635 professores aprovados no último concurso são empossados pelo governador Elmano de Freitas

A rede pública estadual de educação do Ceará passa a contar com 635 novos professores, a partir deste mês. A posse dos convocados, integrantes do cadastro de reserva de concurso da Secretaria da Educação, ocorreu na manhã desta quarta-feira (24), em solenidade realizada no Teatro José de Alencar, com a presença do governador Elmano de Freitas, entre outras autoridades.

No total, 435 escolas, distribuídas em 165 municípios, serão beneficiadas pela convocação dos novos professores, cujo começo do exercício profissional está marcado para o início do ano letivo, na segunda-feira (29), com a participação na Jornada Pedagógica, promovida pelas escolas da rede pública estadual. Os empossados possuem grau superior em nível de licenciatura plena e irão atuar nas 13 disciplinas do Ensino Médio, mais a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Além disso, exercerão atividades relacionadas à base diversificada do currículo, tais como: Projeto Professor Diretor de Turma, Núcleo Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTTPS), disciplinas eletivas (nas Escolas Estaduais de Ensino Médio em Tempo Integral – EEMTI) e em outros componentes curriculares.

Elmano de Freitas parabenizou os novos professores lembrando que eles participaram de um concurso muito difícil, “exigente”, segundo ele, em que menos de 10% dos participantes foram aprovados. “Mas é isso mesmo que nós queremos: nós queremos vocês, os melhores dos melhores”, afirmou. Lembrando ser filho de uma professora aposentada, destacou que “a educação é o caminho para transformar os nossos jovens e para que tenhamos jovens, cada vez mais. preparados e com elevado nível cultural e crítico, preparados para o mundo do trabalho e para a sua relação com a sociedade; para que seus valores sejam valores libertários e não reproduzam práticas existentes na sociedade, que trazemos da escravidão e que precisamos superar para termos uma sociedade que respeita o proóximo, que respeita o outro”.

Nas palavras do governador, a educação é o “carro-chefe”, não apenas do Governo, mas para o desenvolvimento do País, porque somente por meio dela é que os jovens poderão superar preconceitos, a violência contra mulheres, o autoritarismo e o racismo, entre outras questões que permeiam a sociedade atual. “Eu tenho certeza que é na escola que temos o ambiente mais plural que podemos ter, com pensamentos diversos, e onde somos chamados a colaborar, para que a junção do nosso pensamento e do nosso esforço, dê aos nossos jovens a melhor oportunidade que eles possam ter, para crescer como pessoas, como profissionais e como filhos”, pontuou.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário