CeArt participa da Expocrato com o trabalho de 720 artesãos

A Coordenadoria de Artesanato do Ceará (CeArt), órgão vinculado à Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), diversifica o artesanato exposto na 68ª Exposição Agropecuária do Crato (Expocrato), com o trabalho de 720 artesãos em seu estande. A feira acontece entre 13 e 21 de julho, Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti, na cidade do Crato, e o estande da CeArt ocupa uma área de 461 metros quadrados.

Nesse período, a CeArt reunirá o trabalho de 47 entidades organizadas e grupos produtivos dos municípios da região do Cariri, representando 720 artesãos, com tipologias diversas, como fibras vegetais (palha de milho, palha de taboa, palha de carnaúba e fibra de bananeira), fios e tecidos (crochê, fuxico, renda de bilro e bordado a mão), madeira (escultura e xilogravura) e argila (modelagem) entre outros. Estarão presentes artesãos de várias localidades do Cariri, como Abaiara, Antonina do Norte, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Juazeiro do Norte, Mauriti, Missão Velha, Nova Olinda, Santana do Cariri e Várzea Alegre.

Para a titular da SPS, Socorro França, a feira é uma oportunidade de evidenciar o trabalho dos artesãos daquela região, tendo em vista o grande número de turistas que a Expocrato atrai a cada edição. “A CeArt é responsável por toda uma curadoria do trabalho dos artesãos a fim de que a gente mostre a quem vem de fora o melhor dos saberes tradicionais, da cultura, dos modos de vida, a partir do artesanato da região”, pontua. Em 2018, o estande da CeArt comercializou R$ 145 mil, durante o evento.

O artesanato cearense movimenta cerca de R$ 3 milhões anualmente, beneficiando 30 mil artesãos. Levantamento da CeArt aponta que 80% artesãos cearenses são mulheres, a escolaridade é prioritariamente (35%) o Ensino Médio, seguido de Ensino Fundamental (34%); a faixa etária de pessoas entre 36 e 55 anos (51%). O Governo do Estado, por meio da SPS, fomenta a participação de artesãos em feiras locais, estaduais e nacionais e ainda internacional. A Ceart esteve em aproximadamente em mais de 250 eventos de promoção e comercialização do artesanato cearense de 2015 a 2018. Entre 2015 e 2018, foram comercializadas nas unidades da CeArt, em feiras locais, nacionais e internacionais, um total de 300 mil peças vendidas, com volume de vendas de mais de R$ 8 milhões.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis