Janis Joplin completaria 70 anos de idade neste sábado

"Janis Joplin canta o blues com a potência de uma pessoa negra". Assim B.B. King certa vez classificou a cantora, morta no dia 4 de outubro de 1970, em Los Angeles, Califórnia. Mas a comparação da jovem texana com as potentes vozes do blues negro nunca foi novidade. Foi por meio de tal diferencial que Joplin chamou a atenção do selo Columbia Records no final da década de 1960, em contrato que levaria a artista a se tornar uma das principais influências da música dos últimos 50 anos. Se estivesse viva, a garota nascida em uma pequena cidade interiorana do oeste norte-americano completaria 70 anos de idade neste sábado (19).

Nascida no dia 19 de janeiro de 1943 em Port Arthur, município com uma então população de cerca de 45 mil pessoas localizado no oeste do Texas, Joplin mostrou desde cedo vontade de se envolver com a música. No entanto, se o talento já era claro na infância, sua personalidade era completamente diferente daquela que a tornou mundialmente conhecida - festeira, subversiva, depressiva.

Joplin é descrita em suas biografias como uma criança sociável, boa aluna e bastante popular entre os colegas de escola. Ativa, começou a cantar nos primeiros anos de vida, no coral de uma igreja local. As mudanças de comportamento começaram a aparecer só no início da adolescência, por volta de 14 anos de idade, quando iniciou o ensino médio na Thomas Jefferson High School. Lá, conheceu o visual das meninas modernas da época, sempre arrumadas, com cabelos ajeitados e visual padronizado - e não gostou. Repleta de espinhas no rosto, e bem distante dos padrões de beleza de suas colegas, adotou, então, um estilo pessoal: camisetas básicas, calças largas, madeixas desgrenhadas, rebeldes. Ganhou dos colegas o apelido de "porca", "assustadora", além da fama de ser promíscua.

A falta de afinidades com as meninas logo levou Joplin a se aproximar de rapazes, que compartilhavam com ela o gosto pela música, pelo blues, pelo jazz. Em 1961, com o ensino médio já completo, abandonou o curso na faculdade de tecnologia de Beaumont, a poucos quilômetros de sua cidade natal, e se mudou para Los Angeles, com o objetivo de deixar para longe a pequena e conservadora comunidade onde vivia.

Contudo, inicialmente a tentativa de deixar tudo para trás não deu certo - e Joplin retornou para perto de seus pais. Mas não por muito tempo. Em 1962, já em outro curso, na Universidade do Texas, localizada na capital do Estado, Austin, a cantora começou a se apresentar em uma casa noturna local, ao lado de um trio de amigos que atendia pelo nome Waller Creek Boys. E ganhou destaque por sua voz destoar tanto da das artistas brancas de destaque na época, como Joan Baez e Judy Collins, donas de vozes bem mais suaves.

"Janis era como um anjo que veio e pavimentou uma estrada na qual as garotas brancas ainda não haviam caminhado", descreveu a cantora Etta James, ícone da música negra, morta em 2011. "Passei a ter orgulho de ser uma influência para ela quando a ouvi cantar. Reconheci instantaneamente isso. Entretanto, também ouvi uma eletricidade e uma raiva na sua voz. Amava sua atitude."

Simplesmente Janis
Por anos, Joplin tentou, sem sucesso. Foi para São Francisco em 1963, participou de alguns festivais e chegou a até se mudar para Nova York a fim de obter reconhecimento na música. Nada. Voltou para casa. Mas, três anos depois, tudo mudaria.

Em 1966, retornou a São Francisco para fazer um teste para integrar o grupo Big Brother, formado pelos músicos James Gurley, Dave Getz. Peter Albin e Sam Andrew. Logo gravou seu primeiro disco, em 1967, pela gravadora Mainstream: Big Brother and the Holding Company. O selo de não muita importância, no entanto, ofuscou a importância do trabalho. Mas isso também logo mudou.

Após se apresentar no festival de Monterey, Joplin chamou a atenção de Clive Davis, presidente da Columbia Records, que assinou com o grupo. Lançado em agosto de 1968, Cheap Thrills foi um sucesso quase instantâneo. Em outubro, ao longo de oito semanas consecutivas, o trabalho ficou na primeira colocação da Billboard, principal termômetro da indústria fonográfica norte-americana. Seu single Piece of My Heart também se tornou um incrível hit, um dos mais bem-sucedidos de 1968, vendendo quase um milhão de cópias nos EUA.

Apesar de ver os colegas de banda como uma segunda família, Joplin também os via como uma espécie de atraso para sua carreira. Em dezembro de 1968 tocou com o grupo pela última vez e partiu para um voo solo. Lançado em junho de 1969, I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! manteve o sucesso do trabalho anterior, ganhando certificado de Disco de Platina (um milhão de cópias) apenas duas semanas depois de sua chegada às lojas.

No dia 16 de agosto de 1969, Joplin foi uma das principais atrações do lendário festival Woodstock, realizado na cidade de Bethel, no Estado de Nova York.

Clube dos 27
Insegura desde a adolescência, Joplin sempre mostrou gosto por bebidas e substâncias que alterassem sua consciência. Na época de faculdade, permanecia mais tempo em bares com colegas do que na sala de aula, segundo consta. O reconhecimento como artista atraiu formas mais caras e sofisticadas de sair da realidade e ela logo conheceu a maconha, o LSD e, finalmente, a heroína.

No dia 4 de outubro de 1970, meses depois de a cantora ter visitado o Brasil pela primeira e única vez, John Cook, um dos colegas de banda de Joplin, estranhou que ela havia faltado às suas sessões de gravação. O músico foi, então, ao hotel onde a artista estava hospedada e, após tentar insistentemente contatá-la pelo interfone, arrombou a porta do quarto, encontrando-a caída, ao lado da cama, com um maço de cigarros ainda à mão. A morte foi consequência de uma overdose de heroína.

O corpo de Joplin foi cremado no Mortuario Pierce Brother Westwood Village e suas cinzas, jogadas na costa da Califórnia, perto da praia de Stinson. A morte veio apenas duas semanas depois do óbito de seu amigo Jimi Hendrix, que, assim como ela, morreu aos 27 anos.

Legado
"Tenho uma profunda conexão espiritual com Janis. Não sei como, por quê ou quando isso surgiu. Mas sempre estive extremamente atraída por sua energia, sua dor, sua voz e sua vida. Acho que ela é uma das mais incríveis mulheres que já viveram", classifica a estrela pop Pink.

Apesar de ter morrido em 1970, o grande sucesso de Joplin ainda estaria por vir. Em janeiro de 1971, menos de quatro meses após sua morte, a Columbia Records lançou Pearl, disco gravado por ela entre os meses de setembro e outubro do ano anterior, ao lado do grupo Full Tilt Boogie Band. O trabalho, certificado com Disco Quádruplo de Platina nos EUA (4 milhões de cópias), trouxe sucessos eternos como My Baby, Mercedes Benz e Cry Baby.

Para além da música, Yoko Ono, viúva de John Lennon, definiu Joplin da seguinte forma: "Janis tinha um sorriso quente, amigável, que é tão raro e, ainda assim, o distribuiu a todos da forma mais livre possível".

Fonte: Terra



Plantão Infotech: Como bloquear mensagens de chat do Facebook para determinados amigos

Remover um amigo da lista de contatos do Facebook pode causar transtornos. Por isso, a rede social oferece ferramentas para que você não precise mais interagir com aquela pessoa que é chata na Internet, mas por quem você até tem um carinho na “vida real”. O TechTudo vai ensinar, neste tutorial, como usar uma delas: o bloqueio de mensagens no bate-papo. O processo é bem simples e pode te ajudar a evitar incômodos no site.

Passo 1: Abra o bate-papo do Facebook e clique na pessoa que você quer bloquear, como se fosse iniciar uma conversa com ela.

Passo 2: Clique no ícone “opções”, que fica entre o de chamada de vídeos e o de fechar a janela e um drop-down com diversas opções será exibido.

Passo 3:  Em seguida, selecione a opção “Desativar bate-papo para 'Nome do Contato'”.

Passo 4. Uma mensagem de sucesso será exibida no mesmo local: “Você desativou o bate-papo para "Nome do Contato", mas você ainda pode enviar-lhe uma mensagem”. E, logo depois, haverá um link para o caso de você mudar de ideia: “Ativar o bate-papo para Nome do Contato”.

Fonte: Techtudo



Juazeiro do Norte (CE): Tiroteio deixa o saldo de um morto e outro ferido

Um jovem de 22 anos foi assassinado com seis tiros e seu amigo saiu lesionado durante um tiroteio por volta das 17h30min desta sexta-feira na localidade denominada Vila Nova (Bairro Pedrinhas) em Juazeiro do Norte. Residente na Rua Aldinha Barbosa daquele lugar, Cristiano Nascimento da Silva, foi morto com seis tiros de revólver que o atingiram duas vezes na cabeça, outras duas no peito esquerdo e mais duas nas costas morrendo no local.

Ele estava em casa quando apanhou sua motocicleta e saiu do imóvel, mas não foi muito longe em virtude de problemas mecânicos. O seu amigo, Cícero Genilson Neris Barbosa, de 20 anos, se encontrava no mesmo imóvel e percebeu da calçada a pane com a moto de Cristiano decidindo ir até lá ajudar o amigo. De repente, os dois foram surpreendidos com a chegada de dois homens em uma motocicleta de características não anotadas.

Um deles, sacou o revólver e passou a atirar na direção de Cristiano que, muito claramente, era o alvo da dupla se constituindo no sexto homicídio do ano em Juazeiro. Genilson ainda foi atingido de raspão na cabeça e nas costas sendo socorrido parta o Hospital Regional do Cariri. Segundo a polícia, o jovem morto responde por crimes de furto e roubo, porém, no local, foi erguida uma suspeita de crime passional o que será investigado por meio do competente inquérito. Equipes da FTA e Ronda do Quarteirão estiveram no local e ainda diligenciaram sem o êxito de localizar os acusados.

Demontier Tenório

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



'Apaguinhos' crescem e corte de luz bate recorde em 2012

Os consumidores brasileiros tiveram de conviver em 2012 com um recorde incômodo: o de cortes de luz.

Ao longo do ano passado, entre "apagões" e "apaguinhos", houve queda de pelo menos 64 mil MW (megawatts) de energia em todo o país. A quantia equivale a deixar o Brasil inteiro sem luz durante quase um dia.

Trata-se do maior nível de interrupção de carga registrado pelo governo desde 2009 --ano marcado pelo maior apagão da era Lula. Os dados fazem parte de levantamento feito pela Folha a partir de dados do Ministério de Minas e Energia e do Operador Nacional do Sistema Elétrico.

O recorde pode ser ainda maior, pois dados do mês de dezembro --que registrou um dos maiores apagões-- ainda não foram integralmente contabilizados pelo governo. O Ministério de Minas e Energia deve divulgar os números oficiais na semana que vem.

'Apaguinhos'
Em 2012, os "apaguinhos" --cortes de energia entre 15 MW e 100 MW (capazes de interromper o fornecimento de energia para bairros ou cidades de até 400 mil habitantes)--, também igualaram o recorde verificado em 2009: chegaram a ocorrer pelo menos 241 vezes. O número é o terceiro maior em 12 anos.

Para o diagnóstico das "perturbações" no sistema, o governo se baseia em dados do ONS sobre interrupções ocorridas na rede básica do Sistema Interligado Nacional.

O SIN reúne geradoras e transmissoras, mas desconsidera falhas na distribuição, isto é, das concessionárias que vendem diretamente o serviço para o consumidor.

Apagões
Apesar de o governo afirmar que tem ampliado a capacidade e a segurança do sistema, os apagões de grandes proporções, acima de 1.000 MW, se mantiveram na média dos últimos anos: foram quatro em 2012. Foram, porém, mais intensos do que os de 2010, quando foram registrados seis. Atingiram ao menos 19.000 MW, contra 13.000 MW há dois anos.

Os apagões acima de 100 MW e até 1.000 MW, entretanto, diminuíram em relação aos últimos cinco anos. Foram 62 no ano passado, contra 80 em 2011 e 91 em 2010.

Nivalde de Castro, professor da UFRJ e coordenador do Grupo de Estudos do Setor Elétrico, afirma que essas oscilações tendem a aumentar caso o governo não invista na modernização da rede.

"É como construir um edifício e, na medida em que vários andares são construídos, você vai emendando instalações mais modernas às instalações mais antigas. De acordo com o ONS, quanto maior a rede, mais sujeita a "perturbações" fica.

Curto-circuito
Poucos minutos antes da chegada de Dilma ao Piauí, ontem, 33 municípios do Estado passaram pouco mais de uma hora sem energia.

Um incêndio em um transformador da Chesf em Teresina interrompeu o fornecimento. A Eletrobrás Piauí Distribuidora informou que houve curto-circuito.

Fonte: Folha.com



Brasil lembra hoje 30 anos sem Elis Regina

Para uns ela era e ainda é a maior cantora do Brasil. Para outros, uma estrela temperamental, dona de uma crítica afiada e com um jeitão despachado para resolver suas questões. O fato é que hoje, exatos 30 anos depois da morte de Elis Regina, ainda é grande a saudade dos fãs. Poucos artistas se aventuram a reinterpretar clássicos da cantora gaúcha, como Madalena, Como Nossos Pais e O Bêbado e a Equilibrista. Milton nascimento confessa que ainda compõe pensando na voz afinada e poderosa dela.

Entre muitos amores e desafetos, Elis construiu uma carreira tão sólida que chegou a desafiar sua própria morte, ocorrida em 19 de janeiro de 1982. Dona de um faro apurado para sucessos e de um estilo passional de interpretação, ela continua sendo uma influência para as novas gerações. Que o diga sua única filha, a cantora Maria Rita, que este ano entra em turnê gratuita por cinco cidades brasileiras homenageando a mãe. Com previsão de estreia em março, os shows fazem parte do projeto Redescobrindo Elis, capitaneado por João Marcello Bôscoli – irmão de Maria Rita por parte de mãe –, que inclui ainda exposição, documentário e reedições.

Entre os relançamentos está a biografia Furacão Elis, lançada pela jornalista Regina Echeverria três anos após a morte da artista. Revelando detalhes da intimidade da estrela, como seu prazer pela vida doméstica e a mania por sapatos, o livro é ainda hoje um único relato de peso sobre a vida da cantora. Muito disso se deve ao fato da autora ter conhecido uma Elis além do profissional. Elas foram apresentadas durante os ensaios da turnê Falso Brilhante, quando Echeverria era repórter do Jornal da Tarde (SP), e acabaram ficando amigas. “Ela tinha fama de ser difícil. O que não era verdade. O fato é que nos gostamos de cara”, conta ela por email.

Apesar da defesa da escritora, a tal fama de difícil de Elis já era conhecida e já havia lhe rendido o apelido de Pimentinha, dado por Vinicius de Moraes. Nem a família escapou. De uma garotinha tímida nascida em Porto Alegre, ela tornou-se uma estrela ainda cedo e não tinha medo de demonstrar seu poder. Logo no início da carreira, já morando no Rio Janeiro, chegou a brigar com todos de casa e ainda proibiu a mãe de usar seu telefone para falar com o pai, que havia voltado para Porto Alegre. Outra vez, já casada com Ronaldo Bôscoli, criou uma confusão à mesa por que ele havia lhe pedido o sal. Após um festival de palavrões, presenciado pela equipe da revista Cláudia e pelo amigo Miele, Ronaldo olha pra ela e diz: “Você viu aquele filme que está no cinema?”. “Qual é? Vamos lá. Toma o sal”, respondeu ela.

No trato com os colegas de profissão, seu estilo não era menos enérgico. Ao ver Caetano Veloso tomar conta dos festivais com seu Tropicalismo, chegou a encabeçar uma “Passeata Contra as Guitarras”, para defender a “tradição” da música brasileira. Nem mesmo os bastidores dos seus grandes clássicos foram tranquilos. Quando foi a Los Angeles gravar ao lado do maestro Tom Jobim, ela ligava para Roberto Menescal para dar suas impressões. “Está uma merda, não tem nada de bom, o Tom é um babaca, um chato”, disparava. Ele perguntava de volta: “Mas, Elis, esse tempo todo não saiu nada?”. Ela então começava a descrever faixa a faixa e rever sua avaliação: “Estou louca pra chegar ao Brasil e te mostrar. Todas as faixas estão lindas”.

E era esse mesmo jeito passional que Elis colocava nas suas interpretações, sempre cheias de sentimento e emoção. “Elis era uma cantora do Brasil com uma voz do outro mundo. Talentosa, afinada, com dicção perfeita e excelente na escolha do repertório”, elogia Regina Echeverria. Autora também das biografias de Cazuza (Só as mães são felizes) e Gonzaguinha (Gonzaguinha e Gonzagão, uma história brasileira), ela vê uma semelhança entre seus personagens: “O amor à música. A dedicação ao ofício de compor e cantar”. Sobre a mistura fatal de álcool e cocaína que levou à morte da estrela, Regina não esconde: “Para mim foi um acidente de percurso”. E quando o assunto é o legado deixado pela cantora nesses 30 anos de ausência, ela resume: “Sua voz límpida, segura, vibrante, emocionada. A sua personalidade, a coragem de dizer o que pensava e fazer o que bem entendia”.

Serviço

Furacão Elis
O quê: reedição da biografia lançada em 1985, pela jornalista Regina Echeverria. Inclui discografia atualizada.
Ed. Leya
272 páginas
Preço médio: R$39,90

A Bossa do Lobo
O quê: biografia do jornalista e compositor Ronaldo Bôscoli, escrita por Denílson Monteiro
Ed. Leya
544 páginas
Preço médio: R$44,90

Solo Memórias
O quê: autobiografia do pianista e arranjador César Camargo Mariano
Ed. Leya
512 páginas
Preço médio: R$54,90

Marcos Sampaio

Fonte: O Povo



Cearense de 15 anos é aprovado e vai cursar Medicina na UFC

Um fato inusitado no interior do Ceará. Um jovem de 15 anos, que fez o Exame Nacional do Ensino Médio 2012, foi aprovado para o curso mais concorrido da Universidade Federal do Ceará (UFC): o de medicina. Nesta semana, Tiago Saraiva recebeu a aprovação do Conselho de Educação do Ceará e vai poder fazer o curso, pulando os segundo e o terceiro anos do ensino médio.

A inscrição para o Enem foi apenas para ganhar experiência, como ele mesmo conta. Mas acertar 153 das 180 questões e os 900 dos mil pontos na redação o colocaram em vantagem. E aí o próximo passo era arriscar o Sistema de Seleção Unificado (Sisu). O curso desejado: Medicina na UFC, no campus da cidade de Sobral, a 250 km de Fortaleza.

Para entrar, ele disputou com mais de 4 mil concorrentes as 70 vagas do curso. No resultado, ficou em 54º. Para conseguir a posição, Tiago conta que sempre teve os estudos em primeiro lugar, desde que se decidiu por medicina. Para ele, o tempo ajudou a criar o hábito e o prazer pelos estudos.

Permissão
Para que Tiago pudesse fazer o curso de medicina, estando ainda no primeiro ano do ensino médio, era preciso que o Conselho de Educação do Ceará desse o aval. Para isso, Tiago passou por mais uma prova: em dois dias, ele fez dois exames que traziam questões que uniam as matérias dos três anos do ensino médio.

A prova foi desenvolvida pelo colégio onde Tiago estudava. As respostas foram analisadas por uma equipe de pedagogos e professores da instituição, que submeteram o resultado ao Conselho, que o aprovou. Agora é esperar pela confirmação da matrícula de Tiago pela Universidade para saber quando ele começa as aulas do novo curso.

Leonardo Heffer

Fonte: NE10



Plantão Infotech: Mega, sucessor do Megaupload, deve ser lançado neste sábado

Na tarde deste sábado, os usuários orfanados há um ano pelo fechamento das atividades do Megaupload devem ter o serviço - ou um equivalente dele - de volta. Às 16h (horário de Brasília), Kim Dotcom deve colocar no ar o Mega, sua nova empreitada no universo do compartilhamento de arquivos na internet. A volta vem exatamente um ano depois do fechamento do site.

O novo programa promete 50 GB de armazenamento aos usuários, segundo postado pelo próprio Dotcom no Twitter. Além disso, o fundador do serviço, alistado como um dos mais ricos da Nova Zelândia, promete um retorno blindado, com uma ferramenta que não poderá ser derrubada pela justiça.

O site foi desativado na noite de 19 de janeiro, quando foi fechado pelo FBI por integrar "uma enorme rede de pirataria virtual". Teve início então uma história que envolve confisco de bens, acusações de lavagem de dinheiro e espionagem, pontuada por carros de luxo, mansões e ataques de hackers.

O site, à época com cerca de 150 milhões de usuários registrados em todo o mundo - com os brasileiros em 2º lugar -, teria causado, segundo as autoridades norte-mericanas, mais de US$ 500 milhões em perdas ao transgredir direitos de propriedade intelectual. O alemão Kim Schmitz, 37 anos, mais conhecido como Kim Dotcom, criador do Megaupload, e outros diretores do site foram presos. As autoridades confiscaram dos detidos e da empresa bens avaliados em US$ 4,8 milhões, além de US$ 8 milhões depositados em contas abertas em diversos bancos da Nova Zelândia, e os Estados Unidos pediram a extradição de Dotcom.

Kim Dotcom, um homem com 129 kg e quase 2 m de altura seria, de acordo com a imprensa local, uma das dez pessoas mais ricas da Nova Zelândia, considerado um apaixonado por carros de luxo, mulheres e mansões. A polícia inspecionou uma delas em Auckland, avaliada em US$ 30 milhões, na qual ele vivia com a família. Encontrou jóias, armas e até um Rolls Royce com placa "Deus".

Atualmente, Dotcom encontra-se em liberdade sob fiança na Nova Zelândia, o país onde vivia no momento de sua detenção. Alemão, ele enfrenta um pedido de extradição dos Estados Unidos, que desejam julgá-lo por violação dos direitos autorais. A audiência para sua extradição foi adiada em duas ocasiões e, até o momento, está prevista para agosto de 2013.

A justiça americana acusa os responsáveis do Megaupload de terem ganhado de forma fraudulenta US$ 175 milhões (135 milhões de euros) oferecendo cópias piratas de filmes, programas de televisão e outros conteúdos.

Fonte: Terra



Conselhos inúteis que as pessoas te dão

“Acredite em si mesmo e não aceite uma derrota!”

“Você precisa ter uma autodisciplina impecável para ter sucesso”.

Você já perdeu a conta de quantas vezes ouviu essas baboseiras de almanaques de auto-ajuda, certo? É claro que boas doses de autoconfiança e disciplina são necessárias para atingirmos nossos objetivos. Mas a ciência já descobriu que é preciso pegar leve com essa exigência toda.

Estudos recentes revelaram que quem cobra demais de si mesmo apresenta níveis mais altos de depressão e ansiedade. Enquanto isso, quem é mais compreensivo com as próprias falhas é mais feliz, otimista e, de quebra, ainda tem mais saúde.

A professora de desenvolvimento humano da Universidade do Texas em Austin Kristin Neff, uma das pioneiras nesse novo campo da psicologia chamado autocompaixão, diz que muita gente não é compreensiva consigo mesma porque teme cair na autoindulgência ou baixar seus padrões de excelência. “Eles acham que a autocrítica é o que os mantêm na linha”, disse ela ao New York Times. Tudo culpa da ideia difundida de que se deve ser extremamente exigente e autocrítico para ter sucesso. Mas a verdade é que, segundo Neff, a autocompaixão estimula as pessoas porque as leva a se cuidarem melhor. Quanto mais você se cuidar – e quanto menos energia gastar se criticando – melhor se sairá.

Agora, como é que vamos saber a medida exata de autocompaixão? Uma boa saída é nos perguntarmos se tratamos nós mesmos tão bem quanto tratamos nossos amigos e familiares. E isso é mais difícil do que parece. Um estudo recente descobriu que, no geral, as pessoas que costumam apoiar e compreender as falhas dos outros são muito mais rígidas com suas próprias falhas.

Em termos práticos: como você agiria se tivesse um filho com dificuldades na escola? Muitos pais dariam apoio e ajudariam com aulas extras. Mas e quando você é quem está nessa situação, talvez com problemas no trabalho ou com dificuldade para emagrecer? Aí o tratamento muitas vezes é diferente: cai-se num ciclo de negatividade e excesso de crítica. Se essa estratégia é inútil na hora de ajudar outra pessoa, por que haveria de funcionar com nós mesmos?

Um estudo de 2007 da Universidade de Wake Forest mostrou que um pequeno incentivo à autocompaixão já produz resultados. Os pesquisadores convidaram 84 mulheres para uma experiência de degustação de alguns doces engordativos que são proibidos para quem deseja manter a forma. Um instrutor pediu a algumas voluntárias que não fossem duras consigo mesmas, já que todo mundo naquele estudo comeria aqueles doces e não havia razão nenhuma para se sentirem mal ao fazerem isso também.

No fim, as mulheres que costumavam ter sentimento de culpa a respeito de alimentos proibidos e que ouviram aquela mensagem comeram menos do que as outras. Os pesquisadores acreditam que isso aconteceu porque, ao se permitirem apreciar os doces, elas os apreciaram melhor e ficaram satisfeitas com menos. Já quem estava com sentimentos de culpa acabou comendo mais para tentar se sentir melhor. Coisa que, no máximo, permitiu só um prazer momentâneo e aumentou o sentimento de culpa posterior, num círculo vicioso. Isso também pode funcionar com o vício na internet, por exemplo. Ou com problemas de concentração.

Fonte: Acidez Mental



Prefeitos do Cariri se reúnem para discutir orçamento

A queda dos repasses financeiros voltados para a educação e a forma de gerir o setor, sem afetar o equilíbrio no orçamento dos municípios, foi o principal foco dos debates com os prefeitos, secretários e representantes do setor nas cidades do Cariri. O assunto foi abordado na manhã de ontem, durante o I Encontro Regional de Prefeitos e Gestores Municipais do Cariri e sul do Estado do Ceará, no auditório do Hotel Verdes Vales, em Juazeiro do Norte. Na ocasião, foi proferida palestra sobre "Novas sistemáticas de cálculo do Índice de qualidade da Educação (IQE)".

A abordagem do tema chamou a atenção dos gestores, principalmente dos prefeitos que assumem pela primeira vez as administrações municipais. Eles destacam a dificuldade de conciliar a qualidade na educação, com a melhoria no nível dos profissionais da área e correções salariais, com a queda em repasses como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

Educação
Para o economista José Irineu de Carvalho, consultor econômico e financeiro da Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), a finalidade do evento foi mostrar a importância da educação na receita de Impostos Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dos municípios, relacionado ao IQE, fazendo com que esses valores sejam convertidos em receita, por meio do ICMS. E o segundo aspecto foi mostrar o cenário econômico e financeiro para o ano de 2013, analisando o ano anterior e, ainda, a repercussão para este ano.

De acordo com o economista, essa é uma forma de mostrar para os gestores o que eles vão encontrar em 2013. Irineu Carvalho cita como exemplo a cidade de Juazeiro do Norte, que este ano terá uma perda de 20% de uma parte do FPM, valor considerado uma espécie de fundo de reserva, o que representa uma queda para a cidade com cerca de 250 mil habitantes, de R$ 7 milhões. Perdas no mesmo patamar acontecem em cidades do mesmo porte como Sobral e Maracanaú, ressalta ele. Em Fortaleza, essa queda chega a 20%, o equivalente a R$ 150 milhões. A própria arrecadação do Fundeb acaba sendo prejudicada.

O prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim, reeleito em sua cidade, afirma que tem sido muito difícil nos últimos anos poder realizar um trabalho a contento, com os cortes no orçamento, principalmente, no que diz respeito aos recursos da educação. "A gente tem que desdobrar e conscientizar as pessoas que trabalham com a educação, para que se tenha prudência", afirma. Em 2012, segundo ele, foi prometido um valor voltado para a educação pelo Governo Federal, relacionado ao Fundeb, que até hoje não foi repassado para o município.

As consequências dessa queda no repasse poderão ocasionar, conforme o gestor, em atraso na folha do funcionalismo e até dos fornecedores de material. "É importante um planejamento muito bem feito, com o Conselho do Fundeb e sindicato dos servidores, para definir todas essas questões", diz. Esse processo tem que incorporar a previsão de cortes, de acordo com o gestor. Ele ainda critica os cortes federais, principalmente que incidem em impostos que poderiam ser repassados para investimentos nos municípios, como é o caso do Importo Sobre Produtos Industrializados (IPI).

O economista chama a atenção dos gestores quanto à necessidade de estruturação e organização dos municípios, já em virtude do déficit ocasionado em 2012, com repercussão no ano de 2013, que também terá baixas nos repasses, já previstas. Para Irineu Carvalho, é importante que o gestor tenha uma ideia precisa da receita, para realizar os ajustes nas despesas, principalmente relacionada à folha de pagamento.

Instabilidade
O próprio cenário econômico brasileiro tem promovido esse tipo de instabilidade nos índices. Segundo ele, o problema de 2012 em relação a essas oscilações não ficou resolvido, e em virtude dessas quedas o problema se estende para este ano, que deveria ser melhor trabalhado.

"O que resta aos municípios é buscar o equilíbrio dentro dessa realidade, conseguir pagar as despesas e se enquadrar dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal", completa. O evento em Juazeiro contou com o apoio da Aprece.

Mais informações
Convida - Consultoria e Assessoria
Av. Dr Miguel Lima Verde, 513
Ed. Cícera Alves - Sala 202
Centro - CE
Telefone: (88) 9670.7675

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

Fonte: Diário do Nordeste



Juazeiro do Norte (CE): Polícia prende autores de furto em residência de médico

A chácara na qual reside o médico pediatra, Antonio Teles, foi palco de furto nesta quinta-feira e os acusados retornaram hoje para levar mais objetos e terminaram sendo presos. O imóvel está situado no bairro Lagoa Seca, imediações da Pousada Recanto, em Juazeiro do Norte, e foi visitado ontem por dois jovens que pularam o muro e furtaram alguns objetos que se encontravam do lado de fora sem serem importunados pela ausência do vigilante.

Por volta das 14 hortas desta sexta-feira, a dupla retornou ao local e novamente pulou o muro, mas, desta vez, foi visto pelo segurança. Os dois tomaram o caminho de volta e fugiram enquanto o vigilante acionava a viatura do Ronda do Quarteirão que estava nas imediações. Imediatamente, ali chegaram os Soldados Aristênio, Aquino e Carlos os quais obtiveram iformações sobre as características dos acusados.

Os militares saíram em perseguição e, nas imediações da Lagoa da APUC já perto da Avenida Castelo Branco, prenderam Francisco Alves Costa Neto, de 26 anos, residente na Rua Tabelião João Machado (Lagoa Seca). Este já responde por furto, roubo e crime de violência doméstica tendo contra si um mandado de prisão em aberto. Os PMs encontraram ainda o seu comparsa quando apreenderam o adolescente de iniciais D. M. L., de 13 anos, que mora na Rua José Andrade Lavor (Bairro João Cabral).

Demontier Tenório

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Municípios do CE deixam de receber R$ 12,5 milhões de FPM em janeiro

O  valor da primeira parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste ano foi, para 24 gestores do Estado, um número ingrato: nenhum centavo foi depositado pela União, que zerou repasses no último dia 10 de janeiro para saldar dívidas dessas cidades com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e a Receita Federal, referentes ao mês de dezembro. Esta primeira parcela pode chegar até a 50% do total, em três parcelas, recebido mensalmente pelos municípios.

Na mesma situação, estão 6,9% das cidades brasileiras, o equivalente a 387 municípios espalhados por 24 estados, segundo dados da Confederação Nacional de Municípios (CNM). São Paulo, Piauí e Rio Grande do Norte registraram maior número de cidades afetadas. Foram 79, 44 e 32, respectivamente. A retenção, como realizada neste mês, está prevista na Constituição Federal, em seu artigo 160.

De acordo com o consultor econômico da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Irineu Carvalho, o cenário no final do ano passado teria sido “extremamente difícil” para muitos prefeitos. Ao longo do ano, receitas não teriam acompanhado as despesas. Muitos gestores teriam optado por pagar o 13° salário, segundo Carvalho. “O ano começa com um déficit estrutural. Por exemplo, salário mínimo e FPM crescem em torno de 9%”, afirma. Para aquecer a economia, impostos que alimentavam o Fundo sofreram desoneração prolongada em 2012.

Com menos dinheiro para gerir suas contas, prefeitos terão de fazer uma profunda reforma administrativa, melhorando o organograma oficial - com eventual redução de temporários -, avalia Carvalho. Ainda nesse bojo, as prefeituras terão de resolver problemas herdados da gestão passada como folha de pagamento ainda não quitada.

Maiores perdas
No Ceará, as maiores perdas foram de Camocim e Limoeiro do Norte, perdendo cada um cerca de R$ 937 mil. Dividem o segundo lugar os municípios de Baturité, Missão Velha, Paracuru e Pentecoste, perdendo cada um quase R$ 682 mil. Em terceira colocação, Jardim e Tabuleiro do Norte ficarão sem R$ 596 mil cada. Ao todo, o Estado deixa de ganhar R$ 12,5 milhões

Números
24 municípios tiveram a primeira parcela do FPM zerada

R$ 12,5 milhões é o total de recursos que deixaram de vir ao Ceará

Saiba mais
O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é uma transferência constitucional e é abastecido através de arrecadação de impostos. O Imposto de Renda (IR) e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) contribuem com 23,5% de sua arrecadação total.

A distribuição dos recursos às cidades se baseia no número de habitantes, fornecido pelo IBGE. A partir de faixas populacionais, cada cidade é enquadrada a partir de um coeficiente de participação. No cálculo, é também levado em conta a renda per capita dos municípios e do Estado. Feito anualmente pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCU), o coeficiente, aliado à renda, faz o equilíbrio de quanto cada cidade receberá.

Alguns percentuais da divisão já estão estipulados em lei. Por exemplo, 10% do Fundo deve ser destinado a capitais. Outros 3,6% são uma reserva para municípios de grande população. Mas a maior fatia fica, evidentemente, com não-capitais, ou cidades interioranas. Elas respondem por 86,4% do FPM.

Fonte: O Povo



19 de janeiro

1817 - Um exército comandado pelo General José de San Martín parte da Argentina e atravessa os Andes para libertar o Chile e depois o Peru do domínio espanhol.
1880 - O Congresso espanhol vota a abolição da escravatura em Cuba.
1983 - O criminoso de guerra nazista Klaus Barbie é preso na Bolívia.

Nasceram neste dia…
1798 - Auguste Comte, filósofo francês (m. 1857).
1931 - Italo Rossi, ator brasileiro (m. 2011)
1942 - Nara Leão, cantora brasileira (m. 1989).

Morreram neste dia…
1958 - Cândido Rondon, sertanista brasileiro (n. 1865).
1982 - Elis Regina (foto), cantora popular brasileira (n. 1945)
2007 - Fiama Hasse Pais Brandão, poetisa portuguesa (n. 1938).

Fonte: Wikipédia



Ator Walmor Chagas é encontrado morto aos 82 anos

O ator Walmor Chagas foi encontrado morto, nesta sexta-feira (18), em sua chácara, em Guaratinguetá, cidade localizada no Vale do Paraíba, interior de São Paulo (SP). A Polícia Seccional da cidade confirmou a informação, afirmando que o óbito foi devido a um tiro no peito, levando a investigação a trabalhar com hipótese de suicídio. Ele estava com 82 anos.

Segundo a Globo News, um funcionário da chácara informou que o corpo do ator foi encontrado na cozinha. Ainda de acordo com o canal pago de notícias, o caseiro da residência informou por telefone, pouco antes de o corpo ser descoberto, que teria ouvido o barulho do algo que parecia ser um tiro.

Chagas estrelou diversas novelas de sucesso ao longo de sua carreira televisiva, entre elas Locomotiva, na pele do personagem Fábio, Coração Alado, como Alberto Karany, e Salsa e Merengue, dando vida a Guilherme Amarante. Mas foi no teatro que o ator começou e foi no palco que se consagrou como um dos grandes atores da dramaturgia brasileira. Estreou no final dos anos 1940 e neles esteve até o final da década de 1990, mais de 50 anos depois.

Também atuou em diversos filmes, entre eles Xica da Silva (1976), como o Comendador João Fernandes, Asa Branca: Um Sonho Brasileiro (1980), além de adaptações para livros de Machado de Assis, casos de Um Homem Célebre (1976) e Memórias Póstumas (2001).

Apesar de ter se mantido bastante ativo como ator até 2009, quando trabalhou na novela Mutantes: Promessas de Amor, exibida pela TV Record, Chagas se distanciou dos palcos, sua grande paixão, na última década. Em entrevista concedida há poucos anos ao programa Starte, da Globo News, Chagas explicou ter se afastado do teatro por uma escolha pessoal, já que o universo teatral não seria mais o mesmo.

Fonte: Terra



Brasil vai acabar com miséria extrema até início de 2014, afirma Dilma

A presidente Dilma Rousseff disse na tarde desta sexta-feira (18), no Piauí, que seu governo irá erradicar a miséria extrema no país até o "início de 2014".

O anúncio foi feito em um dos Estados com o maior número de famílias com renda per capita mensal abaixo de R$ 70, critério para a aferição da condição de miséria extrema. A partir desse valor, o governo considera que a pessoa não está mais no grupo de extrema pobreza.

Dilma afirmou, durante discurso na cerimônia de entrega de 400 apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida, em Teresina, que alguns Estados erradicarão a miséria ainda este ano. Os demais, em 2014.

"Temos o objetivo de acabar com essa pobreza extrema até 2014. É óbvio que não vai ser no dia 31 de dezembro de 2014. Vamos acabar com a pobreza extrema na maioria dos Estados do Brasil ainda no ano de 2013 e vamos completar esse processo de tirar da pobreza no início de 2014. É possível e vai ser feito", disse a presidente.

"Um país não vai ser respeitado se nós deixarmos uma parte do nosso povo, uma parte da nossa população em condições de pobreza", afirmou Dilma. "Achamos que o país vai crescer se as pessoas crescerem junto."

Roteiro
Dilma iniciou nesta sexta-feira o roteiro de viagens deste ano pelo país. Antes de visitar Teresina, ela esteve em São Julião, no interior do Estado, onde visitou uma obra de combate à seca.

Após visitar o Piauí, a expectativa é que a presidente desembarque nas próximas semanas em Sergipe, Paraíba e Pernambuco. A região Nordeste é justamente onde o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) --um dos nomes lembrados para a disputa presidencial de 2014--, concentra sua maior força política.

Fonte: Folha.com



Presa no Cariri dupla que praticava crimes interestaduais

Dois suspeitos de integrar uma quadrilha interestadual que pratica assaltos e roubos no Ceará e em Pernambuco foram presos em flagrante na noite desta quinta-feira, 17, na região do Cariri. Segundo a Polícia, os acusados são Luís Henrique Araújo de Alencar, 29. Eles foram presos em Juazeiro do Norte, após perseguição que começou na cidade de Jati.

A dupla havia sido vista em um veículo roubado na quarta-feira, 16, na cidade onde foram detidos. Em seguida, os homens foram vistos próximo a uma pousada no município de Penaforte e presos em flagrante com a Hilux roubada em Juazeiro do Norte.

Segundo o major Sobreira, Valmir e Luís Henrique vieram ao Ceará para roubar carros de luxo e levar para São Paulo, onde seriam realizados desmanches.

Com eles, havia também armas, celulares, dinheiro e um arsenal de munições. Ao todo, foram apreendidas duas pistolas, um fardamento de cor preta, vários cartuchos e carregadores com munições, R$ 1.292,50 em dinheiro, um celular e um relógio. Os suspeitos e o material apreendido foram levados nesta manhã para a delegacia regional da Polícia Civil de Brejo Santo.

Fonte: O Povo



Barbalha (CE): Ceasa Cariri movimentou mais de 30 mil toneladas de hortigranjeiros em 2012

A Central de Abastecimento do Cariri (Ceasa Cariri) ofertou, em média, 3.100 toneladas por mês no primeiro ano de operação. Volume que significou uma movimentação financeira mensal de R$5 milhões. De março a dezembro do ano passado, 100 variedades de hortigranjeiros abasteceram o entreposto. No período, todas as regiões brasileiras participaram com a oferta de algum estado, sendo 44% de Juazeiro da Bahia, 33% do Ceará, com ênfase no Cariri, 15% de Pernambuco, 5% da Paraíba e 3% de outros estados. Os principais municípios ofertantes foram Juazeiro da Bahia (BA), Barbalha (CE), Juazeiro do Norte (CE), Jati (CE), Mauriti (CE), Penaforte (CE), Missão Velha (CE), Cabrobó (PE), Sapé (PB) e Petrolândia (PE).

Os hortigranjeiros com mais movimentação representaram 80% da oferta global, são: banana, laranja, batata, cebola, tomate, cenoura, repolho, mamão, abacaxi, goiaba, pimentão, melancia, maçã, manga e melão, os tradicionais de qualquer Ceasa. Essa classificação tende a se alterar com a operação dos atacadistas de boxes.

Outro fato interessante é que a Ceasa Cariri ampliou a safra do produto preferido dos consumidores do sul do Estado: o pequi, com a vinda do produto goiano.

Durante os primeiros meses sedimentou-se a vocação expedidora da Ceasa Cariri de abastecer municípios vizinhos da região, do Ceará e de outros estados. Essa vocação abre uma grande oportunidade para os produtores da agricultura familiar que poderão expandir – gradativamente – sua participação no mercado, substituindo produtos importados pelos da produção local.

Além disso, a Ceasa Cariri oferece excelentes condições de acesso, facilidades de trabalhos de carga e descarga, estacionamento amplo e localizar-se no centro geográfico do Nordeste. “A operação da Ceasa Cariri ampliou as fontes de abastecimento, atraiu compradores de diversos municípios e abriu uma enorme perspectiva para o produtor da agricultura familiar. Para esses, o mercado que era municipal, agora é para o Cariri. Logo mais para o Nordeste e todo o país. O enorme potencial agronômico da região, solo, água e clima adequados, possibilita acesso a todos esses mercados, inclusive a exportação para outros países”, destacou Reginaldo Moreira, presidente da Ceasa Ceará.

Com a operação dos primeiros grandes atacadistas de boxes, iniciada no final do ano passado, a expectativa é que essa média se amplie e ao final de 2013 seja alcançada a meta de cinco mil toneladas por mês.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ceasa Ceará



Chove em 23 municípios do Sul do Ceará de quinta para sexta-feira

Choveu em 23 municípios da região do Cariri e dos Inhamuns, no Sul do Ceará, de quinta-feira, 17, até às 8h30 desta sexta-feira, 18. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a maior precipitação, de 103mm, foi registrada no município de Porteiras, a 520 quilômetros da Capital.

Ainda de acordo com a Funceme, também choveu em Salitre (97mm) Jati (50mm); Crato (16.6mm); Brejo Santo (14.6mm); Milagres (13.5mm); e Barbalha (13mm). Em Araripe, cidade localizada na macro região do Sertão Central e Inhamuns, o monitoramento da Funceme registrou chuva de 42.6mm.

A previsão para as próximas 48 a 72 horas é de predomínio de céu parcialmente nublado a claro com possibilidade de chuva isolada no litoral e sul do Estado.

Fonte: O Povo



Crato (CE): Fóssil de camarão inédito é apresentado

Apresentado para a comunidade científica a única espécie de fóssil de camarão encontrada no planeta. Como o nome científico de Kellnerius jamacaruensis, em homenagem a um dos maiores nomes da Paleontologia brasileira, a concreção foi divulgada oficialmente na manhã de ontem, na sede do Geopark Araripe, na cidade do Crato, pelo coordenador da maior escavação controlada do Nordeste, Álamo Feitosa, iniciada em agosto de 2011.

A solenidade contou com a presença da imprensa regional e estadual, além de pesquisadores, gestores da Urca e integrantes da pesquisa Estudos Sistemáticos e Paleoecológicos da Fauna de Vertebrados das Formações Crato e Romualdo (grupo Santana) da Bacia do Araripe.

O novo camarão carídea é da formação Romualdo, da Bacia Sedimentar do Araripe, de onde já foram retirados inúmeras pelas fossilizadas. O material foi encontrado entre mais de 1.300 peças fósseis, em 11 dias de prospecção, no distrito de Jamacaru, em Missão Velha. Esse trabalho fez parte da segunda escavação realizada dentro do projeto, na parte leste da bacia.

A primeira aconteceu em Araripe, à oeste. Nos próximos meses, após a temporada das chuvas, deverão ser iniciadas novas escavações, dessa vez na cidade de Campos Sales.

Bolsista
A nova peça descrita teve a preparação da bolsista do curso de Biologia da Urca, Caroline Maiara da Silva. Ela foi responsável pela apresentação desse trabalho, que envolveu desde a retirada do fóssil da matriz, à análise em microscópio eletrônico o uso de agulhas de insulinas, para a limpeza do material. Pela raridade do fóssil, a grande surpresa, segundo Álamo Feitosa, foi a publicação na revista científica da Nova Zelândia, Zootaxa, do material encontrado. A avaliação dos editores destacou o caráter inédito do material, como o primeiro camarão fossilizado do mundo. Segundo pesquisador, Álamo Feitosa, o fóssil tem mais de 100 milhões de anos, inserido na era cretácea. O camarão é proveniente de água com pouca salinidade e semelhante as espécies que se conhece atualmente. Pelo caráter de preservação dos fósseis encontrados na região, conforme o paleontólogo, já foram encontrados crustáceos similares, mas dentro da barriga dos peixes em concreção.

Extração
A pesquisa que vem sendo realizada no Cariri, por meio da Urca e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Nacional (CNPq), com apoio do Geopark Araripe, é responsável pela extração de mais de 6 mil peças. A maioria será depositada no Museu de Paleontologia de Santana do Cariri, posteriormente, inclusive o fóssil do camarão, localizado em maio do ano passado, em Jamacaru. A divulgação veio ser feita, conforme o estudioso, somente agora, por conta das análises, descrição e da publicação em revista científica de seu ineditismo, também ressaltando o caráter de importância da Bacia Sedimentar do Araripe, como uma das áreas de pesquisa mais relevantes no estudo da paleontologia.

O pesquisador homenageado, Alexandre Kellner, do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), destaca a importância de pesquisadores da própria região estarem divulgando essa descoberta. Esse trabalho, segundo ele, é fruto de uma parceria para capacitar pesquisadores locais. Outro fator levantado pelo cientista é que o camarão jamais teria sido encontrado, se não houvesse o desenvolvimento de uma escavação controlada. "Existe agora uma capacitação e pessoas que conseguem desenvolver pesquisas e fazer esse trabalho belíssimo que são as escavações".

Em mais de 45 anos de atuação na área, Kellner disse que foram os fósseis da região que deram uma importante base de contribuição a sua carreira. Álamo ressaltou a relevância do pesquisador nos estudos dos fósseis da Bacia do Araripe, com a descrição do primeiro dinossauro com tecidos moles, peles e vasos sanguíneos, chamando a atenção da comunidade científica mundial, em relação ao nível de preservação do material coletado no Cariri.

Durante a apresentação, o vice-reitor da Urca, Patrício Melo, destacou a parceria que está sendo firmada com a Universidade de Campinas (Unicamp), para análise de microfósseis achados na região. Contribuindo, segundo ele, para a ampliação dos estudos na área.

Mais informações
Universidade Regional do Cariri (Urca)
Laboratório de Paleontologia
Rua Teófilo Siqueira, 754
Centro
Crato (CE)
Telefone: (88) 3102.1237

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

Foto: Samuel Pinheiro

Fonte: Diário do Nordeste

Confira a cobertura fotográfica do Blog Cariri (clique no play):




"O Crato é de todos nós" divulga comunicado anunciando fim do grupo

CRATO, 17 DE JANEIRO DE 2013.

Caros membros do grupo “O CRATO É DE TODOS NÓS

Tomados por pensamentos positivos, por uma atmosfera de esperança e motivados pela vontade de buscar melhorias para a nossa cidade, nós cratenses apaixonados por esse “pedaço de chão gostoso” como diria o saudoso Luiz Gonzaga, resolvemos criar o CRATO DE TODOS NÓS e em 01 de novembro de 2012 o grupo foi oficializado.

Diferente do que muitos pensavam e desmentindo os que ainda acreditam que reivindicações e mobilizações feitas na internet não transpõem as telas do computador, o grupo conseguiu mobilizar a população cratense e em uma terça feira movimentada, ao calor do meio dia, estavam todos empolgados e satisfeitos em frente à Delegacia de Policia Civil entregando nas mãos do Delegado Dr. Flávio Santos um abaixo assinado reivindicando a abertura em tempo integral da Delegacia Civil de nossa cidade, era a primeira atividade bem sucedida do grupo.

Era só o começo, nos reunimos novamente e, com a cabeça cheia de ideias e o coração cheio de vontade, partimos para a nossa segunda atividade: espalhar o orgulho de ser cratense por onde nós andássemos e então, o adesivo “Paixão pelo Crato”, que vendemos em semáforos e eventos para coletar recursos para nossa terceira atividade, que se concretizou com bastante empolgação e ajuda de vários membros, parceiros e amigos que se engajaram com doações diversas a esse desejo de trazer um pouco mais de alegria às crianças de nossa cidade, através do “Natal Solidário”.

Em meio a tanta empolgação fomos surpreendidos com a notícia de que a sede do Fórum Trabalhista seria construída na vizinha Juazeiro do Norte, de imediato entendemos que deveríamos nos mobilizar o mais rápido possível levando essa noticia ao conhecimento da população do Crato. Assim foi feito, a população mais uma vez entendeu que precisamos de força e de união para desenvolver o nosso município, assim depois de muita luta, recebemos com muita alegria a notícia de que a situação está resolvida e o Fórum Trabalhista não sairá do Crato. São atividades como essa que acende a autoestima do cratense e a vontade de lutar pelo bem da nossa cidade.

Com o passar do tempo, percebemos que essas atitudes tão bem aceitas e merecedoras de orgulho, foram sendo substituídas por debates desnecessários e, por vezes, vazios e ofensivos.

Refletimos muito acerca de nossos propósitos e ideais que pensamos estarem sendo desvirtuados e todos nós mal interpretados, julgados e ofendidos... Queremos sempre apenas o bem do Crato e dos cratenses, não temos nenhuma pretensão política-partidária ou de apoiar qualquer que seja a pessoa que queira se promover ou simplesmente discutir.

Levados pela empolgação e euforia do momento em que todos os munícipes partilharam da esperança por novos e melhores tempos, o grupo seguiu numa correnteza de publicações voltadas para a nova administração, que ocasionou uma divergência no propósito real do grupo. Essa situação já houvera sido identificada em grupo anterior por conta da associação do nome a um partido, erro repetido neste grupo, quando acatada por sugestões e escolha dos próprios membros, intitulou “Crato de Todos Nós”.

Entretanto, observamos inúmeras distorções de alguns membros ao se referir ao nome do grupo como uma extensão do governo atual. Por este motivo, esclarecemos que a veiculação de imagens de qualquer autoridade política esteve diretamente e unicamente relacionada com os apoios e parcerias desenvolvidas para viabilizar a aplicação dos nossos projetos, que por sinal alguns já aprovados e em fase de execução.

A partir de todos os fatos apresentados, NÓS MODERADORES, IDENTIFICAMOS QUE NÃO SERÁ POSSÍVEL A CONTINUIDADE DESTE GRUPO, UMA VEZ QUE OS ENCONTROS VIRTUAIS ESTÃO PREJUDICANDO AS AÇÕES REAIS QUE TEMOS NOS PRESTADO JUNTO À COMUNIDADE DE UMA MANEIRA GERAL.

O processo de descontinuidade iniciará a partir desta publicação na data de hoje (17/01/2013) estendendo-se até 31/01/2013, vale ressaltar que os recursos de publicações estão desativados.

Na oportunidade, solicitamos que após a leitura deste comunicado, seguindo o passo à passo na imagem de capa do grupo (acima), o membro deixe a página.
Agradecemos a todos que comungaram das nossas ideias e que de alguma maneira nos auxiliaram neste percurso.

“Nossa Paixão pelo Crato continua. Nossas ações também.”

Arlene Andrade, José Eudes, 
Francisco Hevertty e Soraya Piancó
Moderadores

Forbes lista os seis líderes milionários evangélicos no Brasil

"Religião sempre foi um negócio lucrativo." Assim começa uma reportagem da revista "Forbes" sobre os milionários bispos fundadores das maiores igrejas evangélicas do Brasil --Edir Macedo, Silas Malafaia, Valdemiro Santiago, R. R. Soares, entre outros.

A revista destaca o crescimento dos evangélicos --de 15,4% para 22,2% da população brasileira na última década--, em detrimento dos católicos.

 Hoje, os católicos romanos somam 64,6% da população, ou 123 milhões de brasileiros. Os evangélicos, por sua vez, já somam 42 milhões, em uma população total de 191 milhões de pessoas.

Para a "Forbes", um dos motivos do crescimento de religiões evangélicas se dá graças à teologia da prosperidade, segundo a qual o progresso material é resultado dos favores de Deus.

Enquanto o ainda prega um olhar conservador sobre o além-vida, os evangélicos --sobretudo os neopentecostais-- são ensinados a ter prosperidade nesta vida.

A fórmula parece estar funcionando. De acordo com a revista, os evangélicos formam uma parte da nova classe média brasileira, conhecida como classe C. Enquanto isso, os mais ricos e os mais pobres permanecem católicos.

Os evangélicos não só usufruem de seus bens, como doam uma parte de sua renda à igreja --quantia conhecida como "dízimo". Tal ato faz com que certas igrejas sejam negócios altamente lucrativos, e seus líderes, milionários. É a chamada "indústria da fé".

Entre os exemplos de líderes bem-sucedidos, a "Forbes" aponta o bispo Edir Macedo, fundador e líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

Com templos até nos Estados Unidos, o bispo Macedo é o pastor mais rico do Brasil, com uma fortuna estimada em quase R$ 2 bilhões.

Ele é frequentemente envolvido em escândalos, entre eles o de desviar fundos destinados à caridade. Mas nem estas denúncias fizeram os fiéis desistirem.

Macedo tem 10 milhões de livros vendidos, alguns deles extremamente críticos à Igreja Católica e a algumas religiões africanas.

Seu maior movimento aconteceu na década de 1980, quando adquiriu a rede Record, a segunda maior emissora do Brasil. Além disso, é dono do jornal "Folha Universal", que tem uma circulação de 2,5 milhões de exemplares, e da gravadora Record News.

Seguindo os passos de Macedo, Valdemiro Santiago é ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus. Após se desentender com o chefe, ele fundou sua própria igreja --a Igreja Mundial do Poder de Deus, que tem 900 mil seguidores e mais de 4.000 templos, muitos deles adornados com imagens dele. Sua fortuna é estimada em R$ 400 milhões.

Entre outros pastores citados pela Forbes, estão Silas Malafaia, R. R. Soares, Estevan Hernandes Filhos e a bispa Sônia.

Muitos pastores brasileiros conseguiram passaportes diplomáticos nos últimos anos. Alguns, especialmente os mais ricos, são cortejados por políticos em época de eleições. Para finalizar, igrejas são isentas de impostos.

Fonte: UOL



Deputado Sineval Roque se reúne com superintendente do Detran-CE

Aconteceu na capital cearense, uma importante reunião entre o deputado estadual Roque e o Superintendente do DETRAN. Na oportunidade, Roque pediu atenção especial para com a população caririense.

Sensibilizado com as dificuldades que a população vem enfrentando por conta do alto fluxo de atendimento do DETRAN Regional do Cariri, que fica na cidade de Juazeiro do Norte.

Roque solicitou ao Superintendente, Igor Ponte, a agilidade na conclusão da obra de reforma do prédio do DETRAN-Crato, e que os serviços de atendimentos fossem alocados também para esse posto, já que em breve a obra de reforma estará concluída.

Serviços como à retirada da primeira CNH, renovação de CNH e também, o preenchimento de formulários de seus respectivos pagamentos sejam feitos também no Crato, evitando assim o aumento das filas e do tempo de atendimento.

Segundo o deputado Roque, o Superintendente do DETRAN, disse que mandará fazer um estudo nas instalações do prédio para viabilizar o pedido feito pelo deputado, para isso, agendará visita ao Crato, para junto do deputado Roque definir o que poderá ser feito.

Gabinete deputado estadual Roque (PSB)
Assessoria de Comunicação
www.sinevalroque.com.br
(88) 3523-2438 / (85) 3277-2500



Prefeituras do Cariri estão sem verba para pagar funcionalismo

Em diversos municípios cearenses surgem denúncias de sucateamento das administrações e os servidores reclamam da falta de pagamento. A problemática se torna comum a cada início das novas administrações municipais, e o Ministério Público do Estado chama a atenção em relação a esses casos, principalmente nas administrações que, a partir das denúncias, querem forçar a decretação de emergências. Nesses casos, o gestor poderia comprar sem licitar, e esse é o foco de atenção dos órgãos da Justiça e fiscalizadores.

Na região Sul do Estado, municípios como Santana do Cariri, os servidores efetivos e cargos comissionados reclamam da falta de pagamento desde o mês de outubro, do ano passado. A Prefeitura local justifica a falta de dinheiro em caixa para cobrir a folha de pagamento, além de não poder realizar serviços básicos na cidade. Também alega vários bens da administração danificados. Além disso, houve a extração do banco de dados da Prefeitura, inclusive a base da folha de pagamento dos arquivos eletrônicos, impossibilitando o envio da folha ao banco.

Enquanto isso, os servidores estão revoltados com a situação, já que a Prefeitura é a instituição que mais emprega na cidade, resultando num reflexo negativo para a economia local. Depois de várias mobilizações, manifestações no Centro e na Câmara, foi divulgado pela prefeita local, Daniele Machado, que o pagamento dos salários está previsto para a próxima segunda-feira, mas de novembro de 2012 e parte de dezembro do mesmo ano.

Em cidades como Crato e Juazeiro do Norte, também houve problemas de atraso salarial, mas em relação ao mês de dezembro. A negociação junto aos sindicatos dos servidores locais facilitou a resolução da problemática, mas em parte. Ontem, a Prefeitura do Crato começou a efetuar o pagamento dos servidores efetivos, com finalização da folha no dia 22. Já os comissionados e contratados, ficarão para uma negociação posterior. No caso de Juazeiro, a solução encontrada pela administração foi pagar apenas 50% dos salários, com a outra parte ainda sem previsão. Os gestores das duas cidades justificam a ausência de dinheiro em caixa, alegando obrigação não cumprida pelo prefeito anterior.

A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) tem feito acompanhamento dos municípios que estão em dívidas com o funcionalismo. São mais de 20 em todo o Estado, principalmente de contas do mês de dezembro e referentes ao pagamento do 13º salário.

A orientação, segundo a presidente da entidade, Enedina Soares, é negociar em busca de acordos e até parcelamentos. Caso isso não ocorra, deve acontecer até a paralisação dos serviços. "Os prefeitos não querem se responsabilizar pela dívida anterior, mas os servidores cumpriram a sua função. Trabalharam e têm que receber", diz ela.

Segundo o promotor de Justiça, Eloilson Augusto da Silva Landim, assessor da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), nenhuma denúncia de município foi formalizada em relação a essas questões nos municípios. Para o promotor, é uma responsabilidade dos novos gestores que assumem nesse momento, administrar com todos os problemas que herdam. "Essas situações são perfeitamente constatáveis e não têm sido novidade", admite, ao acrescentar que os prefeitos precisam continuar as administrações com o que dispõem, inclusive pagando os servidores.

O servidor José Thiago Soares, de Santana do Cariri, cobra da atual gestão municipal o cumprimento do dever e o direito do povo. "Esse é o anseio de todos os servidores públicos municipais, para que seja feita justiça", afirma. No tocante a esse problema, o promotor ressalta que é uma obrigação do poder público cumprir com os pagamentos, já que o município está arrecadando. "O prefeito municipal faz reclamações públicas, mas muitos para decretar emergências", constata ele.

Eloilson Augusto ainda ressalta casos em que é preciso haver cautela por parte dos municípios, principalmente no tocante aos casos de improbidade administrativa. O promotor orienta que o prefeito deve apurar com severidade os atos na época dos desmontes, principalmente realizando as auditorias, por portaria, com comissão técnica, levantando todas as irregularidades, para depois formalizar as denúncias junto ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Ministério Público.

Saúde em baixa
Em outras cidades como Mauriti e Mucambo, serviços básicos de atendimento à saúde são prejudicados. Há mais de quatro décadas em funcionamento, o Hospital e Maternidade São José, em Mauriti, atravessa o seu pior momento, devido à falta de recursos. Há dívidas junto aos fornecedores, mais de R$ 70 mil só em medicamentos, e os salários dos 57 funcionários não são pagos desde novembro do ano médicos, farmacêuticos, bioquímicos e nutricionistas não recebem pagamento desde o último mês de dezembro. Ao total, só com pagamento salarial, o hospital deve algo em torno de R$ 100 mil.

A alternativa que vem sendo encontrada para manter os serviços tem sido a intervenção municipal, para manter o equipamento funcionando.

Em Mucambo, o Hospital Municipal, referência na região, se encontra com equipamentos enferrujados, medicamentos vencidos e os corredores com lixo acumulado. A porta da ambulância é amarrada com uma corda colocando em risco a segurança dos pacientes. Outra situação grave é a do lixo hospitalar que não recebe o tratamento de coleta devido e fica espalhado no terreno do hospital. Em grande parte dos municípios, os atendimentos por parte do Programa de Saúde da Família (PSF) estão sendo retomados. Segundo a Fetamce, a saúde é um dos setores mais prejudicados com a falta de pagamento.

Mais informações
Procap - Fortaleza
Telefone: (85) 3452.3773

Fetamce, Av. Imperador, 1649 Bairro Benfica
Telefone: (85) 3226.1788

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Cid defende show de Ivete e diz que continuará a promover eventos do tipo

O governador Cid Gomes (PSB) defendeu a contratação da cantora Ivete Sangalo, que se apresenta na noite desta sexta-feira, 18, na inauguração do Hospital Regional Norte, em Sobral. Cid afirmou que o poder público tem o dever de proporcionar saúde, educação, mas também “lazer, diversão e alegria”. Cid concedeu entrevista na manhã desta sexta, na posse do presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Francisco Aguiar.

Questionado se não considera alto o valor a ser pago à Ivete – R$ 650 mil – para a inauguração de um equipamento de saúde, Cid disse que não é ele que define o cachê e sim o artista. “Pergunte se a Ivete Sangalo cobra menos do que isso. Se ela cobrar, me avise que eu vou tentar contratá-la mais barato”, disse o governador.

Cid argumentou ainda que, ao contrário dos “ricos que reclamam e questionam essas coisas”, muitas pessoas só têm condições de ver um evento de porte nacional quando o poder público banca a realização. “Então, vou continuar fazendo isso e como diria nosso querido amigo (jornalista) Cid Carvalho, doa a quem doer”.

Fonte: O Povo



Distritos do CE sem previsão para serem emancipados

Aprovada desde 2010 pela Assembleia Legislativa, a realização de plebiscitos para emancipação de 30 distritos cearenses continua sem data para acontecer. Isso porque, após serem negados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, os decretos legislativos que determinavam as consultas plebiscitárias aguardam decisão do Tribunal Superior Eleitoral ao recurso especial impetrado pela Assembleia, em maio do ano passado, tentando garantir os plebiscitos.

O presidente da Comissão de Criação de Novos Municípios, Estudos de Limites e Divisas Territoriais da Assembleia, Luís Carlos Mourão, afirma que a decisão está nas mãos da ministra do TSE Fátima Nancy Andrighi. Segundo ele, no início de dezembro de 2012, a Casa Legislativa adicionou novos documentos ao processo e, por isso, a ministra aguarda novo parecer do Ministério Público Eleitoral.

Plebiscitos
Mourão explica que o TRE negou a realização dos plebiscitos, alegando a falta da Lei Complementar Federal que devolve às assembleias legislativas a autonomia de criar, incorporar e desmembrar municípios, prerrogativa retirada dos Estados há 14 anos. A norma, exigida na Constituição Federal, ainda não foi votada pelo Congresso Nacional. "Mesmo sem essa lei, a Assembleia mostrou que houve plebiscitos em seis distritos de outros estados", alega.

Para Carlos Mourão, dos 30 distritos cearenses que tiveram decretos legislativos aprovados, somente de 15 a 20 devem se emancipar de fato. "Todos têm condições, mas há questões políticas que podem fazer com que alguns votem pelo não", justifica, lembrando que a população desses distritos deve ter o direito de optar sobre a emancipação.

O coordenador da Comissão de Criação de Novos Municípios, deputado Neto Nunes (PMDB), acrescenta que a emancipação desses municípios pode ocorrer antes da decisão do TSE, pois, segundo ele, há uma "movimentação" para que o Congresso Nacional vote, no começo deste ano, a Lei Complementar Federal que devolve às assembleias legislativas a autonomia de criar municípios, o que viabiliza a realização dos plebiscitos.

Possível
A emancipação de distritos no Ceará tornou-se possível em 2009, com a aprovação da Lei Complementar Estadual, de autoria do então deputado e atual vice-governador, Domingos Filho (PMDB), que tratava da criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios no Estado. Após a aprovação da matéria, a Assembleia fez um estudo dos 45 distritos que solicitavam emancipação e aprovou 30 decretos legislativos.

No início de 2010, as decisões determinando a realização dos plebiscitos foram encaminhadas ao TRE. A ideia era que as consultas fossem realizadas junto com as eleições daquele ano. O Tribunal, no entanto, negou o pedido, alegando a ausência da Lei Complementar Federal que trata do assunto, além de apontar entraves, como a falta de dotação orçamentária e urnas eletrônicas preparadas para os plebiscitos.

Após vários encontros e audiências entre deputados e autoridades dos Tribunais Eleitorais, cogitou-se novamente a hipótese dos plebiscitos ocorrerem nas eleições de outubro de 2012. Na época, o presidente do TRE do Ceará, Ademar Mendes, afirmou que a situação era mais favorável, pois as urnas eletrônicas estavam preparadas, não havendo custos extras para realização das consultas. Porém, elas não ocorreram, fazendo com que a Assembleia recorresse ao TSE.

Novos Municípios

Estados
Seis municípios de outros estados já realizaram plebiscito sobre emancipação. Em dois deles, Pescaria Brava e Balneário Rincão, de Santa Catarina, já foram realizadas eleições para prefeito

Aprovação
Além dos 30 distritos que tiveram decreto legislativo da Assembleia para realizar plebiscito, outros 10 aguardam posição da Mesa Diretora da Casa, pois, à época da solicitação, ainda não tinham posto de gasolina

Critérios
Figuram entre os critérios para solicitar emancipação possuir mais de oito mil habitantes, posto de gasolina, escolas de Ensino Fundamental e Médio, posto médico, equipamentos sociais, dentre outros

Foto: Blog da Ponta da Serra

Fonte: Diário do Nordeste



ShareThis