Secretária Eliana Estrela dá boas-vindas aos estudantes na abertura do ano letivo de 2020

O ano letivo nas escolas da rede pública estadual de ensino cearense teve início nesta segunda-feira (27), com ações de acolhida e motivação para alunos novatos e veteranos. A abertura oficial ocorreu na Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Jenny Gomes e contou com a presença da secretária Eliana Estrela. O objetivo é de que todos os estudantes se sintam amparados, preparados e engajados para começar a nova jornada.

Durante os primeiros dias de aula, cada escola desenvolverá uma série de atividades para receber os novatos, fazer a integração com alunos e profissionais da escola. As iniciativas fazem parte do #chegueiensinomedio, que além de dar boas-vindas, busca garantir que todos os alunos que chegam à 1ª série desse nível de ensino concluam os três anos de estudos com aprendizagem satisfatória.

Nicolly Victória Honório, de 15 anos, está iniciando a experiência do Ensino Médio e revela o desejo de fazer novas descobertas. “Passei todo o ano de 2019 com muita expectativa por esse momento. Espero poder suprir todas as necessidades de aprendizado nas matérias e conseguir me preparar. Pretendo fazer o Enem nesse ano para ter um teste, uma base. O tempo integral é algo novo e estou ansiosa para ver como vou lidar. Parece ser bem legal. Uma das eletivas que me atraem é a de música, porque sou cantora de coral”, conta.

Em 2020, a Secretaria da Educação (Seduc) dará continuidade às ações voltadas à melhoria do ensino e da aprendizagem na rede pública, como a colaboração com os municípios, a ampliação do tempo integral e fortalecimento das competências socioemocionais.

Eliana Estrela destaca que o momento é oportuno para fazer amizades, interagir, buscar conhecer o novo. “Essa recepção aconchegante aos alunos que vêm do 9º ano é um incentivo para que possam prosseguir os estudos e ingressar numa universidade. Oferecemos muitas oportunidades. Entre elas, a política de expansão do tempo integral, com 25 novas escolas nesta modalidade em 2020. A escola é lugar de construir o conhecimento, junto aos professores. Estamos aqui para apoiá-los em cada sonho, em cada decisão”, salienta a secretária.

O calendário escolar é composto de 200 dias letivos, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), e seguirá até final de dezembro nas 728 escolas estaduais.

O diretor da EEMTI Jenny Gomes, Marcos Bezerra, lembra que o principal objetivo da mobilização de todos os profissionais que fazem a educação é a preparação dos jovens para que alcancem seus objetivos. “Procuramos fazer com que todos tenham condições de entrar no ensino superior e no mundo do trabalho. Também, para que se formem enquanto cidadãos”, observa.

O estudante Alisson Borges, de 17 anos, está começando a cursar a 3ª série do EM e dá recomendações aos jovens que estão iniciando este nível de ensino. “É um novo passo, uma jornada muito importante. Vocês são uma nova geração que chega e a escola deposita ainda mais confiança de que irão deixar aqui bons frutos e levar bons ensinamentos para o mundo afora. Que tenham toda a força para lutar pelos sonhos. Todos os professores têm o melhor a oferecer. É uma imensa alegria estudar aqui hoje”, considera.

Ações

Mais Paic – Programa Aprendizagem na Idade Certa
A medida ampliou o trabalho de cooperação já existente com os 184 municípios, que, além da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano, passou a atender também do 6º ao 9º ano nas escolas públicas cearenses com formação continuada aos professores, apoio à gestão escolar e material estruturado, entre outros aspectos.

Na área da Colaboração com os Municípios, foram conquistados importantes resultados: 89,60%% das crianças encontram-se alfabetizadas ao término do 2º ano do ensino fundamental. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%.

Tempo Integral
O governador Camilo Santana anunciou mais 25 escolas. Assim, o Ceará passará a contar em 2020 com 277 escolas, sendo 122 Escolas Estaduais de Educação Profissional e 155 Escolas de Ensino Médio Regular em Tempo Integral.

A rede pública estadual de ensino do Ceará também apresentou redução histórica do abandono escolar em 11 anos. Em 2007, a taxa era de 16,4%, e em 2018, baixou para 5%, uma redução de 11,4% pontos percentuais.

Competências Socioemocionais
O objetivo é desenvolver habilidades como convívio, autoestima e pensamento crítico. Entre as iniciativas que compõem o conjunto de ações desta política, destacam-se o Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTPPS) e o Projeto Professor Diretor de Turma (PPDT).

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário