P3 Midia

P3 Midia

Chuvas garantem o abastecimento para mais de 20 cidades do Ceará até 2018

No Dia Mundial da Água a boa notícia é que 22 municípios e quatro localidades receberam recargas seguras para garantir o abastecimento hídrico até 2018, devido às chuvas registradas nos últimos meses no Ceará, conforme acompanhamento da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Isso significa que os mananciais desses locais conseguiram armazenamento de água suficiente para abastecer plenamente os municípios e distritos até janeiro de 2018.

Integram a lista esses municípios:



Para o diretor de Unidade de Negócios do Interior da Cagece, Hélder Cortez, esse número ainda pode aumentar: “O número ficou dentro do esperado, principalmente na região norte no Ceará. A expectativa é que até o final das chuvas mais municípios integrem essa lista”, afirma.

Ainda em alerta
Apesar das precipitações registradas em fevereiro e março pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), alguns municípios ainda encontram-se com os açudes abaixo de sua capacidade mínima de armazenamento. Nesses locais, a Cagece tem empreendido diversos esforços para garantir a captação, qualidade e abastecimento da água.

No caso de Fortaleza e Região Metropolitana, a situação ainda não mudou, o que exige da população atenção à economia de água. O principal açude que abastece a região, o Castanhão, está bem abaixo de sua capacidade de armazenamento, com um volume de apenas 5,7%.

Os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), cuja capacidade total são 18,64 bilhões m³, apresentam volume de 1,68 bilhão m³ (9,01%). No ano de 2017 já foi registrado um aporte total de 592,04 milhões m³.

No total 69 açudes registraram aporte. Acaraú Mirim, da bacia do Acaraú, Caldeirões, da bacia do Alto Jaguaribe, e Valério, da bacia do Alto Jaguaribe, estão sangrando. Maranguapinho e Tijuquinha já sangraram, mas já se encontram com volume abaixo dos 100%.

Cautela
Atualmente 27 cidades encontram-se em situação de contingência. Nesses locais, a companhia realiza ações com objetivo preservar ao máximo os mananciais, dentre elas: o rodízio de abastecimento, a disponibilização de carros pipas e a busca por novas fontes de captação (como perfuração de poços tubulares e construção de Adutoras de Montagem Rápida).

Os municípios em contingência são: Apuiarés, Araripe, Aratuba, Campos Sales, Catarina, Catunda, Crateús, Fortim, Granjeiro, Hidrolândia, Ibicuitinga, Iracema, Irauçuba, Itapiúna, Mombaça, Mulungu, Nova Olinda, Pacoti, Palmácia, Pentecoste, Pereiro, Piquet Carneiro, Potengi, Potiretama, Salitre, São Luiz do Curu e Tamboril.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis