Paraná Pesquisas: Mesmo preso, Lula lidera intenções de voto em todo o Brasil

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas feito em parceria com o Jornal do Brasil apurou intenções de voto dos brasileiros em um cenário considerando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, e em outro cenário sem ele. No cenário sem o petista, Jair Bolsonaro aparece na frente, com 20,5% das intenções de voto, seguido por 17,5% que pretendem votar em "nenhum" candidato; 12,0%, em Marina Silva; 11,0%, Joaquim Barbosa; e 9,7%, Ciro Gomes. Já no cenário com o ex-presidente, este lidera com 27,6%, seguido por Bolsonaro, que registra 19,5%.

O instituto perguntou em quem os eleitores votariam se o 1° turno fossem hoje e os candidatos fossem os indicados em cada cenário. 

CONFIRA O CENÁRIO COM LULA:

Lula: 27,6%

Bolsonaro: 19,5%

"Nenhum" candidato: 9,6%

Joaquim Barbosa: 9,2%

Marina Silva: 7,7%

Geraldo Alckmin: 6,9%

Ciro Gomes: 5,5%

Alvaro Dias: 5,4%

"Não sabe": 3,2%

Manuela D'Ávila: 1,2%

Michel Temer: 1,1%

*Flávio Rocha, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia também foram citados, mas não atingiram 1%.  

Na separação por região, Lula teve maior penetração no Nordeste, com 43,8% das suas intenções de voto, e Bolsonaro teve maior percentual no Sudeste, com 21,8%. Por idade, Lula teve maior resultado com o grupo entre 35 e 44 anos (30,2%); e Bolsonaro com pessoas entre 16 e 24 anos (27,7%).

VEJA O CENÁRIO SEM O EX-PRESIDENTE (COM HADDAD):

Bolsonaro: 20,5% 

"Nenhum" candidato: 17,5% 

Marina Silva: 12,0%

Joaquim Barbosa: 11,0%

Ciro Gomes:  9,7%

Geraldo Alckmin: 8,1%

Alvaro Dias: 5,9%

"Não sabe": 4,7%

Fernando Haddad: 2,7%

Manuela D'Ávila: 2,1%

Michel Temer: 1,7%

Flávio Rocha: 1,0%

*Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia também foram citados, mas não atingiram 1%. 

Foi realizada pesquisa ainda em um terceiro cenário, desconsiderando Lula e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. 

Bolsonaro: 20,7%

"Nenhum" candidato: 17,3%

Marina Silva: 13,3%

Joaquim Barbosa: 11,2%

Ciro Gomes: 10,1%

Geraldo Alckmin: 8,4%

Alvaro Dias: 6,1%

Manuela D'Ávila: 2,1%

Michel Temer: 1,7%

Flávio Rocha: 1,00%

*Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia foram citados, mas não atingiram 1%.

A pesquisa de opinião pública foi feita com 2.002 eleitores, e foi estratificada segundo sexo, faixa etária, escolaridade, nível econômico e posição geográfica, em 26 estados e Distrito Federal e em 154 municípios brasileiros entre os dias 27 de abril a 2 de maio. A amostra atinge grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR- 02853/2018 para o cargo de Presidente.

Candidatos apoiados por Lula e possível candidatura
A pesquisa também consultou a disposição dos eleitores em votar em algum candidato ou candidata apoiada pelo ex-presidente petista. Entre os entrevistados, 61,2% não votariam em candidato apoiado por ele. Votariam, 23,4%; dependendo do candidato, 14,1%; e não sabem ou não opinaram, 1,3%. 

Já entre os eleitores de Lula, 62,0% votariam no candidato apoiado por ele; 20,3%, dependendo do candidato; e 16,8% não votariam. Não sabem ou não opinaram, 0,9%.

Questionados sobre qual candidato o ex-presidente iria apoiar, caso não concorra ao cargo de presidente, a maioria (30,4%) respondeu que não sabe. Maria Silva foi apontada por 15%, seguida por Ciro Gomes, com 11,8%, e Fernando Haddad, com 11,5%. Entre os eleitores de Lula, "não sabe" também foi maioria, com 31,8%, a frente do nome de Marina Silva (19,2%), Ciro Gomes (15,6%), e Fernando Haddad (10,8%).

Outra questão foi a percepção dos eleitores sobre um possível registro do ex-presidente como candidato. Para 63,2%, Lula não deve conseguir o registro. Para 32,7%, o petista pode, sim, registrar candidatura. Não sabem ou não opinaram, 4,1%. 

Entre os eleitores de Lula, o percentual do não cai para 62,0%, e do sim sobe para 33,5%. Não sabem ou não opinaram, 4,5%.

Potencial Eleitoral dos principais candidatos à Presidência
A pesquisa também quis saber qual o potencial eleitoral dos principais candidatos, desconsiderando Lula. Fernando Haddad lidera as rejeições (66,1%), seguido por Geraldo Alckmin (61,3%), Ciro Gomes (55,0%), Marina Silva (51,5%), Jair Bolsonaro (49,6%) e Joaquim Barbosa (45,5%). As rejeições indicam que o eleitor não votaria no candidato citado de jeito nenhum para Presidente do Brasil. Já no ranking de aprovação, com certeza votaria para Presidente em: Bolsonaro (13,6%), seguido por Marina Silva (6,7%), Joaquim Barbosa (6,5%), Ciro Gomes (3,7%), Geraldo Alckmin (3,5%) e Fernando Haddad (0,9%). 

Avaliação da Administração Federal
A pesquisa levantou ainda a avaliação da Administração Federal. Segundo os dados, 81,2% desaprovam o governo de Michel Temer (MDB). Entre eles, a maioria são do sexo feminino, entre 16 a 59 anos, com ensino médio, pessoa economicamente ativa, e, majoritariamente, do Nordeste.

Fonte: Jornal do Brasil

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis