Consumir carne aumenta em 54% o risco de gordura no fígado

Pessoas que consomem muita carne, mesmo aquelas consideradas saudáveis como frango, peru ou carne magra, estão mais propensas a desenvolverem doença do fígado. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico Gut, pessoas cuja maior fonte de proteína é proveniente de produtos de origem animal correm um risco 54% maior de desenvolverem doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA), também chamada de esteatose hepática, do que aquelas que optam por proteínas vegetais.

Para determinar como a alimentação pode influenciar o risco de DHGNA os pesquisadores do Centro Médico da Universidade Erasmus MC em Roterdã analisaram questionários dietéticos e exames de gordura hepática de 3.882 adultos com, em média, 70 anos de idade. Nenhum dos participantes tomava medicamentos esteatogênicos ou tinha hepatite viral – ambos podem fazer com que a gordura se acumule no fígado.

Os resultados mostraram que 34% dos participantes apresentaram DHGNA e a maioria não tinha sobrepeso (um fator de risco para o problema). Além disso, aqueles que tinham sobrepeso e consumiam a maior quantidade de proteína animal corriam um risco 54% maior de desenvolver a doença do que aqueles que ingeriam uma quantidade menor desses alimentos. A associação permaneceu mesmo após serem ajustados fatores socioeconômicos e de estilo de vida.

“Talvez o mais importante seja que a associação permaneceu independente da ingestão calórica total. […] Nós também mostramos que uma dieta diversificada é importante,”, disse ao Daily Mail Sarwa Darwish Murad, líder do estudo e pesquisadora do departamento de gastroenterologia e hepatologia. A quantidade de calorias provenientes das proteínas foi semelhante para os dois grupos.

Shira Zelber-Sagi, diretora de nutrição, saúde e comportamento na Universidade de Haifa, em Israel, disse ao Daily Mail que  a pesquisa demonstra a importância de uma dieta baseada em vegetais para minimizar o risco de doença hepática. Ela ressalta ainda que a carne processada, que é modificada para estender a vida útil em prateleira ou para mudar seu gosto, pode causar inflamação e resistência à insulina. Ambas as condições contribuem para a DHGNA, de acordo com Shira.

Por isso, ela recomenda que as pessoas limitem seu consumo de carne vermelha ou processada e optem por uma dieta mediterrânea, rica em peixe, grãos integrais e vegetais.

A esteatose hepática descreve uma gama de condições causadas pelo acúmulo e gordura no fígado que não foi causada pelo consumo excessivo de álcool. Um fígado saudável deve ter quase nada de gordura e uma pequena quantidade já é considerada o estágio inicial de DHGNA.

Embora não seja grave em seu estágio inicial, a doença pode levar a danos graves no fígado, incluindo cirrose, o que pode levar à morte por falência hepática.

Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica
A doença hepática gordurosa não alcoólica á caracterizada pelo acúmulo de gordura no fígado que não é causada pelo consumo excessivo de bebida alcoólica. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hepatologia, ela pode permanecer estável por muitos anos e até regredir, se suas causas forem controlados. Se não o forem, a doença pode evoluir para a esteato-hepatite – quando a doença se associa a inflamação e morte celular, fibrose e tem maior potencial de progressão para cirrose e câncer de fígado.

Os principais fatores de risco ou causas de DHGNA estão relacionados a obesidade e sobrepeso, diabetes, dislipidemia (aumento do colesterol e/ou triglicérides), hipertensão, uso prolongado de medicamentos como amiodarona, corticosteroides, estrógenos, tamoxifeno; produtos químicos, anabolizantes, cirurgias abdominais como bypass jejuno-ileal, derivações bilio-digestivas; hepatite C, síndrome de ovários policísticos, hipotiroidismo, síndrome de apneia do sono, hipogonadismo, lipodistrofia, abeta lipoproteína e deficiência de lipase ácida.

A doença ganhou atenção por ter se tornado a mais frequente doença de fígado da atualidade, atingindo entre 20 e 30% da população mundial. Na maioria dos casos, a doença é assintomática. Por isso, o diagnóstico da esteatose é incidental. Ou seja, a doença geralmente é identificada precocemente porque o paciente realizou uma ultrassonografia de abdômen como parte de seus exames de rotina. Especialistas recomendam que ultrassonografias de abdômen só sejam solicitadas para o diagnóstico de esteatose para portadores dos fatores de risco para a doença.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

MPCE requer suspensão de processo seletivo em Brejo Santo

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Brejo Santo, ajuizou, nesta sexta-feira (08/02), Ação Civil Pública (ACP) em face do Município de Brejo Santo visando à suspensão de processo seletivo que visa a contratação temporária de agentes de endemias.

De acordo com o promotor de Justiça Muriel Vasconcelos Damasceno, em 16 de janeiro de 2019 foi instaurado procedimento administrativo na Promotoria de Justiça após notícias sobre possíveis irregularidades no Edital de seleção pública simplificada nº 001/2019, que tinha por objeto a contratação de agentes comunitários de combate a endemias. Ocorre que, sendo identificadas, naquela ocasião, uma série de irregularidades, expediu-se recomendação à prefeita de Brejo Santo, sugerindo a anulação do certame e da adoção de uma série de providências e, em caso de publicação de novo edital com o mesmo objetivo, fosse exigido provas ou provas e títulos para a seleção dos candidatos.

Em resposta, o Município informou que acolheria integralmente a Recomendação. No entanto, resolveu lançar novo edital (Edital nº 02/2019) e, embora tenha se comprometido a cumprir a recomendação em sua integralidade, reproduziu, quase que integralmente, as cláusulas do certame anterior. A título de exemplo, o membro do MPCE destaca o item 6.1 do novo edital, que prevê a realização do processo em uma única etapa de caráter eliminatório e classificatório, por meio de avaliação curricular e documental.

Além disso, o representante do MPCE ressalta que a Lei nº 11.350/2006, que disciplina as atividades de agente comunitário de saúde e de agente de combate às endemias, em seu artigo 9º, é expressa no sentido de que “A contratação de agentes comunitários de saúde e de agentes de combate às endemias deverá ser precedida de processo seletivo público de provas ou de provas e títulos”.

Por fim, o MPCE requereu ainda o reconhecimento de ato de improbidade administrativa por parte da prefeita de Brejo Santo, Teresa Maria Landim Tavares, e da secretária de Saúde, Soraya Fajardo Correia Landim.

De acordo com a inicial, a improbidade administrativa em razão da violação de princípios da administração pública é evidente, na medida que, embora cientes das irregularidades apontadas pelo Ministério Público, insistiram as demandadas em praticar ato administrativo caracterizador de ato de improbidade administrativa.

Na ACP, o MPCE requer a anulação do edital n. 002/2019 e que o Município seja proibido de realizar nova seleção pública com o mesmo objeto sem prévia obediência das regras legais citadas. Requereu, por fim, a imediata revogação dos contratos temporários firmados com base no referido edital, em sendo o caso.

Assessoria de Imprensa/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Bolsonaro enfrenta pneumonia; doença não é comum em pacientes internados

Após cirurgia bem-sucedida para reconstrução do trânsito intestinal, o presidente Jair Bolsonaro segue internado no Hospital Israelita Albert Einstein e na noite de quarta-feira (6) foi diagnosticado com pneumonia --segundo o boletim médico, o paciente já teve boa evolução clínica nas últimas 24 horas e não está mais com febre. 

Mauro Gomes, médico pneumologista chefe de equipe de Pneumologia do Hospital Samaritano de São Paulo, explicou que o quadro do presidente não é comum em pacientes internados, porém, pelo que os médicos acompanham nos hospitais, "a pneumonia é a segunda infecção mais diagnosticada em pacientes internados, perdendo apenas para a infecção urinária", acredita Gomes.

Um estudo feito por pesquisadores da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) confirma isso e mostra que entre 0,4% e 1,1% dos pacientes internados desenvolvem a doença, que é a segunda causa de infecção em pacientes hospitalizados, mas a primeira causa infecciosa em unidades fechadas. "Apesar da baixa incidência, há elevada mortalidade, de 20% a 50%, especialmente quando associada a outras doenças e a agentes microbianos multirresistentes", informa o artigo.

De acordo com Gomes, a infecção pode ter diferentes origens, entre eles estão:
  • Ao respirar ou aspirar conteúdo gastroesofageano contaminado que vai direto para o pulmão;
  • Em episódios de vômitos, quando há bactérias no líquido que sobe pelo esôfago e a pessoa tosse ou mesmo respira, podendo levar à bactéria ao pulmão; 
  • Por contaminação no sangue, e as bactérias transitam, podendo chegar ao grande filtro que é o pulmão; 
  • Quando bactérias que estão no abdômen, perto do diafragma, atravessam a barreira e param no pulmão -- essa possibilidade é menos comum. 
Em geral, os pacientes são contaminados por bactérias pelo desequilíbrio da flora bacteriana, após métodos invasivos, e pelo contato com a própria atmosfera hospitalar. É difícil, no entanto, saber a origem exata das bactérias sem examiná-las. 

É possível que a bactéria causadora da pneumonia já estivesse no corpo de um paciente contaminado antes e se manifestou pela baixa imunidade, mas para uma pessoa que já está no hospital há vários dias, após cirurgias, é comum que as bactérias hospitalares mais agressivas e resistentes aos medicamentos causem o quadro. "Independente da origem, após 24 horas de internação do paciente, o quadro é chamado de pneumonia hospitalar", conta Elie Fiss, pneumologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. 

Se as defesas imunológicas estão boas, o paciente consegue se proteger das infecções. "As restrições alimentares e a ingestão de outros medicamentos, que matam bactérias da flora bacteriana comum, são fatores que influenciam para a baixa na imunidade, deixando os pacientes mais suscetíveis", explica João Geraldo Simoes Houly, pneumologista do Hospital Santa Paula.

Possíveis consequências
"Vai depender muito de qual é o agente. Em geral, a comissão de infecção hospitalar conhece as bactérias e faz as recomendações, mas é sempre tratado com antibióticos", afirma Fiss, pneumologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Normalmente, em casos mais leves, é possível curar o paciente em torno de sete dias de antibióticos. Quadros mais graves incluem, além da medicação, a internação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por dificuldades respiratórias. Se as bactérias forem muito resistentes, o paciente pode ficar entubado e até morrer.

Fonte: Viva Bem/UOL

Curta nossa página no Facebook

Governo do Estado inaugura nova Escola Profissional em Caririaçu nesta segunda-feira (11)

Foto meramente ilustrativa
A juventude de Caririaçu, município da Região do Cariri, recebe nesta segunda-feira (11) a Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Paulo Barbosa Leite. Será a 120ª unidade com essa modalidade de ensino. O governador Camilo Santana e a secretária Eliana Estrela participam da solenidade. Para construir, equipar e mobiliar a escola, foram investidos R$ 11,9 milhões oriundos dos Governos Estadual e Federal. Desse número, 10,6 milhões foram aportados pela atual gestão estadual.

A EEEP ofertará quatro cursos técnicos: Administração; Agropecuária; Informática e Secretariado. O prédio tem capacidade para receber até 540 estudantes, em tempo integral, das 7 às 17 horas. Nestas escolas, os estudantes fazem o Ensino Médio e se preparam para o mundo do trabalho. No terceiro ano, o Governo do Ceará propiciará o estágio curricular obrigatório e remunerado para os alunos.

Serviço:
Inauguração da Escola Estadual de Educação Profissional Paulo Barbosa Leite
Data: 11.02.2019
Horário: 8 horas
Endereço: Parque Recreio, s/n – Paraíso – Caririaçu / Ceará

Curta nossa página no Facebook

Flávio Bolsonaro também será investigado por lavagem de dinheiro na esfera criminal

Uma nova investigação sobre o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi aberta, desta vez no Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF). Neste procedimento, o órgão vai analisar a evolução patrimonial do senador. A investigação foi aberta depois de um advogado ter enviado uma denúncia contra o parlamentar.

O denunciante anexou ao MPF reportagens que analisavam as transações imobiliárias do então deputado estadual do Rio. O procedimento foi revelado pela Rede Globo na noite da quinta-feira, 7.

A procuradora da República Maria Helena de Paula, então coordenadora criminal, determinou que o caso fosse analisado pelo Núcleo Criminal de Combate à Corrupção. A assessoria do senador Flávio Bolsonaro afirmou, em nota, que ele " é vítima de perseguição política e que ele repudia a tentativa de imputar irregularidades e crimes onde não há".

Esta é a segunda investigação contra o senador na Procuradoria Regional no Rio de Janeiro abordando os imóveis do parlamentar. A primeira foi aberta pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) para analisar se houve crime eleitoral nas declarações de bens apresentadas pelo senador à Justiça Eleitoral.

O caso tramitava desde março de 2018 na Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE-RJ) e apurava possível crime eleitoral praticado por Flávio Bolsonaro ao declarar imóveis comprados por meio de "negociações relâmpago" ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com valores supostamente abaixo do real. No inquérito, há ainda a citação de que as negociações teriam resultado em aumento do patrimônio do atual senador. Há no inquérito citação a possível lavagem de dinheiro.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, investigadores que cuidam do caso disseram que, previamente, não vislumbraram ilicitude nessa questão. Segundo o entendimento dessas fontes, não seria crime eleitoral declarar ao Tribunal Regional Eleitoral imóveis com valores incompatíveis com os avaliados pelo mercado. Também não seria irregular, do ponto de vista eleitoral, informar à Justiça Eleitoral uma quantidade de imóveis abaixo dos que verdadeiramente o candidato tem. O argumento é que a jurisprudência sobre casos parecidos com o de Flávio estabeleceu que essas informações podem ser prestadas pelo candidato de forma apenas superficial e protocolar.

A Procuradoria recebeu, ainda durante a campanha, a denúncia por suposta falsificação de documento público de Flávio para fins eleitorais. Depois que Flávio Bolsonaro, que era deputado estadual, foi eleito senador, a Procuradoria Regional Eleitoral consultou a Procuradoria Geral de Justiça. O objetivo era saber se o caso deveria ir para Brasília, por causa de suposto direito do senador a foro privilegiado, mas o órgão entendeu que não era o caso.

Fonte: Diário do Nordeste (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook

‘Virose da mosca’: Ceará registra média de 978 casos por dia

A Doença Diarreica Aguda (DDA) continua se espalhando por todo o estado do Ceará. Somados todos os municípios, o estado atingiu 32.302 casos da doença, até o último dia 2 — aumento de 55% — de acordo com a planilha de doenças de notificação compulsória, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).

A média diária é de mais de 978 notificações. Fortaleza aparece em primeiro lugar, na estatística, com 1.341 notificações. Maracanaú aparece em segundo, com 1.156 registros. Entre os municípios do Interior, Sobral lidera com 1.087 casos da doença anotados até o momento.

A DDA, popularmente conhecida como “virose da mosca”, é uma doença que pode ser causada por vírus e bactérias. Apesar do “apelido popular”, a mosca não é o principal transmissor da doença. A principal forma de contágio é através do contato interpessoal, seja direto ou indireto (saliva, objetos compartilhados etc.). Por isso, o período de festas carnavalescas requer mais atenção.

A principal forma de prevenção é a higiene. Lavar as mãos constantemente, higienizar bem os alimentos antes do consumo etc, são métodos fundamentais para evitar a infecção da DDA. Caso infectada, a população pode encontrar, nos postos de saúde, sais de reidratação para complementar o tratamento — que é feito basicamente com hidratação (água, suco etc.)

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

09 de fevereiro

1895 - O voleibol é inventado por William George Morgan nos Estados Unidos.
1967 - Anos de chumbo no Brasil: é sancionada a nova Lei de Imprensa, impondo a censura prévia por agentes federais presentes nas redações, emissoras de rádio e televisão.
1994 - Nelson Mandela torna-se o primeiro presidente negro da África do Sul após o apartheid.

Nasceram neste dia…
1885 - Alban Berg, compositor austríaco (m. 1935).
1909 - Carmen Miranda (foto), cantora e atriz luso-brasileira (m. 1955).
1907 - Victor Civita, jornalista e empresário brasileiro (m. 1990).

Morreram neste dia…
1881 - Fiódor Dostoiévski, escritor russo (n. 1821).
1964 - Ary Barroso, radialista e compositor brasileiro (n. 1903).
1984 - Yuri Andropov, político soviético (n. 1914).

Fonte: Wikipédia

Hemoce lança campanha de carnaval para doação de sangue nesta terça (12)

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), do Governo do Ceará, inicia nesta terça-feira, 12, a campanha “Folião que doa sangue doa alegria” para incentivar pessoas a doarem sangue durante o período que antecede o carnaval. O lançamento será às 9 horas, na sede do Hemoce em Fortaleza, com apresentação da banda Os Transacionais.

Com o slogan “O bloco mais sangue bom que você vai participar”, a campanha pretende relembrar à população que antes de brincar o carnaval é importante ser solidário doando sangue. De acordo com a coordenadora da captação de doadores do Hemoce, o período que antecede o carnaval é momento de preparar os estoques.

“Quando um voluntário realiza a doação de sangue, essa bolsa leva em média 24h para ser liberada para os hospitais. Por isso é tão importante que a doação seja feita com antecedência e mantida com um gesto regular, porque o paciente que irá receber a transfusão, muitas vezes não pode esperar”, conta Nagéla Lima.

Programação da campanha
O lançamento acontece simultaneamente em Fortaleza e nos hemocentros do interior do Ceará (Iguatu, Sobral, Crato, Juazeiro do Norte e Quixadá) com programação especial para os doadores. Até o dia 26 de fevereiro, vários grupos e blocos se apresentarão voluntariamente para incentivar a doação.

Nesta terça-feira (12), na sede do Hemoce em Fortaleza, a banda Os Transacionais vai animar o público com marchinhas de carnaval. Serão oferecidos ainda serviços de bem-estar em parceria com promotoras de beleza e instituições de estética. A ação faz parte do programa O Hemoce Cuida de Você.

“A gente procura promover eventos para fazer o doador se sentir bem, acolhido, à vontade. É uma maneira de agradecer a quem dedica um pouco do seu tempo para ajudar ao próximo sendo solidário”, fala Nágela Lima. Qualquer pessoa que vier à sede poderá desfrutar de uma manhã relaxante com serviços de maquiagem, limpeza de pele, corte de cabelo e designer de sobrancelhas.

No dia 19 de fevereiro a programação carnavalesca será com o bloco de pré-carnaval Camaleões da Vila que vai se apresentar na sede em Fortaleza a partir das 10h. O bloco, que tradicionalmente participa do circuito de pré-carnaval na Praia de Iracema, este ano leva para as ruas o incentivo da doação de sangue na temática do desfile.

Uma doação salva 4 vidas
As doações de sangue realizadas no Hemoce atendem aos pacientes em mais de 450 unidades de saúde no Ceará. Com uma doação de sangue é possível beneficiar até quatro pessoas, pois o sangue é dividido em diferentes componentes como: hemácias, plaquetas, plasma e outros.

Doe sangue
Para ser um doador de sangue é preciso: estar saudável, bem alimentado, ter mais de 50 kg, ter entre 16 a 69 anos de idade e apresentar um documento oficial e original com foto. Menores de 18 anos devem apresentar o termo de consentimento, disponível para download no site do Hemoce.

Assessoria de Comunicação/Hemoce

Curta nossa página no Facebook

Prefeitura de Aracati abre concurso com 90 vagas e salários até R$ 2.676

A Prefeitura de Aracati abriu concurso público para cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. São 90 vagas no total, de provimento efetivo e formação de cadastro de reserva. As inscrições vão até 17 de fevereiro. Os salários variam de R$ 954,00 a 2.676,32.

As provas escritas serão realizadas em 24 de março, com duração de 3 horas, tendo início às 13h e término às 16h, observado o horário local do Ceará. A seleção será feita em Aracati e Fortaleza.

A taxa de inscrição para o cargo de nível fundamental é de R$ 80; para os cargos de nível médio e nível técnico é R$ 100; e R$ 130 para os cargos de nível superior. O valor pode ser pago em qualquer agência bancária, até o dia 18 de fevereiro de 2019.

São 15 vagas para nível fundamental, 37 para nível médio, 16 para nível técnico e 22 para nível superior. Os cargos são de:

Nível fundamental
  • Cozinheiro Escolar
Nível médio
  • Agente de Educação Infantil
  • Cuidador Educacional
  • Entrevistador do Cadastro Único
Nível técnico
  • Técnico em Arquivo
  • Técnico em Agropecuária
  • Técnico em Agrimensura
  • Técnico em Desenho da Construção Civil (cadista)
  • Técnico em Meio Ambiente
  • Técnico em Recursos Humanos
  • Técnico em Saneamento
  • Técnico em Turismo
Nível superior
  • Analista de Sistemas
  • Analista de Fundos de Investimento
  • Analista de Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
  • Analista de Políticas Públicas
  • Arquivista
  • Auditor de Controle Interno
  • Engenheiro Ambiental
  • Engenheiro Eletricista
  • Jornalista
  • Médico Perito
  • Nutricionista

Do total de vagas, 5% são reservadas aos candidatos com deficiência, desde que a deficiência seja compatível com o exercício do cargo. Mais detalhes sobre o concurso podem ser acessados pelo edital.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Conheça a verdadeira história por trás da icônica foto do "abutre e a criança"

Imortalizada pelo fotojornalista sul-africano Kevin Carter, em 1993, a foto o transformou numa celebridade mundial, mas o preço da fama custaria sua vida meses mais tarde. Clicada na cidade de Ayod, no Sudão, a imagem gerou uma enorme quantidade de críticas ao fotografo, que foi acusado de não ajudar a criança e ainda se promover. A foto histórica foi publicada pela primeira vez em 16 de março de 1993, no jornal norte-americano The New York Times.

A captura da imagem durou aproximadamente 20 minutos, período que Carter esperou pacientemente o abutre se aproximar da criança. Após a ave chegar na posição ideal para a foto, ele eternizou o momento, que retratava com extrema realidade a situação que o país passava naquela época. Depois de registrar a fotografia, Carter espantou o abutre de perto da criança, mas não pode interferir em sua situação.

O que muitos não sabiam e ainda não sabem é que era determinantemente proibido que os jornalistas tocassem nas vítimas da miséria e da guerra civil que assolava o país. A medida extrema visava protege-las da possível transmissão de doenças. Inclusive, os repórteres só saíam a campo para realizar as matérias acompanhados de soldados armados, que também tinham como missão impedir que eles interagissem com as vítimas.

Impossibilitado de agir, o fotografo afirmou diversas vezes em entrevistas que sentia remorso por não ter feito nada para salvar a criança, mesmo não podendo interferir na situação. Na época, a pressão sobre ele foi muito grande, inclusive sendo comparado ao abutre em diversos momentos.

A foto estarrecedora lhe rendeu a maior honraria do jornalismo, o prêmio Pulitzer de 1994. Entretanto, a conquista colocou a imagem e as antigas críticas de novo no holofote da mídia. Abalado com a repercussão negativa do seu trabalho e com a falta de dinheiro, Kevin Carter se suicidou ao final daquele ano.

Pais estavam por perto
Uma imagem fora do seu contexto pode alterar completamente a situação e isso aconteceu, em partes, nessa icônica foto. Sozinha, debilitada e com um abutre a sua espreita, a criança parece abandonada a espera da própria sorte. Na realidade seus pais estavam a poucos metros dali, numa missão da ONU que entregava alimentos básicos e optaram por não entrar com ela na área, que costuma ser muito disputada e terminar com violentas brigas por comida.

Inclusive, ao se ampliar a imagem é possível reparar que a criança utiliza uma pulseira das Nações Unidas com a inscrição: T-3. A sigla, usada pela ONU, significava que a criança foi classificada com mal nutrição severa e o número indicava a ordem de chegada ao centro de refugiados.

Fonte: Guia do Litoral/UOL

Curta nossa página no Facebook

Ceará mantém liderança em investimentos públicos no Brasil

O Ceará seguiu na liderança de investimentos públicos no Brasil em 2018, atingindo 15,20% da Receita Corrente Líquida (RCL). A informação foi apresentada pelo governador Camilo Santana em coletiva nesta sexta-feira (8), no Palácio da Abolição. Conforme o levantamento disponibilizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (Sincofi/STN), o Ceará cumpriu todas as metas estabelecidas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), com aumento da Receita Corrente Líquida em 7,9%, o que significa cerca de R$ 1,4 bilhão a mais que no ano anterior. Em 2018, o Estado também foi o segundo do país em investimentos absolutos, atrás somente de São Paulo. Quatro estados ainda não apresentaram todos os seus relatórios referentes ao período.

O chefe do Executivo destacou a eficiência da gestão fiscal do Governo do Ceará nos últimos anos, com controle e acompanhamento rigoroso de todos os gastos públicos. “Temos um grupo de secretários do Governo que é responsável por monitorar e acompanhar semanalmente, com muito rigor, os gastos do Estado. Isso nos permitiu ultrapassar o indicador de 2017, chegando a 15,20% da Receita Corrente Líquida estadual. É importante também destacar o resultado em números absolutos, apesar de que nem todos os estados apresentaram os seus dados, mas o Ceará chegou a quase R$ 3 bilhões em investimentos no ano de 2018”, explicou.

Sobre a vice-liderança do Ceará em volume de investimentos absolutos, Camilo Santana ressaltou que o Estado ficou atrás somente de São Paulo, “que tem uma economia muito maior do que a nossa”, e também informou que o Estado pela primeira vez na história ultrapassou estados mais ricos, como Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Para a apresentação dos números, Camilo Santana esteve acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, da secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, do secretário do Desenvolvimento Econômico, Maia Jr, do deputado federal Mauro Filho, do procurador-geral do Estado, Juvêncio Viana, do secretário executivo da Seplag, Flávio Jucá, e do controlador e ouvidor geral adjunto, Marconi Lemos.

O Governo do Ceará cumpriu todas as metas anuais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO): o resultado primário (resultado das receitas menos despesas, excluindo os juros) foi bem superior ao previsto, e a dívida pública ficou abaixo do que era esperado.

Educação e Saúde
O Ceará continua investindo mais, ano a ano, em Educação e Saúde. Os gastos nas áreas prioritárias atingiram, respectivamente, 27,33% e 15,40% da RCL. O mínimo previsto na Constituição Federal é de 25% para Educação e 12% para a Saúde.

“Isso significa que, numa conta rápida, para cada 1% que eu elevo desse gasto obrigatório, são R$ 174 milhões a mais de investimentos em duas áreas importantíssimas para a população cearense. O Estado investiu quase R$ 1 bilhão a mais em Educação e Saúde em 2018, além do que era obrigatório do Estado investir”, afirmou o governador.

Camilo disse ainda que esses investimentos podem ser vistos na ampliação de escolas, na garantia de ações que melhoram os resultados da Educação Pública, como também na ampliação dos serviços de Saúde em todo o Estado. “Temos esse controle rigoroso sobre essas áreas para garantir que o Estado possa ter uma estrutura melhor, ser mais eficiente, trazer mais resultados e garantir que sobre mais recursos para investimento.”

Despesas
No relatório da Secretaria do Tesouro Nacional, o Ceará também apresentou bons números no item “despesas com pessoal”, uma das maiores preocupações da gestão fiscal no País. No geral, o Ceará teve a quinta menor relação entre despesas com pessoal e Receita Corrente Líquida, 42,3%, garantindo a sustentabilidade dos gastos públicos.

Futuro
O governador finalizou a apresentação destacando que os dados são vistos como importantes para a meta do Governo do Ceará continuar com alto volume de investimento, mesmo diante de um cenário de crise na economia nacional. Para este ano, Camilo projeta um ambiente propício para o Estado continuar crescendo.

” A gente tem uma perspectiva para esse ano que, com algumas mudanças, principalmente com a reforma da previdência, o país possa retomar o seu crescimento econômico. Esse impacto ocorre em todos os estados. O Ceará tem feito um esforço muito grande para atrair novos investimentos, gerar novas oportunidades. Todos os indicadores em 2018 também foram positivos em geração de emprego, carteira assinada, redução de pobreza. Então temos dados importantes que nos fazem ter essa perspectiva.”

Assessoria de Comunicação/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Dois jogadores cearenses estão entre feridos em incêndio em CT do Flamengo

Cauan e Dyogo foram hospitalizados, mas estão
conscientes e estáveis (Reprodução/Instagram)
Dois dos três feridos no incêndio que atingiu o alojamento da categoria de base do Flamengo, no Rio de Janeiro, são de Fortaleza. Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, e Dyogo Bento Alves estavam no Ninho do Urubu no momento do ocorrido. Pelo menos 10 pessoas morreram durante a ocorrência registrada na madrugada desta sexta-feira (8) no centro de treinamento rubro-negro.

Cauan Gomes é atacante e, no Estado, jogou no Fortaleza, no Estação e no Santa Cruz. Dyogo Alves é goleiro e também atuou no Estação. Os dois foram hospitalizados, mas estão conscientes e estáveis. Eles estão em observação no hospital por terem inalado muita fumaça.

Nas redes sociais, a namorada de Cauan publicou uma mensagem se mostrando preocupada com o jogador.

O outro ferido, segundo o Portal G1, é Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos. Jonathan está em estado grave.

Incêndio foi controlado
O incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, como é conhecido o Centro de Treinamento do Flamengo, foi controlado. Segundo informações iniciais, entre as vítimas estão quatro funcionários do clube, quatro jogadores das categorias de base do Flamengo e dois atletas que estavam fazendo testes na agremiação.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter o incêndio às 5h17. O fogo atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade.

O Ninho do Urubu fica localizado no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, e é utilizado para treinamentos do elenco profissional e das categorias de base.

O local passou por reformas recentemente, com a inauguração de um novo módulo para os profissionais em novembro de 2018. Era previsto, inclusive, que a ala atingida pelo incêndio fosse demolida após a inauguração do novo espaço.

O elenco principal do Flamengo tinha trabalho programado para o Ninho do Urubu na manhã desta sexta-feira. A equipe faria, a partir das 9h30, o último treinamento antes do clássico contra o Fluminense neste sábado (9), pelas semifinais da Taça Guanabara. A atividade foi transferida para o período da tarde.

A Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) afirmou no Twitter que convocou uma reunião com Fluminense, Flamengo e a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão do Estadual do Rio, para discutir o adiamento da partida.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Concurso para a Polícia Militar deve ser lançado em março, diz Camilo

Em entrevista coletiva sobre a gestão fiscal do Governo do Estado em 2018 nesta sexta-feira, 8, Camilo Santana anunciou que estuda lançar novo concurso para a Polícia Militar em março deste ano. Em outra ocasião, o governador não tinha especificado a data para o possível concurso.

Durante entrega de veículos para a PMCE no fim do mês de janeiro, quando falou sobre o concurso pela primeira vez, Camilo também disse que faria novas seleções para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A data ainda não foi divulgada. Em 2018, o governador anunciou ainda concursos para a Polícia Civil. Nesta manhã, ele reiterou que as provas irão acontecer em 2019.

Além dos concursos para agentes de segurança, Camilo falou sobre as seleções que ocorreram para outras áreas, como saúde e educação. Ele explicou ao público que o Governo contratou uma consultoria externa para analisar a necessidade de contratações em diversas seções da gestão.

Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook

Goleiro das categorias de base do Flamengo e seleção brasileira é a primeira vítima identificada em incêndio

A primeira vítima identificada do incêndio no CT do Flamengo é o goleiro Christian Esmério, de 15 anos, um dos destaques da base rubro-negra e presença frequente na seleção brasileira de sua categoria.

No Facebook, uma tia do jovem atleta escreveu que seu "querido sobrinho" está agora "nos braços do Pai". Em dezembro passado, Christian postou no Instagram uma foto com o técnico da seleção, Tite, tirada na Granja Comary.

Tragédia
Um incêndio atingiu o Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, na manhã desta sexta-feira (08) no Rio de Janeiro. O incêndio já foi controlado, mas segundo o Corpo de Bombeiros da cidade há 10 mortos e três feridos - um deles em estado grave.

O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio, o que teria contribuído para a tragédia. Os bombeiros foram acionados às 5h17 e os feridos foram levados para o hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. 

Fonte: Rede TV!

Curta nossa página no Facebook

Justiça determina limpeza, lacre e vigilância na antiga Crajubar, em Juazeiro do Norte

O juiz de Direito da 1ª Vara Cível de Juazeiro do Norte, Renato Belo Vianna Velloso, deferiu nessa quarta-feira (06/02) medida liminar em Ação Civil Pública (ACP) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) em desfavor do Município de Juazeiro do Norte e da empresa Discar Distribuidora de Veículo LTDA, proprietária de um imóvel abandonado. No local funcionou a concessionária de veículos Crajubar. A Justiça determinou à empresa a limpeza e lacração do prédio, e ao Município o mesmo em caso de omissão do proprietário.

Conforme apurado pela 9ª Promotoria de Justiça de Juazeiro do Norte, o imóvel situado na Avenida Padre Cícero, Km-2, Bairro Triângulo, encontra-se abandonado, servindo como abrigo para usuários de entorpecentes e esconderijo para infratores, além de ter se tornado um depósito de lixo, misturado a excrementos humanos e de animais, gerando infestação de insetos e roedores.

Dessa forma, o juiz determinou ao proprietário que, em 15 dias úteis, realize a tapagem e isolamento do imóvel, contrate serviço de vigilância patrimonial 24 horas, bem como promova a limpeza e conservação do prédio, mantendo-o livre de qualquer material, entulho, lixo, vegetação e acúmulo de água no local, que possam causar riscos à saúde e à incolumidade pública. Além disso, em 30 dias úteis, a empresa deverá apresentar, em juízo, documento oficial que analise, de forma pormenorizada, a viabilidade quanto à demolição do prédio, ou, ainda, a viabilidade da adoção de outra providência para a correta destinação do imóvel.

A Justiça definiu também multa diária de R$ 5 mil reais a ser paga, em caso de descumprimento, limitada ao montante de R$ 500 mil. Se o descumprimento ultrapassar o prazo de 100 dias úteis da intimação do proprietário, caberá ao Município tomar as providências referentes a isolamento, vigilância e limpeza e conservação do prédio, buscando ressarcimento dos custos junto ao proprietário.

Assessoria de Imprensa/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Texto do Ministério da Saúde dá aval ao eletrochoque pelo SUS

Documento do Ministério da Saúde publicado nesta semana dá sinal verde para a compra de aparelhos de eletroconvulsoterapia (os eletrochoques) para o Sistema Único de Saúde (SUS) e reforça a possibilidade da internação de crianças em hospitais psiquiátricos. O texto ainda prega a abstinência para o tratamento de dependentes de drogas.

Com 32 páginas, o texto sobre as mudanças na Política de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas da pasta tira ainda o protagonismo da redução de danos, adotada há pelo menos 30 anos no País. A estratégia prevê o cuidado geral do dependente químico e tem como principal objetivo a melhora de seu estado.

Ao Estado, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta disse não conhecer o documento. E ao ouvir os temas abordados, emendou: "Sem dúvida (as medidas) são polêmicas."

"Trata-se de retrocesso sem precedentes e uma amostra da preferência por intervenções autoritárias nessa área", afirma Andrea Gallassi, professora da Universidade de Brasília (UnB). "No documento, a abstinência passa a ser o ponto central. E a redução de danos aparece camuflada." Embora apontada como recurso para tratamento de pacientes com depressão grave, a eletroconvulsoterapia no passado foi associada a torturas em pacientes e abusos cometidos por profissionais de hospitais psiquiátricos.

Defesa
Coordenador Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde, Quirino Cordeiro - que assina a nota técnica -, defendeu o destaque dado ao tratamento. A ideia, de acordo com ele, é orientar gestores do SUS sobre a política de saúde mental, o que passa por abordar o uso da eletroconvulsoterapia.

O mesmo raciocínio se aplica à internação de crianças e adolescentes em hospitais psiquiátricos. O coordenador avalia haver um número insuficiente de leitos no País para atendimento de saúde mental. Ele diz que crianças e adolescentes podem ser internados, mas isso raramente é feito pela carência de vagas. "Daí fazermos uma menção especial."

Os rumos da Política de Saúde Mental no País foram alterados nos últimos anos. Depois de um esforço intenso para reduzir a hospitalização de pacientes de saúde mental, agora a política vive um movimento inverso, com a pressão de alguns setores pelo aumento das vagas para internação. No documento, a pasta critica o fechamento de leitos psiquiátricos e aponta, entre as medidas necessárias, o tratamento de dependentes de drogas em comunidades terapêuticas.

A medida é criticada por integrantes do movimento de desospitalização, sob o argumento que tais instituições são pouco fiscalizadas e palco de desrespeito a direitos. "Há sim uma fiscalização. E abusos podem ser cometidos em qualquer instituição", rebateu Cordeiro.

Fonte: Terra (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook

Ex-prefeito de Juazeiro do Norte e secretário são condenados

A Justiça Federal no Ceará condenou o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Raimundo de Santana Neto, do PT, e o então secretário de saúde, Antônio Bonaparte de Santana Ferreira, por improbridade administrativa.

O juiz Federal Substituto da 16ª Vara Federal, Fabrício de Lima Borges, determinou a suspensão dos direitos políticos dos envolvidos por quatro anos e o pagamento de multa correspondente a 50 vezes a remuneração recebida à época. 

Segundo a decisão, o Fundo Nacional de Saúde repassou ao município, em dezembro de 2011, R$ 378.611,99 para custos com a reforma de 29 Unidades Básicas de Saúde. De acordo com a sentença, o prefeito e o secretário teriam aplicado as verbas federais com finalidades distintas. A comprovação ficou evidente a partir da movimentação da conta bancária do Fundo Municipal de Saúde.

O ex-prefeito também foi condenado à perda do cargo público de médico ocupado por ele no Ministério da Saúde. Ainda cabe recurso contra a sentença.

Resposta
O ex-prefeito publicou em seu blog resposta contra a condenação. De acordo com o petista, a decisão judicial se trata de uma "perseguição política". "São calúnias! Tudo parte de perseguição política Lawfire. Atacar adversários políticos usando a lei. A perseguição fica evidente com a decisão de me multar e tomar meu emprego", escreveu.

Em vídeo, o ex-gestor argumenta que zelou pelo patrimônio público e que não enriqueceu com dinheiro público. "Quando fui prefeito, zelei pelo patrimônio público mais do que zelaria pelo meu. Saí da Prefeitura com o mesmo patrimônio que entrei. Ninguém nunca encontrou um centavo sequer nas minhas contas que não fossem recursos do meu trabalho", disse.

O ex-deputado encerrou o vídeo argumentando que vai recorrer às instâncias superiores. "Vamos provar que os recursos das unidades básicas de saúde foram efetivamente usados, e, quando não eram usados, foram utilizados para pagar os servidores e manter funcionando os serviços de saúde".

O Diário do Nordeste não conseguiu localizar o ex-secretário. O processo foi iniciado após ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal.

Filiado ao Partido dos Trabalhadores desde 1980, Santana foi vereador em Juazeiro, prefeito entre 2009 e 2012, e deputado estadual suplente na legislatura passada. 

WAGNER MENDES
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Incêndio atinge CT do Flamengo e deixa 10 mortos e 3 feridos

Um incêndio atingiu o Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, na manhã desta sexta-feira (08) no Rio de Janeiro. O incêndio já foi controlado, mas segundo o Corpo de Bombeiros da cidade há 10 mortos e três feridos - um deles em estado grave.

O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio, o que teria contribuído para a tragédia. Os bombeiros foram acionados às 5h17 e os feridos foram levados para o hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. 

Segundo os bombeiros, os feridos foram identificados como Cauã Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves, 15, e Jonathan Cruz Ventura, 15. 

Ainda não foram divulgados oficialmente os nomes das vítimas fatais. Apenas foi revelado que se trata de quatro jogadores da base, quatro funcionários do clube e dois atletas que faziam teste no Flamengo.

"A gente tem o local, que é o alojamento, onde os jogadores da base do Flamengo dormiam. A identificação das vítimas é feita posteriormente pela Polícia Civil", disse o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Douglas Henaut à TV Globo. 

"O que causou o incêndio só posteriormente pela perícia. Mas a identificação destes óbitos a perícia vai averiguar. Eram jovens, segundo informações do Flamengo", afirmou Henaut ao Sportv.

O Ninho do Urubu fica localizado no bairro de Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e é utilizado para treinamentos do elenco profissional e das categorias de base.

O local passou por reformas recentemente, com a inauguração de um novo módulo para os profissionais em novembro de 2018. Era previsto, inclusive, que a ala atingida pelo incêndio fosse demolida após a inauguração do novo espaço.

"Ele é um material [construção do alojamento] de certa forma de maior combustão do que alvenaria normal, mas é uma forma de construção bastante utilizada, nada fora do normal", avaliou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros.

O elenco principal do Flamengo tinha trabalho programado para o Ninho do Urubu na manhã desta sexta-feira. A equipe faria, a partir das 9h30, seu último treinamento antes do clássico contra o Fluminense pela Taça Guanabara. Diante da tragédia, a atividade e a própria rodada do Campeonato Carioca foram adiadas.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

08 de fevereiro

1725 - Com a morte do czar Pedro, o Grande, Catarina I da Rússia assume o trono.
1924 - Pena de morte: a primeira execução estadual usando gás nos Estados Unidos acontece em Nevada.
1985 - É lançado o primeiro satélite artificial brasileiro, o BrasilSat A1.

Nasceram neste dia…
1291 - D. Afonso IV de Portugal (m. 1357).
1828 - Júlio Verne, escritor francês (m. 1905).
1944 - Sebastião Salgado (foto), fotógrafo brasileiro.

Morreram neste dia…
1587 - Maria Stuart, rainha da Escócia (n. 1542).
1921 - Piotr Kropotkin, escritor russo (n. 1842).
1957 - John von Neumann, matemático húngaro (n. 1903).

Fonte: Wikipédia

Estado de saúde de Bolsonaro piora e preocupa equipe médica

O presidente Jair Bolsonaro teve febre (38ºC) na noite desta quarta-feira e, após ser submetido a exames, apresentou quadro compatível com pneumonia . A informação foi confirmada através do boletim médico do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde ele está internado desde a semana passada, e também pelo porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros. A origem do quadro é bacteriana.

Ontem, Bolsonaro foi submetido a uma tomografia de tórax e abdome evidenciou boa evolução do quadro intestinal após a reversão da colostomia ( o procedimento foi realizado no dia 27 de janeiro ). Para tratar o quadro de pneumonia, os médicos ajustaram a dose de antibióticos que está sendo administrada ao presidente e mantiveram os demais tratamentos.

No sábado, Bolsonaro apresentou quadro de náusea e vômitos devido ao acúmulo de líquido no estômago e passou a utilizar uma sonda neogástrica para fazer a drenagem do conteúdo. De lá para cá, nos últimos quatro dias, os boletins médicos constataram a estabilidade da saúde dele. Há dois dias, Bolsonaro chegou a utilizar as redes sociais para criticar o que chamou de "militância maldosa" em torno da própria recuperação, que, segundo ele, estava em "evolução plena" .  No domingo, com o início do tratamento com antibióticos, ficou confirmado que a internação deveria durar pelo menos mais uma semana .

O porta-voz da Presidencia, Otávio do Rêgo Barros, explicou que a pneumonia é bacteriana e não viral e confirmou o reajuste na dose do medicamento.

— Os médicos introduziram novo antibiótico de amplo espectro para debelar essa pneumonia.

Barros não soube dizer se a pneumonia vai ampliar o período de internação. Inicialmente, a previsão era que Bolsonaro deixasse a unidade de saúde cerca de 10 dias após a cirurgia —  a alta deveria ter acontecido na quarta ou na quinta-feira desta semana.

— Não sei se esse antibiótico agregado ao pacote (de tratamento) vai aumentar o prazo de permanência do presidente aqui.

O porta-voz não quis entrar em detalhes sobre as possíveis causas da pneumonia.

 —  Eles (médicos) têm algumas possibilidades identificadas mas não gostaria de avançar por se tratar de possibilidades.

Também revelou que Bolsonaro tem apresentado dificuldade para dormir.

 —  O presidente tem tido alguma dificuldade de dormir. Desde ontem os médicos estão pensando em auxiliá-lo de alguma forma  —  disse, negando que Bolsonaro esteja tomando medicamentos para adormecer.

Ainda de acordo com o porta-voz, o presidente manifestou a vontade de comer bife com batata frita quando deixar a dieta.

O porta-voz afirmou, por fim, que o presidente está confiante em sua cura.

 —  O estado de ânimo do presidente é de uma pessoa que está agarrada em sua cura"

Bolsonaro segue sem dor e utiliza a sonda nasogástrica, um dreno no abdome e se alimenta por líquidos recebidos via oral. As visitas seguem restritas. Nesta quinta-feira, ele realizou exercícios respiratórios e andou pelo hospital.

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

Prefeitura de Massapê realiza concurso público e oferta 141 cargos; confira o edital

O Município de Massapê, na Região Metropolitana de Sobral, busca preencher 141 vagas por meio de concurso público. Os salários vão de R$ 998 a R$ 5,5 mil.

Estão disponíveis vagas para os níveis fundamental, médio ou técnico e superior. Os cargos em aberto são: motorista, operador de máquinas pesadas, agente administrativo, cuidador, orientador social, técnico de vigilância sanitária, técnico em enfermagem, técnico de saúde bucal, analista de recursos humanos, analista jurídico administrativo, assistente social, contador, enfermeiro, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico veterinário, nutricionista, pedagogo, procurador, psicólogo e professor (ciências, educação física, geografia, história, matemática e educação fundamental.

As inscrições seguem até dia 3 de março, via internet. A taxa para nível fundamental é de R$ 60. Para nível médio ou técnico, é de R$ 90. Para nível superior, o pagamento é de R$ 120.

A data da prova, os horários e os locais de realização ainda serão divulgados.


Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Conjuntivite sempre é contagiosa? Entenda causas, como prevenir e tratar

Você acorda de manhã e mal consegue abrir o olho, de tanta secreção. Aí, ao se olhar no espelho depois de lavar o rosto, vem a surpresa: vermelhidão, inchaço e a certeza de que não dá para ir ao trabalho ou à escola. Não só porque está feio, mas também porque, boa parte das vezes, a conjuntivite é altamente contagiosa. Ou não? 

A verdade é que existem várias causas possíveis por trás da doença, que é a queixa oftalmológica mais comum em serviços de urgência. Alergias e irritações também podem provocar o quadro, e nesse caso não há risco de transmissão. Mas só o médico, de preferência o oftalmologista, pode fazer o diagnóstico correto. 

Onde começa o problema?
A conjuntiva é um tecido que reveste o globo ocular e a parte interna das pálpebras superior e inferior. Ela existe para proteger e lubrificar os olhos. Em geral, não notamos sua existência porque é transparente. Mas quando a membrana fica inflamada por alguma razão, o branco dos olhos (esclera) abaixo dela fica avermelhado. Também é comum que as pálpebras sejam afetadas e apresentem inchaço. Quando a córnea é acometida, o quadro é chamado de ceratoconjuntivite.

Tipos e causas mais comuns
De modo geral, a conjuntivite pode ser infecciosa (causada por micro-organismos) ou não infecciosa (uma reação a determinadas substâncias). Veja, abaixo, alguns nomes comuns para classificar as conjuntivites e os principais vilões por trás de cada um deles.

Origem infecciosa:

Conjuntivite neonatal Aparece nas primeiras semanas de vida e pode ter relação com doenças sexualmente transmitidas que passam da mãe para o bebê durante o parto vaginal, como gonorreia, clamídia ou herpes.

Conjuntivite bacteriana Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae e Haemophilus sp são os agentes infecciosos mais frequentes. Mas o causador da gonorreia (Neisseria gonorrhoeae) e da clamídia (Clamydia trachomatis) podem afetar os olhos.

Conjuntivite viral Tipo mais comum e altamente contagioso, na maioria das vezes é provocada por adenovírus, o agente envolvido em muitos resfriados. Outros quadros virais também podem provocar a manifestação, como sarampo, catapora e o próprio resfriado comum. Em casos mais raros, pode ser causada por enterovírus ou pelo causador do herpes.

Conjuntivite por fungos ou parasitas Vermes, larvas, amebas e a Candida, entre outros fungos também podem causar conjuntivite, em menor escala.

Formas de transmissão
  • Contato com superfícies ou objetos contaminados, como corrimões, maçanetas etc. (os micro-organismos causadores podem sobreviver por algumas horas nesses locais, e as pessoas levam a mão ao olho depois de se contaminar); 
  • Compartilhamento de toalhas, travesseiros, óculos, maquiagem ou lentes de contato contaminados;
  • Tosse, espirro, abraços, beijos ou apertos de mão (principalmente as conjuntivites virais são transmitidas dessa forma).
Origem não infecciosa: 

Conjuntivite alérgica Ocorre por uma hipersensibilidade da pessoa a determinadas substâncias, como mofo, pólen, gramíneas, poeira, ácaros ou pelos de animais ou baratas. O quadro pode ser intermitente, ou seja, desaparece rápido; sazonal (surge mais em certas estações, como primavera ou outono); ou perene (pode aparecer em qualquer época). Também pode ter relação com doenças atópicas (dermatite, asma ou rinite). Esses casos não são contagiosos, mas podem aumentar a predisposição a infecções. 

Conjuntivite irritativa ou tóxica Substâncias químicas, toxinas, produtos de limpeza, poluição, fumaça, lentes de contato, cosméticos, tinta para cabelo, medicamentos, cloro, raios ultravioleta e corpos estranhos também podem deixar a conjuntiva inflamada, sem risco de transmissão. 

Ceratoconjuntivite seca Também chamada de "síndrome do olho seco", a doença é causada por uma alteração na produção de lágrima que pode ser causada por certas doenças autoimunes, pelo envelhecimento ou por fatores ambientais.

Épocas mais comuns
A conjuntivite viral e bacteriana pode acontecer em qualquer época do ano, mas é comum a ocorrência de surtos no verão. Aglomerações em praias e piscinas facilitam a transmissão dos micro-organismos, ao mesmo tempo em que os olhos ficam mais predispostos a infecções pela irritação causada por sol, água do mar, cloro, ou, ainda, pelo ressecamento provocado pelo ar-condicionado. 

Sintomas
  • Olhos vermelhos
  • Inchaço nas pálpebras
  • Lacrimejamento
  • Secreção
  • Dor ou ardência 
  • Coceira
  • Sensação de areia ou cisco nos olhos
  • Sensibilidade à luz (fotofobia)
  • Visão embaçada
  • Sangramento
Diagnóstico
Alguns tipos de conjuntivite podem ter sintomas muito parecidos, por isso não dá para saber se a doença é infecciosa ou não sem consultar o médico. Além disso, olhos vermelhos podem ser uma manifestação de outras doenças. A partir do relato do paciente e análise dos sintomas é possível ter uma ideia da causa, mas a confirmação é feita com a biomicroscopia, equipamento que permite o estudo microscópico do olho. Em alguns casos, pode ser coletada uma amostra da secreção para exame, a fim de identificar o micro-organismo envolvido.

Tratamento
O tratamento da conjuntivite depende da causa, por isso o diagnóstico é fundamental. Um colírio errado pode agravar o quadro, por isso evite a automedicação. Na maioria das vezes são receitados colírios lubrificantes e limpeza frequente das secreções com algodão embebido em água filtrada ou soro fisiológico, de preferência bem frios para diminuir a inflamação e a dor. 

Nos quadros virais, que se resolvem sozinhos em uma ou duas semanas, só o tratamento sintomático é suficiente, exceto no caso dos quadros provocados por herpes vírus, que demandam uso de antiviral. Se a conjuntivite for bacteriana, é necessário uso de antibiótico. Se for causada por fungo, antifúngico, e assim por diante. Quando a causa é alérgica, é preciso evitar contato com o alérgeno, e anti-histamínicos ou corticoides tópicos podem ser prescritos. 

Cuidados para evitar a transmissão
  • Fique em casa pelo tempo determinado pelo médico
  • Evite levar as mãos aos olhos
  • Não compartilhe toalhas, fronhas, maquiagem etc.
  • Lave as mãos e o rosto com frequência 
  • Limpe as secreções com algodão embebido 
  • Limpe objetos de uso compartilhado, como controle remoto e telefone, com álcool gel depois de usar
  • Se as lentes de contato causarem irritação, fique uns dias sem usar
  • Troque as lentes de contato depois que melhorar para evitar uma reinfecção
  • Limpe os óculos que usou enquanto estava com conjuntivite
Uma conjuntivite não tratada adequadamente pode se prolongar por semanas ou até meses e até comprometer a visão.

Soluções caseiras ajudam?
Compressas frias com água filtrada, fervida ou soro fisiológico podem trazer alívio, mas não acredite em simpatias como passar aliança ou moeda sobre a pálpebra. Esses objetos podem até piorar o quadro, por levarem micro-organismos à região doente. Óculos escuros ajudam a dar conforto em ambientes luminosos. 

Prevenção
  • Lave as mãos com frequência 
  • Evite, sempre que possível, coçar os olhos com as mãos sujas
  • Se convive com alguém que está com conjuntivite, evite abraços, apertos de mão e beijos; limpe eventuais objetos de uso compartilhado com álcool gel; não use a mesma fronha e toalha que a pessoa usou
  • Não compartilhe maquiagem para olhos, e preste atenção nos prazos de validade
  • Evite tocar os olhos ao usar produtos químicos ou de limpeza; utilize proteção quando indicado
  • Evite exposição a agentes irritantes, como fumaça de cigarro, e proteja-se do sol com chapéu e óculos escuros
  • Troque roupas de cama e toalhas semanalmente
  • Evite nadar em praias impróprias ou piscinas sem tratamento adequado
  • Se você é alérgico, evite exposição às substâncias que causam reação
  • Só utilize colírios com indicação médica
  • Tenha uma vida saudável, com dieta equilibrada e atividade física regular

Fontes consultadas: Fabio Adams, oftalmologista do Hospital Infantil Sabará; Miguel Padilha, oftalmologista e ex-presidente da SBO (Sociedade Brasileira de Oftalmologia); CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças, nos EUA); Sociedade Brasileira de Pediatria. 

Fonte: Viva Bem/UOL

Curta nossa página no Facebook

Choveu 25% abaixo da média no Cariri em janeiro

A chamada “quadra invernosa” – meses que registram o maior volume de precipitações no Ceará – acontece de fevereiro a maio. Já no Sul do Estado é diferente: entre janeiro e abril se concentram as principais chuvas. Porém, no primeiro mês do ano, a macrorregião do Cariri registrou 109,9 milímetros de chuvas, ou seja, 25,6% abaixo da média para este período: 147,7 milímetros. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme)

Os únicos municípios que registraram chuvas acima de suas médias históricas no mês de janeiro, no Cariri, são Abaiara e Crato. No primeiro, foi observado 178 milímetros, ou seja, houve um desvio positivo de 18% (150 mm). Já o segundo, choveu 199.3 milímetros, que representa 4,7% acima de sua média histórica (190,4 mm).

Do outro lado da balança, Granjeiro teve o maior desvio negativo no primeiro mês do ano. Lá, foram observados 64,5 milímetros em janeiro, que representa 59,9% abaixo de sua média histórica (160,8 milímetros). Barbalha também registrou um volume 54,6% menor que sua média (197,3 mm), tendo acumulado 89,5 milímetros de chuvas.

Preocupação
O açude do Junco, que abastece a cidade de Granjeiro – menor município da região do Cariri, com população estimada de 4.459 pessoas – apresenta 9,63% de sua capacidade, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Ano passado, o reservatório secou e foram necessárias as perfurações de três poços no seu interior. Atualmente, o sistema de abastecimento de Granjeiro está sendo realizado por meio de poços tubulares.

Castanhão 
As chuvas na região do Cariri são importantes para a recarga hídrica do Açude Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Isso porque o Rio Salgado é um dos afluentes do Rio Jaguaribe, que deságua no maior reservatório do Estado. Hoje, a estrutura tem apenas 3,58% de sua capacidade.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Servidores do Estado devem fazer prova de vida; saiba como proceder

Servidores civis ativos, inativos e militares da ativa, da reserva remunerada e reformados, além de pensionistas, aniversariantes nos meses de janeiro e fevereiro, devem realizar a prova de vida no auto-atendimento de qualquer das agências do Bradesco no território nacional. O prazo foi iniciado no último dia 1º de fevereiro. Para realizar a prova de vida é necessário apenas digitar o número da conta e da agência e fazer a leitura da biometria nas máquinas de auto-atendimento. Com isso o processo torna-se mais ágil e seguro.

O comparecimento para realizar a prova de vida deve ocorrer no mês de aniversário do servidor ou pensionista. Excepcionalmente, aqueles que fizeram aniversário em janeiro deste ano realizarão o procedimento em fevereiro, juntamente com os aniversariantes do mesmo mês.

A prova de vida tem caráter obrigatório e contemplará todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) e Defensoria Pública Estadual. A Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) esclarece que a prova de vida deve ser realizada inclusive pelo servidor ou pensionista tenha feito o recadastramento em 2018.

No caso daqueles que fizeram portabilidade e os que não possuem conta corrente no Bradesco é necessário se dirigir a uma agência do Bradesco, onde deverão apresentar um documento oficial de identificação com foto e CPF. Já os impossibilitados de comparecer por motivos de doença grave ou por morar no exterior devem acessar o site do Recadastramento (recadastramento.seplag.ce.gov.br), imprimir o Termo de Recadastramento/Prova de Vida Manual e encaminhar à Seplag com a documentação exigida, conforme instruções constantes no próprio site.

Assessoria de Comunicação/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Ministro de Bolsonaro divulga marca de Israel que faz água do ar, mas Brasil tem empresa

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, voltou de uma viagem oficial a Israel neste final de semana e anunciou uma novidade: uma empresa israelense, a Watergen, doou ao Brasil 11 máquinas capazes de fabricar água potável a partir da umidade do ar. De acordo com anúncio do ministro na sexta-feira (1) em rede social, os equipamentos "deverão ser instalados em escolas, hospitais e algumas comunidades com grandes desafios hídricos", para que a tecnologia possa ser avaliada pelo governo.

No Brasil, no entanto, a tecnologia que produz água a partir da umidade do ar já existe pelo menos desde 2010. A empresa nacional Wateair, instalada no interior de São Paulo, oferece equipamentos do tipo por custo similar, e nunca foi procurada pelo governo federal.

"Acho que não é má-fé ou má vontade do governo não, é mérito de um lobby bem feito pelos israelenses", afirma ao UOL o dono da Wateair, o engenheiro Pedro Ricardo Paulino, ao ser questionado se considerava normal o ministro ir buscar do outro lado do mundo um equipamento que já é produzido por uma empresa brasileira com tecnologia nacional. "Não vejo com estranhamento, é uma questão política do governo, dessa aproximação com Israel que querem fazer."

De acordo com ele, sua empresa já vendeu mais de mil equipamentos (existem vários modelos de diversos tamanhos) no Brasil e no exterior, inclusive para países do Oriente Médio. "Os árabes, acho que até por uma questão religiosa e geopolítica, não compram o equipamento israelense e têm recorrido cada vez mais aos nossos. O Irã, por exemplo, é cada vez mais um excelente cliente", afirma Paulino. 

O engenheiro conta que já apresentou suas máquinas para governadores da região Nordeste e alguns órgãos do governo federal no passado, mas nunca nenhuma conversa foi para frente. Assim, seus principais clientes são empresas privadas.

Procurado pelo UOL através de sua assessoria de imprensa para explicar melhor a doação e seu destino, a parceria com a empresa israelense, se pretende comprar os equipamentos importados, instalar a fábrica e se está avaliando soluções similares de outras empresas, nacionais ou estrangeiras, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações não respondeu aos questionamentos feitos pela reportagem. 

"Custo/benefício melhor" 
A empresa israelense confirmou ao UOL a doação das 11 máquinas ao governo brasileiro e disse que o custo total dos equipamentos é de cerca de US$ 800 mil -- o equivalente a R$ 2,9 milhões no câmbio da segunda-feira (4). A máquina capaz de produzir 900 litros de água por dia sai por cerca de 75 mil dólares (ou R$ 275.475). Foram doadas 10 deste modelo

A alternativa brasileira similar, com capacidade para produzir 1.000 litros de água por dia, custa R$ 319.500. "É um pouco mais cara, mas é necessário considerar que nossa água é muito melhor, pois temos um sistema que adiciona sais minerais na medida certa na água produzida, o que outras máquinas não têm, a nossa água é a melhor do mundo sem dúvida", diz o dono da empresa brasileira. 

"Sem falar que pagamos todos nossos impostos no Brasil e geramos empregos. Se você ainda acrescentar que no caso do equipamento importado há todo o custo da importação e do transporte, manutenção e peças de reposição... nossa solução oferece custo e benefício muito superiores ao dos concorrentes estrangeiros", afirma.

Outra diferença é que a tecnologia nacional é capaz de captar água a partir de uma umidade do ar de 10%, contra uma umidade mínima de 15% no equipamento israelense. 

Lobby do primeiro-ministro de Israel  
No domingo (3), foi a fez do presidente Jair Bolsonaro comemorar a parceria anunciada com a empresa israelense. "Ciência, tecnologia, desenvolvimento e economia! O Novo governo brasileiro traz de volta a confiança aos olhos do mundo, para o bem do cidadão brasileiro e do Brasil!", publicou o presidente em sua conta no Twitter. 

Em resposta à reportagem, a Watergen afirma em nota que "não possui nenhuma expectativa" de que o governo brasileiro compre mais equipamentos a partir desta primeira doação. "A doação foi feita no espírito de amizade e cooperação entre os dois países", afirma a resposta enviada ao UOL. A empresa afirma ainda não ter nenhum contrato ou promessa de negócios com o governo federal.

Apesar disso, a direção da empresa esforça-se na aproximação com o governo Brasileiro. Executivos da Watergen participaram de uma "comitiva paralela" de empresários que acompanhou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na viagem ao Brasil para a posse de Bolsonaro no início do ano e conseguiram marcar um encontro com o ministro Marcos Pontes em Israel -- que culminou na doação dos equipamentos.

Em fotos e vídeos divulgados em diversas contas no Twitter no dia da posse, é possível constatar que a Watergen instalou pelo menos um equipamento de produção de água a partir da umidade do ar em Brasília para demonstrar sua tecnologia. Uma máquina foi instalada ao lado de uma base móvel da Polícia Militar do Distrito Federal. 

De acordo com reportagem do jornal israelense Haaretz, a família dona da Watergen é ligada a Netanyahu. Segundo o jornal, o primeiro-ministro faria lobby para a Watergen em outros países e na ONU. Em troca disso, uma emissora de televisão pertencente à família daria voz e protegeria o primeiro-ministro de acusações de corrupção de que é alvo no país.

Em dezembro do ano passado, ao anunciar a visita de Pontes a Israel, o presidente Bolsonaro falou de iniciativas para combater a seca no semiárido nordestino, em sua conta no Twitter. "Também estudamos junto ao embaixador de Israel e empresa especializada testar tecnologia que produz água a partir da umidade do ar em escolas e hospitais da região. Poderemos, inclusive, negociar a instalação de fábrica no Nordeste para venda desses equipamentos", escreveu em meio à mensagem.

Prometida por Bolsonaro, dessalinização também já existe no Brasil 
Quando anunciou a ida do ministro ao país vizinho, Bolsonaro afirmou que ele buscaria tecnologias de dessalinização de empresas israelenses para aplicar no Brasil. Porém, milhares de equipamentos do tipo já funcionam no país em locais onde há falta crônica de água, principalmente no interior do Nordeste. 

Após a repercussão negativa do governo brasileiro querer importar uma tecnologia que já existia no Brasil, o ministério manteve a agenda no país do Oriente Médio, mas abriu um "cadastro de soluções tecnológicas" destinadas a amenizar os impactos da seca no país, voltado principalmente para conhecer as empresas e tecnologias brasileiras. 

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

ShareThis