Só seis em cada dez e-mails são entregues no Brasil

Você pode não estar recebendo todos os e-mails importantes. No Brasil, apenas seis em cada dez e-mails são entregues. Segundo levantamento da Return Path, empresa de certificação de e-mail, só 64% dos e-mails no País chegam às caixas de entrada.

No mundo, a taxa de entrega de e-mails é um pouco superior: 81%. A Austrália é um dos países com a maior taxa de eficiência: 89% dos e-mails são entregues. A América Latina tem a pior taxa de entrega de e-mails em todas as regiões do mundo – 62%. 38% são rejeitados pelos professores ou classificados como spam.

Segundo a empresa, “o cenário é particularmente problemático no Brasil”. Aqui 25% das mensagens vão para as pastas de spam e lixo eletrônico e 11% são perdidas. Os números refletem alguns problemas: falta de boas políticas de comunicação por e-mail (por isso a alta taxa de spam) e, segundo a própria Return Path, a crença de que um e-mail que não é devolvido foi entregue – o que nem sempre acontece.

“O que os remetentes desconhecem sobre sua entregabilidade deixa seus negócios vulneráveis e diminui a probabilidade de receita a partir dos seus canais de email”, explica Matt Blumberg, CEO da empresa.

A empresa também analisou especificamente o Gmail. Segundo o estudo, 81% das 30 mil contas analisadas habilitaram a opção “caixa prioritária”, que seleciona e-mails mais relevantes (de contatos próximos, direcionados só para um usuário, entre outros critérios. O Gmail permite um melhor aproveitamento do e-mail – 91% dos e-mails foram direto para a caixa de entrada. O restante foi para o spam. Cerca de 17% das mensagens foram para a “caixa prioritária”.

Fonte: Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis