Camilo anuncia renovação de decreto sem avanços

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou na noite desta sexta-feira (18), por meio de transmissão ao vivo nas redes sociais, a renovação do decreto estadual com medidas de combate à Covid-19. E também divulgou que, entre as deliberações do comitê estadual, está a criação de um pacto junto ao setor produtivo, a ser coordenado pela Assembleia Legislativa, visando evitar retrocessos no controle da pandemia no Ceará. Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto).

Camilo resumiu que o cenário geral não teve piora, mas continua a preocupação com a região do Cariri. “Embora o número de casos e óbitos siga em queda na maioria do Estado, pelo princípio da prudência o comitê decidiu manter o atual decreto sem alterações. Vários estados têm apresentado alta no número de casos, o que é preocupante e requer cautela por parte de todos”, disse.

O governador cearense informou que o comitê definiu também que a Assembleia Legislativa coordenará um pacto envolvendo os diversos setores da economia para discutir um engajamento ainda maior a fim de evitar nova alta de casos de Covid-19. “O objetivo é que todos estejamos cada vez mais unidos, de forma com que esse processo de retomada da nossa economia, tão importante para o crescimento do Ceará e para a preservação dos empregos dos cearenses, continue tendo êxito. Fiscalizações são importantes, mas não pode ter um decreto só no papel, precisamos que cada cidadão colabore”, ressaltou.

Panorama da pandemia
Justificando a renovação do decreto, Dr. Cabeto faz um panorama dos números da pandemia no Ceará, avaliando comparativos entre a primeira e a segunda onda, assim como o acompanhamento das semanas epidemiológicas no Estado.

“Conseguimos perceber uma queda percentual nas taxas de exames positivos em Fortaleza, que hoje é de 17%, mas já chegou a quase 60%. Mas quando analisamos o Cariri, temos tendência de redução, mas com números ainda muito elevados, da ordem de 56% de positividades dos exames. Olhando para todas as regiões do Estado e analisando a razão de transmissão, que sinaliza a estabilidade, todas têm o índice menor que 1, com 0,89 no Cariri. Tivermos uma segunda onda muito mais forte que a primeira, mas felizmente com uma letalidade menor, o que mostra melhoria no sistema de saúde, melhor preparação dos profissionais de saúde. Além disso, já começamos a ver o retorno positivo das vacinas na população”, apontou o titular da pasta de Saúde. O secretário apontou que 34% da população adulta do Ceará já está vacinada com a primeira dose, enquanto cerca de 15% já completou o esquema vacinal com a segunda dose.

Proteja quem você ama
Terminando a transmissão, o governador agradeceu aos esforços contínuos dos profissionais de saúde, tanto da linha de frente quanto das equipes de vacinação. E fez um apelo aos cearenses. “Vimos muitas cenas de aglomerações no último fim de semana, que causaram grande preocupação e são um dos motivos para que o decreto permaneça sem alterações. Por isso, reforço que não podemos relaxar nos cuidados, e continuar respeitando as regras sanitárias. Estamos tão perto de sair dessa pandemia, então vamos proteger quem nós amamos, nossa família, amigos, evitar aglomerações e sempre usar a máscara”, finalizou Camilo Santana.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Isenções concedidas pela Cagece beneficiam cerca de 600 mil imóveis por mês no Ceará

Nos meses de março, abril e maio de 2021, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) concedeu R$56 milhões em isenções tarifárias. Em cada um dos meses, cerca de 600 mil imóveis residenciais e comerciais no Ceará foram beneficiados. As isenções fazem parte de um pacote de medidas para auxiliar a população durante o segundo ano de pandemia.

As isenções residenciais foram concedidas nos meses de abril e maio para imóveis do tipo básico com consumo mensal de até 10m³ de água e somaram cerca de R$52 milhões. O benefício foi concedido principalmente para o consumo de água e esgoto, somando o total de R$29,4 milhões. Já em relação à tarifa de contingência, a isenção foi de R$18,1 milhões.

Já em relação aos imóveis comerciais, a medida foi concedida ao setor de bares, restaurantes e alimentação fora do lar. Nos meses de março, abril e maio, o benefício aos comerciantes somou o montante de R$4,4 milhões. Desses valores, R$2,8 milhões foram referentes à quitação de dívidas ou devolução de valores, R$1,1 milhão foi relacionado ao consumo de água e esgoto, R$122 mil de tarifa de contingência, e o restante referente a serviços.

De acordo com o superintendente comercial da companhia, Agostinho Moreira, a concessão dos benefícios foi importante para auxiliar as famílias e os comércios mais afetados pela pandemia. “Muitos comerciantes tiveram suas atividades comprometidas e essa ajuda foi fundamental para contribuir para a superação da crise”.

Saiba mais
A iniciativa faz parte do pacote de medidas do Governo do Ceará, aplicadas pela Cagece, para auxiliar a população durante o segundo ano de pandemia. Somente em 2020, quando foram estabelecidas as primeiras isenções, mais de 1,8 milhão de faturas foram isentas do pagamento das tarifas de água e esgoto para imóveis tipo básico e mais 1 milhão isentas da tarifa de contingência.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Juazeiro do Norte divulga edital de convocação de concurso; confira os aprovados

A Prefeitura de Juazeiro do Norte divulgou, nesta sexta-feira (18), o edital de convocação do concurso público destinado ao provimento de cargos efetivos do quadro de pessoal permanente e formação de cadastro reserva.

O nome dos aprovados pode ser encontrado no site da Prefeitura de Juazeiro do Norte.

Com quase 68 mil inscritos, disputando 1.815 vagas para admissão imediata e mais 5.489 para cadastro de reserva, totalizando 7.304 vagas, o concurso de Juazeiro do Norte é o maior da história no interior do estado.

Os cargos são para níveis fundamental, médio e superior. Os salários dos aprovados variam de R$ 998 a R$ 7 mil.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Covid-19: Vacina AstraZeneca tem 92% de efetividade contra hospitalização pela variante Delta

Um estudo da Public Heatlh England (PHE) mostrou que a aplicação de duas doses da vacina AstraZeneca apresenta 92% de efetividade contra a hospitalização pela variante Delta (B.1.617.2) do Sars-CoV-2. A variante, antes conhecida como indiana, tem se espalhado rapidamente pelo Reino Unido e já teve casos confirmados no Brasil. A vacina também demonstrou uma alta efetividade contra a variante Alpha (B.1.1.7), identificada pela primeira vez no Reino Unido, com redução de 86% nas internações. 

O estudo da agência de saúde do governo britânico, publicado em versão pré-print no dia 14 de junho, envolveu a vacina da AstraZeneca, que no Brasil é produzida pela Fiocruz, e o imunizante da Pfizer. A pesquisa analisou 14.019 casos da variante Delta que chegaram às emergências dos hospitais ingleses entre 12 de abril e 4 de junho deste ano. Destes, 122 foram hospitalizados. Foi comparado o risco de internação entre os não vacinados e os vacinados com primeira e segunda doses. Outros 13.192 casos envolvendo a variante Alpha foram identificados, com 166 internações.

A efetividade média em relação à taxa de hospitalização para vacinados com a variante Delta foi similar à da variante Alpha, levando em conta os dois imunizantes: Alpha com 78% (uma dose) e 92% (duas doses); Delta com 75% e 94% (respectivamente).  

No caso da Pfizer, a vacina apresentou média de 94% de efetividade após a primeira dose e 96% após a segunda contra a internação pela variante Delta. Na AstraZeneca foram registrados 71% de efetividade após a primeira dose e 92% após a segunda. “Estas descobertas indicam níveis de proteção muito altos contra as hospitalizações pela variante Delta com uma ou duas doses de qualquer uma das duas vacinas”, diz o estudo. 

Vacina 
Fruto da parceria com a AstraZeneca, a vacina Covid-19 foi desenvolvida pela Universidade de Oxford através da plataforma tecnológica de vírus não replicante (a partir do adenovírus de chimpanzé, obtém-se um adenovírus geneticamente modificado, inofensivo ao ser humano, por meio da inserção do gene que codifica a proteína S do vírus Sars-CoV-2). 

A vacina recebeu autorização condicional de comercialização ou uso de emergência em mais de 80 países em seis continentes. Mais de 500 milhões de doses foram fornecidas a 165 países em todo o mundo, incluindo mais de 100 países através do Covax Facility. 

A variante Delta tem contribuído para a atual onda de infecção na Índia. Recentemente, ela substituiu a Alpha como cepa dominante na Escócia e é responsável por um significativo aumento de casos no Reino Unido. O Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização (Sage) da Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou a aplicação da AstraZeneca mesmo em países onde haja a circulação de variantes. 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Juazeiro do Norte flexibiliza decreto e encerra lockdown a partir deste sábado (19)

O município de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, sairá do lockdown a partir deste sábado (19) e a venda de bebidas alcoólicas poderá ser retomada. As demais estratégias sanitárias contra a Covid-19, no entanto, como fiscalização de uso de máscara e de aglomerações e proibição de festas, seguirão em vigor.

Segundo o procurador do município, Walberton Carneiro, que confirmou o fim das medidas mais restritivas, os detalhes do novo decreto serão publicados ainda nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial do Município (DOM).

"O decreto do município a partir de amanhã passa a ser igual ao decreto do governo do Estado. Hoje, eu estou publicando o nosso decreto que não vai mais ter lockdown aos finais de semana e volta ser permitida a comercialização e venda de bebidas alcoólicas", frisou o procurador.

A reabertura das atividades não essenciais aos sábados e domingos, explica, ocorre porque "os números têm caído de forma exponencial" nas duas últimas semanas em que houve aumento da fiscalização.

Por outro lado, o prefeito Glêdson Bezerra alertou que a população não poderá relaxar nas medidas de enfrentamento pessoal e coletivo à Covid-19.

"O vírus ainda está causando mortes, muitas dores aos lares juazeirenses e obviamente que a situação não está resolvida. O governo reafirma que nós iremos intensificar cada vez mais as ações de fiscalização", garante o gestor, que diz ter feito um acordo com o setor produtivo para estimular as "regras de distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel". 

Situação epidemiológica
Com 54 mortes por Covid-19 entre 17 de maio e 17 de junho, Juazeiro do Norte atingiu o indicador mais alto de óbitos neste ano em um intervalo de 30 dias. Os casos, quando comparado intervalos anteriores, tiveram redução, mas a média diária ainda é alta: 63 confirmações a cada 24 horas.

No entanto, a secretária da Saúde de Juazeiro do Norte, Francimones Albuquerque, reforçou que os números apresentam tendência de redução. Dos 36 leitos de enfermaria, por exemplo, apenas 12 estão ocupados.

A titular da Pasta chegou a criticar a baixa adesão ao lockdown. "Na primeira semana de lockdown observamos que a população contribuiu. Mas, na segunda, foi bem difícil para nossa equipe fiscalizar e coibir essas práticas. Foram inúmeras festas clandestinas e aglomerações".

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Carro fica preso a cerca antes de cair em ribanceira de 30 metros em Caririaçu

A motorista e o ocupante do veículo 4 x 4 que caiu em uma ribanceira foram identificados pela polícia nesta quinta-feira (17). Eles sobreviveram graças a uma cerca nos primeiros metros da queda, que prendeu o veículo antes que ele desabasse até o fundo da ribanceira. Enquanto ficou preso à cerca, a motorista e o passageiro deixaram o carro.

O acidente ocorreu na madrugada quarta-feira (16), no município de Caririaçu, na Região do Cariri do Ceará.

A motorista Karine Martins dirigia o carro e afirmou que estava com um amigo. A administradora de empresas disse que seguia para Lavras da Mangabeira quando sentiu algo errado no pneu. De repente, o volante puxou para o lado e o automóvel saiu da pista e bateu em uma cerca.

"Estava dirigindo e do lado o meu amigo. Veículo puxou e acabou se enganchando numa cerca. Depois de bater na cerca meu amigo perguntou se eu estava bem e falei que achava que havia quebrado um dente", disse

Karine Martins explicou que teve dificuldades para sair do carro, mas conseguiu junto com o amigo. Foi então que eles tiveram a ideia de colocar uma pedra grande no pneu com intuito de evitar que o carro caísse. Foi então que o veículo desceu.

“Disse que estava bem e expliquei que achava que tinha quebrado o dente. Depois de sair do carro meu amigo sugeriu que a gente achasse uma pedra para ele não descer. Minha esposa que estava na frente em outro veículo percebeu que não tinha seguido viagem e voltou para ajudar. Quando a gente foi para pista e depois voltamos para ver o carro ele já tinha caído. O carro desceu. Simplesmente se foi”, afirmou.

Após o veículo cair ela ligou para a polícia, mas não conseguiu falar com ninguém. Foi para casa e ligou para seguradora e registrou um boletim de ocorrência. O carro já foi retirado da ribanceira.

Depois de passar pelo susto, segundo Karine Martins, tudo que ela desejava era ir para casa e ficar perto da companheira e as duas filhas gêmeas.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Remédio da Pfizer reduz risco de morte em pacientes hospitalizados com Covid-19

O medicamento tofacitinibe, da farmacêutica Pfizer, diminui o risco de morte e insuficiência respiratória em pacientes hospitalizados com Covid-19, segundo um estudo brasileiro publicado no The New England Journal of Medicine (NEJM), o periódico médico de maior impacto no mundo.

Originalmente aplicado contra artrite reumatoide e outras doenças autoimunes, o remédio pode conter a tempestade inflamatória deflagrada pelo coronavírus em certos pacientes.

A pesquisa, chamada de STOP-COVID, foi liderada pela Academic Research Organization (ARO), do Einstein, em uma parceria com a Pfizer. Foram recrutados 289 adultos internados com Covid-19 em 15 centros brasileiros. Eles foram divididos em dois grupos: um recebeu o tofacitinibe por 14 dias ou até a alta, além do tratamento padrão (que em geral envolvia corticoides).

O outro ficou com um placebo e as terapias usuais. Nem os pesquisadores, nem os participantes sabiam quem estava tomando o quê. É, portanto, um estudo randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, considerado o mais confiável para determinar o potencial de um fármaco.

Após 28 dias de acompanhamento, 18,1% dos voluntários que receberam o tofacitinibe morreram ou apresentaram falência respiratória, ante 29% dos que tomaram o placebo. Dito de outra maneira, a medicação diminuiu em 37% o risco dessas consequências.

"O nosso estudo indica que a utilização do medicamento, quando associado ao tratamento padrão, que inclui corticoides, pode beneficiar pacientes hospitalizados com pneumonia causada pela Covid-19", reitera o médico Otávio Berwanger, diretor da ARO e Chair do comitê executivo do estudo.

O tofacitinibe inibe as proteínas janus quinase (JAKs), que desencadeiam inflamações no organismo. "O trabalho se baseou na hipótese de que impedir a ação das JAKs pode mitigar a inflamação sistêmica e alveolar em pacientes com pneumonia associada à Covid-19", explica Berwanger.

De maneira geral, a taxa de reações adversas graves foi similar entre os voluntários que receberam tofacitinibe ou placebo.

"Para combater a pandemia de forma eficaz, ainda há necessidade crítica e contínua na busca de várias opções terapêuticas", afirma Tamas Koncz, diretor médico da Pfizer para a área de Inflamação e Imunologia.

Apesar da boa notícia, é importante destacar que essa medicação não foi aprovada contra a Covid-19 por nenhuma agência regulatória do mundo. O estudo coordenado pela ARO foi o primeiro randomizado e desenvolvido em múltiplos centros a avaliar seu impacto no combate ao coronavírus. A eventual utilização nesse contexto dependerá de uma avaliação minuciosa por parte das autoridades de saúde.

Atualmente, o tofacitinibe tem indicação no Brasil para artrite reumatoide, artrite psoriásica e retocolite ulcerativa.

É importante ressaltar que os voluntários incluídos na pesquisa não necessitavam de ventilação mecânica e estavam internados havia no máximo três dias quando iniciaram o tratamento com esse fármaco. Eram, portanto, pacientes com casos moderados da doença. Não há quaisquer evidências científicas sobre segurança ou eficácia do tofacitinibe em quadros mais leves ou, por outro lado, mais graves.

No momento, medicamentos que podem ser receitados para casos moderados ou graves de Covid-19 incluem corticoides e remdesivir. Equipamentos que oferecem oxigênio para o organismo, como os respiradores mecânicos, também podem entrar em cena.

Fonte: VivaBem/UOL

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Governo do Ceará prorroga prazo para servidores fazerem recadastramento e prova de vida

A Fundação de Previdência Social do Estado do Ceará (Cearaprev) estendeu o prazo final para que os servidores públicos do estado façam o recadastramento e a prova de vida. Excepcionalmente, em 2021, os servidores terão até o dia 31 de agosto para realizar esse processo.

Segundo João Marcos Maia, presidente da Cearaprev, essa medida foi tomada pensando em cada um dos servidores que ainda não conseguiram se adaptar ao uso das novas tecnologias no novo processo, bem como atender aos pedidos das entidades representativas dos servidores do Estado do Ceará.

“Estamos desenvolvendo um bom trabalho com a criação do aplicativo como ferramenta para a realização do recadastramento e a prova de vida, como forma de facilitar e proteger os beneficiários da previdência, principalmente na época em que vivemos agora, em plena pandemia, deslocamentos e filas nos bancos. O servidor pode por meio do próprio smartphone realizar esse processo, mas entendemos que o novo causa preocupação e dúvidas, por esse motivo decidimos em 2021, ampliar o prazo por mais 60 dias, para que o servidor tenha mais tranquilidade em lidar com as dificuldades da tecnologia e podermos auxiliar melhor cada beneficiário, com o apoio do teleatendimento da Cearaprev”, destaca.

Atualmente, do total dos 141 mil beneficiários, mais de 90 mil servidores públicos estaduais do poder executivo e dos demais poderes já deram início ao processo de recadastramento e prova de vida. Destes mais de 80 mil concluíram o cadastro com sucesso.

A Cearaprev entrará em contato com os beneficiários que já iniciaram o recadastramento e a prova de vida, mas por algum motivo não o finalizaram.

“Temos absoluto compromisso e um expressivo zelo para com cada beneficiário. Apuramos todos os dias as dificuldades enfrentadas e reclamadas nas redes sociais, na ouvidoria, na pesquisa de satisfação, nas lojas de aplicativo. Estamos sanando uma a uma das inconformidades apresentadas pelos servidores. Nos casos que exigem uma atenção especial como uma pessoa restrita ao leito, por exemplo, estamos marcando visitas domiciliares, cumprindo todas as normas de enfrentamento à Covid-19, definidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Secretária de Saúde. Nos casos em que a pessoa não consegue e pode se locomover, marcamos um horário individual na sede da Cearaprev para realizar o recadastramento e a prova de vida e ensinar o beneficiário a usar o aplicativo”, ressalta João Marcos Maia.

Atualizações
O aplicativo passou por uma atualização recente, atendendo aos pedidos dos beneficiários. A partir dessa versão já disponível na Google Play e na Apple Store alguns procedimentos foram modificados e aperfeiçoados. Agora, a ferramenta possui uma imagem que auxilia aos beneficiários a tirar as fotos do book de segurança. O comprovante de residência com o nome do usuário só será obrigatório para os maiores de 21 anos e poderá ser aceito o comprovante de outra pessoa para esta necessidade.

É permitido, também, que o nome seja alterado nas informações pessoais caso venha incorreta ou desatualizada a informação no banco de dados. A certidão de nascimento também não será exigida para dependentes maiores de 18 anos.

Prazo
O prazo final para o recadastramento e a prova de vida neste ano é o dia 31 de agosto. Após o final desse prazo será feita uma análise de todos os recadastramentos realizados. Caso o beneficiário, por algum motivo, só tenha realizado o book de segurança (primeira parte do processo) e não tenha finalizado o cadastro ele terá a oportunidade de concluir sem nenhum prejuízo. Os servidores que não realizarem o recadastramento e a prova de vida poderá ter seu salário/benefício suspenso até a regularização.

Novidades
Todos os serviços prestados pela Cearaprev (pensão pós morte, aposentadoria, reserva e reforma) serão migrados gradativamente também para o aplicativo Cearaprev On-line. Além deles será disponibilizado, em breve, o serviço da Lojas On-line onde os servidores públicos, os prestadores de serviço (terceirizados) e cargos comissionados poderão adquirir produtos e serviços dos mais variados, desde uma consulta médica virtual até a manutenção e o suporte automotivo.

Canais de Atendimento
A Fundação de Previdência Social do Estado do Ceará (Cearaprev), disponibiliza uma Central de Atendimento no (85) 3108.0135 de segunda à sexta de 08h às 12h e 13 às 17 h para auxiliar no processo de recadastramento e prova de vida, bem como auxiliar em todos os outros serviços ofertados.

Além disso tem o suporte nas redes sociais oficiais e na ouvidoria pelo número 3108.0140 e e-mail: ouvidoria@cearaprev.ce.gov.br.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Entenda por que Crato, Juazeiro e Barbalha têm situação mais crítica em relação à Covid-19 no Ceará

O Cariri é a única região cearense cujo decreto estadual atualizado no último fim de semana não autorizou as mesmas flexibilizações vigentes no restante do Estado. O governador Camilo Santana (PT) atrelou a decisão aos números epidemiológicos da região, que ainda inspiram alerta. 

Para entender quais ações estão sendo realizadas pelos municípios para reverter este quadro, entrevistamos as secretárias da Saúde das três maiores cidades do Cariri que, juntas, formam o chamado triângulo Crajubar: Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha.

O município de Crato, com pouco mais de 133 mil habitantes, foi o que teve, dentre os três, o menor número de óbitos nos últimos 30 dias (17 de maio a 17 de junho). Segundo o IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde (Ses), foram 15 mortes por decorrência do novo coronavírus. No mês anterior, foram 35 vidas perdidas. A queda também foi identificada nos registros de infecções. 

Entre os dias 17 de abril a 17 de maio, foram 1.953 infecções. Nos 30 dias posteriores, 1.442, também conforme o IntegraSUS. A titular da pasta, Marina Feitosa, reconhece a importância da queda de 26% no número de casos, mas ressalta que o momento "ainda é de extrema vigilância". A média de casos confirmados nos últimos 30 dias foi de quase 50 por dia ou dois a cada hora.

"Avaliamos [os números] com uma certa preocupação. Os indicadores ainda se mostram altos, apesar de ter diminuído o agravamento dos pacientes e o número de mortes."
Marina Feitosa, secretária da Saúde do Crato

Mariana avalia que o principal obstáculo tem sido manter a população coesa no cumprimento dos protocolos de saúde. Após mais de um ano e meio  desde o início da pandemia, ela considera que a "população está cansada" e parte já não respeita os decretos.

Como resposta aos frequentes desrespeitos às medidas sanitárias, a secretária afirmou que o Município tem intensificado as fiscalizações e investido em ações de conscientização. "Nossa vigilância é intensa. Sabendo que parte [da população não demonstra colaboração, estamos mais vigilantes, com fiscaliza mais abrangente", pontuou.

Questionada se decretar lockdown em conjunto com Juazeiro do Norte teira sido uma alternativa viável para reduzir a alta média diária de infecções, Mariana Feitosa afirmou que não. Ela defende que o isolamento social rígido perdeu a efetividade na região.

“A eficácia do isolamento precisa da adesão da população e isso não é visto mais no Cariri. São inúmeros registros de festas clandestinas e aglomerações. Do ponto de vista epidemiológico não tem mais efeito”, disse.

Ela acrescenta ainda que para decretar lockdown, uma gama de fatores deve ser analisado, desde os números epidemiológicos ao quadro socioeconômico.

"Nossos indicadores apontavam para queda, por isso não houve necessidade de implantar [o lockdown]. Além disso, para decretar isolamento rígido é preciso também avaliar a taxa de ocupação e outros fatores, como a vulnerabilidade social. A gente sabe que o isolamento rígido implica diretamente no prioramento desse quadro social", completou.

Demanda por leitos em baixa
A queda no número de infecções teve reflexo imediato na ocupação dos leitos, na cidade do Crato. A taxa de UTI é atualmente de 95%. "Temos que analisar a regulação dos leitos, por isso a ocupação destes que são geridos pelo Estado sempre será maior", explica Marina. O Município conta com 20 leitos de UTI.

A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria, ainda segundo a secretária, está oscilando entre 35% a 40%. São 28 leitos. "Tem caído a procura. Sempre que se fortalece a atenção primaria, como fizemos, a gente consegue ver os resultados nos bons indicadores". 

Para manutenção da queda e redução mais aguda na média de infecções, Marina destaca a vacinação como "fator mais eficiente". "Já estamos colhendo os frutos da vacinação. Infecções e mortes em idosos caiu substancialmente. Somente a imunização conseguirá combater a pandemia. Por isso estamos avançando a cada dia nesse processo", disse.

Crato já aplicou mais 50 mil doses - entre primeira e segunda dose - da vacina. Dentre as três maiores do Crajubar, o Município é o que tem maior percentual de pessoas com cadastros confirmados no Saúde Digital, com 51% da população. 

"Facilitamos o cadastro de todos que não têm acesso à internet. O cadastro hoje é feito nas unidades de saúde e nos Cras. É um intenso trabalho intersetorial para cadastrar todos os cratenses que tenham quaisquer dificuldades."
Marina Feitosa, secretária da Saúde do Crato

Juazeiro do Norte
A maior cidade do interior cearense vive cenário mais delicado. Foram 54 mortes nos últimos 30 dias (17 de junho a 17 de maio). Este é o número mais alto em 2021 quando observado o intervalo de 30 dias. Os casos, quando comparado intervalos anteriores, tiveram redução, mas a média diária ainda é alta: 63 confirmações a cada 24 horas.

A secretária da Saúde de Juazeiro do Norte, Francimones Albuquerque, analisa, no entanto, que estes números estão em tendência decrescente. Dos 36 leitos de enfermaria, por exemplo, apenas 12 estão ocupados. A explicação para o ensaio da queda, segundo avalia, deve-se ao lockdown implantado na semana passada. 

"Casos, internações e positividade estão com tendência de queda. Os óbitos apresentam estabilização. Então avaliamos que as últimas medidas surtiram, sim, efeito."
Francimones Albuquerque, secretária da Saúde de Juazeiro do Norte

Assim como Marina Feitosa, a secretária de Juazeiro do Norte também criticou a baixa adesão da população no que se refere aos protocolos sanitários e sugeriu que os números ainda alto sejam reflexos das "inúmeras aglomerações".

"Na primeira semana de lokcdown observamos que a população contribuiu. Mas, na segunda, foi bem difícil para nossa equipe fiscalizar e coibir essas práticas. Foram inúmeras festas clandestinas e aglomerações. O reflexo disso será certamente notado um pouco mais a frente", criticou a titular da pasta. 

Ela também avaliou que o fato da cidade de Crato não ter adotado o isolamento rígido tem implicações na eficácia da medida. "Sem ações unificadas, claro que há um prejuízo. Há uma grade migração para Juazeiro, que é a maior cidade. É difícil conter essa enorme população flutuante", acrescentou.

Baixo índice de cadastros
Para avançar na vacinação, apontado por especialistas como grande trunfo contra à pandemia, é preciso, antes de tudo, que a população se cadastre do Saúde Digital. O processo é requisito obrigatório para o cidadão receber o imunizante e, além disso, é crucial para que o Ministério da Saúde trace metas mais objetivas e possa enviar doses condizentes com a demanda de cada cidade.

Juazeiro, no entanto, é a cidade com menor índice de cadastros confirmados. Segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado, são cerca de 89 mil cadastros validados, o que representa apenas 32,37% da população total.

Francimones reconhece os baixos índices, mas considera que o percentual deve-se ao grande número de habitantes. "Municípios maiores têm maiores dificuldades no cadastramento", pontuou. Juazeiro do Norte tem cerca de 276 mil habitantes. 

A avaliação não se sustenta em números. Fortaleza, com quase três milhões de habitantes, já cadastrou mais de 50% da população. Sobral e Maracanaú, por exemplo, possuem mais de 220 mil habitantes e também estão a frente de Juazeiro do Norte. "Realmente a gente precisa aumentar essa adesão", reconhece.

Para impulsionar esse número, a pasta decentralizou os cadastros. Hoje eles são realizados nas unidades de saúde e nos Cras. Quanto ao processo de vacinação, Francimones considera que "está dentro dos padrões". 

"O grande desafio é dispor do imunizante. Sempre que temos, montamos estratégia para aplicar as doses, inclusive vacinando até 20 horas e aos finais de semana. Mas, só podemos abrir novas agendas, quando dispomos da vacina."
Francimones Albuquerque, secretária da Saúde de Juazeiro do Norte

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria da Saúde, Juazeiro do Norte já recebeu 72.847 doses (D1) e aplicou 58.135. A diferença de cerca de 14 mil doses ainda a serem aplicadas se "dá pelas doses que estão em execução", isto é, doses com aplicação programada até o fim de semana.

Já em relação a D2, o Município recebeu 34.208 doses e aplicou 31.014. "Aqui a diferença ocorre pois temos que respeitar o intervalo entre um imunizante e outro", completou. 

Barbalha
Das três cidades que formam o triângulo Crajubar, Barbalha é que possui o menor número de habitantes, pouco mais de 62 mil. O Município foi o que apresentou maior queda percentual no número de casos nos últimos 30 dias. Foram 1.646 entre 17 de abril a 17 de maio e 789 nos 30 dias posteriores, uma queda de 52%. Em contrapartida, assim como Juazeiro do Norte, os óbitos tiveram aumento, saindo de 27 para 31 - em igual intervalo. 

A reportagem tentou contato com a secretária da Saúde de Barbalha, Sayonara Moura Cidade, para saber qual avaliação ela tem do atual momento pandêmico no Município e quais estratégias têm sido adotadas para alcançar redução nos indicadores. No entanto, não houve retorno.

Barbalha tem 21.213 pessoas com cadastros confirmados no Saúde Digital, o que represente índice de 34,64% da população. A reportagem perguntou ainda quantas doses tinha sido recebidas e aplicadas. Também não houve resposta até a publicação desta matéria. 

Por André Costa

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

18 de junho

1814 - Guerras Napoleónicas: a Batalha de Waterloo leva Napoleão Bonaparte a abdicar ao trono pela segunda e última vez.
1908 - Inicia-se a Imigração Japonesa para o Brasil, quando 781 pessoas desembarcam em Santos após uma viagem no Kasato-Maru.
1953 - O general Muhammad Naguib declara o fim da monarquia egípcia e proclama a República do Egito.

Nasceram neste dia…
1901 - Grã-duquesa Anastácia Romanova da Rússia (m. 1918).
1931 - Fernando Henrique Cardoso, sociólogo e político brasileiro.
1942 - Paul McCartney (foto), músico, compositor e cantor britânico.

Morreram neste dia…
1928 - Roald Amundsen, navegador norueguês (n. 1872).
1936 - Máximo Gorki, escritor russo (n. 1868).
2010 - José Saramago, escritor português (n. 1922).

Fonte: Wikipédia

Monumento da Menina Benigna deve ter construção iniciada ainda este ano

Com beatificação prevista ainda para este ano (2021), a Menina Benigna vai ter um santuário erguido em Santana do Cariri, com projeto desenvolvido através da Superintendência de Obras Públicas (SOP) do Governo do Estado. A estrutura será formada por um templo para celebração de missas campais, a estátua em memória à Menina, via pavimentada e rampas de acesso ao monumento, estacionamento para motos, carros e ônibus, e jardins arborizados.

“Vamos compor todo este complexo no município para a realização das romarias da Menina Benigna, que será um grande atrativo para a cidade. O projeto passará por processo licitatório a partir do próximo dia 16, às 9h, pela PGE (Procuradoria Geral do Estado). A expectativa é que as obras comecem ainda este ano”, destaca o superintendente adjunto de Edificações da SOP, Celso Lelis.

Martirizada aos 13 anos de idade, em 1941, no distrito de Inhumas, Menina Benigna é motivo de devoção e homenagens da fé popular. Antes da pandemia da Covid-19, levava dezenas de milhares de pessoas às romarias realizadas, normalmente, duas vezes por ano. A peregrinação pelo local onde “nossa santinha” viveu inclui uma capela e memorial. Mas, logo, no intuito de melhor receber esse volume de visitantes que deve voltar a circular pela localidade com a devida segurança sanitária, uma área de aproximadamente 48 mil metros quadrados (m²) será destinada à construção do Santuário.

“Santana do Cariri agrega muitos atrativos culturais e turísticos, entre eles as peregrinações para celebrar Benigna. Lá tem o Museu de Paleontologia, os Geossitios Parque dos Pterossauros, Pedra Cariri e Pontal da Santa Cruz (inseridos no Geopark Araripe), que são atrativos do turismo científico há décadas. Entre os atrativos históricos estão o Casarão Coronel Filinto da Cruz Neves”, enumera a Cristina Holanda, coordenadora do Patrimônio Cultural e Memória da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult-CE).

Beatificação
Aclamada como “Heroína da Castidade” em Santana do Cariri, Benigna Cardoso da Silva nasceu em 15 de outubro de 1928 e, resistindo à tentativa de Raul Alves de violentá-la, morreu assassinada a golpes de facão em 24 de outubro de 1941 ao ir buscar água em um poço no Sítio Oitis.

Teve o processo de beatificação iniciado pela Diocese do Crato em 2011. Em 2013, após aprovação do processo pela Igreja Católica, a mártir é proclamada “Serva de Deus”. Em outubro de 2019, o Vaticano reconheceu o martírio de Benigna, importante passo para alcançar a beatificação, prevista para 2021, e que a tornará a primeira beata do estado do Ceará.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Governo do Ceará libera pagamento do Cartão Mais Infância para cerca de 100 mil famílias cearenses

O Governo do Ceará liberou, nesta terça-feira (15), o pagamento de R$ 100 do Cartão Mais Infância Ceará para cerca de 100 mil famílias cearenses. Neste mês, mais de R$ 9,6 milhões foram investidos pelo Estado para garantir o auxílio aos núcleos familiares cearenses com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses, em situação de extrema pobreza. Em 2021 o investimento total é de mais R$ 147 milhões assegurados para cerca de 150 mil pessoas.

“Muitas mães dependem dessa fonte de renda, principalmente em meio a essa pandemia. Novas famílias estão passando pelo processo de validação dos dados, junto às prefeituras, e também serão contempladas com o auxílio. Só este ano o Governo do Estado vai investir mais de 147 milhões com a transferência de renda para as famílias cearenses”, reforça a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

A dona de casa Valdenora da Silva, que mora no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza, é uma das contempladas com o benefício e informou como ele está contribuindo no orçamento da família. “Ter um auxílio mensal durante um momento tão difícil como este é fundamental para as despesas da família. Esse dinheiro ajuda, por exemplo, na alimentação dos meus filhos, além de uma necessidade ou outra que temos em casa. Sou muito grata por fazer parte do público contemplado”, agradece.

O benefício
O Cartão Mais Infância Ceará é destinado para núcleos familiares cearenses inscritos no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico), com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses e que possuam renda “per capita” familiar de até R$ 89.

A transferência de renda mensal prioriza as pessoas que atendem os seguintes critérios: residências urbanas sem água canalizada em, pelo menos, um cômodo; estrutura inapropriada com material de construção nas paredes; espaços improvisados, adaptados para servir de moradia; domicílios coletivos, como abrigos, pensões, alojamentos, dentre outros; e famílias com o maior número de crianças até 12 anos.

A iniciativa, que contempla também o acompanhamento das equipes de saúde e da assistência social, sendo priorizadas nas políticas públicas do Estado, faz parte das ações do Programa Mais Infância Ceará e é executada pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Família denuncia que adolescente foi espancado por PMs em Iguatu

A família de um adolescente de 17 anos do município de Iguatu, no Interior do Ceará, denuncia que o jovem foi espancado por policiais militares durante uma abordagem, na madrugada do domingo (13). A Polícia afirma que o adolescente se acidentou enquanto fugia.

Familiares e moradores da região onde o caso aconteceu realizaram uma manifestação na segunda-feira (14) pedindo justiça. A avenida João Vicente Alves foi bloqueada com pneus queimados.

Conforme a irmã da vítima, que não será identificada, o adolescente estava com amigos na travessa 9 de Novembro, no bairro João Paulo II, quando uma equipe da Polícia composta por quatro PMs chegou ao local.

Ainda segundo a irmã, os amigos do jovem foram liberados e ele foi levado para um matagal, onde as agressões começaram.

“Bateram muito nele, e só pararam porque a população no local falou que iria denunciar”, disse ela.

Imagens cedidas pela família mostram o adolescente com um grande corte na cabeça, além de ferimentos no olho e no nariz. Ele recebeu os primeiros socorros ainda na cidade de Iguatu, mas foi transferido para o Hospital Santo Antônio, em Barbalha, com quadro de traumatismo craniano. O jovem estava em cirurgia na noite desta terça-feira (15).

Um boletim de ocorrência (B.O) foi registrado pela família.

Polícia diz que jovem se acidentou
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, em nota, que o caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de Iguatu.

A pasta diz que militares do 10º Batalhão da Polícia Militar de Iguatu “foram acionados para averiguar uma ocorrência em uma festa clandestina com som alto”. No local, segundo os PMs, eles teriam se deparado “com indivíduos que empreenderam fuga em direção a um terreno baldio”. Foi neste momento, ainda conforme a SSPDS, que “o adolescente teria se acidentado”.

A nota da secretaria informa que “o adolescente já responde a atos infracionais por posse de drogas e porte ilegal de arma de fogo”.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

16 de junho

1779 - A Espanha declara guerra ao Reino da Grã-Bretanha iniciando-se a luta por Gibraltar.
1963 - A URSS lança a missão Vostok VI: a cosmonauta Valentina Tereshkova torna-se a primeira mulher a ir ao espaço.
1976 - Ocorre o levante de Soweto, uma das mais sangrentas rebeliões negras durante a vigência do apartheid na África do Sul.

Nasceram neste dia…
1313 - Giovanni Boccaccio, escritor e poeta italiano (m. 1375).
1829 - Geronimo, líder dos Apaches (m. 1909).
1920 - José López Portillo (foto), político mexicano (m. 2004).

Morreram neste dia…
1902 - Ernst Schröder, matemático alemão (n. 1841).
1944 - Marc Bloch, historiador francês (n. 1886).
2000 - Imperatriz Kōjun do Japão (n. 1903).

Fonte: Wikipédia

AddThis