Passagens intermunicipais ficaram mais caras a partir desta quinta-feira (1)

As passagens das linhas de ônibus intermunicipais do Ceará foram reajustadas em 6,2%, a partir de 0h desta quinta-feira (1). Já os transportes complementares, vans, o reajuste foi de 5,9%.  As novas tarifas não valem para os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza.

Estes foram os percentuais devidamente homologados pela Agência Reguladora do Estado do Ceará (ARCE). O último reajuste das tarifas ocorreu em setembro de 2017.

Os contratos firmados entre as transportadoras e o Governo do Estado preveem a correção anual das tarifas, seja através da modalidade de reajuste (que considera os índices inflacionários) ou de revisão (que afere todos os insumos e parâmetros técnicos que repercutem nos custos da prestação dos serviços).

Estarão sujeitas à atualização tarifária as linhas intermunicipais atendidas por 5 empresas de ônibus: Expresso Guanabara, Via Metro, Princesa dos Inhamuns, Fretcar e São Benedito, além de 23 cooperativas de vans: Cootace, Cooptrater, Coopsertão, Cotrece, Coopsolnascente, Coopstar, Cooptranscrat, Coopfornorte, Cootmam, Coopitrace, Cootransvace, Cooprovar, Rota Norte, Cooperita, Cooprecensul, Cootravs, Coopatarc, Crajuá, Cootac, Coopervárzea, Cooperfab, Coopertasc e Cootrape.

Fiscalização 
O Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros é regulado pela ARCE, e gerido e fiscalizado pelo Departamento de Trânsito do Ceará (DETRAN/CE). Os dois órgãos disponibilizam canais de Ouvidoria para dirimir dúvidas, receber reclamações e prestar informações aos milhares de passageiros que diariamente utilizam esse sistema.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis