Fotossensor sofre tentativa de incêndio em Juazeiro do Norte; PM reforça efetivo

Um fotossensor localizado na Avenida Leão Sampaio (CE-060), que liga Juazeiro do Norte e Barbalha, próximo ao antigo Hospital Santo Inácio, no bairro Lagoa Seca, foi alvo de um atentado na noite de ontem (03). Criminosos atearam fogo no aparelho, mas logo as chamas foram contidas. Até agora, ninguém foi preso. A Polícia não descarta que a ação tenha relação com a série de ataques que acontecem em todo Estado.

A Policia Militar soube da ação criminosa através da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) e deslocou algumas viaturas até o local. As chamas foram contidas minutos depois, sem a necessidade de acionar o Corpo de Bombeiros. Apesar de apresentar danificação na pintura, o equipamento segue funcionando normalmente.

Segundo o supervisor de Policiamento do 2º Batalhão da Polícia Militar, Antônio Marcos Gomes, não houve nenhum outro atentado no Cariri nos últimos dois dias. “A Polícia está atenta. O Serviço de Inteligência, o Batalhão de Divisas está atento também. Todo efetivo, cerca de 30 viaturas, está empenhado para essa situação que está havendo no Ceará”, conta.

A Polícia ainda não sabe quem foi o autor do crime. “Ainda está em investigação. Acredito que nas próximas horas já vai ter informações”, afirma Antônio Marcos. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar.

Atenção
A Polícia Militar reforçou o efetivo em locais que já foram alvos de ataques no último ano. Os agentes estão espalhados, principalmente, no Fórum de Justiça, no Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) e pontos de ônibus. Os frentistas de postos de gasolina foram orientados para não vender combustível para pessoas a pé.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis