Segundo caso de coronavírus no Brasil é confirmado

O Ministério da Saúde informou na tarde deste sábado (29) que foi confirmado o segundo caso do novo coronavírus no país. Pelo Twitter, a pasta disse hoje que o paciente infectado também é de São Paul e esteve na Itália, ou seja, é um caso importado, como o primeiro divulgado. De acordo com a pasta, não há evidencias de circulação do vírus em território nacional. Até o momento, o Ministério da Saúde (MS) informa que 182 casos suspeitos de coronavírus são monitorados no Brasil.

Mais cedo, o ministério informou também hoje que vai alterar o fluxo de notificação dos casos suspeitos do novo coronavírus a partir da próxima segunda-feira (2). Com a mudança, a pasta vai deixar de centralizar as informações e passar a considerar integralmente os dados repassados pelos gestores locais. Antes, cada notificação era reanalisada pela equipe da pasta. "A ação de descentralização da consolidação dos casos busca dar agilidade de resposta à doença", disse o MS.

Segundo o ministério, o novo fluxo foi acordado com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). A pasta informou ainda que as equipes dos ministérios vem treinando os estados, ao longo das últimas semanas, para consolidar os dados sobre notificação de casos suspeitos.

"A partir de agora as secretarias estaduais ficarão responsáveis por fazer a análise dos seus casos. Depois enviarão os dados mais refinados para o Ministério da Saúde", explicou o secretário-executivo do ministério, João Gabbardo.

Procedimento similar já foi adotado em relação aos laboratórios para realizarem os exames para coronavírus. Inicialmente, o diagnóstico era realizado apenas pela Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Atualmente, também são considerados laboratórios de referência nacional: Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, o Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de Goiás, em Goiânia. Esses laboratórios já capacitados irão ajudar no esforço nacional de ampliação da capacidade laboratorial dos demais Lacens nos estados.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Usar desodorante antitranspirante causa câncer de mama?

A internet é uma excelente ferramenta na disseminação de informações e conhecimentos. Ao mesmo tempo, serve também para propagar boatos e mitos sobre diversos temas.

Câncer é um dos tópicos favoritos, entretanto, informações incorretas, imprecisas, ou mesmo falsas, podem gerar angústias desnecessárias. São os chamados “mitos da internet”. Abaixo vamos discutir sobre alguns deles, sobre o câncer de mama:

1. Usar sutiã causa câncer?
Criado em 1914, o sutiã era uma invenção que tinha o objetivo de acomodar o seio, em detrimento do uso do espartilho, possibilitando moldá-lo, diminuí-lo, escondê-lo ou exibi-lo. Apesar de ser uma peça frequente do guarda-roupa feminino, muitas mulheres têm a preocupação que seu uso possa aumentar o risco de câncer de mama. Entretanto, não há estudos que comprovem esta visão.

Em junho de 2002, a Clínica Mayo, um importante centro de estudos norte-americano, realizou uma pesquisa com o objetivo de avaliar a relação entre o uso do sutiã e o risco de neoplasia mamária. Foi realizada uma comparação entre 1.044 mulheres diagnosticadas com carcinoma mamário entre 2000 e 2004, com 469 mulheres sem a doença. Nenhum aspecto relacionado ao uso do sutiã, incluindo o tamanho do bojo, número médio de uso em horas/dia e a idade em que começaram a utilizá-lo, foi associado ao risco de desenvolvimento da neoplasia.

2. Todos os nódulos da mama são câncer?
Considerada a queixa mais comum dos consultórios de mastologia, podendo chegar a 60% das consultas, os nódulos mamários, em sua maioria, correspondem a patologias benignas (70-75% dos diagnósticos), podendo apresentar conteúdo cístico ou sólido.

A glândula mamária sofre profundas mudanças durante a evolução da mulher, entre a menarca e a menopausa. Após a menarca (primeira menstruação), o tecido mamário pode responder de maneira exagerada aos estímulos hormonais fisiológicos, formando os fibroadenomas, que correspondem aos nódulos mamários mais frequentes. São nódulos com crescimento limitado e em geral, não ultrapassam dois centímetros, diminuindo o seu tamanho após a menopausa.

Portanto, ao palpar um nódulo, não há motivo para desespero, apenas consulte o mastologista que irá realizar o exame físico das mamas e solicitar os exames complementares que julgar necessário.

3. Próteses de silicone aumentam o risco de câncer?
Existem cerca de 10 milhões de mulheres em todo o mundo com implantes mamários. Nos Estados Unidos, assim como no Brasil, a mamoplastia de aumento é o procedimento cosmético mais realizado, com uma estimativa recente de mais de 550.000 implantes por ano.

Apesar de décadas de uso, a segurança em longo prazo dos implantes mamários continua a ser uma preocupação. Todavia, pesquisadores em Los Angeles, Califórnia, acompanharam 3.182 mulheres com implantes mamários por mais de 14 anos e mostraram que estas pacientes não apresentaram diferença na incidência de neoplasia, bem como não havia atraso na detecção da lesão. Outros seis estudos epidemiológicos publicados sobre o tema também relatam que o risco de câncer de mama é igual ou inferior à taxa esperada.

4. História familiar negativa para câncer de mama significa que não há motivos para preocupação com esta neoplasia?
Apenas 5% a 10% de todos os casos de câncer da mama são atribuídos a defeitos (mutações) em um número pequeno de genes que podem ser transmitidos de geração em geração. Estas famílias têm o que se chama de câncer hereditário. Dentre estas mutações, a mais comum está no gene BRCA1-BRCA2.

A atriz Angelina Jolie assumiu publicamente ser portadora de uma dessas mutações. Nessa situação, o risco do desenvolvimento do câncer de mama durante a vida da mulher está entre 50% a 80%. Uma mulher sem fatores de risco apresenta uma chance aproximada de 10% de desenvolver a neoplasia.

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) recomenda que o rastreamento do câncer de mama deva ser realizado por TODAS as mulheres a partir dos 40 anos, com a realização periódica de mamografia ou outros exames complementares e avaliação clínica pelo Mastologista, visando à detecção precoce da neoplasia, com o objetivo de reduzir a mortalidade pela doença.

5. Usar desodorante antitranspirante causa câncer de mama?
Após a publicação de um estudo Suíço em setembro de 2016 no International Journal of Cancer que estabeleceu uma ligação em camundongos entre câncer de mama e sais de alumínio, a controvérsia sobre desodorantes ou, mais precisamente, acerca de sais de alumínio em antitranspirantes reacendeu novamente esta polêmica.

No entanto, nenhum estudo epidemiológico realizado em seres humanos conseguiu estabelecer uma relação direta entre os sais de alumínio e o risco de câncer de mama. Até esta data, apenas dois estudos com alto nível de evidência científica analisaram as consequências da aplicação regular de antitranspirantes, não havendo comprovação que o seu uso tenha influência no aumento do risco de se desenvolver a neoplasia.

Por: Antônio Frasson, mastologista do Hospital Israelita Albert Einstein

Fonte: Veja.com 

Curta nossa página no Facebook

Secretária da Educação do CE denuncia invasão de escola por policiais e pede ajuda ao Exército

No Ceará, 37 PMs foram presos por não se apresentarem
para trabalhar no Carnaval
Titular da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), Eliana Nunes Estrela enviou ofício ao Exército nessa sexta-feira, 26, denunciando invasão de uma escola estadual por policiais militares que estão paralisados no 18º Batalhão da PM, no bairro Antônio Bezerra.

Encaminhado ao general Fernando José Soares da Cunha Mattos, comandante da 10ª Região Militar e responsável pela execução da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), o documento relata que a EEFM José Bezerra de Menezes “teve o cadeado da entrada de acesso arrombado e foi invadida” no dia 24 de fevereiro, por volta das 18 horas.

O espaço funciona ao lado do quartel onde se concentram os soldados, na rua Anário Braga. Ainda conforme a chefe da Seduc, “o vigilante presente no local abordou as pessoas que adentraram a escola, as quais se identificaram como policiais e informaram que ocupariam o espaço”.

Eliana Estrela afirma que, até o momento, os PMs estão ocupando “um bloco de cinco salas de aula, as dependências da cozinha e fazendo uso dos banheiros que são utilizados pelos estudantes”.

Para ela, “tal contexto inviabiliza o funcionamento da referida escola, tendo em vista que os espaços hoje ocupados são essenciais para a retomada regular às aulas na escola”.

A secretária então pede ajuda às Forças Armadas para que retomem o controle da unidade e “as aulas não sejam prejudicadas”.

A reportagem fez contato com representantes dos PMs no 18º BPM e aguarda retorno. Também pediu esclarecimentos ao comando do Exército sobre eventual ação de retomada da escola citada pela Secretaria da Educação. Não houve retorno ainda.

Confira o texto do ofício, na íntegra:

Com nossos cordiais cumprimentos, informamos a V. Exa. que no dia 24 de fevereiro de 2020, por volta das 18 horas, a EEFM José Bezerra de Menezes, situada na rua Anário Braga, 200, Antônio Bezerra, vizinho ao 18º Batalhão da Polícia Militar, teve o cadeado da entrada de acesso à escola arrombado e foi invadida. O vigilante presente no local abordou as pessoas que adentraram à escola as quais se identificaram como policiais e informaram que ocupariam o espaço da escola. Até o presente momento estão ocupando um bloco de 5 salas de aula, as dependências da cozinha e fazendo uso dos banheiros que são utilizados pelos estudantes. Tal contexto inviabiliza o funcionamento da referida escola, tendo em vista que os espaços hoje ocupados são essenciais para a retomada regular às aulas na escola. Diante do acima exposto, solicitamos o apoio desse Comando para que as aulas da EEFM José Bezerra de Menezes não sejam prejudicadas.

Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook

Oito dicas que ajudam a lidar com a pressão e o estresse

No trabalho, com os familiares, na escola, no relacionamento e em qualquer ambiente ou situação que nos coloque em contato com outras pessoas, estamos sujeitos ao surgimento de pressões psicológicas ou situações limite ocasionados por influências externas. É importante a pessoa estar vigilante para perceber se além da pressão externa ela não está acumulando cobranças internas.

Existem pessoas detalhistas, perfeccionistas e que não lidam bem com erros, julgamentos e comentários alheios ou falhas que costumam viver em constante cobrança consigo mesma. Esse hábito resulta em mais cobrança e uma maior carga de estresse e cansaço na vida da pessoa.

A insegurança pode colaborar na piora da situação, pois leva o indivíduo a se esforçar constantemente em busca da satisfação do outro. Mas é preciso pensar e considerar qual é a importância da aprovação externa em sua vida, para que o desgaste seja diminuído.

Para evitar o estresse e o desgaste que podem surgir em decorrência do excesso de pressão e cobrança, preste atenção nas suas ações e procure incorporar novas atitudes.

Confira abaixo formas de lidar com as situações de pressão:

1- Cuidado com cobranças excessivas: Fique atento para não se cobrar excessivamente por algo que já está sendo cobrado por terceiros. Diante muita cobrança, você poderá sentir desânimo, falta de força e de estimulo para cumprir o que foi delegado.

2- Evite idealizar soluções: Diante de um problema ou um prazo a ser cumprido, analise de forma concreta e lógica a melhor forma de resolvê-lo e parta para a ação. Ao ficar idealizando soluções você pode "ficar preso" a cobranças e soluções irreais a respeito do que deve ser feito e não conseguir sair da ideia para partir para a ação.

3- Analise a importância do outro: Existem pessoas que sempre têm atitudes ou palavras que nos desagradam e irritam. Para lidar com elas, pense qual o tamanho da importância que essa pessoa tem na sua vida e se vale a pena gastar o seu tempo e se estressar com o que foi dito. Pense que naquele momento pode haver outras questões mais importantes para esquentar a cabeça do que um comentário maldoso.

4- Adquirir maior segurança: Pessoas inseguras sofrem muito quando pressionadas, pois se questionam o tempo todo se vão dar conta daquilo ou se tem condições de resolver o problema. Se você está em determinada função é porque tem capacidade para tal.

5- Analise e assuma a sua responsabilidade pelos atos: Diante de um conflito reavalie as suas atitudes e tente perceber se não teve alguma atitude que o desencadeou. Ao perceber a situação converse com as pessoas envolvidas e peça desculpas.

6- Cuide da saúde: procure perceber se o seu corpo está mostrando sinais físicos de cansaço e cobrança, como dor de cabeça, insônia, dor de estomago, irritabilidade, ganho de peso, dificuldade de concentração e etc. Caso você não esteja se sentindo bem, procure primeiramente um médico e depois um psicólogo.

7- Tenha momentos de relaxamento e prazer: É importante ter momentos que nos proporcionam relaxar e "desligar" um pouco dos acontecimentos para relaxar a mente e o corpo. Outro ponto positivo é que quando nos "afastamos" dos problemas, conseguimos vê-los por outra ótica e encontrar novas soluções.

8- Se respeite: Todos nós temos limites. Ninguém é tão forte a ponto de aguentar tudo e nem tão fraco a ponto de não dar conta de nada. Portanto, se existem situações que estão além do seu limite, reconheça e peça ajuda para as pessoas próximas.

Por: Milena Gonçalves Lhano. psicóloga

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Expansão do SAMU chega a Mauriti e Milagres

Duas novas unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Ceará), começaram a operar nesta sexta-feira (28), na região do Cariri cearense. As bases de Mauriti e Milagres foram inauguradas pelo assessor especial de Relações Institucionais da Casa Civil, Nelson Martins, e pelo diretor geral do SAMU no Ceará, coronel Vasconcelos, respectivamente. Nas ações, ambos representaram o governador Camilo Santana.

“Agora está sendo implantada uma nova plataforma de saúde com o secretário Dr. Cabeto (Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho), onde ele quer fazer essa integração, um fortalecimento nas regiões. O governador Camilo, com a questão da universalização do SAMU, faz parte desse processo”, disse Nelson Martins. “Hoje nós inauguramos a oitava e a nona bases deste ano, completando 74 bases. É um marco histórico, porque o Ceará vai se tornar o primeiro estado da federação a universalizar o serviço”, comemorou o coronel Vasconcelos.

Conectado à população pelo telefone gratuito 192, o SAMU funciona em regime 24 horas, bastando ligar para acionar o socorro. Com essa expansão de 2020, serão entregues 67 ambulâncias para atenderem em 60 municípios.

Curta nossa página no Facebook

Moro diz que paralisação de PMs do Ceará é ilegal

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou neste sábado (29) que a paralisação dos policiais militares no Ceará é ilegal, mas que os PMs não podem ser tratados como criminosos.

"O governo federal vê com preocupação a paralisação que é ilegal da Polícia Militar do estado. Claro que o policial tem que ser valorizado, claro que o policial não pode ser tratado de maneira nenhuma como um criminoso. O que ele quer é cumprir a lei e não violar a lei, mas de fato essa paralisação é ilegal, é proibida pela Constituição", disse Moro.

A afirmação foi feita durante o 6º encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) que ocorre em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, desde sexta-feira (28). Governadores de sete estados estão reunidos no evento, entre eles, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD).

A Constituição Federal proíbe a paralisação de policiais. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal, reforçou o entendimento, e estabeleceu que todas as carreiras policiais são impedidas de fazer greve.

Os PMs do Ceará desde 18 de fevereiro. Eles reivindicam aumento salarial maior do que o proposto pelo governo de Camilo Santana (PT). Homens encapuzados que se identificam policiais têm invadido e ocupado quartéis, e esvaziado pneus de viaturas para que elas não possam ser utilizadas.

Em 19 de fevereiro, homem encapuzados que estavam em uma viatura da PM obrigaram comerciantes de Sobral a fecharem as portas, e o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado ao avançar com uma retroescavadeira contra um grupo que bloqueava o acesso a uma unidade da PM.

Desde o início do movimento, 230 policiais foram afastados das funções por três meses por motim, insubordinação e abandono de posto. Outros 4 foram presos (3 por motim e 1 por deserção), e 43, por deserção.

Além de reajuste salarial maior que o oferecido, os PMs amotinados exigem anistia aos participantes para encerrar o movimento. O governador, entretanto, diz que a medida é inegociável. Neste sábado (29), a Assembleia Legislativa do Ceará começou a analisar uma Proposta de Emenda à Constituição estadual que veda anistias.

Com motim, o número de assassinatos no Ceará mais que dobrou em fevereiro de 2020 em comparação com o mesmo mês de 2019. Foram 364 mortes neste ano, ante 153 no ano passado.

Na última segunda-feira (24), ao visitar o Ceará, Sérgio Moro afirmou havia "um indicativo de aumento de alguns crimes mais violentos", mas que não havia situação de "absoluta desordem nas ruas". Pouco antes, o governo do estado havia divulgado que 147 pessoas tinham sido assassinadas em 5 dias de motim.

Bolsonaro foi 'resistente' a envio de Forças Armadas, diz ministro
A pedido do governador do Ceará, o governo federal enviou na semana passada ao Ceará agentes da Força Nacional – composta de policiais – e, na sequência, autorizou também o empenho de militares por meio de uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Nesta semana, também a pedido de Santana, o presidente Jair Bolsonaro autorizou a prorrogação da presença de militares no estado até 6 de março. Segundo Moro, houve resistência de Bolsonaro à GLO.

"O papel das Forças armadas não é o papel primário, de fato, de realizar a segurança pública. Esse é uma espécie de desvio da função primária das Forças Armadas. Então tem que existir uma situação muito grave para que seja decretada a GLO [Garantia da Lei e da Ordem], mas houve essa percepção pelo presidente [Jair Bolsonaro] que, mesmo resistente à essa questão, decretou a GLO, e o Exército foi para lá", disse Moro.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Bandeira tarifária segue verde em março; conta não terá cobrança extra

A Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel ) informou hoje (28) que manterá no mês de março a bandeira tarifária na cor verde, sem cobrança extra na conta do consumidor. A bandeira foi a mesma aplicada em fevereiro.

De acordo com a agência, a decisão de manter a bandeira na cor verde se deve a recuperação nos níveis dos reservatórios em virtude do volume razoável de chuvas no mês de fevereiro. 

"Em fevereiro, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês. A previsão para março é de manutenção dessa condição hidrológica favorável, o que aponta para um cenário com elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, reduzindo a necessidade de acionamento do parque termelétrico", informou a Aneel.

Segundo a agência, o volume de chuvas refletiu-se na redução do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela Aneel , o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

"Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca, informou a Aneel.

O acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou é de R$ 1,34 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1, o valor a mais cobrado é de R$ 4,16 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira o valor é de R$ 6,24 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Sejuv divulga calendário e regulamento geral dos Jogos Abertos do Ceará 2020

A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) divulga nesta sexta-feira (28), o calendário e o regulamento geral dos Jogos Abertos do Ceará 2020.

Os Jogos Abertos do Ceará tem por finalidade, promover ampla mobilização nos municípios do Estado, incentivando o esporte como forma de inclusão social e estimulando a participação em modalidades esportivas, além de identificar talentos esportivos.

O certame consiste nas etapas regionais e estadual, nas modalidades de basquete, futsal, handebol, voleibol, badminton e tênis de mesa, nos naipes feminino e masculino.

Clique aqui e confira calendário.

Clique aqui e confira regulamento geral.

Para mais informações:
Fone: (85) 3101.4388

Curta nossa página no Facebook

Governo prorroga prazo para aplicação da nova carteira de identidade

O governo prorrogou para março de 2021 a obrigatoriedade na adoção do novo modelo de carteira de identidade. É a segunda vez que o governo prorroga o prazo. O prazo anterior era março desde ano e o prazo original, do decreto 9.278/2018, era março de 2019. A prorrogação foi publicada hoje (28) no Diário Oficial da União.

Assim, os órgãos de identificação têm mais um ano para se adequar aos padrões da nova carteira de identidade. O novo modelo traz dispositivos para aumentar a segurança contra a falsificação e contém mais informações, como registros do título de eleitor, numeração da Carteira de Trabalho e Previdência Social, certificado militar, Carteira Nacional de Habilitação, documento de identidade profissional, carteira nacional de saúde e números de NIS/PIS/Pasep. Também poderá ser incluído o nome social sem a necessidade de alteração no registro civil.

Outra novidade é que poderão constar, no novo RG, indicativos para pessoas com necessidades especiais e códigos referentes ao Código Internacional de Doenças (CID). Todas as informações são facultativas, ou seja, cada cidadão poderá optar por incluir os registros complementares que julgar necessários.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

Saiba como manter seu currículo atraente

Em tempos de mercado de trabalho desaquecido, a pilha de currículos diante dos recrutadores cresce.

Para que seu documento se destaque, seja claro e conciso. No histórico profissional, descreva os resultados que alcançou nas empresas. "Isso ajuda a determinar se você tem as habilidades necessárias para a vaga", diz Luciana Tegon, recrutadora e coach.

Atualização
Não deixe para preparar o currículo quando for procurar emprego. Sempre que finalizar projetos importantes na empresa ou fizer um curso relevante para sua carreira, inclua no documento

Bilíngue
Hoje em dia, saber falar inglês é mais relevante que uma pós-graduação para quem visa uma empresa multinacional ou de grande porte. Se tiver interesse em um terceiro idioma, invista em aulas de espanhol

Sucinto
O maior pecado dos currículos ainda é a falta de concisão e de clareza. Em vez de listar cada tarefa realizada, concentre-se nos grandes projetos. Nos cursos, cite apenas os que têm relação direta com a vaga

Cursos
Todo conhecimento é bem visto, seja um curso livre ou um MBA. Na hora de escolher, pense no médio prazo. Procure temas que possam qualificá-lo para o cargo que você almeja ocupar em cinco anos

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook

Prognóstico para o trimestre de março a maio indica chuvas dentro e acima da média no CE

O prognóstico climático para o período de março a maio de 2020 indica 40% de probabilidade de chuvas acima da média, 40% em torno da normalidade e ainda 20% abaixo da média para o período de três meses. Os dados foram divulgados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) na manhã desta sexta-feira (28).

Não se trata de uma atualização do primeiro prognóstico divulgado em janeiro para o trimestre de fevereiro a março, pois o período de previsão é diferente.

“Continua sendo uma previsão bastante otimista. Primeiramente, o que precisamos observar é que trata-se de uma previsão para um trimestre diferente, agora para o trimestre março-abril-maio de 2020. Outra razão está relacionada a algumas alterações que estão sendo observadas no Oceano Atlântico Tropical Sul, que vem nas últimas semanas mostrando um certo esfriamento, o que poderia, se essa tendência se manter, acabar prejudicando o deslocamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) para latitudes mais ao sul”, comente a gerente de Meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto.

Para chegar aos resultados, foi realizada uma análise dos campos atmosféricos e oceânicos de grande escala (vento em superfície e em altitude, pressão ao nível do mar, temperatura da superfície do mar, entre outros) e dos resultados de modelos numéricos globais e regionais e de modelos estatísticos de diversas instituições de meteorologia do Brasil e do exterior, além da própria Funceme

“O prognóstico também fala da variabilidade espacial das chuvas. De modo que a região Sul do estado pode ter chuvas em torno da normal ou mesmo abaixo da normal em algumas áreas. Enquanto, na região ao Norte do Ceará, a categoria mais provável continua sendo de chuvas acima da normal”, reforça Sakamoto.

Curta nossa página no Facebook

Brasil tem 182 casos suspeitos do novo coronavírus, segundo Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (28) que realizará uma campanha publicitária para reduzir o risco de transmissão do novo coronavírus. Segundo a pasta, o foco da ação será nos hábitos de higiene e nas precauções sobre contato físico entre as pessoas.

O custo previsto da ação é de R$ 10 milhões e será veiculado em Internet, rádio e televisão. A campanha já começa a ser veiculada nesta sexta-feira (29).

O ministério informou ainda que existem 182 casos considerados suspeitos de coronavírus no Brasil. Até agora, 71 casos já foram descartados e um caso confirmado em São Paulo.

Os registros de casos suspeitos estão concentrados nos estados de São Paulo (66), Rio Grande do Sul (27), Rio de Janeiro (19), Minas Gerais (17), Santa Catarina (9), Paraná (5), Distrito Federa (5), Goiás (5) e Espírito Santo (2).

O secretário de Vigilância da Saúde do ministério, Wanderson Kleber de Oliveira, disse que a partir da próxima semana a pasta também divulgará os “casos prováveis” para incluir as pessoas que têm contato com casos já confirmados. Segundo Oliveira, nestes casos não será necessária a realização de exames laboratoriais para confirmação da doença, que poderá ser confirmada apenas por critérios clínico-epidemiológico.

Oliveira ressaltou ainda que a melhor estratégia de combate à doença é lavar as mãos e evitar compartilhar objetos pessoais. O secretário destacou ainda que o uso de álcool em gel é uma “boa estratégia”, mas alertou que a população não deve entrar em desespero caso não encontre o produto. “Lavar bem as mãos, as unhas, é suficiente”, disse

OMS
Dados atualizados da Organização Mundial da Saúde apontam para 82.294 casos de coronavírus pelo mundo, deste total são 1.185 novos casos.

Desde o dia 24 deste mês, 16 países são considerados suspeitos: Austrália, China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Filipinas, Japão, Malásia, Vietnã, Cingapura, Tailândia, Itália, Alemanha, França, Irã e Emirados Árabes.

Insumos
O secretário-executivo do ministério, João Gabbardo dos Reis, afirmou que será divulgado em edição extra do Diário Oficial da União ainda nesta sexta-feira o resultado da licitação para aquisição de 21 insumos hospitalares. Entre eles, estão dois tipos de máscara (cirúrgica e N95) e aventais (P, M e G) precisaram ter a sistemática de compra fracionada.

Segundo Gabbardo, até 20 empresas poderão ser selecionadas para fornecer, pelo menos, 500 mil unidades de máscara. A preocupação da pasta é evitar a escassez de itens de segurança e de prevenção contra o novo coronavírus no Brasil.

Aplicativo
O ministério trabalha ainda na elaboração de um aplicativo para plataformas móveis em que os cidadãos poderão encontrar Unidades de Saúde mais próximas para o atendimento de casos de coronavírus.

Antes de indicar o hospital, o “Coronavírus SUS” fará perguntas para confirmar se realmente há possibilidade de que o paciente esteja com a doença. O público-alvo do aplicativo são as pessoas que estiveram em algum dos 16 países considerados suspeitos.

O aplicativo também fornecerá dicas de prevenção da doença. Sistema semelhante foi lançado pela pasta na Copa do Mundo, realizada no Brasil em 2014, e nos Jogos Olímpicos 2016.

Fonte: Agência Brasil

Curta nossa página no Facebook

29 de fevereiro

1504 - Cristóvão Colombo usa os seus conhecimentos sobre eclipse lunar de modo a convencer os povos ameríndios a abastecê-lo com alimentos.
1960 - Um sismo destrói a cidade de Agadir, no Marrocos, vitimando cerca de 15 mil pessoas ou 1/3 da população local.
1988 - O arcebispo Desmond Tutu é detido juntamente com uma centena de clérigos, na Cidade do Cabo, África do Sul, durante os protestos contra restrições impostas pelo governo às organizações anti-apartheid.

Nasceram neste dia…
1792 - Gioacchino Rossini, compositor italiano (m. 1868).
1860 - Herman Hollerith, engenheiro e estatístico germano-norte-americano (m. 1929).
1976 - Ja Rule (foto), rapper norte-americano.

Morreram neste dia…
 468 - Papa Hilário (n. 461).
1744 - John Theophilus Desaguliers, filósofo francês (n. 1683).
1868 - Luís I da Baviera (n. 1786).

Fonte: Wikipédia

Governo Federal prorroga permanência de Forças Armadas no Ceará

O Governo Federal decidiu prorrogar por uma semana a operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que permite o envio de tropas das Forças Armadas para reforçar a segurança no Ceará. Com o motim de parte da PM, homens do Exército reforçam o patrulhamento das ruas de Fortaleza e cidades do interior.

Conforme nota do Governo do Estado, o pedido de prorrogação da GLO foi feito à União na última quarta-feira (26). "O governo federal, por sua vez, autoriza a prorrogação e entende que, no prazo de até o dia 6 de março, a situação deva ser normalizada, prevalecendo o bom senso", diz o texto. O primeiro pedido de emprego das Forças Armadas termina nesta sexta-feira (28).

No texto, o Governo do Estado ainda ressalta "a importância de que o Congresso Nacional reconheça que, o emprego da GLO, dada a necessidade de segurança aos integrantes das forças, muitos deles jovens soldados com cerca de 20 anos de idade, discuta e vote o excludente de ilicitude".

A prorrogação foi decidida após reunião marcada pelo presidente Jair Bolsonaro, na fim da manhã desta sexta-feira (28).

Por meio da GLO, foi autorizado o envio de 2,5 mil homens do Exército Brasileiro, que reforçam a segurança em Fortaleza, Região Metropolitana e em cidades do interior, desde o último dia 21 de fevereiro. As tropas vieram da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Em resposta, o presidente Jair Bolsonaro declarou, durante transmissão ao vivo em rede social, que esperava uma solução do Governo do Estado para o motim dos policiais. 

Sobre a prorrogação, para além do prazo de oito dias vigentes, o presidente havia dito que "precisamos ter uma retaguarda jurídica" e que o "GLO não é para ficar eternamente atendendo um ou mais governadores. GLO é uma questão emergencial".

Paralisação
A paralisação de parte da Polícia Militar no Ceará já chega ao 11º dia, nesta sexta-feira (28). Enquanto isso, o Governo do Estado, por meio de uma comissão que reúne os três poderes, tenta chegar a um acordo com os policiais militares amotinados, a partir da realização de reuniões. 

Entretanto, a negociação não avançou. "A reunião foi muito produtiva e estamos esperançosos todos por uma solução breve para esse caso", foi o que afirmou o procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro, após a primeira reunião ocorrida entre as partes na manhã desta quinta-feira (27), na sede do Ministério Público do Ceará (MPCE), no bairro José Bonifácio. Na ocasião, o representante dos PMs amotinados, advogado e coronel reformado do Exército, Walmir Medeiros, apresentou uma lista com 18 reivindicações. 

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Enxaqueca não é dor de cabeça; entenda risco maior de AVC e infarto

Trinta milhões de brasileiros têm enxaqueca. E quem mais sofre são as mulheres.

Um estudo feito nos Estados Unidos mostrou que as mulheres que têm enxaqueca correm um risco muito maior de desenvolver doenças cardiovasculares, como infarto e AVC. Mais grave ainda, se elas usam anticoncepcionais.

A enxaqueca é uma doença que pode tornar a pessoa incapacitada. Ela deve ser tratada com muita seriedade e controle porque aumenta o risco de AVC e infarto, assim como a hipertensão, o colesterol alto e o tabagismo.

A enxaqueca é hereditária e, na maioria dos casos, a automedicação pode ser uma cilada.

A dica é registrar as manifestações e crises em um caderno de anotações. Fatores como duração e horários predominantes, intensidade e localização da dor, sintomas acompanhantes, situações desencadeantes, entre outros, devem ser observados.

A alimentação de quem tem enxaqueca deve ser balanceada, com intervalos regulares entre uma refeição e outra. O jejum é um importante desencadeante da cefaleia. Evitar o uso de substâncias estimulantes em excesso, como a cafeína, também é importante, assim como manter uma rotina de sono. Dormir pouco ou muito pode provocar crises.

Fonte: Bem Estar/G1

Curta nossa página no Facebook

Ceará tem 40% de probabilidade de receber chuvas acima da média entre março e maio, diz Funceme

O Ceará tem 40% de probabilidade de receber chuvas acima da média no período de março a maio de 2020, segundo prognóstico climático divulgado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) na manhã desta sexta-feira (28). Ainda segundo o estudo, existem também 40% de chance de precipitações em torno da normalidade e ainda 20% abaixo da média nos próximos três meses.

De acordo com a Funceme, não se trata de uma atualização do primeiro prognóstico divulgado em janeiro para o trimestre de fevereiro a março, pois o período de previsão é diferente. Para chegar aos resultados, de acordo com o órgão, foi realizada uma análise dos campos atmosféricos e oceânicos de grande escala (vento em superfície e em altitude, pressão ao nível do mar, temperatura da superfície do mar, entre outros) e dos resultados de modelos numéricos globais e regionais e de modelos estatísticos de diversas instituições de meteorologia do Brasil e do exterior, além da própria Funceme.

Os modelos de previsão climática indicam ainda uma diferença espacial nas regiões Norte e Sul, de modo que na Região Sul do Estado, a categoria mais provável é em torno da normal ou mesmo abaixo da normal em algumas áreas, enquanto na região ao norte do Ceará, a categoria mais provável é acima da normal.

"Previsão Otimista"
De acordo com a meteorologista da Funceme, Meiry Sakamoto, a previsão continua otimista.  No entanto, o esfriamento no Oceano Atlântico pode trazer impacto nas chuvas no Estado. Isso porque quanto mais frias as águas do oceano mais distante ficará a Zona de Convergência Intertropial (ZCIT). A ZCIT é principal sistema indutor de chuva no norte do Nordeste no período de fevereiro a maio.

"Houve uma alteração em relação ao prognóstico divulgado em janeiro primeiramente. Precisamos observar que trata-se da previsão para um trimestre diferente, agora para um trimestre março, abril, maio de 2020. Outra razão está relacionada a algumas alterações que estão sendo observadas no Oceano Atlântico tropical sul que vem nas últimas semanas mostrando um certo esfriamento, o que poderia, se essa tendênca se manter, acabar prejudicando o deslocamento da ZCIT [Zona de Convergência Intertropial] para latitudes mais ao Sul e isso pode ter algum impacto na chuvas no estado daqui do Ceará", explica.

Fevereiro de 2020 é o segundo mais chuvoso da década
O mês de fevereiro já é o segundo fevereiro mais chuvoso da década, segundo a Funceme. Até quarta-feira (26), o órgão já havia registrado média de 182,8 milímetros para o mês, o que representa desvio positivo de 54,1%. As precipitações também já superaram o índice de janeiro deste ano, quando choveu 142,5 mm.

Fevereiro de 2018 foi o mês com maior média de chuvas da década (196,7 mm). No entanto, se o volume pluviométrico das últimas semanas se mantiver até o fim deste mês, fevereiro de 2020 ultrapassará esta marca e passará a ser o mais chuvoso dos últimos 10 anos. O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Flaviano Fernandes, acredita que as chuvas seguirão com boa intensidade no Estado. Ele pontua que o "Sertão cearense tem boas possibilidades de receber chuvas pelo menos até a primeira quinzena de março".

O meteorologista da Funceme, Raul Fritz, também acredita que é possível superar a média de 2018. "Apesar de ter ocorrido uma redução das chuvas, é provável a volta de mais chuvas, elevando a média mensal", analisa.

Médias elevadas
Fritz explica, ainda, que em março e abril, estatisticamente, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) - principal sistema indutor de chuva no Nordeste - aproxima-se da costa cearense e favorece a ocorrência de mais chuvas. "A convergência dos ventos do Hemisfério Norte com o Hemisfério Sul e temperatura elevada das águas superficiais do Oceano Atlântico Equatorial Sul formam o cenário ideal para chuva em nosso Estado". O período coincide com as celebrações de São José e, por isso, "o agricultor associa a data a um bom inverno", reforça o meteorologista do Inmet, Flaviano Fernandes.

A esperança do sertanejo é transposta às terras produtivas. Diante dos bons volumes, e da boa perspectiva futura, muitos estão expandindo a produção. No distrito de José de Alencar, em Iguatu, o agricultor de base familiar José Cosmo de Jesus aumentou o plantio de milho e feijão de um para 1,5 hectare. "A gente sempre confia que o inverno vai ser bom". A Secretaria de Agricultura de Iguatu estima que, neste ano, a área cultivada de grãos - 3.160 hectares - será 15% maior do que ano passado (2.750ha).

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Coronavírus: Ceará lidera suspeita de casos no Nordeste

O número de casos suspeitos de coronavírus (COVID-19) em investigação no Ceará chegou a cinco, até a tarde de ontem, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) e o Ministério da Saúde. Com isso, o Ceará é o Estado do Nordeste com maior número de casos em análise. Rio Grande do Norte (4), Pernambuco (3), Paraíba (1), Alagoas (1) e Bahia (1) também têm ocorrências em investigação. No Brasil, 132 suspeitas são analisadas.

A Sesa já estimava que as notificações iriam crescer no Ceará. Tendo em vista o aumento das suspeitas de infecção, o Plano Estadual de Contingência adotado no Ceará terá atualizações. Dentre elas, a expansão das unidades aptas a receberem os casos suspeitos de contaminação, assim como as possíveis internações.

As informações sobre o aumento dos casos em investigação constam no Boletim Epidemiológico da Sesa, divulgado na tarde de ontem. As possíveis infecções são de quatro pessoas de Fortaleza e uma de Crateús. Dentre elas, há o caso do médico de 35 anos, divulgado quarta-feira (26). Nenhuma dessas pessoas está internada atualmente. Em todas as situações, os suspeitos tiveram histórico de deslocamento internacional para locais com transmissão da doença, conforme a Secretaria da Saúde. Mas os países visitados por estas pessoas, apesar dos questionamentos, não foram divulgados pela Pasta.

Procedimentos
Os casos estão em análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), em Fortaleza, conforme padrão estabelecido no Estado. Os exames devem apontar se estes pacientes estão com alguma doença que já circula no Ceará, como algum tipo influenza. Caso essa possibilidade seja descartada, as amostras devem ser enviadas para um dos Centros Nacionais de Influenza, são eles: a Fiocruz (Rio de Janeiro), o Instituto Evandro Chagas (Pará), ou Instituto Adolfo Lutz (São Paulo) para confirmar ou descartar a infecção por coronavírus.

Antes do aumento do número de notificações, a orientação da Sesa é que pessoas que tenham vindo de países com transmissão da doença e apresentem febre e algum sintoma gripal, em até 14 dias, se estiverem em Fortaleza e na Região Metropolitana, se dirigissem ao Hospital São José. Com a atualização do Plano de Contingência, essa decisão deve mudar e haverá ampliação das unidades que passarão a receber os casos suspeitos.

Para isso, todas equipes da rede estadual devem ser treinadas para lidar com o material adequado e orientar os pacientes. O Plano de Contingência formulado pela Sesa sob orientação do Ministério da Saúde, dentre outras coisas, estabelece: como deve ser feita a vigilância epidemiológica, as notificações, a coleta para exames laboratoriais, o monitoramento nos portos e aeroportos, bem como quais os critérios que definem as características dos casos suspeitos.

Na rede particular, todas os hospitais, conforme a Sesa, estão preparados para o atendimento dos possíveis casos suspeitos. Para moradores das demais regiões do Estado, as unidades públicas de referência são: Hospital Regional Norte (Sobral), Hospital Regional do Sertão Central (Quixeramobim) e Hospital Regional do Cariri (Juazeiro do Norte).

A Pasta não informou em qual unidade de saúde a pessoa de Crateús com suspeita de coronavírus foi atendida. Em nota, a Prefeitura do município disse que o caso foi notificado quarta-feira (26) e as equipes da vigilância epidemiológica foram até a casa da pessoa, após solicitação da mesma. Ela está em isolamento domiciliar.

Com a atualização dos protocolos, é possível que as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todo o Estado também passem a receber pessoas com suspeita da infecção. Além do aumento dos equipamentos, a atualização dos protocolos técnicos também deve renovar as orientações de manejo dos pacientes, inclusive com orientação dos equipamentos a serem utilizados pelos profissionais.

Orientação
A Sesa reforça que a melhor maneira de prevenir a infecção é evitar a exposição ao vírus e adotar hábitos simples como lavar as mãos frequentemente com água e sabão, evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas, cobrir com um lenço de papel a boca e nariz ao tossir ou espirrar, e limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

O infectologista Danilo Campos explica que ainda é necessário entender melhor como o vírus se propaga em climas diferentes e a forma que se manifesta na população. "Em teoria, esses vírus têm maior dificuldade de propagação em ambientes quentes, mas isso é só uma possibilidade, não há garantias que o nosso clima seria protetor", esclarece.

Além disso, ele ressalta que no período chuvoso há maior aglomeração de pessoas em ambientes fechados. No entanto, reitera, a principal recomendação é reforçar a higiene pessoal. "Em épocas do ano em que as pessoas tendem a ficar mais próximas em locais fechados, é claro que a chance de propagação da doença é maior, mas o que teria mais importância (para a propagação) seria o clima frio e seco", diz o médico.

Além do Nordeste, os outros casos suspeitos de coronavírus monitorados pelo Ministério da Saúde estão distribuídos no Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Até o momento, 60 casos suspeitos foram descartados em todo o País, incluindo o do paciente morador de Sobral, no início de fevereiro. No Brasil, há apenas um caso confirmado da doença em São Paulo.

Vacina deve ficar pronta em 3 meses
O coordenador do Centro de Gerenciamento do Coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, afirmou, ontem, que a vacina contra o novo coronavírus, de acordo com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) dos Estados Unidos, estará "pronta para testes clínicos em até 3 meses". Segundo o médico, será necessário saber se a vacina será eficaz na proteção contra a doença e se é segura para uso em humanos.

Segundo o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, a busca pela imunização está entre três medidas que deverão concentrar os esforços do Ministério. São elas: testes rápidos, a busca por um medicamento retroviral, e, finalmente, a imunização. O ministro também reforçou a antecipação da campanha de vacinação da gripe nacionalmente, em um primeiro momento para gestantes, crianças de até 6 anos, e puérperas e em seguida para pessoas idosas acima de 60 anos.

Mandetta ainda lembrou que é necessário não perder "o foco de muitas situações que estão na nossa mão" e relembrou o caso de um bebê morto em razão de infecção do sarampo por falta de vacinação. "Fico imaginando se esse pessoal antivacina, quando sair uma vacina para o coronavírus, se eles vão ficar em casa".

Já o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial estão prontos para disponibilizar aos países que necessitem os fundos de emergência imediatos para combater o surto, disse ontem um porta-voz. A epidemia afeta também o mundo dos esportes. A partida entre Juventus e Inter de Milão e outros quatro jogos do Campeonato Italiano serão disputados neste final de semana sem torcida. Segundo boletim, 650 pessoas têm o coronavírus na Itália, o país mais afetado na Europa, com 17 mortos.

Por Thatiany Nascimento

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Primeiro fóssil de borracha vegetal do mundo é encontrado em Crato

Pesquisadores da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, descobriram o primeiro fóssil de borracha vegetal do mundo. O material, de aproximadamente 110 milhões de anos, pertence à espécie Welwitschiophyllum e foi encontrado na bacia do sedimentar do Araripe, na Formação Crato, no Cariri cearense. A região possui a maior reserva a céu aberto de fósseis do Período Cretáceo do planeta.

Segundo Emily Roberts, responsável pela descoberta, essa ‘jóia’ é única, pois, diferente do âmbar, que é feito de resina de planta fossilizada, essa substância é feita de goma da planta fossilizada. Até então, acreditava-se que esse material não sobreviveria aos processos de fossilização, pois suas propriedades são solúveis em água.  

A descoberta permite acreditar que há outras substâncias em plantas fósseis podem ter sido interpretadas erroneamente como âmbar, por causa da sua coloração sem confirmação química. “Ele abriu nossos olhos para o fato de outros produtos químicos de plantas também podem ser preservados - não podemos mais apenas fazer suposições. Isso apenas mostra que as plantas fósseis podem nos surpreender”, afirmou a pesquisadora em comunicado.

Esta descoberta também aproxima o continente africano da América do Sul, já que uma espécie da mesma família da Welwitschiophyllum, que é considerada uma das plantas mais antigas e enigmáticas existentes, foi encontrada no deserto de Namibe, na Namíbia e no sul de Angola. “Suas descobertas confirmam que a planta Welwitschia encontrado na África hoje produz uma goma semelhante a uma planta que cresce 110 milhões de anos atrás no Brasil”, exaltou o co-autor da pesquisa, David Martill.  

Divergência 
Este material que serviu para a descoberta, segundo o paleontólogo Álamo Feitosa, da Universidade Regional do Cariri (URCA), foi coletado entre a década de 1990 e início dos anos 2000, quando havia menos controle de fiscalização. “Na época, não havia esse resgate ostensivo nas minas, que ainda é insuficiente”, admite. Apesar de achar importante o estudo, o pesquisador lamenta que estes fósseis tenham saído do Cariri. “O Martill tem material para trabalhar por pelo menos 30 anos. Ele levou muito material bom daqui”, adverte.  

Álamo acredita que, nos próximos anos, haverá novas descobertas pelo mundo afora, a partir dos fósseis da Bacia do Araripe. “Acho importante que estudem, mas que depositem aqui. Por que esse material não está aqui?”, provoca o pesquisador. Para ele, é importante não só lutar para repatriar este material, mas criar uma agenda para mantê-lo no Cariri.  

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Operação Carnaval: Autuações à Lei Seca crescem e acidentes caem nas rodovias estaduais

Até a quarta-feira de cinzas (26), às 23h59, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) registrou 564 autuações a motoristas dirigindo sob o efeito de bebidas alcoólicas. O número é 75% maior do que o registrado durante o carnaval de 2019, quando foram lavradas 322 autuações. As operações realizadas durante todo o carnaval contaram com o apoio do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), um efetivo total de 952 agentes, policiais e educadores.

As operações aconteceram na Capital e no interior, utilizando os novos etilômetros adquiridos pelo Detran-CE que permitiram mais agilidade nos testes. A cada 3 minutos, 10 condutores eram abordados e faziam o teste passivo. Quando recebia o sinal de alerta, o motorista era convidado a fazer o teste ativo para se certificar se havia presença de álcool no organismo e a quantidade. Caso optasse por não realizá-lo, o mesmo era autuado com base no artigo 165-A, da Lei Seca, por recusa ao teste.

O novo etilômetro é o modelo Alcoolizer LE5, fabricado pela Alcolizer Technology Australia, um dos mais modernos utilizados no mundo atualmente, capaz de realizar testes passivos ou ativos com velocidade de 5 a 10 segundos cada. Com o novo equipamento, foi possível intensificar a fiscalização e ampliar a quantidade de pessoas abordadas em cada operação, reduzindo o tempo de espera para o condutor que nem precisou descer do veículo para fazer a triagem inicial.

As infrações flagradas pela fiscalização eletrônica também aumentaram. No Carnaval de 2020, os equipamentos eletrônicos registraram 21.457 infrações, a maioria delas, por excesso de velocidade, mas há também registros de avanço de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestre. Em 2019, foram 17.513, um aumento de 22%. Juntos, Detran e BPRE abordaram mais de 28.000 veículos, número 22% maior que o ano anterior.

Ações Preventivas
Além da fiscalização reforçada, que também é uma forma de prevenir acidentes, o Detran-CE intensificou no Carnaval suas ações preventivas, que são realizadas durante todo o ano. Diversas ações pulverizadas em todo o estado foram executadas pelas equipes de Educação de Trânsito, Recolhimento de Animais e Transporte, sendo esta última realizada em parceria com a ARCE – Agência Reguladora do Estado do Ceará.

Educação de Trânsito
As ações educativas aconteceram nos locais onde se concentraram os principais destinos para o carnaval e também reforçadas nos terminais rodoviários de Fortaleza e do Interior com a “Operação Tô de Cinto, Tô Seguro” cujo objetivo é conscientizar para a importância do uso do cinto de segurança nos ônibus que realizam o serviço de transporte intermunicipal e interestadual de passageiros.

Abordando motoristas, pedestres e passageiros, além da realização de algumas palestras, as ações educativas impactaram aproximadamente 9.000 pessoas de sexta (21) até quarta (26). Cidades como como São Benedito, Guaramiranga, Aquiraz, Paracuru, Juazeiro do Norte, Sobral, Tauá, entre outras, foram exemplos de municípios que foram impactados pelas ações de educação de trânsito. Além disso, blitze ecológicas, realizadas em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), o Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA) e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) chamaram a atenção dos condutores para o descarte correto de resíduos, combate ao mosquito Aedes aegypti, segurança ao volante e doação de sangue.

Recolhimento de animais
Durante todo Carnaval, as equipes de recolhimento de animais do Detran-CE formadas por 42 pessoas e 14 caminhões apropriados para este tipo de trabalho, percorreram 30.001 KM, distância que corresponde a mais que o dobro de toda a malha viária do estado, atualmente formada por 13.000 km de rodovias. Foram recolhidos 145 animais, um crescimento de 38% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram resgatados 105, na sua maioria, jumentos.

Transporte
O Detran-CE, em parceria com a ARCE – Agência Reguladora do Estado do Ceará – que assumiu em 2018 as competências na gestão do sistema de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, também realizou a fiscalização dos veículos que fazem o transporte rodoviário entre os principais municípios cearenses. Foram 3.389 veículos abordados e 292 notificações registradas, dentre elas, 106 por transporte clandestino de passageiros. Em cada operação, os agentes checavam as condições gerais dos veículos e do condutor para prevenir acidentes.

Curta nossa página no Facebook

Fábrica Escola de Barbalha oferece curso para aprimorar a produção de cana-de-açúcar

A Fábrica Escola de Processamento de Cana-de-Açúcar do Cariri, equipamento do Governo do Ceará, administrada pelo Instituto Agropolos do Ceará (IACe), está com inscrições abertas até amanhã (28) para o curso gratuito de de produção de mudas pré-brotadas de cana-de-açúcar. A capacitação deve ser realizada no próximo dia 4 de março no próprio equipamento.

Simples e barata, a nova tecnologia de produção rápida de mudas associa elevado padrão de proteção ao ataque de pragas ou doenças, vigor e uniformidade de plantio, e pode ser adotado por pequenos produtores e associações. O curso envolve explanações teóricas sobre o conteúdo e atividades práticas ministradas pelos facilitadores Alexandre Cortez e José Everson.

O plantio de cana-de-açúcar através do sistema de mudas pré-brotadas (MPB), está contribuindo para a evolução do setor sucroenergético brasileiro. No Ceará, experiências com o sistema MPB em Barbalha já registram ganhos de até 50% na produção, comparando com o sistema convencional de plantio.

Entre outros benefícios do MPB, estão o adiantamento de dez para ses meses no tempo de colheita; aumento de até 50% do rendimento da área de produção; aumento da uniformidade nas linhas de plantio e, consequentemente, redução das falhas;
 redução da ocorrência de pragas e doenças e na implantação do canavial para usar mudas sadias; redução da quantidade de mudas que vai para o campo; permite a utilização de culturas intercalares; redução do custo com máquinas e mão de obra.

Os interessado podem se inscrever pelo e-mail fabrica.escola@institutoagropolos.org.br, ou telefone (88) 99860.7020. No e-mail de inscrição deve constar o nome completo, CPF, endereço e telefone do interessado em participar da capacitação.

Por Antonio Rodrigues

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Produtores no Cariri combatem lagarta do milho com uso de bioinseticida

Quando chegou de Pernambuco para morar em Juazeiro do Norte em 1974, o ex-gerente de fazenda e vaqueiro Pedro Gonçalves da Silva, 67, mais conhecido como Pedim, já dominava as técnicas de inseminação artificial bovina e a pecuária de leite. Com a criação do Condomínio de Produção Familiar Dona Bia, na Zona Rural de Juazeiro do Norte, “Pedim” passou a dominar a prática da horticultura, da produção orgânica com a técnica agroflorestal e mais recentemente o uso do bioinseticida Bt. O novo conhecimento vem sendo fundamental para o controle de uma praga responsável por muitas perdas na safra do milho.

O produto biológico é usado no combate à lagarta do cartucho, praga que ataca a lavoura do milho no estado e nesta safra vem causando prejuízos aos agricultores. Visando reduzir esse dano econômico e direcionar um tratamento adequado e sustentável ao problema, está sendo usada uma solução concentrada de uma bactéria denominada Bacillus thuringiensis ou apenas bioinseticida Bt.

Desenvolvido em laboratório da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) desde 2017, e distribuído sob orientação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), o Bt já vem apresentando ótimos resultados no combate e controle da praga, tanto em lavouras de milho como em hortas. Na área de plantio no Condomínio Dona Bia, onde começou a ser aplicado em janeiro de 2020, em cerca de seis hectares já foi possível identificar os efeitos do uso do produto. “Com a lagarta do cartucho, que vai até o talo da folha, em dois ou três dias ela tá morta. Mas é preciso aplicar o Bt logo no início do plantio para não ter risco de perder a colheita”, diz Cícero Gonçalves, outro produtor da região e que atua no condomínio.

Segundo o técnico agrícola da Ematerce Alan Douglas, do Escritório da Ematerce na Regional Crato, as vantagens da aplicação do Bt, em relação aos defensivos químicos, são muito grandes. Além de zero impacto à natureza e às culturas, porque o Bt é a base de concentrado de uma bactéria, que atua diretamente no sistema digestivo da lagarta destruindo a praga em dois ou três dias no máximo, a solução é facilmente produzida e sua aplicação não precisa de equipamentos de segurança.

“Infelizmente ainda há uma resistência por parte dos produtores rurais, porque com o defensivo químico ele vê o animal morrer na hora, enquanto com o Bt o veneno atua dentro do animal mais vagarosamente, mas a eficácia é mais limpa para o solo, a planta e o meio ambiente”, explica Alan. A Ematerce realiza a distribuição do Bt juntamente com as sementes do Programa Hora de Plantar, do Governo do Ceará por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

Agrofloresta
Na rotina do agricultor João Evangelista, a aplicação do Bt não serve apenas para combater a praga no plantio de milho mas, também, no cultivo de tomate cereja, alface, coentro, cebolinha e outros. No condomínio de produção familiar, o grupo de cerca de 50 famílias atuam em outros polos produtivos como produção de queijo ricota, coalho, manteiga, doce, pão e bolo. Além do uso da tecnologia para o combate à lagarta, os produtores utilizam a técnica de produção agroflorestal, que garante maior sustentabilidade de várias culturas e o melhor aproveitamento do solo. É o caso do plantio consorciado de glicerídeo com mamão, amora, açaí, baobá, achaia. Isso diversifica e descentraliza a produção dos agricultores familiares, garantindo renda durante todo o ano sem depender de bom inverno e outros fatores externos.

Atualmente, os produtores já têm compradores garantidos em feiras e com pequenos e médios empresários e comerciantes; já venderam pra o mercado institucional de merenda escolar e pretendem voltar a este segmento.

Demanda
Desde janeiro o Escritório Regional da Ematerce no Crato vem distribuindo doses do Bt nos municípios de Crato, Farias Brito, Juazeiro do Norte, Caririaçu, Barbalha, Jardim, Missão Velha, Abaiara, Santana do Cariri, Nova Olinda, Altaneira, Várzea Alegre e Granjeiro.

Segundo o professor Marcos Vinícius Assunção, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e assessor da SDA, mais 500 doses devem chegar nos próximos dias para atender a demanda em outros municípios do estado, que é bem maior ainda do que a capacidade de produção do laboratório. “Nessa fase experimental, o produto tem sido um sucesso, apesar da resistência do agricultor que ainda só acredita nos efeitos quando ver a lagarta morta. O veneno biológico atua quando a lagarta tenta comer a planta e se alimenta do Bt, que vai destruir seu sistema digestivo, matando o animal em dois dias aproximadamente. Agora, precisamos trabalhar para disseminar e divulgar essa informação o máximo possível”, destacou Vinícius.

O Estado do Ceará é um dos maiores produtores de milho do Nordeste brasileiro, plantado, principalmente, por agricultores familiares. Somente a Secretaria do Desenvolvimento Agrário-SDA, através do Projeto Hora de Plantar, distribui, em média, 2.600 toneladas de sementes desta cultura, para 182 municípios, anualmente, suficientes para 130.000 hectares.

Curta nossa página no Facebook

28 de fevereiro

1914 - Carlitos (em Portugal, Charlot), interpretado por Charlie Chaplin, aparece pela primeira vez no cinema, em Between Showers.
1986 - Olof Palme, primeiro-ministro sueco, é assassinado em Estocolmo.
1991 - Fim da Guerra do Golfo, com vitória das forças de coalizão.

Nasceram neste dia…
1533 - Michel de Montaigne, filósofo, escritor e ensaísta francês (m. 1592).
1901 - Linus Pauling, químico estadunidense (m. 1994).
1929 - Frank Gehry, arquiteto canadiano/canadense naturalizado estadunidense.

Morreram neste dia…
1935 - Chiquinha Gonzaga (foto), compositora e pianista brasileira (n. 1847).
1989 - Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, lexicógrafo, filólogo e ensaísta brasileiro (n. 1910).
2006 - Owen Chamberlain, físico estadunidense (n. 1920).

Fonte: Wikipédia

Sesa apresenta principais ações para enfrentamento do novo coronavírus

Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, 26, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou que investiga um caso suspeito do novo coronavírus (Covid 19) no estado. O paciente sob análise esteve na Itália e retornou a Fortaleza com sintomas de gripe, porém sem complicações respiratórias. O homem apresenta um quadro de saúde estável e encontra-se em isolamento domiciliar.

A Sesa ainda aguarda o resultado do exame que pode confirmar ou descartar a notificação da doença. Durante a coletiva, o secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr.Cabeto), também apresentou aos jornalistas as principais ações da Sesa voltadas ao enfrentamento do novo coronavírus. O gestor reforçou, ainda, a importância de a sociedade não divulgar notícias falsas sobre a doença.

“É muito importante a gente não divulgar fake news. Nesse momento precisamos ter bom senso e entender que os cuidados vão ser tomados. Não se trata até agora de uma infecção com letalidade mais alta do que as anteriores”, afirmou Dr. Cabeto.

Ainda nesta quarta-feira (26), os gestores da Sesa se reuniram com profissionais de saúde que fazem parte do Comitê de Enfrentamento ao novo coronavirus e com os diretores de hospitais da rede pública e privada para discutir o plano de enfretamento da doença.

Definição de casos suspeitos
O Ministério da Saúde ampliou na última segunda-feira, 24, os critérios para a definição de caso suspeito do novo coronavírus. Agora, também estão enquadradas dentro desta definição as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vierem da Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália e Malásia.

Na sexta-feira (21), a pasta incluiu Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China. “É natural termos um aumento de casos suspeitos, pois temos um deslocamento muito intenso nessa época do ano”,reforçou o secretário da Saúde do Ceará.


Curta nossa página no Facebook

Universidades federais vão parar em 18 de março

No 39º Congresso do Andes-SN, docentes decidiram montar
calendário de lutas e construir a greve de 18 de março
(Foto: Divulgação/Andes-SN)
As universidades federais prometem parar no dia 18 de março, data em que o serviço público do país também agenda uma mobilização nacional. Além de engrossarem o coro à pauta das demais categorias do funcionalismo — que deve passar por uma reestruturação com a reforma administrativa —, docentes das instituições de ensino organizam um movimento por reivindicações próprias: contra a defasagem salarial e a precarização do ensino (superior e nos institutos federais).

Durante o 39º Congresso do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), realizado no último dia 7, os profissionais do setor deliberaram um plano de lutas e a construção da greve em 18 de março.

No Rio, por exemplo, docentes de universidades como a UFF e a Unirio já decidiram pela paralisação. E a UFRJ definirá nos próximos dias, como explicou o presidente do Andes, Antônio Gonçalves.

Gonçalves declarou à coluna que a pauta da categoria já vem sendo defendida desde 2019. E que as instituições de Ensino Superior estão agonizando devido à falta de investimentos e de valorização dos profissionais.

"Protocolamos em março do ano passado, no MEC, essa pauta contra a precarização do nosso trabalho", disse o sindicalista, que acrescentou: "Nossa carreira está desestruturada. Não temos um piso salarial, não temos data-base, e a gente não tem um índice, um 'step' entre um nível e outro da carreira. Nossa defasagem salarial é de 33%, pois desde 2016 aguardamos recomposição".

O presidente da entidade levantou ainda a necessidade de abertura de concursos públicos nas universidades para repor cargos vagos. "Os docentes estão se aposentando no país todo e aí é uma sobrecarga de trabalho (para quem fica). Na Educação Superior a gente não faz só ensino, é pesquisa e extensão, assim como nos institutos federais e Cefet", afirmou.

Assembleias até o dia 13 de março
O último congresso do Andes-SN já definiu um calendário de mobilizações que deve ser seguido pela maioria. Mas o presidente do sindicato ressaltou que, até 13 de março, ocorrerão assembleias de base das universidades: "Isso porque o retorno às aulas não é coincidente em todas as instituições, algumas só retornarão em março. Até agora, a maioria já aderiu à greve do dia 18, mas devo esclarecer que as assembleias estão ocorrendo".

Fonte: O Dia

Curta nossa página no Facebook