Pesquisadores cearenses participam de estudo inédito que pode impedir infecção pelo coronavírus

Um grupo de pesquisadores cearenses produziu moléculas derivadas de proteínas de plantas que evitariam a infecção pelo coronavírus, o que pode ser um passo para o desenvolvimento de um medicamento contra a doença. Um dos idealizadores do estudo é o biólogo Francisco Eilton Lopes, bolsista lotado no Centro de Educação Permanente em Atenção à Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (CEATS-ESP/CE), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado. Trata-se do primeiro relato na literatura mundial em que moléculas desse tipo específico, ou seja, criadas em laboratório, podem impedir a infecção por Sars-Cov-2.

O trabalho foi publicado na revista International Journal of Biological Macromolecules, editada pela Elsevier, umas das maiores editoras científicas do mundo. Ao todo, cinco pesquisadores participaram do estudo com o apoio do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal do Ceará (DBBM/UFC), ESP/CE e Núcleo de Biologia Experimental da Universidade de Fortaleza (Nubex-Unifor).

As moléculas sintéticas foram desenhadas por probabilidade, utilizando sequência de proteínas das plantas acácia-branca, mamona e erva-estrelada, que já possuíam histórico experimental pelos pesquisadores contra outros vírus. A produção teve como alvo a Spike glycoprotein, principal proteína do coronavírus. Com forma de espinho e exposta para o lado de fora do envelope lipídico do vírus, ela também é importante no reconhecimento de outra proteína existente nas células humanas, chamada de ACE2.

Ao interagir com a Spike glycoprotein do SARS-CoV-2, a ACE2 funciona como uma porta de entrada para as demais células humanas, iniciando a replicação viral e a infecção, conhecida como Covid-19. Os resultados obtidos sugerem que as moléculas sintéticas produzidas pelos pesquisadores locais podem interagir com a Spike glycoprotein e impedir a ligação dela com a ACE2.

Sem essa interação, o vírus não pode entrar na célula, não se replica e, portanto, a infecção não ocorre. Das oito moléculas produzidas, duas impossibilitaram a interação. A descoberta despertou o interesse da comunidade científica internacional e deve direcionar e servir de base a pesquisas futuras.

“Recebemos propostas de vários pesquisadores do mundo sobre o nosso trabalho. Um país já demonstrou interesse em fazer os testes”, explica Francisco Eilton Lopes, que idealizou o estudo junto ao pós-doutor em Ciências Biológicas pela Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, Pedro Filho Noronha de Souza. A UFC fará o pedido de patente do experimento ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Curta nossa página no Facebook

Ministério da Economia defende acabar com todas as meias-entradas

O tema já foi alvo do grupo de humor Porta dos Fundos, para quem "a meia é a nova inteira, e a inteira é o novo dobro". A piada, no entanto, não é mera impressão. Quase 80% de todos os ingressos de cinema vendidos no Brasil no ano passado tiveram preço de meia-entrada.

A participação do ingresso na categoria inteira nas receitas das redes cai há três anos, segundo a Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Os dados levaram o órgão regulador a abrir uma consulta pública sobre a obrigatoriedade legal da meia-entrada e seus impactos no mercado exibidor. A discussão está aberta para contribuições até 13 de agosto, mas o Ministério da Economia já se manifestou e defendeu a extinção de todas as regras que garantem o benefício.

Toda a análise tem como base as informações do Sistema de Controle de Bilheteria (SBC), por meio do qual a Ancine tem acesso às informações de mais de 3 mil salas em todo o País desde 2017. Os dados são fornecidos praticamente em tempo real e mostram os números de vendas de ingressos por categoria, dia, horário e filme. As meias são divididas em legais (permitidas por lei), promocionais - por meio de parcerias comerciais com operadoras de telecomunicações ou bancos, por exemplo - e cortesias, ou seja, bilhetes gratuitos.

Com base nas informações fornecidas pelas redes de cinema no Brasil, a Ancine descobriu que venda de ingressos na categoria inteira, que era cerca de 30% em 2017, caiu para 21,6% no ano passado. Quase 60% das meias-entradas concedidas no ano passado estavam ligadas às diversas leis que existem no País sobre o tema.

Há três leis federais sobre o assunto, que garantem o benefício a estudantes, jovens de baixa renda, pessoas com deficiência e adultos com mais de 60 anos. A estimativa da Ancine é que 96,6 milhões de brasileiros se enquadrem nos termos da legislação federal - quase metade da população medida pelo IBGE, de 211 milhões de habitantes.

Existem também leis editadas por Estados e municípios, que ampliam o alcance da meia-entrada. Na cidade do Rio de Janeiro e no Estado de São Paulo, professores da rede estadual e municipal pagam menos. Dependendo do Estado e do município, há ainda benefícios para servidores públicos, doadores de sangue, portadores de câncer, doadores de medula, além de sindicatos de categorias profissionais.

Para o ex-secretário de Política Econômica e presidente do Insper, Marcos Lisboa, a meia-entrada nos cinemas é uma distorção que se repete em diversos setores, como no crédito, que é subsidiado para alguns setores, e no transporte público, que é gratuito para alguns grupos. Na avaliação dele, em todos os casos, se o Estado quer beneficiar algum grupo, deve pagar pelo subsídio com recursos do orçamento.

Segundo Lisboa, porém, há outras formas melhores de utilizar os recursos públicos do que custear entradas de cinema.

"O Brasil tem há muitos anos essa prática de criar distorções, em que se oferece um preço diferente para um certo grupo, e o que acontece é que o custo tem que ser coberto e preço cheio acaba ficando muito maior. Se todo mundo paga meia, a meia vira a entrada cheia", diz Lisboa. "Isso expulsa quem paga o preço cheio do mercado, e aí o preço tem que subir mais ainda. É um ciclo vicioso."

A meia-entrada é garantida por um subsídio cruzado - ou seja, quem compra a inteira paga a mais para permitir o desconto daqueles com direito a meia. Nenhuma das leis da meia-entrada estabelece repasse de recursos do orçamento da União, Estados ou municípios.

Fonte: UOL (Com informações do jornal O Estado de S. Paulo)

Curta nossa página no Facebook

Ceará chega ao 7° mês consecutivo de redução em mortes em rodovias estaduais

Pelo sétimo mês consecutivo, o Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) registrou diminuição nos números relacionados às mortes ocorridas em rodovias estaduais. De acordo com os dados contabilizados, no mês de julho, seis óbitos a menos foram registrados. O indicador do mês passado apresentou uma redução de 23,1% se comparado ao mesmo período do ano de 2019, passando de 26 óbitos registrados para 20.

As ações de fiscalizações, que visam garantir a segurança nas principais rodovias do Ceará, são realizadas pelo BPRE com apoio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) de Fortaleza e dos departamentos municipais de trânsito de municípios do Interior do Estado. De acordo com o tenente Bruno Henrique Lopes, chefe de Operações e Planejamento do BPRE, a redução dos acidentes com vítimas fatais durante os sete primeiros meses de 2020 está relacionada à adoção de novas medidas implantadas desde janeiro deste ano.

“Esses dados são frutos de um trabalho em conjunto. Verificamos as estatísticas e, com base nos resultados, passamos a orientar melhor as nossas equipes e a desenvolver ações efetivas em áreas mais críticas, onde ocorriam mais acidentes de trânsito. Além disso, os números são reflexo de uma nova política de fiscalização, implantada desde janeiro, como forma de intensificar essas ações e abordagens, o que vem desencadeando um resultado positivo, com a parceria mais efetiva com órgãos municipais de trânsito. Esperamos fechar o ano de 2020 seguindo essa tendência de queda e alcançando um resultado ainda mais positivo”, frisou o chefe de operações do BPRE.

O levantamento traz ainda uma diminuição no número de acidentes nas CEs envolvendo motocicletas. Foram 62 em julho de 2020 contra 67 registrados no mesmo mês do ano passado, uma queda de 7,5%. A redução também pode ser notada quando são levados em conta os números de vítimas fatais em acidentes com motos. Neste indicador, os dados apontam quatro mortes a menos. Foram 14 em julho deste ano contra 18 no mesmo período de 2019. Os números reduziram 22,2%.

Outros resultados
Além dos óbitos totais em queda, o BPRE registrou diminuição no número geral de acidentes no mês passado, quando foi possível verificar uma baixa de 10,0%. Os números apontam 180 acidentes contra 200 registrados em julho de 2019. Conforme os dados do BPRE, 85.901 veículos, entre carros, motos e ciclos, foram abordados somente em julho último. Ainda durante as fiscalizações, 2.073 veículos foram apreendidos. No mesmo período de 2019, o BPRE contabilizou 1.382 apreensões.

Segundo o tenente Bruno Henrique, o aumento de 50,0% na apreensão de veículos, em julho, se deu após ações estratégicas que reforçaram as abordagens policiais e o incremento das fiscalizações de trânsito nas rodovias estaduais que cortam o Ceará. “Atingimos esse índice de redução referente as vítimas fatais, mas aumentamos os veículos apreendidos e recuperados. Isso prova que intensificamos as fiscalizações e abordagens”, destacou.

Curta nossa página no Facebook

MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino

O Ministério da Educação autorizou as instituições federais de ensino médio técnico e profissional a suspenderem as aulas presenciais ou substituí-las por atividades à distância até 31 de dezembro de 2020, em razão da pandemia de covid-19. A portaria de autorização foi publicada hoje (4) no Diário Oficial da União e entra em vigor amanhã (5).

As instituições que optarem pela suspensão das aulas presenciais deverão repô-las integralmente, para cumprimento da carga horária total do curso, e poderão alterar os seus calendários escolares, inclusive os de recessos e de férias.

Já aquelas que optarem por atividades não presenciais deverão disponibilizar aos estudantes o acesso às ferramentas e materiais de apoio e às orientações para a continuidade dos estudos “com maior autonomia intelectual”. As atividades poderão ser mediadas ou não por tecnologias digitais.

De acordo com a portaria, os estágios e práticas de laboratórios também poderão ocorrer à distância desde que garantam a replicação do ambiente de atividade prática ou de trabalho, propiciem o desenvolvimento das habilidades e competências esperadas no perfil profissional do técnico, estejam de acordo com a Lei do Estágio sejam passíveis de avaliação de desempenho e aprovadas pela instituição de ensino.

Os estudantes de cada curso deverão ser comunicados sobre o plano de atividades com antecedência mínima de quarenta e oito horas da execução das atividades.

Em julho, o Ministério da Educação já havia estendido a autorização de aulas a distância em instituições federais de ensino superior até 31 de dezembro de 2020. A medida também flexibilizava os estágios e as práticas em laboratório, que podem ser feitos a distância nesse período, exceto nos cursos da área de saúde.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Centec oferece 600 vagas em cursos técnicos e superiores gratuitos

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), em parceria com a Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), está com inscrições abertas, de 1º a 30 de agosto, para o vestibular e processo seletivo de cursos técnicos e superiores tecnológicos gratuitos. São 600 vagas para o semestre 2020.2 dos Centros Vocacionais Técnicos (CVTEC) em Barbalha, Crato e São Gonçalo do Amarante e para as Faculdades de Tecnologia Centec (Fatec) Cariri, em Juazeiro do Norte, e Sertão Central, em Quixeramobim. As inscrições estão disponíveis no site www.centec.org.br.

É importante frisar que todas as aulas são presenciais, mas, em virtude da Covid-19, elas poderão ser oferecidas remotamente ou de forma híbrida. Estão sendo ofertados os cursos superiores de tecnologia em Alimentos e Gestão do Agronegócio, e os cursos técnicos de nível médio de Agricultura, Cozinha, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Eletrotécnica, Mecânica, Meio Ambiente e Metalurgia.

Todos os cursos são totalmente gratuitos, sem taxa de inscrição, nem mensalidade; e são autorizados pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) ou reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

O presidente do Centec, Silas Alencar, explica a importância de continuar oferecendo ensino gratuito e de qualidade para os cearenses. “Sabemos que estamos vivendo um momento atípico, mas queremos garantir o direito à educação, além de cumprir uma das nossas missões, que é oferecer ensino técnico, tecnológico e qualificação profissional para o povo cearense, mesmo durante a pandemia. Toda a nossa equipe está dedicada para garantir a qualidade dos cursos ofertados”, reforça.

O diretor da Fatec Sertão Central, Jardel Paixão, destaca que a faculdade possui uma alta taxa empregabilidade, “por isso, acredito que esta é uma grande oportunidade para os jovens que estão em busca de uma profissão. As aulas iniciais poderão ocorrer de forma remota, caso perdure o distanciamento social em virtude da pandemia”, finaliza.

Já o diretor da Fatec Cariri, Emerson Lacerda, ressalta que ainda há uma grande demanda por profissionais nas áreas dos cursos oferecidos, pois são fortes tendências de mercado. “Além disso, estas áreas vão ajudar a desenvolver a região do Cariri. Alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio ou pessoas que já concluíram o Ensino Regular, podem se inscrever para participar dos nossos cursos técnicos”, disse.

Seleção
O vestibular para 90 vagas em cursos superiores tecnológicos será on-line, com uma prova de redação com duração de duas horas. Ao se inscrever, o candidato terá até o dia 30 de agosto para realizar a prova no sistema do Centec. Já o processo seletivo para as 510 vagas dos cursos técnicos de nível médio ocorrerá por meio de análise do histórico escolar.

São reservadas 50% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas municipais e estaduais; e 3% para candidatos com necessidades especiais.

Confira a seguir o quadro de vagas:


Acesse aqui o Edital 01/2020 (Processo seletivo)

Acesse aqui o Edital 02/2020 (Vestibular)

Serviço:

O quê: Vestibular Online e Processo Seletivo do Centec

Inscrições: 01 a 30 de agosto de 2020


Curta nossa página no Facebook

Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível para consulta

O Ministério da Educação divulgou hoje (4) as listas dos estudantes pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni). O resultado está disponível na página do Prouni. O prazo para comprovação das informações também começa hoje e vai até o próximo dia 11.

Os estudantes pré-selecionados devem comparecer às instituições de ensino e entregar os documentos que comprovem as informações prestadas no momento da inscrição. Quem perder o prazo ou não comprovar os dados será desclassificado.

Os candidatos que não foram pré-selecionados em nenhuma das duas chamadas do ProUni ainda podem disputar uma bolsa por meio da lista de espera. O prazo para que o candidato inscrito manifeste interesse nessa última etapa da seleção é de 18 a 20 de agosto. Nesse caso, o resultado será divulgado no dia 24 de agosto e as informações devem ser comprovadas até o dia 28 do mesmo mês.

Prouni
O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Nesta edição, 440,6 mil estudantes inscritos disputaram 167,7 mil bolsas em 1.061 instituições.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Podem participar estudantes brasileiros que não possuam diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Campanha UFCA Solidária ganha novo ponto de coleta e arrecadação de alimentos e doações continua no mês de agosto

A campanha UFCA Solidária, que arrecada alimentos não perecíveis para as famílias em situação de vulnerabilidade na região do Cariri cearense durante a pandemia do coronavírus, ganhou mais um ponto de coleta de doações. Além dos quatro campi da Universidade Federal do Cariri (UFCA) nos municípios do Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Brejo Santo, a sede da OAB Juazeiro do Norte, no bairro Lagoa Seca, também está recebendo as doações.

Podem ser doados itens como arroz, feijão, açúcar, macarrão, flocos de milho, café, óleo, margarina, biscoito água-sal e sardinha, de 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, nos campi da UFCA, e de 8h às 12h, na OAB Juazeiro do Norte (endereços ao final desta matéria).

Até o dia 3 de agosto, foram arrecadadas 3,8 toneladas de alimentos, distribuídas em Juazeiro do Norte, nos bairros do Aeroporto, Campo Alegre, João Cabral e Tiradentes; no Crato, nos bairros Muriti, Seminário, Alto da Penha e no distrito de Santa Fé; em Brejo Santo; no distrito de Miragem, de Caririaçu; e em Barbalha, no conjunto Nassau, Alto do Rosário, Barro Branco, Malvinas e Bela Vista.

Coleta em domicílio
As pessoas que quiserem doar e estiverem impossibilitadas de se dirigir a um dos pontos de coleta, podem entrar em contato com os organizadores da campanha para que as doações sejam recolhidas em domicílio. Para saber como e agendar a busca basta entrar em contato pelo número (88) 3221.9485 (WhatsApp Ouvidoria UFCA) ou pelo e-mail ouvidoria@ufca.edu.br.

Doação em dinheiro para aquisição de cestas básicas
Para facilitar as doações, a campanha UFCA Solidária também disponibiliza uma conta bancária para recebimento de doações em dinheiro. Os recursos doados são recolhidos pela Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento à Pesquisa, a Fundação Astef (link para uma nova página) para a aquisição de cestas básicas. Confira os dados bancários para doação: Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento a Pesquisa (Fundação ASTEF); CNPJ 08.918.421/0001-08; Banco do Brasil; Agência: 1702-7; Conta corrente: 39.442-4.

Pontos de coleta

📍 OAB Juazeiro (Rua Manoel Pires, 555, Lagoa Seca) das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira.

📍Campi da UFCA em Juazeiro do Norte (Avenida Tenente Raimundo Rocha, 1639 – Cidade Universitária), das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

📍 Crato (Rua Ícaro de Sousa Moreira, 126 – Muriti), das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

📍 Barbalha (Rua Divino Salvador, 284 – Alto do Rosário) das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

📍 Brejo Santo (Rua Olegário Emidio de Araujo, s/n – Centro), das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Serviço:

Campanha “UFCA Solidária” – Doação de alimentos
Mais informações: (88) 3221.9485 (WhatsApp Ouvidoria UFCA)

Curta nossa página no Facebook

Ministério da Educação divulga resultado do Fies

A partir desta terça-feira (4), o Ministério da Educação (MEC) divulga o resultado dos candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A complementação da inscrição desses estudantes começa hoje mesmo e segue até as 23h59 de quinta-feira (6). Nesta edição, 107.875 inscritos disputam 30 mil vagas, ofertadas em mais de 1,3 mil instituições de ensino superior.

Lista de espera
Quem não foi selecionado na chamada única do Fies ainda pode disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera, em que a inclusão é automática. Nesse caso, o prazo de convocação segue até as 23h59 de 31 de agosto.

Programa
O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições particulares de educação superior. O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, divido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa. A escala varia conforme a renda familiar do candidato.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Camilo Santana sanciona lei que cria auxílio mensal para catadores de materiais recicláveis

O projeto de lei enviado pelo Executivo cearense e aprovado pela Assembleia Legislativa criando o auxílio mensal a catadores de materiais recicláveis foi sancionado nesta segunda-feira (3) pelo governador Camilo Santana. Cada trabalhador inscrito no projeto terá direito ao benefício no valor de 25% de um salário mínimo, conforme declarou o chefe do Executivo estadual.

“É um auxílio para esses trabalhadores que fazem um papel importantíssimo na coleta de lixo aqui no Estado. Vamos dar um auxílio mensal, que vai valer até o final do ano, de 1/4 de um salário mínimo. Queremos que até o final do mês já recebam o primeiro auxílio. É mais um programa social de acolhimento e apoio”, destacou Camilo.

O governador ainda relembrou outras medidas assistenciais adotadas pelo Governo do Ceará em meio à pandemia para ajudar famílias mais carentes, como os programas de pagamento da conta de energia, água e esgoto, antecipação do crédito do Cartão Mais Infância, cartão-alimentação para alunos da rede estadual de educação, distribuição do vale-gás, entre outras iniciativas.

Indicadores
O Ceará continua registrando números alentadores no tocante à diminuição da força da pandemia. “A taxa de ocupação no Ceará está em 68% dos leitos de UTI e 37% de enfermaria. Os indicadores têm mostrado diminuição de casos e óbitos em todas as regiões. A taxa de positividade hoje é de 34,59% – chegamos a ter 80% dos casos testados como positivos. Isso mostra a diminuição da circulação do vírus aqui”, comemorou Camilo.

Mesmo com esses dados animadores, o governador segue pedindo a compreensão da população para não esmorecer nos cuidados. “Tenho visto imagens de aglomerações, principalmente nos finais de semana. Nós não voltamos à normalidade. Essas restrições não são só no Ceará, são no mundo inteiro. É fundamental o uso da máscara como forma de prevenção” reforçou.

Curta nossa página no Facebook

04 de agosto

1578 — Batalha de Alcácer-Quibir: o rei de Marrocos derrota o exército português, e o rei D. Sebastião de Portugal é morto. A coroa é herdada pelo seu tio-avô, o Cardeal D. Henrique, abrindo caminho a uma crise dinástica.
1783 — O Monte Asama entra em erupção no Japão, matando cerca de 1 400 pessoas. A erupção causa uma carestia, que resulta em mais vinte mil mortes.
2007 — A NASA lança a sonda espacial Phoenix, cujo objetivo é procurar moléculas de água no polo norte de Marte.

Nasceram neste dia…
1901 — Louis Armstrong, músico norte-americano (m. 1971).
1909 — Roberto Burle Marx, artista plástico e paisagista brasileiro (m. 1994).
1969 — Max Cavalera, músico e compositor brasileiro.

Morreram neste dia…
1578 — Jorge de Lencastre, Duque de Aveiro (n. 1548).
1875 — Hans Christian Andersen, escritor dinamarquês (n. 1805).
2017 — Luiz Melodia (foto), ator, cantor e compositor brasileiro (n. 1951).

Fonte: Wikipédia