Receita libera R$ 118 milhões para 54.258 contribuintes no primeiro lote de restituições 2018 no Ceará

A Receita Federal liberou nesta sexta-feira (8) a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de 2018. No Ceará, o montante a ser restituído a 54.258 contribuintes pessoa física é de R$ 118,049 milhões no primeiro lote de restituições do imposto de renda.

Conforme a Receita Federal, foram beneficiados no primeiro lote os contribuintes com idade acima de 60 anos ou com alguma deficiência física, mental ou doença grave.

No total, a Receita vai creditar R$ 119, 81 milhões na sexta-feira (15) nas contas de 54.627 cearenses, considerando restituições relativas a declarações entregues entre os anos de 2011 e 2017 que também serão pagas neste lote.

A Receita informou que a restituição fica disponível no banco por um ano. O contribuinte que não fizer o resgate no prazo deve solicitar o pedido de pagamento pela internet, no site do órgão.

Consultas
O contribuinte pode consultar se restituição foi liberada na página da Receita Federal na internet; pelo 'Receitafone' 146; ou cadastrar na página da Receita um celular para envio gratuito de mensagem SMS com indicação da data de pagamento.

Caso o valor não seja creditado, o beneficiário poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, por meio do telefone 0800-729-0001 e 0800-729-0088.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Vídeo de pré-campanha de Lula a presidente é lançado


Na véspera do ato de lançamento da pré-candidatura presidencial de Lula, o PT divulga o primeiro vídeo e o jingle da pré-campanha do petista ao Palácio do Planalto. No filme, que reúne imagens das caravanas de Lula pelo país, amarra duas campanhas: a da Presidência e pela soltura do petista. 

Curta nossa página no Facebook

08 de junho

  452 – Átila, rei dos hunos, invade a Itália.
1887 – Herman Hollerith recebe a patente da sua calculadora a cartões perfurados.
1992 – É celebrado pela primeira vez o Dia Mundial dos Oceanos, coincidindo com a ECO-92, realizada no Rio de Janeiro, Brasil.

Nasceram neste dia…
1625 – Giovanni Domenico Cassini, astrônomo italiano (m. 1712).
1921 – Suharto, político indonésio (m. 2008).
1941 – Padre Zezinho (foto), padre católico, músico, intérprete, colunista e escritor brasileiro.

Morreram neste dia…
  632 – Maomé, líder religioso e político árabe (n. 570).
1768 – Johann Joachim Winckelmann, historiador de arte e arqueólogo alemão (n. 1717).
1969 – Robert Taylor, ator norte-americano (n. 1911).

Fonte: Wikipédia

'Vaquinha’ na internet para Lula arrecada R$ 44 mil no primeiro dia

Com o slogan “Lula: o Brasil feliz de novo”, o PT lançou na quarta-feira o ambiente digital para que simpatizantes do partido e eleitores doem dinheiro para a pré-candidatura à Presidência de Luiz Inácio Lula da Silva, preso depois de ser condenado, em segunda instância, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a Lei da Ficha Limpa, ele está inelegível, mas ainda assim pode solicitar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o registro da candidatura. Até as 21h de ontem, R$ 44.891 já haviam sido arrecadados, em um total de 556 doadores.

Caso uma pré-candidatura não seja confirmada em agosto, no prazo final de registro, a legislação eleitoral prevê que todo o dinheiro arrecadado deverá ser devolvido aos doadores.

No site da “vaquinha virtual”, quem quiser colaborar pode optar por valores que variam de R$ 10 a R$ 1.064. Quem pretende doar mais precisa voltar à página após o prazo de 24 horas. Ainda são cobradas taxas de 8% do valor doado para quem fizer a transação por meio de cartões de crédito e débito. Quem pagar via boleto terá que desembolsar R$ 5,89 e uma taxa de 4% sobre o valor doado. O financiamento coletivo foi aprovada na reforma política de 2017.

O processo, que lembra o de uma vaquinha, funcionará em duas etapas: até o dia 15 de agosto (prazo final para o registro das candidaturas), estarão disponíveis as campanhas de doações para pré-candidaturas. Somente após esse período, a arrecadação passará a ser feita para as candidaturas já oficializadas.

Outros pré-candidatos à Presidência já lançaram plataformas semelhantes. A mais bem-sucedida até agora é a de João Amoêdo (Novo), que já recebeu mais de R$ 200 mil. O presidenciável Guilherme Boulos (PSOL) arrecadou pouco mais de R$ 1 mil, por meio da página do partido. A plataforma própria de colaboração ainda não está no ar.

Já Álvaro Dias (Podemos) conseguiu R$ 11 mil, de 84 doadores, A pré-candidata da Rede, Marina Silva, anunciou que vai lançar a plataforma de financiamento coletivo depois da Copa do Mundo. Ela terá o apoio do mesmo grupo que construiu o sistema de financiamento coletivo mais bem-sucedido nas últimas eleições, a da campanha de Marcelo Freixo à prefeitura do Rio. Além disso, o partido já recebe doações por meio de sua página oficial. O tucano Geraldo Alckmin ainda não lançou o sistema próprio e, por enquanto, foca a arrecadação virtual no âmbito partidário, já que também é presidente do PSDB. Ciro Gomes (PDT) vai lançar o sistema amanhã, enquanto Jair Bolsonaro (PSL) ainda não anunciou os planos para o setor.

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

Bolsonaro inventa desculpa e mais uma vez recusa convite para participar de sabatina

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) alegou problemas de agenda e formalizou nesta quarta-feira (6), via assessoria, sua recusa em participar da sabatina promovida por Folha de S.Paulo, UOL e SBT.

A equipe do pré-candidato à Presidência disse que a presença dele seria impossível porque ele está com uma grande quantidade de compromissos programados e sua agenda "se encontra totalmente comprometida".

A organização havia oferecido ao deputado a possibilidade de fazer a sabatina em Brasília, em vez de São Paulo, caso considerasse mais fácil. Bolsonaro também tinha liberdade para escolher o dia.

Os pré-candidatos mais bem situados na pesquisa Datafolha foram chamados para a série de entrevistas.

Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Alvaro Dias (Pode) já participaram.

Folha de S.Paulo, UOL e SBT estão entrevistando também candidatos aos governos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Com informações da Folhapress.

Fonte: Notícias ao Minuto

Curta nossa página no Facebook

Governo está preparando Caixa Econômica para privatização, afirma Meirelles

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) afirmou, nesta quarta-feira (6), que a Caixa Econômica Federal está sendo preparada para iniciar um processo de abertura de capital e venda de parte da empresa para a participação privada, modelo que também defende para a Petrobras e o Banco do Brasil.

"A Caixa está sendo preparada para isso, com o novo estatuto e etc. Com o tempo, podemos até pensar, sim, em abrir o capital da Caixa, começar a vender participação privada", disse Meirelles durante sabatina com pré-candidatos ao Planalto promovida pelo jornal Correio Braziliense.

O ex-chefe da equipe econômica de Michel Temer evita falar em "privatização clássica" para a Petrobras e os bancos públicos, mas defende maior participação do setor privado nessas empresas, com o cuidado de manter um mercado competitivo em vigor.

O ex-ministro disse ainda que não é solução vender a Petrobras para um único comprador ou o BB -que hoje já tem acionistas na Bolsa- para uma instituição financeira privada, o que geraria o chamado monopólio privado que, na sua avaliação, "é um perigo".

A proposta, segundo ele, é fazer a pulverização e abertura de capital das empresas de maneira gradual. Ele diz que a União não precisaria, necessariamente, perder o controle político das instituições no processo, mas que é preciso aumentar a competição do setor.

Combustível
Questionado sobre como resolver a alta do preço dos combustíveis, que gerou a greve dos caminhoneiros e a consequente crise do desabastecimento no País, Meirelles voltou a propor a criação de um fundo de estabilização com o objetivo de equilibrar o preço da gasolina nas bombas.

Segundo ele, é preciso preservar a política de preço da Petrobras, mas a questão dos impostos pode subir ou descer em função do preço do petróleo e, dessa forma, é necessária uma compensação, que viria com o fundo.

"A política de preço da Petrobras não pode e nem deve ser controlada. Isso é uma coisa. Outra é o preço na bomba, que aí tem a parcela dos impostos. O fundo poderia ser usado para compensar a queda [dos preços]", explicou.

Fonte: Folhapress

Curta nossa página no Facebook

5 motivos pelos quais a maior parte das dietas falha

A maioria das pessoas associa a palavra “dieta” à privação. Uma pesquisa divulgada nesta semana, encomendada por uma companhia alimentícia do Reino Unido mostrou que duas a cada cinco pessoas que fazem dieta regularmente desistem logo nos primeiro sete dias. Além disso, apenas 20% destas conseguem seguir firme até o terceiro mês. As informações são do site Health.com.

Muitas pessoas também aliam as dietas à malhação na busca pela perda de peso, mas não conseguem manter a rotina a longo prazo. A solução, de acordo com a especialista em dieta e nutrição Cynthia Sass, é identificar as armadilhas e implementar estratégias para perder peso de forma sustentável. Veja 5 dicas importantes neste sentido:

1. Rebelião do corpo
Dietas drásticas ou muito restritas podem provocar mudanças de humor, dores de cabeça, fadiga física e mental, irritabilidade, problemas digestivos e confusão mental. Ninguém quer se sentir dessa forma, e o fato é que mudando a dieta para melhor você deveria se sentir, ao contrário: energizado, feliz e lúcido.

Solução: revisite sua história e tente não repetir antigos erros. Você conhece seu corpo melhor do que ninguém, ou seja, sabe exatamente o que não funciona. Na maior parte dos casos, dietas baseadas em pouquíssimas calorias ou em baixo carboidrato são as maiores culpadas.

Adicionar pequenos lanches entre as refeições, comer porções menores e incluir frutas ao cardápio são apenas algumas das práticas corretas a serem feitas. Embora pareça estranho, é necessário comer mais quando se quer perder peso. Isso porque restringir muito o número de calorias ingeridas pode comprometer o seu metabolismo. Para não errar, tente o equilíbrio: não coma muito, nem muito pouco.

2. Com fome
Sentir fome cinco minutos depois que você comeu, ou mesmo uma hora depois, não é necessário para manter suas curvas. Na verdade, a fome crônica indica que sua dieta não está balanceada, o que pode fazer com que o corpo conserve mais energia e dificulte a perda de peso.

Solução: inclua em sua alimentação itens que aumentam a sensação de saciedade, ricos em proteína magras (ovos orgânicos, peixe, aves, feijão e lentilha); fibras (frutas, vegetais, grãos integrais, feijão e lentilha) e gordura boa (abacate, nozes, sementes, azeite extra virgem e óleo de coco).

Outra boa estratégia é apostar em alimentos que possam ser ingeridos em volume maior sem trazer muitas calorias, como frutas e vegetais frescos e ricos em água; além de alimentos ricos em amido, como pipoca orgânica.

3. Com desejo
O controle de peso a longo prazo é um compromisso de vida. O fato de não encontrar uma maneira de cometer pequenos ‘pecados’ é a principal razão para as pessoas ficarem engordando e emagrecendo, no eterno efeito sanfona. Isso porque tentar ser perfeito o tempo todo leva aos sentimentos de privação, ressentimento e até mesmo raiva e depressão.

Solução: tire da cabeça a mentalidade “tudo ou nada”. Se você está preocupado com os exageros, permita algumas “escapadas” alimentares para reduzir o risco de comer demais. Por exemplo: uma vez por semana, você pode comer uma sobremesa ou um cookie. Além disso, inclua na dieta alimentos ricos em nutrientes e que também são muito gostosos, como o abacate ou o chocolate amargo.

4. Pressão social
Comentários como “você não precisa perder peso” ou “você parece muito magra” são ouvidos com frequência por quem está tentando levar uma alimentação mais saudável. Sendo assim, algumas pessoas acabam se sentindo culpadas. Um estudo mostrou que amigos que comem juntos consomem mais comida porque sentem uma espécie de “permissão” para comer em excesso.

Solução: tente quebrar o padrão de se alimentar por diversão. Ao invés de jantares e happy hours, tente marcar com os amigos um cinema, ou sair para dançar. Para os que não te apoiam, explique que a mudança alimentar é importante para você e peça ajuda.

5. Emoções
Desde crianças somos programados para nos alimentar com emoção. Celebramos datas com refeições, usamos comida como uma forma de afeto. Um dia terrível no trabalho ou uma promoção rapidamente são convertidos em comida.

Solução: fortes emoções tendem a abafar os pensamentos racionais, e distanciar-nos das consequências. Quando estiver realmente triste, com raiva, ou com medo, é fácil tomar sorvete e notar que vai se sentir melhor agora, mas tente também se lembrar de como vai se sentir amanhã. Não é fácil, mas se você tentar não comer com a emoção pelo menos 50% do tempo, já vai ver uma grande diferença no seu peso.

Fonte: Terra

Curta nossa página no Facebook

Você deve? Sua CNH pode ser suspensa

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou o recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para que inadimplentes regularizem os débitos. Mas a ação movida para que o mesmo ocorresse com o passaporte foi rejeitada pelos ministros. Para a maioria, a medida é desproporcional e afeta o direito de ir e vir.

A decisão servirá de precedente para casos semelhantes (jurisprudência). O recurso foi apresentado ao STJ em razão de definição da 3ª Vara Cível da Comarca de Sumaré (SP) que deferiu os pedidos de suspensão do passaporte e da carteira de motorista de um réu cuja dívida era de R$ 16.859,10.

O ministro Luís Felipe Salomão, relator da ação no STJ, no entanto, ressaltou que o réu manterá seu direito de circulação, mas sem dirigir. “Inquestionavelmente, com a decretação da medida, segue o detentor da habilitação com capacidade de ir e vir, para todo e qualquer lugar, desde que não o faça como condutor do veículo.” No caso de motoristas profissionais, a Justiça deverá avaliar individualmente a situação.

Passaporte
O mesmo recurso pedia a suspensão do passaporte de devedores e a ação foi rejeitada por unanimidade pelos ministros da Quarta Turma do STJ. A turma entendeu que a suspensão do passaporte, no caso, viola o direito constitucional de ir e vir e o princípio da legalidade.

Segundo Salomão, a retenção do passaporte é medida possível, mas deve ser fundamentada e analisada caso a caso. O ministro afirmou que, no caso julgado, a coação à liberdade de locomoção foi caracterizada pela decisão judicial de apreensão do passaporte como forma de coerção para pagamento de dívida.

Porém, o relator destacou que o reconhecimento da ilegalidade da medida consistente na suspensão do passaporte do paciente, na hipótese em análise, não significa afirmar a impossibilidade dessa providência coercitiva em outros casos.

“A medida poderá eventualmente ser utilizada, desde que obedecido o contraditório e fundamentada e adequada a decisão, verificada também a proporcionalidade da providência”, destacou.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

Crato será beneficiado com projeto de prevenção às drogas

"São muitos os desafios quanto à temática das drogas. O consumo ocorre em todo o País. No Ceará, nós estamos trabalhando para superar esses desafios e consideramos a prevenção como o permanente e eficaz caminho, alcançando crianças, jovens e famílias", afirmou o secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida, durante a solenidade de assinatura dos termos de cooperação entre a SPD e 56 prefeituras para a implementação do Projeto Prevenção em Família em parceria com o Programa Mais Infância Ceará.

O evento de pactuação foi realizado na manhã desta quarta-feira, 6, na sede da SPD, com a presença da primeira dama do Estado e idealizadora do Programa Mais infância Ceará, Onélia Leite Santana. A solenidade foi aberta com a recepção às autoridades presentes, seguida de breve relato da gerente do Projeto Prevenção em Família,  Natália Alexandre, sobre a proposta preventiva.  

Em seu discurso, o secretário Will Almeida foi enfático: "O Governo do Estado, através da SPD, está empunhando a bandeira da prevenção. O Projeto Prevenção em Família vem agregar ainda mais valor a esse trabalho. Vamos atuar na base da sociedade, com as famílias, levando orientação especializada, através de oficinas que contribuirão para o fortalecimento dos vínculos familiares, com ênfase na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas; além de reforçar as habilidades de vida e difundir hábitos saudáveis".

A primeira dama Onélia Leite Santana enumerou os pilares do Programa Mais Infância Ceará e destacou a inclusão da temática das drogas na capacitação dos profisssionais que atuam junto às famílias em situação de vulnerabilidade. "São famílias que enfrentam ou podem enfrentar problemas com drogas e, assim, precisam de apoio, suporte, aconchego, acolhimento e, sobretudo, orientação. O Projeto Prevenção em Família foi criado para suprir essas necessidades".  

O evento teve continuidade com a assinatura dos termos de cooperação pelos prefeitos presentes ou seus representantes. Prefeito de Mauriti, Mano Moraes salientou a importância da abordagem do tema junto as famílias. "A iniciativa contribui para que possamos melhorar a qualidade de vida das pessoas beneficiadas".

Prefeito de Missão Velha, Diego Gondim Feitosa evidenciou o trabalho de orientação a ser realizado junto às famílias em situação de vulnerabilidade nos municípios. "Com uma família orientada, estruturada, evitamos que crianças e jovens busquem o álcool e outras drogas. Daí, a importância do programa que Missão Velha abraça nesse momento".

Projeto Prevenção em Família
O Projeto Prevenção em Família estabelece que profissionais da Saúde, Educação e Assistência Social indicados pelos municípios serão qualificados para realizar, junto às famílias atendidas pelo Programa Mais Infância Ceará, oficinas voltadas ao desenvolvimento infanto juvenil.

As atividades também focarão no fortalecimento dos vínculos familiares, com ênfase na prevenção ao uso de álcool e outras drogas; no destaque as habilidades de vida e difusão de hábitos saudáveis. Atividades lúdicas serão utilizadas como suporte, sendo direcionadas às situações comuns do cotidiano familiar.

Os municípios selecionados para receber a ação preventiva são os que apresentam maior número de famílias em situação de vulnerabilidade social já contempladas com o Programa Mais Infância Ceará e cujas famílias possuem crianças na faixa etária de zero a cinco anos e 11 meses. A primeira edição do Projeto Prevenção em Família deverá alcançar cerca de 10 mil famílias no Ceará.

A SPD ficará responsável pela capacitação de profissionais dos municípios, com a realização de encontros pelas macrorregiões estaduais. Serão, pelo menos, seis formações, contemplando os 56 municípios selecionados.

O início do trabalho junto às famílias será a etapa posterior, em forma de 10 encontros, sendo sete regulares e três de acompanhamento, com duração de uma hora cada um. A SPD também realizará o acompanhamento das atividades junto às famílias e a avaliação dos resultados alcançados.

Os municípios beneficiados com o Projeto Prevenção em Família são os seguintes: Quixadá, Quixeramobim, Tianguá, Ipu, Mombaça, Guaraciaba do Norte, Pedra Branca, Santa Quitéria, Canindé, Crateús, Aiuaba, Tauá, Crato, Araripe, Campos Sales, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Acopiara, Barbalha, Jardim, Icó, Jucás, Iguatu, Missão Velha, Acaraú, Bela cruz, Camocim, Itapajé, Itapipoca, Pentecoste, Marco, Morada Nova, Chaval, Aracoiaba, Umirim, Uruburetama, Fortaleza, Maranguape, Aquiraz, Cascavel, Caucaia, Maracanaú, Pacajus, Paracuru, São Gonçalo, Aracati, Beberibe, Jaguaruana, Massapé, Sobral, Juazeiro do Norte, Quixeló, Redenção, Parambu, Tejuçuoca e Cedro.

Curta nossa página no Facebook

07 de junho

1494 - Os reinos de Portugal e de Castela assinam o Tratado de Tordesilhas dividindo entre si o Novo Mundo.
1929 - A Cidade do Vaticano torna-se um Estado soberano com a assinatura do Tratado de Latrão.
1991 - O Monte Pinatubo entra em erupção, originando uma coluna de 7 km de cinzas.

Nasceram neste dia…
1491 - Jacques Cartier, explorador francês (m. 1557).
1848 - Paul Gauguin, pintor francês (m. 1903).
1981 - Anna Kournikova (foto), tenista russa.

Morreram neste dia…
1329 - Roberto I, rei da Escócia (n. 1274).
1954 - Alan Turing, matemático britânico (n. 1912).
1989 - Paulo Leminski, poeta brasileiro (n. 1944).

Fonte: Wikipédia

Governo reduz previsão do salário mínimo de R$ 1.002 para R$ 998 em 2019

O governo reduziu a previsão de salário mínimo para o ano que vem de R$ 1.002, valor proposto em abril, para R$ 998. A revisão consta de um relatório feito pela CMO (Comissão Mista do Orçamento), formada por deputados e senadores. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 954. O novo valor é uma estimativa e ainda precisa ser aprovado.

Segundo o relatório, a redução do mínimo é justificada pela projeção menor de inflação para este ano. Em abril, a previsão para o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) era de 3,8%. No entanto, essa projeção foi revisada para 3,3% pelo governo, o que afetou o cálculo do salário mínimo.

O salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior, levando em conta o INPC (no caso, a de 2018), mais o aumento do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes, ou seja, de 2017.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários, como o abono salarial, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Aumento em 2018 ficou abaixo da inflação
Caso aprovado, o valor de R$ 998 para o mínimo de 2019 representará um aumento de 4,61%. Em 2018, a correção foi de 1,81% --o salário passou de R$ 937 em 2017 para R$ 954. 

O reajuste, no entanto, ficou abaixo da inflação medida pelo INPC, que fechou 2017 em 2,07%. Isso aconteceu porque o governo decretou o salário mínimo para 2018 com base em uma estimativa para o INPC do ano anterior, cujo dado oficial ainda não havia sido divulgado pelo IBGE. Como o PIB de 2016 foi negativo (-3,46%), não foi considerado no cálculo.

O cálculo para o mínimo de 2019 compensa esse reajuste abaixo da inflação. De acordo com o relatório da CMO, o valor usado como base para o mínimo do ano que vem será de R$ 956,40, e não o valor atual (de R$ 954).

No início do ano, o Ministério do Planejamento já havia afirmado que haveria essa correção.

PIB cresceu 1% em 2017
A atual regra de cálculo do salário mínimo, que leva em conta a inflação e o crescimento da economia, é garantida por lei até 2019. Em 2017, o PIB cresceu 1%. 

No caso de aposentados e pensionistas do INSS, a regra vale apenas para os que ganham até um salário mínimo. Quem ganha mais, recebe apenas o reajuste equivalente à inflação.

Mínimo deveria ser de R$ 3.706,44, diz Dieese
A lei que criou o salário mínimo foi assinada em 1936, pelo então presidente Getúlio Vargas. A legislação definiu o valor como a remuneração mínima devida ao trabalhador, capaz de satisfazer suas necessidades de alimentação, vestuário, habitação, higiene e transporte.

Porém, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o valor está longe disso.

Em março, por exemplo, o Dieese calculou que o salário mínimo ideal para sustentar uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.696,95. O valor é 3,88 vezes o salário atualmente em vigor.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Hospital Infantil de Juazeiro será desativado para reforma

Por convênio da Prefeitura e o Governo do Estado, o Hospital Infantil Maria Amélia Bezerra de Menezes passará por reforma e ampliação, prometendo se tornar referência no atendimento pediátrico no Ceará. Com investimentos de R$ 4,5 milhões, nesta quinta-feira (7), será realizada sessão para recebimento e abertura dos abertura dos envelopes com os documentos de habilitação e propostas de preços para contratação da empresa de engenharia que executará a obra.

Já na próxima sexta-feira (8), o atendimento será transferido temporariamente para o Hospital Estephânia Rocha Lima. A Unidade passa por adequações estruturais para receber os serviços do Hospital Maria Amélia. As salas onde funcionarão os consultórios, enfermarias, farmácia, entre outros, receberam nova pintura e climatização. Segundo a titular da Secretaria da Saúde, Nizete Tavares, com a mudança, a quantidade de leitos não será reduzida, garantindo a continuidade no atendimento.

"Todos os atendimentos que são realizados no Estephânia não serão diminuídos. Ortopedia, consultas com especialidades médicas, ultra-som, endoscopia, atenção domiciliar, farmácia, infectologia. Nada vai mudar. Vamos ocupar outros espaços que adequamos, em outras enfermarias. Mas não vai reduzir no Maria Amélia", garante Nizete. A mudança surgiu da preocupação da Secretaria da Saúde de que, como a obra será ampla, as crianças poderiam ser afetadas pela poeira e barulho.

Único voltado para o atendimento infantil na região do Cariri, possui apenas 20 leitos. Esse número será ampliado para 50, sendo 40 clínicos e 10 cirúrgicos. Todos com acomodação para as mães. Além disso, serão duas salas de cirurgia, três leitos de recuperação pós-anestésica, sala de medicação com 40 poltronas, 10 leitos de observação, refeitórios individualizados para pacientes e funcionários, estação de tratamento de água, urgência pediátrica com sala de estabilização, raio x, pequena cirurgia, repouso médico e sala de gesso.

A nova estrutura ainda terá Central de Material Esterilizado, auditório para alunos das faculdades, capela, recepção social separada da urgência, ambulatório pediátrico equipado com recepção e área de recreação, ambulatório de desnutrição, além de testes do pezinho, ouvidinho, orelhinha e olhinho. "Hoje, para realizar exames tem que deslocar a criança, mas tudo isso terá na própria estrutura", acrescenta a secretária.

Precariedade
Na recepção, as pessoas convivem com dois banheiros e o mau cheiro. Nas paredes, rachaduras e algumas partes com reboco cedendo. Esta é a situação atual do Hospital Infantil Maria Amélia. "A reforma é uma necessidade. Ele tem uma estrutura antiga. Quando entramos, já era uma demanda essa reforma. Fomos preparar todo o projeto e percebemos a necessidade de alguns serviços, como cirurgias pediátricas", explica Nizete.

Segundo a dona de casa Patricia dos Santos, que levou seu filho levou seu filho de dois anos para atendimento, os problemas no equipamento são antigos. Há pouco mais de um ano, quando a criança ficou internada por cinco dias, chegou a conviver com baratas no banheiro. "Falta de exame é o maior problema. Passam o remédio e, muitas vezes, não resolve e fica sem saber qual o problema", lamenta. Outra mãe, que não quis se identificar, conta que evita usar banheiros e bebedouros pelas péssimas condições. "E já esteve pior", denuncia. Ela acrescenta que, pelas condições atuais, muitas pessoas têm levado as crianças para serem atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Nizete Tavares explica que constatou a necessidade de realizar cirurgias, pois havia grande fila, tanto pediátrica quanto de adulto no Município. Por isso, esse tipo de atendimento foi organizado para o Hospital São Lucas, que realiza as cirurgias pediátricas eletivas e de emergência. As crianças menores de cinco anos são transferidas para o São Vicente, em Barbalha. Com a obra finalizada, a expectativa é descongestionar estes dois hospitais. "Com melhor estrutura, os pacientes que hoje precisam de transferência para Fortaleza e Barbalha terão atendimento aqui. É uma obra de grande importância", justifica.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

7 perguntas e respostas sobre a pílula do dia seguinte

Ainda que todas as mulheres do planeta usassem corretamente qualquer um dos métodos anticoncepcionais existentes, cerca de 6 milhões de gestações inesperadas ocorreriam. Essa estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) dá uma dimensão da possibilidade de falha nas estratégias disponíveis para evitar uma gravidez. Sem falar na quantidade de gente que não pensa em ter filhos e, mesmo assim, não se protege direito contra uma gravidez indesejada. Cenários como esses ajudam a explicar por que a chamada pílula do dia seguinte (também conhecida pela sigla PDS) passou a ser tão procurada nas farmácias – sua venda é feita sem prescrição.

Acontece que, recentemente, uma usuária da PDS escreveu um relato (que foi reproduzido em diversos meios de comunicação) no qual conta que teve uma gravidez fora do útero — chamada de gravidez ectópica — após tomar o comprimido. E é claro que muitas dúvidas surgiram sobre o método e sua segurança. Por isso, perguntamos a nossos leitores o que eles gostariam de saber a respeito do assunto e conversamos com especialistas para esclarecer as questões – até para entender quais são, de fato, os riscos da pílula do dia seguinte. Veja a seguir:

1- Muita gente se refere à pílula do dia seguinte como uma “bomba de hormônios”. Isso é verdade? Ela pode trazer efeitos colaterais?

“Uma dose da PDS contém o equivalente à metade de uma cartela de pílulas anticoncepcionais tradicionais, dessas que a mulher usa todos os dias”, esclarece a ginecologista Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa de Saúde do Adolescente da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. E, segundo a ginecologista Luciana Potiguara, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, essa enxurrada hormonal pode trazer efeitos colaterais, sim. “Além de desregular o ciclo menstrual, é possível que provoque vômitos. Aliás, se isso acontecer nas primeiras duas horas após a ingestão, a dose deve ser repetida. Outros sintomas como vertigem, cefaleia e dor nas mamas também podem aparecer”, alerta a médica.

2- Mas, afinal, é válido usar esse método de contracepção? Se sim, em quais circunstâncias?

“A pílula do dia seguinte é, na verdade, uma conquista das mulheres”, afirma Albertina. “Você ter acesso a um método de emergência é bacana. O perigo está em fazer dessa emergência um ritual cotidiano”, arremata. A expert ainda faz questão de lembrar que, mesmo tomando a pílula direitinho (no máximo 72 horas após a relação), ela ainda falha em 15% dos casos. “A cada 20 mulheres que tomam, três engravidam”, calcula. “A PDS deve ser usada somente em situações de relação sexual desprotegida próxima do período fértil, de ruptura do preservativo, de estupro ou de relação sexual sem uso de nenhum método contraceptivo”, completa Luciana.

3- De quanto em quanto tempo é possível tomá-la? 

A pílula é lembrada como aquela “do dia seguinte”, mas, entre os especialistas, ela é mais conhecida como “pílula de emergência” ou “contracepção de emergência”. Isso quer dizer que ela realmente só deve entrar em cena em um caso de extrema necessidade. “O ideal é utilizá-la uma vez por ano. Ela é menos segura que a pílula normal e ingeri-la direto aumenta o risco de gravidez e de confusão no ciclo menstrual. A mulher passa a não reconhecer o funcionamento do próprio corpo”, esclarece Albertina.

De acordo com uma pesquisa conduzida pela especialista, apesar desses poréns, tem muita gente abusando do método. “Algumas adolescentes chegam a tomar a PDS até três vezes no mesmo mês”, conta a médica. Essa prática traz diversas repercussões para a saúde. “Tem os efeitos psicológicos, como irritação, medo de engravidar, culpa etc. Além disso, pode bagunçar o ciclo, causar alterações de pele (espinhas), deixar o cabelo oleoso e contribuir para o acúmulo desnecessário de gordura. A mulher não precisa passar por isso”, conclui.

“A pílula do dia seguinte é uma medicação de emergência e não foi testada para uso frequente”, reforça Eduardo Zlotnik, ginecologista e obstetra do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

4- É possível que a pílula do dia seguinte cause (ou contribua para) a ocorrência da gravidez ectópica, ou seja, fora do útero?

Ao que tudo indica, sim. A explicação para isso é que a pílula do dia seguinte diminui o movimento natural das trompas. Só que é a atividade dessa estrutura que faz com que o óvulo fecundado seja enviado ao útero para se desenvolver. Então, se as trompas não se movimentam, o óvulo pode ficar parado ali. E é aí que está o perigo. Com o desenvolvimento do feto no lugar errado, as trompas podem se romper, causando uma hemorragia.

Note que estamos falando em óvulo fecundado. Ou seja, é crucial ter em mente que a pílula do dia seguinte pode falhar – e que isso não é tão incomum assim. “Depois de usá-la, é importante esperar pela menstruação, e também vale fazer o teste de gravidez. Todo cuidado é pouco”, diz Albertina. Se o teste de gravidez der positivo, só é possível detectar que o óvulo está fora do lugar por ultrassom.

Vale lembrar, no entanto, que a causa mais comum de gravidez ectópica é alteração da trompa por infecções e inflamações pélvicas.

5- Se a mulher engravidar mesmo depois de ter tomado a pílula o bebê pode nascer com alguma sequela?

Se o óvulo conseguir se deslocar para o útero e lá se desenvolver, a princípio não existe nenhum tipo de prejuízo para a criança. A ginecologista Luciana reforça: “Não há qualquer evidência científica de que a contracepção de emergência exerça efeito após a fecundação, resultando em aborto ou anomalias fetais”.

6- Tomar a pílula do dia seguinte enquanto está usando anticoncepcional comum (supondo que a mulher tome de maneira bem irregular) pode trazer problemas? 

Bom, já sabemos que a pílula do dia seguinte equivale à meia cartela daquela que se toma todo dia. Então, imagina só o caos que se instala no organismo de quem toma o anticoncepcional desregradamente e ainda, vez ou outra, utiliza uma “bomba de hormônios” junto. “Isso é uma confusão que precisa ser evitada. É uma questão de cautela com seu próprio corpo. A mulher não precisa dessa bagunça hormonal”, aponta Albertina. O ideal mesmo é encontrar estratégias para não precisar da pílula do dia seguinte.

7- Há contraindicações em relação ao uso desse contraceptivo de emergência?

Sim. “Em paciente com histórico ou risco conhecido de trombose”, responde Zlotnik, do Einstein. “Na verdade, todas as contraindicações para a pílula anticoncepcional servem também para a do dia seguinte”, afirma Albertina. E lembre-se: caso passe mal com o uso do comprimido, é necessário buscar ajuda médica. “Não se trata de terrorismo. Mas é fundamental ser cuidadosa quando se recorre a esse o método”, conclui a especialista.

Fonte: Saúde 

Curta nossa página no Facebook

Mais 29 cidades do Ceará vão receber batalhão do Raio e câmeras de segurança, diz Camilo

Cidades com mais de 30 mil habitantes receberão policiamento do Raio (Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas) e sistema de videomonitoramento por câmeras de segurança a partir deste ano, conforme anunciou nesta terça-feira (5) o governador do Ceará, Camilo Santana. Os municípios do estado com população acima de 50 mil habitantes já recebem os equipamentos.

"Estamos em fase de planejamento instalar videomonitoramento em cidades entre 30 mil e 50 mil habitantes, que são ferramentas importantes de combate ao crime. Numa segunda fase teremos também o batalhão do Raio, vamos começar já neste ano", afirmou Camilo, em vídeo transmitido pelo Facebook.

Ainda conforme o governador, as cidades Brejo Santo, Santa Quitéria, Parambu são os "municípios piloto" com população entre 30 mil e 50 mil habitantes que recebem o reforço na segurança ainda neste ano.

As demais cidades que devem ser contempladas com o projeto serão: Amontada, Baturité, Bela Cruz, Guaraciaba do Norte, Ipu, Ipueiras, Itaitinga, Itarema, Jaguaribe, Jaguaruana, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Massapê, Missão Velha, Mombaça, Nova Russas, Paracuru, Paraipaba, Pedra Branca, Pentecoste, Santana do Acaraú, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Tabuleiro do Norte, Ubajara e Várzea alegre.

As câmeras de videomonitoramento podem identificar presença humana mesmo sob estrutura como casas ou árvores. Elas são utilizadas para prevenir crimes e identificar infratores.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Inscrições prorrogadas para cursos técnicos e tecnológicos gratuitos do Centec

As inscrições para o vestibular e processo seletivo do Instituto Centec foram prorrogadas até o dia 11 de junho. Quem quiser fazer um curso técnico ou superior tecnológico gratuito nas cidades de São Gonçalo do Amarante, Quixeramobim, Juazeiro do Norte, Crato ou Barbalha não pode perder esta oportunidade. As inscrições devem ser feitas em www.centec.org.br.

A prova acontecerá no dia 24 de junho, das 9h às 13h, e o início do semestre letivo está previsto para o dia 6 de agosto. O Centec oferece cursos de qualificação profissional, técnicos e tecnológicos gratuitos por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), do Governo do Ceará. Confira abaixo os cursos do semestre letivo 2018.2:​


Pós-graduações em Quixeramobim e Juazeiro do Norte
O Centec está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação de diversas áreas na Fatec Cariri, em Juazeiro do Norte, e​ na​ Fatec Sertão Central, em Quixeramobim. As inscrições devem ser feitas em www.centec.org.br.

Na faculdade do Centec no Sertão Central estão sendo oferecidas especializações em gado de leite; saúde e segurança alimentar; e apicultura. Já na faculdade caririense, as pós-graduações são as seguintes: empreendedorismo e gestão em serviços de alimentação; engenharia sanitária e ambiental; engenharia e controle de qualidade dos alimentos; e em automação industrial.
Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Lula pede suspensão de sua condenação ao STJ e STF

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu nesta terça-feira (5) que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) e o STF (Supremo Tribunal Federal) suspendam os efeitos da condenação do petista na Operação Lava Jato até que os recursos nesses tribunais sejam julgados.

Caso o pedido seja aceito pelos tribunais, o ex-presidente será libertado da prisão.

Lula está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril após ter tido a pena de 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

O ex-presidente foi condenado pelo juiz Sergio Moro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Segundo a acusação do MPF (Ministério Público Federal) o apartamento foi reformado e teria sido reservado para Lula pela OAS, como forma de pagamento de propina pela empreiteira.

A defesa do ex-presidente afirma sua inocência e diz que a condenação ignorou provas.

Além desses dois recursos apresentados nesta terça, há ainda um terceiro, que também deverá ser julgado pelo STF. Não há prazo para o julgamento dessas três ações.

Nessa terceira ação, a defesa de Lula contesta decisão do STJ que negou liberdade ao ex-presidente.

Anteriormente, o STF já negou por duas vezes pedidos de liberdade do petista.

O primeiro pedido, um habeas corpus preventivo que foi julgado antes da prisão do petista, a defesa de Lula foi derrotada por 6 votos a 5. O segundo recurso contra a prisão foi negado por unanimidade pela 2ª Turma do STF em maio.

O pedido dos advogados do ex-presidente ocorre no mesmo dia em que Lula fez sua primeira aparição pública após ser preso. Ele depôs como testemunha do ex-governador do Rio Sergio Cabral (MDB), e respondeu a perguntas do juiz Marcelo Bretas.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Editais de três concursos no Ceará serão publicados até julho, confirma Camilo Santana

Três concursos públicos terão editais lançados entre junho e julho, conforme anunciou o governador do Ceará, Camilo Santana, em transmissão ao vivo por rede social nesta terça-feira (5).

O primeiro deles é voltado para a Secretaria Estadual da Cultura (Secult). Segundo o gestor, o certame está passando por procedimentos internos para a finalização do projeto de lei que vai criar os cargos. Em seguida, o projeto será encaminhado para a Assembleia Legislativa. Serão 102 vagas para o concurso e o edital está previsto para ser divulgado em 29 de junho.

Outro concurso que está em andamento é para a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). Serão 263 vagas e a previsão de divulgação do edital é para o mês de julho.

O governador também comentou sobre o concurso para professores efetivos que será lançado pela Secretaria da Educação. O projeto de lei está em fase de criação e o edital deve ser lançado até julho.

Está em andamento as inscrições para Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os interessados podem se candidatar até esta quarta-feira (6).

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

06 de junho

1769 - O Marquês de Pombal coloca a Inquisição sob proteção régia em Portugal.
1944 - Segunda Guerra Mundial: inicia-se o Dia D com o desembarque na Normandia de 15 000 soldados das tropas aliadas.
1946 - É fundada a National Basketball Association (NBA) em Nova Iorque.

Nasceram neste dia…
1502 - Rei D. João III de Portugal (m. 1557).
1868 - Robert Falcon Scott, oficial da marinha e explorador britânico (m. 1912).
1875 - Thomas Mann, escritor alemão (m. 1975).

Morreram neste dia…
1861 - Conde de Cavour, político italiano (n. 1810).
1961 - Carl Gustav Jung, psiquiatra suíço (n. 1875).
2000 - Moreira da Silva (foto), compositor e cantor brasileiro (n. 1902).

Fonte: Wikipédia

Homem é preso por quebrar lixeiras na praça da Sé, em Crato

Um homem foi preso pela Guarda Civil Metropolitana na noite desta segunda-feira (4) após quebrar lixeiras na cidade do Crato. Segundo a Polícia Civil, o homem foi flagrado destruindo a lixeira com um pedaço de madeira na Praça da Sé, no Centro da cidade.

O homem, de 20 anos, foi levado para a delegacia e autuado em flagrante por dano ao patrimônio público. Ele permaneceu detido na delegacia e depois foi levado para a cadeia pública. Segundo a polícia, o rapaz não tem ocupação definida e já havia sido detido outras vezes por danos na cidade.

O secretário do meio ambiente do Crato, Brito Júnior, lamentou o ocorrido, mas afirmou que a prisão serve como exemplo para que as demais pessoas busquem conservar os equipamentos públicos. "Fica aí o exemplo para que não aconteça mais. Quando um dano desses acontece, é um prejuízo público, de todos, maior que um individual. Apesar de um exemplo negativo, a repercussão serve para que as pessoas vejam que a Guarda Municipal está de olho nos infratores", comentou.

A lixeira danificada será trocada pela prefeitura. No entanto, o órgão irá ingressar com uma ação de reparação do dano para que o infrator pague pelo prejuízo. "É importante que ele pague pelo prejuízo, até para mostrar que a responsabilidade é de todos", disse o secretário.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Aeroporto de Juazeiro do Norte pode receber R$ 190,5 mi para ampliação

O Aeroporto de Juazeiro do Norte - Orlando Bezerra de Menezes deverá receber investimentos de R$ 190,5 milhões para a ampliação e manutenção do terminal com a concessão à iniciativa privada por meio da nova rodada de concessões do governo federal. A informação consta no estudo de viabilidade econômico-financeira aprovado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e que embasa a proposta do governo.

O levantamento, elaborado pelo consórcio liderado pelo escritório Moysés & Pires, prevê o investimento de R$ 116,2 milhões no Aeroporto durante a primeira fase da expansão, de 2019 a 2025, e outros R$ 34,4 milhões na segunda fase, entre 2031 e 2035, totalizando R$ 150,6 milhões em desenvolvimento. Também são previstos R$ 39,9 milhões para manutenção da qualidade de serviço do terminal durante os 30 anos de concessão, até 2049.

O terminal caririense integra o bloco Nordeste e será concedido juntamente com os aeroportos de Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB) a um único operador. O valor de outorga estimado para o bloco é de R$ 3,1 bilhões (outorga inicial mais a estimativa de arrecadação com as outorgas variáveis) e o investimento estimado é de R$ 2,08 bilhões para todo o bloco.

Já no projeto de engenharia para o Aeroporto, o consórcio previu a ampliação das atuais três para 12 posições de aeronaves até o fim da concessão, em 2049, das quais quatro com fingers (pontes de embarque).

Também foi considerada a ampliação da pista em 138 metros (m) de extensão, passando de 1.800m para 1.938m por 45m de largura, e a inclusão de áreas de escape nas duas pontas da pista.

Estimativas
As estimativas, entretanto, não são definitivas. Muito do processo poderá ser modificado a partir das discussões na audiência pública a ser realizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em Recife, no próximo dia 21. Em seguida, toda documentação é encaminhada para aprovação do Tribunal Contas da União (TCU) e, posteriormente, a agência publicará o edital definitivo e a data do leilão, previsto para o fim de 2018.

Mesmo após o leilão, a própria administradora que vencer o processo poderá, antes de tomar a dianteira da operação dos terminais, apresentar um projeto de engenharia diferente do que foi sugerido pelo estudo. É necessário que o projeto da futura concessionária atenda aos requisitos mínimos do contrato para o processamento de passageiros e de cargas no Aeroporto, considerando sua evolução ao longo dos anos de concessão.

Mudanças
Diferentemente da última rodada de concessão, em que o Aeroporto de Fortaleza foi arrematado pela Fraport, nessa a participação das empresas será livre - na rodada anterior, um operador não poderia arrematar dois aeroportos de uma região. Agora, não só os blocos agregam terminais da mesma região a serem leiloados a um só grupo, como também uma mesma empresa poderá arrematar um ou mais dos três blocos de aeroportos, sem restrições.

Outra mudança realizada na rodada é que a concessionária não terá de arcar com uma contribuição fixa anual (outorga fixa), somente da parcela variável. A contribuição vai considerar a arrecadação de 16,5% sobre a totalidade da receita bruta da futura da concessionária com os seis terminais e será recolhida anualmente. Assim como na rodada anterior, não há participação da Infraero.

Pagamento
O vencedor do leilão terá ainda que pagar R$ 360 milhões à vista mais o ágio ofertado no leilão. Segundo o Ministério, o valor leva em conta o investimento inicial, as receitas e custos da concessão, o fluxo de caixa e o retorno dentro desse período. São cinco anos de carência para o pagamento da parcela variável, seguido de pagamentos crescentes do 6º ao 10º ano, quando, então, os 16,5% passarão a ser integralmente cobrados.

Nova estratégia
Na avaliação de um especialista na área, houve uma "alteração extremada" na estratégia do governo em relação à concorrência entre aeroportos, já que agora o mesmo operador será dono de um bloco de aeroportos na mesma região.

"O governo estava com uma política direcionada 'ao sul' e, agora, foi 'ao norte'. Não sou contra à nova vertente, mas mostra uma instabilidade do planejamento público", avalia.

Por outro lado, ele pondera que, de forma geral, as concessões têm evoluído quanto à qualidade de seus instrumentos jurídicos. "Vem havendo melhoras a cada rodada, mas, das cinco que podemos observar, não têm uma igual à outra. Tecnicamente falando, acho que o governo tem que apresentar um planejamento mais consolidado, mais estável", explica o especialista.

Grandes players
Conforme o Diário do Nordeste informou no último dia 30, a nova rodada de concessões deve atrair os players que já atuam no País, como Fraport, Vinci e Zurich, que participaram do leilão dos terminais de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS), além da Inframérica, que administra os aeroportos de Natal (RN) e Brasília (DF). O atrativo seria a maior segurança jurídica.

YOHANNA PINHEIRO
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

05 de junho

1849 - Dinamarca torna-se uma monarquia constitucional após adotar uma nova Constituição.
1947 - Na Universidade de Harvard, George Marshall apresenta o Plano Marshall de ajuda aos países europeus afetados pela Segunda Guerra Mundial.
1967 - Tem início a Guerra dos Seis Dias.

Nasceram neste dia…
1723 - Adam Smith, economista e filósofo britânico (m. 1790).
1877 - Pancho Villa, revolucionário mexicano (m. 1923).
1917 - Pinheiro de Azevedo, militar e político português (m. 1983).

Morreram neste dia…
1316 - Luís X de França (n. 1289).
1986 - Lilian Lemmertz, atriz de teatro, cinema e televisão brasileira (n. 1938).
2004 - Ronald Reagan (foto), político estado-unidense (n. 1911).

Fonte: Wikipédia

Parque Estadual Sítio Fundão realiza o I Seminário Científico, em Crato

O Parque Estadual Sítio Fundão – Geossítio Batateiras, realizará nesta terça-feira (05) o “I Seminário Científico do Parque Estadual Sítio Fundão – Conheça a fundo o que é seu”. O evento integra o calendário de grandes ações em comemoração aos 10 anos de criação do parque e será realizado em parceria com o Centro Acadêmico de Biologia (CABIO) da URCA - Universidade Regional do Cariri.

O I Seminário Científico do Pares Sítio Fundão é a 9º das grandes ações promovidas pelo parque em comemoração aos seus 10 anos de criação. Na ocasião, que terá início às 08:00 horas, serão realizadas palestras e mesas redondas abordando a importância da unidade de conservação (UC) e o meio ambiente, assim como a apresentação de trabalhos científicos.

Além disso, as 15 horas, acontecerá na própria UC, uma cerimônia em homenagem ao Sr. Jeferson da Franca Alencar, que dá nome ao centro de visitantes (Casa de Taipa) do parque. O evento será aberto a todo o público. Segue programação da ação em anexo:

Saiba mais
Evento: I Seminário Científico do Parque Estadual Sítio Fundão
Local: Sede Geopark Araripe e Parque Estadual Sítio Fundão
Horário de início: 08:00 Horas

Curta nossa página no Facebook

Com vergonha, eis que eles ressurgem: Os paneleiros arrependidos

Manifestante pró impeachment na Avenida Paulista
(Agência O Globo)
Eles voltaram. No último domingo à noite, enquanto Michel Temer anunciava em rede nacional um conjunto de medidas para tentar encerrar o movimento dos caminhoneiros grevistas, o barulho das caçarolas tomou conta de diferentes cidades do Brasil. Frequentes nos meses que antecederam o impeachment de Dilma Rousseff, os panelaços foram momentos ruidosos de união cívica entre cidadãos desejosos da deposição da presidente. Muita coisa mudou de lá para cá. O governo impopular da petista foi substituído por um governo ainda mais impopular, que atingiu os maiores índices de reprovação da história. Surgem agora, em meio aos problemas de abastecimento provocados pela paralisação dos caminhoneiros, os primeiros “paneleiros” arrependidos de terem protestado pela queda de Dilma e colaborado para a ascensão de Temer.

O servidor público Mário Magalhães acha que o impeachment
trouxe mais dificuldades para sua vida
(Foto: Emily Almeida/Agência O Globo)
O servidor público Mário Rodrigues Magalhães, de 33 anos, mirava o nada durante o início da tarde da terça-feira 29 de maio. Sentado em um dos bancos do Largo da Carioca, entre a praça do metrô e o caminho que leva ao edifício do BNDES, no centro do Rio de Janeiro, vestia camisa social listrada, calça social e sapatos de couro, ambos pretos. Com os braços cruzados, ele se disse angustiado desde o fim da semana. “Esse clima de pânico geral, não tem como não se abalar.”

Para ele, mesmo considerando os constantes atrasos de salário nos últimos anos, o momento em que esteve mais preocupado foi na última semana, ao acompanhar as consequências da greve e o desabastecimento de itens básicos nos supermercados, hospitais e postos de gasolina. No domingo, ele e sua mulher, Mara, assistiam à televisão em sua casa no Méier, bairro da Zona Norte do Rio, quando ouviram o pronunciamento de Temer para os transportadores de cargas. Mara repetiu então um gesto que não fazia havia quase dois anos: foi à cozinha, pegou as panelas e repetiu o panelaço que já tinha feito na época em que Dilma Rousseff ocupava a Presidência da República.

“Minha mulher bateu panela contra a Dilma. Neste último (pronunciamento de Temer) também”, contou sorrindo. Ele afirmou que a vida não melhorou como esperava após a troca de governo. “Fui a favor do impeachment por causa da corrupção, das denúncias, dos escândalos, tudo isso aí mancha muito”, explicou. No entanto, revela que a família mudou de ideia e acredita que a mudança resultou em mais dificuldades.

“Talvez tivesse sido melhor ela (Dilma) ficar, não está acontecendo nada de diferente em relação a antes”, disse Magalhães, que declarou ter votado na petista. Para ele, os índices de economia que melhoraram nos últimos anos não passam de dados para propaganda. O que conta, em sua visão, são o aumento do desemprego, a alta nos preços de combustível e do custo de vida.

A apenas alguns metros de Magalhães, a funcionária de um escritório de contabilidade no centro do Rio, Denise Lopes, de 52 anos, amarga um arrependimento semelhante. Trajando uma blusa azul com detalhes verdes e pretos e uma calça jeans, ela retornava apressada para o escritório após o almoço quando encontrou a reportagem. Também expressava um sentimento de cansaço.

Lopes afirmou que só não chegou a fazer panelaço no domingo porque mora em um local isolado na Portuguesa, na Ilha do Governador. “Ninguém ia ouvir, minha casa é bem afastada. Não adiantaria”, explicou. Ela contou que foi favorável ao impeachment que derrubou Dilma Rousseff, mas também avalia que a troca não trouxe o resultado que esperava. “Fui a favor porque achava que deveria mudar pelo povo brasileiro, que falava não ao governo”, lembrou. Eleitora da petista, Lopes disse que não suportava mais as denúncias de corrupção que envolviam o PT e também achava Dilma omissa em relação à situação dos serviços públicos. “Ela estava fazendo um governo incompetente. Não estava preocupada com o povo brasileiro, assistia algumas partes do Brasil, mas não o povo inteiro.”

Dois anos depois, Lopes afirmou que lamenta a troca há algum tempo. Para ela, o estopim nem foi a greve do transporte, mas as denúncias envolvendo o presidente Michel Temer na delação da JBS e, especialmente, o projeto anunciado por ele para mudar as regras da aposentadoria na reforma da Previdência. “Quando comecei a ver o próprio Temer com as decisões dele em relação à (reforma da) Previdência, a gente viu que foi uma coisa manipulada”, explicou. “Antes tivéssemos esperado um pouco para termos o direito de votar em uma nova eleição.”

Rodolfo Gonçalo lamenta ter se deixado “contaminar”
pelo que falavam de Dilma dentro de seu táxi
(Foto: Emily Almeida/Agência O Globo)
Quem também se sentiu influenciado e mudou de ideia foi o produtor de sistemas de informação Rodolfo Gonçalo, de 38 anos. Morador de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, afirmou que passou os últimos anos dividindo suas tarefas em um home office com bicos de taxista. E foi dirigindo que conversou com muitos passageiros e amigos sobre a situação do país. Nesse período, ele disse que ouviu “barbaridades” sobre Dilma e outros políticos. Passado o tempo, avalia que se “deixou contaminar”. Antes favorável ao impeachment, ele disse que não sabe mais se foi a melhor opção. “Houve mudanças? Sim. Melhorou? Ninguém sabe. É o que vejo”, afirmou. “Não sou a favor dela, mas dizer que ela arrebentou tudo?”

Maisa Pacheco diz que se sentiu “manipulada” nos
protestos pelo impeachment
(Foto: Leo Martins/Agência O Globo)
Na capital paulista, mais arrependidos. Dona de um sex shop na Rua da Consolação, Maisa Pacheco, de 45 anos, assustou-se com o movimento em sua loja no último domingo. Devido à crise dos caminhoneiros, seu caixa fechou o dia com apenas R$ 16, para uma média de faturamento de R$ 2 mil. Assim, quando Temer surgiu na TV para o pronunciamento, foi para a Avenida Paulista bater panelas. De repente, se viu alvo de olhares curiosos de outras pessoas. “Fiquei sozinha batendo panela na Paulista. O pessoal ficou achando que eu era louca”, brincou. Ela só estava retomando o hábito que cultivou em um passado não muito distante, quando também pegou as caçarolas para apoiar o impeachment de Dilma — período no qual teve farta companhia.

Examinando a situação em retrospecto, ela acredita que os manifestantes foram manipulados. “Essa coisa já estava errada quando a gente foi para a rua pedir o impeachment”, disse. “Não pensamos que o vice era o Temer. Teve uma manipulação, mas não podemos reclamar. Esse pessoal que votou na Dilma também tinha de saber que era o Temer como vice. Teríamos de fazer uma mudança de processo político”, completou.

A greve dos caminhoneiros, motivo do último panelaço, bateu no Twitter as menções registradas em outros momentos históricos, entre eles o impeachment de Dilma Rousseff. Segundo um estudo da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da FGV, o volume de menções relacionadas à greve dos caminhoneiros na rede social faz do evento o maior dos últimos anos no Brasil. Desde o domingo dia 20 até a terça-feira dia 29, o estudo identificou cerca de 8,5 milhões de menções. Além do impeachment, a greve ultrapassa a repercussão da prisão do ex-presidente Lula e da morte da vereadora Marielle Franco.

Segundo os pesquisadores, essas menções se distribuem na rede em meio às discussões que, em geral, apoiam as pautas defendidas pelos caminhoneiros, mas sem um consenso nas demais questões debatidas. Por isso, os pesquisadores veem semelhanças com as manifestações de junho de 2013. “Essa manifestação serviu como um catalisador de uma série de insatisfações que têm se acumulado no país. Um desemprego muito alto, a preocupação com inflação, a questão dos combustíveis aumentando direto em função do aumento do dólar. Em algum momento esses fatores iriam confluir como se fosse uma faísca e foi o que aconteceu. Nesse sentido, é muito parecido com o que aconteceu em 2013”, apontou o pesquisador Marco Aurelio Ruediger, líder da DAPP da FGV.

Fonte: Época

Curta nossa página no Facebook

Cresce percentual de alunos cearenses de 15 a 17 anos que estão na escola

O Ceará apresentou crescimento no percentual de alunos de 15 a 17 anos que estão na escola. Em 2017, 86,2% dos jovens dessa faixa etária encontravam-se matriculados na educação básica, enquanto que em 2016 esse número era de 82,6%. O aumento foi de 3,6 pontos percentuais e coloca o Ceará à frente do Nordeste, que apresentou taxa de atendimento de 86,1%. As informações foram divulgadas pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) 2017.

Para o secretário da Educação, Rogers Mendes, esse resultado é de grande importância para a rede pública estadual. “Essa conquista reflete todo o esforço do Governo do Ceará em garantir melhoria do ensino e da aprendizagem dos jovens cearenses”, ressalta o gestor.

Outro dado importante é referente à taxa de escolarização líquida de 68,55% referente à população de 15 a 17 anos que está matriculada no Ensino Médio na idade certa. O Ceará ficou, pelo segundo ano, com a 1ª colocação no ranking dos estados nordestinos, seguido, em 2017, por Maranhão (62,24%) e Pernambuco (61,84%).

Em relação ao Brasil, o estado cearense apresentava, em 2016, percentual abaixo do alcançado pelo país. Em 2017, houve uma melhoria dessa taxa fazendo com que o estado ultrapassasse o resultado brasileiro que foi de 68,37%.

Ensino Médio concluído
Os dados da PNAD também demonstram um crescimento no número de jovens com 19 anos de idade que concluíram o Ensino Médio no Ceará. Enquanto a porcentagem de estudantes que concluíram a última etapa da Educação Básica era de 55,8% em 2016, no ano seguinte o percentual atingiu 58%. A pesquisa do IBGE coloca, ainda, o Estado em primeiro lugar quando comparado à Região Nordeste, que atingiu 49,7%.

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), desenvolve diversas ações para promover a qualidade da educação e assim garantir a melhoria do atendimento aos que ingressam nas escolas estaduais. A rede pública estadual de ensino do Ceará apresentou redução histórica do abandono escolar em uma década. A taxa em 2007 alcançou os 16,4%, baixando para 6,6% no ano passado.

Estrutura e Aprendizagem
O parque escolar da rede estadual vem passando por transformações essenciais. Foram construídos e reformados diversos espaços com o objetivo de propiciar um melhor desempenho aos profissionais das escolas e alunos. De 2015 até agora, foram entregues 44 novas escolas, 24 quadras e ginásios poliesportivos e 22 Centros de Educação Infantil. Mais de 100 novos equipamentos educacionais estão em construção para ampliar o atendimento e a permanência do aluno na escola.

Além do esforço diário dos professores, servidores e gestores nas escolas, a atual gestão vem desenvolvendo ações destinadas à melhoria da aprendizagem com o monitoramento da infrequência dos alunos, por meio das salas de situação de cada Regional; a atuação do Projeto Professor Diretor de Turma e a parceria com organismos como Conselhos Tutelares e Ministério Público.

Aproximar família e escola e fortalecer as competências socioemocionais dos estudantes também são fatores que contribuem para que os alunos finalizem seus estudos com sucesso.

Assessoria de Imprensa/Seduc

Curta nossa página no Facebook

ShareThis