Comunidades do Crato podem integrar encosta urbanística

Os bairros Mutirão, Alto da Penha e Pantanal podem ser beneficiados com a construção de uma encosta urbanística. A ideia é integrar os três bairros e conecta-los à cidade do Crato, isso é o que defende os integrantes da Associação Mensageiras da Paz que atuam na comunidade do Mutirão desde 2004.

Para o historiador Francisco do Nascimento, integrante da Associação Mensageiras da Paz, a ideia surgiu como forma de se contrapor, ao isolamento dos bairros. Ele destaca que que há mais de 10 anos foi construído um muro que dividia a comunidade do Mutirão do Parque de Exposições e enfatiza que a nova pista construída pelo Governo do Estado no entorno do Parque de Exposições não urbanizou as vias de acesso aos bairros Pantanal e Mutirão.

Outra preocupação com a construção da encosta é garantir as condições segurança das residências que ficam na beira do morro.

Os integrantes da Associação Mensageiras da Paz alegam que já fizeram várias reclamações para o governo do estado e municipal e nenhuma foi atendida até o momento.

Para Francisco do Nascimento, a encosta é um importante equipamento urbanístico capaz de promover à cultura, o lazer, esporte e um ambiente saudável. Ele cita como exemplo a encosta do seminário e a experiência do Sítio Urbano do Gesso.

De acordo com Nascimento, deverá ser criado um grupo de articulação para mobilizar os moradores dos trés bairros e dialogar com o poder público do município e do estado.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis