Programa do Governo do Ceará é reconhecido como melhor ação em desenvolvimento infantil do país

O Programa Mais Infância Ceará, instituído política pública em fevereiro desse ano, ganhou premiação da Rede Alumni, que executa o Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância (ELP), oferecido pelo NCPI (Núcleo Ciência Pela Infância), como a melhor prática em desenvolvimento infantil. Junto de outros projetos, a ação foi reconhecida pela comissão julgadora nessa sexta-feira (4), que premiou a iniciativa cearense como destaque nacional.

A avaliação analisou qual o projeto compartilhou o conteúdo mais relevante para qualificar a implementação de programas políticos de primeira infância e que mais contribuiu para o desenvolvimento da primeira infância e atenção a família e crianças em situação de vulnerabilidade. Nos dois critérios, o Mais Infância Ceará levou o maior número de votos e atestou como iniciativa destaque, que recebeu uma bolsa para o Programa de Liderança Executiva de 2020, em Havard.

“No Ceará, a criança é prioridade. Tanto que o Governo do Estado vem fazendo uma série de investimentos para melhorar a vida das crianças cearenses. Expandir os conhecimentos e buscar inovações é fundamental na realização de novas ações, por isso o Mais Infância Ceará está presente em eventos estaduais, nacionais e internacionais. Precisamos, claro, apresentar os resultados, mas também trocar experiências com especialistas na área infantil”, destaca Onélia Santana.


O Programa
Criado em agosto de 2015, o Programa Mais Infância Ceará defende a necessidade de se ter um olhar especial e mais dedicado à infância, a partir de um diagnóstico da situação do Estado na área e do mapeamento das ações voltadas para o segmento nas diferentes secretarias estaduais. A iniciativa, que abrange os 184 municípios cearenses, busca contemplar a complexidade de promover o desenvolvimento infantil, estruturando-se em quatro pilares: Tempo de Crescer, Tempo de Brincar, Tempo de Aprender e Tempo de Nascer.

O Tempo de Crescer contempla a construção de uma rede de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de serviços e formações de profissionais. Já o Tempo de Brincar foca nos benefícios do jogo infantil para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional das crianças. No Tempo de Aprender, compreende-se a escola como direito de todos, buscando atender a meta de universalizar a oferta de pré-escola e ampliar a oferta de creches com a construção e a qualificação dos Centros de Educação Infantil – CEIs. Por fim, o Tempo de Nascer que contempla a reestruturação alinhada de cuidado materno-infantil a partir da atenção à gestação de alto risco, visando a redução da morbimortalidade materna e perinatal.

Impacto Social
Os estudos sobre o impacto de programas sociais voltados à primeira infância renderam ao economista americano James Heckman o Prêmio Nobel de Economia. Heckman comprovou que políticas públicas focadas nesse período da evolução humana têm potencial de gerar verdadeiras revoluções sociais. O levantamento envolveu economistas, psicólogos, sociólogos, estatísticos e neurocientistas. O estudo apontou que o investimento em programas de aprendizagem precoce podem impulsionar resultados educacionais, econômicos e de saúde.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis