Regina Duarte aceita convite de Bolsonaro para assumir secretaria de Cultura; presidente descarta recriar ministério

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou nesta segunda-feira (20) que o presidente Jair Bolsonaro decidiu, por enquanto, não recriar o ministério da Cultura.

“A recriação do ministério da Cultura foi descartada, por ora. A decisão foi do presidente. Por mim, alteraria o status do ministério, para ser chamado de ministério do Turismo e da Cultura, levando a Cultura ao lugar que ela merece”, disse Álvaro Antônio ao Painel.

A pasta, extinta pelo governo no início do ano, ficou primeiramente vinculada ao ministério da Cidadania e, agora, está sob a aba do Turismo.

A atriz Regina Duarte foi convidada para assumir a secretaria da Cultura após a exoneração de Roberto Alvim. Ela começa período de testes no órgão nesta terça-feira (21).

“Achei excelente [a escolha do nome de Regina Duarte]. Acredito que ela vá contemplar a classe artística, descontente com [Roberto] Alvim. Tem uma sensibilidade muito grande para o assunto”, completou.

Alvim foi exonerado após parafrasear um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista.

Fonte: Folhapress

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis