P3 Midia

P3 Midia

Trecho da estrada de Santa Fé, em Nova Olinda, será interditado por 8 meses

Foto meramente ilustrativa
Iniciada no segundo semestre do ano passado, a obra de revitalização da estrada do distrito de Santa Fé, em Nova Olinda, chega a uma nova etapa, com a construção de pavimento em concreto, também chamado de pavimento rígido. Em função disso, o Departamento Estadual de Rodovias (DER) anunciou que cerca de 15 km serão interditados.

De acordo com a engenheira Talita Leite, o processo exige a total paralisação do tráfego. “Será feito a melhoria nos alargamentos e construção do pavimento rígido, obra que exige tempo para construção e cura”, explica. O trecho será da CE-292 ficará interditado por cerca de oito meses. O desvio, ainda conforme o DER, será em uma estrada carroçável, entre a comunidade de Manoel Coco e o Colégio Agrícola.

“O trecho de aproximadamente 13km exige velocidade baixa, os veículos devem trafegar numa média de 30km/h. Trará morosidade ao tráfego, mas é necessário para a obra”, acrescenta Talita. Com a interdição, o percurso entre as cidades de Crato e Nova Olinda, por exemplo, deve aumentar em cerca de 1 hora.

Obra
Ao todo, 58 quilômetros recebem serviços de pavimentação, revestimento asfáltico e rígido (concreto), drenagem, obras d’arte correntes, sinalizações horizontal e vertical, além de proteção ambiental. O investimento é de R$ 75.436.162,95, do Tesouro do Estado e Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis