Instituto Federal do Ceará inicia oferta de vagas para 100 cursos técnicos

A partir desta segunda-feira (11) o Instituto Federal do Ceará (IFCE) promoverá seu processo seletivo para os cursos técnicos de forma unificada para as turmas do primeiro semestre de 2014.

As formações serão realizadas nos 23 campi da instituição distribuídos pelo Estado, totalizando 2.929 vagas em 100 cursos.

Os candidatos devem acessar o portal do IFCE para realizar a inscrição e efetuar o pagamento da taxa no Banco do Brasil. O período de solicitação de isenção também começa no dia 11. Para ser contemplado, o interessado precisará apresentar documentação comprobatória (relacionada no edital) no campus onde pleiteia a vaga.

O IFCE oferece cursos nas modalidades concomitante, integrada e subsequente ao Ensino Médio, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Há oportunidades nos campi de Acaraú, Aracati, Baturité, Camocim, Caucaia, Canindé, Cedro, Crateús, Crato, Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte, Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Maracanaú, Quixadá, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tianguá, Ubajara e Umirim.

A unificação do processo seletivo permitirá ao candidato escolher como local de realização das provas qualquer um dos municípios onde estão situados os 23 campi do IFCE, evitando a necessidade de grandes deslocamentos, já que o Instituto tem campi instalados em todas as regiões do Estado.

Segundo o pró-reitor de Ensino, Reuber Saraiva, o maior ganho para a instituição, com a unificação dos exames, está na celeridade do processo, bem como na melhor prestação do serviço à comunidade.

*Com informações do IFCE



Confira alguns fatos assustadores a respeito dos produtos que você consome

Todo mundo tem uma comida ou bebida favorita, e o consumo desses produtos é sempre um verdadeiro prazer, sejam eles simples ou superelaborados. No entanto, nem sempre estamos cientes de como determinados alimentos foram produzidos nem quais foram todos os ingredientes utilizados em seu processo de elaboração. Aliás, em muitos casos é melhor nem saber mesmo, você não acha?

Contudo, o pessoal do site ListVerse — estraga prazeres! — decidiu publicar uma matéria sobre fatos assustadores a respeito de produtos que a maioria de nós consome até com frequência, e nós aqui do Mega Curioso selecionamos sete deles para você conferir:

1 – Fã de sashimi?
Um peixe muito popular em restaurantes japoneses e que é servido cru é o atum, que contém grandes quantidades de mercúrio, uma substância que pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

2 – Pãozinho da hora
Se você não consegue viver sem aquele pãozinho de miolo branco e fofinho, é melhor ter cuidado. Muitos fabricantes usam sulfato de amônia — um conhecido fertilizante e ingrediente de bombas — para potencializar a ação do fermento.

3 – Açúcar
Você é do tipo formiguinha, que não consegue viver sem açúcar? Pois saiba que um ingrediente indispensável na fabricação do açúcar refinado é um pó feito a partir de ossos carbonizados de bovinos, utilizado para deixar os grãos branquinhos.

4 – Cuidado com as calorias
De dieta? Então, é melhor você ficar de olho nas opções “low fat” (ou com gordura reduzida). Quando essas substâncias são eliminadas dos produtos, os alimentos perdem muito em sabor. Para contornar isso, as gorduras normalmente são substituídas por outros ingredientes que, muitas vezes, acabam deixando as comidas mais calóricas do que as opções convencionais.

5 – Frutas
Caso você seja daqueles que não conseguem viver sem frutas, é bom saber que, de acordo com grupos ambientalistas, análises mostraram que mais de 90% das maçãs, pêssegos, morangos e nectarinas contêm pesticidas, mesmo depois de serem lavados ou descascados.

6 – Tacinha
Sabe aquela tacinha de vinho que você gosta de saborear de vez em quando? Para ter a aparência cristalina, os fabricantes costumam utilizar substâncias como o colágeno, a gelatina e até sangue de bovinos para capturar materiais particulados tais como fragmentos de uva, levedura e outros compostos orgânicos.

7 – Vinho com surpresa
E falando em vinhos... Quando as uvas são coletadas através de máquinas, esses equipamentos chacoalham as videiras para que os frutos caiam. No entanto, isso significa que outros “ingredientes” — como insetos, pássaros e qualquer coisa que esteja nas plantas — também acabam sendo coletados. O problema é que nem todos os fabricantes separam o que foi colhido pelas máquinas, então, pode ser que você esteja tomando vinho batizado!

Fonte: Mega Curioso


Arte, tradição e atualidade no Cariri, o caldeirão de cultura


A efervescência da tradição popular do interior do Ceará contagia a contemporaneidade de produções artísticas de todo o país: é essa a proposta intercambial da Mostra SESC Cariri de Culturas. Em sua 15ª edição, o festival promove a diversidade cultural no sertão cearense, ocupando com agentes de múltiplas linguagens as ruas, praças, teatros, clubes e galpões dos municípios do Crato, Juazeiro do Norte, Nova Olinda, Barbalha e outros 24 municípios da região.

A mostra, que ocorre de 8 a 13 de novembro, está dividida em apresentações nos eixos de Artes Cênicas, Música, Literatura, Artes Plásticas, Audiovisual, Meio Ambiente e Ações Formativas, como oficinas, seminários e debates. Este ano, 98 obras artísticas foram selecionadas, das quais 15 são do Ceará, além de 134 grupos convidados de tradições populares, como reisados e maracatus. Somando todos os envolvidos, são 2825 artistas locais, fora os representantes das outras regiões brasileiras.

"Esse é um momento de festa, de harmonia. Fazemos da cultura o que ela é de verdade: um espaço para paz. Estamos aqui fazendo cultura, fazendo arte", comemora a diretora regional do Sesc-CE, Regina Leitão. Em 2013, a abertura da mostra acontece hoje às 17h com um cortejo pelas ruas de Assaré, como forma de prestar homenagens ao artista que consagrou a cidade. Inclusive, há uma circulação específica de espetáculos, o Circuito Patativa do Assaré, que reverencia de forma mais clara as obras do poeta. "Cantamos e recitamos Patativa, mas também levamos a obra para junto de outros artistas", explica a diretora do SESC. Logo após o cortejo, acontece um show de música regional na praça principal com o gaúcho Renato Borghetti e os cearenses Waldonys e Adelson Viana.

Dentro da programação dos eixos, há atividades para todos os gostos. Só no Núcleo de Artes Cênicas há cinco mostras distintas, fora o Circuito: Menino Cariri, voltada ao público infantil; Tradição Popular, integrando representantes das matrizes culturais locais com visitantes; Palco Giratório, com circulação de teatro e dança; Palco Brasil, com espetáculos convidados de outros estados; e Teatro de Rua, um convite à interação da plateia em espaços públicos.

Este ano, os grandes shows noturnos foram transferidos para Juazeiro do Norte. Segundo Regina Leitão, a mudança aconteceu porque a prefeitura do Crato, cidade em que a Mostra nasceu e onde as apresentações tradicionalmente aconteciam, não confirmou a autorização para os espaços públicos em tempo hábil para a organização. Por isso, é no Largo da Matriz, ao lado da Unidade Juazeiro do Norte do Sesc que se apresentam Chico Pessoa e Elba Ramalho, no dia 10 às 21h, e Zeca Baleiro, como encerramento da mostra no dia 13.

Mais informações
XV Mostra Sesc Cariri de Cultura
De hoje a quarta-feira (13), em sete cidades da região do Cariri
Entrada gratuita
Acesse a programação AQUI

Fonte: Diário do Nordeste


Cid Gomes é apontado como sucessor do ministro Alexandre Padilha

A partir de dezembro, a presidente Dilma Roussseff dará início a uma ampla reforma no primeiro escalão do seu governo.

 A troca de time na Esplanada prevê a saída dos ministros que vão concorrer a cargos públicos em 2014.

Uma das vagas a serem abertas é no comando do Ministério da Saúde, ocupado, hoje, por Alexandre Padilha, candidato do PT ao governo de São Paulo.

Em Brasília, o mais cotado para assumir a pasta que terá um grande peso na campanha de reeleição de Dilma é o governador Cid Gomes (PROS).

Caso o cearense venha a aceitar o cargo, a presidente terá a chance de retribuir o afago e a lealdade do ex-peesebista, que deixará o governo estadual no final do próximo ano.

Durante sua permanência no PSB, Cid não poupou esforços na execução de uma estratégia político-eleitoral do Governo Federal e do ex-presidente Lula para forçar a desistência do candidato do seu então partido à eleição presidencial.

Como Eduardo Campos não desistiu de disputar o Planalto, Cid não titubeou e deixou o PSB para ingressar no PROS, partido que já nasceu no arco de aliança de apoio à reeleição de Dilma. O movimento esvaziou o palanque do pernambucano no Estado.

Fonte: Aqui CE



Crato (CE): Continua luta por projeto para recuperação definitiva do Canal do Rio Grangeiro

Como forma de promover uma melhoria definitiva no Canal do Rio Grangeiro, em Crato, está sendo pleiteado em Brasília, junto ao Governo Federal, a aprovação de um projeto de R$ 50 milhões, voltados para elaboração de obra que contemple toda a área do canal. A informação foi repassada pelo superintendente do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), Quintino Vieira, do Governo do Estado.

Recentemente, foi finalizada a área de recuperação dos trechos destruídos pelas chuvas. O superintendente disse que, mesmo com a recuperação recentemente, concluída na semana passada, continua sendo feita a solicitação definitiva para que a questão do canal seja praticamente resolvida, não ocasionando mais prejuízos à população cratense.

O prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, tem tido a preocupação de manter contatos junto ao Governo Federal, desde o início da administração, no intuito de reforçar esse pleito. A administração inicia a fase de recuperação das calçadas e locais que ficaram danificados pelas chuvas e enchentes. Os serviços começam na próxima segunda-feira, na cidade.

Foto: Arquivo

Assessoria de Imprensa / PMC



Sua saúde: Entenda como o Viagra funciona

Imagina como deve ser horrível querer muito fazer uma coisa e simplesmente não conseguir. É isso o que acontece com muitos homens por aí, que, mesmo quando estão estimulados sexualmente, não conseguem ter uma ereção.

O melhor tratamento para esse grande problema surgiu há 15 anos nos EUA e, desde então, tem feito a diferença na qualidade de vida de muita gente. A popularidade do remédio é tamanha que é muito difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido a palavra “Viagra”. O que muita gente nem faz ideia é como um comprimido pequeno pode fazer o efeito praticamente milagroso.

Anatomicamente falando
O corpo humano, você já deve ter percebido, é uma máquina natural fascinante, cheia de mistérios e engenhocas surpreendentes. No caso da ereção peniana masculina, é fundamental que se entenda a anatomia do pênis em primeiro lugar.

O órgão sexual masculino tem duas funções básicas: eliminar urina e liberar esperma e líquido seminal por meio do que é conhecido como ejaculação. Quando está tudo bem, o processo de ejaculação envolve três passos simples: o homem precisa estar estimulado sexualmente, o pênis responde ficando ereto e a ejaculação ocorre depois que o órgão é estimulado.

Contextualizando
Em alguns casos, porém, a ereção não acontece, o que torna a ejaculação muito difícil ou até mesmo impossível. É para esses momentos que o medicamento é indicado.

Antes de querer saber tudo a respeito, você precisa entender uma coisa: o que faz seu corpo mexer são os músculos; da ponta do dedão do pé ao braço para segurar a bolsa, tudo envolve contração muscular. O pênis, por sua vez, fica ereto não por causa dos músculos, mas pela pressão que recebe.

Imagine que você tem um balão vazio e, de repente, começa a enchê-lo com ar. Logo ele vai ficar maior e mais consistente, certo? Com o pênis a coisa é bem parecida, exceto pelo fato de que, em vez de ar pressurizado, o que faz a diferença é a pressão do sangue.

Corpos cavernosos
O órgão sexual masculino tem duas cavidades cilíndricas bastantes importantes conhecidas como corpos cavernosos, que ficam posicionadas paralelamente ao corpo esponjoso. Imagine que esses dois corpos cavernosos são dois balões cilíndricos.

A verdade é que esses dois cilindros são constantemente inundados por sangue enviado diretamente de artérias – depois, veias levam esse sangue a outras regiões do pênis. E é basicamente isso o que garante a ereção: sangue. Com a quantidade grande de sangue entrando, os corpos cavernosos ficam esticados e o pênis ereto.

Disfunção
Se as artérias ligadas ao pênis não ficarem abertas o suficiente para exercer a pressão sobre os corpos cavernosos e as veias, fica muito difícil ou até mesmo impossível que o pênis venha a ficar ereto. Trata-se, então, do que é conhecido como disfunção erétil.

Na década de 80, um tratamento bem popular para esse problema era a injeção de fentolomina, uma substância capaz de fazer com que as artérias se abram e o sangue jorre para o órgão. O problema das injeções era o seguinte: elas faziam efeito na hora, mesmo que o homem não estivesse sexualmente excitado.

Melhoras no tratamento
O Viagra faz a mesma coisa, só que de forma bem mais simples, com apenas o comprimido. Além do mais, o homem que toma o medicamento vai ter ereção somente quando estiver excitado, graças a uma capacidade de enviar as mensagens corretas e exatas aos neurotransmissores responsáveis pela movimentação muscular das artérias e, consequentemente, pela ereção do pênis.

Quando o homem está sexualmente excitado, seu cérebro é capaz de mandar mensagens ao pênis que, por sua vez, produz substâncias responsáveis por pedir mais sangue às artérias. Sem o remédio, as artérias receberiam a mensagem e simplesmente não responderiam a ela. Todo mundo aqui sabe como isso é chato.

Resposta
O Viagra age como o corretor chato, que fica ali, estimulando a artéria a responder as mensagens que recebe. Assim que isso acontece, o pênis é irrigado com muito mais sangue e a ereção ocorre.

Homens mais velhos podem ter problemas de ereção mesmo assim, simplesmente porque as artérias não conseguem se dilatar muito mesmo quando o cérebro manda a ordem para que isso aconteça. Existem outros meios não tão populares de lidar com o problema e, se o Viagra não resolver, é importante procurar ajuda médica.

Todo medicamento pode vir acompanhado de efeitos colaterais, e com o Viagra não é diferente. Muitos pacientes já relataram mudanças na percepção das cores verde e azul, por exemplo. Isso sem falar em dores de cabeça e ataques cardíacos – é fundamental estar em dia com o cardiologista antes de tomar o remédio. Casos de ereções muito longas e ejaculações doloridas também já foram registrados.

Fonte: Mega Curioso



Cariri e Centro-Sul querem mais vagas para o Pronatec

A necessidade de ampliação no número de vagas oferecidas anualmente aos municípios do Ceará pelo programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec) foi debatida na manhã de ontem neste município, durante abertura das Oficinas Regionais de Inclusão Produtiva - Brasil Sem Miséria, por representantes de 42 municípios das regiões do Cariri e Centro-Sul.

O evento será encerrado hoje e as discussões acontecem no auditório do Sest/Senat, localizado na divisa dos municípios de Crato e Juazeiro do Norte. O encontro regional tem como finalidade o repasse de orientações aos gestores e a abertura de canais de discussão em torno das estratégias metodológicas de incremento ao programa federal.

O público do encontro foi formado por secretários da área do Trabalho e da Assistência Social, primeiras damas, técnicos do setor e demais assessores dos governos municipais presentes.

Para todo o Ceará foram destinadas 42.786 vagas pelo Pronatec este ano. Deste total, houve destinação de 9.170 vagas aos municípios que formam as duas regiões que estão participando das oficinas. Juntas, as regiões conseguiram preencher cerca de 7 mil vagas. No Cariri e Centro-Sul, 40 municípios já aderiram ao programa. O encontro regional é realizado através de parceria entre os governos federal, estadual e municipais.

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará, Josbertini Clementino, representou o governador do Ceará, Cid Gomes, durante a abertura das oficinas. Segundo ele, embora haja pleno reconhecimento dos benefícios criados à população através dos programas sociais de transferência de renda, é preciso ampliar o número de oportunidades ao conhecimento técnico e profissional garantindo, desta forma, certa independência da população a estes mesmos programas.

"A intenção é gerar a emancipação dos beneficiários dos programas sociais realizados pelo governo federal a partir do ensino profissional e técnico. Melhor que o auxílio mensal percebido através dos programas de transferência de renda é a garantia de quem necessita estar exercendo uma profissão que dignifique a geração de proventos individuais e familiares", avalia Josbertini Clementino.

Negociação
Segundo o secretário estadual, a intenção do governo Cid Gomes é triplicar o número de vagas oferecidas as regiões Sul e Cariri pelo Pronatec já no próximo ano. "Nós estamos buscando, junto ao governo da presidente Dilma Rousseff, a ampliação do número de vagas para 2014. A intenção é garantir, pelo menos, cerca de 25 mil novas inscrições aos 42 municípios que formam as duas regiões".

Ele disse que também está sendo discutida, em nível de Estado, a possibilidade de mudanças na aplicação do ensino técnico e profissional na rede pública de ensino. "Essa discussão já está sendo feita junto a Secretaria da Educação do Ceará, através da professora Izolda Cela. Há perspectivas de que, a partir do ano que vem, além das escolas de Educação Profissional, as demais unidades do ensino público também possam oferecer cursos profissionalizantes ou de capacitação", informou.

Para o chefe de gabinete da Prefeitura Municipal do Crato, Cristiano Leite, a possibilidade do aumento no número de vagas do Pronatec em 2014 gera expectativas positivas junto as administrações públicas. "O que todos querem é que realmente haja condições de preparo da mão de obra existente em cada um dos municípios para que, a partir de tal existência, empresas de médio e grande porte passem também a ter interesse em realizar suas instalações nas nossas cidades garantindo, com isso, mudanças em relação à geração de emprego, distribuição de renda e aquecimento da economia local nos municípios", disse.

Ele também defende a necessidade de garantia da saída dos cidadãos que hoje ainda dependem do repasse de recursos federais através dos programas sociais que possuem tal finalidade. "Seria, na verdade, o resgate da autoestima da população carente que ainda depende destes programas. Embora saibamos da importância do Bolsa Família, por exemplo, é necessário criar mecanismos de libertação à população", avalia.

O secretário do Trabalho e da Assistência Social do município de Cedro, João Alverne Farias, diz que a ampliação das vagas, caso ocorra, pode trazer inúmeros benefícios as cidades de pequeno e médio porte. "É o caso do Cedro. Como não há indústrias ou empresas de grande porte que garantam a presença da nossa população junto ao mercado de trabalho, o conhecimento adquirido através dos cursos oferecidos pelo Pronatec, além do aprendizado, também oportuniza a condição do emprego".

O município, conforme afirma, já pleiteou para o próximo ano 221 novas vagas. "Em 2013 foram 100 vagas. Dobramos o número de inscrições para o ano que vem. Se conseguirmos aumentar ainda mais, garantiremos maiores benefícios à nossa população", pontua Alverne.

O município de Barro também já realizou a pactuação de vagas do Pronatec para 2014. Serão 400 vagas, segundo a assistente social Juliana Tavares. Todas as inscrições serão disponibilizadas aos moradores da sede do município e os cursos deverão acontecer na Escola Justino Alves Feitosa. "Mesmo com esse número já pactuado, há demanda crescente no município. Havendo aumento no número de inscrições a expectativa é que a procura pela participação também seja ampliada", informa a profissional.

O encerramento das oficinas está previsto para as 13h com apresentação dos trabalhos realizados pelos grupos. Também deverá ser apresentado aos participantes os principais encaminhamentos que serão remetidos aos governos do Estado e Federal.

Mais informações
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Rua Soriano Albuquerque, 230
Joaquim Távora - Fortaleza
Telefone: (85) 3101.5157

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR 

Fonte: Diário do Nordeste


Nota de esclarecimento acerca da Mostra Sesc Cariri de Culturas e a Guerrilha do Ato Dramático


A Prefeitura Municipal do Crato vem informar acerca de entrevista concedida pelo Presidente do Sistema FECOMÉRCIO, Luiz Gastão Bittencourt, que mantivemos sempre, desde o início das conversas, acerca do apoio do Município a Mostra SESC Cariri de Culturas, uma postura de conciliação, apoio e parceria tendo em vista o bom desenvolvimento da mostra e a ampliação dos eventos culturais na cidade.

Afirmamos que:

1. A Prefeitura Municipal do Crato decidiu apoiar a 5ª  Guerrilha do Ato Dramático, evento que congrega cerca de 30 companhias de teatro do Crato, do Cariri e de outras regiões do Ceará, divulgando e abrindo espaço para o teatro cratense e caririense. O apoio à Guerrilha do Ato Dramático se deu como parte de uma ação da Secretaria de Cultura e do Governo Municipal visando estimular as manifestações culturais locais. A Prefeitura do Crato sempre apoiou a Guerrilha, desde a sua primeira edição, em 2009, apenas continuamos a dar apoio ao evento tipicamente cratense.

2. Desde o início das conversas entre a Prefeitura e o SESC, a instituição, na pessoa de seu presidente, Luiz Gastão Bittencourt, se pronunciou afirmando que caso a Prefeitura desse apoio à Guerrilha do Ato Dramático, eles retirariam a Mostra SESC do Crato. O chefe de Gabinete, Cristiano Meira Leitão, foi um dos responsáveis por articular essas negociações e sempre colocou claramente que a Mostra SESC teria o apoio necessário para realizar eventos em Crato. A Prefeitura mostrou interesse em ter a Mostra em nossa terra e apresentou várias alternativas e espaços para que a Mostra SESC acontecesse em Crato, cidade onde nasceu o evento.

3. Em contato telefônico com o próprio Luiz Gastão Bittencourt, o chefe de Gabinete Cristiano Meira Leitão, foi surpreendido com a afirmação de que “não existe negociação se apoiarem a Guerrilha”. A Prefeitura entende que a Mostra tem sua importância, assim como, a Guerrilha do Ato Dramático. Os dois eventos não se excluem e fazem parte do calendário cultural do Crato e do Cariri.

4. Para a prefeitura do Crato estes são dois eventos importantes, e que já vinham acontecendo de forma concomitante sem que tivesse ocorrido qualquer problema envolvendo a cidade e os dois eventos. Causa estranheza a atual gestão, a Mostra SESC se sentir ameaçada pela Guerrilha do Ato Dramático e retirar suas atividades da terra da cultura.

5. A Prefeitura não pode se responsabilizar em decidir qual evento seria realizado, já que são dois eventos culturais feitos por instituições de caráter privado, sem qualquer ingerência da administração municipal. Nosso papel é o de apoiar e ser parceiro destes eventos.

A Prefeitura do Crato reafirma seu compromisso com a cultura, com eventos como a Mostra SESC e a Guerrilha do Ato Dramático, e com as manifestações culturais da nossa gente. Iremos continuar apoiando todas as manifestações e eventos que contribuam com nossa cidade e nosso povo.

Crato (CE), 07 de novembro de 2013.

PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO
GABINETE DO PREFEITO

Dilma assina decreto autorizando migração de rádios AM para FM

No Dia do Radialista, a presidenta Dilma Rousseff assinou hoje (7), em cerimônia no Palácio do Planalto, o decreto que permite a migração das rádios AM para a faixa FM. O decreto atende a um pleito do setor, preocupado com o aumento dos níveis de interferência. No discurso, Dilma disse que as rádios AM são um patrimônio do país e que o Estado deve dar as condições para que elas continuem prestando serviços e se adaptando.

A presidenta também relembrou programas da Rádio Nacional que ouvia na infância, de vozes e artistas que fizeram sucesso no veículo de comunicação. Segundo ela, seu programa semanal no rádio, o Café com a Presidenta, propicia chegar mais perto da população, como uma conversa.

Antes da cerimônia, na conta no Twitter, Dilma escreveu que a migração das rádios AM para FM significará mais qualidade de transmissão com menos ruídos e interferências, permitindo às emissoras de rádio ampliar a audiência. “Sou fã de rádio. Cresci ouvindo radionovelas e por muito tempo testemunhei como o rádio foi o eixo da integração da cultura e da identidade nacional.”

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) estima que 90% das 1.784 emissoras AM passem a operar na faixa FM. “Nessa frequência, as rádios ganharão qualidade de áudio e de conteúdo, competitividade e alcance por meio de telefones celulares”, informou a associação. Segundo o presidente da Abert, Daniel Slavieiro, “a assinatura do decreto é o fato mais relevante para o rádio AM nos últimos 50 anos”. Segundo ele, o custo da migração para as rádios, na compra de equipamentos, será de aproximadamente R$ 100 milhões

Slavieiro explicou por que migrar para a faixa FM em vez de partir direto para a rádio digital. “Por muito tempo acreditamos que a solução seria a digitalização, mas os testes demonstraram que as dificuldades no AM digital são similares às no analógico”, disse, acrescentando ainda a importância da presença nos dispositivos móveis, cada vez mais populares entre a população. “Somente transmitindo na faixa de FM que seremos sintonizados pelos mais de 160 milhões de aparelhos celulares que têm rádio, sem custo algum para o usuário. Essa é a importância da medida.”

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que os interessados na migração poderão protocolar requerimento no ministério a partir de 1º de janeiro de 2014. Quem quiser se manter na AM poderá manifestar interesse em ampliar a cobertura nessa faixa. “Para a migração, a Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações] fará estudos de viabilidade técnica com vistas a verificar se a inclusão de um novo canal é possível”, explicou o ministro.

Segundo Bernardo, durante um certo tempo será permitido que as rádios transmitam em AM e FM, para que haja a migração da audiência “sem sobressaltos”. “Na hipótese de não haver canal de rádio FM disponível na localidade, serão usadas as frequências ocupadas atualmente pelos canais 5 e 6 de televisão, após finalizado o processo de digitalização da televisão”, disse.

Fonte: Agência Brasil



Crato (CE): IX Bienal Internacional de Dança do Ceará ganha destaque

Durante os dias 31/10, 01/11 e 02/11, o município do Crato recebeu a IX Bienal Internacional de Dança do Ceará, no Largo da RFFSA. O Governo cratense, através da Secretaria Municipal de Cultura (SECULT), entrou como parceiro do evento, que trouxe três das maiores companhias de dança do Brasil: a Quasar Cia. De Dança; Paracuru Cia. De Dança; e a Edisca.

Este ano, a Bienal deu destaque às manifestações cênicas contemporâneas das danças urbanas e à produção coreográfica alemã. Em praças, periferias e grandes palcos que denominou "Estações", a Bienal do Ceará, que é apresentada pela Petrobras, apresentou companhias locais, nacionais e internacionais renomadas, em espetáculos nos mais diversos conceitos, desde trabalhos de repertório à obras recentemente criadas.

De acordo com a SECULT, durante os três dias de espetáculos, a Bienal recebeu um público de aproximadamente 2.400 pessoas. O evento foi uma ação das células de Gestão de Equipamentos Culturais e de Artes Cênicas da SECULT.

Assessoria de Imprensa / PMC



Homenagem do prefeito Ronaldo ao Dia do Radialista


Abertura da 15ª Mostra Sesc Cariri de Culturas homenageia Patativa do Assaré

De 8 a 13 de novembro, o Sesc Ceará, em parceria com o Departamento Nacional do Sesc, realiza a 15ª Mostra Sesc Cariri de Culturas, no Sul do Ceará, contemplando 28 municípios do Cariri. Berço de saberes, o Cariri, que ano a ano, acolhe a diversidade cultural de todo o país, tem também sua regionalidade destacada.

Neste ano, por exemplo, foram convidados 134 grupos de tradições populares. São grupos de Reisados, Bois, Maracatus, Cocos, Pífanos, dentre outros, que fazem da programação um espaço de difusão e preservação das manifestações populares. Participam dessa edição 2825 artistas do Ceará.

Com o objetivo de diversificar e ampliar ainda mais a atuação do evento nos espaços da região, a abertura do evento acontece no município de Assaré, com o Grupo Lume, às 17h, que fará um grande cortejo pelas ruas da cidade. A ação conta com a participação de 70 artistas caririenses que realizaram oficinas com o grupo, resultando no espetáculo intitulado “Cortejo Abre-Alas”.

Logo depois, às 18h30, no Largo do Calçadão de Assaré, vai ser hora da celebração entre sanfoneiros. O gaúcho Renato Borghetti e os cearenses Waldonys e Adelson Viana se apresentam com o melhor da música regional. O show acontece na praça principal do município de Assaré.

O presidente do Sistema Fecomércio do Ceará, Luiz Gastão Bittencourt, explica que essa iniciativa também é uma forma de otimizar a programação do Circuito Patativa, além de prestar uma homenagem. “Este ano queremos reconhecer esse grande poeta que é Patativa do Assaré. Um poeta contemporâneo, que emprestou o nome dele ao nosso teatro de Juazeiro do Norte. Simbolicamente nós estamos fazendo a abertura em respeito à história do Patativa e a todo povo de Assaré e do Cariri”, reforça.

Serviço
XV Mostra Sesc Cariri de Culturas
Abertura
Dia: 8/11

Grupo Lume – “Cortejo Abre-Alas”
Horário: 17h
Local: Ruas da cidade de Assaré
Shows com Renato Borghetti, Waldonys e Adelson Viana
Horário: 18h30
Local: Largo do Calçadão de Assaré

Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Etapa de recuperação de calçadas e espaços relacionados ao Canal do Rio Grangeiro começam na segunda-feira (11)

Serão iniciados, na próxima segunda-feira (11), os serviços relacionados à recuperação de calçadas e espaços destruídos pelas chuvas, no Canal do Rio Grangeiro. O Prefeito Municipal do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, tem tido a preocupação de proporcionar o quanto antes melhorias nesses espaços públicos, para dar condições de tráfego à população.

Os serviços, já licitados, começam após a conclusão da etapa que ficou a cargo do Governo do Estado, na recuperação de trechos do canal danificados pelas chuvas, principalmente na área próxima à ladeira da integração e ao Tiro de Guerra. A finalização dos serviços ocorreu na última quinta-feira, com anúncio da própria superintendência do Departamento de Arquitetura e Engenharia do Estado (DAE), proporcionando mais tranqüilidade aos moradores da cidade, principalmente no período em que se aproxima das chuvas na cidade.

Além de anunciar o final da Obra, onde foram investidos R$ 10 milhões, o superintendente do DAE, em reunião com os integrantes da Secretaria das Cidades, do Estado e, da Secretaria da Cidade, do Crato, além de representantes da Secretaria de Obras, disse que com essas melhorias, além da obra da Encosta do Seminário, iniciada na última segunda-feira, os problemas relacionados às cheias no Canal do Rio Grangeiro serão minimizados, em virtude de outros canais de escoamento da água serem construídos, a exemplo de um túnel.

Foto: SAMUEL PINHEIRO

Assessoria de Imprensa / PMC



Plantão Infotech: Google lança programa de recompensas que oferece crédito na Play Store

Há certo tempo, a Google foi centro de rumores que indicavam a criação de um sistema de recompensas para seus usuários. Agora, esse programa foi oficialmente anunciado, trazendo vantagens para os donos de Android.

De acordo com a Google, o Google Opinion Rewards, trará algumas pesquisas para seus usuários responderem. Essas pesquisas são relacionadas à outras empresas parceiras da gigante da internet. Ao responder esses questionários, os envolvidos poderão ganhar créditos para usar dentro da Play Store.

Lançado em forma de aplicativo, o Opinion Rewards avisa ao usuário sempre que uma nova pesquisa fica disponível. As respostas devem ser respondidas dentro do tempo determinado para que possam ser convertidas em créditos para a loja do Android.

Por enquanto, o Google Opinion Rewards é exclusivo para os usuários dos Estados Unidos, mas nada impede que futuramente o programa chegue ao nosso país. Para dar uma olhada no aplicativo, clique aqui e visite a Google Play Store.

Fonte: Tecmundo



Barbalha (CE): Aulão promovido pela Secretaria de Educação é avaliado positivamente

Terminou na tarde desta quarta-feira (06), o aulão preparatório para o Spaece e para a Prova Brasil promovido pela Secretaria de Educação de Barbalha. Durante os dias 05, 06 e 07, alunos do 9º ano da rede municipal de ensino tiveram a oportunidade de resolver simulados e tirar dúvidas com o professor de matemática Wanderson Sabino.

Foram três dias muito proveitosos, com grande participação dos estudantes presentes. A meta é que a média de Barbalha cresça em relação aos anos anteriores. A técnica da Secretaria Municipal de Educação, Adriana Moura Santos avaliou positivamente o aulão e se disse surpresa com o interesse dos alunos em busca de uma boa nota tanto no Spaece como na Prova Brasil.

Saiba mais
O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (SEDUC), vem implementando, desde 1992, o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará - SPAECE.

O SPAECE, na vertente Avaliação de Desempenho Acadêmico, caracteriza-se como avaliação externa em larga escala que avalia as competências e habilidades dos alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, em Língua Portuguesa e Matemática. As informações coletadas a cada avaliação identificam o nível de proficiência e a evolução do desempenho dos alunos.

Objetivos
Esse sistema tem por objetivo fornecer subsídios para formulação, reformulação e monitoramento das políticas educacionais, além de possibilitar aos professores, dirigentes escolares e gestores um quadro da situação da Educação Básica da Rede Pública de ensino.

Assessoria de Imprensa / PMB



Morre aos 92 anos o ator Jorge Dória, no Rio

Morreu, na tarde desta quarta-feira (6), às 15h05, o ator Jorge Dória, aos 92 anos. Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Barra D'Or, no Rio, em estado grave. A informação foi confirmada ao UOL pela mulher do artista, Isabel Cristina Gasparin.

Dória estava tratando de uma infecção respiratória e morreu de complicações cardiorrespiratórias e venais. Ele fazia uso de respirador e estava sendo medicado com remédios para controlar a pressão. O artista deu entrada no centro médico no dia 27 de setembro.

Em recente entrevista ao UOL, Isabel chegou a comentar que havia "entregado nas mãos de Deus". "Tenho noção que o estado dele é gravíssimo. Sei que tudo tem a sua hora. Deus está tomando conta e vendo o que é melhor para ele", disse. Isabel e Dória ficaram casados por 30 anos.

O velório será no Memorial do Carmo, no Caju, no centro do Rio. O horário ainda não foi confirmado. A cremação deve acontecer nesta quinta-feira à tarde.

A última aparição do ator na TV foi no humorístico "Zorra Total", da TV Globo, dirigido por Maurício Sherman. Ao UOL, Sherman  lamentou a perda do amigo, lembrou que estreou no teatro junto com Dória e que competiu com o amigo o título de ator revelação. "Eu era da companhia da Eva Todor, e ele da companhia do Graça Melo. Ganhei o título de ator revelação, mas ele merecia tanto quanto eu. Dali para a frente nos tornamos amigos. Ele vai fazer muita falta. Tinha uma naturalidade incrível, era um ator que contribuía para o sucesso de todos os personagens que fazia. Foi uma escola", afirmou.

Jorge deixa um filho, Rodrigo, do casamento com a atriz Leda Valle. Ele também foi casado com a vedete Irís Bruzzi.

Trajetória
Carioca da Vila Isabel, Jorge Pires Ferreira, o Jorge Dória, iniciou na carreira artística na década de 1940, quando abandonou o emprego estável. Fez sua estreia no teatro, trabalhando na companhia de Eva Todor e Luis Iglesias, da qual foi integrante por 10 anos.

Iniciou no cinema em um papel coadjuvante no melodrama "Mãe" (1947), do radialista Teófilo de Barros. Depois, o estúdio Atlântida o contratou para o melodrama antirracista "Também Somos Irmãos" (1950) e o policial "Maior que o Ódio" (1951), ambos de José Carlos Burle.

Em 1962, foi um delegado no premiado "Assalto ao Trem Pagador", de Roberto Faria, que lhe rendeu o Prêmio Saci de melhor ator coadjuvante.

Fã de filmes policiais, criou o argumento e colaborou no roteiro de mais dois filmes do gênero: "Amei um Bicheiro" (1952), de Jorge Ileli e Paulo Wanderlei; e "Mulheres e Milhões" (1961), de Ileli. Assinou também o argumento de "Absolutamente Certo" (1957), de Anselmo Duarte, e de outros 11 filmes. Nunca escreveu para o teatro.

Estreou na televisão em 1970, na extinta TV Tupi, no elenco da novela "E Nós, Aonde Vamos?", da cubana Glória Magadan. Foi para a Globo em 1973, onde participou da primeira versão do seriado "A Grande Família", em que fez o papel do patriarca Lineu, interpretado por Marco Nanini atualmente.

Sua primeira novela na emissora foi "O Noviço", em 1975, adaptação de Mário Lago para a peça homônima de Martins Pena. Depois de um breve período na TV Tupi, em que atuou na novela Aritana, de Ivani Ribeiro, voltou à Globo em 1978, para protagonizar "O Pulo do Gato".

Em 1974, viveu no teatro o homossexual George na primeira montagem da comédia "A Gaiola das Loucas", de Jean Poiret, com adaptação e direção de João Bethencourt. Voltou ao espetáculo em 1995. Atuou em vários filmes do gênero pornochanchada, entre elas, "Como é Boa a Nossa Empregada" (1973), "Oh, que Delícia de Patrão!" (1974) e "Com as Calças na Mão" (1975).

Na TV, Jorge Dória ainda participou de tramas como "Tieta", "Deus nos Acuda", "Meu Bem, Meu Mal", "Era Uma Vez" e "Suave Veneno". O sucesso de público veio com "Que Rei Sou eu?", de 1989, onde viveu conselheiro Vanoli Berval. Sua última participação na televisão foi em "Zorra Total".

Fonte: UOL



Crato (CE): Professores deflagram greve na Urca

Professores da Universidade Regional do Cariri (Urca) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado na noite de ontem após assembleia realizada pela categoria no salão de atos da universidade, localizado no campus do Pimenta, neste município. Após duas horas de deliberações, 130 professores votaram pela deflagração da paralisação. Foram contabilizados 50 votos contrários e nove abstenções.

Um telão foi instalado no saguão externo do auditório para que alunos pudessem acompanhar as discussões. Os grevistas reivindicam as convocações e nomeações dos professores aprovados no último concurso, realização imediata de concurso público para o cargo de professor efetivo, regulamentação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos, destinação orçamentária constitucional, na forma percentual das receitas tributárias, às universidades estaduais cearenses, equiparação salarial dos professores substitutos com os efetivos, política de assistência estudantil e, ainda, a realização de concurso para servidores técnico-administrativos.

“A base está bastante consciente de todas as reivindicações que foram apresentadas à reitoria da universidade. Desde a semana passada, quando o professorado havia aprovado o indicativo do estado de greve, nós já iniciávamos a abertura do canal de diálogo tanto à reitoria como para o próprio governo do estado” informa o professor Thiago Chagas Oliveira, que preside a Seção Sindical dos Docentes da Urca (Sindurca).

Conforme afirma, a partir de agora, o professorado da Universidade Regional do Cariri passa a somar apoio aos colegas professores da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Universidade Vale do Acaraú (UVA), que decidiram paralisar as atividades desde o dia 29 de Outubro.

A decisão de paralisar as aulas dividiu os estudantes. Grande parte não apoia a decisão do professorado. A maioria dos que resistem em apoiar a greve estão matriculados no curso de Direito da universidade.

Para o estudante Denimarques de Souza Barros faltou diálogo entre grevistas e a reitoria da Urca. “Creio que havia outros meios de reivindicar melhorias à universidade. O estado de greve vai gerar muito mais prejuízo aos alunos do que benefícios ao professorado e a própria estrutura do estabelecimento de ensino”, avalia.

A aluna Mary Coelly Gomes, também do curso de Direito, é outra que não concorda com a paralisação das aulas devido a greve dos professores. “Vai prejudicar todo o período. Não há necessidade de greve hoje, tão pouco amanhã. Esse ato vai prejudicar, e muito o nosso tempo de formação”, enfatiza a estudante.

Por outro lado, alunos que fazem parte do movimento que ocupa a reitoria da universidade desde a semana passada comemoram a deflagração da greve. Uma pauta de reivindicações elaborada pelos alunos também foi apresentada a reitora da universidade, professora Otonite Cortez.

No documento, os alunos apresentam uma série de exigências. Dentre as quais: construção e reforma de blocos e salas, aquisição de materiais necessários à realização de atividades curriculares, construção de auditório para apresentação de eventos de médio e grande porte, construção de restaurante universitário no campus de Juazeiro do Norte, reforma na rede elétrica e instalação de sistema de ar refrigerado em todas as salas.

A estudante do curso de Ciências Sociais Deausy Carla Vidal, que apoia a greve dos docentes, diz que o movimento é fundamental para que melhorias possam acontecer nos campi da Urca. “Há uma defasagem enorme em relação a infraestrutura da universidade. Existem cursos que não possuem, sequer, sala de aula para que os alunos possam estudar. A paralisação não possuí possuí a finalidade de prejudicar ou denegrir a imagem de ninguém. O que nós queremos, através do apoio ao movimento encabeçado pelos professores, é que haja melhorias que beneficiem a todos nós que estudamos na Urca”, severa a estudante.

Fonte: Diário do Nordeste



F-1: Mudanças podem beneficiar Massa e rivais em disputa com Vettel

Pilotos e dirigentes da Fórmula 1 se agarraram à ideia de que as mudanças previstas nos carros serão a única maneira de enfrentar o domínio Sebastian Vettel. O alemão conquistou o tetracampeonato e venceu as últimas sete provas. Entre os que acreditam em uma reviravolta com a introdução de novos motores está Felipe Massa, que negocia com algumas equipes, entre elas a Williams.

Os resultados da Williams neste ano são pífios. A equipe inglesa somou apenas um ponto no ano. Mas o que pode parecer um mau negócio para Massa em um provável acerto com a escuderia, pode surtir efeito contrário.

Existe a expectativa do brasileiro da Ferrari de que com as mudanças previstas em 2014 o carro que guiar estará em igualdade com os demais.

"Tenho plena confiança de que vou encontrar uma direção interessante. Até ter certeza, existe sempre um risco, mas estou otimista e trabalhando para isso. Não vou para um time pequeno: vou para um que tenha possibilidades de construir um bom carro e espero achar uma solução", destacou Massa, em outubro, para Tazio.

E na última vez que houve profunda mudança, em 2009, a categoria viu a ascensão de uma equipe novata, a Brawn, que em seu único ano de vida faturou o título de pilotos, com Jenson Button, e construtores, impulsionada pelo difusor duplo (componente aerodinâmico).

Rubens Barrichello guiou a Brawn, terminando na 3ª colocação final. Após as conquistas, a Brawn foi vendida para a Mercedes.

Principal adversário de Vettel no ano, Fernando Alonso acredita na chance de competir em igualdade com o tetracampeão.

"Acho que começamos do zero no próximo ano, completamente do zero. É uma grande mudança no regulamento. É a nossa melhor oportunidade de diminuirmos a diferença [para o Vettel]", idealiza Alonso.

Nico Rosberg, da Mercedes, endossa o discurso do espanhol.

"Será uma grande oportunidade, pois colocará todo mundo de volta para zero. Na verdade é melhor assim. Todos ficarão na mesma", declarou o alemão.

As principais alterações para 2014 estarão nos motores. Os V8 atuais serão substituídos por V6, de maior eficácia energética e menor consumo de combustível. Voltará a ser permitido motores turbo. Com as mudanças nos motores, o consumo de gasolina será 35% menor.

Em 2014, a equipe terá limite de cinco motores para os 22 GPs previstos. Caso uma equipe use sexto motor, haverá penalizações (como, por exemplo, largar dos boxes). O câmbio também terá de ser mais resistente.

Ross Brawn crê em manutenção do império Red Bull
O diretor da Mercedes, Ross Brawn, acredita que a Red Bull seguirá à frente das demais escuderias, pois o trunfo da equipe austríaca está na aerodinâmica.

"Eles conseguiram lançar alguma resistência fora do carro, de modo que o desempenho possa transitar para o próximo ano", disse Ross Brawn, que participou da última grande novidade na Fórmula 1 (difusor duplo), quando presidiu a escuderia que levou seu sobrenome.

Fonte: UOL



Juazeiro do Norte (CE): Faltam médicos e Samu na saúde pública do município

Demora na marcação de consultas médicas, ausência de profissionais em hospitais e postos de saúde, falta de medicamentos nos postos de atendimento, má qualidade no serviço e o sucateamento das ambulâncias que realizam o deslocamento de pacientes em estado de emergência. Este é o quadro apresentado pela população deste município que depende das ações desenvolvidas pelo setor de saúde para sobreviver.

Os casos se agravam quando os serviços são buscados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde a população espera encontrar médicos, enfermeiros, odontólogos e técnicos da área de saúde. Em todo o município há 64 UBSs. Em algumas unidades, porém, falta de médicos.

No bairro João Cabral, a população cobra a realização de procedimentos. Segundo os moradores na unidade é preciso aguardar até 30 dias para que uma simples consulta seja realizada. "Se alguém precisar de um atendimento aqui no posto a pessoa faz é morrer por causa da demora", avalia Maria do Socorro Silva, que reside no populoso bairro.

Ela conta que houve casos em sua família no qual seria necessário esperar por seis meses para que um exame fosse realizado pelo município. "Meu marido mesmo precisou de exames. Trinta dias de espera pelo atendimento no posto de saúde e, depois, quando o médico pediu os exames, foi dito na central de marcação que era necessário esperar seis meses pra poder fazer o exame", conta indignada. Segundo ela, devido a gravidade do estado em que o marido se encontrava, foi preciso que os parentes se cotizassem para que o exame fosse realizado em uma clínica particular. "Ou faz das tripas coração ou então o sujeito morre e ninguém tá nem aí", salienta a moradora.

Fabiana Maria Evangelista também reclama da falta de qualidade no atendimento oferecido pelo setor à população. Conforme afirma, na maioria dos postos de atendimento não há remédios para distribuição gratuita. "Diz que tem e quando o povo vai buscar não encontra nem esparadrapo", diz em tom irônico.

Ela recorda que uma vizinha também necessitou de atendimento na unidade do João Cabral e, na data, não havia médico para realização da consulta. "Falta médico sempre. Não é novidade isso aqui no bairro. Mais fácil não ter do que ter", informa.

Sem plantonistas
No bairro Tiradentes as queixas também acontecem. O mototaxista João Paulo Araújo diz que para não ver a filha morrer com uma dor na região do estômago precisou levá-la as pressas para o Hospital Regional do Cariri (HRC). Segundo afirma, não havia médico de plantão no Hospital Municipal Tasso Jereissati, popularmente conhecido como Estefânia Rocha Lima. "O único hospital que presta em Juazeiro é o Regional. Se levar pro Estefânia é capaz da pessoa morrer sem atendimento", avalia o mototaxista.

A população também reclama do estado de sucateamento apresentado pela maioria das ambulâncias que realizam o transporte de pacientes em estado de emergência. Conforme o digitador Paulo Andrade Figueiredo, que reside no bairro do Socorro, há veículos onde cordas são utilizadas para que a porta traseira do carro possa ser fechada. "É uma verdadeira imoralidade. Imagine se a corda quebra, a porta abre e o paciente caí no meio do asfalto, como é que fica a situação?", questiona.

Paulo Figueiredo diz ter sido ele próprio vítima de tal situação e que, ao ser embarcado na ambulância tomou um susto ao perceber a falta de estrutura para o atendimento."Minha mãe, uma senhora de 60 anos, quebrou a perna devido um acidente doméstico. Chamei a ambulância e, quando entrei no carro pra acompanhá-la não havia nada que lembrasse o interior de um carro de socorro de emergência", afirma.

No início do mês passado o sucateamento das ambulâncias resultou em recomendação estabelecida pelo Ministério Público Federal. Na ocasião, o procurador da República Celso Leal, autor da recomendação, deu prazo de 90 dias para que o município realizasse a instalação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), conforme divulgado pelo Diário do Nordeste.

A secretária de Saúde do município, Petrúcya Frazão, alega surpresa em relação as denúncias de falta de médicos nas Unidades Básicas de Saúde do município. Conforme disse, "é importante que as informações repassadas pela população sejam também encaminhadas à Ouvidoria para que, existindo irregularidades, providências sejam adotadas imediatamente".

Reestruturação
Petrúcya Frazão reconheceu deficiências em relação a distribuição de medicamentos gratuitos e informou que a pasta já está trabalhando para restruturação do setor de marcação de exames. "Em relação aos medicamentos, alguns estão realmente faltando devido a ausência de repasse pela Secretaria de Saúde do Estado. Nós, inclusive, já solicitamos que haja pressa do Estado no encaminhamento dessa medicação. No tocante a demora na marcação de exames, nós iremos reorganizar a logística do setor, o mais breve possível, garantindo, desta forma, maior rapidez nas marcações dos exames", disse.

A secretária também explicou que o município está se adequando a recomendação do Ministério Público Federal e que, em alguns casos, já há veículos em melhores condições para o atendimento de emergência. Sobre a implantação do SAMU, Patrúcya Frazão disse que a reforma do prédio onde o serviço irá funcionar começou dia 18 do mês passado e que a conclusão deve acontecer em dezembro. "Nós temos até o final do ano para realizarmos a entrega da obra. A partir daí, caberá ao Governo do Estado determinar o início dos serviços", disse.

Mais informações
Secretaria Municipal de Saúde
Rua José Marrocos, S/N
Bairro Santa Tereza -Juazeiro do Norte
Telefone: (88) 3512.2754

Fonte: Diário do Nordeste



Dilma diz que iria aos EUA se país pedisse desculpas

Quase dois meses depois de desmarcar uma visita aos Estados Unidos em razão das denúncias de espionagem ao governo brasileiro, Dilma Rousseff falou sobre o episódio e citou que a situação gerou um impasse. Em uma entrevista para o Grupo RBS na manhã desta quarta-feira (6), a presidente afirmou que um pedido de desculpas seria necessário para que uma nova data fosse agendada.

"Eu iria viajar. A discussão que derivou dessas denúncias nos levou à seguinte proposta para os Estados Unidos: só tem um jeito de a gente resolver esse problema. Se desculpar pelo que aconteceu e dizer que não vai acontecer mais. Não foi possível chegar a esse termo", disse, durante o Painel RBS.

Dilma ainda afirmou que ela e o presidente Obama poderiam ser expostos ao "constrangimento" de uma nova denúncia.

“Se eu botasse o pé nos Estados Unidos, na hora em que eu estivesse lá, o que podia acontecer? Porque também ninguém sabe o que tem o Snowden. Acho que nem os EUA sabem o que ele levou. Então eu e o presidente Obama estaríamos submetidos ao constrangimento de uma nova denúncia. O  tema que vocês pautariam não seriam as nossas realizações, seriam justamente essas denúncias”, explicou.

Em seguida, ela afirmou que as relações comerciais e diplomáticas com os EUA não foram interrompidas. "Não há interrupção de nenhum nível das relações tradicionais entre o Brasil e os EUA. Agora não é possível que entre países amigos com relações estratégicas não se leve em consideração o fato de que não é possível espionar a presidente, assim como a primeira-ministra. Não é adequado", reforçou.

O assunto espionagem surgiu quando a presidente foi questionada sobre ação da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Na segunda (4), em meio aos protestos do governo brasileiro contra a espionagem norte-americana, o jornal "Folha de S.Paulo" publicou reportagem que dizia que o Brasil monitorou as atividades de diplomatas da Rússia, do Irã e do Iraque em 2003 e 2004.

Em nota divulgada, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela Abin, admitiu a existência das ações, mas afirmou que "as operações obedeceram à legislação brasileira de proteção dos interesses nacionais".

Dilma afirmou que os dois casos são diferentes. "No caso da denúncia de espionagem não só contra o Brasil mas contra os outros países é o seguinte fato. Você violou não só e-mails privados, ligações telefônicas, violou a internet, violou a privacidade. E não foi só de chefes de estado, mas de indivíduos e de empresas. E dentro de um processo que não tem muita justificativa de luta contra o terrorismo", disse, citando outros países que foram alvo de espionagem, como Alemanha e França.

"Não pode comparar o que a Abin fez em 2003, 2004, até porque segundo a Abin é contrainteligência, porque achavam que tinha interferência em negócios privados, em negócios públicos no Brasil, que foi preventivo e que não levou a nenhuma consequência de espionar ninguém na sua privacidade. Não violou privacidade, acompanhou atividades. Isso é previsto na legislação brasileira, não cometeram nenhuma ilegalidade", analisou.

Questionada sobre se o episódio a afetou de alguma maneira, a presidente afirmou que não poderia admitir o desrespeito à privacidade e à soberania do país. "Não podemos conceber que o Brasil não tenha o respeito à soberania que ele merece. É impossível conceber, eu como presidente, aceitar negociar a soberania do país. Falar 'não, é possível espionar, sim', 'não, pode espionar a Petrobras'. Isso é inadmissível. Um presidente que fizer isso não merece a condição de presidente", concluiu. "Espionagem industrial não pode ter guarida em nações civilizadas".

Ela ainda afirma que acredita que a culpa pelo impasse não é do presidente Obama. “Acho que o presidente Obama ficou bastante constrangido. Não acredito que a ele possa se atribuir a responsabilidade por nós não termos feito a viagem. Mas deve-se ao fato que como não é só comigo, não era só o Brasil, não era possível eles fazerem um tratamento específico para o Brasil. Eles teriam que fazer para todas as nações amigas. Pessoalmente, eu percebi que ele sentia muito, percebi que ele compreendia e percebi também que não é uma questão pessoal entre dois chefes de estado. É uma questão política entre dois países”.

Fonte: G1



Mostra SESC: Sem mortes ou chantagens - Por: Alexandre Lucas*

“Uma Mentira contada mil vezes, torna-se uma verdade” essa celebre e infeliz frase é de um estrategista de comunicação e ex-ministro do Estado Nazista na Alemanha, Joseph Goebbels que serve como elemento reflexivo a conjuntura que envolver a Mostra SESC Cariri deste ano. Desde o dia 05 deste mês, circula nas redes sociais a retirada da programação da Mostra na cidade do Crato sem um pronunciamento oficial da instituição que explique os motivos para tal posicionamento.

Diversas especulações vêm sendo feitas e algumas chegam a assustar de tão marcianas que são.

Indiscutivelmente o SESC desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da região do Cariri e tem ao longo dos anos contribuído no campo da cultura, a Mostra SESC é um importante instrumento para fortalecer o turismo de eventos e toda a sua cadeia. A Mostra SESC gera renda e favorecer trocas estéticas e artísticas.

Vale ressaltar que as ações promovidas pelo SESC é fruto do dinheiro do povo brasileiro, recurso público. Não deve ser encarada como recurso privado. Isso significa que temos o direito de saber e escolher como esses recursos serão gastos. Portanto, não é bondade, favor ou algo parecido o que o SESC faz, mas é e deve ser antes de tudo responsabilidade social.

Por entender importância da Programação da Mostra SESC no Crato, não por uma questão de bairrismo, mas por um entendimento econômico, defendo (e não sou o único) a permanência dela na nossa cidade e a ampliação da mesma para outras cidades da região do Cariri. Pensar a retirada Mostra do Crato significa em proporções diferenciadas retirar do Juazeiro do Norte as romarias.                
 
Nas mesmas redes sociais espalha-se um discurso perigoso de ódio que coloca artistas contras artistas, artistas como vilões. Não comungo, nem fortaleço essa onda desagregadora, prefiro enxergar um desejo amplo de diversos artistas desse território chamado Cariri querendo ser inclusos, querendo pagar o pão de cada dia com o suor da sua criatividade. Querendo ser percebidos e vistos como produtores permanentes e que dão a sonoridade, as cores e as expressões múltiplas deste caldeirão híbrido e efervescente.  

É hora de estamos juntos orando na mesma cartilha pela transformação e o desenvolvimento do Cariri sem retirada de conquistas. Queremos a Mostra com a sua programação no Crato como vem ocorrendo há cerca de 20 anos.

Um discurso que não condiz com a verdade é que o Governo Municipal do Crato não apoiou a Mostra e por isso a programação prevista para cidade foi retirada. Mentira, mentira, mentira e essa não pode se passar por verdadeira. Estive acompanhando de forma muito próxima os acontecimentos e posso afirmar com convicção que o gestor municipal, Ronaldo Gomes de Matos disponibilizou os serviços de todas as secretarias municipais, dentre elas Cultura, Educação, Segurança Pública (Guarda Municipal e Demutran), Esportes, Meio Ambiente e Controle Urbano, como também os seguintes espaços: todas as praças e Centro Cultural do Araripe. Menos o Teatro Municipal Salviano Arraes que já estava disponibilizado para Guerrilha do Ato Dramático. Vale ressaltar que o mesmo encontrava-se interditado e foi preciso fazer alguns ajustes emergenciais para poder atender a Guerrilha.

Destaco que a gestão municipal, da qual me incluo, não tem viseiras e reconhece a importância da Mostra SESC para cidade, tanto do ponto de vista econômico, como do desenvolvimento para o campo das artes e da cultura. É incalculável o prejuízo político e econômico para a cidade. É desprezível e repudiável essa ação contra o povo do Crato.        

A Secretaria de Cultura do Crato tem se esforçado para pensar a cultura como vetor de desenvolvimento para a cidade e algumas ações já estão sendo iniciadas neste sentido, como o processo de criação do Sistema Municipal de Cultura que é uma prerrogativa federal que colocará a cultura dos municípios brasileiros em outro patamar.    

Neste sentido chamo atenção dos meus companheiros e companheiras de arte que estão há anos na luta em defesa de uma nova perspectiva de gestão da cultura que contemple a demanda local sem esquecer a importância dos intercâmbios e as trocas estéticas e artísticas, esse é um momento de reconhecer o papel imperativo de soberania municipal, que o Governo Municipal do Crato teve ao acolher e defender a manutenção do movimento Guerrilha do Ato Dramático Caririense que contempla não um grupo, mas um conjunto de mais de 20 companhias e instituições, algumas delas que dificilmente passariam pelas curadorias dos grandes eventos, pois estão dentro de outra perspectiva estética e artística. Esse posicionamento comunga com o que muitos de nós defendemos: o atendimento prioritário as demandas locais e regionais, sem perder de vista outras possibilidades e conquistas externas. Esse posicionamento foi acertado e me representa. O que não me representa é a chantagem, o boicote e a exclusão da produção múltipla do Cariri.  

Portanto, não existe disputa de eventos, o povo do Crato, a meu ver não quer escolher entre Mostra SESC ou Guerrilha do Ato Dramático Caririense (Movimento), mas querem sim, os dois. Os dois devem ter vida longa. Não deixemos que as vitrines, os templos e ruas das artes tenham suas mortes anunciadas. Sejamos todos insubmissos guerrilheiros das artes do Cariri e que nenhuma mentira se torne verdade.

*Pedagogo, artista/educador e integrante do Coletivo Camaradas   



O que você quer ser quando crescer - Vídeo Motivacional



Juazeiro do Norte (CE): Moradores reclamam de lixo e buracos

Avaliado como polo de desenvolvimento da região do Cariri este município não consegue atender às demandas que surgem através do crescimento populacional e da criação desordenada de novos bairros periféricos. Na maioria dos bairros da cidade não existe saneamento básico, o lixo permanece acumulado em vias públicas, há buracos nas pistas de rolamento de veículos e nas áreas de passeio e o serviço de podas de árvores é realizado pelos próprios cidadãos.

Quem não possuí o hábito de circular pelos bairros periféricos desta cidade acaba levando um grande susto. A situação beira o descaso e o abandono, segundo denunciam os moradores das áreas mais afetadas. Conforme afirmam, há casos em que moradores acabam por contrair doenças devido à falta de apoio do poder público.

"Aqui na rua tem umas dez pessoas doentes por causa dessa sujeirada toda", informa a dona de casa Maria das Dores da Silva, que reside na Rua da Paz, no bairro Romeirão. Ela diz que é obrigada a conviver com o mau cheiro exalado do esgoto que corre a céu aberto nas proximidades de sua residência, devido ao desinteresse em se resolver o problema. "Não tem quem suporte o cheiro. Tem dia que a gente não consegue nem almoçar direito com a fedentina. Parece que é de propósito. Já houve reclamação em tudo quanto foi canto e ninguém resolve nada", diz.

A situação, além de gerar incômodo, cria também a preocupação em torno da proliferação de insetos e animais roedores que podem transmitir doenças mais graves. "Mosquito é só o que tem aqui nesse bairro por causa da falta de serviços pela Prefeitura. Em toda casa há muriçoca, barata e até rato", reclama.

O pedreiro José Antônio de Souza se diz insatisfeito com a gestão local e afirma que esperava outro tipo de tratamento do governo para com a cidade. "Está abandonado o meu Juazeiro. Não tem ninguém aí com interesse em cuidar da cidade. Onde se anda só o que se vê é buraco, é lixo e falta de cuidado com o povo", afirma.

Sem explicação
José Antônio, como é conhecido, diz não entender o porquê da negligência com a periferia de Juazeiro. "Não tem explicação. Ano que vem, vai todo mundo voltar a frequentar os bairros pedindo votos para os deputados. Quero ver quem é que vai ter coragem de bater lá em casa".

No bairro Pio XII os problemas também se agravam. Na Rua Coronel Raul, por exemplo, os buracos são visíveis em quase toda a extensão da rua. O número de acidentes tem crescido no local devido aos buracos, conforme afirmam alguns moradores. "É perigoso andar por aqui, principalmente de moto. De noite, como a iluminação também não é lá essas coisas, é fácil cair dentro de um buraco desses, quebrar uma peça da moto ou ainda ser vítima de um acidente mais grave", diz o açougueiro Orlando Araújo, que reside no local.

O rapaz também se sente prejudicado com a falta de limpeza no bairro e com o mau cheiro vindo dos esgotos que correm na maioria das ruas do bairro. "Tem esgoto a céu aberto em tudo quanto é canto aqui", diz.

Moradora do bairro João Cabral há cerca de cinco anos, a dona de casa Zulene Araújo Barbosa também reclama. Ela diz que nunca viu serviço de poda das árvores em frente a sua residência, ou em qualquer outro local da rua onde mora. "Aqui quem manda a poda são os proprietários dos imóveis. Meu marido mesmo é quem faz a contratação de um rapaz pra fazer o serviço", afirma.

Zulene Barbosa informa que o serviço custa em média R$ 40,00 e que o trabalho precisa ser realizado a cada quatro meses. "Até isso saí do bolso da gente. E, se não for feito o serviço, é capaz de cair os fios de energia na cabeça da gente", garante a moradora.

No bairro João Cabral, mais precisamente na rua Jaime Dorçyl, um terreno serve de depósito de lixo e de proliferação de insetos, animais e doenças. A doméstica Iraneide Lopes da Silva vive com a família ao lado do terreno e disse não suportar mais a situação. "É um absurdo o que a gente passa nesse Juazeiro. Não tem quem recolha esse lixo aqui mais não. Eu já chamei a Prefeitura, já liguei pra Polícia e nada", diz revoltada.

Por telefone, o assessor especial da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Silva Lima, discordou das denúncias apresentadas pela população. Conforme informou, a coleta de lixo é realizada diariamente em todos os bairros da cidade. "A população também precisa cooperar com a gestão no sentido de colocar a sacola de lixo na porta de casa no horário de recolhimento pelo caminhão da coleta", avalia.

Ele diz que a Prefeitura está realizando uma campanha de educação junto à população. "Há carros de som e pessoas ligadas à Secretaria distribuindo material de propaganda em torno dessa campanha", informa.

Sobre os buracos, disse que o município já deflagrou uma operação "tapa buracos" e que até o fim do ano todas as ruas deverão estar recuperadas. "Até dezembro, nós esperamos concluir esse trabalho de recuperação das vias". Já em relação a questão das podas de árvores, ele diz estranhar que moradores tenham levantado tal denúncia. "Temos uma equipe de 15 pessoas trabalhando na realização dessas podas. Há um técnico ambiental que orienta os funcionários no serviço sem que haja impacto ao meio ambiente", afirmou Silva Lima ressaltando, ainda, que ações do tipo estão acontecendo, desde ontem, em diversas ruas do bairro Jardim Gonzaga. "Há uma equipe de 60 homens no local realizando serviços de varrição, poda de árvores e capinação", concluiu.

Mais informações
Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Serviços Públicos
Avenida Ailton Gomes, S/N
Parque Ecológico das Timbaúbas
Juazeiro do Norte- Cariri

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

ShareThis