Elmano de Freitas ressalta importância da produção de hidrogênio verde no Estado

O Estado do Ceará sedia nesta sexta-feira (5) a reunião do Consórcio Nordeste. Ao recepcionar os gestores dos estados nordestinos, o governador Elmano de Freitas considerou ser a pauta uma das mais estratégicas para os cearenses e nordestinos.

“Daqui sairão decisões muito importantes para favorecer o desenvolvimento do projeto de hidrogênio verde e de energia renovável, que são decisivas para o desenvolvimento econômico do nosso estado e da região”, avaliou o governador Elmano na chegada ao Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, onde acontece o encontro.

Antes da reunião, o governador ressaltou a importância de o Ceará sair na frente quando o assunto é o hidrogênio verde. “É importante para o Brasil. Há uma grande mudança de matriz energética no mundo que demanda por produção de mercadorias, tendo como base a energia limpa, e o Brasil pode ser o grande protagonista de mudança na industrialização”, disse o governador, apontando que o Nordeste conta com as melhores condições naturais. “Podemos utilizar a nossa energia solar e éolica para garantirmos o desenvolvimento econômico, atraindo indústrias para a nossa região”.

Elmano de Freitas também disse ter certeza que a parceria do Governo Federal com os estados só vai favorecer o cenário econômico nacional. “É importante manter a relação de projeto nacional. Por isso, é importante ressaltar a regulamentação do hidrogênio verde, que tramita no Senado e vai tramitar no Congresso. As negociações internacionais que o Brasil fará têm a sua importância, e aqui no Ceará, e de nossa parte também, é muito decisivo que tenhamos na reforma tributária crédito e atração de investidores para ampliarmos a nossa produção de energia solar e eólica e a implantação definitiva de usinas de hidrogênio verde no Ceará e no Nordeste”.

Ainda na visão do governador do Ceará, um dos assuntos mais importantes a serem tratados na reunião diz respeito à prorrogação do prazo das outorgas para que haja compatibilidade e coerência entre o prazo de operação das usinas e a existência de linhas de transmissão. “Não posso exigir que uma usina passe a operar se não tiver a linha de transmissão para que essa energia possa escoar. Acredito que hoje vamos encontrar o entendimento com o Ministério para que tenhamos essa prorrogação”, afirmou o governador. “Estamos numa expectativa muito positiva do anúncio de leilão para investimento em linhas de transmissão no Nordeste”, finalizou Elmano de Freitas.

Criado em 2019, o Consórcio Nordeste busca, por meio da colaboração entre os nove estados, atrair investimentos e alavancar projetos de forma integrada para a região. O Consórcio tem se consolidado com uma estratégica ferramenta de gestão à disposição dos seus entes consorciados, além de fortalecer os pactos de governança.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário