No 8º dia de greve, Infraero confirma falta combustível no Aeroporto de Juazeiro do Norte

Em pleno oitavo dia corrido de manifestações decorrentes da greve dos caminhoneiros, nesta segunda-feira (28), falta combustível em pelo menos oito dos 54 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no País.

A Infraero informou ainda que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais dos aeroportos . A recomendação oficial é de que os passageiros procurem as companhias para consultar a situação de seus voos. 

Os que estão com falta de combustível são os de São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Teresina (PI).

Apesar da falta de querosene, eles estão abertos e têm condições de receber pousos e estruturar decolagens. A única condição, nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, é que as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

Além disso, a Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem o planejamento de voos para definir a melhor estratégia de abastecimento , de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino.

De acordo com a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

Aeroporto de Brasília está em estado de atenção 
Ainda que tenha recebido, nesse domingo (27), 550 mil litros de querosene de aviação, o Aeroporto Internacional de Brasília ainda funciona, na manhã desta segunda-feira (28), em estado de atenção. 

Entre 0h e 8h, foram registrados 27 pousos e 30 decolagens, com cinco atrasos e um cancelamento, na partida. Dois voos chegaram a ser reprogramados.

Com a entrega do combustível em um dos aeroportos mais importantes do País – feita por meio de 10 caminhões escoltados pela Polícia Federal – o nível dos reservatórios do terminal de Brasília chegou a 18%. Muito aquém do necessário para um dia completo de operação normalizada. 

Fonte: iG (Com informações da Agência Brasil)

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis