Acabou o prazo: Motos "cinquentinhas" que não estiverem regularizadas serão apreendidas

Terminou no dia 23 de março o prazo para emplacamento de motos 'cinquentinhas' fabricadas antes de 31 de julho de 2015.

Para regularizar a moto, o proprietário deve se dirigir a uma das unidades do Detran, com a nota fiscal do veículo, original e cópia autenticada do documento de identificação e CPF, além de efetuar o pagamento das taxas.

Os ciclomotores vão passar a constar na Base de Índice Nacional (BIN), onde ficam cadastrados os dados de todos os veículos que circulam no país. As 'cinquentinhas' fabricadas em outros períodos começaram a ser comercializadas já cadastradas.

De acordo com o Detran, quem for flagrado pilotando moto de 50 cilindradas sem o devido emplacamento irá cometer infração gravíssima, com sete pontos na carteira, remoção do veículo e multa de R$ 293,47.

Para dirigir 'cinquentinhas', é preciso ter a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) ou habilitação categoria A.

De acordo com o Coordenador de Educação e Comunicação do Departamento Municipal de Trânsito do Crato (DEMUTRAN), Edilson Marques, a norma alterou o Código de Trânsito Brasileiro e estipulou o prazo de dois anos para a regularização, prazo esse que acabou no último mês de março. 

O DEMUTRAN ressalta que os proprietários e condutores destes tipos de veículos que não estiverem regularizados, ficam impossibilitados de circularem nas vias públicas e deverão procurar o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) para que seja feito o registro e emplacamento desses veículos o quanto antes.

Com informações do portal G1 e da Assessoria de Comunicação/PMC

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis