Equipe de Temer vai sugerir a economista de Bolsonaro o fim do abono salarial

A atual equipe econômica do governo vai defender junto ao time ao futuro ministro da área, Paulo Guedes, a adoção de uma série de medidas para reduzir o déficit nas contas públicas, desamarrar o Orçamento e evitar o descumprimento da chamada "regra de ouro" das contas públicas, que impede o governo de fazer dívida para pagar despesas como salários.

Uma destas medidas é restringir ou até acabar com o chamado abono salarial, benefício para quem ganha até dois salários mínimos e que custará mais de R$ 19 bilhões no ano que vem.

As primeiras conversas oficiais sobre o tema entre os integrantes do atual governo e o grupo que participa da transição estão marcadas para a próxima semana, mas conversas informais já estão em curso. Na sexta-feira, 2, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse em entrevista à Rede Vida que espera aprovar um "pacotão" de medidas logo no início do mandato.

O fim do abono, criado há 47 anos, chegou a ser discutido pela equipe do presidente Michel Temer, que acabou abandonando a proposta diante do elevado custo político, uma vez que seus beneficiários são justamente a camada mais pobre da população. A equipe de Guedes já defendeu publicamente mudanças no benefício.

Além de medidas consideradas mais estruturais, a equipe econômica avalia que os assessores de Bolsonaro devem pedir apoio ao Congresso para a aprovação da medida que adia o reajuste do salário dos servidores para 2020 (mais informações nesta página). O texto precisa ser aprovado até 8 de fevereiro do ano que vem, mas na prática o ideal seria votar a MP ainda este ano.

Na lista também está o projeto de lei que altera a tributação dos fundos exclusivos, voltados para investidores de alta renda. Por se tratar de mudança no Imposto de Renda, ela precisa ser aprovada ainda em 2018 para que possa valer no ano que vem. 

Fonte: UOL (Com informações do jornal O Estado de S. Paulo)

Curta nossa página no Facebook

9 dicas para conseguir acordar mais cedo e com disposição

Pular da cama ou dormir mais um pouco? Para muita gente, o dilema é diário. Para o nosso corpo, muitas vezes a segunda opção é a escolhida, mesmo quando nosso cérebro sabe que temos que acordar cedo para trabalhar ou cumprir outras atividades. E quando finalmente o despertador é escutado, muitas pessoas começam o dia sem disposição, só pegando no tranco no fim da manhã ou começo da tarde.

Na maioria das vezes, a dificuldade para acordar bem disposto tem um grande culpado: a privação de sono. "Antes, no começo do século XX, dormíamos cerca de nove horas por noite, hoje a média é menor do que sete horas", compara o pneumologista Geraldo Lorenzi Filho, coordenador da Residência Médica em Medicina do Sono do Incor e médico do Laboratório do Sono do Hospital Santa Cruz, em São Paulo.

Mas é claro que outros fatores também podem influenciar nisso. "Também existem aspectos genéticos, pessoas que têm tendência a acordar e dormir muito tarde ou muito cedo. Só que essa é uma porcentagem muito pequena da população", frisa a pneumologista Sonia Togerio, pesquisadora do Instituto do Sono, da Unifesp, em São Paulo.

De qualquer forma, acordar com dívidas na conta de sono pode ser prejudicial ao rendimento e à saúde. "Isso causa problemas de memória, humor, falta de atenção e, é claro, sonolência", ensina Sônia. Por isso pedimos aos especialistas algumas dicas para tornar essa tarefa muito mais fácil. A seguir, você confere as estratégias para conseguir acordar mais cedo e com o pique em alta.

Tenha horários constantes
O corpo pode não ser exato, mas ele é regido por um ciclo chamado circadiano, expressão que significa "cerca de um dia". Isso porque o organismo organiza suas funções para que ocorram sempre em 24 horas mais ou menos, obedecendo a duração do dia. Esse é o tal do relógio biológico. Manter uma hora certa para dormir e acordar ajuda a regular um pouco mais esse nosso cronograma interno. "Ficar mexendo no nosso ciclo circadiano o desregula. Ao dormir mais tarde, você atrasa o relógio e volta a não conseguir acordar cedo", esclarece o médico do sono Geraldo Lorenzi. É claro que não é preciso exagerar e ser sempre pontual, mas manter uma rotina faz parte da higiene do sono e ensina o corpo a ter uma frequência.

Use e abuse da luz
Um dos reguladores do ciclo circadiano é a luz, já que o corpo tem funções diferentes à noite e durante o dia. Portanto, o sol é um excelente indicador para o corpo que está na hora de acordar. "Abrir a janela de manhã como as avós ou seus pais faziam é uma excelente maneira de dizer para o organismo que já é dia", pontua o médico do sono Lorenzi. E em dias nublados, mesmo a luz artificial pode ter esse efeito. "Depende, é claro, de sua intensidade", reitera a pneumologista Sônia Togerio. Em vez de dormir com cortinas ou persianas, que bloqueiam totalmente a passagem da luz matutina, experimente deixar a janela do quarto liberada para a entrada do Sol antes mesmo de ir para a cama.

Relaxe antes de dormir
As vovós também viviam dizendo aos netos para pararem um pouco de brincar na hora de dormir. E, mais uma vez, elas estavam certas! "O mais indicado é não fazer atividades estimulantes, principalmente no caso dos adultos. Trabalhar, por exemplo, excita a mente, ainda mais ficar pensando no que precisa ser feito no dia seguinte", argumenta a pneumologista Sônia. Ver televisão, navegar na internet, jogar videogame, tudo isso entra na lista de proibições. Mas não precisa parar de cumprir tudo isso assim que o sol se por. Basta separar uma hora para relaxar e ficar longe de tudo isso quando estiver próximo de dormir. Nessas horas, um livro ou uma música relaxante são ótimas pedidas.

Não fique enrolando na cama
"Cama é um lugar para dormir e fazer sexo, mais nada!", sublinha o médico do sono Lorenzi. No máximo, fazer uma leitura, que é algo relaxante. Portanto, ao enrolar na cama, você tira a sensação que lá é um local de sono, o que pode dificultar a chegada do sono à noite. Seu organismo deve reconhecer que a cama é um local de repouso e relaxamento, portanto praticar atividades estimulantes como assistir televisão ou jogar videogame na cama também não são recomendadas. "Para quem tem insônia, por exemplo, ficar muito tempo na cama gera mais ansiedade", lembra a pneumologista Sônia. A melhor forma de dizer para seu corpo que está na hora de acordar, é levantar logo, sem enrolações. Existem despertadores programados inclusive para que a pessoa seja obrigada a levantar, como o que solta três peças de quebra cabeça e só para de tocar quando todas são colocadas de volta ao lugar.

Resista ao botão soneca
Você pode achar que está enganando o despertador, mas é o seu corpo que é feito de bobo ao apertar o botão "soneca" do relógio. "Pode fazer mal, porque se tem um sono fracionado, que é de segunda qualidade, e acaba-se dizendo ao corpo que ele pode dormir assim, o que não é certo", ensina Lorenzi. O ideal é acordar assim que o despertador toca, e não ficar barganhando mais uns minutinhos.

Tome cuidado com a atividade física
A atividade faz muito bem à saúde, e quando feita logo cedo, colabora para a disposição. "O nosso ciclo cicardiano está muito relacionado à temperatura do corpo, quando ele está frio, temos sono. A atividade física eleva o calor corporal, ajudando a despertar melhor", explica Lorenzi. Por outro lado, fazer exercícios muito perto da hora de dormir tem o mesmo efeito, atrapalhando o sono. "O indicado é sempre fazer exercício três horas antes de dormir", ensina Sônia.

Mantenha o olho vivo no cardápio
Os alimentos também influenciam no sono e sábio foi quem percebeu que o café ajuda a espantar a sonolência. A bebida é rica em cafeína, substância que é estimulante. "Alguns alimentos fontes desse micronutriente devem ser evitados à noite, como café, chá preto, chá verde e chocolate, que são estimulantes", considera Lorenzi. Mas você pode consumi-los pela manhã, a cafeína melhora a memória, por exemplo. Só que o efeito pode não ser imediato. Um estudo feito no Instituto Federal Suíço de Tecnologia, em Zurique, verificou que pessoas que consumiam bebidas com o micronutriente tinham mais atenção e eficiência logo após a ingestão, além de um aumento no metabolismo. Além disso, pesquisas indicam que proteínas pela manhã podem aumentar características como atenção e memória logo cedo.

Dê mais atenção ao seu corpo
As pessoas têm uma determinação genética também sobre seus horários de dormir e acordar, são os cronotipos, que dividem as pessoas entre matutinos e vespertinos, além dos intermediários. Os primeiros tem uma tendência maior a dormir e acordar cedo, enquanto os últimos despertam e se deitam mais tarde. "A maior parte das pessoas é flexível, pode se habituar a acordar cedo", ensina Lorenzi. Mas saber qual é sua tendência com certeza ajuda a conhecer melhor o próprio corpo. A dica do especialista é aproveitar as férias ou qualquer período sem obrigações de horários e perceber a que horas, sem a privação de sono, o corpo sente necessidade de dormir e acordar, e assim observar como o organismo se comporta. Ou faça o teste e descubra em qual período do dia a sua disposição é maior.

Além disso, existem os curto e longo dormidores, que precisam de menos ou mais tempo para dormir respectivamente. "Isso é muito individual, e pode variar também com a idade", salienta Sônia. Mas, muitas vezes, a dificuldade em acordar cedo está justamente no fato da pessoa precisar dormir um pouco mais que a média. Nesses casos, oito horas não são suficientes e o saldo de sono sempre fica negativo.

Consulte um especialista
Se mesmo com todas essas dicas, está difícil conseguir acordar cedo e com disposição, talvez esteja na hora de buscar ajuda profissional. "Se isso atrapalha a vida da pessoa é importante orientação, até para tomar medicação, como suplementos de melatonina, hormônio ligado ao sono", acredita Sônia.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Enem 2018: dicas para a prova e a redação, o que estudar e mais

A prova será realizada em dois domingos consecutivos – dias 4 e 11 de novembro. No primeiro domingo os candidatos farão as provas de Ciências Humanas (45 questões de geografia, história, filosofia e sociologia) e Linguagens e Códigos (45 questões de língua portuguesa, literatura e língua estrangeira, podendo ser inglês ou espanhol, a depender do que o candidato escolheu no momento da inscrição), além da redação (um texto de prosa dissertativo-argumentativo). No segundo domingo é a vez das provas de Ciências da Natureza (45 questões de biologia, química e física) e Matemática (45 questões).

Com esse espaço de uma semana entre a primeira e a segunda provas, os candidatos poderão descansar, analisar o que funcionou em sua estratégia e revisar conteúdos. Mas é preciso tomar cuidado para que esse tempo não gere ainda mais ansiedade. 

“O ideal, na semana entre as provas, é fazer uma revisão leve dos conteúdos mais frequentes nas provas de Matemática e Ciências da Natureza. Nada de desespero, nada de tentar tirar o atraso e ler a apostila inteira. Recomendamos que o estudante revise apenas os principais tópicos e resolva questões de anos anteriores”, recomenda Tony Manzi, professor de biologia e diretor do curso Maximize.

A prova

Perguntas e respostas sobre a aplicação do Enem

O Enem exige competência leitora do candidato – ou seja, uma de suas funções é medir a capacidade de entender o que se está lendo nas perguntas. Outra exigência é que o aluno consiga relacionar conhecimentos de várias matérias – a chamada interdisciplinaridade.

O exame também pede conhecimento de atualidades em diversas áreas, como política, economia, situação internacional e cidadania. Por isso, é importante manter-se informado sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo, por meio da leitura de jornais, revistas e sites. O Guia do Estudante publica o Atualidades Vestibular (duas edições ao ano, em março e agosto), que apresenta e explica o contexto dos principais temas da atualidade para quem está se preparando para a prova.

Nos últimos anos, apesar de ainda manter muitas questões que podem ser resolvidas a partir da aplicação de lógica e interpretação, a prova do Enem tem cobrado cada vez mais o domínio do conteúdo teórico das disciplinas do Ensino Médio. A exigência de fórmulas, conceitos e termos específicos está tornando o Enem um exame um pouco mais “conteudista”, parecido com vestibulares tradicionais como o da Fuvest. Essa transição tem a ver com a expansão do Enem. Como o exame está substituindo o vestibular de muitas universidades, a prova tende a ser um pouco mais rigorosa, para que as instituições tenham condições de selecionar alunos com sólidos conhecimentos do Ensino Médio.

Perguntas respondidas

1 – Quando será cada prova e qual sua duração?
A prova agora será realizada nos dias 4 e 11 de novembro. O primeiro domingo terá Ciências Humanas (45 questões de geografia, história, filosofia e sociologia) e Linguagens e Códigos (45 questões de língua portuguesa, literatura e língua estrangeira), além da redação. No segundo domingo é a vez das provas de Ciências da Natureza (45 questões de biologia, química e física) e Matemática (45 questões).

2 – Que horas começa a prova?
Depende do estado em que você mora. Fique atento com o horário de verão: os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário de Brasília. Se você chegar atrasado, não poderá entrar. Por isso, conheça bem o caminho até o seu local de prova e pesquise as melhores alternativas para chegar lá. A aplicação do exame começará sempre às 13h30 e irá até as 19h no dia 4 e até as 18h no dia 11.

3 – Preciso levar o cartão de confirmação impresso no dia?
É recomendável, mas não obrigatório. O cartão de confirmação do Enem estará disponível no site do exame. O cartão informa o local onde cada estudante fará as provas, além do número de inscrição e dos horários. Para ter acesso, é preciso informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição. No cartão, informa-se também se o estudante pediu atendimento especializado e ou específico e qual a opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

4 – Posso alterar meu local de prova?
Mudanças do local indicado para a realização das provas são possíveis somente no período de inscrições, logo não é possível fazer alteração. O participante realizará a prova no município informado no ato de inscrição.

5 – Que documentos preciso apresentar na prova do Enem? 
É necessário apresentar um documento original com foto, que pode ser: Cédula de identidade (RG); a Carteira de Trabalho e Previdência Social; o Certificado de Reservista; o Passaporte e a Carteira Nacional de Habilitação com fotografia.

6 – Perdi meu RG. Posso levar certidão de nascimento ou cópia autenticada do RG?
Não serão aceitos em hipótese alguma Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, crachás e identidade funcional de natureza privada, nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, ou, ainda, cópia de documentos, mesmo que autenticadas. Nessas situações, o participante poderá fazer a prova desde que apresente o boletim de ocorrência expedido por órgão policial, emitido há, no máximo, 90 (noventa) dias da data de realização das provas, e seja feita a identificação especial, com a coleta de dados e assinatura em formulário próprio.

7 – Posso usar calculadora na prova?
Não. O participante não pode, sob pena de eliminação, portar quaisquer dispositivos eletrônicos, o que inclui calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPods, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.

8 – Posso levar comida para a prova do Enem?
Sim.

Segurança
A prova do Enem será personalizada, ou seja, os participantes receberão cadernos de questões identificados com nome e número de inscrição, informações que também passam a constar nos cartões de resposta encartados.

Outra medida de segurança são os detectores de ponto eletrônico, que serão usados para identificar participantes que tentarem usá-lo, assim como aparelhos de transmissão, que, eventualmente, possam ter burlado a inspeção por meio de detectores de metal. O recurso é um receptor avançado de detecção de campo próximo, capaz de acusar a emissão de sinais em radiofrequência de wi-fi, bluetooth, celulares e em transmissões ilegais.

9 – Posso faltar ao trabalho para fazer o Enem?
Não ir ao trabalho para prestar exames de vestibular é considerado, pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), uma falta justificada, que não deve ser descontada do salário – desde que a pessoa apresente um comprovante ao setor de recursos humanos da empresa. Como o Enem tem sido usado como vestibular em muitas instituições, em tese ele se enquadraria nisso. De qualquer forma, não deixe de conversar com seu chefe antes.

O Inep disponibilizará para impressão, na Página do Participante, a Declaração de Comparecimento, mediante informação de CPF e senha. O participante que tiver interesse deverá apresentar a declaração impressa, em cada dia de aplicação, ao Coordenador de Local, para preenchimento e confirmação de sua presença no Exame. Atenção! O comprovante não será mais disponibilizado no local de prova como nas edições anteriores.

10 – Que tipo de caneta pode ser usada no dia da prova?
Apenas caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

11 – Posso levar lápis e borracha?
Não. Caso o candidato leve, será pedido para que ele guarde os objetos dentro do saquinho que será entregue antes da prova, junto com outros pertences pessoais do candidato.

12 – Quando o participante poderá deixar o local do exame?
Somente após duas horas do início das provas, sob pena de eliminação.

13 – Em que momento o participante poderá levar o caderno de questões?
Somente nos últimos 30 minutos antes do término das provas, sob pena de eliminação.

14 – Posso usar qualquer roupa para fazer o Enem?
O edital só apresenta restrições quanto ao uso de óculos escuros e artigos de chapelaria, como boné, chapéu, viseira, gorro e similares, que são todos proibidos. A recomendação é a de usar uma roupa confortável. Bermuda e chinelos são permitidos.

15 – Posso levar relógio para a prova do Enem?
Não, mesmo se for analógico. Se você levar um relógio, ele deverá ser recolhido pelo fiscal do exame e guardado em um porta-objetos.

16 – Posso levar bolsa ou mochila na prova do Enem?
Sim, mas alguns fiscais de prova podem pedir para que as bolsas e mochilas sejam colocadas na parte da frente da sala de aula, distante do candidato.

O que pode provocar a eliminação do participante?

– Fornecer informações falsas no ato da inscrição pela internet;

– Agir com incorreção ou descortesia com qualquer participante ou pessoas envolvidas no processo de aplicação das provas;

– Perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de aplicação das provas, incorrendo em comportamento indevido durante a realização do exame;

– Comunicar-se, durante as provas, com qualquer pessoa, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma;

– Portar qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação ao ingressar na sala de provas ou durante a realização do exame;

– Utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento em benefício próprio ou de terceiros, em qualquer etapa do exame, sem prejuízo de demais penalidades previstas em lei;

– Utilizar livros, notas ou impressos durante a realização das provas.

A redação
O que você precisa saber para tirar 1.000 na prova de redação

O formato de redação escolhido por grande parte dos vestibulares, inclusive o Enem, é a dissertação-argumentativa. Esse gênero textual possibilita que o estudante construa uma tese inicial e defenda diferentes pontos de vista ao longo do texto. Separamos aqui algumas dicas para você construir um bom texto.

1) Veja o tema de redação e faça uma leitura cuidadosa da prova – Essa é a principal dica e vai influenciar todo o seu desempenho. Leia e releia a proposta e os textos de apoio. Dê uma lida também nas questões da prova. Pode ser que alguma informação ajude no tema da redação. Atenção: essa etapa é essencial para que você não fuja do tema.

2) Elabore o projeto de texto e escolha uma tese – Esse é o momento em que você deve escolher a sua abordagem e os argumentos que usará para defender sua tese. Separe as ideias principais sobre o assunto em um rascunho. Na tese, escolha um tema que você domine para argumentar e expor o seu ponto de vista.

3) Faça a primeira versão do texto – Nessa etapa do rascunho, preocupe-se com o conteúdo e não com a gramática. Foque sua atenção para organizar os argumentos da melhor forma. As ideias devem fazer sentido e devem estar ligadas entre si. Um texto bem amarrado valoriza a sua argumentação e fará com que o corretor não se sinta confuso ao lê-lo. 

Lembre-se da estrutura básica da dissertação-argumentativa

Introdução
Apresente o tema e o recorte que você fará dele. Evite fazer rodeios. É recomendável que a tese seja exposta para direcionar a leitura e mostrar sua linha de raciocínio. Lembre-se de que na dissertação seus argumentos devem ser usados para convencer quem estiver lendo.

Desenvolvimento
Defenda a sua tese apresentando ideias que a justifiquem, de forma consistente, e apresente seus argumentos. Essa parte é importante, por isso coloque tudo da forma mais clara possível para que o leitor compreenda seu ponto de vista. Para deixar organizado, uma dica é reservar um parágrafo para cada argumento, analisando todos os aspectos que você quer abordar.

Conclusão
Retome as ideias expostas na introdução, junto com os principais argumentos que a justificam para confirmar a tese e encerrar o debate. Diferente das outras redações, no Enem é nessa parte que você deve propor a solução ao problema, a partir dos pontos já levantados durante sua redação.

4) Revise o texto  Agora é hora de corrigir a gramática e encontrar outros errinhos na sua redação. Caso tenha dúvida na grafia de alguma palavra, tente substituir por outra expressão. Preste atenção se não existe alguma frase sem sentido perdida pelo texto e avalie se há coerência entre as ideias.

5) Passe o texto a limpo – Finalmente, essa é a última etapa da redação. Por isso a importância de preparar seu texto em um rascunho. Respeite o limite de linhas e não coloque informações fora da área de correção.

Consultoria: Eclícia Pereira, professora de redação do Cursinho da Poli e GUIA DO ESTUDANTE Redação Vestibular + Enem

Estratégias de prova
Pesquisadora da Unicamp dá dicas para os estudantes organizarem seu tempo durante o exame e mandarem bem na redação

Você já pensou em como planejar o seu tempo durante o exame? Pode parecer besteira, mas saber administrar as horas de prova é a chave para uma melhor execução do Enem. “Especialmente nesse exame, é importantíssimo saber administrar o tempo gasto em cada parte da prova. Não adianta passar metade do período fazendo uma ótima redação e não conseguir fazer as 90 questões. Da mesma forma, não é interessante fazer um texto ruim correndo para ter mais tempo para as 90 questões”, explica Carolina Assis Dias Vianna, assessora pedagógica da Saraiva e doutoranda em Linguística Aplicada pela Unicamp.

Para a especialista, que tem vasta experiência na correção de redações do Enem e de vestibulares, o ideal é que o estudante reserve em torno de 1h10 para produzir seu texto. Para isso, ela sugere que a organização do tempo na avaliação se dê da seguinte forma:

13h30 a 14h10: Leia com atenção a proposta e os textos auxiliares e prepare o seu projeto de texto, deixando sua primeira versão pronta na folha de rascunho.

14h10 a 17h50: Vá para as questões objetivas. Tente resolver aproximadamente 25 questões por hora, gastando cerca de 2 minutos em cada uma. Aquelas cuja resposta você não sabe devem ser puladas nesse primeiro momento. Mas atenção: um alerta: não pule mais de 9 questões!

17h50 a 18h20: Volte ao seu texto para passá-lo a limpo. Certamente, você perceberá problemas que não tinha visto enquanto fazia o rascunho e já conseguirá resolvê-los nessa revisão. Além disso, tudo o que você leu na prova inconscientemente permitirá que se afaste do texto e reavalie suas ideias de forma mais crítica. Porém, não esqueça: você tem apenas meia hora, então não poderá mudar tudo e escrever outro texto, trata-se apenas de uma breve leitura crítica e revisão.

18h20 a 18h40: Passe para o cartão de respostas as questões que já respondeu.

18h40 a 19h00: Volte para as questões que deixou em branco e, à medida que as for resolvendo, passe as respostas para o cartão. Fique atento à quantidade que falta e quanto tempo você poderá gastar em média para resolver cada uma delas.

“É importante que o estudante faça esse teste de tempo antes do dia da avaliação. Se não teve oportunidade em algum simulado da escola, pode fazer em casa: imprima uma prova de anos anteriores e coloque o cronômetro em ação. Faça isso quantas vezes for possível! Esse treino deixará o rendimento e a administração do tempo cada vez melhores e trará mais segurança e confiança para o dia da prova”, recomenda Carolina.

Fonte: Guia do Estudante

Curta nossa página no Facebook

PT pede doações para encerrar contas da campanha de Haddad

O Partido dos Trabalhadores (PT) está pedindo, em seu perfil oficial no Twitter, ajuda dos eleitores para encerrar as contas da campanha à presidência de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila (PCdoB). “Ajude a encerrar nossas contas e fortaleça a resistência”, diz a publicação.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as doações para campanhas podem ser feitas por pessoas físicas, por meio de plataformas online. As “vaquinhas” virtuais foram implantadas pela primeira vez nesta eleição.

    Ajude a encerrar nossas contas e fortaleça a resistência. Contribua e compartilhe!
    👉 Doação: https://t.co/ja2sEHt0FA
    👉 Saiba mais: https://t.co/ts5u9IoPe2 pic.twitter.com/pjrWclUSOF
   
     — PT Brasil (@ptbrasil) 2 de novembro de 2018

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

Romaria de Finados leva milhares de fiéis a Juazeiro do Norte

Após os episódios dos milagres, no fim do século XIX, Juazeiro do Norte começou a receber centenas de visitantes. Muitos viajavam para pedir conselhos e ajuda espiritual e material ao Padre Cícero. Uma porção de terras para trabalhar já era suficiente para se instalar no povoado. E muitos ficaram até a morte.

Por isso, o "Padim" estimulou que os romeiros visitassem seus entes queridos sepultados na cidade. Surgiu, então, a Romaria de Finados, que se intensificou após a morte do sacerdote, em 1934, e hoje é a maior do Município.

Este ano, cerca de 200 mil pessoas visitaram Juazeiro do Norte durante o evento religioso. O movimento se intensificou a partir do dia 29 de outubro e foi até ontem (2), Dia de Finados. Duas celebrações emocionantes marcaram a despedida dos romeiros nessa sexta-feira.

A primeira missa, pela manhã, reuniu milhares de fiéis no largo da Capela do Perpétuo Socorro, onde Padre Cícero está sepultado. Já ao meio-dia, a tradicional bênção dos chapéus finalizou os festejos na Basílica de Nossa Senhora das Dores.

Neste período de Romaria, a população do Município quase dobra e, por isso, o poder público tem que adotar várias medidas. A Secretaria de Turismo e Romaria espalhou pelos principais pontos visitados os "agentes de romaria" para dar orientações aos visitantes. Além disso, unidades de saúdes móveis estiveram disponíveis na Colina e na Basílica de Nossa Senhora das Dores.

"Não sei se podemos mais caracterizar essa ou as outras como as maiores. Hoje, a romaria tem forma permanente, romeiros vêm todo ano. Temos equipes fixas, parceria com poder público, autoridades do setor de segurança", conta Cícero José da Silva, pároco da Basílica de Nossa Senhora das Dores.

O sacerdote exemplifica essa continuidade, citando que neste sábado (3), mais 500 pessoas de Salgueiro (PE) desembarcam no Município. "O povo vem a Juazeiro renovando o compromisso da experiência dos romeiros", completa.

Restos mortais
Na Capela do Socorro, centenas de romeiros se apertaram para ficar próximos de onde estão os restos mortais do Padre Cícero. Lá, cada um deixa sua homenagem com flores, fotografias. Alguns não conseguem conter a emoção e choram aos pés do santo popular. A aposentada Maria Santos, de Caruaru (PE), tocou o túmulo do Padre Cícero, com um terço e uma fotografia. "Isso abençoa. A gente vê os milagres acontecendo".

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

03 de novembro

1493 - Cristóvão Colombo avista pela primeira vez a ilha de Dominica, no mar das Caraíbas.
1903 - O Panamá torna-se independente da Colômbia.
1957 - É lançado o primeiro ser vivo ao espaço: a cadela Laika Kudriavka (Sputnik II).

Nasceram neste dia…
1618 - Aurangzeb, imperador mogol (m. 1707).
1928 - Osamu Tezuka, desenhista japonês (m. 1989).
1957 - Dolph Lundgren (foto), ator sueco.

Morreram neste dia…
  361 - Constantino II, imperador romano (n. 317).
1864 - Antonio Gonçalves Dias, poeta brasileiro (n. 1823).
1998 - Bob Kane, artista e desenhista estado-unidense (n. 1915).

Fonte: Wikipédia

Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo se apresentam no Cariri

O Grande Encontro de Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença dá início à 20ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas. No dia 16 de novembro, às 20h, mais de trinta mil pessoas são esperadas no Largo da Matriz em Juazeiro do Norte, para assistir ao show promovido pelo Sesc, instituição integrante do Sistema Fecomércio. Os três artistas nordestinos comemoram vinte anos de parceria e cantam juntos em Juazeiro do Norte pela segunda vez.

Há dois anos, o projeto “O Grande Encontro” está em turnê pelo Brasil, tendo se apresentado em Portugal em julho. O repertório com os sucessos da cantora paraibana e dos dois cantores e compositores pernambucanos foi gravado em CD e DVD em 2016 e teve mais de quarenta mil cópias vendidas.

Na nova versão do show, os arranjos ganham a energia das guitarras, violões e da percussão, sempre coroados pela melodia da sanfona que acompanha Elba, Geraldo e Alceu em duetos, trio ou em solos. No repertório canções como “Anunciação”, “Banho de Cheiro”, “Dia Branco”, “Tropicana”, “Moça Bonita”, “Caravana”, “Belle de Jour”, “Canção da Despedida”, “Coração Bobo”, “Táxi Lunar”, “Bicho de Sete Cabeças”, “Chão de Giz” e “Frevo Mulher”.

Histórico
Em 2016, Alceu Valença se apresentou no encerramento da Mostra Sesc Cariri de Culturas. Em 2015, Elba Ramalho cantou para mais de quinze mil pessoas no Crato, durante a abertura da 17ª edição desta que é uma das maiores iniciativas culturais do Sesc em todo o País. “Falo por mim e com certeza em nome dos meus companheiros de palco. Já tive oportunidade de participar da Mostra Sesc Cariri de Culturas e se trata de um evento da maior grandeza para a nossa cultura. Poder participar desta ação é levar cultura, diversão e arte para onde o povo está”, diz Elba.

Nascida no sertão paraibano, a cantora lembra das tradições nordestinas que marcaram sua infância na cidade de Conceição. “Era nas festas das Igrejas, nas quermesses, nos reisados e no São João que eu tinha contato com as festas populares, com as mais genuínas expressões culturais da nossa terra”, recorda ela. A Mostra Sesc incentiva a cultura popular em toda a região: 108 grupos com mais de 1800 brincantes de reisado, maracatu, bandas cabaçais, coco, maneiro pau, entre outros, são cadastrados ao Sesc Ceará e participam da Mostra, formando uma vasta rede de identidades e manifestações artísticas populares em 26 cidades, de 16 a 20 de novembro.

Serviço:
Abertura da Mostra Sesc Cariri
O Grande Encontro – Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo
Data: 16 de novembro
Horário: 21h
Local: Largo da Matriz em Juazeiro do Norte

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Cinco dicas simples de segurança para o Windows que você não pode ignorar

A segurança do seu computador não precisa ser um negócio difícil. Algumas das menores e mais simples medidas podem ser bastante eficazes para manter seus dispositivos seguros — elas não demoram muito, são fáceis de se fazer, e você não tem desculpa alguma para não colocá-las em prática.

Não vamos abordar aqui os hábitos maiores de segurança que você deveria adotar, como usar senhas fortes, fazer back up dos seus dados e atualizar o sistema operacional regularmente. Vamos considerar que tudo isso já está sendo feito e trataremos de cinco dicas extras, específicas para o Windows, que você pode aplicar em questão de minutos.

1) Ligue o Windows Defender
Em um passado não muito distante, você precisava instalar um bom programa antivírus e configurá-lo antes que começasse a usar seu Windows para navegar na internet. Mas, hoje em dia, a vida é mais fácil — o Windows vem com a sua própria ferramenta competente de segurança, chamada Windows Defender.

Você pode instalar algum pacote de terceiros se quiser uma proteção extra, mas, no mínimo, você deveria se certificar de que o Windows Defender está ligado e configurado apropriadamente. Para a sorte daqueles de nós mais distraídos, o Windows dispara um aviso se nenhum software de antivírus estiver presente e o Windows Defender estiver desligado.

A partir das Configurações do Windows (ícone de engrenagem no Menu Iniciar), escolha Atualização e Segurança, Segurança do Windows e então Abrir a Central de Segurança do Windows Defender. Segundo a Microsoft, uma atualização ao recurso sandbox está a caminho e deve ajudar a manter aplicações perigosas ainda mais longe do seu sistema.

2) Faça uma inspeção no seu navegador
Seu navegador é a sua janela para o mundo e, sem dúvidas, o lugar em que você passa grande parte do seu tempo no computador. Manter seu navegador seguro significa, antes de mais nada, mantê-lo atualizado o tempo todo — e, ainda bem, isso é bem fácil de se fazer, com a maioria dos navegadores modernos trazendo atualizações automáticas para você nos bastidores.

É importante também ficar ligado nas extensões e plugins que você instala: esses programas extras potencialmente têm acesso a tudo que rola dentro do seu navegador. Então é melhor não manter nada indesejado, redundante ou suspeito ali. Faça um checkup rotineiro para garantir que você só tem extensões essenciais e confiáveis instaladas.

No Chrome, clique no ícone de três pontos verticais, selecione Mais ferramentas e, então, Extensões; no Firefox, a opção está sob Extensões, à direita do menu do navegador; no Microsoft Edge, você deve escolher Extensões no menu do navegador. Dá para desativar e desinstalar qualquer programa indesejável em apenas alguns cliques.

3) Cuidado com o que você baixa
Falando em navegadores, cuidado com o que você baixa e instala em seu computador. Na medida do possível, atenha-se a aplicativos conhecidos e populares, baixando-os diretamente de seu site oficial (ou da loja da Microsoft). Se você estiver instalando algo mais desconhecido, faça uma rápida busca online para checar as credenciais da aplicação na rede.

Preste atenção também enquanto estiver passando pelos wizards de instalação de programas — não clique “Próximo” o tempo todo sem ver aquilo com o que está concordando, ou você pode acabar instalando uns programas adicionais esquisitos que você não queria. É uma boa ideia também excluir programas que você já não esteja mais usando.

E quando o assunto é pirataria e outras mídias (como música e filmes), saiba que isso também te deixa vulnerável a malwares e vírus de fontes menos respeitáveis. Se for para você baixar coisas ilegalmente, faça isso o mínimo possível e esteja ciente de qualquer pacote de software que traga programas extras que tentam se instalar automaticamente.

4) Verifique as permissões de apps
E por falar em softwares baixados, o Windows agora lida com permissões de apps de maneira bem parecida com o seu smartphone, de forma que você possa ver exatamente o que cada programa pode fazer no seu sistema. Vale revisar essas permissões frequentemente, tanto pela segurança quanto pela privacidade.

Nas Configurações do Windows, clique em Privacidade: é possível ver as permissões gerais garantidas a aplicações e sites sob a aba Geral. Abaixo dela, as abas Fala, escrita à tinta e digitação, Diagnóstico e comentários e Histórico de atividades permitem uma visão mais detalhada das permissões.

Obviamente, nada no seu sistema deve estar acessando a câmera e o microfone sem alguma boa razão (para permitir chamadas em vídeo, normalmente). Localização é outra permissão em que vale a pena ficar de olho. Para cada permissão, você pode desligar o acesso completamente para todos os apps ou então criar permissões app por app, usando os pequenos interruptores.

5) Coloque uma senha de usuário
Muitas pessoas usam métodos de login automático em seus aplicativos e navegadores, e, portanto, é muito importante que ninguém mais possa usar seu notebook e fingir ser você (seja por invadir seu escritório ou roubar seu computador de sua mochila). É aqui que entram as senhas de usuário.

É absolutamente necessário colocar uma senha em sua conta de usuário do Windows, mesmo que nenhuma outra pessoa use o computador (se você faz login com uma conta Microsoft, você não tem outra opção). Isso pode ser checado em Contas, nas Configurações do Windows.

Tão importante quanto isso é garantir que seu computador se bloqueie quando você o deixa (de forma que a senha seja necessária para entrar novamente): na tela Contas, escolha Opções de entrada e, no topo, onde está “Exigir entrada”, selecione a opção Quando o computador sai do modo de suspensão. É legal também configurar um período de suspensão curto em Configurações > Sistema > Energia e suspensão.

Fonte: Gizmodo

Curta nossa página no Facebook

GeoPark Araripe, Aquasis e Instituto Federal promovem ação para conservação do caranguejo guaja-do-araripe

O Geopark Araripe, Aquasis e Insituto Federal realizarão ação para conservação do caranguejo guaja-do-araripe, no próximo sábado, dia 3, às 10h, na RPPN Óasis Araripe.

A espécie de caranguejo (guaja-do-araripe) descoberta recentemente é endêmica da Chapada do Araripe e ameaçada em um nível crítico de extinção. Há poucos espécimes restritos a um local específico de Arajara, distrito de Barbalha – CE.

O Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da URCA, Allysson Pontes destaca a ação. “A ideia para conservar a espécie é tentar ampliar seus locais de ocorrência, pois ela só ocorre em três riachos na região, que são muito próximos da comunidade, e é muito impactado com lixo, desmatamento e pouca água”, afirma.

A ação consiste em uma reintrodução da espécie na Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) da AQUASis, pois o ambiente possui as características necessárias para a sobrevivência do caranguejo. Alguns exemplares estão sendo mantidos em cativeiro para reprodução, no Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFCE – Crato).

O caranguejo está sendo alvo de diversos estudos com objetivo de ampliar o que se sabe sobre seus comportamentos e reprodução em cativeiro, enquanto será realizada a reintrodução, com o apoio do ICMBIO.

Assessoria de Comunicação/URCA

Curta nossa página no Facebook

Bolsonaro e equipe vão recriar a CPMF

A equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro quer criar um imposto sobre movimentações financeiras para acabar com a contribuição ao INSS que as empresas recolhem sobre os salários dos funcionários. O tributo incidiria sobre todas as operações, como saques e transações bancárias, e a estimativa é que seria possível arrecadar ao menos R$ 275 bilhões por ano. O modelo é semelhante ao da extinta CPMF, mas o time refuta a comparação, afirmando que se trata de uma substituição, e não da criação de um novo imposto.

A informação foi confirmada pelo economista Marcos Cintra, responsável pela área tributária no grupo coordenado por Paulo Guedes, indicado para ministro da Economia. Nesta sexta-feira, em um post no Facebook, Bolsonaro desautorizou  "quaisquer informações prestadas junto à imprensa por qualquer grupo intitulado 'equipe de Bolsonaro' especulando sobre os mais variados assuntos, tais como CPMF, previdência, etc" .

A ideia de tributar movimentações financeiras foi revelada pelo jornal “Folha de S. Paulo” ainda no primeiro turno e causou uma crise na campanha de Bolsonaro, devido à impopularidade do “imposto do cheque”. Na ocasião, o então candidato negou a criação de impostos. Depois do episódio, Guedes cancelou encontros e a campanha não tocou mais no assunto. É a primeira vez desde as eleições que um integrante da equipe confirma que a ideia está na mesa e detalha suas condições.

Impacto para informais
Na primeira versão do plano, apresentada em setembro, a ideia era criar um imposto único sobre movimentações financeiras, que substituiria vários tributos federais, como IPI, PIS e Cofins. Agora, a estratégia é implantar a ideia aos poucos, substituindo, num primeiro momento, apenas a contribuição previdenciária patronal.

Segundo Cintra, a alíquota do novo tributo seria de 0,4% a 0,45%, em cada operação. Ou seja, numa transferência bancária, as duas partes seriam descontadas. Por exemplo, ao transferir dinheiro para outra pessoa, há um desconto de 0,4% a 0,45%. Quando o dinheiro entra na conta do favorecido, há um novo desconto na mesma alíquota. Na prática, a alíquota total da transação, portanto, ficaria entre 0,8% e 0,9%.

Em contrapartida, as empresas deixariam de recolher os 20% sobre a folha de pagamento. Nos cálculos do economista, esse sistema faria frente à arrecadação da contribuição sobre folha, que ficou em cerca de R$ 275 bilhões, segundo o mais recente Balanço Geral da União, de 2017.

O objetivo do economista, que defende esse modelo há 30 anos, é que a mudança gere mais empregos. Cintra afirma que a tributação sobre folha de pagamento impede a formalização no país — hoje, pouco mais de 30% dos empregados têm carteira assinada.

— A tributação sobre a folha é uma das mais injustas e regressivas (que aumenta a desigualdade) que se pode imaginar. Estou propondo a total desoneração da folha. No momento que se propõe isso, estimula emprego. O principal motivo da reforma tributária é causar um choque de emprego — afirma o economista.

O novo tributo substituiria apenas a contribuição patronal. O desconto no contracheque do empregado seria mantido. Hoje, trabalhadores recolhem 8%, 9% ou 11%, de acordo com a faixa salarial.

Para compensar a perda dos trabalhadores com o novo imposto seria criado um sistema de reembolso. Assim, as empresas pagariam, junto com o salário, um adicional calculado sobre o salário bruto, a partir da alíquota do novo imposto. Por exemplo, um empregado que recebe R$ 3 mil teria um pagamento adicional de R$ 27, equivalente a 0,9% do salário, considerando que seja essa a alíquota definida.

Trabalhadores informais não teriam essa compensação, já que não contribuem para a Previdência. Esses trabalhadores, no entanto, continuariam a recolher o imposto, caso façam uma movimentação financeira.

— Quem está na informalidade não teria essa proteção legal. Mas a ideia é que mais pessoas estejam no mercado formal — afirma.

Segundo Cintra, além de incentivar a contratação formal, a ideia do grupo também é garantir uma fonte mais segura de arrecadação para o atual sistema de Previdência. Ele explica que a medida não resolve o problema do déficit no sistema de aposentadorias, mas permite que ele seja financiado por uma fonte menos instável, que não é afetada, por exemplo, pela queda do número de trabalhadores formais.

A proposta é o principal ponto em que o desenho de reforma tributária se relaciona com os planos para a reforma da Previdência, considerada a pauta econômica mais urgente, pelo efeito que tem nas contas públicas. Em agosto, em entrevista ao GLOBO, Paulo Guedes chegou a afirmar que uma das formas de ajudar a lidar com o déficit bilionário do regime seria aumentar a base de incidência de contribuição, sem especificar como isso seria feito.

Uma das propostas de reforma da Previdência à disposição da equipe de Bolsonaro é a elaborada por um grupo de especialistas coordenado pelo ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga e o economista Paulo Tafner. O plano foi detalhado ontem e prevê que a seguridade social pode ter novas fontes de financiamento.

Questão de quórum
Segundo Marcos Cintra, ainda não há uma definição sobre se esse plano será posto em prática nesses moldes exatamente. Ele destaca, no entanto, que a medida poderia ser tomada já no primeiro momento do governo, que assume em janeiro.

Ele acredita que, para passar a CPMF previdenciária seria necessária apenas uma lei complementar. Hoje, é uma lei complementar (a lei 8.212) que prevê a contribuição previdenciária sobre folha. O economista argumenta que a Constituição Federal já prevê, no artigo 195, que a seguridade social será financiada por “toda a sociedade”, o que abriria espaço para que a medida fosse à frente sem necessidade de uma emenda constitucional. Os detalhes jurídicos, no entanto, ainda não estão completamente definidos.

O quórum para aprovar uma lei complementar é de maioria absoluta nas duas casas do Congresso, ou seja, 257 deputados e 41 senadores. A votação em dois turnos é necessária apenas na Câmara. Para passar uma emenda constitucional, são necessários 308 votos de deputados e 49 de senadores, com dois turnos em cada Casa.

Procurado para comentar os planos detalhados por Cintra, Paulo Guedes não retornou as ligações e mensagens. Quando a ideia surgiu na campanha pela primeira vez, o economista reforçou o discurso de Cintra de que o tributo não tem paralelo com a CPMF. Ele não negou, no entanto, que a proposta estivesse em estudo.

A reforma tributária seria o primeiro passo de um pacote mais amplo. Em uma proposta que chegou a ser divulgada no primeiro turno das eleições, a ideia seria criar um tributo que chegaria a uma alíquota de 2,6% para substituir vários tributos federais de uma só vez. Esse modelo disputa com a proposta de criar um imposto sobre valor agregado (IVA), defendido pelo economista Bernard Appy, que reuniria em um único tributo cinco impostos.

Em outra frente, a reforma tributária de Bolsonaro prevê a criação de uma alíquota única para o Imposto de Renda, de 15% a 20%. 

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

Enem 2018: Confira os horários de aplicação das provas no Ceará

Nos próximos dias 4 e 11 de novembro, mais de 5 milhões de pessoas devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todos os Estados do Brasil e no Distrito Federal. Por conta do horário de verão, cujo início coincidirá com o primeiro domingo de aplicação de provas, o teste começará uma hora mais cedo que o Horário Oficial de Brasília. Os candidatos têm que ficar atentos para não chegarem atrasados. 

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no Ceará e em outros 13 Estados que não irão aderir o horário de verão, os portões serão abertos às 11h e fechados às 12h. Às 12h30, haverá o início das provas. O teste será finalizado em horários diferentes nos dois dias de aplicação: em 4/11, o término será às 18h, por conta da redação. Já no dia 11/11, às 17h30.

Canais Oficiais
Assim como diversos assuntos que tomam conta da mídia, o Enem também é passível de sofrer com as fake news, as notícias falsas que têm invadido a internet e as redes sociais. Para evitar cair em em notícias como “Enem foi cancelado” e “Prova do Enem vazou”, entre outras, o Inep recomenda seguir os canais oficiais e suas contas nas principais redes sociais: site do Enem; Aplicativo do Enem; Portal do Inep; Sistema Enem e Página do Participante; Facebook; Instagram; Twitter; ou Youtube.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Iniciada a formação para 250 novos oficiais da PMCE

O Governo do Ceará realizou nesta quinta-feira (1), na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), a aula inaugural do curso de formação profissional para a carreira de oficiais da Polícia Militar no Estado. Composta por 250 alunos, esta é a segunda turma de candidatos do concurso de 2013 – foram 183 tenentes nomeados na primeira para a PMCE e 33 para o Corpo de Bombeiros. O curso é a terceira etapa do certame, com duração de três semestres.

Os futuros oficiais da PM receberam as boas-vindas do governador Camilo Santana durante o primeiro dia de aulas. O chefe do Executivo destacou a importância dos efetivos no Ceará terem comando qualificado e dedicado a somar forças para combater o crime no Estado.

“Toda a tropa precisa ter oficiais. Nós convocamos um grande número de soldados e agora estamos contratando novas turmas de oficiais para comandar esse efetivo. Hoje estamos iniciando com mais 250 oficiais, que serão divididos por todo o Estado de acordo com a necessidade. Há todo um planejamento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para que o aumento do efetivo seja para praças e oficiais. Este que inicia hoje é um curso mais demorado, dura três semestres. A partir do primeiro semestre de 2020 essa turma estará apta a estar nas ruas comandando tropas”.

Também participaram da abertura do curso o secretário titular da SSPDS, André Costa, o comandante geral da Polícia Militar do Ceará, coronel Ronaldo Viana, o secretário chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart, o diretor geral da Aesp-CE, tenente-coronel Juarez Gomes Nunes Júnior, o comandante geral do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Heraldo Pacheco, o delegado geral da Polícia Civil, Everardo Lima, o comandante do BPRaio, coronel Márcio de Oliveira, dentre outras autoridades policiais.

Ao longo do evento, o governador recebeu das mãos do tenente-coronel Juarez Gomes a Medalha Ordem Do Mérito Acadêmico pelo compromisso da gestão com a qualificação dos profissionais.

Curso de Formação de Oficiais
A formação dos novos tenentes é promovida pela Aesp e tem duração de três semestres letivos e carga-horária de 2.720 horas/aula. A capacitação segue uma matriz curricular diversificada que inclui instruções teóricas e práticas de técnica policial militar; policiamento ostensivo geral; polícia comunitária; planejamento operacional; inteligência em segurança pública; tiro policial defensivo; defesa pessoal; gestão da qualidade; gerenciamento de crises; elaboração e gestão de projetos. Além de conhecimentos da área jurídica e de diversas modalidades de policiamento.

Os oficiais das corporações militares são os responsáveis por desempenhar funções de comando e gestão direta com a tropa. Além de gerenciar recursos humanos e logísticos da corporação.

André Costa explicou que, ao final do curso, os aprovados serão destinados a regiões do território cearense mais carentes de novos profissionais de segurança. “É uma turma que vai levar três semestres para a formação e até lá vamos analisar o contexto para fazer o planejamento sobre para onde cada uma delas será destinada. O fato é que hoje carência existe para o aumento do efetivo e vamos trabalhar para que todos saiam daqui capacitados da melhor forma e cumpram o seu papel”.

Centro integrado
O governador Camilo Santana aproveitou a ocasião para confirmar que a entrega do Centro Integrado de Inteligência do Nordeste, que será sediado no Ceará, deve ocorrer no próximo mês de dezembro. A definição ocorreu na última quarta-feira, durante reunião entre Camilo e o ministro da segurança Pública, Raul Jungmann, onde foram selados os detalhes finais para a implementação.

“Já vamos entregar funcionando. Agora, no mês de novembro, estão vindo equipes de todo o Nordeste brasileiro e de Brasília que vão formar o corpo de profissionais. Estamos providenciando toda a estrutura de equipamentos”, afirmou. O centro será o primeiro dedicado à inteligência de Segurança Pública do Brasil e contemplará todos os nove estados da região Nordeste.

Assessoria de Comunicação/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

02 de novembro

1889 - O território de Dakota é dividido em "do Norte" e "do Sul". Simultaneamente os dois territórios são transformados em estados.
1895 - É organizada a primeira corrida de automóveis na América.
1930 - Haile Selassie (nascido Tafari Makonnen ou Ras Tafari) torna-se o 111.º imperador da Etiópia.
1988 - Primeira propagação de um worm na Internet.

Nasceram neste dia…
1755 - Maria Antonieta, arquiduquesa da Áustria, rainha de França (m. 1793).
1913 - Burt Lancaster, actor estado-unidense (m. 1994).
1946 - Marieta Severo (foto), atriz brasileira.

Morreram neste dia…
1950 - George Bernard Shaw, dramaturgo irlandês (n. 1856).
1966 - Peter Debye, físico-químico neerlandês (n. 1884).
2004 - Theo van Gogh, cineasta, diretor e realizador neerlandês (n. 1957).

Fonte: Wikipédia

Cemitérios do Crato estão prontos para receber visitantes neste Dia de Finados

Neste Dia de Finados, 2 de novembro, a movimentação é bastante intensa nos cemitérios municipais do Crato; o Nossa Senhora da Piedade, na sede, e o da Ponta da Serra. Para melhorar a mobilidade de seus visitantes e oferecer mais conforto, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, realizou uma reforma nos dois espaços, já entregues para a população.

“A reforma dos cemitérios públicos visa dar mais conforto aos cidadãos, que demandavam de serviços públicos de mais qualidade. Reestruturamos o cemitério da Ponta da Serra, que há muito tempo não via melhorias e também o Nossa Senhora da Piedade. Reestruturamos o centro de velório, estamos providenciando o mobiliário, fizemos a pintura, limpeza e calçamento adequado para os que vão visitar seus entes queridos em qualquer momento”, ressaltou Brito Júnior, secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial.

O coordenador do Cemitério Público Nossa Senhora da Piedade, Edmilson Romão, informou que serão celebradas seis missas nesse dia de finados, nos horários de 5h, 7h, 9h, 11h, 16h e 19h, na Capela do cemitério.

Para organizar o mercado ambulante que se instala no local, Romão disse que a coordenação realizou um cadastro dos vendedores, informando que “não será permitido a venda dentro do cemitério, por ser um campo santo e insalubre, e eles estão bem compreensíveis”.

No Distrito da Ponta da Serra, o cemitério também recebeu melhorias nos acessos, pinturas e infraestrutura interna, e a identidade obedecendo a da Prefeitura Municipal. “Agora vamos cuidar da jardinagem, melhorar a arborização”, finalizou Brito.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Para sites e jornais estrangeiros, a nomeação de Moro soa como um "prêmio" por ter tirado Lula da disputa presidencial

A possibilidade de o juiz federal Sergio Moro assumir um cargo no governo de Jair Bolsonaro (PSL) já vinha rendendo manchetes na imprensa internacional desde os últimos dias. À confirmação nesta quinta-feira (1), seguiu-se uma avalanche de publicações, na maior parte em tom de estranheza: a nomeação soou como uma recompensa por ter tirado o ex-presidente Lula (PT) da disputa presidencial.

No Financial Times, do Reino Unido, o título do texto publicado na tarde desta quinta-feira diz: "Bolsonaro nomeia juiz que ajudou a prender Lula".

Recorte parecido foi visto no The Times, também britânico: "Bolsonaro promete emprego sênior para o juiz que prendeu o seu rival".

Em sua conta no Twitter, o autor do texto, Stephen Gibbs, escreveu: "No fim da nossa conversa com o juiz Moro, ele falou que não se candidataria para a presidência do Brasil, como muitos tinham-no encorajado a fazer, e que isso atrapalharia a lei. Contudo, ele acaba de aceitar um cargo no governo Bolsonaro como ministro da Justiça". 

Gibbs fez um documentário sobre a operação Lava Jato publicado em abril na CGTN, canal da China em inglês.

No francês Le Monde, um texto de antes da confirmação se perguntava: "Será que foi por ter emprisionado o líder da esquerda brasileira que o magistrado será recompensado por Jair Bolsonaro?"

O título do texto é "No Brasil, as ambiguidades do juiz anticorrupção Sergio Moro com a extrema direita".

Horas antes do anúncio, o analista de relações internacionais teuto-brasileiro Oliver Stuenkel repercutiu preocupação parecida:

    If star judge Moro, the leading figure in Brazil's historic corruption investigations, accepts Bolsonaro's invitation to come Minister of Justice, it'll no doubt strengthen those who depict entire Lava Jato operation as one-sided, negatively affecting its benign reputation

    abroad
    — Oliver Stuenkel (@OliverStuenkel) November 1, 2018

"Se o juiz estrela Moro, figura central nas investigações históricas de corrupção, aceitar o convite de Bolsonaro, isso vai sem dúvidas fortalecer aqueles que descrevem a Lava Jato como uma operação parcial, afetando a reputação positiva que tem no exterior", escreveu. O comentário foi republicado por jornalistas estrangeiros que cobrem o Brasil.

Editor da revista britânica The Economist, Michael Reid classificou a nomeação como "um grande erro"."Agora a prisão do Lula parece um ato político", declarou em seu Twitter.

Texto da agência notícias norte-americana AP, reproduzido por veículos como a rede de notícias pró-Trump Fox News, diz que "Moro condenou políticos de diversos espectros políticos. mas tomou decisões que muitos interpretam como enviesadas". 

"Para Moro pessoalmente, que agora vai se tornar um político parte de um governo, e para o futuro da Lava Jato, a decisão traz grandes riscos", diz.

Na agência de notícias econômicas Bloomberg, um texto anunciando a nomeação fala dos "benefícios para Bolsonaro, que são óbvios: escolher um herói da lei e ordem é uma aposta segura para aumentar o apoio da sua base conservadora".

Na Itália, onde a operação Lava Jato é frequentemente comparada com a operação Mãos Limpas, o site da cadeia de TVs e rádios RAI publicou um texto explicando o imbróglio brasileiro. "Desde que a Lava Jato começou em 2014, caíram políticos de todos os lados, mas Moro é acusado de ser particularmente impiedoso com a esquerda, especialmente com o ex-presidente Lula".

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Governo do Ceará dispensa pagamento de 33 municípios do Projeto Hora de Plantar

Levando em consideração perdas de safra acima de 50% no período 2017/2018, o Governo do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), dispensou 33 municípios do pagamento da 31ª edição do Projeto Hora de Plantar. O ato representa a dispensa de 1.112.281 toneladas de sementes (milho híbrido, milho variedade, feijão caupi, sorgo forrageiro e mamona), 2.072.960 raquetes de palma forrageira e 49.199 mudas (cajueiro anão, essências florestais e frutíferas), em 67.673 operações, uma vez que um dos 46.751 agricultores podem ter sido contemplado com mais de uma cultura.

Dados analisados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) e a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontam para o registro de 31 municípios com perda de safra acima de 50%; um (1) município com índice pluviométrico abaixo de 50% e outra cidade com os dois fatores.

Foram contempladas no ato as cidades de Acopiara, Antonina do Norte, Arneiroz, Assaré, Banabuiú, Campos Sales, Catarina, Crateús, Croatá, Deputado Irapuan Pinheiro, Ibicuitinga, Iguatú, Jaguaretama, Jaguaribara, Jaguaribe, Milhã, Mombaça, Parambu, Pedra Branca, Pindoretama, Piquet Carneiro, Quiterianópolis, Quixelô, Quixeramobim, Quixeré, Russas, São João do Jaguaribe, Senador Pompeu, Solonópole, Tabuleiro do Norte, Tarrafas, Tauá, Varjota.

Assim como à semente de Milho Híbrido, disponibilizadas na safra 2017/2018, aos municípios de Ocara, Missão Velha e Várzea Alegre, uma vez que apesar das sementes terem apresentado resultado nos testes de germinação satisfatório, não foi observado em campo germinação equivalente, não sendo possível identificar o motivo exato, entretanto sugere-se que na época da disponibilização / plantio das sementes em questão não havia umidade no solo suficiente para germinação e desenvolvimento inicial da cultura.

Safra 2016/2017
Ainda no sentido de isenção do pagamento de sementes do programa, porém sem terem apresentado os mesmos critérios, contudo baseado em laudos da Ematerce, a SDA, através da Coordenadoria de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Codaf) também dispensou o pagamento da Maniva Semente, disponibilizada na safra 2016/2017, de Quixeramobim, uma vez que as sementes foram entregues em meados de abril, quando a quadra invernosa já havia cedido.

Até a próxima sexta-feira (2) o sistema da SDA trará a atualização com a dispensa da emissão do boleto referente aos municípios assistidos com o ato.

O Projeto Hora de Plantar visa fortalecer a agricultura familiar, utilizando sementes e mudas de elevado potencial genético que propiciem o aumento da produtividade das culturas e melhorem o nível de renda dos(as) beneficiários(as).

Assessoria de Comunicação/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Em Crato, Policial militar mata um dos suspeitos de tentar assaltar sua esposa

Foto meramente ilustrativa
Um policial militar matou um homem armado que tentou assaltar a esposa dele no cruzamento das vias José Alves de Figueiredo com Bárbara de Alencar, no Centro de Crato. O fato aconteceu na noite da quarta-feira (31).

De acordo com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), dois indivíduos abordaram a esposa do agente, que esperava por ele em frente à sede da prefeitura da cidade. 

Ao chegar e perceber a situação, o homem se identificou como policial militar.

A PCCE afirma, ainda, que um dos suspeitos tentou sacar uma arma, mas o PM foi mais rápido e atirou contra os dois. Fábio Miguel Ferreira de Oliveira, 22, foi atingido e morreu no local. O outro envolvido conseguiu escapar.

O agente de segurança compareceu de maneira espontânea à Delegacia Regional do Crato, prestou depoimento e foi liberado. A Polícia Civil segue investigando o caso para localizar e prender o fugitivo.

A PCCE ressalta que a população pode contribuir com as investigações, repassando informações que possam ajudar a solucionar o caso. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 3102-1285, da Delegacia Regional do Crato. O sigilo é garantido.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Gleisi ironiza encontro entre Moro e Bolsonaro: 'Viva juízes isentos e presidentes democráticos'

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, ironizou o encontro entre o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e o juiz federal Sergio Moro, responsável por processos da Operação Lava Jato na Justiça Federal no Paraná. Bolsonaro e Moro discutiram na manhã desta quinta (1º) a possibilidade do magistrado assumir o Ministério da Justiça.

Em mensagem nas redes sociais, Gleisi lembrou que Bolsonaro, em discurso transmitido via internet, disse, antes de ser eleito, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), iria "apodrecer na cadeia" e que gostaria de "exterminar os vermelhos". "Viva juízes isentos como Moro e presidentes democráticos como Bolsonaro!", afirmou a senadora.

Sérgio Moro não vê problema em conversar com presidente eleito e considerar seu convite para ocupar um ministério. O presidente em questão falou q Lula vai apodrecer na cadeia e quer exterminar os vermelhos. Viva juízes isentos como Moro e presidentes democráticos como Bolsonaro!
    — Gleisi Lula Hoffmann (@gleisi) 1 de novembro de 2018

Moro viajou ao Rio para se reunir com Bolsonaro. Em Curitiba, no avião que o levou à capital fluminense, o juiz disse que havia uma possibilidade de aceitar o convite para assumir o ministério. Ele acredita que essa poderia ser uma oportunidade de "implantar uma agenda importante para o país, observada a Constituição e os direitos fundamentais", disse ao jornal "Folha de S.Paulo".

"O país precisa de uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado. Se houver a possibilidade de uma implantação dessa agenda, convergência de ideias, como isso vai ser feito...", disse.

A possibilidade de Moro assumir um ministério no governo Bolsonaro já foi alvo de crítica da defesa do ex-presidente Lula, condenado pelo juiz em um dos três processos em que ele é réu na Lava Jato. Em alegações finais apresentadas ao magistrado no processo a respeito de um terreno para o Instituto Lula, os advogados do ex-presidente alegam a parcialidade do juiz com base no convite.

Os petistas devem aumentar a carga de críticas contra Moro se o convite for aceito. Também nas redes sociais, o líder do PT na Câmara, deputado federal Paulo Pimenta, disse que o juiz "atuou na campanha como cabo eleitoral" de Bolsonaro. "Agora fica mais fácil de entender a implacável perseguição da Lava Jato contra Lula, o desespero de Moro para que o habeas corpus para soltar Lula não fosse cumprido, e a decisão para que Lula permanecesse isolado durante a campanha, sem nenhum contato com a imprensa", escreveu.

Agora fica mais fácil de entender a implacável perseguição da Lava Jato contra @LulaOficial, o desespero de Moro para q o Habeas Corpus para soltar Lula ñ fosse cumprido, e a decisão para q Lula permanecesse isolado durante a campanha, sem nenhum contato com a imprensa #LavaToga
    — Paulo Pimenta (@DeputadoFederal) 1 de novembro de 2018

Bolsonaro indicou
No primeiro dia após ser eleito, Bolsonaro confirmou, em uma série de entrevistas a emissoras de televisão, que pretendia convidar Moro para assumir a pasta da Justiça ou indicá-lo para ocupar umas das vagas do STF assim que houver disponibilidade.

Com a projeção de aposentadoria dos atuais ministros, cadeiras devem ficar vagas no Supremo em 2020 e 2022. Caso aceite ser ministro da Justiça do governo de Bolsonaro, Moro deverá pedir exoneração do cargo de juiz federal.

 Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deverá usar um eventual convite de Bolsonaro a Moro para reforçar, no exterior, a tese de parcialidade do magistrado. A PGR (Procuradoria-Geral da República), porém, já defendeu a conduta do magistrado, dizendo que ele se manteve "imparcial durante toda a marcha processual" em ações da Lava Jato.

Em julho de 2017, Moro condenou Lula à prisão no processo do tríplex. Sua sentença, confirmada em segunda instância, tirou o petista da disputa pelo Planalto. O ex-presidente e seus advogados sempre sustentam que o processo é uma perseguição política.

Lula ainda pode ser condenado por Moro em outras duas ações. Em uma delas, o ex-presidente será interrogado pelo juiz no próximo dia 14 de novembro, em Curitiba. Essa será a primeira vez em que Lula deixará a Superintendência da PF (Polícia Federal) na capital paranaense desde que se entregou, em 7 de abril, para cumprir sua pena a mais de 12 anos de prisão.

A mais recente polêmica envolvendo o juiz e Lula tem relação com o termo de colaboração do ex-ministro de governos petistas Antonio Palocci, o que aconteceu a seis dias do primeiro turno das eleições. Moro é alvo de uma representação no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) movida pelo PT. O magistrado negou que tenha objetivo influenciar a eleição com o termo de delação de Palocci.

Nas redes sociais, a mulher de Moro chegou a comemorar a vitória de Bolsonaro no domingo (28). Rosângela Wolff Moro postou um vídeo em que a imagem do Cristo Redentor faz reverência à campanha de Bolsonaro e com a frase "estamos juntos, Brasil". Na legenda do vídeo, ela diz estar "feliz".

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Addthis