Crato (CE): Cuidadora é presa após roubar R$ 200 mil de idosos

Investigadores da Delegacia Regional de Crato recuperaram na tarde desta sexta-feira (27), mais de R$ 140.000,00 em dinheiro e objetos de valor, produtos de furto. O dinheiro e os objetos pertencem a  uma idosa que teve o nome preservado e que foi furtada por uma parente sua na casa onde reside. Segundo o boletim policial, a acusada, Elizabete Feitosa de Sousa Lima, teria se oferecido para ajuda nos cuidados de saúde do cônjuge da vítima que se encontrava gravemente doente, vindo a falecer em meados do corrente mês.

Elizabete, aproveitando-se da posição de confiança que gozava frente à vítima, subtraiu aproximadamente R$ 200.000,00, além de objetos de valor. Após a denúncia chegar ao conhecimento da policia civil, Inspetores do setor de investigações da 19ª DRPC, passaram realizar o trabalho investigativo vindo a recuperarem parte do dinheiro furtado, e também vários utensílios domésticos, que Elizabete recentemente havia adquirido com a res furtiva.

Os itens apreendidos juntamente com a acusada foram conduzidos a 19ª DRPC e apresentado ao Delegado de plantão Dr. Tenório de Brito e deverá responder pelo crime de furto qualificado.

Fonte: Cariri Ceará

Curta nossa página no Facebook

28 de abril

1792 - A França invade os Países Baixos austríacos (atual Bélgica), iniciando as Guerras revolucionárias francesas.
1932 - É anunciada uma vacina contra a febre amarela para uso em humanos.
2001 - O milionário Dennis Tito (foto), torna-se o primeiro turista espacial do mundo.

Nasceram neste dia…
1842 - Gastão de Orléans, Conde d'Eu, Príncipe Imperial Consorte do Brasil (m. 1922).
1874 - Karl Kraus, jornalista e poeta austríaco (m. 1936).
1889 - António de Oliveira Salazar, político e estadista português (m. 1970).

Morreram neste dia…
1858 - Johannes Peter Müller, biólogo alemão (n. 1801).
1945 - Benito Mussolini, ditador fascista italiano, que assinou o Tratado de Latrão que criou o Vaticano. (n. 1883).
2001 - Carlos Scliar, pintor e roteirista brasileiro (n. 1920).

Fonte: Wikipédia

Governador Camilo Santana entrega 140 novas motos ao BPRaio para ampliar atuação na Capital e Interior

Novas 140 motos foram entregues pelo governador Camilo Santana para reforçar a segurança pública cearense. A solenidade ocorreu nesta quinta-feira (26), em frente ao Ginásio da Parangaba, em bairro homônimo. Com os novos veículos, destinados para ampliação das atividades do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Ceará, a frota destinada pelo Governo do Ceará às forças de segurança no Estado soma 1.604 veículos desde 2015.

De acordo com o governador, as motos vão reforçar a segurança pública em todo o território cearense, principalmente em Fortaleza. “É o que há de melhor para a polícia em termo de motocicleta, com mais potência e agilidade. Estas motos são para dobrar a atuação do BPRaio na Capital e garantir a continuidade da implantação do batalhão nas cidades com mais de 50 mil habitantes”, afirmou.

A meta, segundo o chefe do Executivo estadual, é implantar um batalhão exclusivo nas cidades com essa população até o fim deste semestre. “São mais de 40 cidades, fora Fortaleza. É mais um reforço para que a área da segurança possa trabalhar e garantir mais tranquilidade à população”, completou. Ao todo, 21 cidades já contam com a atuação do efetivo.

Até o fim do próximo mês de junho, o governador garantiu receber outras 152 motos para ampliar a segurança. Em novembro último, o Governo do Ceará entregou 205 veículos para fortalecer o policiamento ostensivo na Capital e no Interior. Durante o evento, Camilo Santana também reforçou que a terceira turma da Polícia Militar, com cerca de 1.400 agentes, estará nas ruas a partir de junho. O governador disse, ainda, que cerca de 13 mil armas estão sendo adquiridas pelo Estado para intensificar a segurança do cearense.

Novas motos
Presente na cerimônia, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, avaliou os veículos como “de alta qualidade e durabilidade”. “Além das motos, foram entregues dois capacetes (por veículo). Alterações também foram feitas, como nos bancos e na parte de iluminação, para entregá-las prontas para os policiais”, emendou. As motos são da marca Honda e possuem mil cilindradas. O investimento é superior a R$ 8 milhões.

As 140 novas motocicletas fazem parte de um primeiro lote de 292 unidades, adquiridas pelo Governo do Ceará. Os veículos integram o projeto de duplicação do BPRaio na Capital e da implantação do batalhão nas cidades com mais de 50 mil habitantes. O BPRaio já está presente nos seguintes municípios: Aquiraz, Eusébio, Maranguape, Maracanaú, Horizonte, Caucaia, Beberibe, Cascavel, Crato, Morada Nova e Acaraú – fora os municípios que contemplam a primeira fase de regionalização do batalhão, com nove cidades-polo do Interior.

Mais segurança
A dona de casa Neta Américo, de 54 anos, estava passando pelo Ginásio da Parangaba quando observou as novas motocicletas. Curiosa, Neta decidiu ver os veículos mais de perto e aproveitou para desejar boa sorte no policiamento aos agentes que ali estavam. “Que essa nova equipe seja bem-vinda. Com esse reforço (dos veículos), vai aumentar mais a segurança aqui”, disse.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Golpe que promete benefício do programa Bolsa Família se espalha no WhatsApp

O dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime, identificou novo golpe online que vem impactando milhares de brasileiros. Desta vez, hackers estão atacando beneficiários do programa Bolsa Família, do Governo Federal. 

O golpe aproveita o cenário econômico difícil do Brasil e incentiva pessoas que já foram beneficiárias do Bolsa Família e ainda possuem o cartão do programa a responder três perguntas, sob a alegação de que teriam direito a receber R$954. As questões para ter acesso ao suposto benefício são: “Você possui o cartão bolsa família?”, “Você recebe todo mês?” e “Você conhece amigos ou parentes que recebem?”. Independentemente das respostas concedidas, a vítima é encaminhada para uma página que solicita o compartilhamento do falso benefício com 10 amigos ou 10 grupos no WhatsApp.

Após o compartilhamento, o usuário é direcionado a uma página de cadastro, que induz a vítima ao download de aplicativos maliciosos, que visam infectar o smartphone e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes e/ou prejuízo financeiro.

“O número de pessoas que estão acessando esse golpe está aumentando significativamente. Para se ter uma ideia, estamos bloqueando mais de 40 mil tentativas de acesso por hora. Número que vem crescendo exponencialmente. Esse perfil de golpe utilizando a popularidade do WhatsApp tende a ganhar escala rapidamente”, diz Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Para evitar cair em falsas promoções, o especialista reforça a importância de as pessoas criarem o hábito de se certificarem sobre a veracidade de qualquer informação antes de compartilhá-la com seus contatos. Nestes casos, é possível usar a ferramenta gratuita de verificação de links do próprio laboratório no site. Além disso, é importante utilizar soluções de antivírus que disponibilizem função de bloqueio anti-phishing. 

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Governo do Ceará abre mais de 35 mil vagas para o Primeiro Passo e Criando Oportunidades em 2018

Em seu primeiro ato público como titular da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará (STDS), o secretário Francisco José Pontes Ibiapina anunciou, nesta segunda-feira (23), a aprovação pelo Governo do Ceará, no orçamento do Monitoramento de Ações e Programas Prioritários (MAPP), de R$ 30 milhões para realização de ações de qualificação profissional em todo o Estado, por meio dos projetos Primeiro Passo e Criando Oportunidades, para 2018. Os recursos contemplam um total de 35.120 novas vagas em cursos desenvolvidos pela STDS, sendo: 15.120 para o Primeiro Passo, cujo recurso empregado será de R$ 20 milhões, e 20 mil vagas para o Criando Oportunidades e entrega de 4.000 kits de trabalho, com investimento total de R$ 10 milhões.

Designado pelo governador Camilo Santana para assumir a STDS, Francisco Ibiapina assumiu as funções na segunda-feira, agradecendo a oportunidade que lhe foi confiada para os novos desafios à frente da STDS. “Sinto-me muito honrado por ter sido escolhido pelo governador Camilo Santana para conduzir esta Secretaria. Registro aqui a minha admiração ao governador e a toda esta equipe pelo trabalho dinâmico que vem desenvolvendo e que vem ganhando referência nacional”, destacou Ibiapina.

Comprometimento e transparência
Em meio a um auditório repleto de amigos, servidores e colaboradores da STDS e das demais instituições públicas por onde passou, Ibiapina declarou o compromisso de fortalecimento do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) e de dar continuidade aos projetos e programas em desenvolvimento pela STDS, nas suas três frentes: Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda e Segurança Alimentar e Nutricional. “Vamos aproveitar tudo de bom que aconteceu nesta secretaria em administrações anteriores e construir uma nova história”, declarou Ibiapina.

“Nunca fiz nada sozinho, tudo que fiz até agora foi com o apoio e companheirismo dos servidores de cada instituição por onde passei. Eu sou porque nós somos, este é o meu lema. Minha gestão será feita com comprometimento, transparência e dedicação”, acrescentou Ibiapina, ao agradecer o apoio de todos e ao antecipar um pouco do seu estilo sereno mas não menos determinado de gestão pública.

Ibiapina exercia a função de secretário-executivo da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e de Desenvolvimento Social (SDHDS). “Ibiapina é um homem íntegro, que imprime esse ideal de melhoria por onde passa”, expôs o titular da Superintendência Regional do Trabalho (SRT), Fábio Zech. A solenidade contou com a presença da esposa Florita Ibiapina e do filho Guilherme Ibiapina.

Currículo
Francisco José Pontes Ibiapina é funcionário público federal de carreira (Auditor Fiscal do Ministério do Trabalho). Foi Superintendente Regional do Trabalho no Ceará, Diretor Geral do Tribunal Regional do Trabalho no Ceará, Secretário-Executivo do Ministério do Trabalho, Secretário-Executivo do Ministério das Comunicações e, por último, Secretário-Executivo da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Fortaleza.

Com a delegação do cargo, o Secretário também assume outras atribuições, como a presidência do Fórum Estadual da Micro e Pequena Empresa e dos conselhos de Administração do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) e Estadual do Trabalho (CET/CE). Além disso, coordenará a Comissão Intergestores Bipartite do Estado do Ceará (CIB/CE) e atuará como membro do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Assistência Social (Fonseas), do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais do Trabalho (Fonset) e da Comissão Intergestores Tripartite (CIT).

Assessoria de Comunicação/STDS

Curta nossa página no Facebook

Para especialistas, STF abre brecha para anular condenação de Lula

A decisão desta terça-feira da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de retirar do juiz federal Sergio Moro os termos de delações que implicam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pode ter impacto nos recursos apresentados pela defesa do petista no caso do tríplex do Guarujá, pelo qual ele foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão – ele cumpre pena em Curitiba.

Segundo especialistas, os advogados do ex-presidente devem argumentar mais uma vez que Moro e a 13ª Vara Criminal de Curitiba não têm competência para julgar o caso do apartamento, sob a alegação de que não envolvem fatos diretamente relacionados ao esquema de corrupção instalado na Petrobras. Foi esse o argumento usado pela Segunda Turma nesta terça para tirar de Moro as colaborações da Odebrecht ligadas a Lula.

Para Adib Abdouni, advogado constitucionalista e criminalista, essa seria a saída mais lógica para a defesa, que já apelou para argumentos como esses em outros momentos. O próprio Moro afirmou, ao julgar os embargos da defesa de Lula no caso, que não havia relação direta entre a corrupção na estatal petrolífera e o imóvel no Guarujá. “Este Juízo jamais afirmou, na sentença ou em lugar algum, que os valores obtidos pela construtora OAS nos contratos com a Petrobras foram utilizados para pagamento da vantagem indevida para o ex-presidente”, diz o magistrado na sentença.

“Se uma matéria dessa infringe o Código de Processo Penal, ou seja, se não se atentou efetivamente para o juiz competente para processar e julgar, isso pode até ser causa de anulação do processo como um todo”, diz Fernando Castelo Branco, criminalista e coordenador do curso de pós-graduação de direito penal, da Faculdade de Direito do IDP-São Paulo. “Se um juiz incompetente recebeu uma denúncia, proferiu uma condenação e isso foi julgado por uma instância superior derivada dessa originária incompetente, é óbvio que nós temos um processo totalmente viciado”, afirmou.

O advogado adverte, contudo, que é preciso analisar com minúcia todo o processo e as sentenças emitidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba. “Pressupor tudo isso pode ser dar um passo muito largo nesse momento, mas não podemos desconsiderar”, completa.

"Se uma matéria dessa infringe o Código de Processo Penal, ou seja, se não se atentou efetivamente para o juiz competente para processar e julgar, isso pode até ser causa de anulação do processo como um todo"

Fernando Castelo Branco, coordenador da pós-graduação de direito penal do IDP-SP

“Se efetivamente não houver prova na ação penal do tríplex de que as vantagens que a construtora OAS afirma que teriam sido dadas ao ex-presidente têm relação com a atuação dele com contratos da Petrobras, existe uma possibilidade concreta de que se reconheça que ele não tinha competência para julgar o caso”, diz Conrado Gontijo, criminalista e especialista em direito penal, sobre o juiz Sergio Moro.

O próprio ministro Gilmar Mendes, do STF, reconheceu nesta terça-feira que a defesa do petista pode entrar com recursos para retirar de Moro processos contra o ex-presidente.

Decisão do STF
Por 3 votos a 2, os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski decidiram nesta terça-feira aceitar um recurso apresentado pela defesa de Lula para retirar de Moro trechos da delação da Odebrecht sobre fatos relativos a investigações em torno do petista.

Com isso, os depoimentos e documentos que os ex-executivos da empresa haviam fornecido vão ter que deixar os autos de processos que correm na Operação Lava Jato contra o petista, em especial o do sítio de Atibaia (SP) e o que trata de um terreno que seria a nova sede do Instituto Lula.

Os relatos, fotos e e-mails entregues pelos colaboradores da Odebrecht são algumas das evidências mais concretas dos fatos narrados pelo Ministério Público Federal (MPF) na denúncia apresentada contra o petista.

As ações penais abertas sobre o tema no Paraná continuam por enquanto, mas ficarão esvaziadas se Moro não puder contar com os fatos relatados e os documentos apresentados pelos empresários Emílio e Marcelo Odebrecht e quatro ex-executivos da empresa. Os documentos serão agora encaminhados à Justiça Federal de São Paulo.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Ceará ainda tem seis açudes secos e sete abaixo de 1%

Graças às chuvas deste mês, o volume médio dos 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) praticamente dobrou. Passou de 8.3%, em 31 de março, para os atuais 16%. Foi um alívio. Mesmo assim, o quadro continua crítico e há ainda seis reservatórios secos e sete com menos de 1%.

Este abril segue como o mais chuvoso desde 2009. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou, entre 7h de domingo e 7h de ontem chuvas em 109 municípios. As três maiores caíram sobre Quixadá (66mm), São João do Jaguaribe (48.2mm) e Ibicuitinga (45mm).

Para hoje, a Funceme prevê possibilidade de chuva no Centro-Norte do Estado e para amanhã, o inverso, favorável a chuva no Centro-Sul. Neste período do ano, as chuvas decorrem da aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é uma banda de nuvens formada pela confluência dos ventos alísios dos hemisférios Norte e Sul.

Açudes
Dos seis açudes que permanecem secos, quatro estão na Bacia do Alto Jaguaribe: Carão, em Tamboril; Faé, em Quixelô; e Monte Belo, em Araripe. O reservatório Carão, em Tamboril, integra a Bacia do Acaraú; e o Serafim Dias, em Mombaça, faz parte da Bacia do Banabuiú.

O gerente do escritório regional da Cogerh em Iguatu, Anatarino Torres, explicou que a irregularidade e a ocorrência de chuvas localizadas, que são características do Semiárido nordestino, fazem com que açudes em um mesmo município ou próximos tenham recargas diferenciadas. "Há também outro fator, que é a existência de outros reservatórios a montante, ou seja, acima, que retém as águas. "Neste caso, é preciso que o açude anterior transborde", explica.

Em Quixelô, o Açude Faé está seco desde 2016. "Em 2013, chegou a ter um milhão de m³ de água, mas veio perdendo volume a cada ano", observou Torres. "O Faé fica abaixo do açude Angicos, que fica entre Acopiara e Quixelô, e somente recebe água do riacho, quando o anterior sangra".

Anatarino Torres exemplificou que, nos últimos três anos, as chuvas têm sido escassas nos municípios de Acopiara, Mombaça, Piquet Carneiro, Catarina, Pedra Branca, parte de Tauá e Arneiroz. "Por isso, há reservatórios secos e com reduzido volume", frisou. "Temos tido invernos fracos e, neste ano, houve uma melhoria, mas as chuvas são localizadas".

Isso faz com que, em Tauá, o Açude Trici (86,60%) tenha obtido significativa recarga e possa até sangrar, por causa de chuvas na região de Quiterianópolis e Parambu. Entretanto, os reservatórios Forquilha II e Favelas permanecem secos, e o Broco está com reduzido volume.

Em Araripe, o Açude Monte Belo continua seco e a explicação assemelha-se ao que se verifica em outros municípios. "Os açudes Pau Preto e João Luís retém a água, impedindo a chegada ao Monte Belo", pontuou Anatarino. "No Sertão Central, há áreas que foram favorecidas por boas chuvas, parte de Quixeramobim, Quixadá e Morada Nova, enquanto que em outras partes as chuvas ficaram escassas".

O açude Serafim Dias permanece seco em Mombaça e dezenas de carros-pipa diariamente deslocam-se até Iguatu para retirar água do Trussu. O mesmo ocorre com o São José II, em Piquet Carneiro, que está com menos de 1%. "O Trussu teve uma pequena recarga neste fim de semana e o nível subiu 9 cm, mas desde 2012 não recebe recarga por que as chuvas em Acopiara e Catarina continuam reduzidas", frisou. "É um reservatório estratégico para o abastecimento de Iguatu e Acopiara".

Em Quixeramobim, a barragem de mesmo nome, que estava seca, em apenas quatro dias recebeu significativa recarga, neste abril, e atualmente está com 76,32%, mantendo a possibilidade de sangria, caso ocorram chuvas na região. Já o açude Monsenhor Tabosa, está com apenas 0,22%. "São realidades díspares em um mesmo município por causa das chuvas irregulares", confirmou o presidente do Sindicato Rural, Cirilo Vidal.

HONÓRIO BARBOSA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Secretaria da Saúde do Ceará realiza web palestra com infectologista sobre Influenza H1N1

A Secretaria da Saúde do Ceará realiza nesta quarta-feira, 25 de abril, a partir das 15 horas, web palestra sobre Influenza H1N1, com o presidente da Sociedade Cearense de Infectologia, Guilherme Henn. A conferência online será transmitida pelo Núcleo de Telessaúde da Sesa. Para participar, basta clicar no link.

A influenza é uma doença infecciosa aguda, de origem viral que acomete o trato respiratório, de elevada transmissibilidade, distribuição global e comportamento sazonal. Um indivíduo pode contraí-la várias vezes ao longo da vida. Em geral, tem evolução autolimitada, podendo, contudo, apresentar-se de forma grave que é denominada de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado em 19 de abril, no Ceará foram notificados 116 casos de SRAG até 18/04/2018. Dentre estes, 23,3% (27/116) foram causados pelo vírus influenza; 37,0% (43/116) SRAG não especificada; 6,9% (8/116) por outros vírus/agentes etiológicos e 32,8% (38/116) dos casos de SRAG encontram-se em investigação.

Capacitação
A transmissão de palestras e cursos é feita através do telessaúde, que permite a preparação e atualização de profissionais à distância, com uso de tecnologias de informação e comunicação. Pela web conferência, por meio de som e imagens, os palestrantes se comunicam com profissionais de saúde dos municípios de diferentes regiões do estado. Além da exposição do palestrante, há interação entre os participantes por meio de perguntas e respostas.

Assessoria de Comunicação/Sesa

Curta nossa página no Facebook

Decisão do Supremo pode tirar Lula das mãos de Moro e também das do TRF-4

A decisão da Segunda Turma do STF que tirou das mãos de Sergio Moro os trechos da delação da Odebrecht que citam Lula tem implicações para o futuro do ex-presidente no curto e no médio prazo. Para integrantes da corte, o entendimento da maioria dos ministros abre larga avenida não só para que duas ações penais a que o petista responde perante o juiz de Curitiba migrem para a Justiça de SP, como também tira a apreciação de eventuais recursos nesses casos da alçada do TRF-4.

Ministros do Supremo que não atuam na Segunda Turma avaliam que a declaração de incompetência de Moro nas ações sobre o sítio de Atibaia e a compra de um terreno para o instituto Lula não é automática, mas agora certamente será discutida.

A Justiça paulista terá que abrir inquérito para apurar as menções a Lula na delação da Odebrecht, e a defesa do petista está pronta para argumentar que a lei veda que alguém responda por um mesmo fato em dois juízos. Está aí o caminho das pedras para tirar o ex-presidente das mãos de Moro.

Em outra frente, a decisão da Segunda Turma do Supremo fortalece a alegação usada pela defesa de Lula em recursos apresentados contra o processo do tríplex, que levou o petista à prisão.

Nos recursos a cortes superiores, os advogados do ex-presidente argumentam que o próprio Moro reconheceu que não havia vínculo direto entre o dinheiro gasto pela OAS na reforma do imóvel e contratos da Petrobras.

Juristas estranharam a guinada da Segunda Turma, que havia negado por unanimidade pedido semelhante da defesa de Lula. Um observador do funcionamento da Justiça ironizou: “Gol de mão, em impedimento e após o tempo regulamentar”.

A defesa de Fernando Bittar, dono de metade do sítio de Atibaia, também tem esperanças de que a decisão do Supremo leve o processo para a Justiça de SP.

Fonte: Painel/Folha.com

Curta nossa página no Facebook

Governador Camilo Santana anuncia mais 1.400 PMs nas ruas a partir de junho

A data para a formatura da terceira turma da Polícia Militar do Ceará já está definida. De acordo com o governador Camilo Santana, durante bate-papo ao vivo em sua página no Facebook, nesta terça-feira (24), os agentes que estavam em processo de formação na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp-CE) serão graduados no próximo dia 13 de junho. “São mais de 1.400 policiais para reforçar a segurança pública no Ceará. Somente neste governo, cerca de nove mil agentes a mais foram distribuídos nas mais diversas áreas da segurança cearense”, destacou o governador.

Em outubro último, mais 1.350 agentes reforçaram a segurança no Estado (primeira turma). Em dezembro, 1.305 novos policiais militares (segunda turma) foram formados. O efetivo corresponde ao concurso lançado pelo governador Camilo Santana em junho de 2016 – que convocou, no mínimo, 4.200 PMs.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

STF tira de Moro delações sobre sítio de Atibaia e Instituto Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (24) derrubar a decisão individual do ministro Edson Fachin que determinou o envio de acusações de delatores da Odebrecht contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a 13ª Vara Federal em Curitiba, comandada pelo juiz federal Sérgio Moro.

De acordo com os delatores, entre eles Marcelo e Emílio Odebrecht, a empreiteira teria custeado despesas pessoais de Lula, como reformas em um sítio frequentado por sua família em Atibaia (SP), a compra do terreno para instalação do Instituto Lula em São Paulo e pagamentos por palestras realizadas pelo ex-presidente em eventos organizados pela empreiteira no exterior.

Por 3 votos a 2, seguindo voto divergente do ministro Dias Toffoli, a Turma entendeu que as acusações contra Lula não têm relação com os desvios de recursos na Petrobras, cujo relator é o juiz Sérgio Moro. Dessa forma, o processo deve ser enviado para a Justiça Federal em São Paulo, onde os supostos crimes ocorreram. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes seguiram o voto de Toffoli. Edson Fachin e Celso de Mello não conheceram o recurso.

Na decisão, após pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), Fachin desmembrou parte dos depoimentos de delação de executivos da empreiteira Odebrecht e enviou os fatos para Justiça Federal em Curitiba. No entanto, a defesa de Lula discordou da decisão, e o recurso foi julgado na sessão do colegiado.

Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

Bolsonaro ganha legião de “robôs” apoiadores na Internet

Pré-candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro fincou as unhas em território online. Segundo pesquisa feita a pedido da Veja, 70% dos perfis mais ativos no Twitter sobre política atuam em favor do deputado.

Analistas entrevistados pela reportagem veem sinais de interferência externa nessa mobilização, que teria sido inflada por perfis falsos e robôs. 

Robôs? Internautas ficaram irritados com a insinuação, o que causou uma chuva de vídeos e imagens na internet por parte dos apoiadores do deputado: “Eu sou o robô de Bolsonaro”, dizem. O deputado também se pronunciou.

Atualmente, Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 15% das intenções de voto, nos cenários com Lula candidato, segundo o Datafolha. Sem Lula, o deputado aparece em primeiro, com 17%.



Fonte: Exame.com

Curta nossa página no Facebook

7 coisas que você não deve compartilhar no Facebook

Todos nós temos segredos e algumas coisas devemos manter apenas para nós mesmos.

Enquanto algumas coisas são inofensivas e leves, outras podem fazer as pessoas te olharem torto e até se afastarem!

Abaixo 7 coisas sobre você que você não deve compartilhar:

1- Salário
Falar sobre salário é sempre complicado. Se você ganha muito, causará inveja e se você ganha pouco, causará condescendência ou pena. É uma situação incômoda em que ninguém sai ganhando não importa o que é dito. Se você quiser demonstrar o quanto está ganhando, pague uma rodada para todo mundo ou então, ofereça a oportunidade para todo mundo pagar uma rodada para você.

2- Doenças
É foda quando adoecemos, mas ninguém realmente quer saber do seu nariz escorrendo, tosses com catarro ou dores abdominais. E se você quiser continuar a manter seus amigos, não conte que pegou gripe suína o até outra coisa grave. Mas se você estiver louco para falar sobre saúde, fale sobre planos de saúde.

3- Problemas Sexuais
Não se preocupe, você não seria o único a ter algum problema como fazer sua cobra subir. E seria totalmente impossível você ser a única no mundo a achar que é frígida. No entando, conversar sobre problemas sexuais não é bem o melhor assunto para se ter numa conversa corriqueira ou algo para começo de conversa, principalmente no no mural do facebook! Mantenha suas disfunções e doenças para si mesmo ao invés de reclamar e comentar com outras pessoas sobre sua vida sexual.

4- Velhos hábitos de infância
Você fez xixi na cama até os 15 anos de idade? Maravilha. Levou seu amigo imaginário para a escola? Legal. Compartilhar essas coisas com os outros? No mínimo é estranho. Toda criança já fez coisas esquisitas e a maioria delas acabaram não se tornando grandes histórias. Mantenha seus hábitos de infância guardados no passado e no máximo invente uma história sobre como viu a diretora da escola dando uns pegas com o vigia.

5- Problemas com a lei
Ser barrado por conta de uma identidade falsa pode ser engraçado. Ser barrado numa blitz embriagado ou drogado quando você deveria estar em casa cuidando de seu filho já é uma situação mais trágica. Fique mais na sua ao invés de falar com toda a vizinhança sobre quando e por que você já foi preso. Agora, se você quiser ser aquele que ninguém se aproxima e faz os pais ficarem atentos pros seus filhos não chegarem perto, então vá em frente e conte todas as contravenções que já participou.

6- Problemas de Relacionamento
Mulheres na fila do supermercado vão derreter se ouvirem um cara falando docemente sobre sua namorada. Ou essas mesmas mulheres vão recuar lentamente e mudar de caixas se começar a reclamar sobre como você a odeia. Me desculpe se as coisas não estão dando certo para você amigo, mas um estranho não estará a fim de ouvir seus problemas. E pode chegar um ponto em que seus amigos também não aguentarão mais seu mimimi de sempre.

7- Fetiches
Ter uma coleção de "brinquedos sexuais" e deixá-los na sala de jantar não é legal, é esquisito. Colocar fotos deles no Facebook, pior ainda. Aquilo que pode apenas uma diversão, um passatempo para você pode fazer outras pessoas suspeitarem que você é um pervertido psicopata! Dê um fim nesses rumores colocando todas as suas coleções especiais e hábitos excêntricos num lugar bem escondido ou só compartilhe com quem tem certeza que partilha os mesmos gostos seus. Alguns fetiches podem causar repulsa ou indignação enquanto outros podem fazer as pessoas te olharem até mesmo como criminoso. Então cuidado!

Curta nossa página no Facebook

Lavar as mãos reduz em 40% doenças como gripe, conjuntivite e viroses

Uma ação tão simples e rápida, mas com efeitos tão importantes. Lavar as mãos é um hábito básico de higiene que tem consequências muito positivas para a saúde. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que o costume pode reduzir em até 40% a contaminação por vírus e bactérias que causam doenças como gripes, resfriados, conjuntivites e viroses.

Mesmo assim, a prática é negligenciada tanto por pessoas comuns como por profissionais da saúde no dia a dia. Por isso, a OMS instituiu o dia 5 maio como data para a realização de programas e ações que estimulem o hábito de higienizar as mãos todos os dias.

Os especialistas recomendam que a higiene das mãos seja feita com água e sabão sempre que necessário – principalmente antes das refeições e ao sair do banheiro. Vale também ter sempre à mão álcool gel para fazer a limpeza quando não houver outros meios à disposição. “A higiene das mãos, com água e sabão ou com álcool gel é uma medida que deve ser utilizada”, afirma Evaldo Stanislau Affonso de Araújo, médico da divisão de moléstias infecciosas e parasitárias do Hospital das Clínicas e responsável pelo Programa de Stewardship da Fundação São Francisco Xavier

A higienização correta das mãos é parte fundamental para prevenir que bactérias multirresistentes se espalhem em ambientes hospitalares. Dados da Organização Pan-Americana da Saúde revelam que, mundialmente, as infecções relacionadas à assistência à saúde afetam centenas de milhões de pessoas e têm um impacto econômico significativo nos pacientes e sistemas de saúde. Em países desenvolvidos, essas doenças representam de 5% a 10% das internações em hospitais de cuidados agudos. Nos países em desenvolvimento, o risco é de duas a 20 vezes superior e a proporção de pacientes com esse tipo de infecção pode exceder 25%.

No Brasil, de acordo com dados da Anvisa, cerca de 25% das infecções registradas são causadas por micro-organismos multirresistentes – aqueles que se tornam imunes à ação dos antibióticos. “A higienização das mãos é uma prática tradicional e, isoladamente, é o fator mais importante na prevenção das infecções. Por mais que tenhamos tecnologia e antibióticos potentes, nada vai impedir que uma bactéria passe de um paciente para outro se não fizermos a higienização”, enfatiza Evaldo Stanislau.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Ministros do STF admitem soltura e candidatura de Lula

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse nesta terça-feira, 24, que considera "prejudicado" o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. O ministro Edson Fachin, relator da operação na Corte, encaminhou para o plenário virtual da Segunda Turma do STF uma reclamação da defesa do petista contra a execução da prisão. Gilmar, no entanto, admitiu a possibilidade de a decisão da Turma resultar na liberdade de Lula.

“Eu acredito que já esteja prejudicado, porque o Tribunal (TRF-4) negou o recurso, mas pode, claro”, afirmou o ministro, que participou de evento sobre fake news promovido pela revista Veja, no teatro Santander, em São Paulo. Entre os convidados estavam também o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux.

Lula está preso desde 7 de abril, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba - a PF pediu a transferência dele para outra unidade prisional. Gilmar também comentou a hipótese de que ao invés de dois crimes (lavagem de dinheiro e corrupção passiva), Lula pode ter a condenação revista, restando apenas a imputação por corrupção - e, neste caso, a lavagem de dinheiro considerada uma ação feita no contexto da corrupção passiva. “É preciso discutir se os dois crimes a que ele foi condenado são realmente dois crimes”, afirmou. Se, eventualmente, o entendimento for de que houve apenas um crime, a pena do ex-presidente poderá ser reduzida.

Fux afirmou que uma das tarefas do TSE é preservar a Lei da Ficha Limpa, mas admitiu a hipótese do presidente Lula ter sua candidatura à Presidência da República registrada. “A lei prevê que o acesso ao judiciário é uma cláusula pétrea. Evidente que se o Supremo Tribunal Federal deferir uma liminar, e o TSE vem abaixo dele, manda quem pode obedece quem tem juízo.”, disse. “Se o Supremo emitir uma ordem eu terei que, necessariamente, cumprir”, completou.

Fake news
Em um debate sobre as chamadas fake news, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, afirmou que a corte vai agir de formas preventiva e punitiva contra a disseminação de notícias falsas nas eleições deste ano. Ele disse ainda que um candidato eleito com a divulgação de notícias falsas pode ser cassado e a eleição, nessas condições, anulada.

"Uma propaganda que visa destruir candidatura alheia pode gerar uma configuração de abuso de poder que pode levar a uma cassação", disse Fux. "Se o resultado da eleição for fruto de uma fake news capaz de ter essa expressão, anula a eleição."

Ele reforçou que o tribunal formou comitês de inteligência de imprensa para acompanhar o processo eleitoral com foco na disseminação de notícias falsas. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o Exército e Polícia Federal participam do comitê de inteligência. Fux destacou que o Ministério Público acompanha os trabalhos e que o Judiciário só atua quando é provocado.

O ministro informou ainda que o TSE está convidando uma empresa estrangeira acusada de disseminar fake news no Brasil para prestar esclarecimentos. A proposta do tribunal, reforçou, é "atacar preventivamente" e identificar fábricas de robôs de notícias faltas. "Vamos convidar para depoimento, buscar e apreender equipamentos e instaurar procedimentos", reforçou.

Fonte: Estadão

Curta nossa página no Facebook

Gripe H1N1: sintomas, tratamentos e causas

O que é Gripe H1N1?
A gripe H1N1 consiste em uma doença causada por uma mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, ela se tornou conhecida quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010.

Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema da gripe H1N1 é que ela pode levar a complicações de saúde muito graves, podendo levar os pacientes até mesmo à morte.

Pandemia
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ao todo 207 países e demais territórios notificaram casos confirmados de gripe H1N1 entre 2009 e 2010, quando houve a pandemia da doença. Durante este período, foram quase nove mil mortos em decorrência da gripe H1N1.

O surto começou no México, onde uma doença respiratória alastrou-se pela população e chegou rapidamente aos Estados Unidos, Canadá e, depois, para o restante do mundo – graças às viagens aéreas.

Surto 2016
Em 2016 a gripe H1N1 chegou mais cedo ao Brasil. Em março de 2016 o número de casos só no estado de São Paulo superou a quantidade de pessoas doentes em 2015 em todo o país. São 260 casos no Estado até março de 2016, contra 141 no Brasil no ano anterior.

Normalmente a gripe H1N1, assim como os outros tipos de gripe, são bem mais comuns no inverno, mas o surto desta vez começou no verão. Acredita-se que o grande fluxo de pessoas vindas de regiões frias, como Estados Unidos, Canadá e Europa.

Causas
As primeiras formas do vírus H1N1 foram descobertas em porcos, mas as mutações conseguintes o tornaram uma ameaça também aos seres humanos. Como todo vírus considerado novo, para o qual não costumam existir métodos preventivos, o vírus mutante da gripe H1N1 espalhou-se rapidamente pelo mundo.

A transmissão ocorre da mesma forma que a gripe comum, ou seja, por meio de secreções respiratórias, como gotículas de saliva, tosse ou espirro, principalmente. Após ser infectada pelo vírus, uma pessoa pode demorar de um a quatro dias para começar a apresentar os sintomas da doença. Da mesma forma, pode demorar de um a sete dias para ser capaz de transmiti-lo a outras pessoas.

Fatores de risco
A gripe H1N1, como qualquer gripe, pode afetar pessoas de todas as idades, mas, no período em que houve a pandemia, notou-se que o vírus infectou mais pessoas entre os cinco e os 24 anos. Foram poucos os casos de gripe H1N1 relatados em pessoas acima dos 65 anos de idade.

Gestantes, doentes crônicos (como diabéticos), crianças pequenas, pessoas com obesidade e com outros problemas respiratórios também estão entre os grupos mais vulneráveis para gripe H1N1.

Os demais fatores de risco seguem a mesma linha daqueles enumerados para outros tipos de grupo. Permanecer em locais fechados e com um aglomerado de pessoas, levar as mãos à boca ou ao nariz sem lavá-las antes e permanecer em contato próximo com uma pessoa doente são os principais fatores que podem aumentar os riscos de uma pessoa vir a desenvolver gripe H1N1.

Sintomas de Gripe H1N1
Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são muito parecidos com os da gripe comum, mas podem ser um pouco mais graves e costumam incluir algumas complicações também. Veja:
  • Febre alta
  • Tosse
  • Dor de cabeça
  • Dores musculares
  • Falta de ar
  • Espirros
  • Dor na garganta
  • Fraqueza
  • Coriza
  • Congestão nasal
  • Náuseas e vômitos
  • Diarreia

As complicações decorrentes da gripe H1N1 são comuns em pessoas jovens, o que é bastante difícil de acontecer em casos de gripe comum.

A insuficiência respiratória é um sintoma frequente da gripe H1N1 que não é devidamente tratada. Em casos graves, ela pode levar o paciente à morte.

Diagnóstico de Gripe H1N1
A suspeita de gripe H1N1 ocorre em pessoas com quadro de sinais e sintomas compatíveis aos de gripe, mas com as complicações típicas da H1N1. Nestes casos, o médico deverá coletar uma amostra de secreção do paciente e enviá-la para análise minuciosa no laboratório.

Tratamento de Gripe H1N1
A maioria dos casos de gripe H1N1 foi sanada completamente sem a necessidade de internação hospitalar ou do uso de antivirais. Em alguns casos, no entanto, o uso de medicamentos e a observação clínica são necessários para garantir a recuperação do paciente.

Prevenção
A prevenção de gripe H1N1 segue as mesmas diretrizes da prevenção de qualquer tipo de gripe, só que o cuidado deve ser redobrado:
  • Evite manter contato muito próximo com uma pessoa que esteja infectada
  • Lave sempre as mãos com água e sabão e evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca
  • Leve sempre um frasco com álcool-gel para garantir que as mãos sempre estejam esterilizadas
  • Mantenha hábitos saudáveis. Alimente-se bem e coma bastante verduras e frutas. Beba bastante água
  • Não compartilhe utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros
  • Se achar necessário, utilize uma máscara para proteger-se de gotículas infectadas que possam estar no ar
  • Evite frequentar locais fechados ou com muitas pessoas
  • Verifique com um médico se há necessidade de tomar a vacina que já está disponível contra a gripe H1N1

Vacinação
Devido ao aumento súbito de casos no início de 2016, a prefeitura de São José do Rio Preto está fazendo uma campanha de vacinação extra na cidade, usando o lote de vacinas de 2015, que contempla também H1N1. No entanto, é muito importante ressaltar que em 2016 uma nova vacina da gripe será lançada na campanha nacional de vacinação contra a gripe, e ela também contemplará a H1N1 e deverá ser tomada.

A vacinação normalmente é oferecida na rede pública para pessoas dentro dos grupos de risco, ou seja:
  • Crianças entre 6 meses e 5 anos
  • Idosos acima de 60 anos
  • Gestantes
  • Portadores de doenças crônicas, como bronquite e asma

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Lula livre? Fachin libera recurso da defesa do ex-presidente para julgamento da Segunda Turma

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento na Segunda Turma da Corte o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tenta obter sua liberdade. O julgamento será virtual, ou seja, os ministros não precisarão se reunir fisicamente. Seus votos serão incluídos no sistema do STF. Votarão o relator, Edson Fachin, e outros quatro ministros: Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso de Mello. A data do julgamento não foi marcada ainda, mas a expectativa é que ocorra no começo de maio.

No recurso, a defesa de Lula atira em várias direções na tentativa de que uma delas dê certo. Vai de razões processuais à menção a trecho da Constituição segundo o qual "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória". O trânsito em julgado ocorre quando não é mais possível apresentar recursos contra a decisão da justiça. O entendimento vigente hoje no STF permite prisão após condenação em segunda instância, caso de Lula.

Em 6 de abril, quando o juiz Sergio Moro já tinha decretado sua prisão, mas Lula não tinha se entregado, a defesa apresentou uma ação no STF com pedido liminar para evitar sua prisão. Em 7 de abril, Fachin negou a solicitação e Lula se entregou à Polícia Federal (PF). Em 13 de abril, a defesa recorreu. Em parecer, a Procuradoria-Geral da República pediu a manutenção da decisão de Fachin.

Uma resolução de julho de 2016 permite que recursos como o apresentado por Lula sejam analisados virtualmente. Em geral, é dada o prazo de uma semana para que o ministro possa analisar os processos na pauta virtual. Os votos e resultado são conhecidos apenas no final. Qualquer ministro, porém, pode pedir destaque, levando o caso ser julgado presencialmente. As partes, incluindo o Ministério Público, também podem pedir julgamento numa sessão física.

A defesa entende que Lula deve ser solto e ter a garantia de ficar livre até que "sua prisão seja fundamentada". Os advogados destacaram que o STF autoriza atualmente a execução da pena após a segunda instância, mas não a torna obrigatória. Segundo a defesa, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) não fundamentou devidamente a ordem de prisão.

Os advogados também afirmam que ainda não acabou a análise do processo no TRF4, que integra a segunda instância da Justiça brasileira. O tribunal, com sede em Porto Alegre, já negou dois recursos: os embargos de declaração, e os embargos de declaração nos embargos de declaração. Mas ainda está pendente a análise de recursos ao tribunais superiores que, pelas regras processuais, devem passar primeiro pelo TRF4. O recurso especial, para ser remetido ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), uma instância acima, deve ser analisado primeiramente pela Vice-Presidência do TRF4, o que ainda não ocorreu.

Por fim, caso toda essa argumentação seja rejeitada, a defesa pede um "habeas corpus de ofício". Ou seja, entende que os ministros podem ver ilegalidade na prisão e, assim, determinar de pronto a liberdade de Lula. Para isso, cita pontos da Constituição e do Código de Processo Penal que, na sua visão, se aplicam ao ex-presidente.

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo TRF4 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP), elevando a pena de nove anos imposta anteriormente por Moro. No começo de abril, o STF negou um habeas corpus da defesa, abrindo caminho para a decretação da prisão. Lula está detido desde o dia 7 de abril em Curitiba.

No dia 13, ao recorrer novamente ao STF, a defesa pediu que Fachin reconsiderasse a decisão em que manteve a validade do decreto de prisão. Alternativamente os advogados de Lula pediram que o ministro levasse a decisão para análise da Segunda Turma da corte, da qual fazem parte ele e outros quatro ministros.

Fonte: O Globo

Curta nossa página no Facebook

14 hábitos simples que vão te ajudar a comer menos e melhor

Muitas pessoas se queixam pelo fato de estarem comendo demais ou de forma desnecessária, e nem sempre sabem o que fazer para ajudar nesses impulsos. Separamos 14 hábitos simples que te ajudarão a comer melhor e de forma equilibrada.

1. Concentre-se no que está comendo
Assistir televisão, mexer no celular ou computador, ler livros e revistas. Todas essas coisas parecem inofensivas, certo? Errado. A distração é um grande aliado dos excessos. Reduzir ao máximo atividades que te distraem enquanto come é uma ótima opção para te ajudar a comer menos. Saiba mais sobre o mindful eating.

2. Conheça suas fraquezas
Saiba exatamente quais são os alimentos não saudáveis que você não consegue resistir. Tendo essa consciência, você pode evitá-los os mantendo fora do seu alcance. Assim, você evitará comer por impulso e também estará deixando de lado uma opção não saudável, podendo substituí-la por uma saudável. Nutricionistas explicam aqui como acabar com o desejo por doces.

3. Não proíba todos os seus alimentos favoritos
Restringir-se por muito tempo de comer algo que gosta muito, pode levá-lo à compulsões alimentares. Esse é um dos principais erros das dietas, confira aqui. O ideal é conseguir achar um equilíbrio, concentrando-se em uma alimentação saudável e balanceada na maior parte do tempo e se permitindo comer aquilo que gosta de vez em quando.

4. Reduza o estresse
O estresse pode fazer com que você acabe cometendo excessos na hora de se alimentar. Além disso, pode ser usado como desculpa para optar por refeições mais práticas e consequentemente menos saudáveis. Busque reduzir os níveis de estresse no seu dia a dia. Veja aqui a relação entre estresse e dieta e quais alimentos podem te ajudar a combater o estresse.

5. Invista em alimentos ricos em fibras
As fibras alimentares estimulam a saciedade, pois são processadas mais lentamente, retardando o esvaziamento gástrico, promovendo assim a maior e mais prolongada sensação de saciedade, impactando na redução da ingestão alimentar. Conheça melhor os benefícios das fibras.

6. Faça um diário alimentar
Manter um diário alimentar fará com que você crie consciência não somente da quantidade que está comendo, mas também do que você consome. Dessa forma é possível identificar hábitos não saudáveis que podem estar te prejudicando. Confira o estudo.

7. Aposte na proteína
Comer alimentos ricos em proteínas pode ajudá-lo a evitar a fome e os desejos. Começar o dia com um café da manhã com alto teor de proteína também pode ajudar a combater a fome no final do dia. Veja aqui os benefícios.

8. Equilibre seus níveis de açúcar no sangue
Coma alimentos que ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue constantes. Alimentos com alto índice glicêmico, como doces e pão branco, podem fazer com que o açúcar no sangue suba e caia rapidamente, o que pode levar a excessos. Em vez disso, escolha alimentos como feijão, aveia e arroz integral por exemplo. Veja 15 maneiras fáceis de reduzir os níveis de açúcar no sangue.

9. Desacelere
Concentrar-se em comer mais devagar e mastigar bem a comida pode ajudá-lo a reduzir o excesso de comida. Comer rápido demais engorda e faz mal para a saúde.

10. Substitua as bebidas açucaradas por água
Evite bebidas açucaradas, como refrigerantes ou sucos de latinha, por exemplo. Eles têm sido associados a um aumento do risco de diabetes e outras doenças, e também podem estar ligados aos excessos alimentares. Os refrigerantes são, inclusive, mais prejudiciais à saúde do que doces e sobremesas.

11. Seja sincero com você mesmo
Pergunte-se porque você está comendo demais e resolva os problemas por trás do comportamento. Depressão e tédio são dois motivos comuns. Se você acha que está sofrendo de depressão, procure um profissional especializado em saúde mental para orientação. Se você tem comido apenas por tédio, procure ocupar a cabeça nessas horas até o desejo passar. Confira o estudo.

12. Fuja de modismos alimentares
Em vez de seguir dietas da moda para controlar seus excessos temporariamente, encontre uma maneira equilibrada que nutra seu corpo e o ajude a alcançar a saúde ideal. Veja os riscos relacionados às dietas da moda.

13. Quebre velhos hábitos
Identifique seus hábitos não saudáveis e substitua-os gradualmente por novos comportamentos mais positivos. Por exemplo, faça questão de comer na mesa de jantar, em vez de na frente da TV, ou substituir sua taça noturna de sorvete por uma xícara de chá quente. Essas substituições se tornarão hábitos saudáveis com o tempo. Saiba como a modernidade pode gerar impactos negativos na sua alimentação.

14. Coma gorduras saudáveis
Tente adicionar mais gorduras saudáveis à sua dieta. Estudos demonstraram que isso pode ajudá-lo a sentir-se satisfeito após as refeições e a perder peso ao longo do tempo. Veja opções de alimentos com gorduras boas para incluir na dieta.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa página no Facebook

Juazeiro do Norte abre seleção para cadastro de gestores escolares

A Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte, no Ceará, divulgou o edital de seleção para cadastro de reserva de gestores escolares. As inscrições acontecem entre esta terça-feira (24) e sexta-feira (27).

No total, 90 escolas terão o quadro do núcleo gestor renovado por conta da seleção. As remunerações previstas chegam a R$ 1.400 para o cargo de diretor administrativo do ensino fundamental.

Os interessados em participar da seleção devem se inscrever na sede do Instituto Juazeiro de Educação Superior (Ijes), na Rua da Glória, 175, Centro de Juazeiro do Norte. A prova acontece no dia 20 de maio.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Após prisão de Lula, PT ainda é o partido preferido do eleitor, diz Datafolha

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 7 deste mês, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP), não alterou a preferência do brasileiro por seu partido, o PT. 

Segundo pesquisa Datafolha realizada de 11 a 13 de abril, 20% dos entrevistados têm simpatia pelo partido —em janeiro, eram 19%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. 

Os demais partidos registram índices bem menores. Em segundo lugar aparece o MDB, citado por 4% dos entrevistados; depois vêm PSDB (3%) e PDT e PSOL (1% cada um). As demais siglas não pontuaram.

Desde 1989 o Datafolha realiza esse modelo de pesquisa. O maior grupo de entrevistados sempre declarou não ter preferência partidária. Nesta última sondagem, 62% deram essa resposta —eram 64% em janeiro deste ano.

O PT é o partido preferido dos brasileiros desde 1999. Teve seu melhor desempenho em março de 2013, quando foi mencionado por 29% dos entrevistados.

Nos anos seguintes, com os escândalos de corrupção nos governos petistas revelados pela Lava Jato, a simpatia pelo partido desabou.

O pior resultado nesse período veio em dezembro de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, quando o partido teve 9% das menções. 

Ainda assim, foi a agremiação com mais simpatizantes (MDB e PSDB, em segundo lugar, tinham 4% cada um).

Nesta pesquisa de 2016, os brasileiros sem preferência partidária chegaram a 75%, patamar mais alto de toda a série histórica do Datafolha.

A partir de 2017, o PT voltou a crescer, talvez num reflexo da impopularidade do governo Michel Temer (MDB), e o número dos que se declaram sem partido entrou em queda.

Na análise por variáveis socioeconômicas, observa-se que a preferência pelo PT diminui conforme aumenta o grau de instrução e a renda familiar mensal do entrevistado: 25% entre os menos instruídos ante 12% entre os mais instruídos; 26% entre os mais pobres contra 11% entre os mais ricos. 

Partido mais citado em todas as regiões do país, o PT registra índices mais altos nas regiões Norte (27%) e Nordeste (32%) e mais baixos no Sul (15%) e no Sudeste (15%) do país. 

MDB e PSDB não alcançam 10% de menções em nenhuma região do país.

Fonte: Folha.com

Curta nossa página no Facebook

Nem Um Aluno Fora da Escola: Ceará lança programa para diminuir abandono escolar nos municípios

A luta pela diminuição da evasão escolar no Estado será intensificada por meio de política pública pioneira do Governo do Ceará. Lançado nesta segunda-feira (23), por meio da Secretaria da Educação (Seduc), o Programa Nem Um Aluno Fora da Escola investirá em série de ações pactuadas com cada um dos 184 municípios cearenses, com o objetivo de garantir acesso e permanência de todas as crianças e jovens de 4 a 17 anos na escola. A apresentação do programa foi realizada pelo governador Camilo Santana, em cerimônia no Palácio da Abolição. Participaram do evento a primeira-dama Onélia Santana, a vice-governadora Izolda Cela, o secretário da Educação, Rogers Mendes, prefeitos e educadores.

Para iniciar o desenvolvimento das ações, os gestores municipais presentes no lançamento assinaram um Termo de Compromisso com o Estado. A iniciativa do Executivo atuará em dois eixos: a prevenção ao abandono escolar e a inserção no sistema educacional de jovens que já se encontrem ausentes das unidades de ensino. A ideia do Estado é premiar os municípios que se destaquem com os melhores resultados.

Camilo Santana afirma que o Ceará se propôs a partir na frente com uma política inovadora, abrangendo um leque de várias ações importantes de pactuação e envolvendo Ministério Público, Conselho Tutelar, pais de alunos, sociedade e, especialmente, a liderança dos prefeitos para alcançar as diferentes realidades das cidades cearenses.

“Vamos usar algumas ferramentas importantes, integrar o sistema de informações de gerenciamento escolar, buscar as experiências de sucesso que parte dos municípios já possui, além de premiar os municípios com melhores resultados. Hoje a gente tem 33 mil jovens e crianças em todas as faixas etárias da escola que abandonam os estudos. A ideia é que possamos evitar que esses alunos abandonem os estudos e que os que estão fora retornem”, disse o governador.

Medidas
No primeiro eixo de atuação, as prefeituras vão reforçar a atenção sobre grupos de estudantes que apresentam problemas que prejudiquem a permanência deles nas escolas. Serão utilizadas ferramentas de monitoramento da frequência e do desempenho acadêmico, como também programas de transição do Ensino Fundamental para o Médio e maior diálogo com o Conselho Tutelar do município.

Já no segundo foco, serão utilizados como instrumentos a Busca Ativa escolar pelos agentes educacionais, a constituição de uma rede de parceiros locais, ações voltadas para a permanência dos alunos reinseridos na escola, trabalhando o fortalecimento das competências socioemocionais.

O prefeito de São Benedito e presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará, Gadyel Gonçalves, garantiu que as lideranças municipais em todo o Estado estão motivadas e abraçadas com o novo projeto idealizado pelo Governo do Ceará.

“Vai ser mais um programa de grande importância para o nosso Estado. Com certeza a gestão estadual vai contar com o apoio de todos os municípios para buscarmos zerar o abandono escolar. Esse programa chegou na hora certa e será essencial para melhorar a nossa Educação”, afirmou.

Redução do abandono
A rede pública estadual de ensino vem apresentando redução histórica de abandono escolar no ensino médio. Na última década, a queda foi de 16,4% (2007) para 6,6% no ano passado. Em 2017, 105 escolas cearenses apresentaram abandono zero. Destas, 89 são de Educação Profissional, 15 de Ensino Regular e uma é indígena.

Um dos pilares nessa redução contínua da evasão escolar que o Ceará vem apresentando tem sido a política de criação das Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Atualmente, das 722 escolas da rede pública estadual, 230 já possuem a jornada prolongada, sendo 111 de Ensino Regular e 119 de Educação Profissional.

Estudante da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Jenny Gomes, a adolescente Kailane de Freitas, 15, testemunha que o seu ambiente escolar é lugar que motiva o aluno a permanecer dedicado aos estudos. E abre as portas para um futuro melhor e com mais oportunidades.

“Lá na escola em tempo integral temos as chamadas disciplinas eletivas, que são as aulas fora da aula normal. Elas nos ajudam e nos dão uma base melhor. Temos aulas de formação cidadã, matérias específicas de matemática, português, escrita, além de complementos importantes como disciplina de Meio Ambiente. Toda essa estrutura nos ajuda a passar com muito proveito pelo Ensino Médio”, compartilhou Kaliane.

Ceará Pacífico
A vice-governadora e coordenadora do Pacto por um Ceará Pacífico, Izolda Cela, discursou sobre a importância do programa para a diminuição da violência no Estado. Ela reforçou que, através de melhorias no ensino, é capaz de construir uma sociedade mais justa e menos desigual.

“A Educação foi convocada para integrar essa luta pela construção de uma sociedade mais pacífica, que é o grande desafio da sociedade brasileira. Essa convocação envolve tanto garantir uma boa escola para todos, o que tem evidente poder de prevenção, quanto alcançar as localidades mais vulneráveis com ações estruturadas para isso. Esse programa faz parte do compromisso para chegarmos nessas situações que precisam de um acompanhamento específico”.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Empresas de saúde vão vender plano com franquia; tudo o que você precisa saber

As empresas de saúde devem passar a comercializar planos com novas regras de coparticipação e franquia. A regulamentação está sendo preparada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que espera anunciar as novas normas até o fim deste ano.

Esses mecanismos de controle financeiros estão previstos desde 1998 em resolução do Conselho de Saúde Suplementar. As empresas até implementaram planos com coparticipação – aqueles em que o usuário paga um porcentual sobre consultas e exames.  Mas a franquia acabou não se popularizando devido à falta de clareza sobre sua aplicação.

A discussão sobre essa regulamentação voltou à mesa em 2016, quando o governo anunciou que estudava o lançamento de um plano de saúde popular – um produto mais barato, mas com cobertura menor do que a exigida pela ANS. A proposta foi duramente criticada, abrindo espaço então para a normatização dos planos com coparticipação e franquia.

Se a mudança entrar em vigor, usuários que tiverem planos com uma franquia de 5.000 reais, por exemplo, terão de arcar com os custos de suas despesas médicas até esse valor. A operadora pagará pelos gastos apenas quando o gasto ultrapassar esse limite. Até atingir a franquia, o cliente tem de bancar do próprio bolso a mensalidade e os gastos médicos.

O argumento de quem defende esse tipo de plano é que eles terão uma mensalidade menor, permitindo que mais pessoas tenham acesso à saúde privada. A economia aconteceria porque o consumidor teria de arcar com uma parcela maior do seu tratamento médico, o que evitaria gastos desnecessários que acontecem quando não há a contrapartida do cliente.

“Isso vai mudar o comportamento do consumidor, que passará a fazer melhor uso do serviço médico. Ele passará a questionar se o exame que o médico está pedindo é realmente necessário já que possui exames válidos ainda”, diz José Cechin, diretor-executivo da Federação Nacional de Saúde Suplementar (Fenasaúde).

As mudanças em discussão recebem críticas tanto órgãos de defesa do consumidor quanto empresas de planos de saúde. Para as entidades de direito do consumidor, as empresas não podem repassar para o usuário a responsabilidade de economizar com exames, já que ele não tem conhecimento necessário para saber quais são dispensáveis ou não.

“Não concordamos com a justificativa de que o consumidor é quem deve frear o uso indevido. Ele não decide, quem decide o que precisa ser feito é o médico. O consumidor não tem condições de avaliar se um procedimento é desnecessário”, avalia Maria Feitosa, supervisora do Procon-SP.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) também ataca o entendimento de que o consumidor usa mal o convênio médico. “A esmagadora maioria das vezes em que uma pessoa procura um serviço de saúde é porque ela precisa. Até porque no mercado de saúde a oferta é indutora da demanda. Ou seja, não é o consumidor que escolhe o que vai consumir no mercado de saúde. É sempre um intermediário (um médico, um profissional da saúde) que recomenda ou prescreve o produto.”

Para o Idec, a necessidade de economizar com exames e consultas pode trazer riscos à saúde do consumidor. “Quando há limitação, torna mais custoso ou condiciona as ações de prevenção, você retarda o diagnóstico precoce, porque as pessoas passam a procurar o sistema já doentes, o que vai contra a própria lógica da saúde, sair do paradigma da saúde como ausência de doença.”

Outro problema, segundo Feitosa, é que existe o risco de os planos de saúde suspenderem a venda de produtos sem franquia ou coparticipação ampliada. “Da mesma forma que o setor parou de comercializar planos individuais, nada garante que isso não vai acontecer quando esses convênios forem lançados.”

Já Cechin defende a possibilidade de o setor criar produtos com esses mecanismos de controle. “O consumidor vai ter a opção de escolher um produto com ou sem franquia. O que é pior: poder escolher ou não ter essa opção? A estrutura que existe hoje torna a operação do setor insustentável”, diz o diretor-executivo da Fenasaúde.

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) alerta para a necessidade de clareza sobre as regras de cobrança dos planos com franquia ou coparticipação. “É importante o acesso às informações referentes a valores que serão cobrados e da possibilidade de variação dos custos que não fazem parte da mensalidade.”

Coparticipação
A nova regulamentação da coparticipação não agradou entidades de defesa do consumidor nem empresas do setor. As entidades criticam a possibilidade de os limites de coparticipação subirem para 40%, chegando a 50% no caso de internações psiquiátricas. “Esses limites são altos e contrariam entendimentos anteriores da própria agência, em que já definiu 30% como teto razoável”, afirma o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).

A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) teme que exista um retrocesso na regulamentação da coparticipação. “A regulamentação deve trazer avanços em relação à franquia, mas pode representar um retrocesso do ponto de vista da coparticipação, pois cria insegura jurídica sobre o que é possível ou não ser feito”, diz Marcos Novais, economista-chefe da Abramge.

Ele se refere ao texto que foi colocado em consulta pública (veja abaixo), que cria limites para a coparticipação e franquia. “São tantas exceções, que fica difícil saber o que pode ou não. O que não é claro para a empresa também não é bom para o consumidor.”

De acordo com o texto, as operadoras de saúde não poderão cobrar franquia ou coparticipação sobre internação, exceto nos casos psiquiátricos.

Veja abaixo quais eram as exceções previstas em texto submetido à consulta pública:


I – Nas 4 (quatro) consultas realizadas com médico generalista (pediatria, clínica geral, médico de família, geriatria, ginecologia), a cada 12 meses;

II – Nos exames preventivos, entendendo-se por estes por:

a) Mamografia – mulheres de 40 a 69 anos – 1 exame a cada 2 anos;
b) Citologia oncótica cérvico-uterina – mulheres de 21 a 65 anos – 1 exame por ano;
c) Sangue oculto nas fezes – adultos de 50 a 75 anos – 1 exame ao ano, e repetição acaso o resultado seja positivo;
d) Colonoscopia – em adultos de 50 a 75 anos;
e) Glicemia de jejum – 1 exame ao ano para pacientes acima 50 anos;
f) Hemoglobina glicada – 2 exames ao ano para pacientes diabéticos;
g) Lipidograma – homens acima de 35 anos e mulheres acima de 45 anos – 1 exame/ano;
h) Teste HIV e síflis, em pacientes com vida sexual ativa, no max 1 exame/ano.

III – Nos tratamentos crônicos em qualquer número, entendendo-se estes por hemodiálise (TRS), radioterapia e quimioterapia intravenosa e oral, imunobiológicos para doenças definidas nas DUTs.

IV – Exames do Pré-Natal, entendendo-se por:

a) Sorologia para sífilis, hepatites e HIV;
b) Ferro sérico;
c) Citologia cérvico-uterina;
d) Cultura de urina;
e) Tipagem sanguínea (ABO) e RH;
f) Toxoplasmose;
g) EAS;
h) Glicemia de jejum;
i) Teste de COMBS direto;
j) Pelo menos 3 exames de ultrassonografia, uma por volta da 11ª semana, outra por volta da 18ª semana e uma terceira entre a 34ª e 37ª semanas de gestação;
k) Pelo menos 10 consultas de obstetrícia.

Fonte: Veja.com

Curta nossa página no Facebook

Addthis