Se preciso, serei candidato em 2018, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou na manhã desta sexta-feira (28) que, se for preciso, poderá disputar a Presidência da República em 2018. Esta é a primeira vez que ele falou publicamente sobre a possibilidade de se candidatar.

"Não posso dizer que sou, nem que não sou [candidato]. Sinceramente, espero que tenha outras pessoas para serem candidatas. Agora, uma coisa pode ficar certa. Se a oposição pensa que vai ganhar, que não vai ter disputa e que o PT está acabado, ela pode ficar certa do seguinte: se for necessário, eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições", afirmou Lula em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, na cidade de Montes Claros (417 km de Belo Horizonte).

Ontem, o ex-presidente participou de evento na cidade mineira que serviu de estreia para as viagens que ele fará pelo país para tentar melhorar a imagem do PT.

A fala de Lula se deu após questionamento sobre a possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo Lula, a oposição tem de "esperar 2018", aludindo à próxima eleição para a Presidência da República. Pesquisa do instituto Datafolha divulgada em junho mostra que, se as eleições fossem hoje, Lula teria 25% das intenções de voto, mas seria derrotado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), que teria 35% das intenções. Se o candidato fosse o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), Lula venceria: 26% das intenções de voto contra 20% do tucano, que seria superado ainda por Marina Silva (PSB-AC), com 25%.

"A oposição tem que ter paciência neste país. Eu perdi três eleições, voltava para casa. Eu não ficava xingando as pessoas. Eu não ficava falando palavrão. Eu ia para casa me preparar. Como diria o [Leonel] Brizola [1922-2004], se estive vivo, eu ia para casa lamber minhas feridas, ou seja, para me preparar para a outra eleição. Foi assim que eu fiz durante 12 anos. A oposição precisa parar de resmungar, tem de parar de xingar a presidenta, ela tem que torcer para que esse país melhore", afirmou.

O ex-mandatário afirmou ainda que a população do Brasil não "aceita golpe'.

"Ninguém quer mais golpe neste país. Quem quiser ser candidato à Presidência da República que espere 2018, dispute democraticamente e vê se ganha as eleições", afirmou.

Lula ainda alfinetou a oposição ao afirmar que ela nunca "fez nada por esse país" e que governava apenas para "um terço da população".

Ele disse não acreditar na interrupção do mandato de Dilma antes do término dele.

"Não acredito em impeachment da presidente Dilma. Acredito que as dificuldades que nós estamos passando agora serão vencidas na medida que a economia comece a se recuperar e os programas anunciados pela presidenta Dilma comecem a dar resultado', disse Lula.

Lula também defendeu a Petrobras e as investigações que versam sobre corrupção nas esferas públicas do governo. Ele afirmou que as administrações petistas permitiram a criação de instrumentos para a investigação dos casos de corrupção.

"PT cometeu desvios"
O ex-presidente avaliou que o PT "cometeu desvios" porque "passou a fazer política igual aos outros partidos políticos. O PT era para ser diferente de verdade", declarou.

"Teve gente do PT que errou, teve. Eu dizia, quando estava na presidência, que só tem um jeito, neste país, de você não ser molestado por uma investigação, é você ser honesto", afirmou.

Lula ainda declarou que Dilma não era conhecedora dos desvios de dinheiro público na Petrobras.

"Gostaria de ter sabido antes. A Polícia Federal não sabia, o Ministério Público não sabia, a direção da Petrobras não sabia. Só se ficou sabendo depois que houve um grampeamento e pegou o [doleiro] Alberto Youssef, que já tinha muitas passagens pela polícia, falando com outros caras", afirmou.

Palpites
O ex-presidente ainda disse que passará a falar mais com a imprensa para, segundo ele, rebater "palpiteiros" e que fiou mais quieto quando deixou o cargo de presidente da República para não ficar dando "palpites".

"Desde que eu deixei a Presidência, eu tomei uma decisão de não dar mais entrevistas, porque quem tem que governar é a Dilma. Eu não posso ficar dando palpite. Eu, sinceramente, estou até com saudade de um microfone (....). Eu vou voltar a falar, dar palpite nas coisas, porque eu vejo muita gente que já governou esse país, eu vejo muita gente que já foi deputado, eu vejo muita gente que já foi governador e que não fez nada e agora fica dando palpite como se fosse salvador da pátria. Então ele  pode ficar certo do seguinte: o Lula vai voltar a uma atividade política mais intensa, vou viajar o Brasil e vou disputar com eles ideias."

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook



Oi é operadora que menos cumpre metas de qualidade, segundo Anatel

A Anatel e a EAQ (Entidade Aferidora da Qualidade da Banda Larga) divulgaram hoje os resultados das medições de velocidade das conexões de banda larga por estado brasileiro. Os números compreendem os meses de abril, maio, junho e julho de 2015.

As medições de banda larga fixa analisaram características das conexões tais como velocidade média, perda de pacotes, velocidade instantânea, disponibilidade (se o serviço ficava indisponível durante muito tempo), latência (período de transmissão de ida e volta de um pacote) e jitter (variação na latência). No caso da banda larga móvel, foram analisados apenas os quesitos de velocidade média e instantânea.

Todos os critérios avaliados têm metas. A velocidade média, por exemplo, precisa ser ao menos 80% da contratada, e a disponibilidade dos serviços deve ser, segundo a meta, 99% em no mínimo 95% das medições.

Tanto com relação a conexões móveis quanto fixas, a Oi foi a operadora cujos resultados ficaram abaixo das metas com mais frequência. Ao todo, a operadora teve resultados insatisfatórios em mais da metade das avaliações entre abril e julho.

Com relação a conexões fixas, as outras duas operadoras que tiveram maior número de avaliações abaixo da meta, atrás da Oi, foram GVT e Net. Nas conexões móveis, por outro lado, a TIM ficou atrás da vivo em avaliações abaixo da média.

Ao longo do período, a Oi também ficou atrás das demais operadoras na velocidade média de conexões fixas de banda larga acima de 2Mbps. Ao longo do período, a maior média atingida por uma operadora em um estado foi da Tim, que chegou a oferecer uma média de 45,27 Mbps aos clientes de São Paulo.

Vale lembrar, no entanto, que a categoria engloba todas as conexões com velocidade superior a 2 Mbps. Por esse motivo, a oferta de planos das operadoras pode acabar distorcendo o resultado final das medições.

O Olhar Digital contatou as operadoras citadas nesta matéria, mas até o momento não obteve um retorno.

Metodologia
A velocidade das conexões fixas de banda larga é medida por amostragem. Usuários que se voluntariam pelo site Brasil Banda Larga são sorteados por operadora de acordo com os planos contratados (até 2Mbps ou acima de 2Mbps). Os voluntários instalam medidores em suas conexões, e os dados são enviados à EAQ.

Para a medição da velocidade de conexões móveis de banda larga, a EAQ instala medidores em escolas públicas localizadas sob a área de cobertura das operadoras. Os medidores, então, realizam as medições nas faixas de velocidade correspondentes a planos de até 1Mbps e acima de 1Mbps.

Fonte: Olhar Digital

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Secretaria de Saúde promove mais um encontro dos profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar

Na perspectiva de um melhor cuidado, sendo este prestado pelo próprio familiar no seu domicílio, a Secretaria de Saúde do Crato, através da equipe do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), realizou na noite da última quarta-feira, 26 de agosto, no auditório da Secretaria de Saúde, o 2º Encontro de Cuidadores e Familiares do SAD.

Segundo Valeska Cordeiro, Coordenadora do SAD no Município, neste segundo momento, o tema abordado foi sobre AVC (Acidente Vascular Cerebral), e sobre o trabalho de fisioterapia após o AVC. “Todos os meses, trabalhamos temas relevantes do cotidiano desses cuidadores”, reforçou Valeska. Ela informou que esses encontros são realizados mensalmente, e o objetivo é capacitar os cuidadores e familiares dos pacientes acompanhados pelo SAD.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Boneco inflável de Lula é rasgado e gera confusão

Apoiadores e opositores do governo Dilma se envolveram em confusão nesta sexta-feira (26) depois que um boneco inflável do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário foi rasgado no viaduto do Chá, na frente da Prefeitura de São Paulo.

Apelidado de "Pixuleko", o boneco que ganhou fama instantânea durante as manifestações pró-impeachment de Dilma Rousseff do dia 16, iniciou um tour pelo país.

Na manhã de sexta-feira (28), foi exibido na zona sul de São Paulo.

A confusão envolvendo o boneco começou depois que um homem que passava pelo local tentou danificar o equipamento usado para inflá-lo.

O homem foi contido pela Guarda Civil Metropolitana. Em seguida, foi hostilizado pelos manifestantes, que tentaram agredi-lo e interromperam o trânsito no viaduto por alguns minutos.

"Eu não sou obrigado a ver isso aí. Fosse um boneco de 5 cm do Alckmin, alguém dava um tiro em dois segundos", afirmou o rapaz, que não quis se identificar.

Nesse momento, simpatizantes do governo que foram atraídos pela movimentação começaram a trocar ofensas com o primeiro grupo de manifestantes e gritar em apoio à presidente Dilma Rousseff e a Lula.

Na confusão, alguém fez um rasgo no boneco, aparentemente com uma faca. A Guarda Civil então deteve a estudante de direito Emmanuelle Thomazielo, 21, apontada pelas lideranças da manifestação como responsável pelo rasgo, e levou-a para uma delegacia próxima. Segundo os guardas, o objetivo era protegê-la dos manifestantes.

Enquanto Thomazielo entrava no carro da Guarda, manifestantes tentavam agredi-la e gritavam "vai perder sua teta".

Ela nega que tenha furado o boneco. "Estava no meio da confusão e me pegaram", afirmou à Folha.

Depois do incidente, o boneco foi desinflado pela empresa contratada pelos movimentos pró-impeachment. Os líderes dos movimentos foram embora em seguida, mas opositores e simpatizantes do governo continuaram discutindo, observados pela Guarda Civil e pela Polícia Militar.

Já na delegacia, os donos do boneco quiseram saber o que poderiam fazer para buscar justiça. Para prestar queixa, informou o delegado, era preciso deixá-lo na perícia.

"Querem prender o Pixuleko e deixar o Lula solto? Sacanagem", reclamou Marcello Reis, líder do grupo de ativistas Revoltados On Line.

Os manifestantes decidiram fazer um boletim de ocorrência e consertar Pixuleco.

"Não é um rasgo que vai impedi-lo de viajar pelo país", disse Ricardo Honorato, do Movimento Brasil, grupo que criou o boneco.

Neste domingo (30), ele deve ser colocado na av. Paulista, em frente ao prédio do (TCU) Tribunal de Contas da União, para pressionar o órgão a analisar supostas irregularidades nas contas do governo.

Antes da confusão no centro, Pixuleko foi inflado na Ponte Estaiada, na zona Sul. O protesto obrigou a TV Globo a mudar o cenário do telejornal Bom Dia São Paulo, gravado perto de uma janela com vista para a ponte. Nesta sexta, o telejornal foi transmitido com as cortinas fechadas.

Com pedidos de visitas em todo o país, o Movimento Brasil ainda não decidiu se "Pixuleko" deve continuar no próximo mês na Região Sudeste, em Estados como Minas Gerais e Espírito Santo, ou trilhar caminhos mais longo, viajando à Região Nordeste.

O nome do boneco de plástico é uma referência ao termo que teria sido usado pelo ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto para se referir a propina, segundo o empreiteiro Ricardo Pessoa, delator da Operação Lava Jato.

'Destruição'
O presidente do PT, Rui Falcão, disse nesta sexta que a exibição do boneco como se Lula fosse um ladrão comum faz parte de uma campanha de destruição da imagem do PT.

Citando uma expressão usada num artigo do ex-prefeito do Rio Cesar Maia (DEM), ele disse que há uma tentativa de desconstrução da imagem de Lula.

"Estão tentando derreter o Lula para destruir o PT. Eles sabem qual é a liderança, qual é a força politica que tem o PT. Isso já vinha antes de a gente ter a Presidência. Tem uma série de episódios de tentar destruir o PT e destruir o Lula. São os mitos: casa do Morumbi, fortuna do Lula, conta no exterior, uma série de ataques".

Segundo Falcão, o PT também é alvo de ataques. "Era da bagunça, da greve, os barbudos. Isso faz parte da campanha de tentativa de destruição", disse.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Barrado na escola por uniforme velho, vendedor de cocadas faz 5 faculdades

O brasiliense Cristian Santos não tem dúvidas de que a paixão pela leitura o permitiu mudar de vida. Vendedor de cocadas na infância e na adolescência para ajudar os pais, ele chegou a ser impedido de assistir aulas em uma escola pública por não ter condições de comprar um uniforme novo. O jovem se refugiava das críticas dos colegas na biblioteca, onde encontrou livros que o ajudaram a ingressar na universidade e conquistar cinco graduações.

A primeira obra com que o atual bibliotecário da Câmara dos Deputados teve contato foi “A Arca de Noé”, quando tinha 6 anos, lida por uma das cinco irmãs. A fantasia o estimulava diante da realidade complicada. O pai era pedreiro e tinha dificuldades em sustentar a casa sozinho. A família passava por necessidades.

“O pão, normalmente sem manteiga, era o do dia anterior, vendido pela metade do preço. O gás, raridade lá em casa, era substituído pela lenha, que alimentava uma lata de tinta transformada em fogão de duas bocas”, lembra Santos.

Aos 7 anos, o garoto sentiu na pele os reflexos da pobreza. Único na turma a não ter o uniforme, precisou usar a camiseta de um colega para fazer a foto de final de ano da escola. “Tornei-me o Welinton. Pela primeira vez em tantas outras, a miséria [veio] negar minha identidade.”

Diante do quadro, a mãe do rapaz decidiu comprar cocos secos no mercado e preparar o doce para que ele pudesse vender pelas ruas de Brazlândia quando completou 9 anos. O lucro era usado na aquisição de um novo fruto, verduras em oferta e o passe escolar.

“Meus clientes eram a vizinhança que, em sua grande maioria, não ignorava o porquê de eu vender cocada. Penso que muitos compravam os doces por compaixão”, afirma.

Já na adolescência, outra atribuição do garoto passou a ser cuidar da casa. Ele acordava às 4h para ferver a água do café e passar pano no chão. Uma hora depois embarcava em um ônibus rumo à W3 Sul para ir para o colégio Elefante Branco – a 45 quilômetros de casa. Santos lembra de aproveitar os minutos antes do início da aula para “pausadamente” comer, longe dos olhares e risos dos colegas.

“Fui vítima de bullying escolar pelo tênis velho, por não ter mochila e pelo fato de o meu pai ser pedreiro. Era uma crueldade absurda. Recordo-me, dessa mesma época, ter sido motivo de chacota por parte de meus colegas de turma ao descobrirem que levava um pãozinho francês amanteigado, prensado entre meus livros. Era minha refeição a ser devorada no recreio, já que não tinha dinheiro para a lanchonete”, conta.

“No nível médio, fui impedido de frequentar as aulas pela direção da escola por usar um uniforme antigo. Uma semana intensa dedicada à venda das cocadas me permitiu adquirir a camiseta. Impossibilitado de comprar os livros didáticos, consumia todos os meus recreios copiando no caderno as tarefas a serem entregues na próxima aula. Era um sufoco! De todo modo, sempre era escolhido pelo conselho escolar como o melhor aluno da turma”, completa

Sem dinheiro para pagar a taxa de inscrição do vestibular, o jovem precisou esperar seis meses depois do fim do ensino médio para concorrer a uma vaga na Universidade de Brasília. Santos se preparou com a ajuda de apostilas velhas achadas em uma biblioteca. Ele também usou o período para batalhar bolsas de estudo em francês, inglês e espanhol.

“Era com o dinheiro dos doces que bancava as fotocópias dos textos, o almoço no restaurante universitário – R$ 0,50, por refeição, o menor valor, já que era classificado pelo serviço social da UnB como aluno carente – e as passagens de ônibus. Nem sempre as vendas eram boas. No primeiro semestre do curso de biblioteconomia, por exemplo, minhas aulas terminavam às 20h, e ia a pé, do Minhocão até a rodoviária, já que não tinha condições de pagar a tarifa do circular”, lembra.

Aos 19 anos, o garoto conseguiu estágio e passou a ganhar R$ 250 por mês. O dinheiro foi usado em um cursinho preparatório para o cargo de técnico judiciário. Aprovado, ele deixou de vender cocadas e passou a sustentar os pais e as cinco irmãs.

Outras formações e prêmios
Após concluir biblioteconomia, Santos foi aprovado em primeiro lugar no concurso do Superior Tribunal de Justiça para o cargo de bibliotecário. Na mesma época ele passou a apresentar, na condição de bolsista, trabalhos científicos na Argentina, Finlândia, Noruega e Estônia.

“Numa tarde chuvosa, fui a uma daquelas lojas de R$ 1,99 a pedido de minha mãe. Encontrei numa estante de canto 'A morte de Ivan Ilitsch'. Voltei para casa sem o escorredor de macarrão, mas na companhia de Tolstoi. A novela me feriu, e minha paixão pela literatura alcançou um nível alarmante. Acabei me graduando em língua e literatura francesas e depois em tradução. Nesse período, estudei por três meses na Universidade Laval, Canadá, graças à hospedagem gratuita de uma família católica”, diz.

O homem fez ainda filosofia e teologia, além de mestrado em ciência da informação – a dissertação foi premiada em um concurso na Argentina. Ele chegou a ser admitido para o curso anual da Scuola Vaticana di Paleografia, mas não pôde fazer porque não foi liberado pela direção do STJ.

Depois, o ex-vendedor de cocadas fez doutorado em literatura e práticas sociais. Os estudos o levaram a se aprofundar na obra de Michel Foucault e o estimularam a se preocupar em ser mais humanista e culto.

“Defendo que todo bibliotecário é, fundamentalmente, um intelectual, ou seja, como disse Foucault, um sujeito que tem por papel ‘mudar algo no espírito das pessoas’. Um bibliotecário letárgico é, portanto, um engodo, um desserviço à sociedade”, afirma Santos.

A tese dele virou livro e aborda a representação de padres e beatas na literatura. “Na obra, discuto as razões pelas quais a literatura do país representa os personagens religiosos de forma caricata, sempre associados ao atraso moral e econômico. ‘Devotos e Devassos’ acaba de ser indicado para o Prêmio Jabuti em duas categorias: melhor crítica literária e melhor capa.”

Exemplo em casa
Para o servidor público, o sucesso tem a ver com o que via no dia a dia. Mesmo diante das dificuldades e com pouco conhecimento acadêmico, Santos conta que o pai tinha “formação política invejável”.

“Lembro-me dele, durante o jantar, discutindo a respeito da inflação galopante e da necessidade de gente do povo se candidatar a cargos públicos eletivos”, conta.

Uma das experiências que o marcou é de quando, acompanhando o pai no trabalho, foi repreendido por querer brincar com os pregos tortos e enferrujados. O garoto ouviu que não podia transformar em vaquinhas e cavalos algo que não lhe pertencia.

A mãe, segundo o servidor público, tinha personalidade parecida. Ela oferecia água fresca aos garis que varriam a rua e abrigava camponeses que chegavam à região.

“A pobreza não impediu que ambos fossem sensíveis ao sofrimento daqueles que eram ainda mais carentes de pão e de afeto. Meu pai não raramente aparecia em casa com moradores de rua, alimentando-os e vestindo-os. Uma vez, rumo à igreja, voltou com um senhor completamente bêbado; lavou-o e alimentou-o e o acolheu por duas semanas, até conseguir uma passagem de ônibus que o levasse de volta à Bahia”, diz.

Santos afirma que os exemplos foram essenciais para que ele ter forças para transformar a vida que levava. "Não poderia alcançar mobilidade por mim mesmo. Somente virei a mesa porque fui estimulado."

Fonte: G1 DF

Curta nossa página no Facebook



Como Chávez destruiu a economia mais rica da América Latina

Quando Hugo Chávez assumiu pela primeira vez a presidência da Venezuela, em 1999, o país não era exatamente o modelo econômico de alguém. Suas grandes riquezas petrolíferas tinham sido desperdiçadas repetidas vezes.

A inflação era um problema recorrente -- tinha superado os 100 por cento em 1996 --. A economia não crescia muito. Quase metade da população estava abaixo da linha da pobreza do país.

Um cientista político, ao avaliar a situação alguns meses depois do início do mandato de Chávez, chegou ao ponto de dizer que o país estava “em ruínas”.

Ainda assim, a Venezuela era o país mais rico da América Latina, graças a seu petróleo. As finanças do governo estavam em uma condição toleravelmente boa, também graças ao petróleo.

Foi basicamente assim que as coisas continuaram durante os primeiros seis ou sete anos de Chávez no poder. Sim, ele destinou bastante dinheiro aos pobres e fez muitas coisas que enlouqueceram tanto sindicatos quanto líderes empresariais.

O diretor da câmara de comércio do país chegou até a substituí-lo como presidente em uma tentativa de golpe, em 2002, que fracassou dois dias depois.

Mas até 2005 a Venezuela ainda tinha o PIB per capita mais elevado da América Latina (ajustado pela paridade do poder de compra) e nenhum problema para pagar suas contas.

Os defensores de Chávez podiam até destacar alguns indicadores que mostravam que a pobreza e a desnutrição estavam caindo.

Agora, é claro, a economia da Venezuela é um desastre. O governo parou de divulgar as estatísticas econômicas regularmente em dezembro, mas um alto funcionário disse à Bloomberg News que a taxa anual de inflação é de 150 por cento.

A estimativa mais recente do Troubled Currencies Project, administrado por Steve H. Hanke, do Cato Institute e da Universidade Johns Hopkins, enquanto isso, é de que a inflação esteja, na verdade, em 808 por cento.

A escassez de alimentos se tornou um problema, o calote das dívidas parece quase inevitável e um colapso econômico completo não está fora de questão.

Em 2014, a Venezuela tinha, pela conta ajustada à paridade do poder de compra do Banco Mundial, caído para o quinto lugar em termos de PIB per capita na América Latina, atrás de Chile, Cuba (!), Uruguai e Panamá. México e Brasil poderão passar o país neste ano, apesar de seus próprios problemas econômicos.

Até mesmo a Colômbia, sua vizinha próxima, está chegando bastante perto.

O que aconteceu com a Venezuela de 2005 para cá?

A divergência entre receitas e despesas da Venezuela começou muito antes do colapso do preço do petróleo há um ano.

Quando os preços do petróleo atingiram uma alta histórica, em julho de 2008, a receita do governo -- 40 por cento dela provém diretamente do petróleo -- já estava diminuindo.

O problema principal era a produção petrolífera venezuelana, que caiu de 3,3 milhões de barris por dia em 2006 para 2,7 milhões em 2011.

O volume continuava sendo de 2,7 milhões em 2014, segundo o mais recente estudo BP Statistical Review of World Energy.

A Venezuela não está ficando sem petróleo. Suas reservas provadas dispararam desde 2000, quando os geólogos descobriram mais informações sobre o petróleo pesado do Cinturão de Orinoco.

Mas a extração desse petróleo exigirá muitos recursos e conhecimento, duas coisas que têm faltado à empresa petrolífera estatal da Venezuela, a Petróleos de Venezuela (PVDSA), desde que Chávez iniciou uma série de tomadas de controle hostis a partir do início dos anos 2000.

Em torno de 2005, Chávez começou a chamar sua estratégia de governo de “Socialismo do Século 21”.

Mas ela era mais parecida ao que a cientista política Terry Lynn Karl chamou de “petrolização”: transformar o gasto dos recursos do petróleo na principal finalidade do governo, mesmo após o dinheiro começar a acabar. Isso deixou o país em uma situação impossível.

Para pagar suas contas, o governo tomou um empréstimo de US$ 45 bilhões da China, mas também imprimiu toneladas de dinheiro.

Chávez já não está mais no jogo, mas essa crise é claramente dele. Ele assumiu um país que estava avançando aos trancos e barrancos e deixou-o a caminho de se tornar um caso perdido.

Há tipos de governantes que são piores que esse -- os que massacram seu próprio povo ou levam seus países a guerras sem esperanças --. Mas em termos de gestão macroeconômica básica, Hugo Chávez precisa ser entendido como um dos líderes mais desastrosos que o mundo viu em muito tempo.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Zona rural do município do Crato recebe sinalização horizontal e vertical

Com o principal objetivo em oferecer mais segurança à população, em evitar acidentes de trânsito que muitas vezes acontecem pela falta sinalização e a pedido das comunidades, a Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Segurança, Cidadania e Trânsito e do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), está realizando a sinalização das comunidades da zona rural do Município.

Nesta semana, o distrito de Santa Fé e o Sítio Brejinho, localizado naquele distrito, receberam sinalização horizontal, com a colocação de lombadas, e vertical, com placas para reduzir a velocidade. A próxima comunidade a receber o serviço será a Malhada.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Cura para a obesidade pode estar próxima, sugere estudo

Um estudo realizado por pesquisadores do MIT e da Universidade de Harvard, nos EUA, pode ajudar no desenvolvimento de uma droga para curar a obesidade. Eles descobriram como bloquear um gene defeituoso que está conectado com a doença.

Publicada no Periódico de Medicina de New England, a pesquisa revelou que o FTO, conhecido desde 2007 como o gene da obesidade, não afeta diretamente o metabolismo do ser humano. Ele influencia outros genes que causam a doença.

O que os cientistas desvenderam é que um destes genes possui um defeito: ele diminui a produção de gorduras marrons. O ser humano, geralmente, possui dois tipos de gordura: a branca (que armazena gordura) e a marrom (que queima gordura). Enquanto a maioria das pessoas tem as duas gorduras em proporções parecidas, os obesos têm mais brancas do que marrons.

Para bloquear este gene, os cientistas norte-americanos o editaram usando uma ferramenta chamada CRISPR. Eles descobriram que ao bloquear este gene, os ratos do experimento ficaram 50% mais magros.

Mas quais são as implicações deste trabalho? Agora que os cientistas já sabem como o corpo transforma as células de gordura brancas pelas marrons, eles poderão desenvolver novos tratamentos mais efetivos contra a epidemia.

Problemas relacionados à obesidade matam 2,8 milhões de pessoas no mundo todo dia, de acordo com a OMS. Só no Brasil, 52,5% da população está acima do peso e, desta metade, 17,9% é considerada obesa, segundo dados de 2015 do Ministério da Saúde.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook



Juazeiro do Norte inaugura maior fórum do Interior

Este município passa a contar, a partir de hoje (28), com o maior fórum trabalhista do Interior e segundo maior do Estado. O equipamento, que recebe o nome de Desembargador do Trabalho Paulo da Silva Porto, possui uma área total de 4.700 metros quadrados, e vai abrigar as três varas do trabalho da Região do Cariri, sendo duas de Juazeiro do Norte e a vara do Crato. O fórum deverá receber, ainda, uma quarta unidade da Justiça do Trabalho.

Juntas, as três unidades da Justiça do Trabalho resolvem conflitos trabalhistas de 26 municípios da região e são responsáveis por uma das maiores movimentações processuais do Estado. Em 2014, as varas receberam mais de 2.700 processos para julgar. O prédio foi construído no bairro São José, próximo ao triângulo que atende as três cidades de maior expressão do Cariri. A obra custou R$ 5,2 milhões.

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE), desembargador Tarcísio Lima Verde Júnior, considera que o Fórum representa um marco, ficando "marcado na história da Justiça do Trabalho no Ceará".

Com obras iniciadas em 2013, ainda na gestão da desembargadora Maria Roseli Mendes Alencar, Tarcísio Lima lembra que a obra é fruto de uma "continuidade administrativa que só traz ganhos para o Poder Público e para os jurisdicionados".

Melhor distribuição
Para o presidente do TRT-CE, a concentração dos serviços das três varas do trabalho em um único prédio facilitará a vida de empregados, de empregadores e de advogados da região, além de propiciar uma melhor distribuição dos processos novos entre as varas, reduzindo prazos e julgamentos.

O magistrado avalia que, com as novas instalações, as despesas de manutenção serão reduzidas e haverá um melhor aproveitamento do quadro de servidores.

O segundo maior fórum trabalhista do Estado é também um dos primeiros do país a possuir equipamentos que permitem o uso racional dos recursos naturais, como sistema de captação de águas pluviais, central de ar-condicionado inteligente, iluminação com sensores de presença no estacionamento e telhas de alumínio termoacústico.

Acessibilidade
O fórum trabalhista do Cariri possui ainda espaços ergonômicos, vagas exclusivas para bicicletas e carros elétricos, além de coleta seletiva de lixo.

De acordo com o Núcleo de Responsabilidade Socioambiental do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região, a Justiça do Trabalho do Ceará decidiu assumir a responsabilidade de ser um referencial em edificação sustentável na Região do Cariri, servindo como fato gerador para a execução de novas obras públicas ou privadas, seguindo padrões semelhantes.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Governo estuda recriar a CPMF para cobrir as despesas em 2016

Sem dinheiro suficiente para cobrir as despesas do governo em 2016, o governo estuda recriar a CPMF, o chamado "imposto do cheque".

Segundo a Folha apurou, essa é uma das medidas de aumento de tributos analisadas pela cúpula do Executivo.

Não há consenso na chamada Junta Orçamentária, equipe que integra os ministérios da Fazenda, Planejamento e Casa Civil, sobre o tamanho dos cortes de gastos necessários para o ano que vem. Por isso, ganhou força no Executivo a ideia de sugerir ao Congresso uma nova CPMF para cobrir esse buraco.

A Fazenda propõe uma redução mais ambiciosa nas despesas, inclusive as obrigatórias, enquanto o Planejamento advoga por um limite menor para não inviabilizar o andamento de programas federais.

Para resolver essa equação, a saída seria promover o aumento da arrecadação via elevação de impostos.

Extinta em 2007, durante a gestão Lula, a volta da CPMF foi descartada no primeiro semestre deste ano após o ministro da Saúde, Arthur Chioro, defender uma fonte adicional de recursos para financiar a saúde pública.

O Palácio do Planalto já trabalha em uma minuta de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) prevendo a nova CPMF, a decisão final depende da presidente Dilma Rousseff.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Município participa de oficina sobre trabalho infantil em Barbalha

Foi realizada na última quarta-feira, 26, na cidade de Barbalha, a 7ª Oficina Regional sobre as Ações Estratégicas Inter setoriais do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) no Estado do Ceará. O evento, promovido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, em parceria com o Ministério Público e o Fórum Estadual pela Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEETI/CE), aconteceu no Centro de Artes e Escolas Unificadas e reuniu representantes de 12 municípios, como Crato, Araripe, Assaré, Campos Sales, Caririaçu, Mauriti, Missão Velha, Salitre, Várzea Alegre e Saboeiro.

O município do Crato foi representado através da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS) e pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O procurador-chefe da Secretaria Executiva do FEETI-CE, Antônio de Oliveira Lima, esteve à frente do debate. Na ocasião, foram discutidos os planos de ações estratégicas de cada município, através de trabalhos em grupos, em relação ao combate e prevenção do trabalho infantil, além de apresentadas estratégias de melhorias e aperfeiçoamento das ações nesse sentido.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Cidades do CE ganharão novos aeroportos

Mais uma etapa do Programa de Aviação Regional da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República foi realizada no Ceará com a inspeção de técnicos às cidades no Interior nesses últimos dois dias. Três aeroportos serão construídos em Canindé, Itapipoca e Sobral. Outros receberão obras de reforma, ampliação e adaptações: Aracati, Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte e Quixadá. A unidade de Jericoacoara (em Cruz) está em construção.

Implantado em 2012, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Aviação Civil Regional prevê investimentos de R$ 7,3 bilhões em obras de construção e reforma de 270 aeródromos no Brasil.

No Ceará, serão aplicados R$ 363 milhões em nove aeroportos. A ação governamental é baseada em três pilares: obras de infraestrutura (reforma, construção), gestão e subsídio visando à redução do preço de passagem e viabilização de voos regionais. O programa de incentivo à aviação regional apresenta cinco etapas. A primeira é o estudo de viabilidade técnica. Todos os municípios cearenses já passaram por essa fase. A segunda refere-se ao estudo preliminar que vai definir tamanho de pista e do terminal de passageiro. Atualmente sete municípios estão incluídos: Canindé, Crateús, Iguatu, Itapipoca, Jericoacoara, Juazeiro do Norte e Quixadá.

A terceira etapa inclui a obtenção de licença ambiental e a elaboração de anteprojeto. No Ceará, apenas Aracati está nessa fase. As demais são licitação (para escolha da empresa responsável pela construção) e, por último, a realização das obras. Essas duas últimas fases ainda não contemplaram nenhum dos aeródromos do Estado.

Reunião
Na manhã desta quarta-feira, técnicos da Secretaria de Aviação Civil, do Departamento Estadual de Rodovias (DER), do Banco do Brasil (financiador do projeto), prefeitos e representantes dos municípios contemplados com o programa estiveram reunidos na Secretaria de Infraestrurura (Seinfra) do Ceará, em Fortaleza, para apresentação do programa e esclarecimentos aos gestores acerca das etapas a serem vencidas.

Segundo o coordenador-geral do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa), Marcio Maffili, o Ceará está entre os estados do Nordeste mais adiantados no desenvolvimento das ações. "A reunião com os prefeitos marca o estreitamento das relações para resolver pendências existentes nos municípios, tais como: acessos, infraestrutura básica e desapropriações", frisou Maffili.

Dos nove aeroportos, oito são delegados ao governo do Estado, exceto o de Juazeiro do Norte. "A gente precisa conscientizar os prefeitos, que gerem o local, a preservar o entorno dos equipamentos e garantir a segurança da população", ressalta Maffili.

Desde quarta-feira à tarde que a equipe técnica cumpre uma programação de visitação aos aeroportos no Interior. A visita começou por Iguatu e Crateús. Ontem, foi em Aracati. Nesta sexta-feira (28), será encerrada pelos municípios de Sobral e Cruz, onde está sendo concluído o aeroporto de Jericoacoara.

O aeroporto de Iguatu foi construído na década de 1950 e o terminal de passageiro ainda é preservado, mas inadequado. Na década de 1990, a pista foi ampliada e recebeu balizamento noturno.

Agora, por meio do programa, serão investidos R$ 18 milhões em obras de construção de um terminal de passageiros com 682 metros quadrados, seção de combate a incêndios, implantação de um novo piso de concreto no pátio das aeronaves, estacionamento, recuo da cabeceira da pista em 90 metros e desapropriação de área para expansão futura.

"O projeto vai ser elaborado e acreditamos que em, dois anos, a obra estará concluída, em Iguatu", prevê Maffili. O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, mostrou entusiasmo com o programa. "Esse terminal de passageiro é inadequado, pequeno, construído há mais de 50 anos", disse. "A construção de um novo terminal e realização de obras de reforma e melhoramento pode viabilizar voos comerciais de aeronaves de até 70 passageiros para Fortaleza e outras capitais".

Novos aeroportos
Maffili explicou que o aeroporto atual de Sobral não permite obra de ampliação, daí a necessidade de construção de uma nova unidade. Canindé e Itapipoca também serão contemplados com a edificação de aeroportos.

Os gestores temem, entretanto, que as medidas de ajuste fiscal e a crise econômica enfrentada pelo Brasil atrasem as obras de reforma e construção dos aeroportos, previstas no PAC da Aviação Regional.

Homologação
De acordo com o DER, no total, o Estado do Ceará tem exatamente 14 aeroportos, sendo que cinco destes não estão em operação por falta da devida homologação: Russas, Limoeiro do Norte, Jericoacoara, Itapipoca e Canindé. Outros nove permanecem em funcionamento: Aracati, Camocim, Campos Sales, Crateús, Iguatu, Quixadá, São Benedito, Sobral e Tauá.

Mais informações
Departamento de Rodovias Estaduais (DER)
Fone: (85) 3101. 5788

Secretaria de Infraestrutura - Seinfra
Fone: (85) 3216. 3764

Secretaria da Aviação Civil Regional
Fone: (61) 3311. 7100

HONÓRIO BARBOSA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Comissão do Senado aprova regulamentação da profissão de fotógrafo

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, na quarta-feira, 26, a regulamentação das profissões de fotógrafo e detetive particular. As propostas seguem para análise do Plenário.

O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 64/2014 define como aptos ao exercício profissional de fotógrafo os diplomados em fotografia no ensino superior ou técnico. Os não diplomados também poderão exercer a profissão, desde que, na data de início de vigência da nova lei, tenham exercido a atividade por, no mínimo, dois anos.

A comprovação desse tempo de serviço será feita por meio de declaração da respectiva entidade de classe, além de recibos de pagamentos de serviços prestados ou declaração da empresa empregadora, com firma reconhecida em cartório.

O projeto, entretanto, não inclui o repórter-fotográfico na regulamentação. Trata apenas dos fotógrafos que trabalham para empresas especializadas, com ensino técnico e científico, os pesquisadores, os que trabalham com publicidade e outros serviços correlatos.

O relator, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), lembra que o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional a exigência do diploma de jornalismo e registro profissional no Ministério do Trabalho como condição para o exercício da profissão de jornalista. A não inclusão do repórter-fotográfico na regulamentação afasta, portanto, possíveis inconstitucionalidades da proposta.

Crivella lembrou ainda que, apesar de o Congresso não estar se furtando de aprovar regulamentações de profissões, respondendo às “aspirações da população”, a presidente Dilma Rousseff vem sistematicamente vetando propostas semelhantes.

Fonte: Comunique-se

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Vacinação contra Paralisia infantil se encerra próxima segunda-feira (31)

A Secretaria de Saúde do Crato, por meio do Setor de Imunização, está realizando a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite. A vacina é disponibilizada em todos os postos de saúde para crianças de 6 meses até menor de 5 anos. A meta é imunizar pelo menos 95% do público. Vale dizer que a vacina contra a poliomielite é oral (gotinhas). A dose é destinada a qualquer criança dentro da faixa etária preconizada, independente de ela já ter sido vacinada contra paralisia infantil.

A Poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença provocada por vírus que afeta o sistema nervoso e pode levar à paralisia irreversível dos membros. Silvanete Saraiva da Coordenação da Imunização do Crato, alerta que a campanha se encerra na próxima segunda-feira, dia 31, e lembra aos pais e/ou responsáveis que ao levarem seus filhos para tomar a vacina não esqueçam o cartão de vacinação.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Servidores do Judiciário no CE param a partir do início de setembro

Está previsto para o próximo dia 1º o início da greve dos servidores do Judiciário estadual. Os coordenadores do movimento esperam uma adesão elevada na Região Metropolitana de Fortaleza e no Interior. A paralisação ocorre em um momento de crise econômica enfrentada pelos estados e divide opiniões. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) anunciou o corte de ponto dos grevistas. O clima é de acirramento.

A principal reivindicação refere-se à adequação de jornada de trabalho a partir da implantação de sete horas corridas, pagamento de ascensões funcionais, extensão de gratificações e a participação efetiva de servidores em todas as comissões que discutam direitos e deveres da categoria.

De acordo com o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Ceará (SindJustiça) na próxima terça-feira, dia 1º, haverá concentração de grevistas defronte à rampa principal de acesso ao Fórum de Justiça Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. Os diretores do SindJustiça visitam comarcas do Interior para divulgar e obter a adesão de servidores.

No primeiro dia de paralisação, está prevista a vinda de representações de sindicatos da categoria de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba e Sergipe. "São lideranças que vêm nos apoiar e prestar solidariedade", explicou a secretária da Coordenadoria Geral do SindJustiça, Dalice Brito. "Infelizmente, nenhuma das reivindicações foram atendidas e não restou outro caminho a não ser entrar em greve".

Em maio passado, nos dias 20 e 21, os servidores paralisaram atividades e voltaram a cobrar atendimento das reivindicações. Em julho, teria ocorrido um acordo verbal entre a presidência do Tribunal e o sindicato sobre a adequação da jornada de trabalho para o mês de outubro próximo e as pautas econômicas seriam renegociadas a partir de fevereiro de 2016. "A presidência recuou e o Tribunal passou a negar todas as pautas", observou Dalice Brito. "A falta de perspectiva de negociação foi a gota d'água para a greve".

Levantamento apresentado pelo SindJustiça mostrou que a maioria dos servidores optou por horário único de trabalho, de sete horas. No último dia 11, assembleia geral da categoria realizada no 1º Salão do Júri no Fórum Clóvis Beviláqua decidiu pela greve.

A paralisação divide opiniões. O presidente da Associação Cearense de Magistrados (ACM), Antonio Alves Araújo, considera a greve dos servidores da Justiça um ato inadequado mediante o momento de crise econômica que o País enfrenta. "Tenho acompanhado as reivindicações e considero essa greve inoportuna, sem razão", frisou. "Os servidores do Ceará são bem remunerados e obtiveram conquistas nos últimos anos".

Incoerência
O presidente da ACM argumentou que, no passado recente, os servidores reivindicaram ampliação da jornada de 30 horas semanais para 40 horas semanais e houve um aumento de 33,2% da remuneração de forma gradativa, concluída em 2014. "Agora eles querem voltar, reduzir carga horária e manter o salário", frisou. "Isso me parece uma incoerência sem par. Não sei como eles têm coragem de defender tal proposta".

Para o magistrado Antonio Araújo, os servidores deveriam repensar o início da greve. "O movimento vai trazer consequência danosa para a sociedade, paralisar atendimento nas comarcas em um momento de situação difícil", analisou. "O Tribunal não tem como atender essas reivindicações e recentemente teve que suspender nomeação de juízes".

Suspensão
No último dia 19, o TJCE suspendeu a posse de 79 juízes substitutos. A Ordem dos Advogados do Brasil - Secção Ceará (OAB-CE) ingressou com um pedido de providência junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que o órgão nacional de controle do Judiciário atue no Estado e intervenha na situação. Os magistrados, que seriam distribuídos em 73 comarcas do Interior e seis da Região Metropolitana de Fortaleza, iriam tomar posse no dia 3 de setembro, mas a ação foi adiada para 2016, pois o TJCE alega que "o Estado passa por ajustes financeiros".

HONÓRIO BARBOSA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Ministério da Cultura e UFCA abrem terça-feira (1) formação para Gestores de Cultura

O Curso de Formação para Gestores e Conselheiros Municipais de Cultura das Regiões do Cariri e Centro-sul do Ceará, realizado pela Pró-Reitoria de Cultura da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em parceria com a Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura (MinC), começa na próxima terça-feira, 1º. O curso formará 160 gestores de cultura e durará cerca de cinco meses.

A solenidade de abertura será realizada no Centro de Expansão Dom Vicente de Araújo Matos, no Crato, às 18h30min, com a presença do Secretário de Articulação Institucional do MinC, Vinícius Wu, do Pró-Reitor de Cultura, Ivânio Azevedo Jr., e do Secretário de Cultura do Ceará, Guilherme Sampaio. Os 160 participantes do curso são oriundos de 33 municípios das regiões Cariri e Centro-sul do Ceará, entre secretários de cultura, artistas, produtores culturais, dentre outros, e de instituições parceiras, como Sesc, Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri, Escola Violeta Arraes e ainda técnicos e estudantes da UFCA.

Com a realização do curso, espera-se a criação de um fórum permanente de gestão cultural que vai potencializar as ações desenvolvidas nos municípios, possibilitando a integração dos agentes culturais. Segundo João Dumont, coordenador técnico do Curso, o grande legado desta formação é a valorização e o desenvolvimento das atividades culturais nos municípios contemplados. João acredita ainda que o Curso vai fazer uma reparação histórica em benefício dos que fazem a cultura na região, sobretudo os mestres, os artistas e a comunidade.

Confira abaixo a programação completa do I Encontro Presencial do Curso, com o tema “Políticas Culturais para o Cenário Contemporâneo”:

1° de setembro – terça-feira
9h – recepção e credenciamento
14h – Aula 1: EAD e utilização da Plataforma, com Hanna Menezes (DTI-UFCA) e Dorys
Moreira (IFCE)
18h30 – Solenidade de abertura
19h – Aula 2: Palestra “Cultura como direito e cidadania cultural”, com Humberto Cunha (Unifor)

2 de setembro – quarta-feira
10h – Aula 3: “Introdução às Políticas Públicas”, com Lia Calabre (Fundação Casa de Rui
14h – Aula 4: “Política Cultural Comparada”, com Lia Calabre (Fundação Casa de Rui Barbosa)
20h -  Programação artística

3 de setembro – quinta-feira
8h – Aula 5: “Política Cultural no Brasil – perspectiva Histórica”, com Alexandre Barbalho
14h – Aula 6: “Política Cultural local, territorial, setorial e regional”, com Alexandre Barbalho

Assessoria de Comunicação/UFCA

Curta nossa página no Facebook



Brasil fica em penúltimo em pesquisa sobre simpatia de vendedores

Esse ambiente de preocupação na economia parece que tem contaminado o humor do pessoal que trabalha no comércio no Brasil.

“Aqui tem uma esfiha tão boa, tão boa, tão boa, que dá até dó de vender” – a esfiha pode até ser uma delícia, mas o anúncio é melhor ainda. Só assim mesmo pra tentar vencer o marasmo. É que tá ruim o negócio... Literalmente!

“Tá muito difícil. Você tem que reduzir sua margem assustadoramente pra não perder os seus clientes”, afirmou a empresária Patrícia Gabriel.

E, pelo jeito, quando reduz a margem de lucro, reduz também a de felicidade. Porque o vendedor brasileiro tem recebido os clientes de um jeito, digamos, cada vez menos alegre.

Muitas vezes, quando um cliente chega numa loja, ele lê a seguinte mensagem na parede: "sorria, você está sendo filmado". Só que em alguns casos, a plaquinha que tá faltando para o vendedor dentro é  outra: sorria, ponto. Parece óbvio alguém que está querendo vender alguma coisa dar um simples sorriso para um cliente que chega. Mas na pesquisa do vendedor simpático, o brasileiro ficou na penúltima colocação.

Quem diria... O país com fama de ter riso frouxo, hoje só tem vendedores mais sorridentes que o recatado Japão. Na pesquisa, que foi feita em vários países do mundo, 97% dos vendedores irlandeses estão rindo de bobeira quando chega cliente. No Brasil, só está na cara de 79% dos funcionários.

Está achando que nem é um resultado tão ruim assim? A coordenadora da pesquisa discorda.

“De dez clientes que entraram na loja, dois não foram recebidos com sorriso. Isso é grave. Parece um número pequeno, mas não, se a gente multiplicar isso, quantos entram, quantos clientes entram nas lojas por dia, é um número bastante preocupante”, afirmou Stella Susskind, coordenadora da pesquisa no Brasil.

“Eu posso até comprar se eu estiver precisando muito, mas eu não voltaria mais por conta da má recepção”, disse o bancário Eduardo Bitencourt.

Fonte: Jornal Nacional/G1

Curta nossa página no Facebook



Crato (CE): Secretaria de Desenvolvimento Econômico articula realização do 1º Seminário do Microempreendedor Individual

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Venâncio Saraiva, participou, em Brasília, da reunião de articulação para a realização do 1º Seminário do Microempreendedor Individual do Município do Crato. Na oportunidade, o secretario esteve na Secretaria da Micro e Pequena Empresa, do Ministro Guilherme Afif Domingos. Venâncio Saraiva foi recebido pelo secretário de Racionalização e Simplificação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Mauro Borgéa Soares e pela sua Chefe de Gabinete, Roseli Teixeira Alves.

De acordo com Venâncio, essa foi uma reunião de grande importância para a realização do seminário que deverá acontecer no Crato. “Certamente esse grande evento vai dar maior impulso e profissionalização a 2.150 microempreendedores individuais formalizados com um potencial de 10.000 que existem na cidade do Crato.

A reunião em Brasília teve como pauta a apresentação da proposta de realização do I SEMINÁRIO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL que se apresentará como um evento de importância significativa para o desenvolvimento econômico local e regional, melhorando o quadro do empreendedorismo e construindo um ambiente de negócios mais estruturante e salutar. O Ministro Guilherme Afif Domingos foi convidado para proferir palestra no Seminário.

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook



Atirador mata repórter e câmera em passagem ao vivo; veja o vídeo

A quarta-feira começou triste, com uma fatalidade nos Estados Unidos: durante uma passagem esta manhã no canal WDBJ7, filial da CBS, a repórter Alison Parker, de 24 anos, e o câmera Adam Ward, de 27, foram baleados ao vivo e morreram no local.

O caso aconteceu no Bridgewater Plaza, uma galeria comercial localizada na cidade de Roanoke, em Virginia, às 6h45 da manhã de hoje. Três departamentos policiais da região perseguiram o suspeito, identificado como Vester Flanagan, ex-apresentador da mesma rede de TV, e que usava o pseudônimo Bryce Williams. Horas depois, ele foi encontrado em estado grave próximo a uma estrada, após tentativa de suicídio.

Vicki Gardner, representante de uma associação comercial local que estava sendo entrevistada no momento do ataque, foi baleada nas costas e está no hospital.

É possível ouvir os disparos e os gritos da repórter, bem como um vulto de um homem quando a câmera vai ao chão. No momento da transmissão, a apresentadora do jornal fica chocada e completamente sem reação no estúdio.



Âncora revela que namorava com repórter
Poucas horas depos do incidente, Chris Hurst, âncora da WDBJ7, revelou em seu perfil no Twitter que mantinha um relacionamento com Alison há nove meses. “Nós não compartilhávamos isso publicamente, mas Alison e eu estávamos namorando. Tínhamos acabado de ir morar juntos. Estou em choque”, escreveu. “Foram os melhores meses da minha vida. Nós queríamos nos casar. Tínhamos acabado de celebrar o 24º aniversário dela.”

“Ela era a mulher mais radiante que conheci. E por alguma razão me amava de volta também”, acrescentou Hurst. “Eu estou sendo consolado por todos aqui na WDBJ7. Nós somos uma família. Ela trabalhava com Adam todos os dias. Eram um time. Estou de coração partido pela noiva dele.”

Fonte: Yahoo!

Curta nossa página no Facebook



Juazeiro do Norte (CE): Vídeo flagra Guardas Municipais agredindo adolescente

Um caso de violência foi registrado em vídeo na noite da última segunda-feira (24), na Avenida Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. As imagens mostram um adolescente, que não foi identificado, sendo agredido por Guardas Civis Municipais.

As cenas foram flagradas por um estudante universitário que trafegava pelo local. Primeiro, o adolescente é agredido com um soco e depois arrastado com truculência por um dos Guardas. Em seguida, ele é algemado de costas na grade de proteção do shopping da cidade. Enquanto o garoto grita pedindo “socorro”, outros três GCMs observam a ação. Segundo testemunhas, o adolescente teria sido acusado de um suposto furto. Nenhum boletim de ocorrência foi aberto.

O vídeo não mostra mas, segundo o acadêmico, minutos depois chegam duas viaturas, “uma da polícia militar e outra da guarda municipal”. “Eles só observaram a cena e foram embora, depois o garoto foi posto em outra viatura e levado para casa”, relatou o estudante que pede para ter sua identidade preservada temendo represarias.

A reportagem tentou contato com a Guarda Civil de Juazeiro do Norte, no entanto, não obtivemos retorno até a publicação desta reportagem.

Veja o vídeo:



Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



12 hábitos no trabalho que prejudicam sua saúde sem perceber

Como se não fosse cansativo o suficiente passar muitas horas por dia no trabalho, ficamos sabendo agora que a rotina pode estar nos levando a adotar vários hábitos que prejudicam nossa saúde. O pior é que às vezes nem sequer nos damos conta do que estamos fazendo.

A boa notícia é a seguinte: nunca é tarde para mudar de rumo. Talvez não bastem 21 dias para formar um hábito, como reza o chavão, mas é verdade que hábitos repetitivos assumem um papel grande em nossos comportamentos cotidianos. Agora é hora de usar isso a nosso favor.

Nas próximas linhas, alguns dos hábitos maquinais que você adota no seu local de trabalho e que podem estar influenciando sua saúde. E, claro, o que fazer a esse respeito.

1. Começar a trabalhar sem ter tomado café da manhã
A justificativa científica é discutida, mas a maioria dos especialistas concorda que é melhor tomar um bom café da manhã do que passar sem essa refeição.

Pode ser fácil passar a manhã com apenas uma xícara de café no estômago, mas pesquisas sugerem que tomar um bom café da manhã pode ajudar a ativar seu metabolismo e aumentar sua energia, para que você não sinta preguiça mais tarde.

Se isso ainda não o convenceu, alguns especialistas defendem que até um donut pela manhã é melhor que não comer nada, se bem que essa não deva ser sua escolha constante, é claro.

Se você quiser algumas opções fáceis para o café da manhã, experimente uma destas receitas rápidas.

2. Apoiar o rosto na mão
É cômodo, é claro, e talvez você faça isso sem pensar, mas tocar seu próprio rosto com frequência pode prejudicar o bom cuidado da pele e a higiene.

“Tocar seu rosto pode torná-lo mais vulnerável a problemas de pele, porque o toque transmite bactérias e outros germes”, disse a dermatologista Ava Shamban, autora de Heal Your Skin. Eca!

3. Fazer um lanche rápido na própria mesa do trabalho
Aviso importante: seu cérebro precisa de um descanso. Sem isso, sua produtividade e seu nível de energia vão cair.

Além disso, pesquisas mostram que fazer várias coisas ao mesmo tempo é ineficiente, então é provável que você não seja muito produtivo se continuar a trabalhar sem fazer uma pausa para o almoço.

4. Sentar-se torto na cadeira
Má postura = saúde ruim? É possível, sim. Estudos mostram que quando você fica torto, isso pode exercer influência negativa sobre seu estado de ânimo.

Sem falar que a má postura, frequente quando as pessoas estão olhando fixamente para aparelhos de tecnologia, tensiona a parte superior do corpo, podendo resultar em dores na nuca e nos ombros.

5. Tocar os próprios olhos
Pode ser tentador limpar o rímel manchado no meio do dia, mas cuidado com os contatos entre mãos e olhos, pois são outra maneira de espalhar germes.

Além disso, você pode machucar a pele delicada da região dos olhos.

“Esfregar os olhos pode criar rasgos microscópicos na pele (fazendo a região dos olhos parecer mais velha), romper os capilares nas pálpebras (gerando pequenas veias finas, como fios) ou romper os capilares sob os olhos (intensificando as olheiras)”, disse Shamban.

6. Passar o dia todo sentado
Muitos especialistas consideram que passar muito tempo sentado é tão prejudicial à saúde quanto fumar – má notícia para quem passa oito horas por dia sentado diante de uma mesa de trabalho.

O sedentarismo pode elevar o risco de diabetes e doenças cardiovasculares, além de, provavelmente, prejudicar as costas.

Crie o hábito de levantar-se e se movimentar com a maior frequência possível ou, se houver oportunidade disso, opte por uma mesa de trabalho na qual você possa trabalhar em pé.

Você também pode optar por uma posição de ioga para desfazer alguns dos danos causados por passar muitas horas sentado no trabalho.

7. Fazer carinho no cachorro do escritório e depois voltar ao seu teclado
Se você teve a sorte de receber um e-mail dizendo que “hoje você pode levar seu cão ao trabalho”, saberá o que é alegria pura em um dia de trabalho.

Mas não deixe de lavar as mãos depois de brincar com seu pet. Os pets, incluindo os cachorros, podem carregar germes que são transmitidos dos animais às pessoas, diz o Centro de Controle de Doenças – mas nada que um bom banho não resolva.

8. Levar seu telefone ao banheiro
Metade dos usuários de smartphones na faixa dos 18 aos 29 anos admite que leva o celular ao banheiro, segundo revelou uma pesquisa HuffPost/YouGov de 2013.

Pode ser tentador, ahn, fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, mas na realidade você está simplesmente convidando micróbios a entrar em seu corpo e acompanhá-lo de volta à mesa de trabalho.

Na realidade, pesquisas revelam que o telefone das pessoas costuma ter mais bactérias que o vaso sanitário. Falando sério – deixe o telefone fora do banheiro!

9. Deixar de tirar uma folga quando você está doente
Um resfriado comum pode deixar você física e mentalmente esgotado. Quando você não se dá o tempo necessário para descansar, pode acabar por prolongar a doença.

Além disso, está comprometendo o sistema imunológico de seus colegas de trabalho, expondo-os ao vírus.

Faltar ao trabalho quando você está doente é melhor para sua saúde, para a saúde deles e, no longo prazo, para a produtividade de todos.

10. Cruzar as pernas
Às vezes as pessoas cruzam as pernas para evitar encostar nos pés da pessoa à sua frente, mas pode ser boa ideia repensar sua postura.

Segundo o Yahoo! Health, cruzar as pernas com muita frequência pode gerar dor de costas e nas nucas e pode até elevar sua pressão.

A posição ideal para se sentar é com os pés plantados no chão e os joelhos e tornozelos formando um ângulo de 90 graus, sempre que possível.

11. Curtir uma pizza gratuita no trabalho
O departamento de marketing pode ter oferecido compartilhar suas pizzas com vocês, mas, se elas ficaram tempo demais fora da geladeira, é bom tomar cuidado.

A FDA (o órgão responsável por alimentos e medicamentos nos EUA) recomenda que alimentos comerciais cozidos não passem mais de quatro horas fora da geladeira, já que com mais tempo que isso, bactérias podem surgir e se multiplicar, segundo o New York Times.

As refeições caseiras devem passar menos tempo ainda fora da geladeira: apenas duas horas.

12. Não se desligar do trabalho depois de voltar para casa
A fadiga extrema é um perigo real – e é algo que pode acontecer rapidamente, se você não se der conta dos pequenos hábitos negativos que o levam a essa situação.

Ficar ao computador depois do jantar ou checar os e-mails antes de se deitar podem parecer atividades sem importância, mas podem estar contribuindo para sua exaustão mental.

Procure guardar o celular fora de seu alcance depois de chegar em casa. Você se agradecerá por isso, mais tarde.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook



ShareThis