Juazeiro do Norte (CE): Menores com moto roubada e mulher são acusados de vários assaltos

A polícia prendeu na noite desta sexta-feira três pessoas, sendo uma mulher e dois adolescentes acusados da prática de assaltos e receptação em Juazeiro do Norte. Os menores teriam roubado uma motocicleta na noite de quinta-feira com a qual vinham promovendo assaltos e deixando os objetos em poder de Joana Darc Florentino Alves da Silva, de 39 anos, residente na Rua Voluntários de 14, número 7 (Santa Tereza). Os adolescentes são L. R., o Luquinha, e F. A. A. F., ambos de 14 anos.

Além da moto, as informações da polícia apontam para cinco assaltos que culminaram com uma farmácia no início da tarde desta sexta-feira no bairro José Geraldo da Cruz. Antes, três notebooks, sendo dois de uma pessoa identificada como Maria da Silva e outro de um desconhecido vendidos por R$ 200,00 cada um. Apenas um notebook foi recuperado. A operação reuniu militares do Serviço de Inteligência do 2º BPM e Força Tática de Apoio (FTA) e começou por volta das 18 horas.

A casa de Luquinha, no bairro Santa Tereza foi o ponto de partida apreendendo depois o outro adolescente que mora na Rua da Paz (João Cabral). Momentos antes, a dupla tinha abandonado uma moto Suzuki Intruder 125 de cor azul, ano 2009, e placa NOU-7270, inscrição do Amazonas, no cruzamento da Avenida Carlos Cruz com a Rua Nossa Senhora Santana (Salesianos). Esta tinha sido roubada às 21 horas de quinta quando o piloto foi abordado por dois menores armados na Rua Dom Pedro II.

Quando apreendeu os dois foram, na noite de ontem, a polícia chegou até Joana Darc que tinha contra si três mandados de prisões, sendo dois por furtos em Barbalha e um por tráfico de drogas em Juazeiro. Um dos aparelhos notebooks foi recuperado com a mesma que acrescenta um inquérito na sua “carreira” agora por receptação. Segundo a polícia, perto das 13 horas de ontem houve um assalto na Farmácia São Geraldo, que funciona no cruzamento da Avenida Aílton Gomes com a Rua José Paracampos (José Geraldo da Cruz). Dois menores armados, nessa moto encontrada abandonada depois, ali chegaram anunciando o assalto e roubando R$ 100,00 e o celular de um cliente.

Demontier Tenório

Foto: Michel Dantas / Ag. Miséria

Fonte: Miséria

Crato (CE): Município avalia projetos e demandas

Com o objetivo de analisar as demandas estruturais do município e para prestar contas dos projetos em andamento e dos aportes previstos para serem aplicados nos próximos anos, a Câmara de Vereadores do Crato realizou uma audiência pública onde os deputados federais e estaduais, que receberam votos da população cratense, puderam esclarecer sobre suas atuações. A ação, aprovada por unanimidade, é a primeira de uma série já prevista e surgiu através das reuniões do Rotary Club, que percebeu a necessidade de melhorias para a cidade.

A proposta é estimular o crescimento e o desenvolvimento econômico da localidade. No final da reunião foi elaborado um documento com as dez principais prioridades. Agora, a escritura será entregue à Assembleia Legislativa do Ceará.

Dos 14 deputados convidados para participar da audiência, quatro compareceram. Entre eles, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos e os estaduais Neto Numes, Daniel Oliveira e Camilo Santana. Já Sinerval Roque, que recebeu a maioria dos votos dos cratenses, enviou um representante e Ely Aguiar justificou a ausência.

Entre as prioridades apontadas pela população e que podem auxiliar no desenvolvimento local, estão as aplicações de recursos na construção de uma rede de saneamento básico e de uma estação de tratamento de esgotos, de estradas e novas vias alternativas que possam desafogar na cidade o trânsito de veículos.

Revitalização
Além disso, também se propõe revitalizar os rios, instalação de um Juizado da Mulher, como também na geração de emprego e renda, segurança pública, além de projetos de combate ao tráfico de drogas.

De acordo com o vereador autor do requerimento, Thiago Aragão Esmeraldo (PP) é preciso haver celeridade nos projetos. "O Crato está parado no tempo devido à falta de lideranças políticas. A gente quer que a nossa cidade se desenvolva. É preciso que os nossos deputados tenham compromisso com a população", pontua.

Uma das reclamações mais abordadas foi a transferência de alguns órgãos públicos para outras cidades, como a reitoria da Universidade Federal. Presumidamente, os escritórios da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) e da Superintendência Estadual de Meio Ambiente (Semace)também serão deslocadas para o Centro Multifuncional, construído em Juazeiro do Norte. Na cidade, diversas obras estruturantes do Governo do Estado estão em atraso. Entre elas, o Canal do Rio Grangeiro, Centro de Convenções do Cariri, construção da escola profissionalizante. Na área de saneamento básico, um dos principais projetos é o da revitalização e urbanização da Encosta do Seminário, que ainda está em fase de licitação. Nele, serão aplicados cerca de R$ 20 milhões. O cronograma da obra, que será realizadas com recursos do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), terá duração de 18 meses. A expectativa é que a ordem de serviço seja dada nos próximos 60 dias.

Recuperação
Para o prefeito do município, Ronaldo Gomes de Mattos, as ações governamentais necessitam de planejamento e mudanças, especialmente, no sentido de beneficiar a população mais carente. "A recuperação do Crato depende da união das forças políticas. A nossa cidade precisa crescer. Estamos aqui para ver o compromisso dos nossos líderes com o município", afirma.

Tanto os representantes do povo, como a população geral almejam a instalação de novas indústrias e empreendimentos que possam gerar emprego e renda. Na reunião, a questão da construção de um novo parque de exposições, sugerida pelo governador Cid Gomes, ainda em sua primeira gestão, foi novamente abordada.

Anualmente, a exposição aquece o comércio local. Devido ao crescimento da feira, que tomou proporção nacional, o parque atual não atende mais as demandas do evento.

Segundo o deputado estadual e atual secretário das Cidades do Ceará, Camilo Santana, apenas em 2012 foram alocados R$ 52 milhões para obras estruturantes no Município. Ainda estão previstos investimentos na valorização da cultura, com a construção da Vila da Música- Sociedade Lírica do Belmonte e no turismo, com a melhoria da infraestrutura dos Geossítios, do Geopark Araripe.

A união de esforços para o desenvolvimento do Crato terá outras iniciativas. A expectativa é que as lideranças políticas e entidades de classe representativas da cidade voltem a se reunir para debater os pontos que se avançaram a partir da realização do primeiro encontro.

Mais informações
CDL Crato
Região do Cariri
Telefone: (88) 3586.9000

YAÇANÃ NEPONUCENA
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste

Governo zera impostos da cesta básica e muda sua composição

Em pronunciamento de 11 minutos em cadeia nacional de rádio e TV por ocasião do Dia Internacional da Mulher, a presidente Dilma Rousseff anunciou, nesta sexta-feira (8), zerar os impostos federais que incidiam sobre a cesta básica e reformulá-la, inserindo materiais de higiene pessoal, limpeza e alimentos, segundo ela, "de maior valor nutritivo".

A medida será publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" ainda nesta sexta-feira e entrará em vigor imediatamente. Por meio de medida provisória, ela reduzirá PIS/Cofins e, por meio de decreto, vai zerar o IPI de todos os produtos que ainda tinham incidência de tributos.

"Esse formato respeita seus hábitos de alimentação e de higiene, além de priorizar os alimentos de mais qualidade nutritiva, o que vai trazer mais saúde para você e para sua família", disse Dilma.

A desoneração inclui carnes (bovina, suína, aves, peixes, ovinos e caprinos), café, óleo, manteiga, açúcar, papel higiênico, pasta de dente e sabonete.

A maior delas incidirá sobre o sabonete, com redução de 12,5% de PIS/Cofins e 5% de IPI (Imposto sobre Produto Industrializado).

Alimentos como leite, feijão, arroz, farinha de trigo ou massa, batata, legumes, pão e frutas já não sofriam tributação.

"Conto com os empresários para que isso signifique uma redução de pelo menos 9,25% no preço das carnes, do café, da manteiga, do óleo de cozinha, e de 12,5% na pasta de dentes, nos sabonetes, só para citar alguns exemplos", disse a presidente.

O impacto anual estimado pelo governo é de R$ 7,3 bilhões. Só neste ano, será de R$ 5,5 bilhões.

A reformulação na cesta básica promovida pelo governo inseriu justamente esses produtos de higiene. Antes, de acordo com o Dieese, era composta por 13 itens.

Produtos
A incidência do PIS/Cofins sobre carne, café, óleo, manteiga, açúcar e papel higiênico era de 9,25%. O imposto era de 12,5% sobre pasta de dentes e sabonete.

Todos esses produtos já tinham isenção de IPI, com exceção de açúcar e sabonete (5%), que também terão esse imposto extinto. Leite, feijão, arroz, farinha de trigo/massas, pão, batata, legumes e frutas já eram isentos.

Custos
Dilma também fez apelo aos produtores e comerciantes. Num "recado muito particular", disse que vão "logo perceber que essa medida trará uma forte redução nos seus custos e isso vai dar margem para a expansão dos seus negócios".

"Esta mudança será especialmente percebida nas pequenas comunidades. Como nelas o comércio e o setor de serviços estão voltados principalmente para suprir as demandas básicas da população, o aumento do poder de compra das pessoas vai trazer benefícios imediatos para toda a economia."

A equipe presidencial já havia decidido isentar o etanol e os produtos da cesta básica da cobrança de PIS/Cofins, medidas que serão adotadas até o fim do semestre. E estuda reduzir ou isentar da cobrança dos dois tributos o diesel e o setor de transporte coletivo urbano (ônibus e metrô).

Em setembro do ano passado, Dilma vetou trecho de medida provisória que determinava a desoneração da cesta básica. A decisão fora incluída na MP pelo PSDB, com o apoio de governistas, durante sua tramitação na Câmara.

Inflação
Dilma aproveitou o pronunciamento para fazer novamente uma defesa de sua política econômica. Afirmou que governa "este país com a mesma responsabilidade que você e seu marido governam sua casa" e que, por isso, não descuida "um só momento do controle da inflação".

"A estabilidade da economia é fundamental para todos nós. Mas é por isso também que não deixo de buscar sempre novas formas de baratear o custo de vida dos brasileiros e de proteger o seu poder de consumo e os seus direitos de consumidor", disse.

"Foi assim que baixamos os juros para os mais baixos níveis da nossa história. Foi assim que reduzimos, como nunca, a conta de luz de todos os brasileiros. É assim agora que acabamos com os impostos federais na cesta básica para reduzir o preço dos alimentos e dos produtos de limpeza", completou.

Fonte: Folha.com



Santana do Cariri (CE): Museu já registra 300 mil visitantes

Uma parte considerável da história da vida no planeta está contida nas páginas dos fósseis da Chapada do Araripe. O Museu de Paleontologia de Santana do Cariri é o espaço mais importante no mundo de salvaguarda de mais de 10 mil peças fósseis da era cretácea. São registros de cerca de 110 milhões de anos pretéritos, que podem ser fonte de pesquisa para descobertas científicas. O equipamento completa 25 anos em julho deste ano e as comemorações já estão sendo planejadas, inclusive com uma repaginação da área de exposição, que está sendo projetada por meio da Universidade, para expor o material de reserva.

O museu fortalece o turismo científico na região e é um dos equipamentos mais visitados. Desde que foi inaugurado, já recebeu cerca de 300 mil pessoas.

Também está sendo planejada uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado, a ser requisitada pela Comissão de Educação, presidida pelo deputado estadual, Teodoro Soares, que na época da inauguração do Museu era reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), atual gestora do equipamento. O espaço fortaleceu a ideia de inserção da cidade de Santana do Cariri como a Capital da Paleontologia, por meio de projeto de lei.

Natural de Santana do Cariri e ex-superintendente do museu, João de Aquino Limaverde, está articulando um seminário internacional da Rede Mundial de Geoparks, com destaque para a paleofauna e paleoflora do Araripe, com a presença de grandes nomes da Paleontologia, em Santana do Cariri, para marcar a data. As conversações já estão sendo mantidas entre a prefeitura local, a direção do Museu, atualmente com o idealizador do equipamento, professor Plácido Cidade Nuvens e a Urca, por meio da reitora Otonite Cortez.

Pela presença do Geopark Araripe no Cariri nos municípios de Crato, Nova Olinda, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha e Santana do Cariri, Aquino Limaverde defende que seja dada uma dimensão regional às comemorações, mas com sede em Santana, onde se encontra o Museu, que recebe, a cada mês, mais de 4 mil visitantes. Em outubro do ano passado, houve uma comemoração pelo visitante de número 300 mil.

Nas articulações para a comemoração da data, Aquino Limaverde já contatou o deputado Dedé Teixeira, geólogo, e o deputado Teodoro Soares, ex-reitor da Urca e da UVA, com os quais encaminha o projeto de realização de audiência pública na Assembleia Legislativa sobre o Museu de Paleontologia e o Geopark Araripe. Vão ser contatados também, no plano estadual, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Secretaria das Cidades, a Região Metropolitana do Cariri, ministérios do Meio Ambiente, Integração Regional e da Ciência, Tecnologia e Inovação, além do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e Banco do Nordeste.

"A história de evolução da vida no planeta está registrada no Cariri cearense de um modo sem similar em nenhuma outra parte da Terra", disse Aquino Limaverde. Ele destaca que já passaram pelo museu visitantes de todos os continentes e observa que o dado demonstra o interesse mundial pelo acervo e pela Paleontologia de Santana, pelos sítios do Geopark nos municípios do Cariri, pelo Ceará e Brasil.

O vice-reitor da Urca, professor Patrício Melo, afirma que o trabalho para o redimensionamento do material exposto no museu, está tendo um planejamento arquitetônico, com pesquisas do doutor em Paleontologia, Álamo Feitosa.

O Museu é a principal referência do potencial fossilífero da região do Cariri e foi reinaugurado, com modernização e ampliação do espaço, em julho de 2010, com investimentos de mais de R$ 800mil. Segundo os pesquisadores, o equipamento valorizou, com maior propriedade, os fósseis e se intensificou uma luta pela preservação do material na região.

O contrabando era um dos principais vilões, hoje combatido, por meio de uma vigilância mais determinada e do trabalho de conscientização da população local.

O equipamento foi criado em meados dos anos 1980, pelo então prefeito de Santana do Cariri, Plácido Cidade Nuvens, ex-reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), instituição que detém hoje a salvaguarda do Museu. A iniciativa de repassar para a Universidade teve o intuito de dispor o material para a pesquisa e preservação. Santana do Cariri hoje é reconhecida por decreto como a Capital da Paleontologia do Estado.

O professor e pesquisador Álamo afirma que, com a duplicação, foi possível expor os fósseis de uma maneira evolutiva, ao longo do tempo, e também em nível de complexidade das espécies. E o trajeto começa pelas plantas, passando pelos insetos, com o grupo de invertebrados e moluscos, até os peixes, anfíbios, tartarugas, lagartos, pterossauros e dinossauros.

"Existe toda uma sequência lógica em termos de evolução", explica. De acordo com ele, a modernização do museu acompanha atualmente a realidade dos equipamentos no País, com a reserva técnica e os laboratórios. Não se limita apenas a expor peças, mas tem um caráter didático, educativo e, principalmente científico. O criador do museu, Plácido Cidade Nuvens, inaugurou a reabertura da casa.

Mais informações
Museu de Paleontologia de Santana do Cariri
Rua José Augusto, S/N
Centro
Telefone: (88) 3545.1212

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste

MINC e CCBNB realizam VII Festival das Artes Cênicas

O VII Festival das Artes Cênicas será realizado de 16 a 27 de março. Com duração de doze dias, em três cidades, Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE) e Sousa (PB), reúne repertórios e linguagens diversas, em apresentações artísticas produzidas nas cidades-sedes, assim como dos demais estados do Nordeste, e espetáculos nacionais.

Nesta sétima edição, além da multiplicidade de linguagens, o Festival vincula sua realização à diversidade de espaços espalhados pela capital do Ceará, Fortaleza, nos quais serão realizadas atividades no Theatro José de Alencar, SESC-SENAC Iracema e Cuca Che Guevara, além de praças públicas. No Cariri e em Sousa, os espetáculos acontecerão nos Centros Culturais Banco do Nordeste e também em praças e ruas. Bate-papos e Oficinas completam a programação.

O VII Festival das Artes Cênicas, com realização de Ato Marketing Cultural, conta com patrocínio do Banco do Nordeste, via Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal. O Festival pode ser definido como uma experiência cênica que cumpre múltiplas funções: as apresentações artísticas e seu poder de entretenimento reflexivo, intercâmbios de grupos artísticos da Região Nordeste, e também nacionais, fortalecimento e estimulo à pesquisa e desenvolvimento cênico, junto a efeitos sociais, benefícios econômicos, visibilidade de grupos, parecer dos formadores de opinião, além de um trabalho sócio-pedagógico que visa maior interação e acessibilidade.

Serão 24 grupos, sendo 21 do Nordeste, com representação dos nove estados, mas tem também grupos de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Isso porque um dos focos do Festival é o intercâmbio cultural entre as diversas regiões e as linguagens das artes cênicas.

De acordo com Ivina Passos, uma das sócias da Ato Marketing Cultural, “a realização da sétima edição do Festival surge como forma de consolidar sua relevância artística e cultural, uma vez que a continuidade do projeto busca ampliar as possibilidades de circulação e difusão das artes cênicas no País”.

Monique Cardoso, também sócia da empresa (ATO Marketing Cultural) ressalta que “tão importante quanto à difusão e a fruição artística é o investimento em formação e capacitação desses agentes culturais, artistas e grupos, que frente às exigências de profissionalização do setor necessitam cada vez mais de ferramentas técnicas e administrativas para a longevidade de seus trabalhos”.

O Festival, visando atender a essa demanda latente, realizará oficinas de Produção e Gestão de Grupos e Captação de Recursos, em cada uma das cidades, durante o mês de Abril, ainda como parte integrante de sua Programação.

Histórico do VII Festival das Artes Cênicas
Em seu sétimo ano de realização, o Festival das Artes Cênicas, em Fortaleza/CE, Juazeiro do Norte/CE e Sousa/PB, passa a ter papel ainda mais fundamental no processo de consolidação das artes cênicas nordestinas no cenário regional e nacional. Para esta edição, o Festival tem como objetivo principal expandir seu relacionamento com a cena local, incluindo seus contextos e funções sociais à luz da prática da cultura.

Não é à toa que as artes cênicas nordestinas vêm se movimentando tanto nos últimos anos: são viagens, troca de referências, fortalecimento dos grupos, novas plateias, e o Ministério da Cultura e Centro Cultural Banco do Nordeste reconhecem a importância de Festivais desse porte para o desenvolvimento das artes cênicas e da região.

Na sétima edição do Festival das Artes Cênicas, com realização da ATO Marketing Cultural, estimula-se ainda mais a prática e o intercâmbio cultural de grupos nordestinos e nacionais, sempre com espetáculos e oficinas gratuitas, com patrocínio do Banco do Nordeste, via Lei de Incentivo à Cultura.

O Festival terá o encerramento da programação no dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro, proporcionando a artistas, técnicos e produtores comemorarem fazendo o que fazem de melhor, a Arte.

O Espetáculo: O esperado Festival das Artes Cênicas, apresentado pelo Centro Cultural Banco do Nordeste e Ministério da Cultura. O Festival estimula o intercâmbio, especialmente do eixo Nordeste.

Por que: O Festival mobiliza três cidades: Fortaleza, Juazeiro do Norte, no Ceará e Sousa, na Paraíba, além de grupos de todo o Nordeste e também nacionais, possibilitando a troca de experiências entre as regiões e as artes.

Onde: Centro Cultural Banco do Nordeste em Juazeiro do Norte e Sousa; em Fortaleza, o Festival contará com três pólos: no Theatro José de Alencar, SESC-SENAC Iracema e CUCA Che Guevara.

Assessoria de Imprensa / CCBNB



Crato (CE): Industriário morre em acidente com moto na Avenida Padre Cícero

Um acidente de trânsito com vítima fatal foi registrado por volta das 21h30min desta quinta-feira na Avenida Padre Cícero imediações da Retífica Santa Luzia à altura do Bairro Muriti, em Crato. O industriário Francisco Barros Feitosa Neto, de 34 anos, perdeu o controle de sua moto após ser tocada por um carro subiu o canteiro central da avenida e foi de encontro a um poste morrendo no local.

Ele residia no bairro Triângulo em Juazeiro do Norte e tinha acabo de sair da Rejumix onde trabalhava como fiscal. A vítima pilotava uma moto Honda de cor vermelha e placa HOZ-8014, inscrição do Ceará, e teria sido fechada por um veículo de cor branca logo após este ultrapassar outro carro. Na proximidade com a moto bateu levemente desequilibrando o piloto e seguindo viagem adiante.

Demontier Tenório

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



(Carly Rae Jepsen) Call Me Maybe - Sungha Jung




Bizarro! Estudantes do CE postam fotos no Facebook ao lado de cadáveres

Estudantes do ensino médio de uma escola particular de Fortaleza fizeram fotos com cadáveres do Laboratório de Anatomia da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e publicaram no Facebook. Mas, segundo a Diretora do Departamento de Saúde da Uece, Gláucia Posso Lima, não é permitido tirar fotografias dos corpos do laboratório e os adolescentes não tinham autorização para entrar no local.

As diversas imagens mostram os alunos posando ao lado de cadáveres, segurando mãos, fetos e até bebês totalmente formados. Em contato com o G1, um dos estudantes que participaram da visita ao laboratório disse que se tratava de uma aula de campo. Ele afirmou que o professor de biologia levou os estudantes na tarde do último dia 23 onde passaram cerca de duas horas com os cadáveres.

“Os laboratórios são alugados, mas como ele [professor] é de lá ele conseguiu que a gente fosse pagando apenas o jaleco, as luvas e as máscaras”, conta o estudante. Ele disse ainda que, em um determinado momento, o professor os deixou sozinhos na sala e autorizou as fotos. “Ele disse que só não podia tirar foto dos rostos [dos corpos]”, afirmou o aluno. Estudantes do 3º, 2º e 1º anos participaram da visita.

O aluno disse ainda que o professor chegou a posar nas fotos com a turma. “Ele disse que seria bom [postar no Facebook] porque iriam fazer perguntas. Eu pus pra ter algo no face”, destaca. O G1 fez contato, por telefone, com o professor de biologia, mas ele disse não ser funcionário da Uece e afirmou que somente se pronunciaria após esclarecer o fato com a universidade.

Gláucia Posso Lima confirmou que o professor de biologia não é funcionário da universidade. Segundo ela, estudantes de escolas públicas ou particulares não têm autorização para terem aulas no Laboratório de Anatomia. A diretora e professora da Uece afirma que está investigando como os estudantes entraram na instituição. “Quero saber como, quem trouxe, já pedi a lista de nomes de entrada na portaria”, disse ela, completando, “e a gente não usa aquele material descartável [jaleco e máscaras], porque não protege contra o formol. Usamos jaleco de tecido e máscaras com filtro, os descartáveis não servem de nada. E não há isso de alugar o laboratório, vamos investigar tudo”.

Legislação
Segundo advogado Ricardo Madero, se houve permissão para a entrada dos estudantes, o professor pode ser responsabilizado civilmente e criminalmente. "Existe o direito à privacidade, o direito de imagem e o respeito aos mortos e essas imagens não poderiam ter sido divulgadas". Para o advogado, o primeiro passo para apontar os responsáveis é a instauração de procedimentos administrativo e criminal. "Se houve invasão, houve falha na vigilância e a Uece deve ser responsabilizada por não ter tomado os cuidados necessários".

Ricardo Madero disse, ainda, que apenas um inquérito policial pode esclarecer o que realmente aconteceu e apontar os responsáveis. As imagens foram retiradas do Facebook na tarde de quarta-feira (7).

Fonte: G1



Juazeiro do Norte (CE): Ministro da Integração está no Cariri e visita áreas de risco nesta sexta-feira

O Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, desembarcou no Aeroporto Regional do Cariri na tarde desta quinta-feira para visitar canteiros de obras da transposição do Rio São Francisco. Ele veio de Brasília no mesmo vôo do prefeito Raimundo Macedo, que atendeu ao convite do gabinete ministerial onde foi recebido em audiência na semana passada.

O ministro veio com membros da Comissão Externa para acompanhar os Programas de Transposição e Revitalização do Rio São Francisco criada no Senado Federal e presidida pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). Além dele, vieram ainda os senadores Inácio Arruda (PCdoB/CE) e Humberto Costa (PT/PE). De Juazeiro, seguiram na tarde desta quinta para visita ao Túnel de Cuncas I, em São José de Piranhas (PB), a uma distância de 130 Km em relação à terra de Padre Cícero, onde encontraram o senador Cícero Lucena (PSDB/PB).

Em conversa com repórteres, o prefeito Raimundo Macedo adiantou que teve uma proveitosa conversa com o Ministro Fernando Bezerra ainda dentro da aeronave e esta terá continuidade durante o jantar com prefeitos do Cariri na noite desta quinta em Juazeiro. Quanto às áreas de risco a serem visitadas nesta sexta-feira, ele citou uma delas no caso das famílias que moram às margens da via férrea ao longo da Avenida Paulo Maia no Parque Antonio Vieira.

Segundo o prefeito, está tentando recursos junto ao Ministério da Integração não só para um programa de desfavelamento na cidade, mas, sobretudo, em prol de obras de drenagens e urbanização destas áreas. Ele lembra ser um dos trechos do anel viário e, na sua primeira gestão, já retirou uma favela que existia em frente ao Teatro Marquise Branca, onde hoje funciona uma das estações do Metrô do Cariri.

Fonte: Diário do Nordeste



Plantão Infotech: Facebook ganha novo feed de notícias

O Facebook apresentou ontem uma reforma visual com um novo Feed de notícias (página onde são exibidas as atualizações dos amigos), no qual serão exibidas fotografias maiores e uma nova forma de apresentar vídeos e páginas compartilhados, que também ganharam maior destaque visual.

O usuário passa a poder separar os posts de seus contatos por tipo de conteúdo: geral (inclui texto e links), fotografias, música e games.

A barra lateral foi simplificada: o Facebook eliminou o texto que descrevia as seções como Feed de notícias, eventos e grupos e aumentou drasticamente o tamanho de seus ícones, dando a essa seção do site um ar de aplicativo para celular. Ali também aparecerão os contatos com quem o usuário mais troca mensagens.

As novidades estão sendo “gradualmente” introduzidas para os usuários do mundo todo desde ontem, na versão desktop (para computadores). Na página do novo Feed, a empresa disponibilizou um botão para entrar na fila e experimentar primeiro a novidade.

Os aplicativos do Facebook para tablets e celulares terão acesso ao novo Feed de notícias “ao longo das próximas semanas”, segundo a companhia.

“Os usuários verão as mesmas histórias de antes, agora com uma cara renovada e com maior visibilidade para fotos, notícias, mapas e eventos” disse a empresa em comunicado.

Com as mudanças, a empresa diz querer aumentar o “engajamento” dos usuários, ou seja, fazer com que eles passem mais tempo usando a rede social.

“Queremos dar a todos no mundo o melhor jornal personalizado do mundo. Ele tem de ter fontes de informação de alta qualidade, novidades de seus amigos e família e divisão de conteúdo entre tópicos em que você pode se focar”, disse Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, durante a apresentação das novidades.

Fonte: O Povo



Reitora da Urca participa de mesa de debates na Câmara dos Deputados, em Brasília

A Reitora da Universidade Regional do Cariri (Urca), Professora Otonite Cortez, participou, em Brasília, da mesa de debates relacionada ao lançamento da Instalação da Frente Parlamentar de Apoio às Universidades Públicas Estaduais e Municipais Brasileiras. O evento aconteceu no Plenário I, da Câmara dos Deputados e contou com a adesão de mais de 300 deputados e cerca de 40 senadores da República. Os gestores das universidades estaduais e municipais, na ocasião, cobraram do Ministério da Educação financiamento público para a manutenção das universidades. A instalação da frente parlamentar aconteceu na última quarta-feira.

O evento na Câmara aconteceu após a reunião administrativa mensal da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM). A iniciativa da associação foi promover o debate junto aos parlamentares, além de abrir espaço para reivindicar financiamentos para as universidades, junto ao orçamento da União, além do fortalecimento da interiorização do ensino superior no Brasil.

A Reitora destacou a participação da bancada cearense, incluindo os deputados federais e senadores. A frente é formada por um grupo suprapartidário. O evento ainda contou com a participação do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Cleber Verde (PRB-MA), e do Reitor da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Professor Jackson Sampaio. O deputado Cleber Verde (PRB-MA) afirma que 63,7% das instituições públicas de ensino superior são estaduais e municipais. O principal problema dessas instituições, diz o parlamentar, é a falta de verbas públicas.

A Reitora da URCA, durante o evento, destacou a participação das universidades estaduais, na maior oferta de cursos noturnos do Brasil, para onde convergem trabalhadores e seus filhos, no Brasil. Ainda ressaltou a participação do maior número de alunos egressos das escolas públicas, destacando o grande papel social dessas instituições de ensino superior. Professora Otonite salientou a importância da grande participação dos deputados, nos movimentos em prol do apoio aos projetos destinados ao fortalecimento das universidades, principalmente para assegurar recursos no orçamento de 2014. O Reitor da UECE enfatizou a importância desse apoio, destacado na fala da Reitora da Urca.

O Presidente da Abruem, João Carlos Gomes, Reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), fez menção a extrema importância da mobilização de todas as universidades filiadas, além dos representantes políticos de cada região do país. ele disse que com o repasse das verbas da União para as Instituições de Ensino Superior será possível ampliar a qualidade do ensino e melhorar ainda mais as áreas de atuação das universidades, sem sobrecarregar os estados e municípios que mantém estas instituições.

Fonte: Diário do Nordeste



Crato (CE): Distrito industrial poderá iniciar com 26 empresas

O Presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará, Alexandre Pereira, e o Prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, juntamente com uma comitiva, estiveram realizando visita às obras do Centro de Convenções do Cariri e a terrenos que deverão sediar o distrito industrial do Crato. A visita aconteceu na tarde de ontem, momento em que o prefeito Ronaldo confirmou a adesão de 26 empresários ao projeto, que irá gerar emprego e renda na cidade. O presidente conselho ressaltou a intenção do governo de interiorizar a industrialização no Ceará.

A comitiva de secretários municipais, economistas, integrantes de entidades empresariais, além do prefeito, percorreu dois terrenos, onde poderão ser instaladas as novas empresas, no bairro Muriti e na Vila São Bento. O projeto, de acordo com Ronaldo, vem atender a uma real necessidade, com alta demanda de empregos para centenas de pessoas.

O presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico afirma que é de total importância dar atenção especial ao interior do Ceará, principalmente neste ano de seca. Essa te sido a orientação do Governo Estadual. Um distrito industrial, segundo ele, pode ficar para as próximas gerações.

A pretensão do governo, conforme Alexandre Pereira, é possibilitar apoio à iniciativas como a do atual prefeito do Crato, além de pensar em incentivos fiscais para as indústrias que pretendam se instalar. Esse é um processo, segundo ele, que faz parte da interiorização da industrialização. O presidente do conselho afirma que a demanda junto à secretaria tem sido imensa, relacionada principalmente aos 140 novos gestores das administrações municipais do Ceará. “Estamos apoiando empreendimentos, onde já tenham bons terrenos, empresários se prontificando a investir” diz ele, ao se referir ao Crato, onde vários empresários estão se propondo a instalar empresas, nos mais diversos setores.

O prefeito Ronaldo afirma que a vinda do secretário teve a iniciativa de verificar os empreendimentos no interior do Estado, e ser sensível ao que atualmente o Crato precisa, que é a geração de emprego. Conforme o chefe do executivo, já está consolidado o convite das 26 novas empresas, de setores como atacado, distribuidoras, fábricas sandálias, além de concessionárias da Ford e Peugeot. “Todas querem se instalar no Crato, só dependendo agora da localização dos terrenos, da possível desapropriação e a captação dessas novas empresas “, afirma.

Empreendimentos no setor público
O prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Mattos, solicitou ao Governador do Estado, Cid Gomes, a instalação de uma delegacia de polícia no Crato e a policlínica. Os projetos foram aceitos e o prefeito comemora a conquista. Além desses novos equipamentos, conforme o prefeito, a luta agora é para a instalação de um matadouro público, demanda antiga da cidade.

“Nos próximos dias também vamos receber uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA”, diz Ronaldo. O projeto virá para o Crato, por meio de convênio do Governo do Estado e Governo Federal. O executivo se apressa para que novos terrenos sejam desapropriados no Município, e irá enviar em breve mensagem à Câmara Municipal. “É uma necessidade, no intuito de atender a tantas pessoas no Crato que estão precisando de um emprego”, afirma.

Fonte: Diário do Nordeste



Bruno é condenado a 22 anos e três meses; ex-mulher é absolvida

O goleiro Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado da modelo Eliza Samudio. Pelos dois último crimes, ele também foi condenado em relação ao seu filho com a modelo, Bruninho.

A ex-mulher do jogador, Dayanne Rodrigues, foi absolvida da acusação de sequestro e cárcere privado do bebê.

Julgamento Bruno
O júri popular foi formado por cinco mulheres e dois homens, que condenou no início da madrugada desta sexta-feira, 23, no Fórum de Contagem, em Minas Gerais, o jogador.

O ex-capitão do Flamengo foi considerado culpado pela morte da modelo e foi condenado a 22 anos e 3 meses, sendo 17 anos e 6 meses de regime fechado. Ele poderá pedir a liberdade após cumprir 2/5 desse total, que equivalem a sete anos. Até o julgamento, o ex-goleiro já permaneceu em cárcere por 2 anos e 8 meses.

Na leitura da sentença, a juíza Marixa Fabiane utilizou palavras fortes contra o réu. "(Bruno) é uma pessoa fria, violenta e dissimulada, com personalidade que foge aos padrões mínimos de normalidade. O réu tem incutido na sua personalidade uma total incompreensão dos valores", disse Marixa. Leia a íntegra da sentença.

Fonte: O Povo



Cariri debate violência contra a mulher

Tentando conscientizar a população sobre a atual situação regional relativa ao aumento do número de casos de mulheres assassinadas na região do Cariri, os órgãos de defesa da mulher das cidades de Crato e Juazeiro do Norte estão realizando uma intensa programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher, mundialmente comemorado na data de hoje.

Desde o inicio da semana, várias entidades estão engajadas na causa e organizaram caminhadas, seminários, atendimentos públicos de saúde, prestação de serviços gratuitos e ações de cidadania. Todos os atos discutem sobre as políticas públicas destinadas ao gênero.

Números
De acordo com dados do Conselho Municipal da Mulher Cratense(CMMC), na região do Cariri, apenas durante o ano passado, 18 mulheres foram brutalmente assassinadas. Nos últimos dez anos, a soma é de 220 vítimas. As agressões mais frequentes são as verbais, físicas, psicológicas, moral, sexual e patrimonial.

Devido aos índices alarmantes de violência contra a mulher, no Crato, na tarde de hoje, às 14 horas, o Conselho Municipal da Mulher Cratense vai organizar um ato reivindicativo à efetivação dos direitos constituídos das mulheres.

A manifestação deverá reunir aproximadamente duas mil pessoas, na Praça Siqueira Campos. A proposta de todas as programações é refletir sobre o papel da mulher na sociedade e demonstrar os fatos de sua trajetória de lutas e conquistas.

Ações
Para tentar conter as estatísticas, no Crato e em Juazeiro do Norte, entidades como a Defensoria Pública, Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade Regional do Cariri (Urca), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Mulher), Juizado da Mulher, Ministério e Defensoria Publica estiveram em audiência pública planejando a formação de uma rede de atenção às mulheres vítimas de violência.

O pedido mais urgente da classe feminina é por medidas protetivas eficazes. Para atender as demandas existentes, ainda faltam a instalação de casas de apoio e mais assistência na formação profissional das agredidas, para que elas possam ter autonomia financeira e, assim, possam sair da dependência dos companheiros.

De acordo com a presidente do Conselho Municipal da Mulher Cratense, Laura Vieira de Andrade, os mecanismos de defesa ainda são incipientes. "Estamos precisando de políticas públicas especificas para as mulheres. A nossa maior dificuldade é quanto às medidas protetivas, que não estão chegando no tempo determinado para que elas consigam a proteção que necessitam", revela.

Demanda
Em Juazeiro do Norte, atualmente, o Centro de Referência Regional da Mulher (CRRM) recebe uma grande demanda de casos de mulheres em situação de violência. No momento, 200 vítimas estão recebendo atendimentos. Na cidade, diferente do Crato, há uma rede socioassistencial formada por uma equipe multidisciplinar, que é composta por advogados, psicólogos e assistentes sociais. Eles ofertam a proteção e acompanhamento das vítimas e suas famílias.

Lei Maria da Penha
De acordo com Mauro Feitosa, juiz do Juizado da Mulher de Juazeiro do Norte, o cenário regional de defesa à mulher vem sendo modificado nos últimos seis anos, após a implantação da Lei Maria da Penha.

Segundo ele, os números da violência ainda são considerados altos, mas refletem a realidade nacional. "A nossa região é violenta como é toda e qualquer região brasileira. Isso deve-se a uma cultura paternalista de falsa dominância do homem sobre a mulher", afirma.

Para o juiz, os órgãos que compõem a rede ainda tem muito por desenvolverem-se. Entretanto, todos tem atuado no sentido de minimizar essa chaga social.

Assassinatos
200 mulheres foram assassinadas na região do Cariri. Essa estatística corresponde ao número de casos que ocorreram desde 2003, ou seja, nos últimos dez anos.

YAÇANÃ NEPONUCENA
COLABORADORA

Fonte: Diário do Nordeste



Juazeiro do Norte (CE): Quarteto rouba R$ 200 mil em dinheiro e jóias de estabelecimento

Um total de R$ 200 mil em dinheiro, cheques e mercadorias foi roubado nesta quarta-feira de um estabelecimento comercial que funciona no centro de Juazeiro do Norte. Nessa crescente onda de roubos e furtos, trata-se do maior valor já levado de uma empresa nos últimos meses. Segundo a polícia, quatro pessoas, dentre as quais uma mulher, chegaram cedo na joalharia JM localizada na Rua Padre Pedro Ribeiro, 545 para a prática do assalto.

O quarteto trafegava em duas motocicletas na cor preta, sendo uma delas Honda Bros e a outra Honda 300R nas quais levou dinheiro, jóias e um revólver calibre 38 devidamente registrado que pertencia à dona do estabelecimento de 36 anos de idade e residente no bairro Salesianos. A ação foi filmada pelo circuito interno de TV da joalharia e as imagens repassadas à polícia para as devidas averiguações no sentido de identificar e prender os acusados.

Semelhança
Um caso parecido foi registrado no dia 2 de setembro de 2011 em outra joalheria de Juazeiro. Naquela data, o assalto rendeu R$ 8 mil em dinheiro aos quatro homens que chegaram em um veículo Prisma de cor preta se passando por clientes querendo comprar mercadorias. Quando se aproximou do balcão, um deles já foi sacando um revólver e pedindo o dinheiro.

A diferença é que durante tiroteio travado no interior da loja Tathiany Bijuterias na Rua das Flores, 83 (Santa Tereza), a jovem Kyara Vasques da Silva, de 24 anos, que morava naquele bairro, tombou morta ao ser atingida com um tiro na cabeça. Outra funcionária saiu lesionada e toda a ação foi igualmente filmada, mas ninguém foi preso à exceção do dono do estabelecimento por posse ilegal de arma de fogo.

Demontier Tenório

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Por quê comida de avião é tão ruim?

Quase todo mundo concorda: comida de avião é muito ruim. Mas as companhias aéreas não são as únicas culpadas por isso — a biologia está contra elas. Segundo uma reportagem do “New York Times”, um dos motivos para que tenhamos a impressão de que ninguém se preocupou em tentar cativar o paladar dos passageiros é que não conseguimos sentir plenamente o gosto da comida quando estamos em grande altitude.

O problema é que o olfato, um importante coadjuvante nesta história, e o paladar ficam tão prejudicados nas alturas que é difícil distinguir o que é doce, salgado, amargo ou azedo. Mesmo antes de a aeronave decolar, a atmosfera dentro da cabine resseca o nariz. E, enquanto ao avião sobe, a mudança na pressão atmosférica entorpece cerca de um terço de nossas mais de dez mil papilas gustativas. Assim que se atinge uma altitude de cruzeiro de cerca de 12 mil metros, os níveis de umidade da cabine são mantidos baixos devido ao design do aparelho, concebido com a intenção de reduzir o risco de corrosão da fuselagem. Em pouco tempo, o nariz e as papilas gustativas estão ainda mais entorpecidos.

Tudo isso explica por que sucos de tomate são mais palatáveis em aviões: o fruto parece menos ácido no ar do que em terra firme — como descobriu a companhia alemã Lufthansa depois de encomendar uma pesquisa científica para saber a razão de seus clientes consumirem tanto suco de tomate quanto cerveja. Ajuda a entender, também, por que as companhias tendem a salgar e a apimentar muito a comida, além de servir vinhos muito encorpados. Sem esses extras, a refeição pareceria (ainda mais) sem graça.

Não só os passageiros de avião sofrem com este problema: os astronautas também padecem, provavelmente, por razões biológicas semelhantes. Depois que o gestor do sistema de alimentação da Nasa começou a pedir enormes quantidades de molho picante, o órgão começou a suspeitar que o inchaço dos seios da face que ocorre em gravidade zero pudesse estar interferindo na habilidade dos astronautas de sentir cheiros e gostos. Agora, estão em curso estudos que reproduzem, com voluntários, este efeito na Terra.

Para quem costuma viajar de avião, a notícia, diz o “New York Times”, é que as companhias aéreas estão investindo no aprimoramento de suas refeições, que (também é consenso) pioraram sensivelmente nos últimos anos. Pelo menos para os passageiros da executiva e da primeira classe a situação deve melhorar. A americana Delta Airlines, por exemplo, contratou o conceituado chef Michael Chiarello. E a Korean Air tem uma fazenda de onde vêm suas carnes e seus vegetais orgânicos. Espera-se que estes esforços sejam recompensados.



Congresso derruba todos os vetos de Dilma à nova Lei dos Royalties

A Secretaria-Geral da Mesa do Senado, que coordena as votações do Congresso Nacional, informou ao G1 nesta quinta-feira (7) que os parlamentares derrubaram todos os vetos da presidente Dilma Rousseff à nova Lei dos Royalties, que redistribui os tributos pagos pela produção de petróleo. O principal veto mantinha a previsão de receita para estados produtores - como Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo - ao impedir a aplicação imediata de uma fórmula mais igualitária de distribuição para contratos em vigor.

Estavam em análise 142 dispositivos vetados, com votação de cada parlamentar sobre cada um deles. Todos foram rejeitados, segundo a Secretaria. Segundo a secretária-geral da Mesa, Cláudia Lyra, na Câmara, o veto com a menor rejeição teve 349 votos e aquele com a maior rejeição, 354 votos. No Senado, foram 54 votos pela rejeição, 7 pela manutenção dos vetos, 1 voto nulo e 1 abstenção.

Na soma, o veto com menor rejeição obteve 403 votos entre os parlamantares. Para derrubar qualquer veto, eram necessários ao menos 298 votos (257 na Câmara e 41 no Senado).

A apuração dos votos, registrados em cédulas de papel, foi concluída por volta das 4h30 da madrugada e um relatório com a apuração completa ainda será disponibilizado em ata aos parlamentares para verificação exata do resultado sobre cada veto derrubado.

O resultado saiu cerca de 3 horas após o final de uma tumultuada sessão, marcada por tentativas de obstrução pelas bancadas de estados prejudicados. Parlamentares de RJ e ES já anunciaram que vão entrar com ações no Supremo Tribunal Federal para derrubar a sessão, sob a alegação de falhas regimentais durante a votação.

Com a derrubada dos vetos, o Congresso reinstituiu a proposta aprovada no Senado e na Câmara, que prevê uma partilha mais equlibrada dos recursos entre os estados e municípios. O veto de Dilma permitia que essa nova distribuição só se aplicasse para contratos de produção futuros, não aqueles em vigor.

Os municípios e o próprio estado do Rio de Janeiro, por exemplo, que tem a maior produção de petróleo, só neste ano deixaria de receber R$ 3,1 bilhões, segundo levantamento realizado pelo deputado Otávio Leite (PSDB-RJ). Ele diz que a retirada desses recursos é uma afronta ao pacto federativo. "As receitas [do petróleo] já foram incorporadas às receitas originárias. Suprimir abritamente é uma ofensa ao pacto federativo", protesta.

Os recursos advêm de dois tipos de tributos: royalties e participação especial. Os royalties são pagos como forma de compensação por possíveis danos ambientais causados pela extração. Já a participação especial é a reparação pela exploração de grandes campos de extração, como da camada pré-sal descoberta na costa brasileira recentemente.

Fonte: G1



Renegociação de dívidas com BNB anima produtores rurais

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou, na última segunda-feira, o Banco do Nordeste (BNB) a renegociar as dívidas dos produtores rurais atingidos pela seca no Nordeste. Com isso, as parcelas de crédito com vencimento entre 1º de janeiro de 2012 e 30 de junho de 2013 vencerão apenas em 1º de julho deste ano. Serão dispensados ainda os juros e multas das parcelas vencidas dentro do período estabelecido pelas diretrizes do CMN.

Os agricultores que estiverem com o pagamento das parcelas quitado até 31 de dezembro de 2011 e que tenham os empreendimentos localizados em municípios da área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) serão beneficiados pela medida.

Também terão suas dívidas renegociadas, dentro do mesmo pacote de decisões, os agricultores que trabalhem em localidades com situação de emergência decretada após 1° de dezembro de 2011 com reconhecimento pelo Governo Federal.

O presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece), Moisés Brás, analisa como positiva a medida do CMN. No entanto, ele pondera a necessidade de estender o benefício a todos os pequenos produtores rurais. “Grande parte dos agricultores não se encaixa nos requisitos e também não tem como pagar suas dívidas em razão da baixa produção agrícola, que é resultado da forte seca dos últimos tempos”. Moisés afirma que mais de 110 mil famílias de agricultores estão atualmente nesta situação.

Moisés Brás coloca ainda a necessidade de abrir novas linhas de crédito para novos contratos. “Deve haver não só uma reorganização dos agricultores que já se beneficiam com as linhas de crédito, mas também dar entrada a novos”.

Entenda a notícia
O CMN decidiu aprovar a renegociação das dívidas dos agricultores com o BNB, dentro de condições previamente previstas, devido ao quadro de dificuldades enfrentado no Nordeste em consequência da estiagem prolongada.

Fonte: O Povo



Comissão de Direitos Humanos elege pastor polêmico como presidente

Os deputados da CDH (Comissão de Direitos Humanos e Minorias) da Câmara dos Deputados, elegeram, nesta quinta-feira (7), o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) como presidente. Ele teve 11 votos dos colegas (houve 12 votos no total, sendo um em branco) e já havia sido indicado por seu partido para presidi-la. Feliciano é acusado de homofobia e racismo, mas nega.

Após ser eleito hoje, Feliciano chegou a dizer que sua mãe é de "matriz africana", apesar de não ter o "matiz de pele" negro.

A eleição do presidente é feita pelos membros da comissão, que, em geral, seguem a indicação partidária. A bancada do PSC, composta por 17 parlamentares, confirmou na terça-feira o nome do pastor para ocupar o cargo. Como vice, a indicação foi para a deputada Antonia Lúcia.

Até então, o PT comandava a CDH, sob a direção do deputado Domingos Dutra (MA), mas a legenda preferiu assumir as comissões de Constituição e Justiça e Cidadania; de Seguridade Social e Família e de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

A sessão de hoje foi marcada, mais uma vez, por polêmicas e protestos -- o presidente Domingos Dutra chegou a se retirar da sessão, seguido por outros parlamentares, como Jean Wyllys (PSOL-RJ). A deputada Luiza Erundina chegou a dizer que "esta não é mais uma comissão de direitos humanos".

Dutra se recusou a comandar a eleição sem a participação dos movimentos sociais, que foram impedidos de entrar na sala da comissão.

Nesta quarta, a comissão deveria ter realizado a eleição, mas, devido a bate-boca e tumulto, a sessão foi cancelada e convocada novamente para esta quinta, desta vez, sem a presença de manifestantes e "torcida".

Aos 40 anos e pastor da Igreja Assembleia de Deus há 14, Feliciano é formado em Teologia.

Polêmicas
Desde a semana passada, antes mesmo de ser indicado pelo PSC para o posto, a possibilidade de Feliciano como presidente da CDH gerou protestos de ativistas de direitos humanos, porque o deputado tem um discurso que pode ser considerado polêmico.

Em 2011, ele usou o Twitter para dizer que os descendentes de africanos seriam amaldiçoados. "A maldição que Noé lança sobre seu neto, Canaã, respinga sobre o continente africano, daí a fome, pestes, doenças, guerras étnicas!", escreveu.

Em outra ocasião, o pastor postou na rede social que "a podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam ao ódio, ao crime e à rejeição". No ano passado, o pastor defendeu em debate no plenário os tratamentos de "cura gay".

Ele nega as acusações de racismo e homofobia. Ontem, ele negou ser homofóbico. "Não sou contra os gays, sou contra o ato e o casamento homossexual. Quero o lugar para poder justamente discutir isso. Vai ser debate. Vou ouvir e vou falar", afirmou.

Disputa na web
Quando foi anunciado que o PSC ficaria com a presidência da comissão, vários abaixo-assinados começaram a se espalhar pela internet, contra e a favor da indicação de Feliciano para o cargo.

Na semana passada, uma petição no site Avaaz pedia que ele fosse deposto da comissão. Em seguida, o próprio deputado criou uma petição em seu site defendendo sua indicação.

Agora, uma petição no site Change.org assinada por um grupo de religioso diz que nem todos os evangélicos apoiam Feliciano.

PSOL e PT cogitam comissão paralela
Deputados do PT e do PSOL que se retiraram da reunião que elegeu Feliciano presidente afirmaram que pretendem realizar uma reunião na próxima terça-feira(12), às 11 horas, para decidir que medidas tomarão. Eles cogitam, inclusive, formar uma comissão paralela de Direitos Humanos em protesto à eleição do pastor.

Fonte: UOL



91% dos estudantes do Ensino Médio no CE não sabem matemática

A matemática é o ponto mais fraco de alunos concludentes do 3º ano do Ensino Médio, no Ceará: 91% deles estão "enrolados" nos cálculos, terminando os estudos sem conhecimento adequado nessa matéria. A denúncia foi feita, ontem, no relatório "De Olho nas Metas 2012," do movimento Todos pela Educação. Entretanto, não é só nas contas que eles estariam com notas ruins. Em Português, 756% não compreendem o conteúdo de modo satisfatório. Para especialistas, a situação é grave, mas novos modelos de acesso ao vestibular e mais estímulos podem mudar a realidade e aumentar as médias.


O documento faz soar o alerta vermelho na educação pública, aponta várias fragilidades, principalmente com alunos do Ensino Médio. No ranking de desempenho nacional, o Ceará (9%) está na 10ª posição com relação à apropriação do conteúdo de matemática e em 13ª posição nacional (24%) em português, valores bem abaixo das médias do país; 10,3% para Língua Portuguesa e 29,2% para os cálculos.

E a discrepância é maior quando se compara com a rede privada, por exemplo. Se os alunos da rede pública do Ensino Médio, do Ceará, estão com apenas 17% de conhecimento em línguas, no total, esse valor de aproveitamento cresce sete pontos percentuais, ficando em 24%. Em matemática, a diferença é de 18 pontos; 2,9% de aprendizagem na pública e 9% no estudo privado.

Para a professora de matemática da rede pública Nahiana Araújo, essa realidade se deve a um conjunto de fatores que vão desde o desestímulo dos alunos, falta de estrutura para dar aula, salas lotadas, ausência de merenda escolar, de ambiente adequado para tarefas em casa e escola.

"Nos já temos muitas dificuldades com alunos do Ensino Fundamental II porque eles vêm com uma deficiência gravíssima em matemática. Isso vai piorando até chegar no Médio. Muitos são os alunos que mal sabem somar, nem multiplicar, muito menos dividir. Isso gera deficiências severas. Mas, cada pequena vitória também é comemorada por todo mundo", detalha.

Se a escola ainda parece ruim, pior é ver que a universalização ainda não foi alcançada. No Ceará, 148.038 alunos ainda estão fora das salas de aula, um total de 6,7% da população cearense.

A meta era ter, para 2011, 94,8% de atendimentos; Ceará está devendo 1,5 ponto percentual. Essa exclusão só cresce, por exemplo, na faixa etária de 15 a 17 anos; 18,2 estariam, segundo o relatório, fora das escolas.

Analisando o Ensino Fundamental (EF), a pesquisa aponta um dado positivo: em Língua Portuguesa, por exemplo, Amazonas e Ceará foram destaque por serem os dois estados nacionais que mais superaram as metas do 5º ano do EF, ambos com 2,9 pontos percentuais acima.

Mas, no 9º ano, fim do Fundamental e começo do Ensino Médio, a realidade não parece muito satisfatória: 85,5% dos estudantes cearenses estariam com baixo nível em matemática e 75,6% em língua portuguesa.

Capital
Em Fortaleza, o Todos pela Educação analisou as séries a partir das pontuações na Prova Brasil. Apesar do crescimento de 14,3 pontos percentuais entre os anos de 2007 e 2011, 68,7% dos alunos do 5° ano do EF apresentaram baixo rendimentos em Português (nota abaixo de 200 pontos) e 77,4% ficaram "reprovados" em matemática (abaixo de 225 pontos) na Prova Brasil.

Analisando o 9º ano do Ensino Médio em Fortaleza na rede pública, 77,7% dos alunos não obtiveram notas adequadas em Português, menor que 275 pontos e 90,2% "reprovaram", menor que 300 pontos percentuais.

Com relação à conclusão dos estudos, 36,4% não terminaram, em 2011, o EF com 16 anos e 44,2% o EM com até 19 anos.

Alguns municípios cearenses tiverem êxito. Os dois com melhores resultados são Mucambo e Jijoca de Jericoacoara. O primeiro destacou-se no 5º ano do EF. Mucambo, situado na região norte do Estado, teve 86,6% de bom desempenho em Matemática e 81,6% em Português. Jijoca de Jericoacoara destacou-se no 9º ano do Ensino Fundamental. Foram bem avaliados 55% dos alunos desse município na disciplina de Língua Portuguesa e 50,3% em Matemática.

IVNA GIRÃO
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste



Emílio Santiago sofre AVC e é internado no Rio

O cantor e compositor Emílio Santiago, 66, foi internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, na manhã desta quinta-feira (7). De acordo com a assessoria do hospital, ele deu entrada na unidade por volta de 8h, após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral). Emílio está sedado e ainda passa por exames no CTI do hospital.

Na segunda-feira (4), Emílio participou do programa "Encontro com Fátima Bernardes", e de acordo com Eulália Figueiredo, assessora do cantor, estava bem e almoçou em uma churrascaria depois da gravação. "Emílio está feliz, de bem com a vida. Não sei que o que ocorreu, nem a extensão do problema", disse Eulália.

O último disco de Emílio Santiago foi "Só Danço Samba (Ao Vivo)", lançado em 2012, junto com um DVD. O cantor estava com quatro shows programados no mês de março:  dia 13 em Campinas (SP), dia 16 na Quadra da Portela, no Rio, e nos dias 22 e 23 na capital paulista.

Emilio Santiago venceu diversos festivais de música, iniciou a carreira na década de 70, e gravou grandes sucessos como "Saigon", "Lembra de Mim" e "Verdade Chinesa".

Fonte: UOL



Barbalha (CE): Mais de 1,4 mil quintais produtivos são entregues

Com a finalidade de fortalecer a agricultura familiar nos municípios da região e minimizar os impactos da estiagem, foram entregues, na manhã de ontem, durante solenidade na cidade de Barbalha, 1.468 quintais produtivos, incluindo cisternas de enxurradas e subterrâneas, e 10 retroescavadeiras. A entrega está inserida em programas do Governo Federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), e Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), do Estado.

Na ocasião, o secretário da SDA, Nelson Martins, destacou a sua preocupação com a atual situação de abastecimento de água no Estado e disse que está sendo intensificada a atuação dos carros-pipa. Já há municípios que estão sendo beneficiados com água até na área urbana, em virtude de colapso no abastecimento. Segundo ele, a meta é universalizar até 2014 a distribuição de cisternas para todas as famílias que vivem nas zonas rurais do Estado. A ação faz parte do programa 1 Milhão de Cisternas (P1MC), que vem tendo continuidade junto com outros projetos e visa conter os impactos causados pela seca.

A solenidade, realizada no Parque de Exposição Governador Tasso Jereissati, beneficia 17 municípios com 1.083 cisternas de enxurrada e 385 barragens subterrâneas, que serão construídas por meio da parceria entre a SDA e o MDS. A assinatura das ordens de serviços contou com a presença de prefeitos das cidades da região. A maioria deles destaca a preocupação com alternativas que possibilitem minimizar os impactos da seca.

No Cariri, serão beneficiados os municípios de Antonina do Norte, Assaré, Potengi, Tarrafas, Araripe, Brejo Santo, Farias Brito, Milagres, Porteiras, Salitre, Barbalha, Barro, Caririaçu, Jardim, Juazeiro do Norte, Mauriti e Missão Velha.

Benefícios
O delegado federal do Desenvolvimento Agrário no Ceará, Francisco Sombra, destacou os benefícios a serem gerados com as máquinas entregues aos municípios, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC - 2), na segunda etapa de execução.

Serão novos reservatórios de água nas comunidades, além do benefício de melhorias das estradas. Segundo ele, o programa está beneficiando o Estado com 141 máquinas e 56 delas já foram entregues no ano passado.

De acordo com o representante do MDS, mais 44 máquinas foram entregues durante solenidade este mês em Fortaleza e, agora, mais três no Cariri e sete delas no Vale do Salgado. Serão beneficiados municípios como Cariús, Catarina, Ipaumirim, Jucás, Lavras da Mangabeira, Milagres, Missão Velha, Quixelô, Saboeiro e Várzea Alegre. O investimento do Governo Federal no programa, conforme Sombra, é de R$ 19,6 milhões. Os quintais produtivos serão construídos por entidades sem fins lucrativos selecionadas através de licitação.

O investimento total será de R$ 18,03 milhões, em parceria com o MDS. Já as máquinas, conforme o delegado federal, vão contribuir com o desenvolvimento da agricultura familiar, escavando água no período da estiagem, facilitando a alimentação dos animais, a abertura de poços e até melhora do meio urbano.

Francisco Sombra disse que serão atendidos no Estado 183 mil agricultores com benefício a mais de 1 milhão de pessoas, por meio do repasse das máquinas. "Esse programa, além de facilitar o escoamento dos bens de consumo e produção da agricultura familiar, proporciona o desenvolvimento social sustentável", afirma. Durante a entrega dos equipamentos, será assinado um termo de doação e as máquinas passarão por vistorias do ministério e fiscalização das instâncias sociais responsáveis.

O secretário Nelson Martins, destaca a importância das barragens subterrâneas e a entrega do maquinário. Ele afirma que o projeto já beneficiou 110 municípios do Ceará e mais 34 receberão os equipamentos. O Ceará também será beneficiado com a entrega de motoniveladoras. Municípios com menos de 100 mil habitantes deverão receber o equipamento.

Ações
O secretário da SDA enfatiza as ações em andamento no Ceará de combate à seca, com repasse de mais de cem mil cisternas, além da perfuração de poços profundos. Mesmo com essa realidade, alguns municípios do Estado estão em situação de racionamento. Entre as cidades em condições de maior gravidade estão Quiterianópolis, Crateús, Itatira, Pacoti e Milhã. Segundo ele, das 312 mil pessoas beneficiadas com o seguro safra no Ceará, 305 mil já pagaram os boletos e receberão o benefício, caso haja perda de safra. "No momento, as nossas grandes preocupações estão voltadas para o consumo humano e alimentação dos animais, com a distribuição regular do milho e a produção de forragem", ressalta. Ele afirma que a grande vantagem nesse momento é a vinda dos recursos para diminuir os impactos causados pela estiagem.

Mais informações
Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA)
E-mail: lucio.filho@sda.ce.gov.br
Telefone: (85) 3101.8105 / 8897.8510

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste



Macarrão contratou Bola para matar Eliza Samudio, diz Bruno

Durante interrogatório ao Tribunal do Júri de Contagem, o goleiro Bruno Fernandes disse que Luiz Henrique Romão, o Macarrão, a quem ele culpou pela morte de Eliza Samudio, lhe confidenciou que o homem contratado para matar a modelo foi Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

Segundo Bruno, depois que o desaparecimento de Eliza veio à tona, Macarrão confirmou os acontecimentos envolveram a morte da modelo. "Depois dos fatos, Macarrão me contou que havia contratado o Marcos Aparecido, o "Neném", e ele aceitou", disse Bruno.

Bruno afirmou que ficou sabendo "através da imprensa" que era Bola e que ele "tinha vários apelidos".

Em seu depoimento, Bruno culpou Macarrão pela morte de Eliza e que, logo após o crime, foi Jorge Luiz Rosa quem lhe contou como Eliza foi morta. "Jorge falou comigo que o Macarrão foi até próximo ao estádio Mineirão, foi ao orelhão, e falou com uma pessoa que não sabe quem era."

Em novembro, Macarrão, 27, ,amigo de infância e ex-braço-direito do goleiro Bruno Souza, foi condenado pelo Tribunal do Júri de Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte), a 15 anos pelo sequestro, cárcere privado e morte da modelo Eliza Samudio, ex-amante do atleta, além do sequestro e cárcere de seu filho Bruninho. Ele foi inocentado da acusação de ocultação do cadáver.

Bruno disse que Jorge e Macarrão começaram a seguir um homem em uma moto até a cidade de Vespasiano (MG). O goleiro descreveu como Eliza teria sido morta, mas não citou quem seria o autor do homicídio.

"O Macarrão chutou as pernas da Eliza. Isso foi o que o Jorge me falou. Ele ainda me falou que a pessoa esquartejou o corpo dela e tinha dado para os cachorros comerem", afirmou o goleiro.

De acordo com a versão de Bruno, a morte de Eliza ocorreu na sexta-feira, 11 de junho de 2010 ---a polícia diz que Eliza morreu em 10 de junho.

Bruno, chorando muito durante o depoimento, afirmou que Eliza lhe disse que "iria para um ponto de táxi" porque tinha de ir para a capital paulista. "Ela disse que precisava de dinheiro para resolver problemas pessoais em São Paulo. Até então eu acreditava que seria aquilo ali."

Na mesma noite do dia 11, entre 22h e 23h, segundo Bruno, retornaram Macarrão, Jorge e o filho dele com Eliza. "Desceram do carro o Jorge, muito assustado, e o Macarrão um pouco mais tranquilo que o Jorge, mas também assustado", disse Bruno.

"Estranhei que a criança estava na mão dele, chorando, e perguntei a ele: "Poxa, cadê a Eliza? Pelo amor de Deus, o que vocês fizeram com ela?", disse Bruno em seu depoimento.

De acordo com Bruno, nesse momento Macarrão disse a ele. "Resolvi o problema que tanto te atormentava". "O Jorge me disse que o Macarrão ajudou a matar Eliza. Nesse momento eu fiquei desesperado, chorei muito. Eu disse: "Macarrão, o que você fez? Não tinha necessidade". Ele falou que tinha resolvido o problema", disse Bruno, chorando muito.

Fonte: UOL



ShareThis