Programação que celebra 255 anos de emancipação do município do Crato tem início neste domingo (16)

Terá início na manhã deste domingo (16), a programação alusiva aos 255 anos de emancipação do município. O programa, que segue até a próxima sexta-feira (21), envolve todas as secretarias e órgãos da administração municipal, com ações direcionadas a população.

Corrida Cidade do Crato (Praça Alexandre Arraes); Domingo nas Trilhas; projeto Domingo no Parque com exposição de carros antigos e feira da Abrasel abrem a programação do domingo pela manhã, no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti. 

A solenidade de abertura está prevista para ocorrer às 18h30, com missa celebrada pelo Bispo Dom Gilberto Pastana; com ações e oferta de serviços na Praça da Sé, e a presença de Mestres da Cultura fecham o primeiro dia da programação.

A Ouvidoria Itinerante estará presente em diversos espaços públicos do município; cursos; formatura e promoção dos Guardas Civis Metropolitanos; distribuição de mudas e aniversário do Shopping Popular completam a programação do dia (17).

As ações do Projeto Crato em Movimento serão realizadas nos bairros; inauguração das novas instalações da Unidade Básica de Saúde Raimundo Bezerra de Farias, no Conjunto Dr. Antenor, será realizada na segunda-feira, dia 17, às 17h30.

O Poder Legislativo também fará uma sessão solene em alusão ao aniversário do município e o São João Crato Festeiro será iniciado com sanfoneiro, comidas típicas que acontecerão na RFFSA.

I Feirão da Agricultura Familiar, Forró no Trem; inauguração da Sede do Programa Acolhe Servidor; entrega de certificados para alunos que concluíram os cursos dos programas Jovem Bolsista e Jovem Aprendiz)m, são ações que abrilhantarão o dia 18. 

As atividades do quarto dia serão iniciadas às 7h39, com a inauguração das instalações da unidade de saúde Raimunda Bezerra Teles, localizada no Sítio Romualdo. A tarde, a partir das 15h30, acontecerá o Desfile Cívico pelo Centro da cidade; distribuição de mudas e a inauguração das instalações do Centro de Saúde Fábio Pinheiro Esmeraldo, no Seminário, às 18h, encerram as atividades deste dia.

Na quinta-feira, dia 20, acontece o show no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti, com as atrações: Toca do Vale, Wawa Pinho, Raphael Belo Xote, Namoro Novo e Stanley Farra para animar o público.

A programação do último dia, sexta-feira (21), contará com a tradicional Prova Ciclística de 21 de Junho, Troféu Wilson Machado; exposição de Bicicletas Antigas e o pronunciamento oficial do Prefeito Municipal em cadeia com as emissoras de rádio às 12h, encerram as ações do período da manhã. 

A noite acontece as finais da Copa 21 de Junho no Ginásio Poliesportivo da URCA, e dois momentos religiosos ocorrerão a noite: a comemoração do 5º aniversário do Monumento de Nossa Senhora de Fátima, onde será celebrada uma missa, o corte do bolo, show pirotécnico, e um Culto Evangélico na RFFSA fecham a programação do aniversário de 255 anos do município do Crato.

Com informações da Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Refúgio do soldadinho-do-araripe sofre com falta de conservação

Localizado a cerca de sete quilômetros da sede do município de Barbalha, o Parque Municipal Riacho do Meio é o único dos nove geossítios que compõe o GeoPark Araripe, que está dentro do território barbalhense. Conhecido pelas trilhas ecológicas, nascentes, bicas naturais e formações geológicas, o lugar também é um dos habitats naturais do soldadinho-do-araripe, ave símbolo da região, ameaçada de extinção. Porém, a Unidade de Conservação, atualmente, se encontra abandonada, sem fiscalização e, por isso, pouco atrativa aos visitantes.

De área densa e úmida, no Riacho do Meio há três nascentes que em seu trajeto formam bicas - uma de suas principais atrações. A água que corre é utilizada pelas comunidades do entorno. Já a trilha tem um total de 880 metros e está sinalizada em quase todo seu trajeto. Nela, podem ser encontrados o Olho D'água Branca, a Pedra da Coruja, a Nascente do Meio e a Pedra do Morcego. Este último local, segundo pesquisadores, serviu de esconderijo para os cangaceiros "Marcelinos", que aterrorizaram a Região do Cariri na década de 1920. Foram capturados pela Polícia em 1928.

É neste ambiente que ainda se preserva o soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni), descoberto em 1996 no distrito de Araraja, também em Barbalha. Com cerca de 15 centímetros de comprimento, a espécie endêmica também vive no Riacho do Meio justamente por sua necessidade de se reproduzir em locais com bastante água.

"É um ponto importante de ocorrência", resume o biólogo Weber Girão, que lidera as pesquisas sobre a ave através da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis). Além disso, lá é um dos poucos locais onde se encontram vegetais como a rosa-da-mata (Psychotria colorata), que serve para alimentação da espécie ameaçada, assim como pequenos insetos. A planta é facilmente encontrada nas trilhas. Lá, também cresce a samambaia-açu (Cyathea medulis), árvore pré-histórica, considerada um "fóssil vivo", ameaçada de desaparecer.

Obra
A equipe do Sistema Verdes Mares visitou o local na manhã da última terça-feira (11) e constatou diversos problemas ao longo da trilha. A dificuldade começa na entrada: centenas de canos e caixas d'água, que serão utilizados em uma obra de abastecimento para as comunidades vizinhas, bloqueiam o portão principal. Visitante só entra pelas brechas da cerca de arame farpado.

No trajeto, canos muito extensos retiram água diretamente da nascente. Além disso, há muito lixo. Apesar das lixeiras espalhadas, copos plásticos, garrafas, sacolas e pontas de cigarro são jogados no chão, principalmente nas áreas próximas ao riacho. Fato ainda mais grave foi percebido no Olho D'água Branca, onde resquícios de carvão queimado denunciam a prática de churrasco, que ameaça a Unidade com risco de incêndio. Diante desse cenário e da insegurança, há poucos visitantes.

O diretor-executivo do Geopark Araripe, Nivaldo Soares, explica que os geossítios são eleitos por vários elementos significativos como a própria geologia, história e a biodiversidade. Porém, estes espaços não pertencem à Universidade Regional do Cariri (Urca), com exceção do Parque dos Pterossauros, em Santana do Cariri. Por isso, a administração e manutenção do local é responsabilidade do proprietário do terreno, que, neste caso, é a Prefeitura de Barbalha.

Por outro lado, Nivaldo antecipa que o Geopark Araripe entregou uma proposta ao poder público municipal para celebrar uma parceria para a gestão compartilhada da Unidade. "Teríamos um representante do Geopark, outro da Prefeitura e mais um da comunidade do entorno". Foram realizadas três reuniões e na última delas chegou a este acordo. "Há cerca de um mês e meio, fui pessoalmente entregar ao prefeito. Estamos aguardando o retorno".

Prefeitura
O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Barbalha, Bosco Vidal, informou que os canos que hoje se encontram na entrada do geossítio foram depositadas pela empresa responsável pela obra para evitar furto do material, mas que, em até 60 dias, serão retirados.

Contudo, Bosco reforça que o Parque segue aberto para visitação, porém, tem que haver uma solicitação prévia à Pasta que comanda. "As pessoas que vão lá, entram de forma errada. A gente oferece a quantidade permitida e os horários. Quando pedem autorização, entra em contato com o pessoal da portaria e avisa que está indo. Não pode ser usado como polo de lazer. É como área de preservação mesmo", define. O secretário garantiu que ficam dois funcionários dando apoio e fazendo a fiscalização do Riacho do Meio, mas nenhum deles foi localizado pela reportagem.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Lançada cerveja produzida com mandioca da Chapada do Araripe

Uma nova cerveja foi lançada no Ceará nesta quinta-feira (13). A bebida tem na sua composição um ingrediente típico do Ceará - e até agora incomum no mercado de bebidas alcoólicas: a mandioca, cultivada no extremo sul do Estado. Além do componente da receita, todos os processos de fabricação, envase e distribuição serão feitos na cervejaria da empresa localizada no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com Jean Jereissati, presidente da Ambev, aproximadamente 150 pequenos agricultores da Chapada do Araripe estão envolvidos na produção da cerveja. “Nossa expectativa é chegar ao fim de 2021 impactando 600 famílias, entre produtores, arrancadores e transportadores”, anunciou, no evento de lançamento do produto, nesta quinta.

Também presente no evento, Élcio Batista, secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Ceará, destacou a importância do novo produto para o fomento da agricultura local e familiar e da economia regional. A valorização das identidades locais, com um produto inspirado nos costumes e cultura cearenses, foi outro aspecto levantado por ele. "Em um mundo globalizado, reconhecer as identidades locais sem cairmos nos nacionalismo extremos é um ponto fundamental".

Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook

Prouni encerra inscrições nesta sexta (14); saiba quem pode participar

As inscrições para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) do 2º semestre serão encerradas nesta sexta-feira (14), às 23h59. Para concorrer a bolsas de estudo parciais ou integrais em instituições de ensino privadas, é necessário entrar no site e preencher o cadastro.

No total, são 169.226 vagas, sendo 68.087 de bolsas de estudo integrais e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

Quem pode participar
Para se inscrever no Prouni, o estudante não pode ter diploma de ensino superior. Além disso, deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e tirado, no mínimo, média de 450 pontos na prova. Não é permitido ter zerado na redação.

Também é preciso se enquadrar em um dos seguintes critérios de renda:
  • Bolsas integrais: renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo
  • Bolsas parciais (50% da mensalidade coberta): renda familiar bruta mensal per capita de até 3 salários mínimos
Entre as exigências, o candidato deve ainda se encaixar em pelo menos uma das seguintes situações:
  • ter cursado o ensino médio em escola pública;
  • ter cursado o ensino médio em escola privada, desde que na condição de bolsista integral;
  • ter alguma deficiência;
  • ou ser professor do quadro permanente de uma escola pública (nesse caso, o critério de renda familiar não se aplica).
Resultados
Os resultados da primeira chamada serão divulgados em 18 de junho, no site do Prouni. A segunda lista sairá em 2 de julho, no mesmo endereço.

O candidato pré-selecionado deverá comparecer à instituição de ensino superior onde irá estudar para comprovar os dados informados na inscrição.

Caso sobrem vagas, haverá uma lista de espera em 18 de julho.

Calendário do Prouni 2019
  • Inscrições: 11 a 14 de junho
  • Resultado da 1ª chamada: 18 de junho
  • Comprovação de informações para aprovados na 1ª chamada: 18 a 28 de junho
  • Resultado da 2ª chamada: 2 de julho
  • Comprovação de informações para aprovados na 2ª chamada: 2 a 11 de julho
  • Lista de espera: 18 de julho

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook

Glenn Greenwald afirma que a Globo quer esconder vazamentos da Lava Jato

Glenn Greenwald explicou, durante participação no Pânico desta quinta-feira (13), qual foi a situação com a Globo, que teria sido procurada por ele para publicar as conversas, mostradas em reportagens do The Intercept, vazadas entre o então juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol.

O jornalista lembrou de quando trabalhou lado a lado com a Globo, durante o caso de Edward Snowden, em 2013. “Ganhamos Prêmio Esso, sempre achei os jornalistas muito profissionais (…). A Globo é um veículo muito importante no país, mas não sabe como receber críticas”, analisou.

Segundo Glenn, a Globo foi procurada: “Falei sobre a possibilidade de trabalharmos juntos, o problema é que seis meses atrás tinha um material muito importante, a resposta que recebi é que Marinho proibiu qualquer pessoa de trabalhar comigo por causa das críticas que eu estava fazendo [contra a Globo].”

Ele, então, disse, antes de debater o conteúdo do que ele tinha em mãos, que queria ouvir que “não há proibição” com o seu nome.  De acordo com ele, a Globo nunca respondeu.

“Agora eles [a Globo] sabem que nós temos um arquivo enorme de grande importância, que todos os jornalistas estão pedindo, menos a Globo, porque querem esconder o material”, rebateu.

O que diz a emissora
Em comunicado enviado à Jovem Pan, Ali Kamel, Diretor Geral de Jornalismo da Rede Globo, rebateu as acusações. De acordo com a nota, o jornalista “mentiu” ao dizer que a emissora havia proibido qualquer funcionário de trabalhar com ele.

“Glenn Greenwald mente quando diz que há seis meses ouviu de mim que João Roberto Marinho proibiu qualquer pessoa de trabalhar com ele. Não vejo Glenn Greenwald desde 2013. A mentira se desfaz por si: se fosse verdade que ele ouviu tal absurdo do próprio diretor de jornalismo da Globo, o que o faria procurar o “Fantástico” semana passada com nova proposta de trabalho?”, questionou Kamel.

O comunicado ainda afirma que “Glenn também mente quando diz que perguntou há uma semana se a Globo tem algo contra ele e não ouviu resposta”. “Por três vezes, ele ouviu do jornalista que o atendeu, na redação do “Fantástico”, que a Globo nada tinha contra ele. E justificou: se tivesse problema, eu o receberia em plena redação? Repito: Glenn exigiu que a Globo se comprometesse, de maneira irrevogável, a publicar a tal bomba sem que o assunto fosse revelado a ela antes. A isso se chama cheque em branco. A Globo não dá cheque em branco a ninguém, especialmente a Glenn Greenwald.”


Fonte: Jovem Pan/UOL

Curta nossa página no Facebook

Crato se despede do Mons. Ágio Moreira em cerimônia emocionante

Em casa, sem qualquer expressão de dor ou sofrimento, Monsenhor Ágio Augusto Moreira fez a sua páscoa definitiva. O relógio indicava quatro e meia da manhã dessa quarta-feira, doze de junho. A Diocese de Crato vivenciou grande comoção popular, quando da divulgação da notícia. Era o clérigo mais antigo: 101 anos de vida e 75 de sacerdócio, fielmente dedicados à epifania do divino presente na música, com a qual regeu o seu ministério e a vida dos que lhe foram confiados. Leia mais AQUI.

Há cinquenta e dois anos ele se instalara em Belmonte, hoje distrito de Crato. Aí exercera o serviço pastoral junto aos camponeses. Foram eles, aliás, quem despertaram no então Padre Ágio [o título de monsenhor veio em 2003] a experiência religiosa com a música. Uma noite, estando à janela da casa paroquial de Jamacaru (distrito de Missão Velha), viu-se envolvido pelo canto dos apanhadores de algodão. Percebeu que queria viver para Cristo e para transmitir o ensino da música a quem quer que fosse, por mais humilde que fosse. E do belo monte que descortina o Cariri à sombra da Chapada do Araripe, edificou uma sociedade lírica, a Solibel, mantenedora da Vila da Música e da Escola Heitor Villa Lobos, que hoje atendem mais de 600 pessoas, entre crianças e jovens.

No meio da tarde desta quinta, dia 13, a última Missa com suas exéquias foi rezada. O local escolhido não poderia ser outro: a Vila da Música. No trajeto até aí, tremulavam nas portas e nas janelas das casas bandeiras em tecido preto, sinalizando que a comunidade estava sentida e chorosa. O sol brilhava imponente às três da tarde, mas à primeira nota executada pela Orquestra Padre Davi Moreira muita chuva caiu sobre a quadra poliesportiva da Vila.

Homenagens
O bispo emérito Dom Fernando Panico, que convivera com Monsenhor Ágio por dezesseis anos, enviou mensagem, lida antes da bênção final [da Missa]. “Ele personificava, com autenticidade, a figura de um padre bom, na sua maneira de ser e agir, fazendo-nos ser pessoas melhores, dando-nos um sentido para vivermos em comunidade cristã”.

Dom Edimilson Neves, bispo de Tianguá, também enviou mensagem. Nela, recordou o último encontro entre os dois, em maio passado, no Seminário São José, onde o monsenhor passou algumas semanas, recuperando-se de uma internação: “Tinha um desejo muito grande de viver, mas consciência clara de que os longos anos o fazia cada vez mais próximo da eternidade”.

A coordenadora do Conselho Comunitário do Belmonte, Socorro Duarte, emocionada, partilhou do mesmo sentimento. Disse não ter dúvidas de que Monsenhor Ágio é “um santo homem de Deus”. Com sua simplicidade e humildade foi “o maior prefeito, o maior governador e o maior presidente”, quando, ao fim da tarde, reunia os camponeses para ensinar músicas eruditas e populares. Ela fora sua aluna na Solibel e na antiga Faculdade de Filosofia do Crato. Conviveu com ele durante 50 anos.

“Se hoje eu estudei, tenho curso superior e trabalho, foi por causa do monsenhor. Ele, na sua simplicidade, tirou muita gente da ociosidade e de outras coisas piores. “Caladinho ali na sua casinha, era – foi e será – sempre um grande evangelizador, através da música. Ele deixou um grande legado para todos nós”, afirmou, arrancando longos aplausos da assembleia.

Presente à cerimônia, o governador do Estado, Camilo Santana, recordou as vezes em que subira ao Belmonte com o pai, para ouvir as lições musicais do então Padre Ágio, a quem considerou “exemplo não só do que pregou com o Evangelho, mas o que viveu e o legado que deixa para educação, através da música”. Quantas crianças – considerou – passaram por suas mãos e tiveram esperança na vida.

Como forma de homenageá-lo, garantiu que vai enviar a Assembleia Legislativa uma solicitação, para que à Vila da Música seja acrescentado o nome do monsenhor.


Fonte: Diocese de Crato

Curta nossa página no Facebook

14 de junho

1807 - O exército de Napoleão Bonaparte derrota o exército russo na batalha de Friedlândia.
1966 - O Vaticano anuncia a abolição do Index Librorum Prohibitorum (Índice de Livros Proibidos), que fora originalmente instituído em 1557.
1982 - Termina a Guerra das Malvinas: forças militares argentinas rendem-se incondicionalmente às forças britânicas em Port Stanley.

Nasceram neste dia…
1736 - Charles Augustin de Coulomb, físico francês (m. 1806).
1868 - Karl Landsteiner, biólogo austríaco (m. 1943).
1928 - Che Guevara (foto), revolucionário argentino (m. 1967).

Morreram neste dia…
1909 - Afonso Pena, político e estadista brasileiro (n. 1847).
1920 - Max Weber, sociólogo alemão (n. 1864).
1986 - Jorge Luis Borges, escritor argentino (n. 1889).

Fonte: Wikipédia

"In Fux we trust", diz Moro a Deltan em mensagem sobre ministro do STF

O procurador Deltan Dallagnol relatou em troca de mensagens detalhes de uma conversa em que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux declarou que a força-tarefa da Lava Jato poderia contar com ele "para o que precisar", segundo afirma o site The Intercept Brasil. O trecho do diálogo foi lido pelo editor-executivo do site, Leandro Demori, em entrevista à rádio BandNews, nesta quarta-feira (12).

Segundo o editor do site, Deltan disse a um grupo de procuradores: "Caros, conversei com o Fux mais uma vez, hoje. Reservado, é claro: O Min Fux disse quase espontaneamente que Teori [Zavascki] fez queda de braço com Moro e viu que se queimou, e que o tom da resposta do Moro depois foi ótimo." E continuou: "Disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me pra ir à casa dele rs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições. Em especial no novo governo".

Não há nenhuma determinação legal que proíba conversas entre procuradores de primeiro grau e ministros do Supremo Tribunal Federal. Ainda segundo o site, as declarações foram feitas em abril de 2016, após a aprovação na Câmara dos Deputados da abertura do impeachment da então presidente Dilma Rousseff. Michel Temer assumiu interinamente a Presidência em maio daquele ano.

A seguir, de acordo com Demori, Deltan encaminhou o relato também para o então juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro. Moro leu a mensagem e disse: "Excelente. In Fux we trust" ('em Fux nós confiamos'). Em 2016, o ex-juiz paranaense foi repreendido em despacho de Teori, então relator da Lava Jato no STF, por conta do episódio da liberação de áudios de conversas de Dilma com o ex-presidente Lula. Moro à época respondeu que não quis causar conflitos e pediu "respeitosas escusas" pelos efeitos causados pela divulgação das escutas.

Teori havia retirado temporariamente da Justiça Federal no Paraná o comando de investigações sobre Lula. Meses depois, Moro reassumiu os casos. O primeiro relator da Lava Jato no Supremo morreu em acidente aéreo em 2017. Esse é o primeiro trecho de conversas entre autoridades da Lava Jato a ser divulgado desde o último domingo (9), quando o site The Intercept Brasil publicou um conjunto de mensagens que mostram colaboração entre Deltan e Moro em episódios da operação nos últimos anos.

O Ministério Público Federal informou que não vai vai se manifestar sobre o assunto. Mais cedo, nesta quarta, a força-tarefa no Paraná divulgou uma nova nota sobre as mensagens vazadas. Disse que mais autoridades de outras esferas foram atacadas por hackers e que "a divulgação de supostos diálogos obtidos por meio absolutamente ilícito, agravada por esse contexto de sequestro de contas virtuais, torna impossível aferir se houve edições, alterações, acréscimos ou supressões no material alegadamente obtido".

"Além disso, diálogos inteiros podem ter sido forjados pelo hacker ao se passar por autoridades e seus interlocutores. Uma informação conseguida por um hackeamento traz consigo dúvidas inafastáveis quanto à sua autenticidade, o que inevitavelmente também dará vazão à divulgação de fake news."

Fonte: Folhapress

Curta nossa página no Facebook

13 de junho

1944 - Segunda Guerra Mundial: ocorre o primeiro ataque das bombas voadoras V-1 contra Londres.
1949 - É publicado o romance 1984, de George Orwell.
1983 - A sonda norte-americana Pioneer 10 torna-se o primeiro objeto fabricado pelo homem a sair do Sistema Solar.

Nasceram neste dia…
1763 - José Bonifácio de Andrada e Silva, estadista brasileiro (m. 1838).
1888 - Fernando Pessoa (foto), poeta, jornalista e crítico português (m. 1935).
1944 - Ban Ki-moon, diplomata sul-coreano.

Morreram neste dia…
1231 - Santo António de Lisboa, frade franciscano português (n. 1195).
1645 - Miyamoto Musashi, samurai japonês (n. c. 1584).
1886 - Luís II, rei da Baviera (n. 1845).

Fonte: Wikipédia

Após incêndio, campanha pede doação para reconstrução da Associação de Agentes Recicladores do Crato

Um incêndio ocorrido na madrugada desta terça-feira (11), destruiu o galpão que funciona a Associação dos Agentes Recicladores de Crato –AARC, no Bairro Parque Recreio, em Crato.

A causa do sinistro foi uma pane elétrica. O fogo destruiu além do material reciclável, Objetos, documentos e até a cobertura e estrutura de alvenaria. Uma equipe do Corpo de Bombeiros debelou as chamas e ninguém ficou ferido. 

A Associação é a única entidade na cidade que atua com a Coleta Seletiva de resíduos sólidos e tem o apoio do Governo Municipal. A Coleta que ocorre diariamente e gera renda para cerca de 12 famílias. 

Sensibilizado com a situação após incêndio, o universitário Nathan Lima iniciou uma campanha na internet, com o objetivo de angariar recursos para a reconstrução do galpão. Para colaborar, os interessados podem acessar o endereço e efetuar a doação.

Ronuery Rodrigues

Fonte: Papo Reto Cariri

Curta nossa página no Facebook

Juiz não pode chefiar força-tarefa, nem procurador, diz Gilmar sobre Moro

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal), aproveitou hoje uma sessão da 2ª Turma que analisava uma denúncia contra deputados do PP por organização criminosa para fazer uma crítica indireta a Sergio Moro, ex-juiz federal e atual ministro da Justiça e da Segurança Pública.

"Juiz não pode ser chefe de força-tarefa, nem chefiar procurador", declarou Gilmar durante a sessão.

A crítica acontece três dias após o site The Intercept divulgar uma série de conversas entre Moro, quando ainda era juiz, e o procurador da República Deltan Dallagnol. Nas mensagens, o atual ministro e o coordenador da Lava Jato trocaram informações sobre fases da operação e Moro deu orientações a Dallagnol.

Na sessão de hoje, Gilmar argumentou que, "enquanto se tratar de uma corte de Justiça", não podem existir "tribunais destinados a condenar". As declarações foram feitas após o ministro mencionar que o inquérito contra Eduardo da Fonte (PE) e Aguinaldo Ribeiro (PB) foi arquivado parcialmente pela acusação de recebimento de doações eleitorais decorrentes de propina em 2010.

Ele defendeu que não de podem usar provas e colaborações de processos que já foram parcialmente arquivados para se fazer novas denúncias. "Não se pode ter esse modelo de colaboração que está se desenvolvendo em que juiz chefia procurador, mas não é o caso dessa Corte ou desse colegiado", alfinetou.

Em seu voto, Gilmar rejeitou a denúncia integramente e divergiu do relator, ministro Edson Fachin, que afirmou que o depoimento prestado no âmbito de colaboração premiada constituiu elemento válido para o seu recebimento.

No processo, os deputados federais Aguinaldo Ribeiro, Arthur de Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte e o senador Ciro Nogueira (PP-PI) foram denunciados por organização criminosa. Os fatos se referem a esquema de desvio de recursos da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato.

Recurso que pode liberar Lula vai ao plenário
Antes do julgamento da denúncia contra deputados do PP, a 2ª turma decidiu enviar para o plenário do STF a análise de um recurso que pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O habeas corpus coletivo pede a anulação de prisões determinadas com base em uma súmula do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). Caso esse recurso seja aceito, Lula pode ser solto. O ex-presidente foi preso em abril do ano passado após ser condenado em segunda instância no caso do tríplex de Guarujá (SP).

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Vacinas contra H1N1 já estão disponíveis em Crato

A Secretaria de Saúde do Crato está realizando hoje, quarta-feira (12), na quadra do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), das 8h às 17h, vacinação contra o vírus H1N1.

Até o último dia 31 de maio, foram vacinadas 39.500 pessoas, superando a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. Contudo, ainda, há uma procura pelas doses.

De acordo com os mapas da estratégia de saúde da família, ainda existe uma demanda de crianças para tomar a segunda dose da vacina.

“Inicialmente serão vacinadas prioritariamente crianças até 5 anos, munidos de cartão de vacinação, cartão do SUS e comprovante de residência, no CEJA. Também uma equipe móvel estará providenciando a imunização de pacientes acamados. Após esse expediente, iremos organizar um novo dia, provavelmente na quinta-feira, para que possamos vacinar as demais categorias dos grupos prioritários”, explica o secretário de saúde, André Barreto. 

A Secretaria de Saúde destaca que serão oito equipes de profissionais para administrar a vacinação.

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos da gripe comum, mas com alguns detalhes específicos. Nota-se também febre repentina e alta (acima de 38°C), dor de garganta, dor de cabeça, dores musculares, dores nas articulações, coriza e falta de apetite. Sintomas respiratórios, como tosse, também são percebidos. 

Serviço:

Onde: CEJA - Centro de Educação de Jovens e Adultos
Endereço: Avenida José Alves de Figueiredo, S/N - Centro, Crato

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Telegram é mais seguro que o WhatsApp? Entenda

Depois de um bom tempo na discrição, o app russo de mensagens Telegram finalmente voltou à pauta do dia no Brasil por causa das conversas vazadas envolvendo o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador da Operação Lava-Jato Deltan Dallagnol, apresentadas em reportagens do site The Intercept. É um bom momento para tentar analisar um lugar comum: afinal, ele é mais ou menos seguro que o WhatsApp?

Fala-se muito por aí que o Telegram é como se fosse um WhatsApp à frente do seu tempo: tudo que este último tem de legal, o Telegram implementou primeiro. Uma dessas vantagens seria os recursos de segurança supostamente mais avançados que os do app de Mark Zuckerberg.

De fato a segurança é um pilar importante para o Telegram. Tanto que a equipe do app foi rápida em desmentir que as conversas vazadas das reportagens do Intercept sejam consequências de falhas internas. Veja o que disse o seu perfil oficial do Telegram no Twitter:

"O Telegram não foi hackeado. Mas existem outros riscos que devemos considerar."

"De fato, não há evidência de qualquer invasão. É mais provável que tenha sido malware ou alguém que não esteja usando uma senha de verificação em duas etapas". 

Já o ministro Sérgio Moro e a equipe da Lava-Jato acreditam que houve sim algum tipo de hacking. A teoria deles é que foram vítimas de algum tipo de clonagem nos seus celulares.

Como funciona o Telegram?
O Telegram é um app russo que foi muito lembrado pelos brasileiros como um substituto do WhatsApp na época em que o mensageiro favorito de todos ficou fora do ar em decisões judiciais em 2015 e 2016.

Ele é muito parecido com o WhatsApp, na verdade. Assim como no rival, é preciso que você forneça o número do seu telefone para começar a usá-lo pela primeira vez. O seu telefone funcionará como login, e a cada nova instalação ou nova autenticação no app, você recebe uma senha via SMS para ter acesso ao serviço.

De resto, o uso é quase o mesmo. Você pode criar conversas individuais com amigos, ou em grupos. Além do texto, pode enviar fotos, vídeos, GIFs e documentos.

Alguns detalhes de segurança e privacidade diferem os dois aqui. Enquanto todas as conversas no WhatsApp têm criptografia de ponta a ponta --recurso que embaralha as mensagens e só as corrige com "chaves digitais" fornecidas pelo app-- no Telegram isso só existe na opção "chat secreto". Ou seja, para proteger mais as conversas, é preciso que essa opção seja ativada nas configurações do app.

O Telegram, porém, garante que as conversas não-secretas também são criptografadas. A diferença é que elas têm um intermediário: os servidores do próprio Telegram. É a chamada criptografia cliente-servidor/servidor-cliente, onde não apenas os usuários têm chaves digitais para acessar as mensagens, mas o servidor também as "abre" em algum momento do seu trajeto. Sendo assim, há uma possibilidade de uma invasão ao servidor interceptar conversas sem criptografia.

Sobre isso, a empresa se defende dizendo que tem uma infraestrutura descentralizada de servidores e que nos seus seis anos de existência, "nunca compartilhou nenhum byte de dados com terceiros". Além disso, "nenhuma maneira de minar a criptografia do Telegram foi descoberta".

E por que o app não põe criptografia ponta a ponta em tudo? Porque segundo eles, adotou uma política diferente da do WhatsApp e do Signal. Os servidores do Telegram servem de backup em nuvem (servidores) das mensagens para a comodidade dos usuários, que recuperam o conteúdo mais facilmente quando o app é reinstalado.

Na ponta a ponta, um backup em nuvem só é possível de outras formas. No WhatsApp, por exemplo, fica em serviços externos (Google Drive ou iCloud). O Signal não tem opção de backup em nuvem.

Dito tudo isto, vamos então resumir as vantagens e desvantagens dos aplicativos Telegram, WhatsApp e Signal --o preferido do ex-analista da NSA Edward Snowden. Os três contam com a opção de verificação em duas etapas, para que o usuário possa criar uma senha adicional para logar no app.

Telegram

Vantagens: É bem conhecido no Brasil e costuma ser a primeira alternativa quando o concorrente sai do ar. Oferece mais recursos nos chats e tem criptografia, como os demais.

A primeira camada de segurança (criptografia cliente-servidor) é usada nos chats privados e em grupo. Isso garante que a mensagem trocada só pode ser vista por quem enviou ou pelo destinatário, e as informações criptografadas circulam pelo sistema em nuvem da plataforma.

No caso do chats secretos, o Telegram adiciona uma camada de proteção (é a chamada criptografia cliente-cliente). O recurso precisa ser habilitado e, ao contrário do primeiro caso, a mensagem não passa pela nuvem da empresa. Por isso, se alguém enviar uma mensagem e apagá-la, ela some do dispositivo do destinatário.

É mais difícil fazer capturas de telas da conversa na opção de chat secreto. No Android, não é permitido. Já no iOS é possível, mas a outra pessoa da conversa recebe um aviso da ação. Além disso, há um recurso de autodestruição de mensagens que pode programado pelo usuário, e o encaminhamento de mensagens é desativado.

Além disso, os chats secretos também estão vinculados à sessão de login atual no dispositivo. "Se você sair do Telegram e entrar novamente, perderá todos os seus chats desse tipo", diz José Milagre, perito em crimes cibernéticos. "Isso dificulta bastante o acesso por hackers, que nesse caso encontrariam só os chats convencionais, ou por uma perícia, mesmo com as ferramentas de análise de memória que temos disponíveis", diz.

Desvantagens: a opção extra de conversa criptografada --o chat secreto-- só pode ser ativada nas configurações do aplicativo. Outro ponto contra, dizem os especialistas, é que ele armazena seus dados e até o backup dos chats comuns (ou seja, os "não secretos") em servidores fora do país, o que faz muita gente desconfiar da segurança desses bancos de dados e deixa no ar a suspeita de que terceiros possam abrir ou invadir as conversas dos usuários --seja hackers ou alguém do próprio Telegram.

WhatsApp

Vantagens: é o aplicativo de troca de mensagens mais usado no país e tem criptografia de fábrica de ponta a ponta; apenas os usuários conseguem acessar o conteúdo das conversas. Permite fazer chamadas telefônicas ou em vídeo. Tem opções de backup em nuvem no Google Drive ou no iCloud, então para um hacker abrir o sigilo deste backup, seria preciso obter não só acesso ao WhatsApp, mas também ao login e senha de usuário desses serviços.

Desvantagens: não tem o código aberto, o que significa que não há auditorias externas e independentes. Já foi alvo de decisões judiciais que tiraram o serviço do ar, deixando milhões de brasileiros na mão. E o backup em nuvem no Google Drive ou no iCloud não é criptografado.

Signal

Vantagens: além de ser criptografado de ponta a ponta, tem código aberto, o que permite que o sistema de segurança seja testado por auditorias externas e independentes. Outro ponto interessante é que ele tem uma configuração que, quando ativada, apaga o conteúdo das mensagens automaticamente após a leitura. Também é possível iniciar uma conversa sem que seja necessário adicionar o contato. Para isso, basta fazer uma busca pelo número de telefone. O Signal também tem uma opção que impede capturas de tela das conversas.

Desvantagens: é desconhecido para muita gente, não tem tantos recursos como o Telegram e essa história de apagar as mensagens após a leitura pode ser um problema quando você precisa acessar o histórico.

Dicas importantes para garantir a sua privacidade:
  • Verifique nas configurações do app se a criptografia já está habilitada automaticamente para todos os tipos de conversa. Se houver a opção, utilize os chats secretos ou conversas privadas;
  • Mantenha o aplicativo e o sistema operacional sempre atualizados;
  • Tenha um antivírus instalado no seu aparelho;
  • Evite clicar em links desconhecidos ou que não pareçam confiáveis;
  • Apague periodicamente o histórico das conversas. "Mensagens com históricos grandes podem ser um prato cheio na mão de pessoas mal-intencionadas que tenham acesso a seu aparelho", recomenda o especialista da IBM.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Cobra de mais de 2 metros é capturada em Barbalha

Uma cobra de mais de dois metros de comprimento foi capturada no município de Barbalha, localizado na Região Metropolitana do Cariri, no Ceará, no final da manhã desta segunda-feira (10). De acordo com a Polícia Ambiental, a jiboia foi resgatada por moradores.

A cobra, que não é venenosa, foi levada por fiscais do meio ambiente em uma viatura após denúncia dos moradores que encontraram o animal. Segundo a polícia, após avaliação, ela será devolvida à natureza.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

'Farsa a Jato': Moro vai depor no Senado para explicar mensagens com Deltan

O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) irá em 19 de junho, às 9h, ao Senado prestar esclarecimentos sobre as conversas com o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, vazadas no domingo pelo site The Intercept Brasil.

O ex-juiz federal será ouvido na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), onde esteve em março para explicar o pacote anticrime enviado ao Congresso. A data foi definida pela presidente da comissão, Simone Tebet (MDB-MS).

Ao UOL, Simone explicou que Moro tomou a iniciativa de comparecer ao Senado após ser informado que a CCJ inevitavelmente votaria os requerimentos apresentados pelos parlamentares que desejam ouvi-lo. Ou seja, o ministro decidiu se antecipar à convocação do Congresso e se colocar à disposição dos senadores em duas datas possíveis: 19 e 26 de junho.

Para que isso acontecesse, um acordo foi costurado entre os governistas e a oposição no Senado. O líder da minoria, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), foi um dos membros da CCJ que sinalizaram o interesse em cobrar esclarecimentos de Moro.

O alerta para Moro
Simone e Moro estiveram juntos hoje na entrega da Ordem do Mérito Naval --evento da Marinha no qual os dois, entre outros, foram agraciados pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a senadora, ela estava atrás do ministro no momento da solenidade e aproveitou a ocasião para informá-lo de que havia um pedido de convocação na CCJ. "Na semana que vem eu teria que pautar esse requerimento, como presidente. Ele foi rápido e claro, e disse que estava à disposição da comissão, que se convidava para ir à comissão", disse Simone.

"Acho que o ministro mostrou respeito com o Legislativo e com a CCJ. Ele poderia esperar nós colocarmos o requerimento semana que vem e dialogarmos com ele. Assim, teria de 15 a 20 dias para marcar uma data, e assim jogar isso para julho. Mas ele achou por bem antecipar", disse Simone Tebet, presidente da CCJ do Senado.

Simone explicou que a audiência com Moro será aberta a todos os 81 senadores que desejem participar, e não somente aos membros da CCJ. Ou seja, é possível que parlamentares com posições críticas mais contundentes ao ministro participem da sessão.

Protesto de deputado
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu o ofício em que Moro se convida para ir à Casa durante durante a sessão do Congresso convocada hoje para votar o projeto que autoriza operações de crédito fora da regra de ouro.

O aval para a audiência chegou a ser contestado pelo deputado Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara, que pleiteou que o Rodrigo Maia (DEM-RJ), chefe da Casa, fosse ouvido antes.

Alcolumbre, no entanto, alegou que a decisão era constitucional.

No ofício enviado à Mesa, por meio do qual oficializa o interesse de Moro em prestar depoimento, o líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), diz que todos confiam na "lisura" e "correção" de Moro como juiz federal, "refutando as críticas e ilações a respeito da sua conduta à frente da Operação Lava Jato".

Mais cedo, uma visita de Moro provocou tumulto nos corredores ao Senado. Ao deixar o gabinete do bloco, ele teve dificuldades para se retirar e ouviu gritos de "juiz corrupto" e "qual é o seu partido, Moro?".

Presente na reunião com o ministro, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que o chefe da pasta da Justiça falou apenas sobre o seu trabalho à frente do órgão, limitando-se a fazer "comentários breves" sobre os diálogos vazados.

Juristas avaliam que o comportamento de Moro seria antiético e põe em xeque as decisões proferidas no período em que esteve à frente da 13ª Vara Federal Criminal.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Crato de luto: Morre Monsenhor Ágio Moreira, aos 101 anos

Morreu na madrugada desta quarta-feira (12), o Monsenhor Ágio Augusto Moreira, aos 101 anos, em Crato. Padre Ágio, como era popularmente conhecido, foi um personagem de destaque na história recente da região do Cariri  por seu trabalho na educação e cultura ao fundar a Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel) e a Orquestra Polifônica do Crato.

Em abril, o Monsenhor havia sido internado para se recuperar de uma pneumonia. Em seu leito, alunos e ex-alunos do Solibel e da Vila da Música estavam indo tocar música a seu pedido.

A Vila da Música, primeiro equipamento estatal de cultura no interior, inaugurado em março de 2017, representa a concretização e continuidade do trabalho iniciado pelo Padre com a Solibel, 45 anos atrás.

 “Perda irreparável”, afirmou o atual secretário de Cultura do Crato, Wilton Dede, que anos atrás dirigiu um documentário sobre o Ágio e seus projetos, batizado de “Padre Azul”. Dede mesmo foi aluno do Padre quando garoto.

“Padre Ágio foi o tipo de pessoa que, em vida, sua maior virtude foi acreditar no ser humano. Foi dessa forma que ele procurou redimir as pessoas e mostrar o caminho de vida, através da música. Ele deu sua vida para isso, para esta missão”, disse Dede, emocionado com a notícia. “Ele cumpriu sua missão”.

Durante a inauguração do equipamento, em 2017, o governador do Estado Camilo Santana e o secretário de Cultura Fabiano Piúba comemoraram as conquistas oferecidas pelo trabalho de Ágio.

“Cultura vem de cultivo. E há mais de 40 anos o Padre Ágio cultura gente, cultiva música, cultiva arte”, teria destacado o secretário, citando o poeta Ferreira Gullar: “A arte existe porque a vida só não basta”.

Velório
O corpo do Monsenhor será velado logo mais às 10h, na Vila da Música, no Belmonte. A missa de sepultamento está marcada para amanhã, às 16h, na Capela de Nossa Senhora das Graças, também no Belmonte, a ser realizada por Dom Gilberto.     
              
Fonte: Miséria

Curta nossa página no Facebook

12 de junho

1898 - O general Emilio Aguinaldo declara independência das Filipinas em relação à Espanha.
1935 - Termina a Guerra do Chaco entre a Bolívia e o Paraguai.
1991 - Boris Iéltsin é eleito pelo povo presidente da Federação da Rússia.

Nasceram neste dia…
1850 - Roberto Ivens, explorador português (m. 1898).
1907 - José Reis, cientista brasileiro (m. 2002).
1924 - George H. W. Bush (foto), político estadunidense.

Morreram neste dia…
1972 - Ludwig von Bertalanffy, biólogo austríaco (n. 1901).
1994 - Menachem Mendel Schneerson, líder religioso russo (n. 1902).
2006 - György Ligeti, compositor húngaro (n. 1923).

Fonte: Wikipédia

'A verdade fica doente, mas não morre', diz Lula sobre vazamentos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na manhã de hoje aos seus advogados estar surpreso com o grau de "promiscuidade" da relação entre os integrantes da operação Lava Jato e o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, após a divulgação de conversas pelo site The Intercept Brasil no último domingo.

Em reunião com seus defensores, ele ratificou que já sabia do suposto conluio entre seus acusadores e seu julgador, mas ressaltou que não esperava que isso se tornaria público tão rapidamente.

"A verdade fica doente, mas não morre nunca"
Lula, ao comentar a divulgação das conversas, segundo seu advogado José Roberto Batochio

O advogado José Roberto Batochio esteve com Lula por cerca de duas horas na carceragem da PF (Polícia Federal) em Curitiba (PR), onde o ex-presidente está preso desde abril de 2018 por conta de uma acusação de corrupção feita pela própria Lava Jato. O advogado Cristiano Zanin, que também defende o ex-presidente, participou da visita.

Zanin explicou que o teor das conversas deve ser usado por recursos que a defesa do ex-presidente apresentará à Justiça em busca de sua liberdade. Ele disse que a estratégia para apresentação desses recursos ainda está em discussão pela equipe que defende Lula. Segundo apuração do blogueiro Jamil Chade, do UOL, a defesa já definiu que usará as conversas no processo que será levado ao Conselho dos Direitos Humanos da ONU.

Para Zanin, o conteúdo das reportagens divulgadas pelo The Intercept confirma o que ele e outros advogados do ex-presidente vêm afirmando há anos. "As reportagens reforçam que o ex-presidente não teve direito a um julgamento imparcial", afirmou ele. "O material mostra que o ex-juiz Sérgio Moro não atuou como um juiz equidistante. Atuou como um coordenador da acusação, que depois proferiu um veredicto que ele próprio ajudou a construir".

Batochio afirmou que a Constituição Federal estabelece que nenhum julgamento é válido caso o juiz não seja imparcial. Ele afirmou que o STF (Supremo Tribunal Federal) é a Corte que deve zelar pelo cumprimento da Constituição e espera que o Supremo se pronuncie sobre o caso. Ao mesmo tempo, ele respondeu a Moro, que minimizou a importância dos diálogos.

"Ele [Moro] disse que sempre recebeu advogados e tratou todo de forma igual. Eu mesmo não fui recebido por ele", lembrou, citando a ocasião do primeiro interrogatório de Lula na Justiça Federal do Paraná. "Com os acusadores, o tratamento era muito diferente, não?", explicou Batochio.

As conversas vazadas de Moro
As mensagens publicadas pelo site The Intercept Brasil no domingo indicam suposta interferência de Moro em ações conduzidas pelo MPF (Ministério Público Federal). A força-tarefa da Lava Jato confirmou o vazamento das mensagens, mas disse que não há nenhuma ilegalidade revelada pelo conteúdo.

Foram divulgados trechos de conversas de grupos da força-tarefa no Telegram, aplicativo de mensagens, que teriam sido trocadas entre 2015 e 2018 e obtidos pelo site com uma fonte anônima.

Nas conversas, os procuradores da Lava Jato também discutiram maneiras de evitar que fosse realizada uma entrevista de Lula ao jornal "Folha de S. Paulo", autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski, durante o segundo turno das eleições do ano passado.

A preocupação, segundo os diálogos revelados pelo site, era de que a entrevista pudesse ajudar a eleger o então candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) ou "permitir a volta do PT". A entrevista com a colunista Mônica Bergamo aconteceria a menos de duas semanas do primeiro turno das eleições. Haddad foi para o segundo turno e acabou derrotado por Jair Bolsonaro (PSL).

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Inscrições para cursos técnicos gratuitos em Barbalha vão até sexta (14)

O Centro Vocacional Técnico (CVTEC) do Instituto Centec em Barbalha está com inscrições abertas, até sexta-feira (14/06), para os cursos técnicos de meio ambiente e agricultura. Ao todo, são 65 vagas disponíveis nos turnos da manhã ou tarde.

Podem se inscrever na modalidade concomitante, estudantes que concluíram o 1º ano do Ensino Médio ou que estejam cursando o 2º ano. Já os cursos subsequentes são para pessoas que já concluíram ou estão concluindo o 3º ano do Ensino Médio.

Para saber mais acesse o site. Em caso de dúvidas, entre em contato com o CVTEC Barbalha pelo telefone (88) 3532-0801, pelo e-mail: cvtec_barbalha@centec.org.br ou vá até a unidade do Centec que localiza-se à Av. José Bernadino Cavalcante Leite, s/nº, Km 4, bairro Buriti.

Curta nossa página no Facebook

IFCE Crato abre inscrições para curso técnico em Agropecuária

Estão abertas até o dia 23 de junho as inscrições para o processo seletivo 2019.2 do curso técnico em Agropecuária, na modalidade subsequente, ofertado pelo campus de Crato do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Voltado para quem já concluiu o ensino médio, o curso tem duração de 3 semestres, com 35 vagas ofertadas. As inscrições podem ser feitas pelo site.

Para fazer a inscrição, os interessados devem ler com atenção o edital, preencher o formulário do site (com atenção para o curso e o campus de interesse) e entregar no campus até o dia 25 de junho a documentação solicitada: original e cópia de documento oficial de identificação, original e cópia do histórico escolar do ensino médio e o protocolo gerado após inscrição pelo site. Não é necessário fazer prova: a seleção é feita pela análise do histórico escolar dos candidatos.

O curso
O Técnico em Agropecuária planeja, executa, acompanha e fiscaliza todas as fases dos projetos agropecuários, administra propriedades rurais, elabora, aplica e monitora programas preventivos de sanitização na produção animal, vegetal e agroindustrial, fiscaliza produtos de origem vegetal, animal e agroindustrial, realiza medição, demarcação e levantamentos topográficos rurais e atua em programas de assistência técnica, extensão rural e pesquisa, entre outras atividades.

Reserva de vagas
De acordo com a Lei nº 12.711/2012, dezoito das 35 vagas são reservadas para candidatos que tenham cursado o ensino fundamental em escola pública. As vagas são destinadas a pessoas com renda familiar inferior a 1,5 salário mínimo, pretos, pardos e indígenas e/ou pessoas com deficiência. Os critérios e a documentação necessária para concorrer pelo sistema de reserva de vagas estão disponíveis no edital.

Curta nossa página no Facebook

Juazeiro do Norte: Vacinação contra a gripe será destinada às crianças, idosos e gestantes

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte, informa que, a partir desta terça-feira (11), a vacinação contra a gripe será aplicada somente em crianças maiores de 06 meses a menores de 06 anos (1ª ou 2ª dose); idosos acima de 60 anos e gestantes. Serão atendidas apenas pessoas residentes no município de Juazeiro do Norte, portando cartão de vacina e cartão SUS.

As vacinas serão aplicadas a partir das 8h, nas salas de vacinação do Centro de Dermatologia e do Hospital Estephânia Rocha Lima.

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará enviou o quantitativo de 8.800 doses da vacina contra a gripe, destinadas aos grupos prioritários que ainda não atingiram a meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde e também para a 2ª dose das crianças. “O que recebemos não são doses extras, mas as que já estavam previstas para o grupo prioritário”, explicou a secretária da saúde, Francimones Albuquerque.

Durante a Campanha, o Município recebeu 71.950 doses para vacinação dos grupos prioritários, que de modo geral já atingiu mais do que os 90% preconizados pelo Ministério da Saúde. Destes, crianças, idosos e gestantes são os grupos que ainda precisam atingir a meta de 90% de imunização.

Curta nossa página no Facebook

Acredite: usar boné pode causar queda de cabelo

A queda de cabelo pode ter várias causas: desde o stress até alterações hormonais – situações sob as quais não é possível ter muito controle sem auxílio médico. Embora principal causa da calvície seja biológica, alguns fatores externos  podem contribuir para o surgimento do problema. É o caso do uso de chapéu e de boné. Sim, soa estranho, mas o hábito pode ter esse efeito. No entanto, essa influência na queda de cabelo só ocorre mediante circunstâncias específicas que, segundo especialistas, podem ser evitadas com mudanças simples na forma de utilizar o acessório.

Então pode surgir a pergunta: é por isso que algumas pessoas que usam boné são carecas? Nem sempre. Em alguns casos, indivíduos com pouco cabelo ou com princípio de calvície escolhem cobrir a cabeça para esconder o problema, cujas causas são geralmente de origem genética. No entanto, para indivíduos o fator genético, o uso constante do acessório de forma inapropriada é capaz de provocar reações na pele e/ou nos folículos capilares e desencadear a queda de cabelo.

Causas e prevenção

Muito apertado
Já é sabido que prender o cabelo muito apertado em penteados como rabo de cavalo (mais comum para as mulheres) pode provocar queda de cabelo a longo prazo. No caso do boné ou do chapéu, o princípio é o mesmo. Isso significa que se o acessório for comprado em um número menor ou o regulador for apertado demais, isso pode criar uma tensão que afetam os folículos pilosos (estrutura que protege a raiz do cabelo). É possível reconhecer a tensão quando, ao tirar o o boné, por exemplo, fica uma marca no cabelo.

“Eu acho que se alguém usar um boné muito apertado e por longos períodos de tempo [todos os dias, por meses ou anos seguidos], isso pode causar algum dano ao cabelo”, explicou Michael Wolfeld, especialista em restauração capilar, à revista Time. Esse dano pode causar irritação ou inflamação na estrutura do cabelo e se tornar um fator contribuinte para a queda. Para evitar o risco, a recomendação é comprar o boné de tamanho adequado e não apertar demais o regulador. 

Alergias
Outro fator relacionado ao uso de boné que influencia na queda de cabelo são os materiais usados na produção do acessório, como tecido e tintas. “Se o chapéu provoca uma reação alérgica no couro cabeludo, isso pode causar a queda do cabelo devido à inflamação”, comentou Adam Friedman, da Universidade George Washington, nos Estados Unidos, à Time.

No caso de alguém que já está sofrendo com perda de cabelo pela predisposição genética, a queda induzida pela inflamação pode acelerar o processo. Por isso, a melhor forma de proteger o cabelo é escolher produtos de algodão, que ajudam a prevenir alergias. Caso não funcione, é melhor abandonar o boné.

Transpiração
A transpiração capilar durante o uso do boné ou do chapéu também pode exercer esse efeito – mas é raro. Isso porque os sais presentes no suor podem causar irritação na pele. Portanto, alguém que usa o mesmo boné diversas vezes sem lavar pode estar sujeito a uma reação no couro cabeludo que pode causar inflamação. Ou seja, para quem gosta de usar boné com frequência, a orientação é ter pelo menos dois para intercalar e lavá-los regularmente. 

Embora haja risco de perda de cabelo em decorrência do uso de chapéu, especialistas indicam que essa relação é rara. “Em geral, os chapéus não causam calvície”, destacou Friedman.

Queda de cabelo
Segundo Wolfeld, a calvície costuma acontecer devido a uma sensibilidade ao hormônio Dihidrotestosterona (DHT), responsável por diversas funções do organismos, como desejo sexual e controle dos níveis de açúcar no sangue. Quando essa sensibilidade se manifesta, os folículos pilosos enfraquecem em resposta ao hormônio, provocando a queda de cabelo. 

Os tipos mais comuns do problema são: alopecia androgênica (perda permanente do cabelo), alopecia areata (queda repentina de cabelo), eflúvio telógeno (queda de cabelo reversível que acontece em decorrência de uma experiência estressante) e eflúvio anágeno (queda de cabelo rápida e em grandes quantidades). Estudos indicam que o uso de finasterida ajuda a bloquear a produção de DHT, reduzindo a calvície. 

De acordo com a Revista Saúde, outros fatores que podem influenciar na queda de cabelo são: tabagismo, síndrome metabólica, anemia, problemas intestinais, sífilis, micose, disfunções na tiroide (especialmente o hipotireoidismo), stress crônico, doenças autoimunes e doença renal crônica.

Vale lembrar que ao notar queda de cabelo incomum é necessário procurar um dermatologista capaz de determinar as causas e a melhor forma de tratamento.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Gilmar Mendes libera pedido de habeas corpus de Lula para julgamento

Os recursos movidos pela defesa no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começam a andar no Supremo Tribunal Federal, apenas um dia depois de The Intercept Brasil revelar as conversas entre o então juiz Sergio Moro e integrantes da força tarefa da Operação Lava Jato. Nesta segunda-feira (10), o ministro Gilmar Mendes liberou para o julgamento da Segunda Turma da mais alta corte do país o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Lula. O pedido foi incluído na pauta do Supremo desta terça-feira, 11 de junho. Até agora, dois ministros votaram contra a concessão da liberdade.

O pedido questiona a atuação de Felix Fischer, relator da Operação Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao decidir sozinho sobre um pedido da defesa do petista, que depois teve sua condenação confirmada e reduzida pela corte. O processo no Supremo começou a ser julgado no plenário virtual, mas Gilmar pediu julgamento no plenário presencial.

Além disso, Gilmar também vai liberar para a votação, possivelmente no dia 25 de junho, o pedido de suspeição de Sérgio Moro feito pela defesa de Lula, segundo publicou o jornal O Globo. O petista entrou com esse recurso ainda no ano passado, depois que o então juiz Moro foi indicado por Jair Bolsonaro para ser seu ministro da Justiça. Segundo a defesa, o então juiz federal, responsável pela condenação do petista em primeira instância no caso Triplex, teria se beneficiado com a sentença. Confirmada em segunda instância, resultou na prisão e no afastamento de Lula do processo eleitoral. E, segundo a defesa, teria aberto caminho para a vitória do ultraconservador.

A tese de que Moro não foi imparcial ao julgar o ex-presidente ganhou força na noite deste domingo. Em uma série de reportagens, o The Intercept Brasil divulgou mensagens do hoje ministro da Justiça, do procurador Deltan Dallagnol e outros integrantes da força tarefa da Lava Jato. Nelas, Moro "sugeriu ao procurador que trocasse a ordem de fases da Lava Jato, cobrou agilidade em novas operações, deu conselhos estratégicos e pistas informais de investigação, antecipou ao menos uma decisão, criticou e sugeriu recursos ao Ministério Público e deu broncas em Dallagnol como se ele fosse um superior hierárquico dos procuradores e da Polícia Federal", segundo o portal de notícias. Os envolvidos negaram irregularidades e se disseram vítimas de um vazamento ilegal. Também minimizaram as mensagens, mas não negaram o conteúdo delas.

Fonte: El País

Curta nossa página no Facebook

11 de junho

1184 a.C. - Guerra de Troia: a cidade de Troia é assaltada, saqueada e queimada (segundo a datação calculada por Eratóstenes).
1901 - As Ilhas Cook são anexadas à Nova Zelândia.
1935 - O inventor estadunidense Edwin Armstrong faz a primeira demonstração de uma transmisão de rádio em FM.

Nasceram neste dia…
1864 - Richard Strauss, compositor alemão (m. 1949).
1910 - Jacques Cousteau, explorador e inventor francês (m. 1997).
1967 - Isabela Garcia (foto), atriz brasileira.

Morreram neste dia…
1557 - D. João III, rei de Portugal (n. 1502).
1934 - Lev Vygotsky, psicólogo russo (n. 1896).
1974 - Eurico Gaspar Dutra, militar e político brasileiro (n. 1883).

Fonte: Wikipédia

Xi, quebrou! Será que vale a pena consertar qualquer dano em um celular?

Tem muita gente por aí que acha que capinha é algo que estraga o visual de um celular e que película não serve de nada. O resultado é que é comum ver smartphones com danos na carcaça ou na tela.

Quando isso acontece, a primeira coisa que fazemos é procurar um lugar para consertar o aparelho. E olha que muitas vezes o dano é apenas estético, mas ainda assim acaba incomodando. A questão é: financeiramente falando, vale a pena consertar qualquer avaria do seu smartphone?

O UOL Tecnologia consultou especialistas e eles foram unânimes em dizer que não, não vale a pena mandar um aparelho pro conserto cada vez que surge um risquinho.

"Caso a avaria não comprometa de forma significativa o uso do aparelho, geralmente não vale a pena o conserto. Por exemplo: uma falha quase imperceptível em uma área da tela, uma diminuição pequena na vida útil da bateria ou até mesmo um dano somente estético como uma rachadura na carcaça", afirma Marcelo Parada, professor do departamento de engenharia elétrica da FEI.

De acordo com Tatiana Moura, técnica da Fix Online, empresa especializada em reparos de telas e vidros de celulares, mesmo no caso de danos que atrapalhem o uso do aparelho, o ideal é pensar bem antes de levá-lo para o conserto. Segundo ela, uma boa forma de avaliar se vale ou não a é comparar o preço de um reparo com o valor pago pelo celular.

"Se o custo do conserto for até 30% do valor que se pagou pelo celular, vale a pena. Outro ponto exige atenção é a idade do aparelho. Celulares mais antigos têm menos peças de reposição e consertos, nesses casos, acabam utilizando peças que não são novas."

Solução pode custar caro
A "regra" acima vale para boa parte das avarias e problemas mais comuns em aparelhos, como vidro da tela quebrado e danos na carcaça. É interessante também ponderar se o conserto vale a pena quando envolve questões relacionadas ao tempo de uso, como bateria que já não aguenta mais o dia todo.

"Leve em conta o tempo em que já está com o seu aparelho e se você já planejava trocá-lo em curto prazo. Em caso positivo, geralmente não vale a pena o reparo", salienta Marcelo.

Antes de levar o aparelho para o conserto, também é interessante analisar qual é, de fato, o defeito apresentado. A maioria dos danos sofridos por celulares hoje em dia é a quebra do vidro da tela. O problema é que, muitas vezes, o consumidor é levado a trocar o conjunto de vidro e LCD quando, na verdade, apenas o vidro necessitaria de reparos, como alerta Tatiana:

"Se a tela estiver sem manchas, sem riscos e com o touch funcionando normalmente, não há a necessidade de trocar o LCD. Essa é a situação na maioria dos casos e a troca apenas do vidro costuma ser até 70% mais barata do que um serviço que inclua um novo LCD."

E se mesmo depois de fazer todas as contas você concluir que o conserto vale a pena, não basta apenas levar o aparelho até uma loja especializada em serviços do tipo. "É importante verificar o custo do reparo em uma assistência técnica autorizada e se certificar que as peças usadas no reparo serão originais. Outro ponto que merece atenção é o prazo de garantia dado para o serviço", diz Marcelo.

Dependendo do tipo de celular, o procedimento de reparo pode acabar causando mais danos ao aparelho, em especial quando falamos de smartphones que têm a carcaça colada.

"Aqui atendemos assistências que mandam aparelhos para a gente só para abrirmos. Tirando iPhone, que em geral usa parafusos no fechamento da carcaça, a maioria dos smartphones de outras marcas exige que se aqueça o aparelho e use ferramentas especializadas que muitas assistências não possuem", explica Tatiana.

Um erro na hora da abertura de um smartphone para, por exemplo, a troca de uma bateria, pode resultar em danos a tela e, consequentemente, em um conserto consideravelmente mais caro.

De acordo com Marcelo, há maneiras de assegurar que você não terá nenhum susto na hora de receber a conta de um conserto. "É importante conversar com o técnico que irá realizar o reparo para que sejam esclarecidos todos os detalhes e também verificar se a garantia oferecida pela assistência cobre eventuais danos que possam ocorrer em outros componentes durante o manuseio", conclui.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Addthis