Felipão é investigado por sonegação e lavagem de dinheiro

O técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, está sendo investigado por sonegação fiscal pelas autoridades portuguesas, confirmou nesta terça-feira a agência Lusa, que cita o procurador-geral da República.

Segundo a agência oficial de notícias, há um processo em curso envolvendo Scolari por parte do Departamento Central de Investigações e Ação Penal (DCIAP) por fatos ocorridos entre 2003 e 2008, quando Felipão era técnico de Portugal.

A notícia surgiu no jornal holandês Het Financieele Dagblad, que teve acesso a um pedido de informação judicial de Portugal aos Estados Unidos envolvendo uma transferência de dinheiro para Miami.

Segundo o jornal holandês, Felipão está sendo investigado por sonegação fiscal e lavagem de dinheiro através de empresas com sede nas Bahamas e em outros países.

Scolari teria recebido dinheiro sobre direitos de imagem - não declarado - através de duas empresas baseadas na Holanda: Chaterella Investors Limited e Flamboyant Sports.

Fontes citadas pela Lusa também confirmaram informações do jornal Folha de São Paulo de que Felipão teria sonegado sete milhões de euros no período em que dirigiu a seleção de Portugal, transferindo a quantia para contas em Miami.

Segundo a Folha, "Felipão" corre o risco de ser condenado a 12 anos de prisão em Portugal se for considerado culpado.

Em nota enviada à AFP, Felipão garantiu que fez "todas as suas declarações de renda corretamente".

"Em todos os países que trabalhei sempre declarei meus rendimentos. Tenho absoluta convicção da correção de minhas declarações. Se tem algo errado, não é comigo. Que a justiça investigue todos os fatos", afirmou o técnico.

Fonte: R7



Copa 2014: Com participação do Olodum, clipe oficial do Mundial é lançado


O clipe da música oficial da Copa do Mundo deste ano, que é interpretada pelo rapper Pitbull e pelas cantoras Claudia Leitte e Jennifer Lopez, foi divulgado nesta sexta-feira (16). O vídeo conta com participação do grupo Olodum.

Em algumas partes do clipe, as cantoras Claudia Leitte e Jennifer Lopez aparecem cantando em cima de um trio elétrico. Já o rapper Pitbull está quase sempre cercado de passistas de samba.

Agora com participação do Olodum e mais percussão, o vídeo apresenta também imagens de arquivo de jogadores e ex-jogadores da seleção brasileira –como Pelé, Cafu, Neymar, Robinho e Romário– além de passistas e torcedores.

Os cinco capitães brasileiros campeões do mundo aparecem no vídeo de quatro minutos e 15 segundos.


A música "We Are One (Ole Ola)" foi lançada oficialmente no mês passado, após ter vazado na internet antes da hora.

"We Are One", que, na letra, incentiva os torcedores a levantarem a bandeira de seus país, é cantada na maior parte do tempo em inglês e espanhol por Pitbull, numa mistura de pop, música eletrônica e rap. Claudia Leitte e Jennifer Lopez participam apenas em alguns trechos.

A música integrará um álbum oficial da Copa do Mundo, que inclui também o hino oficial da Copa, "Dar um Jeito (We Will Find a Way)", interpretado pelo guitarrista Carlos Santana, o cantor Alexandre Pires, além do DJ sueco Avicii e o cantor haitiano Wyclef Jean.

Fonte: Folha.com



Copa 2014: Manifestações no Brasil são fruto de promessas não cumpridas, diz Blatter

Na mesma entrevista à RTS, TV pública da Suíça, em que assumiu que a escolha do Qatar para a Copa de 2022 “foi um erro”, por causa do calor de 50 graus no país, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que as manifestações no Brasil são fruto de promessas feitas à população que não foram cumpridas.

— Os brasileiros estão um pouco insatisfeitos... Muita coisa foi prometida a eles... — afirmou.

Segundo Blatter, porém, a sociedade brasileira também tem sua parcela de responsabilidade:

— Para mudar o Brasil, a sociedade terá de ter vontade de trabalhar — disse.

O presidente da Fifa foi otimista ao afirmar que acredita no esvaziamento das manifestações quando a Copa começar:

— Estou certo de que, quando o primeiro chute for dado, o Brasil vai viver um ambiente de futebol, samba, música e ritmos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi citado algumas vezes na entrevista. Blatter disse que os projetos de Lula para o Brasil “não foram adiante”.

— O Brasil é a sexta maior economia do mundo. Lula, quando era presidente, prometeu a melhoria do país. Mas, para isso, é preciso a vontade de todos, a vontade do povo para trabalhar.

Fonte: O Globo



Cesarianas representam 76% dos partos do Ceará

"Para mudar o mundo, primeiro é preciso mudar a forma de nascer". A frase do obstetra francês Michel Odent toca em um ponto bastante delicado: o nascimento. No Brasil, procedimentos cirúrgicos vêm sendo realizados de forma indiscriminada, fazendo com que a mulher deixe de ser a protagonista do parto para ter o médico como figura central. Ainda não se sabe, porém, qual a repercussão dessa prática no futuro da geração de crianças fruto dessa "epidemia" de prematuros.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o recomendado é que o índice de cesariana seja de 15% dos partos realizados. Elas devem ser feitas somente em casos especiais, para salvar a mãe ou o bebê. No Ceará, entretanto, as cesarianas representam 57% dos procedimentos realizados na rede pública e 95% da rede privada, o que dá a média alarmante de 76% de partos realizados por procedimentos cirúrgicos no Estado.

Seja por interesse do médico, que agenda a cirurgia conforme lhe é conveniente, ou por opção da própria mulher, que por temer sentir dor muitas vezes acaba optando pela cesárea, procedimentos cirúrgicos foram banalizados no Ceará. Prova disso é que o número de cesarianas no Estado é quatro vezes maior que o recomendado pela OMS.

Em 2010, foram registrados 65.4776 partos normais (50,8%) e 63.038 cesáreos (48,9%) no Ceará. A partir de 2011, no entanto, os procedimentos cirúrgicos passaram a representar mais da metade. No ano passado, atingiu o índice de 56,8%. Foram 53.226 partos normais (42,9%) e 70.544 (56,8%) cesáreos. Índice bastante superior à média nacional, de 41.98%.


No Brasil, os partos normais ainda são superiores aos procedimentos cirúrgicos. Foram 1.111.102 (58,02%) procedimentos normais no ano passado, enquanto as cesáreas somaram 803.811 (41,98%).

Após ter a primeira filha por cesariana, a psicóloga Íris Bonfim, 35, não pensa em outra coisa a não ser passar pela experiência de ter a segunda filha por parto normal. Diferentemente do primeiro parto, quando se sentia insegura e não tinha pesquisado o suficiente, desta vez, está sendo acompanhamento de uma doula, faz exercícios de ioga próprios para gestantes e busca o máximo de informações.

Banalização
"A cesárea foi uma evolução importante da medicina, salvou a vida de muitas mulheres. Mas, foi ficando banalizada. Quando comento que vou ter parto normal é como se fosse uma coisa arcaica. As pessoas dizem que hoje não precisa mais disso. Se criou uma outra cultura em relação ao parto", observa. Hoje, bem mais preparada, diz que os planos são de ficar em casa durante o trabalho de parto e só quando estiver no período expulsivo é que irá para a maternidade. "Os hospitais não estão preparados para partos normais. Não é um espaço acolhedor".

Mesmo nos casos em que a mulher escolhe ter o filho de forma natural, não raro encontra resistência médica. A doula Priscilla Rabelo, 35, ressalta que são muitos os pretextos utilizados para convencer a gestante a optar pela cesariana. "Dizem que a mulher é nova ou velha demais. Que é gorda ou magra demais. Quando tem a bacia estreita, dizem logo que ela não tem passagem, o que é um mito. Alegam a diabetes gestacional, que inclusive é uma condição que contra-indica cirurgia", enumera.

LUANA LIMA
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste



Campos posta foto em jatinho e retira após críticas

O pré-candidato do PSB à Presidência da República e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sofreu questionamentos e protestos por parte de internautas depois de publicar uma foto dentro de um jatinho nas redes sociais Instagram e Facebook, nesta quinta-feira 15.

Na imagem, deletada momentos depois, Campos aparece com a mulher e o filho. Após a postagem, comentários questionando a greve dos policiais militares de Pernambuco começaram a ser publicados na foto.

Na quarta-feira 14, o estado viveu uma onda de violência. Segundo o jornal Estado de S. Paulo, a prefeitura do município metropolitano de Abreu e Lima decretou ponto facultativo na cidade, por causa da série de saques e arrombamentos realizados no comércio da cidade com com a paralisação dos policiais militares.

O atual governador do estado, João Lyra Neto (PSB), afirmou que manterá "a ordem e a segurança do povo pernambucano, custe o que custar" e lembrou da ordem judicial do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que decretou a ilegalidade da greve dos bombeiros e policiais militares do Estado. O Tribunal determinou o imediato retorno dos grevistas sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

Fonte: Carta Capital 



Juazeiro do Norte (CE): II Feira de Adoção de Cães e Gatos será realizada neste sábado (17)

Após o sucesso da I Feira de Adoção de Cães e Gatos, será realizada neste sábado (17), no Cariri Garden Shopping, a segunda edição do evento no local, a partir das 10h até às 16h. A feira acontece por meio da Associação Protetora dos Animais do Cariri (APAC), na Praça de Eventos do empreendimento.

Já foram mais de 100 animais adotados em um ano, por meio da Organização Não Governamental, que atua também na sensibilização e educação da sociedade em relação à proteção dos animais. Na feira anterior, praticamente todos os animais foram adotados pelo público do shopping. Restaram apenas dois gatos, segundo a presidente da Ong, Suelen Oliveira. Neste sábado serão levados para a II edição da feira, cerca de 13 filhotes de cães e cinco gatos.

Segundo o gerente de marketing do Cariri Garden Shopping, Eduardo Duffles, a feira será realizada de forma permanente. “O shopping tem este papel social, que vem sendo trabalhado desde o Natal do ano passado”, afirma. Atualmente, por exemplo, há um projeto responsável pela coleta donativos para abrigos assistenciais e alguns já foram beneficiados em Juazeiro do Norte, além do empreendimento adotar à causa dos animais abandonados e da coleta de lixo, por meio de entidade que atua com visão de seletividade dos resíduos sólidos, o Engenho do Lixo, proporcionando uma parceria em prol do meio ambiente.

Serviço
II Feira de Adoção de Cães e Gatos
Local – Cariri Garden Shopping – Praça de Eventos
Horário : das 10 h às 16 h
Av. Padre Cícero, 2.555
Juazeiro do Norte – CE
Telefone (88) 2101.5444

Assessoria de Imprensa / Cariri Garden Shopping



Barbalha (CE): Motorista da prefeitura morre após se envolver em acidente na Avenida Leão Sampaio

O funcionário público da Prefeitura de Barbalha, Claudiano Luciano da Silva, de 35 anos, morreu no Hospital Santo Antonio após se envolver em um acidente de trânsito na noite desta quinta-feira na Avenida Leão Sampaio. Por volta das 22h30min ele trafegava por àquela rodovia estadual quando sobrou em uma curva, subiu o canteiro central da avenida, bateu em um poste da rede de iluminação pública e foi esbarrar no monumento que fica no centro da rotatória para Juazeiro do Norte.

A vítima viajava só em um veículo de cor branca da Coordenadoria Municipal de Políticas das Mulheres da Prefeitura de Barbalha e foi socorrida às pressas e direto para a sala de reanimação do hospital, mas de nada adiantou e este terminou falecendo. Luciano era, também, professor de capoeira naquele município e residia na Rua Antonio Francisco Sampaio, 480 (Bairro Alto da Alegria) em Barbalha, sendo uma pessoa bastante conhecida.

O corpo foi trazido para a necropsia no IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro do Norte e devolvido à família no início desta manhã para o devido sepultamento. A última morte violenta registrada em Barbalha tinha sido no dia 30 de abril quando o jovem Gleidson Pereira Diniz, de 23 anos, foi morto a tiros e teve o corpo encontrado em um matagal localizado por trás da Rua P-25 do bairro Malvinas.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Escrivã é morta durante depoimento de suspeito de estupro

A escrivã da Polícia Civil Loane Maranhão Silva Thé, 32, foi morta a facadas enquanto colhia depoimento de um homem suspeito de abusar e estuprar as filhas dele, de 17 e 20 anos, na cidade de Caxias (a 361 km de São Luís), no Maranhão, nesta quinta-feira (15).

Loane estava sozinha em uma das salas da Delegacia da Mulher para tomar o depoimento do gari Francisco Alves Costa, 43, quando ele puxou a faca que estava escondida na roupa, e atacou a escrivã.

Aos ouvir os gritos de Loane, a investigadora Marlene Almeida tentou socorrer a colega e foi também atingida pelos golpes de faca, mas não morreu. Ela está internada no Hospital Regional de Caxias e não corre risco de morte.

A escrivã ainda chegou a ser socorrida, mas morreu antes de dar entrada no Hospital Regional de Caxias.

Loane trabalhava na Delegacia da Mulher de Caxias havia quatro anos e era natural de Teresina. O corpo dela está sendo velado na central de velórios Pax União, localizada em Teresina. O enterro foi às 8h desta sexta-feira (16).

Após matar a escrivã e golpear a outra policial, Costa conseguiu fugir, mas foi preso próximo à rodoviária de Caxias, localizada no bairro Vila Lobão.

Ele foi autuado em flagrante e está preso na delegacia regional de Caxias.

O superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair Paiva, afirmou que só estavam na delegacia a escrivã e a investigadora. Não se sabe porque elas não observaram que o homem estava portando uma faca.

Segundo o superintendente, o suspeito disse que não teve a intenção de matar a escrivã, mas atacou-a porque notou que ia ficar preso.

"Ele não sabia que tinha sido denunciado pelas duas filhas e quando foi informado da ocorrência contra ele puxou a faca da calça e esfaqueou a escrivã."

Fonte: Folha.com



Crato (CE): Dona de bar foi presa com mais de 100 pedras de crack e autuada por tráfico

Um bar que funciona na Rua Jose Alves de Figueiredo, 100 no centro de Crato vinha sendo denunciado anonimamente como ponto de venda de drogas quando militares do Ronda do Quarteirão montaram campana para observarem o movimento. Por volta das 15 horas desta quinta-feira abordaram a proprietária Francisca Jordania Costa Alves, de 23 anos, numa das vezes que esta saía do estabelecimento.

A jovem entregou aos PMs uma bolsa na qual foram encontradas oito pedras de crack. Ela autorizou ainda buscas em sua residência, onde os PMs recolheram mais 100 pedras de crack, três celulares provavelmente roubados e trocados por drogas, um pedaço de cano PVC utilizado no uso de drogas e mais R$ 655,00 em cédulas de pequeno valor e moedas. Jordânia foi autuada em flagrante por tráfico de drogas na Delegacia de Crato.

Demontier Tenório

Foto: Cícero Valério / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Aiuaba (CE): ICMBio realiza combate à caça ilegal de avoantes

Nesta época do ano, ocorre a formação de pombais de reprodução de avoantes, na Estação Ecológica neste município. As aves tornam-se presas fáceis para caçadores e comerciantes. Apesar das dificuldades, falta de pessoal e de equipamentos, fiscais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entidade que administra a unidade, promovem ações de preservação e combate à caça ilegal.

Recentemente, foram presos quatro caçadores oriundos do município de Campos Sales, no Sul do Ceará, apreendidas 158 avoantes, quatro motos, e aplicadas multas no valor de R$ 19.500,00, cada. Os caçadores foram autuados por prática de crime ambiental na Delegacia Regional de Polícia Civil da cidade do Crato, no Cariri cearense, e foram liberados após pagamento de fiança. Vão responder em liberdade a processo administrativo e penal.

O coordenador da Estação Ecológica de Aiuaba, Honório Miguel Arraes, disse que o principal objetivo da operação de combate a caça de avoante no pombal da Serra do Ermo, no entorno da unidade, ocorre em função de surgimento de pombais de reprodução de avoantes que vieram de diversos locais do Nordeste. Nessa época do ano, período da quadra invernosa, é comum a vinda das aves para a formação de pombais de reprodução na Estação Ecológica, mas há cerca de quatro anos que as aves não migravam para essa unidade. Em decorrência do retorno das avoantes, caçadores foram atraídos para a região.

A área de vegetação do bioma Caatinga e que deveria ser protegida é escolhida por milhares de avoantes para a sua fase de procriação. A postura (quando as avoantes põem os ovos para reprodução) começou abril entre a Serra Preta e a Serra do Ermo, distante, aproximadamente, 10 quilômetros da reserva, e na própria unidade conservacionista. O período de procriação deve ir até o fim deste mês, quando se diz popularmente que a avoante "empenou", ou seja, criou penas e já pode voar.

É também nesta época que as avoantes estão mais propícias à serem pegues pelos caçadores. De acordo com o gerente da Estação, Honório Arraes, as aves são perseguidas "pelos traficantes que compram para comercializar". Os caçadores profissionais costumam vir das cidades de Campos Sales e Juazeiro do Norte, no Ceará, e Pio IX, no Piauí.

Depois do período de reprodução, cerca de 90 dias, as aves saem com destino aos municípios de Iguatu e Quixelô, na Bacia do Açude Orós para se alimentar nas roças de arroz e beber água. Voam mais de 150 km. Nessa região, são novamente alvo de caçadores e comerciantes que instalam milhares de arapucas para apreensão e posterior venda das avoantes abatidas.

A operação de combate à caça ilegal conta com a participação de fiscais do Ibama, do ICMBio e da Polícia Militar Ambiental. Arraes disse que o combate à caça de avoantes é feito há mais de 25 anos em uma área superior a 5 km quadrados, apesar de a unidade ecológica contar com apenas dois fiscais.

A Estação Ecológica de Aiuaba possui uma área de 11.500 hectares, e foi criada em 1978. É considerada a maior unidade de preservação do bioma Caatinga. As dificuldades aumentaram após o fechamento há cinco meses do posto de fiscalização com a demissão de quatro vigilantes. Cerca de 40% da reserva estão com cercas quebradas, facilitando a entrada de animais de grandes portes, de caçadores e até a retirada de madeira.

Audiência
Em março passado, o Pacto Ambiental dos Sertões de Crateús e Inhamuns (Parisc) promoveu audiência Pública em Aiuaba com a presença de gestores da região, ambientalistas, estudantes e representantes de órgãos ambientais a fim de debater o atual quadro de dificuldades de administração da Estação e encaminhar soluções. Durante a reunião, confirmou-se que o local é alvo de constantes invasões por animais de grande porte, prejudicando os trabalhos de pesquisa. Falta também capital humano para a parte administrativa, serviços gerais e técnicos.

Fonte: Diário do Nordeste



Justiça dos EUA diz que fundador da Telexfree fugiu para o Brasil com a filha

O brasileiro Carlos Wanzeler, co-fundador da Telexfree, fugiu dos Estados Unidos para o Brasil com a filha. Ele é acusado de participar de um esquema de pirâmide financeira e considerado foragido da Justiça dos EUA desde 9 de maio.

A informação está detalhada em um documento do Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos, ao qual o UOL teve acesso. O UOL entrou em contato com o advogado de Wanzeler nos EUA, mas não obteve resposta.

Segundo a investigação, a fuga de Wanzeler começou em 15 de abril, quando ele e a filha, Lyvia Wanzeler, cruzaram a fronteira dos EUA com o Canadá de carro, por volta das 23h no horário local. Neste dia, a Telexfree tinha sido formalmente acusada de praticar pirâmide financeira.

Horas antes, ainda no dia 15 de abril, agentes federais fizeram uma busca na sede da Telexfree em Marlbourough, em Massachusetts, onde encontraram uma mochila com dez cheques do banco Wells Fargo totalizando quase US$ 37,9 milhões. Alguns em nome de Kátia e Carlos.

Em 17 de abril, pai e filha embarcaram no voo 90 da Air Canada, de Toronto para São Paulo. Segundo a investigação, Wanzeler entrou no país com seu passaporte brasileiro (ele também tem cidadania norte-americana).

Lyvia teria voltado aos EUA em 26 de abril, com passagem comprada para retornar ao Brasil em 4 de junho. De acordo com a investigação, a passagem foi comprada com milhas aéreas de Wanzeler. Em 1º de maio, Lyvia teria voado de Boston para a Itália.

A Telexfree vende planos de minutos de telefonia pela internet (VoIP) e também é investigada no Brasil por suspeita de pirâmide financeira. A empresa está proibida de operar no país desde junho.

A formação de pirâmide financeira é uma modalidade considerada ilegal porque só é vantajosa enquanto atrai novos investidores. Assim que os aplicadores param de entrar, o esquema não tem como cobrir os retornos prometidos e entra em colapso. Nesse tipo de golpe, são comuns as promessas de retorno expressivo em pouco tempo.

Mulher e sócio de Wanzeler estão presos nos EUA
O sócio de Wanzeler na Telexfree, o norte-americano James Merrill, fundador da empresa, foi preso em 9 de maio em Massachusetts, onde fica a sede da empresa nos EUA.

Desde esse dia, Wanzeler é considerado foragido pela Justiça norte-americana.

Nesta quarta-feira (14), a mulher de Wanzeler, a brasileira Katia Wanzeler, foi presa no aeroporto JFK, em Nova York, enquanto tentava sair do país. Ela é considerada uma testemunha-chave no caso, e a investigação aponta que contas bancárias em seu nome foram usadas para transferência de dinheiro da Telexfree.

Passagem aérea comprada no Brasil, em dinheiro vivo
De acordo com o investigador Paul Melican, do Departamento de Segurança Nacional dos EUA, Katia Wanzeler teria viajado em 11 de abril para Connecticut junto com o sócio do marido, James Merril. O objetivo deles era retirar mais de US$ 27 milhões do banco Wells Fargo, maior parte desse dinheiro em cheques da Telexfree, aponta a investigação.

Segundo a investigação, um dia antes de sua prisão, alguém no Brasil comprou uma passagem para Katia, somente de ida, paga com dinheiro vivo.

Pessoas que se consideram vítimas podem entrar em contato 
O Departamento de Justiça do Estado de Massachusetts pede que pessoas que se considerem vítimas do esquema entrem em contato pelo e-mail: USAMA.VictimAssistance@usdoj.gov.

A Secretaria do Estado de Massachusets já tinha disponibilizado em seu site um formulário de reclamação para pessoas que se sentiram lesadas pelas atividades da Telexfree.

Empresa atua no Brasil desde 2012 e nega acusações
A Telexfree (Ympactus Comercial Ltda) atua no Brasil desde março de 2012, e começou a ser investigada no ano passado. Segundo a Justiça brasileira, a venda de planos de telefonia seria apenas uma fachada.

Em notas anteriores, a empresa disse que está se defendendo de forma vigorosa das acusações e que tem apresentado sua defesa juntando aos processos todos os documentos necessários, de modo que comprove a regularidade e a viabilidade econômica de suas atividades.

Fonte: UOL



Cinco curiosidades sobre o prazer sexual feminino

Há algumas décadas, o orgasmo feminino não era pauta de estudos. Pensava-se que os problemas sexuais das mulheres eram uma questão psicológica. Entre 2012 e 2013, pela primeira vez na história, as pesquisas científicas sobre disfunções femininas e masculinas se igualaram, segundo o físico e químico catalão Pere Estupinyà, autor do livro “S=EX². A ciência do sexo”. Com elas, hoje sabemos muito mais sobre o prazer sexual das mulheres. Veja abaixo algumas curiosidades:

1- Elas têm orgasmo precoce
Uma pesquisa recente com mulheres portuguesas, com idade entre 18 e 45 anos, constatou que cerca de 40% delas, ocasionalmente, tinham orgasmo antes do tempo pretendido. Cerca de 3% sofriam do problema de maneira crônica.

- Para esse grupo, o orgasmo prematuro é mais do que um incômodo - disse o pesquisador Serafim Carvalho. - Esse problema causa sofrimento tão grande nas mulheres quanto nos homens.

2- Podem gozar para aliviar a cólica menstrual
Educadora sexual e autora do best-seller "Sexo para um e orgasmo para dois", Betty Dodson recomenda que as mulheres gozem para aliviar suas cólicas menstruais. De acordo com ela, o prazer é o gatilho para um processo químico e muscular no corpo que relaxa e distrai. Não custa tentar.

3- E também para se reproduzir
Isso mesmo. Ao contrário do que você deve ter aprendido na aula de biologia do colégio, o orgasmo feminino também é importante na reprodução. Apesar de o esperma masculino ser imprescindível, uma pesquisa liderada por Elizabeth Lloyd, da Universidade de Indiana, mostra que o orgasmo feminino aumenta a ligação entre o casal e ajuda o espermatozoide a entrar no útero.

4- Têm a capacidade de chegar ao clímax apenas com o poder da mente
Se de acordo com Pere Estupinyà, fisiologicamente o orgasmo é muito parecido com um ataque de medo, ao modificar as funções do cérebro, ele também pode ser estimulado pela mente. Supostamente essa lista de "gênios do sexo" inclui a cantora Lady Gaga.

- Sentir a memória é uma coisa poderosa. Eu posso ter um orgasmo apenas pensando nele - disse a cantora à "New York Magazine".

Especialistas afirmam que tentar não faz mal, e se a prática leva à perfeição...

5- E fingem o orgasmo para...
Segundo estudo publicado em abril deste ano, da Universidade de Temple, na Filadélfia, e do Kenyon College, em Ohio, os motivos mais comuns são: altruísmo, em que elas estão preocupadas com os sentimentos do parceiro; medo e insegurança, quando temem reações negativas por parte do parceiro; aumentar o próprio prazer; e interrupção sexual, com o objetivo de acabar logo com o sexo.

Mas, de acordo com Regina Navarro Lins, psicanalista e escritora, o fingimento durante o sexo não aumenta o prazer.

- Existe uma ideia de que a mulher quando se masturba emite sons para se estimular, mas na relação, se ela finge, simplesmente não tem prazer.

Já o fingir para acabar logo com o sexo é mais comum em mulheres casadas. De acordo com Regina, para cada homem que perde o desejo sexual pela parceira, quatro ou cinco mulheres deixam de desejar seus maridos e namorados.

Fonte: O Globo



Dilma avalia que dia de protestos fracassou e foi ação midiática

Apesar dos anúncios de que esta seria uma "super quinta", com protestos significativos nas principais cidades do País, a avaliação da presidente Dilma Rousseff é que a mobilização "fracassou". De acordo com informações do Planalto, o que se viu, principalmente, foi uma "ação midiática", com anúncios de que problemas graves com manifestações monumentais contra a realização da Copa do Mundo poderiam acontecer e que, "felizmente não aconteceram".

Apesar deste considerado fracasso, o governo vai dar prosseguimento ao monitoramento criado nas 12 cidades-sede, que incluirá a manutenção de um diálogo permanente com diversos tipos de movimentos sociais para tentar barrar os eventuais violentos protestos que possam ameaçar a realização da Copa.

O entendimento do governo é que é preciso ganhar a batalha na mídia e, por isso, há mobilização das autoridades para que promovam um contra-ataque completo, no sentido de defender a realização da Copa e todo o legado a ser deixado por ela. Nesta linha, a própria presidente Dilma comandou, no Planalto, a cerimônia de compromisso pelo emprego e trabalho decente na Copa do Mundo onde afirmou: "Nós não negamos os conflitos, nós temos de conviver com eles".

Além disso, salientou que "não há nenhuma vergonha em divergir" já que "cada um tem uma posição". "A vergonha está em não reconhecer isso, a vergonha está em não buscar o consenso possível", continuou a presidente, passando a cumprimentar os que estavam ali assinando o acordo que considerou "um exemplo de como se relacionar dentro de uma sociedade democrática em que todos os direitos são respeitados".

A presidente aproveitou o discurso para apelar a todos os brasileiros para que recebessem bem os turistas brasileiros e estrangeiros que assistirão a "Copa das Copas" e avisou que "o legado da Copa é nosso". E emendou: "porque ninguém que vem aqui assistir a Copa leva consigo, na sua mala, aeroporto, porto, não leva obras de mobilidade urbana, nem tampouco estádios. O que eles podem levar na mala? É a garantia e a certeza de que este é um país alegre e hospitaleiro. Pode levar isso na mala. Agora, os aeroportos ficam para nós, as obras de mobilidade ficam para nós, os estádios ficam para nós".

O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, ao ser questionado se o fracasso das manifestações ao longo do dia era um sinal de que as manifestações da Copa não levarão tanto problema para o país, foi cauteloso e disse que não poderia fazer projeções para o futuro.

"Nós apostamos que as manifestações ocorram, mas ocorram pacificamente e fazer uma projeção é muito perigoso", disse ele, reconhecendo que "a conjuntura pode mudar". E emendou: "nós preferimos não arriscar nem subestimar nenhuma capacidade de mobilização. Mas, nós apostamos, muitas das manifestações ocorreram porque as pessoas não tinham um conjunto de informações sobre a Copa do Mundo, o seu real significado, a sua janela de oportunidade".

Segundo Carvalho, as manifestações recrudesceram porque foi muito difundida, de "maneira equivocada", a ideia de que a Copa estava roubando o dinheiro da educação e da saúde. "Nós estamos provando nos diálogos que não é verdade. O Brasil, nos 4 anos de preparação da Copa, investiu em Saúde e educação R$ 800 bilhões. Nos estádios, foram gastos R$ 8 bilhões, boa parte deles não é dinheiro público, portanto não tem lógica isso".

Fonte: UOL



Cid Gomes inaugura Centro de Convenções do Cariri

O I Encontro Nacional dos Advogados do Sertão foi aberto, ontem, com a participação de cerca de 500 profissionais da área. O evento foi o primeiro a ser realizado oficialmente no novo Centro de Convenções do Cariri, localizado entre os municípios de Crato e Juazeiro do Norte. O governador do Ceará, Cid Gomes, que inaugurou simbolicamente o equipamento na noite de ontem, em deferência à advocacia do sertão, também participou do encontro.

Também estiveram presentes o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (FOAB), Marcus Vinícius Furtado Coêlho, e os presidentes das Seccionais do Ceará e de Pernambuco, Valdetário Monteiro e Pedro Henrique Alves.

O evento tem como finalidade debater as demandas que fazem parte do cotidiano dos advogados que atuam em regiões interioranas do País e buscar mecanismos que possam diminuir os entraves que acabam prejudicando o bom desempenho dos advogados. Cerca de 200 mil profissionais atuam em cidade interioranas nos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Piauí e Maranhão.

Condições
"A finalidade, portanto, é criar mecanismos que ofertem melhores condições de trabalho aos colegas profissionais e, consequentemente, melhor qualidade de atendimento à população", disse o presidente do FOAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho. Conforme avaliou, as necessidades observadas durante o encontro, que segue por todo o dia de hoje, deverão fomentar novas discussões, em âmbito nacional, o que possibilitará futuras conquistas à categoria.

A programação de hoje contará com a discussão em torno da Origem da Advocacia Sertaneja. O tema será abordado pelo representante do Conselho Nacional de Justiça, advogado e professor Jorge Hélio de Oliveira. Ele, que está no CNJ desde 2011, afirmou que o órgão de controle "está para a atual estrutura do Poder Judiciário como os médicos pronto-socorristas estão para a saúde pública".

O vice-presidente da Secção da Ordem dos Advogados no Ceará (OAB/CE), Ricardo Bacelar, classificou o evento como histórico para a advocacia cearense. "Nós discutiremos os diversos meandros ainda presentes no exercício da advocacia. Situações que trazem aos profissionais dificuldades de bem exercer suas funções. Há casos, e nós debateremos situações similares, de profissionais que nem sequer contam com rede de Internet em fóruns do interior para realização de pesquisa ou algo do gênero. São muitas as questões a serem levantadas até o fim do encontro", disse.

Ricardo Bacelar explicou que, embora não exista nenhuma previsão em torno da elaboração de um documento formulado a partir das demandas apresentadas pelos advogados, é possível que grande parte das reivindicações feitas durante o evento possam receber encaminhamentos. "Não há indicação de que um documento será elaborado ao fim das discussões. Pelo menos não até o momento. No entanto, nada impede que as reivindicações fomentem encaminhamentos futuros, através da entidade", observou.

O governador Cid Gomes afirmou que se sentiu privilegiado pelo fato de o Ceará ter sido escolhido para receber o evento. "Para nós, é uma grande honra poder sediar o I Encontro Nacional, ainda mais sendo o evento inaugural deste espaço que nós entregamos à população do Cariri e do Ceará", disse Cid Gomes, ressaltando que o equipamento já possui demanda para realização de outros 20 eventos para os próximos meses.

Fonte: Diário do Nordeste



Brasil revive onda de protestos contra a Copa e por melhorias sociais

A 28 dias do início da Copa do Mundo, o Brasil viveu nesta quinta-feira uma nova jornada de protestos contra os altos custos do torneio e em favor de melhorias sociais, e como os ocorridos no ano passado, na época da Copa das Confederações, houve confrontos pontuais com a polícia.

As manifestações, que começaram de manhã e continuavam à noite, reuniram milhares de pessoas de vários movimentos sociais, sindicatos e cidadãos.

Como parte do primeiro Dia Internacional de lutas contra a Copa, as manifestações, em sua maioria pacíficas, ocorreram em diversas cidades do país e com variadas reivindicações, mas a maioria teve a rejeição ao torneio como pano de fundo.

Um dos maiores protestos ocorreu em São Paulo, onde mais de 2 mil ativistas do Movimento dos Trabalhadores sem-teto (MTST) bloquearam avenidas como a Paulista em defesa ao acesso a moradias dignas e contra as despesas do evento.

Guilherme Boulos, um dos dirigentes do MTST, disse à Agência Efe que o protesto, também realizado em Brasília, foi "contra o legado de especulação imobiliária e o aumento dos aluguéis na região do bairro de Itaquera que a construção do estádio (Arena Corinthians, palco de partidas da Copa) deixou".

Além da reivindicação dos "sem-teto", na maioria das 12 sedes do Mundial houve ao menos um protesto com foco na rejeição aos investimentos milionários que o governo fez na competição esportiva e que reuniu milhares de pessoas sob palavras de ordem como "Fifa go home", "A Fifa não manda aqui" e "Copa sem povo, tô na rua de novo".

"O propósito desta manifestação é protestar contra as despesas excessivas com a Copa e a falta de preocupação com a população. É uma omissão geral. Falta saúde, faltam hospitais, faltam escolas", disse à Agência Efe, no Rio de Janeiro, Elisângela Silva, uma dirigente do movimento Juntos!, um dos que convocaram as manifestações com o Comitê Popular da Copa.

Em São Paulo, a manifestação terminou em confrontos entre a polícia e alguns dos manifestantes que quebraram vidraças, portões de estabelecimentos comerciais e causaram danos ao patrimônio público. Os agentes reagiram lançando bombas de gás lacrimogêneo e disparando balas de borracha. Segundo as primeiras estimativas, cerca de 20 pessoas foram detidas.

No Rio de Janeiro, professores da rede pública em greve fizeram uma passeata de forma pacífica junto com os manifestantes contra o Mundial, enquanto em Brasília houve uma passeata até o estádio Nacional Mané Garrincha e uma concentração em memória dos oito trabalhadores mortos nas obras das arenas esportivas.

No transcurso das manifestações, que também ocorreram em outras grandes cidades como Belo Horizonte e Fortaleza, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o Brasil é um país "de conflitos" e que deve aprender a conviver com eles, em uma aparente alusão aos protestos contra a Copa.

Já o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que "não se deve ter nenhum tipo de pânico" por causa dos protestos e voltou a garantir a segurança durante o evento da Fifa.

Fonte: Terra



Governo abre 763 vagas para concurso da Polícia Civil

O Governo do Estado autorizou, na última sexta-feira (09), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social abrir 763 vagas para ampliar o efetivo da Polícia Civil.

Das 763 vagas, 168 serão para delegados, 336 para escrivães e 259 para inspetores. O concurso público faz parte do “Programa em Defesa da Vida” e vai possibilitar a ampliação do número de delegacias 24 horas.

Uma portaria do Secretário da Segurança Pública e Defesa Social vai indicar as delegacias 24 horas que serão integradas, além da formação em bloco dos concursados e os critérios de escolha de vagas.

Dois representantes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), dois da Polícia Civil, dois da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) e um da Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp) serão escolhidos para dar continuidade ao concurso.

Fonte: Diário do Nordeste



Após 20 anos, real perde poder de compra, e nota de R$ 100 vale só R$ 22,35

Ao longo de quase 20 anos do Plano Real, a inflação acumulada desde 1/07/1994 até 1/2/2014, medida pelo IPCA, foi de 347,51%.  Assim, um produto que custava R$ 1,00 em 1994 custa hoje R$ 4,47.

O matemático financeiro José Dutra Vieira Sobrinho afirma que, em decorrência desse fato, a cédula de R$ 100,00 perdeu 77,65% do seu poder de compra desde o dia em que passou a circular. Com isso, o poder aquisitivo da nota de R$ 100,00 é hoje de apenas R$ 22,35.

A perda desse poder aquisitivo é calculada por uma fórmula matemática na qual se divide o valor nominal da moeda pela taxa de inflação somada a 1. Quem quiser aprender a calcular a perda do poder aquisitivo da moeda pode acompanhar a explicação do professor Dutra no seu blog.

"O real foi reduzido a quase um quinto do valor em 20 anos", diz o professor. "Mas isso ainda é uma vitória. Porque mesmo passados 20 anos, ela ainda mantém um certo poder aquisitivo. O histórico anterior era de uma inflação que chegava a 5.000% ao ano."

A garoupa virou lambari
"Com essa desvalorização, se o indivíduo ganhava R$ 100 em 1994 agora precisa de R$ 400 para poder atender aos seus desejos", diz o professor de Economia do Insper Otto Nogami. "A garoupa virou um lambari", referindo-se ao peixe que estampa a nota de R$ 100.

A onça também virou um gatinho –a nota de R$ 50 hoje tem o poder de compra de R$ 11,17. Em 20 anos, o valor da moeda de R$ 0,01 praticamente desapareceu.

Isso se deve por conta do efeito da inflação sobre o poder de compra. "A inflação é o  termômetro que mede a diferença entre o desejo de consumir e a capacidade de produzir", diz Nogami.

Quando o desejo de consumir é maior do que a capacidade de produção, os preços sobem.

Inflação é problema crônico no Brasil
O crônico problema brasileiro com a inflação está, portanto, na incapacidade de o país produzir o suficiente para atender à demanda reprimida, ou seja, àqueles que querem consumir e pagam por isso.

"Há também um incentivo inconveniente e imprudente por parte do governo de estimular compras sendo que não há a produção necessária para atender o consumo.

Outro fator que estimulou a inflação foi a queda abrupta da taxa de juros até 2012. A oferta de crédito fez com que as pessoas se sentissem mais "ricas". "O brasileiro partiu para o consumo desenfreado, se endividou, se tornou inadimplente.  E a conta para pagar veio.

Como sair dessa situação?
É simples, diz o professor Nogami. A primeira providência é investir no setor produtivo para adequar as necessidades de produção ao consumo.

O segundo item importante é o investimento em educação. Incluir na grade curricular conceitos fundamentais de finanças pessoais. Ensinar a importância de poupar.

"Sonhos de consumo podem e devem ser realizados, mas mediante um planejamento. Primeiro economizar para realizar o sonho e não antecipar o sonho usando empréstimos e financiamentos que no médio prazo reduzem sua capacidade de consumir", diz.

E, quando o produto estiver caro demais, deixe-o na prateleira. Afinal, quando o produto sobra, as liquidações aparecem.

Fonte: UOL



Barbalha (CE): Corte do pau da bandeira de Santo Antônio está adiado

A película já roda em anos passados com a cena da proibição volta a se repetir contra Barbalha, contra a tradição popular, contra os carregadores, contra o clima de alegria dos devotos de Santo Antônio, o motivo alegado é insignificante, pequeno, sem sombra de dúvidas ínfimo, mais uma vez o corte do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha é prejudicado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em nível regional.

Nesta quarta-feira dia 14 de maio, a Comissão Organizadora do corte do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha, pelo “Capitão” Rildo Teles, teve uma péssima notícia, a qual, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em nível regional, estava proibindo o corte da árvore que servirá de mastro para a Bandeira do Glorioso Santo Antônio, marcado para esta quinta-feira dia 15.

Segundo as informações chegadas a nossa reportagem, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, proibiu que o corte da árvore fosse feito nesta quinta-feira, simplesmente, em razão que a Comissão Organizadora, não teria comunicado aquele órgão sobre o corte do Pau da Bandeira de Santo Antônio, e isso teria que ser feito com oito (8) dias de antecedência.

Agora a Comissão Organizadora pelo “Capitão” do Pau da Bandeira, Rildo Teles, está adotando o procedimento de comunicação ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que será cortada uma árvore para o mastro da Bandeira do Glorioso Santo Antônio.

Silva Neto  

Foto meramente ilustrativa

Fonte: Diário do Cariri



A Ciência comprova: palestras são chatas e ineficientes

Se você sempre pensou em uma desculpa para faltar àquela palestra que parecia chata, aqui vai a desculpa ideal: é cientificamente comprovado que você não consegue aprender nada durante palestras. O segredo para que um grupo de pessoas assimile melhor a informação que um palestrante – ou professor – está passando é promover atividades diferentes a cada dez minutos.

Um estudo recente, cujo resultado foi publicado na coluna Science Insider, provou que alunos universitários têm 1,5 vezes mais chances de não aprender um conteúdo quando estão em palestras ou aulas feitas com monólogos.

“Universidades foram fundadas na Europa Ocidental em 1050 e palestrar tem sido a forma predominante de ensinar desde então”, disse o biólogo Scott Freeman, da Universidade de Washington. Apesar de a regra ser, de fato, aplicada até hoje, durante esse tempo muitos educadores passaram a desenvolver novos métodos para ensinar ciência, tecnologia, engenharia e matemática. O argumento sempre foi o de que estimular os alunos a perguntarem e participarem sempre trouxe bons resultados.

Análise
Para comprovar essas informações, Freeman e um grupo de colegas analisaram 225 estudos sobre métodos de ensino utilizados em aulas voltadas a estudantes universitários. O resultado dessa análise concluiu que ensinar de maneira mais próxima aos alunos os torna mais participativos, o que é melhor do que monologar diante de uma turma de ouvintes passivos.

Aliás, esse tipo menos monótono de educação reduz pela metade as chances de um aluno tirar notas ruins. O físico Eric Mazur, da Universidade de Harvard, disse que é quase antiético saber dessas diferenças entre métodos de ensino e não mudar a forma de ensinar. Ele acredita que essa superanálise prova que palestras são ineficientes e ultrapassadas.

Dois lados
Não há, ainda, uma forma totalmente correta de dar aulas. O que se sabe é que faz perguntas aos alunos, chamá-los individualmente ou em grupo para participar de discussões e, inclusive, pedir para que eles expliquem aos colegas alguma parte do conteúdo é, certamente, eficiente na hora de aprender.

Freeman afirma usar essas técnicas mesmo em grupos com muitos alunos. Segundo ele, uma de suas aulas chega a ter até 700 universitários e mesmo assim, ela não é feita de silêncio absoluto – muito pelo contrário: ele interage com os acadêmicos e consegue deixá-los à vontade para elaborar perguntas.

Já o professor Noah Finkelstein, da Universidade do Colorado, acredita que essa análise não quer dizer que as palestras devem ser abolidas por completo. Segundo ele, em alguns momentos é preciso fazer abordagens menos dinâmicas com os alunos. E aí, o que você prefere: aulas nas quais o só o professor fala ou aprender mais quando há participação de todos?

Fonte: Mega Curioso (via Sciencemag)



Crato (CE): Detentos se rebelam destruindo cinco celas, bancos de alvenaria e incendiando colchões

Uma rebelião na cadeia pública de Crato foi registrada na manhã desta quarta-feira após uma revista de rotina nas celas durante a qual foram recolhidos 26 aparelhos celulares, cerca de 40 cossocos (armas artesanais), 50 gramas de maconha e outros objetos. A exemplo do motim ocorrido em outubro, os internos não gostaram da operação desenvolvida por agentes penitenciários com o apoio de policiais militares de Crato e Juazeiro do Norte.

Após as buscas, os detentos foram recolocados nas celas e a polícia deixou o cárcere, mas, segundo o Tenente Gonçalves, não demorou a direção reconvocar as tropas informando sobre a rebelião. O clima era de revolta e os internos gritavam palavras de ordem enquanto ateavam fogo nos colchões, quebravam grades e destruíam as câmeras do circuito interno. O motim deixou um saldo de cinco das 12 celas com capacidade para 126 pessoas totalmente destruídas a exemplo dos bancos de alvenaria.

Eles chegaram a arrombar três grades que dão acesso à parte externa do presídio e foram barrados na última com a chegada de um número maior de PMs. Imediatamente, foi iniciada uma nova revista no cárcere e os policiais atuaram no sentido de controlar a situação junto com os agentes. Depois, todos foram recolhidos às sete celas que ficaram intactas. Eles querem a transferência para a Penitenciária Industrial e Regional do Csariri (PIRC) de Juazeiro.

Logo após a saída da polícia ainda na primeira revista, os detentos já ameaçavam tocar fogo e derrubar o presídio cratense que fica situado no bairro Muriti e foi inaugurado no dia 20 de julho de 2012, mas só recebeu os 112 primeiros internos em novembro daquele ano. Ontem, pelo menos 15 presidiários foram identificados como líderes do movimento e que se destacaram no motim. Estes devem ser transferidos e a direção da cadeia informa que houve apenas danos materiais e ninguém saiu ferido.

Demontier Tenório

Foto: Cícero Valério / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Aprovado projeto que torna exploração sexual crime hediondo

O plenário da Câmara aprovou hoje o projeto de lei que torna crime hediondo explorar sexualmente crianças e adolescentes. O texto segue para sanção presidencial. O projeto acrescenta no rol de crimes hediondos o favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança e adolescente ou de vulnerável (pessoas com deficiência ou enfermidade).

Quem for condenado pela prática fica impedido de obter anistia, graça ou indulto e até de pagar fiança. O condenado tem ainda que cumprir um período maior no regime fechado para poder pleitear a progressão da pena. Se for réu primário, deve cumprir, no mínimo, 2/5 do total da pena e se for reincidente, deve cumprir 3/5 da pena antes de pedir a mudança no regime. A pena para este crime é de 4 a 10 anos de reclusão.

A pena pode ser aplicada ainda a quem facilitar a prática de exploração ou impedir que uma vítima consiga escapar do cometimento do crime. Enquadram-se neste quesito os donos ou gerentes de bordéis em que ocorrem prostituição. Quem for flagrado praticando sexo com menores de idade que estejam se prostituindo também podem ser condenados por crime hediondo.

A lei de crimes hediondos já estabelece as penas citadas para outros dez tipos de crimes, incluindo estupro de crianças e adolescentes menores de 14 anos e pessoas vulneráveis, latrocínio, sequestro seguido de morte e o genocídio.

Para a relatora da proposta, a ex-ministra dos Direitos Humanos Maria do Rosário (PT-RS), o projeto não tem o objetivo de criminalizar a prostituição de pessoas adultas, mas sim de proteger as crianças e adolescentes no país. Alguns deputados cobraram da presidente Dilma Rousseff agilidade na sanção da proposta para que ela já esteja em vigor durante a Copa do Mundo, que tem início em junho.

Fonte: Folhapress



Juazeiro do Norte (CE): Movimento protesta contra corte de árvores centenárias

Integrantes do movimento SOS Parque das Timbaúbas, criado a partir de denúncias da derrubada de árvores centenárias para construção de equipamentos públicos na única área verde da cidade de Juazeiro do Norte, devem encaminhar, nos próximos dias, um documento ao gestor do município, Raimundo Macêdo, solicitando a imediata paralisação nas obras de construção dos equipamentos, bem como a transferência de local para realização das obras.

O grupo, formado por cerca de 40 pessoas, alega que as construções poderão ocasionar danos irreparáveis ao meio ambiente e fazer desaparecer o aquífero que abastece o município, localizado no subsolo do parque. A área é protegida pelo decreto municipal nº 1.183, de 23 de março de 1995. Conforme os integrantes do movimento em defesa do parque, estariam sendo construídos um Centro de Reabilitação Motora e uma Oficina de Órteses e Próteses, além de uma piscina semiolímpica com arquibancada e estacionamento.

Os equipamentos, caso construídos, ocasionariam a destruição de uma área estimada em cerca de 6,3 mil m². "Permitir a manutenção da derrubada de árvores no Parque das Timbaúbas pode trazer prejuízos muito sérios, já nos próximos anos, ao meio ambiente e, consequentemente, a toda a população do município. As obras que estão na iminência de serem construídas no parque ocasionarão, na verdade, grande ônus", afirma a bióloga Neiliane Bezerra, mestranda em Desenvolvimento Regional Sustentável, pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Segundo ela, com a construção da piscina semiolímpica, bem como das arquibancadas, da área do estacionamento e da pavimentação utilizada nas obras impedirão que haja a permeação das águas provenientes de chuvas, responsáveis, também, pela formação do lençol freático que abastece grande parte da cidade.

"O parque foi construído por sobre um importante equipamento de preservação da vida, que é o aquífero. Não apenas a construção destes equipamentos, mas, ainda o corte das árvores, ocasionarão um maior volume de evaporação da água presente no subsolo. Os riscos são muito grandes", diz a bióloga.

Para Fernando Gomes, que também faz parte do grupo, há outras áreas pertencentes ao município que poderiam ser utilizadas para construção dos equipamentos. "Não falta terreno. Locais, a Prefeitura tem de sobra. O que nos causa estranhamento é o fato de autorizarem a construção em um espaço que é protegido por uma lei criada pelo próprio município", argumenta.

Ele defende que, em vez de árvores serem derrubadas para construções na área, o município inicie, imediatamente, o plantio de árvores nativas, buscando revitalizar o parque.

Projeto inicial
"O parque vem sofrendo desde a sua construção. O projeto inicial foi modificado, o que diminuiu o seu tamanho, estimado em cerca de 640 hectares. Caso fosse mantido o projeto original, o parque cobriria toda a área do Riacho das Timbaúbas, entre a Avenida Getúlio Vargas e o trecho de acesso ao aeroporto", explicou.

O secretário executivo da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Serviços Públicos (Semasp), Silva Lima, negou que a administração tenha determinado o corte de árvores centenárias. No entanto, admitiu que houve autorização para a derrubada de três árvores da espécie sabiá. "Este tipo de árvore é utilizada em diversas finalidades. Não houve cometimento de nenhum crime ou dano ambiental. Isso aconteceria se tivéssemos derrubado um jatobá, um ipê ou uma timbaúba, o que não foi o caso. Mesmo assim, os cortes só foram permitidos porque há um equipamento sendo construído no interior do parque objetivando a revitalização deste equipamento, a partir de uma maior movimentação de público no local", frisou.

Silva Lima classificou as denúncias como inverídicas e afirmou que a Semasp possui várias estufas para a produção de mudas de árvores de diversas espécies, inclusive frutíferas, para plantio em toda extensão do parque. "Mesmo que derrubássemos 100 árvores, teríamos a condição de plantar outras mil de espécies variadas. O parque possui estufas onde mudas são produzidas com tal finalidade", disse ele. Sobre a piscina em construção, o secretário informou que a obra possui recursos federais, pleiteados no ano de 2007 e que sua construção tem como finalidade a oferta de um novo equipamento de lazer aos frequentadores da área verde. "O objetivo é favorecer a população que já possui o hábito de visitar o parque e, ainda, se for possível, ampliar o número de pessoas circulando no local", concluiu.

Mais informações
Secretaria de Meio Ambiente
De Juazeiro do Norte
Avenida Ailton Gomes, S/N
Parque Ecológico das Timbaúbas Telefone: (88) 3511.3512

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

 Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Centro de Convenções do Cariri será inaugurado nesta quinta-feira (15)

Mais um equipamento construído pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo (Setur CE), impulsionará o turismo de negócios no Ceará: o Centro de Convenções do Cariri (CCC). O governador Cid Gomes inaugura o novo equipamento nesta quinta-feira (15), às 18h30min. O secretário do Turismo, Bismarck Maia, estará presente na solenidade.

Na obra o Governo Estadual investiu R$ 16,1 milhões. O Centro de Convenções do Cariri fica localizado às margens da CE-292, na ligação entre os municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Além das três cidades, o novo equipamento beneficiará os outros 25 municípios que compõe a região do Cariri, por contemplar diversas atividades culturais e sociais. O local terá capacidade para receber seminários, cursos profissionalizantes, exposições, feiras, teatro, entre outros eventos.

“A necessidade de um Centro de Convenções no Cariri era uma realidade, tendo em vista o crescimento econômico e do potencial turístico que a região vem apresentando, além da grande demanda do Cariri para a realização de eventos, principalmente na área de feiras agropecuárias”, destaca Bismarck Maia.

O equipamento possui 4.950,68 m² de área construída, em um terreno de 27.803,35 m²; um auditório para 600 pessoas e outros três, com 160 lugares cada; recepções; subsolo para depósito e casa de máquinas; quatro salas multiúso; estacionamento com 208 vagas; espaços externos cobertos para exposições; sistemas de refrigeração, som, comunicação, eletricidade e segurança e de combate a incêndios. As obras também contemplaram a urbanização do entorno e instalação de paisagismo com espelho d'água.

Os municípios beneficiados com a obra são: Abaiara, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Aurora, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Penaforte, Porteiras, Potengi, Saboeiro, Salitre, Santana do Cariri e Tarrafas.

Assessoria de Comunicação da Setur



Copa 2014: Mané Garrincha custa 61% mais do que arena nababesca da Arábia Saudita

Quando o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, discursou na inauguração do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, em maio do ano passado, a grandiosidade da obra inspirou-lhe uma comparação suntuosa. "Se Darcy Ribeiro dizia que o Brasil é uma nova Roma, só que mais democrática, pois lavada em sangue negro e índio, essa Roma acaba de ganhar seu Coliseu".

A comparação do estádio brasileiro com a arena romana, cujas ruínas sobrevivem há quase 2.000 anos na Itália, talvez pareça exagerada hoje em dia, um ano após a inauguração do Mané Garrincha, já que o equipamento apresentou goteiras e vazamentos generalizados há cinco meses. A cobertura de mais de R$ 200 milhões não apresentou a resistência ao tempo que o Coliseu já provou ter.

É possível, entretanto, que não tenha sido a estrutura da arena a musa inspiradora do ministro. Talvez tenha sido o custo do estádio o que tenha levado o Anfiteatro Flaviano à mente de Rebelo. Afinal, se a arena brasiliense, de acabamento espartano e cobertura efêmera, não remete à grandeza da arena da Cidade Eterna, seu preço poderia muito bem ser suficiente para erguer monumentos de até maior vulto.

No último dia 1º, foi inaugurada, a 50 quilômetros da cidade de Juddah, na Arábia Saudita, a suntuosa Cidade do Esporte Rei Abdullah. Ela engloba um estádio de futebol de mesmo nome para 60.000 torcedores, um ginásio poliesportivo para 2.000 pessoas, um estádio de atletismo para 1.000 espectadores, uma mesquita para 500 fiéis, um estacionamento para 45.000 veículos, quadras de tênis e campos de futebol para treino e recreação. Além, é claro, de uma luxuosa suíte para receber o rei que empresta o nome ao estádio.

O custo total da obra, de acordo com as autoridades sauditas e com as construtoras que ergueram o complexo, foi de 384 milhões de euros, ou R$ 1,18 bilhão. O TC-DF (Tribunal de Contas do Distrito Federal) calcula que as obras do Mané Garrincha e de seu entorno, que ainda não estão completas, sairão por R$ 1,9 bilhão, valor 61% maior do que foi empregado no complexo saudita.

Apesar disso, a Cidade do Esporte Rei Abdullah em pouco lembra o estádio brasileiro que inspirou Rebelo. Dentro do estádio, 150 quadros e esculturas de artistas árabes ornamentam os ambientes, em nada remetendo às paredes sem pintura de cimento queimado do estádio Nacional.

Tampouco as vias de acesso perfeitamente pavimentadas e escoltadas por palmeiras da arena saudita fazem lembrar os campos de terra (e lama, quando chove) que servem de caminho de chegada ao público para o Mané Garrincha.

No entorno do Estádio Rei Abdullah, o ginásio poliesportivo climatizado, com suas 2.000 cadeiras numeradas e sistema de wi-fi para todos, ou as seis quadras de tênis e três campos de futebol, ou ainda a mesquita acarpetada capaz de receber 500 fiéis não podem servir de comparação com o Complexo Esportivo Ayrton Senna (veja fotos abaixo), dentro do qual está o Mané Garrincha.

No folder de propaganda que o Governo do Distrito Federal confeccionou e distribuiu em hoteis e aeroportos, o complexo, que possui quadras de vôlei e basquete, dois ginásios, complexo aquático, um autódromo e até um Cine Drive-in, está novo em folha.

Na realidade, porém, encontra-se praticamente todo em ruínas. Talvez daí tenha vindo a inspiração do ministro Rebelo.

Buraco sem fundo
A torneira que pinga dinheiro público na construção do Mané Garrincha ainda não foi fechada. Em dezembro do ano passado, sete meses após inaugurado, o governo do DF liberou mais R$ 150 milhões para pagar a empreitada ao consórcio construtor.

"É importante destacar que o valor de R$ 150,7 milhões se refere a pagamentos de contratos já firmados anteriormente à inauguração da arena, pela Terracap [estatal do DF], proprietária do estádio", diz a nota enviada pela assessoria de imprensa da Secopa-DF (Secretaria Extraordinária da Copa do Distrito Federal) ao questionamento da reportagem sobre o valor. "São recursos já previstos e não despesas adicionais. Esclarecemos, ainda, que reajustamento, previsto em todos os contratos de obras, é atualização monetária, e não aditivos".

O governo do DF diz que o "Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha teve seu cronograma de obras antecipado em oito meses. Era para ter sido entregue apenas na Copa do Mundo. A obra foi inaugurada em maio de 2013, mas não estava paga na sua completude".

Nas contas oficiais, a arena sairá no total por R$ 1,4 bilhão. Apesar disso, o TC-DF diz que o Mané Garrincha já custou R$ 1,6 bilhão aos cofres do DF, R$ 200 milhões a mais do que diz o governo. Quando estiver completo, sairá por pelo menos R$ 1,9 bilhão de acordo com órgão de controle. Os R$ 300 milhões a mais são para a construção de dois túneis nas imediações para facilitar o acesso ao Mané Garrincha, assim como a urbanização e paisagismo no entorno, que até hoje não foi feita.

Segundo o governo do DF, o pacote pendente também diz respeito à "revitalização da área central de Brasília", e assim não pode ser considerado como pertencente ao estádio. Mas cerca de R$ 200 milhões deste total serão gastos apenas nos túneis, e o governo não detalha qual área além do entorno do estádio será beneficiada. De concreto, está prevista apenas algumas intervenções viárias no setor hoteleiro, anexo à região da arena.

Apesar de, no final, o custo do Mané Garrincha ser quase o dobro da arena construída pelo rei árabe, o acabamento nem de longe lembra aquele que os torcedores encontram na "jóia do deserto" ou seu entorno. No Mané garrincha, mármore ou pedras nobres, apenas nos camarotes e na maior parte em áreas no geral não disponíveis para o torcedor comum.

A maior parte da arena está no concreto cru mesmo, apenas com uma mão de tinta ou verniz por cima (dependendo do lugar analisado). Decoração, obras de arte e outras amenidades? Nem pensar. Os elevadores não podem ser usados por torcedores. Até a Copa das Confederações, jogadores e comissões técnicas enfrentavam banho frio nos vestiários. A sujeira também é um problema no Mané Garrincha: é possível constatar poeira e marca de barro por todos os lados nas arquibancadas.

Apesar de estar inaugurado desde maio de 2013, ainda há um canteiro de obras instalado anexo ao estádio. Faltam obras de sustentabilidade (captação de energia solar e conclusão do sistema de aproveitamento da água da chuva), no entorno, de acessibilidade e paisagismo.

Fonte: UOL



Sest Senat oferta emissão de CNH gratuita para 50 mil motoristas no CE

Como forma de suprir a falta de profissionais no mercado de trabalho do setor de transporte, o Sest Senat lançou no início de abril o projeto habilitação profissional para o transporte – inserção de novos motoristas-, que  vai fornecer de forma gratuita, a mudança de categoria de habilitação para 50 mil motoristas, da categoria B para C e da categoria C para D ou E.

O projeto também prevê o custeio de todos os procedimentos necessários para a obtenção da mudança de categoria.

Os interessados terão de cumprir os seguintes pré-requisitos: ter entre 21 e 45 anos de idade, renda familiar de até três salários mínimos, participar dos cursos de formação de novos motoristas oferecidos pelas mais de cem unidades do Sest/Senat e assinar um termo de compromisso que irá trabalhar no setor de transporte. No treinamento, serão utilizados simuladores de direção de última geração.

As inscrições poderão ser feitas pelo site do Sest Senat (www.sestsenat.org.br), onde os candidatos terão outros detalhes  disponíveis. Para a seleção dos beneficiários, o Sest Senat utilizará as suas unidades de atendimento, as federações, os sindicatos e as empresas de transporte rodoviário de cargas e de passageiros.

A estratégia do Sest Senat de estimular a primeira habilitação de motoristas e também a mudança de categoria tem como objetivo resolver uma demanda do mercado de transporte, que precisa de mais motoristas de caminhão e de ônibus.

Fonte: G1 CE



Addthis