P3 Midia

P3 Midia

7 alimentos que você não deve comprar em supermercados

Dizem por aí que uma embalagem bacana ajuda a vender qualquer coisa. Mas, na hora de comer, você não quer comprar qualquer coisa, certo?

Dividimos com você os alimentos que não deverias levar no seu carrinho de compras e por quê.

Alface embalada
Os bacteriologistas alertam: o alimento mais perigoso em um supermercado é a alface cortada e embalada. Embora o saco assegure que está pronta para o consumo, pode ter bactérias nocivas, que provocam doenças intestinais. Estas bactérias alcançam as folhas da alface a partir do solo e são impossíveis de destruir, porque não passam por um tratamento térmico. Para ter certeza da higiene adequada, lave e desinfete todos os vegetais de folhas verdes com cuidado, se possível com cloro.

Embutidos
A Organização Mundial da Saúde informou que as salsichas, o bacon, a mortadela e outros produtos de carne processada causam câncer. Os nitritos encontrados nesses produtos, quando no intestino, podem ser transformados em nitrosaminas, um forte cancerígeno. As carnes defumadas também podem conter outra substância cancerígena: o benzopireno. É melhor comprar um pedaço de carne e prepará-la por sua conta para usar como aperitivo em lanches e sanduíches do que comprar embutidos.

Chá verde engarrafado
Uma pesquisa recente descobriu que a bebida engarrafada vendida como chá verde não tem nada em comum com o chá autêntico. O chá verde é conhecido por suas propriedades antioxidantes e 20 garrafas de chá verde engarrafado contêm a mesma quantidade de antioxidantes que uma xícara de chá autêntico. Esta bebida contém geralmente água e muito mais açúcar do que o refrigerante. Por isso é melhor prepará-lo em casa.

Alimentos com aditivos de frutas
Croissants e pãezinhos recheados com frutas e iogurtes doces dão água na boca. Mas eles carregam em seu interior recheios de açúcar. Além disso para que não estraguem, são adicionados na massa conservantes, aromatizadores e espessantes. Mas é difícil encontrar alguma fruta real neles. Os fabricantes destes recheios descrevem seu produto honestamente: Contém de 20% a 40% de frutas. É melhor adicionar algumas frutas frescas ao seu cereal ou aveia no café da manhã.

Maionese
A maionese contém ovo, vinagre, óleo de girassol e especiarias. Mas a maionese comprada também contém conservantes, corantes e estabilizantes. Uma maionese light contém menos de gordura (por exemplo 35%, em vez de 50%), mas, para conservar sua textura e sabor, são adicionados açúcar e amido. Esse alimento não é saudável, mas se você gosta, melhor prepará-lo em casa.

Especiarias moídas
As especiarias são fáceis de dissolver com aditivos mais baratos. Por exemplo, em vez de canela, muitas vezes vendem cassia e, em vez de açafrão, cártamo. Compre especiarias em grãos e moa você mesmo. É melhor conseguir especiarias que não contenham glutamato de sódio ou intensificador de sabor. É inofensivo, mas quando se acostuma com isso, o sabor natural dos alimentos começa a parecer insípido.

Pão 
O pão do supermercado é feito com farinha branqueada, usando produtos substâncias químicas (por exemplo, peróxido de benzoílo, utilizado para produzir explosões nos filmes). Esta farinha é conservada por um longo tempo, não atrai insetos, mas, no processo, perdem-se as fibras. Além disso, é adicionada a ela uma massa de padaria, que contém substâncias que aumentam a espessura da massa, intensificadores de sabor, etc. Estes aditivos melhoram a qualidade da massa e aumentam a data de vencimento do pão. Mas você acha que o nosso corpo precisa disso?

Compre pão em pequenas padarias, onde haja a possibilidade de perguntar os detalhes sobre sua produção.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis