo (21) que não se manifestaria sobre o caso e que só o fará oportunamente. As operações descritas por Joesley teriam servido para dissimular os pagamentos ao senador.

A Ediminas é proprietária do jornal "Hoje em Dia", que funcionava no prédio. Além do registro da negociação em cartório, a reportagem teve acesso também a um recibo de quitação do pagamento da transação da J&F à Ediminas, que pertencia ao Grupo Bel, do setor de comunicação. A compra foi em 2015.

Em depoimento à Procuradoria da República, Joesley afirma que Aécio voltou a procurá-lo em 2015 pedindo dinheiro para pagar dívidas de campanha. No ano anterior, o tucano disputou a Presidência e já teria recebido R$ 60 milhões.

O sócio da JBS afirmou ter repassado R$ 17 milhões ao senador por meio da compra superfaturada do prédio em Belo Horizonte, de propriedade de um aliado do senador. "Precisava de R$ 17 milhões e tinha um imóvel que dava para fazer de conta que valia R$ 17 milhões", afirmou.

O empresário apresentou documentos da compra do imóvel. No contrato registrado em 30 de novembro de 2015 no cartório em Pirapora do Bom Jesus, em São Paulo, da J&F com a Ediminas, as empresas declaram que Joesley pagou R$ 14 milhões pelo prédio - uma entrada de R$ 4 milhões e dez parcelas de R$ 1 milhão. Uma primeira parcela de R$ 4 milhões não está nesse contrato.

Conforme Joesley, Aécio indicou o imóvel como forma de receber propina. Questionado se a venda fora superfaturada, Joesley disse: "Sem dúvida. Não estávamos atrás de comprar um prédio em Belo Horizonte".

Ediminas
O dono da Ediminas à época da negociação, Flávio Jacques Carneiro, nega irregularidades na venda do prédio. "Fiquei sabendo disso pela televisão. Vamos demonstrar que é mentira. O imóvel foi vendido para pagar bancos, fornecedores e funcionários." Carneiro diz ser amigo de Aécio Neves e ter boa relação com Joesley.

O ex-dono da Ediminas afirmou ainda que o imóvel tinha preço baixo e que a J & F Investimentos possuía "um fundo bilionário". Na delação, Joesley afirmou não saber como o dinheiro chegou às mãos do senador e disse que pediu a Carneiro que solicitasse a Aécio, "pelo amor de Deus", que ele parasse de lhe pedir dinheiro.

A primeira entrada de R$ 4 milhões, foi paga em 28 de setembro de 2015. A segunda parcela, de R$ 4 milhões foi repassada em 28 de outubro. A terceira, de R$ 1 milhão foi quitada em 30 de novembro. Os nove pagamentos restantes, no valor de R$ 1 milhão cada, foram quitados em fevereiro de 2016, com desconto de R$ 18 milhões para os R$ 17.354.824,75. O recibo de quitação registra que foi aplicada "taxa de desconto financeiro acordada entre as partes".

Mudança
A Ediminas pertence hoje ao ex-prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, marido da deputada federal Raquel Muniz. O jornal "Hoje em Dia" estudou seguir no prédio comprado pela J&F, mas, segundo o diretor do jornal Tiago Muniz, a empresa decidiu se mudar e hoje ocupa imóvel na zona oeste de Belo Horizonte. 

Fonte: UOL (Com informações do jornal "O Estado de S. Paulo")

Curta nossa página no Facebook

Crato (CE): Prefeitura promove recuperação asfáltica em ruas da cidade

A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria de Infraestrutura, reiniciou ontem terça-feira, 23, mais uma sequência da operação tapa-buraco para melhorar as condições de tráfego nas ruas do município.

Segundo o secretário de Infraestrutura do Crato, Luiz Welington Brandão, a operação está sendo realizada pela Construtora Coral, com recursos próprios da prefeitura orçados em R$ 56 mil reais e contemplará os bairros Vila Alta, Sossego, Pimenta e Centro. Para ele a execução dos serviços é resultado de um planejamento que apresenta benefícios a curto prazo, conservando o pavimento asfáltico e contribuindo para melhoria da qualidade de vida da população. O secretário acrescentou que o objetivo é recuperar diversas áreas que se encontram danificadas com pontos críticos e de maior fluxo.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook



Addthis