Enxaqueca: por que tenho e como posso tratar?

A enxaqueca é um dos muitos tipos de cefaleia (dor de cabeça). Sua ocorrência é bastante comum, mas nem por isso menos preocupante. A pesquisa My Migraine Voice, que contou com 11 mil participantes de 31 países, incluindo o Brasil, mostrou que 60% das pessoas com enxaqueca grave perdem, em média, uma semana de trabalho por mês.

Vamos entender o que é exatamente a enxaqueca.

O que é?
A enxaqueca é uma forma moderada a grave de dor de cabeça. As crises tendem a ser recorrentes e a dor, descrita como latejante, localiza-se em um dos lados da cabeça. Está comumente associada a outros sintomas como náuseas, vômito, sensibilidade à luz ou ao som e, às vezes, perturbações visuais.

O que causa?
A causa exata da enxaqueca é desconhecida, mas existe uma tendência hereditária e, portanto, pode haver um componente genético. Acredita-se que há uma atividade cerebral anormal que afeta os vasos sanguíneos no cérebro, embora não esteja claro como ou por que isso acontece. Muitas pessoas conseguem identificar gatilhos que desencadeiam a enxaqueca. Isso inclui alguns alimentos, especialmente os que contêm tiramina, a cafeína em bebidas ou chocolate, e o álcool.

Como tratar?
Não existe cura para a enxaqueca, mas há tratamentos que podem ajudar. Muitas pessoas acham benéfico tomar analgésicos de venda livre, como paracetamol. É melhor tomá-los ao primeiro sinal dos sintomas, em vez de esperar que a enxaqueca se instale por completo. Se os analgésicos não adiantarem, um clínico geral poderá prescrever um triptano.

O que o paciente pode fazer?
Para muitos pacientes, evitar os gatilhos é a maneira mais fácil de administrar sua enxaqueca. Durante uma crise, a maioria das pessoas acha que se deitar em um quarto escuro e silencioso ajuda. Também é importante perceber quando é necessário procurar socorro imediato. Sintomas como paralisia ou fraqueza em um dos lados do corpo podem indicar que algo mais está se passando, como um acidente vascular cerebral.

Fonte: Seleções

Curta nossa página no Facebook

Brasil é o país que menos valoriza professores, mostra estudo

Um estudo conduzido em 35 países para avaliar o status dos professores na sociedade mostrou que o Brasil é o que menos os valoriza, enquanto a China lidera no reconhecimento aos educadores.

Intitulada Global Teacher Status Index 2018 (ou índice global de status do professor, em tradução livre), a pesquisa foi realizada pela Varkey Foundation, ONG fundada pelo indiano Sunny Varkey em 2010, com o objetivo de melhorar os padrões de educação para crianças carentes.

Os pesquisadores entrevistaram mil pessoas em cada um dos 35 países para identificar como o emprego de um professor dos ensinos primário e secundário era comparado a outras profissões, em termos de valor para a sociedade. Numa lista de 14 ocupações, a de professor ficou em sétimo lugar, na média de todos os países.

China, Malásia, Taiwan, Rússia e Indonésia formam o top 5 da valorização dos educadores. Nos dois primeiros, assim como na Rússia, a importância do professor é equiparada à dos médicos.

Os cinco piores colocados são Argentina (31º), Gana (32º), Itália (33º), Israel (34º) e Brasil (35º). Por aqui, os professores foram comparados aos bibliotecários, em termos de status social.

Os entrevistados foram questionados, ainda, sobre como avaliavam o respeito dos alunos por seus mestres. Nesse quesito, novamente o Brasil teve o pior desempenho: menos de 10% das pessoas acreditavam que os alunos respeitavam seus professores; na China, 80% dos entrevistados afirmavam que havia respeito.

Desempenho ruim também no Pisa
O estudo também traça uma correlação direta entre o status dos professores e o resultado dos países no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). O Brasil, último colocado na valorização dos educadores, é o penúltimo no Pisa entre os 35, estando à frente apenas do Peru.

— Esse índice finalmente traz evidências acadêmicas para algo que sempre soubemos instintivamente: há uma conexão entre o status dos professores na sociedade e o desempenho das crianças na escola. Agora podemos dizer sem sombra de dúvida que respeitar os professores não é apenas um dever moral importante, é essencial para o desempenho educacional de um país — afirmou Varkey, no texto de apresentação do trabalho.

Esta é a segunda edição do Global Teacher Status Index. A primeira, em 2013, foi feita com 21 países, entre eles o Brasil, que já havia ficado em último lugar então — e foi uma das sete nações onde a valorização dos professores caiu no período entre as duas pesquisas.

Em suas conclusões, o relatório da ONG afirma que melhor remuneração e status social para os professores são necessários para alcançar melhores resultados acadêmicos. Também afirma haver uma "forte correlação" entre remuneração e status, ou seja, quanto mais valorizados socialmente, mais bem pagos os profissionais tendem a ser. Por fim, quanto maior o respeito da sociedade pelos professores, mais os pais tende a encorajar seus filhos a seguir na profissão. 

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

Dois suspeitos de roubo a banco morrem em confronto com a PM em Milagres

Dois homens, ainda não identificados, morreram em um confronto com a Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira (29), na Zona Rural de Milagres, na Região do Cariri do Ceará.

Segundo informações da Polícia Militar de Brejo Santo, quatro homens estavam em um veículo de cor cinza roubado. Houve troca de tiros e dois suspeitos morreram. Outros dois conseguiram fugir para o matagal. A polícia afirmou também que um dos mortos usava uma tornozeleira eletrônica.

Ainda de acordo com a polícia, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte. Os policiais apreenderam o automóvel roubado, armas e coletes. 

A Polícia Militar do Ceará informou que um efetivo segue em diligências em busca dos dois suspeitos que entraram no matagal. 

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Confira 7 alimentos que ajudam a prevenir o câncer

Passos simples transformam alimentos comuns da nossa dieta em super alimentos repletos de nutrientes anticancerígenos. Que tal adotar as dicas abaixo para incrementar a sua nutrição diária?

1. Ponha nas vitaminas gomos de toranja rosa
Bater essa fruta refrescante no liquidificador quebra suas paredes celulares e torna o anticancerígeno licopeno mais disponível para ser absorvido pelo organismo. Ponha espinafre também; a vitamina C da toranja (vendida em alguns lugares como grapefruit) ajuda na absorção do ferro das folhas verde-escuras.

2. Cozinhe a cenoura inteira
A cenoura retém 25% mais falcarinol, composto anticancerígeno, se não for picada antes de cozida. Fatiar a cenoura aumenta sua superfície e permite a perda de mais nutrientes na água do cozimento. Já a cenoura cozida é mais nutritiva que a crua, pois o aquecimento ajuda o corpo a absorver mais betacaroteno.

3. Rasgue a alface com antecedência
Um estudo da revista Journal of Agricultural and Food Chemistry verificou que cortar alface romana algumas horas antes de servi-la pode dobrar o conteúdo de antioxidantes.

4. Pique o alho e deixe-o descansar
Maximize os poderosos elementos medicinais desse bulbo aromático (vitamina C e compostos antioxidantes que combatem o câncer) deixando-o descansar dez minutos na tábua depois de picar, amassar ou prensar. Aquecer o alho imediatamente diminui suas propriedades anticancerígenas.

5. Coma laranjinhas kinkan (mas esfregue-as primeiro)
Estudos mostram que o limoneno – óleo essencial presente nessas mini-frutas cítricas – tem propriedades anticancerígenas. Coma umas cinco frutinhas para obter boa dose de vitamina C, carotenos e luteína. Para maximizar o benefício, esfregue as frutas a fim de liberar os óleos e coma-as inteiras (com casca e tudo).

6. Repolho cozido é uma boa opção
Foi demonstrado que a substância química singrina — produzida quando vegetais verdes como o repolho são picados, cozidos, mastigados e digeridos — enfraquece as células cancerígenas e impede sua multiplicação. A singrina é convertida no organismo na substância anticancerígena alil-isotiocianato.

7. Abacaxi previne o câncer colorretal
Dietas que incluem o abacaxi podem diminuir o risco de câncer colorretal, segundo estudos. O abacaxi é rico em fibras, que auxiliam na manutenção do trato intestinal, além de promover uma sensação de saciedade, o que é bem útil em dietas. Aqui estão outros 8 benefícios do abacaxi para a saúde!

Fonte: Seleções

Curta nossa página no Facebook

Crise está próxima e será muito pior que a de 2008, diz economista

A nova crise econômica está próxima, deve ser provocada pelo elevado endividamento das empresas em um cenário de juros subindo no mundo, e os bancos centrais terão poucos instrumentos para conter danos nas economias, afirma Tim Lee, economista e fundador da consultoria pi Economics.

Lee foi um dos poucos nomes que previram a crise iniciada em 2007 e também um dos que alertavam para os problemas que a Turquia enfrentou neste ano.

“É mais uma crise no mercado de crédito corporativo e no mercado de ações”, diz. “Há sinais de alertas. Vamos ter uma crise, e não deve estar muito longe agora.”

A crise pode ser pior que a anterior, pelos poucos instrumentos que os bancos centrais têm à disposição após dez anos de tentativa de estabilização econômica, diz.

Na semana que passou, os prognósticos de Lee ganharam força. O ambiente foi turbulento para as Bolsas globais, em especial para os principais indicadores americanos, que zeraram os ganhos no ano.

Dúvidas sobre a trégua comercial entre Estados Unidos e China amplificaram preocupações de investidores, enquanto a desaceleração econômica global no próximo ano já é dada como certa e a hipótese de uma recessão americana começa a tomar forma no mercado.

Leia a entrevista completa AQUI

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook

Aeroporto de Juazeiro do Norte já tem data para ser leiloado

O leilão dos três blocos aeroportuários - Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste - planejado pelo governo vai acontecer no dia 15 de março de 2019, na Bolsa de Valores de São Paulo, B3.

O valor mínimo de outorga, ou seja, o lance inicial previsto para arrematar os 12 terminais será de R$ 219 milhões, à vista. Ao longo da concessão o valor total da outorga é de R$ 2,1 bilhões. O prazo de concessão será de 30 anos. O investimento previsto para os três blocos, informou o governo, é de R$ 3,5 bilhões.

A mudança para esta rodada de concessões aeroportuárias é que não haverá cobrança de contribuição fixa anual (outorga fixa), somente da parcela variável. Essa contribuição vai considerar a arrecadação de um porcentual sobre a totalidade da receita bruta da futura da concessionária. A cobrança será recolhida anualmente. Assim como ocorreu na rodada anterior de concessões, não há participação da Infraero nas futuras concessões.

Os 12 aeroportos que serão concedidos estão divididos em três blocos: Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. O primeiro inclui os aeroportos do Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba. Para o leilão, o valor mínimo desse lote será de R$ 171 milhões. A previsão é que a outorga total chegue a R$ 1,7 bilhão (outorga inicial mais arrecadação das outorgas variáveis a serem pagas durante a concessão), a serem pagas anualmente. O investimento estimado é de R$ 2,153 bilhões para todo o bloco.

O Bloco Sudeste é formado pelos terminais de Vitória (ES) e Macaé (RJ) e o valor mínimo de outorga à vista será de R$ 47 milhões. O total será de R$ 435 milhões (outorga inicial mais arrecadação com as outorgas variáveis), com pagamentos anuais. O investimento estimado é de R$ 592 milhões para todo o bloco.

Os quatro aeroportos que compõem o Bloco Centro-Oeste são os de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em Mato Grosso. A outorga à vista será de R$ 800 mil e a outorga total será de R$ 9 milhões (outorga inicial mais a estimativa de arrecadação com as outorgas variáveis), a serem pagas anualmente. O investimento estimado é de R$ 771 milhões.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

30 de novembro

1939 – Segunda Guerra Mundial: a URSS invade a Finlândia.
1993 – Estreia A Lista de Schindler, filme de Steven Spielberg.
2004 – O Presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio, anuncia a decisão de dissolver a Assembleia da República e como consequência o governo em funções.

Nasceram neste dia…
1835 – Mark Twain, escritor estadunidense (m. 1910).
1874 – Sir Winston Churchill, estadista britânico (m. 1965).
1955 – Billy Idol, roqueiro britânico.

Morreram neste dia…
1900 – Oscar Wilde, escritor irlandês (n. 1854).
1935 – Fernando Pessoa, poeta português (n. 1888).
1980 – Cartola (foto), sambista compositor e cantor brasileiro (n. 1908).

Fonte: Wikipédia

Vapt Vupt contará com serviço de Whatsapp para atendimento à população

A partir da próxima segunda-feira, dia 3 de dezembro, as unidades do Vapt Vupt no Ceará contam com mais uma forma de atendimento ao cidadão que procura serviços como emissão de documento de identidade ou carteira de trabalho. É o Smartzap, ferramenta corporativa disponível na plataforma WhatsApp. Além de RG e CTPS, o app também informará sobre emissão de CPF e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Ao adicionar o número (85) 98948-8600 na plataforma WhatsApp, as pessoas poderão pedir informações sobre documentação necessária para cada atendimento, sobre agendamento e pagamento de taxas. A ferramenta será totalmente automatizada, com respostas padrão para cada tipo de pergunta e informação.

Para Tadeu Lustosa, coordenador de Cidadania da Sejus, facilitará e tirará dúvidas sobre qualquer unidade Vapt Vupt. “É uma ferramenta de simples utilização, que facilita a vida do cidadão que precisa de informações sobre os nossos principais serviços. Inclusive por ser numa plataforma tão popular quanto o WhatsApp”, explica o coordenador. “Nosso objetivo é reduzir a necessidade do usuário ir às unidades em busca de informações”, pontua.

Inicialmente, a ferramenta disponibiliza informações referentes às dúvidas mais freqüentes dos usuários. A ideia, entretanto, é ampliar essa gama de informações à medida que novas dúvidas sejam identificadas.

Assessoria de Comunicação/Sejus

Curta nossa página no Facebook

Beber 2 taças de vinho por dia reduz risco de Alzheimer

Além de reduzir o risco de contrair doenças cardiovasculares e de desenvolver o câncer, beber duas taças de vinho por dia pode ajudar também o cérebro a eliminar toxinas associadas ao mal de Alzheimer.

De acordo com um novo estudo publicado na revista Scientific Reports, uma ingestão moderada da bebida pode ajudar a reduzir as chances de uma pessoa ter a doença. No entanto, o consumo em excesso tem o efeito contrário.

Os cientistas estudaram os efeitos do álcool em cobaias vivas. Os ratos que ficaram um longo período com um alto nível de álcool no sangue tiveram com as células astrócitos, importantes na regulação do sistema glinfático (localizado no cérebro), mais propensas a inflamações.

Já os camundongos expostos a baixos níveis de consumo de álcool, equivalentes a cerca de dois copos de vinho por dia, tiveram um resultado diferente, com o sistema glinfático mais eficiente na remoção de células ruins – além de diminuir o nível de inflamação cerebral.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

2º Festival Internacional de Máscaras acontece em Crato entre os dias 4 e 8 de dezembro

Em 04 de dezembro, Mascareiros de todos os cantos do Brasil, Portugal, Canadá e África chegam ao Cariri contribuindo com a construção e a difusão das identidades culturais, para colorir mais esse lugar de tantas histórias, durante os quatro dias de atividade que integram o 2º Festival Internacional de Máscaras do Cariri (FIMC).

Co-realizado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, a Vila da Música, a Solibel e o Instituto Dragão do Mar, o FIMC conta com Apoio Institucional da Prefeitura Crato, Prefeitura Juazeiro do Norte, Prefeitura Aquiraz, URCA, e Apoio Cultural do Theatro José de Alencar, Quitanda das Artes, Casa Ninho, o FIMC chega ao Cariri inovando uma proposta artística bastante diversificada e com debates com grandes pesquisadores.

“Nossa proposta é ocupar as cidades por meio de espetáculos, exposições, oficinas, colóquio, desfile de máscaras, encontros, e visibilizar a máscara em sua expansão, investindo na criação, pesquisa e no afeto”, ressalta Dane de Jade, curadora da atividade.

Em sua 2ª edição, que ocorre de 04 a 08 de dezembro, no Cariri, o Festival trará diversos artistas e grupos trazendo em suas bagagens a máscara como principal elemento. Será uma semana inteira voltada ao intercâmbio cultural, reunindo mais de 50 atividades de diversas linguagens artísticas, com grupos de teatro e pesquisadores de todo o país que atuam na área.

O Festival Internacional de Máscaras do Cariri é o único no Brasil em sua linguagem, e se potencializa em intercâmbios, formação e fruição, aliando gastronomia, turismo, economia e desenvolvimento no território Cariri. É resultado de uma parceria com o já tradicional Festival Internacional de Máscaras de Quebec – Masq’alors, no Canadá.

Esta é uma realização da ONG Beatos & Ato Cultural. Com o apoio da Apoio do Senac, IFCE, Sítio Barreiras, Pasárgada Hotel, Cena em Trânsito, Betha Produções, P&C.

Maiores informações:

Assessoria de Comunicação/Secult

Curta nossa página no Facebook

Se está com dor de cabeça, exausto e insônia, coma isto

A maioria de nós pensa que os sintomas que vamos descrever são o resultado de um trabalho árduo. Mas eles também podem ser causados ​​por baixos níveis de magnésio e vitamina K em seu corpo.

Queremos compartilhar todas as informações que você precisa saber sobre esses importantes microelementos. Continue lendo e saiba como se livrar das dores de cabeça indesejadas.

Magnésio

Para que serve:
  • O magnésio está envolvido em pelo menos 300 reações químicas diferentes em nosso corpo. Ajuda a converter os alimentos em energia e a criar novas proteínas a partir de aminoácidos. É usado para aliviar a ansiedade, o estresse e combater a fadiga.
  • O magnésio pode prevenir dores de cabeça frequentes e até mesmo a ajudar a tratar enxaquecas. Sua deficiência diminui os níveis de serotonina, faz com que os vasos sanguíneos se contraiam e afeta o funcionamento dos neurotransmissores. Baixos níveis de magnésio podem levar à depressão e insônia.

Fontes
A dose diária recomendada é de 400 mg para homens de 19 a 30 anos de idade e 420 mg para maiores de 30 anos. Para as mulheres, é de 310 mg para quem tem de 19 a 30 anos de idade e 320 mg acima dessa idade.

Fontes:

- Espinafre
- Nozes
- Arroz integral
- Pão integral
- Peixe
- Carne
- Abacate

Vitamina K

Para que serve:
  • A vitamina K sintetiza as proteínas que são essenciais para a coagulação do sangue e para a interrupção do sangramento. A deficiência desse elemento pode causar hemorragias excessivas ou sangramento.
  • Outros benefícios da vitamina K, apesar de não estarem cientificamente comprovados, incluem a proteção contra a calcificação das artérias e válvulas e um menor risco de desenvolver a doença de Alzheimer e o câncer de próstata.
  • A vitamina K interage com a D para levar o cálcio para os ossos e ajuda a amazená-lo para tornar seus ossos mais fortes. Baixos níveis de vitamina K podem resultar em um maior risco de fraturas.

De quanto precisamos
A dose diária recomendada de vitamina K depende da idade, do sexo e do peso. No entanto, a recomendação geral para adultos é de 0,001 mg de vitamina K por cada quilo de peso corporal.

Fontes:
  • Ervas como manjericão, sálvia, tomilho, salsa, coentro, manjerona e cebolinha.
  • Vegetais de folhas verdes como couve, espinafre, folhas de mostarda, repolho galego, folhas de beterraba, folhas de nabo, agrião, alface romana, alface vermelha, rúcula, aipo.
  • Couves como a de Bruxelas, brócolis, repolho, pak choi (couve chinesa), couve de Saboya e couve-flor.
  • Especiarias como pimenta caiena, paprica, pimenta em pó e curry.
  • Outras fontes excelentes: aspargos, erva-doce, alho-poró, soja, picles, azeite de oliva e frutas secos.

Certifique-se de consultar seu médico antes de tomar suplementos de magnésio e vitamina K, pois o uso excessivo de vitaminas e oligoelementos pode causar efeitos colaterais e interagir com outros medicamentos. Uma dieta saudável e equilibrada pode fornecer mais do que a quantidade suficiente de magnésio e a vitamina K que o seu corpo precisa!

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

11 dicas de um cientista para estimular e manter o cérebro saudável

Treze especialistas se reuniram recentemente, em Washington para discutir a evidência científica das atividades cognitivas ou intelectuais que podem ser realizadas para manter o cérebro saudável durante o envelhecimento.

Os estudiosos de Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Espanha, Suécia, Hong Kong e Argentina foram convocados pelas fundações Age UK, do Reino Unido, e AARP, dos Estados Unidos.

Eles chegaram a uma série de conclusões a partir de evidências científicas sobre como estimular o cérebro e viver melhor, publicadas no Global Council on Brain Health, um conselho internacional de cientistas, profissionais de saúde, acadêmicos e especialistas em políticas públicas.

Único latino-americano a participar do encontro, o neurocientista argentino Facundo Manes, doutor em ciências pela Universidade de Cambridge e reitor da Universidade Favarolo, de Buenos Aires, disse à BBC Brasil que "nosso cérebro muda constantemente" e que é "preciso estimulá-lo para mantê-lo vivo" --caso contrário, ele "morrerá cedo".

Quanto antes forem iniciados os estímulos, melhor será para o cérebro na vida adulta e na idade avançada.

Autor do livro Usar o cérebro - aprenda a usar a máquina mais complexa do universo, há mais de três anos na lista dos mais vendidos na Argentina e traduzido para outros países, entre eles o Brasil, Manes costuma realizar palestras gratuitas para os argentinos, enfatizando a importância da educação para que o cérebro e a memória sejam estimulados.

O cientista argentino diz ainda que o estilo de vida tem forte impacto no nosso cérebro, que está em constante mudança.

A seguir, Manes lista sugestões para estimular o cérebro, em qualquer idade:

1) Propor a si mesmo metas e desafios intelectuais
Metas pessoais ou profissionais e trabalhos voluntários fazem bem ao cérebro. Além disso, ler, escrever ou aprender coisas novas melhoram as conexões cerebrais --o aprendizado de um novo idioma, por exemplo, é desafiador e estimulante para o cérebro. Aprender artes e pesquisar sobre a própria genealogia também são atividades cognitivas. A atividade intelectual deve ser mentalmente estimulante e ao mesmo tempo agradável.

2) Valorizar a vida social
O ser humano é um ser social. Precisamos estar em contato com outros seres humanos, assim como nosso cérebro. Geralmente, as pessoas isoladas morrem antes.

3) Cultivar relacionamentos
Ter vínculos profundos com outras pessoas nos dá mais sensação de bem-estar do que ter fama, por exemplo.

4) Reconhecer seus sentimentos
Como chorar na hora da tristeza ou da dor porque não é possível "se forçar" a ser feliz quando o momento não corresponde. A emoção facilita a consolidação da memória. Na vida nos esquecemos de quase tudo, mas lembramos do que nos emociona, sejam emoções positivas ou negativas. Por exemplo, a maioria das pessoas lembra o que estava fazendo no dia do atentado ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, mas não o que fizeram um dia antes ou depois.

5) Pensar positivamente
Todos temos pensamentos tóxicos, mas alguns têm mais pensamentos tóxicos que outros. Estes veem mais o lado negativo do que o positivo e têm mais tendência a serem depressivos e ansiosos. E isso também afeta o desempenho do cérebro.

6) Não "se aposentar" de tudo
A aposentadoria é um direito de todos. No entanto, uma coisa é a aposentadoria prevista quando chegamos a determinada idade. A outra, bem diferente, é se aposentar do que gostamos de fazer. Não devemos nunca nos aposentar, desistir das atividades que nos dão prazer. Seja escrever, seja lidar com o público. Não importa a atividade, mas manter o cérebro ativo trabalhando naquilo que você gosta.

7) Comer de forma saudável
Ajuda a manter o cérebro em forma. Tudo o que faz bem ao coração também é bom para o cérebro.

8) Praticar esportes regularmente
Alguns esportes têm o poder de unir a memória ativa, o corpo saudável e a vida social. É o caso do tênis, por exemplo, que nos obriga a estar atentos onde a bola vai e a fazer exercício e com outra pessoa. O mesmo caso ocorre com a dança de salão, que exige atenção aos passos e aos parceiros, além de ser uma atividade física.

9) Aprender um idioma
É um mito que os mais idosos não podem aprender um idioma. É verdade que as crianças podem aprender mais rápido, mas isso não significa que os mais velhos não possam aprender.

10) Dormir bem e administrar o estresse

11) Manter o corpo em dia
Controle da pressão arterial, do colesterol, do nível de glicose no sangue, além do ácido fólico, da vitamina B12 e o controle do peso também são vitais para cuidar do cérebro.

Fonte: BBC Brasil

Curta nossa página no Facebook

Secretaria de Saúde do Crato promove Dia D de Mobilização Nacional Todos Contra o Aedes aegypti

A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza nesta sexta-feira (30), o Dia D Nacional de Mobilização Nacional Todos Contra o Aedes aegypti. 

De acordo com a Coordenadora Especial de Vigilância em Saúde, Arlene Sampaio, serão realizadas diversas atividades alusivas ao Dia D de Mobilização Nacional ao Mosquito transmissor de arbovirores como dengue, zika e Chikungunya.

“Iremos realizar ações com o objetivo de mobilizar a população a intensificar suas atividades de prevenção em seus ambientes de trabalho e em suas casas. É importante destacar que essas ações devem ser contínuas, porém nesse segundo semestre, os cuidados devem ser redobrados pois é mais propício a proliferação do mosquito devido às chuvas, que já começaram em nossa região”, alerta Arlene.

A partir das 8h, haverá blitz educativa com adesivações, apresentação de experiências exitosas das escolas e demonstração dos equipamentos de trabalho dos agentes de combate às endemias na Praça Siqueira Campos.

Nos postos de saúde, a partir de 8h, serão disponibilizadas informações sobre prevenção e combate ao aedes. No Bairro Alto da Penha, acontecerá atividade educativa com ênfase na importância dos cuidados no ambiente doméstico.

O dia D é realizado justamente para lembrar a população de não esquecer os cuidados para eliminar os possíveis focos. A Secretaria Municipal de Educação será parceira nas atividades.


Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Universitários são presos em Juazeiro do Norte suspeitos de tráfico de drogas

Pedro Henrique Moraes Sampaio e Samuel Barbalho
Cavalcanti, ambos de 19 anos, são suspeitos de fornecer
drogas na região (Foto: Reprodução)
Dois jovens universitários do curso de Medicina Veterinária foram presos, na tarde desta quarta-feira (28), suspeitos de tráfico ilícitos de drogas no município de Juazeiro do Norte, na região do Cariri. De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos Pedro Henrique Moraes Sampaio e Samuel Barbalho Cavalcanti, ambos de 19 anos, forneciam drogas na região. 

As investigações foram iniciadas após a prisão de uma jovem universitária do curso de Direito no início do mês de novembro de 2018 também por tráfico ilícito de drogas. Os dois vendiam os entorpecentes no atacado e varejo. O público alvo das vendas das drogas eram jovens universitários de classe média e alta. 

Durante diligências, a polícia encontrou na casa de Samuel Barbalho, maconha, balança digital e utensílios para o tráfico. Ele foi preso em flagrante. Ainda segundo a polícia, existia um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro do Norte contra Pedro Henrique.

Os jovens estão presos na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Nesta quinta-feira (29), a dupla foi encaminhada à Cadeia Pública do município. 

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Por que o suicídio não para de crescer no Brasil e quais os motivos?

Primeiro a boa notícia: o Brasil não é um país no qual o suicídio é comum. Somos apenas a 113ª nação no ranking das mortes auto-infligidas – e com uma taxa 5 vezes menor do que o campeão, a Guiana. Agora a notícia não tão boa assim: o suicídio está crescendo por aqui. Dos 172 países que enviam dados à Organização Mundial da Saúde, somente 28 registraram aumento nos índices de suicídio nos últimos anos. E nós somos um deles: a oitava nação com mais casos em termos absolutos. Nossa taxa subiu 60% desde 1980 e contabilizamos 11.821 mortes no último levantamento global em 2012. Se incluirmos as mortes não declaradas na conta, a perspectiva é ainda pior com 30% mais casos e tudo indica que continuaremos subindo no ranking. Mas por quê?

“O Brasil é uma sociedade em ebulição. E sabemos que os números de suicídio aumentam em sociedades com crise política e econômica”, diz o psiquiatra Neury Botega, professor do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Unicamp, um dos maiores especialistas no assunto. “Foi assim nos países da antiga União Soviética antes da implosão do comunismo. E tem sido assim no Brasil”, completa.

Se a crise econômica que assola o país com mais força desde 2015 parece ser um fator recente, a pobreza não é.  O suicídio tem uma forte correlação com a pobreza: 75% das mortes por ocorre em países de baixa e média renda. Dentro do Brasil, acontece o mesmo: os estados que mais registraram aumento de casos estão no Norte e Nordeste – regiões com os maiores índices de pobreza do país.

Às margens do Rio Negro, a 850 km de Manaus, fica São Gabriel da Cachoeira (AM), a cidade onde mais pessoas se matam no Brasil. O município, de maioria indígena, tem um índice de 51,2 suicídios para cada 100 mil, um claro exemplo da vulnerabilidade dessa parcela da população.

Índios apresentam de duas a sete vezes mais chances de cometer suicídio que outros brasileiros: locais de assentamento de comunidades indígenas têm as maiores taxas do Brasil. O ato não se explica com um motivo singular, mas uma soma de fatores que, no caso, incluem conflitos relacionados à demarcação de terras, perda da identidade cultural e falta de acesso à saúde mental.

Na ponta do país, outro gargalo: agricultores no Rio Grande do Sul. “O histórico de suicídios em famílias alemãs, a forma como a monocultura do tabaco vinculado a monopólios industriais ocorre em pequenas propriedades familiares, a depressão ligada ao uso de agrotóxicos, a baixa escolaridade, o endividamento, abuso de álcool, a maior incidência de transtornos mentais e a defesa da honra em uma cultura patriarcal são algumas das condições estudadas”, afirma Botega em seu livro Crise Suicida.

Não à toa, Três Passos (RS) e Três de Maio (RS), municípios cuja principal atividade econômica é a agricultura, estão entre as cinco cidades com os índices de suicídio mais altos do Brasil. Todas da lista têm menos de 40 mil habitantes, o que confirma que o aumento dos casos em cidades médias e pequenas e alerta para a necessidade de prevenção nesses lugares.

Assim, há um fator que, infelizmente, consegue prever a ocorrência desse tipo de morte: a fragilidade social. Além dos povos indígenas e de pequenos agricultores, presidiários e moradores de rua também têm de 2 a 7 vezes mais probabilidade de se matar.

O mesmo acontece com gays e bissexuais, cujas taxas de suicídio são 5 vezes maior do que no restante da população. Enquanto essas pessoas continuarem sofrendo preconceito e não tiverem acesso aos métodos de prevenção – como acompanhamento psicológico e psiquiátrico – nada indica que nossas taxas vão parar de subir.

Fonte: Superinteressante

Curta nossa página no Facebook

Governo Municipal promove readequações e melhorias na Avenida Alan Kardec, em Crato

Pensando na melhoria constante das vias municipais e da cidade como um todo, a Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), está promovendo readequações e melhorias na avenida Allan Kardec, logradouro que liga os bairros São Miguel e Palmeiral.

De acordo com o gestor da Seinfra, José Muniz, a avenida recebeu pavimentação asfáltica, e a iluminação toda em led já está fase de testes “A iluminação compreende as calçadas e um canteiro central, uma praça que recebeu serviços de jardinagem, bancos e brinquedos. Também foi feita uma sinalização horizontal na via para proporcionar melhoria no tráfego de veículos, bem como foi organizado um guarda corpo nas proximidades da linha férrea e um alambrado no entorno das palmeiras. É muito gratificante poder atender uma solicitação tão desejada daquela localidade”, ressalta Muniz.

A Seinfra vem trabalhando com a definição de metas claras e mensuráveis para o desenvolvimento de competências da equipe para alcançar resultados.

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Mande a depressão para bem longe com essas sete atitudes

A depressão está longe de ser uma simples tristeza - é uma doença séria que precisa ser tratada. "Ela ocorre por causa de uma tendência hereditária e algumas substâncias cerebrais em desarranjo, principalmente a serotonina e a noradrenalina", afirma a neurologista Thais Rodrigues, de São Paulo, especialista do Minha Vida. Sentir uma tristeza muito profunda, que não passa, é motivo suficiente para procurar um profissional de saúde mental, que poderá receitar medicação e terapia. Além do tratamento, quem sofre desse mal também pode tomar atitudes que melhoram o quadro da doença. Confira a seguir.

Pratique exercícios físicos 
A saúde da mente começa pelo corpo. "O exercício físico libera endorfinas e aumenta os níveis de serotonina e dopamina, potencializando o efeito antidepressivo do tratamento", explica a neurologista Thais. Além disso, o organismo só funciona adequadamente se estiver com o equilíbrio de fatores físicos, psíquicos e sociais. "Quando algum desses fatores é prejudicado ou beneficiado, os demais sofrem as consequências", diz a psicóloga e terapeuta comportamental Denise Diniz, coordenadora do Setor de Estresse e Qualidade de Vida da Unifesp. Dessa forma, se o paciente com depressão consegue ânimo para se exercitar, também conseguirá melhorar questões psíquicas, tais como a depressão.

Mantenha a agenda em dia
Uma das principais manifestações da depressão é a falta de iniciativa e de vontade para realizar até mesmo tarefas cotidianas, como levantar-se da cama. "Fazer uma agenda e programar o dia ajuda a dar motivação e compensar essa defasagem", afirma Adriana de Araujo, psicóloga e autora do livro "O Segredo Para Vencer a Depressão" (Editora Universo).

No entanto, todo cuidado é pouco na hora de estabelecer as atividades do dia. Adriana conta que fica difícil para o paciente com depressão seguir a mesma rotina de antes da doença. A agenda deve ser realista, de acordo com a capacidade dessa pessoa. "Se os desafios estabelecidos não são cumpridos, a sensação de fracasso aumenta, piorando o quadro da doença", alerta.

Alimente-se bem
Comer demais ou simplesmente não comer é clássico de quem sofre de depressão. Mas manter a alimentação saudável é um passo importante para a recuperação. Thais Rodrigues explica que jejuns prolongados demais ou exageros alimentares modificam a química do corpo, em especial entre aqueles que abusam de carboidratos simples, como doces, em busca de conforto. "Isso provoca variações bruscas nos níveis de glicemia, insulina e serotonina", diz a neurologista. O indicado pela especialista é comer a cada três ou quatro horas, preferindo carboidratos integrais e alimentos com triptofano, um aminoácido que ajuda na produção de serotonina. Exemplos desses alimentos são: leite, carnes magras, banana e nozes.

Fuja do álcool
Embora a sensação inicial causada pelo álcool seja de relaxamento e euforia, o sentimento dura pouco. "Depois que esse efeito passar, a pessoa precisará consumir mais álcool, existindo o perigo do abuso e até do vício", alerta a neurologista Thais.

Volte a ver beleza nas pequenas coisas
"Quando você resgata uma coisa menor, torna mais fácil aproveitar coisas maiores", aconselha a psicóloga Adriana de Araújo. Volte a observar as coisas simples do dia a dia, ou seja, tente admirar uma flor, o gosto de uma comida, apreciar uma caminhada de 10 minutos, olhar o pôr-do-sol, entre outras distrações. ?A depressão tira a atenção das coisas belas e prazerosas da vida, então você tem que reaprender a focar no que não consegue ver por causa da doença?, afirma a profissional.

Ocupe-se com atividades divertidas
A partir do momento que as pequenas belezas da vida estiverem mais evidentes, fica mais fácil recomeçar a encarar atividades que um dia já foram divertidas. Se isso não parece animador, então procure novas diversões. Busque novidades, aprenda coisas novas e prazerosas, viaje, fuja das notícias ruins e das pessoas negativas. "Evitar a exposição, na medida do possível, a informações negativas e aumentar as positivas ajuda muito", aconselha a neurologista Thais Rodrigues.

Reconquiste uma boa noite de sono
Pessoas com depressão, geralmente, dormem demais ou não conseguem pegar no sono. Segundo a neurologista Thais Rodrigues, isso ocorre devido a alterações nos níveis de serotonina e noradrenalina, hormônios que regulam o sono. "O problema é que o sono é essencial para o cérebro regular novamente esses hormônios e amenizar os efeitos da depressão", afirma. Se o problema for falta de sono, a psicóloga Denise indica exercícios de respiração, que relaxam e facilitam o adormecer. Se dormir demais for o problema, a psicóloga Adriana recomenda pedir a alguém próximo que o desperte quando achar que você está passando da conta.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Educação do Ceará é destaque em evento no Reino Unido

Mais de 60 representantes da administração pública
debatem sobre os desafios da gestão de pessoas e da
educação brasileira para os próximos quatro anos
(Foto: Ascom/Gabgov)
A Universidade de Oxford, no Reino Unido, abriu as portas para o reconhecimento das políticas educacionais no Ceará. Os avanços do Governo têm sido referenciados durante o Encontro de Autoridades que reúne, até o dia 30 de novembro, 65 governadores, parlamentares, especialistas, empresários e terceiro setor para debater proposições para traçar caminhos para melhorar a gestão e a educação públicas. O secretário chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista, e a vice-governadora, Izolda Cela, participam do encontro como representantes oficiais Governo do Ceará.

O encontro é promovido pela Fundação Lemann e conta com o apoio da Fundação Brava e da Blavatnik School of Government da Universidade de Oxford, com abordagem na administração e na agenda educacional brasileira. A primeira parte do fórum abrange a gestão de pessoas no setor público, considerada fundamental para que governos possam entregar serviços de qualidade à população. Entre os gargalos brasileiros apontados estão atração, retenção e desenvolvimento das pessoas mais preparadas para atuar em cargos de liderança governamental. De acordo com Élcio Batista, “a ideia central é construir uma cultura de valorização da meritocracia e, por conseguinte, de transformação institucional no Brasil. São dias de muito aprendizado e de compartilhar experiências com outros países”, afirma.

O segundo vetor da programação aborda as prioridades em educação, aprofundando temas centrais para o avanço da educação pública brasileira nos próximos quatro anos. Entre os desafios apontados pelo secretário estão a carreira docente, formação de professores na implementação de novos currículos alinhados à Base Nacional Comum Curricular e a tecnologia como viabilizadora de reformas educacionais em escala. “O Governo do Ceará, liderado pelo Governador Camilo Santana, está alinhado com esta agenda e tem implementado iniciativas que convergem para a agenda de modernização da administração pública”, destaca.

A agenda conta com palestrantes como Barbara Bruns (Centro para o Desenvolvimento Global, EUA) Evan Marwell (CEO da Education Superhighway, EUA), Cristián Cox (Ex-Diretor do Programa de Melhoria de Qualidade e Equidade da Educação Básica no Ministério da Educação do Chile) e Ju-Ho Lee (Ex-Ministro da Educação, Ciência e Tecnologia, Coréia do Sul). Destaque na programação, a fundadora e presidente-executiva do movimento Todos Pela Educação, Priscila Cruz, é uma das palestrantes convidadas para o evento. Graduada em Administração (FGV) e Direito (USP) e mestre em Administração Pública (Harvard Kennedy School), Priscila mestre em Administração Pública (Harvard Kennedy School), foi coordenadora do ano do voluntariado no Brasil e do Instituto Faça Parte, que ajudou a fundar.

Assessoria de Comunicação/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

29 de novembro

1782 - A Grã-Bretanha assina acordo preliminar em Paris, reconhecendo a independência dos Estados Unidos.
1807 - A família real portuguesa embarca com destino ao Brasil aquando das Invasões Francesas.
1888 - O físico alemão Heinrich Hertz prova a existência da radiação eletromagnética.

Nasceram neste dia…
1874 - Egas Moniz, médico e político português (m. 1955).
1898 - Clive Staples Lewis, escritor britânico (m. 1963).
1932 - Jacques Chirac, político francês.

Morreram neste dia…
1314 - Filipe IV de França (n. 1268).
1960 - Otávio Mangabeira, engenheiro, professor e político brasileiro (n. 1886).
2001 - George Harrison (foto), guitarrista britânico (n. 1943).

Fonte: Wikipédia

Documentário gravado no Crato é premiado em Londres

O correspondente do SBT em Londres, Sérgio Utsch, ganhou o prêmio de melhor documentário independente com o curta “O menino que fez um museu”, concedido pela Associação de Correspondentes em Londres. 

O documentário conta a história de um menino de onze anos que vive no distrito de Dom Quintino, em Crato, no Ceará, e que criou um museu dedicado ao músico Luiz Gonzaga. O filme mostra o Brasil pelo olhar do garoto Pedro Lucas e fala sobre preconceito, orgulho e migração.


Curta nossa página no Facebook

Fogos de artificio: confira 7 dicas para cuidar do seu cão na virada do ano

No réveillon, a gente se diverte, mas os cães em geral não são fãs da barulheira dos fogos de artifício, e muitos se sentem completamente aterrorizados. Como, então, fazer com que os nossos amiguinhos se acalmem, pelo menos um pouco, nessas situações? Confira algumas dicas:

1- Por medida de segurança, mantenha o cão sempre com coleira e placa de identificação com o nome dele e telefone de contato.

2- No cotidiano, ao ouvir fogos ou trovões, faça festa, jogue bolinhas e/ou ofereça petiscos atraentes, como um brinquedo com fruta amassada, de preferência antes do susto maior. Isso tudo transmite tranquilidade e segurança para o cão e faz com que ele se acostume com esse tipo de situação.

3- Na virada de ano (e em datas em que se esperam muitos fogos), evite deixá-lo sozinho. Se isso não for possível, certifique-se de que não há janelas ou portas abertas, por exemplo, ou qualquer outra passagem por meio da qual ele possa tentar escapar em caso de desespero.

4- Ofereça um local seguro, na parte de dentro da casa, preferencialmente com uma música que consiga abafar o barulho dos fogos. 

5- Já existe no mercado brasileiro, no formato de difusor elétrico, uma versão sintética do feromônio que a mãe libera naturalmente para acalmar seus filhotes após o nascimento e deixá-los mais tranquilos e relaxados.

6- Outra opção interessante é envolver o cão em uma combinação de tecido de algodão e fibra elástica. É leve, flexível e funciona aplicando uma pressão branda, delicada e constante em volta do corpo do cachorro, como se fosse um abraço. Esta pressão é capaz de afetar o sistema nervoso de um animal ansioso, acalmando-o e fazendo com que seus músculos relaxem.

7- No caso de cães com histórico de reações muito fortes nessas condições, converse com o(a) veterinário(a) sobre a possibilidade de usar medicação para amenizar esse sofrimento. Hoje existem inclusive tratamentos mais naturais, que vêm obtendo bons resultados.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook

Conheça os sintomas anormais de ansiedade que você não pode ignorar

Você tem notado que está mais ansiosa que o normal? A ansiedade torna-se um distúrbio, quando lhe atrapalha em seus afazeres do cotidiano, e quando ocorre em momentos ou situações em que não deveria acontecer. Os distúrbios de ansiedade são um dos distúrbios psiquiátricos mais comuns e presentes em uma boa parte da população.

O que é a ansiedade?
A ansiedade é um acontecimento ou sintoma de proteção ao ser humano, age como atuante para manter a mente alerta e pronta para um acontecimento, proporciona o estímulo para o indivíduo preparar-se de maneira adequada, como em momentos de um encontro, uma prova ou uma nova experiência, como uma seleção de emprego.

A ansiedade pode surgir de várias formas, pode surgir como alerta de pânico, gradualmente ou inesperadamente, com uma notícia ou nova informação. A ansiedade pode persistir e permanecer mesmo quando algo já aconteceu, como a morte de um parente próximo.

Pode durar minutos, semanas, meses ou anos, ela pode ser leve ou grave.

A ansiedade normal
Esse tipo de ansiedade é encontrado em situações difíceis, que testam nossos limites a respostas rápidas, apresenta sintomas físicos como:
  • Dor de barriga
  • Sudorese
  • Inquietação
  • Palpitações
  • Aperto no peito
  • Dores de cabeça

A ansiedade anormal
Conhecida também como ansiedade patológica, ocorre e deixa o indivíduo paralisado diante da informação ou experiência; atrapalha completamente a iniciativa de resolver a questão; impede que a pessoa se prepare diante da situação e traz prejuízos emocionais e talvez até psicológicos; passa uma sensação de incapacidade.

Principais distúrbios

Ataque do pânico – São pavores de muitas coisas, como de morte eminente, perda de controle das emoções. O ataque começa e vai crescendo de modo acelerado, a pessoa tem o desejo de fugir ou lutar. O ataque do pânico pode desaparecer na mesma hora em que o objeto de seu medo ou pavor sumir da sua frente ou pode levar à exaustão nervosa.

Transtorno obsessivo compulsivo (TOC) – São obsessões de pensamentos, ideias, sentimentos, impulsos, o mais comum é quando há compulsão por limpeza extrema.

Agorafobia – Medo de ambientes abertos ou de lugares fechados, medo de multidão, filas, trem, de se distanciar de casa, avião, qualquer lugar que dificulte ou dê a falsa impressão de que não vai poder ser socorrido, é uma extensão do ataque do pânico.

Fobia social – É o medo de comer, falar, escrever, beber, qualquer situação que o exponha publicamente e que lhe traga inquietação e vergonha de parecer ridículo.

Fobia generalizada – É a preocupação exagerada, ocorrida praticamente todos os dias sobre quase tudo que envolve esse indivíduo e que dura mais de 6 meses, os sintomas são:
  • Fadiga
  • Irritabilidade
  • Falta de concentração
  • Dificuldades para respirar
  • Tensão muscular
  • Insônia ou sono de má qualidade

Tratamentos
Para o distúrbio de ansiedade, os tratamentos podem ser feitos com medicação, como antidepressivos ou benzodiazepínicos ou também com psicoterapia comportamental.

Doenças que podem causar ansiedade
  • Distúrbios cardiovasculares (insuficiência cardíaca, arritmias)
  • Infecções cerebrais
  • Distúrbios endócrinos (hiperatividade das glândulas tireoide ou suprarrenal)
  • Distúrbios respiratórios (asma, doença obstrutiva crônica do pulmão)
  • Drogas que podem causar ansiedade

O distúrbio de ansiedade, também, pode ocorrer por uso prolongado de drogas legais ou ilegais, como:
  • Cafeína
  • Álcool
  • Cocaína, maconha, entre outras drogas
  • Medicamentos controlados

Fonte: Contioutra (Via Família)

Curta nossa página no Facebook

Artista cratense transforma lixo em instrumentos musicais

Aécio de Zaira coordena projeto sociocultural no terreiro
da própria casa, na cidade do Crato (Foto: Jr. Panela)
Nas primeiras letras do nome de registro, Aécio já carrega consigo uma sequência de notas musicais. "A é Lá; E é Mi; C é Dó", destrincha, enquanto manipula um dos instrumentos fabricados por ele na casa-oficina em que reside no Crato. De Zaira foi o "sobrenome" que escolheu, emprestado da filha Iara. Com DNA cearense, o luthier apresenta-se humoristicamente como "carioca da beira do Rio Granjeiro". É desse curso d'água que passa por de trás do seu quintal, que ele retira o material para a construção de rabecas, violas, tambores, entre outras peças inventadas com a criatividade de quem cresceu no sertão, terceiro de dez irmãos, logo, sem tantos recursos.

O apreço pela arte veio da base. A mãe era cantora e atriz; o avô, violeiro. Sendo assim, não foi difícil que, aos 8 anos, Aécio já começasse a construir as próprias engenhocas musicais. O "violão de tala", feito com palha de coqueiro, foi a primeira delas. "Minha mãe dizia que ele durava pro resto da vida e mais seis meses", lembra entre risos. "Se não molhar e não queimar, ele nunca se acaba. Tenho peça de 20 anos guardada", conta o luthier.

Desde a infância, o cratense já enxergava a possibilidade de ganhar algo com essas "invenções", e olhe que ganhava mesmo. Ele trocava as peças que fabricava por moedas ou até mesmo biscoitos. E enquanto uns riam de mãos abanando, ele comemorava com seus "courinhos de rato" no bolso, como se refere a dinheiro até hoje.

Formação
Estudar naquele tempo era coisa rara. Aécio trabalhava como jardineiro para a professora, em troca do fardamento e da mensalidade, mas não prosseguiu no percurso da alfabetização, deixando a escola no primário. Nas ruas, porém, continuava estudando formas de transformar o que encontrava em instrumentos musicais.

As rabecas são os instrumentos que Aécio de Zaira
mais fabrica para venda atualmente Foto: (Jr. Panela)
Aos 12, construiu o primeiro violão de madeira. "Eu era tão desorganizado, não sabia nem o que era um violão, tanto que botei só quatro cordas. E a madeira era tão pesada, que tinha que ser duas pessoas pra pegar", lembra entre risos. Tocar era outra coisa distante. De vez em quando, aproveitava a presença dos colegas do pai que vinham beber em sua casa para aprender uma nota ou outra. A ida para São Paulo, onde viria a morar durante 14 anos, traria mais amadurecimento musical. No tempo que passou no Sudeste, fez mais de 40 cursos. Formou-se carpinteiro, marceneiro, pintor, mecânico, e também estudou música.

Em São Paulo, chegou a tocar com nomes referenciais, tais como Luiz Melodia, e quase viajou para fora do País, mas preferiu retornar à terra natal. De volta à região do Cariri, e com muita experiência na bagagem, o então luthier começou a vender instrumentos bem finalizados, negócio que vem sustentando a família há duas décadas.

Sustentabilidade
A arte pela arte, porém, nunca foi a intenção de Aécio de Zaira. Conectado à sua criação está um trabalho de cuidado e preservação do meio ambiente. "Todos os materiais eu encontro no lixo. Até eu tava lá", brinca. "Nesse rio, descendo aqui, já vi oito portas estragadas. As pessoas colocam dentro do rio pra entupir. Aí eu pego trago pra cá, tiro a parte estragada, e a outra parte, se eu vejo que dá pra fabricar um instrumento, eu fabrico", detalha. Faz o mesmo com outros móveis que encontra. Assim, todos os instrumentos com sua marca têm origem em materiais que reaproveita.
aécio de zaira

Imitador de sax, Apollo 11 e Tartaruga Som são algumas das invenções dele nomeadas a partir das características estéticas ou sonoras que as obras apresentam. Até mesmo tambor sem pele animal Aécio fabrica. "Eu sempre fui contra sacrificar os animais. Aí a gente coloca uma borracha de chinelo, parafuso. O som é perfeito. É feinho, mas parece com nós", diverte-se.

Não é sozinho que o artista desenvolve tudo isso. O auxílio da família (ele tem até um filho músico, Jorge) de amigos e de crianças que atende por meio de uma ação sociocultural que coordena no terreiro da própria casa, fortalece a criação diariamente.

Social
Com o Projeto Cultural Edite Mariano (Procem), nome da sogra, o luthier e a esposa, Tereza, oferecem aulas de música, maracatu e fabricação de instrumentos para cerca de 40 crianças nos fins de semana, além de um sopão para as pessoas mais carentes, um sábado por mês, há 22 anos.

O luthier ensina semanalmente às crianças do bairro a
percorrer um caminho musical (Foto: Jr. Panela)
Aos 62, Aécio de Zaira queria mesmo era ter 65 para já poder se aposentar e, com o dinheiro, investir em melhorias no quintal de casa para poder receber mais gente. "Nós estamos lutando para cobrir esse espaço, que é o balcão onde ficam os instrumentos e as oficinas. Quando chove, molha tudo. Aí lá embaixo é o sol. Aqui não é lotado de criança, porque a gente não tem onde colocar. Na semana, não tem estrutura, não tem lanche", desabafa.

Toda a renda vem da venda de instrumentos, cujos preços podem variar de R$ 50 (pau de chuva) até R$ 1.000 (rabecas), além de cachês de apresentações. "Gostaria que as autoridades vissem mais a gente, conhecessem mais, viessem procurar, até porque se eu tivesse um salário como muitos têm, de mestre da cultura, facilitava pra gente trabalhar", aponta. Inscrito no último edital da Secult pelo colega de trabalho Zé Airton, o cratense ficou entre os classificáveis, mas, assim como ele, muitos estão na fila.

A quem passa pelo seu quintal, no bairro Zacarias Gonçalves, ele transmite um pedido: "ajude nem que seja só com a vibração". É que também aprendeu com a mãe que "a troca é tudo". E amor é a primeira coisa que o artista tem para oferecer.

Exposição
Desde o dia 16 de novembro, o luthier cratense está com a exposição “Cordas – Aécio de Zaira” exposta na unidade Sesc do Crato (Rua André Cartaxo, 443, Palmeiral). A abertura aconteceu durante a Mostra Sesc Cariri de Culturas, encerrada no último dia 20. Rabeca, violino, viola, violoncelo, alaúde, harpa, lira, violão grego, guitarra havaiana, contrabaixo e instrumentos de cabaça são algumas das obras que figuram na exposição. Ela ficará aberta à visitação até o final de dezembro, de segunda a sexta, de 8h às 20h; e aos sábados, de 8h30 às 12h. 

Serviço:
Oficina de Aécio de Zaira 
Endereço: Avenida José Horário Pequeno, 39, Bairro Zacarias Gonçalves, Crato, Ceará. 
Contato: (88) 99649.3268/ aeciodezaira@gmail.com 

ROBERTA SOUZA
REPÓRTER

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Câmara Municipal de Lavras de Mangabeira concede título de cidadão a Fernando Santana

Na noite desta terça-feira (28), o deputado estadual eleito Fernando Santana recebeu na sede da Câmara Municipal de Lavras da Mangabeira o título de cidadão lavrense.

"Muito me honra, mais acima de tudo me faz entender toda responsabilidade que tenho em trabalhar ainda mais, com coragem e determinação para defender os interesses dos irmãos lavrenses. Quero agradecer aos vereadores que votaram e em especial, vereador Tenta Olegário pela indicação deste honroso título. Minha gratidão aos que puderam prestigiar este momento, tantos amigos e amigas do município de Lavras e de outros municípios", concluiu Fernando em forma de agradecimento.

Curta nossa página no Facebook

Crato recebe certificado Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa

Edivania Costa Gonçalves, Secretária do Trabalho e
Desenvolvimento Social do Crato
(Foto: Divulgação)
A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS), está participando do Seminário Nacional Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa. O evento começou na última segunda-feira, 26, indo até o próximo dia 28.

Promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o encontro nacional reúne cerca de 250 gestores que atuam em favor da pessoa idosa, entre eles, a gestora da SMTDS, Edivania Costa.

No primeiro dia do evento, segunda-feira, dia 26, cerca de 300 municípios receberam o certificado por terem aderido à estratégia do MDS, o Crato, através do compromisso assumido pelo prefeito Zé Ailton Brasil com a pessoa idosa, foi contemplado com essa certificação. “Temos o objetivo de proporcionar um envelhecimento saudável, participativo, ativo e sustentável para as pessoas idosas do nosso município, algo que fazemos com muito amor e dedicação desde o início da atual gestão. Nós da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social temos a pessoa idosa como prioridade, ofertamos além de atividades diversas semanalmente, dentre atividades socioeducativas, culturais, esportivas, lazer, participação social e o que há de melhor em cada um que compõe a equipe: nosso carinho, respeito e atenção”, destacou.

A Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa é desenvolvida pelo MDS em parceria com os ministérios da Saúde e dos Direitos Humanos, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Decon reúne 60 farmácias de Juazeiro do Norte para discutir cumprimento da legislação

Foto meramente ilustrativa
O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da unidade descentralizada do Decon em Juazeiro do Norte, realizou nesta terça-feira (27), um simpósio para debater a regularidade das farmácias localizadas na região do Cariri. O evento reuniu representantes de 60 farmácias de Juazeiro do Norte e, segundo a promotora de Justiça Efigênia Coelho, coordenadora Regional do Decon Juazeiro, será construída uma Recomendação que norteará a regularização dos estabelecimentos farmacêuticos de 21 municípios caririenses.

O simpósio também contou com a participação do promotor de Justiça do Decon Crato, Thiago Marques, e de representantes das farmácias, do Conselho Regional de Farmácia (CFR/CE), da Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Amaju), da Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e da Associação de Defesa das Pessoas com Deficiência (Andare).

No encontro, cada instituição explanou acerca da legislação referente à sua área, como: a presença de um farmacêutico durante todo o horário de funcionamento dos estabelecimentos, o Certificado de Conformidade do Corpos de Bombeiros (CCCB), licenciamento ambiental – para as farmácias que oferecem serviços ambulatoriais ou de manipulação de medicamentos, Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, venda de psicotrópicos, acessibilidade, dentre outros.

A minuta de uma recomendação será construída e compartilhada com todos os participantes do Simpósio e o documento final será enviado para os promotores de Justiça de Defesa do Consumidor das 21 Comarcas que integram a área de abrangência do Decon Regional, para implementação. A promotora de Justiça informa, ainda, que haverão fiscalizações por amostragem e com base em denúncias, para verificar o cumprimento da recomendação futuramente expedida.

No início de outubro, o Decon fiscalizou  mais de dez farmácias em Juazeiro do Norte, destas, três foram interditadas – uma parcialmente – e as demais estavam fechadas no momento da fiscalização, pois a notícia já havia espalhado pelo município.

Assessoria de Imprensa/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Addthis