Crato (CE): Programa debate racismo na escola

Prossegue até amanhã, neste município, a quinta edição do programa "Artefatos da Cultura Negra no Ceará", desenvolvido pelo Departamento de Educação da Universidade Regional do Cariri (Urca), em parceria com o Programa de Pós-Gradução em Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e pelo Núcleo de Estudos de Gênero e Relações Raciais (Negrec).

Criado em 2009, o programa discute de maneira ampla as diretrizes das legislações referentes à obrigatoriedade do aprendizado da história e cultura Afro-Brasileira e Africana nas escolas do País. A ação também possui como finalidade a promoção de uma educação voltada ao combate ao racismo nos estabelecimentos de ensino.

No Ceará, a presença da cultura africana está em diversos segmentos. O número de afrodescendentes, conforme estudiosos, é crescente a cada ano. "Durante um bom tempo, a gente já vem trabalhando no desenvolvimento de estudos e pesquisas que apontam uma presença forte da população africana no Ceará",diz a professora Cícera Nunes, coordenadora do evento. O evento também possui viés combativo em relação a atos de racismo praticado dentro da própria universidade.

Em março deste ano, por exemplo, um grupo de alunos realizou manifestação após um estudante do curso de História ter sido vítima de racismo dentro do Campus do Pimenta, no município do Crato.

A reitora da Urca, Otonite Cortez, disse, na ocasião, que a instituição abominava o ato e que não haveria tolerância a qualquer tipo de preconceito. Nunca se descobriu, no entanto, quem havia realizado as ameaças.

Para Luciano Carvalho, coordenador do Grupo de Valorização Negra do Cariri (Grunec), que também participa como parceiro das discussões do evento, é preciso uma reflexão mais contundente em relação a existência de casos de racismo nas instituições de ensino.

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste



Por que cerveja não é vendida em garrafa de plástico?

Plástico é um material bem prático — barato, moldável, leve e reciclável (se as pessoas contribuírem). Mas você já imaginou por que a cerveja não é vendida em garrafas PET, como grande parte dos refrigerantes?

A resposta é simples: o plástico altera o gosto da bebida. O material é mais poroso do que o vidro e o alumínio e permite uma troca maior de oxigênio e dióxido de carbônico do líquido com o ambiente. Isso faz com que a cerveja perca a espuma, tão admirada pelos fãs da loira.

Além disso, o vidro quase não tem gosto e não interage quimicamente com a bebida. Latinhas de alumínio são protegidas por um polímero que reduz o risco de contaminação da bebida com o metal. A garrafa PET, mais comumente usada para armazenar refrigerantes, libera, por exemplo, uma substância chamada antimônio, que, em níveis muito elevados, podem ser prejudiciais para a saúde. Outra vantagem das garrafas de vidro, especificamente das que não são transparentes, é que elas protegem a cerveja dos raios solares.

O plástico apresenta ainda um outro problema. Em geral, ele não resiste tão bem ao processo de pasteurização, pelo qual passam quase todas as cervejas. Nessa etapa de fabricação, a bebida já está embalada e passa por uma máquina que, com um spray de água fervendo, visa a matar possíveis micróbios. Ao contrário do vidro e do alumínio, o material tende a ficar um pouco deformado no processo.

Pesquisador da Unicamp desenvolveu garrafa de plástico especial
No entanto, o plástico ainda apresenta vantagens que têm levado empresas engarrafadoras e pesquisadores a buscarem soluções que facilitem o seu uso. Professor da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, o Dr. Carlos Alberto Rodrigues Anjos desenvolveu uma garrafa de plástico especial para o armazenamento de cerveja.

Com PET modificado, ele diz ter criado embalagens leves e resistentes ao calor da pasteurização. As garrafas têm uma barreira aos gases, dada pela orientação molecular durante o processo de sopro que a forma. A adição de pigmento de cor âmbar ajuda a proteger a bebida da luz. “As embalagens apresentam desenho semelhante às garrafas de cerveja de vidro de 600 mL do mercado brasileiro e podem ser recicladas para se tornarem embalagem novamente, conforme Resolução ANVISA.”, garantiu, em entrevista ao Mega Curioso. Atualmente, o pesquisador verifica as possibilidades de vender o produto para empresas de cerveja no Brasil e na América do Sul.

Garrafas de plástico têm um alvo bem definido. A comercialização das embalagens é bem-vinda principalmente em eventos que tenham grande aglomeração de pessoas, como festivais de música, blocos de carnaval, estádios e festas. Assim, o material pode coexistir com os mais clássicos. A Heineken, inclusive, criou embalagens de plástico especialmente para as Olimpíadas de 2012.

Agora resta aguardar para conferir se cerveja em garrafa de plástico vira ou não uma realidade por aqui. Para os boêmios, adeptos de um bom boteco, a adaptação pode ser difícil, mas para alguns locais a novidade pode trazer benefícios. O que você acha?

Fonte: Mega Curioso (Via Gizmodo)



Juazeiro do Norte (CE): Polícia prende trio com armas e sob acusação do tráfico de drogas

Sidney e o casal Josiane e Paulo Henrique foram
levados para a delegacia (Foto: Cícero Valério/Ag. Miséria)
Três jovens foram presos no final da manhã desta quinta-feira a partir de averiguações feitas por militares do Serviço de Inteligência do 2º BPM em Juazeiro do Norte. Tudo começou com Sidney Ferreira Clementino, de 25 anos, em poder de quem os policiais encontraram duas armas de fogo, sendo uma pistola bereta automática calibre 22 e um revólver calibre 32 totalmente municiado.

Ele assumiu a propriedade das armas, porém em sociedade com uma pessoa que os PMs manifestaram o desejo de irem até a casa do mesmo. Ao chegarem no imóvel 132 da Rua Francisca Pereira (Frei Damião), se depararam com uma jovem de saída e levando consigo uma criança. Era Josiane Monteiro Gomes, de 21 anos, que autorizou a entrada dos policiais.

Na casa, os militares encontraram com o esposo dela e sócio de Sidney sendo identificado como Paulo Henrique Fernando da Silva, de 22 anos. As buscas prosseguiram quando os policiais se depararam com 136 papelotes de cocaína e certa quantia em dinheiro provavelmente oriunda da venda de drogas. Os três foram levados para a 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Em novo recuo, Marina agora defende Anistia a torturadores da ditadura

Em mais um recuo de posições, a candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, disse em sabatina do portal G1 ser contra a revisão da Lei de Anistia. Editada em 1979, a legislação permitiu que os exilados e presos políticos fossem perdoados pelos crimes cometidos em resistência ao regime militar, mas também anistiou as violações de direitos humanos cometidas por torturadores.

A nova posição de Marina difere de opiniões expressas por ela em artigo publicado pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’, em 2008. “A tortura é crime hediondo, não é ato político nem contingência histórica. Não lhe cabe o manto da Lei da Anistia”, escreveu Marina, à época. Antes dela, Eduardo Campos, neto de Miguel Arraes perseguido pelos militares, também defendia a legislação atual, que mantém o perdão aos militares.

Quem promete mudanças na área é o programa da candidata à reeleição Dilma Rousseff. Apesar de publicamente a petista ter se manifestado a favor da manutenção da lei, o PT aprovou por unanimidade, no 14º Encontro Nacional do partido em maio, a inclusão da revisão da Lei que anistiou os militares. “O PT, como principal partido da coalizão da candidatura de Dilma, tirou por unanimidade posição favorável pela proposta de revisão da Lei de Anistia ”, afirmou a presidente da Comissão da Verdade do Rio, Nadine Borges. O programa de Dilma, no entanto, ainda não foi liberado para confirmar se a proposta integra o documento.

Procurado, Aécio Neves reiterou ser contra a mudança na legislação. Aécio informou por meio de nota que “vai manter e apoiar os trabalhos que vêm sendo realizados pela Comissão Nacional da Verdade”.

O candidato lembrou que o governo de Fernando Henrique Cardoso iniciou o esforço de reparação histórica a partir de 1995 com o reconhecimento oficial das mortes e dos desaparecidos, além das indenizações.

Familiares cobram
“Acho que os candidatos à Presidência deveriam se posicionar sobre esse assunto. Não podemos parar. Não apenas por conta do caso específico da minha família, mas especialmente porque estes casos não punidos, não investigados, servem de mau exemplo para as nossas polícias que são treinadas para funcionar como na ditadura”, defendeu Vera Paiva, filha do deputado federal cassado Rubens Paiva, vítima do regime.

Para ela, além da revisão da lei, há outras questões também como o tombamento do quartel onde funcionava o DOI-Codi no Rio e as políticas de memória. “É preciso investir na história desse tempo para que nunca mais se repita. Instalar museus, fazer investimentos como os alemães, africanos e argentinos fizeram. Uma educação permanente nesse sentido”, explicou Vera.

O parlamentar foi preso em casa no dia 20 de janeiro de 1971 por agentes da Aeronáutica e depois foi entregue a torturadores do DOI-Codi. Rubens Paiva foi morto durante interrogatório. O destino de seu corpo somente foi esclarecido este ano.

Em entrevista ao DIA, o coronel reformado Paulo Malhães admitiu ter dado fim aos restos mortais de Paiva que estavam enterrados em uma praia do Recreio dos Bandeirantes em 1973. De acordo com a viúva do militar, o corpo foi jogado nas águas de um riodo Estado do Rio. Pouco tempo depois, o MPF denunciou cinco agentes pelo homicídio e a denúncia foi a primeira do tipo a ser aceita pela Justiça. Na semana passada, porém, uma liminar trancou a ação que ainda aguarda decisão final do Tribunal Regional da 2ª Região.

Fonte: O Dia



Crato (CE): Ministério da Saúde libera faculdade de medicina particular para o município

Como parte das ações previstas no Programa Mais Médicos para reestruturar a saúde pública, o governo federal anunciou, nesta quinta-feira (04/09), os 39 novos municípios que receberão cursos de Medicina. O município do Crato, na região do Cariri, está entre as 7 cidades que terão que fazer adequações para receber a Faculdade de Medicina. O prazo é de seis meses.

Lançado há um ano pelo governo federal, o Mais Médicos avança com a ampliação da residência médica e dos cursos de medicina por todo o país.

São cidades com 70 mil habitantes ou mais que não dispunham de curso superior para a formação de médicos. Elas estão localizadas em 11 estados de quatro regiões do país.

O anúncio foi feito pelos ministros da Educação, Henrique Paim, e da Saúde, Arthur Chioro. Durante a apresentação, foi divulgada também pesquisa inédita que mostra alta satisfação de um ano do programa – 86% dos usuários consideram que a qualidade do atendimento melhorou após a chegada dos profissionais.



5 mitos nos quais muita gente ainda acredita sobre o corpo humano

Em milhares e milhares de anos de existência, os seres humanos foram acumulando algumas culturas e crenças em toda a sua trajetória. Muitas fazem sentido e têm, de fato, algum embasamento científico para justificá-las.

Já outras se tornaram tão incrustradas em nossa sociedade que a maioria das pessoas tem dificuldade em deixar de acreditar, mesmo sem saber de onde vieram — principalmente quando o que está em questão é o nosso próprio corpo. Confira abaixo algumas delas.

1 – Mito: ficar muito perto da TV danifica os seus olhos
“Sai de perto da televisão, menino, vai estragar a vista!”: quem nunca ouviu isso da mãe quando era criança? Provavelmente seus pais acreditavam mesmo que, se você assistisse TV colado na tela, isso poderia prejudicar a sua visão — fato que muitos pais de hoje continuam a alertar aos seus filhos. Mas talvez isso não passe mesmo de um mito.

A realidade: Se há alguma correlação entre sentar tão perto da televisão enquanto criança e usar óculos no futuro quando adulto, então provavelmente o que acontece é o contrário. Se você sentava tão perto da TV para conseguir acompanhar seu desenho favorito, é porque a sua visão já não era boa desde pequeno.

Na verdade, de todos os estudos que têm sido feitos para testar se havia uma distância mínima da qual a TV iria começar a “fritar” os seus olhos, nenhum deles sugeriu que pudesse existir um número exato de afastamento da tela.

De acordo com o Cracked, os rumores provavelmente surgiram quando alguns televisores antigos emitiam radiação e as pessoas passaram a ficar preocupadas que a visão poderia ser danificada, disseminando o perigo que poderia significar ficar com os olhos grudados nos aparelhos.

Sabemos que olhar para as telas de televisão ou computador por longos períodos pode realmente fazer com que a visão fique cansada e os olhos secos. Mas isso não acontece porque a tela está prejudicando seus olhos, e sim porque você se concentra demais em algo e pisca com menos frequência. A solução é dar uma pausa de vez em quando.

2 – Mito: dentes saudáveis devem ser brancos reluzentes
Hálito fresco e dentes branquinhos e brilhantes: todas as propagandas de pastas dentais usam esses argumentos para promovê-las. Mas será que todo dente branco é sinal de saúde e quem tem dente amarelo é do time dos porquinhos? Mito!

A realidade: A indústria da beleza e da estética impôs ao mundo que só quem tem dentes branquinhos é atraente e saudável. Hoje em dia, além do clareamento a laser feito em consultórios odontológicos, existem pastas específicas para clarear e outros processos caseiros para conseguir dentinhos de piano.

No entanto, a cor natural dos dentes humanos é a amarela. É claro que o consumo de café, chás fortes e cigarro os tornam mais escuros, assim como não escová-los com a frequência suficiente. Mas o auge da saúde bucal não precisa ter necessariamente aquele sorriso de modelos de publicidade.

E pior: muitas tentativas desesperadas de deixá-los brancos demais podem acabar danificando o seu esmalte e os desgastando, o que pode acarretar problemas como sensibilidade, entre outros. Portanto, se o seu dente não tem aquele tom de neve puro, não se estresse e sorria sem medo.

3 – Mito: enrolar a língua é um traço genético
Você consegue fazer o movimento da foto acima com a língua? Muita gente ouviu e acreditou que esse ato de “enrolamento lingual” estava relacionado com traços hereditários. Muitos afirmava que, se você pode fazer esse “tubo” com a língua, provavelmente seu pai ou a sua mãe (ou ambos) também têm essa capacidade. Mas isso nunca foi verdade.

A realidade: Em 1950, estudos já haviam sido feitos sobre o tema, mostrando que essa forma de enrolar a língua não é uma característica transmitida de pais para filho. É, na verdade, algo que se aprende.

Os estudos mostraram que a porcentagem de crianças que podiam enrolar a língua era de 54% na faixa etária de 6 a 7 anos e 76% entre os indivíduos de 12 anos de idade. Isso significa que as crianças apenas treinavam o processo em seu tempo livre até que aprendiam como fazê-lo.

A afirmação de que era um resultado genético veio de um artigo publicado em 1940, que animadamente afirmou ter descoberto "uma nova característica hereditária no homem”. Porém, uma década depois vieram as evidências de que essa é uma característica adquirida e não herdada. Se você consegue realizá-la e seu pai também, provavelmente é porque ele também passou um bom tempo praticando quando era criança.

4 – Mito: “pé chato” é um defeito do corpo e mais propenso a lesões
Durante a Segunda Guerra Mundial, milhares de soldados com potencial foram rejeitados simplesmente porque tinham o pé chato. As autoridades acreditavam que essa condição poderia deixá-los mais propensos a lesões e prejudicar o desempenho das tropas. Será?

A realidade: Em 1989, na base de militar de Fort Benning (EUA), cerca de 300 soldados foram estudados. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que tinham pé chato, na verdade, eram menos propensas a lesões do que aquelas com arcos normais ou mesmo um peito do pé alto.

Os resultados mostraram que os soldados que tinham os pés arqueados sofreram o dobro de lesões, como distensões e fraturas por estresse, do que aqueles que tinham o pé chato. Isso significa que, durante todo este tempo, as pessoas foram rejeitadas em alistamento militar sem necessidade.

5 – Mito: relações sexuais antes de grandes competições prejudicam o desempenho
No mundo dos esportes, muito se fala sobre evitar o sexo antes de uma competição importante para o desempenho do atleta não ser prejudicado. Acredita-se que a energia acumulada quando não se faz sexo seja essencial para as explosões necessárias em força ou velocidade, por exemplo.

Muitos treinadores podem proibir seus jogadores (das mais diversas modalidades) de “mandar ver” na noite anterior ou até mesmo por muitos dias antes da competição.

No filme “Touro Indomável”, o personagem de Robert De Niro derrama água gelada em seu pênis para acalmar seus impulsos. Até mesmo Rocky, personagem de Sylvester Stallone, foi obrigado a abster-se, criando um conflito entre as ordens de seu treinador e da garota que ele estava a fim. Mas será que todo esse sacrifício vale a pena mesmo? Não!

A realidade: Esta crença foi comprovada como falsa em 1995, quando a Universidade de Yale realizou uma pesquisa com onze homens, testando seu desempenho quando eles estavam um período sem sexo e quando tinham relações sexuais. O resultado foi que nenhuma mudança no desempenho foi detectada.

Outro estudo realizado com corredores de maratona em Londres deu outra boa notícia: o sexo não só não prejudicou como melhorou o desempenho dos atletas.

O mito de que as relações sexuais prejudicam os atletas não é recente. Há relatos de que, na Grécia antiga, aqueles que participaram dos primeiros Jogos Olímpicos acreditavam que o sexo sugaria seus níveis de energia e os deixariam menos agressivos, o que poderia prejudicar as suas atividades. Provavelmente, foi daí que veio o mito.

O sexo só vai afetar um desempenho esportivo seu — pela manhã, por exemplo — se você passar a noite inteirinha acordado na atividade do “rala e rola”. Mas, nesse caso, seria mais por sono e cansaço mesmo.

Fonte: Mega Curioso (Via Cracked)



The Economist sobre Marina: "Há muito pouca substância"

A revista britânica The Economist traz editorial com críticas à candidatura de Marina Silva (PSB) à Presidência da República. No texto, a publicação defende que Marina tem de "fazer mais para provar que merece" o Palácio do Planalto. A Economist diz que "há pouca substância e muita conversa sonhadora sobre a ´nova política´" no discurso da ex-ministra. A The Economist dá amplo espaço a Marina Silva na edição impressa que chega às bancas neste fim de semana. Além do editorial, há uma reportagem sobre o avanço da ex-ministra.

"Marina Silva ainda tem de dizer mais sobre como exatamente uma pessoa relativamente estranha (outsider, em inglês) iria governar o Brasil. No momento, há muito pouca substância e muita conversa sonhadora sobre ´nova política´", diz o editorial. "No final, os eleitores do Brasil têm de fazer uma escolha entre ficar entre a Rousseff sem brilho, o Aécio amigável aos negócios ou apostar na emocionante, mas obscura Marina Silva", diz o editorial.

Para a Economist, Marina precisa superar "duas preocupações". "A primeira é a reputação de intransigência que tornaria difícil administrar o Brasil, onde o multipartidarismo é a norma", diz o texto, ao lembrar que a candidata deixou o governo de Luiz Inácio Lula da Silva por oposição em relação a algumas políticas ambientais. "Sua fé pentecostal faz com que ela não seja liberal em algumas áreas", completa o texto, ao citar a questão dos direitos civis dos homossexuais.

A outra preocupação da Economist é a experiência. "Dilma Rousseff já é presidente e Aécio Neves governou bem o Estado de Minas Gerais durante anos. Há pontos de interrogação sobre o fracasso de Marina Silva em registrar seu próprio partido político a tempo da campanha presidencial", cita o editorial. "Ela sabe pouco sobre economia." A revista reconhece, porém, que a experiência tem benefícios questionáveis. "Dilma era considerada uma gestora competente antes de assumir o cargo, mas sua interferência ajudou empurrar o Brasil para a recessão", diz o editorial.

Fonte: Brasil 247 



Eleições 2014: Ibope confirma tendências do Datafolha e aponta crescimento de Camilo Santana

A nova pesquisa do Ibope confirmou as tendências divulgadas pelo O POVO/Datafolha, publicadas na edição desta quarta-feira, 3. O candidato ao governo do Ceará, Eunício Oliveira (PMDB), manteve a liderança com 42% das intenções dos votos, contra 34% de Camilo Santana (PT).

A candidata Eliane Novais (PSB) obteve 4% das intenções dos votos; Ailton Lopes (Psol) 2%; 'brancos e nulos' 8%; e indecisos 10%. Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada no dia 22 de julho deste ano, Eunício tinha 44% e Camilo, 14%.

A pesquisa, que foi encomendada pela TV Verdes Mares, está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sob o número 020/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 512/2014.

Segundo turno
Em um provável segundo turno, a pesquisa aponta Eunício com 47% e Camilo, 37%. Com essa estimativa, o candidato do PMDB ganharia as eleições para governador.

Rejeição
O candidato Ailton Lopes, com 35%, possui o maior índice de rejeição, seguido por Eliane Novais (34%), Camilo Santana (20%) e Eunício Oliveira (15%). Eleitores que votariam em qualquer um dos candidatos somam 10%, enquanto 19% não souberam responder ou não quiseram responder.

A pesquisa ouviu 1.204 entrevistados, entre o sábado (30) e essa terça-feira (2). A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de confiabilidade.

Presidenciáveis
Em relação a corrida presidencial, a pesquisa Ibope mostrou a recuperação da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, diante de sua principal adversária, Marina Silva (PSB), em uma situação de empate técnico entre as duas. Dilma subiu de 34% para 37% e Marina foi de 29% para 33%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 15%, ante 19% na pesquisa anterior, da semana passada.

Fonte: O Povo



Plantão Infotech: Celulares comuns estão em extinção, diz estudo

Os smartphones já representam 76% dos aparelhos usados no Brasil, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), divulgada no mês de julho. A cada quatro aparelhos de celular vendidos no Brasil, três são aparelhos inteligentes.

Nos primeiros cinco meses de 2014 foram vendidos 28,2 milhões de celulares, um avanço de 8% sobre o mesmo período do ano passado. Desse volume, 69% (19,5 milhões) rodavam um sistema operacional, eram capazes de baixar aplicativos e mais refinados do que os modelos tradicionais, chamados de "feature phones".

Em maio, a proporção de celulares inteligentes avançou e chegou a 76% do total das vendas. A previsão para o ano é que o mercado chegue a 64,9 milhões de unidades. Os aparelhos mais complexos devem fechar o ano com 72% do mercado (46,8 milhões), enquanto os modelos convencionais devem ficar com 28% do total (18 milhões).

A queda dos celulares comuns e o crescimento dos smartphones levaram a Microsoft a anunciar o fim da produção dos "feature phones", como o clássico Nokia 3310. A empresa, que comanda a marca, planeja acabar com esses aparelhos para privilegiar o lançamento de dispositivos com Windows Phone.

Microsoft
Assim, o que antigamente era a Nokia, sob o comando da Microsoft, se tornará uma fabricante de Windows Phones apenas. O comunicado diz que todos esses aparelhos entrarão em "modo de manutenção". Isso significa que o suporte e os serviços ligados a eles serão encerrados em 18 meses. Novos recursos e atualizações não acontecerão. Então já é hora de trocar o seu celular sem funcionalidades por um smartphone.

Fonte: Diário do Nordeste



Dilma admite pela primeira vez mudança em equipe, caso seja reeleita

A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), disse nesta quarta-feira que promoverá mudanças na política industrial do país e também em sua equipe. É a primeira vez, na campanha eleitoral, que a presidente admite realizar mudanças nos quadros que integram o governo. Dilma, no entanto, não deu indicação se poderia mudar ministros.

Em discurso para empresários e dirigentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Dilma admitiu considerar a situação atual da indústria “complexa” e que gostaria de ver o Brasil “crescendo em ritmo mais acelerado”, mas defendeu a política industrial atual. No ato, ela reafirmou o compromisso de reunir representantes da indústria em um novo “conselho de desenvolvimento” vinculado diretamente a ela.

- Devemos fazer esse balanço não para ficarmos satisfeitos com o que já fizemos, mas para continuarmos a fazer. Estive na CNI há um tempo atrás e naquela circunstância declarei que considerava tão importante a política industrial e de desenvolvimento em geral, que eu faria um Conselho de Desenvolvimento ligado diretamente à Presidência da República. E eu reitero hoje novamente esse meu compromisso. Obviamente, novo governo, nova e, necessariamente, atualização das políticas e das equipes - disse a presidente.

Dilma gastou 11 dos 27 minutos de seu discurso na abertura da Olimpíada do Conhecimento, evento realizado por empresas do Sistema S e institutos federais de tecnologia, para defender as políticas de seu governo, recorrendo a texto preparado por assessores.

- É possível que alguns de vocês, na atual conjuntura, quando a incerteza do cenário internacional se mistura com o debate eleitoral, questionem a eficácia dessa nossa política. Mas, apesar de eu respeitar essa posição, acho que em um país democrático como o nosso, posições têm que ser respeitadas. Eu gostaria que o Brasil tivesse crescendo em ritmo muito mais acelerado - disse a presidente.

Segundo ela, a situação do país seria pior se o governo federal não tivesse adotado políticas de compras públicas baseada em conteúdo local e também políticas de crédito subsidiado para a indústria.

- Não quero dar a impressão aqui de que eu acho que tudo foi feito. Eu acho inclusive que vivemos uma situação bastante complexa na indústria. Agora, eu só me pergunto o que seria se nós não tivéssemos tomado medidas na área industrial e no reconhecimento que a indústria é estratégica para o país - afirmou a presidente.

Dilma volta a criticar programa de Marina
Sem citar diretamente a candidata Marina Silva (PSB), com quem está tecnicamente empatada nas pesquisas, Dilma criticou o programa de governo da adversária, que prevê incentivo ao crédito voluntário, oferecido por bancos privados, no lugar de subsídios dados atualmente pelo Tesouro Nacional, por meio de bancos públicos. Para Marina, a nova proposta seria uma forma de fazer com que o governo deixe de ser “controlador para tornar-se servidor dos cidadãos”.

- Muito me preocupa a questão dos bancos públicos, eles cumprem papel muito importante - disse Dilma, citando “condições e prazos” oferecidos pelo BNDES no caso do setor industrial, Banco do Brasil, no caso do setor agrícola, e Caixa Econômica Federal, no caso dos programas de habitação.

- Se não não tiver crédito subsidiado, crédito de longo prazo, crédito que assegure as condições de expansão, teremos um problema muito sério - disse Dilma, amplificando o discurso de medo em relação a uma eventual eleição de Marina.

Para Dilma, "é muito importante a gente ter os bancos privados fazendo isso também”. No entanto, para ela, "enquanto não fizerem nas mesmas condições que os bancos públicos fazem", não haveria justificativa para retirada dos bancos públicos dessa atividade.

Fonte: O Globo



Delicie-se com estas 7 curiosidades interessantes sobre o beijo

Quando o assunto é beijo, é raro encontrar alguém que não se interesse. Se beijo é um assunto do seu interesse, confira a lista a seguir, cheia de historinhas envolvendo beijos, bitocas e beijoqueiros:

1 – 10% do mundo simplesmente não beija
Pois é. A gente sabe que parece errado isso aí, mas é verdade. Vamos aos fatos: a Ilha de Mangaia, que também é a ilha mais antiga do Oceano Pacífico, só foi saber o que era beijar em 1700, quando os ingleses chegaram com a novidade.

A verdade é que mesmo agora, em 2014, há 10% da população mundial que simplesmente não beija. Há muitos motivos para isso: em algumas áreas do Sudão, por exemplo, as pessoas não beijam porque acreditam que a boca é a janela da alma. Beijar seria, portanto, uma forma de ter suas almas roubadas.

2 – Como o beijo se espalhou pelo mundo
A ciência ainda não tem certeza a respeito de como começou essa história de beijo. Não se sabe nem mesmo se foi uma coisa de instinto ou se foi algo que se aprendeu com o passar do tempo. Há, contudo, algumas teorias a respeito.

A primeira delas não tem muito a ver com romance, já que alguns cientistas acreditam que o beijo foi inventado por mamães que, na tentativa de ajudar seus filhos, mastigavam a comida e a repassavam a eles.

O beijo romântico foi citado pela primeira vez na Suméria, a civilização mais antiga do mundo. O beijo também está presente na poesia do Egito Antigo e até mesmo o livro de Gênesis, na Bíblia, menciona um beijo.

3 – Não somos os únicos
Outros animais além de nós, humanos, também costumam trocar beijos. É o caso dos chimpanzés, que trocam beijinhos depois de uma briga. Há diversos estudos que já comprovaram que outros primatas têm o costume de beijar. E, além deles, vale falar das suricatas e dos elefantes, que também beijam e demonstram afeto.

4 – Benefícios
Que beijar é bom, você já sabe, mas o ato em si traz muitos benefícios à saúde de quem beija. Se por um lado é meio nojentinho imaginar a troca de bactérias que acontece durante o beijo, vale saber que isso melhora seu sistema imunológico. Então tudo bem. Sem crise.

Além disso, beijar ajuda a manter a limpeza dos dentes, já que a saliva extra que fica na sua boca acaba ajudando a matar algumas bactérias desnecessárias. É hipertenso? Pois então beije na boca, afinal o ato diminui a pressão arterial.

5 – A primeira impressão...
É aquela história: só há uma chance para causar uma boa primeira impressão. E o mesmo vale para o beijo. Estudos comprovam que quando o primeiro beijo não é bom, 59% dos homens e 66% das mulheres perdem o interesse logo de cara.

Outro estudo, feito agora com mais de mil estudantes, revelou que as mulheres querem beijar mais do que os homens, especialmente antes da hora H. E você sabe por que beijar é fisicamente bom? Acontece que nossos lábios têm muitas terminações nervosas que acabam nos causando a sensação de bem-estar quando beijamos.

6 – Recordes
Atualmente o casal que mais passou tempo se beijando no mundo foram os tailandeses Ekkachai e Laksana Tiranarat. Os dois ficaram aos beijos por longas 58 horas, 35 minutos e 58 segundos! Haja fôlego, hein!

O recorde anterior pertencia a Andrea Sarti e Anna Chen, que ficaram grudados por 31 horas e 18 minutos. Eles pararam de se beijar porque estavam quase desmaiando. Anna acabou a prova com uma máscara de oxigênio, mas os dois ganharam US$ 12.700, dinheiro que foi usado no casório dos pombinhos.

Uma pessoa normal, que não fica mais de 30 horas beijando o namorado, beija o equivalente a duas semanas durante a vida. É bastante, hein! E tem mais: uma hora de beijo queima 1.560 calorias.

7 – A química da coisa
Quando uma pessoa diz que “tem que rolar química”, ela está certa. Tem mesmo. Quando você está beijando, seu cérebro libera uma substância chamada dopamina, que nada mais é do que um hormônio poderoso que afeta a mesma área do cérebro estimulada pelo uso de cocaína. A dopamina pode provocar sensações extremas de desejo e ânsia. Sem falar nos outros sintomas, como falta de sono, falta de apetite e aumento nos níveis de energia.

Quando você beija alguém que está com você há muito mais tempo, seu cérebro passa a liberar oxitocina, uma substância que tem a ver com a sensação de relaxamento.

Por outro lado, com o passar do tempo, o cérebro deixa de liberar tanta dopamina. Alguns cientistas acreditam que é por isso que muitas pessoas traem seus parceiros, pela falta dessa substância. Será?

Bônus
Você sabia que tem gente com fobia de beijar? A filemafobia, como também é conhecida, é o medo extremo de beijar ou ser beijado. Há muitas explicações para isso: desde o medo excessivo de bactérias até traumas mais sérios envolvendo abusos.

Geralmente as pessoas com filemafobia lutam para entender por que sentem aversão ao beijo, afinal beijar é visto como uma atitude tão normal que não gostar disso pode gerar desconforto psicológico e social.

Fonte: Mega Curioso (Via List Verse)



Em nove anos, acidentes fatais com moto aumentam 187% no CE

Acidentes envolvendo motocicletas e motonetas correspondem a quase 35% do total de ocorrências no Estado. Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) registrados até agosto do ano passado. No período de 2003 a 2012, o número de vítimas fatais neste tipo de acidente cresceu 187%.

Para a coordenadoria de fiscalização do Departamento, as estatísticas são preocupantes. A principal causa desses acidentes, de acordo com o órgão, é a imprudência. Segundo o Detran, é no interior do Estado que há maior concentração de condutores de motocicleta sem habilitação. A frota de veículos de duas rodas é de pouco mais de 1,1 milhão, havendo registros de aproximadamente 600 mil pessoas habilitadas com a Carneira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A (exigida para conduzir moto).

Até agosto de 2013 foram contabilizados, em todo o Ceará, 6.164 acidentes envolvendo apenas motocicletas, contra 17.617 envolvendo outros veículos, como carros, caminhões etc. Esse valor representa 34,75% do total de acidentes ocorridos em apenas oito meses. Da última estatística até o momento, o Departamento não atualizou os números, não sendo possível saber se as ocorrências cresceram ou diminuíram no último ano.

De janeiro a agosto de 2013, 448 pessoas foram vítimas fatais de acidentes com motocicletas, representando 25,34% do total de mortes no trânsito, que foram de 1.768 mortes. Em todo o ano de 2012, foram 887 mortes de motociclistas, de um total de 2.403 óbitos em acidentes com todos os veículos.

O Departamento tem cadastrados no seu sistema aproximadamente 1,5 milhão de condutores portadores de CNH. Desse total, quase a metade é habilitada na categoria A. Destes, cerca de 600 mil estão no interior e 200 mil na capital.

Álcool
Entre os principais exemplos de imprudência identificados pelo órgão está o consumo de álcool por quem vai conduzir o veículo. O resultado disso são os acidentes constantes e as ocorrências registradas nos finais de semana no Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza, para onde são levados grande parte dos acidentados.

O coordenador de equipe de fiscalização do Detran, Ribamar Diniz Bacelar, avalia que as estatísticas preocupantes de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo motocicleta resultam da falta de responsabilidade de uma parcela dos motociclistas. "Nas cidades de médio e grande portes, essa parcela ainda não atentou para os cuidados que se deve ter ao conduzir moto na via pública. Há motociclistas que fazem das ruas e avenidas verdadeiras pistas de corrida. Parece até mesmo que estão disputando algum campeonato. Fazem zigue-zague nas vias, ultrapassam pelo lado direito dos outros veículos, fazem ultrapassagem por um estreito espaço entre dois veículos de quatro rodas em movimento. Não respeitam ônibus e caminhões em subida ou descida de alça de viaduto ou mesmo na conversão à direita ou à esquerda de um cruzamento", contou o coordenador.

Além disso, ele ressalta que os moradores das cidades distantes da Capital substituíram o animal ou mesmo a bicicleta pela moto. "A exigência da habilidade para conduzir motocicleta é inúmeras vezes maior que a de um condutor de bicicleta ou um montador de cavalo ou jumento", acrescentou.

A falta de órgãos municipais de transito também é apontada como um dos fatores que contribuem para o aumento de acidentes. Segundo o Detran, apenas 55 dos 184 municípios cearenses possuem departamento municipal de trânsito. De acordo com o órgão estadual, o número de acidentes seria reduzido se houvesse participação maior dos municípios na fiscalização.

Efetividade
Limoeiro do Norte é uma das cidades que possuem o trânsito municipalizado. Para o diretor da unidade, Osmar Oliveira, o número de agentes está reduzido e o trabalho de fiscalização não é realizado como deveria.

"Nós só podemos realizar blitz com o apoio da polícia, que também tem seu efetivo reduzido aqui no município. O que fazemos é um trabalho pontual de trânsito, em alguns locais. Sem dúvida a blitz constante impactaria mais e consequentemente o número de acidentes estaria reduzido", afirmou.

Sobre números do município, Oliveira informou que somente após 60 dias da solicitação os dados poderiam ser divulgados. De acordo com ele, o trabalho de levantamento em comparação com os anos anteriores ainda está sendo realizado pelo órgãos.

ELLEN FREITAS
COLABORADORA

Fonte: Diário do Nordeste



Eleições 2014: Dilma tem 37%; Marina, 33%; e Aécio, 15%, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (3) mostra que as candidatas Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) estão tecnicamente empatadas em primeiro lugar na corrida presidencial. A presidente, que tenta a reeleição, tem 37% das intenções de voto; a ex-senadora está com 33%. O empate acontece porque a margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada no último dia 26, Dilma liderava com 34%, contra 29% de Marina. A petista subiu três pontos. A ex-ministra do Meio Ambiente cresceu quatro pontos.

O senador Aécio Neves (MG), candidato do PSDB, caiu de 19% para 15% e permanece em terceiro lugar. O Pastor Everaldo Pereira (PSC) possui 1%. Somados, os outros sete candidatos têm 2% das intenções de voto.

A proporção de eleitores dispostos a votar em branco ou anular é de 7%. Os indecisos representam 5%.

O resultado confirma a tendência verificada na pesquisa Datafolha divulgada na última sexta-feira (29). Na ocasião, Dilma e Marina apareciam empatadas com 34%, e Aécio possuía 15%.

Como nenhuma candidata possui mais do que a soma das intenções de voto dos demais concorrentes, a tendência no momento é que a disputa vá para o segundo turno.

O Ibope testou dois cenários de segundo turno. Em uma eventual disputa entre Dilma e Marina, a candidata do PSB aparece à frente, com 46%, contra 39% da petista. São 6% de indecisos e 8% de propensos a votar em branco ou nulo.

No outro cenário, Dilma lidera com 47%, contra 34% de Aécio, com 8% de indecisos e 11% de inclinados a votar em branco ou nulo.

O instituto entrevistou 2.506 pessoas entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro. Contratada pela "Rede Globo" e pelo jornal "O Estado de S.Paulo", a pesquisa foi registrada no TSE com o número BR-00514/2014.

Rejeição e avaliação do governo
O Ibope também mediu a rejeição aos candidatos. A presidente Dilma é a mais rejeitada. A proporção de eleitores que dizem não votar na petista de jeito nenhum é de 31%, mas caiu em relação aos 36% da semana passada. Marina é rejeitada por 12% -- contra 10% no último levantamento --; e a taxa de rejeição a Aécio se mantém em 18%.

De acordo com o instituto, a avaliação do governo Dilma melhorou. Para 36% dos entrevistados, a gestão é ótimo ou boa -- contra 34% na última semana. A parte dos eleitores que avalia a administração como regular oscilou de 36% para 37%. E a proporção dos que a consideram ruim ou péssima é de 26% --  ante 27% no levantamento anterior.

Fonte: UOL



Você está preparado (a) para um relacionamento?

Muitos relacionamentos terminam de uma forma muito rápida e usualmente o casal sequer sabe por que isso aconteceu. Às vezes a resposta é bem mais simples do que você imagina.

Tão engraçado como as pessoas conseguem pensar e dizer tantas baboseiras sobre relacionamentos. Há alguns dias atrás ouvi a seguinte afirmação: “Ah, para uma relação dar certo basta que os dois estejam a fim.” – Será mesmo que isso é verdade? Mas se for, então porque mesmo quando ambos querem, ainda sim o relacionamento tem um final precoce?

Uma pesquisa recente revelou que cerca de 49% das pessoas não estão preparadas para assumir um compromisso serio, mas isso não impede que essas pessoas entrem numa relação, mesmo estando despreparadas. Isso mostra apenas que “não basta querer”, para que um relacionamento realmente funcione é necessário estar realmente preparado(a) para se comprometer de variadas formas.

O primeiro passo é realmente querer algo serio, isso é claro como cristal, mas nas linhas seguintes irei aprofundar o assunto citando abaixo alguns elementos que podem realmente ser reveladores, dizendo claramente se você está realmente preparado(a) para iniciar um relacionamento.

• Acreditar e honrar o compromisso
Antes de entrar num relacionamento é preciso acreditar em compromisso, e claro saber honrar isso. Muitas pessoas não conseguem manter seus relacionamentos simplesmente porque perderam a capacidade de acreditar. Maioria acha que hoje em dia não vale à pena, ninguém consegue amar, e alguns homens afirmam que é melhor ser solteiro, e certas mulheres prendem-se no velho clichê: "Todos os homens são iguais e nenhum presta", mas essas mesmas pessoas, uma hora ou outra acabam entrando em relacionamentos, afinal isso é uma conseqüência da vida, mas ao assumir um compromisso, elas mesmas destroem a relação, simplesmente por “manter” algumas de suas crenças sabotantes, e deixando tais idéias influenciar e arruinar tudo.

• Capacidade de aceitar imperfeições
Nós temos consciência de que ninguém é perfeito, sendo assim nós também sabemos bem que não existe uma relação perfeita e mesmo assim muitas vezes não somos capazes de aceitar os defeitos dos outros e problemas que possam surgir no desenvolver da relação. Você tem defeitos e a outra pessoa também, todas as pessoas têm defeitos e cada um faz o melhor que pode toda hora. É preciso ter maturidade e ser sensível a realidade para reconhecer e reconhecer isso, mas a boa noticia é que a partir do momento que você passar a aceitar os defeitos da outra pessoa você será muito mais feliz e conseqüentemente fará a outra pessoa feliz também, pois não estará se iludindo.

• Aprender a confiar
Um relacionamento simplesmente não se mantém sem haver confiança mutua, não estou falando para confiar “cegamente”, mas simplesmente dar credito a outra pessoa, afinal se você não tem razões fortes para desconfiar, então não comece uma discussão inútil que não levará a nada a não ser arruinar o que ainda está sendo construído. Fato é que uma pessoa incapaz de confiar jamais conseguirá manter uma relação saudável com alguém e caso consiga dissimular, será por um curto período de tempo, falando claramente... Até a paranóia se manifestar.

• Estabelecer um novo estilo de vida
Todos que já passaram por um relacionamento serio tem consciência de que ALGUMAS coisas mudam ao entrar numa relação, pois sua vida de solteiro(a) não existe mais, portando com o fim da mesma será necessário fazer mudanças. Tem gente que preza tanto sua vida de solteiro(a) que só de imaginar deixar para trás certas coisas, já sentem instantaneamente aversão a simples idéia de compromisso. Tais pessoas simplesmente não conseguem de maneira alguma MANTER um relacionamento pela sua incapacidade de adaptar-se ao novo estilo de vida.

Poderia ter citado mais coisas, porém acredito que já deu para você entender. Não cabe a mim dizer se você está pronto(a) ou não para um relacionamento, estou aqui apenas para torná-lo(a) ciente disso, é uma responsabilidade sua refletir e obter a resposta para essa pergunta.

Fonte: Mundo DSE



Eleições 2014: Dilma compara Marina a Collor e Jânio

A campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) subiu o tom das críticas contra Marina Silva (PSB), que apareceu empatada com a candidata à reeleição na liderança na última pesquisa Datafolha de intenções de voto.

No programa desta terça-feira (2), a campanha da petista comparou Marina aos ex-presidentes Jânio Quadros e Fernando Collor pela falta de apoio político que ambos contavam no Congresso Nacional em suas respectivas gestões.

Ao citar que a atual base de Marina conta com 33 deputados na Câmara e que é necessário 129 para aprovar um projeto de lei. "Como é que você acha que ela vai conseguir esse apoio sem fazer acordos? E será que ela quer? Será que ela tem jeito para negociar?", questiona a propaganda.

Em seguida, a propaganda de Dilma diz que "duas vezes em sua história, o Brasil elegeu salvadores da pátria, chefes do partido do eu sozinho". Nesse momento, imagens de Jânio Quadros, que renunciou à Presidência em 1961, e de jornais da época do impeachment de Fernando Collor, em 1992, apareceram na tela.

O nome de Collor, candidato à reeleição ao Senado por Alagoas, não é citado em nenhum momento. O ex-presidente, atualmente no PTB, já declarou apoio a Dilma na disputa presidencial.

"E a gente sabe como isso acabou. Sonhar é bom, mas eleição é hora de botar o pé no chão e voltar à realidade", conclui o locutor da propaganda de Dilma.

Fonte: UOL



Sua saúde: Vacina testada no Brasil reduz casos de dengue em 61%

Uma vacina contra dengue testada em humanos no Brasil e em outros quatro países latino-americanos reduziu em 61% os casos comuns da doença, segundo resultados divulgados pela farmacêutica Sanofi Pasteur nesta quarta-feira (3).

Isso quer dizer que, entre cem pessoas vacinadas, pelo menos 61 estariam protegidas contra os quatro sorotipos de vírus da dengue existentes.

Embora não proteja totalmente contra a dengue, o resultado mostra que a vacina é eficaz por estar alinhada à meta da OMS (Organização Mundial da Saúde) de reduzir a mortalidade por dengue em 50% até 2020 e a morbidade pela doença em 25% no mesmo período, afirma Sheila Homsani, gerente do departamento médico da Sanofi Pasteur no Brasil.

A vacina da Sanofi foi testada em 21 mil crianças e adolescentes saudáveis, com idades entre nove e 16 anos, na Colômbia, Honduras, México, Porto Rico e Brasil --países que sofrem com epidemia de dengue.

No Brasil, 3.500 crianças e adolescentes de Campo Grande (MS), Vitória (ES), Goiânia (GO), Natal (RN) e Fortaleza (CE) receberam a vacina.

No Brasil
A vacina pode chegar ao Brasil em 2015, segundo a Sanofi. Como chegou ao estágio final de testes, o laboratório deve entregar um dossiê à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) até o começo de 2015 para análise e, possivelmente, liberação do uso da vacina.

"Depois do registro da Anvisa, a vacina poderá ser usada no mercado privado e público. Às vezes demora alguns meses [para ser avaliada], mas pelo fato de ser uma doença de grande impacto social e econômico, pode ser que a gente consiga uma avaliação mais precoce até o fim de 2015, diz Sheila.

O Ministério da Saúde já demonstrou interesse em adquirir a vacina do laboratório.

Não há ainda vacina disponível e licenciada no mundo para imunizar contra o vírus que causa a dengue. Antes do teste na América Latina, a Sanofi testou a mesma vacina na Ásia, onde foi apontada redução de 56% nos casos de dengue clássica e de 88,5% contra a dengue hemorrágica, versão mais grave da doença.

Redução de 78%
Testada em três doses, uma a cada seis meses, e comparada com membros de outro grupo que receberam placebo no mesmo período, a vacina mostrou eficácias diferentes para cada sorotipo de vírus da dengue.

A vacina apontou o maior grau de redução de casos do vírus do tipo 4 (DENV 4), de 78%, e do vírus do tipo 3 (DENV 3) de 74%.

A redução do vírus do tipo 1 (DENV 1) foi de 50% e do tipo 2 (DENV 2) de 42%.

Embora os tipos 1 e 2 apareçam com proteção mais baixa, Sheila Homsani diz que a vacina tetravalente mostrou-se capaz de proteger contra os quatro tipos de vírus pelo seu alto índice de redução dos casos gerais, mostrados nos 61%.

"Quando se faz uma vacina tetravalente, você tem que avaliar de forma global como ela está protegendo, inclusive, contra uma segunda infecção. Isto é, se uma pessoa já contraiu um tipo de dengue, ela estará se protegendo de outros três", diz a médica.

A farmacêutica não soube informar o índice de redução de casos de dengue hemorrágica, considerado a mais grave, após a administração da vacina.

Outra forma de avaliar a eficácia da dose experimental é medir o número de internações por dengue durante os testes. Segundo a Sanofi, a vacina diminuiu em 80% o número de hospitalizações por dengue, índice considerado bastante elevado.

"Isso quer dizer que, entre os que tiverem a doença, os casos serão brandos, sem necessidade de internação. Diminuindo a hospitalização e as chances de morte,  mostra que a vacina vai além da proteção individual", diz a gerente do departamento médico da Sanofi Pasteur no Brasil.

Ainda segundo Sheila, a vacina não causou sintomas graves nem a morte de qualquer participante nos testes. Dor no local da picada, vermelhidão e alguns casos de febre foram os sintomas mais comuns entre os vacinados.

Aumento
A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que infecta ao menos 390 milhões de pessoas a cada ano, das quais 96 milhões sofrem de infecção, segundo dados divulgados pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Nos últimos 50 anos, a incidência de dengue aumentou 30 vezes, com mais da metade da população mundial em risco, diz a organização.

No Brasil, foram registrados 511.080 casos de janeiro a 9 de agosto de 2014, segundo o Ministério da Saúde. Estão nesta lista casos notificados de dengue.

A região Sudeste teve o maior número de casos (294.916 casos; 57,7%) em relação ao total do país, seguida das regiões Centro-Oeste (101.004 casos; 19,8%), Nordeste (71.675 casos; 14%), Sul (24.432 casos; 4,8%) e Norte (19.053 casos; 3,7%).

Fonte: UOL



Plantão Infotech: Saiba como se prevenir de golpes na internet

Segundo dados do Nielsen IBOPE, o e-commerce no país cresceu 60% nos últimos cinco anos. Para se proteger de ameaças ocultas em mensagens do e-mail, lojas virtuais e redes sociais, são necessárias duas frentes de defesa: configurações tecnológicas e conscientização. "As pessoas tendem a acreditar que estão mais seguras no mundo virtual do que na vida real. Por isso, o elo mais fraco desses mecanismos é sempre a falta de conscientização. Uma atitude de risco pode abrir as portas para uma invasão virtual", diz Eduardo Poggi, especialista em segurança da informação da Módulo, empresa de gestão de risco.

Veja nove dicas para evitar o roubo de dados pessoais e desfalques financeiros no mundo digital:

Senha segura
Permitir que o navegador salve as senhas de acesso a sites aumenta o risco de que elas sejam roubadas por vírus - e de que outra pessoa qualquer, usando seu computador, em poucos segundos consiga acessar informações de e-mail e redes sociais ou fazer compras em seu nome em lojas virtuais. Além disso, os especialistas recomendam que os usuários criem senhas diferentes para cada site. Isso evita que a violação dos dados de uma loja virtual, por exemplo, dê aos hackers o acesso a contas de e-mail e redes sociais das vítimas.

Garantia do cadeado
O ícone do cadeado, que aparece na barra de endereço do navegador, ainda é o principal indicativo de segurança da instituição financeira ou de comércio eletrônico. Não forneça dados pessoais ou do cartão de crédito a sites que não apresentem o certificado, pois neles as informações não são criptografadas e podem ser interceptadas.

Antivírus no celular
Se o smartphone é cada vez mais usado para transações bancárias e compras on-line, por que não protegê-lo com um bom antivírus? Os principais fabricantes de antivírus, como Norton, AVG e McAfee, possuem versões mobile de seus produtos. Além de zelar pela segurança, o antivírus avisa se um aplicativo está comprometendo a privacidade do usuário.

Apps desconhecidos
Aplicativos são a maior porta de entrada de vírus em smartphones e tablets. Evite baixar apps de origem duvidosa ou recuse a solicitação do aplicativo para sincronizar dados como agenda telefônica e lista de contatos de redes sociais. Isso pode ser uma isca para enviar as informações ao desenvolvedor, que então poderá usá-las para mandar e-mails com malwares, os softwares que causam danos ao computador, em nome de amigos.

Software atualizado
Mantenha o sistema operacional e os softwares sempre em dia. Algumas atualizações têm como objetivo justamente corrigir falhas de segurança em navegadores e programas.

Wi-fi e computadores públicos
Nunca faça compras on-line e transações bancárias por meio de redes wi-fi públicas, como as de shoppings, hotéis e restaurantes. Os roteadores possuem uma senha-padrão de configuração que raramente é alterada por esses estabelecimentos. Portanto, não é difícil monitorar a comunicação de quem usa a internet wi-fi e, assim, ter acesso às informações digitadas pelos usuários ao redor. Compras e acesso ao banco em computadores públicos são ainda mais perigosos, pois os dados ficam armazenados na máquina.

Ofertas tentadoras
Não clique em links de promoções que chegam por e-mail, mesmo de lojas conhecidas: eles pode ser um phishing, golpe usado para roubar dados do cartão do usuário. Na dúvida, entre no site da loja (mas nunca clicando no link enviado por e-mail, e sim digitando o endereço no navegador) para conferir se o preço do produto é mesmo aquele que foi anunciado.

Cadastro falso
O phishing também pode estar disfarçado de e-mail de empresas ou instituições governamentais que pedem recadastramento para atualização de dados. Nesse caso, alerta vermelho: bancos e órgãos públicos não fazem esse tipo de comunicação por e-mail. Para verificar sua veracidade, entre em contato com a companhia por telefone - e, para isso, use o número divulgado no site oficial desta, nunca o número que consta no tal e-mail.

Links enganosos
Não clique em links antes de certificar-se de que o endereço corresponde ao site indicado: no computador, passe o mouse sobre o link para ver o endereço do destinatário no canto inferior esquerdo do navegador; no tablet e no smartphone, segure o dedo sobre o link por alguns segundos, até surgir uma janela de opções que permita copiar o endereço. Em seguida, cole o texto no bloco de notas.

Fonte: Veja



Juazeiro do Norte (CE): Adolescente de 17 anos é morto a tiros em uma lanchonete no Tiradentes

O menor Francisco Joellington Ferreira de França, de 17 anos, foi morto a tiros por volta das 21h30min desta terça-feira quando se encontrava em uma lanchonete na Rua Artesão Manoel de Barros (Tiradentes) em Juazeiro do Norte. Ele morava na Rua Odorico Soares Campos, 154 (Bairro José Geraldo da Cruz) e foi surpreendido com a chegada de dois homens em uma moto os quais adentraram o estabelecimento e passaram a efetuar os disparos quando se aproximaram do rapaz.

A vítima foi atingida com cinco tiros, sendo dois nas costas e três na cabeça alguns à queima roupa causando sua morte imediata. A doméstica Francisca Francineide Alcântara Pereira, de 43 anos, residente naquela rua e irmã do dono da lanchonete, foi atingida por uma bala perdida e terminou socorrida por familiares para o Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha com um tiro no tornozelo, cujo projétil ficou alojado.

O pai do jovem morto, Joellington Ferreira, disse à polícia que o filho vinha recebendo ameaças de morte e era amigo de Ermerson Gomes de Figueiredo, de 20 anos, que residia no bairro Tiradentes e foi seqüestrado na noite de sábado no cruzamento da Rua João Correia de Oliveira com a Avenida Doutor Floro (Juvêncio Santana) tendo o corpo encontrado na manhã deste domingo (31) no Corredor da Vaca Morta localizado no Sítio Barro Branco.

Militares do Ronda do Quarteirão estiveram no local e souberam que Joellington tinha passagens pela Policia Federal após ser preso com cédulas falsas e era suspeito de envolvimento com drogas. Foi o 1º homicídio de setembro e 109º do ano em Juazeiro se constituindo ainda o segundo do ano no Tiradentes. O único naquele bairro tinha sido em 25 de janeiro quando o corpo do professor de Educação Física, Luis Humbermar do Nascimento, de 36 anos, foi encontrado dentro de sua casa na Rua Antonio Nunes de Alencar.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Eleições 2014: Eunício Oliveira lidera com 41% no Ceará; Camilo chega a 31%, segundo Datafolha

O senador Eunício Oliveira (PMDB) mantém a liderança na corrida ao governo do Ceará, mas com menor vantagem em relação a Camilo Santana (PT), aponta pesquisa Datafolha realizada em parceria com o jornal "O Povo".

O peemedebista aparece com 41% das intenções de voto –ante 47% no levantamento anterior, de 11 a 13 de agosto. Camilo, apoiado pelo atual governador do Estado, Cid Gomes (Pros), ganhou 12 pontos em relação à pesquisa passada e foi de 19% para 31%.

No levantamento desta semana, o primeiro após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, também pontuaram Eliane Novais (PSB), que marcou 4%, e Aílton Lopes (PSOL), com 2%. Brancos e nulos são 8%, e a taxa de indecisos é de 15%, a mesma da pesquisa anterior.

O Datafolha ouviu 1.042 pessoas em 41 cidades do Estado na segunda (1) e terça-feira (2). A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Eunício lidera as pesquisas no Ceará desde o início da campanha eleitoral. Na TV, o peemedebista tem atacado pontos da gestão de Cid Gomes e, assim, busca minar a candidatura do PT.

Os principais alvos de Eunício são as áreas de segurança pública e saúde –essa última tem como secretário o ex-ministro Ciro Gomes, irmão do governador e que também apoia Camilo.

Eunício era aliado dos irmãos Gomes até o início deste ano. Decidiu romper quando foi preterido pelo grupo –o peemedebista queria o apoio de Cid e Ciro na disputa ao governo.

No campo nacional, após começar a campanha sem fazer referências aos candidatos presidenciais, Eunício tem apostado em pequenas inserções onde aparece ao lado de Lula e Dilma.

Seu principal cabo eleitoral no Estado é o ex-governador Tasso Jereissati (PSDB), candidato ao Senado, e que apoia Aécio Neves (PSDB) na corrida ao Planalto.

Setores do PT criticam a campanha de Camilo por adotar o mesmo marqueteiro de Cid e por ter trocado o tradicional vermelho do partido pelo amarelo, do Pros.

Senado
Na disputa ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB), que integra a chapa de Eunício, mantém a liderança.

O ex-governador tucano teve 54% de intenções de voto, ante 20% de Mauro Filho (Pros), candidato dos irmãos Gomes. Raquel Dias (PSTU) e Geovana Cartaxo (PSB) registraram 2% cada uma.

O cenário é de estabilidade em relação ao levantamento anterior –os candidatos apenas oscilaram dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Tasso tenta a voltar à vida pública, após ter sido derrotado na eleição ao Senado em 2010. Na ocasião, após campanha que teve até Lula pedindo voto contra o tucano, Tasso perdeu a disputa para José Pimentel (PT) e para o próprio Eunício Oliveira.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com os protocolos CE 00021/2014 e BR 00517/2014.

Fonte: Folha.com



Definido Conselho para gestão das águas do Rio São Francisco

O mais novo equipamento de regulamentação do uso das águas que escorrerão pelos canais construídos pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco já está em plena atividade. Trata-se do Conselho Gestor do projeto, criado na semana passada com a missão de modelar a gestão e o uso eficiente dos recursos hídricos, com ênfase no desenvolvimento socioeconômico do Semiárido nordestino.

A criação do Conselho foi definida através do Decreto 8.207, da Presidência da República, que garante ao Comitê autoridade para estabelecer as diretrizes para elaboração do Plano de Gestão Anual do Projeto de Integração, além de propor padrões de qualidade e regras de alocação da água entre os estados receptores.

O colegiado também será responsável pela proposta em torno da sistemática das vazões não contratadas e pela articulação em torno de possíveis conflitos que possam surgir junto a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Paraíba (Codevasf), responsável pela operação e manutenção do sistema, e os Estados beneficiados com a transposição das águas do "velho Chico".

A reunião de lançamento do Conselho aconteceu em Brasília e teve a participação da Agência Nacional de Águas (ANA), órgão regulador do projeto; do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Com 12 membros titulares e 12 suplentes, representando o governo federal, governos dos Estados receptores e comitês das bacias envolvidas, o órgão será presidido pelo economista José Machado, ex-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA) e hoje assessor especial do Ministério da Integração.

Em reunião presidida pelo secretário-executivo do Ministério da Integração, Irani Ramos, os 24 membros (titulares e suplentes) do Conselho tomaram posse no último dia 28 de agosto. A primeira reunião deliberativa será realizada em dois meses para discussão do Regimento Interno da minuta de Plano Diretor de Gestão do PISF. "Este plano será um guia, uma cartilha capaz de modelar o uso racional e sustentável da água do Projeto São Francisco. Até outubro, vamos traçar as diretrizes que serão os alicerces do Plano de Gestão Anual das águas deste projeto, cujo ponto crucial é sua sustentabilidade, a ser construída em conjunto com os Estados receptores", informou o presidente do novo colegiado.

As atividades nos canteiros de obras da transposição em território cearense acontecem em ritmo acelerado. Em Jati, porta de entrada das águas do "Velho Chico" no Estado, cerca de 30% de execução física da obra já está concluída por conta das atividades desenvolvidas nos três turnos de trabalho no local. O município está incluso no trecho relativo à Meta 2N do projeto, composto por cinco reservatórios hídricos, a partir do reservatório de Jati, de onde as águas escoarão por um trecho de 39km com destino ao reservatório Boi II, no município de Brejo Santo.

No município de Mauriti, onde acontecem às obras referentes à Meta 3N da transposição, 60% do projeto já estão concluídos. Nesta área acontece à construção do maior túnel da América Latina, o Cuncas I, que já possui mais de 14,5km escavados, dos 15km totais. Quando as obras estiverem concluídas, as águas deverão percorrer cerca de 81km da Meta 3N, sendo direcionadas do reservatório Boi II, em Brejo Santo, com destino ao reservatório Engenheiro Ávidos, no município de Cajazeiras (PB). O Projeto São Francisco possui, atualmente, 3.900 trabalhadores nos trechos que passam por Brejo Santo, Jati e Mauriti. Todos os canteiros operam em regime 24 horas.

Conforme o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, que realiza com certa frequência visitas aos canteiros da transposição no Ceará, há otimismo por parte do governo federal no sentido de que 70% das obras estejam concluídas ainda este ano. Relatório elaborado pela área técnica do projeto, no último mês de junho, apontou 62,4% de execução física com tendência de se atingir a marca dos 65% no relatório que será finalizado nos próximos dias.

O documento também confirma que, em Pernambuco, as bombas de captação devem começar a funcionar em fase de teste nas próximas semanas. As bombas serão responsáveis pela movimentação das três estações elevatórias da obra.

Dados do Ministério da Integração revelam que a região Nordeste possui 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água do País. O Rio São Francisco detém 70% de toda a oferta de água da região, historicamente submetida a ciclos de seca rigorosa. Orçado em R$ 8,2 bilhões, o projeto elevará a segurança hídrica no Nordeste Setentrional, beneficiando 12 milhões de pessoas em 390 municípios. A obra segue em ritmo intenso, com 11,4 mil trabalhadores e mais de 3.800 máquinas em ação e tem previsão de ser concluída em 2015.

Mais informações
Ministério da Integração Nacional
Esplanada dos Ministérios, Bloco E
Telefone: (61) 3414.0138 / 0195
Brasília - DF

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste



Mantega confirma que gasolina deve subir ainda este ano

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (2) que tentará novo reajuste da tabela do Imposto de Renda. Disse também que "todo ano tem aumento da gasolina" e que "este ano não deve ser diferente".

O reajuste da tabela do Imposto de Renda em 4,5% em 2015 estava em vigor até a última sexta-feira (29) por meio da medida provisória 644, que foi enviada ao Congresso por ocasião do Dia do Trabalho. Ela perdeu validade porque não foi votada.

"Vamos resolver isso com alguma nova lei. Isso vamos verificar. Não vamos deixar sem essa revisão da tabela. Ainda não tem uma definição como vamos encaminhar isso", disse o ministro da Fazenda após ser questionado por jornalistas.

A tabela do Imposto de Renda é corrigida anualmente em 4,5% desde 2007. O percentual de 4,5% é o que o governo estabelece como meta para a inflação anual. Representantes dos trabalhadores, porém, têm pedido nos últimos anos uma correção maior da tabela, alegando que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado como referência no sistema de metas de inflação, tem ficado acima da meta central. Em 12 meses até julho, o índice ficou em 6,5%.

Reajuste da gasolina
Questionado se haveria aumento no preço da gasolina ainda neste ano, Mantega afirmou que "todo ano tem aumento da gasolina". "Este ano não deve ser diferente. Ano passado tivemos dois aumentos de gasolina. Não há uma regra fixa, mas todo ano pode ter um ou dois aumentos de gasolina", declarou o ministro da Fazenda.

No ano passado, foram feitos dois reajustes nos preços da gasolina. O primeiro aconteceu em janeiro, quando a Petrobras reajustou o diesel em 5,4% e a gasolina, em 6,6%. O último ocorreu no fim de novembro, quando a Petrobras anunciou que os preços da gasolina e do diesel foram reajustados nas refinarias. Na ocasião, a alta foi de 4% para a gasolina e de 8% para o diesel.

Fonte: G1


ShareThis