MPCE e Polícia Civil deflagram Operação Conexus que investiga possível cartelização de postos de gasolina no Cariri

Na manhã desta quinta-feira (09/08), o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e a Polícia Civil do Ceará deflagraram a Operação Conexus, que cumpriu 80 mandados de busca e apreensão, tendo como alvo 40 postos de combustível e respectivos proprietários, representantes legais e gerentes, após decisão judicial deferindo o mandado. Entre o material apreendido, há mais de R$ 500.000,00 e, no mínimo, quatro armas de fogo. Desde o ano passado, o MPCE investiga a possível cartelização de postos localizados na região do Cariri, principalmente nas cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte.

Após o cumprimento dos mandados, será feita análise do material colhido e dada continuidade à investigação. São titulares do Procedimento Investigatório Criminal os promotores de Justiça Juliana Silveira Mota, André Luiz Simões Jácome, Francisco das Chagas da Silva, Nivaldo Magalhães Martins, Rangel Bento Araruna e Thiago Marques Vieira. Deram apoio à operação os promotores de Justiça Flávio Corte Pinheiro de Sousa, Gustavo Henrique Cantanhêde Morgado e Saul Cardoso Onofre de Alencar.

Mais informações em breve.

Assessoria de Imprensa/MPCE

Curta nossa página no Facebook

Smartphones são 10 vezes mais sujos do que um vaso sanitário, confirma estudo

Você costuma fazer refeições enquanto mexe no celular? Alguns novos estudos provavelmente farão com que você mude de hábito. Pesquisadores da Universidade de Tartu, na Estônia, identificaram em dispositivos móveis de estudantes do ensino médio mais de de 17.000 cópias de genes bacterianos.

Outro estudo, realizado por pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, sugere que os aparelhos carregam dez vezes mais bactérias do que um vaso sanitário, já que esse ambiente é limpo com maior frequência.

Portador de micróbios
De acordo com uma nova pesquisa da Deloitte, empresa de consultoria, os americanos checam seus aparelhos cerca de 47 vezes por dia em diversas situações – a caminho de casa, no elevador, na mesa do trabalho, na mesa de jantar e até mesmo no banheiro, o que oferece muitas oportunidades para a proliferação de micro-organismos no celular.

Os cientistas ainda não sabem ao certo como esses micróbios chegam aos aparelhos celulares, mas uma pista pode estar na forma como os utilizamos. “As pessoas estão sempre transportando seus telefones, mesmo em situações onde eles normalmente lavariam as mãos antes de fazer qualquer coisa, então eles tendem a ficar bastante nojentos”, explicou Emily Martin, professora de epidemiologia na Escola de Saúde Pública da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, à versão on-line da revista americana Time.

Contaminação
A própria pele humana é naturalmente coberta de micro-organismos que, normalmente, não representam perigo à saúde. Esses micróbios, junto com a oleosidade da pele das mãos, são transferidos para o aparelho toda vez que mexemos nele. O estafilococos (Staphylococcus) pode estar presente, por exemplo, mas não é tipicamente o tipo de bactéria que causa infecção.

Por outro lado, outras bactérias podem apresentar risco. Alguns estudos indicaram patógenos mais graves presentes nos celulares, como estreptococos (Streptococcus), MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina) e o E. coli (Escherichia coli). Esses micro-organismos, segundo Susan Whittier, diretora de microbiologia clínica do Hospital Presbiteriano de Nova York, apesar de não serem capazes de deixar uma pessoa doente automaticamente, podem ser perigosos dentro do organismo.

Vírus também podem se espalhar pelo celular quando uma pessoa doente o utiliza, podendo infectar outros possíveis usuários. “Nós não vivemos em um ambiente estéril, então uma superfície contaminada pode representar risco”, disse Susan.

Como limpar seu celular
A melhor forma de evitar possíveis contágios é com a prevenção – lavar as mãos e manter o aparelho longe de locais contaminantes. O pior local para usar o celular, de fato, é o banheiro. Quando a descarga é acionada, os coliformes fecais se espalham para todos os lugares, inclusive o telefone. “Levar um telefone celular para o banheiro é como não lavar as mãos depois de fazer as necessidades”, disse Emily. “É o mesmo nível de preocupação.”

Para desinfetar o aparelho, existe uma técnica que pode ser feita uma vez por mês. Muitas pessoas utilizam tecido de microfibra para limpar as superfícies, o que pode ser o suficiente, mas para uma limpeza mais completa os especialistas recomendam uma combinação de 60% de água e 40% de álcool isopropílico, frequentemente utilizado na higienização de componentes eletrônicos. Basta molhar um pano com a solução e limpar o telefone suavemente.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Dias Toffoli é eleito presidente do Supremo Tribunal Federal

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito nesta quarta-feira (8) para a presidência da Corte pelos próximos dois anos. A eleição é feita entre os próprios ministros do tribunal.

Toffoli foi eleito com dez votos favoráveis e um contrário – é comum que o ministro que assumirá o posto a presidência vote em seu vice. Ele assume em 13 de setembro.

A eleição foi protocolar. O Supremo adota para a sucessão de seus presidentes um sistema de rodízio baseado no critério de antiguidade. É eleito o ministro mais antigo que ainda não presidiu o STF.

Também na sessão desta quarta, o ministro Luiz Fux foi eleito vice-presidente do Supremo para o próximo biênio.

Após ser eleito, Toffoli agradeceu aos colegas e afirmou que substituir a atual presidente, ministra Cármen Lúcia, é um "grande desafio", mas ainda assim "muito facilitado", em razão da "gestão tranquila, mesmo com tantas demandas".

"Nesses dois anos em que servi como vice-presidente, Vossa Excelência teve o maior diálogo, me colocando sempre partícipe da gestão", disse.

Perfil
Toffoli está no Supremo desde outubro de 2009, quando sucedeu o então ministro Carlos Alberto Menezes, falecido no mesmo ano.

Ele nasceu em Marília, em 15 de novembro de 1967, e se graduou em Direito em 1990 pela Universidade de São Paulo (USP). É especialista em Direito Eleitoral, foi professor de Direito Constitucional e Direito da Família, e atuou como advogado do Partido dos Trabalhadores.

No governo Lula, trabalhou na Casa Civil entre janeiro de 2003 e julho de 2005, durante o período em que o ex-deputado José Dirceu ocupou o cargo de ministro.

Com a saída de Dirceu do governo, em razão das denúncias de envolvimento com o “mensalão”, Toffoli assumiu a chefia da Advocacia-Geral da União, onde ficou até assumir como ministro no STF.

Sua indicação para o cargo, feita por Lula, foi contestada, pela proximidade que tinha com o então presidente – de quem foi advogado em campanhas eleitorais.

À época, também foi contestado pela falta de títulos acadêmicos – já que não tinha mestrado nem doutorado – e pela pouca idade – quando assumiu a cadeira no Supremo, tinha apenas 41 anos de idade).

Desde 2016, é vice-presidente do Supremo, na gestão da ministra Cármen Lúcia, a quem sucederá.

Fonte: G1 

Curta nossa página no Facebook

Parque das Timbaúbas em Juazeiro do Norte será requalificado

Única área verde dentro desta cidade caririense, o Parque Natural Municipal das Timbaúbas, que possui 23,40 hectares, passará por uma requalificação para atrair mais visitantes e oferecer um espaço de esporte e lazer à população. A ordem de serviço foi assinada na tarde de ontem (7) e a obra deverá ser concluída em até seis meses. Orçada em R$ 2,8 milhões, o recurso foi garantido pelo Governo do Estado do Ceará como medida de compensação ambiental.

No Parque, será instalado um pórtico de entrada com guarita, a criação de um calçadão, bem como a recuperação da praça e da edificação onde atualmente funciona a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos. O projeto dispõe ainda da criação de uma pista de cooper e pista de passeio, dois playgrounds, um para crianças de 1 a 7 anos e outro para aquelas que tiverem de 8 a 12 anos. Lá, também haverá a criação de duas academias, banheiros públicos, recuperação e instalação de iluminação.

Segundo a secretária de Infraestrutura do Município, a arquiteta Gizele Menezes, autora do projeto, o objetivo da revitalização é fazer as pessoas voltarem a frequentar o Parque. "Atualmente está sendo subutilizado, porque não tem parquinho, academia. A prática de esportes não acontece com muita frequência", justifica. Por isso, será criada uma pista com três extensões: 800m, 1,5 km e 3 km. Ao redor, também será criado uma área de passeio público com a ampliação da calçada, que passará de 1,5 m para 3m de largura", completa.

Potencialidade
O titular da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Ceará (Sema), Arthur Bruno, destacou a potencialidade do lugar a partir de sua requalificação. "Juazeiro tem o privilégio de ter uma pequena floresta dentro da cidade. Agora, com este projeto, será muito utilizado por crianças, idosos. Será um grande ganho. É um parque muito bonito", exalta.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, admite que o equipamento esteve esquecido e ressaltou que, assim como o Parque, Juazeiro já dispõe de espaços que poderão ser mais aproveitados. "O que precisamos é torná-los úteis, frequentá-los".

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

09 de agosto

1173 - Tem início a construção da Torre de Pisa, que só viria a ser terminada dois séculos depois.
1483 - É inaugurada a Capela Sistina, com o famoso fresco de Michelangelo no teto, A Criação de Adão.
1945 - Segunda Guerra Mundial: os Estados Unidos lançam sobre Nagasaki a bomba atômica apelidada de Fat Man.

Nasceram neste dia…
1896 - Jean Piaget, psicólogo suíço (m. 1980).
1931 - Mário Jorge Zagallo (foto), ex-futebolista e treinador brasileiro.
1939 - Romano Prodi, político italiano.

Morreram neste dia…
  117 - Trajano, imperador romano (n. 53).
1534 - Tomás Caetano, teólogo italiano (n. 1469).
1975 - Dmitri Shostakovitch, compositor russo (n. 1906).

Fonte: Wikipédia

Polícia Militar do Ceará recebe 102 novas viaturas

Mais 102 novas viaturas foram entregues pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na manhã desta terça-feira (7), para reforçar a frota de veículos da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Os veículos serão distribuídos tanto para a tropa da Capital quanto do Interior do Estado.

A iniciativa faz parte do terceiro lote da experiência adotada pela SSPDS na locação de viaturas, que neste ano, já havia entregado 278 novos veículos alugados; o primeiro lote com 153 carros, e o segundo, com 125. Com isso, fica faltando a entrega de mais 86 viaturas, já que o contrato prevê 466 veículos. São 200 do modelo Duster, montadas no Paraná e transportadas ao Ceará, e 266 do modelo Renegade, montadas no próprio Estado.

De acordo com o secretário André Costa, o modelo gera maior economia com reparos estruturais, uma vez que, se a viatura apresentar algum defeito ou dano, a empresa responsável deve fornecer um automóvel reserva em até 24h. “Toda e qualquer cidade cearense está recebendo pelo menos uma dessas viaturas locadas”, afirma, acrescentando que, hoje, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) também recebeu mais seis veículos.

O contrato prevê, ainda, que a empresa locatária deve substituir a frota a cada dois anos. Até cinco vezes mais barato que o custo mensal de manutenção de viaturas próprias, o modelo gerará economias que serão utilizadas para custear o combustível do maior número da frota.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Eleições 2018: No horário eleitoral, Bolsonaro terá 'tempo de Enéas'. Só vai dar tempo falar: "Meu nome é Bolsonaro"

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto (37 dias antes das eleições) e término no dia 4 de outubro. O período foi reduzido de 45 para 35 dias. Este ano, a eleição presidencial terá sete candidatos com "padrão Enéas" de propaganda, ou seja, com menos de 15 segundos para pedir votos em cada bloco do horário eleitoral fixo. Um deles é o deputado Jair Bolsonaro (PSL), líder nas pesquisas no cenário em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso na Operação Lava Jato, não é incluído. Bolsonaro deve ter 9 segundos no horário fixo, 40% a menos que Enéas em 1989. O tempo é suficiente para dizer o total de palavras deste parágrafo - sem pausa para respirar. Também estão nessa situação Guilherme Boulos (PSOL), Cabo Daciolo (Patriota), José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e João Amoêdo (Novo).

Na campanha presidencial de 1989, o então candidato Enéas Carneiro (Prona) se notabilizou como o mais caricato dos chamados "nanicos" por falar de forma rápida na TV e concluir sempre seus discursos, aos gritos, com o bordão "Meu nome é Enéas!".

As regras de distribuição destinaram aos candidatos do PSDB, do PT e do MDB cerca de 85% do tempo de propaganda. O tucano Geraldo Alckmin, por formar a coligação que elegeu mais deputados na eleição anterior, terá a maior fatia: cerca de 5 minutos e meio em cada bloco de 12 minutos e 30 segundos. A seguir vêm Lula (2 minutos e 20 segundos) e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), com quase 2 minutos.

Até 2014, os partidos pequenos tinham acesso privilegiado à propaganda na TV - desproporcional a seu número de votos - por causa de uma regra na legislação que determinava que um terço do horário eleitoral fosse dividido igualmente entre todos os candidatos a cargos executivos. Os outros dois terços eram rateados de acordo com o tamanho das bancadas dos partidos ou coligações na Câmara dos Deputados.

Pelas regras atuais, porém, apenas 10% do tempo é dividido igualmente entre os candidatos, em vez de 33%. Os outros 90% são rateados proporcionalmente ao número de deputados eleitos. Apenas os seis maiores partidos de uma coligação são considerados nos cálculos.

Inserções
A desvantagem do candidato do PSL ao Palácio do Planalto também salta aos olhos quando se avalia a distribuição das inserções - peças publicitárias de 30 segundos que são divulgadas ao longo de todo o dia, em meio à propaganda comercial exibida pelas emissoras. Enquanto Alckmin poderá exibir 364 inserções nos 35 dias de propaganda, Bolsonaro terá apenas 10 à sua disposição - menos de uma inserção a cada três dias.

Embora não estejam no bloco dos "Enéas", as coligações encabeçadas pelo senador Alvaro Dias (Podemos), pelo ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes (PDT) e pela ex-senadora Marina Silva (Rede) não estão em posição muito confortável no chamado palanque eletrônico. Os dois primeiros terão cerca de um décimo do tempo de Alckmin, ou seja, algo em torno de 33 segundos, e a terceira, menos ainda, próximo de 16 segundos. 

Fonte: Estadão Conteúdo

Curta nossa página no Facebook

Em 27 anos de mandato, Bolsonaro prioriza militares e ignora saúde e educação na Câmara

Um dos dois primeiros colocados nas pesquisas eleitorais, o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem sido cobrado em entrevistas sobre suas propostas para saúde e educação. Ele terá de mostrar até outubro o que quase não mostrou em seus 27 anos de mandato na Câmara.

Dos mais de 150 projetos apresentados por ele nesse período, apenas um trata de educação. Outros dois versam sobre saúde. Em contrapartida, o deputado apresentou pelo menos 32 propostas voltadas para os militares, categoria da qual é originário.

A única proposição de Bolsonaro ligada à educação foi apresentada há 27 anos, em 1991, quando o ex-militar estava estreando no Congresso. Por outro lado, já apresentou projetos para autorizar o porte federal de arma de fogo aos congressistas e padronizar manifestações de aplausos após a execução do Hino Nacional.

O ex-capitão do Exército pouco conseguiu aprovar no Congresso.

Segundo levantamento da Sigalei, plataforma que usa inteligência artificial para monitorar e organizar dados legislativos, dos 147 Projetos de Lei Ordinária que o deputado apresentou de autoria própria, somente um virou lei: o PL 2.514/1996, que estende o benefício de isenção do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para bens de informática e automação.

Dois projetos de autoria do deputado foram aprovados pela Casa legislativa, mas vetados pela Presidência da República. O primeiro foi o PL 4.326/2008 que incentiva estudantes de medicina a estagiar nas Forças Armadas, e o segundo foi o PL 5.982/2009 que autoriza o porte de arma para agentes e guardas prisionais integrantes de escoltas de presos e para guardas portuárias.

Kit gay e saúde masculina
Na educação, atuou mais para vetar a distribuição do “kit gay”, material que abordava a temática homossexual no ambiente escolar, do que propor projetos na área.

Nas redes sociais, fez campanha contra o projeto e distribuiu panfletos em escolas alegando que o MEC e grupos LGBTs incentivam a homossexualidade. “Querem, na escola, transformar seu filho de 6 a 8 anos em homossexual!”, dizia cartilha distribuída à época.

Já na área da saúde, Bolsonaro foi um dos 19 coautores do PL 4.639/2016, que autoriza o uso da fosfoetanolamina sintética por pacientes diagnosticados com neoplasia maligna, conhecida como a “pílula do câncer”. A lei foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Apresentou também o PL 1.127/2007, que institui a Semana Nacional da Saúde Masculina. “Os homens são mais resistentes a buscar ajuda, não apenas nos problemas de saúde. São muito menos aplicados do que as mulheres no conhecimento e controle dos fatores de risco das doenças que os acometem com maior frequência”, justifica no projeto.

Contra o próprio projeto
Dentro do Congresso, onde está no seu sétimo mandato, já recebeu denúncias por má conduta e por declarações polêmicas. Ao disputar a presidência da Câmara, no ano passado, conseguiu apenas quatro votos e ficou em último lugar.

Além disso, apresentou um projeto em tom de chacota, admitindo na justificativa que, apesar de autor, ele mesmo votaria contra a proposição. Em 2006, quando se discutia na Câmara dos Deputados o sistema de cotas para negros nas universidades, Bolsonaro, que era contra a proposta, apresentou o PLP 354/2006. O texto garante 50% das vagas para deputados federais às populações negras e pardas.

“O exemplo tem que vir desta Casa que, por essência, é a legítima representação do povo e, assim sendo, deve possuir de forma proporcional representantes de todos os segmentos sociais”, diz no projeto. Porém na mesma proposta, ele complementa: “Mesmo sendo autor da proposição, por coerência, votarei contra esta matéria”.

Apesar do longo tempo no Congresso, Bolsonaro ganhou fama nos últimos anos após demonstrar interesse em participar da corrida eleitoral e por se apresentar como solução aos políticos tradicionais, desgastados depois dos grandes escândalos de corrupção. Mas esses mesmos políticos de carreira não têm demonstrado tanta afinidade com o “mito dos pés de barro”.

A falta de apoio a Bolsonaro no Congresso ficou evidente quando o deputado disputou a Presidência da Câmara, em 2017, e amargou o último lugar, com apenas quatro votos. Ele sequer teve o voto do próprio filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) – mas, neste caso, com direito a bronca no herdeiro, que estava fora do Brasil naquela ocasião. O parlamentar também concorreu ao posto em 2005 e 2011, ambas as vezes sem sucesso.

Nas redes
Conhecido por defender opiniões conservadoras, o ex-capitão do Exército atraiu seguidores em todos os cantos do país e seu nome começou a liderar pesquisas de intenção de voto.

No último levantamento do Datafolha, em junho deste ano, Bolsonaro lidera o índice de intenção de voto (19%) no cenário sem o ex-presidente Lula, preso desde abril.

O deputado conseguiu criar uma grande rede de apoio na internet. Em 2017, Bolsonaro foi considerado o parlamentar mais influente nas redes sociais, segundo levantamento da FSB Comunicação.

No período analisado, que vai de 2 de fevereiro, início do semestre legislativo, a 31 de dezembro do ano passado, o deputado fez 709 postagens no Facebook, onde tinha 4,9 milhões de seguidores, e 973 no Twitter, com 834,7 mil seguidores.

O presidenciável conseguiu com as duas plataformas, em números absolutos, um total de 21,47 milhões de interações, incluindo curtidas, comentários e compartilhamentos, segundo dados da pesquisa da FSB.

Gênese
Bolsonaro ingressou na vida política elegendo-se vereador do Rio de Janeiro pelo Partido Democrata Cristão (PDC) em 1988. A primeira disputa ao Congresso foi em 1990 pelo mesmo partido.

Na última eleição, em 2014, foi o deputado mais votado no seu estado, Rio de Janeiro, com 464.572 votos.

O candidato à presidência aproveita o desgaste de partidos tradicionais, como o PT e PSDB, para fazer seu palanque. Orgulha-se de não ser alvo de qualquer investigação da Lava Jato e não estar envolvido em casos de corrupção, mas já foi alvo de outras acusações, principalmente por conta de suas declarações e condutas no parlamento.

Em 2016, foi denunciado no Supremo por injúria e apologia ao estupro após ter afirmado que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece”. No ano passado, foi condenado a indenizar a deputada em R$ 10 mil.

O deputado também é recordista de processos no Conselho de Ética da Câmara, com quatro representações, conforme revelou o Congresso em Foco em agosto do ano passado.

Sem filtros para ofender os colegas, o parlamentar já chamou Lula de homossexual, Dilma Rousseff de “especialista em assalto e furto” e disse que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) deveria ter sido fuzilado durante a ditadura.

Também já fez declarações de cunho racista. Em palestra no Rio de Janeiro no ano passado, Bolsonaro disse que, se eleito, acabaria com todas as reservas de terra indígena e de quilombolas. “Eu fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Nem para procriador ele serve mais”.

Leia algumas propostas do deputado para as seguintes áreas:

SEGURANÇA

Uma das bandeiras mais defendidas pelo deputado é a da segurança pública. Bolsonaro escreveu alguns projetos na área, entre eles o PL 7.282/2014, que autoriza o porte de armas.

“Poderá ser concedido porte de arma de fogo para pessoas que justificarem a necessidade para sua segurança pessoal ou de seu patrimônio”, escreveu Bolsonaro.

Na justificativa do projeto, o deputado diz que “o porte de arma de fogo é um direito a ser exercido por quem tenha real necessidade e atenda aos requisitos estabelecidos na legislação em vigor, sem exigências demasiadamente restritivas. Aqueles que forem contra, basta optarem por não portarem armas”.

A proposta autoriza o porte de arma para advogados, colecionadores, profissionais de mídia que atuam na cobertura policial, senadores, deputados, prefeitos, governadores e qualquer pessoa que justifique a necessidade para segurança pessoal.

“Pelo direito à legítima defesa própria, de seus familiares e de seu patrimônio, peço o apoio de meus pares para que seja aprovada a presente proposição, obrigando aos marginais pensarem duas vezes antes de cometerem seus crimes, já que encontrarão resistência à altura de seus atos por parte das pessoas de bem, dispostas a enfrentá-los”, escreve o deputado na proposta.

Sugeriu também o PL 2.751/1992, que repassa um montante específico da verba de segurança pública para a construção de residências para uso dos integrantes da força de policiamento ostensivo.

O PL 3.075/1997 autoriza o porte federal de arma de fogo aos congressistas. “Em face dos constantes deslocamentos a que os congressistas são obrigados, por força do exercício da função, é que vemos a necessidade de levarmos à apreciação dos ilustres pares a presente propositura”, diz o projeto.

Já o PL 8.176/2014 acresce inciso ao Código Penal, tornando hediondos os crimes cometidos contra as vidas de servidores da segurança pública e seus familiares.

O deputado também propôs o PL 5.825/2016 que dispõe sobre as ações contraterroristas. “Não podemos nos apoiar no fato de que o Brasil não tem sido, aparentemente, alvo do terrorismo internacional para deixar de nos precaver contra essa ameaça”, justifica no projeto.

Neste ano apresentou o PL 9.564/2018, que estabelece a “excludente de ilicitude” nas ações de agentes públicos em operação sob intervenção federal.

“O que se busca por meio do presente projeto são os anteparos necessários para que se garanta a devida segurança jurídica ao exercício da atividade policial”, diz o texto.

O projeto está aguardando parecer do relator na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO).

SAÚDE

Além do PL 4.639/2016, que autoriza o uso da fosfoetanolamina sintética por pacientes diagnosticados com neoplasia maligna, conhecida como a “pílula do câncer”, e do PL 1.127/2007, que institui a Semana Nacional da Saúde Masculina, o parlamentar sugeriu dois projetos para a área da saúde, ambos muito parecidos, especificamente para militares.

O primeiro foi o PL 1.472/1991, que assegura o atendimento médico ambulatorial e hospitalar aos ex-combatentes. O segundo, o PL 2.712/2000, que dispõe sobre a assistência médico-hospitalar aos ex-combatentes que tenham participado de operações bélicas durante a Segunda Guerra Mundial.

EDUCAÇÃO

A sua única proposta para a área foi o PL 2.332/1991, que estabelece redução de impostos federais nas cobranças de taxas, mensalidades e emolumentos nos estabelecimentos de ensino para famílias com mais de um filho: redução de 20% para o segundo filho, 40% para o terceiro filho e 60% para o quarto e seguintes filhos. O projeto foi apresentado em seu primeiro ano de mandato e está arquivado.

Fonte: Congresso em Foco

Curta nossa página no Facebook

07 de agosto

1794 - Tem lugar em Lisboa o último auto-de-fé.
1942 - Segunda Guerra Mundial: tem início a Batalha de Guadalcanal.
1976 - Programa Viking: a Viking 2 entra na órbita de Marte.

Nasceram neste dia…
1560 - Erzsébet Báthory, condessa húngara (m. 1614).
1779 - Carl Ritter, geógrafo alemão (m. 1859).
1942 - Caetano Veloso (foto), músico, cantor e compositor brasileiro.

Morreram neste dia…
1848 - Jöns Jacob Berzelius, químico sueco (n. 1779).
1855 - Mariano Arista, político mexicano (n. 1802).
1957 - Oliver Hardy, comediante e ator estado-unidense da dupla Laurel and Hardy (n. 1892).

Fonte: Wikipédia

Após vídeo que circulou nas redes sociais, empresário Yury do Paredão é preso

O empresário Yury Bruno Alencar Araújo, o Yury do Paredão, de 30 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (06). A Polícia Civil cumpriu mandado prisão preventiva a pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) por porte de arma de uso restrito e disparo de arma de fogo.

Na última sexta-feira (03), circulou nas redes sociais um vídeo no qual o empresário aparece atirando contra um homem, identificado como caseiro de Yury. As imagens foram gravadas por amigos do acusado que aparecem rindo da cena enquanto os tiros são efetuados nos pés da vítima.

Por volta das 16h, Yury foi até a Delegacia da Polícia Civil acompanhado por dois advogados. Seu depoimento durou, aproximadamente, uma hora e meia. O empresário apresentou a arma usada no vídeo, que pertence a Polícia Militar do Estado Pernambuco.

O empresário foi acusado de porte ilegal e disparo de arma de fogo. No primeiro caso, a pena é de dois a quatro anos de reclusão e multa. Já por ter efetuados os tiros, também poderá ser preso por dois a quatro anos e pagar multa. Nestes dois casos, não há fiança. Amanhã, Yury será transferido para a Cadeia Pública de Juazeiro do Norte.

Trajetória
Nascido em Juazeiro do Norte, Yury do Paredão ficou muito popular no Cariri depois que entrou no mercado forrozeiro, primeiro, fornecendo os geradores de energia elétrica, depois, como um dos sócios da antiga casa show Texas. Nos bastidores do mundo artísticos, gerencia as carreiras dos cantores Jonas Esticado, Giullian Monte e Thales Lessa. Além disso, é diretor da Villa Mix Cariri.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Editora Abril anuncia o fim de dez revistas e praticamente fecha as portas

A Editora Abril anunciou nesta segunda-feira, 6, em comunicado, que vai manter 15 títulos em operação - com isso, boa parte do portfólio de revistas femininas e de arquitetura e decoração será fechada.

As medidas, que vão resultar na demissão de centenas de funcionários, segundo apurou o jornal "O Estado de S. Paulo", vêm cerca de duas semanas depois de a empresa de reestruturação Alvarez & Marsal ter assumido o comando da companhia de mídia. No comunicado em que anunciou a reestruturação, a Abril mencionou os cortes, mas não informou o total de demitidos.

Revistas canceladas
Os títulos encerrados dentro da reestruturação anunciada nesta segunda-feira são as revistas femininas, como Elle e Cosmopolitan, e dedicadas ao setor de decoração, como Casa Claudia, Arquitetura e Minha Casa. A Boa Forma também deixará de circular. Também foram descontinuadas a Mundo Estranho e Bebe.com. Os 15 títulos que continuam a existir, entre revistas impressas e sites, são: Veja, Veja São Paulo, Exame, Quatro Rodas, Cláudia, Saúde, Superinteressante, Viagem e Turismo, Você S/A, Você RH, Guia do Estudante, Capricho, M de Mulher, Vip e Placar.

Processo de reestruturação
Ainda há dúvidas sobre a manutenção de Superinteressante e Quatro Rodas. É o anúncio mais recente após o Grupo passar o comando da editora à Alvarez & Marsal. Segundo informações da Revista Fórum, 500 jornalistas foram demitidos. A Abril ainda não se pronunciou publicamente sobre a decisão

Fonte: JC On Line/UOL

Curta nossa página no Facebook

Falta menos de um mês para o sinal analógico de TV ser desligado na região do Cariri

O sinal analógico de televisão será desligado no dia 28 de agosto, daqui a menos de um mês, na região do Cariri. Após essa data, a programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

Saiba se a sua casa já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

1) Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser digital e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

2) Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não estiver preparado para receber o sinal digital, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor, consulte o manual do fabricante.

3) TV paga ou parabólica – Se você utiliza algum desses serviços, não será necessário adaptar sua TV ou antena. Em todo caso, entre em contato com sua operadora ou com um antenista para garantir a continuidade do serviço em todos seus televisores.

Inclusão Digital
As famílias de Juazeiro Sobral e de outras 4 cidades da região devem verificar se têm direito a retirar um dos mais de 14 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor com controle remoto, que ainda estão disponíveis. A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos.

Por meio desses canais, a população também poderá tirar dúvidas sobre as mudanças trazidas pela TV digital e sobre como se preparar para receber o novo sinal.

Digitalização passou por grandes cidades
Mais de 600 cidades brasileiras já passaram por essa mudança, incluindo a regiões de Brasília, São Paulo, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza, Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, São Luís, Aracaju, Belém, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal e Teresina. Durante o processo, a entidade realiza diversas ações com o objetivo orientar, informar e oferecer suporte didático a toda população por meio de campanhas de comunicação e mobilização social. Com o desligamento do sinal analógico, os moradores dessas cidades passaram a assistir os canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital, que transmite a programação gratuitamente com imagem e som de cinema. Já foram distribuídos mais de 10 milhões de kits em todo o Brasil.

Curta nossa página no Facebook

Eleições 2018: PT oficializa Haddad como vice de Lula e fecha coligação com PCdoB

O PT oficializou, pouco antes da meia-noite desta segunda-feira 6, Fernando Haddad como vice de Lula. O partido também anunciou uma coligação com o PCdoB. Haddad e Manuela D'Ávila, que abre mão de sua pré-candidatura à Presidência, passarão a realizar agendas pelo País a partir desta semana e devem compor a chapa caso o ex-presidente não possa concorrer. 

Já na madrugada desta segunda-feira 6, em encontro entre dirigentes dos partidos para anunciar o acordo, Haddad afirmou que o PT "está em torno de Lula mais uma vez". "Não é a quinta vez que estamos juntos, porque já estivemos juntos diante das derrotas também", disse. "Com todo constrangimento que sofre, Lula só cresce em sua vontade de governar". "É uma enorme satisfação anunciar, aos 44 do segundo tempo, nosso acordo", disse em referência à aliança com o PCdoB. 

No fim do anúncio formal, a militância passou a gritar os nomes de Lula, Haddad e Manuela. Ex-prefeito de São Paulo, Haddad foi coordenador de programa do PT nos últimos meses e integra formalmente a defesa de Lula. O agora candidato a vice já falava em nome da candidatura do ex-presidente há algumas semanas, como em entrevista que concedeu recentemente a CartaCapital

Gleisi Hoffmann, presidente do partido, criticou a mudança de entendimento do Tribunal Superior Eleitoral de exigir o adiantamento do anúncio do vice para 24 horas após o fim do prazo para as convenções, que se encerrava neste domingo 5. Lula desejava estender a definição até 15 de agosto, limite para os registros de candidatura. 

Haddad é o principal cotado do PT caso Lula não possa concorrer. O partido vai insistir no registro de sua candidatura, mas se tiver duas negativas, uma no TSE e outra no Supremo Tribunal Federal, a legenda tem até 17 de setembro para trocar seu cabeça de chapa. 

Manuela deve assumir como vice de Haddad caso Lula não possa concorrer. Mais cedo, antes do acordo entre PT e PCdoB ser selado, a então pré-candidata à Presidência chegou a anunciar um vice em sua chapa presidencial, o sindicalista Adilson Araújo, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil. 

Gleisi também anunciou que Haddad passa a fazer a representação de Lula nesse processo "tão logo se estabilize a situação jurídica" do presidente. Ela disse que Haddad e Manuela vão sair pelo Brasil em agendas já a partir desta próxima semana. 

Luciana Santos, presidenta do PCdoB, afirmou que não foi possível fazer uma frente mais ampla, em referência à ausência de Ciro Gomes, do PDT, mas que esta é a frente "possível". 

Fonte: Carta Capital

Curta nossa página no Facebook

Vacinação contra sarampo e poliomielite começou nesta segunda em todo o Brasil

A campanha nacional de vacinação contra poliomielite e sarampo começou nesta segunda-feira (6) e vai até o dia 31 de agosto. Crianças entre 1 e 5 anos podem ser levadas ao posto de saúde para receber vacina, independente se já tomaram o imunizante ou não -- com exceção para quem tomou a vacina mais recentemente, nos últimos 30 dias.

O Ministério da Saúde espera vacinar 11,2 milhões de crianças e a meta é chegar a pelo menos 95% delas. A campanha tem por objetivos:
  • Vacinar quem nunca tomou a vacina;
  • Completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as vacinas;
  • Dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).
A campanha nacional vai até o final do mês e trata-se de uma campanha de mobilização, já que a vacina contra o sarampo fica disponível o ano inteiro nos postos de saúde. No dia 18 de agosto, acontecerá o Dia D de mobilização, quando os mais de 36 mil postos de vacinação no país estarão abertos ofertando as vacinas.

Esse tipo de campanha que inclui o reforço da dose, informa o Ministério da Saúde, acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista no orçamento da pasta. Esse ano, no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e a ameaça da poliomielite.

Em alguns estados, como São Paulo, a campanha de vacinação começou no sábado (4). Em Roraima e no Amazonas, estados mais atingidos pelo sarampo, as campanhas já começaram e estão ligadas ao surto.

O Brasil tem 822 casos confirmados de sarampo em 2018. Já em relação à paralisia infantil, trata-se de uma precaução, já que 312 cidades estão abaixo da meta preconizada para o controle da doença e um caso foi registrado na Venezuela em junho. Não há, contudo, casos de paralisia infantil no Brasil.

O país erradicou a poliomielite do território em 1994; já o certificado de eliminação do sarampo havia sido alcançado em 2016.

O ministério informou que para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a Vacina Inativada Poliomielite. Já os que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite, a famosa "gotinha".

Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice Viral (que também protege contra caxumba e rubéola), seja qual for a situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Quem deve ser vacinado?
  • Contra a poliomelite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa "gotinha".
  • Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.
  • Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.
Este ano a madrinha da campanha é a apresentadora Xuxa Meneghel. O Zé Gotinha, símbolo das campanhas contra a pólio nos anos 80, também faz parte da campanha atual.

Durante o lançamento da campanha o Ministério da Saúde declarou que "oferta todas as vacinas recomendadas pela OMS no Calendário Nacional de Vacinação". Ao todo, são 19 para combater mais de 20 doenças, em todas as faixas etárias.

Segundo o ministério, por ano, são distribuídos em todo o país cerca de 300 milhões de doses de vacinas. Para a campanha de 2018 foram adquiridas 28,3 milhões doses das vacinas, um total de R$ 160,7 milhões.

Ainda segundo dados do ministério, todos os estados já estão abastecidos com 871,3 mil doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), 14 milhões da Vacina Oral Poliomielite (VOP) e 13,4 milhões da Tríplice viral.

Poliomelite
Não há novos casos de poliomielite no Brasil. No entanto, os casos da doença aumentaram em outros países, como alertou a Organização Mundial da Saúde.

O Ministério da Saúde informou que 312 municípios brasileiros estão com baixa cobertura para a vacina contra a poliomelite: eles não chegaram a vacinar nem metade das crianças menores de um ano. Os dados são os últimos disponíveis, referente ao ano de 2017.

A recomendação internacional para o controle da doença é de que pelo menos 95% das crianças sejam vacinadas. Atualmente, a média nacional de cobertura é de 77%.

Fonte: Bem Estar/G1

Curta nossa página no Facebook

Eleições 2018: Camilo lança candidatura e é ovacionado pelo público presente

A candidatura do governador Camilo Santana (PT) à reeleição foi oficializada em convenção, neste domingo (5), no ginásio da Faculdade Ari de Sá. Em seu discurso, o petista pediu voto para Cid Gomes (PDT), destacou suas ações nos quatro anos à frente do Palácio da Abolição e mandou recado aos concorrentes na disputa eleitoral.

Camilo Santana chegou à convenção por volta de 11h da manhã, acompanhado de aliados. Os líderes do grupo político, no entanto, Cid Gomes e Ciro Gomes, não compareceram ao evento. Segundo o governador, Cid passou a madrugada acordado tentando definir a acomodação dos partidos nas coligações proporcionais e, neste domingo, despertou com enxaqueca.

"Cid passou até madrugada construindo as coligações dos deputados que nem conseguiram resolver ainda. Tá tão complicado. Mas vamos resolver. Mandou uma mensagem para mim 3 e meia da manhã ainda. Aí amanheceu com enxaqueca danada, com uma dor de cabeça", explicou.

O governador Camilo Santana afirmou também que, a cada ataque que sofrer dos outros candidatos ao Governo do Estado, responderá com trabalho. "Para cada ataque que vier do lado de lá, sabe como é que nós vamos resolver?  Nós vamos resolver com mais trabalho em cada canto do Estado do Ceará", frisou.

Ainda durante o discurso, Camilo Santana elencou suas ações nas áreas de educação, na gestão da máquina administrativa e segurança pública."Estamos aqui celebrando um projeto que está em curso no Ceará. Um projeto que fez do Ceará referência na educação pública", acrescentou.

O governador, porém, reconheceu que solucionar o problema da violência é o principal desafio. "Não vamos resolver o problema da Segurança Pública com um discurso oportunista", completou.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

06 de agosto

1813 - Simón Bolívar entra em Caracas, após a vitória de Taguanes, e recebe o título honorífico de Libertador.
1902 - Inicia-se a Revolução Acreana, com o militar gaúcho Plácido de Castro comandando os seringueiros brasileiros em uma revolta contra o exército boliviano para a libertação do estado do Acre.
1945 - Segunda Guerra Mundial: a bomba atômica Little Boy é lançada do bombardeiro B-29 Enola Gay sobre Hiroshima.
1966 - É inaugurada em Portugal a Ponte Salazar, hoje denominada Ponte 25 de Abril.

Nasceram neste dia…
1776 - William Hyde Wollaston, químico britânico (m. 1828).
1881 - Alexander Fleming, biólogo e farmacologista britânico (m. 1955).
1910 - Adoniran Barbosa, músico, cantor e compositor brasileiro (m. 1982).

Morreram neste dia…
1660 - Diego Velázquez, pintor espanhol (n. 1599).
1973 - Fulgêncio Batista, político cubano (n. 1901).
2001 - Jorge Amado (foto), escritor brasileiro (n. 1912).

Fonte: Wikipédia

ShareThis