Copa 2018: Segundo jogo do Brasil parou comércio de Crato e Juazeiro do Norte

O segundo jogo da Seleção Brasileira, contra a Costa Rica, paralisou o centro comercial destes dois municípios, na manhã desta sexta-feira (22). As lojas fecharam as portas e as ruas ficaram desertas durante a partida.  O trânsito esteve tranquilo nas principais vias das duas cidade. Na Avenida Padre Cícero (CE-292), que liga os dois municípios, poucos veículos ocuparam as duas faixas de circulação minutos antes dos times entrarem em campo.

No Mercado Central de Crato, no tradicional dia de feira, os clientes e permissionários pararam seu comércio para acompanhar o jogo. Eles se amontoaram nos pequenos boxes de comida, outros acompanharam pelo celular e alguns, até mesmo, pelo rádio. O motorista Francisco Balbino Rocha, que deixou verduras bem cedo no equipamento público, aproveitou para assistir a partida juntos dos feirantes. “A gente continua trabalhando, mas dá uma pausa pra assistir”, pondera.

Apesar do primeiro tempo desanimado, ele mostrou esperanças no hexacampeonato. “Hoje eu aposto no Brasil, mas estou aguardando esse jogo para ter mais perspectiva de vitória no próximo jogo”, explica. Apesar disso, Francisco acredita que este ano a Copa da Rússia mobilizou menos a população. “Está menos movimentado devido a crise, o desemprego, mas tá melhorando aos poucos e a gente espera que seja assim daqui pra frente”, completa.

Já a comerciante Maria Lucia Ramos acredita que no domingo a movimentação era bem maior. Quietinha, ao lado de seu boxe, ela ficou ouvindo a narração e torcendo pelo Brasil, ansiosa, sem poder abandonar as carnes que comercializa. “Eu fico curiosa, aí fico assim. Só chego perto (da televisão) na hora que dá o gol. O Brasil pode até ser campeão, se tiver um cuidadinho”, finaliza.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis