14 de julho

1789 – Revolução Francesa: os parisienses ocupam a Bastilha e libertam sete prisioneiros, marcando o início da queda do poder monárquico absoluto em França.
1899 – Luiz Galvez declara a independência da República do Acre em relação a Bolívia.
1995 – A extensão dos ficheiros de áudio *.mp3 é atribuída antes de estes serem lançados ao público.

Nasceram neste dia…
1816 – Arthur de Gobineau, filósofo francês (m. 1882).
1913 – Gerald Ford, político norte-americano (m. 2006).
1918 – Ingmar Bergman (foto), cineasta sueco (m. 2007).

Morreram neste dia…
1223 – Filipe II de França, rei dos Francos (n. 1165).
1904 – Anton Pavlovitch Tchékhov, escritor russo (n. 1860).
1904 – Paul Kruger, político sul-africano (n. 1825).

Fonte: Wikipédia

Mulher de 92 anos mata filho para evitar ser mandada para asilo

Uma americana de 92 anos matou a tiros seu filho, de 72 anos, para evitar ser mandada para um asilo, diz a polícia local.

Anna Mae Blessing, que foi acusada de homicídio, discordou das intenções de seu filho de colocá-la em um asilo por alguns dias, de acordo com documentos judiciais.

"Você tirou minha vida, então eu estou tirando a sua", disse ela ao ser retirada da casa que compartilhava com o filho e a namorada dele no Arizona. Blessing disse à polícia que pretendia se matar após o crime.

O crime aconteceu na manhã da última segunda-feira na cidade de Fountain Hills, no condado de Maricopa, segundo registros policiais obtidos pela imprensa local.

O filho de Blessing, cujo nome não foi divulgado, queria que a mãe se mudasse para um asilo porque "ficou difícil conviver com ela".

A mãe então escondeu duas armas de fogo em sua bolsa antes de confrontá-lo no quarto dele, disse a polícia em um comunicado.

Durante a discussão, ela pegou um revólver, comprado na década de 1970, e atirou contra o homem.

A polícia encontrou o filho de Blessing morto, com dois ferimentos de bala no pescoço e na mandíbula.

Blessing ainda apontou a arma para a namorada de 57 anos de seu filho, que conseguiu tomá-la e atirá-la em um canto do quarto.

A idosa então sacou uma segunda pistola, que contou depois à polícia ter ganhado de seu falecido marido na década de 1970.

A namorada do filho também conseguiu tirar essa segunda arma das mãos de Blessing antes de fugir e ligar para o xerife.

A polícia encontrou a mulher em uma cadeira reclinável em seu quarto. Mais tarde, ela disse que, por causa de suas ações, merecia que pusessem fim à sua vida.

Ela é acusada por homicídio qualificado, com agravante de sequestro, e sua fiança foi fixada em US$ 500 mil (cerca de R$ 1,95 milhão).

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Por que quanto menos você dorme, mais curta será sua vida

Você provavelmente está farto de ouvir líderes políticos e empresários falarem o tempo todo que dormem muito pouco. O problema é que isso não é uma característica admirável: a falta de sono é muito prejudicial para nossos corpos e cérebro.

Matthew Walker, professor de neurociência e psicologia da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, explica por que você deveria parar de admirar pessoas que dormem pouco. Walker é autor de Por Que Dormimos, um livro com o potencial de mudar (e estender) sua vida.

Aqui, ele explica tudo o que você deve saber sobre o sono e como desenvolver hábitos de vida mais saudáveis.

Por que dormir é importante
As descobertas da ciência até agora apontam que quanto menos tempo de sono, mais curta será a sua vida. Então, se você quer chegar à velhice de maneira saudável, deve investir em uma boa noite de sono.

De fato, dormir é tão benéfico que Walker começou a pressionar os médicos a prescreverem isso a seus pacientes.

No entanto, essa indução ao sono tem de acontecer naturalmente. Muitos estudos relacionam remédios para dormir a um aumento do risco de câncer, infecção e mortalidade.

O que acontece com nosso corpo e nossa mente se não dormimos?
Muitas das doenças de que sofremos têm uma ligação significativa com a falta de sono - por exemplo, o mal de Alzheimer, câncer, doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes, depressão, ansiedade e até mesmo tendências ao suicídio.

É que, durante o sono, ocorre uma espécie de "revisão" de todos os sistemas fisiológicos importantes do nosso corpo e de cada rede ou operação da mente. Se você não dorme o suficiente, essa revisão é prejudicada e seu corpo será afetado.

Após 50 anos de pesquisa científica, a questão na cabeça dos cientistas não é mais "o que o sono faz pela gente?" e sim "o que não faz o sono pela gente?".

Quantas horas devemos dormir para nos sentir bem?
Você deve dormir pelo menos de sete a nove horas por dia. Se dormir menos de sete horas, seu sistema imunológico e seu desempenho cognitivo começarão a ser afetados.

Depois de estar acordado 20 horas seguidas, você se sentirá tão incapacitado quanto se estivesse bêbado - tanto que um dos problemas com a privação de sono é que você não percebe de imediato o dano que ela causa.

É como um motorista bêbado em um bar que pega as chaves do carro e diz: "Estou bem, posso dirigir". Mas todo mundo ao redor sabe que ele está incapacitado para assumir a direção de um veículo.

Cada vez dormimos menos. Por quê?
Se analisamos os dados das nações industrializadas, notamos uma tendência clara: nos últimos cem anos, o tempo que dormimos diminuiu.

Se dormimos menos, é mais difícil entrar na fase REM (movimento rápido dos olhos, na sigla em inglês), o ciclo em que sonhamos. E qualquer interferência na fase REM é muito prejudicial, pois ela é crucial para a nossa criatividade e saúde mental.

Existem várias razões pelas quais as pessoas dormem cada vez menos, segundo Walker:

1 - Falta de conhecimento: A comunidade científica sabe como é crucial dormir bem, mas, até agora, não foi capaz de comunicar efetivamente isso para o público em geral. A maioria das pessoas não entende por que o sono é importante.

2 - Ritmo de vida: Em geral, estamos trabalhando mais horas e passamos mais tempo indo e vindo do trabalho. Saímos de casa muito cedo e voltamos para casa tarde da noite e, naturalmente, não queremos deixar de passar tempo com a família e com os amigos. Estar com a família, sair com os amigos, assistir TV... no final, sacrificamos horas de sono.

3 - Atitudes e crenças: O sono não é bem visto pela sociedade. Se você disser a alguém que dorme nove horas, pensarão que você é preguiçoso. Então, estigmatizamos o sono, e muitas pessoas se gabam de quão pouco dormem todas as noites. Isso nem sempre foi assim. Ninguém vai chamar de preguiçoso um bebê dormindo, porque sabemos que o sono é essencial para seu desenvolvimento. Mas essa noção muda quando atingimos a idade adulta. Não apenas abandonamos a ideia de que o sono é necessário, mas também punimos as pessoas por dormir quando precisam.

4 - Falta de luz natural: Não gostamos de ficar sem luz quando escurece. Mas a escuridão é necessária para liberar um hormônio essencial que nos ajuda a dormir, chamado melatonina. Infelizmente, um dos efeitos colaterais da modernidade e seus avanços tecnológicos é que estamos constantemente sob luz artificial. Isso piorou com a chegada das telas de LED, que projetam uma poderosa luz azul que bloqueia a produção da melatonina.

5 - Temperatura: Outro efeito colateral inesperado da modernidade é não mais experimentarmos o fluxo natural de frio e calor durante o período de 24 horas. Todos queremos lares quentes, mas também precisamos de um pouco de ar fresco para dormir bem. Nosso cérebro e nosso corpo precisam reduzir essa temperatura central, aproximadamente 1°C mais baixa, para que possamos relaxar de maneira natural. A maioria de nós coloca o aquecimento em nível muito alto: se você quiser dormir bem, programe seu termostato a 18ºC à noite.

Por que não recuperamos as horas de sono perdidas
Identificados os erros, mas será que o dano pode ser revertido?

Uma das grandes mentiras é que, se você não dormiu bem, pode "recuperar o sono". Não pode. O sono não é como um banco, em que você pode acumular uma dívida e depois pagá-la.

Mas é o que muitas pessoas fazem: dormem pouco durante a semana e querem se recuperar durante o final de semana. Isso é chamado de jet lag social ou até mesmo bulimia do sono. O que você pode fazer, na verdade, é mudar seus hábitos.

Estudos mostram que pessoas que antes dormiam mal, mas mudam sua rotina e começam a dormir mais, evitam a deterioração degenerativa e o mal de Alzheimer por mais de dez anos, em comparação com pessoas que mantiveram um padrão de sono insuficiente.

Por que não podemos armazenar o sono?
Imagine quão maravilhoso seria se pudéssemos armazenar horas de sono e usá-las como gostaríamos.

Há um precedente na biologia chamado de célula adiposa. A evolução nos deu essa célula, graças à qual podemos armazenar energia em tempos de abundância que nos permite sobreviver em tempos de fome.

Então, por que não desenvolvemos um sistema semelhante para armazenar o sono?

Porque somos a única espécie que, deliberadamente, se priva do sono sem motivo aparente.

É por isso que mesmo uma única noite de sono ruim pode afetar nosso corpo e nosso cérebro.

Fonte: UOL (Com BBC News)

Curta nossa página no Facebook

Inflação para junho é a maior desde 1995

A inflação no Brasil foi de 1,26% em junho, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na manhã desta sexta-feira (06).

Foi a maior alta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desde janeiro de 2016 (1,27%), assim como a mais alta para o mês de junho desde 1995, quando ficou em 2,26%.

A taxa veio acima da previsão do mercado financeiro de 1,15%, de acordo com o Boletim Focus divulgado na segunda-feira (02), mas na linha dos 1,26% previstos em levantamento da Reuters.

Com isso, o acumulado da taxa nos últimos 12 meses está em 4,39%, já próximo da meta do governo de 4,5% com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima (teto de 6%) ou para baixo (piso de 3%).

Grupos
Alimentação e Bebidas, de longe o grupo com maior peso no índice, acelerou de 0,32% em maio para 2,03% em junho e contribuiu sozinho com 0,50 ponto percentual na taxa final.

As principais altas foram do leite longa vida (de 2,65% em maio para 15,63% em junho) e do frango inteiro (de -0,99% em maio para 8,02% em junho).

“A alta em junho foi reflexo da paralisação dos caminhoneiros ocorrida no final de maio”, diz o comunicado do IBGE.

A dificuldade de abastecimento leva a uma queda na oferta de produtos. Se houver estabilidade ou alta na demanda, a tendência é que os preços subam.

Outro grupo impactado foi o de Transportes. A gasolina subiu 5% no mês e contribuiu, sozinha, com 0,22 ponto percentual para a taxa final. Já o etanol subiu 4,22% e teve contribuição de 0,04 p.p.

Juntos, os dois itens responderam por mais de um quinto da taxa mensal. Transportes também teve quedas de preços em itens como óleo diesel (-5,66%) e passagens aéreas (-2,05%), mas com peso menor.

O grupo Habitação também disparou, de 0,83% em maio para 2,48% em junho. O principal responsável neste caso foi uma alta de 7,93% na energia elétrica, já que as contas em junho tiveram bandeira tarifária vermelha patamar 2, que adicionou R$ 0,05 por kwh consumido.

Mas também houve impacto de uma alta de 2,37% no gás encanado após reajuste de 1,87% nas tarifas no Rio de Janeiro e de 3,35% nas tarifas em São Paulo.

O gás de botijão teve alta de 4,08% e 0,05 p.p. de impacto e a taxa de água e esgoto subiu 1,10% influenciada por reajustes em Curitiba, Salvador, São Paulo e Recife.

Dos nove grupos monitorados pelo IBGE, só Vestuário teve deflação em junho (-0,16%) enquanto Comunicação ficou estável.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

Whatsapp libera aviso de mensagem encaminhada para todos os usuários

O Whatsapp anunciou que, a partir desta terça-feira (10), todos os usuários do aplicativo terão acesso ao recurso que avisa quando uma mensagem recebida foi encaminhada de outra conversa.

A ferramenta vem em meio a tentativas de evitar a disseminação de boatos depois que pessoas foram mortas na Índia após acusações falsas circularem pelo aplicativo de mensagens. Depois dos incidentes, a ferramenta de aviso de encaminhamento já vinha sendo testada.

Segundo o Whatsapp, a indicação de que uma mensagem foi encaminhada “ajudará a determinar se um amigo ou familiar realmente escreveu a mensagem que enviou ou se a mesma veio originalmente de outra pessoa”.

De acordo com a assessoria de imprensa do aplicativo, o recurso está sendo liberado gradativamente para 100% da base de usuários, entre usuários beta e regulares. Em nota, a empresa disse que "para visualizar a nova etiqueta de ‘encaminhada’, é necessário ter a atualização mais recente do WhatsApp no seu telefone.”

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Reservatórios voltam a sangrar no Ceará

Pouco mais de um mês após o encerramento da quadra chuvosa deste ano, cinco dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) voltaram a sangrar. Dois deles estão nas regiões serranas próximas à Capital cearense, o Maranguapinho, em Maranguape; e o Germinal, em Palmácia. Os outros três são o Itapajé, neste Município; o Jenipapo, em Meruoca; e o Várzea da Volta, em Moraújo, todos na Zona Norte do Estado.

Esses cinco açudes já tinham ultrapassado as cotas máximas neste ano, entre os meses de fevereiro e maio. Atualmente, outros 16 apresentam volume acima de 90%, todavia, a maioria, 84, está abaixo dos 30% da capacidade total, 26 deles em volume morto. O Carão (Tamboril); Faé (Quixelô); Favelas (Tauá); Nova Floresta (Jaguaribe); Serafim Dias (Boa Viagem); e o Sousa (Canindé) permanecemo secos.

O maior açude do Ceará, o Castanhão, está com 7,79% do seu volume. No fim da quadra chuvosa estava com 8,54%. Já o segundo, Orós, armazena 9%, contra 9,58% em de maio; e o terceiro, Banabuiú, 6,84%, chegou a 7,01%. Os 155 acumulam 16,13%, ates eram 17%. Alguns reservatórios voltaram a acumular água pelas precipitações dos últimos dias. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), teve chuva em 26 municípios, das 7h de segunda-feira às 7h de ontem, estão relacionadas a um Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), explicou o meteorologista Davi Ferran. As maiores foram em Pacatuba (94.5mm); Maracanaú (91mm); e Caucaia (74mm), todos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

No Ceará, o DOL deverá continuar provocando nebulosidade variável com chuva no Litoral e no Maciço de Baturité, no Cariri e na região Jaguaribana. Para as demais regiões, há possibilidade de chuva. Esse quadro deve continuar amanhã. Apesar das precipitações dos últimos dias o volume pluviométrico provocado pelo DOL é bem inferior ao da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema responsável pela quadra chuvosa do Ceará. "A média de chuvas de abril foi de 211mm. Nestes 10 dias de julho choveu apenas 15mm. Os açudes voltaram a sangrar porque, além de já estarem praticamente cheios são de menor porte", ressaltou Ferran.

ALEX PIMENTEL
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Vacina contra o HIV é testada em 5 países e protege mais de 67% dos macacos

Uma equipe de pesquisadores de Israel avaliou a resposta de uma nova vacina em pacientes humanos e fizeram testes em macacos rehsus em cinco países: Ruanda, África do Sul, Tailândia, Uganda e Estados Unidos. No caso dos pacientes voluntários, a aplicação levou a "respostas imunes robustas" contra o vírus. Os resultados foram publicados na revistas "The Lancet".

A vacina é um "mosaico". É uma colcha de retalhos com sequências genéticas encontradas em diferentes cepas do HIV. No caso dos humanos, a equipe liderada pelo pesquisador Dan H. Barouch fez a aplicação de uma dose padrão em 393 pessoas saudáveis - a ideia era testar a segurança, a tolerância e a capacidade de desencadear respostas imunológicas.

"Este estudo demonstra que esse mosaico candidato a vacina induziu respostas imunes robustas e comparáveis em humanos e também macacos", disse Barouch, que também é professor da Faculdade de Medicina de Harvard.

A mesma vacina foi testada em macacos rehsus. Eles foram infectados após o uso da vacina, e apresentaram 67% de proteção contra o HIV. De acordo com os especialistas, esta é a 5ª ideia de vacina que é testada quanto à eficácia em humanos, em 35 anos de história do vírus. Resultados mais conclusivos devem ser apresentados em 2021 ou 2022, avaliam os autores.

Vacina do NIAID
No início de junho, a revista "Nature Medicine" trouxe outra vacina experimental contra HIV desenvolvida pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID), nos Estados Unidos, capaz de neutralizar dezenas de variedades do vírus.

Baseada na estrutura de um local vulnerável no HIV, a vacina induziu a produção de anticorpos em camundongos, porquinhos-da-índia e macacos, que neutralizaram dezenas de variedades de HIV de todo o mundo.

Um estudo preliminar em humanos já está previsto para começar no segundo semestre de 2019.

Além disso, uma outra vacina está sendo testada com 2,6 mil mulheres do sul africano. O teste usa uma combinação de duas vacinas desenvolvidas pela Johnson & Johnson com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês) e a Fundação Bill & Melinda Gates. O estudo tem duração de três anos.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Expocrato tem faturamento estimado em R$ 60 milhões

Foto: Samuel Pinheiro/Blog Cariri
A organização corre contra o tempo para deixar o novo Parque Pedro Felício Cavalcanti pronto para receber a 67ª da Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados (Expocrato), que começa no sábado (14) e vai até o 22 de julho. São esperados mais de 400 mil visitantes de várias regiões do País. A expectativa é receber mais de 120 expositores e 10 mil animais, entre bovinos, equinos, caprinos, aves, peixes e roedores, nos nove dias de evento.

A Expocrato mobiliza uma grande mesa de negociação para criadores, agropecuaristas, fazendeiros, grandes e pequenos produtores do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Alagoas. Hoje, se consolida como principal evento do tipo no Norte-Nordeste brasileiro e um dos maiores do País. Só bovinos, equinos e caprinos serão cerca de 3 mil; e ainda vão ser expostos outros 7 mil animais, entre aves, peixes e roedores. A presença do caririense se mantém forte: metade dos pavilhões destinados a bovinos será ocupada por pecuaristas locais. Uma unidade da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) funcionará no Parque para que todos animais cheguem e saiam saudáveis.

Além disso, criadores e agropecuaristas aproveitam a Expocrato e fazem novas aquisições em equipamentos, rebanho, investem em melhorias genéticas e consolidam redes de contatos.

Faturamento
O grupo gestor estima em R$ 60 milhões o faturamento, neste ano, em diversos setores dentro do evento, segundo informa a assessora jurídica do grupo, Suellen Fortaleza Pinheiro. Em 2015, a Expocrato chegou a atingir R$ 100 mi em negócios.

Para o secretário da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Ceará, Euvaldo Bringel, a Expocrato é referência na área de desenvolvimento econômico agropecuário. "É um ponto de encontro. Ela conseguiu, assim como Barretos (SP), se firmar", destaca. É desse encontro de criadores que Euvaldo ressalta a atuação em outras frentes, como a melhoria genética de animais. "O melhor carneiro do Brasil vem para cá e a melhor raça de bovino também vem. Essa é a oportunidade que o pecuarista comum da região tem de se atualizar sobre criação, cuidados e a importância da melhoria genética e tecnológica", completa.

Cães e cavalos nobres
Neste ano, a Expocrato conta com uma novidade: a Expocão, onde serão apresentados 200 cães de raças nobres, no dia 22 de julho, no Ginásio Poliesportivo da Universidade Regional do Cariri (Urca) com entrada gratuita; e a Exposição Nacional de Cavalos da Raça Campolina, linhagem de equinos marchadores. Dentro desta ação, haverá uma competição para eleger os melhores animais.

Na tarde de ontem, representantes da Ematerce, Fetraece, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrário e do Grupo Gestor visitaram o Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti para conhecer o espaço destinado ao corredor da agricultura familiar. São esperados 140 produtores rurais do Cariri que irão vender produtos orgânicos nos nove dias. "Neste ano, o inverno foi razoavelmente bom, então têm muitos produtos. Estamos organizando e dividindo por município. Nossos agricultores vão trazer produtos de qualidade, sem agrotóxicos, para vender aos nossos visitantes", detalha o secretário municipal Zilcélio Alves.

Este espaço, que ficará na parte central do Parque, era uma preocupação da Pasta, pois, até então, o local da feira estava indefinido. "Neste ano, ainda teremos sérios problemas por falta de estrutura, porque queríamos umas barracas padronizadas. Não deu tempo, mas a gente sabe da pressa para entregar o Parque como um todo", lamenta.

No entanto, Zilcélio espera que este seja o pontapé para o projeto que está sendo elaborado que irá criar uma Feira de Negócios, com artesanato, agricultura familiar, equipamentos agrícolas, que possibilite a ocupação mensal do local. "Esse Parque é um grande presente e posso dizer que é um dos mais modernos do Nordeste. Nós vamos ter que cultivar, ocupando e dando vida, fazendo com que gere emprego e renda para o cratense", ressalta.

Foto: Samuel Pinheiro/Blog Cariri
Reforma
Apesar de ter sido inaugurado no dia 6 de julho, a reforma do Parque Pedro Felício Cavalcanti ainda está em andamento. Orçada em R$ 35 milhões, ampliará a área de circulação e busca desafogar o trânsito na época do evento. Até uma avenida no entorno do equipamento foi criada. A área total de intervenção é de 33.605,40m².

A obra inclui novas edificações, como a Administração, dormitório para os tratadores (144 camas), instalações sanitárias, arquibancada, edifício para entidades, centro de manejo, marquises polivalentes, restaurantes, museu, área para artesanato, engenho, e renovação dos pavilhões existentes e toda a parte viária e de currais. São 4.434,30m² de reformas de construções existentes e um acréscimo de 11.137,50m² em novos edifícios.

O espaço de shows tem capacidade para receber mais de 30 mil pessoas. O palco do Festival Expocrato ainda está sendo montado. A estrutura contará com uma plataforma de 18m de altura por 60m de largura, capaz de suportar até 100 toneladas de equipamentos de som, luz e cenografia e por onde passarão diversas atrações regionais e nacionais. (Colaborou Alana Soares)

Mais informações
67ª Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados (Expocrato)
Local: Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante
Data: 14 a 22 de julho

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Lula diz que será candidato para "recuperar soberania do país"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, afirmou nesta terça-feira (10) que vai ser candidato nas eleições 2018 para "recuperar a soberania do povo brasileiro".

Em nota publicada no site oficial do petista, Lula diz que parte do patrimônio brasileiro está sendo "vendida de forma irresponsável" e que o governo está consolidando o suposto complexo que a elite nacional tem em relação aos Estados Unidos.

"É muito triste que parte do patrimônio público, construído com muito sacrifício pelo povo brasileiro a partir da metade do século XX, esteja sendo vendido de forma irresponsável, a preço de banana, para encobrir a ilegitimidade de um golpista, para abrir mão de qualquer soberania que um País precisa ter e consolidar o complexo de vira-lata que a elite brasileira sempre teve em relação aos EUA", diz a nota.

"Podem ter certeza, vou ser candidato para, entre outras coisas, recuperar a soberania do povo brasileiro", afirma o petista no texto. Apesar das afirmações do ex-presidente, reportagem do "Estado" publicada no domingo mostra que siglas de esquerda tratam o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como pré-candidato do PT ao Planalto.

Fonte: UOL (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook

IFCE abre inscrições para II Cariribot

Já estão abertas as inscrições para o II Cariribot, competição de robótica organizada pelo campus de Crato do IFCE. O evento ocorre no dia 18 de julho, no estande do campus na Expocrato. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 16 de julho www.even3.com.br/cariribot.

Uma nova modalidade foi adicionada à programação do torneio, em homenagem à exposição agropecuária. A pega de bovino, ovino e caprino simulará a atividade. O objetivo é incentivar o uso da robótica na agricultura e na zootecnia de precisão, mostrando que a robótica está inserida e pode ser aplicada nos mais diversos processos de manejo e bem estar animal.

Podem participar equipes com no mínimo dois e no máximo quatro integrantes. Para confirmar a inscrição, as equipes devem publicar no youtube e no facebook, até o dia 15 de julho, um vídeo de no mínimo 30 segundos, apresentando a equipe e os robôs participantes.

Nessa edição, a competição será dividida em dois níveis:
  • Nível I, para alunos do ensino fundamental I e II, que poderão participar das modalidades Robô seguidor de linha nível I, Labirinto e Pega de bovino, ovino e caprino
  • Nível II, para alunos do ensino médio, técnico e superior, que poderão participar das modalidades Robô seguidor de linha nível II e Pega de bovino, ovino e caprino

Curta nossa página no Facebook

Desembargador que mandou soltar Lula pede investigação contra Moro

O desembargador Rogério Favreto, do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), que determinou neste domingo (8) a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), também pediu em sua decisão que a corregedoria do tribunal e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) investiguem se o juiz Sergio Moro praticou "falta funcional" ao se recusar a cumprir a ordem de libertação do ex-presidente. Leia aqui a decisão de Favreto na íntegra.

"Outrossim, extraia-se cópia da manifestação do magistrado da 13ª Vara Federal (Anexo 2 -Evento 15), para encaminhar ao conhecimento da Corregedoria dessa Corte e do Conselho Nacional de Justiça, a fim apurar eventual falta funcional, acompanhada pela petição do Evento 16", escreveu Favreto na decisão. 

Mais cedo neste domingo, Moro se recusou a cumprir a primeira decisão de Favreto para colocar Lula em liberdade e pediu que, antes, fosse ouvido o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do processo de Lula no TRF-4. 

Em resposta, Favreto, em segunda decisão, reiterou a ordem soltura. Porém, a partir do pedido de Moro, Gebran Neto emitiu uma decisão determinando que Lula não fosse libertado. 

Na sequência, Favreto emitiu um terceiro despacho no qual contesta o poder de Gebran Neto para derrubar sua primeira decisão e reafirma que Lula deve ser posto em liberdade. O impasse só foi finalizado à noite, quando o presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson, decidiu pela manutenção da prisão.

Moro é o juiz titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos da Operação Lava Jato. 

Lula está preso desde 7 de abril, após ter sido condenado em 2ª instância pelo TRF-4 em processo ligado à Lava Jato, no qual foi acusado de ter recebido propina da empreiteira OAS por meio da reforma e reserva de um apartamento tríplex em Guarujá (SP). 

A defesa de Lula afirma que ele é inocente e que nunca teve a posse ou usou o apartamento.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Bebendo sem culpa: por que você deve abandonar os canudos de plástico

Depois das sacolas, chegou a vez dos canudos de plástico se tornarem o inimigo número um dos ambientalistas, e países como Reino Unido e gigantes como a rede de fast-food McDonald's já consideram banir seu uso. Por aqui, o Rio de Janeiro é a primeira cidade a abolir o uso desses canudos descartáveis em bares, quiosques e restaurantes.

O projeto, fruto da pressão popular via a ONG Meu Rio, acaba de ser sancionado pelo prefeito Marcelo Crivella e virou lei (ainda sem prazo para entrar em vigor). Enquanto isso, a Câmara Municipal de São Paulo também discute proibir a distribuição dos canudinhos em território paulistano.

Segundo um estudo da revista americana "Science", oito milhões de toneladas de restos plásticos são jogados todos os anos nos mares e oceanos, o equivalente a 250 quilos por segundo. "O plástico representa mais de 90% do lixo encontrado dentro das tartarugas, que são os animais mais afetados por ele. E a gente notou um aumento nessa quantidade com o passar dos anos", conta Rosane Farah, bióloga responsável e gerente da base de reabilitação do Instituto Gremar, de resgate de animais marinhos.

De acordo com o Instituto Akatu, quase 700 espécies, incluindo as ameaçadas, têm sido impactadas pelo material. E defensores do meio ambiente no mundo todo não se cansam de divulgar imagens chocantes do nocivo impacto dos canudos sobre a fauna marinha. Em um vídeo postado nas redes sociais, por exemplo, dois biólogos levam vários minutos para retirar canudos do nariz de uma tartaruga-marinha na Costa Rica.

E parece que a pressão tem feito efeito e levado o assunto para as redes sociais. No tuíte abaixo, a autora conta o seguinte: "Meu garçom perguntou 'Agora, nós queremos canudos ou queremos salvar as tartarugas?' e honestamente nós todos merecemos essa paranóia da culpa ambiental".

A gente precisa deles?
"Os canudos são servidos automaticamente com os copos nos bares. E eles são muito pequenos para serem reciclados. Eles passam por todos os filtros", explica Yasmine El-Kotni, cofundadora da ONG francesa Bas les Pailles (Abaixo os Canudos), que lançou um abaixo-assinado online para pedir sua proibição na França.

Segundo a ONU, 80% de todo o lixo presente nos oceanos é feito de plástico. Mais de 8 milhões de toneladas desse material são despejados nos mares todos os anos, traduzidos em US$ 8 bilhões em danos aos ecossistemas marinhos. Isso porque são consumidos por animais de todos os tamanhos, desde os microscópicos até as baleias.

A Comlurb, Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio, percebeu essa dominação crescente do lixo plástico na cidade. Se antes ele era pouco usado até os anos 1980, hoje ele superou o papel e o vidro no lixo das casas cariocas. 

Agente invisível: o microplástico
"A gente vê quando tem sofá boiando, uma sacola ou um saco de salgadinho e acha um absurdo. Mas o maior problema a gente não está vendo", alerta Gabriel Monteiro, biólogo e mestre em oceanografia pelo Instituto Oceanográfico da USP. Monteiro explica como o plástico se quebra com a luz solar e o impacto das águas e se fragmenta em pequenas partículas, ingeridas acidentalmente pela fauna marina. Isso inclui pequenos filtradores como o zooplâncton, por exemplo, na base da cadeia alimentar.

Além disso, o microplástico é capaz de absorver pesticidas e herbicidas que chegam ao mar. Esse veneno, assim como o óleo, não se mistura com a água, mas quando encontra um plástico, gruda nele. "É como um tupperware com a gordura do molho de tomate: é difícil de lavar. O microplástico acumula agrotóxico e leva isso para dentro dos organismos marinhos. A gente come agrotóxico na salada e em tudo que vem do mar. A tartaruga engasgada com saco plástico é só a ponta do iceberg", explica o biólogo.

Alternativas
A rede McDonald's testa desde meados de junho duas alternativas aos canudos de plástico: canudos biodegradáveis, ou copos com fecho integrado. Já a rede de hotéis Hilton anunciou o fim de cinco milhões de canudos e 20 milhões de garrafas de plástico servidas a cada ano em suas 650 unidades.

Alternativas existem e já estão sendo usadas: inox, canudos de macarrão cru, de bambu, ou comestíveis de diferentes sabores - não faltam ideias de substitutos. No Frank Bar, em São Paulo, desde setembro de 2017, os drinques e bebidas chegam aos clientes sem canudo algum. Se alguém pedir, aí sim é dado um de papel. "Se cada um fizer sua parte, certamente ajudaremos o meio ambiente e também a conscientizar quem estiver próximo ou atrelado ao nosso negócio, incluindo clientes", diz Spencer Amereno, head bartender do local.

"Fiquei muito chocada quando vi, há quatro anos, uma foto de um golfinho morto engasgado com canudinhos de plástico", diz Zazá Piereck, do carioca Zazá Bistrô, onde só dois drinques vêm com canudo de vidro. Todos os outros da carta o dispensam desde 2014. Ela também adotou outras posturas conscientes no estabelecimento, como não vender água em garrafas plásticas e fazer a logística reversa das de vidro -- devolvê-las ao fabricante para a reutilização.

Há mais de um ano, o Empório Jardim, também no Rio, acabou com os canudinhos plásticos e investiu nos de papel. Ainda assim, os copos saem da cozinha sem eles para não incentivar o consumo e evitar a "mecanização" do uso. Com essa atitude, o estabelecimento notou uma diminuição na demanda por parte dos clientes e até do lixo produzido no restaurante.

"Além de charmosos, os canudos biodegradáveis são sustentáveis. Queremos conscientizar a população sobre a necessidade de reduzir o consumo de canudos plásticos, que aparentemente são inofensivos, mas viram uma praga ambiental", explica Marcus Vinicius Barreto, dono do Pesqueiro, especializado em culinária caiçara e mediterrânea no Rio, que trocou os canudos de plástico pelos biodegradáveis no verão deste ano. 

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Estudantes fazem guia do patrimônio histórico do Cariri

Com o objetivo de inventariar os imóveis históricos do Cariri, quatro estudantes - dois de História e dois de Arquitetura e Urbanismo - fizeram um projeto para criar um guia deste patrimônio para a população em geral, mas sobretudo, arquitetos e historiadores. A ideia é reunir um acervo fotográfico junto com uma descrição destes bens dos municípios da Região e também de Icó, no Centro-Sul, e Exu, em Pernambuco. O material será impresso e disponibilizado como E-Book.

Os quatro formaram um Conselho Editorial que escolhe o imóvel que irá compor o guia. Ele será dissecado na parte arquitetônica, nos elementos construtivos e de fachada. Também terá descrição contemplando a metodologia da História Pública, buscando uma linguagem acessível, sem perder o rigor da pesquisa. "Em uma viagem à Bahia, em 2017, utilizei um guia do Instituto do Patrimônio de lá para visitar as cidades históricas, como Lençóis, Jacobina e Paratinga, e vi uma enorme necessidade de algo assim no Cariri", explica Roberto Júnior, estudante de História da Universidade Regional do Cariri (Urca).

Os apêndices serão compostos por conceitos que nortearam os construtores do passado, estilos arquitetônicos, entre outros. "Se um imóvel é classificado como bangalô, no fim do texto, o leitor vai encontrar uma discussão sobre o que é um bangalô, o porquê de uma construção ser assim caracterizada", explica.

Em Juazeiro do Norte e Barbalha já existe um número significativo de imóveis inventariados, fotografados e com processo de análise arquitetônica concluído. O guia terá uma sessão específica com o patrimônio rural.

"Os nossos critérios de escolha são seu contexto histórico, social e arquitetônico. Com isso, norteamos nossa pesquisa", informa a estudante Rayra Félix, que cursa Arquitetura e Urbanismo na Faculdade de Juazeiro do Norte (FJN). Ela explica que, quando a edificação não está dentro de um destes três critérios, a equipe vai atrás da parte que não foi tão evidenciada. Há muitos imóveis históricos na região que pertencem às famílias fundadoras que ainda moram no imóvel. "Nós já temos em mente as edificações a serem listadas. As que já listamos são casas ou casarões", completa.

Preservação
Apenas Barbalha tem uma legislação que oferece tombamento municipal, identificando e oferecendo apoio aos proprietários. Mesmo assim, é pequeno: apenas a isenção no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). No entanto, há alguns imóveis protegidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

"Aqui em Juazeiro, parte das construções históricas está sendo derrubada para dar lugar a estacionamentos ou abandonada", lamenta Rayra. "Nosso projeto vem para destacar, chamar a atenção e tornar mais acessível a importância desses imóveis para a região", completa.

Para Roberto Júnior, o guia é de extrema importância, tanto para o turismo quanto para a própria identidade histórica regional. "Alimenta o turismo histórico, pois, com um material de apoio denso, novos pesquisadores podem se interessar pela Arquitetura da região", justifica. O estudante também ressalta que o trabalho poderá incluir imóveis fora dos holofotes, "mas que têm muito a nos dizer arquitetonicamente". Além disso, acredita que poderá ter maior engajamento da população na preservação, já que pode despertar o sentimento de pertencimento.

Um destes imóveis é o Casarão dos Esmeraldo, no Sítio Bebida Nova, em Crato, construído entre as décadas de 1870 e 1880, por Antonio Esmeraldo da Silva. O complexo era formado também por um engenho, que chegou a ser um dos mais ativos da região, mas já foi demolido. Restou um velho motor a diesel que acionava as moendas.

Por enquanto, os custos estão sendo cobertos com recursos dos próprios estudantes. No entanto, os quatro estão concluindo a parte burocrática do projeto para captar recursos junto a instituições públicas e privadas e publicar o guia. Até agora, apenas o Instituto Cultural do Cariri (ICC) está apoiando a iniciativa.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Escorpiões passam a matar mais que cobras no Brasil

O tratorista Valdomiro Vieira dos Santos Neto, 34 anos, sempre esteve atento às cobras. Trabalhador de uma usina de cana-de-açúcar na região de Miguelópolis (SP), ele sabe da ameaça venenosa que representa uma cascavel, por exemplo. Mas não imaginava que um bicho peçonhento muito menor teria o poder de devastar sua família. Há um mês, a picada de um escorpião causou a morte de Felipe, seu filho de 3 anos. O menino foi atacado na mão enquanto brincava com um caminhãozinho dentro de casa.

"A gente tem que evitar entrar em contato com um animal desses", disse Valdomiro, bastante abalado. "Mas eu não tinha essa instrução."

Responsável por 184 mortes no Brasil em 2017, o escorpião ultrapassou as serpentes no topo do ranking de animais peçonhentos que mais matam no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde. No mesmo ano, foram registrados 105 casos de morte por veneno de cobra.

De 2013 para cá, aumentou em 163% o número de óbitos causados por esse artrópode; naquele ano, eram apenas 70. A proporção no aumento das mortes é muito maior do que a dos casos notificados de escorpionismo, ou seja, situações em que o escorpião injeta veneno em uma pessoa através do ferrão, sem necessariamente levá-la à morte. Eles somaram 125.156 no ano passado, diante de 78.363 em 2013, um aumento de quase 60%.

Os estados de São Paulo e Minas Gerais exibem a situação mais alarmante nas tabelas do Ministério da Saúde. Ambos registraram, respectivamente, 26 e 22 mortes por picada de escorpião em 2017.

'O caminhãozinho picou minha mão'
A mulher de Valdomiro, a dona de casa Camila de Oliveira Diniz, 28 anos, conta que, no dia em que seu caçula foi picado, o marido havia arrastado um armário para consertar uma das portas do móvel. Ela supõe que o escorpião, bicho que gosta de lugares escuros e úmidos, estivesse entocado ali atrás.

Assim que o menino reclamou que "o caminhãozinho tinha picado a mão", Valdomiro viu um escorpião amarelo de costas escuras subindo pela parede, perto do brinquedo. Matou o animal com um chinelo e o colocou num papel. Correu com o filho e o bicho para o pronto-socorro do município, a cerca de cinco minutos de carro da sua casa.

O pronto-socorro de Miguelópolis não tinha soro antiescorpiônico quando Felipe e seus pais chegaram ali, no dia 5 de junho, por volta das 15h. Eles foram então encaminhados em ambulância para Ituverava, a 35 quilômetros de distância, onde o menino foi medicado.

"Depois de tomar o soro, ele parecia bem, conversou, perguntou dos cachorros, a gente tinha certeza de que ia trazer ele pra casa", diz a mãe. Ela recorda que à noite, no entanto, ainda no hospital, o filho vomitou, começou a piorar. Ela logo percebeu que o estado de saúde dele se agravara por causa da movimentação da equipe médica. Felipe chegou a receber massagem cardíaca, mas seu corpo deixou de reagir à 1h da manhã. "Deus recolheu o Felipe", disse Camila.

O casal tem outros dois filhos, de 13 e 10 anos, e não se conforma com o fato de a cidade em que mora não dispor do antídoto. "Se o soro estivesse mais perto e mais à mão...", afirma a mãe. Lembrando que um rapaz, conhecido de Valdomiro, tinha tomado recentemente uma picada de escorpião na cabeça, completou: "Está cheio deles por aqui. Se eu posso dizer algo para os pais é que façam uma busca efetiva pela casa, dia sim, dia não, atrás dessa criatura."

Em entrevista à emissora EPTV no dia 6 de junho, a coordenadora de saúde do município de Miguelópolis, Adib Abrahão, reconheceu que há 15 anos a cidade não tem soro antiescorpiônico disponível para seus cidadãos, mas que estaria "vendo todo o protocolo" para adquirir o medicamento. A prefeitura não respondeu à BBC News Brasil para informar se providenciou o soro.

A população de Miguelópolis tem por prática colocar os escorpiões que mata em garrafas PET ou vidros com álcool. Suas coleções pessoais são arregimentadas no banheiro, na cozinha, na área de serviço, nas dobras de lençóis e mosquiteiros, no meio do lixo ou do material de construção estocado perto ou dentro de casa. A maioria dos casos é de picadas nos pés e nas mãos, seguidas de dor intensa no local, que costuma irradiar para os membros. Por vezes, aparecem vermelhidão, inchaço e/ou febre, sintomas ainda considerados leves.

Em casos mais graves, porém, o quadro pode evoluir para náuseas, vômitos, dor abdominal, sudorese excessiva, taquicardia, salivação fora do normal, agitação ou prostração, perda do controle cognitivo, insuficiência cardíaca, edema pulmonar e choque. "O veneno do escorpião tem uma ação neurotóxica, afetando o sistema nervoso central", diz a bióloga Gabriela Cavalcanti, que trabalhou com escorpiões durante toda a sua graduação na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A recomendação, em caso de ferroada, é procurar o serviço de saúde mais próximo. Limpar o local da picada com água e sabão pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida da pessoa ao posto de atendimento. Não se deve fazer torniquete, aplicar qualquer substância no ponto da picada nem fechá-lo com curativo, para não favorecer infecções.

Pernambuco, onde mora Cavalcanti, é o terceiro estado com maior número de mortes por picada de escorpião. No ano passado foram 9 delas, segundo relatório epidemiológico do Ministério da Saúde.

Onde tem barata, tem escorpião
Em janeiro de 2018, um menino, também de 3 anos, teria sido vítima do animal peçonhento enquanto assistia à televisão sentado no sofá de casa, em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife. A mãe não entendeu, de imediato, o porquê do choro da criança. Só quando um dos dedinhos do garoto passou a ficar roxo ela o levou para o hospital. Moradores do bairro em que mora a família do garoto, Cajueiro Seco, afirmaram ser comum flagrar o bicho nas residências, onde também se multiplicam baratas, para as quais pouco se dá bola.

"Mas onde prolifera barata, tem escorpião", afirma a infectologista Fan Hui Wen, gestora responsável pelo Laboratório de Artrópodes e pelo Núcleo Estratégico de Venenos e Antivenenos do Instituto Butantan, em São Paulo. Baratas são um dos alimentos preferidos dos escorpiões.

Com especialização em saúde pública, a médica cansou de ver casos em que houve demora no diagnóstico por problemas de comunicação com crianças pequenas – que ainda não conseguem verbalizar o que teria causado o incômodo que sentem. Só quando começam a vomitar, por exemplo, é que os pais procuram o pronto atendimento.

A velocidade de ação do veneno varia de pessoa para pessoa, mas a vítima pode morrer duas horas depois de picada. "Um dos motivos pelos quais o óbito por animal peçonhento choca muito é por ser abrupto", diz Wen. "A pessoa está bem, brincando ou trabalhando, e de uma hora para outra entra num quadro agudo."

Crianças abaixo de 7 anos e idosos com saúde debilitada são os que exigem mais atenção, por apresentarem maior risco de alterações sistêmicas. Trabalhadores da construção civil, de madeireiras e de distribuidoras de hortifrutigranjeiros também estão mais vulneráveis ao ataque porque manuseiam objetos e alimentos nos quais o escorpião pode se alojar.

Compra de doses
O Ministério da Saúde informa que foram firmados contratos com os Institutos Butantan e Vital Brazil para o fornecimento de 62 mil frascos do soro antiescorpiônico para todo o país neste ano. O Butantan, em São Paulo, responderia por 44 mil frascos (70,97% do total) e o Vital Brazil, com sede em Niterói, pelos 18 mil restantes. Segundo a pasta, o ministério passa os frascos para os governos, que os repassam aos municípios.

A médica Wen destaca, ainda, que o Butantan recebeu a encomenda ministerial de 35 mil frascos de soro antiaracnídico, um combinado que neutraliza picadas de escorpião e de duas aranhas venenosas, a marrom (Loxosceles) e a armadeira (Phoneutria). Uma pessoa picada por escorpião pode tanto receber o antiescorpiônico quanto o antiaracnídico, mas o inverso não funciona. "Nesse caso, a prioridade do antiaracnídico é para as picadas de aranhas", atesta. Em 2017, segundo dados do Ministério da Saúde, foram notificados 32.859 casos de acidentes com aranhas, culminando em 30 mortes.

Wen insiste que nem todos os casos de escorpionismo evoluirão para um quadro sistêmico. Cerca de 15% precisarão do soro, justamente por apresentarem os sintomas mais graves. Quando isso se manifesta, recomenda-se usar três frascos por paciente.

"Tem de ser de uma vez só. Não adianta neutralizar metade e, daqui a três horas, aplicar o soro novamente, porque o restante do veneno que ficou circulando no corpo vai continuar agindo." Por ser uma medicação intravenosa, é necessário que seja ministrado em ambiente hospitalar, cuja equipe precisa avaliar se, além do soro, é recomendável um cuidado adicional.

O soro é produzido a partir do veneno do próprio escorpião. No Butantan, a fonte são cerca de 15 mil desses aracnídeos, todos alimentados em cativeiro. A imensa maioria, 99% deles, pertence à espécie Tityus serrulatus, a mais comum no Sudeste, exatamente a que teria atacado Felipe. Mas o soro funcionaria também para o Tityus stigmurus, que predomina no Nordeste do país. Ambos têm uma carapaça amarelada.

Proliferação urbana
Gabriela Cavalcanti explica que um dos motivos da multiplicação acelerada do serrulatus e do stigmurus é que eles podem se reproduzir tanto pela forma sexuada quanto por partenogênese, isto é, quando a fêmea não necessita do macho para originar filhotes. A segunda maneira, segundo a bióloga, é a preferencial dos animais nos centros urbanos pela eficácia no ambiente.

"A prole nasce idêntica à mãe, são portanto todas fêmeas, e com a mesma capacidade de se reproduzirem sozinhas", diz a bióloga. Um exemplar dessas espécies vive, em média, quatro anos. Cada fêmea pode gestar três a quatro vezes ao ano, e cada prole de serrulatus chega até a 20 filhotes. A taxa de natalidade do stigmurus é mais baixa: de 8 a 14 filhotes.

Para os especialistas, o motivo principal da disseminação desses animais no país é a ocupação irregular e desordenada das cidades, agregada a um saneamento básico precário e as toneladas de lixo que se alastram pelo meio urbano.

A preservação de inimigos naturais dos escorpiões, como corujas, lagartos, sapos e galinhas, está no rol das prevenções efetivas apontadas pelos especialistas. Já os inseticidas, por outro lado, são condenados. Borrifá-los pela casa não só pode afetar cachorros e gatos, como desalojar os escorpiões de seus esconderijos e aumentar o número de acidentes.

Fonte: BBC Brasil

Curta nossa página no Facebook

Justiça defere ação do MPCE em prol de crianças e adolescentes autistas de Aurora

Vista aérea da cidade de Aurora (CE)
O juiz de Direito da Comarca de Aurora, João Pimentel Brito, determinou, no dia 4, que o prefeito daquele município, João Antônio de Macedo Júnior, disponibilize psicólogo, psicopedagogo, terapeuta ocupacional, fonoterapeuta e neuropsicólogo com vistas a acompanhar o desenvolvimento da criança César Gustavo Bernardo de Lira e outras em situações semelhantes identificadas pela Secretaria de Saúde, no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00.

A decisão, em caráter liminar, atende a uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do promotor de Justiça Luiz Alexandre Cyrilo Pinheiro Machado Cogan. A ação requereu a destinação de uma equipe multidisciplinar, promovida pelo município de Aurora, para acompanhar crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), bem como os medicamentos e nutrição necessários ao controle da patologia. O município deve, ainda, organizar e estruturar a atenção básica a tornar apta ao atendimento multidisciplinar.

Na ação, o promotor de Justiça solicita que seja concluído, no edital de concurso público municipal, os profissionais mencionados, com vagas e salário de mercado, tudo sob pena de multa diária. O inquérito civil público que originou a ação apurou ausência de fonoterapeuta, psicoterapeuta, psicopedagogo e terapeuta ocupacional naquele município, o que tem prejudicado o desenvolvimento educacional de crianças com deficiência.

Luiz Cogan buscou resolver a questão de forma extrajudicial, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Contudo o município acionado não o fez, afirmando que restou frustrada a contratação dos profissionais, como também disse que havia outras crianças e adolescentes em situação semelhante. O promotor de Justiça acrescentou que não foram disponibilizadas vagas para o cargo de psicopedagogo, bem como foi ofertada uma vaga para o cargo de terapeuta ocupacional. Todavia, não houve aprovados, tudo no processo seletivo realizado pelo Poder Público.

Assessoria de Imprensa/MPCE

Curta nossa página no Facebook

10 de julho

1940 - Philippe Pétain é eleito chefe de Estado da recém criada França de Vichy.
1974 - O poema "Hino dos Bandeirantes" é instituído como letra oficial do Hino do estado de São Paulo.
1991 - Boris Yeltsin (foto) é eleito presidente da Rússia, o primeiro após o regime comunista.

Nasceram neste dia…
1509 - João Calvino, teólogo francês (m. 1564).
1830 - Camille Pissaro, pintor impressionista francês (m. 1903).
1895 - Carl Orff, compositor alemão (m. 1982).

Morreram neste dia…
  138 - Adriano, imperador romano (n. 76)
2004 - Maria de Lourdes Pintasilgo, política portuguesa (n. 1930).
2006 - Randal Juliano, jornalista, radialista e apresentador de televisão brasileiro (n. 1925).

Fonte: Wikipédia

Desembargador de plantão do TRF-4 volta a ordenar cumprimento imediato da soltura de Lula

O desembargador Rogério Favreto voltou a determinar a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dentro de uma hora, em terceiro despacho publicado neste domingo. Ele afirmou que sua decisão não desafia decisões anteriores do colegiado do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ou qualquer outra instância superior, "muito menos decisão do magistrado da 13ª Vara Federal de Curitiba", que não tem competência jurisdicional no recurso em julgamento.

Favreto havia concedido liberdade a Lula na manhã deste domingo e sua decisão foi revogada pelo desembargador João Gebran Neto, relator dos processos da Lava-Jato na 8ª Turma do TRF-4. O prazo de uma hora para soltar Lula vence às 17h12.

O desembargador disse que não cabe qualquer correção à sua decisão, "dentro da normalidade da atuação judicial e respeitado o esgotamento da jurisdição especial de plantão".

Ressaltou ainda que não há qualquer subordinação dele a outro colega do TRF4, apenas às instâncias superiores, "respeitada a convivência harmoniosa das divergências de compreeensão e fundamentação das decisões". E afirmou que não estamos "em regime político e nem judicial de exceção".

Favreto reiteirou a decisão e afirmou que apenas "esgotadas as responsabilidades de plantão" o recurso será encaminhado automaticamente ao relator da 8ª Turma dessa Corte, João Gebran Neto.

O desembargador disse que não foi induzido a erro e que "deliberou sobre fatos novos relativos à execução da pena", e que entende haver violação ao direito constitucional de liberdade de expressão.

Desembargador Rogério Favreto  (Foto: Divulgação/TRF-4)
"Por fim, reitero o conteúdo das decisões anteriores determinando o imediato cumprimento da medida de soltura no prazo máximo de uma hora, face já estar em posse da autoridade policial desdes as 10h, bem como em contado com o delegado plantonista foi esclarecida a competência e vigência da decisão em curso. Assim, eventuais descumprimentos importarão em desobediência de ordem judicial, nos termos legais".

Favreto voltou a dizer que o Habeas Corpus trata sobre fato novo, ainda não julgado, e que, qualquer cidadão sem assistência de advogado, pode impetrar o recurso. Explicou ainda que o plantão é suficiente para decidir porque trata-se de réu preso e que isso consta em normas internas do TRF e CNJ.

"Ademais, a decisão pretendida de revogação - a qual não se submete, no atual estágio, à reapreciação do colega - foi devidamente fundamentada quanto ao seu cabimento em sede plantonista", escreveu.

Favreto também encaminhou para o Conselho Nacional de Justiça e para a Corregedoria do TRF-4 a manifestação do juiz Sergio Moro, para apurar "eventual falta funcional".

Pedido feito por deputados
O pedido de liberdade foi feito por três deputados federais do PT e protocolado trinta minutos após o início do plantão do desembargador Rogério Favreto no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Na decisão de libertar Lula, Favreto argumentou que, mesmo que o Supremo Tribunal Federal tenha permitido a execução da pena após condenação em segunda instância, ela dependeria ainda de uma fundamentação que indique a necessidade da prisão. Além disso, cita a pré-candidatura de Lula à Presidência como fato novo que justificaria a sua liberdade.

Mesmo de férias, o juiz Sergio Moro, da 7ª Vara Federal de Curitiba, questionou a competência de Favreto em julgar o caso e decidiu aguardar a decisão de Gebran Neto.

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

Não adiantou espernear Moro! Desembargador reitera o IMEDIATO cumprimento da soltura do ex-presidente Lula

O desembargador Rodrigo Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), emitiu novo despacho, neste domingo, 8, em que manda soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão inicial não foi acatada pelo juiz federal Sérgio Moro, que encaminhou o caso ao relator no TRF-4, João Pedro Gebran Neto.

Em nova decisão, Favreto afirma que Lula entrou com uma nova petição em que alega ‘entraves e retardo no cumprimento da decisão exarada no presente Habeas Corpus, bem como pela ausência de Delegado da Polícia Federal na sua sede’.

“Considerando os termos da decisão proferida em regime de plantão e que envolve o direito de liberdade do Paciente, bem como já foi determinado o cumprimento em regime de URGÊNCIA por “qualquer autoridade policial presente na sede da carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba”, reitero a ordem exarada e determino o IMEDIATO cumprimento da decisão, nos termos da mesma e competente Alvará de Soltura expedido (Evento 6), ambos de posse e conhecimento da autoridade policial, desde o início da manhã do presente dia”, escreve.

O desembargador registra ainda ‘que sem adentrar na funcionalidade interna da Polícia Federal, o cumprimento do Alvará de Soltura não requer maiores dificuldades e deve ser efetivado por qualquer agente federal que estiver na atividade plantonista, não havendo necessidade da presença de Delegado local’.

“Pelo exposto, determino o IMEDIATO cumprimento da medida judicial de soltura do Paciente, sob pena de responsabilização por descumprimento de ordem judicial, nos termos da legislação incidente”, escreveu.

“Comunique-se os Impetrantes, remetendo a presente decisão à Polícia Federal para imediato atendimento da ordem judicial”, concluiu.

Fonte: Estadão Conteúdo

Curta nossa página no Facebook

Lula livre: Desembargador do TRF-4 manda soltar ex-presidente com URGÊNCIA

Em decisão divulgada neste domingo (8), o desembargador federal Rogério Favreto do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, decidiu conceder liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde 7 de abril deste ano em Curitiba. Lula foi condenado no processo do triplex, no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O despacho determina a suspensão da execução provisória da pena e a liberdade de Lula.

"Cumpra-se em regime de URGÊNCIA nesta data mediante apresentação do Alvará de Soltura ou desta ordem a qualquer autoridade policial presente na sede da carceragem da Superintendência da Policia Federal em Curitiba, onde se encontra recluso o paciente", diz trecho da decisão.

O G1 tenta contato com a assessoria do ex-presidente.

Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele é o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

A defesa de Lula entrou com habeas corpus, com pedido liminar, contra as decisões do juiz Sérgio Moro. O petista estava em uma sala especial de 15 metros quadrados, no 4º andar do prédio da PF, com cama, mesa e um banheiro de uso pessoal. O espaço reservado é um direito previsto em lei.

O desembargador sustenta que, já que o cumprimento ocorrerá em um domingo, que não é dia útil, se dispensa o exame de corpo de delito, se for de interesse de Lula.

Lula condenado
O ex-presidente é acusado de receber o triplex no litoral de SP como propina dissimulada da construtora OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.

Saiba mais sobre a condenação
Lula foi condenado por Moro na primeira instância, e a condenação foi confirmada na segunda instância pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

A defesa tentou evitar a prisão de Lula com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), mas o pedido foi negado pelos ministros, por 6 votos a 5, em votação encerrada na madrugada de quinta.

Na tarde de quinta, o TRF-4 enviou um ofício a Moro autorizando a prisão, e o juiz expediu o mandado em poucos minutos.

Os advogados de Lula, porém, questinaram a ordem de prisão porque ainda poderiam apresentar ao TRF-4 os chamados "embargos dos embargos de declaração".

Depois, a defesa ainda tentou evitar a prisão com recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no STF, que também foram rejeitados.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

ShareThis