Estudante da URCA é agredido por apoiadores de Bolsonaro em Juazeiro do Norte

Um jovem universitário de 21 anos foi agredido a socos, pontapés e golpes com fio elétrico por supostos apoiadores do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), no início da noite de ontem (23), no bairro Triângulo, em Juazeiro do Norte. Mateus Lira de Souza estava saindo de casa para trabalhar como barman quando três homens o abordaram.

Segundo o estudante, o crime aconteceu por volta das 19h. Os agressores estavam em carro branco e começaram a xingá-lo de “comunista safado” ao vê-lo com um adesivo do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT). “Eu ignorei porque estava sozinho numa rua escura. Mesmo assim, insistiram”, conta Lira.

Os homens desceram do veículo e imediatamente deram um soco. Depois, começaram a dar pontapés no jovem. Neste momento, um senhor que estava numa carroça passando pela rua pediu para os três parassem as agressões. “Aí eles foram embora”, conta o estudante. Antes de partirem, Lira garante que um dos agressores gritou: “Quando Bolsonaro ganhar, vamos acabar com esses viado tudo”, lembra.

Lira ficou com escoriações nas costas, no joelho e cortes no rosto e no braço. O estudante foi até a Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro do Norte e registrou um Boletim de Ocorrência. Hoje pela manhã, foi realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Juazeiro do Norte.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis