'Temos que acordar e banir essa aberração', diz Haddad sobre Bolsonaro

“Temos que acordar e banir essa aberração da cena política”. A frase é do presidenciável Fernando Haddad (PT), em entrevista coletiva,  na manhã deste sábado (20), em Fortaleza, ao fazer duras críticas ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro. De acordo com o petista, depois de caluniá-lo e difamá-lo pelas redes sociais, o adversário não teria coragem de enfrentá-lo em um debate na TV.

 "Como é que depois de ter me caluniado, me difamado, ele vai me enfrentar olho no olho? Ele mentiu muito”, apontou Fernando Haddad, em entrevista coletiva. O postulante disse ainda que Jair Bolsonaro faz parte de uma "quadrilha que precisa ser desbaratada" para não atuar em outras eleições.


"Ele elegeu parlamentares que ninguém conhece, parlamentares de WhatsApp. Já elegeu deputado, senador e pode eleger governador que nunca ninguém viu, que não tem currículo”, apontou. O petista reclamou da atuação da Justiça Eleitoral no caso das denúncias sobre notícias impulsionadas nas redes sociais contra sua candidatura.

"Isso é muito grave para a democracia, para o próprio jornalismo. Tem jornalistas que estão sendo ameaçados. Teve jornalista que teve o telefone exposto para ser vítima de violência. Onde vamos parar? Temos oito dias para acordar e banir essa aberração da cena política".

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis