Familiares e fãs se despedem de Domingos Montagner

Familiares, amigos e fãs se despediram do ator Domingos Montagner, no velório que aconteceu neste sábado (17), na Zona Leste de São Paulo. O enterro aconteceu no cemitério Quarta Parada, na mesma região. Montagner faleceu na quinta-feira (15), no Rio São Francisco, em Sergipe.

A cerimônia de despedida foi reservada a família e amigos mais próximos. Mesmo assim, uma multidão de fãs foi ao teatro, onde ocorreu o velório, e ao cemitério para prestar as últimas homenagens. 



Filhos
Os três filhos do ator não foram ao velório, nem ao enterro, por opção da família. O irmão do ator, Francisco Montagner, explica que a mãe, Luciana Lima, conversou com os meninos e decidiram não ir ao velório e nem ao enterro.

“Foi uma conversa que a Lu teve e ela explicou muito bem, eles tem sempre um bom diálogo, e explicou como seria esse rito de passagem, e de comum acordo, eles optaram, o mais velho e óbvio, os dois seguiram, de guardar a imagem do pai como era".

Para a psicóloga Elaine Alves, especialista em luto, essa é uma decisão difícil, que depende de cada família, mas ela diz que é muito importante todas as pessoas envolvidas, poderem viver o seu luto, mesmo as crianças. 

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



Justiça e MP promovem ações contra o desmonte pós-eleição

As eleições municipais de 2016 já dão trabalho dobrado para a Justiça e o Ministério Público em torno das prefeituras e câmaras municipais. O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM-CE) e o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) iniciaram, nesta semana, uma nova ação em conjunto dentro da parceria que mantêm para combater a desorganização administrativa e a dilapidação do patrimônio público neste ano de eleições, o chamado desmonte. Ao mesmo tempo, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) já identificou 422 denúncias de propaganda irregular neste ano no Interior, envolvendo candidatos a prefeito e a vereadores.

A fiscalização e a vigilância neste momento são recorrentes por parte das principais instituições envolvidas com os municípios, como o TCM e TRE. No entanto, há elementos novos. Por parte do fechamento das contas, os prefeitos culpam a crise econômica por não entregá-las 100% concluídas até o fim do mandato.

Já com relação às propagandas irregulares, boa parte envolve o uso de ferramentas da Internet, como as redes sociais, blogs e portais, onde há espaços para calúnias e ataques pessoais.

O ponto mais polêmico é o fechamento das contas. O TCM e o Ministério Público assinaram ofício circular, que será enviado a todos os prefeitos e presidentes de câmara do Estado, alertando-os para cuidados que devem ter neste último ano de mandato. O objetivo da iniciativa é evitar atos que possam provocar o desequilíbrio das contas públicas e comprometer a continuidade e manutenção dos serviços prestados à sociedade.

O cuidado está longe de ser exagerado. Historicamente, o ressentimento e o rancor de quem perde vai além da sensatez. Em maior ou menor escala, casos de subtração de documentos, retirada de equipamentos do acervo municipal e destruição de provas são ainda praticadas, daí a intensificação do chamamento aos prefeitos em 2016. Um dos casos emblemáticos, aconteceu em Uruburetama, em 2005, quando o mês de janeiro iniciou com o prédio da Prefeitura degradado, documentos jogados ao lixo e alguns queimados, como o Diário do Nordeste constatou na época.

Atenção
Sobre o assunto, o presidente do TCM, conselheiro Francisco Aguiar, ressaltou que "essa é uma oportunidade para que os atuais governantes revisem e fiquem atentos a procedimentos obrigatórios em último ano de mandato, principalmente, e não repitam falhas que, pelo histórico conhecido pelo TCM, receberão atenção especial do órgão nesse momento".

"Nós já estamos preparados para que a sociedade cearense não venha arcar com esse pesado ônus, por isso, é de extrema importância que o TCM mostre o caminho para evitar esse tipo de ação", afirmou o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios.

No entanto, o presidente da Associação dos Prefeitos e Municípios do Ceará (Aprece), Expedito José do Nascimento, afirma que, tanto o TCM quanto o TRE, têm o conhecimento de que não há como fechar as contas neste ano como manda a lei. Ele salienta que o assunto passou a ser mais sensível com a queda nas receitas e o aumento das despesas públicas.

"Os tribunais e o Ministério Público são conscientes das dificuldades que estamos passando para manter o pagamento em dia da folha de pessoal, isso com o custo de atrasar os pagamentos aos fornecedores. Esse é um problema decorrente da crise econômica, que agravou ainda mais a crise nos cofres municipais neste ano, quando há uma eleição municipal em curso", disse o presidente da entidade. Ele explicou que essa preocupação atinge a maioria dos municípios brasileiros.

Acolhida
Para Expedito, o trabalho de parceria do TCM e MPCE é uma iniciativa que não pode encontrar por parte dos prefeitos e gestores outro sentimento que não o da boa acolhida. O presidente da Aprece lembra que essa prática é recorrente e, também por isso, houve um aumento de consciência em não dilapidar o patrimônio público por prefeitos que perdem os pleitos ou que são prejudicados pela não eleição de correligionários. "O prefeito que pratica o desmonte sabe que está cometendo crime e que será responsabilizado por isso. Se perdeu, deve entender que não era esse o seu momento", ressaltou.

Expedito José lembra que concorreram para esse maior cuidado com o patrimônio público o fato de que as ações administrativas passaram a ser mais transparentes. "Hoje, ninguém faz mais nada escondido ou isolado e daí que a transição do mandato deve ocorrer com toda a lisura", destacou. Lembrou que neste ano, houve ainda mais mobilizações dos prefeitos para cobrar do governo federal medidas que socorram as cidades para as demandas mais urgentes.

Registros
O documento assinado entre o TRE e o Ministério Público indica 27 pontos de atenção cujo descumprimento pode representar violação a normas como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e Lei Eleitoral, sendo motivo para desaprovação de contas, com aplicação de multa, e enquadramento na Lei de Improbidade Administrativa.

Dentre as quase três dezenas de orientações estão o cumprimento de metas fiscais; a preservação do patrimônio público, incluindo documentos; a manutenção de registros contábeis atualizados e íntegros; o pagamento da folha de pessoal; recondução de dívidas a limites legais; atualização de inventário; não realização de operações de crédito por antecipação de receita orçamentária; e limitar a realização de despesas que possam resultar em restos a pagar.

Ainda no mês passado, o presidente do TCM, Francisco Aguiar, entregou ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Abelardo Benevides Moraes, a relação de prefeitos e outros gestores que tiveram suas contas rejeitadas nos últimos oito anos.

Protesto
A lista tem um total de 4.368 prefeitos e outros gestores relacionados a 9.276 processos com contas rejeitadas. Há 252 nomes a mais em comparação com a relação anterior, de 2014, o que representa um aumento de 6,12%. Todos os 184 municípios cearenses têm gestores incluídos na relação.

A possibilidade de desmonte foi um das motivações da 7ª Marcha, que aconteceu no último dia 16, pelas ruas da Capital do Ceará, com a participação de cidades do Interior. Numa iniciativa da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), os manifestantes protestaram, também, contra a depredação e desestruturação do patrimônio municipal em período eleitoral.

MARCUS PEIXOTO
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook


Tylenol não inibe apenas a dor, mas também as emoções, aponta estudo

Um estudo recente demonstrou que o paracetamol (Tylenol), popular remédio contra a dor, também pode tornar as pessoas insensíveis a emoções positivas e negativas.

Em um experimento randomizado e controlado, 85 pessoas tomaram 1.100 miligramas de Tylenol ou um placebo. Uma hora depois, os pesquisadores apresentaram a eles 40 imagens em ordem aleatória. As imagens eram muito agradáveis (por exemplo, crianças rindo com gatinhos em um parque), neutras (um rolo de macarrão em cima de uma mesa) ou muito desagradáveis (um vaso sanitário cheio de excrementos). O estudo foi publicado online no periódico "Psychological Science".

Os participantes que tomaram Tylenol estavam 20% menos propensos a classificar as imagens como sendo muito desagradáveis e 10% menos propensos a classificá-las como bastante agradáveis, em comparação com os que tomaram placebo.

Embora os mecanismos permaneçam incertos, pesquisas anteriores sugeriram que o Tylenol reduz a dor agindo na ínsula, parte do cérebro que influencia nas emoções sociais, entre outras funções.

"Não queremos dar conselhos sobre o uso do paracetamol. Essas diferenças são modestas e foram obtidas em um ambiente muito controlado. Recomendamos seguir o conselho de seu médico para o controle da dor com o Tylenol", afirmou Geoffrey R.O. Durso, doutorando de psicologia da Universidade Estadual de Ohio.

Fonte: UOL (Via New York Times)

Curta nossa página no Facebook




Josh Groban - Brave




Iguatu (CE): Caso de agressão a cavalo gera revolta nas redes sociais

Um caso de violência contra um cavalo está sendo investigado pela Polícia, na Delegacia Regional de Iguatu. As imagens do animal ferido em diversas partes do corpo ganharam as redes sociais e causou revolta.

O dono do animal, conhecido por Hélio, acusou um homem de ter cometido a barbárie, entretanto o suspeito se manifestou, dizendo que é amigo do dono do cavalo e que jamais faria tamanha perversidade. Informações preliminares dão conta de que o suspeito teria uma desavença com o proprietário.

Testemunhas disseram ter visto o suspeito saindo do sítio Varjota, onde o animal foi golpeado.

Membros de uma ONG do município de Lavras da Mangueira, ao tomarem conhecimento do episódio, foram até Iguatu prestar assistência ao animal.

Com informações do colaborador Richard Lopes 

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook


Billy Joel - Uptown Girl




Eleições 2016: TRE intensifica fiscalização sobre propaganda irregular

A crise econômica que ameaça os prefeitos de não fecharem as contas também é responsável pela mudança no perfil da propaganda política que se difunde no Interior. Com a restrição de gastos e maior rigor no uso de formas tradicionais de se divulgar os candidatos, há um uso maior da Internet, tanto para o bem, quanto para o mal. Hoje, as cidades do Interior somam menos denúncias do que a Capital, respectivamente com os números de 422 e 567 registrados neste ano, somando 989, mas não deixa de abrir brechas para a injúria e a difamação.

Segundo o assistente da corregedoria do TRE, Caio Guimarães, o fato é que o uso de cavaletes, carros de som e pichação de muros, que passou a ter uma fiscalização mais ostensiva da Justiça Eleitoral, tornou-se mais oneroso para os candidatos em tempos de crise econômica. Agora, houve uma substituição mais efetiva pelas redes sociais, blogs e sites, em que são ilegais os casos de utilização por pessoas jurídicas, quer sejam ferramentas pagas ou não.

Apuração
Guimarães verifica que a prática da calúnia ficou mais evidente nas redes sociais. "Hoje, boa parte das irregularidades denunciadas tem alguma relação com a Internet", afirmou o assistente da corregedoria. Ele observa que a prática é igualmente apurada pelo TRE e uma providência imediata é para a retirada do material sob pena de imputar sanções posteriores, após julgada.

Guimarães diz que a fuga para a Internet tem sido bem mais acentuada do que no pleito de 2012. Agora, como observa, o fato de ser, em muitos casos, um instrumento gratuito e com a redução do tempo na televisão, os candidatos perceberam as vantagens de investirem em métodos mais econômicos e com efeitos de impactos positivos, especialmente quando se trata de debater ideias, propostas. "Na verdade, a Internet tem servido mais para o bem do que para o mal", observa.

Enquanto isso, o assistente da Corregedoria diz que, tanto a Capital quanto o Interior, também experimentam uma campanha menos poluída. Os carros de som foram reduzidos drasticamente, assim como já quase não se verificam os cavaletes e os muros pichados. Essas constatações são feitas pelo grupo de trabalho, que tem a atribuição de acompanhar a propaganda em todo o Estado. Neste ano, houve duas reuniões preparatórias para o pleito municipal, reunindo juízes e servidores dos tribunais, nas cidades de Sobral e Juazeiro do Norte.

Em Piquet Carneiro, cidade da Região Central, por exemplo, as coligações fizeram um acordo para reduzir o número de carros de som circulando pelas vias urbanas e até na zona rural. Ficou decidido que seria utilizado apenas um veículo por coligação partidária. Até agora, o trato tem sido mantido.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Ministro da Educação anuncia reforma do ensino médio e fim de várias disciplinas

O Ministério da Educação apresenta na próxima quinta-feira (22) o projeto de reforma do ensino médio. O novo modelo vai prever flexibilização do percurso do aluno e foco maior na oferta do ensino em tempo integral.

O governo avalia editar uma MP (Medida Provisória) para acelerar a tramitação no Congresso. O desejo do ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), é aprovar a mudança ainda neste ano.

"Como a reforma é quase consensual, com apoio de praticamente todos os secretários estaduais, vamos avançar. O presidente [Michel Temer] já sinalizou apoio à MP".

Ainda não foi descartado, no entanto, tentar acelerar a aprovação do projeto de lei em análise desde 2013 na Câmara, ao qual o MEC encaminharia um texto substitutivo. A agenda legislativa apertada é que tem sido o entrave.

Hoje, todos os alunos do ensino médio devem cursar 13 disciplinas ao longo dos três anos. A estrutura é apontada por parte dos especialistas como engessada e distante do interesse dos jovens.

Com a mudança, a grade do 1º ano será comum a todos. Para o restante, haverá a opção de aprofundamento em cinco áreas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino técnico. Assim, o aluno poderá escolher em qual linha quer se aprofundar.

A oferta dessas habilitações, no entanto, vai depender das redes de ensino e das escolas. O governo prevê que ao menos duas habilitações sejam oferecidas.

Segundo a Folha apurou, o projeto ainda vai prever a certificação de conhecimentos. Alunos que sabem inglês, por exemplo, poderão eliminar a disciplina e se dedicar a outras aulas. O novo modelo ainda flexibilizará a contratação de professores sem concurso público para atender as necessidades do ensino técnico.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



17 de setembro

1787 - É assinada a Constituição dos Estados Unidos da América.
1944 - Início da Operação Market Garden, considerada a maior operação aerotransportada feita pelos aliados durante a Segunda Guerra Mundial e o último êxito da Wehrmacht.
1978 - O presidente egípcio Anwar Sadat e o primeiro-ministro israelita Menachem Begin assinam o acordo de paz de Camp David.

Nasceram neste dia…
1850 - Guerra Junqueiro, alto funcionário administrativo, político, deputado, jornalista, escritor e poeta português (m. 1923).
1922 - Agostinho Neto, político e escritor angolano (m. 1979).
1928 - Roddy McDowall (foto), ator britânico (m. 1998).

Morreram neste dia…
1665 - Rei Filipe IV de Espanha, III de Portugal (n. 1605).
1897 - Manuel José Gonçalves Couto, missionário pedâneo, autor da Missão Abreviada (n. 1819).
1994 - Karl Popper, filósofo da ciência britânico de origem austríaca (n. 1902).

Fonte: Wikipédia



Abandonado por aliados, Eduardo Cunha vira homem-bomba

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por muito tempo se vangloriava de ter sua própria bancada, que o alçou à presidência da Câmara em 2015. Era um baixo clero com mais de cem aliados de diversos partidos juntamente com seus correligionários e colegas que fez ao longo de quatro mandatos consecutivos e alegadas estratégias conjuntas para arrecadar fundos de campanha. Por isso, a cena que se via no plenário da Câmara dos Deputados que o cassou nesta segunda-feira era, até alguns meses atrás, inimaginável: Cunha quase unanimemente abandonado. Com exceção de Carlos Marun (PMDB-MS) e de Edson Moreira (PR-MG) - dois parlamentares em primeiro mandato que se tornaram quase guarda-costas dele -, pouquíssimos se aproximavam do ex-presidente da Casa. Apenas esses dois discursaram em sua defesa.

Esse isolamento resultou no placar de 450 votos a favor de sua cassação, apenas 10 contrários e 9 abstenções. O número foi bem superior aos 257 necessários para que ele fosse cassado. Foi o sétimo parlamentar a perder o mandato desde 2001, quando o Conselho de Ética foi criado. Com a cassação, Cunha se tornou fica-suja e fica inelegível até 2027. Sem o cargo eletivo e, consecutivamente, sem a prerrogativa de foro privilegiado, os cinco processos que tramitam contra o peemedebista no Supremo Tribunal Federal (STF) deverão ser enviados ao juiz de primeira instância Sergio Moro, o responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba. Era tudo o que ele não queria.

De todo-poderoso a abandonado, agora ele deve se tornar um homem-bomba, com potencial de abalar toda a classe política brasileira. O temor de parte de seus aliados é que, para se livrar de punições duras, como a prisão, o peemedebista faça um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal e entregue alguns de seus colegas em eventuais irregularidades. Ele nega que fará qualquer acordo ("Quem faz delação é criminoso e eu não sou criminoso", repetiu após a cassação),mas diz que contará toda a história do impeachment de Dilma Rousseff em um livro no qual pretende relatar conversas com todos os políticos com quem conviveu neste período. Inclusive o atual presidente Michel Temer (PMDB) e um de seus principais auxiliares, Moreira Franco. Nada foi gravado. "Tenho uma boa memória", disse o ex-deputado ao fim da sessão. Desempregado, Cunha afirma que sua primeira ocupação agora será buscar uma editora que queira publicar esse livro, com o qual ele afirma que pretende "ganhar muito dinheiro". Depois vai pensar no que fazer.

Investigado pelo crime de lavagem de dinheiro e por corrupção, a quebra de decoro parlamentar do ex-todo-poderoso deputado se deu numa sessão armada na CPI da Petrobras para que ele brilhasse. O tiro saiu pela culatra. Foi lá que ele mentiu ao dizer que não tinha contas bancárias no exterior. As investigações do Ministério Público Federal mostraram que ao menos quatro trusts eram controladas por ele.

A sessão da noite de contou com a presença de 470 dos 513 deputados. Foi marcada por uma aguerrida defesa cheias de ameaças e por acusações do peemedebista contra o Governo de Rousseff, que ele ajudou a derrubar. Chamou Dilma de mentirosa. Disse que o PT coordenou a pilhagem da Petrobras. Ressaltou que seu processo é político e que cassá-lo é a principal bandeira de seus adversários. “O PT quer um troféu para justificar seu discurso de golpe”.

Pela segunda vez, Cunha ressaltou que quase 160 deputados têm processos tramitando no STF, assim como ele. Dessa vez, não disse o “eu sou vocês amanhã”, como o fez em sua defesa na Comissão de Constituição e Justiça, em julho. Coube ao seu advogado, Marcelo Nobre, mandar um recado aos parlamentares. “O que vemos nesta casa hoje é uma guilhotina posta, em cima da mesa. Uma guilhotina com nome e sobrenome. Chama-se precedente de linchamento.”

Ascensão, apogeu e queda
Inteligente, frio e calculista, a ascensão de Cunha foi algo inesperado em um partido onde a maioria de seus líderes é de coronéis da política, o PMDB, acostumado mais a acomodação e negociação do que confronto. Em pouco mais de uma década, deixou de ser um influente arrecadador de campanha a líder da legenda no Rio de Janeiro e em todo o país. Alçado a presidente da CCJ, depois a líder do PMDB na Câmara, seu apogeu ocorreu em fevereiro de 2015 quando venceu a presidência da Câmara derrotando o candidato do Governo da ocasião, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Quando passou a ser investigado pela Polícia Federal mudou o tom contra a gestão Rousseff. Rompeu com o PT e passou a atacar o Ministério Público. Seu discurso agressivo é algo do qual ele se arrepende, conforme contou na segunda-feira ao jornal Folha de S. Paulo. O clima de tensão política piorou quando o impeachment da presidenta passou a se tornar uma realidade. Ao menos 53 pedidos de destituição da presidenta chegaram às suas mãos. Engavetou 40. Aceitou um. E foi essa admissão – aceita por vingança conforme petistas e por evidências de crimes de responsabilidade, segundo o peemedebista – que acabou com a queda da presidenta.

Aliado do presidente Temer, foi abandonado por ele na reta final de seu julgamento. Um sinal disso foi a ausência durante os debates do líder do Governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), e até então aliado de primeira hora do agora ex-deputado.

Em sua última entrevista coletiva no salão verde da Câmara, Cunha já deu seus primeiros disparos. Chamou antigos aliados que votaram pela sua cassação de hipócritas, reclamou do Governo Temer e afirmou que Rodrigo Maia (DEM-RJ), seu sucessor na presidência da Câmara, conduziu o processo de cassação de maneira equivocada, por isso recorrerá ao Judiciário para tentar retomar o seu mandato. "Todo mundo sabe que na verdade, há uma articulação porque no Governo hoje tem uma eminência parda. Quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é sogro do presidente da Casa. Então o sogro do presidente da Casa fez uma articulação que fez com que fosse feita uma aliança com o PT e, consequentemente, a minha cassação estava na cara". Um dos mais impopulares políticos do Brasil na atualidade parece não querer vender barato sua queda.

Fonte: El País

Curta nossa página no Facebook



De surpresa, Papa Francisco visita UTI neonatal e conforta pais de bebês internados

O papa Francisco visitou de surpresa dois hospitais italianos durante a "Sexta-feira da Misericórdia", criada por ele para marcar o Ano Santo Extraordinário.

O primeiro local visitado foi o hospital San Giovanni, que fica em Roma, e que atende crianças. O Pontífice visitou o pronto-socorro e o setor de neonatologia, que atende 12 bebês com vários tipos de doenças, sendo que cinco deles estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em condições críticas.

Assim como qualquer pessoa que entra nesses setores, Jorge Mario Bergoglio usou roupas e máscara apropriada e higienizada. De acordo com a imprensa oficial do Vaticano, o sucessor de Bento 16 encontrou com o pais das crianças e prestou seu apoio e conforto.

"Nesta tarde, o papa Francisco realizou mais uma visita da tradicional 'Sexta-feira da Misericórdia. Há poucos dias da canonização de Madre Teresa, que desenvolveu um grande trabalho à favor da vida, o Papa está visitando duas estruturas fortemente significativas", divulgou em nota a Santa Sé.

Após o San Giovanni, Bergoglio dirigiu-se ao hospital Villa Speranza, que atende pessoas com doenças terminais. No local, que pertence à Fundação Policlínica Universitária A. Gemelli, da Universidade Católica do Sagrado Coração, o líder católico encontrou-se com cerca de 30 pacientes atendidos pela entidade.

Visivelmente surpreendidos, os pacientes e seus parentes foram cumprimentados um a um pelo Santo Padre. Era possível perceber a forte emoção de todos aqueles que estavam na estrutura.

Fonte: UOL (Via ANSA)

Curta nossa página no Facebook



7 atores e atrizes que faleceram durante as gravações de novelas

A comoção provocada pela morte de um ator ou atriz enquanto está no ar em alguma novela é sempre inevitável: o susto é compartilhado pelos telespectadores que o assistiam diariamente e entre os colegas de trabalho que conviviam com eles ao longo de meses.

Na tarde desta quinta-feira (15), perdemos Domingos Montagner, um dos protagonistas de “Velho Chico” — o folhetim mais assistido do país atualmente —, vítima de um afogamento no rio São Francisco. A seguir, você confere outros 7 artistas que morreram enquanto estavam no ar em alguma trama:

1. Umberto Magnani
Montagner não foi o único ator a morrer durante as gravações de “Velho Chico”. Em abril, ainda no primeiro mês da novela, o ator Umberto Magnani morreu aos 75 anos, dois dias após ter sofrido um acidente vascular cerebral durante a gravação de uma cena para a trama. Ele interpretava o devoto padre Romão e teve de ser substituído às pressas por Carlos Vereza, que deu vida a outro padre.

2. Marília Pêra
Vítima de câncer, a atriz faleceu em dezembro de 2015, aos 72 anos. Ela estava no ar na série “Pé na Cova”, que, na ocasião, já havia terminado de ser gravada.

3. Luiz Carlos Tourinho
Em janeiro de 2008, aos 42 anos, o ator Luiz Carlos Tourinho faleceu vítima de uma parada cardiorrespiratória decorrente de um aneurisma cerebral. Na época, ele estava no ar na novela “Desejo Proibido”, exibida às 18h.

4. Nair Bello
Uma semana antes da estreia de “Pé na Jaca”, novela exibida às 19h entre 2006 e 2007, a atriz Nair Bello entrou em coma depois de sofrer uma parada cardíaca. Arlete Salles foi chamada às pressas para interpretar o papel destinado a Nair e todas as suas cenas tiveram de ser refeitas.

5. Rogério Cardoso
Em julho de 2003, enquanto estava no ar no seriado “A Grande Família”, Rogério Cardoso faleceu vítima de um ataque cardíaco fulminante. Ele tinha 66 anos na ocasião.

6. Ariclê Perez
Dois dias depois do término da minissérie “JK”, a atriz, que tinha 62 anos, caiu do décimo andar do prédio onde morava, em São Paulo. Na ocasião, especulou-se que ela havia cometido suicídio.

7. Cassiano Gabus Mendes
Autor de novelas épicas como “Beto Rockfeller”, “Ti Ti Ti” e “Brega e Chique”, Gabus Mendes morreu antes de assistir ao último capítulo de “O mapa da mina” (1993), novela de sua autoria que já estava totalmente escrita. Logo após a última cena ser exibida, o ator Lima Duarte homenageou o dramaturgo em nome de toda a equipe da novela com um emocionante depoimento pessoal.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook



Doença pouco conhecida pode ser confundida com preguiça

Prolongar o tempo na cama por mais alguns minutinhos, logo após acordar, ou tirar algumas horas no fim de semana para relaxar, sem fazer nada, é um comportamento comum e sadio. Mas quando o desejo de permanecer deitado é constante, pode ser sinal de um distúrbio: a clinomania. O problema é caracterizado pelo desejo incontrolável de ficar deitado, dormindo ou não. E requer acompanhamento médico.

O diagnóstico não é simples e, geralmente, é feito por exclusão. "Como a clinomania pode ser facilmente confundida com outros males, como depressão e síndrome da fadiga crônica, é preciso fazer uma avaliação cuidadosa do quadro do paciente. Só após concluir que não se trata de nenhuma doença orgânica é que diagnosticamos o distúrbio", explica Shigueo Yonekura, neurologista do Instituto de Medicina e Sono de Campinas e Piracicaba (SP).

Quem sofre de depressão também pode apresentar dificuldade na hora de sair da cama, mas por conta da melancolia, do desânimo e da falta de energia que são característicos da doença. Já no caso da fadiga crônica, segundo o psiquiatra Sergio Tamai, conselheiro da Associação Brasileira de Psiquiatria, o que contribui para que o paciente permaneça deitado é um cansaço persistente, que vem acompanhado por sintomas como dores musculares, cefaleia e fraqueza.

O clinomaníaco, por outro lado, sente-se muito confortável na cama, tem uma vontade imensa de ficar deitado e pode permanecer assim por dias –principalmente se o tempo estiver chuvoso e nublado– sem sofrer com os sinais clínicos que marcam as outras doenças. Porém, conforme afirma o psiquiatra Almir Ribeiro Tavares, coordenador do Departamento de Medicina do Sono da Associação Brasileira de Psiquiatria, a clinomania pode se estabelecer em associação com outras doenças.

 "Muitos quadros produzem cansaço e fadiga e podem levar o paciente a enxergar o descanso como um tratamento. Só que, com o tempo, o que era apenas um repouso programado tem chances de se tornar clinomania", explica.

O distúrbio pode afetar pessoas de qualquer faixa etária, mas mulheres entre 20 e 40 anos são mais suscetíveis. Uma explicação possível pode ser a alteração hormonal a que essas mulheres se submetem todos os meses, conforme explica Tamai. Idosos também são considerados mais vulneráveis à doença.

"Com a vida tranquila, sem muitas atividades e ocupações, os idosos se dão o luxo de deitar durante o dia. Mas o hábito pode se tornar nocivo e progredir para a clinomania", afirma Tavares. "O ser humano não nasceu para ficar deitado. O organismo precisa estar sempre em movimento, caso contrário, uma série de funções é prejudicada", diz o especialista.

A boa notícia é que o distúrbio tem cura. Após o diagnóstico, o paciente pode buscar o auxílio de um psicólogo, psiquiatra, neurologista ou médico especialista em distúrbios do sono. "Alguns quadros exigem o uso de medicamentos mas, em outros, apenas o acompanhamento psicológico, a prática de exercícios físicos e as mudanças comportamentais são suficientes para resolver o problema", declara Yonekura.

Preguiça ou clinomania?
Pessoas acometidas pela clinomania são frequentemente chamadas de preguiçosas, o que é, obviamente, um equívoco. O termo “preguiça” vem do latim pigritia, que significa “aversão ao trabalho”.

“Indivíduos preguiçosos são avessos a afazeres que exijam esforço físico ou mental e, por isso, direcionam a sua vida para outras atividades”, explica o neurologista Shigueo Yonekura. “Já a clinomania é caracterizada apenas por uma condição: uma vontade imensa de ficar na posição horizontal. Se a pessoa quer passar a maior parte do seu tempo assim, abrindo mão de outras atividades, vale a pena investigar”, diz o especialista.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Juazeiro do Norte (CE): Arnon lidera com 36%, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (15) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Juazeiro do Norte:

- Arnon Bezerra (PTB) – 36%
- Gilmar Bender (PDT) - 17%
- Normando Sóracles (PSDB) - 12%
- Raimundo Macedo (PMDB) - 11%
- Demontieux Fernandes (PSOL) - 4%
- Francisco Fabiano (PSB) - 4%
- Flávia Soares (PRB) - 3%
- Helaine Mendonça (PMB) - 2%
- Brancos/nulos - 5%
- Não sabem/não responderam - 6%

No levantamento anterior, realizado pelo instituto entre os dias 20 e 23 de agosto, Arnon Bezerra tinha 21%; seguido por Raimundão Macedo (19%), Normando Sóracles (17%), Gilmar Bender (11%), Demontieux Fernandes (5%), Francisco Fabiano (4%), Helaine Mendonça (3%) e Flávia Soares (2%). Brancos e nulos eram 9% e indecisos somavam 9%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Verdes Mares.

O Ibope ouviu 504 eleitores entre os dias 12 e 14 de setembro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sob o número 07326/2016.

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

- Arnon Bezerra (PTB) - 30%
- Gilmar Bender (PDT) - 12%
- Raimundão Macedo (PMDB) - 10%
- Normando Sóracles (PSDB) - 8%
- Demontieux Fernandes (PSOL) - 3%
- Francisco Fabiano (PSB) - 2%
- Flávia Soares (PRB) - 1%
- Helaine Mendonça (PMB) - 1%
- Brancos/nulos - 10%
- Não sabem/não responderam - 22%

(Na anterior, o resultado foi: Raimundão Macedo, 11%; Arnon Bezerra, 7%; Gilmar Bender, 7%; Normando Sóracles, 5%; Demontieux Fernandes, 2%; Francisco Fabiano,1%; Flávia Soares,1%; Helaine Mendonça, 1%; brancos e nulos, 15%; não sabem, não responderam, 50%)

Rejeição
O Ibope também apontou o índice de rejeição dos candidatos. Veja os números:

- Raimundão Macedo (PMDB) – 60%
- Normando Sóracles (PSDB) – 25%
- Gilmar Bender (PDT) – 25%
- Arnon Bezerra (PTB) – 18%
- Flávia Soares (PRB) – 17%
- Helaine Mendonça (PMB) – 16%
- Demontieux Fernandes (PSOL) – 16%
- Francisco Fabiano (PSB) – 13%
- Poderia votar em todos – 2%
- Não sabem/não responderam - 6%

Avaliação da administração Raimundo Macedo
Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação da administração do prefeito Raimundo Macedo. Veja os números:

- Ótima/boa – 12% (era 12%)
- Regular – 30% (era 33%)
- Ruim/péssima – 57% (era 51%)
- Não sabem avaliar – 2% (era 3%)

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook



Domingos Montagner morre afogado no rio São Francisco, aos 54 anos

O ator Domingos Montagner, que interpretava Santo na novela "Velho Chico", morreu afogado nesta quinta-feira (15) após um mergulho no rio São Francisco, que serve de cenário para a trama, informou a TV Globo. O ator de 54 anos estava desaparecido desde as 14h30 e teve o corpo encontrado por volta das 18h, preso nas pedras a 30 metros de profundidade, perto da Usina de Xingó, em Sergipe.

Montagner havia gravado cenas da novela pela manhã e como tinha o dia de folga foi com a colega Camila Pitanga almoçar na cidade de Canindé do São Francisco. Segundo o delegado de Canindé, Antônio Francisco Oliveira Filho, Pitanga revelou em depoimento que, depois de almoçar, ela e Montagner resolveram mergulhar no rio, num local conhecido como prainha do Canindé.

"Os dois entraram na água e a correnteza ficou forte de repente. Camila nadou rápido e conseguiu abraçar uma pedra. Ela chegou ver o Domingos nadar contra a correnteza, mas ele cansou e afundou," disse o delegado ao UOL.

Oliveira Filho também ouviu depoimentos de dois pescadores, que estavam próximos dos atores e foram os primeiros a prestar socorro. Ele confirmou que a região não é apropriada para banho. "Não existe placa alertando contra o banho porque todo mundo que mora aqui sabe que é perigoso e também avisa aos turistas", explicou o delegado, há nove anos da região.

"O local do desaparecimento foi o pior lugar para se tomar banho. Ali há um encontro das águas e formam-se redemoinhos. Realmente é onde o rio é mais complicado, há vários retornos da água" contou o soldado Carlos Santos, da PM de Sergipe e que faz buscas no local.

Um funcionário do restaurante Caçuá, bem próximo de onde os atores estavam, contou ao UOL que ouviu os gritos de socorro da atriz Camila Pitanga. "Primeiro achamos que era alguma gravação da novela. Só demos conta quando ouvimos os gritos de socorro da Camila. Ela estava chorando e desesperada", explicou ele.

Numa infeliz coincidência, Santo, personagem de Montagner em "Velho Chico", chegou a ser dado como morto na novela após sofrer um atentando e desaparecer no rio São Francisco. Ele foi encontrado por índios e "ressuscitado" com um beijo da amada, Tereza (Camila Pitanga).

Carreira no teatro e na TV
Domingos Montagner nasceu em São Paulo em 26 de fevereiro de 1962. Sua carreira artista começou em 1980, no circo, na companhia de teatro La Mínima.

O ator só foi para a TV em 2008, quando participou do seriado "Mothern", do GNT. Ele trabalhou em produções como "Força Tarefa" e "Divã" antes de estrear nas novelas em 2011, com "Cordel Encantado".

Desde então, ele trabalhou em várias novelas da Globo, como "Salve Jorge", "Joia Rara" e "Sete Vidas". Ele estava reservado para "O Que nos Une", novela de Lícia Manzo prevista para 2017.

Considerado um galã das novelas, o ator dizia que o rótulo podia ser traiçoeiro. "Isso não muda muito, pode ser uma armadilha. Não me incomoda mas também não altera em nada. Mas pode reduzir a possibilidade de trabalhar o personagem. Os rótulos reduzem. Sou palhaço também, é uma antítese", disse ao UOL em 2015.

Nos cinemas, Montagner estreou em 2009, com o filme "Paredes Nuas". Recentemente, ele pôde ser visto em "Um Namorado da Minha Mulher", com Ingrid Guimarães. Ele estava no elenco do filme "O Rei das Manhãs", que deve estrear no próximo ano.

O ator deixa a mulher, Luciana Lima, e os filhos Leo, Antonio e Dante.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook




Lula chora em ato do PT e diz que se entrega a pé se provarem corrupção

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou, nesta quinta-feira (15), a denúncia do Ministério Público Federal, que o acusa de ser o "comandante máximo" da Lava Jato, além de ter recebido R$ 3,7 milhões em propina. "Provem uma corrupção minha que irei a pé para ser preso."

Em evento do diretório do PT em São Paulo, com a presença de várias lideranças políticas e de movimentos sociais, Lula voltou a negar irregularidades e afirmou que ganhou o direito de "andar de cabeça erguida" no país. Ele chegou a chorar em alguns momentos do discurso.

"Todas essas denúncias, tenho a consciência tranquila, e mantenho o bom humor, porque me conheço, sei de onde vim, sei para onde vou, sei quem me ajudou a chegar onde estou, sei quem quer que eu saia, sei quem quer que eu volte."

Lula disse falar como um "cidadão indignado", e não como político. "Nunca pensei em passar por isso." Para o ex-presidente, "construíram uma mentira" e agora é hora de "concluir a novela". "Vão agora dar o desfecho, acabar com a vida política do Lula. Não existe outra explicação para o espetáculo de pirotecnia que fizeram ontem [quarta]."

Para Lula, a lógica de coletivas de imprensa como a do MPF é dar manchete, "mostrar quem vamos demonizar. Isso acontece desde 2005". "O PT é tido como partido que tem que ser extirpado da política brasileira."

Ele questionou como se convoca uma entrevista para apresentar a prova de um crime e diz: "Eu não tenho prova, mas tenho convicção". "Eu não posso dizer que convicção eu tenho deles."

'Respeito' e 'responsabilidade'
O ex-presidente defendeu o fortalecimento do Ministério Público e da Polícia Federal, mas disse que é preciso ter responsabilidade. "Respeito as instituições e respeito as leis. Vou prestar quantos depoimentos quiserem. É só me chamar", afirmou.

"Quando eu transgredir a lei, me punam para servir de exemplo. Mas quando eu não transgredir, procurem outro para criar problema." O ex-presidente declarou ainda que "ninguém está acima da lei, nem um ex-presidente, nem um procurador da República, nem um ministro do Supremo Tribunal Federal".

Lula disse não tem espaço para ficar triste. Com lágrimas nos olhos, o ex-presidente afirmou que "sabe o que é, num domingo de chuva, com cinco irmãos, em São Bernardo do Campo, esperando a hora do almoço sem ter um bocado de feijão para colocar no fogo."

Ele disse que vai continuar lutando. "Só Deus pode me fazer parar."

O ex-presidente afirmou que não irá perder o sono por causa das investigações. "A história mal começou. Alguns pensam que ela terminou. E eu vou viver muito. Estou com 70 anos, com vontade de viver mais 20."

Transparência
Lula disse que seu governo e de Dilma tomaram medidas para combater a corrupção, além do fortalecimento da PF e do MPF. "Criamos o portal da Transparência e a Lei de Acesso à Informação."

"Não é que somos mais honestos que ninguém, mas tiramos da sala o tapete que escondia a corrupção do país." Segundo Lula, "só tem um jeito de a pessoa não ser perseguida, é ser honesta".

Trajetória e ódio contra o PT
No início do discurso, Lula falou sobre a sua trajetória como sindicalista e sua entrada na política. "Tenho orgulho de ter criado o mais importante partido de esquerda da América Latina." Ele disse que chegou à Presidência com o objetivo de não errar.

"Não prometi o socialismo para ninguém, não prometi o fim da luta de classes, propus algo muito mais simples, que, se chegasse ao final do meu mandato, que cada brasileiro tivesse três refeições por dia", afirmou, destacando ter feito muito mais do que isso.

"Tenho consciência de que o meu fracasso teria agradado meus adversários, meu fracasso não teria despertado tanto ódio contra o PT. O que despertou ira foi o sucesso do governo, a maior política de inclusão social do país, a maior política de bancarização do país", disse.

Ele citou tentativas de golpe na história do Brasil, como as feitas contra os presidentes Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek, e disse que o mesmo aconteceu com ele e Dilma, que acabou tirada do cargo.

Segundo Lula, seus adversários "transformaram uma mentira em verdade" e aprovaram o impeachment de Dilma na Câmara, liderados "por um cidadão [Eduardo Cunha] que agora foi cassado". E o processo foi ao Senado.

O ex-presidente disse que achava que o Senado tinha "um nível superior". "E eis que o Senado se apequenou, repetindo a Câmara e aprovando a admissibilidade. [...] Eles conseguiram dar um golpe tranquilo e pacífico." Ele agradeceu aos parlamentares que votaram contra o impeachment.

Lula convidou os militantes a usar camisa vermelha, para demonstrar orgulho de integrar o PT. Ele pediu que não pensem que está desanimado ou sofrido. "Daqui para frente, cada petista nesse país tem que começar a andar de camisa vermelha. Quem não gostar, coloque de outra cor. Mas esse partido tem que ter orgulho, porque ninguém fez mais do que nós fizemos nesse país", disse.

Nota do PT
Antes da fala de Lula, o presidente do PT, Rui Falcão, leu uma nota de repúdio à denúncia apresentada contra o ex-presidente e sua mulher. O texto, que foi escrito pelo diretório nacional do PT, criticou a "criminalização" do PT e disse a peça acusatória não tem provas e foi politicamente orientada, desrespeitando direitos e garantias constitucionais.

"Ao denunciar, confessadamente sem provas, o ex-presidente Lula e sua esposa, Marisa Letícia, além de Paulo Okamoto e outros cidadãos, o chefe dos procuradores sediados em Curitiba torna cada vez mais evidente o envolvimento de seu grupo na tramoia que levou ao golpe contra a presidenta eleita democraticamente. E desmascara sua intenção cavilosa, persecutória e autoritária, de antecipar, à margem da lei, um julgamento sumário e condenatório dos que elegeu, seletivamente, como vítimas", diz o texto do PT.

A nota chamou a coletiva de imprensa do MPF de "grotesco espetáculo midiático" e disse que os procuradores viraram "porta-bandeira da mata antipetista". "Mancomunados para criminalizar nosso partido e animar a campanha midiática contra os governos liderados pelo PT, estes burocratas facciosos agora buscam concluir o trabalho sujo que lhes foi encomendado pelas forças reacionárias. Seu objetivo é retirar da cena política o principal líder do povo brasileiro e restringir os próximos processos eleitorais a um jogo controlado pelas oligarquias."

O evento reuniu o ex-ministro-chefe da Casa Civil Jacques Wagner, o senador Humberto Costa (PT-PE), a senadora Gleise Hoffmann (PT-PR), o presidente da CUT, Vagner Freitas, o deputado Vicentinho (PT-SP), o ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP), entre outras dezenas de lideranças do PT.

Representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), como Guilherme Boulos, e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) também marcam presença.

A denúncia
Na quarta-feira (14), o MPF denunciou Lula, a mulher dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas no âmbito da Operação Lava Jato. O procurador Deltan Dallagnol afirmou que, segundo provas do MPF, Lula era o "comandante máximo do esquema de corrupção identificado na Lava Jato".

A denúncia abrange três contratos da OAS com a Petrobras e diz que R$ 3,7 milhões em propinas foram pagas a Lula. Os crimes imputados aos denunciados são corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia não significa que eles sejam culpados dos crimes de que são acusados. Cabe à Justiça acolher ou não as argumentações dos promotores. Se acolher, os denunciados se tornarão réus e serão julgados.

A força-tarefa da Lava Jato afirmou que deixou de denunciar Lula pelo crime de organização criminosa porque este fato está em apuração no Supremo Tribunal Federal (STF).

O MPF pede a indenização de R$ 87,6 milhões, que deveria ser paga pela OAS e também por Lula, além de R$ 58,4 milhões, a serem pagos por Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS.

A denúncia do MPF diz que todo o megaesquema envolve o valor de R$ 6,2 bilhões em propina, gerando à Petrobras um prejuízo estimado em R$ 42 bilhões.

Em nota, os advogados de Lula disseram que o ex-presidente e sua mulher "repudiam publica e veementemente a denúncia" do MPF, a qual chamaram de "peça de ficção" e de "truque de ilusionismo".

O texto, assinado por Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, diz que os procuradores não apresentaram provas concretas de que o casal tentou esconder a propriedade do imóvel e que os recursos usados pela empresa tiveram origem em desvios da Petrobras. Segundo eles, a coletiva de imprensa violou as garantias de dignidade da pessoa humana e da presunção da inocência. "O evento apresentou denúncia como uma condenação antecipada aos envolvidos", afirma a nota.

Fonte: G1

Curta nossa página no Facebook



A queda destes 15 mil dominós em espiral vai deixar você hipnotizado

Com muito cuidado, Hevesh5, mestre na arte de empilhar dominós, vai construindo uma grandiosa estrutura em espiral que, em poucos minutos, vai se desfazer completamente. Mas antes de isso acontecer, nossos olhos terão apreciado a agradável sensação de ver 15 mil peças serem derrubadas.

Para realizar tal feito, a youtuber demorou 25 horas distribuídas em 8 dias para colocar as peças no lugar certo. O resultado final, como você pode ver no vídeo abaixo, ficou realmente incrível.



Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook



Oito dicas que ajudam a lidar com a pressão e o estresse

No trabalho, com os familiares, na escola, no relacionamento e em qualquer ambiente ou situação que nos coloque em contato com outras pessoas, estamos sujeitos ao surgimento de pressões psicológicas ou situações limite ocasionados por influências externas. É importante a pessoa estar vigilante para perceber se além da pressão externa ela não está acumulando cobranças internas.

Existem pessoas detalhistas, perfeccionistas e que não lidam bem com erros, julgamentos e comentários alheios ou falhas que costumam viver em constante cobrança consigo mesma. Esse hábito resulta em mais cobrança e uma maior carga de estresse e cansaço na vida da pessoa.

A insegurança pode colaborar na piora da situação, pois leva o indivíduo a se esforçar constantemente em busca da satisfação do outro. Mas é preciso pensar e considerar qual é a importância da aprovação externa em sua vida, para que o desgaste seja diminuído.

Para evitar o estresse e o desgaste que podem surgir em decorrência do excesso de pressão e cobrança, preste atenção nas suas ações e procure incorporar novas atitudes.

Confira abaixo formas de lidar com as situações de pressão:

1- Cuidado com cobranças excessivas: Fique atento para não se cobrar excessivamente por algo que já está sendo cobrado por terceiros. Diante muita cobrança, você poderá sentir desânimo, falta de força e de estimulo para cumprir o que foi delegado.

2- Evite idealizar soluções: Diante de um problema ou um prazo a ser cumprido, analise de forma concreta e lógica a melhor forma de resolvê-lo e parta para a ação. Ao ficar idealizando soluções você pode "ficar preso" a cobranças e soluções irreais a respeito do que deve ser feito e não conseguir sair da ideia para partir para a ação.

3- Analise a importância do outro: Existem pessoas que sempre têm atitudes ou palavras que nos desagradam e irritam. Para lidar com elas, pense qual o tamanho da importância que essa pessoa tem na sua vida e se vale a pena gastar o seu tempo e se estressar com o que foi dito. Pense que naquele momento pode haver outras questões mais importantes para esquentar a cabeça do que um comentário maldoso.

4- Adquirir maior segurança: Pessoas inseguras sofrem muito quando pressionadas, pois se questionam o tempo todo se vão dar conta daquilo ou se tem condições de resolver o problema. Se você está em determinada função é porque tem capacidade para tal.

5- Analise e assuma a sua responsabilidade pelos atos: Diante de um conflito reavalie as suas atitudes e tente perceber se não teve alguma atitude que o desencadeou. Ao perceber a situação converse com as pessoas envolvidas e peça desculpas.

6- Cuide da saúde: procure perceber se o seu corpo está mostrando sinais físicos de cansaço e cobrança, como dor de cabeça, insônia, dor de estomago, irritabilidade, ganho de peso, dificuldade de concentração e etc. Caso você não esteja se sentindo bem, procure primeiramente um médico e depois um psicólogo.

7- Tenha momentos de relaxamento e prazer: É importante ter momentos que nos proporcionam relaxar e "desligar" um pouco dos acontecimentos para relaxar a mente e o corpo. Outro ponto positivo é que quando nos "afastamos" dos problemas, conseguimos vê-los por outra ótica e encontrar novas soluções.

8- Se respeite: Todos nós temos limites. Ninguém é tão forte a ponto de aguentar tudo e nem tão fraco a ponto de não dar conta de nada. Portanto, se existem situações que estão além do seu limite, reconheça e peça ajuda para as pessoas próximas.

Por: Milena Gonçalves Lhano. psicóloga

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook



‘Antes tarde do que nunca’, diz Dilma sobre cassação de Eduardo Cunha

Em sua primeira declaração sobre a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a ex-presidente Dilma Rousseff disse à Folha, por e-mail, “antes tarde do que nunca”.

“Antes tarde do que nunca, mas os custos políticos da demora feriram a democracia brasileira com o golpe do impeachment”, afirmou Dilma sobre a atuação do algoz para detonar o processo de sua deposição da Presidência da República.

Cunha foi cassado na noite desta segunda-feira (12) por 450 votos – 193 a mais do que o mínimo necessário – por quebra de decoro parlamentar, depois de ter dito à CPI da Petrobras que não tinha contas no exterior. A fala ocorreu antes de delatores da Lava Jato revelarem a existência de dinheiro vinculado a ele em contas secretas na Suíça.

Nesta quarta (14), o peemedebista apresentou à Câmara pedido para suspender sua cassação até que o plenário decida se deveria ter havido a votação de uma pena mais branda.

A defesa de Cunha argumenta que uma questão de ordem apresentada pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS) não foi sequer apreciada pelo plenário, após decisão de Maia.

Os advogados do peemedebista dizem que o plenário da Câmara é soberano e citan que, no julgamento do impeachment de Dilma, o então presidente do STF, Ricardo Lewandowski, reconheceu que a decisão sobre aceitar ou não o fatiamento da pena era do plenário do Senado.

Fonte: Coluna Painel/Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Dua Lipa - Be The One





"Na ânsia de alcançar Lula, Lava Jato pode se fragilizar", diz professor de ética

O MPF (Ministério Público Federal) do Paraná denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nessa terça-feira (14) por corrupção e lavagem de dinheiro. Durante o anúncio da denúncia, o procurador da República Deltan Dallagnol identificou o petista como "comandante máximo dos crimes de corrupção na Petrobras".

Para Roberto Romano, professor de ética política na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), na ânsia de alcançar Lula, os procuradores podem fragilizar a Operação Lava Jato como um todo. O analista entende que a denúncia contra o ex-presidente pode acelerar a votação de leis no Congresso que favorecem práticas ilícitas.

"Uma parcela importante do Congresso está envolvida na Lava Jato. Quando eles veem esta violência contra Lula entendem que serão tratados da mesma forma. A pressão acirra instintos de defesa dos políticos corruptos e os força a agir rápido. E é bom lembrar que os congressistas estão com as mãos nas leis", disse.

De acordo com o professor, sempre que há uma ação coordenada de corrupção partidária, os investigadores precisam tomar cuidado para não alertar a rede responsável pela operação.

"Já há um projeto de não criminalizar o caixa dois, por exemplo. É capaz que aconteça o que houve na Operação Mãos Limpas, na Itália: com a investida pesada de juízes, o Congresso criou leis para permitir o que era proibido e assim os procuradores ficaram de mãos atadas", explica o filósofo. Mudanças dessa magnitude afetariam diretamente a Operação Lava Jato e travariam as investigações.

Além disso, o professor acredita que houve falta de prudência ao cravar a informação sem mostrar as evidências. "Anteciparam que o Lula é o grande responsável, mas falaram por horas e a prova cabal não apareceu."

Você não desconstrói um mito com base em fala, em propaganda, você precisa ter provas contundentes para convencer aqueles que os seguem."

Imagem de Lula pode sobreviver
Segundo o professor, claramente a imagem do ex-presidente será manchada, mas ele pode conseguir superar o episódio. Já o PT, não.

"Lula tem uma grande força por ser único no PT. Este foi o grande erro do partido e do próprio político. Após 13 anos de governo, o PT desarmou a militância, se afastou de bases próximas, empacou a máquina do partido e apenas Lula ficou forte."  

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Vila da Música receberá instrumentos musicais

A Secretaria das Cidades do Governo do Ceará está recebendo, até o final do ano, 310 instrumentos musicais para a Vila da Música no município do Crato. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 500.000,00, o que tornará a Vila da Música referência em ensino de música, bem como um local com capacidade de realizar grandes eventos musicais, como concertos, festivais e apresentações.

A Vila da Música irá receber, em setembro, violinos, violoncelos, flautas, clarinetes, oboé, saxofones, violões, contrabaixos e teclados, além de um piano de cauda com capacidade e alcance para grandes apresentações. O total do investimento é no valor de R$ 426.614,17.

Em novembro deste ano, mais 27 novas aquisições, realizadas através de um investimento de R$ 83.417,02. Por meio de licitação, instrumentos, como acordeons e pianos digitais, passam a compor o acervo da Vila da Música.

A Vila da Música
O prédio da Vila da Música, executado pela Secretaria das Cidades, possui uma área de 3.300 m² e investimento na ordem de R$ 3.179.731,52 por meio do Banco Mundial (BIRD). O local é composto por auditório, biblioteca, salas de aula para grupos individuais, estúdio, setor administrativo, refeitório, cozinha, despensa, vestiários, banheiros, laboratório de informática, quadra poliesportiva, estacionamento, pátio, além da oficina luthieria, utilizada para conserto de instrumentos.

O espaço irá abrigar uma escola de formação musical que tem como objetivo proporcionar o desenvolvimento sociocultural e educacional dos estudantes e do público em geral através da música. A Vila da Música abrigará a Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel), entidade que ensina música clássica e popular para filhos de agricultores locais.

A gestão do equipamento público será feita pelo Governo do Estado, através da SECULT (Secretaria de Cultura do Estado do Ceará), que detém a expertise necessária para desempenhar a função. Durante os últimos meses, SECULT e SCidades têm trabalhado junto à comunidade do Belmonte no sentido de desenhar uma gestão que retrate os anseios da população local, juntamente com o corpo docente e administrativo da Solibel, diretamente envolvido em todo o processo de construção e idealização da Escola. A ideia é que a Vila da Música, que tem origem numa iniciativa liderada pelo Padre Ágio Augusto Moreira em 1973, continue a transcender o ensino música e continue visando a transformação humana através da inclusão cultural.

A expectativa é de que até o final deste ano a Secretaria das Cidades entregue para a comunidade de Belmonte uma Vila da Música totalmente estruturada, com novas instalações, mobiliário e instrumentos musicais para pleno funcionamento.

Assessoria de Imprensa/Secretaria das Cidades

Curta nossa página no Facebook



Vídeo mostra a reação de Eduardo Cunha à cassação

Notabilizado pela frieza com que conduziu votações espinhosas, Eduardo Cunha chegou a chorar nesta segunda-feira ao se defender na sessão que determinou sua cassação. Mas manteve a pose ao ouvir o resultado – mesmo diante dos 450 votos contra si.

Nenhum candidato a prefeito nas eleições municipais deste ano deu voto contra a perda do mandato de Cunha. O máximo que o peemedebista conseguiu foi a ausência de dois de seus fieis aliados: Washington Reis (PMDB-RJ), candidato a prefeito de Duque de Caxias (RJ), e Sérgio Moraes (PTB-RS), candidato a prefeito de Santa Cruz do Sul (RS), não compareceram à sessão desta segunda.

Confira no vídeo a seguir:



Fonte: Veja

Curta nossa página no Facebook



Garrafinha plástica tem mais germes do que pote de água para cachorro

Ir para a academia só pode fazer bem para a saúde, correto? Depende.

Um estudo afirma que a garrafinha de água que você leva para a academia tem, em média, 313 mil colônias de bactéria por cm², das quais cerca de 60% pode causar infecções de pele ou generalizadas e pneumonia. É mais do que está presente em uma vasilha de água para cachorro.

A pesquisa foi encomendada pela Treadmill, uma empresa norte-americana que vende esteiras e acessórios para academias. O estudo contratou um laboratório independente para testar a presença de bactérias em garrafinhas de água reutilizáveis usadas sem lavar, durante uma semana, por 12 atletas.

Os pesquisadores verificaram uma presença assustadora de germes, dos quais 60% podem causar doenças. Quatro tipos foram analisados: com canudo embutido, com tampa para fora, squeeze e slide top (com tampa que desliza).

Em média, cada garrafinha tinha 313.499 mil colônias de bactéria/cm², cerca de seis vezes mais do que o número presente em um pote de água para cachorro (47,3 mil colônias de bactéria/cm²).

A pior de todas é o modelo com tampa que desliza, cuja superfície teve até 933,3 mil colônias de bactéria/cm², quase 20 vezes mais do que o pote para o pet. Esse modelo também continha a maior porcentagem (17%) de bactérias gram-positivas cocos, responsáveis por infecções cutânea e generalizadas e pneumonia.

Em outras palavras, nas condições da pesquisa, seria melhor beber água da vasilha do seu cão enquanto você faz exercícios.

O modelo mais limpo é o com canudo embutido. Conforme o estudo, as gotas de água costumam ficar depositadas no fundo do canudo, o que torna mais difícil às bactérias chegar à umidade.

Os responsáveis por essa festa bacteriana são a boca e as mãos, explica o médico professor de Infectologia da PUC-SP, Fernando Ruiz: "O contato com a boca humana municia constantemente o acúmulo de bactérias nesses recipientes. Estudos históricos mostram que passam de 700 as espécies já descritas".

No entanto, Ruiz ressalta que só a presença de germes não é decisiva para um indivíduo adoecer. Feridas na boca (cárie, diabete, placas bacterianas, gengivite e aftas), por exemplo, facilitam que a bactéria caia na corrente sanguínea e cause pneumonia ou infecções graves. Imunidade baixa também facilita que uma enfermidade se manifeste.

Higienização
A limpeza das garrafinhas deve ser feita com detergente comum e de forma frequente, aconselha o médico. "Principalmente onde pode se acumular umidade ou formar placas de biofilme (conglomerado de bactérias), como os canudos", diz o infectologista.

Além disso, o médico ressalta que o melhor é usar água de fonte confiável e manter o recipiente longe do sol - uma vez que altas temperaturas favorecem a proliferação de germes.

Fonte: UOL (Com Estadão Conteúdo)

Curta nossa página no Facebook



Addthis