Uma capa resume tudo - Por: Mino Carta*

Berlusconi é o político mais bem-sucedido da Itália dos últimos 20 anos. Como se sabe, foi um desastre, e não espanta que tenha sido, com o condão de pagar agora pelas mazelas cometidas. Espanta, isto sim, que metade dos italianos tenha votado nele. Passo a falar de Brasil. A capa de Veja desta semana é o símbolo irretocável de um singular humor em que se misturam má-fé e estupidez. A revista da Abril mesmo assim não nos surpreende, já sabemos do que é capaz de longa data. Estarrece que larga porção da sociedade nativa, privilegiados e aspirantes ao privilégio, acredite nas interpretações de Veja e repita passagens dos seus pareceres mirabolantes.

O espetáculo midiático proporcionado na cobertura do chamado “mensalão” é, em geral, estarrecedor ao revelar em toda a sua evidência o atraso intelectual e cultural dos tais cidadãos a que me referi, jornalistas e seus patrões, leitores, espectadores, ouvintes. Todos unidos na demonstração de uma parvoíce movida a raiva, ódio de classe, medo, preconceito, hipocrisia, inveja, abissal ausência de espírito crítico.

A tigrada dita de classe média (média até agora não sei por quê) é, aliás, a própria, definitiva, irremediável prova da incapacidade de cumprir o papel que compete à burguesia. Aquele, digamos, de precipitar a Revolução Francesa. Pelo contrário, aí está a provar a ignorância, mau gosto, provincianismo, pavor da mudança. Dizia Lévi-Strauss ao definir os senhores paulistanos 80 anos atrás: “Eles se têm em alta conta e não sabem como são típicos”. Illo tempore, os senhores viam em Paris o umbigo do mundo. A tipicidade aumentou, e hoje, ao comporem uma categoria muito mais vasta, substituem a Ville Lumière por Miami.

Pouparei os amáveis frequentadores deste espaço das minhas considerações a respeito das gravatas amarelo-ouro ou da descoberta do vinho que alguns carregam aos restaurantes em bolsas apropriadas. De couro cru, para o desconforto de quem sonha com estes luxos e ainda não chegou lá. Citarei a leitura escassa ou mesmo nula: há mais livrarias em Buenos Aires do que no Brasil todo. O estudo precário, a péssima lida com o vernáculo, a eterna expectativa do favor dos amigos ou do arreglo por baixo do pano.

Cabe evocar tudo aquilo que certifica a mediocridade da turma. O caos arquitetônico, isento de módulos e linhas mestras, frequentemente inspirado em Gotham City, quando não entregue à imitação de modelos de outros cantos do mundo, escolhidos conforme a veneta do dia, sem excluir telhados normandos na previsão da neve. Ou mesmo a certeza, tipicamente local, de que São Paulo é capital gastronômica do planeta, alimentada por quem até ontem mastigava espaguete regado a uísque.

Vezos burgueses, amparados em tradições seculares, ou em modismos momentâneos, carecem de maior importância, está claro. Resta o fato desta ferocidade desvairada, para não dizer demente, diante de um episódio, embargos infringentes justificados pelas leis, e que tanto podem abrandar as penas dos condenados quanto agravá-las, conforme esclareceu em vão o ministro Celso de Mello. Cresce, na moldura do evento, a desinformação generalizada, o desconhecimento do código e do quem é quem.

Ocorre-me um amigo que eu chamava de samurai, Luiz Gushiken, ministro de Lula no primeiro mandato, primeira vítima do “mensalão” sem qualquer culpa em cartório, de fato aquele que percebeu o papel devastadoramente daninho do banqueiro Daniel Dantas, visceralmente envolvido no processo e tão chegado a petistas de outro naipe, como Márcio Thomaz Bastos, José Dirceu, Luiz Eduardo Greenhalgh, sem contar o atual ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Gushiken morreu dia 13 passado, honrado e, receio, infeliz.

Outro injustiçado é José Genoino, que, segundo Veja, gargalha com o voto de Celso de Mello. A malta não sabe que Genoino é um herói brasileiro, esperançoso e iludido até as últimas consequências, acreditou que o Araguaia seria a Sierra Maestra brasileira, e, ao lado de 80 companheiros, lutou contra 10 mil soldados da ditadura. Torturado brutalmente, ressurgido das cinzas, ainda espera que o Brasil deixe de ser o país da casa-grande e da senzala. Ao contrário do que afirmam seus inquisidores a pretendê-lo “mensaleiro”, não sabe onde cair morto, se me permitem a linguagem rasteira.

*Editorial publicado em 27/09/2013 no site da Carta Capital.



Barbalha (CE): Projeto “Balaio Afro–Indígena” agora faz parte da grade curricular das escolas municipais

Agora é de fato e de direito através da Lei 10.639 nas 17 Escolas da rede municipal de Ensino Fundamental II, o Projeto “Balaio” Afro – Indígena como disciplina na grade curricular. O referido Projeto foi lançado oficialmente na tarde desta quinta-feira (26), no Cine Teatro Municipal Neroly Filgueira.

A solenidade contou com as presenças de professores, coordenadores pedagógicos, gestores das escolas, alunos e convidados. A solenidade foi aberta pela vice-prefeita Maria Betilde Correia Sampaio, que enalteceu o trabalho da Prefeitura através de Secretaria Municipal de Educação em valorizar o crescimento da Educação nas escolas municipais através de projetos como esse do “Balaio Afro – Indígena”.

Ainda compôs a Mesa na solenidade, a Secretária de Educação Isabel Cristina Bastos Nóbrega Cruz; o Educador Fernando Paixão que, é poeta, escritor e teólogo; representante da Conhecimento Editora, Juliane Oliveira; universitários africanos residentes em Barbalha: Sandra Helena Fernandes, Denise Sofia Garcia e César Augusto Paiva; Secretário de Cultura e Turismo, Antônio de Luna, além de representantes das secretarias de Educação dos municípios de Araripe, Barro, Várzea Alegre e Crato.

O evento foi concorrido com as apresentações de grupos de capoeira, reizado de Congo do mestre Sérgio Lopes e apresentações da cultura africana, através da dança do “Vaco-Vaco”.

Na oportunidade, as escolas Ana Ramalho e Antônio Costa Sampaio, receberam o estante com os livros que fazem parte do Projeto “Balaio Afro – Indígena”, através de suas gestoras. Acompanham o referido projeto nas escolas as Técnicas de 6º e ao 9º Ano da Secretaria de Educação, Adriana de Moura Santos, Maria Idalina Sampaio e Sabrina Peixoto.

O Educador e Teólogo Fernando Paixão disse que esse Projeto que ora lançado em Barbalha, é de fundamental importância, é um resgate da nossa identidade mais profunda. “A cultura afro indígena é que deu o elemento para que o povo brasileiro nascesse e a cultura brasileira se consolidasse”. O educador Fernando Paixão concluiu: “A Prefeitura através da secretaria de Educação quando faz isso, está devolvendo para esse povo, aqueles elementos fundamentais da busca da sua identidade”.

O representante da Conhecimento Editora, Edmilson Júnior parabenizou a Administração pela ousadia e pelo investimento. “As coisas no Brasil são interessantes porque se criam as leis mais não dão condição aos municípios para executá-las, e tem que partir muito de administrações comprometidas e que olha para frente; e a Editora Conhecimento fez uma parceria coma uma prefeitura estruturada e que pensa o que é melhor para os alunos, e esse projeto “Balaio” é riquíssimo e que contempla hoje, 2. 778 alunos da rede municipal de ensino em Barbalha, envolvendo 62 professores nas 17 Escolas contempladas e isso tem uma amplitude grande e vai dar possibilidade ao aluno tanto com a contemplação da Lei, na questão Afra – Indígena, como a questão principal que a leitura e a escrita.

A Secretária de Educação Isabel Cristina disse que já há algum tempo a Educação em Barbalha, vem trabalhando a Lei e agora, finalmente conseguiu tornar um projeto que está acontecendo nas 17 escolas da rede municipal. “Esperamos que as pessoas possam entender o papel de cada um nesse processo de inclusão e de respeito a diversidade”, disse Isabel Cristina enaltecendo ainda a importância do evento parabenizando os professores, gestores escolares e alunos dentro do desenvolvimento da Educação local, buscando sempre mais uma qualidade melhor para os alunos, e como também a Prefeitura em poder promover eventos e oferecer parcerias importantes para o crescimento da Educação.

A vice-prefeita Maria Betilde, disse que a Prefeitura de Barbalha vem desde 2009 vem promovendo eventos sobre a cultura africana e a secretária Isabel Cristina deu continuidade e incrementou o trabalho com aquisição de acervo de livros e outras matérias e isso tem dado um impulso grande, e é de fundamental importância que se trabalhe e incentive as crianças a dar importância as nossas raízes e diversidade cultural.  

Assessoria de Imprensa / PMB



Guimarães quer Cid Gomes no comando do ministério da Saúde ou da Educação

Tendo em vista o desligamento de Cid Gomes do PSB, já confirmado tanto pelo governador como pelo presidente nacional da legenda, Eduardo Campos, articuladores da base de apoio à reeleição da presidente Dilma no Ceará já planejam um posicionamento estratégico para o Ferreira Gomes dentro da gestão do poder Executivo Nacional.

José Guimarães, líder do PT na Câmara, quer que Cid ocupe o Ministério da Educação ou da Saúde. Atualmente, as pastas são comandadas respectivamente por Aloizio Mercadante e Alexandre Padilha, membros e grande prestígio entre os petistas. Mas, dentro das previsões, os cagos poderão ser liberados já que Mercadante é cotado para assumir o comando da coordenação de campanha à reeleição de Dilma e Padilha deverá disputar o governo de São Paulo.

“Pela experiência que ele (Cid Gomes) tem eu acho que deve ir para o ministério da Educação ou da Saúde no próximo ano", afirmou Guimarães, em entrevista ao Portal Estadão.

Questionado sobre a hipótese de Cid assumir uma das pastas ter sido algo pensado dentro do Palácio do Planalto, o petista brincou. "São umas abelhas que me contaram".

O governador, por sua vez, em entrevista ao site Estadão, na semana passada, afirmou que pretende permanecer no cargo até o fim do mandato.

Ainda durante a entrevista, Guimarães chamou de “jogo de cena” a ameaça de desfiliação da ex-prefeita Luizianne Lins do PT cearense, para assumir uma possível candidatura pelo PSB.

Fonte: Ceará News 7



Mauriti (CE): Obras paradas provocam desemprego

A demora na conclusão do processo licitatório que garantirá o retorno das atividades no canteiro de obras da Meta 3N, antigo lote 6 da transposição das águas do Rio São Francisco, neste município, continua gerando transtornos e prejuízos à diversos setores da sociedade local. Os trabalhos foram interrompidos há cerca de dezoito meses. Mais de 1.500 operários foram demitidos gerando déficit na economia do município. O índice de inadimplência cresceu junto às lojas de departamento e eletrodomésticos. Houve redução no número de aluguéis residenciais e comerciais. O setor de alimentos também passou a contabilizar perdas.

"Desde que a obra foi paralisada, todo o comércio do município vem sofrendo com os prejuízos", afirma o comerciante Sinval Argemiro. Proprietário de um mercadinho localizado no Centro da cidade, ele diz que a queda das vendas no estabelecimento foi acentuada após a paralisação das obras. "A economia praticamente estagnou. Se é que não decresceu", pondera.

O comerciante avalia que as demissões resultantes da paralisação das obras também ocasionaram o fechamento de alguns estabelecimentos. "As perdas foram superiores a 40%. Teve gente que havia iniciado uma atividade comercial por causa da transposição. Com a paralisação, vieram as inadimplências. Muita gente não aguentou os prejuízos e acabou fechando", contou.

O índice de desemprego cresceu consideravelmente. A maioria da mão-de-obra existente no município permanece ociosa devido à falta de oferta de vagas no mercado de trabalho. Na cidade não há empresas de grande porte, tampouco indústrias. A situação acabou gerando o êxodo de muitos trabalhadores que, em busca de emprego e oportunidades, migraram para outras regiões. O setor agropecuário também aponta para possíveis prejuízos devido ao atraso nas obras. "Se já tivessem concluído esse canal, a gente estava usando a água para irrigar as plantações. Em vez disso, por causa da seca, os bichos estão morrendo e o legume quase não nasceu", lamenta o agricultor Francisco Genivaldo dos Santos.

Dados da gestão municipal garantem uma perda superior a 70% da safra agrícola deste ano. No ano passado os prejuízos no setor foram próximos aos 90%.

"Com esta paralisação nós estamos atravessando um momento crítico onde as famílias estão vivendo praticamente do Bolsa Família, Bolsa Estiagem e Garantia Safra, programas sociais do Governo Federal", observa a secretária Aparecida Bernardo, que responde pela área do Desenvolvimento Econômico do município. O número de agricultores beneficiados pelo programa Garantia Safra no município é de 4.111pessoas. O valor pago é de R$ 80 em cada uma das sete parcelas distribuídas pelo programa. Já o programa Bolsa Família beneficia mais de 8,5 mil famílias. O volume de recursos pagos injetados no município é de R$ 1,4 milhão por mês.

Embora não saiba precisar o percentual de perda na economia local, devido à interrupção das obras, Aparecida Bernardo diz que os prejuízos são facilmente detectados se comparada à atual realidade do município à época em que os trabalhos vinham sendo realizados no canteiro da transposição. "O desenvolvimento econômico, a circulação dos recursos, inclusive o comércio, era totalmente diferente com o de hoje", conclui.

Na área onde deveriam estar residindo os proprietários de áreas desapropriadas para a construção do canal, na região de Descanso não há atividades. As casas que seriam ocupadas por mais de 80 famílias ainda não estão prontas. A construção das residências já dura três anos. "Está parado. Ainda falta fazer toda a parte elétrica das casas e alguns outros serviços", disse um dos vigias, que pediu para não ser identificado com medo de perder o emprego.

O Ministério da Integração informou que o projeto de integração do Rio São Francisco também possui outro trecho de obra que passa pelo município de Mauriti. Conforme destacou, "está em construção no município à entrada do maior túnel da América Latina para transporte de água, o Cuncas I". Nesta fase, mais de 600 pessoas estariam atuando nas frentes de serviços entre o Ceará e a Paraíba

A pasta também comunicou que as atividades do antigo lote 6 estão suspensas em razão da paralisação unilateral das empresas responsáveis pelo lote. Os serviços que estão suspensos serão retomados com a conclusão do processo licitatório da Meta 3N, que já está em fase final. O Ministério da Integração Nacional prevê a contratação deste trecho (Meta 3N) nos próximos dias.

Conforme o Ministério, com previsão prevista para 2015, as obras do projeto estão em andamento e empregam mais de 6,3 mil trabalhadores. Quatro trechos de obra funcionam 24 horas por dia em São José de Piranhas (PE), Salgueiro (PE), Cabrobó (PE) e Jati (CE).

Também destaca que neste ano, o ritmo da obra voltou a ser acelerado. Sendo mais de 2,3 mil novos postos de trabalho abertos neste ano. As novas contrações são fruto das ordens de serviço emitidas pela pasta nos últimos meses. Ao todo, foram assinadas 11 ordens de serviço para o projeto, que tem 1,8 mil máquinas em funcionamento.

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR 

Fonte: Diário do Nordeste



6 coisas que você precisa saber sobre cremes dentais

Quem de nós nunca ficou em dúvida sobre qual creme dental comprar quando se deparou com aquela infinidade de opções disponíveis nas prateleiras? Pois é. Pode não parecer, mas escolher o creme dental ideal pode ser uma tarefa complicada e, acima de tudo, confusa.

As embalagens trazem muitas informações, a lista de ingredientes é enorme, existem muitos sabores e texturas diferentes e sempre acabamos perdidos no meio de tantas opções. Para nos ajudar a conhecer melhor os cremes dentais e, assim, não ter mais dificuldades na hora de escolher ou usar o produto, o Mother Nature Network preparou uma lista com dicas imperdíveis. Confira as informações e garanta um sorriso muito mais bonito:

1. Aposte no fluoreto
Quando vamos conferir os ingredientes dos cremes dentais, aquela lista de nomes esquisitos é desanimadora. Porém, independente da sua necessidade – controle de tártaro, clareamento, hálito fresco etc. –, os especialistas são unânimes ao dizer que o fluoreto é um dos princípios fundamentais do produto. De acordo com a Academy of General Dentistry (ADA), dos Estados Unidos, escovar os dentes com pastas com fluoreto duas vezes ao dia é o suficiente para reduzir o aparecimento de cáries em 40%.

2. Cremes clareadores fazem efeito (até um certo ponto)
Desde o lançamento dos primeiros cremes dentais com efeito clareador, profissionais e consumidores passaram a questionar o resultado prometido por esses produtos. A verdade é que eles podem melhorar o aspecto dos seus dentes, mas não alcançarão o efeito de um tratamento realizado em consultório com o auxílio de um profissional.

“Cremes dentais clareadores – como todos os outros cremes – contêm abrasivos suaves que ajudam a remover as manchas da superfície dos dentes. No entanto, o formato das partículas usadas nos cremes branqueadores é modificado para que elas limpem melhor, então você vai ver uma diferença notável na aparência dos seus dentes”, explica o Dr. Clifford Whall, diretor da American Dental Association. O profissional ainda ressalta que os cremes não contêm descolorantes, o que faz com que seja impossível clarear os dentes drasticamente.

3. Menos é mais
Embora as propagandas sempre mostrem que é preciso uma escova com as cerdas cheias de pasta de dentes para conseguir um sorriso mais limpo e bonito, os especialistas indicam que uma pequena quantidade do produto é suficiente para cuidar da sua boca adequadamente. “Tudo o que você precisa é uma quantidade de creme dental do tamanho de uma ervilha”, revela E. Jane Crocker, presidente da Massachusetts Dental Hygienists’ Association. Economizar na quantidade de creme utilizada em cada escovação ainda garante que o tubo dure por muito mais tempo!

4. Escovar corretamente é fundamental
Mais importante do que comprar uma escova de última geração e o creme dental mais caro que você encontrar é saber escovar seus dentes de maneira adequada. Para isso, o Dr. Whall explica: “Para escovar os dentes corretamente, você precisa posicionar a escova em um ângulo de 45° para que algumas cerdas passem entre os dentes e as gengivas. Faça pequenos movimentos circulares nessas áreas e continue no restante dos dentes. Esse processo completo deve levar de um a dois minutos”.

5. Os ingredientes dos cremes dentais podem surpreender você
Como comentamos anteriormente, aquela lista enorme de nomes que nunca ouvimos falar pode causar arrepios. Inclusive, o MegaCurioso conta com um artigo bastante detalhado que explica a função de cada um dos compostos presentes nos cremes dentais. Mas nunca é demais lembrar que algas marinhas são utilizadas como espessantes, detergentes (como o lauril sulfato de sódio, por exemplo) são os responsáveis pela espuma e glicerina, que é um ingrediente de origem animal, confere textura e evita que o produto resseque. Segundo o ADA, todas essas substâncias são seguras para o uso.

6. Creme ou gel: o que é melhor?
Você já deve ter ouvido diversas opiniões sobre qual tipo de pasta é melhor para cuidar dos seus dentes. Pois saiba que para os especialistas as duas apresentações do produto se igualam na hora de limpar e proteger sua boca. “Além do sabor, da textura e da sensação que traz, não existem maiores diferenças entre as formas. Eu acho que é uma questão de preferência pessoal, que pode ser descoberta através de tentativa e erro”, finaliza Crocker.

Fonte: Mega Curioso



Crato (CE): Dom Fernando Panico diz que polêmica está superada

Em meio a uma crise que envolve o seu nome, o bispo dom Fernando Panico, da Diocese do Crato, a partir da próxima segunda-feira, sai do Cariri com destino a Roma, com duas missões importantes para a Igreja. A primeira delas, entregar uma farta documentação relacionada à causa da beatificação de Benigna Cardoso, assassinada aos 13 anos, em Santana do Cariri, para defender a castidade. A reabilitação do Padre Cícero é outro ponto. Para isso, deverá participar de audiências com o papa Francisco para tratar do assunto. Ele se defende das denúncias que têm sido feitas ao seu respeito, ao ressaltar que existe uma campanha midiática e com acusações repetitivas, mas que o caso já está superado.

A questão envolve principalmente causas administrativas da Diocese, como a venda de imóveis pertencentes à Igreja. Segundo o bispo, a situação já está sanada e justifica que houve erro administrativo. O sacerdote chega a pedir perdão aos inquilinos. O bispo rebate os números que vêm sendo divulgados de forma constante relacionados à venda de casas e prédios comerciais da Igreja. Segundo ele, desde que assumiu a Diocese, há 12 anos, teve que vender os 25 imóveis, mas não chegou a tomar conhecimento da forma como foi feita a negociação por agentes imobiliários que realizavam os serviços para a Diocese. O erro, segundo ele, foi os inquilinos não terem tido a preferência e nem tão pouco serem comunicados. O caso gerou revolta dos moradores, que chegaram a fazer manifestação nas ruas da cidade.

Depoimento
Dom Panico esteve na Delegacia Regional de Polícia do Crato, na última sexta-feira, para prestar depoimento sobre acusações relacionadas à sua pessoa, num possível caso de estelionato, por a Diocese estar recebendo aluguéis das casas já negociadas com terceiros. Segundo o chanceler da Cúria Diocesana, Armando Rafael, houve um acordo com os compradores, por conta da crise financeira da Igreja, que atualmente tem uma folha alta. O bispo disse que foi à delegacia se defender como cidadão e responder ao inquérito que foi levantado contra a sua pessoa. "Não sei porque essa questão foi dirigida para a minha pessoa, e não para a entidade jurídica, como se eu fosse o vilão da história", disse.

O bispo, nesse momento, não tem se reservado em dar esclarecimentos em relação a todas as afirmações que têm sido feitas ao seu respeito. "Tenho procurado ser forte na oração. Toda essa onda de acusações, sistematicamente repetidas, e como se não bastasse, os opositores se encarregam de gastar muito dinheiro além do necessário, de fazer uma propaganda minando a minha pessoa. Posso ficar abalado, e senti aquele desgosto, pesar. De noite não consigo dormir como antes. Acordo de madrugada e entrego tudo a Deus. Rezo o meu terço pelas duas da madrugada. Se o sono não voltar, começo a trabalhar", diz.

O ecônomo Diocesano, padre Joaquim Ivo dos Santos, disse que o Ministério da Educação (MEC) fez várias exigências para serem cumpridas nos últimos anos, junto à Faculdade Católica, como a compra de vários equipamentos e modernização do espaço. Isso como um dos pontos para justificar os compromissos assumidos pela Igreja e a crise financeira que a instituição tem atravessado nos últimos anos. Ainda justifica altas folhas de pagamento de professores, padres aposentados da Diocese, que têm que ser cumpridas, além do patrimônio administrado, além do Seminário São José, com atualmente 70 alunos. Atualmente, segundo ele, a folha de despesas chega a cerca de R$ 200 mil, com uma receita de R$ 120 mil. O padre justifica o déficit que vem sendo administrado, no intuito da situação ser solucionada e destaca os benefícios gerados durante a gestão do atual bispo, que até hoje foi, segundo ele, o que mais ordenou padres. Foram 50 até agora.

Instituição sagrada
O bispo disse que, durante o depoimento na delegacia, reconheceu a falha administrativa, na hora da venda dos imóveis. "Antes de tudo tenho que desmascarar a hipocrisia de quem está mentindo e insiste, para confundir a opinião do povo e jogar lama sobre uma instituição sagrada, como é a Igreja". Conforme o bispo, foram vendidas 25 casas e não 65 ou 52, como tem divulgado a mídia. Para ele, isso tudo tem parecido até um jogo, de ganha quem dá mais.

A falha maior dentro dessas negociações, diz ele, foi de não ter havido a comunicação aos inquilinos, dando-lhes preferência. "Reconheço e me penalizo por isso, apesar de não ter sido eu quem causou esse transtorno. Temos o departamento da imobiliária que cuida dos bens da nossa Diocese. Eles sabem as regras e conhecem as leis próprias dos inquilinos dos imóveis. Como bispo não tenho a obrigação de entender de tudo", disse, ao acrescentar que só assinou acreditando que tudo estava correto, pela confiança que teve dos seus colaboradores. "O meu pecado foi excesso de confiança e peço perdão aos inquilinos que se sentiram ofendidos, mas podem ter certeza que já reparei o erro, o pecado, e me confessei publicamente", afirma.

As outras 11 casas não foram readquiridas, segundo o chanceler da Cúria Diocesana, por não haver mais condições de reavê-las. Eram casas mais antigas e estavam bastante deterioradas. Mas, segundo o bispo, o problema esteve relacionado a sete imóveis, o que ele chama do "pivô da revolta". Ele se restringe a dizer que esse trato administrativo é um assunto interno, e que a Diocese não é uma prefeitura, uma entidade pública. "Não há necessidade de tanta propaganda de uma negociação que responde às causas internas e a Diocese tem despesas grandes para enfrentar. Compromissos que não podem ser adiados, e podem gerar uma grande dívida, como de fato gerou", explica.

Dom Panico ressalta o apoio que tem sentido dos fíéis, nas comunidades. "Sinto o calor humano, o afeto do povo. Na Hora da Graça, no Santuário dos Franciscanos, me senti como se estivesse circundado de uma forte pressão positiva, de pessoas me dizendo para ser forte e não desanimar", ressalta. "Se existe na Igreja uma discordância com o meu pastoreio, dou o direito aos que não concordam. Agora dizer que existe uma abaixo-assinado com 52 assinaturas, dizendo que querem que eu seja expulso da Diocese, essa é uma afirmação gratuita, feita por pessoas que não são amantes da verdade".

Viagem a Roma
O bispo Dom Fernando Panico irá entregar pessoalmente no Vaticano, junto com o postulador da causa, o monsenhor Vitaliano Matiolli, à Congregação dos Santos, o processo Diocesano em prol da beatificação Benigna Cardoso, de Santana do Cariri, podendo se tornar o primeiro caso de beatificação do Ceará. A finalização da fase diocesana do processo foi anunciada no último dia 8. Já em relação ao Padre Cícero, são muitos fatos que estão sendo avaliados, diante de toda a história de vida do sacerdote. A documentação apresentada em 2006, pela Comissão de Reabilitação, para a Congregação da Doutrina da Fé está sendo avaliada minuciosamente.

Na Cúria Diocesana, ficará um caixote lacrado com os selos, com a mesma documentação relacionada ao processo de Benigna. Só poderá ser aberto com autorização do bispo. "Lá será avaliada com detalhes minuciosos e ver se a morte de Benigna poderá ser vista como um martírio. Caso isso ocorra, já é dispensado o milagre. Não tem maior prova de amor a Jesus, do que morrer por causa dele. E isso é uma questão de tempo para o reconhecimento do papa, pela beatificação de Benigna, e designar o dia para isso acontecer". Para o bispo, por ser um caso tão evidente e singelo, não deverá demorar muito tempo.

Padre Cícero
Dom Panico disse que tem acompanhado constantemente o caso voltado à reabilitação do Padre Cícero. Semana passada, ele recebeu uma carta do Vaticano, da Secretaria da Doutrina da Fé, certificando que o processo está sendo estudando, mas não se pode prever um período para conclusão. Essa carta, segundo o bispo, tem uma razão por conta da solicitação que fez em maio ao Vaticano, reforçando o pedido para a conclusão dessa fase.

Ele também destaca dois momentos em que esteve com o papa Francisco, para abordar o assunto, tanto no Rio de Janeiro, mais recentemente, durante o período da Jornada Mundial da Juventude, e num breve encontro na Praça de São Pedro, no Vaticano, depois da audiência geral das quartas-feiras. Segundo o sacerdote, o papa demonstrou interesse de saber mais a respeito do Padre Cícero. "Quero ter um encontro mais prolongado e tranquilo com o papa. Espero ter essa possibilidade", diz ele.

"Creio que irá gostar muito de conhecer o Padre Cícero", completa o bispo.

Mais informações
Cúria Diocesana
Rua Teófilo Siqueira, 631- Centro
Município do Crato - Cariri
Telefones: (88) 3523.7819 / 3521.1110

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste


Barbalha (CE): Médico abalroou poste com sua Hilux e morreu na estrada

O médico Sebastião Pereira Cruz Neto, que no último dia 30 de agosto completou 33 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira em um acidente no Km 42 da CE-293 rodovia que liga os municípios de Missão Velha e Barbalha. Ele residia na Rua Elisiário Gomes Leitão, 23 (Centro) de Missão Velha e estava vindo na direção de Juazeiro do Norte quando aconteceu o acidente.

Segundo o Sargento Ferreira da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o jovem médico trafegava em uma reta quando perdeu o controle do seu veículo Toyota Hilux CD 4x4 de cor cinza e placas MXE-2609, inscrição de Missão Velha. O carro chocou-se violentamente contra um poste da rede de energia elétrica e ficou bastante destruído causando a morte no local do recém-formado profissional de saúde que viajava sozinho.

O acidente aconteceu por volta das 03h30min de hoje à altura do município de Barbalha e não houve testemunhas. O barulho da batida foi ouvido a uma certa distância por conta do silêncio da madrugada. A polícia foi avisada e, imediatamente, esteve no local, mas Sebastião já tinha morrido em virtude da gravidade dos ferimentos. O corpo foi trazido para necropsia no IML de Juazeiro. Ele prestava seus serviços à saúde pública de Missão Velha.

Demontier Tenório

Foto: Arquivo Pessoal

Fonte: Miséria



Crato (CE): Secretaria de Agricultura realiza cadastramento do seguro safra

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Recursos Hídricos do Município do Crato deu início ao trabalho de cadastramento do Programa Garantia Safra 2013/2014, juntamente com o Conselho Municipal de Desenvolvimento Social (CMDS), Sindicato dos Trabalhadores Rurais e EMATERCE. O cadastramento está sendo feito por distrito e localidade até o dia 2 de outubro.  
                                     
Anualmente o Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA lança o Plano Safra da Agricultura. Composto por um conjunto de políticas públicas, o Plano Safra – 2013/2014 qualifica e articula os instrumentos construídos e conquistados pelo setor que produz a maior parte dos alimentos consumidos pelos brasileiros, a agricultura familiar.

No dia 25 foram cadastrados os distritos de Dom Quintino e Bela Vista. No dia 26, foi a vez dos distritos Santa Rosa e Baixio das Palmeiras.

Nessa sexta-feira, 27, a secretaria estará cadastrando o distrito de Ponta da Serra I, nas localidades Palmeirinha dos Britos, Malhada, Umburana, Gonçalo, Jaburu, Juá, Sede, Palmeirinha dos Vilar, Altos, Pai Mané, Vila Vitório, Monte Alegre, Vila São Francisco, Rodeador e Lagoa Rasa.

Na próxima terça-feira, 1º de outubro, será feito o cadastramento dos distritos de Ponta da Serra II, nas localidades de Campo Alegre e Belmonte. Os trabalhos serão finalizados no dia 2 de outubro nos distritos de Santa Fé e Monte Alverne.

Assessoria de Imprensa / PMC



F-1: Barrichello surge como opção na equipe Sauber

Nos últimos dias, no agitado paddock da F1, surgiram rumores de que o brasileiro Rubens Barrichello, atualmente piloto da Stock Car no Brasil e comentarista de TV, pode estar negociando seu retorno à categoria. O veterano, de 41 anos de idade, estaria na alça de mira da equipe Sauber para a temporada de 2014.

A equipe suíça está preocupada com o próximo campeonato. Mais precisamente, com a falta de experiência de seus pilotos no próximo ano. Com a provável saída de Nico Hülkenberg, a equipe contaria apenas com a juventude de Esteban Gutierrez [22] e de Sergey Sirotkin [18] para desenvolver o carro cheio de mudanças em 2014.

Brasil na F1
Rubens Barrichello seria muito bem vindo neste sentido. Além disso, o todo-poderoso Bernie Ecclestone vê com bons olhos o retorno de Rubens. O dirigente trabalha para o Brasil não ficar sem representantes na categoria em mais de 43 anos.

Ecclestone vem trabalhando também na permanência de Felipe Massa, demitido da equipe Ferrari neste mês e ainda sem equipe para a próxima temporada.

De acordo com a publicação alemã Auto Motor und Sport, Barrichello estaria pronto para desembarcar na Sauber com uma soma de alguns milhões de euros de seus patrocinadores pessoais – já que o time suíço vive um momento de crise orçamentária [como a maioria das equipes na F1].

“Eu só preciso treinar o meu pescoço”, teria declarado Rubens. “Então posso correr já amanhã”, falou.

Fonte: Amigos da Velocidade / UOL



Cid Gomes deixa PSB e leva 500 filiados

Apesar de dada como certa por aliados e por notícias que circulavam nos bastidores há alguns dias, a saída do governador Cid Gomes do Partido Socialista Brasileiro (PSB) só foi confirmada ontem à noite, após reunião com os diretórios municipais da legenda. Juntamente com o chefe do Executivo estadual, saem aproximadamente 500 filiados da sigla no Ceará, dentre os quais o secretário da Saúde, Ciro Gomes, o prefeito Roberto Cláudio, dez deputados estaduais, quatro federais, além de prefeitos e vereadores cearenses.

A expectativa é de que o grupo que deixa o PSB, acompanhando a decisão do governador Cid, migre para o recém-criado Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Por se tratar de uma legenda nova, os riscos de questionamento dos mandatos - sob alegação de infidelidade partidária - não existirão. O futuro da caravana comandada por Cid Gomes só será definido na terça-feira à noite, após outro encontro convocado com todos os diretórios municipais.

Convites
De acordo com o governador cearense, além do PROS, também formalizaram convites para o chefe do Executivo estadual o PP, PCdoB, PDT e PSD. O prefeito Roberto Cláudio conversa hoje com o presidente nacional do PDT, ex-ministro Carlos Luppi, sobre a possibilidade de filiação do governador Cid Gomes e todos os seus liderados. No sábado, Cid conversará com o presidente do PROS, Eurípedes Júnior. Representantes dos demais partidos que apresentaram propostas também serão ouvidos.

Mesmo evitando definir o rumo dos dissidentes do PSB, os parlamentares presentes fizeram questão de frisar a segurança jurídica como um dos pontos determinantes para a escolha do novo destino. Seguindo essa lógica, o PROS é o rumo mais viável, embora o governador Cid Gomes tenha afirmado que o secretário de Educação de Fortaleza, Ivo Gomes, irmão dele, chegou a comentar que a melhor opção seria o PDT. O mesmo comentário chegou a ser repetido por outros deputados.

Questionado pelo Diário do Nordeste se as possibilidade reais de filiação seriam o PDT e o PROS, Cid desconversou: "é você quem está dizendo". Após a entrevista, ele chegou a ressaltar algumas dificuldades encontradas nos municípios, dentre as quais o total desconhecimento do PROS ou a apropriação da legenda por pessoas que faziam oposição ao grupo do PSB naquelas cidades. "Nós queremos atenuar os riscos de perda de mandato. O próprio presidente do partido sinalizou que a saída coletiva não é um ato de infidelidade partidária, mas sim de mudança de visão do partido que nós não concordamos", justificou.

Ciro Gomes também foi econômico nas palavras e evitou falar de sua predileção por uma das siglas. "Delegou-se ao governador Cid Gomes a faculdade de abrir as portas, tabular os entendimentos que restarem prudentes juridicamente, corretos politicamente e coerentes programaticamente o máximo possível, porque nós temos que chegar com humildade". E complementou: "Eu não tenho nenhuma preferência. Quero caminhar solidário ao governador Cid em qualquer que seja o seu caminho".

Na ocasião, o atual secretário da Saúde também alfinetou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que é presidente nacional do PSB. "Na minha mente, é tão imprudente o projeto pessoal que orienta o Eduardo Campos que o partido, o PSB, vai definhar", criticou.

Interferência
Sobre a interferência da presidente Dilma Rousseff na troca partidária, Cid Gomes justificou que tem atualizado a chefe do Executivo nacional dos encaminhamentos tomados pelo grupo vinculado a ele no Ceará, mas alegou que ela não chegou a sugerir qualquer filiação ao PT nem a outros partidos. No entanto, o governador cearense garantiu que Dilma sinalizou que quer manter o ex-ministro Leônidas Cristino à frente da Secretaria Nacional dos Portos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Albuquerque, viaja hoje a Recife para entregar as fichas de desfiliação do partido, que podem ultrapassar os 500 filiados. Conforme lembrou Cid Gomes, o presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, assegurou que assinaria um termo de anuência a todos os vereadores, prefeitos e deputados para evitar quaisquer questionamentos da Justiça. "Quem pode alegar infidelidade partidária se o próprio partido está negando?", questionou.

Segundo Cid, tanto ele como Ciro Gomes devem marchar juntos para o mesmo partido que os deputados e prefeitos, independentemente da sigla. "O que nós pactuamos aqui é que caminharemos juntos. Existem algumas alternativas com as quais estamos conversando. É fundamental que a gente mantenha esse partido unido", garantiu. As mudanças partidárias devem ser feitas até 5 de outubro. Cid Gomes afirmou que a filiação à nova legenda será feita na próxima quarta-feira.

Expectativa dos atuais aliados
Os primeiros a chegarem ao Hotel Vila Galé, na Praia do Futuro, em Fortaleza, foram prefeitos e vereadores do Interior do Estado, os quais foram seguidos por deputados estaduais e federais e por outras lideranças do PSB. Além dos filiados ao partido ligados ao governador Cid Gomes, a reunião contou com a presença de ex-secretários estaduais e de parlamentares de outras legendas aliadas ao chefe do Executivo Estadual que demonstram interessem em se filiar ao novo partido indicado por Cid.

Apesar de a reunião estar marcada para 19h, o governador só chegou ao local por volta das 20h15. Ele estava acompanhado do presidente da Assembleia , José Albuquerque; do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; do ministro dos Portos, Leônidas Cristino; do ex-secretário da Fazenda, deputado estadual Mauro Filho; e do secretário estadual da Saúde, Ciro Gomes. Cid justificou o atraso, alegando que estava no enterro do tio dele, o ex-deputado Vicente Antenor Ferreira Gomes, em Itapipoca.

Durante o caminho do carro ao salão onde o encontro aconteceu, Cid, Ciro, Roberto Cláudio e Mauro Filho foram os mais assediados pela imprensa, que perguntava principalmente qual o destino do grupo. Apenas Cid deu poucas declarações, mas nada adiantou. Já Ciro evitou falar com os repórteres, alegando que nada ainda estava decidido. No caminho, alguns parlamentares, como o deputado estadual Osmar Baquit (PSD), e filiados abordaram integrantes da comitiva para cumprimentá-los.

Precipitado
Pouco antes da chegada de Cid, por volta das 20h, o vice-governador, Domingos Filho (atualmente sem partido, após deixar o PMDB), chegou ao evento sozinho e foi recebido pelo seu filho, Domingos Neto, e por outros políticos que esperavam a chegada do governador. À imprensa, ele afirmou que vai seguir junto com Cid para o partido que ele indicar. Indagado se irá concorrer ao Governo do Estado em 2014, disse que tem vontade, mas julga ser "precipitado" discutir se a candidatura é viável ou não no momento.

Com a chegada do governador, o Domingos Filho seguiu na comitiva até a sala do encontro. O espaço, contudo, era muito pequeno, o que fez com que muitos filiados tivessem que ficar do lado de fora da sala. Muitos só conseguiram entrar após a saída da imprensa, a pedido do governador e de alguns filiados, os quais alegaram que a reunião era interna. Cid pediu que os repórteres deixassem o local após responder algumas perguntas dos repórteres.

O encontro começou por volta das 20h30. Após cerca de 10 minutos do início, o deputado Mauro Filho deixou a reunião, alegando que iria a um casamento de um familiar apenas "se desculpar por não poder ser padrinho" e que retornaria em 30 minutos. O ex-secretário retornou ao evento antes do fim.

Filiação
Muito antes de o governador e o vice chegarem ao hotel, o ex-secretário da Segurança Pública, coronel Francisco Bezerra,chegou discretamente à reunião. Ao Diário do Nordeste, ele afirmou que foi para o encontro, pois vai se filiar ao novo partido indicado por Cid. De acordo com ele, o governador o teria convidado, na época em que deixou a secretaria, a se filiar ao PSB para concorrer a uma vaga de deputado estadual em 2014. "Já me sinto parte da política, mesmo sem ser filiado", comentou.

Outro ex-secretário de Cid que também esteve no evento foi o ex-titular do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), Paulo Henrique Lustosa, o qual está como suplente de deputado federal, na vaga deixada por Domingos Neto. Ao Diário do Nordeste, Lustosa confirmou que vai sair do PMDB nos próximos dias e se filiar ao novo partido indicado por Cid. Segundo ele, o principal motivo é falta de "espaço partidário" dentro do PMDB.

Lustosa comentou que tomou a decisão após conversar, na semana passada, com o senador Eunício Oliveira, presidente estadual da legenda; com Cid e com Domingos Filho. Ele lembrou que, como é apenas suplente, não corre o risco de ter o mandato questionado pelo PMDB. O ex-gestor fez questão de ressaltar que não tem restrições a candidatura de Eunício, mas que defende a ideia de manter a unidade. "Ele por até ser candidato, mas desde que seja com o aval do governador", frisou.

Outros partidos
O deputado estadual Hermínio Resende (PSL) e o suplente de deputado estadual Mailson Cruz (PRB) também estiveram no hotel e comentaram que vão trocar seus respectivos partidos pela nova legenda indicada por Cid. Também presentes no evento, os deputados Osmar Baquit e o vice-líder do Governo na Assembleia, Júlio César Filho, afirmaram que não pretendem mudar de partido e que estavam no local "apenas para apoiar".

Incerteza
Antes do início da reunião, o clima entre parlamentares, prefeitos e outros aliados era de incerteza em relação ao novo partido que o grupo deve se filiar. A maioria dos ouvidos pelo Diário do Nordeste disse não saber de nenhuma informação privilegiada, mas apostou na filiação ao PROS, sobretudo, aqueles que pretendem disputar algum cargo nas próximas eleições, já que a mudança para o novo partido dá a segurança de que não terão o mandato questionado.

Mesmo o governador tendo declarado que Eduardo Campos teria assumido compromisso de não questionar os mandatos, a maioria dos parlamentares se mostrou preocupada com a possibilidade de o Ministério Público ou dos suplentes reivindicarem. Apesar das apostas na filiação ao PROS, quase todos os aliados confessaram não conhecer a nova legenda, deixando claro que a saída do PSB se trata apenas de uma "acomodação política", diante das divergências entre as direções estadual e nacional do partido. 

Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Prefeito Ronaldo Sampaio confirma vinda de novas empresas para o município

O prefeito do Crato Ronaldo Sampaio participou de um almoço hoje quando discutiu a vinda de novas empresas para o Município. No encontro os empresários entregaram a carta de intenção para instalar duas distribuidoras de alimentos,  uma transportadora e uma microcervejaria no município.

A carta vai agora para a Procuradoria-geral do Município e ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico. Após analise  e aprovação segue projeto para a Câmara Municipal para doação dos terrenos onde as empresas se instalarão, no Bairro Barro Branco.

Segundo o prefeito Ronaldo a gestão municipal está trabalhando para viabilizar áreas e projetos para  trazer para o Crato novas empresas nos setores de serviços, comércio e indústria.

No almoço marcaram presença a primeira-dama Gilvânia Gomes de Mattos, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município,  Venâncio Saraiva, o gerente do Banco do Nordeste em Crato, Albery Viana e os representantes das empresas a serem instaladas.

Assessoria de Imprensa / PMC



“EUA não vão parar de espionar e não pedirão desculpas”, diz chanceler

Quatro dias antes de a presidente Dilma embarcar para Nova York, onde na última Terça-feira fez discurso ferrenho contra a espionagem americana no Brasil, o novo chanceler Luiz Alberto Figueiredo a colocaria numa saia-justa na ONU se suas falas vazassem oficialmente.

Na semana passada, Figueiredo deu mostras da impotência do Governo diante da situação e de que a indignação da presidente não vai passar do discurso.

‘(Os Estados Unidos) não vão parar de espionar, vão continuar, e não vão pedir desculpas’, disse Figueiredo em reunião sigilosa com oito deputados federais, em seu gabinete no Itamaraty.

Os deputados são membros ativos da Comissão de Relações Exteriores que visitaram o chanceler a seu pedido, após convite para ele ir à Câmara, do qual declinou. O encontro foi inédito nas relações entre o MRE e o Congresso, e Figueiredo marcou um ponto positivo, segundo parlamentares, porque se blindou.

Estavam na reunião o presidente da Comissão de Relações Exteriores, Nelson Pellegrino (PT-BA), e os integrantes Perpétua Almeida (PCdoB-AM), Carlos Zarattini (PT-SP), Hugo Napoleão (PSD-PI), Cláudio Cajado (DEM-BA), Eduardo Azeredo (PSDB-MG), Mendonça Filho (DEM-PE) e Alfredo Sirkis (PV-RJ).

O chanceler Luiz Figueiredo só vai se aproximar dos deputados. O Itamaraty não quer conversa com a comissão no Senado. Está revoltado pelo apoio do senador Ricardo Ferraço (PMDB), presidente da Comissão de Relações Exteriores, ao diplomata Eduardo Saboia, na fuga do senador Roger Molina para o Brasil.

Em nota enviada à coluna, o Itamaraty informou que ‘não tece comentários sobre declarações emitidas em reunião privada.

Fonte: Coluna Esplanada / UOL



Esporte: Estádio O Inaldão está liberado pelo Ministério Público

O Estádio Municipal de Futebol Dr. Antônio Lyrio Callou “O INALDÃO” em Barbalha está liberado pelo Ministério Público, a Raposa da Terra dos Verdes Canaviais já pode botar o seu terno tricolor e atuar nos seus domínios com o apoio do torcedor barbalhense, torcedor esse que aguardava essa liberação com muita ansiedade para ver o seu time jogar em casa.

O pesadelo dos últimos quatro anos sem jogar no Estádio “O Inaldão” já é coisa do passado, porque o presente mostra a cara de um novo Estádio de Futebol, com grande transformação dentro dos padrões exigidos pelo Estatuto do Torcedor.

O Estádio de Futebol “O Inaldão”, após grande reforma seguindo o projeto de modernização para as disputas de competições oficiais, ganhou rampa de acesso para cadeirante nas arquibancadas e nos banheiros, divisão de arquibancadas denominadas de mandante e visitante, a instalação de 12 extintores para qualquer eventualidade de incêndio, área para atendimento ambulatorial, cobertura das cadeiras cativas em frente às cabines de rádio, grades metálica para proteção ao torcedor nas arquibancadas, portão para saída de emergência para a Avenida Julis Rimet, acesso para ambulância, vestiários para arbitragem com divisão para homem e mulher, e vestiários para as equipes de futebol obedecendo aos critérios exigidos pelas regras do Estatuto do Torcedor.

Nos últimos dias a direção do Barbalha Futebol Clube, a comissão técnica, os jogadores, os diretores da Liga Desportiva Barbalhense e o secretário da Juventude e Esporte, viveram grande ansiedade com a aplicação dos laudos da Vigilância Sanitária, da Polícia Militar, do CREA e do Corpo de Bombeiros.

O último laudo a ser homologado foi do Corpo de Bombeiros, e com ele, veio o reconhecimento e aprovação da Federação Cearense de Futebol, que por com seguinte, chegou ao Ministério Público e logo foi dado o aval liberando o Estádio “O Inaldão” para os jogos do Barbalha Futebol Clube.

Apoio 100%
Vale ressaltar que o Prefeito Municipal de Barbalha, Zé Leite, cumpriu irrestritamente o apoio em 100% do projeto de reforma do Estádio de Futebol “O Inaldão”, sem esse apoio certamente o Inaldão estaria ainda de portões fechados.

Grande baluarte
O Secretário da Juventude e Esporte de Barbalha, Jorge Luiz de Farias Fernandes Távora (popular Bacalhau), foi o grande baluarte do projeto de reforma do Estádio de Futebol “O Inaldão”, ele, foi um verdadeiro trator de esteira rompendo as barreiras que obstruíram nos últimos quatro anos os caminhos do futebol profissional barbalhense dentro do Inaldão.

Missão cumprida
Hoje, com a liberação do Inaldão pelo Ministério Público, é visível no semblante do Jorge Luiz, que o compromisso foi honrado, que o dever está cumprido, que agora falta apenas ver o Barbalha Futebol Clube jogando no Estádio Municipal de Futebol Dr. Antônio Lyrio Callou “O Inaldão”.

E ver o Barbalha Futebol Clube jogando no Estádio “O Inaldão” já está muito próximo, pois a Federação Cearense de Futebol, já oficializou o jogo Barbalha e Crato para as 20 horas do dia 03 de outubro, e as 16 horas do dia 04 de outubro a partida Barbalha e Guarani de Juazeiro do Norte, as duas partidas valendo pela Fares Lopes.

Foto e reportagem: Silva Neto

Fonte: Diário do Cariri



Ibope: Dilma tem 38% das intenções de voto contra 16% de Marina

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (26), encomendada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" apontou que a presidente Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto na corrida presidencial. A ex-senadora Marina Silva (sem partido) aparece em segundo lugar, com 16% das intenções.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) tem 11% e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), aparece com 4%. A taxa de eleitores que disseram que irão votar nulo ou em branco é de 15%. Outros 16% não souberam responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 16 de setembro e ouviu 2.002 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No cenário com o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), o quadro pouco se altera. Dilma cai para 37%, Marina e Campos mantêm os mesmos percentuais 16%, e o tucano aparece com 12% das intenções.

A presidente ampliou a vantagem que tinha aos adversários na comparação com pesquisa feita em julho pelo Ibope, também sob encomenda do Estado de S. Paulo. Na ocasião, Dilma tinha 30% das intenções, Marina 22%, Aécio 13% e Eduardo 5%.

Segundo turno
Na simulação de um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, a presidente venceria a adversária por 43% a 26% --na pesquisa de julho, feita logo após a onda de protesto que se espalhou pelo país, a petista tinha 35%, contra 34% da ex-senadora. Dilma também venceria Aécio (45% a 21%) e Eduardo (46% a 14%).

Fonte: UOL



Juazeiro do Norte (CE): Zé de Amélia faz pronunciamento na Câmara e entrega esquema de Antônio de Lunga

A Câmara de Juazeiro do Norte, durante sessão ordinária dessa quinta-feira (26), foi palco de um pronunciamento bombástico. O vereador Zé de Amélia Júnior (PSL), usou espaço no grande expediente para fazer várias denúncias contra o presidente afastado, vereador Antônio de Lunga (PSC).

Segundo Zé de Amélia, o presidente afastado cometeu vários crimes durante sua gestão, entre eles, fraude na prestação de contas da Câmara, desvio de dinheiro público para pagar financiamento de topiques e caminhões de propriedade particular, desvio de repasse do imposto de renda, que somados chegam a R$ 220 mil reais.

O vereador denunciante destacou ainda que a gestão de Antônio de Lunga deu calote na Previdência Municipal (PREVIJUNO), em mais R$ 92 mil. Denunciou ainda o sumiço de um carro, modelo stilo, marca fiat, pertencente a Câmara.

O pronunciamento do vereador, e ex-presidente da Câmara, Zé de Amélia, veio após denuncia crime contra sua gestão, feita junto a Polícia Civil, pelo presidente afastado, Antônio de Lunga, na tarde de ontem, quarta-feira (25).

Madson Vagner



Foto: Michel Dantas / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Site pró-Dilma que associou Barbosa a macaco é motivo de constrangimento para Planalto

Um site que promove a presidente Dilma Rousseff na internet desde 2008 virou fonte de constrangimento para o Palácio do Planalto nos últimos dias, ao associar o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, à imagem de um macaco.

A associação foi feita há uma semana pelo Blog da Dilma para ilustrar um artigo do ex-deputado federal pelo PT Luiz Eduardo Greenhalgh sobre o julgamento do mensalão. A ilustração era composta por um macaco sorridente em primeiro plano, Barbosa ao fundo e uma legenda: "Ainda vai Barbosinha? kkkkk".

O episódio foi criticado nas redes sociais por pessoas que consideraram a associação racista com Barbosa, que é negro. Após cinco dias no ar, a imagem foi substituída por uma foto do próprio Greenhalgh e o site divulgou um texto intitulado "Racismo não".

Assinado pela enfermeira Jussara Seixas, uma das editoras do site, o artigo não fez referências à ilustração, mas soou como resposta à controvérsia nas redes sociais. "Racismo, preconceito e intolerância são o câncer da humanidade", escreveu Jussara.

O governo procurou ficar longe da confusão. "O único blog vinculado com a presidenta Dilma ou com a Presidência da República é o Blog do Planalto, administrado pela Secretaria de Imprensa da Secom", disse o porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann.

Nos bastidores, interlocutores da presidente afirmam que a relação do Palácio do Planalto com blogs de simpatizantes do PT é delicada. Para eles, o governo não tem como impor restrições a sites de militantes petistas que ajudam a mobilizar as bases do partido nos períodos eleitorais.

Criado em 2008, antes da eleição da presidente, o Blog da Dilma reproduz artigos e vídeos publicados antes em outros sites. Ele se intitula "o maior portal da Dilma Rousseff na internet", tem perfil no Facebook, canal no YouTube e conta no Twitter para divulgar textos sempre elogiosos à presidente.

O funcionário público Daniel Bezerra, editor responsável do blog, disse que a substituição da foto foi uma medida tomada para "acabar logo com a polêmica". "Não foi racismo. Utilizamos esse banner do macaquinho há muito tempo. É uma piada. Em Fortaleza, onde moro, macaco é sinônimo de alegria", afirmou à Folha.

Ele disse que a mesma imagem foi associada antes ao ex-governador José Serra (PSDB), à ex-senadora Marina Silva e ao próprio Joaquim Barbosa sem despertar críticas nas redes sociais.

Segundo Bezerra, o site é mantido com ajuda de 56 colaboradores e não recebe dinheiro de partidos políticos. "Os custos são pequenos e, quando aparecem, dividimos as contas entre a gente com cotas que vão de R$ 100 a R$ 300 por pessoa", disse Bezerra.

Funcionário da Câmara Municipal de Fortaleza, o editor do Blog da Dilma afirmou que nem ele nem Jussara Seixas são ligados a partidos políticos.

A assessoria do STF afirmou que o ministro Joaquim Barbosa "tomou conhecimento do ocorrido", mas "não havia informações sobre providências a serem tomadas ou comentários sobre o tema".

Fonte: Folha.com



Crato (CE): Homem morre após bater com sua moto na traseira de um caminhão

Um acidente de trânsito com vítima fatal foi registrado por volta das duas horas da madrugada desta quinta-feira no município de Crato. Sérgio Roberto Siebra Cardoso, de 36 anos, pilotava sua moto pela Avenida JPB de Menezes (Bairro Independência) quando bateu na traseira de caminhão ali estacionado. Ele morava na Rua Valdemar Garcia, número 9 em Crato e não resistiu à gravidade dos ferimentos causados com o impacto da batida.

Cerca de meia hora depois outro acidente foi registrado em Barbalha, porém apenas com ferimentos e danos materiais. Por volta das 02h30min, na Avenida Beira Brejo, imediações do Colégio Nossa Senhora de Fátima daquele município, um piloto perdeu o controle de sua motocicleta, subiu o canteiro da avenida e caiu do veículo sofrendo várias escoriações pelo corpo.

Segundo a polícia, o jovem José Ricardo dos Santos Nascimento, de 22 anos, guiava uma moto Honda Bros de cor preta e placa EHI-5619, inscrição do Ceará, quando aconteceu o acidente. Ele foi socorrido pelo GSU do Corpo de Bombeiros para o Hospital Santo Antônio. Por outro lado, o IML de Juazeiro recebeu o corpo do aposentado Antonio Joaquim de Souza, de 83 anos, que foi vítima de uma queda em sua casa no município de Catarina e estava internado no Cariri.

Demontier Tenório

Foto meramente ilustrativa

Fonte: Miséria



Crônica: O Crato de J. Flávio

Os limites entre o conto e a crônica, muitas vezes, são tão tênues que os leitores os confundem. Essa confusão, entretanto, começa quase sempre com o autor ao colocar na ficha catalográfica o gênero a que se reporta o livro. Talvez a solução fosse criar-se um gênero intermediário que se chamaria "concrônica". Entretanto isso se torna irrelevante quando o leitor, em vez de estar à busca de rótulos, procura outros valores subjacentes das narrativas.

Essa observação vem a propósito do mais recente livro de J. Flávio Vieira. "A delicada trama do labirinto" é seu título, e na ficha catalográfica consta ser um livro de contos. Acontece que o leitor observa que, a partir do primeiro texto, há uma intercalação entre contos e crônicas. São narrativas bem urdidas que dispensam qualquer rótulo. O que importa é o envolvimento do leitor em labirintos urdidos, feitos teias de aracnídeos a partir da capa perfeitamente elaborada e representativa do conteúdo do livro, surgida da inteligência de Reginaldo Farias. A capa é uma iluminura que já apresenta na estrutura de superfície do livro, os contornos de seu interior.

As narrativas, e são muitas a se apresentarem em 240 páginas, trazem os mais diversificados cenários. Logo na página 41 encontramos "O ovo do sonho", que lança autor e leitor pelos caminhos do retorno a um paraíso perdido. J. Flávio, remanescente da juventude dos anos dourados, nos transporta para uma tertúlia em que se apresentam The Fevers, Os Pholhas e os Golden Boys. Mesmo sendo nos dias atuais, nessa tentativa do retorno, toda a indumentária daqueles anos é retirada do baú. "A velha calça Lee, boca de sino; o empoeirado sapato cavalo de aço; a camisa volta ao mundo e o negro blusão de couro". Depois ainda existe o "Topázio", da Avon, e a Brilhantina Glostora. Isso é apenas a preparação para a tertúlia, em que o Rum com Coca-Cola e Mariazinha de saia plissada lhe esperam.

Dos cenários que vão se construindo ao longo do livro, o Crato é o mais constante. Afinal, mesmo tendo cursado Medicina, em Recife, foi nessa cidade caririense em que J. Flávio Vieira veio ao mundo em 1952, e passou infância e adolescência, estudou, e hoje clinica. Seus verdes anos foram de formação cultural caririense com a presença dos muitos mitos e outros ícones culturais que marcam o sul cearense. Ali no Crato, frequentou os cinemas Moderno, Cassino e Educadora. Dançou no Crato Tênis Clube, AABB e Itaitera; flertou na praça Siqueira Campos; banhou-se nas inúmeras nascentes do pé da Serra do Araripe; sujou-se daquela cultura mística e mítica que impregna as almas como a tiborna dos engenhos do vale canavieiro.

Dr. José Flávio Vieira possui a dimensão do efêmero que se apodera da existência humana desde o nascedouro da criatura. Por isso se apega à memória, como a única forma de iludir-se de que está sustentando o tempo pelo cabresto para evitar esse puir que ele impõe à vida. Suas narrativas imprimem um retorno, mesmo que nessa arqueologia haja um esquife sendo velado na sala de uma casinhola como culminância de sua escavação, "pingos ácidos de nada, corroendo o tecido já puído do devir". O autor consciente da fragilidade do ser, e de forma existencial, não poupa o leitor das agruras do efêmero. Ler seus textos é compartilhar de uma angústia memorial que só os cônscios da pequenez humana são possuidores sapientes.

Montado nessas sabenças dos livros e nas experiências no contato com o povão com quem lida, por 15 anos foi juntando causos, crônicas e contos até parir essa bela obra que vem apadrinhada pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. Como afirma nas primeiras páginas, esse livro tem sua urdidura montada sobre "três principais monogramas. O primeiro, trançado com os diáfanos fios da poesia; o intermediário, bordado com a emaranhada e irregular seda da ficção; o último, por fim, tecido com a sinuosa e delicada linha da reflexão". É uma coletânea de textos desafiadores do poder corrosivo do tempo, mesmo conscientes da impotência de sustentação dessa lida, daí seu persistente trabalho de desconstrução.

O escritor J. Flávio Vieira é um bom contista mas melhor ainda é cronista. O seu conto "Lã", que abre essa coletânea é antológico. A simbologia da velhinha fiando nos remete a um turbilhão de imagens que vão da tecedera Penélope aos teares da nossa infância, urdindo uma tecitura que pode ser o texto, a esperança, a vida ou o suportar da existência. Acontece que logo em seguida vicejam belas crônicas como "Avô avoado", "Fênix", "Peru de Natal" e "Uma mera notícia de jornal". O bom de suas crônicas é que vez por outra aparece o Crato como cenário de seus escritos.

É nas crônicas em que o Crato mostra a cara. J. Flávio na sua arqueologia resgata personagens populares ameaçadas de se afogarem no ostracismo. São pessoas do povo que por um detalhe a mais fugiram do senso comum do cidadão tradicional da cidade. São homossexuais, boêmios, madames de lupanares, malandros e chapeados que marcaram época por quebrarem as convenções de uma sociedade marcada pela preservação das tradições religiosas com lances de aristocracia. São também ícones e equipamentos culturais de uma cidade que mudou para pior ao longo dos anos, desgastando um romantismo cuja culminância ocorreu nos famosos anos dourados. Esse sensível escritor reconstrói esse paraíso devastado no seu retorno nostálgico. Daí ele permitir ao leitor transformar o texto Crato em um teto onde lateja, pulsa e sangra um paraíso perdido.

Batista de Lima / Caderno 3

Fonte: Diário do Nordeste



Barbalha (CE): Governo Municipal continua visitando as comunidades

A reunião itinerante do Governo Municipal no bairro Malvinas, foi bem movimentada e participativa com a presença da comunidade local.

O encontro contou com a presença do prefeito Zé Leite, da vice Maria Betilde, secretários e adjuntos e assessores. Os trabalhos começaram com um momento de oração pelos representantes do Instituto Dom Bosco, local onde foi realizada a Reunião Itinerante.

Em seguida, houve a palavra do prefeito Zé Leite que deu boas vindas aos presentes e falou dos objetivos do encontro com os moradores das Malvinas.

O prefeito Zé Leite falou de suas ações, das obras e projetos conquistados ao longo da sua primeira gestão até esses nove meses de administração de seu segundo mandato, ações e obras adquiridas com recursos do Tesouro Municipal e outras em parceria com o Governo do Estado e o Governo Federal.

O Executivo Municipal, não vai falar somente de suas realizações, mas vai ao encontro da população principalmente para ouvir os moradores, os representantes das comunidades e receber suas reivindicações, é um diálogo aberto corpo a corpo onde os cidadãos podem expressar os anseios, os problemas das localidades não só ao prefeito, mas também aos secretários municipais e vereadores presentes.

O líder comunitário Renato Cruz avaliou o encontro do Governo Municipal nas Malvinas como positivo. “É assim que deveria acontecer sempre com outras administrações, a gente acredita que as coisas funcionam e eu acredito que as reivindicações das pessoas, foram justas, solicitaram da Prefeitura ações que o bairro precisa e acreditamos que tudo vai acontecer dentro das nossas solicitações feitas aqui”, disse Renato.

Para a vice-prefeita Maria Betilde, a Reunião Itinerante nas Malvinas foi participativa inclusive contou com as presenças até das crianças. “Por isso, que achei muito boa, muito interativa porque esse é o momento de se ouvir a população e fazer uma avaliação da própria administração e aqui, como sempre, o bairro Malvinas é um local onde a população participa de verdade e isso só nos leva a crescer”, disse Betilde.


“A participação popular é sempre importante. As pessoas estarem participando, reivindicando e esse é o momento da gente poder discutir as questões e ver em que pode ajudar, a trabalhar” disse o Prefeito Zé Leite.

Pela primeira vez na história de Barbalha, um Governo Municipal vai de encontro com as comunidades, dialogar, mostrar o que foi feito e o que está sendo feito, as dificuldades, fazer prestação de contas, ouvir as reivindicações, as cobranças, agradecimentos e até sugestões de moradores.

Como um fato histórico, o prefeito Zé Leite tem andado em todas as comunidades e conhecendo suas necessidades, o que é mais premente. E nesses encontros itinerantes ele leva todos os secretários e assessores para também ver de perto, conhecer cada vez mais os problemas e constatar in loco as reais necessidades das comunidades.

“Tudo isso faz nos sentir os anseios da população, e por onde a gente anda tem sempre uma solicitação, uma reivindicação e pra gente é mais uma constatação daquilo que a população ta fazendo e a gente está procurando ir aos poucos atendendo dentro das possibilidades do município”, finalizou o prefeito Zé leite.

O próximo encontro da Visita Itinerante será no bairro Cirolandia na próxima quarta-feira, dia 02 de outubro.

Fotos: SAMUEL PINHEIRO / CLODOALDO AMARO

Assessoria de Imprensa / PMB



Deputados questionam troca de delegados de Juazeiro

O remanejamento de delegados da Polícia Civil pelo novo secretário de Segurança Pública do Estado, Servilho Paiva, gerou desconfiança por parte de alguns deputados da Assembleia Legislativa. Isso porque titulares de delegacias de Juazeiro do Norte, que estavam investigando o caso de possíveis irregularidades, no caso conhecido como "escândalo das vassouras", foram enviados para outros municípios.

Para o deputado Ely Aguiar (PSDC), a situação já está sendo averiguada pelo Ministério Público Estadual, que encaminhou para o procurador-geral de Justiça, Ricardo Rocha, pedido de investigação do caso, uma vez que acredita que tenham tido intenção política. Os delegados em questão estavam apurando a compra de materiais de limpeza feita pelo presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, Antônio de Lunga (PSC).

Desmoralização
Aguiar disse ter achado estranho o remanejamento de delegados na região do Cariri, que, segundo ele, estavam apurando casos de irregularidades na compra de material de limpeza na Câmara de Juazeiro. "Isso é vergonhoso para um País como o nosso. Como você pode acreditar nos homens da política desse País se as forças lá de cima afastam delegados que estão apurando esses casos de irregularidades?", questionou Ely.

Segundo o parlamentar, a situação remete a uma política provinciana e coronelista. Augustinho Moreira (PV), no entanto, afirmou que já havia solicitado ao ex-secretário de Segurança, Francisco Bezerra, fazer o remanejamento, tendo em vista que muitos delegados estariam "acostumados a não trabalhar" e, portanto, seria necessária a mudança de delegados.

"Aquilo é um assunto local. O TCM está adotando suas providências e o Ministério Público, também. Agora, se fosse um crime de pistolagem e os delegados tivessem dificuldade de investigar, aí poderia se dizer estar afastando delegados indevidamente. Ele (Ely) quer dizer que o Governo já passa a perseguir. É o discurso corriqueiro dele", reclamou o governista.

Segundo o líder do Governo, José Sarto (PSB), a decisão do secretário de Segurança, Servilho Paiva, não tem nada a ver com o que houve na Câmara de Juazeiro. Ele defendeu que as novas medidas são administrativas. Roberto Mesquita (PV) também repudiou a suposta intenção de o Executivo atrapalhar a investigação contra políticos de Juazeiro do Norte.

Corrupção
João Jaime (PSDB) afirmou que a compra de material higiênico pela Câmara de Juazeiro foi um dos principais casos de corrupção noticiados no Brasil nos últimos anos. "Se trocaram os delegados, o Governo precisa dizer que foi motivado pelo inquérito que estava sendo feito. Agora temos que cobrar ao delegado que assumir que dê continuidade às investigações", disse.

Heitor Férrer (PDT) chamou a transferência de "arbitrária" e lamentou a coincidência da saída desses delegados no momento em que estavam investigando os possíveis desvios de dinheiro para compra de material de limpeza da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte.

Nesta quarta-feira, a promotora Alessandra Magda Ribeiro Monteiro, da 2º Promotoria de Justiça da Comarca de Juazeiro do Norte, solicitou que o procurador geral de Justiça do Estado, Ricardo Machado, acompanhe a transferência dos delegados, sob a justificativa de ser "estranha" a decisão do novo secretário em transferir, de uma única vez, três delegados de uma única região.

Foto: Ag. Miséria

Fonte: Diário do Nordeste



ShareThis