Ex-ministro Luiz Gushiken morre aos 63 anos em São Paulo

O ex-ministro Luiz Gushiken morreu no início da noite desta sexta-feira (13), aos 63 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado em estado grave por causa de um câncer.

Gushiken nasceu no município de Osvaldo Cruz (SP) em 8 de maio de 1950. Em 1970, tornou-se escriturário do Banco do Estado de São Paulo (Banespa). Começou a militar na tendência Liberdade e Luta (Libelu), braço estudantil da OSI (Organização Socialista Internacionalista), de orientação trotskista.

Em 1978 tornou-se representante dos bancários no Banespa e, a partir de 1979, passou a ocupar cargos na diretoria do Sindicato dos Bancários de São Paulo. No final do ano, formou-se em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas.

Em 1982 tornou-se secretário-geral do sindicato e, em 1985, presidente da categoria. Nesse mesmo ano, liderou uma greve nacional de três dias que paralisou 700 mil bancários.

Em 1980, participou da fundação do PT (Partido dos Trabalhadores) e, em 1983, da CUT (Central Única dos Trabalhadores). Em 1986 foi eleito membro do Diretório Nacional do PT e, em novembro, foi eleito deputado federal pelo PT de São Paulo.

No final de 1986, deixou a presidência do Sindicato dos Bancários e, no ano seguinte, assumiu uma cadeira de deputado no Congresso Constituinte, que promulgou a Constituição de 1988.

Em 1989 tornou-se presidente nacional do PT e coordenou a campanha de Lula à Presidência, que terminou em segundo lugar no pleito. Deixou a presidência do partido em 1991.

Em 1992, apoiou o impeachment do presidente Fernando Collor (PRN). Reeleito deputado federal em 1994, em 1998 desistiu de disputar novo mandato para coordenar outra campanha de Lula à Presidência. Depois, montou uma empresa de consultoria para a área de previdência.

Em 2002, após a eleição de Lula, tornou-se coordenador-adjunto da equipe de transição e foi nomeado ministro da Secretaria de Comunicação de Governo.

Em 2005, foi acusado pelo ex-dirigente do Banco do Brasil Henrique Pizzolato de ter influído nas decisões de investimentos de cinco fundos de pensão ligados a estatais, que contrataram a Globalprev Consultores Associados, que pertencia a dois ex-sócios de Gushiken. Gushiken negou as acusações.

Deixou a Secretaria de Comunicação e perdeu o status de ministro, assumindo a função de chefe do Núcleo de Assuntos Estratégicos. Em novembro de 2006, pediu demissão do Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência afirmando que as acusações se transformaram em "prova de culpa".

"Os aspectos deletérios daquela crise [do mensalão] também não podem ser esquecidos. Na voragem das denúncias abalou-se um dos pilares do Estado de Direito, o da presunção de inocência, uma vez que a mera acusação foi transformada no equivalente à prova de culpa", afirmou o petista na carta.

Afastou-se da política. Em 2008, com uma crise de angina, colocou um stent no coração no hospital Sírio-Libanês. Em 2012, foi inocentado pelo Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Folha.com



Senado aprova em 1º turno projeto que isenta de impostos CDs de artistas brasileiros

Em meio a muita polêmica e pressão de artistas e cantores, o Senado aprovou nesta quarta-feira em primeiro turno proposta que isenta de impostos os CDs e DVDs produzidos no Brasil que tenham obras de autores ou intérpretes brasileiros. Conhecida como PEC (proposta de emenda constitucional) da Música, a matéria tem como objetivo reduzir o preço dos CDs e DVDs para diminuir a pirataria no país.

A proposta ainda precisa ser aprovada em segundo turno antes de seguir para sanção da presidente Dilma Rousseff. A votação deve ocorrer na semana que vem. A PEC foi aprovada por 50 votos favoráveis, quatro contrários e uma abstenção --um a mais que o mínimo de 49 votos necessários para mudanças na Constituição.

A imunidade tributária é a mesma que já vale para livros, jornais e periódicos, entre outros. A emenda constitucional também inclui os arquivos digitais, como downloads e ringtones de telefones celulares.

O texto diz que todos devem conter "obras musicais ou literomusicais de autores brasileiros, e/ou obras em geral interpretadas por artistas brasileiros". Congressistas favoráveis à PEC afirmam que ela vai reduzir em 25%, em média, os custos dos CDs e DVDs comercializados no país com produção nacional.

Numa tentativa de preservar a Zona Franca de Manaus, onde se localizam as empresas do setor, o benefício não alcança o processo de "replicação industrial de mídias ópticas de leitura a laser", que continua a ser tributado.

Os três senadores do Amazonas, porém, votaram contra a proposta e tentaram por mais de uma hora derrubar a votação. O senador Eduardo Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado, trocou farpas com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), a quem acusou de usar de "manobra" para aprovar a PEC.

Confusão
Braga apresentou emenda que estendia a isenção tributária a espetáculos musicais e teatrais. O líder disse que teve o compromisso de Renan, e dos demais senadores, de aprovação da emenda. Em troca, a bancada do Amazonas concordou em acelerar a tramitação da proposta, que ainda precisava de mais duas sessões de discussões antes de ser votada.

A emenda acabou rejeitada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), antes de a proposta chegar ao plenário no momento em que Braga estava ausente da comissão. Diante da "quebra do acordo", os senadores do Amazonas dizem que vão recorrer à comissão contra a aprovação da PEC.

"Não há vantagem para o nosso conteúdo nacional, mas vantagem para aqueles que produzem com baixo conteúdo local", protestou Braga.

A senadora Vanessa Graziottin (PCdoB-AM) também disse que a PEC não vai reduzir a pirataria, ao contrário do que afirmam os artistas e cantores. "O peso do tributo não chega a 20%. Um CD original a um custo de R$ 20. Se tirarmos 20% dos impostos, ele será vendido a R$ 16. O pirata vende um CD a R$ 2", atacou.

Em defesa da proposta, diversos congressistas afirmaram que a isenção tributária vai incentivar a produção cultural do país. "Não há como ficar contra toda a produção cultural do Brasil. Essa PEC pode reduzir preços de CDs e DVDs em até 25% e não atinge a Zona Franca. Ela está preservada", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

"A cultura nacional ganha com a proposta. É um passo no sentido de isentar o músico que sofre para produzir seu CD ou DVD. É também uma forma de encarar com coragem a alta e desigual tributação de nosso", disse a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), que trabalhou pela aprovação da proposta.

Mais corrupto
Diversos artistas acompanharam a votação para pressionar o Senado pela aprovação da proposta. O cantor Falcão, presente no plenário, acabou sendo alvo do bate-boca entre os senadores no plenário.

A senadora Vanessa Grazziotin disse que o cantor desrespeitou o Senado por uma declaração, divulgada em um site, em que ele disse ter cumprimentado "muito mais corrupto do que gente honesta" no período em que esteve no Congresso.

O cantor acompanhou o debate do plenário, mas disse que foi "mal interpretado" em sua declaração --que segundo ele foi usada pela senadora para tentar derrubar a votação da proposta.

Fonte: Folha.com



Extrativistas do Cariri reivindicam melhor preço de produção

Produtores do setor extrativista da macaúba e da fava danta estiveram reunidos durante o dia de ontem, nas cidades de Crato e Jardim, no Cariri, para tratar da inclusão desses produtos na Política de Garantia de Preços Mínimos.

O debate e levantamento da realidade atual da cadeia produtiva envolveu técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio da Coordenação Geral de Biocombustível.

Pela manhã, os produtores extrativistas da macaúba estiveram reunidos no Salão Paroquial da Sé Catedral. Eles relataram suas experiências de campo, e os preços que são praticados com a venda o produto, além dos custos atuais de produção. A coleta dos dados para a avaliação foi realizada pelo analista de custos de Conab, Bevenildo Fernandes. "É importante que todas as informações relacionadas à produtividade seja repassada, para que possa ser direcionada uma política ao segmento dos produtores", disse.

Interesse
A mesma realidade é adotada para os produtores da fava danta, produto comercializado principalmente para laboratórios químicos, utilizado atualmente na composição de colírios para pressão ocular e também no tratamento de doenças cardiovasculares. A macaúba, como rico alimento, em que pode ser aproveitada a polpa.

Segundo o técnicos do MDA, há um interesse também relacionado ao uso da amêndoa na fabricação de óleo, e que no futuro também possa ser utilizado com biocombustível. Em Jardim, o debate sobre a fava danta aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Esse trabalho faz parte das ações do projeto da Produção do Arranjo da Cadeia Produtiva da Sociobiodiversidade da Chapada do Araripe, incluindo produtos como macaúba, babaçu, carnaúba, pequi e fava danta, que vem sendo desenvolvido na região do Cariri, por meio da Fundação para o Desenvolvimento do Araripe (FAraripe). Mais de mil famílias da região sobrevivem do setor extrativista.

Segundo o coordenador das atividades pela Fundação Araripe, Cristiano Cardoso, o projeto envolve comunidades dos municípios de Barbalha, Jardim, Santana do Cariri, Missão Velha, Crato, Nova Olinda, dentre outras cidades onde há a produção extrativista.

Com duração de um ano, o projeto tem sido responsável pela integração das comunidades em seminários, oficinas e encontros, para a realização de mapeamento e levantamento da produção nas áreas.

Segundo Cristiano Cardoso, o objetivo do encontro com os produtores é debater o preço atual da produção das espécies e tentar incluir no programa nacional da sociobiodiversidade. No caso da macaúba e da fava danta, há uma discussão mais ampla no sentido de inserir esses produtos na política de garantia de preço mínimo, possibilitando melhores condições de comercialização para os extrativistas. Isso permite, conforme Cristiano, uma subvenção direta ao extrativista, além de incentivar o uso sustentável da espécie.

Levantamento
Para se ter uma ideia, conforme o coordenador, foi feito um levantamento em comunidades de Barbalha, que em período de produtividade, de outubro a fevereiro, chega-se a retirar da área de extrativismo da Macaúba, cerca de 70 toneladas do produto, comercializado no Maranhão e Pará.

O desafio agora é poder quantificar o que é produzido e o que sai da região e ordenar a produção, no intuito de garantir melhor renda para os produtores extrativistas da região da Chapada do Araripe.

Para o agricultor Francisco Guilhermino da Silva, o Chefe, sobreviver do extrativismo é uma alternativa importante e necessárias para muitas famílias da região. Em sua comunidade, no sítio Cruzeiro, no sopé da serra do Araripe, ele chega a coletar até 200 sacos de 30 quilos de Macaúba. O que garante uma renda de R$ 500 por mês, mesmo com a falta de incentivo governamental.

Na sua localidade há pelo menos cinco famílias que sobrevivem com extração do produto. "Temos, antes de tudo, a esperança pelo reconhecimento da nossa atividade e um política de ordenamento dos preços", disse.

Conforme o técnico do MDA, Haroldo Oliveira, essa primeira etapa dos trabalhos está relacionada ao levantamento dos preços da produção. A partir dos dados coletados, caso o produtor esteja com prejuízos, a Conab ira subsidiar, com uma diferença de valor que possibilite uma margem de ganho. Em Crato, o secretário de Meio Ambiente, Stephenson Ramalho, afirma que ainda não foi possível fazer um levantamento de toda a área do Município onde é realizado o extrativismo da Macaúba, mas assegura que esse resultado irá constar num diagnóstico que estará voltado para todos os setores. Produtores já desenvolvidos com a utilização da Macaúba foram apresentados aos técnicos, pela coordenadora do Núcleo de Gastronomia da Secretaria de Cultura do Crato, Soraya Piancó, como a geleia e o povilho, feito de forma artesanal. Segundo ela, vários outros produtos podem ser feitos a partir do uso da polpa do produto, como bolo, suco e sorvete. Atualmente, a maior parte da produção está sendo vendida para estados do Maranhão, São Paulo e Pará.

Manutenção
Para Cristiano Cardoso, o projeto visa, sobretudo, a manutenção de uma cobertura florestal, por meio de uma cultura de sustentabilidade.

"A partir do momento que as famílias têm um sentido para manter aquela espécie sendo utilizada, vai fazer uma manutenção", diz ele. E isso já acontece com espécies da Chapada do Araripe, como o Pequi, a Fava Danta, e a Macaúba, que tem ocorrido com mais frequência na área de sopé, nas escarpas e levadas de água. Segundo ele, a intenção, ao construir o preço efetivo da espécie, é propor ao Governo Federal, dentro da garantia de preços mínimos, com subvenção para essas espécies.

Mais informações
Fundação Araripe (Crato)
Rua Leandro Bezerra, Nº 338
Telefone (88) 3523.1605

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Sua saúde: Obesidade aumenta chances de enxaqueca, diz pesquisa

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram uma ligação entre excesso de peso e a ocorrência de enxaquecas. Segundo um estudo, obesos têm 81% mais chances de sofrer do problema do que pessoas que estão com peso ideal ou próximo dele. Outro dado descoberto é o de que a ligação afeta mais as pessoas com menos de 50 anos.

Para diferenciar os casos, os pesquisadores explicam que a maioria das pessoas sofre do problema a cada 15 dias, mas que alguns passam metade do mês com dores de cabeça severas. Foram analisadas informações de 3.862 pessoas, sendo que 1.044 delas eram obesas. Entre os voluntários, 88%  tinham episódios ocasionais de enxaquecas, com menos de 14 dores por mês.

Segundo as informações da pesquisa, divulgadas pelo jornal Daily Mail, os médicos devem incentivar a perda de peso e mudanças no estilo de vida a fim de amenizar os episódios de dores de cabeça. Apesar da recomendação, ainda não ficaram claros os motivos da ligação.

Fonte: Terra

Crato (CE): Catedral é pichada em protesto contra bispo

As portas da Catedral do Crato, na região do Cariri, amanheceram pichadas nessa quinta-feira, 12. Uma das frases dizia “vende-se corruptos”, em clara alusão ao fato do bispo da Diocese da cidade, dom Fernando Panico, estar sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Publico por estelionato, como foi noticiado na edição de ontem do Aqui CE.

O religioso teria vendido imóveis alugados, pertencentes à Igreja, para agiotas. De acordo com a denúncia feita pelos inquilinos, dom Panico transferiu as 65 casas em cartório para pagar dívidas e, mesmo assim, continuou cobrando e recebendo pelos aluguéis.

A delegada Lorna Aguiar, responsável pelo caso, já ouviu dez inquilinos e espera que os demais prejudicados compareçam espontaneamente para prestar depoimento e, caso não apareçam, serão intimados. O bispo também deve ser convocado para prestar esclarecimentos.

Pelo segundo dia consecutivo, nossos correspondentes do Cariri tentaram falar com dom Fernando Panico ou com algum representante da diocese, mas não conseguiram êxito.

Em agosto, quando a denúncia surgiu, a Igreja publicou uma nota em que reconhecia a transferência de alguns imóveis, mas que, na verdade, teria sido um “equívoco” já corrigido. A nota dizia ainda que todas as escrituras foram revogadas e que os imóveis voltaram ao patrimônio da diocese.

O comunicado foi assinado pelo próprio dom Fernando Panico e por outros padres e diáconos da Diocese do Crato.

Foto: Wilson Bernardo

Fonte: Aqui CE 



Juazeiro do Norte (CE): Sem acordo entre vereadores e ocupantes sessão na Câmara não acontece

Depois de encontrarem a porta principal da Câmara fechada e os manifestantes irredutíveis na posição de não liberar o acesso pela mesma e sim pelo corredor lateral da casa, os vereadores de Juazeiro do Norte, acabaram não entrando para o plenário da Casa, onde seria realizada a sessão ordinária dessa quinta-feira (12).

Diante da situação, os vereadores ficaram reunidos por mais de 2 horas com representantes do movimento e da Defensoria Pública para encontrar uma saída para o impasse. Participaram da reunião a advogada Gabriela Ruiz e o estudante João Barbosa, representando o movimento, os defensores Heitor Gadelha e Rafael Vilar, além dos vereadores.

Segundo Gabriela Ruiz, a manutenção do isolamento da entrada principal foi pensada para a segurança dos que estavam dentro do plenário. “O movimento estava aberto e manteve o momento pensado para os vereadores e secretários. Eles é que não quiseram ter acesso pela lateral do prédio,” disse. A representante jurídica do movimento, exemplificou ainda que em outros momentos manifestantes foram agredidos por policiais, o que teria motivado a decisão.

O posicionamento dos vereadores foi de que a medida de interromper o acesso pela porta principal foi desnecessária, já que, havia a garantia de que a polícia não invadiria o local. Os vereadores Normando Soracles (PSL) e Cláudio Luz (PT) foram ao plenário e retransmitiram o posicionamento tirado na reunião. Apesar de retransmitir o posicionamento fechado em reunião, eles destacaram que não falavam pela presidência.

Sobre uma possível desocupação, o defensor Rafael Vilar esclareceu que o presidente da Câmara pode entrar com uma demanda reintegratória para reaver o prédio. Mas, ele destacou que o sentido de ambos os lados é o diálogo. “Para a defensoria, o dialogo é a parte mais importante e o melhor para sociedade,” disse Rafael. Os defensores públicos foram convocados pelo movimento para assegurar a liberdade de manifestação e a integridade dos manifestantes.

Após muitas discussões, foram tiradas algumas pautas, tanto pelos vereadores, quanto pelos representantes do movimento, para serem analisadas e depois reapresentadas em nova reunião que deve acontecer nessa sexta-feira (13).

Madson Vagner

Foto: Michel Dantas / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Julgamento do Mensalão: Celso de Mello decidirá sobre infringentes após empate em 5 a 5

Após empate de cinco votos a cinco sobre a validade dos chamados embargos infringentes, o Supremo Tribunal Federal (STF) deixou para quarta-feira (18) o voto do ministro Celso de Mello, que decidirá se é ou não cabível o recurso. O adiamento foi motivado pela sessão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do qual fazem parte três ministros do STF.

Previstos no regimento do Supremo, os infringentes podem ser usados para quem obteve ao menos quatro votos favoráveis e, caso sejam aceitos, levar a um novo julgamento nos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha para 12 dos 25 condenados no processo do mensalão.

No voto que levou ao empate, o ministro Marco Aurélio Mello destacou a "responsabilidade" de Celso de Mello no caso.

"Sinalizamos para a sociedade brasileira uma correção de rumos visando um Brasil melhor pelo menos para os nossos bisnetos, mas essa sinalização está muito próxima de ser afastada. Cresceu o Supremo, órgão de cúpula do Judiciário, junto aos cidadãos, numa época em que as instituições estão fragilizadas. Mas estamos a um passo, ou melhor, a um voto – que responsabilidade, hein, ministro Celso de Mello?", disse Marco Aurélio Mello.

Será a segunda vez que Celso de Mello dará um voto de desempate relevante no processo do mensalão. Em dezembro do ano passado, também houve empate sobre a perda de mandato dos deputados condenados e o voto Celso de Mello definiu o caso. Na ocasião, a sessão também foi suspensa com o voto dele pendente.

Os embargos infringentes estão previstos no artigo 333 do Regimento Interno do Supremo, mas não constam na lei 8.038/1990, que regula as ações no STF. É a primeira vez que a Corte discute a validade de embargos infringentes para questionar decisões dentro de ação penal, como é o caso do mensalão.

Para os ministros Joaquim Barbosa, presidente do Supremo, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio, a lei de 1990 revogou tacitamente (quando não há anulação explícita de um artigo) a existência dos infringentes.

Outros cinco magistrados – Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski – consideraram que a lei simplesmeste não tratou do recurso e que, por isso, o regimento do Supremo é válido para definir sua existência. Os que defendem os infringentes também destacaram que os embargos de declaração não estão na lei, mas mesmo assim foram julgados pelo Supremo.

Os embargos infringentes possibilitam a reanálise de provas e podem mudar o mérito de condenações que tenham ocorrido com quatro votos favoráveis. A maioria dos réus foi condenada por dois ou três crimes e, nesses casos, o novo julgamento não reverteria toda a condenação, mas, caso sejam absolvidos na quadrilha ou na lavagem, podem ter a pena reduzida.

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, por exemplo, punido com 10 anos e 10 meses de prisão, sem a pena de quadrilha (2 anos e 11 meses), passaria do regime fechado (em presídio de segurança média e máxima) para 7 anos e 11 meses de prisão, que poderiam ser cumpridos em regime semiaberto (quando se pode deixar o presídio para trabalhar).

Caso aceitos, esses recursos só devem ser apresentados depois da publicação da decisão dos embargos de declaração, que contestam omissões, contradições ou obscuridade e cujo julgamento foi concluído na semana passada. Pelo regimento, o prazo para publicação do acórdão (documento que resume as decisões do julgamento) é de 60 dias. O regimento prevê 15 dias após a publicação para apresentação do recurso - condenados pediram para ampliar para 30 dias, mas isso ainda não foi decidido.

Apesar de ser um recurso para fase posterior, a discussão sobre a validade dos infringentes foi antecipada porque o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares apresentou o recurso. Em decisão individual, Joaquim Barbosa negou por entender que não era cabível, e a defesa recorreu para que o plenário decidisse sobre a validade.

Fonte: G1



Crato (CE): Distrito industrial vai receber 22 empresas do setor calçadista

Apresentado o projeto de instalação das empresas do setor calçadista no Distrito Industrial do Crato, na área situada próximo à Vila São Bento, durante reunião na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, com a presença do Secretário da pasta, Venâncio Saraiva, o gerente do Banco do Nordeste, agência Crato, Albery Viana, e empresários. A previsão é que sejam instaladas no local 22 empresas do setor.

O Secretário disse, durante a reunião, que o projeto de desenvolvimento turístico do será implantado, em parceria com as demais prefeituras da região, promovendo o turismo religioso e o ecoturismo. Ele destacou o emprenho do Prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, para que as empresas se instalem na cidade e com isso promovam a geração de emprego, renda e conseqüente desenvolvimento da cidade.

Um mapa detalhado da área do distrito foi apresentado aos empresários, além de ser feita uma abordagem sobre os documentos necessários para que possam se instalar no local, além de disponibilizar os técnicos da Secretaria para orientá-los.

O gerente do BNB, Albery Viana, disse que o banco tem projetos destinados a esse tipo de empreendimento, no intuito de disponibilizar recursos para implantação de novas empresas. O distrito será instalado nas proximidades da Vila São Bento e conta com 140 hectares, onde a prefeitura já está tomando todas as providências para a desapropriação dos terrenos, além de fornecer infraestrutura, saneamento, iluminação, pavimentação e asfaltamento, com ligação entre as cidade de Crato e Juazeiro do Norte. Em breve será agendada pela secretaria uma visita dos empresários ao local.

Informações:
Centro Administrativo do Crato 
Rua 07 de Setembro, 150
Bairro: São Miguel
Telefone: 3586. 8003
E-mail: sdecrato@gmail.com

Foto meramente ilustrativa

Assessoria de Imprensa / PMC



Pastor Marcos Pereira é condenado a 15 anos de prisão por estupro

O juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, condenou o pastor Marcos Pereira da Silva a 15 anos de prisão por estupro. Segundo os autos, o crime foi cometido no final de 2006 contra uma seguidora nas dependências da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias.

"As testemunhas ouvidas relatam com firmeza como o acusado é uma pessoa manipuladora, fria, só pensa em si, utilizando-se das pessoas para satisfazer seus instintos mais primitivos e de forma promíscua, utiliza da boa-fé das pessoas para enganá-las. Pelo exposto e por tudo que dos autos consta, julgo procedente a pretensão punitiva para condenar Marcos Pereira da Silva", diz a sentença, segundo o TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio).

Procurado, o advogado de defesa do pastor, Marcelo Patrício, não atendeu às ligações da reportagem do UOL. Pereira está preso desde o dia 8 de maio no presídio do complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio. Em audiência à Justiça, o pastor negou o estupro e acusou pessoas ligadas à ONG AfroReggae de convencer a suposta vítima e outras que foram ouvidas a fazerem as acusações.

Na semana passada, o MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) denunciou o pastor Marcos Pereira e Márcio Nepomuceno dos Santos, conhecido como "Marcinho VP", pelo crime de associação ao tráfico. O órgão solicitou ainda o pedido de prisão preventiva dos dois.

Segundo o promotor Alexandre Murilo Graça, a associação dos denunciados para o tráfico de drogas começou em 1993, época em que o religioso fazia trabalho de evangelização em presídios, delegacias e comunidades dominadas pelo tráfico. Já Marcinho VP começava a ascender na estrutura do "Comando Vermelho", organização da qual é um dos principais chefes.

O pastor, como aponta a denúncia, começou como "pombo correio", levando ordens de chefes do tráfico que estavam presos para as comunidades onde atuavam, aproveitando-se do fato de ter acesso aos presos. Nas comunidades cariocas --principalmente nos complexos do Alemão e da Penha-- outros religiosos eram ameaçados e impedidos de realizar seus cultos, o que fortalecia a igreja de Pereira.

Fonte: UOL



Dilma libera primeira parcela dos R$ 3 bi a prefeituras de todo o País

Já está nas contas das prefeituras de todo o Brasil a primeira parcela, no valor de R$ 1,5 bilhão, de um total de R$ 3 bilhões prometido pela presidente Dilma Rousseff na Marcha dos Prefeitos, há dois meses. O recurso foi distribuído seguindo a proporção do depósito do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

“Ela (Dilma) sancionou a lei na terça-feira e hoje, dois dias depois, já o recurso está sendo depositado em todas as contas das prefeituras do Brasil”, afirmou a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, responsável pela articulação política do governo federal.

A ministra coordena nesta quinta-feira a reunião do Comitê de Articulação Federativa (CAF), que conta com 18 ministérios cujas políticas têm maior impacto no âmbito municipal e 18 integrantes de entidades municipalistas. Há previsão de a presidente passar pelo encontro.

A segunda parcela dos R$ 3 bilhões está prevista para ser depositada em abril do ano que vem. O recurso não tem destinação específica e os prefeitos poderão empregá-lo como bem entenderem.

Fonte: Terra



Juazeiro do Norte (CE): Imprudência de condutores transcende instalação de fotosensores e causa perigo na CE 060

O elevado número de acidentes registrado na CE 060, rodovia que liga os municípios de Barbalha a Juazeiro do Norte, gerou uma série de cobranças por parte da população daquela localidade. A insatisfação com a segurança de pedestres e condutores foi atendida e, em ato de resposta, o Departamento Estadual de Rodovias (DER) instalou dois novos fotosensores, defronte a Faculdade Leão Sampaio.

À medida que completa dois meses na próxima semana reduziu consideravelmente o número de acidentes automobilísticos e gerou uma sensação de segurança, principalmente, aos universitários que, outrora, arriscavam suas vidas diariamente na tentativa de cruzar a rodovia. No entanto, em outro trecho da avenida, a falta de educação e prudência no trânsito revela outra face perigosa.

O canteiro central da CE que fica em frente ao Hotel Ingra foi destruído e “transformado” em uma passagem ilegal de motocicleta. Em poucos minutos, nossa equipe de reportagem flagrou inúmeros condutores que arriscam a vida atravessando de um lado para o outro. Os transgressores aproveitam a baixa fiscalização para circularem sem serem punidos. Para a estudante Lícia Souza, somente a instalação de aparelhos eletrônicos não resolverá um problema que é de cunho “social e educativo”.

“No trecho que instalaram o fotosensor resolveu, mas ao longo da rodovia continua da mesma forma. Os carros trafegam em alta velocidade e só param quando tem um sinal ou lombada; e aqui, até já quebraram o canteiro para economizarem tempo e gasolina. Acho que o investimento tem que ser na educação e conscientização no trânsito”, acredita a universitária.

André Costa

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



7 fatos que você ainda não sabia sobre esperma

Você já sabe que muitos espermatozoides estão presentes no esperma, mas sabe qual é o número aproximado de células reprodutoras contidas em cada ejaculação? A resposta é alta: 200 milhões. Surpreso? Então conheça alguns outros fatos bastante interessantes sobre o assunto.

1 – Dieta
O que os homens comem interfere na qualidade e na quantidade do esperma que produzem, sabia? Um ácido conhecido como DHA, encontrado em peixes, principalmente, é tido como um dos grandes responsáveis pela formação de espermatozoides saudáveis. Pesquisas realizadas em 2011 descobriram que esse ácido tem a capacidade de transformar células lentas e de cabeças arredondadas em células mais ágeis e mais bem habilitadas para perfurar óvulos.

Um estudo publicado em 2012 descobriu que homens acima dos 44 anos que consomem grandes quantidades de vitamina C têm 20% menos danos no DNA de seus espermatozoides do que homens que consomem menores quantidades dessa vitamina. Os mesmos efeitos foram observados em quem ingere vitamina E, zinco e ácido fólico. Ou seja: ter uma alimentação equilibrada e rica em alimentos nutritivos como vegetais, frutas e verduras pode melhorar a qualidade do esperma.

2 – Aparência
Você aprendeu e já está acostumado a ver imagens de espermatozoides com uma aparência tradicional, com uma cabeça oval e uma espécie de cauda, certo? Pois é, mas nem sempre essas células são tão padronizadas. Na verdade, apenas um terço da quantidade de espermatozoides produzidos por um homem corresponde à imagem que estamos tão acostumados a ver.

A verdade é que a maioria dos espermatozoides é “desengonçada”, com duas cabeças, caudas curtas ou defeitos no “pescoço”. Pode ocorrer também uma combinação de tudo isso, além de cabeças duplas ou gigantes e várias caudas. Ainda não se sabe o que causa essas alterações celulares, mas elas estão presentes em mais da metade dos espermatozoides.

3 – Outros animais
Agora você já sabe que seres humanos têm células reprodutoras bizarras e deformadas, mas, ainda assim, elas não são as mais estranhas do Reino Animal, já que outros bichinhos por aí têm espermatozoides ainda mais estranhos. Os espermas dos besouros, por exemplo, costumam nadar em pares ou grupos – que chegam a até mais de 100 células – em vez de fazer a jornada por conta própria.

O espermatozoide das toupeiras é superestranho também, sendo que a maioria deles nem sequer é capaz de nadar – apenas 0,1% das células reprodutoras das toupeiras é nadadora.

4 – Descoberta
A primeira pessoa que falou sobre a existência dos espermatozoides foi o holandês Antony van Leeuwenhoek, em 1677. Ele fazia microscópios e costumava estudar estruturas superpequenas, na tentativa de descobrir o que as formava. Foi então que ele fez o primeiro registro de “animais minúsculos que se movimentavam como enguias”, a partir de uma amostra de esperma colhida dele mesmo – o que ele garantiu que era produto de uma “sobra” de um de seus relacionamentos com a esposa, não de masturbação.

5 – Fertilização
Leeuwenhoek foi o primeiro a descobrir a existência de espermatozoides, mas a forma como a fertilização ocorre só foi desvendada em 1879. Antes disso, acreditava-se que os humanos vinham pré-formados, curvados, em miniaturas, dentro dos óvulos ou dos espermatozoides. Alguns cientistas chegaram a alegar que a cabeça dos espermatozoides continha pequenos humanoides, que viriam a se desenvolver no útero, e que as mulheres atuavam apenas como uma espécie de forno para a semente masculina.

6 – Ajudazinha
Espermatozoides são bons nadadores, mas eles recebem um empurrãozinho da progesterona, um hormônio feminino, que estimula essas células a nadarem freneticamente em direção ao óvulo, quase como se fosse um ímã. Essa comunicação entre a célula e o hormônio feminino se dá graças a uma proteína chamada catsper, presente em espermatozoides.

7 – Vozeirão
Já se sabe que mulheres se sentem atraídas por homens com vozes mais grossas e “masculinas”, mas estudos recentes provam que esses homens têm menos concentração de espermatozoides do que os homens com vozes mais altas.

É compreensível que vozes mais profundas e masculinas sejam as preferidas, afinal, elas estão relacionadas aos níveis de testosterona. Contudo, altos níveis desse hormônio podem ser prejudicais à produção de esperma. E aí, você acha que isso faz sentido?

Fonte: Mega Curioso



Crato (CE): Dom Fernando Panico é investigado por estelionato ao vender imóveis da igreja para agiotas

O bispo da Diocese do Crato, dom Fernando Panico, está sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Estado por estelionato, crime que dá de um a cinco anos de prisão, além de multa. O religioso teria vendido imóveis alugados, pertencentes à Igreja, para agiotas.

De acordo com a denúncia feita pelos inquilinos, dom Panico transferiu as 65 casas em cartório para pagar dívidas e, mesmo assim, continuou cobrando e recebendo pelos aluguéis. Além de estelionato, os denunciantes acusam o bispo de ter vendido os imóveis sem respeitar o direito preferencial de compra pelos locatários, como prevê a Lei do Inquilinato. O artigo 24 da lei 8.245/91 é claro ao afirmar que os inquilinos devem ser informados sobre qualquer processo de venda por via judicial, extrajudicial ou outro meio.

A delegada Lorna Aguiar, responsável pelo caso, já ouviu dez inquilinos e espera que os demais prejudicados compareçam espontaneamente para prestar depoimento e, caso não apareçam, serão intimados. O bispo também deve ser convocado para prestar esclarecimentos.

A palavra do Bispo
Quando o escândalo estourou, no mês passado, a Diocese do Crato publicou uma nota comunicando que “o equívoco cometido na transferência de alguns imóveis situados e locados nas ruas Carolino Sucupira, Teófilo Siqueira, Coronel Secundo, Monsenhor Sother e Marcos Macedo foi corrigido”.

A nota dizia ainda que todas as escrituras foram revogadas e que os imóveis voltaram ao patrimônio da diocese. “Tudo se deu através de documentos públicos e registrados, assinados pelas partes em cartório, com o efeito, tranquilizem-se os inquilinos, posto que, serão honrados os contratos de locação firmados.” O comunicado foi assinado pelo próprio dom Fernando Panico e por outros padres e diáconos da Diocese do Crato.

Inquérito sem medo
A delegada Lorna Aguiar está ciente de que sofrerá pressão para não prosseguir com as investigações, mas ela garante que cumprirá seu dever, apurando os fatos. Segundo ela, se durante o inquérito sobre estelionato for confirmado os indícios de formação de quadrilha, a partir do envolvimento de mais de três pessoas da cúria diocesana, como tem sido noticiado, o bispo também será investigado por esse crime.

Até o fechamento desta edição, os correspondentes do Aqui CE no Cariri não conseguiram falar com dom Panico. O inquérito policial deve ser encerrado até o início de outubro.

Fonte: Aqui CE 



Documento sobre o mensalão some na Casa Civil

Documentos com questionamentos da Procuradoria Geral da República (PGR) ao então ministro José Dirceu sobre o mensalão desapareceram da Casa Civil. O órgão informou ao O GLOBO não ter mais em seus arquivos o processo com a tramitação interna do ofício 734/2005, em que o então procurador-geral Cláudio Fontes perguntava a Dirceu, em 13 de junho de 2005, sobre denúncia do deputado Roberto Jefferson (PTB) de pagamento de propina a deputados do seu partido, em troca de apoio político ao governo Lula. Dirceu respondeu três dias depois, por meio do aviso 590/2005.

O GLOBO pediu acesso ao processo por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) e também diretamente à assessoria da Casa Civil. À época do ofício, o subchefe para Assuntos Jurídicos do órgão era Dias Toffoli, atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Quando Dirceu foi questionado pela PGR em outras ocasiões, Toffoli atuou na defesa do ministro, como mostram documentos da Casa Civil aos quais O GLOBO teve acesso.

No mesmo ano em que o mensalão foi denunciado (2005), Toffoli formulou a resposta oficial de Dirceu, quando a PGR abriu procedimento para investigar viagem do ministro a Minas Gerais, para inaugurar o Instituto Minas Cidadania.

A PGR apurava se a viagem, custeada pelo poder público, poderia ter sido realizada com “propósitos eleitorais”. Toffoli também participou da formulação de defesa de Dirceu quando a PGR pediu acesso a documentos de compra com dispensa de licitação na Casa Civil. Atuou ainda quando Dirceu foi convocado pelo Senado para falar sobre a transformação da Infraero em sociedade mista. Ele recusou o convite.

Os questionamentos enviados por Fonteles aos principais envolvidos no escândalo estão na origem do processo do mensalão, que resultou na apresentação de denúncia da Ação Penal 470. No ofício enviado a Dirceu, Fonteles perguntou se ele participara de reunião com Jefferson, na qual o deputado teria lhe contado sobre pagamentos de Delúbio Soares (tesoureiro do PT) a políticos do PTB. “Aconteceu a conversa?”, escreveu Fonteles. “Em caso positivo, a conversa deu-se nos termos postos na reportagem?”, continuou, mencionando texto publicado pela “Folha de S. Paulo” sobre o tema. No aviso 590/2005, obtido pelo O GLOBO na PGR, José Dirceu respondeu de forma lacônica às perguntas. “Não” e “Prejudicada”, respectivamente.

“O documento não tem registro oficial na Casa Civil. Procedemos uma revisão manual, pasta por pasta, folha por folha de todos os avisos do ano de 2005. Ao final desta busca, só podemos reiterar que o citado documento não tem registro de entrada ou de saída na Casa Civil”, escreveu a assessoria da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. O órgão informou que fará consulta formal à PGR sobre o documento.

O GLOBO perguntou a Toffoli se ele auxiliou Dirceu a responder a questionamentos da PGR sobre o mensalão. Fez a mesma pergunta a Dirceu. Os dois informaram que não se manifestariam. No início do julgamento do mensalão, o então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, cogitou questionar a participação de Toffoli , devido à sua condição de ex-advogado de Dirceu e assessor na Casa Civil na época em que o petista teria cometido os crimes denunciados no processo.

Fonte: O Globo



Juazeiro do Norte (CE): Jovem é morto com vários tiros de pistola em suposto acerto de contas

O jovem Almir Rodrigues da Silva Júnior, de 18 anos, conhecido por Almir Júnior ou Júnior Mão de Bala, foi assassinado por volta das 16 horas desta quarta-feira na Rua do Rosário, à altura do número 1044 (Bairro Salesianos) em Juazeiro do Norte. Ele residia na Travessa Manoel Vitorino (Salesianos) e estava sentado na calçada conversando ao celular por trás de um Ford Fiesta de cor preta quando foi surpreendido com a chegada de dois homens em uma motocicleta.

Um deles sacou uma pistola calibre 380 e passou a efetuar os disparos atingindo várias partes do corpo, principalmente a cabeça causando sua morte no local. Segundo o Capitão Adailton, Comandante do Ronda do Quarteirão, a vítima já tinha sido presa para responder por porte ilegal de arma, assalto e tráfico de drogas. O corpo foi levado para necropsia no IML (Instituto Médico Legal) se constituindo no quarto homicídio do mês de setembro e o 93º do ano somente em Juazeiro.

No último dia 5 de junho ele foi preso após ter sido perseguido pela polícia e atirado um revólver calibre 32 com seis cartuchos intactos na direção do telhado da clínica de fisioterapia ABCR quando este se alojou dentro da placa da entidade. Almir ainda era menor e havia estacionado a moto para tentar fugir a pé. Na averiguação da Honda Fan 150 KS preta, ano 2012, os PMs descobriram, a partir do número do chassi, que a placa verdadeira seria HUX-7026 e não HIC-3073 que se encontrava na mesma.

Antes, no dia 7 de fevereiro, ele tinha sido apreendido perto do Posto Urbano (João Cabral) pilotando uma moto Honda 150 de cor prata e placa HXS-1803. Naquele dia, ele e um comparsa abordaram, na Rua São Paulo, um funcionário da Farmácia Samaritana que funciona na Rua Santa Luzia e tomaram o malote da empresa com cerca de R$ 7,8 mil. Nas diligencias, a polícia encontrou a moto com as características da usada no assalto e Almir ainda estava com a mesma roupa que vestia no momento do crime. Ele confessou e a polícia recuperou parte do dinheiro na casa do adolescente.

Demontier Tenório

Foto: Chinês / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



Eduardo Campos diz a Cid Gomes que é candidato à Presidência

Os governadores Eduardo Campos (PE) e Cid Gomes (CE) tiveram uma longa conversa no início desta semana, em Recife, que começou na noite de segunda e varou pela madrugada de terça. No encontro, Eduardo Campos – presidente do PSB – foi franco e revelou sua disposição concreta de ser candidato à Presidência em 2014.

Argumentou que era preciso ter uma segunda candidatura dentro do campo das esquerdas. E acrescentou que fará uma campanha respeitosa na disputa contra a presidente Dilma Rousseff.

Na conversa, Eduardo Campos quis saber se Cid Gomes iria ficar no partido ou se vai sair. Disse que, se ficasse, era para “jogar em parceria”.

Em outra conversa com integrantes do PSB, Eduardo Campos disse que se Cid jogar contra sua candidatura presidencial dentro do partido, ele também irá apoiar outras candidaturas no Ceará.

Por exemplo, passaria a defender o nome da petista Luizianne Lins, ex-prefeita de Fortaleza, para uma candidatura majoritária em 2014. A conversa entre Eduardo e Cid teve testemunhas dos dois lados.

Fonte: Blog do Camarotti / G1



will.i.am - Scream & Shout ft. Britney Spears




Juazeiro do Norte (CE): Em protesto, grupo dorme pela 2ª noite na Câmara Municipal

Um grupo de 30 pessoas permanece há mais de 24 horas acampado no Plenário da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, no sul do Ceará, em protesto contra o chamado "escândalo do sabão", que consistiu na compra de material de limpeza e de expediente em quantidades exageradas pela mesa diretora da Casa. Entre os produtos adquiridos estavam 2,5 toneladas de sabão, 2.500 caixas de fósforo, 312 unidades de óleo de peroba, 33.600 unidades de lã de aço, 215 mil copos de café, 1.428 unidades de água sanitária, 4 mil vassouras e 5 mil sacos para recolher lixo.

Na noite desta quarta-feira, os vereadores entraram em acordo com os manifestantes para que não houvesse remoção do grupo até às 15h de quinta-feira (12), quando haverá sessão na Câmara Municipal. Na sessão, o grupo deverá apresentar a pauta de reivindicação do protesto.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, e os secretários também deverão participar do encontro. Nesta quarta-feira também foi formada uma comissão processante que vai analisar o pedido de cassação do vereador afastado Antonio de Lunga (PSC).

Os manifestantes afirmam que vão ficar acampados no local até que tenham reivindicações atendidas. Entre as exigências, o grupo pede a saída da mesa diretora da Câmara de Juazeiro do Norte e o impeachment do prefeito da cidade, Raimundo Macêdo (PMDB).

Cassação
A Câmara Municipal de Juazeiro do Norte formalizou nesta quarta-feira um pedido de abertura de processo para a cassação do presidente da casa, Antônio de Lunga (PSC). Para que a cassação seja efetivada, é necessário que 14 dos 21 vereadores de Juazeiro do Norte votem pela saída do vereador. Na terça-feira (10) ele foi afastado temporariamente do cargo por 90 dias, até a conclusão das investigações do escândalo.

O relator da comissão processante é o vereador Tarso Magno (PR). Ele tem 90 dias para apresentar um relatório sobre o pedido de cassaçãoo de Antônio de Lunga. Antes disso, o vereador afastado e processado tem 15 dias para apresentar defesa. A comissão vai ter acesso às investigações feitas pela Polícia Civil e pelo Ministerio Público Estadual. O relator disse que deve apresentar o relatorio antes dos 90 dias. O pedido de cassacao precisa passar por votacao no plenario.

Na terça-feira (10), a Justiça determinou o afastamento do presidente da Câmara Antônio de Lunga, por 90 dias, por suspeita de improbidade administrativa Com a decisão, Antônio de Lunga está impedido de exercer a função de vereador. O tesoureiro da casa parlamentar, Ronaldo Gomes de Lira, também foi afastado por suspeita de envolvimento no caso.  Segundo a juíza Ana Raquel Colares dos Santos Linard, da 1ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte, o afastamento deve evitar que o parlamentar tente atrapalhar as investigações.

Em agosto, Antônio de Lunga reconheceu as compras como "exageradas", mas negou que elas sejam ilegais. "As compras foram feitas dentro da legalidade. As notas fiscais originais estão aqui na Câmara e à disposição quem quiser ver as notas fiscais. Não tenho conhecimento de notas frias. Tudo aqui foi feito por meio de licitações" disse, na época. Desde o início do escândalo, Antônio de Lunga tem faltado às sessões na Câmara Municipal e não é localizado pela imprensa para comentar o assunto.

Fonte: G1



Crato (CE): Município aguarda implantação de projetos de crescimento

Este município está prestes a receber uma gama de novos equipamentos que auxiliarão no potencial de crescimento dos diversos setores da economia local. O objetivo é acompanhar o crescimento econômico das principais cidades da Região Metropolitana do Cariri.

O Distrito Industrial é um desses. Em fase de legalização, o equipamento será construído em uma área de 125 hectares, localizada no bairro Vila São Bento. Quando pronto, deverá abrigar indústrias de médio e grande porte. A construção do local é estratégica nos planos do governo cratense que também deseja a criação de novas oportunidades de emprego à população do município. A proposta é atrair o maior número de empresas possível gerando mais vagas no mercado de trabalho.

"Não podemos, ainda, informar quais são as empresas que apresentaram interesse de instalação no município. No entanto, podemos afirmar que a criação do distrito industrial está em processo acelerado e, conforme as expectativas, deverá estar concluído até meados do próximo ano", avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município, Manoel Saraiva de Melo, mais conhecido como Venâncio Saraiva.

Paralelamente, está sendo trabalhada a possibilidade da construção de um Shopping Center na cidade. Um grupo de empresários pernambucanos está realizando um estudo de mercado para tal finalidade. O resultado do levantamento deverá ser avaliado nos próximos 30 dias. Quatro áreas foram apresentadas pelo governo municipal aos empresários pernambucanos. O local escolhido por eles fica próximo ao Centro de Convenções, no bairro Muriti, nos limites entre Crato e Juazeiro do Norte.

Além da construção do shopping, os empresários também manifestaram interesse na construção de um complexo hoteleiro no município.

Outro equipamento que deverá gerar benefícios ao setor econômico é a construção de uma área para instalação de concessionárias de veículos de pequeno, médio e grande porte. Empresas como Ceará Caminhões, JA Distribuidora, Transvale e Conterrânea Scania já foram contactadas. Concessionárias da Ford e da Peugeot confirmaram futuras parcerias.

Ampliação
O setor de serviços também vai ser ampliado. Empresas que atuam nas áreas de transportes, segurança e educação iniciarão atividades nos próximos meses. "Vamos receber duas instituições particulares de ensino superior, duas ou três empresas de transportes e há, ainda, a intenção de uma empresa de segurança iniciar operações em Crato", informa Venâncio Saraiva.

Uma parceria firmada entre o município, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) vai ser responsável pela criação do polo gastronômico. A ideia é gerar oportunidade para a instalação de restaurantes, bares e similares.

Também está em andamento à criação do Polo Metal-mecânico. "Tudo faz parte da construção do Distrito Industrial", avalia o secretário. Conforme ele, "o município já está, inclusive, capacitando à mão-de-obra existente para acelerar o processo de crescimento do setor".

As ações realizadas pela gestão local recebem o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município. O presidente da instituição, Francisco Parente, avalia que a chegada de novas empresas e a expectativa de recebimento de muitas outras, garante o estado de "comércio ativo" no município.

Conforme destaca, os equipamentos que estão sendo construídos pelo município já influenciam positivamente no crescimento de algumas áreas. "Houve, inclusive, crescimento no setor da construção civil e, também, no setor imobiliário", informa. O dirigente também ressaltou a importância da construção futura de um polo calçadista.

"Pelo que fomos informados há, pelo menos, quatro importantes indústrias do setor interessadas em iniciar produção. Com isso, somada as demais ações, garantiríamos a geração de um número considerável de empregos e o aquecimento da economia", avalia.

Mais informações
Prefeitura do Crato
Palácio Municipal Alexandre Arrais
Largo Júlio Saraiva, S/N
Centro
Telefone: (088) 3521.9600

ROBERTO CRISPIM
COLABORADOR 

Fonte: Diário do Nordeste



Lula critica 'bisbilhotice' de Obama sobre Dilma

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas ao governo norte-americano e ao presidente Barack Obama, nesta quarta-feira (11), em São Paulo, ao se referir aos recentes casos de espionagem sobre o governo de Dilma Rousseff e a Petrobras.

"Por acaso pode o Obama ficar bisbilhotando as conversas da Dilma em nome da democracia? Cadê a decisão judicial que permitiu isso?", indagou.

Lula foi um dos palestrantes em evento sobre democracia e combate à fome promovido em um hotel paulistano pela revista "Carta Capital".

Depois que os casos de espionagem vieram à tona, Dilma deixou em aberto a possibilidade de viajar, em 23 de outubro, para os Estados Unidos, onde se encontraria com Obama.

Hoje, o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, conversa com a conselheira de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Susan Rice, em Washington. O chanceler foi pessoalmente cobrar as explicações prometidas por Obama a Dilma sobre as denúncias de espionagem.

Além das críticas à espionagem norte-americana, Lula sugeriu que seja criada uma espécie de "governança global" na qual países de todos os continentes, tais como Brasil e México, na América Latina, e Nigéria, Egito e Africa do Sul, na África, possam participar e tomar decisões.

A medida, defendeu Lula, seria uma estratégia para combater o que ele considera "domínio" dos Estados Unidos e uma aparente inércia de organismos como a ONU (Organização das Nações Unidos) diante de conflitos graves entre nações.

"Que possamos colocar o Obama, a Dilma ou qualquer outro governante em igualdade de condições para a tomada de decisões. A mesma ONU que criou o Estado de Israel [em 1948]: por que não criou também um Estado palestino?", questionou, sob aplausos.

Para o petista, "o mundo não pode ser vítima da decisão de um único país". "Vai saber se não estão ouvindo também o que é dito nesta sala agora", disse, em tom de brincadeira.

Guerra e economia
As críticas de Lula ao governo dos Estados Unidos abordaram também questões relacionadas à Síria e à economia. O ex-presidente sugeriu que a autoria do uso de armas químicas em território sírio, por exemplo, ainda não foi definida. "Fiquei horrorizado com as imagens daquelas crianças atingidas. Mas quem disse quem fez aquilo?", justificou.

Para os Estados Unidos, o autor dos ataques é o governo do presidente sírio Bashar Al-Assad, o qual, por sua vez, devolve a responsabilidade pelos ataques a grupos rebeldes de oposição a ele. "Qual foro decidiu que os Estados Unidos tinham que invadir o Iraque [em 2003]? Onde estava a arma química que os iraquianos teriam usado? Até hoje eu não sei, e o governo americano gastou trilhões de dólares nesta guerra", comparou o petista.

Sobre a 'intromissão' americana na economia mundial --referência de Lula às últimas altas do dólar que vêm influenciando o mercado brasileiro--, o ex-presidente citou o ministro da Fazenda de Dilma ("coitado do Guido Mantega", disse) e novamente lembrou que "os americanos inventaram o dólar" e foram os responsáveis pela substituição do ouro pela nova moeda internacional.

Fonte: UOL



5 experimentos horríveis feitos com seres humanos

Ao longo da história da humanidade, muitas experiências já foram feitas para tentar solucionar alguns problemas ou padronizar pessoas. Hoje, quando analisamos alguns desses experimentos, podemos perceber que, na verdade, eles eram bizarros, cruéis e desumanos. Conheça alguns deles a seguir.

1 – O Estudo Monstro
Em 1939 um experimento de forte influência psicológica foi realizado em Davenport, no estado norte-americano de Iowa, com um grupo de 22 crianças órfãs. O responsável pelo estudo, professor Wendell Johnson, escolheu uma de suas alunas, Mary Tudor, para ajudá-lo e, juntos, eles separaram as crianças em dois grupos, sendo que o primeiro grupo recebia tratamento psicológico positivo, com elogios ao modo como elas as crianças se comunicavam.

O segundo grupo foi submetido a uma conduta negativa, fazendo com que as crianças ouvissem observações cruéis a respeito de si mesmas e da maneira pela qual se comunicavam, fazendo-as acreditar que eram gagas. Com o passar do tempo, eles perceberam que as crianças do grupo negativo chegaram a, de fato, desenvolver gagueira ou problemas de fala.

Essa pesquisa absurda foi mantida em segredo por muito tempo e, quando veio à tona, muitos dos colegas de Johnson não acreditaram que ele fosse capaz de ter esse tipo de postura. A Universidade de Iowa só se pronunciou sobre o assunto em 2001, quando fez um pedido público de desculpas.

2 – A Prisão de Stanford
A experiência conduzida pelo psicólogo Philip Zimbardo, da Universidade de Stanford, em 1971, reuniu estudantes voluntários que topariam viver como se estivessem em uma prisão. Uma parte das pessoas seria responsável pela supervisão do local, seriam os guardas e policiais; outra parte seria formada pelos presidiários.

Com o passar do tempo, Zumbardo observou que muitos dos policiais desenvolveram comportamento sádico e que os presidiários ficavam cada vez mais agressivos à medida que perdiam completamente os momentos de convívio social. Muitos voluntários se retiraram do programa antes do final previsto devido a sérios problemas psicológicos. A pesquisa não chegou a ser concluída por causa das condições psicológicas extremamente abaladas às quais os voluntários se sujeitaram.

3 – Laboratório de veneno
O Serviço Secreto Soviético tinha um laboratório clandestino dedicado a pesquisas de um veneno perfeito, que fosse mortal, não tivesse gosto nem cheiro e não pudesse ser descoberto em uma autópsia.

Para isso, eles faziam testes em prisioneiros inimigos, que eram orientados e “tomar seus remédios” e ficar em observação. Depois de muitos testes, uma “receita” foi aprovada: ela ficou conhecida como C-2 e testemunhas afirmam que as vítimas chegavam a diminuir de tamanho após ingerir a substância, enfraqueciam rapidamente, ficavam calmas e silenciosas e, depois de aproximadamente 15 minutos, morriam. Todas as poções foram testadas em pessoas com diferentes condições físicas e idades, para que se pudesse observar as reações diferentes em cada vítima.

4 – Projeto de Aversão
Você provavelmente se lembra de ter estudado a respeito do Apartheid, que foi uma prática de segregação racial abominável. O que muita gente não sabe é que além das separações de pessoas pela cor da pele que elas tinham, muitas delas sofreram tratamentos completamente abusivos e antiéticos que tinham a intenção de alterar a orientação sexual de supostos gays e lésbicas.

Essas pessoas foram submetidas a verdadeiros métodos de tortura, recebendo remédios para a realização de uma espécie de castração química, além de terapias de choque. O único critério para que as vítimas fossem obrigadas a passar por esse tratamento era que elas aparentassem ter um comportamento homossexual.

Aqueles que não demonstravam estar curados poderiam ser obrigados a passar por cirurgias de mudança de sexo.

5 – Unidade 731
Um laboratório terrível de testes durante guerras civis no Japão e também durante a Segunda Guerra Mundial funcionou aos comandos Shiro Ishii. Os testes realizados nessa unidade eram absurdos e incluíam procedimentos como: dissecação de pessoas vivas, amputação de membros e reimplantação em partes diferentes do corpo, testes com granadas e lança-chamas e outros experimentos ainda piores.

Os prisioneiros recebiam injeções com doenças diversas, para que os efeitos dessas doenças pudessem ser mais bem observados. Além disso, homens e mulheres eram infectados com sífilis e gonorreia, por meio de abuso sexual, para serem estudados.

O pior é que Shiro Ishii nunca foi responsabilizado por seus crimes e viveu sem nunca ter sido preso. Ele morreu aos 67 anos em decorrência de um câncer de garganta.

Fonte: Mega Curioso



F-1: Falta de base, patrocínio e questão emocional atrapalham brasileiros

O fim da união de oito anos entre Felipe Massa e a Ferrari – anunciado esta semana pelo piloto e pela escuderia – significa outra separação ainda mais drástica para o automobilismo brasileiro: pela primeira vez, desde 1968, pode haver um grid de Fórmula 1 sem a presença de pilotos nacionais.

As esperanças recaem no próprio Massa, que busca uma equipe menor mas já tem a concorrência do alemão Nico Hulkenberg  na Lotus – ou a ascensão de outro Felipe, o Nasr, de 22 anos, que disputa a GP2 na Europa. Mesmo que uma das opções se concretize, outro tabu será mantido: desde 2009, com Rubens Barrichello, pilotos brasileiros não vencem uma corrida de Fórmula 1.

Amir Nasr, tio e empresário de Felipe, não tem dúvida sobre o principal motivo da decadência brasileira na mais importante categoria do automobilismo. "Antigamente, um piloto começava no kart e em seguida ia para categorias-escola, como a Fórmula Ford, Fórmula Chevrolet ou Renault. Hoje, não existem mais e o garoto que sonha com a Fórmula 1 precisa se aventurar na Europa ainda sem ter uma base técnica bem formada."

Não é só isso. Questões emocionais atrapalham também. "Meu sobrinho sofreu com isso. Foi para a Europa com 16 anos e sentiu, como todo mundo sentiria, ficar longe da família, dos amigos, da namorada. Vou dar um exemplo bem simples. Ele podia disputar corridas, mas não podia alugar um carro para se deslocar. Tudo isso atrapalha na disputa com outros pilotos. Muitos sucumbem já aí".

Para Carlos Col, engenheiro que dirigiu a Stock Car de 1999 a 2012, transformando a categoria de um reduto de pilotos aposentados em algo muito mais profissional, a falta de categorias escola tende a fortalecer os campeonatos de turismo. "Hoje, um piloto de Stock Car ganha salários de R$ 500 mil a R$ 1 milhão por ano. Há um mercado forte, para pilotos, preparadores de carro, mecânicos. Por que o cara vai se aventurar na Europa se pode ficar aqui. Em vez de gastar, vai ganhar."

Cotado como provável candidato à presidência da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) em 2017, Col diz acreditar que, se algo não for feito rapidamente, não haverá mais pilotos brasileiros para correr na Europa. "A verdade é que as categorias-escola precisam de um grande investimento e não dão um grande retorno. Alguém precisa bancar para que novos pilotos surjam. E quem precisa bancar, sem dúvida, é a Confederação Brasileira de Automobilismo. Essa é a sua função. Caso contrário, vamos seguir o exemplo da Argentina, com o turismo sendo a salvação do automobilismo. Eles lotam autódromos para ver as categorias TC e TC 2000 e nem sonham mais com Fórmula 1"

Nasr concorda, mas com uma agravante. "A situação é mais grave. Se não voltar a haver uma categoria em que pilotos de kart possam fazer sua iniciação, vai faltar piloto até para a Stock, não é só para a Fórmula 1".

Ele cita o exemplo do desenvolvimento do automobilismo alemão. "Nada é por acaso. Os alemães tinham a Mercedes e a BMW e não tinham piloto na Fórmula-1. Criaram, então, uma categoria chamada Fórmula ADAC, que é patrocinada pela confederação deles. É como se fosse uma Fórmula CBA. Isso é anterior ao Schumacher e veja quantos pilotos foram aparecendo, até do time júnior da Mercedes. O Vettel está aí, quebrando recordes e mais recordes. É contra pilotos assim que o garoto brasileiro chega na Europa para competir. É um grande choque".

Cleyton Pinteiro, de Pernambuco, foi eleito presidente da CBA em 2013. Ele concorda com o diagnóstico de Col e Nasr, mas exime sua gestão de culpa. "Vou falar por itens, de forma bem didática. A falta de categoria escola faz mal para o automobilismo brasileiro? Faz. É uma categoria que necessita de investimento e que em pouco retorno? Correto. Precisava ser bancada? Precisava. A CBA é que devia bancar? Correto. Só que não tem dinheiro. Só isso. É necessário mais de R$ 2 milhões por ano e não temos dinheiro. A conta não fecha. Se alguém quiser bancar, eu faço tudo para ajudar".

Pinteiro, Col e Nasr concordam ao apontar outro impedimento para que pilotos brasileiros cheguem à Fórmula 1 "Hoje, em dia, precisa levar patrocinador. Por que o México tem dois pilotos? Porque a Claro, que é mexicana, garante. O Maldonado, da Venezuela, é bom, mas se não fosse o Chavez bancar através da PDVSA, não chegaria lá, não", diz Pinteiro. "Realmente, sem dinheiro não se chega à Fórmula 1. Não basta ter os garotos formados pelas equipes, como Vettel, Hamilton e agora o Ricciardo. Precisa ter dinheiro", lamenta Col.

O exemplo de Nasr é mais ilustrativo. "O Alonso é bom? É ótimo, mas o Santander é melhor. Se não fosse assim, o Alonso iria mostrar sua destreza longe da Ferrari".

Fonte: UOL



Nadar depois de comer é mesmo perigoso?

Sua infância provavelmente foi marcada por alguns alertas tenebrosos que seus pais faziam na tentativa de deixar você livre de qualquer perigo. A verdade é que o mesmo medo que você sentia do bicho-papão era sentido por seus pais cada vez que você teimava em tentar subir no telhado para empinar pipa.

Pais contam histórias mirabolantes para que seus filhos prestem atenção e não corram perigo, mas algumas dessas narrativas acabam passando de geração para geração e se tornam uma espécie de lenda urbana, na qual muita gente acredita sem de fato questionar a veracidade das informações repassadas.

E é por isso que é provável que tanto você quanto a sua mãe tenham a certeza de que ir para a praia ou para a piscina logo depois do almoço faz mal, causa câimbras e pode fazer com que você se afogue ou tenha uma séria congestão. E aí a ideia de que esperar pelo menos uma hora entre uma refeição e um mergulho acabou se propagando por gerações e culturas diferentes. Aqui no Brasil, o conselho popular mais comum é o dar uma hora de intervalo, mas em Cuba a crença é a de que o ideal é esperar três horas.

Nada a ver com a comida
Essa crença de que nadar depois do almoço faz mal não é assim tão sem fundamento. A questão é que nosso estômago exige mais sangue quando está fazendo a digestão e, por isso, acreditava-se que os músculos ficariam pouco irrigados e pudessem ter câimbras. A boa notícia é que o corpo humano tem sangue suficiente para manter os músculos funcionando e dar conta da digestão.

A questão é que, quando você está nadando, se não tiver feito os alongamentos recomendados antes dos exercícios, pode se esforçar demais e, como acontece em qualquer outra atividade física, talvez você tenha algum tipo de câimbra — o que é relativamente comum, na verdade. E isso não tem nada a ver com a comida ou a falta dela em seu estômago.

O importante nessas situações é manter a calma, afinal câimbras podem acontecer enquanto você está nadando, mas elas vão durar pouco tempo e, além disso, o corpo humano tende a flutuar; então, nada de pânico.

Explicações
Muitas dessas crendices se dão porque as pessoas tendem a levar como base alguma situação ruim, na tentativa de evitar que isso ocorra novamente. Por exemplo: se uma pessoa passou mal certa vez depois de comer doce de abóbora, é bem provável que ela relacione o doce ao fato de ter passado mal e que fique anos sem comer qualquer coisa com abóbora, ainda que o doce não tenha tido relação alguma com o mal-estar.

Isso é bem mais comum do que você imagina e ocorre tanto em experiências ruins quanto nas boas, como a pessoa que usa sempre o mesmo boné para ver seu time jogar, já que ela tem uma lembrança de que uma vez o time venceu de goleada quando ela estava usando o tal boné. No caso de nadar depois de comer, é bem provável que haja alguma associação parecida. Mas, de hoje em diante, fique tranquilo: comer e nadar logo em seguida é permitido e não vai fazer mal a você.

Fonte: Mega Curioso



Addthis